POESIA: VOZ AO VERBO 149 – PACIÊNCIA, POR ALLAN DIAS CASTRO
Allan Dias Castro, como nasce um poema

Na coluna POESIA desta terça-feira o grande poeta brasileiro Allan Dias Castro vai deixar um belo e reflexivo recado para você pensar, que fala sobre desentalar o quase da garganta, através do Voz ao verbo 149 – Paciência e lhe convida a recomeçar sempre que precisar. Então, convido você a assistir o vídeo completo a seguir!

Fonte:

Deixe uma resposta