LOJA DE CHOCOLATES EM SHOPPING DO RIO É ENTREGUE POR FLÁVIO BOLSONARO E SEU SÓCIO

Flávio Bolsonaro e sócio entregam loja de chocolates investigada pelo MP

Resultado de imagem para Flávio Bolsonaro e sócio entregam loja de chocolates investigada pelo MP

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e seu sócio, Alexandre Santini, entregaram a loja de chocolates num shopping do Rio que é alvo de investigação do Ministério Público. Citada em diversos momentos das apurações contra o parlamentar – e atualmente o principal desdobramento do caso -, a franquia da Kopenhagen é apontada pela Promotoria como uma forma dele lavar o dinheiro supostamente desviado da Assembleia Legislativa do Rio quando era deputado estadual.

Denunciado em novembro do ano passado, o filho do presidente é acusado de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa no âmbito das “rachadinhas”, o desvio de salários de assessores que seriam “fantasmas”. A loja no Via Parque, na zona oeste da cidade, teria sido uma das formas encontradas por Flávio para dar aparência de legalidade aos valores.

No momento, a loja está fechada e, segundo o Via Parque, sendo controlada pelo grupo CRM, dono da Kopenhagen e outras marcas. A empresa de Flávio e Santini (Bolsotini), por sua vez, continua com CNPJ ativo na Receita Federal, com capital social de R$ 200 mil. Procurado, o CRM informou apenas que assumiu a operação no dia 1° de fevereiro e que a transação foi “devidamente informada ao MP-RJ”.

A investigação do MP do Rio levantou diversas incongruências entre receitas e despesas, mostrando que o senador e a mulher, Fernanda Bolsonaro, não tinham o valor necessário para a aquisição e operação da franquia. Santini, então, teria entrado como “laranja”.

O dado que mais chamou a atenção dos investigadores quando analisaram os balanços da loja foi o fato de a contabilidade não refletir o natural aumento de vendas esperado na quinzena que antecede a Páscoa. Eles concluíram, portanto, que o negócio tinha a “finalidade de acobertar a inserção de recursos decorrente do esquema de rachadinhas da Alerj no patrimônio de Flávio Bolsonaro sem levantar suspeitas.”

As apurações sobre a loja são hoje o principal desdobramento da investigação, conforme sinalizou o próprio MP na primeira denúncia do caso, que deixou de fora esse núcleo. Entraram, na peça, Flávio, a mulher, o operador Fabrício Queiroz e ex-assessores que teriam participado do esquema de desvios, além de um corretor de imóveis envolvido em transações suspeitas do senador.

O Estadão entrou em contato com a assessoria de Flávio e aguarda um retorno sobre o porquê da venda da loja.

LEIA A NOTA DO GRUPO CRM:

O Grupo CRM, detentor da marca Kopenhagen, comunica que no dia primeiro de fevereiro assumiu a operação da loja Kopenhagen do Shopping Via Parque. Em decorrência do fato, informamos que a empresa Bolsotini Chocolates e Café Ltda não é mais um dos franqueados Kopenhagen.

Toda a transação foi devidamente informada ao MP-RJ.

ESTADÃO

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo LOJA DE CHOCOLATES EM SHOPPING DO RIO É ENTREGUE POR FLÁVIO BOLSONARO E SEU SÓCIO

JULGAMENTO SOBRE FORO DE FLÁVIO BOLSONARO FOI SUSPENSO POR GILMAR MENDES

Gilmar suspende julgamento sobre foro de Flávio Bolsonaro

Caio Junqueira

Por Caio Junqueira, CNN  

 Atualizado 23 de janeiro de 2021 às 18:12

Gilmar suspende julgamento sobre foro de Flávio Bolsonaro no caso das rachadinhas | Jovem Pan

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes suspendeu na tarde deste sábado (23) julgamento do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro que definiria em qual instância o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, deveria ser julgado pelo esquema das rachadinhas.

“Determino, com base no poder geral de cautela, até o julgamento de mérito da presente reclamação, que o Órgão especial do TJRJ se abstenha de adotar qualquer ato judicial que possa reformar o decidido pela 3ª Camara Criminal Tribunal do TJRJ”, disse o ministro em sua decisão.

A corte fluminense analisaria nesta segunda-feira (25) o foro de Flavio. O julgamento foi marcado pelo presidente do TJ-RJ, Claudio de Mello Tavares.

Os desembargadores decidiriam novamente se o caso de Flávio no esquema das rachadinhas deveria mesmo ser julgado no TJ. A 3ª Camara Criminal do TJ ja decidiu nesse sentido. O Ministério Público do Rio, que havia perdido prazo para recorrer dessa decisão, apresentou uma reclamação ao STF.

Na decisão, Gilmar critica a postura do MP.

“Para além da eventual perda de objeto desta reclamação, chama a atenção a estratégia adotada pelo MPRJ de utilizar vários remédios jurídicos para uma mesma finalidade, acionando múltiplas instâncias com o intuito de precipitar pronunciamento deste STF quanto à matéria de fundo”, diz o ministro.

“Ainda que referidas estratégias façam parte do jogo processual, a opção por ajuizar a presente reclamação submeteu o tema da extensão do foro por prerrogativa de função em mandatos cruzados de parlamentar estadual à apreciação deste Suprema Corte em última instância. A atuação do MPRJ na instância ordinária, sobretudo quando já preclusa a matéria nos autos do HC por conta da intempestividade do recurso, é situação que tangencia a incidência do brocardo processual electa una via non datur regressus ad alteram, de ampla e histórica aplicação no direito processual civil e penal brasileiro”, escreve Mendes.

O senador se manifestou por meio de nota.

“Soubemos pela imprensa — embora os autos permaneçam sob ‘supersigilo’ — que o Órgão Especial do TJ/RJ iria rediscutir a decisão sobre o foro especial, já tomada por outro órgão da mesma Corte (3ª Câmara Criminal). A defesa nunca foi intimada para, sequer, acompanhar os debates. O nosso pedido de uso da palavra durante o julgamento foi negado, o que é indicativo de que já não se contentam em preterir a defesa, agora não querem nem mais nos ouvir. Por isso, pedimos o socorro da Suprema Corte para que, com a concessão de uma liminar, pudéssemos restabelecer a ordem e a constitucionalidade das decisões judiciais e da própria dialética processual. E isso foi feito com a decisão desta data.”

Fonte: CNN

Continuar lendo JULGAMENTO SOBRE FORO DE FLÁVIO BOLSONARO FOI SUSPENSO POR GILMAR MENDES

FLAVIO BOLSONARO TEM PEDIDO DE CASSAÇÃO DE MANDATO POR ALEXANDRE FROTA

Alexandre Frota pede cassação de Flávio Bolsonaro

 POLÍTICA

Alexandre Frota apresenta pedido de cassação de Flávio Bolsonaro

O deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) pediu nessa 2ª feira (4.jan.2021) a cassação do mandato do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). Frota exige que um processo disciplinar seja instaurado contra Flávio e que o senador perca o mandato caso os crimes dos quais é suspeito sejam confirmados.

Flávio é investigado pelo MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) pelo caso que ficou conhecido como “rachadinhas” –esquema que arrecadava parte do salário de funcionários para fins pessoais e políticos. O esquema teria acontecido quando Flávio era deputado estadual na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro).

No dia 19 de outubro de 2020, o MP apresentou ao TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) uma denúncia contra Flávio e outras 15 pessoas por crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e peculato.

Frota é ex-aliado da família Bolsonaro. No ofício, ele apontou “crimes de improbidade administrativa, peculato e associação criminosa”. Ele ainda disse que Flávio “vem buscando interferir nas investigações” e que pode ter cometido “tráfico de influência”.

Frota procurou o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), mas o procedimento normal é que o pedido seja encaminhado ao CEDP (Conselho de Ética e Decoro Parlamentar) do Senado, presidido pelo senador Jayme Campos (DEM-MT).

