SAIBA O QUE FOI AMPLIADO NO DECRETO DO TOQUE DE RECOLHER NO RN

Por G1 RN

 

Supermercados poderão funcionar aos domingos, em caráter excepcional — Foto: Pedro Vitorino/CedidaSupermercados poderão funcionar aos domingos, em caráter excepcional — Foto: Pedro Vitorino/Cedida

O decreto que trata da ampliação do toque de recolher no Rio Grande do Norte foi publicado em edição extraordinária do Diário Oficial do Estado, no fim da tarde desta sexta-feira (5). O toque de recolher passará a ser integral aos domingos e das 20h às 6h nos demais dias da semana, conforme havia anunciado a governadora Fátima Bezerra no início da tarde. A publicação lista os tipos de estabelecimentos que poderão abrir em horário diferenciado aos domingos.

No capítulo que trata do toque de recolher, é destacado que a proibição de circulação de pessoas em todo o estado é uma “medida de diminuição do fluxo de pessoas em ruas e espaços públicos e mitigação de aglomerações”.

O decreto aponta que “feiras livres, supermercados, mercados, padarias e demais estabelecimentos voltados ao abastecimento alimentar, excepcionalmente, poderão funcionar aos domingos durante o período compreendido entre 6h e 20h, vedado o consumo de alimentos nestes estabelecimentos“.

Atividades que não são afetadas pelo decreto:

  • serviços públicos essenciais;
  • farmácias;
  • indústrias;
  • postos de combustíveis;
  • hospitais e demais unidades de saúde e de serviços odontológicos e veterinários de emergência;
  • laboratórios de análises clínicas;
  • segurança privada;
  • imprensa, meios de comunicação e telecomunicação em geral;
  • funerárias;
  • exercício da advocacia na defesa da liberdade individual;
  • serviços de alimentação, exclusivamente para delivery;
  • serviços de transporte de passageiros;
  • construção civil, serviços de manutenção predial e prevenção a incêndios;
  • processamento de dados relacionados às atividades dispostas neste parágrafo;
  • preparação, gravação e transmissão de celebrações religiosas pela internet;
  • serviços de suporte portuário, aeroportuário e rodoviário;
  • cadeia de abastecimento e logística.

O governo aponta que “em qualquer horário de incidência do toque de recolher, os estabelecimentos comerciais e prestadores de serviço poderão funcionar exclusivamente por sistema de entrega (delivery)“.

De acordo com o decreto, “é permitido o deslocamento durante a vigência do toque de recolher, seja mediante serviço de transporte de passageiros ou veículo próprio, restritamente em situações de emergência ou para o deslocamento entre o local de trabalho e o domicílio residencial”. A publicação não especifica como o cidadão vai comprovar que está se dirigindo para um serviço essencial.

O ato também traz que “as forças de segurança do Estado do Rio Grande do Norte promoverão operações constantes com o objetivo de garantir a aplicação das medidas” do decreto, com o objetivo de evitar aglomerações.

A publicação desta sexta-feira reforça ainda que permanecem suspensos o funcionamento de parques públicos, centros de artesanato, circos, parques de diversões, museus, bibliotecas, teatros, cinemas e demais equipamentos culturais; a realização de eventos corporativos, técnicos, científicos, esportivos, convenções, shows ou qualquer outra modalidade de evento de massa, inclusive locais privado, como os condomínio edilícios; e atividades recreativas em clubes sociais e esportivos.

As medidas e recomendações do decreto entram em vigor neste sábado (6), e têm vigência até o dia 17.

Alta de casos

O estado passa por um aumento de casos e pressão por leitos de Covid-19. Na última quarta-feira (3), o estado alcançou a marca de 871 pessoas internadas em UTIs e leitos clínicos por causa da doença. Os dados são das redes pública e privada e representam o maior número de internados em todo o período de pandemia.

Nesta sexta-feira (5), o estado ultrapassou a marca de 3,7 mil mortes por coronavírus, desde o início da pandemia. 14 óbitos ocorridos nas 24 horas anteriores foram confirmados e notificados em Natal (4), Parnamirim (2), João Câmara (1), Santo Antônio (1), Mossoró (4), Tenente Ananias (1) e São Rafael (1).

A aposentada Romilda Alves de Souza, de 69 anos, precisa de um leito de UTI desde o dia 1º de março para tratamento da Covid-19. Sem leitos disponíveis na rede pública e privada, a família recorreu à Justiça. “Quero uma chance pra minha mãe”, disse o filho Alexsandro Henrique de Souza.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo SAIBA O QUE FOI AMPLIADO NO DECRETO DO TOQUE DE RECOLHER NO RN

PORTUGAL ANUNCIOU PRORROGAÇÃO DE SUSPENSÃO DE VOOS DE E PARA O BRASIL E REINO UNIDO

Portugal amplia suspensão de voos de e para o Brasil até 1º de março

Decisão coincide com data em que a nova prorrogação do estado de emergência ficará em vigor, de 15 de fevereiro a 1º de março

TERNACIONAL

 Da EFE

ALIZADO EM 13/02/2021 – 12H03

As ruas de Lisboa devem ficar ainda mais vazias a partir de segunda-feira (15)

RAFAEL MARCHANTE / REUTERS – ARQUIVO

Portugal anunciou neste sábado (13) a prorrogação, até o dia 1º de março, da suspensão de todos os voos comerciais e privados de ou para Brasil e Reino Unido.

A medida foi tomada inicialmente em janeiro devido à situação da pandemia do novo coronavírus e às novas variantes detectadas nos dois países.

A decisão coincide com as datas em que a nova prorrogação do estado de emergência em Portugal ficará em vigor, de 15 de fevereiro a 1º de março.

Durante este período, somente voos de caráter humanitário serão permitidos para repatriar cidadãos portugueses e suas famílias, assim como outras pessoas residentes em Portugal.

Quem cumprir esses requisitos terá ainda que apresentar um teste PCR com resultado negativo para covid-19 e realizado até 72 horas antes do embarque. Além disso, precisará cumprir uma quarentena de 14 dias após desembarcar em Portugal.

Nos voos humanitários, cidadãos de países da União Europeia ou de estados associados ao espaço Schengen, assim como residentes e familiares, também estão autorizados a embarcar, exclusivamente para fins de repatriação.

Eles também deverão apresentar um PCR negativo para covid-19 antes do embarque e, ao chegarem em Portugal, terão que fazer uma escala obrigatória no local do aeroporto determinado para este fim.

As restrições de voos decretadas há duas semanas para os países da União Europeia ou associados ao espaço Schengen permanecerão em vigor em Portugal também até 1º de março. Entre elas estão a exigência, além de um PCR negativo, de uma quarentena de 14 dias para aqueles que chegam de países onde a incidência de coronavírus é superior a 500 casos por 100 mil habitantes.

Fonte: R7

Continuar lendo PORTUGAL ANUNCIOU PRORROGAÇÃO DE SUSPENSÃO DE VOOS DE E PARA O BRASIL E REINO UNIDO

ARGENTINA RETOMA AS AULAS MESMO COM RESTRIÇÕES ATÉ O FIM DE FEVEREIRO

Argentina amplia restrições até fim de fevereiro, mas retoma as aulas

Ensino presencial está liberado, mas cada jurisdição avaliará hipotética suspensão “de acordo com a situação epidemiológica”

INTERNACIONAL

Da EFE

Província de Buenos Aires programa início do ano letivo para 1º de março

JUAN IGNACIO RONCORONI/EFE

governo da Argentina prorrogou nesta sexta-feira (29), até 28 de fevereiro, as medidas de distanciamento social, preventivo e obrigatório inicialmente em vigor até o final de janeiro, mas anunciou o retorno das aulas presenciais, inativas desde o início da pandemia de covid-19.

Fevereiro é o mês em que a cidade de Buenos Aires e alguns outros distritos começam com o ano letivo após as férias de verão, e o governo do presidente Alberto Fernández ordenou que “possam ser retomadas” as aulas em sala – assim como as atividades extracurriculares – e que cada jurisdição avalie uma hipotética suspensão “de acordo com a situação epidemiológica”.

