Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

BOAS NOTÍCIAS: PESQUISADORES REGISTRAM RECORDE DE BEZERROS DE JUBARTE NA COSTA DE SEATTLE

Uma espetacular notícia é o destaque deste domingo, aqui na coluna BOAS NOTÍCIAS do Blog do Saber. Pesquisadores registram número recorde de bezerros de baleias jubartes na costa de Washington e British Columbia, perto de Vancouver, documentaram 21 filhotes, de acordo com a Pacific Whale Watch Association (PWWA). Vale a pena ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes dessa matéria.

25 anos atrás, não haviam jubartes na costa de Seattle, mas agora 500 voltam com número recorde de bezerros

Por Sara Hysong-Shimazu / Pacific Whale Watch Association 

Um número recorde de bezerros foi registrado no Mar Salish nesta temporada, marcando uma recuperação significativa para uma espécie que estava em perigo há apenas 25 anos.

Observadores de baleias e pesquisadores na costa de Washington e British Columbia, perto de Vancouver, documentaram 21 filhotes, de acordo com a Pacific Whale Watch Association (PWWA).

De acordo com Mark Malleson, do Center for Whale Research, esse é o maior número anual registrado até agora para a região, e é quase o dobro do registrado no ano passado, quando 11 bezerros foram documentados.

“2021 foi um ano marcante para as jubartes fêmeas que chegam ao Mar Salish com novos bezerros”, diz Wendi Robinson, naturalista da Puget Sound Express. “Os bezerros só viajam com a mãe por um ano ou mais e então ficam por conta própria. Uma vez que estão familiarizados com nossas águas, eles geralmente retornam ano após ano para se alimentar. ”

Quanto à causa do baby boom deste ano, Erin Gless, diretora executiva da Pacific Whale Watch Association , só pode especular.

“Não temos certeza de por que houve tantos bezerros este ano”, diz ela. “É possível que nos últimos dois anos houvesse fartura de alimento para as baleias.”

“25 anos atrás, aqui nas águas interiores da Colúmbia Britânica, não tínhamos baleias jubarte, então esse é um fenômeno novo em nossas águas … elas compensaram o tempo perdido. Estamos vendo muitas e muitas baleias, o que é super emocionante. ”

Mar de Salish da ISS em órbita 

O outono traz o pico da atividade das jubartes no Mar Salish, quando as baleias aproveitam suas últimas oportunidades de alimentação antes de viajar para o sul no inverno. Nos próximos meses – depois de comer 2.000 libras (900 kg) de peixes e krill todos os dias – as jubartes nadarão para criadouros perto do Havaí e do México para acasalar, dar à luz e retornar no final da primavera.

As jubartes também se recuperaram no Atlântico sul. Depois que a população diminuiu para apenas 450 baleias, a pesquisa de 2019 mostrou que os números voltaram para 25.000 – uma estimativa agora perto dos números anteriores à caça às baleias.

Em junho, a administração Biden dos Estados Unidos anunciou que estaria protegendo oficialmente 116.098 milhas náuticas quadradas do Oceano Pacífico como habitat crítico para três populações de baleias jubarte ameaçadas de extinção.

As evidências mostram que as espécies em perigo ou ameaçadas que têm habitat crítico protegido têm duas vezes mais probabilidade de se recuperar do que aquelas sem ele – portanto, podemos esperar que essas tendências positivas para as jubartes do Pacífico continuem.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: PESQUISADORES REGISTRAM RECORDE DE BEZERROS DE JUBARTE NA COSTA DE SEATTLE

BOAS NOTÍCIAS: UMA RESERVA QUE ABRANGE 5 NAÇÕES DA EUROPA CENTRAL COMPARÁVEL A AMAZÔNIA

‘A Amazônia da Europa’ é como está sendo chamada a primeira reserva de 5 nações da Europa Central, com 4.000 milhas quadradas e abrange Áustria, Eslovênia, Croácia, Hungria e servia. É uma vitória da natureza que está se formando há 12 anos, finalmente se tornou uma Reserva da Biosfera da UNESCO transfronteiriça que cobre cinco nações. Leia o artigo completo a seguir e saiba como isso aconteceu!

A primeira reserva de 5 nações do mundo se estende por 4.000 milhas quadradas na Áustria, Eslovênia, Croácia, Hungria, Sérvia: ‘A Amazônia da Europa’

 

Peter Valic, licença CC 

A ‘Amazônia da Europa’ – uma vitória da natureza que está se formando há 12 anos, finalmente se tornou uma Reserva da Biosfera da UNESCO transfronteiriça que cobre cinco nações.

Protegendo os valiosos e vulneráveis ​​ecossistemas ribeirinhos e estuarinos dos rios Danúbio, Mura e Drava, a reserva se estende pela Croácia, Sérvia, Hungria, Áustria e Eslovênia.

Semelhante aos seus famosos “Locais do Patrimônio Mundial”, as Reservas da Biosfera da UNESCO representam um alto nível de proteção e reconhecimento internacional para os melhores ecossistemas do mundo, e aqueles que são essenciais para a manutenção da biosfera – a teia global da vida.

A Reserva Transfronteiriça Mura-Drava-Danúbio (MDD) cobre 1.150 milhas quadradas (300k ha) de áreas selvagens centrais e 2.700 milhas quadradas de zonas de transição e tampão (700k ha).

As zonas tampão contêm microssistemas relativamente puros e relacionados, como pântanos, viveiros de peixes e lagos marginais, enquanto as zonas de transição mantêm uma modesta habitação humana, como vilas, empresas de ecoturismo e agricultura.

“Esta é a paisagem fluvial conectada mais valiosa da Europa Central e não precisa se esquivar de ser comparada à Amazônia”, afirmou o coordenador do projeto do WWF, Arno Mohl, que defendeu o MDD por mais de uma década.

A semente do projeto foi lançada em 2009, quando a Croácia e a Hungria assinaram uma declaração conjunta declarando o desejo comum de ver tal reserva surgindo, que foi seguida apenas dois anos depois pela Sérvia, Eslovênia e Áustria.

Em 2011, a UNESCO começou a rever as fronteiras e os habitats de cada país antes de designar uma biosfera em cada um, sempre com o intuito de combiná-los.

Mesmo em um continente tão populoso como a Europa, a reserva é um sinal de que a natureza pode manter bastiões ao nosso redor, e o MDD é a primeira Reserva da Biosfera a cruzar as fronteiras de tantas nações.

“Os cinco países envolvidos provam que a conservação da natureza pode ultrapassar as fronteiras dos países para o benefício de todos. No contexto da atual crise climática e da extinção em massa de espécies, proteger as últimas áreas naturais tornou-se uma questão de nossa sobrevivência ”, continuou Mohl.

Representando um corpo de água tão importante, talvez não seja surpreendente que seja um refúgio para espécies ameaçadas como a cegonha preta, lontra, castores, andorinha-do-mar, esturjão e a maior densidade de águias brancas europeias, junto com 36 espécies de peixes nativos da Eslovênia em a Lista Vermelha da IUCN.

Na Eslovênia, o rio Mura é o único trecho de água não separado por barragens, o que significa que os peixes podem migrar de suas cabeceiras até o Delta do Danúbio, onde deságua no Mar Negro.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: UMA RESERVA QUE ABRANGE 5 NAÇÕES DA EUROPA CENTRAL COMPARÁVEL A AMAZÔNIA

BOAS NOTÍCIAS: ARVORES GIGANTES AGORA PODERÃO VIVER PARA SEMPRE NA ITÁLIA

Arvores que podem viver por séculos estão sendo protegidas legalmente na Itália pela lei das árvores monumentais da Itália, que foi aprovada no século 20 e protegeu 22.000 árvores de vários tipos – faia, carvalho, pinheiro, oliveira, cipreste – de danos. Essas arvores gigantes retorcidas estão protegidas para sempre. Leia o artigo completo a seguir e conheça os detalhes!

A Itália está protegendo suas árvores gigantes para sempre – árvores monumentais que podem viver por séculos

Árvores grandes e velhas. Existem coisas vivas que falam conosco da mesma maneira que as grandes árvores velhas?

A Itália garantiu por lei que todos os italianos e visitantes do país têm o direito de dar de cara com as árvores mais antigas, retorcidas e cheias de histórias do país e, assim, ter aquele maravilhoso sentimento de descoberta e reverência que sentimos ao ver uma árvore antiga.

A lei das árvores monumentais da Itália foi aprovada no século 20 e protegeu 22.000 árvores de vários tipos – faia, carvalho, pinheiro, oliveira, cipreste – de danos.

A lei de 1939 descreveu as árvores monumentais como “coisas imóveis que têm características notáveis ​​de beleza natural”, o que, como Elisabetta Zavoli escreveu para a National Geographic , deu uma ênfase visual no que já era uma categorização vaga para a lei.

Um dos aspectos mais importantes das árvores monumentais não é sua beleza, mas seu efeito como micro-ecossistemas. Suas cavidades, cicatrizes, galhos mortos e vivos hospedam uma ampla variedade de espécies, como insetos, cogumelos, pássaros e pequenos roedores.

Sinais de danos ou decomposição, embora dificilmente sejam agradáveis ​​à vista, fornecem nutrientes vitais e abrigo para os animais da floresta, de modo que em 2013 uma definição melhor e mais representativa de uma árvore monumental foi aprovada na lei italiana.

É uma coisa boa também, já que muitas das árvores monumentais que Zavoli destaca não se tornaram monumentais por sua beleza, mas por sua idade. A oliveira da vila de Villastrada, na Umbria, pode ter 2.500 anos, mas não é exatamente uma bela vista. Seu tronco principal há muito se deteriorou, e outros troncos mais jovens cresceram ao longo de sua vida.

Oliveira milenar, licença Dennis Koutou / CC 

Outro exemplo é a faia Pontone em Abruzzo, que na verdade são sete faias fundidas, envoltas na mesma camada de casca.

Desde 2013, mais de 3.000 novas entradas se juntaram ao registro nacional de árvores monumentais.

Alguns são estimados por sua beleza, outros por sua idade; ainda mais são valorizados pela lenda e mito que cerca suas vidas.

O cipreste de São Francisco, de 800 anos, teria sido plantado quando, voltando de uma caminhada, São Francisco de Assis tentou queimar a bengala que acabava de usar.

Quando não pegou fogo, ele decidiu plantá-lo, supostamente dizendo “Se você não quer queimar, cresça!” Os cones que caem todos os anos daquela árvore, situada num convento, são recolhidos na esperança de que os peregrinos que conseguem fazer crescer alguma coisa das suas sementes tenham uma árvore abençoada.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: ARVORES GIGANTES AGORA PODERÃO VIVER PARA SEMPRE NA ITÁLIA

CIÊNCIAS: RETIRAR CO2 DIRETAMENTE DA ATMOSFERA E ARMAZENÁ-LO NO SUBSOLO É A PROPOSTA DA MAIOR FÁBRICA DO MUNDO NA ISLÂNDIA

Remover milhões de toneladas de CO2 da atmosfera até o final da década é a proposta da “maior” fábrica do mundo, construída exclusivamente com esse objetivo e acaba de entrar em operação na Islândia. A empresa islandesa Carbfix, retira CO2 do ar antes de separar o carbono do oxigênio, misturando-o com a água e enviando-o no subsolo profundo em formações de rocha basáltica onde se mineraliza. Convido você a ler o artigo completo a seguir e ficar por dentro dos detalhes dessa incrível invenção!

Acende-se a maior fábrica do mundo para sugar carbono do céu e armazená-lo por milhões de anos na Islândia

A “maior” fábrica do mundo, construída exclusivamente com o objetivo de extrair dióxido de carbono da atmosfera e armazená-lo, acaba de entrar em operação na Islândia.

Construída no parque geotérmico em Hellisheidi, a empresa espera que isso seja apenas um trampolim necessário para ampliar o modelo por um fator de 80 e, assim, remover milhões de toneladas de CO2 até o final da década.

A solução climática mais direta possível, a fábrica Orca , apenas uma das várias soluções para mudanças climáticas oferecidas pela firma islandesa Carbfix, retira CO2 do ar antes de separar o carbono do oxigênio, misturando-o com a água e enviando-o no subsolo profundo em formações de rocha basáltica onde se mineraliza.

Com 16 locais de reciclagem de CO2, a Climeworks, a empresa suíça que forneceu à Orca os ventiladores de entrada de CO2, está extremamente animada por ter participado de um projeto que removerá o carbono permanentemente, ao invés de apenas reciclá-lo. Eles dizem que a tecnologia verde pode ser reproduzida facilmente e em escala, em qualquer lugar onde haja energia renovável e armazenamento disponível. O Orca foi construído ao lado de uma usina geotérmica local, portanto, funciona totalmente com energia renovável.

A empresa diz que pode retirar 4.000 toneladas de CO2 da atmosfera todos os anos, o equivalente a tirar 870 carros das estradas. Por si só, é um pequeno impacto para os US $ 10-15 milhões necessários para construir, mas como as empresas são cada vez mais pressionadas a fornecer compensações de carbono para suas operações, a tecnologia oferece um grande apelo se os custos caírem e a produção aumentar.

Por exemplo, compensar as emissões plantando árvores é ótimo, mas leva 50 anos para uma árvore reunir CO2 suficiente para realmente sequestrá-lo. Se a árvore morrer antes desse período, é como se a empresa não tivesse feito nada.

Uma empresa canadense, Carbon Engineering , que recebeu US $ 25 milhões em financiamento do governo, está construindo uma tecnologia que captura diretamente o CO2 do ar e o armazena como gás comprimido, ou cria um combustível quase neutro em carbono.

Atualmente, eles estão construindo o que chamam de a maior usina de captura direta de ar do mundo no sudoeste dos Estados Unidos que, quando operacional, removerá mais de 1 milhão de toneladas de dióxido de carbono da atmosfera a cada ano, cerca de 40 milhões de árvores maduras.

Mas, para a Carbfix, saber que o carbono está armazenado na forma de rochas ígneas ou metamórficas nas profundezas do subsolo, onde não surgirá por centenas de milhões de anos, é a forma mais verificável de demonstrar seu compromisso em lidar com a crise climática.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo CIÊNCIAS: RETIRAR CO2 DIRETAMENTE DA ATMOSFERA E ARMAZENÁ-LO NO SUBSOLO É A PROPOSTA DA MAIOR FÁBRICA DO MUNDO NA ISLÂNDIA

CIÊNCIAS: O ANO DE 2021 DEU UM SALTO QUÂNTICO NO QUE TANGE AS ENERGIAS RENOVÁVEIS

As energias renováveis continuam avançando pujantemente e o primeiro semestre de 2021 já pode comemorar em termos de aumento impressionante em implantação de novas usinas geradoras de energia solar, eólica, fusão nuclear e carros elétricos. Leia o artigo completo a seguir e conheça a nova matriz energética mundial.

O mundo alcançou grandes marcos em 6 áreas de energia renovável até agora neste ano

Apesar de alguns governos nacionais continuarem a manter seus projetos de carvão e petróleo à tona, a demanda do mercado e o empreendedorismo privado estão impulsionando o que só pode ser descrito como uma revolução nas energias renováveis.

SWNS

Essas últimas conquistas podem ter sido consideradas inacreditáveis ​​quando a mudança climática global foi discutida pela primeira vez como uma ameaça séria, mas hoje cada desenvolvimento sucessivo de energia renovável, fusão nuclear e carros elétricos torna os desenvolvimentos subsequentes mais baratos e mais fáceis de escalar.

Apenas seis meses em 2021, já vimos algum progresso surpreendente em energia eólica, solar e VEs.

Aproveitando o sol africano

Meio milhão de pessoas que vivem nas cidades de Gemena, Isiro e Bumba, no norte da República Democrática do Congo, terão uma surpresa, pois um trio de empresas de energia solar do Reino Unido, França e Espanha procuram fechar negócios para fornecer energia renovável confiável à região .

Os cidadãos da RDC sofrem com as taxas mais baixas de eletricidade confiável do mundo, e as usinas de energia solar estão definidas para ajudar neste problema com 18 meses de construção começando.

Na África Ocidental, as cidades senegalesas de Kael e Kahone encontrarão 60 MW de energia solar à sua disposição nos próximos meses, à medida que várias instituições oferecem financiamento governamental para energia sustentável. O Senegal é um grande importador líquido de energia, colocando enormes encargos financeiros sobre as pessoas e, portanto, as importações têm sido geralmente baratas, ou seja, carvão marrom e petróleo.

Por último, na Nigéria, uma das maiores economias da África, o programa Solar Power Naija  pretende equipar 500.000 residências com painéis solares, gerando eletricidade para 25 milhões de nigerianos nos próximos anos.

A comunidade de Jangefe já experimentou o início da gigantesca eletrificação verde, com 1.000 casas já equipadas com painéis solares no telhado.

O mais ventoso já registrado

Pixabay 

2021 foi o melhor ano já registrado se você for uma empresa que fabrica turbinas eólicas ou uma instituição que as financia, com 93 novos gigawatts adicionados – o que equivale a um aumento de 53% desde 2020. O 2021 Global Wind Report é de tirar o fôlego, e basta citar o sumário executivo.

“Por meio de inovações tecnológicas e economias de escala, o mercado global de energia eólica quase quadruplicou de tamanho na última década e se estabeleceu como uma das fontes de energia mais competitivas em termos de custos e resilientes em todo o mundo.”

“Hoje, existem 743 GW de capacidade eólica em todo o mundo, ajudando a evitar mais de 1,1 bilhão de toneladas de CO2 globalmente – o equivalente às emissões anuais de carbono da América do Sul.”

O chanceler de alumínio

Andrew Roberts 

Dados reunidos em março a partir da maior análise da indústria automotiva da Alemanha produziram uma estatística surpreendente para quem já olhou para um estacionamento de aeroporto de longo prazo – que 1 em cada 5 carros fabricados na Alemanha pode ser conectado.

O Schmidt Automotive Research Center descobriu que 74.000 dos 373.900 carros que deixaram as linhas de montagem alemãs eram veículos elétricos ou híbridos.

Essa foi a história do lado da oferta, e do lado da demanda as coisas estão igualmente animadoras. A Alemanha é o quarto maior mercado automotivo do mundo, e os registros de carros elétricos – que são VEs comprados e dirigidos – cresceram de uma participação de mercado nacional de 4% em dezembro de 2019, para uma participação de mercado colossal de 26% apenas 12 meses depois. 24% desses VEs foram feitos pela Volkswagen.

Os híbridos também saltaram de 3% para 13%, o que significa que há mais híbridos e VEs nas estradas alemãs do que carros movidos a gasolina.

Isso ocorre apenas no contexto de um aumento global na compra de VE que subiu 40% durante 2020, quando a maioria dos mercados estava sofrendo de problemas relacionados ao COVID.

A nova pensão verde

Como detentores do maior fundo de pensão estatal do planeta, as autoridades monetárias sul-coreanas divulgaram um comunicado em maio de que o Fundo Nacional de Pensão, de US $ 771 bilhões, encerrará todos os investimentos relacionados à energia do carvão, tanto no país quanto no exterior.

O fundo também anunciou que iria renovar as diretrizes para estratégias de investimento para garantir que um padrão mais sustentável surja no futuro.

Adios, carvão: Espanha atinge marco de 50% de energias renováveis

Mineração de carvão: Parolan Harahap, licença CC 

Em meados de maio, a legislatura espanhola anunciou que eliminaria gradualmente toda a produção de petróleo, carvão e gás até 2042, e que todas as vendas de veículos emissores de carbono seriam proibidas até 2040.

No curto prazo, os legisladores espanhóis querem que 74% do consumo nacional de energia seja totalmente renovável até o final da década. Já estão bastante próximos dessa meta, pois no mês de maio 50% da demanda energética do país foi atendida por energia verde.

A Roménia também se juntou ao esforço, alertando a UE que através do seu Plano Nacional de Recuperação e Resiliência o país cessaria toda a produção de carvão até 2032, altura em que espera ter instalado 34% de electricidade renovável para assumir o comando.

O G7, as sete maiores economias desenvolvidas do mundo, concordou em interromper o financiamento do carvão até o final do ano, deixando os grandes emissores africanos, Índia e China, como os últimos remanescentes, agora que o Japão, parte do G7, aderiu.

Óleo verde

Nem tudo é business-as-usual nas salas de reuniões de alguns dos maiores produtores de petróleo do mundo.

Em uma decisão judicial histórica, um juiz da Holanda ordenou que a Royal Dutch Shell cortasse as emissões em 45% depois que 17.000 pessoas entraram com um processo que sugeria que a pegada bastante grande da Shell na situação dos gases de efeito estufa merece um investimento significativo na redução de CO2 como uma dívida para sociedade.

Na Europa, a petrolífera italiana Eni se tornou a primeira petrolífera europeia a lançar um título corporativo vinculado à sustentabilidade.

A obrigação de 7 anos de € 1 bilhão está ligada a dois indicadores-chave de desempenho: “Aumentar a capacidade instalada de energias renováveis ​​para 5 GW até o final de 2025; e reduzir pela metade a pegada de carbono líquida de seus negócios upstream para 7,4 milhões de toneladas de CO2 equivalente no final de 2024 em relação aos níveis de 2018 ”, relata Dow Jones.

Por último, a Engine No.1, um grupo de acionistas da ExxonMobil, conseguiu fazer com que dois de seus candidatos fossem eleitos para o conselho da empresa americana com o argumento de que a estratégia de negócios de longo prazo da empresa não levava em consideração todo o potencial de perda de valor de mudanças climáticas, tanto de acionistas abandonando o navio, quanto danos potenciais de eventos climáticos extremos.

A BlackRock, a maior administradora de ativos do mundo, com US $ 8,6 trilhões em capital privado, e cujas estratégias de investimento sustentável a GNN relatou extensivamente , garantiu que os candidatos do Engine No.1 conseguissem as posições, utilizando seu voto como grandes acionistas.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo CIÊNCIAS: O ANO DE 2021 DEU UM SALTO QUÂNTICO NO QUE TANGE AS ENERGIAS RENOVÁVEIS

BOAS NOTÍCIAS: ANCIÃ DE 110 ANOS PLANTOU 8 MIL ARVORES E INSPIRA NOVAS GERAÇÕES

TEXTO

Ambientalista de 110 anos que plantou 8 mil árvores inspira o mundo

A mãe da floresta: essa é a definição para a ambientalista de 110 anos que há décadas é defensora da natureza: a Saalumarada Thimmakka

Tudo começou em 1948, quando Saalumarada e seu marido, Bikkala Chikkayya, perceberam que não podiam ter filhos e, em vez disso, decidiram plantar árvores como forma de dar vida ao mundo.

Ao longo da vida, a centenária plantou 8 mil árvores e vem inspirando as novas gerações. Por seu trabalho, ela recebeu o National Citizen’s Award of India.

Saalumarada é do estado de Karnataka, na Índia e é reconhecida por plantar e cuidar de 384 árvores banyan – figueiras –  ao longo de um trecho de quatro quilômetros de estrada entre Hulikal e Kudur, no sul do país.

Ela e o marido começaram plantando as 385 figueiras em um terreno de 4 km e também plantaram arbustos espinhosos nas áreas circundantes para proteger as figueiras de animais selvagens.

E o casal ainda cuidava da rega das plantas. Eles transportavam água por vários quilômetros para garantir a hidratação das plantas, porque clima no local é árido.

Missão ambiental e social

Mas em 1991, Bikkala faleceu e apesar da dor de perder o marido, Saalumarada perseverou em sua missão ambiental. Ela chegou a marcar o recorde de plantar mais de 8.000 árvores em mais de sete décadas.

Dessa forma, Saalumarada se tornou uma referência na Índia e no mundo. Além do amor pelas árvores e pela natureza, ela criou uma instituição de caridade chamada Saalumarada Thimmakka International Foundation, com foco na preservação do meio ambiente.

Além disso, a vovó das árvores também se concentrou na educação de pessoas carentes na Índia, já que não pôde ir à escola quando criança.

A fundação apoia outras causas sociais doando medicamentos, mantendo vários bancos de sangue e construindo casas de repouso para pessoas com recursos limitados.

Fotos: Hindi
Fotos: Hindi

Com informações do Nation

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: ANCIÃ DE 110 ANOS PLANTOU 8 MIL ARVORES E INSPIRA NOVAS GERAÇÕES

CIÊNCIAS: TUBARÕES COM CAMUFLAGEM LUMINESCENTE SÃO AS VEDETES DE CIENTISTAS DA NOVA ZELÂNDIA

Uma espécie de tubarão kitefin, agora considerado o maior vertebrado bioluminescente do mundo, vive na “zona crepuscular” a profundidades de 300 a 1.000 metros foi confirmado como uma espécie brilhante em um estudo recente na costa leste da Nova Zelândia. O animal, que mede em média 1,5 metros é o maior animal a apresentar essa característica. Ao ler o artigo completo a seguir você ficará sabendo como vive esta espécie!

Tubarões gigantes que brilham no escuro, descobertos por cientistas que se acostumaram com sua camuflagem

Para muitos, os tubarões são assustadores o suficiente – e um tubarão que brilha no escuro é simplesmente mais do que nossos nervos poderiam suportar.

Felizmente, o tubarão kitefin ( Dalatias licha) , agora considerado o maior vertebrado bioluminescente do mundo, vive na “zona crepuscular” a profundidades de 300 a 1.000 metros.

Frontiers in Marine Science Journal / Jérôme Mallefet

O tubarão de um metro e meio foi confirmado como uma espécie brilhante em um estudo recente na costa leste da Nova Zelândia. A bioluminescência é um fenômeno evolutivo bem estabelecido entre a vida marinha profunda, e não é a primeira vez que é documentada em tubarões.

A confirmação de que a kitefin de fato emite bio-luz a torna o maior animal a apresentar essa característica.

Mas por que os tubarões, que normalmente consideramos caçadores de emboscada, evoluiriam para transmitir sua posição aos habitantes da zona mesopelágica?

A hipótese do estudo correspondente, publicado na Frontiers of Marine Science , sugere que o que a princípio parece uma forma de iluminar e ser visto é na verdade uma espécie de “contra-iluminação”, ou camuflagem.

Por exemplo, o tubarão-papagaio ataca as duas espécies de tubarões-lanterna analisados ​​no estudo. Os tubarões bioluminescentes, detalha o estudo, emitem luz azul-esverdeada quando vistos a profundidades de cerca de 450 metros, potencialmente rompendo sua forma e permitindo que passem despercebidos.

Para o caçador, essa bioluminescência funciona como as listras de um tigre ou o padrão de escamas de uma cobra – permitindo que eles se aproximem o suficiente das espécies de presas sem serem detectados.

“Considerando a vastidão do fundo do mar e a ocorrência de organismos luminosos nesta zona, é cada vez mais evidente que a produção de luz em profundidade deve ter um papel importante na estruturação do maior ecossistema do nosso planeta”, escreveram os pesquisadores .

Fonte: Good News Ntework

Continuar lendo CIÊNCIAS: TUBARÕES COM CAMUFLAGEM LUMINESCENTE SÃO AS VEDETES DE CIENTISTAS DA NOVA ZELÂNDIA

BOAS NOTÍCIAS: A EMPIRE STATE REALTY TRUST TORNOU-SE A MAIOR USUÁRIA 100% DE ENERGIA VERDE NO SETOR IMOBILIÁRIO DOS EUA

O consumo de energias renováveis avança rapidamente em todo o planeta. Nesse contexto a energia eólica cresce a passos largos e um dos maiores exemplos disso é o contrato assinado pela Empire State Realty Trust, Inc. com a Green Mountain Energy que tornou a empresa a maior usuária 100% de energia verde no setor imobiliário do país. Ao ler o artigo completo a seguir você vai saber de todos os detalhes!

O Empire State Building agora é 100% movido a energia eólica, junto com 13 outros edifícios relacionados

O amado Empire State Building, um marco histórico da cidade de Nova York, agora é totalmente administrado por energia eólica, tornando-o um ano novo verde para as 15.000 pessoas que trabalham lá.

A Empire State Realty Trust, Inc., que possui o arranha-céu de 102 andares junto com outros 13 prédios de escritórios, assinou um contrato de três anos com a Green Mountain Energy para abastecer todo o seu portfólio de imóveis em Nova York e Connecticut com eletricidade eólica renovável.

De acordo com a EPA federal , isso tornou a empresa a maior usuária 100% de energia verde no setor imobiliário do país.

Mais de uma década atrás, o edifício icônico em Midtown Manhattan passou por um retrofit de energia e eficiência inovador , como parte do programa de restauração de US $ 550 milhões do Empire State ReBuilding e já proporcionou uma redução de 40% no uso de energia e nas emissões.

100% do portfólio de mais de 10,1 milhões de pés quadrados da ESRT agora é alimentado por energia eólica renovável, que é estimada para evitar a produção de 450 milhões de libras de dióxido de carbono – equivalente à economia se cada residência do estado de Nova York desligasse todas as luzes por um mês, ou a adição de dois parques centrais à cidade de Nova York.

A Green Mountain Energy ganhou o contrato de eletricidade após um processo de licitação que envolveu vários fornecedores de eletricidade e espera-se que resulte em mais de $ 800.000 em economia para a ESRT no primeiro ano do contrato.

Agora, a decoração Art Déco não é o único charme para os inquilinos que agora podem se gabar de trabalhar em escritórios totalmente neutros em carbono.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: A EMPIRE STATE REALTY TRUST TORNOU-SE A MAIOR USUÁRIA 100% DE ENERGIA VERDE NO SETOR IMOBILIÁRIO DOS EUA

JUSTIÇA: FINALMENTE MAIOR ACORDO DE INDENIZAÇÃO AMBIENTAL DO PAÍS SERÁ ASSINADO PELA VALE

Por G1 Minas e TV Globo — Belo Horizonte

 


Maior acordo de indenização ambiental da história pode ser assinado nesta quinta em MG

Maior acordo de indenização ambiental da história pode ser assinado nesta quinta em MG

Pode ser assinado, nesta quinta-feira, o maior acordo de indenização ambiental da história do país. As negociações sobre a reparação dos danos provocados pelo rompimento da barragem em Brumadinho estão bem adiantadas. O governo do estado, o Ministério Público, a Defensoria e a Vale chegaram a um valor bastante expressivo.

Quase quatro meses depois da primeira audiência de conciliação, o governo de Minas Gerais e a Vale devem finalmente assinar nesta quinta-feira (4) um acordo de reparação de danos causados pelo rompimento da barragem de Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Os valores do acordo não foram divulgados oficialmente pelas partes. Mas fontes diretamente envolvidas com as negociações informaram ao G1 que o montante deve ultrapassar R$ 37 bilhões – valor 32% inferior ao pedido no início das tratativas, de quase R$ 55 bilhões.

sessão da audiência começou às 9h, no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), no bairro Serra, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. De acordo com o secretário de governo Mateus Simões, “este é o maior acordo, em valor, da história do Brasil e o segundo do mundo”. O maior acordo judicial até então, segundo Simões, tinha sido de R$ 7 bilhões.

O pagamento será feito com a maior parte em 2021 e o restante no prazo de 4 anos.

A tragédia matou 270 pessoas no dia 25 de janeiro de 2019. Onze corpos ainda não foram encontrados. Além das mortes, o rompimento da barragem B1 provocou danos ambientais que inviabilizaram o uso da água de parte do rio Paraopeba.

Em ano, buscas em Brumadinho conseguiu localizar e identificar corpos ou fragmentos de 96% das vítimas — Foto: Raquel Freitas/G1

Em ano, buscas em Brumadinho conseguiu localizar e identificar corpos ou fragmentos de 96% das vítimas — Foto: Raquel Freitas/G1

As mesmas fontes detalharam ainda outros pontos da negociação, como quais investimentos serão feitos com o dinheiro.

Os investimentos incluem:

  • Novo Anel viário
  • Investimento em hospitais regionais
  • Obras para garantir segurança hídrica da região metropolitana
  • Saneamento básico nos municípios da bacia do rio Paraopeba
  • Reforma do Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte
  • R$ 1 bilhão reservado para estradas
  • Auxílio emergencial para 110 mil pessoas, durante quatro anos

Atingidos dizem ter ficado de fora

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), que representa as vítimas, disse que “discorda da forma com que as negociações do acordo global vêm sendo realizadas, sem a participação dos atingidos, principais vítimas e interessados em fazer um acordo justo, com a mineradora Vale impune de mais um crime”.

Lideranças de Brumadinho estão se manifestando na porta do Tribunal de Justiça durante a audiência. Eles pedem que o acordo “honre a memória das 270 vítimas” e de suas famílias.

Sobre isso, Mateus Simões disse: “Nada jamais será capaz de trazer essas pessoas de volta. É por isso que não há comemoração. O momento é de responsabilizar a Vale pelo que fez com o estado, que carrega a mineração no nome, com as comunidades atingidas, com a economia e o meio ambiente. As famílias das vítimas continuarão sempre sendo assistidas pelo estado, que manterá a busca até que o último desaparecido seja encontrado”.

Audiência entre Vale e governo de Minas acontece no Tribunal de Justiça — Foto: Danilo Girundi / TV GloboAudiência entre Vale e governo de Minas acontece no Tribunal de Justiça — Foto: Danilo Girundi / TV Globo

Relembre a negociação

braço sobre a reparação aconteceu em cinco audiências. A última delas foi em janeiro, quando o secretário-geral do governo, Mateus Simões, chegou a dizer que se a Vale não apresentasse uma proposta até o dia 29 de janeiro – quatro dias depois de a tragédia completar dois anos – seria considerada “inimiga dos mineiros”.

A mineradora ganhou ainda mais 15 dias de prazo, que terminaria em 13 de fevereiro. Porém, o procurador-geral do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), Jarbas Soares Júnior, adiantou nesta quarta (3), em suas redes sociais, que o acordo seria assinado antes disso.

“O maior acordo da história se dá em 2 ações do MPMG e 1 do estado, e não incluem as ações penais, os danos desconhecidos e os direitos individuais. Respeito aos atingidos e ao povo de MG”, afirmou no post.

O governador Romeu Zema (Novo) também se manifestou, em rede social.

Vale e governo de Minas participam de nova audiência nesta quinta-feira

Vale e governo de Minas participam de nova audiência nesta quinta-feira

Acordo bilionário deve ser assinado para a reparação dos danos causados pela tragédia da mineradora em Brumadinho.

O acordo para reparação entre o Executivo estadual e a empresa vem sendo discutido há meses em várias audiências na Justiça.

O governo pede R$ 26,7 bilhões, além de R$ 28 bilhões por danos morais. Os valores de indenização foram levantados por estudo da Fundação João Pinheiro e levaram em consideração, “a relevância dos direitos transindividuais lesados, a gravidade e repercussão das lesões, a situação econômica do ofensor, o proveito obtido com a conduta, o grau de culpabilidade, a reincidência e a reprovabilidade social dos fatos”.

Porém, a mineradora não concordou com os valores.

No dia 21 de janeiro, o secretário-geral de Minas Gerais, Mateus Simões, disse que se a Vale não apresentasse proposta para danos provocados pelo rompimento da barragem assumiria “sua posição de inimiga dos mineiros”. O prazo terminaria na sexta-feira (29), mas a mineradora havia ganhado 15 dias de fôlego, segundo a Defensoria Pública.

Depois de mais uma audiência, governo desiste de conciliação com a Vale

Depois de mais uma audiência, governo desiste de conciliação com a Vale

Reunião discutiu a reparação dos danos provocados pelo rompimento da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho.

Fonte: G1
Continuar lendo JUSTIÇA: FINALMENTE MAIOR ACORDO DE INDENIZAÇÃO AMBIENTAL DO PAÍS SERÁ ASSINADO PELA VALE

TECNOLOGIA: CONTAR AS ARVORES DE TODO O PLANETA AGORA JÁ É POSSÍVEL E A NASA UTILIZA SUPERCOMPUTADORES E IA PARA REALIZAR

O desenvolvimento tecnológico já permite que o pessoal da NASA utilize supercomputadores para contar todas as arvores do planeta terra, através de imagens de cima para baixo do espaço. Mais de 1,8 bilhão de árvores foram encontradas fora das florestas, em uma área de mais de meio milhão de milhas quadradas. É por isso que a equipe da NASA procurou se concentrar em árvores isoladas em terras áridas e regiões semi-áridas na África Ocidental. Então saiba em detalhes como essa nova tecnologia está sendo usada, inclusive para calcular quanto carbono a Terra pode armazenar e como ele muda com o tempo.

NASA usa supercomputadores e IA para contar as árvores da Terra a partir do espaço pela primeira vez

NASA

Para ter uma noção de quanto carbono a Terra pode armazenar e como ele muda com o tempo, os cientistas precisariam contar um número surpreendente de árvores e monitorar seu crescimento ao longo do tempo. Incrivelmente, o pessoal da NASA agora está usando supercomputadores para fazer exatamente isso – por meio de imagens de cima para baixo do espaço.

Cientistas do Goddard Space Flight Center da NASA em Maryland recentemente fizeram parceria com uma equipe internacional de pesquisadores para mapear as árvores usando imagens de satélite de alta resolução – mais de 1,8 bilhão de árvores encontradas fora das florestas, em uma área de mais de meio milhão de quadrados milhas.

A equipe usou um dos supercomputadores mais rápidos do mundo (Blue Waters na Universidade de Illinois) para realizar uma análise de “aprendizado profundo” em imagens de terreno de grandes partes da África Ocidental. Eles descobriram que podiam não apenas contar as árvores que os satélites não conseguiam ver antes, mas também começar a avaliar o potencial de armazenamento de carbono dessas árvores ao mesmo tempo.

Muitos dos esforços mundiais para avaliar um grande número de árvores têm se concentrado em regiões bem florestadas. É por isso que a equipe da NASA procurou se concentrar em árvores isoladas em terras áridas e regiões semi-áridas na África Ocidental – para uma imagem mais completa.

“Essas áreas secas são brancas nos mapas – elas estão basicamente mascaradas porque os satélites normais simplesmente não veem as árvores”, disse o autor principal Martin Brandt em um comunicado . “Eles veem uma floresta, mas se a árvore está isolada, eles não veem. Agora estamos no caminho para preencher essas manchas brancas nos mapas. E isso é muito emocionante. ”

Para treinar os algoritmos de aprendizado de máquina, Brandt, um professor assistente de geografia da Universidade de Copenhagen, marcou pessoalmente cerca de 90.000 árvores em diferentes terrenos – dando ao software diferentes formas e sombras para aprender a diferença. A equipe também treinou seus algoritmos para reconhecer árvores individuais e pequenos aglomerados em diferentes tipos de terreno, variando de savanas a desertos, e publicou seu novo estudo  na Nature.

Com o treinamento certo implementado, um trabalho que pode ter levado vários anos para olhos treinados levou apenas algumas semanas para a inteligência artificial.

A equipe foi capaz de mapear o diâmetro da copa (a largura de uma árvore vista de cima) de 1,8 bilhões de árvores, abrangendo uma área de mais de 500.000 milhas quadradas (1,3 km quadrados). Eles também compararam a variabilidade na cobertura e densidade das árvores sob diferentes padrões de chuva – informações que a equipe planeja comparar com os próximos dados de altura e biomassa das árvores para identificar o potencial de armazenamento de carbono.

No futuro, avaliações desse tipo rastrearão de maneira mais eficaz o desmatamento em todo o mundo para os conservacionistas. Os dados gerais de um ano também serão comparados aos anos posteriores para que os cientistas avaliem se os esforços de conservação estão funcionando ou não.

A contagem de árvores precisa e automatizada também deve aumentar a capacidade dos proprietários de monetizar o espaço não utilizado que possam ter para o plantio de novas árvores – para quantificar quanto carbono estão armazenando para os créditos de carbono.

Em última análise, melhorar a capacidade dos pesquisadores de localizar árvores onde antes não podiam com imagens de satélite – e medir o armazenamento de carbono dessas árvores – acabará permitindo que os cientistas do clima façam medições globais do armazenamento de carbono na terra. Essa será uma ferramenta vital em um mundo onde armazenar nosso excesso de carbono está se tornando cada vez mais crucial.

ASSISTA um vídeo da NASA sobre a descoberta …

Fonte: Good News Network

Continuar lendo TECNOLOGIA: CONTAR AS ARVORES DE TODO O PLANETA AGORA JÁ É POSSÍVEL E A NASA UTILIZA SUPERCOMPUTADORES E IA PARA REALIZAR

BOAS NOTÍCIAS: O FUNDADOR DA AMAZON, JEFF BEZOS, CRIA FUNDO DE US$ 10 BILHÕES PARA ENFRENTAR A CRISE CLIMÁTICA

O homem mais rico do mundo, o multibilionário Jeff Bezos, fundador da Amazon, criou um ‘Fundo da Terra’ num montante de US$ 10 bilhões com o nobre objetivo de enfrentar a crise climática e uma tentativa de ajudar a reduzir a pegada de carbono do maior varejista do mundo. O bilionário espera que seja neutro em carbono por meio de uma estratégia de cortes de emissões e créditos de carbono até 2040. O artigo a seguir tem os detalhes da ação praticada pelo mega bilionário.

Jeff Bezos criou um ‘Fundo da Terra’ de US $ 10 bilhões para enfrentar a crise climática, primeiros subsídios de US $ 800 milhões vão para grupos ambientais icônicos

Logotipo do Bezos Earth Fund, Bezos Earth Fund / Jeff Bezos, CC Seattle City Council

O Bezos Earth Fund, criado pelo fundador e CEO da Amazon, Jeff Bezos, e avaliado em US $ 10 bilhões, acaba de distribuir US $ 791 milhões em doações para grandes organizações ambientais que se concentram na restauração de florestas e vida selvagem e redução das emissões de carbono.

O fundo, que não tem um site, um conselho de diretores ou mesmo um processo de pedido de subsídio, explodiu na vida na segunda-feira com subsídios para a Nature Conservancy, Conselho de Defesa de Recursos Naturais, Fundo Mundial para a Vida Selvagem, Instituto de Recursos Mundiais e Fundo de Defesa Ambiental.

The Nature Conservancy anunciou seu recebimento de $ 100 milhões em dólares de Bezos, dizendo que iria para “proteger a floresta Emerald Edge nos Estados Unidos e Canadá”, bem como “esforços para reduzir a pegada de carbono das práticas agrícolas no noroeste da Índia e reduzir a contribuição da agricultura para a poluição do ar de Delhi ”.

“O WWF é profundamente grato por esse investimento transformacional e pelo impacto que esse compromisso terá em milhões de pessoas em todo o mundo”, disse um comunicado no site do World Wildlife Fund.

O WWF pegará sua doação e usará para restaurar as florestas de mangue, consideradas uma solução natural para a mudança climática devido à sua capacidade aprimorada de sequestrar carbono em suas raízes e para investigar novos mercados para o cultivo de algas marinhas – uma atividade aqüícola que apóia economias em desenvolvimento sem desmatamento .

“Passei os últimos meses aprendendo com um grupo de pessoas incrivelmente inteligentes que transformaram o trabalho de suas vidas na luta contra as mudanças climáticas e seu impacto nas comunidades ao redor do mundo”, escreveu Bezos em um post no Instagram.

Uma miríade de organizações menores também recebeu dinheiro , incluindo o Salk Institute for Biological Studies, a Union of Concerned Scientists, o Rocky Mountain Institute e muito mais.

Muitas dessas concessões menores foram para objetivos de redução de carbono, com a União trabalhando na defesa do transporte elétrico, o Instituto Salk para seu projeto de planta de aumentar geneticamente as partes de captura de carbono nas raízes de culturas agrícolas comuns e o Instituto das Montanhas Rochosas para uma campanha para criar edifícios livres de carbono.

As concessões de Bezos são provavelmente uma tentativa de ajudar a reduzir a pegada de carbono do maior varejista do mundo, que o fundador espera que seja neutro em carbono por meio de uma estratégia de cortes de emissões e créditos de carbono até 2040.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: O FUNDADOR DA AMAZON, JEFF BEZOS, CRIA FUNDO DE US$ 10 BILHÕES PARA ENFRENTAR A CRISE CLIMÁTICA

BOAS NOTÍCIAS: APESAR DA PANDEMIA DA COVID-19 ENERGIA RENOVÁVEL CRESCE EXPONENCIALMENTE

Uma notícia fantástica é o destaque da nossa coluna BOAS NOTÍCIAS desta quinta-feira. Apesar da tsunami gerada pela COVID-19 em todo o planeta, um novo relatório da Agência Internacional de Energia (AIE) teve que ser revisado para incluir os números quase inacreditáveis ​​de crescimento nos setores de energia renovável de grandes países como Índia, China e os EUA. Por mais aterrado que tenha sido o ano de 2020 não impediu um fluxo evidentemente impossível de investimentos em instalações de energia renovável em todo o mundo. Então lhe convido a ler o artigo completo a seguir e verificar para onde caminham os investimentos em energias limpas e renováveis!

Energia renovável desafia a desaceleração do COVID-19 para atingir crescimento recorde em 2020

 

 

Um novo relatório da Agência Internacional de Energia (AIE) teve que ser revisado para incluir os números quase inacreditáveis ​​de crescimento nos setores de energia renovável de grandes países como Índia, China e os EUA, mesmo com suas economias lutando com COVID- 19

Estimulado por contratos de longo prazo, uma ligeira queda de 5% na demanda global de energia, acesso prioritário às redes elétricas e instalação contínua de novas usinas renováveis, o crescimento mundial em energia renovável chegará a 7% até o final de 2020.

Dizer que o período de janeiro a outubro de 2020 tem sido economicamente incerto seria um eufemismo, mas isso não impediu um fluxo evidentemente impossível de investimentos em instalações de energia renovável em todo o mundo.

Este período viu um aumento de 15% na energia renovável leiloada quando medido em relação ao mesmo período do ano passado e, em comparação com 2019, o preço médio das ações das empresas de energia solar de capital aberto em 2020 mais que dobrou.

Outras medidas de aumento são um crescimento saudável de 4% em novas instalações de infraestrutura e plantas renováveis, totalizando cerca de 200 gigawatts nos EUA e na China, enquanto as mudanças de política nas duas nações viram um salto de 30% na produção de energia eólica e solar fotovoltaica fontes de energia.

As previsões para 2021 são ainda mais ensolaradas. A Índia e a UE vão liderar uma grande campanha que irá, de acordo com estimativas da AIE, resultar em um recorde de expansão de 10% nas energias renováveis ​​até o final de 2021.

Como isso é possível

Os preços de mercado podem ser impulsionados tanto por uma espécie de crença coletiva da mentalidade de turba do que pela economia real. Houve um período no início de setembro, por exemplo, em que a Tesla possuía metade de toda a participação no mercado automotivo, apesar de vender menos de um milhão de carros por ano.

MAIS: As vendas de veículos elétricos na Europa ultrapassaram até as previsões mais otimistas

A crença de que as ações da Tesla nunca caíram gerou uma enorme quantidade de dinheiro especulativo nas ações, fazendo com que a empresa valesse muito mais do que o que ganha com a fabricação e venda de veículos.

“Interrupções na cadeia de abastecimento e atrasos na construção retardaram o progresso dos projetos de energia renovável nos primeiros seis meses de 2020”, diz o relatório da IEA. “No entanto, a construção de fábricas e a atividade de manufatura aumentaram rapidamente e os desafios logísticos foram resolvidos principalmente com a flexibilização das restrições internacionais desde meados de maio.”

“Apesar dos desafios decorrentes da crise da Covid, os fundamentos da expansão da energia renovável não mudaram.”

Alguns desses fundamentos, se provados como verdadeiros, são surpreendentes e representam coisas com as quais os ativistas da mudança climática só poderiam sonhar oito ou dez anos atrás.

Já as formas mais baratas de novas instalações de energia, painéis solares fotovoltaicos e parques eólicos, geram os custos de eletricidade mais baratos da história, algo que a Austrália do Sul aproveitou no mês passado.

“A capacidade total instalada eólica e solar fotovoltaica está em curso para superar o gás natural em 2023 e o carvão em 2024. A energia solar fotovoltaica sozinha responde por 60% de todas as adições de capacidade renovável até 2025”, prevê a IEA.

Em 2025, o carvão pode parecer relativamente sem sentido, já que não só a energia renovável é a mais barata da história, mas também estará a caminho de abastecer a maior parte do mundo.

Além disso, as reduções nos custos devem triplicar o investimento de mercado em energias renováveis ​​para mais de 15% durante o mesmo período. Isso é liderado por empresas de investimento como a BlackRock, cujo CEO Larry Fink, responsável por administrar trilhões de dólares em capital privado, orienta as decisões de investimento agora principalmente sobre a capacidade das empresas para estratégias conscientes do clima.

Não há praticamente nenhum lugar para onde uma pessoa possa olhar e não ver perspectivas incríveis de energia renovável assumindo o controle do mercado global de energia na próxima década.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: APESAR DA PANDEMIA DA COVID-19 ENERGIA RENOVÁVEL CRESCE EXPONENCIALMENTE

APESAR DO FIM DE INCÊNDIOS A CONTAMINAÇÃO DOS RIOS PELAS CINZAS CONTINUARÁ CAUSANDO MORTANDADE DE ESPÉCIES AQUÁTICAS

Mesmo após fim de incêndio, Pantanal terá mortandade de espécies aquáticas

Paulo Franco*

08 de novembro de 2020 às 20:10

Pantanal

A destruição do meio ambiente no Pantanal, provocada pelos incêndios de 2020, deve continuar por mais tempo, mesmo depois que as chamas forem controladas. O principal problema é a contaminação dos rios pelas cinzas que serão carregadas no período da cheia.

“A cinza é potencialmente tóxica para os animais que vivem ali e ela pode provocar uma queda no nível de oxigênio dos rios, com isso, esperamos uma mortandade em massa de peixes no Pantanal”, explica Ibraim Fantin, doutor em recursos hídricos pela Universidade Federal do Mato Grosso.

Além de produzir uma grande quantidade de cinzas, o fogo queimou algumas espécies de árvores que ajudam a filtrar a água.

“Essas árvores possuem uma raiz aérea, uma espécie de cipó, que retira as impurezas e ajuda a oxigenar o rio. Com as queimadas, isso não vai acontecer esse ano e o resultado será a fermentação da água e a morte de muitas espécies aquáticas”, explica Alessandro Majuro, que nasceu e cresceu no Pantanal e hoje trabalha como guia turístico.

O Pantanal tem cerca de 260 espécies de peixes, que se aproveitam de uma extensa área alagável no período das cheias. O pantaneiro Josué de Souza trabalha como piloteiro no distrito de Porto Jofre, em Poconé, e torce para que o meio ambiente se recupere logo.

“Eu espero que meus e meus netos ainda consigam apreciar esta natureza linda. Acho que não vai ser agora, mas daqui alguns anos o ambiente vai se renovar e tudo vai voltar ao que era antes”, diz ele.

Interferência humana

O fogo não é o único efeito da interferência humana no ecossistema do Pantanal. As populações de peixes e animais aquáticos sentem diretamente a mudança na qualidade das águas dos rios, desde a nascente, nas regiões mais altas, até a planície.

“Para que se possa manter o Pantanal, precisamos olhar para as cabeceiras dos rios porque é lá que temos agricultura extensiva, indústrias e as cidades”, explica Ibraim Fantin, da UFMT.

As cidades de Cuiabá e Várzea Grande têm cerca de um milhão de habitantes e, segundo Fantin, a qualidade do rio Cuiabá sofre nesse caminho, inclusive com a ocorrência de fármacos.

“Antibióticos, antiinflamatórios, hormônios e muita cafeína. Esses poluentes não são nem definidos pelas normas legais, ou seja, nós nem sabemos o que é seguro de consumir”, diz o especialista.

Ele aponta um outro aspecto da intervenção humana: “As usinas hidrelétricas mudam a vazão dos rios e provocam retenção de sedimentos, o que provoca efeitos tanto na parte alta como na planície pantaneira”.

A monocultura ao longo dos rios também pode prejudicar a qualidade do ambiente aquático do Pantanal. Para a bióloga Lúcia Mateus, as populações de peixes são diretamente afetadas.

“Um dos problemas que temos na região do planalto com o agronegócio são os agrotóxicos que estão sendo carreados para dentro da água”, diz ela.

Prevenção

Para os especialistas, a preservação da natureza é sempre o melhor negócio.

“Quando a gente pensa em bacia hidrográfica, ações corretivas são muito difíceis e caras. Por isso, vale muito mais a pena investir em prevenção desses problemas do que depois fazer ações corretivas que nem sempre são eficientes”, explica Ibraim Fantin.

A professora e ecóloga Cátia Nunes da Cunha diz que questões pontuais podem até ser solucionadas, mas nem sempre isso é possível quando o estrago já saiu do controle.

“O grande problema é quando entra no funcionamento do ecossistema porque aí nós não sabemos onde está a chave de liga-desliga”, explica.

Entre as medidas que devem ser adotadas pelas autoridades, a bióloga Lúcia Mateus aponta que a principal é fiscalizar o cumprimento da legislação.

“Respeitar a distância mínima nas margens dos rios para que não se tenha plantações chegando até a beira do curso d’água, além de não aterrar nascentes, são alguns dos exemplos “, diz.

Fonte: CNN

Continuar lendo APESAR DO FIM DE INCÊNDIOS A CONTAMINAÇÃO DOS RIOS PELAS CINZAS CONTINUARÁ CAUSANDO MORTANDADE DE ESPÉCIES AQUÁTICAS

TECNOLOGIA: STARTUP DO BROOKLIN DESCOBRIU UMA MANEIRA DE EXPLORAR O SISTEMA SOLAR SEM POLUIR A TERRA

O destaque da nossa coluna TECNOLOGIA desta segunda-feira é uma nova startup focada no desenvolvimento de combustível para propulsão de foguetes a base de carbono-negativo capturando as emissões de CO2 do ar. Uma maneira de explorar o sistema solar sem poluir a Terra. A tecnologia de conversão de carbono inovadora pode ajudar a tornar a indústria espacial mais ecologicamente correta. Então, não perca tempo e conheça os detalhes dessa nova tecnologia de combustíveis!

A startup de tecnologia agora pode fabricar combustível de foguete carbono-negativo capturando as emissões de CO2 do ar

 

 

 

À medida que mais e mais empresas de tecnologia e organizações de pesquisa voltam suas atenções para a exploração espacial, uma startup com sede no Brooklyn descobriu uma maneira de explorar o sistema solar sem poluir a Terra.
Foto da Air Company 

A marca Air Company ganhou notoriedade pela primeira vez em novembro de 2019, quando lançou a primeira vodka com carbono negativo do mundo feita de ar, água e energia solar.

Quando a pandemia atingiu, eles rapidamente transformaram suas instalações de produção na criação de desinfetantes para as mãos – e agora, eles estão aplicando sua tecnologia de conversão de carbono inovadora para ajudar a tornar a indústria espacial mais ecologicamente correta, transformando CO2 em combustível de foguete.

 

 

“Descobrimos que podemos produzir combustível de forma muito eficiente como se fosse um acidente”, disse o co-fundador da eletroquímica e Air Company Stafford Sheehan à Fast Company . “Estávamos operando nossos sistemas em temperaturas mais altas do que o normal, sob algumas condições que normalmente não fazemos, e descobrimos que poderíamos fazer essas moléculas de combustível de maneira muito eficiente.”

Até agora, os motores de foguete usavam metano líquido feito de gás natural, um combustível fóssil insustentável e não reutilizável. No entanto, organizações como a SpaceX e a Blue Origin começaram a procurar novos propelentes para que possam alimentar seus motores de foguetes para voos espaciais comerciais e exploração de Marte.

É aí que entra a Air Company. Para cada lançamento, se a fórmula de combustível de foguete à base de CO2 da Air Company fosse usada para cada lançamento, eles reduziriam a emissão de 715 toneladas de CO2 para a atmosfera – isso é o equivalente a cerca de uma dúzia de voos entre New York para Los Angeles em um avião 747.

Imagem da Air Company 

O combustível de carbono negativo também poderia ser usado para mitigar os efeitos ecológicos de outras formas de transporte, embora o grupo esteja focado principalmente em combustível de foguete.

 

 

Além disso, a Air Company diz que sua fórmula poderia ser usada para abastecer voos de retorno de Marte, já que a atmosfera do planeta é 95% dióxido de carbono.

“A visão dos humanos que habitam Marte está cada vez mais perto de se tornar uma realidade e imagina-se que o CO2 pode nos ajudar a atingir essa meta”, diz o site da Air Company .

Imagem da Air Company 

“Provamos a viabilidade de nossa tecnologia inovadora e somos impelidos a desafiar o impossível, estimulando a inovação em cada indústria vertical que tocamos.”

Fonte: Good News Network

Continuar lendo TECNOLOGIA: STARTUP DO BROOKLIN DESCOBRIU UMA MANEIRA DE EXPLORAR O SISTEMA SOLAR SEM POLUIR A TERRA

BOAS NOTÍCIAS: APÓS 45 ANOS O LOBO CINZENTO FOI RETIRADO DA LISTA DE ESPÉCIES AMEAÇADAS DE EXTINÇÃO

Uma grande notícia neste domingo, aqui na coluna BOAS NOTÍCIAS! Finalmente, após longos 45 anos o lobo cinzento foi retirado da lista de espécies ameaçadas de extinção dos Estados Unidos. Então, não deixe de ler o artigo completo a seguir para saber dos detalhes dessa odisseia governamental!

Uivando de alegria: após 45 anos, o lobo cinzento foi retirado com sucesso da lista de espécies ameaçadas dos Estados Unidos

JL

45 anos desde que um dos carnívoros mais carismáticos e perseguidos da Terra foi listado sob a Lei de Espécies Ameaçadas (ESA), o manejo do lobo cinzento nos 48 estados inferiores será agora passado para governos estaduais e tribais, no que foi um dos os grandes sucessos da ESA.

O Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA baseou sua determinação final nos melhores dados científicos e comerciais disponíveis, uma análise completa das ameaças e como elas foram atenuadas, e o compromisso contínuo e histórico comprovado de estados e tribos para continuar administrando populações saudáveis ​​de lobos uma vez retirado.

“Depois de mais de 45 anos como uma espécie listada, o lobo cinzento excedeu todas as metas de conservação para recuperação. O anúncio de hoje simplesmente reflete a determinação de que esta espécie não é uma espécie ameaçada nem em perigo de extinção com base nos fatores específicos que o Congresso estabeleceu na lei ”, disse o Sec. do Interior David Bernhardt em um comunicado .

 

 

De fato, o número de lobos cinzentos aumentou nas últimas quatro décadas – de menos de cem refugiados escondidos no nordeste de Minnesota e na península superior de Michigan para cerca de 6.000 indivíduos.

Essas populações se expandiriam após receber proteção da ESA, e agora representam os ancestrais de uma das linhagens geneticamente únicas de lobos.

Yellowstone NPS

Outra linhagem começou a prosperar na década de 80, depois que os lobos foram soltos nos Parques Nacionais Glacier e Yellowstone. Esses lobos agora são encontrados no Colorado, bem como Wyoming, Montana, Idaho, Oregan, Washington e norte da Califórnia.

O representante Rob Bishop (R) do 1º Distrito de Utah chamou o programa de lobo cinzento de “uma das recuperações de espécies de maior sucesso na história”, enquanto o congressista da Califórnia Ken Calvert (R) chamou a exclusão de “um marco importante que ilustra os ganhos positivos obtidos na recuperação esta espécie preciosa. ”

O manejo dos rebanhos de lobos passará para agências estaduais e tribais de manejo da vida selvagem, que serão capazes de acalmar melhor as preocupações dos ativistas de conservação e dos fazendeiros, que ainda perdem gado todos os anos para a predação de lobos.

 

 

A legislação ESA é um sucesso sem precedentes. Uma análise revisada por pares do Center for Biological Diversity descobriu que não apenas nunca houve uma espécie que, uma vez considerada recuperada sob o ESA, caiu novamente em vulnerabilidade, mas de 291 listagens de plantas e animais, 99% foram salvas da extinção.

Lobos cinzentos foram mortos a tiros, envenenados e atropelados ao longo do 48º andar, principalmente devido à predação de gado durante o século 20, até que houvesse apenas algumas dezenas se escondendo na Ilha Royale e na zona rural de Minnesota.

Os lobos viveram no Alasca, o único estado onde por muitos anos foi possível vê-los em grandes bandos. Hoje existem entre 7.000 e 11.000 lobos no Alasca, junto com os 6.000 nos 48 estados mais baixos.

O lobo mexicano, como relatou o GNN , ainda está em perigo crítico e não foi incluído na exclusão de ontem, embora os dois sejam quase da mesma espécie.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: APÓS 45 ANOS O LOBO CINZENTO FOI RETIRADO DA LISTA DE ESPÉCIES AMEAÇADAS DE EXTINÇÃO

BOAS NOTÍCIAS: MADEIRA TRANSPARENTE QUANTO VIDRO É CRIADA POR CIENTISTAS

Um pesquisador norte-americano desenvolveu um material de madeira transparente que se parece claramente com a janela do amanhã. A madeira transparente é aproximadamente cinco vezes mais eficiente termicamente do que o vidro, com isso, reduzindo substancialmente os custos de energia, já que o vidro tem um preço econômico e ecológico caro. A ideia é revolucionária e vai mudar completamente o formato construtivo das edificações daqui pra frente além de colaborar com a manutenção do meio ambiente. Leia a reportagem completa a seguir e saiba de todos os detalhes dessa descoberta genial!

Cientistas criam madeira transparente quase tão clara quanto vidro para fazer janelas de isolamento mais fortes e melhores

 

3,5% da energia usada nos Estados Unidos vai direto para a janela – desperdiçada por causa de painéis de vidro ineficientes no inverno e no verão. Agora, os cientistas nos deram uma maneira de utilizar produtos florestais sustentáveis ​​como um substituto para o caro vidro.

do Laboratório de Produtos Florestais do USDA, Junyong Zhu, colaborou com colegas da Universidade de Maryland e da Universidade do Colorado para desenvolver um material de madeira transparente que se parece claramente com a janela do amanhã.

Eles demonstraram que a madeira transparente tem potencial para superar as janelas de vidro em quase todos os aspectos, tornando-a um dos materiais mais promissores do futuro.

Embora o vidro seja o material mais comum usado na construção de janelas, ele tem um preço econômico e ecológico caro.

O calor é facilmente transferido através dele, especialmente no painel único, e aumenta as contas de energia quando escapa durante o tempo frio e entra quando está quente. A madeira transparente é aproximadamente cinco vezes mais eficiente termicamente do que o vidro, reduzindo substancialmente os custos de energia.

A produção de vidro usada para construção também traz uma grande pegada de carbono. As emissões de fabricação sozinhas são de cerca de 25.000 toneladas métricas por ano, sem considerar a pegada pesada de também transportar o vidro.

Os cientistas usaram madeira da árvore balsa de crescimento rápido e baixa densidade. É tratado a temperatura ambiente, banho oxidante que o deixa quase totalmente visível. A madeira é então penetrada com um polímero sintético denominado álcool polivinílico (PVA), criando um produto quase transparente.

Suas descobertas foram publicadas no Journal of Advanced Functional Materials em um artigo intitulado A Clear, Strong, and Thermally Isulated Transparent Wood for Energy Efficient Windows .

A celulose natural em sua estrutura de madeira e enchimento de polímero absorvente de energia significa que é 3 ordens de magnitude mais durável que o vidro – e muito mais leve também. Pode suportar impactos muito mais fortes e, ao contrário do vidro, entorta ou estilhaça em vez de se estilhaçar

Além disso, a madeira transparente é um material sustentável, com baixa emissão de carbono e capacidade de biodegradação muito mais rápida que o plástico.

É feito de um recurso renovável que também é compatível com os equipamentos de processamento industrial existentes, tornando a transição para a fabricação uma perspectiva fácil.

Com todos esses benefícios potenciais para consumidores, manufatura e meio ambiente, o caso da madeira transparente não poderia ser … mais claro.

Fonte: goodnewsnetwork.org

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: MADEIRA TRANSPARENTE QUANTO VIDRO É CRIADA POR CIENTISTAS

BOAS NOTÍCIAS: SE VOCÊ QUER SABER O QUE É TITUDE LEIA O ARTIGO A SEGUIR E TENHA CERTEZA QUE JÁ ESTAMOS NA 5ª DIMENSÃO

Caro(a) leitor(a),

Na edição deste sábado da coluna BOAS NOTÍCIAS, faço um comentário diferente, aproveitando o insight australiano. O que o governo brasileiro precisa fazer para acabar com o fogo cerrado sobre sua tez é uma atitude como essa da Austrália. Lançar com o maior estardalhaço um projeto de reflorestamento, prometendo plantar um bilhão de mudas de arvores na Amazônia e no Pantanal, por exemplo. E meter bronca! Quem é que não quer plantar uma arvore. Esse projeto pode convocar a população a colaborar e, inclusive fazer um concurso premiando quem plantar mais arvores. Isso vai calar a boca de todos que criticam mundialmente o governo Bolsonaro. É uma questão de CRIATIVIDADE E ATITUDE.

Austrália vai plantar 1 bilhão de árvores contra aquecimento global

A Austrália dá exemplo para o mundo e vai plantar 1 bilhão de árvores até 2050 para proteger o clima e combater o aquecimento global.

Com isso, o país segue o Acordo de Paris, assinado pelas grandes potências mundiais em 2015.

Mesmo tendo como fonte de energia principal o carvão, os australianos decidiram focar os esforços em plantar árvores e introduzir mudanças positivas, significativas ao meio ambiente.

Temperatura

O primeiro-ministro Scott Morrison disse que a iniciativa faz parte do novo Plano Nacional de Indústrias Florestais e vai remover 18 milhões de toneladas de gases de efeito estufa todos os anos, até 2030.

Morrison acrescentou que esta redução nos gases de efeito estufa vai permitir que a Austrália atinja sua meta do acordo climático “a meio galope”.

“Estou interessado em cultivar mais árvores e criar mais empregos – é simples assim”, anunciou Morrison.

Além disso, o reflorestamento poderá melhorar o clima da Austrália que é muito árido e favorece incêndios, como os de 2019 e 2020 em que o país queimou por cerca de 8 meses sem parar, destruindo florestas e eliminando espécies animais.

Com informações do Pozitizie

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: SE VOCÊ QUER SABER O QUE É TITUDE LEIA O ARTIGO A SEGUIR E TENHA CERTEZA QUE JÁ ESTAMOS NA 5ª DIMENSÃO

CIÊNCIAS: PESQUISADORES INDICAM QUE MOLUSCOS E ALGAS PODEM SER A ALIMENTAÇÃO SUSTENTÁVEL DO FUTURO

Neste sábado você vai ver, aqui na coluna CIÊNCIAS um artigo sensacional sobre uma alimentação alternativa que pode solucionar um problema muito sério para a humanidade, que é a produção de alimentos industrializados e as suas consequências para o clima, o meio ambiente e a saúde das pessoas. Em estudo recente pesquisadores do Departamento de Ciência Alimentar da Universidade de Copenhague apresentaram fontes alternativas de proteínas e ácidos graxos saudáveis, vindos do fundo do mar, os moluscos e as algas. Então convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer essa nova TECNOLOGIA autossustentável!

Moluscos e algas podem formar a dieta sustentável do futuro

Peter Castleton, licença CC

Num momento em que a produção de alimentos é um dos maiores culpados do clima, precisamos buscar novas fontes de alimentos que possam nos alimentar e, ao mesmo tempo, não sobrecarregar o planeta.

Mais e mais pessoas estão optando por se tornarem vegetarianos ou, ainda mais radicalmente, veganos.

No entanto, a grande maioria das pessoas acha difícil engavetar carne totalmente em nome da prevenção da mudança climática, de acordo com o professor Ole G. Mouritsen, do Departamento de Ciência Alimentar da Universidade de Copenhague.

Em nota  publicada pela universidade, ele disse: “Muitas pessoas simplesmente desejam o sabor umami que é, por exemplo, encontrado na carne. Portanto, pode ser mais realista considerar uma dieta flexitariana, em que se consome pequenas quantidades de produtos de origem animal, como carne, ovos e leite, junto com vegetais. Mas também se pode começar a pensar em alternativas ao suculento bife – que são muitas ”, afirma.

Em um novo meta-estudo, o professor Mouritsen e a estudante de doutorado Charlotte Vinther, sua colega do Departamento de Ciência dos Alimentos, apresentaram fontes alternativas de proteínas e ácidos graxos saudáveis, ao mesmo tempo em que dão sua opinião sobre como seria uma dieta sustentável do futuro.

Olá lança-areia, gobi e espadilha

Entre outras coisas, os pesquisadores recomendam que olhemos para o mar em busca de alimentos do futuro.

Mais especificamente, precisamos chegar ao fundo de nossos oceanos, onde vivem espécies tipicamente associadas à captura acessória e peixes industriais. Essas espécies emitem muito menos CO 2 do  que a carne bovina, suína e frango.

“As capturas acessórias amigáveis ​​ao clima, atualmente usadas para ração de suínos ou óleo de peixe, vivem perto do fundo do oceano. Eles incluem: lança de areia, um peixe que cava no fundo arenoso para botar ovos; espadilha, um parente do arenque que é comum nas águas dinamarquesas; e o gobi de boca preta, outro peixe pequeno, mas saboroso e esquecido ”, explica Mouritsen.

Sprat sozinho poderia satisfazer 20 por cento das necessidades de proteína da Dinamarca, por exemplo. E com a pesca da espadilha podemos evitar a superexploração de espécies de peixes mais conhecidas, como bacalhau, solha e salmão, explica o professor.

Algas, lulas e algas à la carte

Brian Yurasits 

Algas e algas também são uma fonte de alimento negligenciada e extremamente favorável ao clima.

No entanto, apenas 500 de 10.000 espécies são atualmente exploradas e reconhecidas como alimento – apesar do fato de que as algas marinhas são carregadas com vitaminas e nutrientes incrivelmente saudáveis.

Da mesma forma, os cefalópodes são pescados apenas em pequena extensão, com 30 de aproximadamente 800 espécies sendo usadas para alimentação em todo o mundo.

“Entre outras coisas, isso tem muito a ver com nossa cultura e tradições. Os hábitos de consumo alimentar demoram a mudar. Temos comido e preparado carne por mais de um milhão de anos. Portanto, embora algas, lulas e moluscos contenham ácidos graxos e vitaminas importantes e possam ter um sabor delicioso, continuamos relutantes em contar essas espécies entre nossas fontes de alimento ”, diz Ole G. Mouritsen.

A nova tecnologia pode dar aos vegetais o sabor umami da carne

Uma possível explicação para o fato de termos dificuldade em esverdear nossa dieta é que temos uma preferência inata por doçuras e alimentos com sabor umami. Segundo o professor:

“A doçura sinaliza calorias e sobrevivência para o cérebro, e umami sinaliza que estamos consumindo algo bom para nossos músculos. No entanto, muitos frutos do mar, algas marinhas e vegetais têm potencial para ser saborosos e isso é algo que podemos usar a tecnologia para ajudar a desenvolver ”.

Por exemplo, ao fermentar ou adicionar enzimas aos vegetais, os sabores doce e umami podem ser trazidos à tona, diz Ole G. Mouritsen.

“Vários produtores de alimentos asiáticos têm algo chamado ‘shio-koji’, que também pode ser feito em casa. Koji é uma solução salgada de fungos microscópicos mortos com enzimas ativas. Ao adicioná-lo aos brócolis fatiados e colocá-los na geladeira por algumas horas, você vai conseguir saborear mais doçura e umami nos pedaços de vegetais ”, finaliza:

“É essencial que continuemos a comunicar essas novas oportunidades de alimentação sustentável. Ao fazer isso, iremos gradualmente efetuar mudanças em nossos hábitos e tradições alimentares. Esperamos que este estudo tenha um papel. ”

Parece que é hora de colocar as mãos em algum shio-koji. E algumas algas comestíveis?

Fonte: Good News Network

Continuar lendo CIÊNCIAS: PESQUISADORES INDICAM QUE MOLUSCOS E ALGAS PODEM SER A ALIMENTAÇÃO SUSTENTÁVEL DO FUTURO

TECNOLOGIA: UM VERDADEIRO SALTO QUÂNTICO NA AVIAÇÃO COMERCIAL COM EMISSÃO DE CARBONO

Um verdadeiro salto quântico na aviação comercial é o destaque da nossa coluna TECNOLOGIA desta segunda-feira. A empresa de aviação comercial ZeroAvia, com sede em Londres e na Califórnia, fez o seu voo inaugural com emissão zero de carbono, num avião para seis passageiros movido a hidrogênio. Então convido você a ler o artigo completo a seguir e ficar sabendo os detalhes dessa incrível descoberta!

O primeiro avião de passageiros movido a hidrogênio do mundo decola no voo inaugural com emissões zero

O avião de hidrogênio Piper adaptado da ZeroAvia decola

O mundo acabou de ficar um passo mais perto da aviação com emissão zero nesta semana, com a ZeroAvia completando o primeiro vôo de uma aeronave comercial com célula de combustível de hidrogênio.

Parcialmente financiado pelo governo do Reino Unido, o voo em Cranfield, na Inglaterra, usou 4 libras e 6 onças de combustível hidrogênio e atingiu uma altitude de 1000 pés.

Com seu avião de seis lugares Piper, a conquista da ZeroAvia é o primeiro passo para perceber as possibilidades de transformação de passar dos combustíveis fósseis para o hidrogênio com emissão zero como fonte de energia primária para a aviação comercial.

“Eventualmente, e sem qualquer nova ciência fundamental necessária, as aeronaves movidas a hidrogênio irão se equiparar às distâncias de vôo e à carga útil das atuais aeronaves movidas a combustíveis fósseis”, disse a empresa em um comunicado.

Este marco importante no caminho para o voo comercial com emissão zero é parte do projeto HyFlyer, um programa de pesquisa apoiado pelo governo do Reino Unido e segue o primeiro voo elétrico a bateria em escala comercial do Reino Unido, conduzido na mesma aeronave em junho.

ZeroAvia agora vai voltar sua atenção para o próximo e último estágio de seu programa de desenvolvimento de seis assentos – um vôo de 250 milhas com emissão zero antes do final do ano. A demonstração dessa faixa é aproximadamente equivalente a rotas principais movimentadas, como Los Angeles a São Francisco ou Londres a Edimburgo.

“É difícil colocar em palavras o que isso significa para nossa equipe, mas também para todos os interessados ​​em voos com emissão zero”, disse o CEO Val Miftakhov. “Embora algumas aeronaves experimentais tenham voado usando células de combustível de hidrogênio como fonte de energia, o tamanho desta aeronave disponível comercialmente mostra que os passageiros pagantes podem embarcar em um voo com emissão zero muito em breve.”

O Ministro de Negócios e Indústria, Nadhim Zahawi, disse: “O desenvolvimento de aeronaves que criem menos poluição ajudará o Reino Unido a fazer avanços significativos para atingir emissões líquidas de carbono zero até 2050. Isso mostra que as tecnologias para limpar as viagens aéreas estão agora ao nosso alcance – com enorme potencial para reconstruir melhor e impulsionar um crescimento econômico limpo. ”

Com sede em Londres e Califórnia, a empresa planeja controlar a produção e o fornecimento de hidrogênio combustível para seus conjuntos de força e outros clientes comerciais, reduzindo substancialmente a disponibilidade de combustível e os riscos de preços para todo o mercado, uma “abordagem inovadora” que remove muitas limitações do atual programas de emissão zero.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo TECNOLOGIA: UM VERDADEIRO SALTO QUÂNTICO NA AVIAÇÃO COMERCIAL COM EMISSÃO DE CARBONO

BOAS NOTÍCIAS: UM RARO ACORDO SOBRE O CLIMA UNE SENADORES DEMOCRATAS E REPUBLICANOS

Um raríssimo acordo bipartidário sobre o Clima, celebrado no senado dos EUA é o destaque da nossa coluna BOAS NOTÍCIAS desta segunda-feira. Os senadores elaboram um plano para eliminar os hidrofluorocarbonos (HFCs), uma classe de refrigerante químico considerado um potente gás de efeito estufa. Eles são usados ​​em aparelhos de ar condicionado domésticos e de escritórios em todo o país e produzem um efeito estufa muitas centenas de vezes mais forte do que o CO2. Então lhe convido a ler o artigo completo a seguir e ficar por dentro dessa maravilhosa notícia!

No Acordo Bipartidário Raro sobre o Clima, os senadores dos EUA elaboram um plano para eliminar o uso de um potente gás de efeito estufa

 

 

Um grupo de republicanos do Senado dos EUA redigiu uma emenda a um projeto de lei de energia e manufatura que lançaria uma transição para longe dos hidrofluorocarbonos (HFCs), uma classe de refrigerante químico considerado um potente gás de efeito estufa.

Apresentado pelo presidente do Comitê de Meio Ambiente e Obras Públicas do Senado climaR-WY, pelo democrata Tom Carper D-DE e pelo senador John Kennedy R-LA, a redação altera o Ato Americano de Inovação e Fabricação de 2019 para exigir a redução da produção e do consumo de HFCs em 30% a cada quatro anos até 2036.

Usados ​​em aparelhos de ar condicionado domésticos e de escritórios em todo o país, os HFCs produzem um efeito de gás de efeito estufa muitas centenas de vezes mais forte do que o CO2. Embora tenham sido originalmente criados para substituir outro refrigerante químico que foi descoberto para destruir a camada de ozônio, eles agora foram apontados como um poderoso impulsionador da crise climática.

“Esta alteração nos traz um passo mais perto de implementar uma redução gradual do HFC e colher os benefícios econômicos substanciais associados a esta transição para novas tecnologias de refrigerante”, disse o presidente e CEO do Instituto de Aquecimento e Refrigeração de Ar Condicionado Stephen Yurek em um comunicado.

De acordo com um artigo no Washington Post, o AHRI é apenas um de um punhado de think tanks, como a National Association of Manufacturers e corporações como a Honeywell, que acreditam que a transição dos HFCs não só ajudaria o meio ambiente, mas também permitiria uma nova dimensão de inovação de mercado e competição para estimular o crescimento em um setor que o Congresso descreve como contribuindo com quase US $ 200 bilhões anuais para a economia por meio do emprego de quase 800.000 pessoas.

Todos os 197 estados membros da ONU já ratificaram o Protocolo de Montreal de 1987 sobre substâncias que destroem a camada de ozônio, e 102 assinaram a Emenda Kigali de 2016 que adicionou HFCs à lista de substâncias controladas depois que foi descoberto que eles tinham um nível muito alto de potencial de aquecimento.

Há uma sensação de que se os EUA alinharem sua política com a Emenda Kigali, isso tornará a economia mais competitiva no exterior, uma vez que a remoção dos HFCs dos produtos de fabricação americana permitiria que mais produtos fossem exportados para países já alinhados com Kigali.

O Protocolo de Montreal é uma das verdadeiras histórias de sucesso das Nações Unidas, com o mundo eliminando 98% de todas as substâncias destruidoras da camada de ozônio – para reparar o buraco na camada de ozônio que restaurou o escudo solar ultravioleta da Terra, essencial para nossa saúde.

A restauração da camada de ozônio evitou cerca de 2 milhões de mortes por ano por câncer de pele como o melanoma, e 135 milhões de gigatoneladas de CO2 e equivalentes de entrar na atmosfera.

O projeto ainda está na comissão, mas com o apoio republicano, tem uma chance decente de ser aprovado no Senado controlado pelos republicanos quando for submetido a uma votação no final deste ano, com o autor do Partido Republicano, John Barrasso, esperando passá-lo rapidamente para a mesa do presidente antes Congresso é suspenso em janeiro.

“Esta emenda estimularia bilhões de dólares de crescimento econômico na indústria doméstica e criaria dezenas de milhares de novos empregos, ao mesmo tempo que ajudaria nosso planeta a evitar meio grau Celsius no aquecimento global”, disse o senador Tom Carper em um comunicado. “Em um momento em que todos nós poderíamos usar boas notícias, esta é uma ótima notícia para nossa economia e nosso planeta. Vamos fazer isso. ”

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: UM RARO ACORDO SOBRE O CLIMA UNE SENADORES DEMOCRATAS E REPUBLICANOS

BOAS NOTÍCIAS: O RESSURGIMENTO DO MAR DE ARAL DO NORTE GRAÇAS À COLABORAÇÃO GLOBAL

O Mar do Aral estabelecido nas fronteiras do Uzbequistão e do Cazaquistão, quase extinto, volta a vida graças a um esforço global que começou em 2005 com um projeto do Banco Mundial, que fez reparos em diques e pagou a construção de uma barragem de 13 quilômetros. A construção da Barragem Kokaral ao sul do Rio Syr Darya trouxe um incrível ressurgimento dos estoques de peixes locais. Leia o artigo completo a seguir e saiba como foi esse ressurgimento ecológico após um longo período de declínio.

Uma vez deixado para morrer, o Mar de Aral agora está transbordando de vida graças à colaboração global

Beijando as fronteiras do Uzbequistão e do Cazaquistão, o Mar de Aral do Norte está passando por um ressurgimento ecológico após um longo período de declínio.

Em 2005, um projeto de US $ 86 milhões do Banco Mundial fez reparos em diques e pagou a construção de uma barragem de 13 quilômetros.

Este projeto elevou os níveis de água do mar em 11 pés em apenas sete meses – indo muito além das esperanças dos cientistas de um aumento em três anos.

A construção da Barragem Kokaral ao sul do Rio Syr Darya provou ser o catalisador em um incrível ressurgimento dos estoques de peixes locais. Além desta grande notícia para as comunidades pesqueiras locais, a recuperação do mar também levou a uma redução nas taxas locais de doenças causadas pela água potável anteriormente contaminada.

Outrora o quarto maior lago de água doce da Terra, começando na década de 1960, o Mar de Aral encolheu dramaticamente depois que os rios que o alimentavam foram desviados por projetos de irrigação soviéticos – tanto que se dividiu nos mares de Aral do Norte e do Sul.

Quando isso aconteceu, o aumento da salinidade na água levou à morte de várias espécies de peixes, como a dourada e a perca, deixando o linguado resiliente como o único animal capaz de lidar com o alto teor de sal.

Buscando esperança

Entre 1957 e 1987, a colheita de peixes caiu de 48.000 por ano para zero. Agora, desde que a barragem Kokaral foi construída, os níveis de sal voltaram ao normal. Como resultado, os estoques de peixes voltaram à vida.

A National Geographic informa que, em 2018, os limites de captura foram fixados em generosas 8.200 toneladas: um aumento de 600% em relação a 2006.

Muitas das comunidades vizinhas dependem da pesca para sua subsistência, e para Askar Zhumashev, 42, um supervisor da planta de processamento de Kambala Balyk, ele viu a recuperação em primeira mão na cidade de Aralsk, onde ele e sua equipe processam cerca de 500 toneladas de peixes por ano.

“Quando nasci, o mar já tinha sumido”, disse Zhumashev à National Geographic . “Fui ao Mar de Aral pela primeira vez há apenas dois anos. Meus pais costumavam me dizer que os barcos entravam e saíam todos os dias do antigo porto. ”

O Banco Mundial prosseguiu com um esforço para restaurar os habitats do delta e dos pântanos na parte do Mar de Aral no Uzbequistão por meio do Projeto de Drenagem, Irrigação e Zonas Úmidas.

O projeto é baseado em um programa piloto bem-sucedido que viu a restauração do Lago Sudochi de 100.000 acres (40.000 hectares) em outras partes da região.

A pesca não se beneficia apenas com a melhoria do habitat dos pântanos e do delta. A pecuária e a agricultura também melhoraram. Desde o início do projeto, a salinidade do rio e do delta voltou ao normal, permitindo que os agricultores locais irrigassem suas plantações.

Isso é uma boa notícia para as comunidades locais. E o mundo. Como disse Kristopher White, professor da Universidade KIMEP , o sucesso do projeto do Mar de Aral só mostra: “Danos ecológicos antropogênicos podem ser revertidos pela intervenção humana”.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: O RESSURGIMENTO DO MAR DE ARAL DO NORTE GRAÇAS À COLABORAÇÃO GLOBAL

BOAS NOTÍCIAS: BABY BOOM DE ELEFANTES NO QUÊNIA É A BOA NOVA A SER CELEBRADA

Graças a uma combinação de  de interrupções nas viagens internacionais e períodos de boa estação de chuvas a população de elefantes do Quênia cresceu a olhos vistos e estabeleceu um novo record, incluindo gêmeos raros. Esse é o destaque deste domingo na nossa coluna BOAS NOTÍCIAS. Então leia o artigo completo a seguir e saiba dos detalhe!

Há um baby boom de elefante no Quênia: graças ao Rainfall, um número recorde nasceu incluindo gêmeos raros

A combinação de interrupções nas viagens internacionais e períodos de fortes chuvas fez com que as autoridades responsáveis ​​pela vida selvagem do Quênia relatassem um recente boom de elefantes.

No Parque Nacional Amboseli, no Quênia, 140 elefantes nasceram em uma única estação de parto – um recorde neste parque conhecido por suas vistas deslumbrantes do Kilimanjaro e da savana.

