Caro(a) leitor(a),

Gostaria muito de saber quem está certo e quem está errado, o Brasil ou o Chile?

Esta resposta talvez você a tenha depois de ler o texto abaixo. Talvez você possa discernir qual das duas economias vai melhor. O Chile já fez a sua reforma da previdência. E advinha quem ajudou? Entenda como funciona lá. E depois tire suas conclusões!

Eu, particularmente acho que não tem comparação. O chile vive dias muito melhores do que o Brasil atualmente.

*Visão econômica do Chile:*

– Salário mínimo de U$ 300,00;

– Previdência por capitalização, aprovada por maioria da população;

– Quanto mais vc contribui, mais você recebe;

– Contribuição de 35 anos, homens 65 anos e mulher 60 anos;

– Aposentadoria mínima de 1 salário;

– Pessoa física não paga IR;

– Imposto único chama IVA para PJ de 19%;

– Só existem 4 estatais;

– As únicas pessoas que são contra o sistema de capitalização são as que não querem contribuir, ou contribuem com pouco e querem receber mais;

– O censo de autoresponsabilidade deles é muito grande, eles entendem que são responsáveis por sua própria vida;

– Não existe 13o. salário;

– Inflação de 0% até -1%;

– Tem gente que guarda dinheiro em casa, pois no banco rende muito pouco e não tem problema de inflação;

– Vc abre uma empresa em 1 dia;

– É o único país da América Latina que o  cidadão não precisa de visto para entrar nos USA;

– Como o governo é enxuto, cobra imposto baixo, isso gera taxas de juros muito baixas, o mercado imobiliário é forte e isso impulsiona a construção civil;

– Educação bancada pelo governo até 9o. ano. Segundo grau e faculdade privados. Se o aluno não tiver condições ele banca;

– Muita gente guarda dinheiro em casa, pq não correm risco do dinheiro desvalorizar com a inflação;

– Boa oferta e facilidade de crédito;

– Um país extremamente próspero;

– Adivinha quem ajudou a construir um ambiente fiscal do governo na década de 80 a convite do governo Chileno, para que hoje tivesse esse nível de excelência?

Acertou se vc disse:
*Paulo Guedes*

Este post tem um comentário

  1. Acebal Fernandes Luiz

    Su información sobre el Chile está equivocadíssima

Deixe uma resposta