Fontes oficiais informaram em comunicado que o decreto presidencial será publicado durante o fim de semana e que a reativação das aulas “será implementada de acordo com os parâmetros do Conselho Federal de Educação”.

Além disso, elas indicaram que, se for “necessário” reduzir a circulação de pessoas para mitigar a propagação do coronavírus, “devem ser implementadas políticas de saúde que priorizem o funcionamento” das escolas e de suas aulas.

Estudantes e professores estão isentos das novas proibições do uso de transporte público.

Covid-19: O que dizem os médicos sobre risco de contágio nas escolas

A província de Buenos Aires, a mais populosa do país, está programada para iniciar o ano letivo em 1º de março, de modo que este decreto presidencial ainda não se aplica a ela.

“Os dois parâmetros de risco sanitário [razão e incidência] que as províncias devem continuar levando em conta para a restrição da circulação noturna permanecem em vigor”, disse o governo em relação ao toque de recolher sugerido no início do verão, em vista do aumento de casos detectados há um mês.

Poucos dias atrás, a tendência é a oposta e, se há algumas semanas o número de 13 mil infecções diárias chegou a ser ultrapassado, hoje o número de casos é inferior a 10 mil.

Nesta sexta-feira (29), o Ministério da Saúde relatou 9.838 novos contágios pelo coronavírus Sars-CoV-2, elevando o total de casos desde o início da pandemia para 1.915.362. Já o total de mortes é de 47.775, com 174 mortes confirmadas nas últimas 24 horas.

Fonte: R7
Continuar lendo ARGENTINA RETOMA AS AULAS MESMO COM RESTRIÇÕES ATÉ O FIM DE FEVEREIRO

NATAL AMPLIA HORÁRIO DE ATENDIMENTO NOS CENTROS DE ENFRENTAMENTO À COVID-19

Por G1 RN

 

Centro de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19 foi montado no Palácio dos Esportes — Foto: Joana LimaCentro de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19 foi montado no Palácio dos Esportes — Foto: Joana Lima

Os três Centros de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19 montados em Natal têm novos horários de funcionamento. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os espaços passam a funcionar de segunda a quinta-feira, das 8h às 16h, e às sextas, das 8h às 12h.

O secretário de saúde de Natal, George Antunes, conta que houve aumento do fluxo de pacientes nos Centros que funcionam no ginásio Nélio Dias, Cemure e Palácio dos Esportes. “Foi constatado que nas últimas semanas a procura tem sido maior, então, para dar mais conforto e evitar aglomerações, voltamos com o atendimento nos dois turnos de segunda a quinta e nas sextas até 12h”, falou.

Ainda de acordo com o secretário, “a pandemia em Natal está sob controle”. Atualmente, na capital, oito pacientes estão internados na UTI do Hospital de Campanha, que tem 20 leitos; na enfermaria, que pode receber 100 pacientes, encontram-se 18.

“A todo momento, estamos lembrando que a pandemia não acabou. Nas últimas semanas, de acordo com nosso boletim epidemiológico, verifica-se que os casos confirmados são leves em adultos jovens e saudáveis com idade de 20 a 49 anos que não precisam de internação clínica”, completou George.

Segundo a SMS, mais de 20 mil pessoas foram atendidas nos três Centros de Atendimento entre 7 de julho e 14 de novembro. No local, os pacientes passam por triagem prévia de enfermagem, com avaliação de sinais e sintomas, consulta com profissional médico, testagem swab e dispensação de medicamentos quando necessário com prescrição.

Aumento de casos no estado

Rio Grande do Norte entrou em um ritmo crescente de internações por Covid-19 desde o dia 11 de novembro e voltou a ter mais de 200 pacientes com a doença nos hospitais pelo estado. Isso não ocorria desde o dia 1º de outubro, quando eram 207 (veja gráfico abaixo). Segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) de quarta-feira (18), o estado atualmente tem 213 pessoas internadas.

