PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

Por G1

 

STF retoma julgamento sobre venda de estatais sem aval do Congresso. Entre as propostas do governo para mudar as leis de trânsito, está a que acaba com exame que detecta drogas em motoristas profissionais; entenda. Chile vai reforçar alertas na área onde duas crianças brasileiras morreram. No Reino Unido, Trump e a rainha Elizabeth celebram os 75 anos do Dia D da 2ª Guerra.

INTERNACIONAIS

Chile

Local onde ocorreu o deslizamento que matou duas crianças brasileiras no Chile — Foto: Arquivo pessoal

Local onde ocorreu o deslizamento que matou duas crianças brasileiras no Chile — Foto: Arquivo pessoal

Em comunicado enviado ao G1, o Serviço Nacional de Turismo do Chile (Sernatur) disse que convocou reunião com os responsáveis pelo parque para discutir maneiras de evitar novos acidentes.

Trump no Reino Unido

Boneco que representa o presidente dos EUA, Donald Trump, é carregada por manifestantes em Londres — Foto: Tolga Akmen / AFP Photo

Boneco que representa o presidente dos EUA, Donald Trump, é carregada por manifestantes em Londres — Foto: Tolga Akmen / AFP Photo

Em visita ao Reino Unido, o presidente dos Estados Unidos, Donald TRUMP, irá hoje ao evento comemorativo dos 75 anos do Dia D, em Portsmouth, com a rainha Elizabeth e o príncipe Charles. Ontem, manifestantes foram às ruas de Londres para protestar contra a visita oficial do norte-americano. Eles se concentraram na Trafalgar Square e próximo ao Parlamento.

NACIONAIS

Venda de estatais

Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) — Foto: Carlos Moura / STF

Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) — Foto: Carlos Moura / STF

julgamento começou na semana passada com a argumentação de advogados, da Advocacia-Geral da União e da Procuradoria Geral da República (leia detalhes mais abaixo). Nesta quarta-feira, a previsão é que os votos dos ministros sejam apresentados.

Durante o julgamento, os ministros deverão definir ainda a diretriz a ser seguida pela administração pública na venda de estatais, e o entendimento deverá servir como regra.

CNH

Presidente Jair Bolsonaro entrega projeto com mudanças nas regras da CNH

Presidente Jair Bolsonaro entrega projeto com mudanças nas regras da CNH

projeto de lei entregue na Câmara dos Deputados pelo presidente Jair Bolsonaro ontem propõe que motoristas de caminhões e ônibus (das categorias C, D e E) não sejam mais obrigados a fazer exame toxicológico ao renovar a Carteira Nacional de Habilitação, a CNH.

O projeto ainda precisa ser aprovado por deputados e senadores para entrar em vigor.

Atualmente, cada vez que vão renovar a CNH, estes motoristas profissionais devem realizar um exame para detectar consumo de substâncias psicoativas que comprometam a capacidade de direção.

Decreto sobre armas

Está na pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado projetos que sustam o decreto do presidente Jair Bolsonaro sobre aquisição, cadastro, registro, posse, porte e comercialização de armas de fogo e de munição e sobre o Sistema Nacional de Armas e o Sistema Nacional de Gerenciamento Militar de Armas. O relator Marcos do Val (Cidadania-ES) apresentou parecer favorável ao decreto presidencial, mas a comissão pode analisar pareceres favoráveis à sustação do decreto.

Também está na pauta da CCJ do Senado:

  • Turno suplementar do projeto que criminaliza discriminação ou preconceito de orientação sexual e/ou identidade de gênero
  • PEC que estabelece o voto aberto na eleição das mesas no Congresso

Regra de ouro

A Comissão Mista de Orçamento vota hoje o projeto de lei do Congresso Nacional que abre crédito suplementar de R$ 248,9 bilhões – a serem obtidos com a emissão de títulos do Tesouro. É, na prática, uma autorização para que o governo possa descumprir a “regra de ouro”. Previsto no texto constitucional, o mecanismo impede que o governo contraia dívidas para cobrir despesas correntes, como salários e benefícios de aposentadoria. O governo precisa do aval dos parlamentares para que não incorra em crime de responsabilidade.

