LEI HENRY BOREL QUE TORNA HEDIONDO HOMICÍDIO CONTRA CRIANÇAS FOI APROVADA PELA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Câmara aprova Lei Henry Borel, que considera crime hediondo o homicídio de crianças

Projeto de lei segue para sanção presidencial; medida passa a considerar homicídio qualificado o assassinato de crianças e adolescentes menores de 14 anos

Léo Lopes

da CNN

em São Paulo

Lei leva o nome do menino Henry Borel, morto aos 4 anos de idadeLei leva o nome do menino Henry Borel, morto aos 4 anos de idade Foto: Arquivo Pessoal

Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta terça-feira (3), a Lei Henry Borel, que cria novas medidas protetivas para crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica.

O projeto de lei já tinha sido aprovado por unanimidade pelo Senado federal em março, mas precisou passar pelo crivo dos deputados novamente por ter sofrido mudanças no texto. Agora, o PL segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Uma das principais medidas inclusas nesse PL passa a considerar crime hediondo o assassinato de crianças e adolescentes menores de 14 anos.

A proposta para a nova lei foi batizada de Henry Borel em homenagem ao menino de 4 anos morto no ano passado após ser espancado no apartamento em que morava com a mãe, Monique Medeiros, e o padrasto, o ex-vereador Dr. Jairinho, no Rio de Janeiro.

De acordo com o PL, o Código Penal é alterado e passa a considerar o homicídio contra menores de 14 anos como qualificado, com pena de prisão de 12 a 30 anos.

O homicídio qualificado é considerado um crime hediondo.

“Em Direito Penal, “hediondo” é um adjetivo que qualifica o crime que, por sua natureza, causa repulsa. O crime hediondo é inafiançável e insuscetível de graça, indulto ou anistia, fiança e liberdade provisória”, explica o Conselho Nacional do Ministério Público.

Se a vítima tiver deficiência ou doença que implique aumento de sua vulnerabilidade, a pena é aumentada em 1/3.

“O aumento será de até 2/3 se o autor for ascendente, padrasto ou madrasta, tio, irmão, cônjuge, companheiro, tutor, curador, preceptor ou empregador da vítima ou por qualquer outro título tiver autoridade sobre ela”, informou a Agência Câmara de Notícias.

A Lei Henry Borel ainda estabelece medidas contra o agressor que tomam como referência a Lei Maria da Penha.

Entre elas, estão o afastamento do agressor do lar, proibição de se aproximar da vítima e familiares, proibição de frequentar certos lugares, restrição ou suspensão de visitas às crianças, comparecimento a programas de reeducação e suspensão ou restrição de porte de arma.

Além disso, o PL indica que a prisão preventiva do agressor pode acontecer em qualquer fase do inquérito, mas pode ser revogada se o juiz verificar falta de motivo para manutenção.

O projeto também atribui o dever de denunciar a violência a qualquer pessoa com conhecimento dela. Se não comunicar, a pessoa pode ser condenada a detenção de seis meses a três anos – aumentada pela metade se a omissão resultar em lesão corporal grave, e, triplicada, se resultar em morte.

Continuar lendo LEI HENRY BOREL QUE TORNA HEDIONDO HOMICÍDIO CONTRA CRIANÇAS FOI APROVADA PELA CÂMARA DOS DEPUTADOS

SÁBADO (30) SERÁ O DIA D DE VACINAÇÃO CONTRA GRIPE E SARAMPO NO RN

Por g1 RN

 

Profissional da saúde prepara vacina contra gripe — Foto: Breno Esaki/Agência SaúdeProfissional da saúde prepara vacina contra gripe — Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

O Rio Grande do Norte realiza no próximo sábado (30) o Dia D de vacinação contra a gripe (influenza) e sarampo. A data é promovida pela Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap).

Segundo a pasta, os postos de vacinação dos municípios potiguares devem receber no sábado todo o público-alvo das campanhas de vacinação de 2022, iniciada em 4 de abril.

A Sesap diz que os números de vacinação estão abaixo do esperado e que a meta é vacinar pelo menos 90% dos grupos prioritários para a gripe e 95% para o sarampo.

Até a manhã desta quarta-feira (27) o Rio Grande do Norte vacinou 127.120 pessoas contra a gripe e 17.096 contra o sarampo.

“Precisamos avançar com a vacinação contra o sarampo e a influenza, para evitar complicações da doença e garantir a proteção dos grupos prioritários, e assim conseguirmos avançar para outros públicos”, disse a coordenadora de imunização da Sesap, Laiane Graziela.

A coordenadora diz que o dia “o dia D que ocorre no sábado, é importante para as pessoas que têm dificuldade em comparecer a um ponto de vacinação durante a semana, procure uma unidade de saúde para receber a dose da vacina e atualizar a caderneta de vacinação”.

A campanha de vacinação segue até 3 de junho vacinando além das crianças de 6 meses a menores de cinco anos, idosos e profissionais de saúde, também: gestantes, puérperas, professores, povos indígenas, pessoas com comorbidades, deficiência permanente, forças de segurança e forças armadas, trabalhadores de transporte coletivo e caminhoneiros, trabalhadores portuários, funcionários e população do sistema de privação de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

Continuar lendo SÁBADO (30) SERÁ O DIA D DE VACINAÇÃO CONTRA GRIPE E SARAMPO NO RN

SEGUNDO JURISTA, O STF NÃO PODE IR CONTRA A PRÓPRIA JURISPRUDÊNCIA E ANULAR OU DERRUBAR O DECRETO PRESIDENCIAL

STF não pode ir contra a própria jurisprudência’, diz Ives Gandra sobre perdão a Silveira

Jurista destaca que, em 2019, Supremo validou indulto a condenados da Lava Jato.

Divulgação | Arquivo pessoal

Para o jurista Ives Gandra Martins, o Supremo Tribunal Federal não pode ir contra a própria jurisprudência e, consequentemente, buscar anular ou derrubar o decreto presidencial, assinado por Jair Bolsonaro (PL).

A medida, antecipada pelo Conexão Política, concedeu indulto ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), perdoando as penas aplicadas ao parlamentar pelo STF.

De acordo com o jurista, em 2019 a Corte reconheceu a constitucionalidade de um decreto editado pelo ex-presidente Michel Temer (2017). Naquela ocasião, o indulto contemplou penas de pessoas condenadas na Operação Lava Jato.

Desta maneira, ele avalia que, se for preciso analisar a situação de Silveira, o STF não pode se sustentar em uma decisão contrária a algo que já foi estabelecido anteriormente.

“Evidentemente, o decreto de Bolsonaro não agradou ao Supremo. Mas, juridicamente, não acho que seja muito fácil tentar derrubar ou pretender anular, com base na jurisprudência do próprio Supremo”, afirmou Gandra Martins, conforme registro do portal de notícias R7

Fonte: Conexão Política

Continuar lendo SEGUNDO JURISTA, O STF NÃO PODE IR CONTRA A PRÓPRIA JURISPRUDÊNCIA E ANULAR OU DERRUBAR O DECRETO PRESIDENCIAL

CRIANÇAS QUE RECEBERAM VACINA ERRADA CONTRA COVID-19 NO PERNAMBUCO ESTÃO SENDO MONITORADAS PELAS AUTORIDADES DE SAÚDE DO ESTADO

Crianças recebem vacina errada contra a Covid-19 em Pernambuco

Dose da Janssen foi aplicada erroneamente em 41 crianças; seis apresentaram efeitos colaterais mais fortes, e todas serão monitoradas

Diego Barros

da CNN

em Pernambuco

Equipes de saúde do governo de Pernambuco acompanham 41 crianças que receberam, de forma equivocada, doses da vacina contra a Covid-19 da Janssen no município de Afogados da Ingazeira (PE).

Segundo informações estaduais e municipais, seis dessas crianças apresentaram efeitos colaterais mais fortes, como náuseas e vômitos. Todas as 41 serão monitoradas pelos próximos 30 dias por autoridades de saúde, que devem monitorar a resposta do organismo à dose não recomendada para crianças.

No Brasil, crianças entre 5 e 11 anos podem ser imunizadas com duas doses infantis da Pfizer; já a Coronavac pode ser utilizada na faixa etária de 6 a 11 anos. Ambas possuem a aprovação e a segurança atestada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A secretaria de Saúde de Pernambuco afirmou que crianças que receberam a vacina errada como 1ª dose deverão retornar, em 60 dias, para receberem a 2ª dose da Pfizer. Já aquelas que buscavam completar o ciclo vacinal e tomaram a Janssen como 2ª dose já são consideradas completamente imunizadas.

Segundo a prefeitura de Afogados da Ingazeira, a servidora responsável pelo erro foi afastada de suas funções e deverá responder a um inquérito administrativo.

Fonte: CNN

Continuar lendo CRIANÇAS QUE RECEBERAM VACINA ERRADA CONTRA COVID-19 NO PERNAMBUCO ESTÃO SENDO MONITORADAS PELAS AUTORIDADES DE SAÚDE DO ESTADO

INCLUSÃO DO PRIMEIRO MEDICAMENTO CONTRA COVID-19 NO SUS É RECOMENDADO PELO CONITEC

Órgão do governo recomenda inclusão no SUS do 1º medicamento para tratar Covid

Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde, órgão do Ministério da Saúde, recomendou a inclusão do “baricitinibe” contra a Covid-19

Ingrid Oliveira

da CNN

Towfiqu barbhuiya/Unsplash

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), órgão do Ministério da Saúde, recomendou a inclusão do primeiro medicamento para tratar a Covid-19 no SUS.

Na edição desta quinta-feira (31) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou que o remédico já foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em setembro de 2021, e que já é usado para o tratamento de artrite.

“Sabemos que há necessidade de manejar um processo inflamatório, esse medicamento tem um papel importante na modulação. O que se observou, é que ele tem impacto no tratamento contra a Covid”, disse Gomes.

O Olumiant (baricitinibe), da farmacêutica Eli Lilly, é indicado para o tratamento da Covid-19 em pacientes adultos hospitalizados que necessitam de oxigênio por máscara ou cateter nasal, ou que necessitam de alto fluxo de oxigênio ou ventilação não invasiva.

Segundo o neurocirugião, a utilização hospitalar acaba sendo importante. “A grande novidade aqui é que o SUS reconhece o medicamento e disponibiliza para o tratamento de pacientes de Covid. Existe todo um processo de protocolo assistencial e orçamento”, explicou o médico.

A aprovação foi baseada em dois estudos clínicos randomizados, duplo-cegos, controlados por placebo envolvendo cerca de 2.500 pacientes no mundo. O estudo COV-BARRIER, que avaliou Olumiant de 4mg em comparação com placebo, demonstrou uma redução potencial de 38% da mortalidade em 28 dias de tratamento.

Gomes também falou sobre a aprovação do segundo medicamento oral contra Covid. “O medicamento é recomendaro para adultos sem oxigênio suplementar e com risco de Covid grave”, explicou.

A autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimentaldo medicamento Paxlovid (nirmatrelvir + ritonavir) para tratamento da Covid-19 aconteceu após decisão da Diretoria Colegiada da agência.

O neurocirugião, no entanto, ressaltou que os medicamentos são reforços contra a Covid, não preventivos.

“A vacina é algo universal que ajuda todo mundo desenvolver anticorpos e combater o vírus. O uso desses [dois] medicamentos não substitui a ideia universal da vacinação”, explica Gomes.

Fonte: CNN

Continuar lendo INCLUSÃO DO PRIMEIRO MEDICAMENTO CONTRA COVID-19 NO SUS É RECOMENDADO PELO CONITEC

TEMA CUIDADOS, CONSCIENTIZAÇÃO E PREVENÇÃO CONTRA O SUICÍDIO DEVE SER DESTAQUE ANO INTEIRO

CNN Sinais Vitais aborda os cuidados e a prevenção ao suicídio

Episódio apresenta os caminhos para o tratamento e a importância da busca por ajuda especializada e de uma rede de proteção, com familiares e amigos

Lucas Rocha

Adriana Farias

da CNN

em São Paulo

 

Para além da campanha Setembro Amarelo, os cuidados, a conscientização e a prevenção contra o suicídio devem ser destaque durante todo o ano. Nesta semana, o CNN Sinais Vitais aprofunda o assunto com relatos de pessoas que se encontraram em uma das situações mais críticas do contexto da saúde mental.

A reprise do programa apresentado pelo cardiologista Roberto Kalil vai ao ar neste domingo (27), às 19h45, reforçando o conteúdo diversificado com a marca CNN Soft.

O escritor, editor e fundador da Companhia das Letras, Luiz Schwarcz, conta como a situação de descontrole o levou a ficar internado em uma clínica e a entender a vivência com a depressão. Schwarcz lançou em março de 2021 o livro “O ar que me falta: história de uma curta infância e de uma longa depressão”.

Um dos maiores nomes da história do mercado editorial brasileiro revela como a depressão e os traumas vividos na família, como o silêncio de seu pai, que não falava de si próprio nem sobre seu passado, e a pressão de ser filho único com a missão de promover a harmonia na casa, lhe afetaram ao longo de décadas.

“Dentre as inúmeras doenças mentais aquela que é mais frequentemente associada ao suicídio é justamente a depressão”, explica o psiquiatra e ex-coordenador do Programa de Controle de Transtornos Mentais e Doenças Neurológicas da Organização Mundial da Saúde (OMS), José Manoel Bertolote.

Segundo os especialistas, a depressão e o suicídio são problemas de saúde pública que devem ser enfrentados por melhorias nos serviços de saúde mental no Brasil, com políticas públicas consistentes na área.

O episódio apresenta os caminhos para o tratamento e a prevenção, bem como ressalta a importância da busca por ajuda especializada e de uma rede de proteção, como familiares e amigos.

Dados nacionais e globais

A OMS divulgou em junho de 2021 uma orientação para reduzir a taxa de suicídio em um terço até 2030 em todo o mundo. Segundo a entidade, em 2019, mais de 700 mil pessoas morreram por suicídio, o que representa uma pessoa a cada 100 mortes. Ainda segundo a OMS, são 320 milhões de pessoas deprimidas no mundo.

No Brasil, de 2011 a 2017, foram registradas 80.352 mortes por suicídio na população a partir de dez anos de idade, das quais 27% ocorreram na faixa etária dos 15 a 29 anos, sendo 79% do sexo masculino. São 13.392 mortes do tipo por ano no país, segundo dados do Ministério da Saúde.

“A depressão é uma doença como outra qualquer que deve ser tratada”, diz o presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria, Antônio Geraldo (veja entrevista no vídeo acima). “As pessoas falam assim: reaja, faça bastante força. Não existe isso. É como tirar os óculos e falar assim: enxerga, consiga ler isso aqui… ‘moço, eu tenho dez graus de miopia, eu não vou enxergar’. A depressão também é assim. Se não tratar, não adianta ninguém falar: ‘reaja, tenta’”, afirma.

“A cura da depressão não vem de uma coisa só: vem do apoio familiar, da medicação e do exercício físico”, aponta Luiz Schwarcz, que foi diagnosticado com transtorno bipolar. “Foi fundamental também eu ter feito 13 anos de análise e depois mais outros três anos de terapia/análise”, completa.

“O transtorno bipolar é caracterizado por flutuação do humor entre os dois polos: o depressivo, quando a pessoa fica muito triste, desanimada, sem vontade, pode estar associado à insônia e outros sintomas no corpo, com alterações de apetite”, explica o psiquiatra Alan Campos, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo.

“E alguns outros momentos o polo oposto, ou seja: excesso de energia, falta de necessidade de dormir, fica bem mesmo sem dormir, se expõe a muitos riscos, faz muitas atividades, começa a ter dificuldade de concentração”, acrescenta.

Relatos de familiares

A estudante de filosofia Marina Maximo adorava tocar violão e estudar línguas. Fluente em inglês, estava aprendendo francês e catalão. A depressão grave a levou, aos 19 anos, ao suicídio.

“Na adolescência com uns 14 a 16 anos por aí, ela ficou mais agitada e mal-humorada. O humor dela mudou, o barulho incomodava, tinha dia que ela queria ficar o dia inteiro no quarto, só saía para estudar”, diz a mãe Terezinha Máximo. “Ela passou a se cortar, a não dormir mais a chorar muito”. A família procurou um médico e veio o diagnóstico de depressão, fobia social e ansiedade.

“É a geração do quarto. Onde está fulano? No quarto. Está no celular, no computador, às vezes ele está na telinha, porque ele não consegue suportar o mundo fora. E são as pessoas que mais passam o tempo nas redes sociais, são os adolescentes deprimidos”, alerta a psiquiatra Alexandrina Meleiro.

“O que eu fiz de errado? Eu não dei o amor suficiente, todas essas questões que vêm principalmente para a mãe, que sempre é apontada como a responsável. São perguntas que a gente nunca vai ter resposta. E isso ficava martelando na minha cabeça. Fora a perda, fora a dor de tudo que um luto traz”, diz Terezinha.

Um estudo da Universidade do Kentucky, nos Estados Unidos, mostrou que aproximadamente 135 pessoas são impactadas com um único suicídio. Além disso, estima-se que 25 pessoas próximas da vítima podem tentar se matar ou ter ideias suicidas.

“Por isso precisamos atuar com a ‘pós-venção’, que é toda intervenção feita após um suicídio, ou seja, é todo um trabalho e as atividades que nós fazemos com os enlutados que comumente podem ter sentimento de culpa: ‘eu poderia ter feito alguma coisa’, ‘eu não prestei atenção’”, diz a psicóloga Karen Scavacini.

Após a perda da filha, a Terezinha Maximo passou a escrever para enfrentar o que sentia. Começou a pesquisar sobre o tema, frequentou grupos de apoio e, em novembro de 2017, oito meses após a morte da Marina, colocou no ar o site No m’oblidis, juntamente com o marido, Joseval. O nome é em referência a uma mensagem que Terezinha achou no status do WhatsApp da filha, o significado é “por favor, não me esqueça”, traduzindo do catalão.

Grupo de apoio

Há mais de três anos, funciona um grupo de apoio a familiares de vítimas do suicídio montado por Terezinha. “O enlutado tem a dor calada, quer falar o que está sentindo, mas tem receio” diz. “É preciso colocar para fora.”

“O suicídio é um fenômeno complexo e não tem uma causa simples, geralmente é uma combinação de fatores que levam a um desenlace fatal, como a presença de um transtorno mental”, comenta o psiquiatra Neury Botega. “A depressão, a esquizofrenia, o transtorno bipolar, ocorrem mais frequentemente dentro de uma família. Isso também pode ser condicionado geneticamente, eu posso herdar essa característica”.

Para ajudar uma pessoa com sinais de depressão ouça-a, diz a psiquiatra Alexandrina Meleiro. “Ao escutar a pessoa com empatia, não é só escutar o que ela está falando, não é o fato, mas a emoção, a dor, o sentimento, é isso que eu tenho que ‘empatizar’, que aí eu consigo me colocar um pouquinho no lugar do outro”.

Continuar lendo TEMA CUIDADOS, CONSCIENTIZAÇÃO E PREVENÇÃO CONTRA O SUICÍDIO DEVE SER DESTAQUE ANO INTEIRO

SESAP ANUNCIOU QUE VAI IMPLANTAR NO RN A VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AMARELA A PARTIR DE ABRIL

Por g1 RN

 

Vacina contra febre amarela — Foto: DivulgaçãoVacina contra febre amarela — Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) anunciou que vai implantar no Rio Grande do Norte a vacinação da febre amarela. O início da campanha será em abril e o público alvo a população a partir dos 9 meses de idade até 59 anos.

Desde 2020 a vacina da febre amarela foi incluída no calendário básico para todos os estados do Brasil, incluindo o RN, que até então era área sem recomendação de vacina, explicou a Sesap.

Essa ampliação aconteceu em função da reemergência do vírus amarílico nas duas últimas décadas para além da área considerada endêmica, que é a região amazônica. A doença atingiu estados como Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul, que não haviam registros históricos.

Diante desse avanço, se aproximando de grandes regiões metropolitanas densamente povoadas, com populações não vacinadas e infestadas por Aedes aegypti, foi vista a necessidade de ampliação da área de vacinação para todo o país.

Fórum

Em 22 de março, um encontro com referências estaduais e municipais da área da imunização, da atenção à saúde e da vigilância em saúde vai debater essa campanha de vacinação.

O “Fórum para implantação da vacina da Febre Amarela no RN” ocorrerá na Escola Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales – Mini auditório da Escola do Governo.

Além da campanha, será debatido o aumento progressivo da cobertura vacinal, a vigilância de eventos adversos possivelmente associados à vacina e o fortalecimento da vigilância integrada da febre amarela.

Febre Amarela

A febre amarela é uma doença viral aguda, imunoprevenível, transmitida ao homem e aos primatas não humanos (macacos), por meio da picada de mosquitos infectados. Possui dois ciclos de transmissão: silvestre (quando há transmissão em área rural ou de floresta) e urbano. O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa. Em áreas de mata, os principais vetores são os mosquitos Haemagogus e Sabethes. Já nas áreas urbanas, o vetor do vírus é o Aedes aegypti. O último caso de febre amarela urbana foi registrado no Brasil em 1942 e todos os casos confirmados desde então decorrem do ciclo silvestre de transmissão.

Atualmente, a febre amarela silvestre (FA) é uma doença endêmica no Brasil (região amazônica). Na região extra-amazônica, períodos epidêmicos são registrados ocasionalmente, caracterizando a reemergência do vírus no país.

Os sintomas da febre amarela são: início súbito de febre; calafrios; dor de cabeça intensa; dores nas costas; dores no corpo em geral; náuseas e vômitos; fadiga e fraqueza.

Vigilância

Entre julho de 2021 e janeiro de 2022 (SE-03), foram notificados 197 casos humanos suspeitos de FA, dos quais dois foram confirmados por critério laboratorial, 166 (85,0%) foram descartados e 29 (15,0%) estão em investigação. Os casos confirmados eram do sexo masculino, na faixa etária entre 20 e 29 anos, sem informação relacionada a vacinação e com estado vacinal ignorado. Ambos exerciam atividades laborais (extrativismo de madeira e pesca) em áreas florestais do Pará (região endêmica), com local provável de infecção nos municípios de Afuá e Oeiras do Pará, e evoluíram para o óbito.

A maioria das pessoas melhora após os sintomas iniciais. No entanto, cerca de 15% apresentam um breve período de horas a um dia sem sintomas e, então, desenvolvem uma forma mais grave da doença.

Como prevenir a febre amarela

A vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da febre amarela e é ofertada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para toda a população.

Desde abril de 2017, o Brasil adota o esquema vacinal de apenas uma dose durante toda a vida, sendo que a pessoa que recebeu uma dose da vacina antes de completar (5) cinco anos, está indicada a dose de reforço, independentemente da idade que tiver. Essa medida está de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A vacina, que é administrada via subcutânea, está disponível durante todo o ano nas unidades de saúde e deve ser administrada pelo menos 10 dias antes do deslocamento para áreas de maior risco (áreas silvestres em regiões com comprovada circulação viral), principalmente para os indivíduos que são vacinados pela primeira vez.

Continuar lendo SESAP ANUNCIOU QUE VAI IMPLANTAR NO RN A VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AMARELA A PARTIR DE ABRIL

SENADO APROVA PROJETO QUE AUMENTA EM UM TERÇO AS PENAS DE CRIMES COMETIDOS CONTRA HONRA DAS MULHERES

Senado aprova aumento da pena dos crimes de honra contra as mulheres

No Dia Internacional da Mulher, parlamentares analisaram projetos prioritários da bancada feminina

REUTERS/Adriano Machado

Gabriela Vinhal

da CNN

Em Brasília

Plenário do Senado votou projetos nesta terça-feira (8)Plenário do Senado votou projetos nesta terça-feira 

O plenário do Senado votou nesta terça-feira (8) uma série de projetos que priorizam demandas da bancada feminina. No Dia Internacional da Mulher, foi aprovado um projeto que aumenta em um terço as penas de crimes contra a honra cometidos contra as mulheres, entre eles calúnia, injúria e difamação. O texto segue para análise da Câmara.

De autoria da senadora Zenaide Maia (Pros-RN), o relatório modifica o Código Penal e inclui no rol de possibilidades de aumento de pena o fato de o crime de honra ter sido cometido “contra a mulher, por razões da condição de sexo feminino”, ou seja, quando o crime envolve “menosprezo ou discriminação à condição de mulher”.

Atualmente, o crime de calúnia prevê detenção de seis meses a dois anos; a difamação, uma penalidade de três meses a um ano, além de multa; já o crime de injúria tem pena de um a seis meses, ou multa, para quem “injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro”.

Outro projeto aprovado altera a Lei de Abuso de Autoridade e torna crime a violência institucional, ou seja, os atos ou a omissão de agentes públicos que prejudiquem o atendimento à vítima ou à testemunha de violência. O texto também pune a conduta que cause a revitimização. Em ambos os casos é prevista pena de detenção de três meses a um ano e multa.

Continuar lendo SENADO APROVA PROJETO QUE AUMENTA EM UM TERÇO AS PENAS DE CRIMES COMETIDOS CONTRA HONRA DAS MULHERES

NATAL AMPLIA PONTOS DE VACINAÇÃO PARA CRIANÇAS A PARTIR DE 6 ANOS

Por g1 RN

 

Natal amplia ponto de vacinação para crianças
Natal amplia ponto de vacinação para crianças

Natal abriu mais três pontos de vacinação contra a Covid para crianças a partir de 6 anos de idade.

Os novos locais são: o home center Ferreira Costa e o shopping Via Direta, na Zona Sul, e o ginásio Nélio Dias, na Zona Norte. (Veja mais abaixo todos os locais de vacinação para crianças).

Esses novos pontos também já aplicavam a vacinação em pessoas acima de 12 anos de idade.

Já a imunização em crianças de 5 anos é feita exclusivamente no Midway Mall, no Partage Norte Shopping e em outras 10 salas de vacinação (veja mais abaixo), com doses pediátricas da Pfizer. Esses locais também aplicam a vacina em crianças acima de 6 anos.

De acordo com o RN+ Vacina, o estado tem atualmente 35% do público entre 5 anos e 11 anos de idade vacinado com a primeira dose contra a doença, cerca de 120 mil pessoas.

Locais de vacinação infantil

  • Sala de vacina no shopping Midway Mall com funcionamento de segunda a sábado das 10h às 17h.
  • Sala de vacina no Partage Norte Shopping com funcionamento de segunda a sábado das 14h às 20h.
  • Via Direta – pedestre: horário de funcionamento de segunda a sábado das 9h às 21h;
  • Um ponto de pedestre no Nélio Dias com horário de funcionamento de segunda a sexta das 08h às 15h, e sábado das 08h às 12h;
  • Ferreira Costa com funcionando de terça-feira a sábado das 9h às 18h, com intervalo de 01h para almoço

10 salas de vacinação em UBS com horário de funcionamento de segunda a sexta-feira das 8h às 15h (com intervalo de 60 minutos para almoço):

  • UBS Pajuçara: Rua Maracaí, S/N, Conjunto Pajuçara
  • USF Nova Natal : Rua Do Pastoril, Nova Natal, Lagoa Azul
  • USF Vale Dourado: Rua Irmã Vitória, N° 02, Igapó
  • USF Panatis: Rua Das Pimenteiras, S/N, Panatis
  • UBS Ponta Negra: Rua Dr. José Medeiros, 01. Ponta Negra
  • UBS Planalto: Rua Comunidade Shalom, 10. Encantado Verde. Emaús.
  • USF Rocas: Rua Francisco Bicalho, S/N, Rocas
  • UBS Alecrim: Rua Fonseca e Silva, N° 1129, Alecrim
  • UM Felipe Camarão II: Rua Santa Cristina, N° 882, Felipe Camarão
  • USF Bairro Nordeste: Rua alto da Bela Vista, N° 492, Bairro Nordeste

Fonte: G1 RN

Continuar lendo NATAL AMPLIA PONTOS DE VACINAÇÃO PARA CRIANÇAS A PARTIR DE 6 ANOS

MINISTROS DO STF VOTAM NO SENTIDO DE REJEITAR DENÚNCIA CONTRA ARTHUR LIRA

STF forma maioria para rejeitar denúncia contra Arthur Lira na Lava Jato

Julgamento acontece no plenário virtual do STF; até o momento, sete ministros votaram no sentido de rejeitar a denúncia

Gabriel Hirabahasi

da CNN

em Brasília

Presidente da Câmara, Arthur LiraPresidente da Câmara, Arthur Lira14/09/2021REUTERS/Adriano Machado

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria, nesta quinta-feira (10), para rejeitar uma denúncia contra o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), no âmbito da Operação Lava Jato.

Até o momento, sete ministros votaram no sentido de rejeitar a denúncia. Além do relator, ministro Edson Fachin, também votaram contra a denúncia os ministros Alexandre de Moraes, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Cármen Lúcia e Rosa Weber.

O julgamento acontece no plenário virtual do STF – modalidade de votação em que os ministros registram seus votos no sistema do Supremo, sem que haja uma sessão para a leitura individual de cada voto – e se encerra nesta sexta-feira (11).

Para o relator do caso, o ministro Fachin, não há no processo registro telefônico, extrato bancário ou documento apreendido que indiquem um suposto repasse de recursos para Lira.

O presidente da Câmara é investigado por corrupção passiva. Ele é acusado de ter recebido cerca de R$ 1,5 milhão da construtora Queiroz Galvão de maneira indevida a partir de contratos firmados com a Petrobras.

Em um primeiro momento, a Procuradoria Geral da República (PGR) afirmou haver um conjunto de provas que basearam a denúncia.

Segundo a PGR, os valores teriam sido retirados de uma espécie de “caixa de propinas” mantida pela Queiroz Galvão em favor do PP.

Depois, porém, a PGR se manifestou em sentido oposto e pediu para excluir o deputado da denúncia. Em uma segunda avaliação, os investigadores consideraram “frágil” o conjunto de provas contra Lira.

Continuar lendo MINISTROS DO STF VOTAM NO SENTIDO DE REJEITAR DENÚNCIA CONTRA ARTHUR LIRA

MEDIDA PROVISÓRIA APROVADA PELA CÂMARA TORNA OBRIGATÓRIO PELOS PLANOS DE SAÚDE A COBERTURA DE REMÉDIOS DE USO ORAL CONTRA CÂNCER

Câmara aprova MP que obriga planos de saúde a cobrirem remédios orais contra câncer

Projeto determina o fornecimento de antineoplásicos, e vai à sanção presidencial

João Pedro Malardo

CNN Brasil

BusinessGabrielle Varela

da CNNem São Paulo

ANS terá um prazo de 120 dias para análise da incorporação dos remédiosANS terá um prazo de 120 dias para análise da incorporação dos remédiosReprodução

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (10) a medida provisória 1.067/2021. Ela torna obrigatória a cobertura, pelos planos de saúde, de remédios de uso oral contra o câncer. O texto já havia sido aprovado pela Casa em 2021, mas retornou para análise após a aprovação no Senado com mudanças, e agora vai à sanção presidencial.

Segundo a proposta, os planos devem fornecer o tratamento com os chamados antineoplásicos – medicamentos contra o câncer – desde que haja prescrição médica, um registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a aprovação do medicamento no rol de procedimentos e eventos em saúde suplementar na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

O texto determina que os remédios precisarão ser fornecidos diretamente pelos pacientes ou representantes legais em até 10 dias depois da recomendação médica.

No Senado, foi especificado que a ANS terá um prazo de 180 dias para análise da incorporação dos remédios, podendo ser prorrogado por mais 90 dias, o que foi mantido pela Câmara.

Os deputados também aprovaram parte de uma emenda que determina que os processos de atualização da lista de procedimentos e tratamentos contra o câncer devem ser concluídos em 120 dias após a protocolação do pedido, prorrogáveis por mais 60.

A Casa rejeitou a outra parte da emenda número 2, que abria a hipótese de rejeição de um medicamento em caso de indisponibilidade aos prestadores de serviço de saúde, no âmbito da saúde suplementar, ou caso exista outro impedimento relevante para sua incorporação.

A emenda número 3 também foi rejeitada. Ela vedava quaisquer reajustes nos planos de saúde fora dos prazos definidos na Lei nº 9.656, de 1998, que pudessem visar a equilibrar financeiramente os contratos em decorrência das incorporações realizadas.

Na terça-feira (8), o Congresso Nacional manteve o veto do presidente Jair Bolsonaro a um projeto de lei que havia sido aprovado sobre o mesmo tema. A MP foi fruto de um acordo do governo federal com o setor privado como uma alternativa ao veto presidencial.

Com informações de Gabriela Vinhal, da CNN

Continuar lendo MEDIDA PROVISÓRIA APROVADA PELA CÂMARA TORNA OBRIGATÓRIO PELOS PLANOS DE SAÚDE A COBERTURA DE REMÉDIOS DE USO ORAL CONTRA CÂNCER

MINISTRO DA SAÚDE AFIRMOU QUE 15% DO PÚBLICO-ALVO DA VACINAÇÃO INFANTIL CONTRA COVID-19 NO BRASIL JÁ RECEBEU AO MENOS UMA DOSE DO IMUNIZANTE

Queiroga: “Vacinamos 15% das crianças entre 5 e 11 anos”

Ministro comentou percentual de crianças que receberam uma dose dos imunizantes e negou que haja atraso na entrega das vacinas pediátricas contra a Covid-19

Giovanna Galvani

da CNNem São Paulo

 

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta terça-feira (8) que 15% do público-alvo da vacinação infantil contra a Covid-19 no Brasil, composto de crianças entre 5 e 11 anos, já recebeu ao menos uma dose de um dos imunizantes disponíveis para esta faixa etária.

Queiroga também negou que exista atraso na entrega de doses pediátricas da vacina contra a Covid-19 e cobrou estados e municípios da participação na campanha.

“As vacinas estão disponíveis. Já vacinamos 15% das crianças entre 5 e 11 anos, há capitais em que a vacinação já avança bastante”, disse o ministro, que repetiu a atual previsão da distribuição das doses pelo país.

“Até o dia 15 de fevereiro, todas as D1 [primeiras doses] estarão disponibilizadas. Não faltam vacinas. O ritmo heterogêneo mostra que é necessário haver um empenho de estados e municípios. Não é só o Ministério da Saúde – pelo contrário, o Ministério tem trabalhado fortemente para levar vacinas para o povo brasileiro”, declarou.

O ministro também criticou perguntas feitas por jornalistas no momento em que ele chegava ao Ministério. Os questionamentos incluíram uma possível falta de confiança dos pais nos imunizantes devido ao período mais longo do que o esperado entre a aprovação da vacina da Pfizer pela Anvisa, no dia 16 de dezembro de 2021, e a disponibilidade das doses para as crianças, que veio no dia 14 de janeiro.

“Não há demora nenhuma, as vacinas chegaram de maneira tempestiva. Desafio qualquer um provar que a Pfizer entregaria uma dose de vacina antes do prazo que entregou”, disse Queiroga.

“Vacinar uma criança não é igual vacinar um adulto. Às vezes você tem que convencer as crianças a se vacinarem, não dá pra pegar uma criança à força, ir lá e aplicar uma vacina com a criança berrando”, afirmou. “Essas questões dos pais terem receio é uma questão que tem que ver com os pais”.

Queiroga também defendeu que haja uma celeridade no processo de aplicação das segundas doses e dos reforços previstos para adultos contra a Covid-19, e afirmou que o Brasil enfrenta o pico de casos da variante Ômicron como os outros países. O ministro voltou a criticar as perguntas feitas sobre o tema:

“Para conter essa pandemia é muito mais importante avançar nas doses da vacina do que ficar nesse ‘nhém nhém nhém’ de vocês aqui que estamos atrasando doses de vacina”, disse aos jornalistas. “Estamos muito bem em relação a nossa campanha de vacinação. É com trabalho que instruímos essas narrativas”.

Sem “juízo de valor”

Questionado sobre as explicações prestadas pelo secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos (Sctie), Hélio Angotti Neto, em relação a uma nota técnica em que ele rejeitava a eficácia das vacinas e defendia a hidroxicloroquina, Queiroga disse que se manifestaria no trâmite adequado do processo.

No fim de janeiro, a secretaria comandada por Angotti publicou uma nota afirmando que as vacinas não têm eficácia e que medicamentos como a hidroxicloroquina têm. Após críticas da comunidade científica, o documento foi republicado com o mesmo teor no texto, mas sem uma tabela que sugeria que a hidroxicloroquina é eficaz e segura e a vacinação, não.

“Do ponto de vista técnico eu vou avaliar diante de um procedimento administrativo. Qualquer antecipação de juízo de valor da minha parte eiva de nulidade essa questão. Tenho que seguir o rito processual”, disse Queiroga. “Não estou julgando o mérito da motivação do secretario, enfrentarei isso no momento certo”, completou o ministro.

Fonte: CNN

Continuar lendo MINISTRO DA SAÚDE AFIRMOU QUE 15% DO PÚBLICO-ALVO DA VACINAÇÃO INFANTIL CONTRA COVID-19 NO BRASIL JÁ RECEBEU AO MENOS UMA DOSE DO IMUNIZANTE

TERÇA-FEIRA (08) NATAL VAI ABRIR MAIS UM PNTO DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 NA FERREIRA COSTA EM CAPIM MACIO PARA PESSOAS ACIMA DE 12 ANOS

Por g1 RN

 

Vacina contra a Covid — Foto: Edinaldo Moreno/Secom/PMMVacina contra a Covid — Foto: Edinaldo Moreno/Secom/PMM

A prefeitura de Natal informou que a partir da próxima terça-feira (8) vai abrir um ponto de vacinação contra a Covid na Ferreira Costa, que fica em Capim Macio, na Zona Sul da cidade.

A vacinação no local vai funcionar até o fim do mês de fevereiro e é para o público com idade a partir de 12 anos. O funcionamento será das 9h às 18h.

No local, estarão disponíveis a primeira e a segunda dose, além da dose de reforço.

Além da Ferreira Costa, que fica na avenida Engenheiro Roberto Freire, 142, Capim Macio, há vacinação no ginásio Nélio Dias e no Via Direta, que também conta com drive, e em 48 Unidades Básicas de Saúde (UBS) – confira os locais no Vacina Natal.

Já a vacinação infantil, entre 5 e 11 anos, ocorre nos shoppings Midway Mall e Partage Norte Shopping e em 10 UBS.

Imunização

De acordo com a prefeitura, até o momento, Natal imunizou 86,6% da população com duas doses e 41% com a dose de reforço. Ao todo, 93% das pessoas tomaram pelo menos uma dose.

A Secretaria Municipal de Saúde de Nata reforça que pessoas com 18 anos ou mais que tenham completado o esquema vacinal, com duas doses, de qualquer imunizante (CoronaVac, Oxford/Astrazeneca ou Pfizer) há pelo menos quatro meses, devem ir a um dos pontos de vacinação para completar o esquema vacinal.

A pasta reforça ainda que as pessoas que tiveram Covid precisam esperar pelo menos 30 dias para receber a D2 ou D3.

Para receber a vacina, as pessoas devem levar o cartão de vacinação, documento com foto e comprovante de residência de Natal.

Continuar lendo TERÇA-FEIRA (08) NATAL VAI ABRIR MAIS UM PNTO DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 NA FERREIRA COSTA EM CAPIM MACIO PARA PESSOAS ACIMA DE 12 ANOS

SEGUNDO A PREFEITURA DO NATAL, MENSAGEM DE TEXTO E LIGAÇÃO ALERTARÁ NATALENSES COM DOSES DA VACINA CONTRA COVID-19 ATRASADAS

Por g1 RN

 

Natalenses receberão mensagens pelo celular sobre a vacinação contra covid-19. — Foto: Carlos Dias/G1Natalenses receberão mensagens pelo celular sobre a vacinação contra covid-19. — Foto: Carlos Dias/G1

Moradores de Natal que registraram o número de celular no cadastro da vacinação contra a Covid-19 e que estão com doses em atraso vão passar a receber mensagens de texto e ligações alertando sobre a importância da conclusão do esquema vacinal.

A medida será utilizada para usuários que estão com a segunda ou terceira dose atrasadas, segundo o município.

“Ao todo, mais de 67 mil natalenses não completaram seu esquema vacinal, porém 35 mil pessoas cadastraram o telefone celular como forma de contato, então essas serão notificadas ou contactadas a procurar um ponto de vacinação”, explicou o secretário municipal de saúde de Natal, George Antunes.

De acordo com o município, a medida é possível graças a uma parceria firmada pela prefeitura com uma empresa de teleatendimento.

Na capital, 92% da população adulta (acima de 18 anos) iniciou o processo de imunização e, desse total, 85% encontram-se totalmente vacinados. Já na população com idade entre 12 a 17 anos, 71% iniciou o esquema vacinal, mas apenas 40% tomaram as duas doses.

Continuar lendo SEGUNDO A PREFEITURA DO NATAL, MENSAGEM DE TEXTO E LIGAÇÃO ALERTARÁ NATALENSES COM DOSES DA VACINA CONTRA COVID-19 ATRASADAS

JUÍZ FEDERAL DO TAXAS SUSPENDE TEMPORARIAMENTE A ORDEM DE BIDEN PARA QUE TODOS OS FUNCIONÁRIOS FEDERAIS SEJAM VACINADOS CONTRA COVID-19

Juiz derruba ordem de Biden que obrigava vacinação de funcionários federais

Decisão é mais uma derrota para o presidente dos EUA

Bandeira dos Estados Unidos | Foto: Pexels

Bandeira dos Estados Unidos | Foto: Pexels

 

Um juiz federal do Estado do Texas decidiu na sexta-feira 21, em nível nacional, suspender temporariamente a ordem do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para que todos os funcionários federais sejam vacinados contra a covid-19.

Em liminar, o juiz Jeffrey Vincent Brown afirmou que Biden ultrapassou os limites de seus poderes. Dos quatro decretos de obrigatoriedade de vacina promulgados pelo presidente, três estão suspensos— a exigência se mantém apenas para profissionais da saúde.

Mais uma derrota para Biden

O parecer segue na esteira de uma decisão tomada na semana passada pela Suprema Corte dos EUA, que suspendeu a ordem de Biden para a obrigatoriedade de que empresas privadas exijam a vacinação de seus funcionários.

O magistrado disse que a decisão não é sobre se as pessoas devem ou não ser vacinadas, uma vez que “o tribunal acredita que devem”, nem se o governo federal pode exigir que seus funcionários tomem as injeções. “Em vez disso, trata-se de saber se o presidente pode, de uma só vez e sem a participação do Congresso, exigir que milhões de funcionários federais sejam submetidos a um procedimento médico como condição de seu emprego”, escreveu Brown.

Casa Branca reage

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, disse logo depois da decisão que caberia ao Departamento de Justiça decidir os próximos passos. Mas Psaki ressaltou que a ordem de vacinação já teria funcionado.

“Primeiro, deixe-me atualizá-lo que 98% dos funcionários federais estão vacinados. É um número notável”, disse ela, acrescentando que o governo estava “confiante em sua autoridade legal”.

Ao apresentar seus argumentos em defesa da obrigatoriedade de vacina, o governo Biden indicou dispositivos da lei em que cabe ao presidente estabelecer regras e regulamentos que regem a conduta e as condições de emprego dos trabalhadores federais.

Com informações de The Washington Times e Forbes

Continuar lendo JUÍZ FEDERAL DO TAXAS SUSPENDE TEMPORARIAMENTE A ORDEM DE BIDEN PARA QUE TODOS OS FUNCIONÁRIOS FEDERAIS SEJAM VACINADOS CONTRA COVID-19

SESAP VAI PROMOVER NESTE SÁBADO (22) O DIA D DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 EM TODAS AS CIDADES LITORÂNEAS DO ESTADO

Por g1 RN

 

Vacina contra a Covid — Foto: Célio Duarte/PMMVacina contra a Covid — Foto: Célio Duarte/PMM

A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte (Sesap-RN) vai promover neste sábado (22) o Dia D de vacinação contra a Covid em todas as cidades litorâneas do estado.

De acordo com a pasta, a ação é voltada para as pessoas que estão atrasadas na vacinação – seja primeira, segunda ou terceira dose. Não é necessário ser morador do município para se vacinar.

A ação foi denominada de Operação Verão de Vacinação e terá 30 mil doses destinadas à campanha.

De acordo com a Sesap, mais de 234 mil pessoas estão com a segunda dose da vacina contra Covid atrasada e outras 600 mil pessoas estão com a dose de reforço (a terceira) atrasada. Toda a população acima de 12 anos pode se vacinar na campanha.

A Sesap orienta aos municípios que adotem estratégias e ações para reforçar a divulgação para o público que está frequentando o litoral do RN, que recebe muitos turistas locais neste mês de janeiro.

“Destacamos a importância da população completar o ciclo vacinal, mesmo após o prazo recomendado pelos fabricantes das vacinas. Além disso, atingir àqueles que já estão no momento de tomar a dose de reforço”, explicou Kelly Lima, coordenadora de Vigilância em Saúde da Sesap.

“É importante ressaltar que podem ser vacinadas pessoas de outros estados, independente da localidade”, reforçou.

A secretária de Turismo do RN lembra que neste ano o setor teve uma boa alta temporada depois de um período de crise pela pandemia. Exatamente por esse aumento do fluxo de turistas, a vacinação se torna mais importante.

“O turismo está comemorando uma boa alta temporada após um longo período de crise no setor, mas com o aumento do fluxo de visitantes no estado, cresce também a nossa responsabilidade com a consolidação do Turismo Responsável, desde o cumprimento dos protocolos de biossegurança à vacinação. Queremos sensibilizar o maior número de turistas quanto à importância da vacinação”, enfatizou Aninha Costa, secretária de Turismo do RN.

A ideia da ação é promover o acesso à vacinação em locais que atinjam um maior público nesse período de alta estação.

De acordo com Sesap, é fundamental que os locais de aplicação, mesmo sendo nas praias, sejam ventilados, com controle da temperatura, para o acondicionamento correto dos imunizantes.

“Dessa forma os municípios poderão fazer o pedido antecipado das doses caso não tenha doses suficientes, sendo preferencialmente a reposição das doses utilizadas na ação”, explicou Kelly Lima, da Sesap.

Continuar lendo SESAP VAI PROMOVER NESTE SÁBADO (22) O DIA D DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 EM TODAS AS CIDADES LITORÂNEAS DO ESTADO

SÃO PAULO VACINA EM CERIMÔNIA SIMBÓLICA PRIMEIRA CRIANÇA CONTRA COVID-19 COM A CORONAVAC

Após aprovação da Anvisa, São Paulo vacina primeiras crianças com Coronavac

Imunizante do Instituto Butantan agora pode ser utilizado na faixa etária entre 6 e 17 anos

Tiago Tortella

Lucas Rocha

da CNNem São Paulo

 

São Paulo vacinou a primeira criança contra a Covid-19 com a Coronavac nesta quinta-feira (20), em cerimônia simbólica na Escola Estadual Brigadeiro Faria Lima, na capital paulista.

Caetano de Jesus Martins Moreira, de nove anos, foi a primeira criança do país a receber o imunizante. “Inclusive, eu tomei a vacina da gripe recentemente. É só uma picada”, disse o garoto.

Além de Caetano, outras dez crianças – com idades entre 9 e 11 anos – também receberam a vacina na cerimônia.

O governador João Doria anunciou que 100 crianças serão vacinadas hoje com a Coronavac na escola. Outras também serão vacinadas na Região Metropolitana, em São Bernardo do Campo.

A aplicação do imunizante ocorreu horas após a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a utilização da Coronavac em crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos, com exceção dos imunossuprimidos.

A decisão foi tomada após avaliação da diretoria técnica da Anvisa do segundo pedido do Instituto Butantan.

A formulação e dosagem para esta faixa etária são as mesmas da vacina aplicada em adultos. As pessoas devem receber duas doses, com intervalo de 28 dias.

Neste momento, o Instituto Butantan conta com 15 milhões de doses do imunizante em estoque para distribuição aos estados e municípios.

O Governo de São Paulo também anunciou o novo calendário de vacinação de crianças no estado e estima que todas as crianças paulistas recebam a primeira dose até a primeira quinzena de fevereiro.

Durante a coletiva de imprensa, foi feita a ressalva de que as crianças com cinco anos receberão apenas a vacina da Pfizer, conforme a liberação da Anvisa.

Fonte: CNN

Continuar lendo SÃO PAULO VACINA EM CERIMÔNIA SIMBÓLICA PRIMEIRA CRIANÇA CONTRA COVID-19 COM A CORONAVAC

CANDIDATURA DE EX-MINISTRA DA JUSTIÇA DA FRANÇA À PRESIDÊNCIA DO PAÍS É OFICIALMENTE ANUNCIADA

Ex-ministra da Justiça da França anuncia candidatura à Presidência

Buscando unificar esquerda contra Emmanuel Macron, Christiane Taubira quer se tornar primeira mulher e negra presidente

Christiane Taubira anunciou candidatura à Presidência da França

Christiane Taubira anunciou candidatura à Presidência da França | Foto:
Reprodução/Flickr

A ex-ministra da Justiça da França Christiane Taubira anunciou oficialmente neste sábado, 15, que é candidata à Presidência do país nas eleições de abril. Ela pretende unificar a esquerda francesa para enfrentar o atual mandatário do país, Emmanuel Macron.

A confirmação da candidatura foi feita em Lyon. Caso seja eleita, Christiane seria a primeira mulher e primeira pessoa negra a governar a França.

A agora candidata ao Palácio do Eliseu, de 69 anos, foi ministra da Justiça no governo do socialista François Hollande (2012-2017). Em 2002, ela concorreu na eleição presidencial e obteve pouco mais de 2% dos votos.

Em seu discurso ao lançar a candidatura, Christiane afirmou que deseja responder à “raiva” e às “injustiças sociais” que atingem o país. Ela defendeu um governo “que saiba dialogar, em vez de dar lição de moral”. “Faremos isso juntos. Nós somos capazes”, disse a esquerdista.

A esquerda francesa tenta encontrar um nome único para disputar as eleições presidenciais deste ano, mas está dividida.

Neste momento, a cerca de três meses do pleito, o campo considerado “progressista” já conta com seis postulantes ao cargo — nenhum deles ultrapassa 10% das intenções de voto nas pesquisas.

Entre os candidatos de esquerda, já se apresentaram a prefeita de Paris, a socialista Anne Hidalgo; o líder do partido extremista França Insubmissa, Jean-Luc Mélenchon; e o ambientalista Yannick Jadot.

Macron, que deve se candidatar à reeleição, também deve ter como principais adversárias duas candidatas de direita: Marine Le Pen e Valérie Pécresse.

Apesar de ainda ser apontado como favorito na eleição, Macron vem perdendo apoio e tem recebido uma série de críticas, à esquerda e à direita. Seu governo é marcado por uma série de medidas restritivas em meio à pandemia de covid-19, o que gerou dezenas de protestos e manifestações em várias regiões do país nos últimos meses.

Fonte: R7

Continuar lendo CANDIDATURA DE EX-MINISTRA DA JUSTIÇA DA FRANÇA À PRESIDÊNCIA DO PAÍS É OFICIALMENTE ANUNCIADA

GOVERNO DA ITÁLIA CRIA PACOTE DE RESTRIÇÕES PARA DIFICULTAR VIDA DE NÃO VACINADOS CONTRA COVID-19

Restrições contra não vacinados entram em vigor na Itália

Sem o passaporte sanitário, pessoas não terão acesso nem mesmo a transporte público e mesas de restaurante ao ar livre

Policiais vistoriam transporte coletivo em Roma após início das restrições

FABIO FRUSTACI / EFE – EPA – 10.1.22

Entrou em vigor nesta segunda-feira (10) o pacote de restrições do governo da Itália para dificultar a vida das pessoas que ainda não se vacinaram contra a Covid-19.

As regras foram aprovadas no fim de dezembro, mas o gabinete do premiê Mario Draghi ainda deu cerca de duas semanas para que os antivax iniciassem o ciclo de imunização para não ser penalizados pelas restrições.

As novas diretrizes se baseiam na extensão da exigência do chamado “passe verde reforçado”, certificado sanitário concedido apenas a pessoas vacinadas ou que tenham se curado da Covid-19 há menos de seis meses.

Esse documento já era obrigatório em eventos esportivos, shows, casas noturnas e áreas cobertas de bares e restaurantes, mas, a partir desta segunda, também será cobrado em hotéis e estruturas receptivas, mesas de restaurantes ao ar livre, congressos, feiras, teleféricos, piscinas, cinemas e até transportes públicos.

Além disso, o passe verde reforçado virou obrigatório para participação em festas e cerimônias. Na prática, quem não tiver se vacinado contra a Covid ou não tiver se curado da doença há menos de seis meses ficará excluído da maior parte da vida social no país.

De acordo com o governo italiano, cerca de 5,4 milhões de pessoas com 12 anos ou mais ainda não tomaram a primeira dose da vacina, sendo aproximadamente 2,1 milhões na faixa a partir de 50 anos, para a qual a imunização se tornou obrigatória.

A Itália vive uma explosão nos casos devido à variante Ômicron e vem registrando seguidos recordes de contágios diários, embora as hospitalizações e mortes estejam crescendo em ritmo muito mais lento e apresentem números distantes de seus picos na pandemia.

O país contabiliza atualmente quase 2 milhões de casos ativos de Covid, porém cerca de 99% dessas pessoas estão em isolamento domiciliar e não precisaram de internação.

Continuar lendo GOVERNO DA ITÁLIA CRIA PACOTE DE RESTRIÇÕES PARA DIFICULTAR VIDA DE NÃO VACINADOS CONTRA COVID-19

PREFEITURA DE SÃO PAULO ANUNCIOU QUE PASSARÁ A EXIGIR COMPROVANTE DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 PARA TODOS OS EVENTOS REALIZADOS NA CAPITAL

Cidade de SP exigirá passaporte da vacina para todos os eventos a partir do dia 10

Capital paulista registra aumento de casos de Covid e gripe, o que também levou ao cancelamento do carnaval de rua no município

Emylly Alves

Tiago Tortella da CNN*

Comprovante de vacinação contra a Covid-19 de São PauloComprovante de vacinação contra a Covid-19 de São Paulo Divulgação

A prefeitura da cidade de São Paulo anunciou, nesta quinta-feira (6), que passará a exigir comprovante de vacinação contra a Covid-19 para todos os eventos realizados na capital a partir do dia 10 de janeiro.

Em nota, o Secretário Municipal de Saúde, Edson Aparecido, afirma que o passaporte será necessário enquanto o número de novos casos da variante Ômicron continuar a subir. De acordo com o secretário, nos últimos sete dias a cidade registrou um aumento de 30% nos casos de Covid-19, e a cepa Ômicron tem 52% de prevalência na cidade.

Desde setembro, a capital paulista exigia o comprovante apenas para eventos com mais de 500 pessoas. A utilização de máscaras ainda é obrigatória, e a gestão municipal continua recomendando a higienização de mãos e evitar aglomerações.

Outras medidas adotadas na cidade são testagem dupla para Covid e Influenza na rede pública – que teve início também nesta quarta -, com mais de 300 mil testes. A prefeitura também afimou que tornará 600 leitos hospitalares exclusivos para atendimento de “síndrome gripal não Covid” e a contratação emergencial de 280 médicos e enfermeiros.

Carnaval

Após a desistência dos blocos de rua para o Carnaval de 2022 nessa quarta-feira (5), a prefeitura da cidade de São Paulo anunciou que Carnaval de rua está cancelado na cidade.

O anúncio foi feito após reunião nesta quinta-feira (6), e, até agora, os desfiles no sambódromo estão mantidos.

De acordo com levantamento da Agência CNN, 13 capitais e do Distrito Federal cancelaram ou suspenderam parcialmente o Carnaval 2022 público.

*com informações de Raphael Coraccini, Layane Serrano e Lucas Rocha, da CNN

Fonte: CNN

Continuar lendo PREFEITURA DE SÃO PAULO ANUNCIOU QUE PASSARÁ A EXIGIR COMPROVANTE DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 PARA TODOS OS EVENTOS REALIZADOS NA CAPITAL

MINISTÉRIO DA SAÚDE DEFINE NESTA QUARTA-FEIRA (05) OS PROCEDIMENTOS PARA VACINAÇÃO DE CRIANÇA CONTRA COVID-19

Decisão sobre vacinação em crianças será tomada nesta quarta (5)

Ministério da Saúde estima que as primeiras doses do imunizantes para pessoas entre 5 e 11 anos cheguem ao Brasil no dia 10 de janeiro

Anna Gabriela Costada CNN*

em São Paulo

Campanha multivacinação de crianças e adolescentes no Distrito FederalCampanha multivacinação de crianças e adolescentes no Distrito FederalBreno Esaki/Agência Saúde DF

O Ministério da Saúde define nesta quarta-feira (5) os procedimentos para a realização da imunização de crianças contra a Covid-19. Em dezembro de 2021, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso da vacina da Pfizer em pessoas com idade entre 5 e 11 anos no Brasil.

A decisão foi divulgada pela agência após avaliação técnica do pedido submetido pela farmacêutica no dia 12 de novembro. A dosagem da vacina para esta faixa etária será ajustada e menor (um terço) em relação àquela utilizada em maiores de 12 anos.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse na segunda-feira (3) que as doses infantis da vacina da Pfizer para crianças entre 5 e 11 anos devem começar a chegar ao Brasil a partir do próximo dia 10.

Segundo a pasta, a previsão é de que as doses comecem a ser aplicadas a partir da segunda quinzena de janeiro.

Em entrevista coletiva, Queiroga reiterou que a decisão do Ministério da Saúde sobre a vacinação desse grupo seria divulgada nesta quarta-feira (5), e que não será “muito diferente do que o ministério já colocou em consulta pública”.

primeiro lote de vacina infantil contra a Covid-19 deve contemplar 1,25 milhão de doses. A informação foi confirmada por fontes da pasta ao analista de política da CNN Caio Junqueira.

Trata-se de 6,25% da população infantil brasileira apta a receber o imunizante, estimada em 20 milhões de crianças entre 5 e 11 anos.

As doses são importadas e o ministério prevê que elas cheguem e sejam distribuídas aos estados semanalmente.

A expectativa é de que a partir do segundo lote o número de doses seja maior, mas a pasta prevê que as 20 milhões de doses só cheguem em sua totalidade ao Brasil até o fim do primeiro trimestre.

Audiência pública

Nesta terça-feira (4), o governo deu início à audiência pública que discute a vacinação infantil contra o coronavírus. Na primeira parte do encontro, o Ministério da Saúde mostrou os dados da consulta pública que durou dez dias. Foram quase 100 mil contribuições e a maioria disse ser contra a prescrição médica para vacinação em crianças.

A secretária de enfrentamento à Covid-19, Rosana Leite, quem comanda o encontro, disse na audiência que “amanhã [5] materializaremos um documento com as diretrizes a serem adotadas em todo nosso país referentes ao tema.”

A audiência é inédita no país por discutir a liberação de vacinação e recebeu críticas de diversos representantes da área da saúde.

Para o presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), César Eduardo Fernandes, a realização de uma audiência pública para definir sobre a vacinação em menores é “absolutamente desnecessária”.

“A Anvisa é uma agência da maior credibilidade, com isenção. E a Anvisa aprovou, assim como FDA [agência dos EUA]. Vacinas não são experimentais, são seguras e eficazes nas doses indicadas, que são menores que em adultos. Audiência pública seria desnecessária, porque já passou pela agência que regulamenta”, afirmou o médico.

Em entrevista à CNN, o pediatra e diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Renato Kfouri, disse que a audiência pública não deve trazer nada de novo à discussão sobre vacinação infantil.

Ele destacou o ineditismo da posição adotada pelo Ministério da Saúde no sentido de buscar a opinião da população em relação a um assunto técnico.

“Ouvir pais e famílias é sempre interessante para saber o que a população pensa. Mas para isso você precisa encomendar uma pesquisa para garantir representatividade de estados, classes econômicas, faixas etárias”, pontuou.

Estados Unidos e Europa

O uso emergencial da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos nos Estados Unidos foi autorizado pelo Food and Drug Administration (FDA), órgão semelhante à Anvisa, no dia 29 de outubro de 2021.

A decisão ocorreu após a votação, por unanimidade, dos conselheiros do FDA, pela recomendação da utilização da vacina formulada com um terço da dose utilizada em pessoas maiores de 12 anos.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) também aprovou o uso do imunizante em crianças. A decisão foi divulgada no dia 25 de novembro.

“Os efeitos adversos mais frequentes em crianças dos 5 aos 11 anos são semelhantes aos das pessoas com 12 anos ou mais. Incluem dor no local da injeção, cansaço, dor de cabeça, vermelhidão e inchaço no local da injeção, dores musculares e calafrios. Esses efeitos são geralmente leves ou moderados e melhoram alguns dias após a vacinação”, diz o comunicado da agência europeia.

*Com informações de Lucas Rocha, Raphael Coraccini, Ingrid Oliveira, Natália André e Caio Junqueira

Continuar lendo MINISTÉRIO DA SAÚDE DEFINE NESTA QUARTA-FEIRA (05) OS PROCEDIMENTOS PARA VACINAÇÃO DE CRIANÇA CONTRA COVID-19

NOVA VACINA CONTRA GRIPE QUE IRÁ CONTER A CEPA DO VÍRUS ESTÁ SENDO PRODUZIDA PELO BUTANTAN

Butantan está produzindo vacina contra gripe que contém nova cepa

Novo imunizante será distribuído pelo SUS em 2022 e é composto pelo vírus H1N1, H3N2 – e o subtipo Darwin – e a cepa B

Vinícius Tadeu

da CNN

São Paulo

Pesquisadores do Laboratório de Parasitologia do Instituto Butantan. Da esquerda para direita: Ana Carolina Tahira, Daisy Woellner Santos e Murilo Sena AmaralPesquisadores do Laboratório de Parasitologia do Instituto Butantan. Da esquerda para direita: Ana Carolina Tahira, Daisy Woellner Santos e Murilo Sena AmaralMurilo Sena Amaral/Fapesp

Diante do intenso aumento de casos de gripe no Brasil, principalmente causados pela influenza H3N2, o Instituto Butantan está produzindo uma nova vacina contra a gripe que irá conter essa cepa do vírus e o subtipo Darwin. De acordo com o Butantan, os imunizantes serão distribuídos no Sistema Único de Saúde (SUS) já em 2022.

A nova vacina contra a influenza será trivalente, composta pelos vírus H1N1, H3N2, do subtipo Darwin, e a cepa B. Segundo o instituto, o imunizante será importante para combater o surto de influenza H3N2 que atinge o Brasil e conter o espalhamento do vírus.

O Butantan já produz 80 milhões de doses de vacina contra influenza que são utilizadas na campanha nacional de vacinação. No entanto, por ser uma doença sazonal, o imunizante contra a gripe é atualizado a cada ano com base em relatórios da Organização Mundial da Saúde (OMS) que apontam os três subtipos do vírus influenza que mais circularam no último ano no hemisfério Sul.

Nessa nova versão da vacina, a H1N1 é a única cepa que continua presente na substância. O Butantan produz o imunizante contra a gripe em uma fábrica própria que produz separadamente os Ingredientes Farmacêuticos Ativos (IFA) das três cepas que, posteriormente, são misturados em uma outra fábrica de formulação e envase. As variantes do vírus são importadas da Europa.

“Já produzimos 100% do IFA do H1N1 em setembro. Estamos em vias de terminar o IFA da cepa B e em janeiro começamos a produzir o IFA do H3N2. Na primeira quinzena de fevereiro está previsto o início das formulações e do envase”, informou o diretor de produção do Instituto Butantan, Ricardo Oliveira.

De acordo com o instituto, uma versão tetravalente da vacina da gripe, que contém duas cepas de vírus A e duas cepas do vírus B, também está sendo trabalhada. O imunizante deverá substituir a versão trivalente no futuro.

Fonte: CNN

Continuar lendo NOVA VACINA CONTRA GRIPE QUE IRÁ CONTER A CEPA DO VÍRUS ESTÁ SENDO PRODUZIDA PELO BUTANTAN

SEGUNDO ANÚNCIO DO GOVERNO DE ISRAEL,PRÓXIMA SEMANA AS FRONTEIRAS SERÃO ABERTAS A TURISTAS VACINADOS CONTRA COVID-19

Israel reabrirá fronteiras a turistas vacinados contra a Covid-19

Estrangeiros poderão entrar no território se apresentarem um teste de PCR ou antígeno negativo feito antes do embarque

INTERNACIONAL

 por AFP

Bandeiras de Israel

PIXABAY

O governo israelense anunciou nesta segunda-feira (3) que reabrirá suas fronteiras, na próxima semana, a turistas estrangeiros vacinados contra a Covid-19.

As fronteiras foram fechadas no mês passado, depois da detecção de um primeiro caso da variante Ômicron em uma pessoa que voltava a Israel da África do Sul.

A partir de 9 de janeiro, os estrangeiros vacinados procedentes dos “países [em situação] laranja” poderão entrar em Israel, apresentando um teste de PCR ou antígeno negativo feito antes de embarcar no avião, e outro de PCR ao chegar ao território israelense, onde terão de esperar o resultado isolados por 24 horas, disse o governo, em comunicado.A maioria dos países está nessa lista “laranja”, ou seja, apresenta risco médio vinculado à Covid-19.

Já a lista “vermelha” é composta daqueles países considerados de alto risco. No momento, são 17 no total, incluindo França, Canadá, Reino Unido, África do Sul e Estados Unidos.

Nesta segunda-feira, porém, o Comitê de Classificação recomendou a remoção de sete países da lista vermelha, entre eles França, Canadá e África do Sul.

Continuar lendo SEGUNDO ANÚNCIO DO GOVERNO DE ISRAEL,PRÓXIMA SEMANA AS FRONTEIRAS SERÃO ABERTAS A TURISTAS VACINADOS CONTRA COVID-19

RN NÃO COBRARÁ RECEITA MÉDICA PARA VACINAR CRIANÇAS ENTRE 5 A 11 ANOS CONTRA COVID-19

Por g1 RN

 

Vacinas da Pfizer são as aplicadas nas crianças — Foto: Hélia Scheppa/Arquivo/SEIVacinas da Pfizer são as aplicadas nas crianças — Foto: Hélia Scheppa/Arquivo/SEI

O Rio Grande do Norte não vai cobrar qualquer tipo de receita médica para vacinar crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid. O anúncio foi feito pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) nesta terça-feira (28) após reunião extraordinária da Comissão de Gestores Bipartite, com representantes da pasta e dos municípios potiguares.

Na segunda-feira (27), a governadora do estado, Fátima Bezerra (PT), já havia informado ser favorável à imunização das crianças sem a prescrição médica. A gestora disse, no entanto, que aguardaria a reunião desta tarde para alguma decisão.

Na nota, a Sesap informa que “as crianças que se apresentarem, indistintamente, acompanhadas pelos pais ou responsáveis legais receberão a vacina em todos os pontos de vacinação do SUS no estado”.

“Será exigido documento de identificação oficial da criança, para fins de registro do imunizante e comprovação da faixa de idade, seguindo o procedimento padrão do sistema de imunização consolidado”, explica a nota.

De acordo com a Sesap, a medida segue a orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que aprovou a utilização do imunizante da Pfizer para o Brasil.

“A Sesap e os municípios aguardarão o envio de doses por parte do Ministério da Saúde para iniciar a imunização das crianças no RN”, concluiu a nota.

Na segunda-feira, o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (Lais/UFRN) pontou em um novo relatório a necessidade de começar “urgentemente” a vacinação de crianças de 5 a 11 anos. A medida “torna-se fundamental diante do cenário de retorno às aulas em 2022”, previsto para o fim de janeiro e início de fevereiro, citou o laboratório.

Também nesta segunda (27), o Ministério da Saúde divulgou nota para afirmar que é favorável à aplicação de vacinas em crianças e que a campanha para este público deve começar ainda em janeiro.

Continuar lendo RN NÃO COBRARÁ RECEITA MÉDICA PARA VACINAR CRIANÇAS ENTRE 5 A 11 ANOS CONTRA COVID-19

ENFERMEIRA ISRAELENSE FOI A PRIMEIRA PESSOA A TOMAR QUARTA DOSE DA VACINA DA PFIZER

Israelense é a primeira a tomar a 4ª dose da vacina contra a Covid-19

Israel é o primeiro país a adotar uma segunda dose de reforço e vai imunizar 150 funcionários de um hospital em Tel Aviv

INTERNACIONAL

 Da Ansa

Uma enfermeira israelense foi a primeira pessoa a tomar a quarta dose da vacina da PfizerUma enfermeira israelense foi a primeira pessoa a tomar a quarta dose da vacina da Pfizer JACK GUEZ / AFP

Orna Rahminov, enfermeira de um hospital de Tel Aviv, se tornou a primeira pessoa a receber a quarta dose da vacina contra a Covid-19 em Israel.

Israel, o primeiro país a escolher dar a quarta dose, lançou nesta segunda-feira (27) um estudo sobre a eficácia do segundo reforço do imunizante, que vai ser administrado em cerca de 150 profissionais de saúde do Hospital Shbea.

“É uma honra ter sido escolhida como a primeira, eu tenho muita fé nas vacinas”, disse Rahminov em uma entrevista ao site da unidade.

Em virtude das novas pesquisas que estão em andamento, o país decidiu adiar o lançamento de uma possível quarta campanha de vacinação.

“O estudo vai testar os efeitos da quarta dose para prevenir novas infecções e controlar a segurança da população”, informou o professor Gili Regev-Yochay.

Nesse ínterim, o Ministério da Saúde de Israel, no entanto, autorizou o uso emergencial do medicamento oral Paxlovid, da Pfizer.

A nação encomendou milhares de doses da vacina anti-Covid com o objetivo de combater a altamente contagiosa variante Ômicron. Os imunizantes deverão chegar ao país na quarta-feira (29).

Continuar lendo ENFERMEIRA ISRAELENSE FOI A PRIMEIRA PESSOA A TOMAR QUARTA DOSE DA VACINA DA PFIZER

EX-PRESIDENTE AMERICANO BARACK OBAMA FALA DA IMPORTÂNCIA DO ARCEBISPO DESMOND TUTU NA LUTA CONTRA APARTHEID NA ÁFRICA DO SUL

Um mentor, uma bússola moral’, diz Obama sobre Desmond Tutu

Arcebispo foi símbolo da luta contra o apartheid na África do Sul e morreu aos 90 anos neste domingo (26)

Barack Obama conversa com o arcebispo Desmond Tutu na Cidade do Cabo, na África do Sul

SAUL LOEB/AFP – 30.06.2013

O ex-presidente americano Barack Obama, o primeiro presidente negro dos Estados Unidos, lembrou do arcebispo Desmond Tutu, que morreu aos 90 anos neste domingo (26), como uma figura chave e uma “bússola moral”. Tutu foi um símbolo da luta contra o apartheid na África do Sul.

“Ele foi um mentor, um amigo e uma bússola moral para mim e para muitos outros”, disse Obama em um comunicado. Tutu, assim como o ex-presidente americano, recebeu o Prêmio Nobel da Paz.

“Um espírito universal, o arcebispo Tutu inspirou-se na luta pela libertação e pela justiça em seu próprio país, mas também se preocupou com as injustiças em outros lugares”, disse Obama, acrescentando que Tutu sempre buscou “encontrar a humanidade em seus adversários”.

O ex-presidente Jimmy Carter, outro ganhador do Prêmio Nobel, e sua esposa Rosalynn também disseram em um comunicado que “uniram-se ao luto do mundo inteiro”.

“Seu calor e compaixão nos deixaram uma mensagem espiritual para a eternidade”, disseram eles.

Fonte: R7

Continuar lendo EX-PRESIDENTE AMERICANO BARACK OBAMA FALA DA IMPORTÂNCIA DO ARCEBISPO DESMOND TUTU NA LUTA CONTRA APARTHEID NA ÁFRICA DO SUL

SMS REALIZARÁ TERÇA-FEIRA (21) O DIA D DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 EM AGENTES DAS FORÇAS DE SEGURANÇA

Por g1 RN

 

Vacina vacinação covid-19 covid imunização aplicação dose rn Rio grande do Norte Natal Grande Natal — Foto: Alex Régis/Prefeitura de NatalVacina vacinação covid-19 covid imunização aplicação dose rn Rio grande do Norte Natal Grande Natal — Foto: Alex Régis/Prefeitura de Natal

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Natal vai realizar nesta terça-feira (21) o Dia D de vacinação contra a Covid nos agentes das forças de segurança. A aplicação vai acontecer a partir das 8h e vai durar todo o dia no comando da PM, na avenida Rodrigues Alves.

Podem se vacinar guardas municipais; policiais militares, civis, e rodoviários federais; e servidores do Itep e da STTU, além das demais categorias que compõem as forças de segurança em Natal.

O foco da vacinação é a aplicação da dose de reforço nessas categorias, mas também serão disponibilizados imunizantes para quem, por algum motivo, estiver com o esquema vacinal em atraso.

A ideia da secretaria é levar a vacinação ao maior número de pontos possíveis – além dos locais fixos de imunização – para incentivar as pessoas a se protegerem contra a Covid.

Como parte dessa estratégia, já foram vacinadas pessoas nas feiras públicas de Natal e também no shopping Midway Mall.

Continuar lendo SMS REALIZARÁ TERÇA-FEIRA (21) O DIA D DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 EM AGENTES DAS FORÇAS DE SEGURANÇA

SESAP ESTIMA IMUNIZAÇÃO PARA CRIANÇAS EM JANEIRO DE 2022

Por g1 RN

 

Menino recebe dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em Roma, na Itália — Foto: Andrew Medichini/APMenino recebe dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em Roma, na Itália — Foto: Andrew Medichini/AP

Após a Anvisa anunciar que liberou a vacinação contra Covid-19 com o imunizante da Pfizer para crianças com idades entre 5 e 11 anos, a Secretaria Estadual de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) estimou que a imunização desse público no estado só deve começar em janeiro de 2022, após a chegada de doses específicas.

De acordo com a coordenadora da Vigilância em Saúde, o estado tem cerca de 350 mil crianças nessa nova faixa etária a ser incluída no programa de imunização.

“Julgamos que é importante a ampliação da vacinação para esse público, porém a gente espera que os imunizantes cheguem em tempo oportuno. O Ministério da Saúde já sinalizou que não tem esse quantitativo de imunizantes para iniciar a vacinação desse público ainda em 2021”, afirmou.

“Nós acreditamos que exatamente por essa deficiência no número de doses, que ainda não chegaram aos estados, esse início só se dará em janeiro do próximo ano”, completou.

Ainda de acordo com ela, por se tratar do público infantil, as doses serão menores, e por isso o estado não poderia usar as vacinas já em estoque. Também é necessário esperar as orientações técnicas do Ministério da Saúde sobre o assunto.

Apesar disso, Kelly acredita que o público irá atender à convocação para a imunização. “É uma faixa (etária) que tem o hábito de ser vacinada, até pela caderneta de imunização. Quando as doses chegarem, prontamente iremos fazer a distribuição e as orientações aos municípios”, pontuou.

Anvisa libera uso

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta quinta-feira (16) a aplicação da vacina da Pfizer contra Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos.

Ainda não há previsão de quando a imunização vai começar porque a vacina para este público tem diferenças em relação a que foi aplicada nos adultos. Por isso, o governo federal terá que comprar uma versão específica do produto com dosagens e frascos diferentes (foto acima), apesar de o princípio ativo ser o mesmo.

A mesma autorização de uso já foi concedida pelo FDA e pela EMA (agências regulatórias de saúde dos Estados Unidos e União Europeia), além de países como Costa Rica, Colômbia, República Dominicana, Equador, El Salvador, Honduras, Panamá, Peru e Uruguai.

Versão pediátrica

A dose para as crianças entre 5 e 11 anos de idade é 1/3 da formulação já aprovada no Brasil.

A formulação pediátrica é diferente daquela aprovada anteriormente apresentada para o público com mais de 12 anos – portanto, não pode ser utilizada a formulação de adultos diluída.

A criança que completar 12 anos entre a primeira e a segunda dose deve manter a dose pediátrica.

Também participaram da avaliação especialistas das sociedades brasileiras de Infectologia (SBI), de Imunologia (SBI), de Pediatria (SBP), de Imunizações (SBIm) e de Pneumologia e Tisiologia.

“Mesmo que seja um público que representa poucos casos de Covid-19, quando a gente faz um recorte, tem morrido mais crianças com covid-19 do que com outras doenças que são prevenidas com vacina, como o sarampo. Por isso a importância dessa imunização, além de a criança ser um vetor de transmissão. Embora a vacina não tenha cessado a transmissão entre adultos, pode ser que tenha esse efeito nas crianças”, ponderou a imunologista Janeusa Souto, que é professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Continuar lendo SESAP ESTIMA IMUNIZAÇÃO PARA CRIANÇAS EM JANEIRO DE 2022

ÁRVORE DE MIRASSOL EM NATAL TERÁ PONTO DE VACINAÇÃO NOTURNO CONTRA COVID-19

Por g1 RN

 

Praça da Árvore de Mirassol — Foto: Alex RégisPraça da Árvore de Mirassol — Foto: Alex Régis

Um ponto de vacinação contra a Covid será instalado na praça da Árvore de Mirassol e vai funcionar de quinta-feira a domingo, das 18h às 22h, sendo o único noturno em Natal. A árvore será acesa nesta sexta-feira (19), quando o ponto também começa a funcionar.

O fim da programação do Natal em Natal e o apagamento da árvore ocorrem no dia 6 de janeiro. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS), entre todas as quintas e domingos deste período, haverá um ponto de vacinação no local. De segunda a quarta, não haverá serviço no local.

O ponto de vacinação será através do trailer itinerante, fruto de uma parceria com a STTU. Nele serão aplicados a primeira, segunda e terceira dose dos imunizantes disponíveis para a população.

Além disso, também vai ser ofertado no ponto aferição de pressão arterial e medição de glicemia.

“A gente sempre se preocupa em facilitar o acesso aos serviços de saúde, especialmente a vacinação, e esse ponto com horário diferenciado chega para somar aos drives e unidades básicas de saúde”, explicou o secretário de Saúde de Natal, George Antunes.

“Também continuamos o chamamento para que a população se atente aos prazos e compareça aos pontos vacinais para completar o esquema vacinal, pois somente dessa forma é possível garantir uma imunização eficiente contra o coronavírus”.

Para se vacinar, é necessário apresentar documento com foto, cartão de vacinação ou tela do RN+ Vacina, e comprovante de residência de Natal. É possível ver os locais de vacinação no site Vacina Natal.

Continuar lendo ÁRVORE DE MIRASSOL EM NATAL TERÁ PONTO DE VACINAÇÃO NOTURNO CONTRA COVID-19

SENADO DO CHILE REJEITOU PROCESSO DE IMPEACHMENT CONTRA O PRESIDENTE PIÑERA

Senado do Chile rejeita impeachment do presidente Piñera

Ao menos 14 parlamentares foram contra e 1 se absteve quanto à destituição do líder chileno; oposição precisava de 29 dos 43 votos

INTERNACIONAL

 Do R7, com informações da Reuters e da AFP

Com decisão do Senado, Piñera continuará presidente do Chile até março de 2022

DEDVI MISSENE/AFP – 16.11.2021

O Senado do Chile rejeitou nesta terça-feira (16) um processo de impeachment contra o presidente Sebastián Piñera por suspeitas de irregularidades na compra e venda de uma empresa de mineração, reveladas pela investigação jornalística conhecida como Pandora Papers.

O impeachment foi rejeitado por pelo menos 14 dos 43 senadores, e houve ao menos uma abstenção. A oposição precisava de 29 votos a favor para remover o presidente, que agora deverá terminar seu segundo mandato em março do próximo ano.

A decisão do Senado foi tomada cinco dias antes das eleições presidenciais, nas quais Piñera não vai concorrer.

impeachment de Piñera havia sido aprovado na semana passada na Câmara dos Deputados, em uma segunda tentativa de destituição do presidente do Chile.

O líder do país também passou por uma das maiores crises da democracia chilena em 2019, quando milhões de manifestantes prostestaram por semanas a favor de mudanças sociais.

Fonte: CNN

Continuar lendo SENADO DO CHILE REJEITOU PROCESSO DE IMPEACHMENT CONTRA O PRESIDENTE PIÑERA

POLÍTICA: ADVOGADO RELEMBRA CONEXÃO MORTAL ENVOLVENDO PT E O PCC

Se você lutar contra esse sistema, ou você é perseguido ou termina como o Celso Daniel” (veja o vídeo)

Celso Daniel - Foto: ReproduçãoCelso Daniel – Foto: Reprodução

Após a divulgação de mais uma matéria ligando as ações das Farc colombianas com o presidente Lula, fica praticamente impossível não dar continuidade ao debate que liga as atividades do narcotráfico internacional aos líderes políticos.

O advogado Paulo Faria relembra essa conexão mortal envolvendo o PT e o PCC:

“A relação política com o narcotráfico… a gente viu quando foram divulgados áudios do PCC com o PT, com algumas conversas bem cabulosas.

A própria revelação recente da TV espanhola demonstra que o narcotráfico está para a política, como a política está para o narcotráfico.

Quem não se lembra daquele helicóptero apreendido em Minas Gerais ligado a um senador que agora é deputado?”, questiona Faria, em entrevista à TV JCO.

Na opinião do advogado, para encerrar esse ciclo vicioso de crime e política, seria necessária uma reeducação.

O advogado, porém, destaca que a nossa juventude tem sido dominada pela esquerda há décadas, o que torna a missão praticamente impossível.

“Se você lutar contra esse sistema, ou você é perseguido ou termina como o Celso Daniel. A minha visão disso… a solução seria uma reeducação eleitoral.

Mas temos visto isso ir por água abaixo porque nossa juventude está dominada pela lacração e pela esquerda. Estamos vivendo o reflexo da geração dos anos 90. E o que podemos esperar do futuro?”, lamentou o advogado.

Quem paga a conta do tráfico? Para o jornalista Diogo Forjaz, que também participou do bate-papo, o povo é o maior afetado por essa relação criminosa. Forjaz ainda aponta que os responsáveis por esse tipo de esquema são os que estão no poder.

“Estranho que hoje seja crime falar, mas não seja crime traficar. Aqui, quem trafica sai pela porta da frente e (o deputado) Daniel Silveira continua preso.

Quem paga a conta escolhe o prato, escolhe a lei e escolhe a toga. Quem está pagando? Somos todos nós”, ressaltou Forjaz.

Confira:

 

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo POLÍTICA: ADVOGADO RELEMBRA CONEXÃO MORTAL ENVOLVENDO PT E O PCC

OPINIÃO: REABERTURA DAS INVESTIGAÇÕES DO ATENTADO CONTRA BOLSONARO CAI COMO UMA BOMBA PARA O PRÓXIMO ANO ELEITORAL

Cai como uma bomba o retorno das investigações nas proximidades de ano eleitoral

Foto reproduçãoFoto reprodução

Com a reabertura da investigação sobre o atentado contra o presidente, muitas coisas podem finalmente ser esclarecidas, e outros envolvidos podem ser descobertos.

O TRF-1 autorizou a quebra do sigilo e movimentações financeiras dos advogados de Adélio.

Parte intrigante é saber que, além de tentar ser candidato a deputado federal, e ter sido filiado por muitos anos no PSOL, segundo as apurações do Delegado Francischini, o criminoso entrou na Câmara dos Deputados em 2013, para falar com um deputado, que o recebeu adiantado em sua agenda.

As investigações sobre quem era esse deputado, nunca vieram a público.

Adélio, segundo ele mesmo e relatos de seus familiares, sempre foi uma pessoa humilde, que morou em casas precárias e barracões. Em depoimento já disse ter passado por muitas dificuldades alimentares.

É no mínimo suspeito, que ao chegar a Juiz de Fora, onde estaria Bolsonaro em campanha, pagasse a hospedagem de muitos dias a vista, e tivesse uma série de aparelhos como celulares e notebooks no quarto, junto com amparo legal prontamente disponível, de advogados de renome.

A imputação de doente mental, sem nunca passar por nenhum tipo de internação, e a velocidade na qual o diagnóstico do indivíduo foi construído, sempre levantou suspeitas sobre a idoneidade das informações. Na época, tanto o ministro da justiça (Moro), quanto o delegado do caso, corroboraram as conclusões.

O retorno das investigações nas proximidades de ano eleitoral, cai como uma bomba nas candidaturas adversárias. A OAB pode tentar levar a questão ao STF, que optaria por manter a decisão do TRF, já que não tende a invadir competências, os ministros optem por evitar polêmicas.

Caso o laudo aponte mais suspeitos, e fique constatada a real tentativa de assassinato pelo cunho político, muitos dos adversários do presidente podem perder o sono no que tende a eleição do ano que vem, e o motivo é simples:

Bolsonaro poderia de fato, se reeleger no primeiro turno, sem nenhuma dificuldade.

Foto de Victor Vonn Serran

Victor Vonn Serran

Articulista

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo OPINIÃO: REABERTURA DAS INVESTIGAÇÕES DO ATENTADO CONTRA BOLSONARO CAI COMO UMA BOMBA PARA O PRÓXIMO ANO ELEITORAL

GOVERNO CUBANO ACREDITA QUE IMUNIZAR VIAJANTES DE OUTROS PAÍSES PODE REAQUECER O TURISMO NA ILHA

Cuba pretende vacinar turistas estrangeiros contra Covid-19

Governo cubano acredita que imunizar viajantes de outros países pode reaquecer turismo na ilha, que sofreu durante a pandemia

INTERNACIONAL

 por AFP

Cuba sofreu com ausência de turistas na ilha durante a pandemia do novo coronavírus

YAMIL LAGE / AFP

O Ministério do Turismo de Cuba informou nesta terça-feira (19) que o país se prepara para abrir as portas ao turismo internacional em meados de novembro com a eliminação da quarentena obrigatória e com planos para oferecer vacinas nacionais contra a Covid-19 aos viajantes.

“Estamos trabalhando para ver se é possível oferecer as vacinas para todos os clientes que nos visitarem”, afirmou o ministro de Turismo, Juan Carlos García, em coletiva de imprensa.

Cuba, que durante a pandemia sofreu um duro golpe econômico pela ausência de visitantes e prevê receber 100 mil turistas nos últimos 45 dias de 2021, aproveitará o fato de contar com vacinas de produção própria.

Com esse produto, “podemos ter um atributo diferenciador de outros destinos” turísticos do mundo, disse o ministro à AFP ao término da coletiva.

“Se não for possível até o dia 15 [de novembro]”, quando serão abertas as fronteiras, o serviço de vacinas para turistas estará funcionando até 20 de novembro, ou até 1º de dezembro, antecipou.

oferta de vacinas, no entanto, não estará sujeita a pacotes turísticos e dependerá de requisição dos viajantes.

“As pessoas não vêm [por um período longo], se você for tomar a Soberana 02 […] o vacinamos, lhe oferecemos outro tratamento de bem-estar, de qualidade de vida e lhe damos um frasco com as outras duas doses para que você possa levar”, explicou García.

O imunizante é administrado em três doses a cada 28 dias, duas da Soberana 02 e uma terceira da Soberana Plus. Esta última também poderá ser uma opção para pacientes convalescentes que requerem apenas uma aplicação, assinalou.

As vacinas cubanas contra o coronavírus Soberana 02, Soberana Plus e Abdala contam com autorização de uso emergencial da autoridade regulatória de medicamentos de Cuba. Além disso, o governo já solicitou à OMS (Organização Mundial da Saúde) a aprovação dos imunizantes.

Com cerca de 11,2 milhões de habitantes, Cuba se abrirá após registrar uma redução significativa de casos e óbitos por Covid-19 nas últimas semanas, somando até esta terça-feira 938.577 diagnósticos e 8.101 mortes desde o início da pandemia em 2020.

Até 17 de outubro, 6.790.452 cubanos já tinham recebido o ciclo completo de vacinação, segundo dados do Ministério de Saúde, que prevê que 90% da população vacinável esteja imunizada em novembro.

García também anunciou a eliminação dos testes PCR obrigatórios na chegada ao aeroporto, mas manterá uma testagem aleatória aos viajantes. Os turistas deverão portar o passaporte de saúde ou um teste PCR negativo feito com até 72 horas de antecedência da chegada.

A indústria turística de Cuba, que é vital para a economia da ilha, colapsou desde que a pandemia de Covid-19 começou. No primeiro semestre do ano passado, o país recebeu apenas 21,8% dos turistas em comparação com o mesmo período de 2020 (1.239.099 visitantes).

Para 2022, o governo espera 2 milhões de turistas, uma cifra que ainda está muito abaixo dos 4 milhões que ingressavam anualmente no país antes da pandemia.

Continuar lendo GOVERNO CUBANO ACREDITA QUE IMUNIZAR VIAJANTES DE OUTROS PAÍSES PODE REAQUECER O TURISMO NA ILHA

PEDIDO DE INVESTIGAÇÃO CONTRA ALCOLUMBRE FOI ENCAMINHADO À PGR PELA MINISTRA DO STF ROSA WEBER

Rosa Weber encaminha para PGR pedido de investigação contra Alcolumbre por demora em marcar sabatina de Mendonça

Foto: Roque Sá/Agência Senado

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), encaminhou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma notícia-crime apresentada contra o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Na ação, o advogado Rodrigo Marinho afirma que o senador comete crime ao não marcar a sabatina de André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

O advogado acusa o senador de concussão, discriminação religiosa e crime de responsabilidade. O encaminhamento à PGR é procedimento de praxe, tendo em vista que o órgão é responsável por apresentar denúncia contra autoridades com foro privilegiado.

O advogado afirma que o ato de Alcolumbre, que “impede a sabatina, além do fato de retaliação e desejo de ter vantagem em troca, pratica ainda ato discriminatório contra religião tratada na Lei 7.716/89”. Rodrigo afirma que, embora seja conhecido pela sua dedicação a atividades religiosas evangélicas, Mendonça atende a todos os critérios para ocupar uma das cadeiras do Supremo.

A indicação de Mendonça para ocupar a cadeira do ministro aposentado Marco Aurélio Mello foi oficializada por Bolsonaro em 13 de julho. A Constituição exige que o indicado ao Supremo passe por sabatina e aprovação na CCJ e ainda pelo plenário do Senado. Mas até agora a sabatina na comissão não foi marcada. Alcolumbre tem sido cobrado por Bolsonaro, por aliados do governo e mesmo por senadores de oposição para definir uma data.

Continuar lendo PEDIDO DE INVESTIGAÇÃO CONTRA ALCOLUMBRE FOI ENCAMINHADO À PGR PELA MINISTRA DO STF ROSA WEBER

BRASIL OCUPA O 4º LUGAR NO NÚMERO DE DOSES APLICADAS DE VACINAS CONTRA CORONAVÍRUS

Painel da Vacina: Brasil está em 59° no ranking global e é 4º no total de doses

Até às 11h do sábado (9), são cerca de 98.824.442 brasileiros totalmente imunizados, ou seja, que tomaram as duas doses da vacina ou o imunizante de dose única

Luana Franzãoda CNN*

São Paulo

Vacinação contra a Covid-19 no BrasilVacinação contra a Covid-19 no Brasil Breno Esaki/Agência Saúde DF

O Brasil ocupa o 59º lugar no ranking global de aplicação de vacinas contra a Covid-19, com uma taxa de cerca de 117,64 a cada 100 habitantes. O país também ocupa o 4ª lugar no número de doses aplicadas, com 250.941.443, ficando atrás de China (mais de 2 bilhões), Índia (935 milhões) e Estados Unidos (400 milhões).

Até às 11h do sábado (9), são cerca de 98.824.442 brasileiros totalmente imunizados, ou seja, que tomaram as duas doses da vacina ou o imunizante de dose única.

A aplicação da terceira dose ou dose de reforço continua avançando, somando 2.590.818 pessoas que a receberam até o momento, de acordo com as informações reunidas pela CNN Brasil.

Os números apresentados podem ser ainda maiores, visto que nem todos os estados e municípios divulgaram suas últimas atualizações.

Entre os países do G20, o Brasil ocupa a 13ª posição na quantidade de doses aplicadas a cada 100 habitantes. Os primeiros lugares são ocupados por China, com 153,64 doses, Canadá, com 149,63, e Itália, com 142,55. Outros países que também estão a frente são França (141,99), Reino Unido (138,12), Japão (136,55) e Coreia do Sul (134,05).

Os dados foram compilados pela Agência CNN com informações das secretarias estaduais de Saúde e do site Our World in Data, ligado à Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Informações obtidas por Giovanna Bronze, Julyanne Jucá, Ludmila Candal, Giulia Alecrim, Vital Neto, Victória Cócolo e Beatriz Araújo

Continuar lendo BRASIL OCUPA O 4º LUGAR NO NÚMERO DE DOSES APLICADAS DE VACINAS CONTRA CORONAVÍRUS

CIRO GOMES FOI VAIADO E XINGADO DURANTE SEU DISCURSO EM MANIFESTAÇÃO CONTRA O PRESIDENTE BOLSONARO

Ciro Gomes é vaiado e rebate: “fascistas de vermelho”

Entre as várias lideranças políticas presentes no ato contra Bolsonaro em São Paulo, Ciro foi alvo de vaias durante o seu discurso

Ana Carolina Nunes

Bruno Oliveirada CNN

em São Paulo

manifestação contra o governo do presidente Bolsonaro na Avenida Paulista, em São Paulo, concentrou a presença dos principais presidenciáveis para as eleições de 2022. Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT) e Guilherme Boulos (PSol), assim como outras lideranças políticas, aproveitaram o ato para pedir o impeachment do presidente Bolsonaro.

O discurso de Ciro Gomes provocou reação de parte dos manifestantes. Ele foi vaiado e xingado durante toda sua fala contra Bolsonaro por um grupo de apoiadores do ex-presidente Lula. O grupo gritava o nome de Lula ao longo da manifestação. Alguns copos de plástico chegaram a ser arremessados em direção ao caminhão enquanto o presidenciável discursava. Enquanto isso, apoiadores de Ciro gritavam seu nome em apoio.

“Bolsonaro a tua hora está chegando, porque o povo brasileiro é muito maior que os fascistas de vermelho ou de verde e amarelo”, respondeu Ciro diante das vaias.

No início da fala, Ciro já havia partido para o ataque contra o presidente. “Fora Bolsonaro. Eu digo por que Fora Bolsonaro. Porque Bolsonaro é responsável por mais de 600 mil mortes de brasileiros. Porque Bolsonaro é corrupto, roubou a vacina que faltou para salvar a vida de brasileiros. Fora Bolsonaro porque enche de vergonha o Brasil no estrangeiro. Fora Bolsonaro porque está destruindo a economia nacional do Brasil”, disse Ciro.

“O impeachment de Bolsonaro é a única forma que a nação brasileira tem de se proteger contra um golpe de estado. Só há um jeito para impedir um golpe de estado no Brasil: é o povo na rua”, completou.

Com as vaias, no final do discurso, Ciro disse que estava acostumado a esse tipo de atitude, e que já tem experiência suficiente para ter enfrentado situações como essa, mas que a união era para “um bem maior”.

No começo da noite, a assessoria de imprensa de Ciro Gomes divulgou uma nota se posicionado sobre o ocorrido, afirmando que apesar das hostilidades, Ciro e o presidente do PDT, Carlos Lupi, estavam em confraternização e saíram do ato com tranquilidade. “São atos covardes de quem não está interessado no país. Esses covardes não intimidarão quem quer que seja. Ciro e o PDT seguirão na luta contra Bolsonaro e a favor do Brasil”, diz trecho da nota.

Unidade

Ex-candidato à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos abriu o último bloco do ato na Avenida Paulista destacando a diversidade de pessoas e partidos presentes no ato. Segundo ele, a diversidade política presente hoje nas ruas inclui “gente, inclusive, com quem a gente tem muita diferença”, afirmou. Na sequência, disse que as diferenças são menores do que a união para “tirar Bolsonaro”.

Fernando Haddad, por sua vez, defendeu que o governo do presidente Bolsonaro chegue ao fim antes das eleições de 2022. “Não podemos perder de vista o que nós estamos fazendo aqui”, disse. “Estamos aqui porque o povo quer comer e Bolsonaro não deixa, o povo quer estudar e Bolsonaro não deixa, quer trabalhar e o governo Bolsonaro não deixa”, disse.

“Temos que buscar o sentimento comum e o sentimento comum é ‘fora, Bolsonaro’”, afirmou o deputado carioca Marcelo Freixo (PSB), que também discursou no ato. “As ruas estão pedindo a nossa unidade”, defendeu em outro momento.

Lideranças políticas

A presidente nacional do PT, a deputada Gleisi Hoffmann (PR), pediu “unidade” na luta pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro durante ato na Avenida Paulista. “Vamos continuar nas ruas, vamos continuar dizendo que não queremos esse governo”, afirmou.

Em seu discurso no caminhão de som em frente ao Masp, a parlamentar afirmou que neste momento a população precisa pressionar a Câmara dos Deputados e o seu presidente, Arthur Lira (PP-AL), pela abertura do processo de impeachment contra Bolsonaro. “Para tirar Bolsonaro nós precisamos pressionar a Câmara”, disse.

O presidente nacional do PSOL, Juliano Medeiros, fez coro à fala da parlamentar durante seu discurso. Ele disse que “não há mais briga” e que “agora é todo mundo junto contra Bolsonaro”.

Segundo Medeiros, “ainda dá tempo” e a população não precisa esperar até as eleições do ano que vem para tirar Bolsonaro do Planalto. “Estamos demonstrando hoje, com a ampliação do nosso movimento, que nós não vamos esperar até 2022”, afirmou.

Orlando Silva (PcdoB), comparou o ato deste sábado ao Diretas Já. “Nós estamos fazendo história. No dia 25 de janeiro de 1984, nós começamos uma longa jornada. O ato de hoje segue uma construção da luta popular. Gente do povo que tem um único objetivo, garantir a democracia no Brasil. Bolsonaro, no 7 de Setembro, queria dar um golpe. E essa é a resposta que a gente dá para ele”.

Lideranças evangélicas

A abertura da manifestação foi feita por líderes de diversas religiões. Eles discursaram em carro de som em frente ao Masp, contra o presidente Bolsonaro. Ao lado de representantes budistas e católicos, pastores rejeitaram a associação dos evangélicos ao governo federal, criticaram a gestão do governo frente à pandemia e pediram a manutenção da democracia. “Os evangélicos não são capachos do Bolsonaro”, disse Samuel Oliveira, integrante da Bancada Evangélica Popular. “Não somos um único bloco, somos muitos”.

Nos arredores, membros da Coalizão Evangélica Contra Bolsonaro carregavam cartazes com críticas ao presidente. Simony dos Anjos, articuladora da coalizão, afirmou que o grupo reúne diversos coletivos contrários ao presidente, como a Frente Evangélica pelo Estado de Direito, Cristãos contra o Fascismo, Rede de Mulheres Negras Evangélicas, entre outros. “Nos juntamos para fazer intervenções nos atos com o objetivo de nos contrapor aos evangélicos que apoiam o governo”, afirmou Simony.

Continuar lendo CIRO GOMES FOI VAIADO E XINGADO DURANTE SEU DISCURSO EM MANIFESTAÇÃO CONTRA O PRESIDENTE BOLSONARO

PROTESTO CONTRA BOLSONARO TEVE QUATRO VEZES MENOS PÚBLICO QUE O A FAVOR DO PRESIDENTE

Em SP, ato pró-Bolsonaro teve 4 vezes mais público que protestos da oposição

Estimativas da SSP e da Polícia Militar apontam que protestos contra o governo Bolsonaro reuniram 29 mil pessoas na cidade, enquanto o ato a favor, 125 mil

Da CNN Brasil

Manifestantes ocupam a avenida Paulista, em São Paulo, em ato contra o governo Bolsonaro (2.out.2021)Manifestantes ocupam a avenida Paulista, em São Paulo, em ato contra o governo Bolsonaro (2.out.2021)Isabella Faria/CNN

O número de pessoas no único ato a favor do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na cidade de São Paulo foi pouco mais de quatro vezes maior do que o total de manifestantes nos três protestos contra o governo realizados na capital paulista nas últimas semanas.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP), a manifestação contra Bolsonaro neste sábado (2) reuniu 8 mil pessoas em São Paulo. Se somada aos protestos contra o presidente dos dias 7 e 12 de setembro, a oposição mobilizou cerca de 29 mil pessoas na mais populosa cidade do país.

No único ato pró-Bolsonaro, realizado também em 7 de setembro, dia da Independência do Brasil e que contou com engajamento do próprio presidente, a avenida Paulista recebeu cerca de 125 mil pessoas, segundo o Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) do Estado de São Paulo. Ou seja, um público 4,3 vezes maior do que a soma das manifestações de oposição.

Na ocasião, Bolsonaro esteve presente na Paulista e discursou para os seus apoiadores, atacando principalmente o STF (Supremo Tribunal Federal) e defendendo o voto impresso nas eleições de 2022.

Exceção ao ato contra Bolsonaro em SP no dia 7, todos os outros tiveram dimensão nacional e mobilizaram simpatizantes às respectivas causas em todos os estados e no Distrito Federal — em todas as ocasiões, São Paulo reuniu o maior número de manifestantes.

A estimativa da SSP-SP é baseada em imagens aéreas, análise de mapas e georreferenciamento, determinando a extensão do movimento no local, bem como nas áreas adjacentes. Ainda de acordo com o órgão, todas as manifestações foram pacíficas, sem ocorrências graves.

Em 7 de setembro, opositores ligados à esquerda organizaram uma manifestação contra o presidente no Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo, que reuniu 15 mil pessoas, segundo a SSP. O grupo pedia pelo impeachment do presidente, destacando, principalmente, a gestão da pandemia feita por Bolsonaro.

Já em 12 de setembro a manifestação foi organizada pelo Movimento Brasil Livre (MBL), Vem Pra Rua e Livres, e contou com 6 mil pessoas na Avenida Paulista, segundo a SSP. A pauta também foi o impeachment de Bolsonaro e mais vacinas contra a Covid-19.

Reprovação ao governo

Apesar da baixa adesão aos atos contra o presidente, a maioria absoluta dos eleitores considera o governo Jair Bolsonaro ruim ou péssimo, segundo pesquisa Ipec divulgada no último dia 22. É a primeira vez que isso acontece na sequência de três levantamentos que o instituto fez desde o início do ano.

Além da avaliação negativa, a pesquisa apontou que se Bolsonaro disputasse o Palácio do Planalto hoje, teria menos da metade dos votos de seu principal adversário, Luiz Inácio Lula da Silva, que venceria no primeiro turno.

Ao todo, 42% dos brasileiros em idade de votar consideram que o governo é péssimo. Para outros 11%, é ruim. A soma das avaliações negativas chega a 53%, quatro pontos percentuais acima do registrado em junho, quando foi feita a pesquisa anterior do Ipec. Desde fevereiro, esse aumento foi de 14 pontos.

Os eleitores que consideram a gestão federal boa ou ótima são apenas 22% – menor patamar registrado no ano. Em sete meses, a soma das avaliações positivas caiu seis pontos porcentuais. O contingente que considera a gestão regular é de 23%.

Além de avaliar o governo como um todo, o Ipec também perguntou aos entrevistados como veem o desempenho pessoal do presidente no comando do país. Nesse caso, as opiniões negativas são ainda mais dominantes: 68% afirmaram que desaprovam Bolsonaro, e 28%, que aprovam.

O presidente também é visto com desconfiança por sete em cada dez brasileiros. Nada menos que 69% disseram não confiar no presidente. Outros 28% afirmaram confiar nele.

*Com Estadão Conteúdo

Fonte: CNN

Continuar lendo PROTESTO CONTRA BOLSONARO TEVE QUATRO VEZES MENOS PÚBLICO QUE O A FAVOR DO PRESIDENTE

ADOLESCENTES DE 12 ANOS EM NATAL SERÃO VACINADOS CONTRA COVID-19 A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA (27)

Natal vacina adolescentes de 12 anos contra a Covid a partir de segunda-feira (27)

Na segunda-feira (27), a Prefeitura do Natal inicia a vacinação dos adolescentes com idade de 12 anos, residentes na capital. Com isso, o município termina a aplicação da primeira dose em toda população vacinável, uma vez que até o momento não há liberação da Anvisa ( Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para vacinar pessoas abaixo dos 12 anos.

As pessoas dessa faixa etária podem procurar um dos pontos de vacinação para receber a primeira dose do imunizante contra a Covid-19, mas devem ir acompanhadas dos pais ou representantes legais, sendo necessário o cadastro prévio no RN+Vacina, através do registro de seus responsáveis na plataforma, e levar comprovante de residência de Natal, documento com foto e cartão de vacina.

A SMS Natal reforça que as pessoas acima de 12 anos, que ainda não foram tomar a primeira dose, se dirijam a um dos drives de vacinação para serem atendidas. A lista com as Unidades Básicas e os pontos de drives e grupos em vacinação, podem ser acessados através do https://vacina.natal.rn.gov.br/ .

SEGUNDA DOSE
CORONAVAC
As pessoas que completaram os 28 dias da primeira dose do imunizante Coronavac podem procurar as UBS do município ou qualquer drive-thru.

OXFORD
UBS do município e todos os drives estarão com aplicação da D2 da Oxford para quem se vacinou até o dia 17 de julho.

Grávidas que tomaram a D1 de Oxford
As gestantes que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não tomaram a segunda dose poderão completar seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer e em todas as UBS do município ou qualquer ponto de aplicação.

PFIZER
A segunda dose da Pfizer está disponível nas UBS do município ou nos drives Nélio Dias, Palácio dos Esportes, Via Direta e SESI para quem tomou a primeira dose até 06 de agosto.

TERCEIRA DOSE
Pessoas com 90 anos e mais que tenham completado o esquema vacinal, com duas doses, de qualquer imunizante (Coronavac, Oxford ou Pfizer) há pelo menos seis meses, estão aptas a receber a D3. Para isso, as pessoas devem levar o cartão de vacinação, documento com foto e comprovante de residência de Natal em qualquer ponto de aplicação da cidade.

Continuar lendo ADOLESCENTES DE 12 ANOS EM NATAL SERÃO VACINADOS CONTRA COVID-19 A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA (27)

ADOLESCENTES EM NATAL SEM COMORBIDADES SERÃO IMUNIZADOS CONTRA COVID-19 A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA (20)

Natal decide vacinar adolescentes sem comorbidades a partir de segunda-feira

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Alex Régis / Secom

Natal informou que vai iniciar, na segunda-feira (20), a vacinação para adolescentes com idade a partir de 16 anos e sem comorbidades. O Município havia decidido suspender a vacinação desse público seguindo recomendação do Ministério da Saúde. No entanto, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a partir das análises técnicas da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) , tomou-se a decisão de iniciar a imunização dos adolescentes com a aplicação da aplicação vacina Pfizer como já está autorizado pela Anvisa.

Segundo a SMS, o novo público alcançado pela campanha vacinal contra a Covid-19 pode procurar a partir de segunda-feira um dos quatro passeios (Palácio dos Esportes, Via Direta, Sesi ou Nélio Dias), das 8h às 16h, ou uma das 35 UBS, das 8h às 15h, levando comprovante de residência de Natal, documento com foto e cartão de vacina. Todos os endereços dos locais de vacinação estão disponíveis no site vacina.natal.rn.gov.br.

Para receber o imunizante, o adolescente terá que estar acompanhado de um responsável. Outro ponto importante é que os adolescentes façam o cadastro prévio no plataforma RN Mais Vacinas, sendo necessário entrar com o CPF do responsável e se cadastrar como dependente.

“Além dos adolescentes com 16 anos ou mais, estaremos vacinando todo o público anteriormente contemplado e aplicando ainda uma segunda dose de acordo com o cronograma de dados divulgados”, reforça o secretário de Saúde de Natal, George Antunes.

D3 para idosos de 95 anos e mais

Outro público que pode ser vacinado, já a partir deste sábado (18), é o de idosos com 95 anos e mais . Essa dose de reforço será aplicada nessa faixa etária independentemente do imunizante da D1, sendo necessário somente ter finalizado o esquema nós últimos seis meses. Para receber a D3, as pessoas devem levar o cartão de vacinação, documento com foto e comprovante de residência de Natal.

Também na segunda-feira, a SMS Natal começa a vacinar, com a dose de reforço, os idosos institucionalizados.

Segunda dose
A segunda dose dos imunizantes está disponível nos quatro drives ou nas 35 salas de vacinação.

CORONAVAC
As pessoas que completaram os 28 dias da primeira dose do Coronavac imunizante podem procurar como 35 UBS ou qualquer drive-thru.

OXFORD
Para quem vacina até 15 de julho a vacina está disponível.

Grávidas que tomaram a D1 de Oxford
Como gestantes que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não tomaram a segunda dose complete seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer nas 35 UBS ou qualquer drive de vacinação.

PFIZER
A vacina está liberada para quem tomou a primeira dose até 29 de julho.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo ADOLESCENTES EM NATAL SEM COMORBIDADES SERÃO IMUNIZADOS CONTRA COVID-19 A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA (20)

EVENTOS E LUGARES COM PRESENÇA DE PÚBLICO EM CAICÓ SERÁ EXIGIDO O PASSAPORTE DA VACINA CONTRA COVID-19

Prefeitura de Caicó institui uso do Passaporte da Vacina em lugares e eventos com presença de público

14 set 2021

Prefeitura de Caicó institui uso do Passaporte da Vacina em lugares e eventos com presença de público - Notícias do Pássaro

Foi publicado nesta segunda-feira (13), o Decreto 900/2021, assinado pelo prefeito Dr. Tadeu, que institui no âmbito do município, o Passaporte da Vacina, que comprove que o cidadão está imunizado contra a Covid-19. O documento com um QR Code, está disponível na plataforma integrada RN + Vacina, do Estado do Rio Grande do Norte.

Os estabelecimentos e serviços pertencentes ao setor de  eventos, tais  como  shows, bares fechados que ofereçam aos clientes atrações musicais, feiras, congressos, jogos, teatros, com a ocupação máxima, deverão solicitar ao público, para ter acesso ao local do evento, comprovante de vacinação do cidadão contra COVID-19, que será autenticado pelo Passaporte da Vacina.

Será exigida, no mínimo, a comprovação da primeira dose do imunizante contra o novo coronavírus.

A comprovação da condição vacinal também poderá ser realizada pelo registro físico, mediante apresentação do comprovante de vacinação, ou de forma digital, disponível na plataforma RN + Vacina.

Os estabelecimentos que não respeitarem as regras e restrições previstas neste decreto e os demais protocolos estabelecidos, ficarão sujeitos às penalidades cabíveis.

Para ter acesso ao Certificado, siga o passo-a-passo:

Acesse o site RNMAISVACINA, clica no botão COVID19, depois no botão CIDADÃO. Na sequência digite o seu CPF e depois, em AVANÇAR. Digite a SENHA de acesso, clique em CERTIFICADO DE VACINAÇÃO para gerar o documento com o QR CODE e imprimir.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo EVENTOS E LUGARES COM PRESENÇA DE PÚBLICO EM CAICÓ SERÁ EXIGIDO O PASSAPORTE DA VACINA CONTRA COVID-19

MANIFESTAÇÃO CONTRA BOLSONARO TEVE BAIXA ADESÃO TAMBÉM NA CAPITAL POTIGUAR

Com baixa adesão, manifestantes pedem impeachment de Bolsonaro em Natal

Atos que pedem o impeachment do presidente Jair Bolsonaro ocorrem em algumas capitais do país

Redação
12/09/2021 | 16:11

Manifestantes fazem atos contra Bolsonaro e pedem mais vacinas em cidades  do RN | Rio Grande do Norte | G1Protesto acontece neste domingo 12. Foto: Diassis Oliveira/Agora RN

Manifestantes contrários ao governo federal se reúnem neste domingo 12 na calçada do Midway Mall, em Natal, e cobram o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Até às 16h, o movimento ainda tinha baixa adesão de participantes.

A maioria dos manifestantes foi vestida de branco, levando cartazes com dizeres contra o atual presidente da República.

Movimentos de direita e centro-esquerda organizaram o protesto deste domingo. O Partido dos Trabalhadores (PT) no Rio Grande do Norte já havia afirmado que não participaria da mobilização.

Ao Agora RN, o presidente do PT no Rio Grande do Norte, Júnior Souto, afirmou a ausência do partido dos atos – seguindo orientação da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, que disse que o partido não foi convidado. Nacionalmente, os atos foram convocados pelo Movimento Brasil Livre (MBL). “A orientação nacional é o que prevalece para os diretórios estaduais. A posição que a companheira Gleisi manifestou é a que a gente vai adotar no RN”, disse.

Em Natal, além da União da Juventude Livre, participam do ato o movimento Luiz Gama, um grupo de estudantes liberais; Livres, grupo político; Movimento Eu Acredito, de renovação política e Moxie Girl Up, um grupo feminista, assim como o JPSDB (Juventude do PSDB), JPDT (Juventude do PDT) e JDEM (Juventude do DEM).

Fonte: Agora RN

Continuar lendo MANIFESTAÇÃO CONTRA BOLSONARO TEVE BAIXA ADESÃO TAMBÉM NA CAPITAL POTIGUAR

DEPOIS DE MANIFESTAÇÃO CONTRA BOLSONARO SEM GRANDE ADESÃO OPOSIÇÃO TERÁ DESAFIO DE SUPERAR RUSGAS

Manifestações com baixa adesão confirmam desafios da oposição a Bolsonaro

Movimentos e partidos que defendem o impeachment ou mesmo são apenas críticos ao presidente não conseguem unificar discurso e nem mobilizar grande parte da população

Wellington Ramalhoso

da CNN*

Depois de manifestações sem grande adesão popular em 18 capitais e no Distrito Federal neste domingo (12), as forças de oposição ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) terão pela frente nas próximas semanas os desafios de superar rusgas e colocar grupos divergentes em sintonia para tentar mobilizar protestos maiores pelo impeachment do presidente.

Organizados pelo Movimento Brasil Livre (MBL) e pelos grupos Vem Pra Rua e Livres, os atos deste domingo atraíram presidenciáveis de campos diferentes como os ex-ministros Ciro Gomes (PDT) e Luiz Henrique Mandetta (DEM), mas partidos como PT e PSOL não participaram e se articulam com outros movimentos para um protesto pelo impeachment previsto para 2 de outubro.

Em meio a essa divisão, a mobilização popular ficou pelo caminho e não endossou pesquisas como a divulgada em julho pelo Datafolha – 54% se declararam a favor do processo de impeachment, mas as manifestações de 7 de setembro em apoio a Bolsonaro, apesar de terem tido uma adesão mais baixa do que o esperado, ainda foram superiores às da oposição neste domingo. Tomando São Paulo como exemplo, a Polícia Militar estimou cerca de 125 mil pessoas na Paulista a favor do governo, enquanto neste domingo apontou aproximadamente 6 mil presentes.

Só na última semana o mote foi trocado para “Fora Bolsonaro” em busca de uma ampliação da frente. A mudança não foi suficiente para atrair PT e PSOL. E apesar da alteração, o antigo slogan ainda foi exibido por manifestantes neste domingo. Na avenida Paulista, surgiu, inclusive, uma nova versão do Pixuleco, boneco inflável de Lula vestido de presidiário. Desta vez o boneco é duplo e tem Bolsonaro abraçado ao petista.

Para a próxima tentativa, o diálogo sobre o ato de 2 de outubro envolve, por enquanto, nove partidos: PT, PDT, PSB, PSOL, PCdoB, PV, Solidariedade, Rede e Cidadania.

O avanço do diálogo do MBL e do PSDB com o PT parece difícil. Em relação ao MBL, os petistas têm na memória a campanha pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e os duros ataques do grupo ao partido.

Pelo lado tucano, o presidente do PSDB, Bruno Araújo, afirmou à CNN, na última quinta-feira (9), que a legenda não caminhará ao lado do PT. Além de superar expressivas fissuras, a oposição teria de encontrar o tom mais adequado para puxar manifestações.

Até o protesto do começo de outubro, o país verá a CPI da Pandemia se aproximar do fim. O relatório da comissão, que tende a consolidar denúncias contra o governo Bolsonaro, deve ser votado no dia 29.

Além das denúncias da CPI e da crise institucional, sobretudo com o Poder Judiciário, o governo se vê às voltas com problemas como a inflação em alta, o desemprego e os riscos da crise hídrica.

Por enquanto, o governo Bolsonaro desfruta do alívio que a declaração divulgada na última quinta-feira (9) trouxe. Depois de dizer em discurso no dia 7 que não cumpriria decisões judiciais do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a crise institucional se agravou com reações do Judiciário, do Legislativo e dos partidos.

Na quinta, o presidente Bolsonaro publicou uma carta em que disse não ter tido a intenção de agredir outros poderes. O gesto para tentar amenizar a crise contou com o apoio do ex-presidente Michel Temer (MDB), que colaborou na redação da carta e intermediou uma ligação telefônica entre o presidente e Moraes. De quebra, ajudou a ofuscar as articulações dos atos da oposição.

O governo também permanece com apoio suficiente na Câmara dos Deputados para impedir a abertura do processo de impeachment. As dezenas de pedidos da oposição estão paradas nas mãos do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

*Com informações de Iuri Pitta, Leandro Resende e Renata Agostini, da CNN

Continuar lendo DEPOIS DE MANIFESTAÇÃO CONTRA BOLSONARO SEM GRANDE ADESÃO OPOSIÇÃO TERÁ DESAFIO DE SUPERAR RUSGAS

PROJETO CONTRA EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇA E ADOLESCENTE É APROVADO POR VEREADORES DE NATAL

Vereadores aprovam projeto contra exploração sexual de crianças e adolescentes

02 set 2021

Vereadores aprovam projeto contra exploração sexual de crianças e adolescentes - Tribuna de Noticias

Para fortalecer a política de combate à exploração e violência sexual infantil, a Câmara Municipal de Natal aprovou em regime de urgência, durante sessão ordinária nesta quarta-feira (01), um texto de autoria da vereadora Camila Araújo (PSD), que cria o Centro de Referência em Atendimento a Crianças e Adolescentes Vítimas de Exploração Sexual.

“Temos leis que tratam de programas e campanhas de conscientização e combate a este tipo de violência. Porém, ainda não existe em Natal um equipamento que coloque em prática a legislação. O projeto, então, chega para preencher essa lacuna com a instituição do Centro de Referência”, defendeu a vereadora Camila Araújo.

Já o vereador Felipe Alves (PDT) encartou uma emenda à matéria que estabelece prioridade para o setor no Executivo com a criação do Centro. “Trata-se de uma realidade para a qual não podemos fechar os olhos e existe uma carência muito grande de políticas efetivas que combatam a exploração sexual contra crianças e adolescentes na capital potiguar”.

Na sequência, também em regime de urgência, o plenário deu parecer favorável a uma proposição do vereador Pedro Gorki (PCdoB) que institui a Política Municipal de Gestão Paritária. “Esta iniciativa vem justamente para reconhecer a dívida histórica do Estado Brasileiro com diversos segmentos da sociedade que nunca foram ouvidos na formulação e acompanhamento das políticas públicas, especialmente negras e negros, indígenas e mulheres. Portanto, a intenção é enfrentar a desigualdade violenta imposta ao nosso povo”, pontuou.

Ao final da sessão, os parlamentares acataram, em segunda discussão, um projeto apresentado pelo vereador Robson Carvalho (PDT), que determina obrigações e impõe sanções em casos de atropelamento de animais. “Esta Lei estabelece a qualquer cidadão, no âmbito do município de Natal, que cause ou presencie atropelamento de animal em vias públicas a obrigatoriedade da prestação de socorro”, explicou Robson.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo PROJETO CONTRA EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇA E ADOLESCENTE É APROVADO POR VEREADORES DE NATAL

COREIA DO NORTE REJEITOU RECEBER CERCA DE 3 MILHÕES DE DOSES DE VACINAS DA SINOVAC BIOTECH CONTRA COVID-19

Coreia do Norte rejeita 3 milhões de doses de vacinas anticovid

Regime de Kim Jong-un disse que imunizantes do mecanismo Covax deveriam ser distribuídos a “países que necessitem mais”

INTERNACIONAL

Da Ansa Brasil

Vacinas seriam distribuídas pelo mecanismo internacional Covax

EFE / GUSTAVO AMADOR

A Coreia do Norte rejeitou receber cerca de três milhões de doses de vacinas da Sinovac Biotech contra a covid-19, que seriam distribuídas através da iniciativa Covax, informou o jornal norte-americano The Washington Post nesta quarta-feira (1º).

Segundo fontes ouvidas pelo site, o governo de Pyongyang disse que a iniciativa, que é liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), deveria enviar as doses do imunizante para “países mais atingidos” na pandemia.

Oficialmente, a Coreia do Norte afirma que nunca registrou casos da doença em seu território, sendo um dos 13 países do mundo a estarem “livres” do coronavírus Sars-CoV-2. Mas, por conta da ditadura mantida por Kim Jong-un, é bastante provável que essa informação não seja verdadeira.

O Ministério da Saúde do país disse ainda que, como os fornecimentos globais estão limitados, é preciso enviar as fórmulas “para outros locais gravemente atingidos”.

Apesar da postura nesse momento, Pyongyang pediu para a Aliança Gavi, que gere a Covax, o envio de vacinas anti-Covid e um lote de dois milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Universidade de Oxford havia sido anunciado – mas não foi entregue ainda por conta de atrasos.

O país é um dos poucos no mundo que não iniciou a campanha de imunização nem para os seus profissionais de saúde.

Fonte: R7
Continuar lendo COREIA DO NORTE REJEITOU RECEBER CERCA DE 3 MILHÕES DE DOSES DE VACINAS DA SINOVAC BIOTECH CONTRA COVID-19

GRUPOS DE OPOSIÇÃO E A FAVOR DE BOLSONARO REALIZARÃO MANIFESTAÇÃO DIA 07 DE SETEMBRO EM SÃO PAULO

Justiça de SP autoriza manifestações pró e contra Bolsonaro no 7 de Setembro

O grupo pleiteava em SP protestos contra o governo na mesma data em que apoiadores do presidente pretendiam manifestações em apoio à gestão

Pedro Caramuru e Matheus de Souza,

do Estadão Conteúdo

Justiça contraria Doria e dá aval para manifestações pró e contra Bolsonaro no 7 de Setembro em SP | Política | BNews

A Justiça de São Paulo autorizou nesta segunda-feira (30), que grupos de oposição a Jair Bolsonaro (sem partido) se manifestem no feriado do Dia da Independência, 7 de Setembro, no Vale do Anhangabaú, no centro de São Paulo.

O grupo pleiteava em São Paulo a realização de protestos contra o governo na mesma data em que apoiadores do presidente Jair Bolsonaro pretendiam realizar manifestações em apoio à gestão.

Segundo a decisão do juiz Randolfo Ferraz de Campos, da 14ª Vara de Fazenda Pública, está claro que ninguém tem poder para vetar reuniões, e, conforme prega a Constituição, todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização.

De acordo com a ação, caberia à Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo garantir o cumprimento da decisão.

A região central da capital vinha sendo disputada como espaço para a realização de manifestações públicas no feriado tanto por apoiadores do presidente Bolsonaro quanto pela oposição.

De um lado, apoiadores do governo devem seguir o tom do Executivo de críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF). Já a oposição deve manter as críticas à atuação do governo durante a pandemia da covid-19.

Caso não haja mudança no entendimento tomado, opositores do presidente devem se reunir no Vale do Anhangabaú, enquanto os apoiadores realizarão sua manifestação a cerca de 2,5 km dali, na Av. Paulista, região central da capital.

A fim de impedir conflito entre os grupos antagônicos, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), havia proposto, na última quinta-feira (26), que a Secretaria de Segurança Pública vetasse a realização dos protestos contra o presidente, ainda que em locais distintos.

A determinação valeria tanto para a capital quanto para outras cidades paulistas, e o secretário de Segurança Pública em exercício, coronel Álvaro Batista Camilo, disse que deve chamar os coordenadores da campanha contra o presidente para um diálogo sobre os atos.

Segundo o acordo, a oposição teria direito a realizar atos no dia 12 de setembro, data sem a mesma relevância que o feriado da Independência, mas em alternância com o grupo de apoio.

Organizadores do evento contrário ao governo, entretanto, contestaram a definição das datas alegando que seria a vez deles se manifestarem, uma vez que os grupos favoráveis teriam se reunido por último nas ruas.

Nesta manhã, em entrevista à rádio Rede Fonte, de Goiás, o presidente Bolsonaro afirmou que a “grande pauta” dos atos em seu apoio deve ser a liberdade de expressão, em especial contra as recentes decisões tomadas pelos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Não pode uma pessoa do STF e uma do TSE se arvorarem como donas do mundo”, defendeu o presidente.

Fonte: CNN

Continuar lendo GRUPOS DE OPOSIÇÃO E A FAVOR DE BOLSONARO REALIZARÃO MANIFESTAÇÃO DIA 07 DE SETEMBRO EM SÃO PAULO

OPINIÃO: ATIRADORES DIGITAIS USAM SUAS PRÓPRIAS LÍNGUAS COMO METRALHADORAS DISPARANDO INSULTOS E XINGAMENTOS CONTRA O GOVERNO E O POVO

A língua da oposição ao governo é mais letal do que fuzil: Uma resposta a Eliane Cantanhêde

Foto reproduçãoFoto reprodução

Língua ou fuzil? A língua da oposição ao governo é mais letal do que o fuzil!

O jornalismo militante declara guerra contra o presidente Bolsonaro e seus apoiadores. Os atiradores digitais usam as suas próprias línguas como metralhadoras, e disparam insultos e xingamentos direcionados ao governo federal e ao povo.

Na última quinta-feira (26), o jornalista William Waack, em um artigo de opinião publicado no Estadão, questionou o “quadro mental” do presidente Bolsonaro, e chamou seus apoiadores de “fanáticos imbecilizados”.

Neste domingo (29), foi a vez da jornalista Eliane Cantanhêde, em seu artigo no jornal “O Estado de S. Paulo”, sob o título:

“Vitória ou morte! O grito de Bolsonaro é para jogar o País numa guerra inútil e insana.”

E o seguinte subtítulo:

“Ninguém ameaça matar o presidente, ele é que tem obsessão em fuzis e sua tropa é que ataca os outros. Logo, o presidente precisa, urgentemente, de um médico”.

E continua com a seguinte afirmação:

“O presidente Jair Bolsonaro quer botar o povo na rua no Sete de Setembro com a fake News de que é ‘impedido de governar’ pelo Supremo e o Congresso, materializando seu sonho infantil e doentio de estar em guerra” …

Interessante observar que ambos os jornalistas só têm visibilidade porque Bolsonaro existe. Depois de anos de um jornalismo financiado pelos governos esquerdistas, reproduzindo matérias pagas por seus patrões, não é de admirar que, com o desmame financeiro, só resta ódio e birra por quem lhes tirou as tetas.

Com a proximidade do 7 de Setembro, com o País mais inflamado pelos últimos acontecimentos, como a prisão ilegal e imoral dos apoiadores do presidente; com a censura das redes sociais e dos canais de direita/conservador; a derrota do voto auditável; com um “inquérito do fim do mundo” correndo solto; com a CPI com o declarado propósito de “afastar o presidente”, etc.

O STF e toda a oposição vem ininterruptamente plantando a ideia de que o presidente é um irresponsável, louco, genocida, que precisa ser afastado para o bem da nação. E pior: diz que os seus apoiadores são desvairados, cruéis, perigosos e arruaceiros. Quando na verdade, eles é que são tudo isso.

O “modus operandi” da esquerda destrutiva é caracterizado pela comunicação hipnótica e manipulação das massas. Sua arma mais potente é a língua. Discurso impecável ancorado nas minorias, facilmente manipuláveis, recortam para si só as virtudes, e atribuem sempre, ao adversário, de maneira inflexível, todas as atrocidades que cometem.

Acusado de ter “sonho infantil e doentio de estar em guerra”; há nessa premissa uma meia verdade.

O sonho é lúcido, fundado no desejo de construir, nunca de destruir. O sonho desse “bruto” coincidiu com o sonho de seus mais de 58 milhões de eleitores, pessoas comuns, empresários, profissionais liberais, com o claro objetivo de tirar do poder o PT, esse partido corrupto, com tudo o que ele representa: corrupção, falcatrua, destruição, balburdia etc. Portanto, esse sonho pode até ser infantil, mas, não doentio.

Doentio é o sonho da extrema esquerda, que INCAPAZ de aceitar o resultado das urnas, quer “tomar o poder”.

Sofrem da doença do vício pelo poder ilimitado e eterno. Os acometidos por essa doença, não se reconhecem doentes, por isso, não há cura.

A jornalista ilustra isso ao dizer que o presidente comete o recém inventado crime de fake News, ao declarar-se IMPEDIDO DE GOVERNAR. Com todas as tramas e provocações explicitadas, é acusado de fake News.

E ironicamente, ainda pergunta:

“Bolsonaro está sendo impedido de fazer o quê?”

Basta ler uma matéria na “Revista Oeste” (agosto, 26); para saber que em dois anos, o Supremo Tribunal Federal (STF) tomou 123 decisões que afetaram diretamente o presidente Jair Bolsonaro. É pouco?

Subestimado por ser simplório e rude, acostumado a viver na selva, Bolsonaro não se deixa amansar, sob o risco de arrancar-lhe o coro.

O que já ocorreu, no atentado contra a sua vida, com a facada “cravada de maneira mais ou menos correta”, mas, não total”, descrita assim pelo ator Paulo Betti.

Bolsonaro continua a receber inúmeras ameaças à sua vida, de forma declarada, inclusive pelos jornalistas seus colegas, em dezenas de artigos, publicados desejando a sua morte.

… “ninguém ameaça matar o presidente?” Que fake News mais deslavada, senhora!?

Estão com medo do povo nas ruas?

O presidente só não foi arrancado do poder porque as ruas desmentem as pesquisas forjadas. O dia Sete de Setembro, será visto pelo mundo todo.

Milhares, milhões de Patriotas vestidos de verde e amarelo, com faixas de protesto contra os usurpadores do poder e da nossa liberdade.

A jornalista fala com todas as letras que o STF é responsável pelo Plano Nacional de Imunização contra a covid; e acusa o presidente de “empurrar as culpas do governo para o STF”.

Mais uma fake News de dona Cantanhêde. Pois, o Brasil inteiro sabe que o STF decidiu que estados e municípios têm autonomia para adotar medidas sobre a covid 19. Um ato absurdo, de profundo desrespeito ao presidente. E mais: essa foi uma atitude deliberada, para aplicar o lockdown, máscaras, vacinas e toda a campanha de terror, em nome da ciência, a favor da vida… e bla, bla, bla.

Confiram a petulância dessa mulher, que tem horror a fuzis imaginário, mas, não tem medo de usar a sua língua como uma metralhadora veloz, apontada para o chefe maior da Nação; e para os seus apoiadores, que são xingados e rotulados de: “patinhos”, “bobos”, “gado”, “feras perigosas”; “fanáticos imbecilizados” etc.

“Milhões caem feito patinhos e viram feras contra os críticos e a realidade”. Ah, é mesmo?

Onde estão os “críticos da realidade” que não escreveram uma nota sequer, contra os desvios de dinheiro por parte de prefeitos e governadores? Os hospitais de campanha fantasmas? Os respiradores superfaturados? As mortes, a La Mandetta, por falta de ar?

A jornalista parece sofrer de miopia. Chegou ao cúmulo de dizer que a recente fala do presidente sobre FUZIL É UM PRETEXTO PARA FALAR DE GUERRA AO COMUNISMO. E diz que NÃO HÁ COMUNISMO, só mistificação contra quem defende as coisas boas da vida. Vejam:

“O pretexto para falar de fuzis, prisão e morte é a guerra ao comunismo. Que comunismo? É só a mistificação contra quem defende Amazônia, educação pública, nossa música, nosso cinema, nosso teatro, os povos originários, a boa diplomacia, a saúde e a vida. Como o País é livre, cada um escolhe seu rumo: a favor da vida, da ciência, dos direitos, dos valores e das riquezas nacionais ou contra as instituições, as eleições, a democracia e a Amazônia. A maioria defende feijão. A minoria histérica, fuzil.”

Apesar do pensamento ridículo, transcrevi o último parágrafo para que todos saibam o grau de insanidade dessa pessoa e de todos que com ela concordem. Para ela COMUNISMO é só delírio da direita, não existe; e, o desejo do presidente de acabar com o comunismo, é só mistificação, ou seja, só uma farsa, uma mentira que a direita inventou para destruir a reputação do povo mais perfeito que já existiu, e que agora, na era Bolsonaro, sofre o ataque constante e a ameaça real de guerra iminente, do ‘golpe’ no dia 07 de setembro.

Reparem que ela se posiciona como detentora de todas as qualidades, da educação, das artes, da saúde e claro, da ciência. E do outro lado, está quem é contra as instituições, as eleições, a democracia e a Amazônia. Traduzindo: o louco do presidente e seus perigosíssimos e fanáticos apoiadores.

Senhora Eliane, no auge dos seus 70 anos de idade, além de apresentar desempenho medíocre como jornalista e comentarista; nada aprendeu sobre ser humano e a psicologia das massas.

Pois eu lhe digo: quem está produzindo uma “guerra inútil e insana”, são todos aqueles que se denominam oposição.

Bolsonaro é o homem mais importante do planeta, na atualidade.

Responsável pelo despertar político coletivo da maioria da população do Brasil.

Albert Einstein, nos diz que:

“A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original”.

O ser humano precisa do feijão e do sonho para viver.

O sonho da direita é acabar com o comunismo/socialismo, para que todas as pessoas tenham a liberdade de produzir o seu próprio feijão.

Não há comparação do valor do feijão com o valor do fuzil.

A declaração do presidente foi apenas metafórica.

“O povo armado jamais será escravizado”

Não se trata de fuzil, e sim de liberdade.

Foto de Bernadete Freire Campos

Bernadete Freire Campos

Psicóloga com Experiência de mais de 30 anos na prática de Psicologia Clinica, com especialidades em psicopedagogia, Avaliação Psicológica, Programação Neurolinguística; Hipnose Clínica; Hipnose Hospitalar ; Hipnose Estratégica; Hipnose Educativa ; Hipnose Ericksoniana; Regressão, etc. Destaque para hipnose para vestibulares e concursos.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo OPINIÃO: ATIRADORES DIGITAIS USAM SUAS PRÓPRIAS LÍNGUAS COMO METRALHADORAS DISPARANDO INSULTOS E XINGAMENTOS CONTRA O GOVERNO E O POVO

JUSTIÇA: NATAL GANHOU MAIS UMA LEI DE PROTEÇÃO E COMBATE A VIOLÊNCIA CONTRA MULHER

Agressores de mulheres em Natal terão que ressarcir cofres públicos e podem pagar multas de até R$ 5 mil

Foto: Francisco de Assis

Natal ganhou mais uma lei de proteção e combate a violência contra mulher. De autoria do vereador Felipe Alves (PDT), a legislação que prevê o ressarcimento dos cofres públicos dos recursos gastos na prestação dos serviços às vítimas por parte dos agressores foi sancionada pelo prefeito Álvaro Dias (PSDB) na última sexta-feira (20). O valor da multa prevista atenderá o limite de R$ 5 mil. O poder Executivo tem 180 dias para regulamentar a matéria. Os valores recolhidos serão destinados ao custeio de políticas públicas voltadas à redução da violência doméstica e familiar.

De acordo com a medida, aquele que, por ação ou omissão, der causa ao acionamento do serviço público de emergência em razão de lesão, violência física, sexual ou psicológica, causado à mulher, será sancionado com multa administrativa pelos custos relativos aos serviços públicos prestados pelos órgãos do Município envolvidos na ocorrência.

Na proposta ainda estão previstos dispositivos de majoração do valor da multa para casos que resultarem em ofensa grave à integridade ou à saúde física ou mental da vítima, bem como a ocorrências que resultarem em aborto ou morte da vítima. Na primeira situação, o valor da multa será ampliado em 50%, já na segunda, o acréscimo será de 100%.

“Estamos vivenciando o Agosto Lilás, campanha de conscientização e combate da violência contra a mulher. A sanção dessa lei representa um avanço significativo nas políticas públicas de proteção e defesa das mulheres vítimas de violência, adequando a legislação municipal ao dispositivo federal que também prevê essa punição. Estaremos sempre vigilantes e atentos, buscando contribuir para que essa mazela social diminua cada vez mais. Não podemos tolerar que mulheres sejam agredidas, violentadas e abusadas”, ressaltou o vereador Felipe Alves.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo JUSTIÇA: NATAL GANHOU MAIS UMA LEI DE PROTEÇÃO E COMBATE A VIOLÊNCIA CONTRA MULHER

POLÍTICA: SENADOR COLOCOU PRESIDENTE DO SENADO CONTRA PAREDE AO COBRAR PEDIDOS DE IMPEACHMENT CONTRA MINISTROS DO STF

Lasier Martins vai pra cima de Pacheco sobre impeachment de ministros do STF e exige decisão em plenário

Fotomontagem - Foto: Agência Brasil / Agência Senado / STFFotomontagem – Foto: Agência Brasil / Agência Senado / STF

Em discurso no plenário do senado federal, nesta quarta-feira (18), o senador Lasier Martins (PODE-RS) colocou o presidente da casa, Rodrigo Pacheco, contra a parede ao cobrar a resposta sobre todos os pedidos de impeachment contra os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que já tiverem sido protocolados.

Lasier citou um projeto de sua autoria que regulamenta o procedimento obrigatório determinado pela Lei de Impeachment, e que determina que os pedidos devem ser lidos e decididos no prazo máximo de 15 dias, sobre o arquivamento ou a continuidade.

O senador lembrou que nos últimos dois anos, 38 pedidos de impeachment contra membros do STF foram arquivados, e que ainda restam 17 para análise, mas que os mesmos são levados para a advocacia do senado, que acaba realizando uma análise de mérito e decidindo previamente sobre os mesmos, quando a decisão deveria ser exclusiva do presidente do senado e dos parlamentares da casa.

“Uma das coisas mais estranhas é que temos 81 parlamentares, mas nesta matéria de impeachment, só uma pessoa decide. Nós precisamos compartilhar essa decisão.”

Lasier ainda jogou na cara de Rodrigo Pacheco que a vontade do povo não está sendo respeitada e que a promessa que fez ao assumir a presidência, sobre democratizar a casa, precisa ser cumprida.

Veja o vídeo:

Continuar lendo POLÍTICA: SENADOR COLOCOU PRESIDENTE DO SENADO CONTRA PAREDE AO COBRAR PEDIDOS DE IMPEACHMENT CONTRA MINISTROS DO STF

SAÚDE: TODAS AS SALAS DE VACINAÇÃO DE NATAL PASSARÃO A DISPONIBILIZAR A VACINA CONTRA GRIPE

Por G1 RN

 

A vacina da gripe protege contra as influenzas A (H1N1), A (H3N2) e B, mas não contra o novo coronavírus. — Foto: Andrea Rego Barros/Prefeitura do Recife

A vacina da gripe protege contra as influenzas A (H1N1), A (H3N2) e B, mas não contra o novo coronavírus. — Foto: Andrea Rego Barros/Prefeitura do Recife

Todas as 65 salas de vacinação em Natal passam a oferecer a vacina contra a gripe a partir desta quarta-feira (18). Com isso, os pontos extras como a praça Augusto Leite e o ginásio Nélio Dias deixam de funcionar.

O público alvo da vacina da gripe é a população com mais de seis meses de idade. Para se vacinar, a pessoa deve levar comprovante de residência, documento com foto e cartão de vacinação.

O Ministério da Saúde orienta que haja intervalo de pelo menos 14 dias entre doses das vacinas contra a Covid e Influenza.

Quem tomou a Coronavac, contra a Covid, deve esperar concluir o esquema vacinal com a segunda dose e aguardar 14 dias para tomar a vacina contra Influenza.

Quem tomou Oxford ou Pfizer, deve contar 14 dias após a primeira dose para tomar a vacina da Influenza e aguarde mais 14 dias para tomar a segunda dose do imunizante contra o novo coronavírus.

“Vamos disponibilizar a vacina de Influenza em todas as salas de vacinação até durar o estoque. O intervalo necessário de 14 dias entre a vacina contra o Coronavírus e a Influenza retardou um pouco o cumprimento da meta até o momento, porém, com a ampliação de mais salas de vacina, estamos dando mais acesso a população”, explica o secretário de Saúde de Natal, George Antunes.

Continuar lendo SAÚDE: TODAS AS SALAS DE VACINAÇÃO DE NATAL PASSARÃO A DISPONIBILIZAR A VACINA CONTRA GRIPE

OPINIÃO: OSWALDO EUSTÁQUIO NÃO DEIXA PEDRA SOBRE PEDRA E DISPARA CONTRA AS ARBITRARIEDADES QUE ESTÃO ACONTECENDO NO PAÍS

Oswaldo Eustáquio escancara “golpe” contra Bolsonaro e revela onde a trama vai começar (veja o vídeo)

Oswaldo Eustáquio (Reprodução)Oswaldo Eustáquio (Reprodução)

Em entrevista imperdível à TV JCO, o jornalista Oswaldo Eustáquio não deixou pedra sobre pedra, disparando contra as arbitrariedades que estão acontecendo no país.

Direto da Costa Rica, sede da Corte Interamericana de Direitos Humanos, onde foi apresentar denúncia contra o ministro Alexandre de Moraes pela prisão do deputado federal Daniel Silveira, Eustáquio fez um verdadeiro raio-x do turbulento cenário político brasileiro:

“Eu sou uma prova viva de abuso de autoridade.

Fui brutalmente espancado, agredido e torturado na prisão. A PGR arquivou o inquérito nº 4828, que chamavam de atos antidemocráticos, e descobriram que nada pesava sobre mim.

Diante disso, fui declarado inocente, nem acusado fui, nem denunciado fui, mas meu sigilo telefônico continua sendo quebrado”, explicou.

Eustáquio criticou duramente a postura da Câmara em relação ao deputado Daniel Silveira:

“O presidente da Câmara se ajoelhou ao STF. Eu não estou aqui para criticar o Arthur Lira, mas eu quero dizer para vocês que o Arthur Lira tem vários processos no STF.

E, quando ele é investigado pelo STF, ele tem nas mãos a possibilidade de desafiar o STF, mas com vários processos, ele não faz.

A Constituição é muito clara: Daniel não pode estar preso sem anuência do Congresso Nacional, ou seja, se o Congresso Nacional falar ‘revoga a prisão do Daniel Silveira’, a prisão tem que ser revogada no ato que isso for julgado em plenário”, analisou.

Ainda durante a entrevista, Oswaldo apontou o desequilíbrio de poderes e deixou claro que quem tem mandado no Brasil é o STF e, para ele, existe uma clara provocação dos ministros desta instituição ao presidente Bolsonaro:

“Ele [STF] está provocando, cada vez mais, o presidente Bolsonaro. Pra quê? Para que Bolsonaro tome uma atitude.

E quando Bolsonaro tomar essa atitude, vão dizer: ‘É golpe’. A esquerda está planejando isso. Existe a trama de um golpe contra o presidente. O Senado é o lugar da CPI do golpe.

É no Senado que eles estão, agora, preparando um relatório para chamar o presidente de genocida, corrupto e encaminhar para a Câmara o pedido de impeachment”, alertou.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo OPINIÃO: OSWALDO EUSTÁQUIO NÃO DEIXA PEDRA SOBRE PEDRA E DISPARA CONTRA AS ARBITRARIEDADES QUE ESTÃO ACONTECENDO NO PAÍS

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar