BOAS NOTÍCIAS: CASAL REALIZA SONHO DO CASAMENTO 63 ANOS DEPOIS

texto

Proibidos de se casar quando jovens, realizam sonho 63 anos depois

A história de amor desse casal foi interrompida há 63 anos, quando Antonia era adolescente. Ela tinha 16 anos e foi proibida pelo pai de se casar com Olavo, na época com 20 anos.

“O pai dela explicou que ela era muito jovem e que precisaria terminar os estudos. Ela, no auge da adolescência, respondeu ao pai: “se eu não me casar com ele, não caso com mais ninguém”, contou a sobrinha de Antonia, Isabel Brandão, em entrevista ao Só Notícia Boa.

Dito e feito. Antonia Mineiro e seu Olavo se separaram, não se falaram mais e ela nunca se casou. Chegou a ter um outro namorado, mas o rapaz morreu.

Depois disso, ela saiu do Ceará, morou em São Paulo, Amazonas e no Maranhão. Já Olavo se casou, mas não deu certo. Acabou se divorciando.

As voltas da vida

Em março de 2020, Olavo pediu o contato de Antonia para uma amiga em comum. E justamente no período em que surgia a pandemia, a história de amor deles recomeçava.

Olavo ligou para Antonia, os dois passaram alguns meses se falando por telefone e ele fez o pedido: “Vamos continuar de onde paramos?”, disse para a ex-namorada.

“Ela disse sim!!!”, contou a sobrinha.

Em setembro de 2020 Antonia viajou acompanhada por um familiar – e com os devidos cuidados – para sua terra natal, o Ceará, para rever seu amor da juventude.

O reencontro emocionante foi no aeroporto de Fortaleza: ela com 80 anos e ele agora com 84. E foi tão forte que uma semana depois os idosos se casaram.

O casamento

“Devido à pandemia eles fizeram uma minicerimônia simbólica”, contou Isabel.

E há 6 meses dona Antonia e seu Olavo vivem o sonho de serem marido e mulher.

Lúcidos e apaixonados, eles moram em um sítio tranquilo no interior do Ceará.

Amor aos 80 anos

O casal sabe que não tem como recuperar o tempo perdido, por isso Antonia e Olavo não se desgrudam e aproveitam cada minuto da oportunidade que estão tendo de finalmente serem felizes.

E como é o amor aos 80 anos?

“Eles dizem que se tornam mais tolerantes, que não se incomodam por pouco. [Eles conversam] relembram coisas da juventude, passeiam, tomam banho de açude, cuidam da horta e estão decorando a casa nova”, disse a sobrinha, toda feliz pela felicidade da tia.

O reencontro no aeroporto após 63 anos - Foto: arquivo pessoal
O reencontro no aeroporto – Foto: arquivo pessoal
Antonia e Olavo casados 63 anos depois - Foto: arquivo pessoal
Antonia e Olavo casados 63 anos depois – Foto: arquivo pessoal

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do Só Notícia Boa

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: CASAL REALIZA SONHO DO CASAMENTO 63 ANOS DEPOIS

BOAS NOTÍCIAS: O AMOR RESURGE AOS 94 ANOS EM PLENA PANDEMIA

O amor é lindo, já diz uma expressão popular bastante antiga! Mesmo que seja aos 94 anos de idade e em plena pandemia do coronavírus, a pior e mais devastadora epidemia já registrada na história da humanidade. No nosso destaque da coluna BOAS NOTÍCIAS deste domingo você vai conhecer uma linda história de amor que aconteceu no interior do Estado de Nova York, entre dois idosos de 94 anos em plena pandemia.

Casal encontra o amor aos 94 anos durante pandemia

Nunca é tarde para o amor, mesmo que ele venha durante uma das fases mais difíceis da humanidade: a pandemia.

No pior ano para namorar, um casal de idosos encontrou a felicidade e agora pretende se casar.

John Shultz e a namorada Joy Morrow-Nulton, ambos com 94 anos de idade moram no interior do Estado de Nova York.

Os dois, viúvos por duas vezes, estavam determinados a encontrar o amor novamente e foi o que aconteceu.

Eles tiveram que ficar no isolamento durante um ano e foi aí que se conheceram.

“Eles encontraram uma maneira de ficar juntos. Eles fizeram o que foi necessário”, disse Pete, filho de Shults.

Prazeres simples da vida

O idoso apaixonado explica que foi necessário um retorno aos prazeres simples da vida, com direito a balões pela casa para melhorar o astral e muita abnegação.

“Ela é mais rica do que eu, só para você saber. Ela me comprou um andador”, disse Shults.

Para não ficar para trás, Shults comprou um presente para a amada também e mandou junto com o pedido de casamento. Só que para ganhar um ‘sim’ da noiva, ele teve que insistir.

“Finalmente eu disse, OK”, disse Joy.

“Nos dias de neve eu não vim aqui, foi então que senti falta dele”, conta a noiva apaixonada.

O casal fez recentemente um ensaio para o casamento deles, que será na primavera.

Foto: Handout
Foto: Handout

Por Andréa Fassina, da redação do SóNotíciaBoa com informações da CBS News

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: O AMOR RESURGE AOS 94 ANOS EM PLENA PANDEMIA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar