MILITARES ACONSELHARAM O PRESIDENTE BOLSONARO A NÃO IR PARA O CONFRONTO COM GOVERNADORES E A BUSCAR UMA AGENDA POSITIVA NA SAÚDE

Militares orientam Bolsonaro a buscar agenda positiva

Foi justamente em razão disso que as declarações do presidente nesta quarta-feira (3) em relação aos governadores foram mais amenas

Caio Junqueira

Por Caio Junqueira, CNN  

Atualizado 03 de março de 2021 às 20:11

Militares orientam Bolsonaro a buscar agenda positiva | EXPRESSO CNN - YouTube
Militares aconselharam o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a desistir de fazer um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, a não ir para o confronto com governadores e a buscar uma agenda positiva na saúde, no momento em que o país vive sua pior fase na pandemia.

Foi justamente em razão disso que as declarações do presidente nesta quarta-feira (3) em relação aos governadores foram mais amenas.

Ele disse, por exemplo, que “não quer culpar ninguém” e que iria conversar com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sobre a demanda por mais recursos que os governadores apresentaram em reunião na terça-feira (2) com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

Em outra frente, seguindo essa linha, o Palácio do Planalto orientou o Ministério da Saúde a destravar as negociações com as farmacêuticas. Logo pela manhã, Pazuello se reuniu com o secretário-executivo Helcio Franco e o orientou a retomar as tratativas, especialmente com a Pfizer.

Deixe uma resposta