PESQUISA DO DIEESE APONTA NATAL COMO A CAPITAL QUE TEVE MAIOR ALTA PERCENTUAL NO PREÇO DA CESTA BÁSICA ENTRE AS CAPITAIS

Por g1 RN

 

Custo de cesta básica aumentou em Natal — Foto: Caíque Rodrigues/g1 RRCusto de cesta básica aumentou em Natal — Foto: Caíque Rodrigues/g1 RR

Natal teve a maior alta percentual no preço da cesta básica nos 12 últimos meses entre as capitais do Brasil. É o que aponta a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos divulgada nesta quarta-feira (9) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Entre janeiro de 2021 e janeiro de 2022, a capital potiguar teve uma alta acumulada de 21,2%. O preço subiu de R$ 434,23 para custar R$ 551,06.

Outros aumentos expressivos nos últimos 12 meses foram de Recife (14,52%), João Pessoa (14,15%) e Campo Grande (14,08%).

Apenas no mês de janeiro deste ano, o crescimento foi de 4% no valor da cesta básica em Natal.

Segundo o Dieese, das 17 capitais pesquisadas, apenas Porto Alegre apresentou queda no início de 2022.

Apesar do maior crescimento em 12 meses, o preço da cesta básica em Natal (R$ 551,06) é a quinta menor entre as capitais pesquisadas. Atrás estão Recife (R$ 543,10), Salvador (R$ 540,01), João Pessoa (R$ 538,65) e Aracaju (R$ 507,82).

O valor mais alto é em São Paulo, cidade na qual a cesta básica custa em média R$ 713,86.

Deixe uma resposta