OPINIÃO: FAKE NEWS EM CIMA DE FAKE NEWS! ONDE É QUE ISSO VAI PARAR?

Caro(a) leitor(a),

O artigo e o vídeo a seguir seguramente pode se constituir e se enquadrar em uma publicação fora de contexto e desse modo ser considerada uma FAKE NEWS. Senão vejamos:

A publicação pegou uma fala de Moro em entrevista à Revista Veja onde ele diz:

“Bolsonaro não queria combater nada. Queria apenas se blindar, ficar longe do alcance da Justiça. Ele me disse que eu tinha que sair do governo porque não aceitava protegê-lo de investigações. Prefiro ser alvo de críticas injustas e até de mentiras a permanecer com cúmplice de coisa errada”.

É nítido e fácil de verificar que isso foi uma conversa de bastidores, privada, entre Bolsonaro e Moro, que agora o então ex-juiz revela para enfatizar o porquê de sua saída do Governo Bolsonaro. Ele também revela isso em seu livro, com outras palavras. Também é muito fácil deduzir que essa conversa provavelmente foi verídica, pois as atitudes de Bolsonaro tentando blindar os seus filhos são mais do que explícitas. Só um imbecil não percebe isso e dai para ele ter feito esse pedido a Moro é só uma questão de lógica. Qualquer com mais de dois neurônios consegue deduzir isso.

O que Moro afirmou na entrevista é mais do que óbvio, é ululante. É sabido por todos os brasileiro o esforço, tempo e a energia desperdiçados por Bolsonaro para proteger seus filhos contra  processo das “rachadinhas”, imputando inclusive a troca do Diretor da PF, em detrimento dos graves problemas que assolam o nosso país.

O vídeo a seguir com o qual estão tentando justificar como o verdadeiro motivo pelo qual Moro pediu demissão é apenas uma cortina de fumaça para encobrir o verdadeiro motivo e faz parte da estratégia de Bolsonaro no processo de fritura de Sergio Moro. Um argumento frágil e sem sustentação.

Moro faz grave acusação contra Bolsonaro, mas a verdade vem à tona e desmascara o ex-herói (veja o vídeo)

Crédito: Podemos|ReproduçãoCrédito: Podemos|Reprodução

O ex-juiz tornou-se uma figura cambaleante, digna de piedade.

Estupidamente, ele acredita piamente nos conselhos e nas previsões de seu ‘marqueteiro’, o anta mor Diogo Mainardi, e vai chegando ao mais alto grau de desmoralização, jogando efetivamente a sua biografia na lata de lixo.

Em sua mais recente entrevista, certamente seguindo a orientação de seu deturpado ‘marqueteiro’, Moro inventa uma escandalosa mentira envolvendo o presidente Jair Bolsonaro.

Ele diz o seguinte para a Revista Veja:

“Bolsonaro não queria combater nada. Queria apenas se blindar, ficar longe do alcance da Justiça. Ele me disse que eu tinha que sair do governo porque não aceitava protegê-lo de investigações. Prefiro ser alvo de críticas injustas e até de mentiras a permanecer com cúmplice de coisa errada”.

O pedido que o presidente Bolsonaro fez ao seu ex-ministro foi outro, bem diferente. E o motivo que fez Moro deixar o governo também é claramente revelado num episódio repleto de ‘testemunhas’.

A escandalosa mentira de Moro é desmascarada pelo analista político Gustavo Gayer.

Veja o vídeo:

Fonte: Jornal da Cidade Online

Deixe uma resposta