Caro(a) leitor(a),

Eu gosto muito do ditado que diz: “Quem tem telhado de vidro não pode jogar pedro no telhado alheio”. Esse ditado cai bem demais sobre o comportamento dos esquerdopatas, pois invariavelmente eles possuem telhado de vidro, mas não param de jogar pedra no telhado do vizinho. É impressionante a hipocrisia, que chega a beirar a insanidade mental. O americano cara de pau Verdivaldo não é diferente. O defensor das minorias, dos trabalhadores, dos mais fracos e da verdade é tão promiscuo e criminoso quanto os seus pares. Em uma pequena fuçada investigativa se descobriu que ele foi condenado pela justiça trabalhista a pagar uma indenização a família de um ex-caseiro, já morto. Se fuçar mais com certeza vai vir a tona outras delinquências desse dublê de jornalista. É como diz outro velho ditado: “Quem entra na chuva é pra se molhar”!

Glenn Greenwald foi processado por não respeitar direitos trabalhistas de um empregado

Redação

Publicado  em 23.07.2019

Por  

 

Adriano Machado | Reuters

 

Alvo de uma ação trabalhista, o jornalista norte-americano Glenn Greenwald, casado com o deputado federal David Miranda (PSL-RJ), fez um acordo com a família de um caseiro, hoje falecido, pelo qual pagará R$ 21.600,00 de indenização, parcelados em oito vezes.

O trabalhador tinha filhos de menor idade, faleceu em 2017 e a família entrou na justiça após o caseiro trabalhar por seis anos e seis meses na casa de Glenn Greenwald no Rio de Janeiro sem receber os seus direitos trabalhistas. O processo correu no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região.

De esquerda, Glenn Greenwald e David Miranda costumam denunciar ataques aos direitos dos trabalhadores.

Fonte: Conexão Política

Deixe uma resposta