A assessoria de Campos informou que ele pediu para a advocacia do Senado a análise do ofício. O mesmo procedimento já tinha sido feito com outro processo que pede a cassação de Flávio Bolsonaro, protocolado em fevereiro de 2020 pelos partidos de oposição PT, Psol e Rede Sustentabilidade.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo FLAVIO BOLSONARO TEM PEDIDO DE CASSAÇÃO DE MANDATO POR ALEXANDRE FROTA

FLÁVIO BOLSONARO RENUNCIOU O CARGO DE TERCEIRO -SECRETÁRIO DA MESA DIRETOTA DO SENADO

Flávio Bolsonaro renuncia a cargo na Mesa Diretora do Senado

 POLÍTICA

Flávio Bolsonaro renuncia a cargo na Mesa Diretora do Senado - Jornal MidiamaxO senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho mais velho do presidente da República, renunciou ao cargo de terceiro-secretário da Mesa Diretora do Senado.

A informação foi confirmada nesta segunda-feira (21) pela assessoria de imprensa do senador, que não havia informado o motivo da renúncia até a publicação desta reportagem.

Flávio Bolsonaro encaminhou no dia 11 deste mês um ofício ao presidente da Casa, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP,) informando que não iria mais ocupar o cargo a partir do dia 14.

A renúncia do senador pelo Rio de Janeiro acontece pouco mais de um mês antes das eleições que vão decidir a sucessão na presidência do Senado, além da renovação da Mesa Diretora.

Alcolumbre vem se reunindo com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em busca de apoio para um indicado seu para a presidência do Senado.

O atual presidente da Casa saiu em defesa de Flávio em determinados momentos, quando a investigação do Ministério Público sobre o esquema das rachadinhas começou a ganhar força.

Em dezembro do ano passado, Alcolumbre havia dito que o filho 01 do presidente era “bem intencionado” e que não devia ser enquadrado pelo Conselho de Ética pois as acusações se referiam ao período anterior a seu mandato no Senado.

No início de novembro deste ano, Flávio Bolsonaro foi denunciado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro sob acusação de liderar uma organização criminosa para recolher parte do salário de seus ex-funcionários em benefício próprio.

A denúncia, apresentada ao Órgão Especial do Tribunal de Justiça, se refere à suposta “rachadinha” em seu antigo gabinete na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, onde exerceu o mandato de fevereiro de 2003 a janeiro de 2019.

A cada nova denúncia e acusação, cresce a pressão, principalmente por parte de partidos de oposição, pela instauração de um processo no Conselho de Ética no Senado, o que ainda não aconteceu.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo FLÁVIO BOLSONARO RENUNCIOU O CARGO DE TERCEIRO -SECRETÁRIO DA MESA DIRETOTA DO SENADO

RESUMO DA SEMANA: CASO MARIANA FERRER, FLÁVIO BOLSONARO DENUNCIADO E SEGURANÇA DAS URNAS

 

NO NOSSO RESUMO DA SEMANA DESTE DOMIGÃO VAMOS VER OS PRINCIPAIS DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO DA PAN QUE FORAM NOTÍCIA NA POLÍTICA NACIONAL DESTA SEMANA QUE TERMINA, SOB O COMANDO O APRESENTADOR VITOR BROWN. ENTÃO, NÃO SAIA DAI, SENTE NA SUA POLTRONA E FIQUE EM DIA COM A NOTÍCIA!

Fonte:

Continuar lendo RESUMO DA SEMANA: CASO MARIANA FERRER, FLÁVIO BOLSONARO DENUNCIADO E SEGURANÇA DAS URNAS

AÇÃO CONTRA FORO DE FLÁVIO BOLSONARO SERÁ RELATADA PELO MINISTRO KASSIO NUNES, INDICADO PELO PRESIDENTE

Indicado por Bolsonaro, Nunes Marques vai relatar ação contra foro de Flávio

Ricardo Brito, da Reuters
06 de novembro de 2020 às 21:54
O ministro Kassio Nunes MarquesO ministro Kassio Nunes Marques
Foto: Fellipe Sampaio – 05.nov.2020 / SCO – STF

Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para o Supremo Tribunal Federal (STF), o recém-empossado ministro Nunes Marques vai relatar uma ação que contesta o foro especial concedido pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro ao filho mais velho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), na investigação referente ao caso da chamada “rachadinha” na Assembleia Legislativa fluminense.

A ação foi movida pelo partido Rede Sustentabilidade no final de junho para que o caso envolvendo Flávio Bolsonaro tramite na primeira instância da Justiça estadual.

