ESPANHA APROVA PROJETO DE LEI QUE REDUZ PARA TRÊS MINUTOS O TEMPO DE ESPERA DE CLIENTE NA LINHA TELEFÔNICA

Na Espanha, empresas deverão atender clientes em até 3 minutos

O governo aprovou um projeto de lei para reduzir o tempo de espera na linha telefônica

A lei destaca que a empresa não poderá incluir atendimento por robô

A lei destaca que a empresa não poderá incluir atendimento por robô | Foto: Reprodução/Flickr

O governo espanhol aprovou um projeto de lei para reduzir o tempo de espera na linha telefônica para até três minutos. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 31, pelo ministro dos Direitos do Consumidor da Espanha, Alberto Garzón. A intenção, segundo ele, é “deter os abusos que ocorrem nas relações de consumo” e, assim, beneficiar “a população como um todo”.

Mudanças

De acordo com o projeto, as reclamações e os incidentes relativos a um serviço devem ser resolvidos em um prazo “de até 15 dias”, dando como exemplo casos de contratos de gás, água e eletricidade. O ministro disse que “o fornecimento não pode ser interrompido a nenhuma família se houver uma reclamação em andamento

Em relação às ligações de atendimento, a partir de agora, o tempo de espera será de no máximo três minutos. Da mesma forma, a lei destaca que a empresa não poderá incluir um atendimento por robô “como meio exclusivo”, pois terá de garantir atendimento humano. “Os tempos de espera praticamente infinitos acabaram”, disse Garzón, ao fazer o anúncio.

Por fim, e de olho na população com mais de 65 anos e nas pessoas com deficiência, “as empresas devem se adaptar com serviços de mensagens instantâneas ou linguagem de sinais”.

O ministro da Espanha também detalhou que ninguém está isento dessa lei, pois ela afeta grupos empresariais públicos e privados que têm relações com o consumo. Estes devem cumprir os seguintes requisitos: ter mais de 250 trabalhadores ou um volume de negócios superior a € 50 milhões.

Fonte: R7

Deixe uma resposta