MÉDICOS ANUNCIARAM QUARTO CASO DE PACIENTE COM HIV CURADO NA CALIFÓRNIA

Médicos anunciam 4º paciente curado do HIV

Ele foi diagnosticado com o vírus em 1988

Há 17 meses o vírus deixou de ser detectado no paciente

Há 17 meses o vírus deixou de ser detectado no paciente | Foto: Reprodução/Shutterstock

 

Na CalifórniaEstados Unidos, médicos anunciaram o quarto caso de um paciente curado do HIV. O vírus parou de ser encontrado no corpo dele depois de um transplante de medula.

O procedimento ocorreu para tratar um câncer. Entre as caraterísticas do doador está a de ser resistente ao vírus. É a segunda vez que a técnica resulta na remissão do HIV. A primeira aconteceu em 2011 na Alemanha, em outro caso de leucemia. Mais três processos semelhantes foram registrados nos últimos três anos.

Para não ser identificado, ele está sendo chamado de Paciente City of Hope (“Cidade da Esperança”, em português). O nome é uma homenagem ao hospital que o tratou.

De acordo com a BBC, trata-se de um homem com 66 anos de idade. Há 17 meses, o vírus deixou de ser identificado nele. O Paciente Cite of Hope disse que está “mais que grato” por estar curado do HIV.

“Quando fui diagnosticado com HIV em 1988, como muitos outros, pensei que era uma sentença de morte”, disse em comunicado. “Nunca imaginei que viveria para ver o dia em que não tivesse mais HIV.”

A equipe médica que fez o tratamento comemorou o resultado. “Ficamos entusiasmados em informá-lo que seu HIV está em remissão e que ele não precisa mais tomar a terapia antirretroviral que estava usando há mais de 30 anos”, disse Jana Dickter, infectologista do hospital City of Hope.

A médica alerta, entretanto, que a técnica ainda oferece vários riscos. “É um procedimento complexo com efeitos colaterais significativos”, explicou. “Portanto, não é realmente uma opção adequada para a maioria das pessoas que vivem com HIV”, afirmou Jana.

Deixe uma resposta