O processo era relatado pelo ministro Celso de Mello, decano do STF que se aposentou no mês passado. Nunes Marques tornou-se relator dele porque o regimento interno do Supremo prevê que o novo ministro herda o acervo de quem se aposentou. Ele tomou posse nesta quinta-feira.

Nunes Marques contou com o apoio do próprio Flávio Bolsonaro para chegar ao Supremo, segundo uma fonte ligada ao senador. Eles conversaram antes da sabatina do magistrado no Senado e foi tido como bem avaliado para ser aprovado na ocasião.

No início de julho, o então relator Celso de Mello decidiu abreviar o rito de tramitação do processo. Ele pediu para ouvir envolvidos no caso e, após a instrução, remetê-lo diretamente para o plenário do Supremo para julgamento. Ainda não há previsão de isso ocorrer.

Recentemente, foi revelado que o senador foi denunciado pelo Ministério Público do Rio pelos crimes de organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro.

Continuar lendo AÇÃO CONTRA FORO DE FLÁVIO BOLSONARO SERÁ RELATADA PELO MINISTRO KASSIO NUNES, INDICADO PELO PRESIDENTE

ANÁLISE POLÍTICA: DEMOCRACIA AMERICANA NÃO CORRE RISCO

Na coluna ANÁLISE POLÍTICA desta quinta-feira o irreverente José Nêumanne Pinto comenta sobre 4 assuntos importantes: 1 – Demora para contagem de votos e acirrados debates sobre apuração não põem em risco a democracia norte-americana nem a inexistência de uma justiça eleitoral exclusiva a compromete. 2 – Flávio Bolsonaro foi denunciado por práticas de extorsão lavagem de dinheiro e organização criminosa pelo MP/RJ durante sua passagem pela Alerj. 3 – A inexistência de “estupro culposo” na Justiça criminal não isenta advogado de suposto estuprador por haver ofendido e humilhado sua vítima. 4 – Acadêmica Nélida Piñon disse no Roda Viva que “Brasília é uma maldição de sátrapas, políticos que vivem como nababos.” Então não perca essa! Assista agora e se atualize!

Fonte:

Continuar lendo ANÁLISE POLÍTICA: DEMOCRACIA AMERICANA NÃO CORRE RISCO

PEDIDO DE REEMBOLSO DE PASSAGENS DE FLÁVIO BOLSONARO PARA FERNANDO DE NORONHA FOI EQUÍVOCO, DIZ SENADOR

Por G1 — Brasília
 

O senador Flávio Bolsonaro (Republicamos-RJ) viajou para o arquipélago de Fernando de Noronha (PE) para passar o feriado e pediu que o Senado Federal reembolsasse o valor pago nas passagens.

Neste sábado (31), no entanto, o gabinete do senador informou que houve um “equívoco da equipe” que pediu, “por engano”, o reembolso.

Ainda segundo a nota, o senador já fez a solicitação para cancelar o reembolso e também para cancelar os pedidos de diárias.

O senador viajou para Fernando de Noronha com a mulher, Fernanda Antunes Figueira, na quinta-feira (29) e tem volta prevista para terça-feira (3).

Segundo dados disponíveis no site do Senado Federal, a passagem de ida e volta entre Recife e Fernando de Noronha custou R$ 1.361,19. O uso de recursos da chamada cota parlamentar para pagar passagem aérea só é permitido quando a viagem é a trabalho.

Continuar lendo PEDIDO DE REEMBOLSO DE PASSAGENS DE FLÁVIO BOLSONARO PARA FERNANDO DE NORONHA FOI EQUÍVOCO, DIZ SENADOR

ANÁLISE POLÍTICA: É GRAVE A ESPIONAGEM BOLSONARISTA, SEGUNDO JOSÉ NÊUMANNE PINTO

Na coluna ANÁLISE POLÍTICA desta terça-feira temos o irreverente José Nêumanne Pinto comentando sobre três assuntos relevantes da política nacional: 1- Tentativa de advogados de Flávio Bolsonaro de devassar vida dos fiscais da Receita para tentar impugnar ação do MP-RJ do Rio contra primogênito do presidente é tratada como assunto corriqueiro, mas não é, é muito grave. 2 – Presidente diz que vacina é assunto de saúde, não de Justiça, na certa por achar que agora com Kássio Marques no STF ele vai mandar na pauta, a cargo de Fux. 3 – Jovem e novo advogado na Lava Jato do Rio, Nylthamar Dias Ferreira Filho está nas paradas e seus colegas que defendem réus na Lava Jato pretendem usá-lo para comprometer Bretas, que continua incomodando maiorais do Judiciário. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Fonte:

