PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 17 DE JUNHO DE 2020 NO G1

Por G1

 

Monitor da Violência aponta que o Brasil teve alta de 8% no número de assassinatos em abril, em comparação com o mesmo período do ano passado. Em meio à pandemia, o mercado prevê que o Copom deva baixar o juro básico para 2,25% ao ano. O podcast O Assunto discute a segunda onda de contágios do coronavírus na Ásia; Pequim, por exemplo, cancelou mais de mil voos. No Brasil, as mortes chegam a 45.456. Bolsonaro fala em abusos, violação de direitos e diz que tomará ‘medidas legais’ para proteger Constituição. Novo ministro das Comunicações toma posse. Brasileiro gasta com cartão de crédito, em média, quase 30% do salário.

Monitor da Violência

novo selo monitor da violência 06 — Foto: Amanda Paes / G1novo selo monitor da violência 06

Brasil teve uma alta de 8% no número de assassinatos em abril deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. É o que mostra o índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

Foram 3.950 mortes violentas em abril de 2020. No mesmo mês no ano passado, foram 3.656.

O crescimento ocorre mesmo em meio à pandemia da Covid-19, em um mês onde medidas de isolamento social foram adotadas em todo o país.

Já considerando o período de janeiro a abril, foram 15.868 vítimas de assassinatos neste ano, contra 14.580 em 2019, uma diferença de 1.288 mortes.

Juro básico

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) se reunirá hoje e deve reduzir a taxa básica de juros da economia brasileira de 3% para 2,25% ao ano, segundo a previsão da maior parte dos economistas do mercado financeiro. A decisão do BC será anunciada por volta das 18h e será tomada em um momento de forte redução do nível de atividade da economia mundial em razão da pandemia do novo coronavírus, o que tem impactado os índices de inflação.

O Assunto: a segunda onda na Ásia

China, Japão, Coreia do Sul… Países que já avançavam na reabertura agora voltam a tomar medidas de restrição para conter uma nova onda de casos. Neste episódio, Renata Lo Prete conversa com Luiz Tasso Neto, brasileiro que trabalha na agência de notícias chinesa Xinhua, que conta a sensação de ver o fantasma da Covid-19 voltar a assombrar uma rotina que parecia voltar ao “novo normal”, e também com Carlos Gil, correspondente da Globo no Ásia. Ouça:

Ameaça invisível de novo

Saguão do Aeroporto Internacional de Pequim, depois que vários voos domésticos foram cancelados após o novo surto de corona virus.

Os dois aeroportos de Pequim cancelaram mais de mil voos nesta quarta-feira, após o ressurgimento de casos da Covid-19 na capital chinesa, anunciou a imprensa local. O país entende que enfrenta uma segunda onda de coronavírus.

Mais de 45 mil mortos

Brasil supera a marca de 45 mil mortos por Covid-19

Brasil supera a marca de 45 mil mortos por Covid-19

O Brasil teve 1.338 novas mortes registradas em razão do novo coronavírus nas últimas 24 horas, aponta levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde. Com isso, já são 45.456 óbitos pela Covid-19 até ontem. Veja os dados, consolidados às 20h:

As técnicas de combate ao vírus

Médico e enfermeira se cumprimentam com as mãos em UTI em um hospital de Roma, na Itália, no dia 20 de abril. — Foto: Alberto Pizzoli / AFP PhotoMédico e enfermeira se cumprimentam com as mãos em UTI em um hospital de Roma, na Itália,

Mais de 100 dias depois do 1º caso de Covid-19 no Brasil, o que aprendemos sobre como combater o novo coronavírus. Veja as técnicas mais comuns usadas para ajudar pacientes, entre elas deixar o paciente de bruços, usar medicamentos anticoagulantes e aplicar diálise.

Dominando o vírus

Pessoas se sentam em café ao ar livre em Nelson, na Nova Zelândia, no primeiro dia após o fim das regulamentações depois de o país ser declarado livre do coronavírus, na terça-feira (9) — Foto: Tatsiana Chypsanava / Reuters

Pessoas se sentam em café ao ar livre em Nelson, na Nova Zelândia, no primeiro dia após o fim das regulamentações depois de o país ser declarado livre do coronavírus, na terça-feira (9)

Quinze países, em cinco continentes, destacam-se por terem dominado a pandemia do novo coronavírus. São casos identificados pela empresa alemã Iunera, de análise de dados, como “um caminho bem-sucedido de recuperação. Entenda no blog da Sandra Cohen.

Rio ‘reaberto’

Rio entra nesta quarta (17) na segunda fase de retomada gradual das atividadesRio entra nesta quarta (17) na segunda fase de retomada gradual das atividades

O Rio implanta, a partir desta quarta-feira, a Fase 2 da reabertura gradual da cidade, prometida pelo prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) para ser concluída em seis etapas. O futebol vai voltar, mas sem público. Uma reunião definirá quando será 1º jogo do Campeonato Carioca. Veja as regras e as próximas etapas.