João de Deus

STJ determina que João de Deus tem que voltar para a prisão

STJ determina que João de Deus tem que voltar para a prisão

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que o médium João de Deus retorne à cadeia. Ele é réu por crimes sexuais, posse ilegal de armas e falsidade ideológica, e foi denunciado também por estupro de vulnerável. João de Deus está internado em hospital neurológico desde março.

Romário

Romário aguarda em acostamento na Barra após acidente — Foto: Reprodução / Twitter

Romário aguarda em acostamento na Barra após acidente — Foto: Reprodução / Twitter

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou à Justiça o senador Romário de Souza Faria por tentar enganar autoridades que apuraram o acidente de carro em que ele se envolveu, em dezembro de 2017. No documento obtido pelo G1, o promotor Márcio Almeida Ribeiro da Silva afirmou que o ex-jogador “inovou artificiosamente” na ocorrência.

Na ocasião, o carro em que estava o ex-jogador atingiu e feriu um motociclista na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, quando ele voltava de uma partida de futebol com amigos. Romário estava com a carteira nacional de habilitação suspensa, ou seja, não poderia estar dirigindo o veículo.

A assessoria do senador informou que Romário só está respondendo sobre o caso à Justiça.

Mega-Sena

 — Foto: Marcelo Brandt / G1

— Foto: Marcelo Brandt / G1

O concurso 2.157 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 63 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) em São Paulo (SP).

Virada de mesa no carnaval do Rio

Primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da Imperatriz Leopoldinense — Foto: Fabio Tito / G1

Primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da Imperatriz Leopoldinense — Foto: Fabio Tito / G1

Não é a primeira vez que a Imperatriz Leopoldinense conseguiu permanecer no Grupo Especial do carnaval carioca depois de ficar nas últimas colocações na disputa. A escola de samba já foi beneficiada com ‘virada de mesa’, em 1988. Desde a criação da Liesa, em 1984, ‘viradas de mesa’ já ocorreram seis vezes. Resultados do campeonato foram ignorados por três anos seguidos: 2017, 2018 e 2019. Veja outras decisões polêmicas do carnaval do Rio.

Fonte: G1

Por Blog do BG

Ministério Público do Rio denuncia Romário por atropelar motociclista na Barra

O Ministério Público do Estado do Rio (MP-RJ) denunciou o senador Romário(Pode-RJ) por ter adulterado a cena de um acidente de trânsitoem que houve um ferido, crime previsto no Código de Trânsito Brasileiro. O parlamentar, segundo a acusação, avançou um sinal e atropelou um motociclista na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, mas a culpa foi assumida por Marcelo Wagner, amigo e assessor parlamentar do senador.

O acidente aconteceu em dezembro de 2017 — Romário estava com a carteira de habilitação suspensa na ocasião. Na semana que vem, haverá uma audiência no IX Juizado Especial Criminal do Rio e, caso a denúncia seja aceita, o senador vai se tornar réu no caso. Para não ser processado também por lesão corporal culposa, Romário firmou um acordo com a vítima, Ernesto Cavalcante, que vai receber R$ 50 mil.

De acordo com a denúncia, Romário aguardava o motociclista ser socorrido quando Marcelo Wagner apareceu no local, antes de a Polícia Militar chegar para registrar a ocorrência. O assessor, conhecido como Marcelo Tocão, disse aos policiais que estava dirigindo o carro no momento do acidente, o que foi confirmado pelo senador. Lotado no gabinete que Romário mantém no Rio, o auxiliar recebe R$ 22,9 mil mensais, em valores brutos, e é companhia frequente do senador — a viagem mais recente foi na Páscoa, para Cancún, no México.

A versão, no entanto, foi desmentida posteriormente por uma testemunha que presenciou a cena. Em depoimentos prestados à Polícia Civil e ao Ministério Público, ela sustentou que o motorista era Romário. A denúncia, assinada pelo promotor Márcio Almeida Ribeiro da Silva, afirma que “ambos (o senador e o assessor) dissimularam a dinâmica do acidente”. Ainda segundo a peça, “o denunciado (Romário) cometeu o crime para facilitar ou assegurar a impunidade de outro crime”.

A lei prevê detenção de seis meses a um ano, ou multa, para quem “inovar artificiosamente, em caso de acidente automobilístico com vítima, na pendência do respectivo procedimento policial preparatório, inquérito policial ou processo penal, o estado de lugar, de coisa ou de pessoa, a fim de induzir a erro o agente policial, o perito, ou juiz”.

Em setembro do ano passado, durante a campanha em que Romário concorreu ao governo do Rio, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), chegou a suspender o andamento do caso. Ele determinou que os autos fossem enviados à Corte, para que fosse definido em qual instância o procedimento deveria prosseguir — a defesa de Romário defendeu, à época, que a tramitação acontecesse no STF, em função do foro privilegiado do senador. Em novembro, Lewandowski devolveu o inquérito para o Tribunal de Justiça do Rio, argumentando que o fato não tinha relação com o mandato do senador.

O GLOBO

Comments

Guedes diz que governo vai ‘travar concursos’ para desinchar a máquina pública: “já tem muita gente”

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo vai desacelerar concursos para desinchar a máquina pública. Segundo o ministro, nos próximos cinco anos, 40% dos servidores se aposentarão e, ao reduzir as contratações, o número de servidores vai cair, sem necessidade de demissões. “A União tem que dar um tempo agora em contratações, já tem muita gente”, afirmou em audiência pública na Comissão de Finanças de Tributação (CFT) da Câmara.

No dia 22 de maio, Guedes já havia sinalizado a paralisação nas contratações de novos servidores. Durante palestra em Brasília, ele chegou a chamar parte do funcionalismo de “superburocratas”. “Vamos travar os concursos. Vamos ter uma classe burocrática com mais qualidade e menos gente”, completou.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) passou rapidamente na comissão para cumprimentar Guedes e os deputados.

ESTADÃO CONTEÚDO

Comments

Bolsonaro assina decreto e torna sal do RN de interesse social

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) assinou nesta terça-feira (04) o decreto que declara de interesse social a atividade de produção do sal marinho dos municípios de Mossoró, Macau, Areia Branca, Grossos, Pendências, Areia Branca Guamaré e Galinhos no Rio Grande do Norte.

A cerimônia conta com a participação da bancada federal potiguar, de vários políticos do estado e empresários do sal. Essa era uma demanda antiga da indústria salineira e da classe política.

Agora, o setor ganha maior proteção jurídica, com possibilidade de fomento gradual de emprego, renda e tributos.

“Agradecemos ao Presidente da República, Jair Bolsonaro, que rapidamente assinou o decreto que salva a atividade salineira do RN atendendo apelo de toda bancada. O sal Potiguar foi reconhecido como bem de interesse social! Estado produz 95% do sal no Brasil, é fonte de exportação e emprega 70 mil pessoas”, destacou o deputado federal Fábio Faria (PSD/RN).

Comments

Presidente Jair Bolsonaro anuncia instalação de escola militar em Natal ainda em 2019

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira, 4, em Brasília, a instalação de um colégio militar em Natal. Ainda em 2019, segundo ele, a capital do Rio Grande do Norte será uma das três cidades brasileiras contempladas com a nova estrutura de ensino.

O anúncio da unidade militar ocorreu durante a assinatura da declaração de interesse social da atividade em salinas em oito municípios potiguares (Mossoró, Macau, Areia Branca, Grossos, Pendências, Areia Branca, Guamaré e Galinhos). As áreas são destinadas à produção do sal marinho.

“Estive conversando com o ministro da Defesa [ Fernando Azevedo e Silva]. Decidimos ultimar o colégio militar em três capitais brasileira, e uma delas será Natal”, disse Bolsonaro. No entanto, o presidente não delimitou prazos para início da operação da nova unidade escolar.

Segundo o Ministério da Defesa, o Brasil tem hoje 13 as escolas militares. São aproximadamente 13 mil alunos do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do médio. O sistema de ingresso é aberto para familiares de militares e há, ainda, seleção de vagas para a população em geral.

O desempenho dos alunos das escolas ligadas ao Exército, entre do 6º ao 9º ano do fundamental, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é de 6,5. A nota é quase o dobro da média para os alunos da rede pública estadual do Rio Grande do Norte, que obtiveram média 3,3 na mesma avaliação.

No último dia 6 de maio, o presidente já havia anunciado o planejamento para construir escolas militares em todas as capitais do Brasil. A primeira a ser construída, de acordo com o presidente, será em São Paulo (SP).

AGORA RN

Comments

LOCAIS

Governo do Estado vai fechar Hospital Ruy Pereira

Por Yuno Silva / TRIBUNA DO NORTE

O Hospital Estadual Ruy Pereira dos Santos, referência no Rio Grande do Norte em cirurgias vasculares e principal destino de pessoas em tratamento para problemas como o “pé diabético”, com 80 leitos clínicos de enfermaria e 10 leitos de UTI, vai encerrar as atividades no próximo dia 31 de agosto. O hospital tem quase a metade dos leitos de enfermaria do Walfredo Gurgel, maior unidade hospitalar do Estado, com 182 vagas.

Através de nota oficial distribuída por sua assessoria de imprensa, a Secretaria Estadual de Saúde afirma que a proposta “é distribuir os leitos existentes em outros hospitais da rede estadual de saúde”, como Hospital Giselda Trigueiro na zona Oeste de Natal, Hospital José Pedro Bezerra (zona Norte) e anexo do Hospital João Machado no bairro de Lagoa Nova, embora não detalhe como será a redistribuição e nem mesmo se já há autorização do Ministério da Saúde para este remanejamento.

O Hospital Ruy Pereira, que foi inaugurado em outubro de 2010 e funciona no prédio do antigo Itorn no bairro de Petrópolis, possui um centro cirúrgico com três salas; o ambulatório especializado atende 20 pessoas em média por dia; admite a internação de cerca de 100 a 120 pacientes por mês; e em maio registrou 209 procedimentos cirúrgicos realizados em maio. O Estado paga R$ 200 mil mensais de aluguel pelo uso do imóvel, cujo contrato vence no fim do mês de agosto.

Ainda conforme a nota da Sesap, os hospitais listados “deverão absorver a demanda de clínica vascular, ou seja, pacientes com complicações clínicas a serem sanadas antes do procedimento cirúrgico; além de atender os pacientes que necessitam concluir o tratamento pós-operatório com o uso de antibiótico em ambiente hospitalar”.

Segundo a Secretaria, “desde o início do ano” a pasta vem realizando estudos para “o reordenamento do fluxo de atendimento aos pacientes vasculares de forma regionalizada e qualificada, mantendo a quantidade de procedimentos realizados e garantindo os leitos de retaguarda clínica”.

Porém, ainda não é possível dimensionar o tamanho do impacto no Sistema Único de Saúde (SUS). A promotoria de Defesa da Saúde do Ministério Público do RN, que deverá avaliar esse impacto, não foi informada previamente sobre a decisão da Sesap em desativar o Ruy Pereira. Para efeito comparativo, o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, a maior e mais importante unidade hospitalar do RN, possui 182 leitos de enfermaria e 45 leitos de UTI.

A titular da 47ª Promotoria de Justiça (de Defesa da Saúde), Iara Pinheiro de Albuquerque, adiantou que o fechamento da unidade será tema de pauta durante audiência judicial entre Sesap e o MPRN agendada para essa próxima sexta-feira (7). A promotora lembrou que a audiência foi “requerida há cerca de um mês” dentro de uma ação que trata de deficiências na assistência cirúrgica vascular: “Na época ainda não havia essa informação sobre a desativação do Hospital Ruy Pereira”, assegurou.

CLICK AQUI PARA CONTINUAR LENDO: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/hospital-com-80-leitos-sera-fechado/450099

Fonte: Blog do BG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0