REFLEXÃO: CONHECE-TE A TI MESMO E CONHECEREIS OS DEUSES E O UNIVERSO

Hoje eu convido você a fazer a REFLEXÃO que talvez seja a mais importante da sua vida, pois a partir dela talvez você passe a ver o mundo de uma forma diferente, abandonado os antigos valores e se conectando com outros valores que podem te proporcionar um salto quântico na sua evolução. Então leia o texto completo a seguir, reflita e faça o seu juízo de valor! 

“Gnōthi seauton”

 em 

 

“Gnōthi seauton” , escrita em grego, significa: “Conhece-te a ti mesmo e conhecerás os deuses e o universo.” O texto do livro Um Novo Mundo, de Eckhart Tolle, nos convida à uma reflexão bastante importante.

“Conhece-te a ti mesmo”. Essas palavras estavam inscritas acima da entrada do templo de Apolo em Delfos, lugar do Oráculo sagrado. Na Grécia antiga, as pessoas visitavam o Oráculo esperando descobrir o que o destino lhes reservava ou o que fazer em determinada situação. É provável que a maioria delas lesse essa frase sem compreender que ela indicava uma verdade mais profunda do que qualquer coisa que o Oráculo pudesse dizer.

Talvez os visitantes também não compreendessem que, por mais importante que fosse a revelação ou exatas as informações que recebessem, elas acabariam por se mostrar inúteis, não os salvariam de infelicidades futuras nem de sofrimentos criados por eles mesmos, caso deixassem de encontrar a verdade contida na exortação “Conhece-te a ti mesmo”.

O significado implícito dessas palavras é: antes de qualquer indagação, faça a pergunta fundamental da sua vida: quem sou eu? As pessoas inconscientes – e muitas permanecem nesse estado, presas ao ego ao longo de toda a sua existência – rapidamente nos dirão quem elas são: seu nome, sua ocupação, sua história pessoal, a forma ou a condição do seu corpo e qualquer outra coisa com a qual se identifiquem.

Outras podem parecer mais evoluídas porque se consideram almas imortais ou espíritos divinos. Mas será que elas conhecem de fato a si mesmas ou será que apenas acrescentaram alguns conceitos espiritualistas ao conteúdo da sua mente?

Conhecer a si mesmo é algo muito mais profundo do que a adoção de um conjunto de ideias ou crenças. As ideias e crenças espirituais podem, no máximo, ser indicadores úteis, no entanto poucas vezes têm o poder de desalojar os conceitos centrais mais firmemente estabelecidos de quem pensamos que somos, os quais fazem parte do condicionamento da mente humana.

O profundo autoconhecimento não tem nada a ver com nenhuma ideia que esteja flutuando em torno da nossa mente. Conhecer a nós mesmos é estarmos enraizados no Ser, em vez de estarmos perdidos na nossa mente.”

Luz e Paz!

Fonte: Sabedoria Universal

Deixe uma resposta