Continuar lendo ANÁLISE POLÍTICA: É GRAVE A ESPIONAGEM BOLSONARISTA, SEGUNDO JOSÉ NÊUMANNE PINTO

ANÁLISE POLÍTICA: A CENSURA ESTÁ SENDO USADA E ABUSADA PELAS AUTORIDADES AO SEU BEL PRAZER

O destaque da coluna ANÁLISE POLÍTICA desta segunda-feira é o irreverente jornalista José Nêumanne Pinto que comenta sobre a juíza Cristina Serra Sodré da 33.ª Vara Cível do Tribunal de Justiça Federal, que proibiu o Jornal Nacional da TV Globo de mostrar documentos produzidos pelo MP-RJ na investigação em que Flávio Bolsonaro é acusado de desviar dinheiro do contribuinte para pagar despesas pessoais, financiar imóveis e lavar dinheiro numa loja de chocolates num shopping da Zona Sul. Ele afirma que a juíza sofreu críticas severas do presidente da ANJ, Marcelo Rech, e do presidente da ABI, Paulo Jeronimo, que comparou o ato autoritário com o que “existia no tempo da ditadura militar e do AI-5. O senador Flávio Bolsonaro, notoriamente parvo, comemorou nas redes sociais e acusou os meios de comunicação de criminosos”. Então não deixe de assistir o vídeo completo e se atualize com os fatos da política nacional!

Fonte:

Continuar lendo ANÁLISE POLÍTICA: A CENSURA ESTÁ SENDO USADA E ABUSADA PELAS AUTORIDADES AO SEU BEL PRAZER

GLOBO É PROIBIDA PELA JUSTIÇA DO RJ DE EXIBIR DOCUMENTOS DE INVESTIGAÇÕES SOBRE FLÁVIO BOLSONARO

Justiça do RJ proíbe Globo de exibir documentos de investigações sobre Flávio Bolsonaro

 JUDICIÁRIOPOLÊMICAPOLÍTICATELEVISÃO

Foto: Pedro França Agência Senado

A pedido da defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), a Justiça do Rio expediu liminar nesta sexta-feira (4) proibindo a TV Globo de exibir em suas reportagens documentos sigilosos de investigações sobre o político.

A decisão, sigilosa, é da juíza de primeira instância Cristina Feijó. A TV Globo ainda não se pronunciou a respeito.

Flávio Bolsonaro é suspeito de liderar um esquema de “rachadinha” em seu antigo gabinete na Assembleia Legislativa do Rio, onde foi deputado até o início de 2019.

Em publicação em rede social na noite desta sexta, o senador comemorou a decisão e deu parabéns a sua defesa. Seu advogado, Rodrigo Roca, não vai se manifestar a respeito.

“Acabo de ganhar liminar impedindo a #globolixo de publicar qualquer documento do meu procedimento sigiloso. Não tenho nada a esconder e expliquei tudo nos autos, mas as narrativas que parte da imprensa inventa para desgastar minha imagem e a do Presidente @jairmessiasbolsonaro são criminosas.”

Flávio publicou uma imagem com o logo da TV Globo em uma lixeira e escreveu também: “Juíza entendeu que isso é altamente lesivo à minha defesa. Querer atribuir a mim conduta ilícita, sem o devido processo legal, configura ofensa passível, inclusive, de reparação.”

Em nota, a ANJ (Associação Nacional de Jornais) afirmou que “qualquer tipo de censura é terminantemente vedada pela Constituição e, além de atentar contra a liberdade de imprensa, cerceia o direito da sociedade de ser livremente informada”.

“Isso é ainda mais grave quando se tratam de informações de evidente interesse público”, declarou a associação.

Marcelo Träsel, presidente da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo), considera “qualquer tipo de censura prévia inaceitável numa democracia, sobretudo quando o alvo da cobertura jornalística é uma pessoa pública cujo mandato foi outorgado pelo voto, o que lhe traz a obrigação de prestar contas à sociedade”.

“Quem perde são os eleitores do Rio de Janeiro e todos os cidadãos, que terão dificuldades para acompanhar o andamento das investigações contra o filho do presidente da República e avaliar se as autoridades estão cumprindo seus deveres”, afirma Träsel.

Nesta semana, o Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção do Ministério Público Estadual do Rio concluiu as investigações, também sigilosas, sobre o filho do presidente e encaminhou o caso para o procurador-geral de Justiça do Rio.

Em junho, o Tribunal de Justiça do Rio concedeu foro especial ao hoje senador, o que tirou o caso das mãos do juiz de primeira instância Flávio Itabaiana, que havia mandado prender o ex-assessor Fabrício Queiroz também naquele mês.

No último dia 17 de agosto, o procurador-geral de Justiça, Eduardo Gussem, determinou em ofício a abertura de apuração de eventuais responsáveis pelo “fornecimento das informações divulgadas na imprensa sobre o caso das ‘rachadinhas’”.

A defesa do senador já recorreu ao Conselho Nacional do Ministério Público questionando a divulgação de informações sigilosas da investigação.

Fonte: Blog  do BG

Continuar lendo GLOBO É PROIBIDA PELA JUSTIÇA DO RJ DE EXIBIR DOCUMENTOS DE INVESTIGAÇÕES SOBRE FLÁVIO BOLSONARO

FLÁVIO BOLSONARO TEM ACAREAÇÃO COM PAULO MARINHO SUGERIDA PELO MPF PARA 21 DE SETEMBRO

MPF sugere para 21 de setembro acareação entre Flávio Bolsonaro e Paulo Marinho

Diego Freire, da CNN, em São Paulo

 Atualizado 19 de agosto de 2020 às 01:01

O senador Flávio BolsonaroO senador Flávio Bolsonaro

O Ministério Público Federal (MPF) sugere que aconteça em 21 de setembro a acareação entre o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) e o empresário Paulo Marinho, segundo informações da analista da CNN, Basília Rodrigues. Na ocasião, os dois devem ficar frente a frente em uma das últimas etapas da investigação do Ministério Público Federal que apura suspeita de vazamento da Operação Furna da Onça.

A avaliação do MPF é que um dos dois está mentindo, e a acareação entre os dois será decisiva para encaminhar a apuração sobre o caso.

Paulo Marinho afirmou, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, que o senador teria se beneficiado de vazamento da operação Furna da Onça, que investigou um esquema de corrupção na Assembleia Legislativa do Rio, a Alerj, onde Flávio Bolsonaro foi deputado estadual de 2003 a 2018. Ao MPF e à PF, Marinho repetiu as afirmações.

Flávio não era alvo da Furna da Onça, mas seu assessor, Fabrício Queiroz, aparecia em um documento anexado ao inquérito. Segundo Marinho, ao ser informado disso, Flávio exonerou Queiroz de seu gabinete.

Em nota enviada nesta terça-feira (18), a defesa de Flávio Bolsonaro afirmou que não foi intimada até o momento para novas etapas do processo.

“A defesa do Senador Flávio Bolsonaro esclarece que não foi intimada até o momento sobre o agendamento de qualquer ato processual, mas reforça a  prerrogativa legal dos parlamentares federais de ajustar dia e hora da sua conveniência com as autoridades para a realização de depoimentos”.

Fonte: CNN

Continuar lendo FLÁVIO BOLSONARO TEM ACAREAÇÃO COM PAULO MARINHO SUGERIDA PELO MPF PARA 21 DE SETEMBRO

ANÁLISE POLÍTICA: FLÁVIO BOLSONARO APOSTA NA BURRICE ALHEIA, DIZ FELIPE MOURA BRASIL

Na nossa coluna ANÁLISE POLÍTICA desta quinta-feira temos mais um comentário de Felipe Moura Brasil. Desta vez sobre a entrevista de Flávio Bolsonaro acerca da investigação de rachadinha e a decisão pró-Lula e anti-Moro de Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. Assista ao vídeo completo, reflita e tire suas conclusões!