Internações por Covid-19
Número de pessoas que estão em leitos públicos e privados
Número deInternações por Covid-19 (geral)Leitos críticos na rede pública, Leitos críticos na rede privada
● Internações por Covid-19 (geral): 174
Fonte: Sesap
Fonte: G1 RN
Continuar lendo NATAL AMPLIA HORÁRIO DE ATENDIMENTO NOS CENTROS DE ENFRENTAMENTO À COVID-19

PARA ATENDER DEMANDA DE EMISSÃO DE RG ÀS VÉSPERAS DAS ELEIÇÕES, ITEP AMPLIA HORÁRIO DE ATENDIMENTO

Por G1 RN

 

Itep amplia horário de atendimento para atender demanda às vésperas das eleições; confira locais — Foto: Divulgação/SejuscItep amplia horário de atendimento para atender demanda às vésperas das eleições; confira locais — Foto: Divulgação/Sejus

O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (ITEP/RN) estendeu o horário de atendimento para atender ao grande fluxo de pessoas que procuram o órgão para solicitar a emissão de carteiras de identidade, principalmente em razão das eleições municipais que acontecem no domingo (15).

Nesta quarta (11), quinta (12) e sexta-feira (13) os atendimentos presenciais acontecem das 8h às 18h na sede do Itep, em Natal; e nas Centrais do Cidadão das cidades de Mossoró e Pau dos Ferros, além da Regional do Itep, em CaicóSomente para estes locais, em razão do mutirão, não é necessário fazer agendamento prévio.

Em dias normais e em outros locais que não os citados acima, o atendimento funciona de 8h às 13h, com a necessidade de agendamento no site do órgão.

Para se ter ideia de como a procura pelo serviço aumentou nestes últimos dias, foram emitidos no período de 1º a 10 deste mês mais de 9 mil carteiras de identidade. Ou seja, em 10 dias, foram feitas mais de 60% da quantidade de RGs emitidos ao longo de todo o mês de outubro, que totalizou cerca de 15 mil identidades.

A direção do Instituto de Identificação do Itep orienta às pessoas que, ao se dirigirem a um posto de atendimento do órgão, prestem a atenção se estão levando toda da documentação exigida para a emissão de uma carteira de identidade, que é a seguinte: Certidão de Nascimento ou Casamento (original); Duas fotos 3×4 e CPF.

O que fazer e onde ir para emitir uma carteira de identidade

Qualquer cidadão brasileiro, nato, pode solicitar uma carteira de identidade (1ª, 2ª ou 3ª via). Basta agendar o atendimento, que é feito pela internet diariamente a partir das 12h (central.rn.gov.br).

Após o agendamento, o sistema irá direcionar o solicitante a um dos postos de atendimento do Itep, que funcionam nas Centrais do Cidadão. São 20 em todo o Rio Grande do Norte. As Câmaras Municipais de Vereadores também oferecem o serviço.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo PARA ATENDER DEMANDA DE EMISSÃO DE RG ÀS VÉSPERAS DAS ELEIÇÕES, ITEP AMPLIA HORÁRIO DE ATENDIMENTO

EM SEGUNDA FASE DA REABERTURA PARQUE DAS DUNAS AMPLIA FUNCIONAMENTO

Parque das Dunas amplia funcionamento do funcionamento em 2ª fase da reabertura

Redação / Portal da Tropical

 Atualizado em:

Placas de sinalização no Parque das Dunas | Foto: Idema / RN

O Parque das Dunas, localizado em Natal, vai iniciar uma segunda fase da reabertura gradual nesta quinta-feira (17). Ele passará a abrir mais cedo, às 6h, com maior público e retomada da utilização de espaços. A reabertura das atividades da Unidade de Conservação tem acontecido de maneira gradual, por meio de três fases, de acordo com o planejamento da administração junto à diretoria do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema).

De acordo com o órgão, uma segunda etapa da reabertura conta com o retorno dos visitantes não cadastrados. Além dos 225 coopistas diários autorizados na primeira fase, o Parque passa a autorizar a entrada de 300 visitantes durante os dias úteis e 500 aos fins de semana. Serão liberados espaços de convivência, brinquedos, quadra e trilhas interpretativas, além da pista de cooper, setor administrativo e auditório anterior, anteriormente.

