LÍDERES DO G7 ANUNCIARAM QUE VÃO REFORÇAR O ISOLAMENTO ECONÔMICO DA RÚSSIA

Países do G7 decidem proibir importação de petróleo da Rússia

Líderes das nações mais industrializadas do mundo se reuniram virtualmente em anúncio de novas sanções a Moscou

Países pretendem acabar gradualmente com dependência de energia russa

REUTERS/ARQUIVO

Os líderes do G7 disseram em comunicado conjunto neste domingo (8) que vão reforçar o isolamento econômico da Rússia e intensificar uma campanha contra as elites russas que apoiam o presidente Vladimir Putin.

Após se reunirem virtualmente com o presidente ucraniano, Volodmir Zelenski, os líderes disseram que vão cortar os principais serviços dos quais a Rússia depende, reforçando o isolamento russo “em todos os setores de sua economia”.

Eles também se comprometeram a eliminar gradualmente a dependência da energia russa, proibindo inclusive as importações de petróleo russo.

“Continuaremos e elevaremos nossa campanha contra as elites financeiras e familiares, que apoiam o presidente Putin em seu esforço de guerra e desperdiçam os recursos do povo russo”, acrescentaram os líderes no comunicado.

Os Estados Unidos anunciaram neste domingo sanções contra três emissoras de televisão russas, proibiram americanos de fornecer serviços de contabilidade e consultoria a russos e impuseram sanções a executivos do Gazprombank para punir Moscou pela invasão da Ucrânia.

Putin chama a invasão de “operação militar especial” para desarmar a Ucrânia e livrá-la do nacionalismo antirrusso fomentado pelo Ocidente. A Ucrânia e seus aliados dizem que a Rússia iniciou uma guerra não provocada.

Deixe uma resposta