PREFEITURA DE NATAL DECRETOU SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA DEVIDO AUMENTOS NOS CASOS DE DENGUE, ZICA E CHIKUNGUNYA

Arboviroses: Natal decreta estado de calamidade devido aumento de casos das doenças

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Unsplash

A Prefeitura do Natal decretou situação de emergência na cidade devido o aumento  dos casos notificados de dengue, chikungunya e zika na cidade. O decreto, publicado na noite desta terça-feira (17), em uma edição extra do Diário Oficial do Município, tem validade de 90 dias, com o período podendo ser prorrogado.

De acordo com o documento, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e os demais órgãos da Administração Pública Municipal, no âmbito de suas atribuições, deverão adotar todas as medidas que se fizerem necessárias ao restabelecimento da situação de normalidade.

Segundo o Departamento de Vigilância em Saúde da SMS Natal, o número de casos notificados para as doenças apresentaram um aumento exponencial por semanas consecutivas. Além disso, áreas com grande concentração de casos suspeitos surgiram, principalmente nas regiões Sul, Norte e Oeste da cidade.

No período que compreende os meses entre janeiro e abril de 2022, Natal teve um aumento de 1.566% nos casos de dengue, quando comparado ao mesmo período do ano passado. Foram 2.966 casos registrados neste ano no período, contra 192 em 2021.

A capital potiguar também apresentou crescimento das outras arboviroses nos primeiros quatro meses do ano. Em 2022, foram 176 casos de chikungunya contra 39 do ano passado, já a zika foi confirmada em 13 pacientes, enquanto no ano anterior foram 9 casos.

Deixe uma resposta