O visitante do Parque das Dunas pode também retomar a participação nas trilhas interpretativas. Serão duas por dia, com no máximo 10 pessoas por trilha. O número de trilhas e participantes foi reduzido para atender as demandas de distanciamento social. O agendamento segue sento feito pelo e-mail: parqueestadualdasdunasrn@gmail.com.

Segundo a gestora do Parque das Dunas, Mary Sorage, o planejamento elaborado tem seguido dentro da normalidade. “Depois dos primeiros 15 dias de reabertura e após análise dos índices de transmissibilidade e da taxa de contágio da covid-19, entendemos que é possível seguir avançando com o protocolo de reabertura da Unidade de Conservação. A população tem contribuído para uma boa organização e uso do Parque ”, afirma.

Embora os espaços de convivência façam parte da segunda fase da reabertura, não são pálidos aniversários, piqueniques, comemorações e confraternizações. O distanciamento também deve ser respeitado, mantendo-se uma distância de 4 metros na pista de cooper e 1,5 metro + nos demais espaços.

Fase 2

Dias da semana: segunda (exclusivo coopista / manutenção). Terça a domingo
Horário: 6h às 17h
Espaços liberados: Pista de cooper, setor administrativo, Área de piquenique, Brinquedos, quadra, Trilhas interpretativas
Quantidade de pessoas: segunda-feira: 225 coopistas por vez; Terça a sexta: 225 coopistas por vez + 300 visitantes / dia. Sábado e domingo: 225 coopistas + 500 visitantes / dia (50% do percentual normal)

Regras de Uso:
– Uso obrigatório de máscara.
– Higienizar as mãos ao entrar no Parque.
– Verifique a temperatura corporal na entrada (igual / abaixo de 37,8 ° C).
– Distanciamento mínimo: 4 m (pista de cooper) e 1,5m nas demais áreas.
– Controle de entrada: Fichas Numeradas.
– Bebedouros interditados
– Portar a sua garrafinha individual com água.
– Proibida a entrada com alimentos.
– Proibido aglomerações.
– Estacionamento interditado (exclusivo para funcionários).
– Proibido aniversários / confraternizações / comemorações.
– Doações de mudas suspensas.
– Trilhas Interpretativas: 2 trilhas / dia (50% do percentual normal). Máximo: 10 pessoas por trilha (40% do percentual normal) + orientador turístico + policial (agendamento através do e-mail: parqueestadualdasdunasrn@gmail.com)
– Proibido usar os seguintes espaços: Oficina de Educação Ambiental e Artes, Folha das Artes e Anfiteatro.

Continuar lendo EM SEGUNDA FASE DA REABERTURA PARQUE DAS DUNAS AMPLIA FUNCIONAMENTO

JOSÉ SERRA TEM AÇÃO PENAL NA LAVA JATO SUSPENSA PELO MINISTRO GILMAR MENDES

Gilmar Mendes suspende ação penal contra José Serra na Lava Jato

Decisão favorável ao senador tucano amplia a liminar concedida pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli

BRASIL

por Agência Estado

Serra terá acesso amplo a toda investigação

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), suspendeu a ação penal aberta pela Lava Jato São Paulo contra o senador José Serra e sua filha, Verônica. Ambos foram denunciados por lavagem de propina transnacional pagas pela Odebrecht nas obras do Rodoanel Sul. A decisão foi tomada no âmbito de uma nova petição da defesa do tucano apresentada à Corte na semana passada.

Na prática, a medida amplia o alcance de liminar imposta pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli, que em julho suspendeu ‘toda a investigação’ contra o tucano no âmbito da Lava Jato bandeirante, paralisando a Operação Revoada, que busca aprofundar as apurações. A decisão de Gilmar amplia o alcance para todas as investigações e procedimentos contra Serra.

O ministro também concedeu à defesa acesso amplo a todos as provas que envolve o senador. Este era um dos pontos questionados pelos advogados de Serra, que alegaram não ter tido acesso a todos os autos do processo, algo que havia sido deferido na liminar de Toffoli. A medida pode abrir brechas para a consulta a documentos relativos a diligências ainda em andamento.

A ação penal contra Serra havia sido suspensa no final de julho por uma decisão do juiz Diego Paes Moreira, da 6ª Vara Criminal de São Paulo. O magistrado adotou a postura ‘por cautela’ até ‘nova ordem do Supremo Tribunal Federal’ no caso. O juiz Paes Moreira havia aceitado a denúncia contra Serra uma hora depois de Toffoli paralisar as investigações contra o tucano.

No entendimento de Toffoli, que acolheu pedido da defesa de Serra, a Lava Jato teria violado a prerrogativa de foro privilegiado ao autorizar a coleta de material relacionado ao mandato atual do senador. Apesar de não ter mirado o gabinete do tucano, a defesa alegou que as buscas na residência de Serra poderiam coletar documentos protegidos por foro.

O tucano foi denunciado por receber propinas da Odebrecht entre 2006 e 2007 em troca de benefícios para a empreiteira nas obras do Rodoanel Sul. Os pagamentos teriam sido ocultados por meio de transações financeiras envolvendo offshores constituídas por sua filha, Verônica Serra, e o empresário José Amaro Ramos, operador do esquema. As transações teriam ocorrido até 2014 – antes de Serra assumir o atual cargo de senador.

A Lava Jato SP nega que tenha violado à prerrogativa de foro de Serra tanto na denúncia apresentada à Justiça Federal quanto à deflagração da Operação Revoada, que mira aprofundar as investigações contra o tucano.

Segundo os procuradores, que recorreram da decisão do juiz Paes Moreira, a denúncia de lavagem de dinheiro engloba atos e documentos datados de antes de Serra assumir o cargo de senador e as apurações atuais não miram qualquer assunto relacionado ao atual mandato, mas sim a atos praticados em razão do cargo de governador de São Paulo.

Após o recurso da Lava Jato a defesa de Serra argumentou ao Supremo que a Justiça Federal não havia concedido acesso a todos os documentos de provas existentes contra Serra. A medida foi então acolhida por Gilmar Mendes, que também todas as investigações e procedimentos envolvendo o tucano.

Outro lado

A reportagem entrou contato com a defesa do senador José Serra, mas não obteve um retorno até a publicação deste texto. O espaço está aberto a manifestações.

Fonte: R7

Continuar lendo JOSÉ SERRA TEM AÇÃO PENAL NA LAVA JATO SUSPENSA PELO MINISTRO GILMAR MENDES

FACEBOOK ESTÁ RECORRENDO CONTRA A DECISÃO DO BLOQUEIO GLOBAL DE CONTAS IMPOSTA POR ALEXANDRE DE MORAES

Por G1 e TV Globo — Brasília

 

Moraes impõe multa ao Facebook por não bloquear contas de suspeitos de espalhar fake news

Moraes impõe multa ao Facebook por não bloquear contas de suspeitos de espalhar fake news

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes decidiu aumentar nesta sexta-feira (31), de R$ 20 mil para R$ 100 mil ao dia, a multa aplicada ao Facebook pelo descumprimento da decisão de bloquear, em todo o mundo, contas mantidas por perfis bolsonaristas na rede social.

No despacho obtido pela TV Globo, Moraes afirma que a ordem de impedir acesso às contas vem sendo descumprida há oito dias e que, por isso, há uma multa acumulada de R$ 1,92 milhão. A partir desta sexta, a multa será de R$ 1,2 milhão ao dia – R$ 100 mil para cada uma das 12 contas a serem barradas.

Moraes, relator no STF de um inquérito sobre disseminação de fake news e ofensas a autoridades, também determinou a intimação pessoal do presidente do Facebook no Brasil – identificado no documento como Conrado Leister.

No início da tarde, o Facebook já havia afirmado em nota que recorreria da decisão de Moraes sobre o bloqueio internacional das contas. No comunicado, a rede social não informou se, enquanto isso, cumpriria a determinação. O G1 fez novo contato com a empresa e aguarda posicionamento.

>> Confira abaixo a linha do tempo do caso

“Respeitamos as leis dos países em que atuamos. Estamos recorrendo ao STF contra a decisão de bloqueio global de contas, considerando que a lei brasileira reconhece limites à sua jurisdição e a legitimidade de outras jurisdições”, disse o Facebook antes da nova decisão de Moraes.

