PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA 05 DE FEVEREIRO DE 2021 POR G1

Por G1

 


Senado aprova medida que agiliza autorização de vacinas no Brasil. Vacinação de idosos a partir de 90 anos é antecipada para hoje na cidade de SP. Número de vacinados no país ultrapassa 3 milhões. Nos EUA, a Johnson’s pede aprovação de sua vacina de dose única. Brasil registra quase 1.300 mortes por Covid em 24 h e se aproxima de 229 mil. PGR abre apuração preliminar sobre atuação de Bolsonaro na pandemia. Pauta no Congresso: os presidentes da Câmara e Senado defendem a volta do auxílio emergencial; Guedes impõe condições. E veja como comédias brasileiras foram refilmadas na Coreia e México.

Uso emergencial

Senado — Foto: Reprodução/TV SenadoSenado — Foto: Reprodução/TV Senado

O Senado aprovou a medida provisória que estabelece prazo de até cinco dias para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorize o uso emergencial no Brasil de vacinas contra a Covid-19 que já tenham aval de, pelo menos, uma entre nove agências internacionais. O texto segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro, que pode confirmar ou vetar mudanças feitas na versão original da MP. O prazo de cinco dias é uma dessas alterações feitas no Congresso.

Segundo o relator da MP na Câmara, deputado Geninho Zuliani (DEM-SP), a medida pode agilizar a importação, a distribuição e o uso da vacina Sputnik V, por exemplo – desenvolvida pelo instituto russo de pesquisa Gamaleya. O texto diz também que a aquisição de vacinas pela iniciativa privada para enfrentamento da Covid-19 dependerá de prévia autorização da Anvisa e do Ministério da Saúde, desde que assegurados o monitoramento e a rastreabilidade.

Imunização no Brasil

Enfermeira aplica vacina CoronaVac em profissional de saúde em São Paulo. — Foto: Divulgação/Governo de São PauloEnfermeira aplica vacina CoronaVac em profissional de saúde em São Paulo. — Foto: Divulgação/Governo de São Paulo

Prefeitura de São Paulo anunciou que antecipará o início da vacinação contra a Covid-19 de idosos com mais de 90 anos para esta sexta-feira (5). Inicialmente, a previsão do governo estadual era de que a vacinação desta faixa etária começasse em todo o estado apenas na segunda-feira (8). De acordo com a gestão municipal, a antecipação foi possível porque todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da capital paulista já foram abastecidas com doses suficientes para atender este público. Nas outras cidades do estado, permanece e a previsão de começar a vacinação na segunda.

Primeiro envio

Fiocruz recebe no sábado (6) primeiro lote de matéria-prima para produzir vacina de Oxford

Fiocruz recebe no sábado (6) primeiro lote de matéria-prima para produzir vacina de Oxford

O envio do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) estava programado para janeiro e só agora foi liberada pelas autoridades chinesas.

O Ministério da Saúde informou que deve chegar ao Brasil neste sábado o primeiro lote de matéria-prima para a produção pela Fiocruz da vacina de Oxford/Astrazeneca. Essa primeira remessa do Ingrediente Farmacêutico Ativo — fabricado na China — deveria ter sido entregue em janeiro, mas houve atraso na liberação do produto pelos chineses. O lote deve render 2,8 milhões de doses — menos do que as 7,5 milhões estimadas.

Autorização emergencial

O que já sabemos sobre a vacina da Johnson contra a Covid-19

O que já sabemos sobre a vacina da Johnson contra a Covid-19

Vacina da Johnson teve eficácia de 66% contra casos moderados e graves de Covid-19. Nenhuma pessoa vacinada morreu da doença. Vacina é a única em etapa avançada de testes com apenas uma dose.

A farmacêutica Johnson & Johnson solicitou à Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos a autorização para o uso emergencial de sua vacina contra a Covid-19. Se o pedido for aprovado, a Johnson & Johnson se tornará a terceira farmacêutica – depois da Pfizer/BioNTech e Moderna – a receber autorização para distribuir sua vacina nos Estados Unidos, país mais atingido do mundo pelo vírus.

A vacina, que usa a tecnologia de vetor viral, é a única no mundo em etapa avançada de testes com apenas uma dose. Ela também tem a vantagem de poder ser armazenada por pelo menos 3 meses em temperaturas de 2ºC a 8ºC – o que é compatível com a rede de frio de vacinação usada no Brasil. Em temperaturas de -20ºC, ela fica estável por dois anos.

