PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 24 DE FEVEREITO DE 2021 POR G1

Por G1

 

O presidente Jair Bolsonaro entrega ao Congresso MP para destravar privatização da EletrobrasPetrobras convoca Assembleia Geral Extraordinária para destituir Castello Branco da presidência da estatal. STJ anula quebra de sigilo bancário e fiscal de Flávio Bolsonaro. A ministra do STF Rosa Weber dá 5 dias para Bolsonaro explicar decretos sobre armas. Pandemia no Brasil: país ultrapassa 248 mil mortes por Covid-19Câmara aprova MP que dá 7 dias para Anvisa autorizar vacina‘O Assunto’ debate o que muda com o registro definitivo do imunizante da Pfizer no Brasil. Estrela do golfe, Tiger Woods é hospitalizado após acidente de carro nos Estados Unidos. Candidatos da reaplicação do Enem 2020 fazem segundo dia de provas nesta quarta. Karol Conká foi eliminada do “Big Brother Brasil 21” com 99,17% dos votos. E o ‘BBB21’ quebra recordes do programa em menos de um mês; veja números das 21 edições. O Profissão Repórter inicia nova temporada.

Big Brother Brasil 21 👀

Karol Conká foi eliminada com 99,17% dos votos — Foto: ReproduçãoKarol Conká foi eliminada com 99,17% dos votos — Foto: Reprodução

Karol Conká foi a quarta eliminada do “Big Brother Brasil 21” com 99,17% dos votos. Ele disputou o paredão com Gilberto (0,29%) e Arthur (0,54%). Ela quebrou um recorde duplo: a maior rejeição total e a maior rejeição para paredões triplos.

E com menos de um mês no ar, o BBB21 atualizou três recordes da história do programa:

Relembre recordes de rejeição, provas longas, paredões ‘apertados’ e maiores vitórias da história do reality.

  • O maior número de participantes autodeclarados negros (8): Karol Conká, João Luiz, Lucas Penteado, Lumena, Nego Di, Pocah, Projota e Gilberto;
  • O maior recorde de rejeição: Karol Conká foi eliminada com 99,17% em um paredão triplo, contra Arthur e Gil;
  • No mesmo paredão, Gil foi a participante com a menor votação das edições: 0,29% dos votos.

Agenda de privatizações

Governo entrega ao Congresso projeto de capitalização da Eletrobras
Governo entrega ao Congresso projeto de capitalização da Eletrobras

O governo federal entregou ao Congresso Nacional uma medida provisória (MP) que busca acelerar a privatização da Eletrobras. O texto prevê que o governo mantenha poder de veto sobre decisões da estatal por meio de ações preferenciais (golden shares). A entrega foi feita pelo presidente Jair Bolsonaro – que foi a pé do Palácio do Planalto para o Congresso – e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, entre outros membros do governo.

Lembre o caso: na última semana, Bolsonaro causou quedas expressivas nas ações da Petrobras e da Eletrobras ao sugerir e anunciar interferências no comando das duas estatais. No caso da Eletrobras, Bolsonaro disse que o governo ia “meter o dedo na energia elétrica, que é outro problema também”, sem esclarecer o que faria.

Mudança na estatal

Petrobras convoca assembleia para analisar indicação de Joaquim Silva e Luna
Petrobras convoca assembleia para analisar indicação de Joaquim Silva e Luna

Petrobras convocou uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para destituir Roberto Castello Branco da presidência da estatal. Ele deverá ser substituído por Joaquim Silva e Luna, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para comandar a companhia. Em comunicado, a empresa informou que a AGE vai ser realizada antes da Assembleia Geral Ordinária (AGO) deste ano. A data ainda será definida.

Nesta terça (23), Bolsonaro afirmou que não “briga” com a Petrobras, mas quer mais “transparência” e “previsibilidade” da estatal.

“Nós não temos uma briga com a Petrobras. Nós queremos sim que, cada vez mais, ela possa nos dar transparência e também previsibilidade. Não precisamos esconder reajustes ou seja lá o que for o que integra o preço final dos combustíveis”, declarou o presidente ao participar de uma cerimônia no Planalto.

Vacinação no Brasil

Vacinação no Rio de Janeiro — Foto: Antônio Lacerda/EPAVacinação no Rio de Janeiro — Foto: Antônio Lacerda/EPA

Câmara dos Deputados aprovou a medida provisória que dá até sete dias úteis para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidir sobre a aprovação temporária de vacinas contra a Covid-19 que tenham sido autorizadas por pelo menos uma entre 11 autoridades sanitárias estrangeiras. O prazo, porém, pode ser estendido para até 30 dias caso faltem informações por parte da autoridade internacional. O texto segue para a análise do Senado.

Mais doses: a Fiocruz iniciou a avaliação das 2 milhões de doses da vacina de Oxford, que chegaram ao Rio de Janeiro na manhã de terça. A previsão é que estejam prontas ainda na madrugada desta quarta para serem divididas entre os estados. Também nesta terça, o Instituto Butantan entregou 1,2 milhão de doses da CoronaVac para o governo federal. O montante faz parte das mais de 3,9 milhões que serão distribuídas ao Ministério da Saúde nos próximos dias.

Profissão Repórter

O trabalho dos agentes de saúde em uma das regiões mais afetadas pela Covid em São Paulo
O trabalho dos agentes de saúde em uma das regiões mais afetadas pela Covid em São Paulo

O Brasil registrou pelo menos 4,7 mil denúncias de fura-filas desde o início da vacinação contra a Covid-19, que começou em 17 de janeiro. Os dados são de um levantamento feito pelo ‘Profissão Repórter’ com base nas reclamações recebidas pelos Ministérios Públicos Estaduais e pela Ouvidoria Nacional do Ministério Público. Apenas os MPs de Minas Gerais e Paraná não disponibilizaram os dados.

E a primeira brasileira vacinada contra a Covid relata ataques nas redes, mostrou o programa.

“Uma pessoa disse que se os macacos continuarem a ser vacinados, não vai sobrar vacina para os humanos’, conta a enfermeira Mônica Calazans.

Primeira brasileira vacinada contra Covid, Mônica Calazans fala sobre mudanças em sua vidaPrimeira brasileira vacinada contra Covid, Mônica Calazans fala sobre mudanças em sua vida

O Assunto

Neste episódio, o que muda com o registro definitivo da vacina da Pfizer no Brasil. Por que, mesmo com quantidade de doses insuficiente para imunizar a população, o governo federal recusou as ofertas do laboratório? Quais as saídas em discussão e o estado da vacinação no país? Para falar sobre o assunto, Natuza Nery recebe dois convidados: Daniel Dourado, médico e advogado do Centro de Pesquisa em Direito Sanitário da USP, e com a jornalista Mariana Varella, editora do Portal Drauzio Varella e pós-graduanda da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo.

Pandemia no Brasil

Veja os últimos números da vacinação e da pandemia atualizados hoje (23/02) pelo consócio de veículos de imprensa
Veja os últimos números da vacinação e da pandemia atualizados hoje (23/02) pelo consócio de veículos de imprensa

O Brasil ultrapassou a marca de 248 mil mortes por Covid-19, com 1.370 óbitos em 24 horas. A média móvel é a 3ª maior da pandemia: 1.095. Fica atrás apenas de 14 de fevereiro deste ano, quando estava em 1.105, e de 25 de julho de 2020, quando chegou a 1.097. Em casos confirmados, 10.260.621 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus. Doze estados estão com alta nas mortes; veja os dados detalhados.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil já identificou novas variantes do coronavírus em exames de 204 pacientes. São 20 casos da cepa do Reino Unido (B.1.1.7) e 184 da brasileira (P.1), originada no Amazonas. Até o momento, não há registro da variante da África do Sul. Os dados foram contabilizados até 20 de fevereiro.

Caso das ‘rachadinhas’

Selo Flávio Bolsonaro — Foto: Arte/G1Selo Flávio Bolsonaro — Foto: Arte/G1

Investigado por desvios quando era deputado estadual, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) foi beneficiado por uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Por 4 votos a 1, os ministros da Quinta Turma decidiram anular as quebras dos sigilos do senador que fazem parte do caso das “rachadinhas” na Assembleia Legislativa no Rio de Janeiro. Entenda do que se trata as investigações e o que pode acontecer agora com o caso.

Supremo

VÍDEO: Entenda o que muda com os novos decretos sobre armas de fogo
VÍDEO: Entenda o que muda com os novos decretos sobre armas de fogo

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, nesta terça-feira (23), que o presidente Jair Bolsonaro explique, em até cinco dias, os quatro decretos que flexibilizaram o uso e a compra de armas de fogo no país. Os decretos foram editados neste mês pelo presidente e são alvos de ações apresentadas pelos partidos PSB, Rede, PT e PSOL.

As normas preveem, por exemplo:

  • aumento no número de armas de fogo que o cidadão comum pode adquirir;
  • colecionadores, atiradores e caçadores (CACs) podem comprovar aptidão psicológica por meio de laudo fornecido por psicólogo com registro no conselho da profissão (sem a necessidade de cadastro do profissional na Polícia Federal).

Pauta no Congresso

Líderes partidários pediram ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que seja adiada a votação em primeiro turno da proposta de Emenda à Constituição (PEC) conhecida como PEC Emergencial. A análise do texto foi marcada para esta quinta (25), mas os senadores querem mais tempo para estudar o texto. Entre os pontos que ainda geram dúvida, está o fim do piso constitucional para gastos e investimentos em saúde e educação.

Conselho de Ética

Conselho de Ética da Câmara abre processo disciplinar contra o deputado Daniel Silveira
Conselho de Ética da Câmara abre processo disciplinar contra o deputado Daniel Silveira

Conselho de Ética da Câmara dos Deputados instaurou processo disciplinar que pode levar à cassação do mandato do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ). Ele foi preso após publicar um vídeo em que faz apologia à ditadura militar e defende a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal.

Também nesta terça, o Conselho de Ética abriu o processo da deputada Flordelis (PSD-RJ). Por unanimidade, a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro afastou a parlamentar de seu mandato como deputada federal. A decisão vale até o julgamento do processo no qual ela é acusada de mandar matar o marido, o pastor Anderson. Ainda cabe recurso à decisão.

São Paulo

Ingrid "Sol", jogadora de Call of Duty — Foto: Reprodução/InstagramIngrid “Sol”, jogadora de Call of Duty — Foto: Reprodução/Instagram

Um estudante de 18 anos foi preso em flagrante por suspeita de matar a facadas uma jovem de 19 anos, na tarde de segunda-feira (22), em Pirituba, Zona Norte de São Paulo. O suspeito afirmou que conheceu Ingrid Bueno pela internet um mês antes do crime.

Ela era conhecida pelo apelido de “Sol” e jogava profissionalmente Call of Duty: Mobile pelo time FBI E-Sports, um jogo de tiro para celulares. O suspeito jogava em outro time, o Gamers Elite, e a suspeita é a de que se conheceram durante partidas do game online. A organização FBI E-Sports disse ao GloboEsporte que “Sol” era uma excelente jogadora.

Estrela do golfe

Jogador de golfe Tiger Woods é hospitalizado após acidente de carro nos EUA. — Foto: Reprodução/GloboNews e Mike Segar/ReutersJogador de golfe Tiger Woods é hospitalizado após acidente de carro nos EUA. — Foto: Reprodução/GloboNews e Mike Segar/Reuters

O jogador de golfe Tiger Woods, de 45 anos, foi hospitalizado após sofrer um acidente de carro perto de Rancho Palos Verdes, na Califórnia. Segundo o seu agente, ele teve de ser retirado das ferragens por socorristas e tem vários ferimentos nas pernas. Woods era o único ocupante do veículo quando bateu. O chefe de polícia do condado de Fire, Daryl Osby, disse que o atleta estava preso no carro, mas consciente, lúcido e calmo quando o socorro chegou.

Enem 2020

Alunos entram em escola após abertura dos portões para Enem 2020 — Foto: Matheus Castro/G1 AMAlunos entram em escola após abertura dos portões para Enem 2020 — Foto: Matheus Castro/G1 AM

Nesta quarta, candidatos da reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 e pessoas privadas de liberdade (Enem PPL) farão o segundo dia de provas, com 45 questões de ciências da natureza e 45 de matemática.

O primeiro dia de prova ocorreu nesta terça, em 1.480 municípios. Em Boca do Acre, no Amazonas, o exame foi suspenso por decisão do prefeito, José da Cruz, por causa dos alagamentos registrados na cidade.

Prouni 2021

Prouni 2021 — Foto: Reprodução/MECProuni 2021 — Foto: Reprodução/MEC

Os candidatos aprovados na 2ª chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) têm até hoje para comprovar as informações pessoais apresentadas na inscrição. Caso percam o prazo, estarão automaticamente eliminados do processo seletivo. Nesta etapa, o estudante precisa apresentar documentos que atestem dados como a renda per capita familiar, por exemplo.

Globo de Ouro 2021 🎬

Nomandland, Hamilton, Borat, Gambito da Rainha, Ted Lasso e The Crown estão entre os indicados ao Globo de Ouro 2021 — Foto: DivulgaçãoNomandland, Hamilton, Borat, Gambito da Rainha, Ted Lasso e The Crown estão entre os indicados ao Globo de Ouro 2021 — Foto: Divulgação

O Globo de Ouro 2021 tem dramas, comédias, romance e até musical da Broadway. A cerimônia celebra melhores do cinema e da TV neste domingo (28), mas qual filme indicado mais combina com você? Faça o teste e descubra!

Mega-Sena

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 — Foto: Marcelo Brandt/G1Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 — Foto: Marcelo Brandt/G1

O concurso 2.347 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 42 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h desta quarta-feira (24) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50.

Deixe uma resposta