“Foi um ano difícil para todos nós, mas ainda há muito o que comemorar”, disse Winnie Kiiru, falando pela Iniciativa de Proteção aos Elefantes em um comunicado. “Aqui em Amboseli, os elefantes estão prosperando. 140 lindos bezerros nasceram em 2020 e mais são esperados. ”

Na verdade, é uma espécie de culminação para os paquidermes do país. O Serviço de Vida Selvagem do Quênia informou na quarta-feira que, de 1989 até hoje, a população de elefantes do país mais do que dobrou. Isso ocorre em parte porque as autoridades nos últimos anos “conseguiram domar a caça furtiva neste país”, relata o ministro do Turismo e Vida Selvagem, Najib Balala.

Os anúncios correspondiam ao Dia Mundial do Elefante em 12 de agosto – e incluíam a notícia muito especial de que dois dos recém-nascidos eram gêmeos, uma raridade entre as espécies.

Cynthia Moss, diretora do Amboseli Trust for Elephants, disse ao AA News esta semana : “Parece que os elefantes bebês estão caindo do céu. A capacidade de uma fêmea de conceber e carregar um filhote até o final depende muito de sua própria condição física. ”

Em anos de seca, as elefantes frequentemente não conseguem encontrar comida suficiente para abastecer seus filhotes com leite – mesmo em um parque do tamanho de Yellowstone (3.100 milhas quadradas / 8.000 km quadrados) – mas as chuvas este ano trouxeram muito vegetação, não houve problema em sustentar os recém-nascidos – até mesmo os gêmeos – enquanto eles começavam sua jornada pela vida.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: BABY BOOM DE ELEFANTES NO QUÊNIA É A BOA NOVA A SER CELEBRADA

BOAS NOTÍCIAS: CASAL DE PANDA REPRODUZEM EM CATIVEIRO NA COREIA DO SUL

Graças a tranquilidade nos parques e zoológicos fechados por causa da pandemia um casal de pandas gigantes, uma das espécies a beira da extinção, conseguiram acasala e finalmente dar à luz um filhote no Everland Park, na Coreia do Sul. Esse é o destaque deste sábado aqui na coluna BOAS NOTÍCIAS. Leia o artigo a seguir e assista ao vídeo da mamãe panda mimando o seu bebê!

Pandas encontraram um momento sozinho durante os desligamentos do COVID-19 para ter um bebê – assista ao vídeo

Um dos animais mais ameaçados e icônicos do mundo acabou de dar à luz um novo membro de sua espécie – e tudo isso graças ao COVID-19.

Everland Park 

No final de março, quando muitos zoológicos do mundo inteiro fecharam para evitar uma pandemia, dois pandas gigantes em um zoológico da Coréia do Sul repentinamente passaram algum tempo sozinhos, sem olhar, e a fêmea de 7 anos chamada Ai Bao logo estava grávida.

Na segunda-feira, o panda de 8 anos, Le Bao, tornou-se pai de um filhote saudável em Everland Park.

O filhote pesava 7 onças, e o zoológico relatou que mãe e bebê parecem saudáveis ​​e confortáveis. Levará entre 5 e 6 meses para o filhote de panda aprender a escalar e comer bambu. Depois disso, estará disponível para visualização pelo público.

Enquanto isso, em um zoológico de Hong Kong, outro casal de pandas aproveitou o bloqueio para se acasalar – após distanciamento social um do outro por uma década – mas Ling-Ling não mostrou sinais de gravidez, disse uma porta-voz.

Apenas 500-1000 pandas gigantes permanecem na selva do centro-sul da China. O animal exibe comportamentos de acasalamento extraordinariamente complicados, o que exigiu um trabalho incansável em favor dos conservacionistas que tentam fazer sua parte para salvar as espécies.

Na natureza, os pandas vivem vidas solitárias e, como os humanos, podem ser muito exigentes quando se trata de acasalamento. Além disso, as fêmeas geralmente dão à luz apenas um filhote de cada vez, e há apenas um período durante o ano – durando apenas alguns dias, quando as fêmeas podem engravidar.

Semelhante a outros grandes mamíferos inteligentes, os jovens pandas precisam de um longo tempo antes de serem capazes de cuidar de si mesmos, um período durante o qual a fêmea não acasala.

Com os números cada vez menores de pandas, foi na década de 1950 que a China começou a emprestar pares de pandas a zoológicos estrangeiros como sinal de boa vontade, no que ficou conhecido como “Diplomacia dos Panda” – e a Coréia do Sul é o último zoológico a ter produzido um filhote.

Ai Bao e Le Bao chegaram ao país em 2016, e seu filhote é agora o primeiro panda nascido naquele país, embora retorne à China dentro de três a quatro anos.

ASSISTA ao vídeo abaixo…

Fonte: Good News Network

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: CASAL DE PANDA REPRODUZEM EM CATIVEIRO NA COREIA DO SUL

GOVERNO FEDERAL EDITOU DECRETO PROIBINDO QUEIMADAS NO BRASIL POR 120 DIAS

Decreto de Bolsonaro proíbe queimadas no Brasil por 120 dias

Diego Freire, da CNN, em São Paulo

 Atualizado 16 de julho de 2020 às 02:37

Amazônia, incêndioIncêndio na floresta amazônica,

Conforme antecipado na última semana, o governo federal editou um decreto que proíbe queimadas em todo o país por 120 dias. A medida, que passa a vigorar imediatamente, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (16).

Assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, o ato suspende a permissão do “emprego do fogo” em todo o território nacional durante o período, com exceção de quatro hipóteses:

1) práticas de prevenção e combate a incêndios realizadas ou supervisionadas por instituições públicas responsáveis;
2) práticas agrícolas de subsistência executadas por populações tradicionais e indígenas;
3) atividades de pesquisa científica realizadas por Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação (ICT). desde que autorizadas pelo órgão ambiental competente;
e 4) controle fitossanitário, desde que autorizado pelo órgão ambiental competente.

Além dessas exceções, o governo também permite “queimas controladas” em áreas não localizadas na Amazônia Legal e no Pantanal, desde que a ação seja “imprescindível para a realização de práticas agrícolas e haja uma autorização prévia de órgão ambiental estadual.

Medida em 2019

Em agosto do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro tomou decisão semelhante após aumento recorde nas queimadas da região amazônica provocar boicote a produtos brasileiros no exterior. Na época, a proibição durava inicialmente 60 dias e não se aplicava em casos de controle fitossanitário, de prevenção e combate a incêndios e de agricultura de subsistência das populações tradicionais e indígenas.

Em 2019, o governo também abria exceção para o emprego de fogo para práticas agrícolas fora da Amazônia Legal – presente nos Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins, Maranhão e Mato Grosso – desde que previamente autorizadas pelo órgão ambiental estadual competente.

Segundo a Secretaria-Geral da Presidência, a ação teve como resultado a redução em 16% no número de focos de incêndio entre agosto e setembro.

Pressão internacional

A publicação do decreto acontece em momento de fortes questionamentos sobre a preservação das florestas brasileiras, em especial a Amazônia. Após críticas públicas de investidores internacionais e indicações de boicote a produtos brasileiros, o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) concentrou esforços em mostrar ações do governo federal contra o desmatamento.

Em uma agenda que incluiu reuniões com investidores e uma audiência no Senado, o vice-presidente da República, que também é presidente do Conselho da Amazônia, reconheceu que o desmatamento ilegal cresceu na Amazônia, mas citou ações do governo para controlar queimadas.

Na última semana, o governo federal prorrogou estendeu para até 6 de novembro de 2020 o período de atuação das Forças Armadas na Garantia de Lei e Ordem (GLO) no combate ao desmatamento ilegal e a focos de incêndio na Amazônia Legal. A ação das Forças para conter delitos ambientais teve início em 11 de maio. Originalmente seria cumprida até 10 de junho e, posteriormente, foi prorrogada até 10 de julho antes de se estender até novembro.

Segundo a Secretaria-Geral da Presidência, os dados recentes da Plataforma de Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontam grande quantidade de focos de queimadas  no primeiro semestre deste ano, não apenas na Amazônia, mas também em outros biomas, como o Pantanal.

O governo avalia ainda que, historicamente, a maior incidência de focos de queima nessas regiões ocorre entre os meses de agosto e outubro, o que justifica a proibiçã. Além disso, a previsão climática do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos para os meses de julho, agosto e setembro indica período de forte estiagem, motivo pelo qual tornou-se urgente a adoção da suspensão das queimadas para conter e reduzir a ocorrência de incêndios nas florestas brasileiras.

Demissão no Inpe

Em audiência no Senado na terça-feira (14), Hamilton Mourão negou que a recente exoneração de uma servidora do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) seja uma tentativa de ocultar dados do órgão, que apontam alta no desmatamento da Amazônia.

Coordenadora-geral do Observatório da Terra do Inpe, Lubia Vinhas foi exonerada na segunda-feira (13), por ordem do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes. Questionado sobre o tema, Mourão, que também presidente o Conselho da Amazônia, disse que se trata de um “rearranjo” dentro instituto.

“A Lubia vai ocupar uma outra função de até mais responsabilidade que ela tinha. Eu quero deixar claro que a verdade faz parte do meu modo de vida, se os dados forem ruim nós vamos mostrar, porque a mentira quebra a confiança”, completou.

O Ministério da Ciência e Tecnologia também havia classificado a mudança como rearranjo.

“A Dra. Lubia Vinhas tem participado desse processo e está de acordo com as mudanças, que eram previstas e não tem qualquer relação com a produção e a divulgação dos dados de desmatamento, que continuarão a seguir os mesmos procedimentos com qualidade e transparência”, disse a pasta.

Fonte: CNN

Continuar lendo GOVERNO FEDERAL EDITOU DECRETO PROIBINDO QUEIMADAS NO BRASIL POR 120 DIAS

EM DECRETO PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL, AÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS NA AMAZÔNIA FOI PRORROGADA ATÉ 06 DE NOVEMBRO

Bolsonaro prorroga ação das Forças Armadas na Amazônia até novembro

Diego Freire, da CNN, em São Paulo

 Atualizado 10 de julho de 2020 às 04:25

O presidente Jair Bolsonaro usa máscara durante cerimônia em BrasíliaO presidente Jair Bolsonaro 

Em decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (10), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estendeu para até 6 de novembro de 2020 o período de atuação das Forças Armadas na Garantia de Lei e Ordem (GLO) no combate ao desmatamento ilegal e a focos de incêndio na Amazônia Legal, que engloba os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do Maranhão.

A ação das Forças Armadas para conter delitos ambientais teve início em 11 de maio. Originalmente seria cumprida até 10 de junho e, posteriormente, foi prorrogada até 10 de julho. Agora, a operação segue até 6 de novembro.

O decreto prevê o combate a focos de incêndio na região e a realização de ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais, direcionada ao desmatamento ilegal.

Além de Bolsonaro, assinaram o ato o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles, o ministro da Justiça André Mendonça, o ministro da Defesa Fernando Azevedo e Silva, e o chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) Augusto Heleno.

Decreto proibindo queimadas

Nesta quinta-feira (9), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que um decreto proibindo queimadas em todo o país, por 120 dias, estará pronto para ser assinado pelo presidente Jair Bolsonaro na próxima semana.

“Faz parte da cultura em alguns lugares, mas não podemos tolerar que o fogo avance fora do controle”, completou o vice-presidente, Hamilton Mourão, em entrevista coletiva após reunião de representantes do governo com investidores internacionais para tratar do tema meio ambiente.

Salles disse que a suspensão do uso de fogo por este período não terá exceções para a Amazônia e o Pantanal e terá algumas para outros biomas, que serão previstas em lei. Ele lembrou que, no ano passado, as queimadas foram proibidas por 60 dias pelo governo.

Segundo Mourão, os incêndios foram discutidos com os investidores. Os brasileiros explicaram que há focos de incêndio em Roraima neste período, mas em áreas de lavrado, não floresta. “A partir de julho, começa a temporada de incêndio onde mais no preocupa, do Mato Grosso do Sul ao Pará”, completou.

Nesta manhã, o governo realizou uma reunião com investidores estrangeiros para tentar convencê-los de que tem atuado para reduzir o desmatamento na região da Amazônia Legal.

Participaram o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, o chanceler Ernesto Araújo, o ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, e o presidente da Apex, Sergio Ricardo Segovia.

Dentre os investidores, estavam representantes da Legal and General Investment Management (Reino Unido); Nordea Asset Management (Suécia); SEB Investment Management (Suécia); Storebrand Asset Management (Noruega); KLP (Noruega); Robeco (Países Baixos); AP2 Second Swedish National Pension Fund (Suécia); e Sumitomo Mitsui Trust Asset Management (Japão).

Fonte: CNN

Continuar lendo EM DECRETO PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL, AÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS NA AMAZÔNIA FOI PRORROGADA ATÉ 06 DE NOVEMBRO

JACARÉ DE PAPO AMARELO É RESGATADO NA PRAIA DA REDINHA NOVA POR BOMBEIROS

Corpo de Bombeiros do RN resgata jacaré na Praia da Redinha; VEJA VÍDEO

De janeiro a maio de 2020, o Corpo de Bombeiros do RN resgatou 278 animais

Por Redação – Publicado em 11/06/2020 às 18:25

Jacaré caminhava sozinho na praia

Em meio ao distanciamento social e a proibição do acesso às praias durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), uma cena inusitada chamou bastante atenção. Na tarde desta quinta-feira (11), um jacaré-de-papo-amarelo adulto foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN). O fato ocorreu na Praia da Redinha Nova, em Extremoz, Região Metropolitana de Natal.O jacaré caminhava sozinho na praia quando os guarda-vidas que atuavam na ‘Operação Pacto Pela Vida’ se depararam com o animal. O réptil de quase 1,5 metro de comprimento foi capturado e poucos minutos depois uma guarnição de resgate chegou no local. O jacaré foi levado por uma viatura e depois solto na lagoa de Extremoz.

De janeiro a maio de 2020, o Corpo de Bombeiros do RN resgatou 278 animais. A corporação deixa como orientação para toda população que ao se deparar com animais silvestres em suas residências ou vias públicas, ligue imediatamente para o 193.

Continuar lendo JACARÉ DE PAPO AMARELO É RESGATADO NA PRAIA DA REDINHA NOVA POR BOMBEIROS

PESQUISADORES ENCONTRAM VESPA ASSASSINA NO NOROESTE DOS EUA E CONCLUEM QUE SOBREVIVERAM AO INVERNO

Vespas assassinas” sobreviveram ao inverno nos EUA

Pietra Carvalho Da CNN, em São Paulo

01 de junho de 2020 às 18:14

Uma terceira “vespa assassina” foi encontrada no noroeste dos Estados Unidos na última sexta-feira (29). O inseto, também conhecido como vespa asiática, pode atingir até 5 cm e possui um veneno poderoso, letal principalmente para abelhas.

Graças à mandíbula afiada e ao seu tamanho, a vespa é capaz de destruir uma colmeia rapidamente, preocupando os entomologistas, profissionais especializados na relação entre os insetos e o meio ambiente, em Washington, estado em que a espécie foi identificada de maneira inédita no país.

As primeiras vespas apareceram nos Estados Unidos no final do ano passado, mas não foram encontradas provas da presença de um ninho na região e alguns pesquisadores esperavam que o animal não fosse sobreviver ao rigoroso inverno norte-americano.

As análises preliminares do inseto, encontrado já sem vida, levou em conta suas características morfológicas para indicar que ela era a rainha do ninho. Apesar de ser uma ameaça principalmente para as abelhas, cerca de 50 pessoas morrem por ano vítimas da vespa no Japão, seu principal reduto.

“Resultados preliminares indicam que esta é uma rainha, mas isso não é oficial e depende de mais pesquisa no laboratório em Washington (capital dos EUA). Isso significa que é bem provável que um ninho tenha conseguido produzir rainhas reprodutoras e passar pelo inverno”, disse Sven-Erik Spichiger, entomologista do Departamento de Agricultura de Washington.

“Na verdade, eu discuto como devemos chamar isso (a descoberta do corpo da vespa-rainha), uma detecção ou erradicação de ninho. Quando você remove uma rainha, está basicamente matando o ninho, especialmente neste período do ano. Logo, podemos considerar isso meio que uma vitória”, completou o profissional. (Com informações da Reuters)

Fonte: CNN

Continuar lendo PESQUISADORES ENCONTRAM VESPA ASSASSINA NO NOROESTE DOS EUA E CONCLUEM QUE SOBREVIVERAM AO INVERNO

BOAS NOTÍCIAS: VEJA AS 10 MELHORES NOTÍCIAS DA SEMANA

Terça-feira é dia de BOAS NOTÍCIAS em décima dose pra você com o Jornal SóNoticiaBoa em sua 4ª edição que reproduzimos aqui, com as melhores notícias da semana que passou. Porque notícia boa é necessário para colorir a nossa vida. Então veja quais são as dez melhores notícias da semana e assista ao vídeo.

No ar Jornal SóNoticiaBoa #4, com melhores da semana: vídeo

Telejornal de Notícia Boa #4 – Foto: SNB/Youtube

Está no ar a edição #4, da terceira temporada do seu telejornal de notícia boa, com as melhores notícias boas da semana.

Entre os destaques estão:

  • As novidades da ciência em busca da cura do novo coronavírus,
  • A solidariedade e criatividade do brasileiro para contribuir com a população,
  • Uma mulher que conseguiu fazer carinho em um filhote de baleia em alto mar,
  • E uma idosa que, apesar de ter Alzheimer há 10 anos, conseguiu lembrar a letra de uma música antiga, cantou para filha dela e emocionou as redes sociais.
  • Tem ainda a mulher fez carinho em um filhote de baleia em alto mar
  • E o golfinho solitário em tempos de covid, que arrumou pescador que faz companhia a ele todo dia.

Assista ao programa e ajude a gente a espalhar coisas boas por aí porque… tá precisando.

A produção é da equipe de jornalismo do portal SoNoticiaBoa.com.br

A apresentação do Jornal SóNotíciaBoa é de Lorena Fassina e Rinaldo de Oliveira.

Assista:

Por Andréa Fassina, da redação do SóNotíciaBoa

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: VEJA AS 10 MELHORES NOTÍCIAS DA SEMANA

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA NO G1

Por G1

 


Lockdown em Fortaleza, regras mais rígidas no rodízio em São Paulo e as novas determinações de João Doria para os paulistas. O Assunto debate o teatro de Bolsonaro no STF. Maia na GloboNews. Como traçar planos para os idosos que trabalham? Lojas de carros ameaçadas pela crise. A MP que confronta ambientalistas e ruralistas. As lives de hoje e uma boa ajuda online.

Lockdown em Fortaleza

Fortaleza entra no regime de isolamento social rígido a partir de sexta (8)

Fortaleza entra no regime de isolamento social rígido a partir de sexta (8)

Com as redes pública e particular no limite, Fortaleza entra no regime de isolamento social rígido hojeSó pode circular quem estiver a caminho do trabalho ou trabalhar em um serviço essencial. Quem for parado pela fiscalização vai ter que explicar por que está na rua e se estiver desrespeitando a quarentena vai ser orientado a voltar para casa. Se desobedecer, pode ser responsabilizado criminalmente. O Ceará tem mais de 13.800 casos de Covid-19 e 903 mortes.

Quarentena em SP

Covas no cemitério Vila Nova Caichoeirinha, em São Paulo. Novas valas estão sendo abertas devido ao aumento de mortes por coronavírus. — Foto: Rogério Galasse / Estadão Conteúdo

Covas no cemitério Vila Nova Caichoeirinha, em São Paulo. Novas valas estão sendo abertas devido ao aumento de mortes por coronavírus. — Foto: Rogério Galasse / Estadão Conteúdo

O governador João Doria (PSDB) divulga hoje quais cidades poderão flexibilizar a quarentena no estado. Mas o governo paulista está preocupado, pois classifica o risco de contágio pelo coronavírus como grave e preocupante nas regiões da Grande São Paulo, Campinas e Baixada Santista.

A região metropolitana de São Paulo tem 39 cidades, a Baixada Santista, 9, e a região de Campinas, 24. entenda a preocupação das autoridades.

Já a capital vai endurecer as regras do rodízio na segunda-feira (11) e tirar das ruas metade dos carros até nos fins de semana. A prefeitura quer ampliar o isolamento social e evitar uma sobrecarga ainda maior no sistema de saúde.

Cidade de São Paulo amplia isolamento social e vai tirar metade dos carros de circulação

Cidade de São Paulo amplia isolamento social e vai tirar metade dos carros de circulação

O Assunto: o teatro de Bolsonaro no STF

O presidente atravessou a pé a Praça dos Três Poderes e bateu na porta – de maneira inesperada – do presidente do Supremo, Dias Toffoli. Para entender o que queria o presidente, Renata Lo Prete conversa com Merval Pereira e Valdo Cruz, dois jornalistas com experiências de décadas em Brasília. Valdo relata a reação de empresários que estavam com Bolsonaro, e qual o papel do ministro Paulo Guedes na cena de ontem. Merval explica o simbolismo desta visita surpresa e qual foi a reação do presidente do STF. Ouça:

Rodrigo Maia: ‘ato quase criminoso’

Maia: ‘Queremos sempre manter o diálogo que possa somar esforços’

Maia: ‘Queremos sempre manter o diálogo que possa somar esforços’

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse ontem à GloboNews, que entende a preocupação com a retomada das atividades econômicas, mas que a pressão com esse objetivo neste momento é um ato “quase criminoso”. Clique aqui e leia a entrevista.

Idosos, um ponto delicado

Setores com mais idosos — Foto: Economia / G1

Setores com mais idosos — Foto: Economia / G1

No momento em que a quarentena começar a ser flexibilizada, o Brasil terá um ponto delicado a endereçar: o país tem 7,7 milhões de trabalhadores ocupados com mais de 60 anos, ou seja, que estão no grupo de risco para o novo coronavírus.

O cenário é bastante difícil para essa faixa da população porque 4,7 milhões de idosos atuam no setor de serviços, portanto, em atividades como o comércio, de difícil distanciamento social. Os números foram compilados pela consultoria IDados com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) trimestral do IBGE.

“O setor de serviços tem naturalmente uma demanda maior por idosos, e, por outro lado, esse grupo de trabalhadores se adequa muito bem a essas atividades”, afirma o pesquisador do IDados, Bruno Ottoni.

Concessionárias de carros ameaçadas

Imagem de arquivo de uma concessionária em SP — Foto: Fábio Tito / G1

Imagem de arquivo de uma concessionária em SP — Foto: Fábio Tito / G1

Com o tombo histórico nos emplacamentos durante a pandemia, o futuro das concessionárias de veículos no Brasil é incerto. Das 7.300 lojas existente no país, cerca de 2,2 mil – 30% – podem fechar definitivamente em até 15 dias, de acordo com a associação das concessionárias, a Fenabrave. O setor emprega 315 mil pessoas.

Ambientalistas x Ruralistas

Bolsonaro assina MP para simplificar e modernizar a regularização da propriedade de terrasBolsonaro assina MP para simplificar e modernizar a regularização da propriedade de terras

Divergências entre deputados ambientalistas e ruralistas podem barrar a votação na Câmara da medida provisória 910/2019 sobre regularização fundiária, que amplia a área legalizada por autodeclaração em ocupações de terras da União.

A avaliação é de líderes ouvidos pelo G1. Se o texto não for votado até 19 de maio, perderá a validade. A MP foi enviada em dezembro de 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro – uma medida provisória entra em vigência desde a publicação no “Diário Oficial da União”, mas perde a validade se não for votada em 120 dias pelo Congresso.

Redução salarial na Alesp

Tribunal de Justiça de São Paulo derrubou liminarmente parte da resolução aprovada pelos deputados da Assembleia Legislativa de São Paulo que garantia o corte de 10 a 20% dos salários dos funcionários comissionados da casa.

Falta consciência

Enfermeira Mara Santos — Foto: Arquivo Pessoal

Enfermeira Mara Santos — Foto: Arquivo Pessoal

Faz pouco mais de um mês que a enfermeira Mara Santos passou a atender apenas pacientes com coronavírus na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular em São Paulo. Há vinte dias ela conversou com o G1 e contou como estava sendo a adaptação à nova rotina. Algumas semanas depois, Mara afirma que os casos estão ainda mais graves que no passado, mas que a população ainda não tomou consciência da dimensão da pandemia.

‘Só queria que acreditassem mais, porque ainda acham que é exagero’, diz enfermeira sobre mortes por coronavírus em UTI. ‘Estou dez vezes mais cansada física e psicologicamente. A gente anda saindo dos plantões com uma sensação assim de não dei conta’, acrescenta.

Ajuda online

Universidade oferece sessões de terapia online e gratuitas feitas por estudantes e professores — Foto: Arquivo Pessoal

Universidade oferece sessões de terapia online e gratuitas feitas por estudantes e professores — Foto: Arquivo Pessoal

Cenário cheio de incertezas, dificuldades e medo. Esta é a realidade que muitas pessoas estão enfrentando diante da pandemia do coronavírus. Por isso, alunos e professores do curso de Terapia Ocupacional de uma universidade em Sorocaba (SP) resolveram ajudar com sessões de terapia online e gratuitas, abertas para todos os públicos.

Lives de hoje

Luisa Sonza, Latino, Naiara Azevedo e Banda Eva fazem transmissões nesta sexta-feira (8) — Foto: Divulgação

Luisa Sonza, Latino, Naiara Azevedo e Banda Eva fazem transmissões nesta sexta-feira (8) — Foto: Divulgação

Luísa Sonza, Latino, Naiara Azevedo, Banda Eva, Emicida e Toquinho fazem transmissões nesta sexta-feira. Veja horários.

Inflação

Sai hoje o Índice de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) de abril. O indicador, considerado uma prévia da inflação oficial, ficou em 0,02% em março, a menor taxa para o mês desde o início do Plano Real, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Curtas e Rápidas:

Previsão do tempo

Veja como fica o tempo nesta sexta (8) em todo o Brasil

Veja como fica o tempo nesta sexta (8) em todo o Brasil

Fonte: G1

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA NO G1

BOAS NOTÍCIAS: MAIOR BURACO DA CAMADA DE OZÔNIO, DO TAMAMNHO DA GROENLÂNDIA ACABA DE FECHAR

A regeneração da natureza é o destaque desta terça-feira na nossa coluna BOAS NOTÍCIAS. A Organização Meteorológica Mundial – OMM acaba de anunciar que o maior buraco da camada de ozônio, localizado no Polo Norte, se fechou completamente. O buraco era do tamanho da Groenlândia  e pegava toda a superfície da calota polar. Leia a reportagem completa a seguir e veja todos os detalhes deste fenômeno!

Maior buraco da camada de ozônio se fechou no Polo Norte

Fotos: reprodução Twitter / NMr6feetFotos: reprodução Twitter / NMr6feet

O maior buraco na camada de ozônio sobre o Ártico, no Polo Norte, se fechou completamente, informou a OMM, Organização Meteorológica Mundial.

O buraco sumiu em abril, depois do tamanho recorde registrado em março, com um milhão de quilômetros quadrados. O anúncio foi feito na semana passada pelo Copernicus, programa de observação da Terra da União Europeia.

O motivo não tem ligação com o isolamento social provocado pelo coronavírus. A mudança foi provocada pelo aumento das temperaturas na atmosfera, conforme explicou Clare Nullis, porta-voz da OMM.

“O fechamento foi causado por um vórtice polar forte e duradouro…e foi fechado por causa dos ciclos anuais locais, e não pela cura a longo prazo. Mas há esperança: a camada de ozônio também está se recuperando, mas lentamente” escreveu a OMM no Twitter. (veja abaixo)

O buraco era tamanho da Groenlândia e pegava toda a superfície da calota polar.

Importância

A camada de ozônio é importante porque dá à Terra proteção contra os raios nocivos do sol, a chamada radiação ultravioleta.

O buraco nesse escudo pode aumentar o aquecimento global, a taxa de derretimento do gelo dos polos, mexer com o sistema imunológico de organismos vivos e aumentar o risco de câncer de pele e catarata em seres humanos.

A maior parte do ozônio da Terra fica na estratosfera, entre 10 e 40 km acima da Terra.

Copernicus ECMWF@CopernicusECMWF

The unprecedented 2020 northern hemisphere has come to an end. The split, allowing -rich air into the Arctic, closely matching last week’s forecast from the Monitoring Service.

More on the NH Ozone hole➡️https://bit.ly/39JQRU8 

Vídeo incorporado

Com informações da Exame

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: MAIOR BURACO DA CAMADA DE OZÔNIO, DO TAMAMNHO DA GROENLÂNDIA ACABA DE FECHAR

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA NO G1

Por G1

 


A semana começa com tensão entre Jair Bolsonaro, o Congresso e o STF depois que, mais uma vez, o presidente participou de atos antidemocráticos. O presidente deve anunciar hoje o novo diretor-geral da Polícia Federal, depois de ter a nomeação de Alexandre Ramagem, amigo da família, impedida pelo Supremo. O país acaba de ultrapassar a marca de 100 mil infectados pela Covid-19 e 7 mil mortos. Esses números pressionam, cada vez mais, o sistema de saúde das capitais. Por causa do avanço da doença, alguns estados prometem anunciar prorrogação da quarentena e ampliar das restrições. Após mais uma semana de filas nas agências da Caixa por causa do auxílio emergencial, as agências terão agora horário de atendimento estendido. O podcast O Assunto conversou com Bernardinho e o filho Bruno, estrelas do vôlei, sobre as transformações provocadas pelo coronavírus no esporte e na vida.

Contramão da democracia

O presidente jair Bolsonaro durante manifestação ao seu favor no Palácio da Alvorada, na cidade de Brasília, DF, neste domingo. — Foto: Wagner Pires/Futura Press/Estadão Conteúdo

O presidente jair Bolsonaro durante manifestação ao seu favor no Palácio da Alvorada, na cidade de Brasília, DF, neste domingo. — Foto: Wagner Pires/Futura Press/Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro voltou a participar de uma manifestação antidemocrática e inconstitucional, em Brasília, na manhã de domingo (3). O ato tinha faixas que pediam o fechamento do STF e intervenção militar.

Em discurso aos manifestantes, o presidente – num tom de desafio aos demais poderes – pediu a Deus para não ter problemas esta semana porque, segundo afirmou, ‘chegou ao limite’. Ele não esclareceu o que isso significa. Manifestantes ainda hostilizaram a imprensa e agrediram com chutes e pontapés a equipe de jornalistas do jornal ‘O Estado de S.Paulo

Sem citar diretamente a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, que suspendeu a nomeação de Alexandre Ramagem para a diretoria geral da Polícia Federal, o presidente Jair Bolsonaro disse que não vai mais admitir interferências, mas não explicou como.

Bolsonaro volta a apoiar ato antidemocrático contra o STF e o Congresso, em Brasília
Bolsonaro volta a apoiar ato antidemocrático contra o STF e o Congresso, em Brasília

Comando da Polícia Federal

O delegado Alexandre Ramagem, impedido de assumir o comando da PF por decisão do ministro Alexandre de Moraes — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O delegado Alexandre Ramagem, impedido de assumir o comando da PF por decisão do ministro Alexandre de Moraes — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O Presidente Jair Bolsonaro informou que anunciará nesta segunda-feira (4) o novo diretor-geral da Polícia Federal. O escolhido pelo presidente, Alexandre Ramagem, diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), teve a nomeação suspensa pelo ministro do Supremo, Alexandre de Moraes, antes da posse. Bolsonaro tem que apresentar outro nome.

Ramagem é amigo dos filhos do presidente. Além disso, segundo o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, Bolsonaro vinha manifestando interesse em trocar o comando da Polícia Federal para ter acesso às investigações, o que é considerada interferência política.

Por ter identificado indícios de que o presidente usaria o cargo para coletar informações de processos, Moraes decidiu tornar a nomeação inválida, porque a ação do presidente teria desrespeitado os fins que a lei e a Constituição preveem para atos públicos. No entender do ministro, houve o chamado desvio de finalidade.

Bolsonaro contesta o impedimento, manifestou insatisfação quanto à decisão, e fez ataques ao ministro Alexandre de Moraes na última semana.

Já a acusação de Moro é alvo de um inquérito da Polícia Federal, que contou com depoimento de Moro no fim de semana, em Curitiba. O ex-ministro apresentou, na ocasião, supostas provas da denúncia, entre as quais estão trocas de mensagens com Bolsonaro.

100 mil casos de Covid-19

Morte por coronavírus no Brasil até 3 de maio — Foto: Arte/G1

Morte por coronavírus no Brasil até 3 de maio — Foto: Arte/G1

A última atualização do Ministério da Saúde sobre os casos de coronavírus no Brasil mostrou que, desde o começo da pandemia, mais de 100 mil brasileiros foram infectados.

O balanço mais recente, de domingo (3), apontou 275 mortes em 24 horas. Os mortos passam de 7 mil, sendo a maioria no estado de São Paulo. A taxa de letalidade da doença é de 6,9 %.

O avanço da doença pressiona o sistema de saúde principalmente das capitais. O esgotamento de leitos de UTI para pacientes com coronavírus é uma ameaça no Rio de Janeiro e em estados do Norte do Nordeste do país. Manaus, além do colapso no SUS, parentes de vítimas fatais enfrentam o caos funerário.

Vista aérea do sepultamento em massa de vítimas de Covid-19 no cemitério do Parque Tarumã, em Manaus. — Foto: Michael Dantas/AFP

Vista aérea do sepultamento em massa de vítimas de Covid-19 no cemitério do Parque Tarumã, em Manaus. — Foto: Michael Dantas/AFP

Quarentena e restrições

CET faz bloqueio na Radial Leste, logo após a Avenida Aricanduva, para distribuição de panfletos com orientações sobe o coronavírus — Foto: Reprodução/TV Globo

CET faz bloqueio na Radial Leste, logo após a Avenida Aricanduva, para distribuição de panfletos com orientações sobe o coronavírus — Foto: Reprodução/TV Globo

Para tentar frear o ritmo de contágio da Covid-19 estados adotam estratégias que incluem desde a prorrogação dos decretos de isolamento social até bloqueios em ruas para forçar moradores a ficarem em casa.

O atual decreto da quarentena no Ceará, por exemplo, tem validade até terça-feira (5), mas o governador Camilo Santana disse que vai prorrogá-lo. O decreto em Alagoas vence no mesmo dia e o governo também informou que será estendido até 15 de maio.

No Maranhão será adotado o mecanismo chamado ‘lockdown’ em cidades da região metropolitana de São Luís. A medida prevê, que é o bloqueio total das atividades a partir de terça. O governo do Pará avalia adotar a mesma medida.

Em São Paulo, já nesta segunda-feira, a prefeitura vai fazer bloqueios em ruas da capital para forçar os moradores a ficarem em casa. No fim de semana, a taxa de isolamento ficou pouco acima dos 50% – bem abaixo do recomendável, de 70%.

O Assunto

O podcast traz o depoimento de Bernardinho e Bruno, pai e filho campeões do vôlei, sobre a separação das famílias e as transformações, não só no trabalho, mas também na vida durante o isolamento social. Eles contam o que fazem para tentar manter a rotina e uma relação saudável durante a quarentena.

Auxílio de R$ 600

Filas nas agências da Caixa provocam aglomerações e confusão; trabalhadores dormem nas filas — Foto: Bruno Veiga Arquivo Pessoal

Filas nas agências da Caixa provocam aglomerações e confusão; trabalhadores dormem nas filas — Foto: Bruno Veiga Arquivo Pessoal

Depois de uma semana de muitos relatos de trabalhadores sobre dificuldades para saque do dinheiro do auxílio emergencial oferecido pelo governo durante a crise, a Caixa Econômica Federal vai ampliar a partir de agora o horário de atendimento em toda a sua rede de agências.

Com a medida, as unidades passarão a funcionar das 8h às 14h, duas horas mais cedo. Desde 22 de abril, 1.102 agências já vinham funcionando neste horário.

Leia também…

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA NO G1

CIÊNCIAS: A TEORIA DE GAIA ESTABELECE QUE A TERRA É UM GRANDE ORGANISMO VIVO QUE SE AUTORREGULA E ELIMINA OS SEUS DETRITOS

O destaque da nossa coluna CIÊNCIAS desta quinta-feira é uma análise sob a ótica da Teoria de Gaia, criada pelo cientista inglês James Lovelock, sobre papel do novo coronavírus no grande organismo chamado terra, que é visto como um dos elementos que surgiram para favorecer a regulagem de um sistema em desequilíbrio. Convido você a ler o texto completo a seguir e tirar as suas conclusões!

O novo coronavírus e a hipótese de Gaia

A partir da teoria de Gaia, criada pelo cientista inglês James Lovelock, o novo coronavírus pode ser visto como um dos elementos que surgiram para favorecer a regulagem de um sistema em desequilíbrio

  Terra: organismo capaz de se autorregular, tal qual os seres vivos. Crédito: Nasa/GSFC/NOAA/USGS/Wikimedia

Ciência ampla e complexa, a ecologia é a parte da biologia que tenta explicar o funcionamento de toda a natureza. A teoria de Gaia é uma hipótese da ecologia que estabelece que a Terra é um imenso organismo vivo. Elaborada pelo cientista inglês James Lovelock, em 1979, ela nos ensina que nosso planeta é capaz de obter energia para seu funcionamento, enquanto regula seu clima e temperatura, elimina seus detritos e combate suas próprias doenças – ou seja, assim como os demais seres vivos, um organismo capaz de se autorregular. De acordo com a hipótese, os organismos bióticos controlam os organismos abióticos, de forma que a Terra se mantém em equilíbrio e em condições adequadas para sustentar a vida.

Entender as relações homem-natureza requer uma contextualização espaço-temporal que inclui uma breve reflexão histórica da ocupação espacial do homem na Terra. O nomadismo, que durou milhares de anos, foi a primeira forma de sobrevivência da humanidade. O início da atividade agrícola, há 10 mil anos, fixou o homem, tornando-o sedentário.

Com o passar dos tempos, o sedentarismo aliado ao desenvolvimento tecnológico, sobretudo após a Revolução Industrial, permitiu que a população humana crescesse em ritmo exponencial. Consequentemente, os seres humanos passaram a ocupar, cada vez mais, áreas silvestres, florestas, com o intuito de explorar seus recursos para fins econômicos, especialmente no contexto contemporâneo. Assim, avançaram sobre ecossistemas naturais, transformando-os e destruindo espécies vegetais e animais.

Resiliência dos sistemas

Uma maior exposição humana, as zoonoses, enfermidades naturalmente transmissíveis entre animais e humanos, têm se verificado nesse processo. O vírus SARS-CoV-2, supostamente oriundo de morcegos, é um exemplo do que, hoje, assola o mundo e impressiona por sua velocidade de transmissão, seu potencial de perdas humanas e pelo elevado nível de incertezas que traz consigo. Ainda não há cura ou vacina para a covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, tampouco há consenso quanto à possibilidade de reinfecção, entre outras questões. Vale lembrar que muitas florestas também constituem reservatórios de zoonoses e, portanto, os esforços para sua preservação ou uso sustentável devem ser respeitados, sob o risco de favorecer ocorrências futuras de novas pandemias.

Seres humanos e natureza são parte de um mesmo sistema, o sistema ecológico. E um dos conceitos importantes na ecologia é a resiliência dos sistemas, ou seja, a capacidade de uma pessoa ou sistema se recobrar facilmente ou se adaptar a crises ou mudanças. O professor e entusiasta da permacultura Rob Hopkins explica essa noção por intermédio da seguinte metáfora:

“Em uma sociedade resiliente, os principais ingredientes do bolo são produzidos localmente, apenas são importados os produtos para o toque final (cerejas cristalizadas e glacê, por exemplo). Em uma comunidade não resiliente, todos os ingredientes básicos são importados, e apenas cerejas cristalizadas e glacê são produzidos localmente. No caso de um choque energético (como o pico petrolífero), uma sociedade com baixa resiliência é, portanto, extremamente frágil, porque seu modo de vida depende quase inteiramente de um conjunto de sistemas sociotécnicos globais que exigem muito transporte e energia: cerejas e glacê não são suficientes para fazer o bolo.”

Monocultura: pressão sobre recursos naturais. Crédito: Piqsels

Circulação livre

A globalização mundial que faz do planeta uma imensa aldeia global, ao mesmo tempo que nos conecta com facilidade via internet, traz a evidência da dimensão finita de nossos recursos. Em artigo publicado na “Folha de S.Paulo” de 22/3/2020, o filósofo Domenico de Masi lembra que, há alguns anos, Kenneth E. Boulding, um dos pais da teoria geral dos sistemas, comentando a sociedade opulenta, afirmou: “Quem acredita na possibilidade do crescimento infinito num mundo finito ou é louco ou é economista”.

O novo coronavírus circula livremente pelo mundo globalizado. Desprovido de preconceitos quanto a raça, idade ou sexo, amplamente adaptável a todo tipo de clima ou ecossistema, livre até mesmo de barreiras alfandegárias, transita pela economia globalizada, causando estragos inimagináveis à saúde e à economia mundiais.

A teoria de Gaia permitiria supor que o SARS-CoV-2 é um dos elementos que surgiram para favorecer a regulagem de um sistema que estava em desequilíbrio. Para isso, a população humana estaria sendo reduzida, diminuindo a pressão por recursos naturais. Iniciada possivelmente por um morcego, a covid-19 é espalhada nos humanos a partir dos mais ricos, ou seja, a pequena porcentagem da população mundial que viaja de avião traz para a imensa maioria que não sai de seus municípios o vírus letal, que, com a elevada velocidade de contágio, inviabiliza sistemas de saúde, aumentando assustadoramente o número de vítimas.

Fortalecimento dos sistemas locais

No sentido de priorizar a raça humana no planeta, faz-se necessário aumentar nossa resiliência, o que pode ser feito fortalecendo-se os sistemas locais. Nesse sentido, é necessária a consolidação de ações locais, tais como a agricultura familiar, a economia solidária, a agroecologia as moedas locais, isto é, um movimento que vai parcialmente na contramão da globalização predominante. Tratar com respeito e dignidade sistemas locais nos lembra alguns ícones desse tipo de pensamento, como a engenheira agrônoma Ana Primavesi, que nos deixou no ano passado, aos 99 anos. Nascida na Áustria, adotou o Brasil após a Segunda Guerra Mundial. Defensora ferrenha da agroecologia, ela nos ensina:

“Ficamos cientes de que, onde a técnica se choca com as leis naturais, a natureza é que prevalece e domina. Devemos, portanto, reconhecer e aceitar esses limites, fazendo o máximo possível em favor de nossa terra. É bela a agricultura e a amamos mais ainda quanto mais vamos conhecendo a natureza. Acabamos com a ideia de que a terra é apenas fábrica de alimentos. A terra não é fábrica e não produz ilimitadamente.”

Ou seja, os recursos não são ilimitados e podem ser mais bem utilizados se o manejo agrícola for feito com o foco não na maximização de lucros, mas sim no aumento da resiliência.

Fontes citadas

Hopkins R. Manuel de transition: De la dépendance au pétrole à la résilience locale [Livro]. –  [s.l.] :Ecosociete Eds., 2010, p. 216.

Primavesi, A. M. Itaí, capítulo 13. Acesso em 26/3/2020.

* Heloisa Firmo e Renan Finamore são professores do Departamento de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (Drhima) da Escola Politécnica (Poli) e do Núcleo Interdisciplinar para o Desenvolvimento Social (Nides) da UFRJ

Continuar lendo CIÊNCIAS: A TEORIA DE GAIA ESTABELECE QUE A TERRA É UM GRANDE ORGANISMO VIVO QUE SE AUTORREGULA E ELIMINA OS SEUS DETRITOS

BOAS NOTÍCIAS: SE VOCÊ ESTÁ PENSANDO EM MUDAR DE CIDADE VEJA O TOP TEN DAS MELHORES CIDADES PARA MORAR NO BRASIL

Nesta terça-feira você vai conhecer o ranking das 10 melhores cidades para se morar no Brasil baseado no Índice de Desenvolvimento Humano, aqui na nossa coluna BOAS NOTÍCIAS, em meio a tanta notícia ruim nessa pandemia mundial. Mas é vida que segue e muitas pessoas em se mudar de cidade. Talvez esse seja um bom momento para planejar e avaliar. Por isso leia a reportagem completa a seguir que pode ajudar na sua decisão!

As 10 melhores cidades para se morar no Brasil: veja ranking

A grande campeã este ano é a cidade de São Caetano do Sul, no ABC Paulista, seguida de Águas de São Pedro – também no estado de São Paulo – e Florianópolis, em Santa Catarina. Brasília, a capital federal, aparece no nono lugar. (veja Top 10 abaixo)

O levantamento, feito desde 1993 pela Organização das Nações Unidas (ONU), analisa a qualidade de vida em todos os países utilizando critérios que compõem o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), uma métrica que se baseia nos indicadores de longevidade (expectativa de vida), renda (PIB per capita) e educação (taxa de matrícula e alfabetização).

A medição vai de 0 até 1. Os locais com índice acima de 0,800 são considerados acima da média. Já os com pontuação de 0,500 a 0,799 são medianos. E os que somam igual ou menos que 0,499 estão com o índice baixo.

O Brasil possui um IDH de 0,699 e está na 73ª posição no ranking mundial. Já a Noruega é o primeiro País da lista, tem IDH de 0,944.

Top 10 – melhores cidades brasileiras

10 – Curitiba – Paraná

Curitiba é uma das 10 cidades mais sustentáveis do mundo, sendo chamada de “capital ecológica brasileira” e “capital modelo”, com uma área verde de 64,5 metros quadrados (m²) por habitante.

Tem o ar brasileiro de melhor qualidade e já ganhou inúmeras premiações neste sentido. Pesquisa da OMS divulgada pela Prefeitura Municipal de Curitiba revela que a capital paranaense se destaca ao lado de Belo Horizonte e da região do Pontal do Paranapanema (São Paulo), com a taxa de poluição atmosférica abaixo da média de 20 microgramas por metro cúbico (m3).

Renda: R$ 1.581,04 (0,850)
Longevidade: 76,3 anos (0,855)
Educação: 0,768
IDHM Final: 0,823

9 – Brasília – Distrito Federal

Além de aparecer no Top 10 da ONU, a capital federal é a primeira colocada do País no ranking de qualidade de vida 2019 da Mercer e se mantém no topo há anos. Brasília repetiu os feitos de 2017, 2016, 2015 e 2012. Em segundo lugar vem o Rio de Janeiro e, em terceiro, está São Paulo. A pesquisa realizada pela Mercer – companhia global voltada aos recursos humanos – leva em consideração a qualidade de vida dos moradores em 450 cidades de várias partes do mundo.

Renda: R$ 1.715,11 (0,863)
Longevidade: 77,35 anos (0,873)
Educação: 0,742
IDHM Final: 0,824

8 – Joaçaba – Santa Catarina

Joaçaba é a terceira cidade de Santa Catarina do ranking e tem um importante centro industrial e comercial que a transforma em polo econômico e político do meio-oeste do Estado.

Ela também é referência na educação, como uma das cidades com índice zero de analfabetismo, além de destaque em itens como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

Renda: R$ 1.338,50 (0,823)
Longevidade: 78,44 anos (0,891)
Educação: 0,771
IDHM Final: 0,827

7 – Niterói – Rio de Janeiro

Além de estar em número 7 no ranking da ONU, o município de Niterói foi eleito o mais inteligente do Estado, segundo Connected Smart Cities. A avaliação de desempenho das cidades leva em consideração mais de 70 pontos definidos em 11 eixos: mobilidade; urbanismo; meio ambiente; energia; tecnologia e inovação; saúde; educação; economia; segurança; empreendedorismo; e governança.

Renda: R$ 2.000,29 (0,887)
Longevidade: 76,23 anos (0,854)
Educação: 0,773
IDHM Final: 0,837

6 – Santos – São Paulo

Santos é o maior município do litoral de São Paulo e conta com o maior porto da América Latina, que movimenta mais da metade do PIB do País. Está no Guinness Book como o jardim frontal de praia com o maior comprimento do planeta, com 5.335 metros de comprimento e largura entre 45 e 50 metros, um total de 218.800 mil metros quadrados (m²). O custo de hospedagem na região é tido como mais em conta, o que faz com que a cidade seja mais procurada para esse fim.

Renda: R$ 1.693,65 (0,861)
Longevidade: 76,13 anos (0,852)
Educação: 0,807
IDHM Final: 0,840

6 – Vitória – Espírito Santo

Vitória, capital do Espírito Santo, conserva boa parte do seu patrimônio arquitetônico e cultural, além da qualidade de suas praias. O que impulsiona a economia da cidade são os sete portos distribuídos pelo litoral, que possui 417 km de extensão. Pelo menos 97,9% das crianças entre 5 e 6 anos estão na escola e 99% das residências têm luz elétrica, coleta de lixo e água encanada.

Renda: R$ 1.866,58 (0,876)
Longevidade: 76,28 anos (0,855)
Educação: 0,805
IDHM Final: 0,845

4 – Balneário Camboriú – Santa Catarina

A cidade tem cerca de 44 km² e 138 mil habitantes. Devido ao turismo e à construção civil foi apelidada como “Dubai brasileira”, em alusão à cidade dos Emirados Árabes que é famosa por seus prédios modernos e altos.

Bastante frequentada por chilenos, uruguaios, paraguaios e argentinos, chega a receber até 4 milhões de pessoas na alta temporada. Também é uma das áreas mais seguras do País. A maioria dos moradores acima de 18 anos tem o ensino fundamental concluído.

Renda: 0,854 (R$ 1.625,59)
Longevidade: 78,62 anos (0,894)
Educação: 0,789
IDHM Final: 0,845

3 – Florianópolis – Santa Catarina

A capital do estado de Santa Catarina, Florianópolis, é conhecida como um dos mais importantes pontos turísticos brasileiro. Tem quase 462 mil habitantes e 440 km². Conta com uma extensa rede de hotelaria, além de beach clubs, lojas e restaurantes.

O setor de serviços e tecnologia da informação também está em alta no município, o que tornou a cidade um dos locais mais propensos para o empreendedorismo no Brasil. Segundo dados da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), a região movimenta atualmente mais de 16 mil empreendedores.

Renda: R$ 1.798,12 (0,870)
Longevidade: 77,35 anos (0,873)
Educação: 0,800
IDHM Final: 0,847

2 – Águas de São Pedro – São Paulo

Localizada no Estado de São Paulo, Águas de São Pedro é uma pequena cidade de apenas 3,2 km² e 3.100 mil habitantes, a 182 km da capital. O município tem o melhor indicador de educação do Brasil e de uma das expectativas de vida mais altas. É uma fundamental estância hidromineral e tem como sua principal fonte de renda o turismo.

Renda: R$ 1.580,72 (0,849)
Longevidade: 78,37 anos (0,890)
Educação: 0,825
IDHM Final: 0,854

1 – São Caetano do Sul – São Paulo

O município de São Caetano do Sul, também situado no Estado de São Paulo, no ABC paulista, e ocupa a primeira posição nesse ranking. Com 157 mil habitantes e apenas 15 km², tem 100 mil veículos circulando. É também o município com o 48º maior Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

Renda: R$ 2.043,74 (0,891)
Longevidade: 78,2 anos (0,887)
Educação: 0,811
IDHM Final: 0,862

Com informações do Estadão

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: SE VOCÊ ESTÁ PENSANDO EM MUDAR DE CIDADE VEJA O TOP TEN DAS MELHORES CIDADES PARA MORAR NO BRASIL

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA NO G1

Por G1

 


Começam os saques em dinheiro da poupança digital do auxílio emergencial de R$ 600. Bolsonaro pode nomear Jorge Oliveira para o Ministério da Justiça e Alexandre Ramagem para chefiar a Polícia Federal. Executivos da Embraer falarão sobre o acordo fracassado da venda da sua divisão comercial para a Boeing. O podcast O Assunto traz a vida em quarentena de Selminha Sorriso e Claudinho, porta-bandeira e mestre-sala da Beija-Flor. E hoje tem a final do “BBB20”. Quem ganha: Manu, Rafa ou Thelma?

Saques em dinheiro

Auxílio emergencial de R$ 600 reais para trabalhadores informais — Foto: CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

Auxílio emergencial de R$ 600 reais para trabalhadores informais — Foto: CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

A Caixa começa a liberar nesta segunda-feira (27) os saques em dinheiro do auxílio emergencial depositados nas poupanças digitais. Elas foram criadas para quem não recebe o Bolsa Família e não possui conta em nenhum banco.

A liberação dos saques em dinheiro segue um calendário, que começa hoje e vai até 5 de maio e depende da data de nascimento do beneficiário. Veja como sacar o auxílio de R$ 600.

Novo coronavírus

O Brasil registra 4.286 mortes e 63.100 casos confirmados da doença em todo o país, segundo balanço do G1 com as secretarias estaduais de Saúde. Veja as cidades com as maiores incidências de vítimas e infectados e a taxa de ocupação de leitos de UTI nos estados.

No mundo, são mais de 206 mil mortes e mais de 2,9 milhões de casos confirmados, segundo levantamento da universidade norte-americana Johns Hopkins. Os Estados Unidos são o país com mais vítimas (54 mil) e infectados (965 mil). Veja as últimas notícias sobre o impacto da pandemia pelo mundo.

Substituto de Moro

Jorge Oliveira atualmente é ministro da Secretaria-Geral da Presidência do governo de Jair Bolsonaro — Foto: Marcos Corrêa/PR

Jorge Oliveira atualmente é ministro da Secretaria-Geral da Presidência do governo de Jair Bolsonaro — Foto: Marcos Corrêa/PR

O atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, deve ser o substituto de Sergio Moro no Ministério da Justiça. Já a diretoria-geral da Polícia Federal deve ser ocupada por Alexandre Ramagem, atual chefe da Abin (Agência Brasileira de Inteligência). Ambos são próximos dos Bolsonaros e trabalharam para a família.

O Assunto

O casal mestre-sala e porta-bandeiras Selminha Sorriso e Claudinho desfila junto há quase três décadas – há 25 anos só na Beija-Flor. Agora, em tempos de isolamento social, foram obrigados a dançar separados, cada um em sua casa. Em conversa com Renata Lo Prete, a dupla relata como faz para dançar junto, mesmo de longe. Selminha Sorriso e Claudinho contam como está a vida onde moram, o que querem fazer quando o isolamento acabar e o que esperam para o Carnaval de 2021. Ouça o podcast:

Boeing x Embraer

Unidade da Embraer em Eugênio de Melo, em São José dos Campos, foi ampliada e passará a ter 4 mil funcionários — Foto: Embraer/Divulgação

Unidade da Embraer em Eugênio de Melo, em São José dos Campos, foi ampliada e passará a ter 4 mil funcionários — Foto: Embraer/Divulgação

Um negócio frustrado de US$ 5,2 bilhões. Após a Boeing comunicar no sábado (25) que desistiu de comprar 80% da divisão comercial da Embraer, a empresa brasileira fará uma teleconferência nesta segunda (27) para dizer quais medidas tomará após o fracasso da venda.

De um lado, a Boeing afirma que a Embraer não cumpriu com as “condições necessárias” para o acordo. De outro, a brasileira diz que foi pega de surpresa pela decisão e acusa a americana de rescindir “indevidamente” o negócio, “fabricando falsas alegações”. Entenda toda a polêmica do acordo que não deu certo.

Ontem, a fabricante brasileira de aviões anunciou que trabalha para ajustar os seus níveis de produção e de despesas de capital para economizar recursos, a primeira medida após o rompimento do acordo.

Final do “BBB20”

Thelma, Babu, Rafa, Mari e Manu foram os cinco primeiros colocados do 'BBB20' — Foto: Reprodução/TV Globo

Thelma, Babu, Rafa, Mari e Manu foram os cinco primeiros colocados do ‘BBB20’ — Foto: Reprodução/TV Globo

Manu, Rafa ou Thelma: quem vai ganhar o prêmio de R$ 1,5 milhão? Enquanto a grande final do ‘BBB20’ não chega, relembre 10 momentos desta edição. O reality show deste ano ficou marcado por brigas, revelações, famosos (participando e torcendo), lives e recorde de votos no paredão.

Por falar em recorde de votos, a Globo abriu pela primeira vez o local onde votos são computados. O Data Center da Globo é capaz de receber até 1 milhão de votos por minuto; conheça.

BBB 20: Globo abre pela primeira vez local onde votos são computados; conheça o local

BBB 20: Globo abre pela primeira vez local onde votos são computados; conheça o local

Respirador econômico

Respirador econômico criado por engenheiros da USP pode ajudar no tratamento de pacientes com Covid-19 — Foto: Reprodução/Poli USP

Respirador econômico criado por engenheiros da USP pode ajudar no tratamento de pacientes com Covid-19 — Foto: Reprodução/Poli USP

Um respirador criado na USP foi aprovado em testes com humanos. O protótipo foi testado em pacientes do Hospital de Clínicas, e o projeto será enviado para aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O aparelho é feito em 2 horas e é 15 vezes mais barato do que o modelo mais barato do mercado, segundo a USP.

Rotina na quarentena

Jovens do Vidigal falam sobre o que sentem falta durante isolamento social

Jovens do Vidigal falam sobre o que sentem falta durante isolamento social

Moradores da favela do Vidigal, na Zona Sul do Rio, contam ao G1 sobre o que estão sentindo falta durante o isolamento social. Atividades simples — como um abraço nos amigos ou um passeio na praia — foram valorizadas pelos entrevistados.

O cantor e compositor Marcelo Camelo — Foto: Divulgação / Caroline Bittencourt

O cantor e compositor Marcelo Camelo — Foto: Divulgação / Caroline Bittencourt

Marcelo Camelo faz live direto de Portugal nesta segunda. O cantor do Los Hermanos faz transmissão em seu perfil no Instagram às 18h.

#Nem1praTrás

A mobilização #Nem1praTrás ganha mais reforços para o debate sobre a importância da educação amanhã, terça-feira (28), quando é comemorado o Dia da Educação. Várias atividades gratuitas serão transmitidas pela internet ou pela TV, já que o evento será online devido à pandemia do novo coronavírus. No total, 185 instituições e empresas fazem parte da mobilização.

Fonte: G1

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA NO G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA NO G1

Por G1

 


O presidente Jair Bolsonaro exonerou o diretor-geral da PF, Maurício Leite Valeixo, levado ao cargo pelo ministro Sérgio Moro, que ontem ameaçou pedir demissão. Crise do coronavírus: mais 1,9 milhão de brasileiros recebem hoje o auxílio emergencial de R$ 600. O INSS começa a pagar a primeira parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas. O podcast O Assunto explica o plano pós-pandemia do governo para recuperar a economia e analisa o “sumiço” do ministro Paulo Guedes. “Como fazer pão?” O G1 ouviu padeiros para responder à pergunta que bateu recorde de pesquisas no Google durante a quarentena. E as lives desta sexta.

Bolsonaro exonera diretor-geral da PF

diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Leite Valeixo, levado ao cargo pelo ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro, foi exonerado do cargo. O decreto foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro – também contém o nome de Moro – e publicado no Diário Oficial da União.

Não há ainda um substituto para o comando da PF.

Moro afirmou na quinta ao presidente que deixaria o governo se o diretor-geral da PF fosse demitido, segundo informaram as colunistas do G1 e da GloboNews Cristiana Lôbo, Andreia Sadi e Natuza Nery.

Auxílio emergencial

Auxílio emergencial de R$ 600 reais para trabalhadores informais — Foto: Caio Rocha / FRAMEPHOTO / ESTADÃO CONTEÚDO

Auxílio emergencial de R$ 600 reais para trabalhadores informais — Foto: Caio Rocha / FRAMEPHOTO / ESTADÃO CONTEÚDO

A Caixa Econômica Federal paga hoje mais R$ 1,2 bilhão da 1ª parcela do Auxílio Emergencial para 1,9 milhão do total de pessoas elegíveis ao benefício, que se inscreveram pelo site e aplicativo. Até a noite de ontem, 45,9 milhões de cidadãos já se haviam se cadastrado para receber o benefício.

A Caixa informou que, desde o dia 9 de abril, quando teve início o pagamento do Auxílio Emergencial de R$ 600, até as 9h de ontem já creditou R$ 23,5 bilhões para 33,2 milhões de brasileiros.

Aposentados e pensionistas

 — Foto: Marcos Santos / USP Imagens

— Foto: Marcos Santos / USP Imagens

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a pagar nesta sexta-feira a primeira parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas. O pagamento, que em geral costumava ocorrer em julho, foi antecipado neste ano como uma medidas para reduzir o impacto da pandemia do novo coronavírus no país.

Para aqueles que recebem 1 salário mínimo, o depósito da antecipação será feito entre os dias 24 de abril e 8 de maio, de acordo com o número final do benefício, sem levar em conta o dígito verificador. Segurados com renda mensal acima do piso nacional terão seus pagamentos creditados entre 4 e 8 de maio, conforme a Tabela de Pagamento 2020.

A economia e o sumiço de Guedes

O governo apresentou novas medidas econômicas nesta semana em meio à pandemia de Covid-19. Na cerimônia, faltou Paulo Guedes, ministro da Economia antes todo-poderoso do governo. Para explicar o conteúdo – ou a ausência de detalhes – do plano, Renata Lo Prete conversa com Carlos Alberto Sardenberg, comentarista de economia da Globo. Participa também o jornalista Thomas Traumann, autor de um livro sobre a trajetória de outros 14 ministros da Fazenda. Traumann responde onde está Guedes e como o ambiente político mudou para o ministro. Ouça:

Um mês de quarentena em SP

Isolamento social em São Paulo volta a ficar abaixo dos 50%

Isolamento social em São Paulo volta a ficar abaixo dos 50%

Epicentro da pandemia de coronavírus no Brasil, o estado de São Paulo completa hoje um mês de quarentena com uma taxa de isolamento social abaixo da ideal. Até ontem, foram registradas 1.345 mortes e 16.740 casos confirmados da doença em terras paulistas.

Em 24 de março, o governador João Doria (PSDB) decretou o isolamento social como medida para evitar a propagação do vírus. O comércio em geral foi obrigado a fechar, mas o funcionamento dos serviços essenciais foi mantido, como saúde, alimentação e segurança.

Apesar disso, a última atualização do índice de isolamento mostra que menos da metade da população aderiu às recomendações dos órgãos de saúde para ficar em casa e evitar sair às ruas sem necessidade. Mesmo assim, o governador anunciou a flexibilização da quarentena a partir de 11 de maio.

Linha de frente no divã

Profissionais de saúde do Hospital Raul Sertã, em Nova Friburgo, no RJ — Foto: Divulgação / Prefeitura

Profissionais de saúde do Hospital Raul Sertã, em Nova Friburgo, no RJ — Foto: Divulgação / Prefeitura

Enfrentar a rotina de UTIs lotadas, lidar com a falta de equipamentos de proteção nos hospitais, o medo de contágio, horas de plantão e o isolamento da família têm deixado muitos profissionais de enfermagem que atuam no front do tratamento contra o coronavírus com a saúde mental debilitada. A cada 11 minutos, um profissional de enfermagem busca atendimento psicológico.

Veja dados exclusivos que o G1 obteve com o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e leia o relato dos profissionais que atuam nas unidades de saúde públicas e privadas no Rio de Janeiro.

Falta de equipamento em SP

Profissionais de saúde fazem ato contra falta de equipamentos de proteção em SP — Foto: Foto: Cecília Figueiredo/Sindsep

Profissionais de saúde fazem ato contra falta de equipamentos de proteção em SP — Foto: Foto: Cecília Figueiredo/Sindsep

Conselhos que representam os profissionais de medicina e de enfermagem de São Paulo registraram 1.639 queixas que vão da falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) às condições de trabalho em unidades de saúde públicas, privadas e filantrópicas do estado em tempos de coronavírus. Também foram feitas denúncias sobre “‘fluxo inadequado” de pacientes, falta de funcionários, casos de violência contra eles, entre outras.

  • Após morte do irmão com Covid-19, empresário de SP arrecada R$ 21 mil para fabricar e doar máscaras a profissionais de saúde

Adiou a aposentadoria para ajudar

Cícero Romão era enfermeiro há mais de 20 anos. — Foto: Reprodução / Redes sociais.

Cícero Romão era enfermeiro há mais de 20 anos. — Foto: Reprodução / Redes sociais.

O enfermeiro Cícero Romão de Souza, de 51 anos, morreu na quarta-feira (22) após complicações provocadas pelo novo coronavírus. Ele pretendia se aposentar depois que a pandemia passasse. Souza atuava no Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e há mais de 20 anos na Santa Casa de Mogi das Cruzes. Veja vídeo de homenagem de amigos dos bombeiros e do Samu.

  • Copeiro do hospital Albert Einstein se emociona com festa surpresa ao receber alta depois de 11 dias internado com Covid-19

Pão na pandemia

Zeca Ferreira, chefe padeiro do Zona Zen, ensina a fazer o brioche — Foto: Arquivo pessoal / Zeca Ferreira

Zeca Ferreira, chefe padeiro do Zona Zen, ensina a fazer o brioche — Foto: Arquivo pessoal / Zeca Ferreira

Pão francês, pão de forma, focaccia, brioche, pão árabe, pão australiano, pão de fermentação natural… A lista é extensa. E os brasileiros que estão em casa não querem abrir mão do pão fresquinho, tradicional no café da manhã. Neste mês, durante o isolamento social, a pergunta “Como fazer pão?” bateu recorde de pesquisas no Google. Por isso, o G1 conversou com os padeiros Iara Manin, da “Árvore do Pão”, e Zeca Ferreira, do “Zona Zen”, e pediu dicas e receitas fáceis para aprender a fazer pão em casa – sem necessidade de comprar qualquer máquina.

Fato ou Fake?

Coronavírus: fato ou fake — Foto: Arte / G1

Coronavírus: fato ou fake — Foto: Arte / G1

É #FAKE que chá com mistura de jambu, limão, alho e paracetamol cura a Covid-19. Mensagem circula principalmente em Manaus, onde o número de casos e de mortes desafia a capacidade de atendimento do sistema público. Especialistas dizem que bebida pode aliviar sintomas em pessoas com quadro leve da doença, mas não curá-la. Governo do AM diz que informação de que pacientes têm sido tratados com o chá é falsa.

Lives

Ludmilla, Simone e Simaria e Felipe Araújo fazem lives nesta sexta-feira (24) — Foto: Divulgação

Ludmilla, Simone e Simaria e Felipe Araújo fazem lives nesta sexta-feira (24) — Foto: Divulgação

Hoje tem Ludmilla, Simone e Simaria, Felipe Araújo e mais shows para ver em casa. Funk, sertanejo, música gospel, pagode e rap estão entre transmissões on-line. Veja horários.

  • TV de quarentena: programas de entretenimento voltam à ativa com gravações caseiras e sem luxo

Curtas e Rápidas – Coronavírus:

BBB 20

Manu Gavassi se classificou para a final após vencer prova com quiz — Foto: Reprodução / TV Globo

Manu Gavassi se classificou para a final após vencer prova com quiz — Foto: Reprodução / TV Globo

Manu Gavassi é a primeira finalista do ‘BBB 20’. A cantora venceu ontem a prova de perguntas e respostas sobre momentos marcantes da temporada. Babu, Rafa e Thelma formam o último paredão desta edição do reality show. O mais votado deixa o programa amanhã. Os outros dois disputarão a final com Manu na segunda-feira (27).

Custos da energia

O Ministério de Minas e Energia e a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estudam recorrer a um empréstimo bancário para cobrir custos extras bilionários que levariam à alta das contas de luz em 2020. Objetivo da operação seria antecipar recursos para distribuidoras, que sofrem com redução de caixa devido à pandemia. Custos extras de 2020 seriam financiados em cinco anos.

Curtas e Rápidas:

  • “Predator: Hunting Grounds” coloca jogadores nos papéis de caçador alienígena e dos soldados do filme
  • Blog do Altieres Rohr: como baixar programas e jogos legítimos no computador

Previsão do tempo

Veja a previsão do tempo nesta sexta-feira (24) em todo o Brasil

Veja a previsão do tempo nesta sexta-feira (24) em todo o Brasil

Fonte: G1

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA NO G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA NO G1

Por G1

 


Estudo da Fiocruz mostra aumento expressivo nas internações por síndromes respiratórias neste ano e indica subnotificação dos casos de Covid-19 no Brasil. O governo recua e não vai mais antecipar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600. Suspensão de contratos e redução de salários e jornada já dominam convenções e acordos coletivos, mostra pesquisa. O podcast O Assunto discute o rastreamento de pessoas pelo celular para combater o novo coronavírus: quais os tipos de monitoramento e até onde a coleta de dados pode ir. E as lives de hoje.

Subnotificações

Estudo da Fiocruz mostra um aumento expressivo, fora dos padrões, de internações por síndromes respiratórias e, ao mesmo tempo, indica subnotificação da Covid-19. O número de internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) é o maior desde 2010.

Até 4 de abril, o Brasil teve 33,5 mil internações por SRAG. O número está muito acima da média de 3,9 mil casos desde 2010. Supera em muito o surto de H1N1 em 2016, quando foram registrados 10,4 mil casos no mesmo período do ano.

Número de internações por síndromes respiratórias é muito maior neste ano, o que indica uma subnotificação de casos de Covid-19 — Foto: Guilherme Gomes / G1

Número de internações por síndromes respiratórias é muito maior neste ano, o que indica uma subnotificação de casos de Covid-19 — Foto: Guilherme Gomes / G1

O Assunto: rastreamento de pessoas

Como a tecnologia pode ser aliada no controle do novo coronavírus e ajudar na saída do isolamento social? Para falar sobre como governos estão discutindo o uso do rastreamento para a reabertura da economia e a volta gradual à normalidade, Renata Lo Prete conversa com Ronaldo Lemos, advogado e diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro. Lemos fala quais são os tipos de monitoramento e coleta de dados e até onde eles podem ir. Participa também o colunista do G1 Altieres Rohr, que explica como a coleta de dados é feita e fala sobre a privacidade dos usuários. Ouça:

Auxílio emergencial: segunda parcela

Governo não vai antecipar segunda parcela do auxílio de R$ 600

Governo não vai antecipar segunda parcela do auxílio de R$ 600

Segundo o ministério, como muitas pessoas nem sequer receberam a primeira parcela, seria necessária a abertura de crédito suplementar para garantir a antecipação.

Ajuda de R$ 600: filas e incertezas no DF

Tatiane das Neves com os três filhos — Foto: Arquivo pessoal

Tatiane das Neves com os três filhos — Foto: Arquivo pessoal

Mães que criam filhos sozinhas esperam pelo auxílio-emergencial durante pandemia no Distrito Federal. Elas relatam problemas com cadastro e no recebimento do benefício, a única chance de pagar as contas e comprar comida. Creches e escolas estão fechadas, e as mulheres dizem não ter onde deixar crianças.

Redução de salário e jornada

 — Foto: Economia G1

— Foto: Economia G1

Redução de jornada e salário e suspensão de contratos já dominam convenções e acordos coletivos. Pesquisa mostra que empresas estão recorrendo aos mecanismos autorizados pelo governo para evitar demissões durante a crise provocada pelo coronavírus.

Dificuldade para obter seguro-desemprego

Aplicativo da Carteira de trabalho digital — Foto: Divulgação

Aplicativo da Carteira de trabalho digital — Foto: Divulgação

Trabalhadores que perderam o emprego em plena pandemia do novo coronavírus estão relatando dificuldades para conseguir o seguro-desemprego. Com o fechamento das Superintendências Regionais do Trabalho, os desempregados estão tendo que fazer o pedido online.

Entre as queixas estão impossibilidade de concluir o pedido no site e aplicativo “Carteira de Trabalho Digital” e de obter informações pela central 158.

Política em tempos de pandemia

O presidente Jair Bolsonaro  — Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

O presidente Jair Bolsonaro — Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

Em meio à crise do novo coronavírus, Bolsonaro decidiu mudar o rumo da articulação política do governo e tem se aproximado do “Centrão”, tentando antecipar as negociações sobre a sucessão de Rodrigo Maia (DEM-RJ) no comando da Câmara. Entenda no blog do Gerson Camarotti.

Indígenas em perigo

Um enawenê nawê, em Mato Grosso; índios são mais suscetíveis a morrer em uma epidemia do que população não-índia — Foto: Vincent Carelli/Vídeo nas Aldeias/Divulgação

Um enawenê nawê, em Mato Grosso; índios são mais suscetíveis a morrer em uma epidemia do que população não-índia — Foto: Vincent Carelli/Vídeo nas Aldeias/Divulgação

81 mil indígenas têm vulnerabilidade crítica em caso de exposição a Covid-19, aponta estudo. Povos indígenas não tiveram o mesmo contato com vírus que não-indígenas e, por isso, são mais suscetíveis à doença. Grupos com mais idosos e que estão mais distantes de UTIs têm maior vulnerabilidade.

Máscaras no Rio

Estátua do apresentador Chacrinha, na Zona Sul do Rio, usando máscara — Foto: Divulgação/ Prefeitura do Rio

Estátua do apresentador Chacrinha, na Zona Sul do Rio, usando máscara — Foto: Divulgação/ Prefeitura do Rio

Começa a valer decreto do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, que obriga uso de máscaras no Rio de Janeiro. Para conscientizar a população, as estátuas de Chacrinha, Bellini e Gandhi receberam o adereço nesta quinta-feira (24). O item também passou a ser compulsório em Niterói, Duque de Caxias e Magé.

Erros e acertos ao usar máscaras

Os erros mais comuns no uso de máscaras para se proteger do coronavírus – e como usar corretamente. Uso inadequado da máscara pode aumentar risco de infecção. Cobrir completamente a boca e o nariz é essencial para a proteção.

Erros e acertos no uso da máscara de proteção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Erros e acertos no uso da máscara de proteção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Relaxamento na quarentena

retomada das atividades econômicas e cotidianas durante a pandemia precisará ser gradual, monitorada e acompanhada de medidas preventivas, como distanciamento social, limpeza das mãos e uso de máscaras em ambientes aglomerados, como o transporte público, segundo infectologistas ouvidos pelo G1. A transmissão do coronavírus ainda não está contida e poderá continuar infectando mais pessoas e pressionando o serviço público de saúde, que ainda não tem leitos e respiradores suficientes para tratar os pacientes. Entenda.

Lives de hoje

Maiara e Maraisa, Thiaguinho e Alexandre Carlo, do Natiruts, fazem lives nesta quinta-feira (23)  — Foto: Reprodução / Redes Socias / Divulgação

Maiara e Maraisa, Thiaguinho e Alexandre Carlo, do Natiruts, fazem lives nesta quinta-feira (23) — Foto: Reprodução / Redes Socias / Divulgação

Maiara e Maraisa, Thiaguinho, Thiago Brava, Fernanda Abreu, Céu e Alexandre Carlo, vocalista do Natiruts, estão entre as principais lives desta quinta-feira (24). Veja os horários e como assistir.

Dennis DJ

Dennis DJ — Foto: Divulgação

Dennis DJ — Foto: Divulgação

Se a live sertaneja é o maior fenômeno pop do Brasil na quarentena, Dennis DJ vem logo depois. O veterano do funk que já fazia o circuito de rodeios do país agora virou do DJ oficial do “after” das transmissões online. O G1 falou com DJs e foi a uma balada no Zoom para saber sobre a música eletrônica na quarentena.

‘Gatonet’ de lives

Lives de Bruno & Marrone, copiadas da transmissão original, listadas no YouTube — Foto: Reprodução

Lives de Bruno & Marrone, copiadas da transmissão original, listadas no YouTube — Foto: Reprodução

“Gatonet” de lives engana fãs de sertanejos e rouba doações de combate ao coronavírus. Donos de canais com transmissões fake divulgaram QR codes e contas falsas para recebimento de doações que deveriam ser destinadas a famílias afetadas pela pandemia.

Dia de São Jorge

Dia de São Jorge com igreja lotada, em Quintino, em 2019 — Foto: Nathália Castro / TV Globo

Dia de São Jorge com igreja lotada, em Quintino, em 2019 — Foto: Nathália Castro / TV Globo

A pandemia de coronavírus provocou uma grande mudança nas homenagens a São Jorge, hoje, nas igrejas do Rio. Neste feriado, ao invés de paróquias lotadas, as portas estarão fechadas e as missas serão virtuais.

A Igreja Matriz de Quintino, na Zona Norte, que recebe todos os anos centenas de fiéis, desta vez ficará vazia. Mas haverá uma bênção virtual especial pela saúde dos devotos.

“Este ano, São Jorge vai abençoar os devotos em suas casas. Façam de suas casas a Igreja de São Jorge. Essa doença é muito perigosa, não saiam de casa, vamos demonstrar toda a devoção sem sair às ruas. O presente mais valioso que Deus nos deu foi a vida. Então, vamos valorizar esse presente. Quem ama cuida e São Jorge vai cuidar de todos, em seus lares”, disse padre.

Curtas e Rápidas:

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA NO G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA NO G1

Por G1

 


Trabalhadores habilitados a receber o auxílio de R$ 600 ainda não conseguiram o benefício. A Caixa promete pagar hoje a ajuda para 7,2 milhões. Passam de 2,7 mil o número de mortes pelo coronavírus no Brasil. Os enterros diários triplicam em Manaus, e os corpos são armazenados em contêineres e sepultados em valas comuns. Com os hospitais no limite, o Rio já manda pacientes para outras cidades. Em SP, 73% das UTIs estão ocupadas na rede pública. No podcast O Assunto, os acertos de Alemanha e Portugal no combate à Covid-19. E, de Belo Horizonte, as alternativas de um grupo de amigas idosas para driblar a saudade sem prejudicar o isolamento.

Auxílio emergencial

Imagem ilustrativa do aplicativo Auxílio-Emergencial, da Caixa Econômica Federal, que proporciona o direcionamento do benefício R$ 600 a trabalhadores informais e pessoas de baixa renda para contas de outros bancos. — Foto: LUCAS TAVARES/ZIMEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Imagem ilustrativa do aplicativo Auxílio-Emergencial, da Caixa Econômica Federal, que proporciona o direcionamento do benefício R$ 600 a trabalhadores informais e pessoas de baixa renda para contas de outros bancos. — Foto: LUCAS TAVARES/ZIMEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Milhões de brasileiros já receberam o auxílio emergencial do governo, mas muita gente que está habilitada no cadastro ainda não viu o dinheiro na conta. A Dataprev afirma que espera concluir o processamento de quase dez milhões de cadastros feitos entre os dias 7 e 10 deste mês. Diz também que a concessão do auxílio depende do cumprimento dos critérios, mesmo no caso das famílias inscritas no Cadastro Único ou no Bolsa Família.

A Caixa afirmou que o sistema está sobrecarregado pelos usuários que não têm direito ao auxílio emergencial, mas que acessam o aplicativo mesmo assim. O banco diz que a análise dos beneficiários do Bolsa Família e do Cadastro Único é automática e que as pessoas que tiveram o auxílio negado podem contestar a decisão no próprio aplicativo.

Nesta quarta-feira (22), serão creditados os pagamentos para mais cerca de 7,2 milhões de brasileiros: o lote inclui 1,2 milhão de beneficiários do Cadastro Único que não recebem Bolsa Família e 4,1 milhões de cadastrados via aplicativo e site. Além deles, vão receber os pagamentos 1,9 milháo de beneficiárias do Bolsa Família.

Até as 8h de terça-feira, a Caixa tinha pagado R$ 16,3 bilhões para 24,2 milhões de brasileiros.

Avanço do coronavírus

Média diária de enterros triplica em Manaus, e prefeitura abre valas comuns em cemitérios públicos — Foto: Reprodução/TV Globo

Média diária de enterros triplica em Manaus, e prefeitura abre valas comuns em cemitérios públicos — Foto: Reprodução/TV Globo

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 19h40 desta terça-feira (21), 43.368 casos confirmados de infectados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, com 2.761 mortes pela Covid-19.

As mortes estão concentradas nos estados de São Paulo (1.093), no Rio de Janeiro (461) e em Pernambuco (260) e crescem em ritmo acelerado: quase mil ocorreram nos últimos sete dias.

Balanço divulgado pelo Ministério da Saúde no fim da tarde de terça (21) indicava 43.079 casos e 2.741 mortes no país.

No estado do Rio de Janeiro, em quatro semanas, mais pessoas foram internadas por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) que em todo o ano de 2019, segundo levantamento do G1 com base em dados da Fiocruz. Os dados, segundo especialistas, apontam para a subnotificação dos casos do novo coronavírus.

As unidades de terapia intensiva (UTI) de Manaus já chegavam ao seu limite de atendimento. Por falta de vagas e de pessoal, os hospitais já não conseguem atender todos os pacientes. O governo do estado declarou que o sistema de saúde do Amazonas está entrando em colapso. A Prefeitura de Manaus abriu valas comuns em cemitério para enterrar vítimas de coronavírus.

Em São Paulo, por outro lado, a fila de testes de Covid-19 que aguardam análise caiu de mais de 20 mil na semana passada para 4,1 mil nesta nesta segunda-feira (20), segundo informações do Instituto Butantan.

O governo de João Doria deve anunciar hoje o plano do estado para reabrir a economia a partir de 11 de maio, quando termina o prazo da quarentena decretada desde o fim de março.

O Assunto

Enquanto a Europa amarga uma taxa média de mortalidade superior a 8% entre os infectados pelo coronavírus, no país mais rico e populoso do bloco ela é inferior a 3%. E está pouco acima disso em Portugal, que vem conseguindo conter os danos da pandemia apesar da vizinhança com a devastada Espanha.

Muita testagem, reforço do sistema hospitalar, coordenação das autoridades e adesão da sociedade a medidas de distanciamento social: Renata Lo Prete discute as circunstâncias e as ações que levaram a resultados positivos em conversas com dois jornalistas brasileiros. Silvia Bittencourt vive na Alemanha há quase 30 anos. Leonardo Monteiro está há quatro em Portugal. Ouça abaixo:

Relatos da pandemia

O grupo cultural Meninas de Sinhá surgiu na favela do Alto Vera Cruz há mais de 20 anos — Foto: Lígia Nassif/Divulgação

O grupo cultural Meninas de Sinhá surgiu na favela do Alto Vera Cruz há mais de 20 anos — Foto: Lígia Nassif/Divulgação

“Hoje eu ouvi Jovem Guarda a manhã toda. Dancei, espantei a tristeza”, disse Sueli Avelino, de 64 anos, moradora da favela do Alto Vera Cruz, na Região Leste de Belo Horizonte. Ela está isolada com o marido em casa e não vê os filhos e os cinco netos há dois meses por causa da pandemia do novo coronavírus.

“Eu fico na janela e eles passam na porta rapidinho. Uma saudade que eu tô! Mas não pode. Ainda mais eu que passei pro transplante de medula óssea”.

Sueli é uma das 22 mulheres que fazem parte do grupo cultural Meninas de Sinhá. Criado em 1996, no Alto Vera Cruz, ele resgata antigas cantigas de roda e a tradição da oralidade.

Temporários na quarentena

Levantamento da Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem) mostra que o movimento de contratações temporárias em meio à pandemia do novo coronavírus ocorre, especialmente, na prestação de serviço para as áreas da saúde, indústria de suprimentos, alimentos, supermercados e serviços essenciais.

Segundo a presidente da entidade, Michelle Karine, na área da saúde, as contrações são grandes nas redes hospitalares para reforçar quadro de enfermeiros, técnicos de enfermagem e profissionais de manutenção, copa e recepção, por exemplo.

Lives ‘proibidonas’

Pk Delas (centro) e Gabriel do Borel (topo e abaixo) reagem enquanto mulheres dançam em lives no Instagram — Foto: Reprodução/Instagram/pkdelas/djgabrieldoborel

Pk Delas (centro) e Gabriel do Borel (topo e abaixo) reagem enquanto mulheres dançam em lives no Instagram — Foto: Reprodução/Instagram/pkdelas/djgabrieldoborel

Enquanto mulheres dançam e, em alguns casos, tiram a roupa, funkeiros como Gabriel do Borel e PK Delas incentivam, comemoram e atuam como DJs em lives no Instagram.

São transmissões ao vivo na rede social, em que os artistas e seus amigos aparecem em uma janela, fazendo um DJ set. Na outra janela, eles adicionam fãs, que estão dispostas a rebolar e até se masturbar ou receber sexo oral do parceiro ao som da live.

As “lives proibidonas” começaram no início deste mês, durante o isolamento social por causa da pandemia da Covid-19. A “expulsão” das participantes da live demora ao menos um minuto após o início da cena de sexo e nudez.

“Comportamento é jeito de extravasar”, diz DJ Gabriel do Borel ao G1. A assessoria de PK Delas fala que “é difícil controlar”. Contas com “repetidas violações” podem ser removidas, segundo o Instagram.

Mistério na Coreia do Norte

Última aparição pública de Kim Jong-un, ditador da Coreia do Norte, é uma fotografia em que aparece vistoriando aviões militares datada de 12 de abril — Foto: KCNA/via Reuters

Última aparição pública de Kim Jong-un, ditador da Coreia do Norte, é uma fotografia em que aparece vistoriando aviões militares datada de 12 de abril — Foto: KCNA/via Reuters

O verdadeiro estado de saúde do ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, continua cercado de mistérios. A imprensa norte-americana noticiou na segunda-feira (20) que o norte-coreano estava em estado grave após uma cirurgia cardiovascular.

Além das fontes do governo americano, um site mantido por desertores da Coreia do Norte também publicou que o ditador teve a saúde agravada devido à obesidade e ao hábito de fumar. Oficialmente, Donald Trump disse na terça-feira (21) que “ninguém confirmou que o presidente da Coreia do Norte está doente”.

Mega-Sena

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt/G1

Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt/G1

O concurso 2.254 pode pagar um prêmio de R$ 24 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h desta quarta-feira (22) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser feita até as 19h (de Brasília).

Motos

Protótipo de moto elétrica da Kawasaki estava no Salão de Milão 2019 — Foto: Rafael Miotto/G1

Protótipo de moto elétrica da Kawasaki estava no Salão de Milão 2019 — Foto: Rafael Miotto/G1

Sem alarde, a Kawasaki está desenvolvendo a primeira Ninja elétrica de sua história. O caminho está sendo percorrido pelas grandes montadoras, como a Harley-Davidson. O modelo terá transmissão manual de 4 marchas e tem visual similar ao da família Ninja atual, com carenagens esportivas.

Hoje é dia de…

  • Dia do Descobrimento do Brasil
Fonte: G1
Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA NO G1

BOAS NOTÍCIAS: INCRÍVEL! TARTARUGAS FORAM VISTAS NA BAÍA DA GUANABARA

Quarentena provoca despoluição dos mares e permite que tartarugas povoem novamente a Baía de Guanabara. Esse o nosso destaque desta terça-feira na nossa coluna BOAS NOTÍCIAS. Veja na reportagem completa a seguir!

Tartarugas nadam na Baía de Guanabara, antes poluída. Vídeo

Tartarugas foram flagradas nadando em águas limpas na Baía da Guanabara, no Rio de Janeiro, após o isolamento social.

Num vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver a presença delas se alimentando na costa oceânica do Rio.

Durante a filmagem, feita perto do Aeroporto Santos Dumond no final da semana passada, é possível ouvir a pessoa que fez o registro dizendo: “Estamos reclamando do isolamento, mas a natureza está gostando demais. Está mais do que claro que é o homem que destrói a natureza.”

Normalmente, a região é coberta de lixo, com garrafas e sacos plástico tomando conta da água.

A redução de embarcações por causa do isolamento também ajudou a limpar as águas, antes poluídas.

Com isso, a baía dá sinais de menos poluição e mais animais, como tartarugas e peixes, que agora são visíveis.

Numa outra filmagem, feita na Praia de Icaraí, em Niterói, as águas também estão límpidas.

Isso se deu por conta da maré de sizígia, que produz ondulações oceânicas mais altas relativas ao nível médio do mar (NMM).

A maré varia de acordo com o ciclo das luas

Mãe natureza

Somente no interior da Baía de Guanabara trafegam, por ano, mais de 10 mil navios e rebocadores da indústria petroleira.

“A mãe natureza pode ser restaurada: basta reduzirmos o ritmo acelerado de nossas cidades e superar a ganância do ‘progresso destrutivo’”, diz o ambientalista Sergio Ricardo, do movimento Baía Viva.

Índia

Desde o dia 21 de março, milhares de tartarugas também foram vistas chegando nas praias de Rushikulya Rookery e Gahirmatha, localizadas no estado de Odisha.

Todo ano, as tartarugas atravessam o oceano e deixam seus ovos em Odisha, mas, este ano, o número aumentou consideravelmente e um evento raro aconteceu: elas apareceram durante o dia!

“A última vez em que as tartarugas foram vistas a luz do dia foi em 2013.

“ Normalmente, elas costumam ir para a praia durante a noite. O mês de março foi especial para nós”, disse Amlan Nayak, guarda florestal do distrito.

O ambientalista de Bhubaneswar e presidente da Orissa Environment Society, S.N. Patro, falou que não há estudo que comprove que a quarentena na Índia tenha ligação com esse fenômeno, mas considera que foi uma coincidência e tanto!

Além disso, ele salienta que, sem os humanos, os animais se sentem mais protegidos, o que pode “reduzir as baixas das tartarugas marinhas e/ou os danos que seus ovos sofrem em dias normais”.

Veja:

As imagens feitas em Icaraí, também no litoral do RJ:

Imagem das tartarugas, de dia, na Índia, em post no twitter:

Dr. Ashley Jacob@DrAshJac

Thousands of olive ridley turtles nesting on the beaches of Odisha.
Their normal predators (humans) are in quarantine.
This season, their numbers will explode in the oceans.
There is a silver lining in this dark cloud after all.

Ver imagem no Twitter

Com informações da Veja e Diário do Rio

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: INCRÍVEL! TARTARUGAS FORAM VISTAS NA BAÍA DA GUANABARA

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA NO G1

Por G1

 


A semana começa com a tensão entre Bolsonaro e o Congresso. Ontem o presidente discursou durante um ato em Brasília que defendia intervenção militar, o que não está previsto na Constituição, e pedidos de fechamento do Congresso e do STF. Em meio a esse clima, vence hoje o prazo da medida provisória que criou o contrato Verde e Amarelo, projeto do governo que visa estimular a geração de empregos, principalmente entre os jovens. O texto está em vigor, mas precisa ser aprovado pelo Congresso. O Brasil chegou a 2.462 mortes por coronavírus com uma letalidade de 6,4%. A Caixa paga mais um lote do auxílio emergencial de R$ 600.

Bolsonaro em ato

Bolsonaro discursa em Brasília para manifestantes que pediam intervenção militar

Bolsonaro discursa em Brasília para manifestantes que pediam intervenção militar

O presidente Jair Bolsonaro discursou ontem durante um ato em Brasília que defendia uma intervenção militar, o que não está previsto na Constituição, e também o fechamento do Congresso e do STF.

Dezenas de simpatizantes se aglomeraram para ouvir o presidente, contrariando as orientações de isolamento social da Organização Mundial da Saúde (OMS) para evitar a propagação do coronavírus. Durante o discurso, Bolsonaro tossiu algumas vezes, sem usar a parte interna do cotovelo, conforme orientação das autoridades sanitárias.

Do alto de uma caminhonete, Bolsonaro disse que ele e seus apoiadores não querem negociar nada e voltou a criticar o que chamou de “velha política”.

“Nós não queremos negociar nada. Nós queremos é ação pelo Brasil. O que tinha de velho ficou para trás. Nós temos um novo Brasil pela frente. Todos, sem exceção, têm que ser patriotas e acreditar e fazer a sua parte para que nós possamos colocar o Brasil no lugar de destaque que ele merece. Acabou a época da patifaria. É agora o povo no poder.”

Reação

Políticos e entidades criticam discurso de Bolsonaro em ato a favor da intervenção militar

Políticos e entidades criticam discurso de Bolsonaro em ato a favor da intervenção militar

Políticos e entidades se posicionaram sobre a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), em um ato em Brasília que defendia medidas ilegais, como a intervenção militar. Ministros do STF, governadores e entidades repudiaram o discurso.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), publicou em uma rede social, mensagem na qual repudia “todo e qualquer ato que defenda a ditadura, atentando contra a Constituição”.

Maia: 'Temos que lutar contra o corona e contra o vírus do autoritarismo"

Maia: ‘Temos que lutar contra o corona e contra o vírus do autoritarismo”

Contrato Verde e Amarelo

E em meio a esse clima de tensão entre o presidente e o Congresso, perde validade hoje a medida provisória (MP) que criou o contrato Verde e Amarelo, texto editado pelo governo em novembro do ano passado, com o intuito de reduzir encargos trabalhistas de empresas e, dessa forma, estimular a geração de empregos, principalmente entre os jovens.

A medida está em vigor desde a edição pelo Executivo, mas precisa ser aprovada pelo Congresso para se transformar em lei. O prazo para a análise de uma MP pelo Legislativo é de 120 dias. Se o texto não for votado nesta segunda e perder a validade, caberá ao Congresso aprovar um projeto de decreto legislativo para regulamentar o que acontecerá com os contratos firmados durante a vigência da MP.

Neste domingo, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), sugeriu ao presidente Jair Bolsonaro que reedite a MP. “Para ajudar as empresas a manter os empregos dos brasileiros, sugiro ao presidente @jairbolsonaro que reedite amanhã (20) a MP 905, do Contrato Verde e Amarelo. Assim, o Congresso Nacional terá mais tempo para aperfeiçoar as regras desse importante programa”, escreveu Alcolumbre em uma rede social.

Seguro obrigatório

A medida provisória (MP) que extinguiria, a partir de 2020, o seguro obrigatório Dpvat e o Dpem perderá a validade nesta segunda-feira (20). Não houve acordo entre os parlamentares para a votação do texto editado pelo governo federal em novembro do ano passado.

O Dpvat é pago todos os anos por proprietários de veículos e indeniza vítimas de acidente de trânsito. O Dpem assiste vítimas de danos causados por embarcações. Do total arrecadado com o Dpvat, 45% deve ser destinado para o Ministério da Saúde, para custear o atendimento hospitalar de vítimas; 5% para programas de prevenção de acidentes; e o restante, para indenizações.

O texto também foi questionado no Supremo Tribunal Federal pelo partido Rede Sustentabilidade. Em dezembro do ano passado, a Corte suspendeu a medida provisória. Com a suspensão, a cobrança do DPVAT prosseguiu em 2020.

Coronavírus

O Ministério da Saúde divulgou neste domingo (19) o mais recente balanço dos casos de coronavírus no Brasil. Os principais dados são:

  • 2.462 mortes – no sábado, eram 2.347 (aumento de 4,9%)
  • 38.654 confirmados – no sábado , eram 36.599 (aumento de 5,6%)
  • 6,4% é a taxa de letalidade
  • em 7 dias foram 1.239 mortes a mais (aumento de 101%)
  • São Paulo tem 1.015 mortes e 14.267 casos

Os estados com mais mortes confirmadas são:

  • São Paulo – 1.015
  • Rio de Janeiro – 402
  • Pernambuco – 216
  • Ceará – 186
  • Amazonas – 182

No mundo, a Nova Zelândia mantém restrições mesmo com número baixo de casos, a Alemanha se prepara para reabrir parte do comércio e a Índia registra o pico de casos desde o início da doença. Leia as últimas sobre o coronavírus.

Um funcionário da segurança limpa carrinhos de compras na entrada de uma loja de jardinagem em Munique, na Alemanha, nesta segunda-feira (20) — Foto: Matthias Schrader/AP

Um funcionário da segurança limpa carrinhos de compras na entrada de uma loja de jardinagem em Munique, na Alemanha, nesta segunda-feira (20) — Foto: Matthias Schrader/AP

Pesquisa Datafolha

Pesquisa realizada pelo instituto Datafolha e divulgada pelo jornal “Folha de S. Paulo” neste domingo (19) mostra que 89% dos entrevistados avaliam que os políticos deveriam deixar para os médicos a avaliação sobre o uso da cloroquina.

A pesquisa mostra que 7% consideram melhor os políticos incentivarem o uso da cloroquina e 4% declararam não saber.

O levantamento foi feito na sexta-feira (17). Foram ouvidas 1.606 pessoas por telefone em todas as regiões do país. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Exclusivo Fantástico

"É um vírus ruim, perigoso", alerta Nobel de Medicina sobre coronavírus

“É um vírus ruim, perigoso”, alerta Nobel de Medicina sobre coronavírus

O novo coronavírus é o atual pesadelo da humanidade, mas a nossa história está marcada por outras pandemias que também foram causadas por vírus.

O repórter Álvaro Pereira Júnior, do Fantástico, conversou com o Prêmio Nobel de Medicina que desvendou como o nosso organismo reage ao ataque de um vírus.

“É um vírus ruim, perigoso”, afirmou o Dr. Peter Doherty. Assista acima

Auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal segue com o calendário de pagamentos do auxílio emergencial de R$ 600. Nesta segunda-feira (20), serão creditados os pagamentos para 6.154.392 pessoas, entre beneficiários do Bolsa Família e inscritos via aplicativo e site, que vão receber por meio de poupança digital da CEF. Até as 21h de sexta-feira, já haviam sido pagos R$ 11,36 bilhões para 16,6 milhões de brasileiros.

O Assunto

Eles trabalham juntos há mais de duas décadas, em variados estádios, estúdios, cidades e países. Agora, a parceria virou remota e ganhou um novo objeto: a retransmissão de jogos históricos do futebol brasileiro. No quarto episódio da série sobre as transformações causadas no cotidiano pelo isolamento social, Renata Lo Prete conversa com o narrador Galvão Bueno e o comentarista Walter Casagrande JrOuça abaixo:

Violência contra a mulher

Levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FSBP) em parceria com a empresa de pesquisas Decode Pulse mostra que os relatos de terceiros sobre brigas de casais na internet aumentaram desde o início do isolamento social provocado pela pandemia do coronavírus.

No total, foram analisadas 52.315 menções no Twitter. Segundo o Fórum, a pesquisa foi feita após vários países registrarem aumento nos casos de violência contra as mulheres, desde que a pandemia do novo coronavírus se espalhou pelo mundo.

Reinvenção do teatro

'Pluft, o Fantasminha' se apresenta no Teatro Isabel nos dias 20 e 21 de julho — Foto: Costa Neto/Divulgação

‘Pluft, o Fantasminha’ se apresenta no Teatro Isabel nos dias 20 e 21 de julho — Foto: Costa Neto/Divulgação

Com o fechamento dos teatros na quarentena, cerca de 12 mil profissionais do setor tiveram que parar, só no Rio e em São Paulo. A estimativa da Associação dos Produtores de Teatro (APTR) é que, nas duas capitais, as temporadas de quase 350 peças tenham sido interrompidas pela pandemia do coronavírus.

Segundo a entidade, pelo menos 70% desses espetáculos não tinham patrocínio – ou seja, suas rendas dependiam exclusivamente da bilheteria. “Nosso setor vive de aglomeração. A música tem os direitos autorais. O audiovisual ainda pode ser exibido em plataformas de streaming. Já o teatro é feito ao vivo”, diz Eduardo Barata, presidente da APTR.

Live do Rei

Roberto Carlos pede uso de máscaras — Foto: Reprodução/GloboPlay

Roberto Carlos pede uso de máscaras — Foto: Reprodução/GloboPlay

O cantor Roberto Carlos se apresentou ao vivo neste domingo (19), direto de seu estúdio no Rio de Janeiro, para comemorar o aniversário de 79 anos, em show transmitido pelo Globoplay.

Entre sucessos como “Emoções”, o rei aproveitou para reforçar um pedido durante a pandemia de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus: “Fique em casa”. Ele ainda mostrou a máscara que estava usando antes de começar a cantar e ressaltou a importância do uso.

“Só tirei porque preciso cantar, cantar de máscara é estranho”, justificou.

“Quero dizer para vocês que estava usando essa máscara, ela está usada. Vocês têm que usá-la com certeza. Isso é uma defesa muito grande contra tudo isso que está acontecendo neste momento, que eu não gosto nem de falar o nome”, disse Roberto.

Roberto Carlos comemora aniversário de 79 anos com live

Roberto Carlos comemora aniversário de 79 anos com live

Fonte: G1

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA NO G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA NO G1

Por G1

 


economia da China encolheu 6,8% no primeiro trimestre. Nelson Teich, o novo ministro da Saúde, toma posse. A demissão de Mandetta e o futuro da saúde no país é o tema do podcast O Assunto. E saiba quem é novo comandante das ações contra a pandemia do coronavírus, que já matou quase 2 mil e infectou mais de 30 mil no Brasil. A Câmara aprova projeto que amplia alcance da ajuda de R$ 600 e derruba exigência de CPF. E fique por dentro das lives que agitam o final de semana na quarentena.

Economia encolheu na China

Economia da China encolhe pela primeira vez desde 1976

Economia da China encolhe pela primeira vez desde 1976

A economia da China contraiu-se no primeiro trimestre deste ano. O Produto Interno Bruto (PIB) do gigante asiático caiu 6,8% no período, confirmando os efeitos causados pela pandemia do novo coronavírus que parou o país no início de 2020.

No último trimestre de 2019, o crescimento foi de 6% em relação ao ano anterior.

Nelson Teich, o novo ministro da Saúde

Saiba quem é Nelson Teich, novo ministro da Saúde

Saiba quem é Nelson Teich, novo ministro da Saúde

O novo ministro da Saúde, Nelson Teich, toma posse hoje. Ontem, ao ser anunciado por Jair Bolsonaro no lugar de Luiz Henrique Mandetta, afirmou que não haverá uma “definição brusca” em relação às orientações sobre o isolamento social, mas que está alinhado ao presidente. Saiba mais sobre o novo titular da pasta que comanda o combate à epidemia de Covid-19.

O Assunto: A troca de ministro e o futuro da Saúde

A saída de Mandetta era questão de tempo – e se concretizou. Depois de semanas de discordâncias públicas, o presidente Jair Bolsonaro demitiu o ministro e colocou Nelson Teich na vaga. Em conversa com Renata Lo Prete, o colunista do G1 Helio Gurovitz analisa como fica agora o combate à Covid-19 e fala dos erros e acertos do ex-ministro. Helio discute também a situação de Bolsonaro após demitir o ministro em meio à pandemia. Ouça:

Ajuda de R$ 600

Câmara aprova fim da exigência de CPF ou título de eleitor para ajuda de R$ 600

Câmara aprova fim da exigência de CPF ou título de eleitor para ajuda de R$ 600

A Câmara dos Deputados aprovou ontem projeto de lei que estende o auxílio emergencial de R$ 600 pago a trabalhadores informais por três meses a outros grupos sociais, incluindo mães adolescentes. Pais solteiros que sejam chefes de família receberão em dobro o auxílio, criado como forma de compensar a perda de renda de trabalhadores informadores em razão da crise do coronavírus. A proposta aprovada também permite que recebam o auxílio pessoas que não têm CPF ou título de eleitor.

Mortes na linha de frente

 — Foto: Susana Vera / Reuters

— Foto: Susana Vera / Reuters

Brasil registra ao menos 30 mortes de profissionais de enfermagem causadas pela Covid-19, de acordo com balanço do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen). Os dados retratam o impacto das infecções do novo coronavírus entre enfermeiros, técnicos e assistentes até quarta-feira (15). Outros 4 mil profissionais estão afastados pela doença, sendo 552 com diagnóstico confirmado e mais de 3,5 mil em investigação. E mais: já são mais de 4,8 mil denúncias por falta de equipamentos de proteção individual (EPIs) para trabalhar.

Máscaras obrigatórias em BH

 — Foto: Heloise Hamada / G1

— Foto: Heloise Hamada / G1

A partir de quarta-feira (22), quem passar pelas ruas e estabelecimentos de Belo Horizonte vai ter que usar máscara. A proteção passa a ser obrigatória. De acordo com o documento, a medida é válida para todo o espaço público, transporte coletivo e para o comércio.

Linguagem de favela em BH

Moradores do Morro do Papagaio em BH fazem rap para conscientizar comunidade

Moradores do Morro do Papagaio em BH fazem rap para conscientizar comunidade

Um carro de som, alugado por R$ 20 a hora, circula pelas ruas e vielas do Morro do Papagaio, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, tocando um rap que já virou hit na comunidade. Rap “Corona, cerol fininho” e grupo de WhatsApp ajudam a conscientizar moradores.

Ideia surgiu da necessidade de fazer as pessoas se identificarem com a letra e, assim, entenderem a importância das medidas de prevenção.

“Pra favela é complicado mudar suas ações. Mas, na medida do possível, sigam as orientações”. Este é um trecho de “Corona, cerol fininho”, composto pelo líder comunitário Júlio Fessô em parceria com o MC Jhonata. “É a linguagem da favela”, diz um dos autores da composição.

Canto na janela virou show no Rio

Cantora faz shows na janela do apartamento no Flamengo, na Zona Sul do Rio

Cantora faz shows na janela do apartamento no Flamengo, na Zona Sul do Rio

O isolamento social devido ao novo coronavírus transformou a janela da cantora Chrystal Faini em uma espécie de palco. Uma vez por semana, ela tem dado shows para seus vizinhos no Condomínio Residência, no Flamengo, Zona Sul do Rio.

“Eu resolvi ir para a janela do meu prédio levar um pouco de amor para meus vizinhos através do canto. Eu nunca iria imaginar que o prédio todo iria parar para assistir, aplaudir e muito menos cantar junto”, disse a cantora. “A minha primeira reação foi arrepio, seguido de choro e gritos de alegria. Essa foi a primeira vez que eu fiz algo tão ousado e que deu uma resposta tão linda.”

Rei na TV e Globoplay

Roberto Carlos — Foto: Natália Clementin/G1

Roberto Carlos — Foto: Natália Clementin/G1

Roberto Carlos vai comemorar seu aniversário de 79 anos nesse domingo (19), com a TV Globo e o Globoplay. O cantor estará em seu estúdio, na Urca, no Rio de Janeiro, e o Domingão do Faustão exibirá, ao vivo, às 19h45, as duas primeiras músicas.

O público poderá cantar todos os sucessos com o Rei e acompanhar a apresentação completa, com duração prevista de 45 minutos, no Globoplay e no canal de Roberto Carlos no Youtube.

Lives desta sexta-feira

Maiara e Maraisa, Marília Mendonça e Zé Neto e Cristiano participam do WorkShow Live — Foto: Divulgação

Maiara e Maraisa, Marília Mendonça e Zé Neto e Cristiano participam do WorkShow Live — Foto: Divulgação

Hoje tem Marília Mendonça, Fresno, Maiara e Maraisa, Zé Neto e Cristiano, João Neto & Frederico, Dilsinho, Paulo & Nathan, Diego & Victor Hugo, Luísa & Maurílio, Léo Santana, Mariana Fagundes e mais.

US$ 900 para cada japonês

O governo do Japão pagará US$ 900 a cada um de seus cidadãos para compensar as perdas econômicas causadas pela pandemia de coronavírus. Não está claro, porém, se pagamento serão feitos independentemente de renda ou idade, e se, além dessa parcela, o governo planeja continuar com esses desembolsos se a pandemia de coronavírus continuar.

Curtas e Rápidas – Coronavírus:

Educação

Site do Enem — Foto: Reprodução site do Enem

Site do Enem — Foto: Reprodução site do Enem

Termina às 23h59 desta sexta-feira o prazo para pedir isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020. O participante que deseja solicitar o direito de não pagar a taxa e estiver dentro dos critérios do edital deve acessar a página do Enem 2020 e se inscrever. O resultado será divulgado no dia 24 de abril.

Morre cantor francês Christophe

Christophe em imagem de 11 de dezembro de 2019 em Paris — Foto: Joel Saget / AFP Photo

Christophe em imagem de 11 de dezembro de 2019 em Paris — Foto: Joel Saget / AFP Photo

Daniel Bevilacqua (seu verdadeiro nome), deu entrada em um hospital de Paris no dia 26 de março com enfisema, sendo transferido posteriormente para Brest (oeste). Família não citou a Covid-19.

Curtas e Rápidas:

  • Blog do Altieres: Como saber se você está baixando um aplicativo legítimo ou oficial

Fonte: G1

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA NO G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA NO G1

Por G1

 


Justiça derruba exigência de regularizar o CPF para receber a ajuda de R$ 600, barreira que estava provocando filas e aglomerações pelo Brasil. Mapa de Prefeitura de SP mostra que as mortes por coronavírus estão concentradas na periferia. A provável substituição de Mandetta no Ministério da Saúde é tema do podcast O Assunto, com Renata Lo Prete e Natuza Nery. Os EUA têm 2.569 mortes em 24 horas, maior nº já registrado na pandemia. E o Monitor da Violência, ferramenta exclusiva do G1, mostra que o número de pessoas mortas pela polícia cresceu no Brasil em 2019.

Ajuda de R$ 600, filas e o CPF

O juiz federal Ilan Presser, do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1), suspendeu a exigência de regularização do Cadastro de Pessoa Física (CPF) para que a pessoa possa receber o auxílio emergencial de R$ 600. A regularização do CPF é uma das exigências da Receita Federal para a pessoa receber o pagamento. A Justiça entendeu que a exigência tem provocado aglomerações, o que contraria orientações das autoridades de saúde.

Calendário de pagamentos

A Caixa Econômica Federal começa a pagar hoje a primeira parcela do Auxílio Emergencial para os beneficiários do Bolsa Família e para os trabalhadores que se inscreveram no programa emergencial por meio do aplicativo e do site.

Mortes da periferia de São Paulo

Mortes suspeitas ou confirmadas de coronavírus se concentram na periferia da cidade de São Paulo, aponta estudo. — Foto: Divulgação / Secretária Municipal de Saúde

Mortes suspeitas ou confirmadas de coronavírus se concentram na periferia da cidade de São Paulo, aponta estudo. — Foto: Divulgação / Secretária Municipal de Saúde

A cidade de São Paulo registrou, entre os dias 23 de fevereiro e 11 de abril, 1.207 mortes confirmadas ou suspeitas de coronavírus, segundo a Secretaria Municipal da Saúde. Os dados fazem parte de um mapa divulgado pela pasta que mostra a distribuição dos óbitos por distrito. O mapa da prefeitura mostra concentração de vítimas na periferia.

Segundo o mapa, até o último sábado (11), a cidade tinha 1.207 mortes potencialmente causadas pelo coronavírus, entre óbitos confirmados e suspeitos. Na mesma data, a Secretaria Estadual da Saúde anunciou 422 mortes confirmadas por coronavírus na capital. Portanto, das 1.207 mortes apresentadas no mapa, 785 são suspeitas. A diferença dos números oficiais com o mapa se deve, em grande parte, ao atraso no processamento dos exames pelos laboratórios credenciados no estado.

  • Jovens da periferia arrecadam R$ 120 mil para ajudar famílias carentes na Zona Sul de SP durante pandemia

Monitor da violência

 — Foto: Amanda Paes / G1

— Foto: Amanda Paes / G1

O Brasil teve ao menos 5.804 pessoas mortas por policiais no ano passado – um dado maior que em 2018. No mesmo período, 159 policiais foram assassinados – número bem menor que o do ano anterior. É o que mostra um levantamento feito pelo G1 com base nos dados oficiais de 25 estados e do Distrito Federal. Apenas Goiás se recusa a passar os dados. A pesquisa mostra que o número de pessoas mortas pela polícia cresceu em 2019 e o assassinatos de policiais caíram pela metade.

Mandetta até quando na Saúde?

Mandetta reconhece divergência com Bolsonaro e admite sair; saiba o que disse o ministro

Mandetta reconhece divergência com Bolsonaro e admite sair; saiba o que disse o ministro

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou ontem que ele e os secretários que o auxiliam entraram juntos no ministério e sairão juntos. Mais cedo, seu secretário de Vigilância em Saúde Wanderson de Oliveira chegou a pedir demissão em razão da provável saída de Mandetta do ministério devido às divergências com o presidente Jair Bolsonaro. Mandetta não aceitou o pedido.

Durante entrevista, Mandetta falou em tom de adeus do Ministério da Saúde. Ele reconheceu divergência com Bolsonaro, e admitiu sair. Saiba o que disse o ministro.

Hoje, Mandetta deve ser o centro do noticiário outra vez, pois é provável que ele se reúna com o presidente.

O Podcast “O Assunto” fala hoje sobre a provável substituição de Mandetta. Para entender a queda-de-braço com Bolsonaro, Renata Lo Prete conversa com Natuza Nery, comentarista da GloboNews. Ouça:

Servidores sem reajustes

O projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2021, enviado ontem pelo governo ao Congresso Nacional, não prevê reajustes para servidores públicos no próximo ano. O PLDO foi apresentado pelo Ministério da Economia e, segundo o secretário de Orçamento Federal, George Soares, o texto prevê somente a transformação de cargos e de funções, sem alterações na remuneração.

A tragédia dos números nos EUA

Profissionais de saúde socorrem mulher com dificuldades de respirar, um dos sintomas da Covid-19, em Nova York (EUA) nesta quarta-feira (150 — Foto: Lucas Jackson / Reuters

Profissionais de saúde socorrem mulher com dificuldades de respirar, um dos sintomas da Covid-19, em Nova York (EUA) nesta quarta-feira (150 — Foto: Lucas Jackson / Reuters

Os Estados Unidos registraram ontem um novo recorde, com quase 2.600 mortes provocadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, o pior boletim diário para um país em todo o mundo. São 2.569 pessoas morreram de Covid-19 entre as 20h30 local de terça e o mesmo horário de quarta. Já são 28.325, mais do que qualquer outro país.

Desviando o foco

Anúncio de Trump sobre a suspensão do financiamento da OMS desencadeia corrente de crítica

Anúncio de Trump sobre a suspensão do financiamento da OMS desencadeia corrente de crítica

No meio da pandemia, o presidente Donald Trump cumpriu uma ameaça feita na semana passada e anunciou que os EUA congelarão a contribuição à Organização Mundial da Saúde (OMS). Mas o que significa a suspensão do financiamento dos EUA para a OMS e para Trump? Entenda no blog da Sandra Cohen.

Transmissão comunitária nas Américas

No mundo, já são mais de 2 mi de infectados e 137 mil mortos pela Covid-19

No mundo, já são mais de 2 mi de infectados e 137 mil mortos pela Covid-19

O mundo tem atualmente 24 países em que a transmissão do novo coronavírus é considerada comunitária. Metade dos integrantes deste grupo estava nas Américas até ontem, de acordo com a OMS. Transmissão comunitária é a fase do contágio em que a origem da transmissão não pode ser identificada e é considerado que o vírus circula de forma sustentada naquele território.

Há um mês, a primeira morte no Brasil

Mãe do 1ª brasileiro que morreu com Covid-19 está preocupada com o marido e filhos

Mãe do 1ª brasileiro que morreu com Covid-19 está preocupada com o marido e filhos

primeira morte por Covid-19 no Brasil completa um mês nesta quinta-feira. Desde então, o Brasil já registrou mais de 1.700 mortes e mais de 28 mil casos.

A vítima foi um homem de 62 anos que estava internado no Hospital Sancta Maggiore, da Rede Prevent Sênior, no Paraíso, Zona Sul de São Paulo. Ele tinha histórico de diabetes e hipertensão, além de hiperplasia prostática — um aumento benigno da próstata que não é uma doença, mas uma condição comum em homens mais velhos e que pode causar infecções urinárias.

Na época, o infectologista David Uip, coordenador do Centro de Contingência para o coronavírus no estado de São Paulo, informou que a vítima teve os primeiros sintomas da doença no dia 10 de março, sendo internada quatro dias depois, dia 14, e morrendo às 16h03 de segunda-feira, 16 de março.

Certo e errado em tempos de pandemia

Coronavírus: veja jeito certo e errado de gestos do dia a dia durante a pandemia

Coronavírus: veja jeito certo e errado de gestos do dia a dia durante a pandemia

Alguns gestos e comportamentos do dia a dia precisam ser repensados para ficarem de acordo com as medidas de higiene necessárias para conter a pandemia. Vídeo mostra alguns bons hábitos para se proteger da contaminação.

Anticorpos

Coleta de sangue de dedo de paciente com suspeita de coronavírus em drive-thru de Florianópolis — Foto: Diórgenes Pandini /NSC

Coleta de sangue de dedo de paciente com suspeita de coronavírus em drive-thru de Florianópolis — Foto: Diórgenes Pandini /NSC

Entenda nova proposta do Butantan para tratamento com anticorpos de pacientes curados. Método tem pontos em comum com a terapia de plasma já utilizada no Brasil, mas estudo demanda mais tempo por ter uma seleção de genes que garante produto específico contra o vírus.

17 horas de fila e oferta de emprego

Desabafo de mestre de obras provoca a união de vizinhos em rede de solidariedade

Desabafo de mestre de obras provoca a união de vizinhos em rede de solidariedade

A busca do mestre de obras Raimundo Nonato de Souza, de 56 anos, por um emprego pode finalmente chegar ao fim. Após ser entrevistado pelo Bom Dia Rio, uma empresária ofereceu emprego ao homem, que há dez anos busca uma oportunidade de trabalho.

Ele foi ouvido enquanto tentava regularizar o número de CPF e, assim, conseguir dar entrada no auxílio emergencial de R$ 600 disponibilizado pelo governo devido à pandemia do novo coronavírus. O homem passou a noite na porta de um posto da Receita Federal em Madureira, na Zona Norte do Rio, até, enfim, conseguir corrigir as informações no cadastro. Foram 17 horas na fila.

Relatos da pandemia

Emprego: videoentrevista

Videoentrevista se tornou rotina nos processos seletivos para vagas de emprego — Foto: Reprodução / TV Globo

Videoentrevista se tornou rotina nos processos seletivos para vagas de emprego — Foto: Reprodução / TV Globo

Com pandemia, videoentrevista ganha destaque nas seleções de emprego. Entrevista online é tão formal quanto a presencial, por isso, o candidato deve ter o mesmo cuidado que teria se fosse até o escritório da empresa. Confira dicas e os cuidados a serem tomados.

‘Just Dance’

Daya Luz e Pâmella Ribeiro dão dicas para 'Just Dance' em casa

Daya Luz e Pâmella Ribeiro dão dicas para ‘Just Dance’ em casa

“Just Dance” é boa opção de exercícios em casa. A cantora Daya Luz, que é ex-bailarina do Faustão, e e a vice-campeã mundial e bicampeã brasileira do jogo Pâmella Ribeiro ajudam iniciantes. Repórter do G1 tentou seguir passos.

Lives

Di e Gee, ex-colegas de NX Zero, e Fresno fazem lives com 'emo raiz' nesta quinta (16) e sexta (17) — Foto: Divulgação

Di e Gee, ex-colegas de NX Zero, e Fresno fazem lives com ‘emo raiz’ nesta quinta (16) e sexta (17) — Foto: Divulgação

Curtas e Rápidas – Coronavírus:

Casamento no hospital

Gabriela com o pai, Glauco Palheta, no dia do casamento. Cerimônia aconteceu dentro do Hospital Alemão Oswaldo Cruz — Foto: Arquivo pessoal

Gabriela com o pai, Glauco Palheta, no dia do casamento. Cerimônia aconteceu dentro do Hospital Alemão Oswaldo Cruz — Foto: Arquivo pessoal

A cama de hospital onde estava o piloto de avião Glauco Palheta, de 56 anos, foi escoltada por enfermeiros pelos corredores do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo. Dessa vez, o trajeto não era para realizar algum exame de emergência. Ao lado da cama, estava a filha de Glauco, a estudante Gabriela, de 22 anos, de vestido branco e com um buquê na mão.

Assim, pai e filha entraram na cerimônia de casamento que ocorreu num quarto do hospital no último dia 5 de abril. A cerimônia original estava marcada para o final de maio, mas teve de ser adiantada para que Glauco, que estava em estágio terminal de câncer, pudesse participar da celebração. Ele morreu na manhã seguinte ao casamento.

Previsão do tempo

Veja como fica o tempo nesta quinta (16)

Veja como fica o tempo nesta quinta (16)

Fonte: G1Ciência, dire

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA NO G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA NO G1

Por G1

 


Dados apontam que casos graves de Covid-19 pode ser o dobro. Com primeira morte no Tocantins, todos os estados do país têm vítimas por coronavírus. O Amazonas em colapso. Vírus avança na Rocinha. Na economia, veja quais impostos, tributos e contribuições foram adiado, suspenso ou reduzido, e o cargos que estão em alta. O medo de ir ao hospital já afeta o tratamento de pacientes cardíacos e com câncer. O compositor e escritor Aldir Blanc está internado em estado grave. A tragédia no Equador. A onda de máscara fashion e as homenagens a Moraes Moreira.

Casos graves podem ser o dobro

O número de casos graves de Covid-19 que exigiram internação no Brasil é pelo menos o dobro do registrado, segundo estimativa feita pelo Núcleo de Dados do Jornalismo da Globo com base em informações do Infogripe da Fiocruz. O total de pacientes hospitalizados pode chegar a 13 mil.

De acordo com o Ministério da Saúde, 6.043 pessoas foram internadas com Covid-19 até ontem. Esses pacientes foram testados e o coronavírus foi confirmado.

Mas havia ao menos 15 mil testes aguardando resultado no país, segundo dados do Infogripe. Desses, entre 7 mil e 11 mil devem testar positivo para a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), segundo estimativa do Núcleo.

Primeira morte no Tocantins

Secretaria de Saúde de Palmas, TO, registra primeira morte por Covid-19

Secretaria de Saúde de Palmas, TO, registra primeira morte por Covid-19

Palmas registrou na noite de ontem a primeira morte pelo novo coronavírus no Tocantins. A vítima é a funcionária da Secretaria Municipal de Saúde da capital Francisca Romana Sousa Chaves, de 47 anos. Ela estava internada desde o dia 18 de março na UTI de um hospital particular. Segundo a prefeitura, Dona Romana, como era conhecida, trabalhava na prefeitura desde 2005. Com a notícia, todos os estados brasileiros passam a ter registro de mortes pelo novo coronavírus.

Amazonas em colapso

Com mais de 1.200 casos, o Amazonas tem a maior proporção de confirmações de coronavírus por número de habitantes no país. Neste cenário, a UTI do hospital referência para tratar Covid-19 está lotada e faltam profissionais da área da saúde para tratar dos doentes. Para falar da situação limite no estado, Renata Lo Prete conversa com o repórter da TV Globo Alexandre Hisayasu. Ele relata como estado chegou a esse ponto e qual era a situação antes da pandemia. Participa também o enfermeiro Michel Lemos, que fala como é trabalhar em hospitais do Estado que atendem pacientes com a doença. Ouça:

Vírus avança na Rocinha

Moradores da Rocinha falam sobre aumento de 400% no número de diagnosticados com Covid-19

Moradores da Rocinha falam sobre aumento de 400% no número de diagnosticados com Covid-19

Número de infectados com novo coronavírus (Sars-CoV-2) na Rocinha aumentou de 6 para 34 em 4 dias, segundo secretaria municipal de Saúde. Moradores estudam centro de tratamento na comunidade.

“A gente sabe que os próximos dias serão bem difíceis para as favelas. Não só para a Rocinha, mas para as favelas do Rio de Janeiro. É por isso que agora a gente está batendo nessa tecla de medidas concretas. Que o estado pense, junto com a prefeitura, de que forma ele pode mitigar essa proliferação da Covid-19”, afirma morador.

Economia

Impostos, tributos e contribuições: veja o que foi adiado, suspenso ou reduzido durante a pandemia. Mudanças beneficiam não só empresas, mas também pequenos negócios, microempreendedores individuais, empregadores de trabalhadores domésticos e pessoas físicas

Trabalho em tempo de epidemia

Profissional de TI — Foto: Reprodução / EPTV

Profissional de TI — Foto: Reprodução / EPTV

A epidemia de coronavírus está provocando onda de contratações de profissionais de tecnologia. Veja cargos em alta. Empresas buscam executivos para acelerar projetos de infraestrutura, reforçar segurança de dados e ampliar suporte técnico.

Medo de hospital

medo de ir ao hospital devido ao coronavírus está afetando o tratamento de pacientes cardíacos e com câncer. A comunidade médica aponta números: houve alta no número de mortes por ataque cardíaco em casa em Nova York e, em São Paulo, uma queda de 45% nos atendimentos do Instituto do Coração (Incor).

Aldir Blanc

Aldir Blanc — Foto: Reprodução

Aldir Blanc — Foto: Reprodução

O compositor e escritor Aldir Blanc está internado em estado grave no Centro de Emergência Regional do Leblon, na Zona Sul do Rio. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ele deu entrada na sexta-feira (10) com quadro de infecção generalizada, de origem urinária, e pneumonia. Os últimos exames indicaram suspeita de coronavírus e Aldir Blanc foi transferido para o CTI da unidade, na noite de ontem.

Achatando a curva?

O estado de São Paulo encerrou a terça-feira com o registro de 695 mortes causadas pelo coronavírus, metade do número de óbitos previsto pelo governo estadual há uma semana. Especialistas ouvidos pelo G1 apontam que há indícios de que o estado está conseguindo “achatar a curva” de propagação do coronavírus, isto é, retardar o pico de mortes e contaminações pela doença. Eles destacam, no entanto, que o número abaixo do previsto, e o consequente achatamento da curva, são resultados de uma combinação de pelo menos três fatores: sucesso das medidas de isolamento socialsubnotificação das mortes e dos casos de coronavírus no estado e atraso no diagnóstico, já que mais de 20 mil amostras ainda aguardam resultado em SP. Entenda.

Tragédia no Equador

Coronavírus: Equador recolhe 700 corpos de pessoas que morreram em casa

Coronavírus: Equador recolhe 700 corpos de pessoas que morreram em casa

Entenda por que o sistema hospitalar e os necrotérios entraram em colapso no Equador. Ausência de monitoramento dos casos, falta de testes, demora na tomada de decisões e violações da quarentena amplificaram tragédia no país. Leia no blog da Sandra Cohen.

Máscara fashion

Marca paulistana Irrita vem produzindo máscaras com retalhos de tecidos nesta quarentena — Foto: Acervo Pessoal / Irrita

Marca paulistana Irrita vem produzindo máscaras com retalhos de tecidos nesta quarentena — Foto: Acervo Pessoal / Irrita

Estilistas criam peças cheias de cores e estilo. Tecidos de acervo e retalhos viram matéria-prima. Marcas da moda sofrem com quedas nas vendas e usam produção de máscaras para agradar clientes e dar trabalho a costureiras.

Curtas e Rápidas – Coronavírus:

Papai Noel usa redes sociais e manda mensagens para crianças na quarentena de coronavírus

Papai Noel usa redes sociais e manda mensagens para crianças na quarentena de coronavírus

Contrato Verde e Amarelo

Câmara aprova texto-base da medida provisória do Contrato Verde e Amarelo

Câmara aprova texto-base da medida provisória do Contrato Verde e Amarelo

A Câmara dos Deputados aprovou ontem em sessão remota o texto-base da medida provisória (MP) que cria o chamado Contrato Verde e Amarelo. O programa foi criado pelo governo federal para reduzir encargos trabalhistas para empresas e, assim, estimular a geração de empregos, principalmente entre jovens.

A MP tem validade até o próximo dia 20 e ainda precisa ser aprovada pelo Senado para seguir para sanção do presidente Jair Bolsonaro. Se o texto não for aprovado pelos senadores até o dia 20, perderá validade.

BBB20

Gizelly no 'BBB20' — Foto: Reprodução / TV Globo

Gizelly no ‘BBB20’ — Foto: Reprodução / TV Globo

Gizelly foi a eliminada do “BBB20” ontem à noite, com 54,79% dos votos. Ela foi a 14ª participante a deixar a casa. Com isso, Mari e Babu, que também estavam no paredão, continuam no reality show. Ele recebeu 41,33% dos votos. Ela levou 3,88%.

Homenagens a Moraes Moreira

Fausto faz homenagem a Moraes Moreira — Foto: Divulgação / Fausto

Fausto faz homenagem a Moraes Moreira — Foto: Divulgação / Fausto

Moraes Moreira é homenageado por cartunistas em exposição virtual. Um dos maiores nomes da música brasileira, cantor morreu na segunda-feira (13) aos 72 anos, após sofrer um infarto agudo do miocárdio. Veja as imagens.

Mega-Sena

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt / G1

Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt / G1

O concurso 2.252 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 17 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h deste quarta-feira no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50.

Fonte: G1

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA NO G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA NO G1

Por G1

 


Cerca de 9,4 milhões de pessoas recebem a partir de hoje a primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600. Dados mostram que em apenas três semanas mais pessoas foram internadas por síndrome respiratória em São Paulo que em todo o ano de 20191. Podcast O Assunto fala sobre Cloroquina e o que os estudos indicam até agora. Juntos, mas separados: como casais afastados por causa do isolamento lidam com isso. Na Nicarágua, que não adotou isolamento, o presidente sumiu da mídia. Veja relatos de profissionais da saúde e como a periferia encara a quarentena em algumas partes do país.

Auxílio de R$ 600

Caixa começa a pagar nesta terça mais R$ 4,7 bilhões em Auxílio Emergencial

Caixa começa a pagar nesta terça mais R$ 4,7 bilhões em Auxílio Emergencial

Cerca de 9,4 milhões de pessoas recebem a partir de hoje a primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 anunciado pelo governo para trabalhadores informais. A expectativa da Caixa é pagar cerca de R$ 4,7 bilhões até o final da semana para beneficiários do Bolsa Família e inscritos no Cadastro Único.

Até segunda-feira, a Caixa já havia liberado mais de R$ 1,5 bilhão para mais de 2,5 milhões de beneficiários. Os primeiros a receber, já na última quinta-feira (9), foram aqueles que estão no Cadastro Único do governo federal, mas não recebem Bolsa Família, e que têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa.

Recorde de síndrome respiratória em SP

Em todo o ano de 2019, foram registradas 9.701 internações por SRAG no estado de São Paulo, segundo o sistema de monitoramento Infogripe. Em 2020, 9.759 pessoas foram internadas somente entre 8 e 28 de março.

Cloroquina: o que dizem os estudos

Sem vacina nem tratamento específico para a Covid-19, uma droga que já havia sido usada contra outros vírus, com resultados limitados, passou a integrar o coquetel prescrito a pacientes hospitalizados e, no Brasil, virou objeto de disputa política. Neste episódio, Renata Lo Prete conversa com Natália Pasternak, pós-doutora em microbiologia, pesquisadora do Instituto de Ciências Biomédicas da USP e diretora do Instituto Questão de Ciência. Ela explica a diferença entre cloroquina e hidroxicloroquina, esclarece erros e acertos dos testes já feitos com a substância e fala da importância de obter conclusões científicas sobre eficácia e segurança. Ouça:

Testes rápidos em desenvolvimento

Rodolfo Giunchetti coordena pesquisa para desenvolvimento de teste da Covid-19 — Foto: Júlia Duarte / UFMG / Divulgação

Rodolfo Giunchetti coordena pesquisa para desenvolvimento de teste da Covid-19 — Foto: Júlia Duarte / UFMG / Divulgação

Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) começaram a desenvolver um teste rápido para diagnosticar a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Pode ser o primeiro a ser criado no país. Mas eles precisam de R$ 1,5 milhão e pedem doações.

Doações

Itaú Unibanco anuncia doação de R$ 1 bilhão para financiar ações de combate ao coronavírus

Itaú Unibanco anuncia doação de R$ 1 bilhão para financiar ações de combate ao coronavírus

Itaú e mais empresas farão doações para combater a pandemia. Banco prometeu R$ 1 bi. Bradesco, Santander, Gerdau, Ambev, Petrobras, Vale e outras grandes companhias já haviam anunciado iniciativas.

Ajuda a estados e municípios

Câmara aprova projeto que repõe a estados e municípios perdas com ICMS e ISS

Câmara aprova projeto que repõe a estados e municípios perdas com ICMS e ISS

A Câmara dos Deputados aprovou um projeto que recompõe durante seis meses as perdas de estados e municípios com a arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS, estadual) e com o Imposto Sobre Serviços (ISS, municipal). O objetivo da proposta é reduzir os efeitos na economia da crise do novo coronavírus. O texto segue para o Senado.

Juntos, mas separados

Casal faz conferência virtual para conversar — Foto: Frédéric Cirou / AltoPress / PhotoAlto / via AFP / Arquivo

Casal faz conferência virtual para conversar — Foto: Frédéric Cirou / AltoPress / PhotoAlto / via AFP / Arquivo

Como casais afastados por causa do isolamento lidam com isso.

Terapeuta de casal e família também dá dicas para superar a situação e fala sobre a importância de se lembrar sempre que ‘essa é uma situação transitória’.

  • Tinder no isolamento: brasileiros usam ‘app de paquera’ para conhecer pessoas e praticar idiomas

Pandemia

Familiares e amigos acompanham funeral no bairro de Brooklyn, em Nova York, Nova York (EUA), neste sábado (11) — Foto: Jeenah Moon/ Reuters

Familiares e amigos acompanham funeral no bairro de Brooklyn, em Nova York, Nova York (EUA), neste sábado (11) — Foto: Jeenah Moon/ Reuters

Levantamento da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, mostra que o número de casos confirmados de Covid-19 passou de 2 milhões ontem. Ao todo, pouco mais de 119 mil pessoas morreram com a doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). Isso significa que o número de casos confirmados no mundo dobrou em menos de duas semanas.

Presidente da Nicarágua sumiu

Homem com máscara caminha em frente a um muro com a figura do presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, em 30 de março — Foto: Oswaldo Rivas / Reuters

Homem com máscara caminha em frente a um muro com a figura do presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, em 30 de março — Foto: Oswaldo Rivas / Reuters

A Nicarágua não adotou isolamento para conter coronavírus, e seu presidente não aparece há um mês. Sumiço alimenta rumores sobre o estado de saúde de Daniel Ortega, alvo de protestos desde 2018. Com o presidente fora de cena, a primeira-dama – que também é vice-presidente – dá notícias sobre o governo por meio de notas à imprensa oficial.

Dicas para economia de energia no RJ

A distribuidora de energia elétrica do RJ dá dicas de como economizar durante isolamento, pois a recomendação para ficar em casa e ‘home office’ podem aumentar consumo de energia.

Diário do profissional de saúde

Relato de ‘plantões terríveis’ em UTI

Enfermeira Mara Santos com os equipamentos de proteção que utiliza para cuidar de pacientes na UTI. — Foto: Arquivo Pessoal

Enfermeira Mara Santos com os equipamentos de proteção que utiliza para cuidar de pacientes na UTI. — Foto: Arquivo Pessoal

A enfermeira Mara Santos, de 40 anos, trabalha há 18 anos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular localizado na Zona Sul de São Paulo. Ela relata plantões terríveis. Pacientes em estado grave e lotação dos leitos sempre fizeram parte do dia a dia da profissional de saúde. Entretanto, há 20 dias a UTI em que trabalha passou a atender apenas pacientes com coronavírus. Em entrevista ao G1, a enfermeira relata que a pandemia do COVID-19 deixou sua rotina ainda mais intensa, o que abalou, principalmente, o seu psicológico.

Pandemia na periferia

Escola Municipal Novo Mangue fica no Coque, comunidade na região central do Recife — Foto: Reprodução / Google Street View

Escola Municipal Novo Mangue fica no Coque, comunidade na região central do Recife — Foto: Reprodução / Google Street View

  • Minas Gerais – Doação de cestas básicas ameniza fome de famílias em ocupação de Belo Horizonte durante crise do coronavírus. Muitas pessoas que vivem na Rosa leão são autônomas e, devido ao isolamento e à quarentena, estão sem condições de faturar. Prioridade de entrega são aqueles que estão em situação de extrema necessidade.
  • Distrito Federal – Catadores do DF enfrentam isolamento social dependentes de doações e sem saneamento e renda. Região de Santa Luzia, comunidade na Estrutural, abriga trabalhadores que dependem de doações após serem afastados da coleta de lixo por medidas de prevenção contra o coronavírus.
  • Pernambuco – Falta de cestas básicas prejudica alunos de escola municipal no Coque. Foram afetados 18 estudantes da Escola Municipal Novo Mangue, na região central do Recife. Prefeitura disse que situação deve ser regularizada nesta terça-feira.

Curtas e Rápidas – Coronavírus

Emprego

Veja cargos que tiveram maior alta em vagas de emprego em março. Cargos relacionados às áreas da saúde, supermercadista, farmácia e logística foram os que mais apresentaram crescimento desde o início do isolamento social.

Previsão do tempo

Veja como fica o tempo nesta terça-feira (14)

Veja como fica o tempo nesta terça-feira (14)

Fonte: G1

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA NO G1

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA NO G1

Por G1

 


O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, concedeu entrevista exclusiva ao Fantástico. O Assunto fala sobre o cotidiano transformado com Ruy Castro e Heloisa Seixas. Participe da “Expedição Fotográfica Globo – Da Janela”. Professores da rede municipal de São Paulo vão voltar ao trabalho hoje para planejar, à distância, como deve ocorrer a retomada do ensino. A quarentena dos cães: como agir com pets.

EXCLUSIVO: Mandetta falou ao Fantástico

'Maio e junho serão os meses mais duros', afirma Mandetta em entrevista

‘Maio e junho serão os meses mais duros’, afirma Mandetta em entrevista

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, concedeu entrevista exclusiva ao Fantástico. De Goiânia, no Palácio das Esmeraldas, sede do governo goiano, ele falou sobre os meses que virão, o que os brasileiros podem esperar lá na frente e sobre a relação com o presidente Jair Bolsonaro. Assista à entrevista completa no vídeo acima. O ministro afirmou que atitudes de Bolsonaro levam “dubiedade” à população e que maio e junho serão meses mais duros da pandemia.

“Brasileiro não sabe se escuta o ministro ou o presidente”, disse Mandetta.

O Assunto: cotidiano transformado

Ruy Castro e Heloisa Seixas, unidos na quarentena. No terceiro episódio da série especial sobre o cotidiano transformado pelo isolamento social, Renata Lo Prete recebe os escritores Ruy Castro e Heloisa Seixas. Enquanto muitos casais estão momentaneamente separados, eles fizeram o caminho inverso: depois de 30 anos de convivência, compartilham o mesmo teto pela primeira vez. Ao analisar os impactos da Covid-19, Ruy aponta semelhanças e diferenças com a gripe espanhola de 1918, epidemia descrita em seu livro mais recente, “Uma Metrópole À Beira Mar”. Heloisa fala da importância da literatura neste momento e do projeto de leituras virtuais que os dois estão tocando a partir da vasta biblioteca do apartamento no Leblon. Ouça:

Expedição fotográfica: Participe!

Durante o isolamento social, é importante explorar diferentes formas de se relacionar para além de nossas casas e com as pessoas que fazem parte de nossas vidas. As ferramentas para se comunicar são as mais diversas e podem ser simples como uma janela — que permite ver o que acontece lá fora — ou tecnológicas — como as redes sociais. A “Expedição Fotográfica Globo – Da Janela” é a proposta da Globo para unir o singelo e o sofisticado em uma forma enriquecedora de se manter em contato com o mundo, mesmo estando dentro de casa. E, a partir desta segunda-feira qualquer pessoa pode fazer parte dessa iniciativa. Para participar, é preciso deixar o perfil aberto e postar suas fotos nas redes sociais usando a #ExpedicaoGloboDaJanela e o nome da sua cidade na legenda.

Ensino à distância

 — Foto: Divulgação

— Foto: Divulgação

Os professores da rede municipal de São Paulo vão voltar ao trabalho hoje para planejar, à distância, como deve ocorrer a retomada do ensino em meio à pandemia de coronavírus. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, o processo de aprendizagem se dará por meio de material impresso e, complementarmente, em ambiente virtual. Até quarta-feira (15), os docentes serão orientados sobre plataformas digitais e organização do trabalho online.

Show… em casa

João Bosco e Vinícius — Foto: Rubens Cerqueira / Divulgação

João Bosco e Vinícius — Foto: Rubens Cerqueira / Divulgação

João Bosco & Vinícius preparam live mais light e comentam atrito com Naiara Azevedo. ‘A gente não está preocupado com visualizações’, diz João Bosco ao G1.

Cães na quarentena

 — Foto: Reprodução / Instagram

— Foto: Reprodução / Instagram

Além de mudar hábitos, a quarentena também está interferindo na rotina dos cães. O número de passeios diminuiu – ou deixou de existir – e as saídas são mais curtas e cheias de cuidados. Falta de atividade pode deixar pets ansiosos mesmo com casa cheia. Brinquedos interativos, treinos de comandos e música clássica podem ajudar a entretê-los. Colo e atenção o tempo inteiro podem gerar ansiedade de separação quando isolamento acabar.

Curta e Rápida: Coronavírus

Economia

O Ministério da Economia divulga hoje o resultado da balança comercial. Até 22 de março, o país registrou superávit de US$ 2,683 bilhões no mês passado. O Banco Central divulga relatório com as previsões do mercado financeiro para PIB, inflação, entre outros índices.

BBB20

Flayslane — Foto: Reprodução / TV Globo

Flayslane — Foto: Reprodução / TV Globo

Flayslane foi eliminada do “BBB20” ontem á noite, com 63% dos votos. Ela foi a 13ª participante a deixar a casa. Babu e Thelma continuaram no jogo. Thelma recebeu 36,53% dos votos e Babu, apenas 0,47%.

Desligou no final de semana? Veja algumas das principais notícias

Boris Johnson recebe alta após ser internado com Covid-19

Boris Johnson recebe alta após ser internado com Covid-19

Bolsonaro descumpre medidas de distanciamento social pelo 3º dia seguido

Bolsonaro descumpre medidas de distanciamento social pelo 3º dia seguido

Fonte: G1

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA NO G1