Inquérito das fake news

Ministro Edson Fachin vota a favor da validade do inquérito das fake newsMinistro Edson Fachin vota a favor da validade do inquérito das fake news

Os ministros retomam o julgamento da ação que discute se o inquérito das fake news está de acordo com a Constituição. O relator da ação, ministro Edson Fachin, votou na semana passada. Ele considerou que o inquérito está de acordo com o texto constitucional, mas defendeu ajustes, entre os quais a participação do Ministério Público. O julgamento deve ser retomado com o voto do ministro Alexandre de Moraes, o relator do inquérito.

Bolsonaro aponta abusos

Bolsonaro vê abusos e diz que tomará ‘medidas legais’ para proteger Constituição

Bolsonaro vê abusos e diz que tomará ‘medidas legais’ para proteger Constituição

Jair Bolsonaro publicou na noite de ontem em uma rede social série de dez mensagens nas quais aponta “abusos”, “violação de direitos” e “ataques concretos” ao governo e que, diante disso, tomará as “medidas legais” para, segundo afirmou, proteger a Constituição. O presidente não disse explicitamente, mas parece se referir às investigações de manifestações antidemocráticas e inconstitucionais feitas por apoiadores dele, que pediam o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF).

Pela manhã, aliados do presidente tinham sido alvos de operação da Polícia Federal no inquérito que apura o financiamento de atos antidemocráticos. Dez deputados e um senador bolsonaristas tiveram os sigilos bancários quebrados por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do STF. Em maio, aliados do presidente também foram alvos de uma operação no inquérito que apura disseminação de fake news e ameaças a ministros do STF. Na ocasião, Bolsonaro afirmou em entrevista que “ordens absurdas” não devem ser cumpridas, emendando: “Acabou, porra!”.

Novo ministro das Comunicações

Bolsonaro escolhe o deputado Fábio Faria para comandar o novo Ministério das Comunicações

Bolsonaro escolhe o deputado Fábio Faria para comandar o novo Ministério das Comunicações

Jair Bolsonaro dá posse ao deputado Fábio Faria como ministro das Comunicações, ministério recriado no dia 11 de junho. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), participa. A nova pasta agrega a Secretaria Especial de Comunicação Social, antes na Secretaria de Governo da Presidência da República, além das secretarias de Radiodifusão e Telecomunicações. Também estarão sob o órgão Telebras, Correios, Anatel e EBC.

Agro é pop

Lavoura de algodão na Bahia, um dos principais estados produtores do Brasil — Foto: Ernesto Rodrigues / Agência EstadoLavoura de algodão na Bahia, um dos principais estados produtores do Brasil

Não à toa o algodão é conhecido como “boi vegetal”. É que, assim como no animal, tudo nele se aproveita… E vira roupa, máscaras de proteção ao coronavírus, óleo de cozinha, combustível e também faz parte das notas de real.

Ajuda de R$ 600

 — Foto: Marcos Santos / USP Imagens

A Caixa Econômica Federal (CEF) credita nesta quarta-feira a primeira parcela do Auxílio Emergencial para os demais aprovados do terceiro lote do benefício, inscritos por meio do site e do aplicativo do programa. São 2,5 milhões de beneficiados.

O brasileiro e o cartão de crédito

Cliente passa cartão de crédito em máquina de pagamento — Foto: Reprodução / TV GloboCliente passa cartão de crédito em máquina de pagamento

Os gastos com cartão de crédito representam, na média, 29,2% da renda do consumidor brasileiro, de acordo com levantamento inédito da Serasa, com base nas informações do Cadastro Positivo. A pesquisa mostra também que, quanto menor o poder de compra, maior é percentual do salário comprometido com esse tipo de despesa.

Educação

A Comissão Externa da Câmara destinada a acompanhar ações do Ministério da Educação (MEC) concluiu relatório sobre a atuação da pasta durante a pandemia do coronavírus. O documento traz críticas à falta de liderança da pasta na orientação dos gestores nos estados e nos municípios e à ausência de diálogo em decisões tomadas pelo ministério no período.

Cinema drive-in

Martin Sheen, em cena de 'Apocalipse Now', filme de Francis Ford Coppola — Foto: Divulgação / Francis Ford CoppolaMartin Sheen, em cena de ‘Apocalipse Now’, filme de Francis Ford Coppola

Cinema drive-in estreia no Memorial da América Latina com sessões esgotadas até julho. Espaço com 100 vagas para carros vendeu ingressos a R$ 65. Organização se prepara para abrir mais 2 semanas de programação.

Lives de hoje

Chitãozinho & Xororó fazem show no Rodeio de Jaguariúna — Foto: Júlio César Costa / G1Chitãozinho & Xororó fazem show no Rodeio de Jaguariúna

Chitãozinho & Xororó, Vitor Kley, Sepultura, Fafá de Belém, MC Soffia, Tereza Cristina, Adriana Moreira e mais shows para ver em casa.

Mega-Sena

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt / G1Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até às 19h

O concurso 2.271 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 32 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet – saiba como fazer.

Curtas e Rápidas:Start up Wedy criou uma plataforma para celebrações de casamento online — Foto: Wedy/Divulgação

Start up Wedy criou uma plataforma para celebrações de casamento online

Plataforma de empresa de São Leopoldo possibilita celebrações de casamentos online

Fonte: G1

Deixe uma resposta