PONTO DE VISTA: A TIRANIA DO CABEÇA DE OVO JÁ PASSOU DE TODOS OS LIMITES

Caro(a) leitor(a),

Como é que esse cabeça de ovo pode falar em democracia?

Como é que esse cabeça de ovo, bundão pode falar em constitucionalidade, quando ele próprio, a cada canetada que dá rasga mais uma vez a Constituição a qual esse incompetente jurou defender?

Ter um ministro como esse bundão no nosso STF é simplesmente vergonhoso, vexatório e humilhante para todos os cidadãos brasileiros. Nós não merecemos isso, o Brasil não merece esse insulto e muito menos aqueles que estão sendo perseguidos pela tirania desse imbecil que brinca de ministro do Supremo Tribunal Federal.

O jornalista Gonçalo Mendes Neto, autor do artigo a seguir, tão indignado quanto eu exige uma explicação técnica e lógica deste dublê de juíz. Por isso, venho até você, meu(minha) caro(a) leitor(a) pedir seu engajamento nesta indignação coletiva e nos ajudar a divulgar, denunciar e requerer o impeachment desse excremento humano. Então envie essa publicação para o máximo de pessoas que puder!

A deprimente e inadmissível situação como Eustáquio foi devolvido para a sua família: na cadeira de rodas e “mudo”

Foto reproduçãoFoto reprodução

Oswaldo Eustáquio já está em casa.

Foi devolvido para a sua família e ninguém sabe até o momento por qual motivo foi mantido preso e, pasmem, continua preso e sob vigilância, em prisão domiciliar.

A Polícia Federal enviou ao ministro Alexandre de Moraes, responsável pela prisão do jornalista, um relatório informando que, ao término de dezenas de diligências realizadas, não encontrou elementos suficientes para indiciar pessoas pela realização ou financiamento dos tais atos antidemocráticos.

Na prisão, Eustáquio perdeu o movimento das pernas.

A responsabilidade é do Estado, que exerceu toda a sua tirania sobre esse homem.

A decisão que deu a possibilidade de Eustáquio sair detrás das grades, para cumprir a prisão em casa é de absolutamente tirânica e absurda.

Eis o item “3” do despacho de Alexandre de Moraes:

Imagem em destaque

Esse caso não pode ficar assim e nem cair na vala do esquecimento.

Um homem sem qualquer acusação saiu caminhando de sua casa e foi devolvido em uma cadeira de rodas e “mudo”.

Oswaldo Eustáquio é hoje, possivelmente, um homem mais vigiado do que qualquer bandido no Brasil.

Sem condenação. Sem acusação ou crime.

Até quando vamos ver isso?

Porque Eustáquio não pode falar?

Moraes precisa se explicar…

Gonçalo Mendes Neto. Jornalista.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Deixe uma resposta