LOJA FERREIRA COSTA EM PARCERIA COM A SEMTAS ABRE ESPAÇO PARA EXPOR PRODUTOS DE ARTESÃOS NATALENSES

Artesãos natalenses ganham espaço para exposição na loja Ferreira Costa

Redação/Portal da Tropical

Atualizado em:

Foto: Divulgação/Semtas

Com o intuito de ampliar espaços e promover a inserção do artesanato no consumo local, a Secretaria do Trabalho e Assistência Social – Semtas firmou uma importante parceria com a rede de home centers Ferreira Costa. A empresa pernambucana recém-instalada em solo potiguar abriu as portas para receber 40 artesãos, individuais e também associados de 14 cooperativas da economia solidária, credenciados pela Semtas.

A parceria entre a Semtas e a Ferreira Costa visa valorizar a produção natalense por meio do incentivo ao consumo de artigos e peças artesanais. A criação da nova feirinha de artesanato é parte do processo de fomento do artesão natalense.

“A empresa Ferreira Costa sempre busca ações e parcerias desta natureza, relacionadas aos aspectos sociais de onde ela se instala, e não seria diferente na capital potiguar onde nossa expectativa é de que o espaço cedido para os artesãos proporcione visibilidade na demonstração e venda das artes desta classe tão impactada pela pandemia”, diz Edgar de Barros, gerente geral da loja.

A Feirinha de artesanato vai funcionar no hall de entrada da loja, por onde circulam diariamente cerca de 2.500 pessoas. Os artesãos vão trabalhar em regime de rodízio e em dois turnos: pela manhã das 9h às 14h e das 15h às 20h, de segunda a domingo.

Para o secretário da Semtas, Adjuto Dias, a criação de um novo espaço para exposição do artesanato vem para consolidar um trabalho sólido de apoio e reconhecimento do microempreendedor natalense.

“Esse espaço cedido pela loja Ferreira Costa favorece diretamente aos artesãos da economia solidária com uma nova oportunidade de trabalho e renda. A parceria marca também a celebração de compromissos assumidos na gestão: de valorização e apoio ao setor do artesanato natalense. Agradecemos a toda a equipe da Ferreira Costa pela abertura, pelo compartilhamento de valores e por fazer parte desse importante processo de valorização dos nossos artesãos”.

Deixe uma resposta