Fonte:

Continuar lendo ANÁLISE POLÍTICA: FLÁVIO BOLSONARO APOSTA NA BURRICE ALHEIA, DIZ FELIPE MOURA BRASIL

FLÁVIO BOLSONARO DEPÕE SOBRE SUPOSTO ESQUEMA DE RACHADINHA EM SEU ANTIGO GABINETE

Flávio Bolsonaro depõe em investigação sobre suposta ‘rachadinha’ em gabinete

Por Fernando Molica, CNN  

 Atualizado 07 de julho de 2020 às 20:36

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) depôs nesta terça-feira (7), a promotores do Ministério Público do Rio que investigam um suposto esquema de “rachadinhas” em seu antigo gabinete, na Assembleia Legislativa do Rio.

No fim de junho, a 3ª Câmara Criminal do Rio determinou que o caso de Flávio saísse da primeira instância e fosse para o Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio. O MP do Rio recorreu da decisão ao Supremo Tribunal Federal e insistiu em ouvir o senador.

Em nota, a defesa de Flávio Bolsonaro disse que pediu o depoimento do senador ao Ministério Público do Rio.

“O depoimento atende a pedido feito pela defesa, que quer restabelecer a verdade. O conteúdo da audiência, no entanto, está em segredo de Justiça e será preservado”, diz a nota.

Ainda segundo a defesa, a mulher do senador, Fernanda Bolsonaro, não prestará depoimento. Ela havia sido intimada a depor.

“A defesa do senador reafirma que Flávio Bolsonaro não praticou qualquer irregularidade e que confia na Justiça”, afirmam os advogados.

Fonte: CNN

Continuar lendo FLÁVIO BOLSONARO DEPÕE SOBRE SUPOSTO ESQUEMA DE RACHADINHA EM SEU ANTIGO GABINETE

ANÁLISE POLÍTICA: LULISTAS E BOLSONARISTAS UNIDOS PELA IMPUNIDADE

Neste sábado a nossa coluna ANÁLISE POLÍTICA trás, mais uma vez, Felipe Moura Brasil comentando as tentativas dos defensores de Lula e Flávio Bolsonaro de desidratar a PEC da prisão em segunda instância e os desdobramentos das investigações envolvendo o filho 01 do presidente da República. Assista, reflita e tire suas conclusões!

Fonte:

Continuar lendo ANÁLISE POLÍTICA: LULISTAS E BOLSONARISTAS UNIDOS PELA IMPUNIDADE

ANÁLISE POLÍTICA: O CURRÍCULO FAKE DE DECOTELLI E O FORO FAKE DE FLÁVIO BOLSOBARO

A nossa ANÁLISE POLÍTICA desta quinta-feira é por conta de Felipe Moura Brasil que comenta as informações falsas no currículo do ministro da Educação, Carlos Decotelli, a tensão entre as alas militar e ideológica do bolsonarismo, e os pedidos ao STF para que o caso de Flávio Bolsonaro retorne à primeira instância. Assista, reflita e faça o seu juízo de valor!

Fonte:

Continuar lendo ANÁLISE POLÍTICA: O CURRÍCULO FAKE DE DECOTELLI E O FORO FAKE DE FLÁVIO BOLSOBARO

OPINIÃO: A MENTIRA, A CARA DE PAU E A HIPOCRISIA DA FAMÍLIA BOLSONARO

Caro(a) leitor(a),

A hipocrisia e a cara de pau dos nossos políticos é algo bizarro. Se você assistir o vídeo a seguir, com o comentário muito imparcial e comprometido com a verdade de Felipe Moura Brasil que exibe em detalhes o curioso caso da família Bolsonaro, que se dizia contra o foro privilegiado até o filho 01 precisar dele; e contrasta a decisão do TJ do Rio, que beneficiou Flávio, com a jurisprudência do STF. Então, meu cor(a) leitor(a), lhe convido a assistir o brilhante comentário do jornalista para que possa refrescar a memória e concluir que o nosso presidente de hombridade não tem nada, absolutamente nada! 

Fonte:

Continuar lendo OPINIÃO: A MENTIRA, A CARA DE PAU E A HIPOCRISIA DA FAMÍLIA BOLSONARO

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar