EMBAIXADOR DA RÚSSIA NA BOSNIA ADVERTIU QUE MOSCOU PODE REAGIR CASO PAÍS DECIDA ADERIR A OTAN

Rússia ameaça Bósnia com ‘reação’ se país aderir à Otan

Autoridades do país balcânico classificaram a declaração de ‘inaceitável’ e dizem que tomarão atitudes diferentes das adotadas na Ucrânia

Mulher leva bandeira da Rússia em protesto pró-guerraMulher leva bandeira da Rússia em protesto pró-guerraOLIVER BUNIC/AFP – 13.3.2022

O embaixador da Rússia na Bósnia-Herzegovina, Igor Kalbukhov, advertiu nesta quinta-feira (17) que Moscou pode “reagir” caso o país balcânico decida aderir à Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), algo que Sarajevo condenou como uma “clara ameaça” a sua soberania.

“Se [Bósnia-Herzegovina] decidir se tornar membro de alguma coisa, é um assunto interno. Nossa reação é outra coisa. No exemplo da Ucrânia, nós mostramos o que esperamos. Se houver ameaças, nós reagiremos”, disse Kalbukhov em uma entrevista à rede de televisão FTV.

Segundo o embaixador russo, é o Ocidente que representa uma ameaça para a Bósnia e está mentindo quando acusa Moscou de querer interferir nos assuntos internos do país.

“Não temos planos. Responderemos depois de analisar a situação estratégica e geopolítica”, declarou o embaixador.

O líder rotativo da presidência tripartite da Bósnia, Zeljko Komsic, condenou “nos termos mais fortes” as afirmações do diplomata russo.

“A mensagem do embaixador russo de que haveria uma reação da Rússia, citando aqui o exemplo da Ucrânia, contra a qual a Rússia está praticando agressão, é uma ameaça inequívoca e inaceitável para a Bósnia-Herzegovina”, disse Komsic.

De acordo com ele, as palavras do diplomata russo representam “não apenas uma ameaça à Bósnia-Herzegovina, mas à paz e estabilidade nos Bálcãs ocidentais”.

A embaixada dos EUA na Bósnia também criticou as declarações de Kalbukhov, considerando-as “perigosas, irresponsáveis e inaceitáveis”, e enfatizou que “nenhum terceiro país tem uma palavra a dizer em acordos de segurança entre a Otan e Estados soberanos”.

Deixe uma resposta