Na sessão REFLEXÃO deste sábado trago um texo reflexivo de autoria do Pe. Fábio de Melo, sucinto, mas que diz tudo sobre o massacre de Suzano ocorrido nesta semana. Leia com atenção e depois reflita um pouco!

“Cansado e perplexo com tantas baboseiras e falsas justificativas pras atrocidades que ainda nos surpreendem todos os dias…

Os meninos não  mataram porque o porte de arma é um projeto do atual governo. Os meninos não mataram porque jogavam jogos violentos.Os meninos não  mataram porque a escola foi omissa. Os meninos não  mataram porque sofreram Bullying…

*”Eles mataram porque as famílias estão  desestruturadas e fracassadas, porque não  se educa mais em casa, não  se acompanha  mais de perto, a tecnologia substitui  o diálogo,* *presentes compram limites, direitos e  deveres e não há o conhecimento e respeito a Deus.*

*Precisamos parar de nos omitir, de transferir culpas. A culpa é minha, é sua, é de todos nós!”*

” A violência é  o desdobramento de carências afetivas, da necessidade de ser visto e notado, ainda que da pior maneira”

As armas não matam, o que mata é a ausência de AMOR!!!
*Autor: Padre Fábio de Melo*

Este post tem 2 comentários

    1. Wagner Braga

      O texto pode não ser do Pe. Fábio e eu peço desculpas por ter dado autira a ele. Porém o raciocínio está absolutamente correto, pois quando um pai ou uma mãe, ou os dois, não dão a atenção que o(a) filho(a) precisa e merece,em última análise, eles já estão antecipadamente condenando-o a morte. Portanto se a pessoa não tem condições de criar e educar um filho, como realmente deve ser nos dias de hoje, não tenha esse filho.
      A tarefa de educar um indivíduo hoje em dia é hercúleo! Não é pra qualquer um não!
      Desculpe a franqueza!

Deixe uma resposta