PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 1º DE JUNHO DE 2021 POR G1

Por G1

 

Bom dia. A médica Nise Yamaguchi vai à CPI da Covid explicar gabinete paralelo da Saúde e proposta de mudar bula da cloroquina. O IBGE divulga o resultado do PIB no 1º trimestre. O impasse da Copa América no Brasil. Ricardo Salles na mira do Supremo. Ministro da Educação diz que Enem 2021 será em novembro. Termina o prazo para entregar o Imposto de Renda. Empresário de artistas explica a crise do sertanejo.

Economia

Sai às 9h o resultado do PIB, que mostrará como foi o desempenho da economia brasileira no início do ano, entre janeiro e março. Em 2020, o PIB encolheu 4,1%, em consequência principalmente da pandemia. Foi o pior resultado anual desde 1996, quando começou a série histórica. Agora, analistas esperam dados positivos. O IBC-Br, índice do Banco Central considerado uma “prévia” do PIB, teve alta de 2,3% no trimestre.

CPI da Covid

Hoje é a vez de Nise Yamaguchi depor na CPI da Covid. Defensora do chamado “tratamento precoce” por meio da cloroquina, a médica é peça-chave para esclarecer como surgiu a ideia de mudar a bula do medicamento para que fosse utilizado no tratamento de Covid. Estudos já comprovaram que a cloroquina é ineficaz contra a doença.

Segundo o diretor da Anvisa, Antônio Barra Torres, foi Nise quem apoiou a proposta discutida no Palácio do Planalto. À CPI, Barra Torres disse que só a agência reguladora pode modificar uma bula, desde que solicitado pelo detentor do medicamento registrado. O diretor da Anvisa também disse que reagiu “de forma deselegante” à ideia levantada durante a reunião que relatou (assista abaixo).

VÍDEO: Barra Torres fala sobre suposta proposta de alteração da bula da cloroquina
VÍDEO: Barra Torres fala sobre suposta proposta de alteração da bula da cloroquina

Gabinete paralelo

Os senadores também esperam que o depoimento de Nise esclareça as ações de um gabinete paralelo da Saúde, formado pela médica e outras figuras que teriam aconselhado o presidente Jair Bolsonaro nas ações sobre a pandemia.

O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), diz que a comissão já serviu para provar a existência de reuniões do governo com o gabinete, assim como a recusa da compra de vacinas. Agora, os senadores querem investigar a ligação entre essa assessoria e a disseminação de informações falsas sobre a Covid.

Nise Yamaguchi, Osmar Terra, Carlos Wizard e outros: veja no vídeo abaixo quem é quem no gabinete paralelo.

CPI da Covid começa a ouvir integrantes do Gabinete Paralelo
CPI da Covid começa a ouvir integrantes do Gabinete Paralelo

Jogando com o perigo

Em meio a alertas da uma 3ª onda de Covid e à chegada da variante indiana, o país foi pego de surpresa com a notícia de que pode sediar a Copa América em duas semanas. Primeiro a Conmebol anunciou que o Brasil havia se oferecido para receber a competição e até agradeceu Bolsonaro. Horas depois, alguns governadores se recusaram a receber jogos em seus estados.

No fim da tarde, Luiz Eduardo Ramos, o ministro da Casa Civil, disse que a decisão ainda não estava tomada e que deve bater o martelo hoje. Segundo ele, o governo incluiu, como condição para receber o evento, a vacinação de todos os integrantes das delegações e a realização de jogos sem público.

Histórico
Os jogos seriam na Colômbia e na Argentina, mas manifestações diárias contra o governo colombiano e a piora da pandemia na Argentina inviabilizaram a competição.

Em 1918, a Copa América foi cancelada no Brasil devido à gripe espanhola. Hoje, com mais de 462 mil mortes por Covid e 16,5 milhões de casos confirmados da doença, especialistas da saúde criticaram a possibilidade de o Brasil sediar o torneio.

Protestos

Os atos contra Bolsonaro e a favor da vacina, no último domingo, foram marcados por registros de abuso e violência no Recife, onde dois homens foram atingidos nos olhos por balas de borracha da PM e perderam parte da visão. Nenhum deles participava do protesto.

Daniel da Silva foi atingido no olho por bala de borracha atirada pela PM durante protesto contra Bolsonaro no Recife — Foto: Hugo MunizDaniel da Silva foi atingido no olho por bala de borracha atirada pela PM durante protesto contra Bolsonaro no Recife  Foto: Hugo Muniz

Daniel da Silva, de 51 anos, teve o olho removido após ser atingido. Também chocou o caso da vereadora Liana Cirne, do PT, agredida com spray de pimenta quando tentava falar com os policiais (veja no vídeo abaixo).

PMs agridem vereadora do Recife com spray de pimenta em protesto contra Bolsonaro
PMs agridem vereadora do Recife com spray de pimenta em protesto contra Bolsonaro

O Assunto

“fora Bolsonaro” ganhou as ruas. Manifestações pró-vacina e pelo impeachment do presidente que ocorreram sábado em mais de 200 cidades marcam uma inflexão e pressionam ainda mais um governo investigado em CPI, hiperdependente do Congresso e em contínuo flerte com a ideia de golpe. Ouça a análise.

Salles na mira do Supremo

A Procuradoria Geral da República (PGR) enviou ao Supremo um pedido de abertura de inquérito para investigar a atuação de Ricardo Salles contra a maior apreensão de madeira ilegal da históriaCármen Lúcia será a relatora do caso. A Polícia Federal do Amazonas suspeita que Salles teria tentado atrapalhar operações para defender o interesse de madeireiros ilegais. À GloboNews, a assessoria dele enviou a seguinte resposta: “Será uma boa oportunidade para esclarecer todos os fatos”.

Enem 2021

A versão impressa e digital do Enem será realizada nos dias 21 e 28 de novembro. A declaração é do ministro da Educação, Milton Ribeiro, que divulgou a data em sua conta no Twitter. A inscrição, segundo ele, ocorrerá entre 30 de junho e 14 de julho.

Um possível adiamento para 2022 poderia trazer um prejuízo de R$ 500 milhões às universidades federais e chegou a ser confirmado pela presidente do Conselho Nacional de Educação. No mesmo dia, documentos internos obtidos pelo G1 mostraram que a avaliação estava marcada para 16 e 23 de janeiro de 2022 com o uso de termos como “ratifica” e “datas definidas”. Milton Ribeiro afirmou depois que eram apenas “conversas de bastidores”.

O governo terá que correr para cumprir os prazos de elaboração das provas para a realização nesses dois dias de novembro. Pessoas familiarizadas com o processo de organização do Enem disseram ao G1 em meados de maio que o prazo é “apertado” ou até “impossível” de ser cumprido.

Detido no Egito

Médico do RS é detido no Egito
Médico do RS é detido no Egito

“Vocês gostam mesmo é do bem duro, né? Comprido também fica legal, né?” O registro dos comentários de duplo sentido feitos pelo médico Victor Sorrentino a uma vendedora no Egito podem complicar a situação do brasileiro, detido no Cairo.

O vídeo, que viralizou na internet até chegar às autoridades locais, foi espalhado por mais de 2 mil ativistas pelos direitos das mulheres, incluindo atrizes e influenciadoras (assista acima).

Em nota, o Itamaraty disse que “já foi informado sobre o caso e as autoridades brasileiras no Egito estão prestando assistência consular cabível ao cidadão”.

Despedidas e homenagens

O Brasil iniciou a semana com três despedidas marcantes.

Morreu, no Rio de Janeiro, o sambista Dominguinhos de Estácio, intérprete da canção “Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós”. O cantor tinha 79 anos e foi vítima de uma hemorragia cerebral. Lembre sambas inesquecíveis.

O locutor Januário de Oliveira morreu aos 81 anos em Natal, após uma parada cardíaca decorrente de um quadro de pneumonia. São dele bordões históricos como “cruel, muito cruel” e “tá aí o que você queria, bola rolando”.

E João Miguel, o primeiro filho de Whindersson Nunes e Maria Lina, morreu com apenas dois dias. O bebê nasceu prematuro após completar 22 semanas e estava em uma maternidade de São Paulo. Whindersson divulgou uma música que havia feito para o filho.

IR: prazo esgotado

Terminou o prazo para enviar a declaração do Imposto de Renda à Receita Federal. Quem era obrigado a declarar e perdeu o prazo da entrega agora está em dívida com o Leão e pode receber uma multa de, no mínimo, R$ 165,74. Mas, calma! Se você perdeu o prazo, o G1 explica o que fazer para regularizar a situação o quanto antes.

Além de pagar a multa, quem não declara o Imposto de Renda no prazo corre o risco de ter o CPF bloqueado, o que pode impedir a contratação de empréstimos, tirar passaportes, obter certidão negativa para venda ou aluguel de imóvel e até prestar concurso público.

De volta à sofrência

O mês de junho promete uma retomada do sertanejo nos rankings das canções mais ouvidas. É o que diz o empresário Wander Oliveira, responsável por gerenciar carreiras de artistas como Marília Mendonça, Maiara & Maraísa, Henrique & Juliano e outros ídolos do ritmo, que tem perdido espaço para a pisadinha. Em entrevista ao G1, Wander minimiza a crise do sertanejo e diz que a falta de lançamentos e de shows na pandemia atrapalhou. “Com o não lançamento, as pessoas começam a enjoar mesmo”, afirma. Leia mais.

Deixe uma resposta