SUÉCIA SOLICITARÁ SUA ADESÃO A OTAN, SEGUNDO ANUNCIOU A PRIMEIRA-MINISTRA MAGDALENA ANDERSSON

Primeira-ministra anuncia que Suécia solicitará adesão à Otan

Governo russo é totalmente contrário à entrada de Suécia e Finlândia na aliança ocidental

Magdalena Andersson, primeira-ministra sueca, durante anúncio nesta segunda (16)

HENRIK MONTGOMERY/TT NEWS AGENCY/AFP – 16.05.2022

A Suécia solicitará sua adesão à Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), anunciou nesta segunda-feira (16) a primeira-ministra, Magdalena Andersson, que destacou que isso significa uma nova “era” para o país escandinavo.

O governo decidiu informar a Otan sobre a vontade da Suécia de virar um membro da aliança”, afirmou em uma entrevista coletiva. “Deixamos uma era para entrar em uma nova”, disse a primeira-ministra. O embaixador sueco na Otan apresentará em “pouco tempo” a candidatura de Estocolmo, segundo Andersson.

Suécia e Finlândia anunciaram o desejo de apresentar as candidaturas de forma simultânea. “Esperamos que (a adesão) não demore mais de um ano”, com a necessária ratificação pelos 30 membros da Aliança, declarou a chefe de Governo sueca.

Com a decisão, os suecos seguem os passos da Finlândia, que anunciou neste domingo (15), seu desejo de entrar para a Otan. A adesão dos dois países à aliança ocidental é uma reação à invasão da Ucrânia feita pela Rússia.

O país comandado por Vladimir Putin é radicalmente contra a entrada dos escandinavos na Otan, já que ficam geograficamente muito próximos do território russo. A Finlândia, por exemplo, tem fronteira de 1.340 quilômetros de extensão com a Rússia.Nesta segunda, Serguei Riabkov, vice-ministro das Relações Exteriores russo, afirmou que seu país considera um erro a adesão de Finlândia e Suécia à Otan. “Um grave erro adicional, cujas consequências terão um longo alcance”, declarou.

Desde 2007, a Rússia exige do Ocidente que não aumente os territórios da Otan.

Deixe uma resposta