PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTE SÁBADO

INTERNACIONAIS

Por France Presse

12/10/2019 03h06  Atualizado há 3 horas


Casas danificadas pela força do tufão Hagibis em Ichihara, província de Chiba — Foto: Imprensa Jiji / via AFP PhotoCasas danificadas pela força do tufão Hagibis em Ichihara, província de Chiba — Foto: Imprensa Jiji / via AFP Photo

Forte tufão está previsto para atingir o Japão na madrugada de sexta (11) para sábado (12)Forte tufão está previsto para atingir o Japão na madrugada de sexta (11) para sábado (12)

O tufão Hagibis fez sua primeira vítima neste sábado (12) logo ao chegar ao Japão, onde mais de um milhão de pessoas receberam orientação para abandonar suas casas diante dos fortes ventos e chuvas torrenciais.

“Um homem de 49 anos foi encontrado morto em uma caminhonete virada. Foi levado a um hospital onde se confirmou seu falecimento”, disse Hiroki Yashiro, porta-voz do departamento de Bombeiros de Ichihara, em Chiba.

Equipes de resgate em um barco patrulham a área residencial inundada pelo tufão Hagibis, em Ise — Foto: Kyodo / via AP PhotoEquipes de resgate em um barco patrulham a área residencial inundada pelo tufão Hagibis, em Ise — Foto: Kyodo / via AP Photo

Ao meio-dia já havia determinações de evacuação não obrigatórias para 1,6 milhão de pessoas, com atenção especial para idosos, pessoas com problemas de saúde e crianças.

Inundação do Rio Isuzu em Ise, no centro do Japão — Foto: Kyodo / via AP PhotoInundação do Rio Isuzu em Ise, no centro do Japão — Foto: Kyodo / via AP Photo

A agência meteorológica do Japão (JMA) prevê rajadas de vento de até 216 km/h para a manhã deste sábado, horas antes de Hagibis chegar ao centro e leste do Japão, incluindo a densamente povoada região de Tóquio.

A JMA antecipou “ventos brutais e um mar violento” na madrugada de domingo (13) em muitas regiões do país.

“Pedimos que tomem medidas de precaução para proteger suas vidas e as de suas famílias”, alertou uma fonte da JMA durante uma coletiva de imprensa.

Também são esperadas fortes chuvas em algumas regiões, com, por exemplo, 500 mm em 24 horas na área de Tóquio e até 800 mm no centro do país, de acordo com a JMA.

Tufão Hagibis provoca grandes ondas no porto na cidade de Kiho, província de Mie, no centro do país — Foto: Toru Hanai / AP PhotoTufão Hagibis provoca grandes ondas no porto na cidade de Kiho, província de Mie, no centro do país — Foto: Toru Hanai / AP Photo

Tufão Faxai

No início de setembro, a região de Tóquio foi atingida pelo poderoso tufão, Faxai, com rajadas superiores a 200 km/h. A tormenta causou pelo menos duas mortes e mais de cem feridos e danificou dezenas de milhares de casas e inúmeras infraestruturas elétricas.

Na prefeitura de Chiba, periferia de Tóquio, quase um milhão de residências ficaram sem energia, e em dezenas de milhares delas, a corrente elétrica só retornou duas semanas depois.

O governo japonês, que foi fortemente criticado por sua administração da crise na passagem do Faxai, disse na sexta-feira (11) que está em alerta.

O primeiro-ministro Shinzo Abe ordenou que sejam “tomadas todas as medidas possíveis para garantir a segurança do povo”, segundo o porta-voz do executivo, Yoshihide Suga.

Transportes

As autoridades temem que tufão gere caos nos transportes, coincidindo com um longo fim de semana no Japão, no qual muitos habitantes planejavam viajar de trem ou avião porque na próxima segunda-feira (14) é feriado no país.

As duas principais companhias aéreas, JAL e ANA, cancelaram várias centenas de voos regulares neste sábado, principalmente domésticos.

Todos os trens de alta velocidade (Shinkansen) entre Tóquio e Nagoya foram cancelados, e também os que ligam Nagoya e Osaka (oeste).

Fábricas e parques

As fábricas do país também se adaptaram, como a Toyota, que previa o fechamento de três de suas unidades neste sábado, segundo a agência de imprensa Kyodo.

Os dois parques de diversões da Disney em Tóquio também fecharão neste sábado, disse um porta-voz da empresa que os administra, a Oriental Land.

Ruas vazias em Yokohama — Foto: Matthew Childs / Reuters
Ruas vazias em Yokohama — Foto: Matthew Childs / Reuters

F-1 e Copa do Mundo de Rúgbi

Os organizadores do Grande Prêmio de Fórmula 1 de Suzuka, perto de Nagoya (centro da cidade), cancelaram todo o programa deste sábado: os treinos livres foram limitados a sexta-feira e os de classificação para domingo de manhã, pouco antes do início da corrida.

Duas partidas da Copa do Mundo de Rúgbi marcadas para este sábado foram canceladas na quinta-feira: França-Inglaterra em Yokohama e Nova Zelândia-Itália, encontros que atrairiam cerca de 115.000 espectadores.

FIA cancela treinos de sábado do GP do Japão de Fórmula 1FIA cancela treinos de sábado do GP do Japão de Fórmula 1
Fonte: G1

NACIONAIS

Portal G1

Gerson Camarotti e Nilson Klava

11/10/2019 23h22  Atualizado há 7 horas


Nas palavras de um integrante do PSL, foi iniciado um processo que deixará “as vísceras do partido expostas”.

O PSL foi comandado por Gustavo Bebianno na campanha presidencial. Neste ano, ele chegou a ser ministro da Secretaria-Geral, mas foi demitido por Bolsonaro por ter se envolvido em uma polêmica com o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente da República. Atualmente, o PSL é presidido por Luciano Bivar.

Nesta semana, Bolsonaro e Bivar fizeram declarações públicas que geraram uma crise no partido. Bolsonaro, por exemplo, disse que o presidente do PSL está “queimado para caramba“. Bivar, por sua vez, disse que Bolsonaro “já está afastado” do partido.

A avaliação de alguns integrantes do PSL é que, com o “tiroteio” interno, várias lideranças do partido serão atingidas, causando estrago no grupo de Bolsonaro.

O objetivo desse grupo de deputados ao pedir auditoria nas contas do PSL é tentar encontrar irregularidades que possam servir de argumento jurídico para eles deixarem a legenda sem perder o mandato.

Fonte: G1

Por G1 Vale do Paraíba e região

12/10/2019 06h00  Atualizado há 34 segundos


Basílica em Aparecida é o maior templo do mundo dedicado a Nossa Senhora — Foto: André Luís Rosa/TV VanguardaBasílica em Aparecida é o maior templo do mundo dedicado a Nossa Senhora — Foto: André Luís Rosa/TV Vanguarda

A Festa da Padroeira, neste sábado (12), feriado de Nossa Senhora Aparecida, deve ser celebrada por mais de 170 mil devotos no basílica em Aparecida. O maior templo católico do país, no interior de São Paulo, abriga a imagem milagrosa da santa encontrada em 1717 no Rio Paraíba.

A programação da festa começou meia-noite, com vigília, e prevê seis missas durante todo o dia. A primeira delas começou às 5h na acolhida aos romeiros de todo país, que chegaram ainda durante a madrugada. (veja programação completa abaixo)

A principal celebração do dia será às 9h, presidida pelo arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes. Só nesta missa são esperados 40 mil fiéis. Um dos temas abordados na festa deste ano pelos religiosos será a preservação da Amazônia. O presidente Jair Bolsonaro prevê uma visita à basílica às 16h.

No mesmo horário uma procissão sai da Basílica Velha. A peregrinação percorre as ruas de Aparecida e termina no Santuário Nacional. Um show pirotécnico encerra à noite as celebrações da data.

“Os devotos de Nossa Senhora, neste dia 12 de outubro, vão encontrar uma ambiente de muita paz, de fraternidade, alegria e devoção. Nós estamos preparados para acolher e acolher bem, porque acolher bem é evangelizar”, disse o padre Carlos Arthur, missionário redentorista em Aparecida.

Os visitantes que forem à basílica de carro contam com 3 mil vagas de estacionamento. São outras 2 mil vagas para ônibus e caminhões. A diária para automóveis custa R$ 18; para motos, R$ 8; vans, R$ 25 e ônibus, R$ 58.

Os portões do santuário estão abertos, ininterruptamente desde a última quinta-feira (10) e só serão fechados no domingo (13) às 21h. O acesso de veículos só é interrompido em caso de superlotação do pátio.

Nossa Senhora Aparecida é celebrada em 12 de outubro por fiéis — Foto: Thiago Leon/ Santuário Nacional de AparecidaNossa Senhora Aparecida é celebrada em 12 de outubro por fiéis — Foto: Thiago Leon/ Santuário Nacional de Aparecida

Locais mais visitados

O nicho onde fica a imagem original da santa é o principal ponto de visitação da basílica e deve atrair uma multidão.

A capela das velas, onde os devotos fazem orações, também reúne fiéis o dia todo. Outros pontos de visitação são a ‘passarela da fé’, que liga o Santuário Nacional e a Basílica Velha, e a torre do relógio, de onde no topo os romeiros conseguem ter uma vista 360º da cidade.

Fiéis lotam a capela das velas logo ao amanhecer em Aparecida — Foto: Carlos Santos/G1

Fiéis lotam a capela das velas logo ao amanhecer em Aparecida — Foto: Carlos Santos/G1

Nicho blindado abriga a imagem original de Nossa Senhora Aparecida — Foto: Thiago Leon/ Santuário Nacional de Aparecida

Nicho blindado abriga a imagem original de Nossa Senhora Aparecida — Foto: Thiago Leon/ Santuário Nacional de Aparecida
Devotos fazem fila para ver a imagem no nicho antes das 6h deste sábado (12) — Foto: Carlos Santos/G1
Por Blog do BG

Com possível saída de Bolsonaro, PSL acena a Witzel de olho em 2022

Uma possível saída do presidente Jair Bolsonaro do PSL abre portas para nomes que hoje já são considerados adversários do bolsonarismo na eleição presidencial de 2022.

A ala da sigla ligada ao deputado Luciano Bivar (PSL-PE), atual presidente do partido, vem defendendo que, tão logo Bolsonaro e seus aliados deixem a legenda, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, seja incorporado ao PSL. A Folha apurou que a direção do partido decidiu oficializar o convite na semana que vem.

Atualmente no PSC do Pastor Everaldo, Witzel tem flertado com a candidatura ao Palácio do Planalto e uma eventual migração para o PSL daria estofo a suas pretensões presidenciais.

Até o fim de 2019, por exemplo, o PSL deve receber cerca de R$ 100 milhões a mais do que o PSC do fundo partidário.

No próximo ano, somando os fundos partidário e eleitoral, o PSL pode ter em caixa R$ 350 milhões —o valor leva em conta as estimativas de R$ 1 bilhão para o fundo partidário, e os R$ 2,5 bilhões propostos pelo governo para o fundo eleitoral.

Caso esse seja o cenário em 2020, o PSL vai ficar com a maior fatia de recursos entre todos os 32 partidos registrados no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Com apenas nove deputados, o nanico PSC receberá cerca de R$ 60 milhões, somando os dois fundos.

O grupo de Bivar tem feito uma série de gestos a Witzel. Em conversas recentes no Rio e em Brasília, deputados do PSL disseram ao governador que, hoje, é ele “o sonho de consumo” do partido.

Aliados de Witzel admitem que os acenos de integrantes do PSL têm sido constantes. O governador, no entanto, tem repetido o discurso de que sua missão é a de fortalecer o PSC em todo o país.

Políticos que acompanharam a ascensão do ex-juiz ao Palácio Guanabara, sede do governo fluminense, dizem que a relação que Witzel construiu com Everaldo pode ser um empecilho a uma eventual mudança de partido.

Parlamentares do PSL disseram à Folha que os cortejos a Witzel têm acontecido há algum tempo —antes, portanto, de Bolsonaro escancarar a crise com a sigla— e que nenhum gesto mais enfático havia sido feito até agora porque o presidente e o governador são tidos como rivais.

Na quarta-feira (9), por exemplo, Bolsonaro e Witzel se encontraram no aniversário do ministro Augusto Nardes, do TCU (Tribunal de Contas da União), em Brasília. Embora tenham se falado rapidamente e até posado para fotos, o clima foi de constrangimento, segundo relatos feitos à Folha.

Como mostrou o Painel nesta sexta-feira (11), o presidente deixou a festa logo depois de o governador chegar.

O racha com o clã Bolsonaro ficou explícito assim que Witzel escancarou seu desejo de disputar a eleição ao Planalto em 2022. Desde então, o governador do Rio passou a trabalhar para se descolar da imagem do presidente, a quem apoiou em 2018.

No fim de setembro, o PSL no Rio, sob o comando do senador Flávio Bolsonaro, decidiu deixar, formalmente, a base da gestão Witzel.

O filho mais velho do presidente chegou a determinar a saída do governo e a ameaçar de expulsão os que permanecessem nos cargos. Diante da resistência de deputados e de seus indicados, foi obrigado a rever a posição.

Derrotado, Flávio teve de ceder e delegar aos filiados a decisão de manter ou não seus indicados nos cargos do governo. Atualmente, o PSL ocupa 40 postos na administração estadual, incluindo duas secretarias.

Como mostrou a Folha no dia 30 de setembro, o governador vem se dedicando pessoalmente à montagem de um palanque, com o objetivo de viabilizar seu sonho de chegar à Presidência da República.

O desgaste da relação de Bolsonaro com a direção do PSL, comandada por Bivar, ficou escancarado na terça-feira (8), quando o presidente disse a um apoiador que o deputado estava “queimado pra caramba”.

Bolsonaro tem dito a aliados já ter tomado a decisão de deixar o partido. O presidente busca, no entanto, uma saída jurídica para levar parlamentares, evitar perdas de mandatos e ainda tentar manter o fundo partidário.

Se isso ocorrer, deve seguir o movimento um grupo de cerca de 20 deputados fiéis ideologicamente a Bolsonaro —do total de 53 da bancada do PSL.

FOLHAPRESS

Comments

Mancha de óleo de 21 quilômetros quadrados se aproxima da Bahia. 156 locais de 71 municípios nordestinos já foram atingidos

Uma mancha de óleo cru de 21 quilômetros quadrados e outra de 3,3 quilômetros quadrados estão a cerca de 100 quilômetros de distância do litoral brasileiro.

As anomalias foram identificadas pelo professor do curso de Oceanografia da UFBA (Universidade Federal da Bahia), Pablo Santos, que é especialista em sensoriamento remoto.

As manchas foram identificadas por um satélite da União europeia, cuja base de dados é parcialmente pública. O radar identificou a mancha às 7h55 desta sexta-feira, horário do Brasil, momento em que estava a 100 quilômetros da costa brasileira entre os estados de Sergipe e Bahia.

“Esse tipo de dado orbital é a melhor forma de identificar possíveis manchas. O oceano tem certa rugosidade superficial. Mas quando existe óleo na superfície, essa rugosidade diminui, fica mais lisa. É um padrão muito comum em manchas de óleo”, afirma o professor.

A mancha maior é quase do tamanho de Taboão da Serra, cidade da grande São Paulo que tem cerca de 250 mil habitantes. A outra é tem tamanho próximo ao da cidade de Águas de São Pedro, também em São Paulo, segundo menor município do Brasil.

De acordo com Pablo Santos, a tendência é que a mancha se desagregue com a ação de ondas e dos ventos e chegue à costa em fragmentos menores.

Após a descoberta das manchas, grupos de pesquisa liderados pelo professor Guilherme Lessa, da UFBA, e Carlos Teixeira, da Universidade Federal do Ceará estão empenhados em identificar o local exato para onde o óleo deve chegar na costa brasileira, de acordo com a direção dos ventos e correntes marítimas.

“Ainda não temos nada conclusivo, mas a mancha está vindo em direção à Bahia. Isso é fato. E, dadas as condições de circulação atmosférica e oceânica, ele vai continuar chegando à Bahia”, afirma o professor Guilherme Lessa.

De acordo com o Ibama, a presença de óleo já foi registrada em 156 locais de 71 municípios nordestinos —números que ainda não inclui as praias de Salvador, onde as manchas chegaram a pelo menos cinco praias nesta sexta-feira (11).

FOLHAPRESS

 

LOCAIS

Novos critérios para distribuição de recursos da cessão onerosa prejudica Norte e o Nordeste

Os estados do Norte e do Nordeste serão os mais prejudicados pelos novos critérios de distribuição de recursos da cessão onerosa do pré-sal, aprovados pela Câmara dos Deputados na última quinta-feira (10). Um levantamento feito pela reportagem da TRIBUNA DO NORTE mostra que R$ 2.189.080.436, que antes estavam distribuídos entre os estados do Nordeste e Norte, foram redistribuídos para estados das regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste do país.

O estado de São Paulo, por exemplo, que originalmente receberia R$ 93,2 milhões, passa agora a receber R$ 609,2 milhões, R$ 515 milhões a mais. Já Pernambuco, que tinha R$ 695 milhões para receber na partilha, passa a ter direito a R$ 489 milhões, R$ 205 milhões a menos.

O Rio Grande do Norte, que contava com a entrada dos recursos para pagar parte de suas dívidas com servidores e fornecedores do estado, viu como um “prejuízo” o novo molde que foi aprovado pela Câmara.

“Foi uma transferência direta de recursos dos Estados mais pobres para os mais ricos do país. Nos sentimos muito prejudicados”, afirma Aldemir Freire, secretário de planejamento e finanças do Estado. O Estado, que tinha previsão de receber R$ 416 milhões, passa a receber R$ 317 milhões, R$ 137 milhões a menos.

A cessão onerosa do pré-sal se trata de um acordo feito entre o Governo Federal e a Petrobras em 2010, através da Lei 12.276/2010. Ela previa a produção de até 5 bilhões de barris de óleo equivalente (boe) em sete campos de pré-sal da Bacia de Santos.

Durante a exploração dos campos, no entanto, a Petrobras descobriu que a reserva possuía um volume de óleo excedente ao estabelecido no contrato. Esse excedente, chamado de “excedente da cessão onerosa” será vendido pelo Governo em leilão, marcado para o dia 6 de novembro.

Para continuar lendo só clicar aqui: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/novos-crita-rios-para-distribuia-a-o-de-recursos-da-cessa-o-onerosa-prejudica-n-e-ne/461763

TRIBUNA DO NORTE

Comments

Marinha alerta para ventos de até 74km no litoral até este domingo

A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte, participa que ocorrerá VENTO FORTE junto a costa SE/E, de até 74km com RAJADAS, em todo o litoral, do Rio Grande do Norte até o Maranhão.

A(s) previsão(ões) meteorológica(s) descrita(s) na Nota acima, compreende o período do dia 11/10 ao dia 13/10/2019, até 21 horas e refere-se ao(s) Aviso(s) de Mau Tempo, divulgado(s) pelo Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), de no 1324/2019.

As embarcações de pequeno porte “evitem a navegação” e que as demais embarcações redobrem a atenção quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores, casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e demais itens de segurança.

Comments

Seis corridas em Natal e no interior despontam como atrações no calendário de outubro

Por Breno Perruci/@eaiboracorrer

Entramos na reta final do ano e o que não faltam são atrações pra nós. As opções de corridas são muitas e dos mais variados perfis, para todos os gostos e bolsos. Então a cada mês eu vou falar do calendário e quem sabe, te ajudar a escolher.

Só nesse mês de outubro são seis corridas nos 18 dias que restam. A primeira é neste domingo com o Desafio 42k da Corrida Maluka. A prova, com inscrições já esgotadas, tem largada e chegada no Alphaville, em Pium. São três opções de percursos, 10, 21 e 42 quilômetros.

Na terça (15) tem mais uma edição da Corrida da Lua, com os tradicionais percursos de 5 e 10 quilômetros, mas em novo local. Dessa vez pela Rota do Sol com largada e chegada também no Alphaville. As inscrições ainda estão abertas no www.corridadalua.hisports.com.br.

No final de semana seguinte são 3 eventos. No sábado, dia 19, teremos a Corrida do Servidor Público, em Natal, com inscrições já encerradas. Também no sábado tem os 21k de Gostoso, em São Miguel do Gostoso. Além do cenário paradisíaco, a prova oferece o desafio da variedade de pisos em 5, 10 ou 21 quilômetros, ou a corrida kids para a criançada. Para inscrições e informações só conferir no site www.21kdegostoso.com.br. E no domingo (20) tem a corrida comemorativa aos 25 anos da CARN, o Clube de Atletismo do Rio Grande do Norte. Será na Praça Pedro velho, em Natal, com opção de 5 quilômetros. As inscrições já estão encerradas, mas algumas vagas podem ser disponibilizadas na entrega dos kits e no Congresso Técnico, no dia 18. Saiba mais no www.clubedeatletismodorn.com.br.

O calendário de outubro será fechado no sábado, dia 26, com a Décima Primeira edição da Corrida Noturna do Sesi. As inscrições ainda estão abertas no site www.rn.sesi.org.br/corridanoturna. Novamente teremos as opções de 5 e 10 quilômetros, partindo e chegando da Arena das Dunas, em Natal.

É isso amigos, espero ter ajudado. Agora, se programa e bora correr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0