O Twitter informou, na quinta, que também vai recorrer da decisão de Moraes que ampliou o bloqueio às contas. Enquanto isso, a rede social cumpre a determinação.

O que diz a nova decisão

Na decisão desta sexta, Moraes afirma que a suspensão apenas “parcial” das contas e perfis caracteriza descumprimento da ordem judicial.

Isso porque, segundo o ministro, o bloqueio feito até o momento permite que os conteúdos ainda sejam visualizados no Brasil, “inclusive pela utilização de subterfúgios permitidos pela rede social Facebook”.

O texto não explica quais são esses subterfúgios, mas Moraes diz que eles permitem a “plena manutenção de divulgação e acesso das mensagens criminosas em todo o território nacional, perpetuando-se verdadeira imunidade para a manutenção da divulgação de ilícitos penais já perpetrados.”

“A suspensão – repita-se, em relação a fatos pretéritos – deve ser total e absoluta, configurando-se descumprimento a permissão dada pelo provedor implicado para a continuidade de divulgação das contas bloqueadas no Brasil, a partir de acessos em outros países”, diz o texto.

“Ou seja, em momento algum se determinou o bloqueio de divulgação no exterior, mas o efetivo bloqueio de contas e divulgação de suas mensagens ilícitas no território nacional, não importando o local de origem da postagem.”

O ministro completa essa explicação dizendo que o “descumprimento doloso” (intencional) da ordem judicial indica a “concordância com a continuidade do cometimento dos crimes em apuração”.

O bloqueio das contas

No último dia 24, o Twitter e o Facebook cumpriram uma primeira determinação de Alexandre de Moraes e retiraram do ar contas de 16 apoiadores e aliados de Jair Bolsonaro. São pessoas citadas no inquérito do STF, supostamente relacionadas à disseminação de notícias falsas e ameaças contra autoridades.

Fonte: G1
Continuar lendo FACEBOOK ESTÁ RECORRENDO CONTRA A DECISÃO DO BLOQUEIO GLOBAL DE CONTAS IMPOSTA POR ALEXANDRE DE MORAES

NOVOS FOCOS DE INFECÇÃO NA CHINA PROVOCA AMPLIAÇÃO DAS RESTRIÇÕES

NOVOS FOCOS DE INFECÇÃO NA CHINA PROVOCA AMPLIAÇÃO DAS RESTRIÇÕES
Cyclists look at a billboard honouring Captain Tom Moore the army veteran who has raised millions for the NHS, in Piccadilly Circus, London, Saturday, April 18, 2020. A 99-year-old British veteran who started walking laps in his garden as a humble fundraising campaign for the National Health Service has generated millions of pounds and become a national rallying point during the coronavirus pandemic. (Aaron Chown/PA via AP)

China amplia as restrições em seus novos focos de infecção por coronavírus

A cidade de Harbin, no nordeste, só permite a entrada dos próprios moradores nas zonas residenciais

Um funcionário monta guarda em um posto de controle na cidade fronteiriça chinesa de Suifenhe.Um funcionário monta guarda em um posto de controle na cidade fronteiriça chinesa de Suifenhe.STR / AFP

 

Harbin, no noroeste da China, se tornou a cidade do país mais parecida com Wuhan, o foco original da pandemia de coronavírus. Ou ao que era Wuhan. Se a cidade de 11 milhões de habitantes às margens do rio Yangtze está recuperando sua normalidade em ritmo acelerado, Harbin, situada na antiga Manchúria e com 10 milhões de habitantes, se vê forçada a se fechar cada vez mais. O culpado é um surto de covid-19, que atualmente é o maior no território chinês e deixou em evidência as complicações que podem ocorrer na prevenção de novos focos nos processos de desescalada pós-quarentena.

Capital da província de Heilongjiang, perto da fronteira com a Rússia e com importantes laços históricos com o país vizinho, a cidade proibiu na quarta-feira a entrada nas zonas residenciais de quem não for morador. Além disso, veículos com placa de outros lugares também não poderão entrar. Já na semana passada havia ordenado quarentenas de quatro semanas para quem chegasse do exterior, com testes obrigatórios para coronavírus e de anticorpos para cada um desses viajantes. Os complexos residenciais onde foram detectados casos, sintomáticos ou não, terão que impor um confinamento de 14 dias.

Até esta semana, Harbin confirmou 52 casos de contágio local que ainda não foram apurados, sete deles detectados na terça-feira. Nesse mesmo dia encontrou três casos entre viajantes procedentes da Rússia, pais com o qual ainda mantém conexão aérea, apesar das drásticas medidas de redução de voos que a China impõe desde março, com as quais tenta impedir a entrada de casos “importados” ― pessoas que se contagiaram no exterior. A cidade mantém 1.400 pessoas em observação.

Um dos surtos em Harbin está relacionado a um “supercontagiador” em um hospital, um homem de 87 anos apelidado de Chen, que foi infectado durante um jantar com amigos de seus filhos. Este paciente transmitiu o vírus a 78 pessoas, das quais 55 são casos confirmados e o restante é assintomático. Na maioria são parentes dele ou pessoal médico do hospital onde está internado, de acordo com a mídia local. Pelo menos dois casos que remontam a Chen foram detectados em outras províncias, o que demonstra a facilidade com que o vírus pode voltar a se propagar.

Essa possibilidade é um dos grandes pesadelos do Governo chinês, que, além de restringir os voos, proibiu em 28 de março a entrada de estrangeiros, com poucas exceções. Quem vem do exterior deve cumprir quarentenas de 14 dias. A recomendação a seus cidadãos não é viajar se não for absolutamente essencial, seja para deixar o país ou, se já estiverem fora, atravessar outras fronteiras, dado o risco “grave” de contágio. O embaixador chinês em Moscou, Zhang Hanhui, deu um passo adiante e na semana passada criticou como “moralmente condenável” a tentativa de alguns de seus compatriotas de contornar o fechamento de fronteiras na Rússia e retornar à China, transportando o vírus novamente para seu país.

A China, que admite cerca de 4.500 mortes e 82.000 casos confirmados de coronavírus, detectou cerca de 1.500 casos de contágios procedentes do exterior, que nos últimos dias eram na grande maioria cidadãos chineses retornando da Rússia. Por exemplo, em um voo com destino a Pequim, mas que os regulamentos de quarentena desviaram para Xian, foram detectados 21 casos; em outro que ligava Moscou a Xangai, foram identificadas 60 pessoas infectadas. A pequena cidade fronteiriça de Shuifenhe, no nordeste, impôs um bloqueio semelhante ao de Wuhan e pediu remessas de suprimentos médicos depois de sofrer um aumento repentino de casos entre residentes chineses que retornaram do país vizinho.

A cidade de Cantão, no sudeste, com 349 casos, incluindo 125 importados, e Pequim também detectaram focos de infecção. A capital viu um de seus maiores distritos, Chaoyang, onde se encontram embaixadas estrangeiras e uma de suas principais áreas financeiras, tornar-se a única “área de alto risco” epidêmica no país depois que foi detectado um foco de contágio local entre os parentes de um estudante que retornou do exterior. Como consequência, o país voltou a endurecer as condições da quarentena para pessoas que chegam de fora, que agora será de 21 dias: 14 em locais designados e os últimos sete em casa, se desejado, e nenhum sintoma surgir.

Apesar de tudo, o Governo chinês está conversando com outros países, como Cingapura e Coreia do Sul, para acelerar a entrada de pessoal técnico e comercial no país, dada a necessidade de reativar depressa a sua economia após a interrupção pela quarentena, o que causou uma contração de 6,8% no primeiro trimestre do ano. Segundo indicou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Geng Shuang, “a ideia é estabilizar a importante cooperação econômica e comercial entre a China e determinados países” e garantir a continuidade das cadeias de suprimento globais ao mesmo tempo que se dá prosseguimento às medidas de prevenção e controle de vírus.

Fonte : El País

Continuar lendo NOVOS FOCOS DE INFECÇÃO NA CHINA PROVOCA AMPLIAÇÃO DAS RESTRIÇÕES

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar