A IDEIA DO TOQUE DE RECOLHER EM SÃO PAULO DIVIDE CÚPULA DO GOVERNO PAULISTA

Cúpula do governo paulista se divide sobre toque de recolher no estado

O Centro de Contingência, formado por especialistas em saúde, pressiona por mais fechamentos

Caio Junqueira

Por Caio Junqueira, CNN  Da CNN, em São Paulo

Atualizado 23 de fevereiro de 2021 às 20:41

Cúpula do governo paulista se divide sobre toque de recolher no estado

A cúpula do governo paulista se divide sobre a necessidade de estabelecer um lockdown no estado.

O Centro de Contingência, formado por especialistas em saúde, pressiona por mais fechamentos. Os profissionais estão preocupados com os dados, principalmente de internação, que têm batido recordes no estado.

Por outro lado, uma ala mais política, formada principalmente por secretários que cuidam da economia paulista, quer evitar um fechamento maior para não comprometer a economia do estado. Fazem parte desse grupo o vice-governador, Rodrigo Garcia (DEM), e a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), deverá, na reunião desta quarta-feira (24) pela manhã, arbitrar a divisão de sua equipe.

Internamente, ele costuma avaliar que não é necessário echar tudo, principalmente em razão da pressão de empresários. Por outro lado, o governador respeita a posição do Centro de Contingência.

Deixe uma resposta