AUTOCONHECIMENTO: A GLÂNDULA PINELA SOB A ÓTICA DO ESPIRITÍSMO

O destaque de hoje, aqui na coluna AUTOCONHECIMENTO é um texto que aborda a Glândula Pineal sob o prisma da doutrina espírita e faz uma correlação entre as suas funções fisiológicas com a percepção sensorial da mediunidade. Uma ótima oportunidade para você conhecer melhor esse órgão humano tão especial e enigmático.

Glândula pineal e a espiritualidade

Imagem da localização da glândula pineal no cérebro humano
Getty Images / Canva

Éuma pequena glândula do tamanho de um arroz, localizada no centro do cérebro e na altura dos olhos. Por produzir melatonina, essa glândula exerce a influência de regulamentar o ciclo do sono, as atividades sexuais e as de reprodução. É um órgão cronobiológico, um relógio interno que age na captação das radiações do Sol e da Lua. Ela obedece ao ciclo circadiano, que corresponde aos elementos externos que regem a noção de tempo e hora. O ciclo circadiano designa o período de aproximadamente 24 horas sobre o qual se baseia o ciclo biológico de quase todos os seres vivos e é influenciado principalmente pela variação de luz, temperatura, marés e ventos entre o dia e a noite.

A pineal passa por um processo de calcificação natural, reduzindo de tamanho ao longo de seu desenvolvimento. Baseado nesse processo, levou-se a crer pelos especialistas que ela seria um órgão “vestigial”, ou seja, sumiria com a evolução, mas, atualmente, esse processo foi descartado. Os especialistas, entretanto, ainda não identificaram o verdadeiro motivo da calcificação; ao contrário da espiritualidade, que já explicou a verdadeira função e importância da glândula pineal.

A visão espírita da glândula pineal

Ela é conhecida como a “união” entre corpo e espírito, conhecida como “terceiro olho” ou “olho da consciência” na doutrina espírita de Allan Kardec. A doutrina afirma que a glândula é responsável pela conexão que existe entre os seres humanos e a espiritualidade e é representada pelo olho de Hórus egípcio, ou seja, o olho que tudo vê. A glândula representa o chacra coronário, o principal centro energético do corpo físico. Os chacras, por sua vez, são pontos de energia que circulam pelo nosso corpo. Temos sete pontos principais e a glândula pineal consiste no mais importante. Uma boa dica de ativação do terceiro olho é ter cristais da espiritualidade, como ametista, lápis-lazúli ou sodalita. Eles ajudam e são ótimos para regular a frequência se estiverem atrelados ao Yoga, a uma boa alimentação, a meditações e a mantras de ativação.

O filósofo Descartes acreditava na ligação da glândula pineal com a espiritualidade. Assim, ela era chamada de “assento principal da alma”. René estava certo de que a pineal seria a “sede da alma e o corpo”, o órgão capaz de revelar impressões espirituais para nosso cérebro. Sua teoria era a de que a glândula daria a percepção visual que a luz projeta, a pineal sente a projeção no campo eletromagnético por meio do qual é interferido pela espiritualidade, que logo é entendida pelo cérebro de forma similar com a interpretação da visão como os demais sentidos físicos.

A doutrina de Allan Kardec não cita diretamente a glândula pineal, porém Kardec definiu que o processo mediúnico é natural, ou seja, segue à estrutura física do médium, independentemente de fé, crença ou boa vontade. Esse processo natural necessita de um canal que produza recursos materiais para o desenvolvimento mediúnico, que necessita de um fluido especial que faça a ligação perispiritual entre os médiuns e os espíritos, e a glândula pineal seria o produtor desse recurso.

De acordo com o médico psiquiatra Dr. Sérgio Felipe de Oliveira, seguidor das ideias de Descartes e do espírito André Luiz, a glândula pineal seria um órgão sensorial da natureza espiritual que favorece a capacidade mediúnica; seria um “captador” capaz de perceber as ondas eletromagnéticas da espiritualidade e convertê-las em estímulos neuroquímicos, o que corresponde às mensagens recebidas de um desencarnado por um médium ou um sensitivo por meio da telepatia entre encarnados.

Escrito por Priscila Sarmento
Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: A GLÂNDULA PINELA SOB A ÓTICA DO ESPIRITÍSMO

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: ENERGIA KUNDALINI, SAIBA COMO DESPERTÁ-LA

Nesta quinta-feira, aqui na coluna DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL você vai conhecer a energia Kundalini, que todas as pessoas guardam na base da coluna, região conhecida como cóccix, mas que permanece adormecida em nossos corpos, até que uma alma de nível superior a desperte. Então é necessário desenvolver a própria alma, conectando-se com a própria essência e se abrindo para a espiritualidade. Convido você a ler o artigo completo a seguir e entender como isso pode ocorrer!

Kundalini — O que é e como despertar sua energia

Silhueta de uma pessoa meditando em posição de lotus com a representação dos seus 7 chakras
Nikki Zalewski / 123RF

Conforme acumulamos mais conhecimentos sobre a nossa espiritualidade, compreendemos que todos os corpos apresentam centros de energia. De acordo com o hinduísmo, por exemplo, esses centros de energia são chamados de chakras, mas há outras maneiras de interpretá-los.

O fato é que todos os corpos carregam energia e, quanto mais equilibrada ela estiver, melhor uma pessoa se sentirá. Do contrário, ela pode vibrar energias negativas em excesso, o que acarreta problemas na saúde física e na saúde emocional. Sendo assim, é muito importante atentar-se para essa parte de quem somos.

Além disso, também devemos considerar que existem outros planos espirituais que não conseguimos enxergar. Se direcionarmos as nossas energias da maneira correta, poderemos acessá-los e, com isso, experienciar um despertar da própria consciência.

Um dos meios de alcançar esse plano espiritual mais profundo e revelador é a partir da Kundalini. A seguir, você vai entender como esse conceito se relaciona com a energia presente nos nossos corpos e com a capacidade de acessar um conhecimento superior. Confira!

O que é Kundalini?

Kundalini é uma energia que todas as pessoas guardam na base da coluna, região conhecida como cóccix. No entanto, essa energia permanece adormecida em nossos corpos, até que uma alma de nível superior a desperte. Por esse motivo, a palavra “Kundalini” significa, em sânscrito, “enrolada como uma cobra”.

Uma vez que a Kundalini for ativada, ela terá o poder de atravessar os seis chakras que estão acima do centro de energia onde ela reside (o sacro). Isso significa que ela percorrerá os chakras Svadhisthana, Manipura, Anahata, Vishuddha, Ajna e Sahasrara.

Nessa trajetória, a energia Kundalini equilibra os centros energéticos de um corpo, além de se conectar com o poder primordial divino, chamado de Param Chaitanya. Dessa forma, será possível descobrir a existência de Deus no próprio inconsciente, obtendo disciplina e maturidade além da iluminação espiritual.

Como despertar a Kundalini?

Depois de conhecer os benefícios de despertar a Kundalini, como o equilíbrio dos chakras e a iluminação espiritual, é compreensível que uma pessoa queira realizar essa técnica sozinha. Mas será que isso é possível?

Como foi dito anteriormente, somente uma alma evoluída é capaz de despertar a Kundalini. Então o primeiro ponto necessário para que isso ocorra é desenvolver a própria alma, conectando-se com a própria essência e se abrindo para a espiritualidade.

Um pessoa sentada no chão de uma praça meditando em frente ao Sol.

Prasanth Inturi / Pexels

Para que isso ocorra da melhor forma possível, e para que a energia Kundalini seja ativada, basta realizar a prática chamada de Kundalini Yoga. Também conhecida como Yoga de Consciência, ela é considerada uma ciência milenar para a expansão da consciência, o que estimula a subida da energia Kundalini para os chakras que estão acima dela.

Ou seja, se você quer ativar essa energia poderosa e diferente que já está dentro de você, procure um profissional que ofereça a Kundalini Yoga e desperte a sua capacidade de se conectar com o universo, favorecendo a evolução da sua alma!

Os benefícios da Energia da Kundalini

Caso você ainda esteja em dúvida se deve mesmo se dedicar a despertar a sua energia Kundalini, conheça alguns dos benefícios que ela oferece para a sua mente e para o seu corpo!

1) Restauração da harmonia do corpo

Ao ativar a energia Kundalini, é possível promover a harmonia entre os sistemas nervoso e glandular. Dessa forma, os chakras serão alinhados com mais facilidade, trazendo uma sensação de bem-estar.

2) Fortalecimento da musculatura

O fortalecimento da musculatura é outro benefício proporcionado pela liberação da Kundalini. Isso porque, além dos exercícios sugeridos pela prática, é recomendada uma transformação dos hábitos alimentares, favorecendo a saúde física.

3) Aumento da vitalidade física e psíquica

O aumento da vitalidade física e psíquica é uma consequência do fluxo de energia Kundalini pelo corpo. Com ela, uma pessoa tem mais consciência sobre o próprio corpo e sobre a própria mente, tendo a capacidade de se conectar com a própria essência.

4) Relaxamento do corpo e da mente

O relaxamento do corpo e da mente é possível por meio da energia Kundalini porque ela nos leva a um estado de meditação profundo. Assim conseguimos nos desligar das preocupações e dos problemas, dando espaço somente para a iluminação.

5) Sensação de êxtase

A sensação de êxtase proveniente do despertar da energia Kundalini é um dos melhores benefícios desse processo. O indivíduo que o realiza entra em um estado de expansão da própria consciência e consegue perceber a sutileza de cada parte do universo.

A partir de tudo o que foi apresentado sobre a Kundalini, compreendemos que essa forma de energia que existe em todos nós, quando ativada, pode nos transformar. Aproveite o seu dia para buscar um local que realize a Kundalini Yoga e se sinta melhor com os benefícios incríveis dessa prática!

Fonte: Eu Sem Fronteiras

Continuar lendo DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: ENERGIA KUNDALINI, SAIBA COMO DESPERTÁ-LA

AUTOCONHECIMENTO: SAIBA QUAL A RELAÇÃO ENTRE SIMPATIA, EMPATIA E COMPAIXÃO

Confesso que só agora, depois de ler o texto que lhes trago agora, consegui entender o verdadeiro significado, a diferença e a relação entre Simpatia, Empatia e Compaixão. Dai a fundamental importância da leitura, do estudo e do conhecimento diários. Com certeza, depois que você ler o texto a seguir irá dar um salto quântico na sua evolução espiritual e jamais será o(a) mesmo(a), pois ao aprender o significado e a relação entre esses três sentimentos e passar a colocar em prática esses ensinamentos sua vida tomará um novo rumo. Então, não perca essa oportunidade!

Simpatia, empatia e compaixão – entenda a relação entre elas

Mensagem de 21 de Janeiro de 2021

Os chakras tridimensionais operam como barômetros de equilíbrio ou desequilíbrio. Se você souber o que eles fazem, terá a oportunidade de reorientar sua atenção e começar a se realinhar. Todos os sete chakras principais nos apoiam, mas para a maioria de nós, os três chakras inferiores guiam a vida que experimentamos.

Primeiro chakra: Sobrevivência

O primeiro trabalho do chakra é mantê-lo seguro para que você possa cumprir seu propósito nesta vida. Se você estiver ameaçado e não for o ponto de saída de sua vida, o primeiro chakra sobrepõe tudo para mantê-lo seguro. Ele ativará o mecanismo de fuga ou luta e fará com que você volte para a calçada antes que o ônibus o atinja. O primeiro chakra está localizado na ponta mais baixa de sua coluna vertebral.

Segundo chakra: Emoções

O segundo chakra trata das emoções mais baixas (carência, ciúme, ressentimento, vícios e tristeza) mais a sexualidade e a sensualidade. Este chakra está localizado a dois dedos abaixo do umbigo e voltado para a coluna vertebral.

Terceiro chakra: Poder, Controle, Julgamento e Resistência

Se você encontrar sua região do plexo solar em dor, ela pode não ser uma indigestão ácida. Este chakra está lhe dizendo que você está desequilibrado, em uma situação de “empurrar e empurrar” (poder e controle). Se você estiver resistindo ou julgando algo em grau suficientemente alto, a área do terceiro chakra será bloqueada e/ou com dor.

Juntos, os três chakras inferiores apoiam a simpatia e a empatia. Estas duas reações tridimensionais são baseadas em experiências passadas. Elas lhe dizem onde você está em relação à sua segurança e ao seu encaixe emocional, bem como em relação ao seu bem-estar, e como você é aceito pelos outros. Este é o trabalho de empatia e simpatia.

Empatia

A empatia é a capacidade de sentir a dor emocional e física que outros estão experimentando. Muitos trabalhadores da luz da nova era têm grande orgulho e são glamorizados por sua capacidade de sentir a dor física dos outros. Eles veem isso como uma forma útil de ler a energia dos outros e de curá-los. Eventualmente, ao continuar a optar por trazer dor ao seu corpo, você vai prejudicar sua saúde e bem-estar. O transporte da dor aumentará seu processo de envelhecimento e o desgastará.

A empatia é um segundo chakra, um meio tridimensional de determinar se a pessoa que está diante de você está segura para interagir com você. O segundo chakra lê a energia da outra pessoa para determinar seu humor, atitude, estabilidade emocional/mental, e para determinar se estar perto dela é seguro. É o trabalho de seu primeiro chakra, não seu segundo, manter você e seu corpo a salvo. Usar seu segundo chakra para este trabalho (empatia) torna-se um fardo e interfere no seu bem-estar e equilíbrio.

Simpatia

A simpatia é a reação interna, tridimensional e emocional à observação da dor do outro. Você se sente arrependido, preocupado, triste, e perturbado com o que eles estão passando. Simpatia não é sentir a dor deles em seu corpo; é uma reação de segundo chakra inferior a ela, sentida dentro de seu corpo emocional. O hábito da simpatia destruirá seu equilíbrio emocional e eventualmente também seu bem-estar físico.

Nem a simpatia nem a empatia beneficiarão seu amigo em dor. A dor em seu caminho existe para que eles possam alavancar para seu próprio maior domínio pessoal. Nada com que você possa se preocupar, sentir ou assumir por eles afetará positivamente sua jornada.

Compaixão

A compaixão, por outro lado, é uma expressão superior quarta-dimensional. Ela opera no momento presente e permite que você observe de forma neutra e objetiva a situação que está diante de você. Ela não julga a situação. É permitir e aceitar as coisas exatamente como elas são. O ato de estar em sua Mente Superior e cercado por seu Octaedro lhe oferece a capacidade de ser compassivo. Enfrentar seu amigo que está sofrendo enquanto você está neste espaço compassivo, lhe dá o espaço para ver e oferecer as informações sábias e úteis de que eles podem se beneficiar se assim o desejarem.

Por outro lado, quando você está nas reações tridimensionais de simpatia e empatia, é impossível para você guiar e orientar seu amigo. A compaixão permite que você observe sem se enredar no drama, nas reações emocionais e na dor física dos outros. Este lugar de poder então permite que você seja de maior utilidade. Você pode ajudar os outros a liberar seus padrões, crenças e hábitos pouco benéficos de maneira maior – se eles assim o desejarem.

Reação versus resposta

Para muitos, os próximos meses e anos da Mudança serão muito confusos e emocionais. Aqueles que confiam em padrões reacionários de simpatia e empatia para compreender ou ajudar os outros experimentarão uma atração carregada, emocional e física, eletromagnética para os sentimentos, pensamentos e dor dessas pessoas. Digamos isso novamente: Como o ímpeto da Mudança continua a aumentar, se você optar por confiar na empatia e simpatia, você encontrará esses padrões eletromagnéticos carregados puxando você para dentro dos sentimentos, pensamentos e dramas erráticos, sem foco e dolorosos daqueles que estão diante de você.

A maioria de nós pode se lembrar claramente onde estávamos e o que estávamos fazendo quando ouvimos falar dos eventos do 11 de setembro. À medida que o evento se desenrolou, duas ondas de energia se moveram ao redor do mundo:

Uma reação tridimensional mergulhada no medo

Uma resposta em quarta dimensão que se intensificou e perguntou: “O que eu posso fazer? Como posso ajudar?”

As pessoas na área de Nova York experimentaram primeiro a reação tridimensional de medo, seguida pela segunda resposta, que moveu muitos para uma vibração da quarta dimensional de compaixão, que envolveu nenhum pensamento e nenhuma condição. Alguns amigos nossos penduraram seu telefone fixo pela janela para que outros pudessem ligar para casa e oferecer seu banheiro para os bombeiros. Tudo o que importava era que o bem-estar fosse trazido de volta ao equilíbrio. As comunidades se uniram para servir e ajudar. Outros ao redor do mundo também foram afetados por estes eventos. Muitos que não estavam diretamente envolvidos sentiam empatia e simpatia e optaram por sentir desconforto físico e emocional, o que também incluía medo, lágrimas e preocupação. Muitos outros escolheram a compaixão e, à sua própria maneira, se intensificaram para ajudar. Como você reagiu na época?

Tanto a reação quanto a resposta são escolhas muito disponíveis durante este tempo de Turno. Você tem esta escolha a cada momento. Lembrar e usar suas ferramentas para se manter concentrado, observador, claro e objetivo permitirá que você mantenha um tom vibracional que o mantém bem acima das reações dos três chakras inferiores e fora do medo tridimensional.

Trecho do livro do Kindle: “O que você quer dizer com a terceira dimensão está se afastando?( What Do You Mean the Third Dimension is Going Away)”

Fonte: https://eraoflight.com/
Rafaella Dourado e Marco Iorio Júnior — Tradutora e Editor exclusivos do Trabalhadores da Luz

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: SAIBA QUAL A RELAÇÃO ENTRE SIMPATIA, EMPATIA E COMPAIXÃO

AUTOCONHECIMENTO: UM PARALELO ENTRE OS 7 CHAKRAS E O ENEAGRAMA, POR SARITA CESANA

A nossa psicóloga colaboradora, Sarita Cesana, nos presenteou, neste sábado com mais um dos seus maravilhosos textos. Desta vez ela traça um paralelo entre os sete chakras do nosso campo energético com  a sabedoria do Eneagrama. Utilizando uma linguagem simples e de fácil entendimento ela nos mostra a diferença entre ambos e como ao estudar as duas sabedorias, é possível identificar os movimentos corporais, comportamentais e emocionais dos chakras em harmonia ou desequilíbrio, em cada tipo do Eneagrama. Então lhe convido a ler o texto completo a seguir e expandir um pouco mais a sua consciência!

Os 7 Chakras - O Manual Prático e Completo Para Iniciantes

Os CHAKRAS e o ENEAGRAMA

Chakra é uma palavra sânscrita que significa “roda”, se referindo aos sete principais vórtices de energia que giram, e vibram, como rodas, alinhados ao longo da nossa coluna vertebral, do cóccix ao topo da cabeça.  São centros de energia, que representam os diferentes aspectos da natureza sutil do ser humano: corpos físico, emocional, mental e energético.

Nosso corpo funciona a partir de diversos mecanismos, transformações, ciclos e vibrações. Tudo pulsa, os pensamentos se modificam, os sentimentos trocam de intensidade, as energias se contraem ou expandem, à medida que a vida acontece.

Como não somos máquina, é preciso atenção especial a todos os aspectos do nosso Ser: o que inclui, não apenas os aspectos fisiológicos, como também os corpos sutis (campo energético), que está em fluxo constante.

Dessa forma, muitos estudos nos levam a acreditar que nosso desenvolvimento se processa através de diversas dimensões que permitem o aprofundamento da visão psicoespiritual.

Assim como a sabedoria do Eneagrama, a leitura dos Chakras, e sua prática, não podem ser descritas somente com palavras, teorias, livros e/ou ensinamentos formais: e sim  esses conhecimentos podem ser adquiridos através da experiência. Ambos têm em comum que são mapas de evolução e consciência, levando ao desenvolvimento integral do Ser Humano. Todos os chakras têm seu valor, e o bloqueio de um interfere nos demais.

Uma diferença entre ambos é que o Eneagrama descreve as características dos nove perfis da Mandala, enquanto a descrição dos Chakras é a mesma para todos os seres humanos, sem diferenciar tipos psicológicos ou estilos de personalidade. Porém quando se estuda profundamente as duas sabedorias, é possível identificar os movimentos corporais, comportamentais e emocionais dos chakras em harmonia ou desequilíbrio, em cada tipo do Eneagrama.

Partindo do princípio que cada ser humano é chamado a desenvolver plenamente suas potencialidades, e adquirir uma vida com sabedoria e felicidade, vamos integrar informações já utilizadas nas práticas terapêuticas, que auxiliam o buscador a transitar no processo de abertura, equilíbrio, desapego, maturidade e generosidade consigo e com o outro, em direção a jornada pessoal.

Cada desafio a superar implica um obstáculo psicológico, que bloqueia um chakra específico:

  • Chakra 1 Muladhara: bloqueado pelo medo.
  • Chakra 2 Svadusthana: bloqueado pela culpa.
  • Chakra 3 Manipura: bloqueado pela vergonha.
  • Chakra 4 Anahata: bloqueado pela tristeza.
  • Chakra 5 Vishuddha: bloqueado pelo engano.
  • Chakra 6 Ajna: bloqueado pela ilusão.
  • Chakra 7 Sahasrara: bloqueado pelo apego.

Os três primeiros chackras correspondem ao plano pessoal: instalados e desenvolvidos ao longo da infância e adolescência.

Os três últimos correspondem ao plano transpessoal: onde se chega em equilíbrio mais na maturidade, quando se abandonam velhos padrões e o coração se abre para a aceitação de todos os seres. Esses espaços são acessados em trabalhos profundos e de conexão, como a meditação, por exemplo.

Entre ambos, está o plano transacional, o 4º chakra, cardíaco, um espaço de superação de obstáculos próprios ao desenvolvimento pessoal, que leva ao trabalho de aceitação de si, jornada de autoconhecimento, auto-observação e transformação: a ponte do AMOR.

Portanto, finalizando, o mapa evolutivo que se apresenta na Mandala do Eneagrama se vincula perfeitamente ao conhecimento dos sete Chakras. Na visão atual do Eneagrama Sistêmico, o objetivo principal é o autoconhecimento, que aliado ao equilíbrio e alinhamento dos sete Chakras, potencializa a qualidade de vida e caminho de “volta” à essência Divina. Ambos os sistemas nos levam a elevação da consciência, integração de diversas aprendizagens existenciais, sabedoria, atitudes amorosas, desapego, empatia e generosidade.

Sarita Cesana

Psicóloga CRP 17-0979

@saritacesana

Fone de contato (84) 98169-1884 / 99608-9666

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: UM PARALELO ENTRE OS 7 CHAKRAS E O ENEAGRAMA, POR SARITA CESANA

AUTOCONHECIMENTO: O QUE É PROJEÇÃO OU VIAGEM ASTRAL CONSCIENTE

Nesta sexta-feira você vai conhecer, aqui na coluna DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL tudo sobre Projeção ou Viagem Astral Consciente, num curso online ministrado pelo professor Laércio Fonseca em 9 aulas que você pode acompanhar através do link http://espacocaminhodaluz.com.br/inte… Assista ao pitch de venda do curso no vídeo a seguir e conheça os detalhes. Abaixo do vídeo, veja o conteúdo do curso. Então não perca essa oportunidade de aprender a se projetar conscientemente!

Curso Completo com 9 Aulas. DATA DAS AULAS: 09, 10, 11, 12, 13, 14, 16, 17 e 18 de Novembro as 20:30 LINK PARA AQUISIÇÃO: http://espacocaminhodaluz.com.br/inte…

TEMAS ABORDADOS NAS AULAS: – O que vem a ser a Projeção Astral;

– Projeção Astral inconsciente, consciente e involuntária;

– A Projeção Astral na história:

– A projeção astral do profeta Enoch, João Evangelista e outros;

– Projeção Astral na Índia, Tibete e China;

– As diferenças entre Sonho e Projeção Astral;

– Os benefícios da Projeção Astral

– Onde se pode ir e onde não se pode ir em projeção astral;

– Cordão de Prata:

– suas funções, comprimento e como se liga ao corpo físico;

– 1ª série de exercícios práticos.

– A natureza bioenergética do homem;

– Os 7 chakras e suas ligações com a projeção Astral consciente. Alimentação e Projeção Astral;

– As 7 dimensões esotéricas do Universo e os 7 corpos do homem;

– A vida no Plano Astral; – Umbral ou Inferno?

– Cidades e colônias astrais, hospitais, escolas;

– Os relacionamentos afetivos nos planos astrais:

– paixões e romances;

– Os planos superiores, divindades e anjos;

– O tempo e espaço nas dimensões espirituais;

– A física dos planos superiores;

– 2ª série de exercícios práticos.

– A mediunidade e os projetores naturais;

– Nossos guias espirituais, nossos anjos da guarda;

– Contatos com nossos mentores kármicos:

– os responsáveis pela nossa reencarnação;

– O Registro Akáshico

– um encontro com os registros do passado e nossas vidas anteriores;

– Uma viagem astral através do tempo:

– passado e futuro;

– O encontro com o Reino dos Devas:

– os elementais da natureza. A vida espiritual das plantas, insetos, animais, peixes, etc.;

– Os mistérios da morte:

– como são recepcionadas as almas logo após suas mortes sobre a Terra;

– 3ª série de exercícios práticos.

– A experiência humana na terra:

– O projeto Terra (Projeto Shan). O significado oculto da experiência humana na Terra;

– O comando Asthar

– O comando espiritual da Terra: humanos ou extraterrestres?

– A viagem astral a outros planetas e estrelas da Galáxia;

– Os planos espirituais de outros mundos e planetas;

– A projeção mental

– Viagens às dimensões superiores

– A saída do corpo mental do corpo astral;

– Encontros com espíritos e seres de outros planetas aqui no astral da Terra;

– Os portais dimensionais e estelares:

– tecnologias avançadas para transportes nas dimensões superiores;

– As transmigrações estelares:

– Encarnações de almas ascencionadas na Terra em outros mundos e planetas;

– A Fraternidade Branca e os mestres ascencionados:

– como atuam no Projeto Terra;

– 4ª série de exercícios práticos.

* Todo vídeo adquirido em nosso site pelo sistema online, ficará disponível em sua conta por tempo indeterminado, você poderá assisti-lo quantas vezes desejar, apenas sendo necessário acesso a internet, você pode assisti-lo em qualquer dispositivo com acesso a internet, sem restrições ou tempo determinado. * Estas aulas serão disponibilizadas para compra futura, então caso não tenha assistido no dia, não se preocupe, ele ficará disponível após o término para acesso e compra, todos os vídeos ficam gravados em sua conta para assistir posteriormente caso não consiga assistir no dia.

Fonte:

Continuar lendo AUTOCONHECIMENTO: O QUE É PROJEÇÃO OU VIAGEM ASTRAL CONSCIENTE

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar