ARTHUR LIRA DIZ QUE SUA PROPOSTA É DIALOGAR COM TODOS SO GRUPOS POLÍTICOS E NÃO REJEITA APOIO SEJA DA ESQUERDA OU DE BOLSONARO

Lira diz que sua candidatura não rejeita apoio nem de Bolsonaro, nem da esquerda

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo
 Atualizado 08 de janeiro de 2021 às 21.26
O deputado federal Arthur Lira (PP-AL)O deputado federal Arthur Lira (PP-AL)

Candidato a presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Arthur Lira (PP-AL) afirmou nesta sexta-feira (8) que a sua proposta é dialogar com todos os grupos políticos.

Questionado sobre o apoio do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Lira disse em entrevista à CNN não rejeitar adesão de ninguém.

“O diferencial da nossa campanha é que nós temos contato direto com os deputados, independente de partido e independente de tendência, de centro, de direita ou de esquerda. Eu não rejeito apoio de ninguém, nem de nenhum partido”, disse o deputado.

Arthur Lira foi entrevistado pela âncora da CNN Carla Vilhena e pelos colunistas Caio Junqueira, Fernando Molica e Thaís Arbex.

A fala do deputado Arthur Lira acontece em um momento em que os partidos de esquerda se aproximam da candidatura do seu adversário, o deputado Baleia Rossi (MDB-SP), aliado do atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Uma das apostas da campanha de Lira é a de defecções na base de apoio do candidato do MDB. Partidos como o PT, que apoiam Baleia Rossi, se apresentam rachados. Dos 51 deputados petistas, apenas 28 votaram em favor do apoio ao candidato de Maia.

‘A Câmara não tem dono’

Arthur Lira fez críticas a Baleia Rossi e Rodrigo Maia. O discurso do deputado do PP é de que o atual presidente da Câmara dirige a Casa com “centralismo”, definindo a pauta dos debates entre os parlamentares. A promessa de Lira é ir em outro caminho caso seja eleito.

“A pauta não é do presidente e a Câmara não tem dono”, criticou. “Não cabe a mim nem ao atual presidente definir a pauta do Brasil”, prosseguiu.

“A Câmara vai voltar a ter previsibilidade, o deputado vai voltar a ter voz e nós vamos respeitar as proporcionalidades da Casa”, disse Arthur Lira.

Segundo ele, a intenção é que a Câmara tenha uma “agenda” pré-definida dos temas a serem votados.

O candidato a presidente da Câmara afirmou que a prioridade será a PEC emergencial, para poder criar um novo programa social. Ele voltou a criticar a defesa de Rossi, que propôs a convocação de uma sessão emergencial para analisar temas a respeito da Covid-19, em especial a prorrogação do auxílio emergencial.

“No sentido restrito de tudo que o patrocinador da campanha do deputado Baleia pregou de responsabilidade de teto de gastos, eu pergunto de onde viriam os recursos para o alargamento do auxílio emergencial ou o aumento da renda do Bolsa Família”, afirmou o deputado.

Fonte: CNN

Continuar lendo ARTHUR LIRA DIZ QUE SUA PROPOSTA É DIALOGAR COM TODOS SO GRUPOS POLÍTICOS E NÃO REJEITA APOIO SEJA DA ESQUERDA OU DE BOLSONARO

RODRIGO MAIA TEM ALMOÇO COM A EQUIPE DE PAULO GUEDES CANCELADO E DIZ QUE A INTERLOCUÇÃO AGORA SERÁ APENAS COM O PLANALTO

Maia tem almoço com equipe de Guedes cancelado e só vai dialogar com Planalto

Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo

 Atualizado 03 de setembro de 2020 às 20:40

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou em entrevista à CNN nesta quinta-feira (3) que um almoço que teria com dois secretários do ministro Paulo Guedes foi cancelado e que a sua interlocução a partir de agora será apenas com o Palácio do Planalto.

“A interlocução agora é com o [ministro-chefe da Secretaria de Governo Luiz Eduardo] Ramos”, disse o deputado, em entrevista ao repórter Chico Prado, após receber o projeto do governo para a reforma administrativa das mãos do ministro-chefe da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira.

Maia ainda elogiou Ramos e atribuiu ao trabalho dele o avanço da pauta legislativa de interesse do governo Bolsonaro. “Pelo menos comigo, a relação com o ministro Ramos tem sido muito positiva e muito transparente”, comentou.