O Assunto

Neste episódio, a peculiar trajetória da vacina Sputnik V, desenvolvida pelo instituto russo de pesquisa Gamaleya, e que é mais uma opção para o Brasil.

Pandemia no Brasil

Brasil registra mais 1.291 mortes por Covid em 24 horas

Brasil registra mais 1.291 mortes por Covid em 24 horas

O Brasil registrou 1.291 mortes pela doença em 24 horas. O total de mortos no país é de 228.883.

O Brasil registrou mais 1.291 mortes por Covid em 24 horas, chegando a total de 228.883 óbitos pela doença. Com isso, a média móvel foi de 1.030. Já são 15 dias com essa média acima da marca de 1 mil. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 9.397.769 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus. Onze estados e o Distrito Federal estão com alta nas mortes; veja os dados detalhados.

Rio de Janeiro é a cidade do Brasil onde mais se morreu por Covid-19. A capital fluminense chegou nesta quinta-feira (4) à marca de 17.535 óbitos e passou São Paulo, que registra 17.491 mortes – os dados são das prefeituras dos dois municípios. A capital paulista tem mais de 12 milhões de habitantes, quase o dobro dos 6,7 milhões do Rio, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Crise sanitária

Pazuello e Bolsonaro — Foto: Carolina Antunes/PRPazuello e Bolsonaro — Foto: Carolina Antunes/PR

A Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu uma apuração preliminar sobre a conduta do governo Jair Bolsonaro no enfrentamento da crise sanitária no Pará e no Amazonas durante a pandemia da Covid-19. As investigações podem, inclusive, incluir a responsabilidade do próprio presidente no caso.

A decisão da PGR foi tomada após o PCdoB acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) a respeito da crise no estado. O partido pede que Bolsonaro e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sejam investigados e responsabilizados pelo agravamento da pandemia em municípios paraenses, como Santarém.

Nesta quinta, Pazuello prestou depoimento à Polícia Federal, em Brasília, no inquérito que investiga a conduta dele em relação à crise no Amazonas. No depoimento, o ministro detalhou as ações realizadas no estado e se colocou à disposição da Justiça.

Auxílio emergencial

Rodrigo Pacheco e Arthur Lira se encontram com Guedes e debatem possível volta do auxílioRodrigo Pacheco e Arthur Lira se encontram com Guedes e debatem possível volta do auxílio

O presidente do Senado Rodrigo Pacheco e o presidente da Câmara Arthur Lira se encontraram com o ministro da Economia Paulo Guedes para tratar de reformas e também de um novo auxílio emergencial.

Os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco, e da Câmara, Arthur Lira, se reuniram ontem à noite como ministro da Economia, Paulo Guedes. Eles trataram de reformas e também de um novo auxílio emergencial.

Após o encontro, Pacheco defendeu a volta do benefício para ajudar na pandemia. Ao lado dele, Guedes impôs condições para que o auxílio emergencial pudesse voltar a metade dos beneficiários — cerca de 32 milhões de brasileiros. O ministro também defendeu cortar outras despesas, mas não disse quais. Saiba mais aqui.

Caso das ‘rachadinhas’

Flávio Bolsonaro — Foto: ALEXANDRE NETO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDOFlávio Bolsonaro — Foto: ALEXANDRE NETO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) marcou para a próxima terça-feira (9) o julgamento de três recursos apresentados pela defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) contra as investigações sobre as “rachadinhas“. Os processos começaram a ser analisados em novembro do ano passado, mas um pedido de vista do ministro João Otávio de Noronha adiou a conclusão do julgamento.

Lembre o caso: no ano passado, o Ministério Público do Rio denunciou o senador, que é filho do presidente Jair Bolsonaro, pelos crimes de organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro. O ex-assessor dele Fabrício Queiroz também foi denunciado.

Tragédia de Brumadinho

Governo de MG e Vale fecham acordo de R$ 37,6 bilhões para compensar danos da tragédia de Brumadinho

Governo de MG e Vale fecham acordo de R$ 37,6 bilhões para compensar danos da tragédia de Brumadinho

Acordo não vai interferir ações coletivas ou individuais de indenizações que estejam na Justiça. E prevê renovação do pagamento do auxílio emergencial que atingidos recebem.

Além da transferência de renda (hoje chamada de auxílio emergencial) que deverá ser paga aos atingidos pelo rompimento da Barragem de Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a Vale terá que custear investimentos que vão desde a construção de pistas de skate até a criação de uma batalhão do Corpo de Bombeiros na cidade.

Entenda o caso: medida faz parte do acordo bilionário firmado entre a mineradora, governo de Minas Gerais, Defensoria Pública Estadual, Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal para reparação de danos causados pela tragédia. Ele foi fechado nesta quinta-feira (4) no valor de mais de R$ 37 bilhões. Deste valor, R$ 2,5 bilhões irão para projetos na Bacia do Paraopeba, devastada pela lama da mineradora.

Calendário da feira 🍋

Os produtos, como o limão, são orgânicos — Foto: Ana Clara Marinho/TV GloboOs produtos, como o limão, são orgânicos — Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo

O limão está no pico de oferta neste mês com o período de colheita no estado de São Paulo, principal produtor do país, o que significa que ele poderá ser encontrado com preços baixos. Mas a qualidade pode ser menor em relação à safra de 2020 devido a problemas climáticos, diz a pesquisadora Fernanda Garrafiel, do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Esalq/USP.

Outras frutas do mês são a carambola, goiaba, figo, melancia e mamão. Entre os legumes, quiabo e abobrinha continuam em destaque, enquanto abóbora japonesa entra em safra. Leia mais na reportagem.

Na série Calendário da Feira, iniciada em julho, o G1 mostra, todo mês, quais alimentos estão na safra e, por isso, podem ficar mais em conta.

Humor tipo exportação

Veja como comédias brasileiras foram refilmadas na Coreia do Sul e México

Veja como comédias brasileiras foram refilmadas na Coreia do Sul e México

Remakes de ‘Até que a sorte nos separe’, ‘O candidato honesto’ e ‘De pernas pro ar’ viraram sucesso de bilheteria fora do Brasil.

Três franquias de comédias brasileiras — ‘Até que a sorte nos separe’, ‘Candidato honesto’ e ‘De pernas pro ar’ — foram parar na Coreia do Sul e no México . E podem parar também na Alemanha, Espanha, Itália e Índia. Juntos, esses filmes levaram mais de 25 milhões de pessoas aos cinemas do Brasil.

Paulo Cursino é roteirista desses três filmes adaptados. Ele já escreveu piadas para a TV (“Sai de baixo”, “A Grande Família”), mas os maiores sucessos da carreira são as comédias estreladas por Leandro Hassum.

“O cinema brasileiro tem potencial para competir com ideias de fora”, diz Cursino ao G1. “A gente está cumprindo a função de levar o humor brasileiro, a pegada brasileira para fora.”

Futebol

Flamengo — Foto: REUTERS/Alexandre LoureiroFlamengo — Foto: REUTERS/Alexandre Loureiro

Com gols de Gabigol e Bruno Henrique, o Flamengo venceu o Vasco e encostou na liderança do Brasileirão. O time de Rogério Ceni está a 2 pontos do Internacional. O Vasco está mais próximo da zona de rebaixamento. Veja a classificação.

Ainda hoje:
20h: Botafogo x Sport

Previsão do tempo

Uma frente fria avança sobre a costa de São Paulo e chega ao litoral do Rio de Janeiro. Um ciclone extratropical, associado ao sistema frontal, se afasta da costa do Rio Grande do Sul. No centro-leste e norte de São Paulo, no Rio e centro-sul e oeste de Minas Gerais há condições para temporais. No Sul, o vento ainda é forte, com rajadas de até 70 km/h entre o leste e sul do Rio Grande do Sul até o sul de Santa Catarina. O ar seco ganha força em grande parte do Sul e em Mato Grosso do Sul.

Veja a previsão no vídeo abaixo:

Previsão é de chuva forte em parte do Sudeste nesta sexta-feira (5)

Previsão é de chuva forte em parte do Sudeste nesta sexta-feira (5)

Uma frente fria avança sobre a costa de SP e chega ao litoral do RJ nesta sexta-feira. Um ciclone extratropical, associado ao sistema frontal, se afasta da costa do RS. No centro-leste e norte de SP, no RJ e centro-sul e oeste de MG há condições para temporais. No Sul, o vento ainda é forte, com rajadas de até 70 km/h entre o leste e sul do RS até o sul de SC. Ar seco ganha força em grande parte do Sul e em MS.

Fonte: G1

Deixe uma resposta