POESIA: AS APARÊNCIAS ENGANAM, POR BRÁULIO BESSA

Terça-feira é dia de POESIA no Blog do Saber e na medida do possível vamos trazendo as novidades do magnânimo Bráulio Bessa, que tem reduzido muito a sua produção artística. Hoje trouxemos para você “As aparências enganam” de sua autoria e abaixo o reprodução do texto dessa belíssima poesia. Leia, ouça, curta e viaje!

Cada pessoa dá aquilo que tem pra dar… Vez por outra nos deixamos levar por alguém que parece uma “joia rara” quando na verdade é só uma “bijuteria”! “Quem tem o mel dá o mel, quem tem o fel dá o fel e quem nada tem, nada dá.” Refletindo sobre isso, Bráulio Bessa fez este poema, pois de fato as aparências enganam e a gente precisa olhar para dentro das pessoas para ver o que elas realmente tem para oferecer. Ouça e perceba a riqueza que estas palavras trazem para nossa vida e a verdade que nunca pode ser esquecida! “Bráulio Bessa”.

Fonte:

Relacionamento Perfeito

Deixe uma resposta