O fim do seu diálogo com o ministro da Economia não vai, segundo Maia, atrapalhar a agenda de votações da pauta econômica na Câmara dos Deputados.

“Eu não transfiro problema pessoal para a minha função como presidente da Câmara, como deputado federal”, afirmou Rodrigo Maia. “Meu compromisso é com o presidente da República”, completou.

O deputado diz que a exigência de uma comissão especial para a tramitação da Reforma Administrativa, apresentada nesta quinta, não é uma retaliação. Segundo Maia, esse é o trâmite ideal para que a proposta não possa ser questionada na Justiça.

“Se eu queimar etapa, a oposição vai ao Judiciário e ganha, porque regra é para ser cumprida”, disse o presidente da Câmara.

A respeito da proposta apresentada, Rodrigo Maia disse que os parlamentares vão discutir a inclusão do serviço público do Poder Legislativo, que não foi abarcado pelo texto do governo federal.

Fonte: CNN

Continuar lendo RODRIGO MAIA TEM ALMOÇO COM A EQUIPE DE PAULO GUEDES CANCELADO E DIZ QUE A INTERLOCUÇÃO AGORA SERÁ APENAS COM O PLANALTO

UM NOVO CAPÍTULO DE COOPERAÇÃO ENTRE O IRÃ E A AGÊNCIA NUCLEAR DA ONU PARA RECOMPOR ACORDO

Irã e agência nuclear da ONU voltam a dialogar para recompor acordo

‘Um novo capítulo de cooperação entre o Irã e a Agência Internacional de Energia Atômica começará’, disse autoridade nuclear do Irã

INTERNACIONAL

por 

Reuters – Internacional

Ali Akbar Salehi, autoridade nuclear do Irã, disse que a conversa foi construtiva

As conversas com o chefe da agência nuclear da Organização das Nações Unidas (ONU) foram construtivas, disse nesta terça-feira (25) Ali Akbar Salehi, a principal autoridade nuclear do Irã, depois de se encontrar com Rafael Grossi durante uma visita para pedir acesso de inspetores a duas supostas ex-instalações atômicas, segundo citações.

Grossi, que comanda a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), quer que o Irã permita a entrada de seus inspetores nas instalações porque a agência suspeita que ainda podem abrigar material nuclear não declarado ou vestígios dele.

“Nossa conversa hoje foi muito construtiva. Foi combinado que a agência cumprirá suas responsabilidades independentes e profissionais e que o Irã cumprirá seus compromissos legais”, disse Salehi, chefe da Organização de Energia Atômica iraniana, de acordo com a Agência de Notícias dos Estudantes (Isna).

“Um novo capítulo de cooperação entre o Irã e a Agência Internacional de Energia Atômica começará”, disse Salehi, mas acrescentando que “o Irã não aceitará quaisquer exigências adicionais além dos compromissos constantes do acordo nuclear de 2015”.

“Estamos trabalhando para chegar a um acordo a respeito das atividades de verificação de salvaguarda da @AIEA no Irã”, tuitou Grossi depois de se reunir com Salehi, sem entrar em detalhes – mas algumas fontes internas disseram que pode se tratar de um sinal de que Teerã concorda em conceder à AIEA o acesso às duas instalações após um impasse de meses.

O Irã insinuou que a agência está pleiteando acesso com base em informações de Israel, o que diz ser inadmissível.

EUA X Irã

Na semana passada, os EUA pressionaram o Conselho de Segurança da ONU a readotar sanções eliminadas graças ao pacto nuclear de 2015 entre o Irã e potências mundiais, do qual os Estados Unidos se retiraram.

Teerã diz que a visita de Grossi não tem relação com as manobras norte-americanas visando sanções e pediu à AIEA para “se distanciar da pressão política de outros países”.

“Há questões que precisam ser abordadas… isto não significa uma abordagem política em relação ao Irã”, disse Grossi, segundo a mídia iraniana.

“A AIEA não deixará terceiros países impactarem suas relações com nenhum outro país.”

Grossi se encontrará com o presidente iraniano, Hassan Rouhani, e outras autoridades durante a visita.

Fonte: R7

Continuar lendo UM NOVO CAPÍTULO DE COOPERAÇÃO ENTRE O IRÃ E A AGÊNCIA NUCLEAR DA ONU PARA RECOMPOR ACORDO

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar