PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

Por G1

13/02/2020 03h00  Atualizado há um minuto


Guedes critica o dólar baixo, diz que doméstica estava indo para a Disney e recomenda que os brasileiros viajem pelo país. Ontem, a moeda americana bateu o 4º recorde seguido e fechou a R$ 4,35. Congresso e governo desfazem acordo, e análise de veto sobre emendas parlamentares fica para depois do carnaval. O jornalista brasileiro Léo Veras foi executado por pistoleiros na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com Ponta Porã (MS). Ele foi atingido por 12 tiros. Em 1 só dia, o epicentro do novo coronavírus registra mais 14 mil casos e 242 novas mortes. E o podcast O Assunto discute se o pior da epidemia já passou. Depois do temporal, veja como ficou a Lamborghini de R$ 1,6 milhão resgatada de enchente em SP. E no esquenta para o carnaval, o G1 dá mais dicas para curtir a folia.

INTERNACIONAIS

Coronavírus

Quinta-feira (na China) foi o dia com mais mortes na China desde o começo do surto de coronavírus

Quinta-feira (na China) foi o dia com mais mortes na China desde o começo do surto de coronavírus

Hubei, epicentro do coronavírus na China, confirmou 242 novas mortes ontem. A região registrou 14.840 casos no último dia, sendo que 13.332 foram diagnosticados de forma clínica. Ao todo, apenas na província, são 48.206 casos do Covid-19.

As autoridades de saúde chinesas mudaram os critérios diagnósticos da doença, passando a aceitar relatórios clínicos dos sintomas, não apenas os testes em laboratório. Com isso, o número de casos confirmados deu um salto. Normalmente, estavam sendo confirmadas de 2 mil a 3 mil novas infecções por dia.

Hoje, o líder do Partido Comunista da China em Hubei, Jiang Chaoliang, perdeu o cargo e será substituído pelo prefeito de Xangai, Ying Yong.

Por Blog do BG

Mortes pelo coronavírus chegam a 1.350 com nova aceleração no contágio e na letalidade

A província chinesa de Hubei, epicentro da epidemia de coronavírus, registrou 242 novas mortes pela doença, o que fez o número total de vítimas ultrapassar a marca de 1.350. O novo balanço das autoridades chinesas confirmou 14.840 novos casos de contágio na região, elevando o total de infectados para próximo dos 60 mil.

O crescimento acentuado ocorre depois de autoridades locais terem anunciado uma mudança na forma de diagnóstico dos casos de Covid-19nova nomenclatura da doença.

Em um comunicado, a comissão de saúde de Hubei disse que a partir de agora passaria a incluir casos diagnosticados clinicamente. Isso significa que imagens do pulmão em pacientes suspeitos passam a ser consideradas suficientes para confirmar o vírus, no lugar dos exames de DNA.

De acordo com a comissão, a mudança representa a antecipação do tratamento para pacientes e uma uniformização com os procedimentos de classificação usados em outras províncias. A entidade acrescentou que fez a mudança “na medida em que a compreensão sobre a doença se aprofundou, e a medida que acumulamos experiência no diagnóstico e tratamento”.

ESTADÃO CONTEÚDO

 

NACIONAIS

O dólar, a doméstica e a Disney

“Empregada doméstica estava indo à Disney, uma festa danada”, diz Paulo Guedes

“Empregada doméstica estava indo à Disney, uma festa danada”, diz Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou ontem que o dólar mais baixo permitia empregadas domésticas irem à Disney, nos Estados Unidos. Ele acrescentou que a alta da moeda americana fará “todo mundo conhecer o Brasil”. E criou polêmica.

O dólar fechou em alta na quarta-feira, com o quarto recorde seguido, a R$ 4,35, impulsionado pela divulgação dos dados do varejo brasileiro e do maior otimismo do mercado em relação à contenção da epidemia do coronavírus na China.

“Não tem negócio de câmbio a R$ 1,80. Vou exportar menos, substituição de importações, turismo, todo mundo indo para a Disneylândia. Empregada doméstica indo pra Disneylândia, uma festa danada. Mas espera aí? Espera aí. Vai passear ali em Foz do Iguaçu, vai ali passear nas praias do Nordeste, está cheio de praia bonita. Vai para Cachoeiro do Itapemirim, vai conhecer onde o Roberto Carlos nasceu. Vai passear no Brasil, vai conhecer o Brasil, que está cheio de coisa bonita para ver”, declarou.

Emenda parlamentares

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), adiou para depois do carnaval a votação do veto do presidente Jair Bolsonaro a trechos da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que tratam da execução de emendas parlamentares ao Orçamento.

O adiamento ocorreu um dia após Alcolumbre ter anunciado que havia um acordo entre governo e Congresso para a derrubada de um dos vetos. O entendimento, contudo, não se concretizou no plenário. Senadores contrários ao acordo ameaçaram derrubar a sessão.

Para não inviabilizar a análise de outros vetos, Alcolumbre retirou os itens relativos à LDO da pauta e marcou uma reunião para a próxima semana para discutir o assunto.

Jornalista assassinado

Jornalista brasileiro é executado por pistoleiros na fronteira de MS com o Paraguai. — Foto: Facebook / Reprodução

Jornalista brasileiro é executado por pistoleiros na fronteira de MS com o Paraguai. — Foto: Facebook / Reprodução

jornalista brasileiro Léo Veras foi executado por pistoleiros na noite de ontem na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com Ponta Porã, cidade sul-mato-grossense a 342 km de Campo Grande. Ele foi atingido por 12 tiros.

Segundo a polícia, Léo estava jantando com a família no quintal de sua casa quando foi atacado por homens encapuzados.

O jornalista mantinha um site que produzia notícias sobre casos policiais em português e espanhol.

O Assunto

Covid-19, o que sabemos sobre a doença provocada pelo novo coronavírus. Renata Lo Prete entrevista o virologista Gúbio Soares Campos, coordenador do laboratório do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Bahia. Ele participou do desenvolvimento de um teste rápido para detectar o vírus. Gúbio explica a taxa de contágio, fala das perspectivas para uma vacina e dos riscos de a doença chegar ao Brasil. Ouça:

PIS / Pasep

 — Foto: Marcos Santos / USP Imagens

— Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Começa a ser pago hoje o abono salarial PIS do calendário 2019-2020, ano-base 2018, para os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em março e abril. Também será liberado o Pasep, que é pago para servidores com final da inscrição 6 e 7. O valor do abono varia de R$ 88 a R$ 1.045.

Expedição cancelada

A Secretaria Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde cancelou uma expedição para a aldeia Suruwahás, do Amazonas, um dos povos indígenas que tiveram contato apenas recentemente com sociedade brasileira. A decisão foi tomada pelo novo chefe da Sesai, Robson Santos da Silva, que assumiu o cargo ontem.

A expedição vinha sendo criticada por indigenistas porque tornou-se público que participariam integrantes Indígenas de uma organização missionária cristã próxima à ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, e também por falta de planejamento, respeito as normas legais e objetivos científicos. Leia no blog do Matheus Leitão.

Lamborghini submersa

Lamborghini Huracán, modelo 2015, que foi atingida por enchente em São Paulo — Foto: Marcelo Brandt / G1

Lamborghini Huracán, modelo 2015, que foi atingida por enchente em São Paulo — Foto: Marcelo Brandt / G1

Lamborghini Huracán que ficou submersa durante as enchentes em São Paulo foi rebocada por guincho da garagem onde estava. O superesportivo avaliado em R$ 1,6 milhão continuava no mesmo local desde o início da semana, na Vila Leopoldina, na Zona Oeste, quando foi atingida por alagamento após o dia mais chuvoso na cidade para um mês de fevereiro em 37 anos. Veja como o veículo ficou.

  • Após Doria extinguir estatal de planejamento, associações apontam falta de articulação da Grande SP para enchentes

Chuva no Rio

Guarda Municipal divulga plano para bloquear ruas do Rio durante chuvas fortes — Foto: Divulgação

Guarda Municipal divulga plano para bloquear ruas do Rio durante chuvas fortes — Foto: Divulgação

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro divulgou um plano de bloqueio de algumas vias da cidade durante as chuvas fortes. Veja como será.

Botão do pânico

Atriz Cristiane Machado foi a primeira mulher no RJ a receber botão do pânico — Foto: Jorge Soares / G1

Atriz Cristiane Machado foi a primeira mulher no RJ a receber botão do pânico — Foto: Jorge Soares / G1

Nove mulheres vítimas de violência doméstica no Rio de Janeiro ganharam a tecnologia como aliada contra novos ataques. Elas são as primeiras a receber o “botão do pânico”, aparelho semelhante a um pager, que alerta caso os agressores se aproximem além do permitido pelas medidas protetivas definidas pela Justiça. Veja o que elas pensam.

O “botão do pânico” começou a ser distribuído no segundo semestre de 2019 em uma iniciativa do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ). A ferramenta é conectada a uma tornozeleira eletrônica, usada pelo agressor. Em caso de aproximação, a central de monitoramento é acionada e entra em contato com a vítima e o agressor por telefone.

Carnaval 2020

Aprenda antes do carnaval a dançar a coreografia de 'Tudo OK'

Aprenda antes do carnaval a dançar a coreografia de ‘Tudo OK’

“Cabelo ok, marquinha ok. Sobrancelha ok, a unha tá ok”. E a coreografia, também está ok? Se não estiver, tudo bem! O G1 mostra o passo a passo da dança que acompanha “Tudo ok”, um dos hits que deve agitar esse carnaval.

Susto da rainha da Colorado do Brás

Muriel Quixaba, rainha de bateria da Colorado do Brás, posa nas ruas do bairro da escola, na região central da cidade — Foto: Divulgação

Muriel Quixaba, rainha de bateria da Colorado do Brás, posa nas ruas do bairro da escola, na região central da cidade — Foto: Divulgação

Muriel Quixaba, 35 anos, rainha da escola de samba Colorado do Brás, achou que ficaria de fora do carnaval quando caiu e bateu a cabeça em um acidente doméstico, apenas 15 dias antes do desfile. Ela teve de ser internada após ser resgatada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) porque não conseguia mover as pernas.

“Foi desesperador, eu perdi a sensibilidade das pernas e na hora já pensei que não fosse mais conseguir desfilar. Eu vou desfilar! Minha presença está confirmada. Inclusive no nosso último ensaio estarei lá”, disse Muriel ao G1.

Ana Paula Evangelista também levou um susto

Ana Paula Evagelista, musa da Unidos da Tijuca, se recupera de cirurgia no punho — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Ana Paula Evagelista, musa da Unidos da Tijuca, se recupera de cirurgia no punho — Foto: Marcos Serra Lima/G1

A menos de dez dias para o carnaval, Ana Paula Evangelista é pura ansiedade. A beldade, que mora em Londres, na Inglaterra, ainda está se recuperando de uma fratura no punho. Mas, segundo ela, até a Unidos da Tijuca entrar na Sapucaí, tudo vai estar 100% para o desfile de carnaval.

Carnaval em Pernambuco

Pretinha do Congo: conheça manifestação cultural natural de Goiana

Pretinha do Congo: conheça manifestação cultural natural de Goiana

Pretinha do Congo é uma manifestação cultural que nasceu na Paraíba e foi “cedida” a Pernambuco em 1930, passando a ser um movimento peculiar e exclusivo de Goiana, no Grande Recife. Nessa cidade, estão os dois grupos existentes, sendo um deles, a Nação Africana Pretinha do Congo, da praia de Carne de Vaca, no distrito de Tejucupapo, que completa 90 anos em 2020. Conheça.

Carnaval em Belo Horizonte

Bloco da Fofoca — Foto: Edgar Correa Kanaykõ/Bloco da Fofoca/Divulgação

Bloco da Fofoca — Foto: Edgar Correa Kanaykõ/Bloco da Fofoca/Divulgação

Blocos mineiros vão tocar marchinhas, axé, carimbo, forró, jazz e rock. Tendo a diversidade como uma de suas principais bandeiras, a folia mineira vai misturar ritmos.

E mais:

Carros

Impulsionada por locadoras, fatia de vendas diretas cresceu — Foto: G1 Carros

Impulsionada por locadoras, fatia de vendas diretas cresceu — Foto: G1 Carros

Impulsionadas por locadoras, vendas de carros para empresas são quase metade do total no ano. Modalidade inclui vendas de carros PCD, que também dispararam. Motoristas de aplicativos e revenda de usados movimentam os negócios das empresas de aluguel. Entenda.

Curtas e Rápidas:

Futebol

  • 21h30: Independiente x Fortaleza
  • 21h30: São Raimundo x Cruzeiro

Previsão do tempo

Saiba como fica o tempo na quinta-feira (13)

Saiba como fica o tempo na quinta-feira (13)

 Fonte: G1
Por Blog do BG

VÍDEO: Moro encara a oposição na Câmara

Sergio Moro participou hoje de uma audiência pública da comissão especial da Câmara que analisa a PEC da prisão em segunda instância.

A oposição tentou a todo tempo arrastar o ministro para outros temas, mas Sergio Moro não fugiu do debate – que terminou numa briga entre membros do PSL e PSOL.

O ANTAGONISTA

Comments

EDITORIAL FOLHA: “Uma campanha sórdida de difamação, repleta de alegorias sexistas e termos chulos”

A Folha de S. Paulo, em editorial, repudiou os ataques sofridos por uma de suas repórteres:

“Convocado a testemunhar na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito sobre um esquema fraudulento de disparos de mensagens pelo WhatsApp durante as eleições de 2018, Hans Nascimento, ex-funcionário de uma agência envolvida no escândalo, pôs-se a agredir a jornalista Patrícia Campos Mello, coautora da reportagem que, em dezembro daquele ano, revelou a trama nesta Folha.

Nascimento, que à época contribuiu com a apuração do jornal, pretendeu falsificar os fatos no depoimento prestado a congressistas. Mentiu ao afirmar que não entregou aos jornalistas informações sobre a fraude. Na verdade, repassou naquele período fotos, vídeos e dados, como foi sobejamente demonstrado em reportagem na mesma terça.

A patranha dita diante de parlamentares, criminosa por tratar-se de testemunho juramentado, tornou-se insulto quando o depoente acusou a repórter de ter oferecido sexo em troca de informações.

Desse pântano emergiu o segundo tartufo dessa lamentável passagem da vida nacional, cujo sobrenome, não por acaso, é Bolsonaro.

O deputado Eduardo, terceiro filho do presidente da República, entrou em cena para difundir e tentar emprestar credibilidade às ofensas da testemunha contra a jornalista.

Catalisou a rede de massacres de reputações do bolsonarismo, que por sua vez deslanchou uma campanha sórdida de difamação, repleta de alegorias sexistas e termos chulos, contra a repórter da Folha.

Nada parece casual nessa opereta grotesca. O depoimento falso da testemunha, as manifestações levianas do deputado e a saraivada de impropérios disparada pelas falanges governistas compõem um método de alvejar seja a imprensa profissional, seja o próprio regime das liberdades civis que a supõe (…).

O que falta é a responsabilização exemplar de quem agride a Carta e reincide em atos indecorosos. Até quando Eduardo Bolsonaro abusará da paciência republicana?”

O ANTAGONISTA

Comments

Flávio Bolsonaro pede que autoridades evitem cremação de Adriano, ‘brutalmente assassinado na Bahia’

No fim da manhã desta quarta-feira, o senador Flávio Bolsonaro recorreu às redes sociais para pedir às autoridades que evitem a cremação do corpo do ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais (Bope) Adriano Magalhães da Nóbrega. Em uma publicação no seu perfil do Twitter, o parlamentar afirmou ter recebido a denúncia de que “há pessoas acelerando a cremação de Adriano da Nóbrega para sumir com as evidências de que ele foi brutalmente assassinado na Bahia”. A família de Adriano pretendia cremá-lo na manhã desta quarta-feira, no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju, Zona Portuária do Rio. A cremação, no entanto, não foi autorizada pela Justiça do Rio.

Flavio Boslonaro fez publicação sobre morte de Adriano Foto: Divulgação/Twitter

mãe e a ex-mulher do ex-capitão do Bope, Raimunda Veras Magalhães e Danielle Mendonça da Costa, foram lotadas no gabinete de Flávio Bolsonaro quando era deputado estadual, em 2018. No mês passado, a família do miliciano foi acusada pelo MP de participar de um suposto esquema de rachadinha no gabinete do parlamentar, na Alerj. Segundo o pedido de busca e apreensão feito pelos promotores, as duas teriam transferido R$ 203 mil para Fabrício Queiroz, ex-assessor do filho do presidente.

Em 2003, Flávio Bolsonaro homenageou Adriano com uma moção de louvor e congratulações da Alerj. O texto da moção de número 2.650/2003 dizia que o ex-capitão do Bope, que na época era primeiro-tenente, seria homenageado “pelos inúmeros serviços prestados à sociedade”.

Um trecho da justificativa, assinada pelo então deputado Flávio Bolsonaro, dizia: “no decorrer de sua carreira, atuou direta e indiretamente em ações promotoras de segurança e tranquilidade para a sociedade, recebendo vários elogios curriculares consignados em seus assentamentos funcionais. Imbuído de espírito comunitário, o que sempre pautou sua vida profissional, atua no cumprimento do seu dever de policial militar no atendimento ao cidadão. É com sentimento de orgulho e satisfação que presto esta homenagem”.

O GLOBO

Comments

Grupo no Senado retoma pressão por prisão em segunda instância

Um grupo de senadores decidiu retomar a pressão pela votação do projeto de lei que abre caminho para a prisão imediata de condenados em segunda instância. O líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), começou a recolher assinaturas para um abaixo-assinado que pretende entregar ao presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), pedindo que o texto seja pautado independentemente da tramitação da proposta de emenda à Constituição (PEC) que trata do assunto na Câmara.

Até a tarde desta quarta-feira, o senador já havia recolhido 31 assinaturas para entregar a Alcolumbre. Ele não antecipou os nomes de quem já o apoiou. Olímpio pretende conseguir a adesão de pelo menos 41 dos 81 senadores.

— Nesse abaixo-assinado, estamos pedindo que o presidente do Senado que paute a votação da prisão em segunda instância. É a pauta mais importante que o Brasil quer hoje. Prisão em segunda instância já — diz Olímpio.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, em dezembro, projeto do senador Lasier Martins (Podemos-RS), que altera o Código de Processo Penal (CPP), permitindo que a pena de condenados em segunda instância seja imediatamente executada.

Em acordo com líderes, Davi Alcolumbre não pautou o projeto para o plenário. A decisão foi da preferência à PEC em tramitação na Câmara, que tem um rito mais demorado. A proposta está em uma comissão especial, em fase de audiências públicas.

O acordo entre Alcolumbre e os defensores da prisão em segunda instância foi o de aguardar a votação da Câmara até abril. Caso ela não ocorra, o presidente do Senado se comprometeu em pautar o texto dos senadores.

Para continuar lendo é só clicar aqui: https://oglobo.globo.com/brasil/grupo-no-senado-retoma-pressao-por-prisao-em-segunda-instancia-24245699

O GLOBO

Comments

Plano de Bolsonaro para Casa Civil consolida retomada de prestígio da ala militar

A ala militar da gestão Jair Bolsonaro consolidou a retomada do prestígio no governo com a decisão do presidente de convidar um general para substituir o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS) na chefia da Casa Civil.

A opção, por outro lado, gerou desconforto entre alguns membros da cúpula do Exército preocupados com o que consideram excessiva identificação com o governo.

A Folha antecipou o convite de Bolsonaro a ​Walter Souza Braga Netto, 62, que ocupa o segundo principal posto do Exército, a chefia do Estado-Maior. Após reunião com o comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, ele sinalizou que aceitará o cargo.

Como não houve um anúncio formal por parte do Palácio do Planalto, contudo, fica em aberto a possibilidade de alguma mudança de planos.

Braga Netto, que em 2018 passou dez meses como interventor federal na segurança pública do Rio de Janeiro, resistiu inicialmente ao convite de Bolsonaro. O Planalto, porém, trabalhava com a sinalização de que ele iria aceitá-lo.

Segundo oficiais-generais ouvidos pela Folha, houve um movimento discreto por sua permanência no cargo.

FOLHAPRESS

Comments

Flamengo vence Fluminense em jogo de cinco gols e Corinthians cai em Itaquera pela 4ª vez e é eliminado da Libertadores

A superioridade do Flamengo sobre seus rivais do Rio fez com que a máxima de que clássico não tem favorito caísse em desuso. Mas, vez ou outra, ela se faz presente. Nesta quarta-feira foi assim. Depois de um início arrasador do rubro-negro, o Fluminense não se deu por vencido e, por muito pouco, não surpreendeu. Mas a lógica prevaleceu. Com um 3 a 2 suado, o campeão brasileiro e da Libertadores vai decidir a Taça Guanabara, no dia 22. O adversário sairá da semifinal entre Boavista e Volta Redonda, que se enfrentam no domingo.

CORINTHIANS

O que deveria ser um trunfo para o Corinthians é, na verdade, um peso no que se refere à Copa Libertadores. Pela quarta vez desde que o Itaquerão foi inaugurado, em 2014, o clube paulista é eliminado do torneio continental jogando diante de sua torcida.

Nesta quarta-feira (12), a equipe do técnico Tiago Nunes até venceu o Guaraní (PAR) por 2 a 1, pela segunda fase eliminatória da competição, mas com a derrota por 1 a 0 na ida e o gol fora de casa anotado pelos paraguaios, viu sua arena se transformar novamente em cenário de glória alheia.

 

Bastidores da Pan: Marco Antonio Villa suspenso e Moura Brasil demitido

Mais uma vez a Jovem Pan volta aos noticiários por decisões tomadas em seus bastidores.

Segundo informações internas, Marco Antonio Villa foi suspenso da programação e corre o risco de uma nova demissão.

O que se sabe é que Villa ainda não foi comunicado de nada.

Vale lembrar que, após rápida passagem por uma rádio do Grupo Band (ficou apenas quatro meses), o comentarista voltou a integrar a equipe do “Jornal da Manhã” no dia 6 de janeiro.

De acordo com as mesmas fontes, Felipe Moura Brasil, diretor de jornalismo, também teria sido demitido nesta quarta-feira.

Consta ainda que críticas feitas ao governo de Jair Bolsonaro teriam provocado essas decisões.

Pessoas da emissora ouvidas por este espaço confirmam as informações. Mas Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho, Tutinha, consultado já há algum tempo pela coluna, não respondeu.

Na verdade, o ambiente na Pan já vinha tenso desde o último dia 7, conforme relatou o UOL. Na ocasião, os comentaristas Villa e Rodrigo Constantino tiveram uma discussão acalorada durante o “Jornal da Manhã”.

Na troca de acusações, Constantino disse que “até um papagaio repete datas”, ao criticar argumentos do colega, que retrucou dizendo que ali não “é o programa do Ratinho”.

Eles comentavam os planos de Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, de deportar brasileiros que entrarem de forma ilegal no país. Villa fez um longo comentário citando datas e fatos sobre nazismo e Segunda Guerra Mundial.

Em certo momento, Villa disse que iria terminar seu comentário por conta dos limites de tempo, e Constantino provocou: “Até por que se perdeu bastante no raciocínio, não tinha muito a ver com o que a gente estava debatendo em pauta”.

A partir daí, começou a discussão. “Memorizar datas não é fazer análise, até um papagaio repete datas”, disse Constantino. Villa perdeu a paciência: “Isso aqui não é o Programa do Ratinho. Eu me recuso a continuar. Me desculpem, eu esperava que a empresa tomasse uma atitude. Esse sujeito… Eu não vou continuar a dialogar com esse elemento, por que não é possível ter diálogo”.

UOL

 

LOCAIS

Guarda municipal assassinado integrava equipe de segurança de Álvaro Dias

O guarda municipal Carlos Antônio, assassinado com um tiro na cabeça quando tentava evitar um assalto nesta quarta-feira (12), no bairro da Ribeira, integrava a equipe de segurança do prefeito de Natal, Álvaro Dias. A informação foi confirmada pelo portal Grande Ponto junto à assessoria de imprensa da Prefeitura.

O guarda, no entanto, não estava de serviço no momento do crime. Ele aguardava a companheira e a filha serem atendidas no Centro Odontológico Morton Mariz, quando presenciou dois bandidos tentando roubar a arma de uma vigilante. O guarda reagiu e, na troca de tiros, foi atingido na cabeça e não resistiu.

Um dos bandidos também foi atingido e levado ao Pronto Socorro Clóvis Sarinho.

Fonte: Portal Grande Ponto

 

Em acordo com entidades de classes, Governo Fátima conclui proposta de Reforma da Previdência

Após nova reunião, na tarde desta quarta-feira (12), na Governadoria, a equipe econômica do Governo do RN firmou acordo com entidades representativas de servidores de carreira do Estado e concluiu o texto-final da proposta de Reforma da Previdência (Emenda à Constituição n° 6, de 2019), que será enviada à Assembleia Legislativa (ALERN). Após quase dois meses de diálogo e transparência, foram atendidas as reivindicações possíveis. Entre elas, a redução da maior alíquota, que caiu de 18% para 16%.

“A minuta final aprovada em acordo com diversas entidades e associações que mantiveram o diálogo com o Governo do Estado representa muitos avanços diante da proposta do Governo Federal. O texto é mitigado em diversos pontos, um dos principais é a alíquota que a reforma federal estabelece, de até 22%, e que nós conseguimos reduzir para 16%”, destacou o presidente do Instituto de Previdência Social (IPERN), Nereu Linhares.

O texto-final traz um impacto reduzido para os menores salários do funcionalismo público estadual e mantém a taxa de isenção para os inativos que recebem até R$ 2.500,00. “Este processo de negociação durou quase dois meses, o que é característica desse governo de diálogo e transparência, finalizado hoje. Conversamos pontos de cunhos individuais e gerais e amanhã enviaremos o projeto à Assembleia Legislativa”, disse o secretário de Estado de Tributação, Carlos Eduardo Xavier. “Iniciamos o processo dialogando com todas as categorias. No entanto, algumas entidades abandonaram as conversas, mas seguimos o processo de diálogo com as demais. Hoje, por exemplo, definimos questões importantes e conseguimos construir um texto que, comparando com outras reformas que estão sendo pelo país, atende o lado do estado e minimiza os impactos para o servidor público”, finalizou.

O principal objetivo da reforma da previdência é diminuir o aporte mensal que é transferido da conta única do tesouro estadual para pagamento de inativos e pensionistas, além de ser uma prerrogativa para que o Rio Grande do Norte possa ser beneficiado pelo Plano de Equilíbrio Financeiro (PEF) do Governo Federal.

Com a aprovação da proposta, o governo estima arrecadar inicialmente cerca de R$ 40 milhões, com relação ao déficit financeiro, caso a proposta seja aprovada nos moldes apresentados pelo Governo, e que este volume avance ao longo do tempo. Como explica o presidente do IPERN: “O impacto financeiro inicial é pequeno, entretanto, significa um grande avanço no déficit atuarial”.

“Foram negociadas as alíquotas e outros pontos bastante sensíveis como as regras de transição, que não constavam na emenda federal, a PEC 103, mas que conseguimos incluir aqui. Conseguimos construir uma proposta que é bem menos onerosa do que a aprovada pelo governo federal. Esse processo de negociação foi muito importante para que impactasse menos nos salários. Espero que essa postura seja repetida na Assembleia”, destacou Fernando Vasconcelos, presidente da Ampern – Associação do Ministério Público do RN.

“O que houve de positivo para todos: o consenso com relação às alíquotas acertadas, as regras de transição e a manutenção do abono de permanência daqueles que já recebem o benefício. Com esse diálogo, conseguimos minimizar o ônus que qualquer reforma traz”, resumiu Artur Cortez, juiz representante da Associação dos Magistrados do RN – Amarn.

Assinaram o termo de acordo com o Governo membros da Adepol, Amarn, Sindasp, Sindifern, Adpern, Aspern, Sindiperitos, Sinpol, Audicern e Audicon.

Comments

[VÍDEO]Fábio Faria pede desculpas por termos usados em críticas a senadores

Deputado Fábio Faria gravou um vídeo onde faz uma autocrítica e pede desculpas sobre termo usado em relação aos senadores, mas reconhece que a bancada federal do RN, na qual se inclui, não tem se destacado.

Segundo o parlamentar, que está no seu quarto mandato e é terceiro-secretário da Câmara dos Deputados, a inexperiência dos primeiros anos de Congresso Nacional dificultam a atuação, especialmente no acesso à liberação de recursos. E faz uma crítica à sua própria atuação ao afirmar que nos últimos 2 anos, conseguiu liberar 10 vezes mais emendas do que os 10 anos anteriores.

Sobre o senador Styvenson, Faria afirma que não o criticou, diferentemente do que tentam apontar. Apenas disse que ele estava no lugar certo na hora certa, que passou um cavalo selado e ele subiu.

Fonte: Blog do BG

 

Empresário procurado por crime tributário é preso pela PRF na Grande Natal

Homem foi preso nesta quarta-feira (12), em São José de Mipibu

13/02/2020 às 06:50

PRF

Carro que o empresário conduzia

Um empresário potiguar, procurado por crime tributário, foi preso nesta quarta-feira (12), durante uma fiscalização de rotina da Polícia Rodoviária Federal, na cidade de São José de Mipibu, na Grande Natal.

O homem estava em uma BMW, quando foi abordado pela PRF. Ao verificarem em seu sistema, os policiais encontraram um mandado em aberto contra o dono do veículo.

O empresário é procurado por crime tributário, que consiste emomitir informação, ou prestar declaração falsa às autoridades fazendárias e prevê pena de prisão, de dois a cinco anos, e multa.

Fonte: Agora RN

 

Seminário Internacional

Boas práticas de urbanismo para modernizar Natal

Evento promovido pelo Grupo Agora RN trouxe até Natal, com palestras ocorridas no Hotel Barreira Roxa, nomes importantes da arquitetura e urbanismo no Brasil e em Portugal; conferência atraiu representantes do poder público e da sociedade civil

13/02/2020 às 05:05

José Aldenir/Agora RN

Com a discussão sobre a atualização do Plano de Diretor, previsto para ser apreciado na Câmara Municipal ainda este ano, o Seminário Internacional Agora Natal trouxe contribuições para confecção do texto

O Seminário Internacional Agora RN aconteceu na tarde desta quarta-feira (12) no Hotel Barreira Roxa, na Via Costeira. Promovido pelo Grupo de Comunicação Agora RN, o evento discutiu boas práticas de urbanismo e sugestões para a Revisão do Plano Diretor.

Segundo o diretor-geral do Grupo Agora RN, Alex Viana, o seminário foi um sucesso, pois trouxe representantes do poder público do Rio Grande do Norte, de outros locais do Nordeste, além de diversos representantes da sociedade civil organizada.

“A iniciativa se deve à preocupação do Agora RN com as atividades voltadas para coletividade. Natal requer planejamento urbano para o desenvolvimento e melhoria urbana. Os palestrantes trazido são três referências em experiências de urbanísticas. As sugestões discutidas podem servir de inspiração para a Revisão do Plano Diretor de Natal”, disse.

A palestra inicial foi do arquiteto Gustavo Rocha, Superintendente de Infraestrutura do Porto Digital do Recife. Ele falou sobre a construção do parque tecnológico localizado no terminal portuário da capital pernambucana. Após 20 anos de atividades, o parque tecnológico tem 339 empresas e faturou, em 2019, R$ 2,35 bilhões.

A segunda palestrante foi da arquiteta Maria Cristina Trovão Santana, Coordenadora de Uso do Solo do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC). Ela falou sobre as ações públicas para elaborar os eixos de mobilidade da capital paranaense.

A última palestra foi do arquiteto português Manuel Salgado, que atualmente presidente da Sociedade de Reabilitação Urbana de Lisboa (SRU). O profissional trouxe as soluções promovidas para o Rio Tejo, na capital portuguesa, que foram responsáveis por melhorias urbanísticas da capital portuguesa.

O evento teve o patrocínio da Federação do Comércio do RN (Fecomércio), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Hotéis Aram, Bello Mare Hotel e Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern). A organização ficou por conta da Pypa Urbanismo e Desenvolvimento Imobiliário.

Toda a programação do seminário Agora Natal foi transmitida pela Rádio Agora FM (97,9). Quem não acompanhou ao vivo pode assistir às palestras na página do Agora RN no YouTube e no Facebook.

Seminário Internacional lotou o auditório do Hotel Barreira Roxa, na Via Costeira. Foto: José Aldenir/Agora RNFonte:

Agora RN

Cidades do futuro

Manuel Salgado e a inspiração trazida do Velho Continente para modernizar Natal

Arquiteto português Manuel Salgado disse durante o Seminário Internacional Agora Natal que as cidades não precisam apenas expandir às custas de lançamentos imobiliários, mas recuperar áreas maduras, atraindo o adensamento crescente

13/02/2020 às 04:30

VIC Properties
Região portuária de Lisboa, em Portugal, passou por diversas ações de remodelagem urbanística, mas, como ponderou o arquiteto Manuel Salgadas, todas as mudanças passaram pelo crivo da população lisboeta

Para qualquer cidade cuja Revisão do Plano Diretor esteja em curso, o arquiteto português Manuel Salgado, atual presidente da Sociedade de Reabilitação Urbana de Lisboa (SRU), tem um conselho precioso: saber qual será o papel da cidade no futuro.

Nesta quarta-feira (12), durante o Seminário Internacional Agora Natal, coube a Salgado encerrar as palestras do evento, falando sobre as mudanças dramáticas vividas pela capital portuguesa do ponto de vista social e urbanístico.

Entre as inúmeras conclusões, é que as cidades não precisam apenas expandir às custas de lançamentos imobiliários, mas recuperar áreas maduras, atraindo populações num processo de adensamento crescente, onde áreas venham a ser requalificadas a partir da mistura de funções como a residencial e comercial.

Um dos programas mais bem sucedidos da capital portuguesa foi a implantação de uma praça em cada um dos 150 bairros da cidade de Lisboa.
Nesse caso, Salgado explica que a participação dos moradores de cada localidade foi fundamental, pois foi a partir de reuniões com eles que se definiu a vocação de cada espaço vazio.

Durante a fase de debates com o público, que se seguiram às palestras, Manuel Salgado sugeriu que apesar de contar com o apoio de governos, as mudanças na ocupação de espaço nas cidades também seguir caminhos espontâneos, mediante os quais as comunidades devem propor livremente o que desejam e os administradores devem ter a sensibilidade de pôr no papel e na prática algumas dessas tendências.

Por fim, Salgado disse que uma nova “carta estratégica” – é assim que se chama em Portugal – está sendo preparada para redirecionar os rumos do crescimento urbano lisboeta.

Um dos pontos tocados pelo palestrante que mais chamaram a atenção referiu-se a proatividade que todo o gestor público deve ter no processo de ocupação do solo urbano.

“Não basta que ele seja apenas um cumpridor de normas; ele deve ter a sensibilidade para unir interesses para criar investimentos nos locais onde esse interesse maior”, lembrou.

Manuel Salgado sugeriu também uma linha de incentivos por parte do poder público para que pessoas venham adensar áreas, por meio de tributos mais baratos, o que sempre é importante na hora em que se deseja expandir economicamente uma região.

Na essência, o urbanista português resumiu boa parte de seus pontos de vista à uma máxima: “É mais fácil e barato intervir nos espaços públicos do que construir edifícios”.

Outra questão levantada por ele: é oferecer estacionamentos nas áreas não bem servidas de transporte público, usando a lógica inversa nas regiões o0nde o contrário aconteça. E, principalmente, facilitar os processos de licenciamento, o que já é uma tendência no mundo.

O Seminário Internacional Agora Natal foi promovido pelo Grupo de Comunicação Agora RN. As palestras aconteceram no Hotel Barreira Roxa, na Via Costeira, nesta quarta-feira (12).

Manuel Salgado. Foto: José Aldenir/Agora RN

Fonte: Agora RN

Deixe uma resposta