EDUCAÇÃO: APESAR DO INDICATIVO DE GREVE, AULAS NA REDE PÚBLICA ESTADUAL DO RN INICIAM NESTA SEGUNDA-FEIRA 14

Aulas da rede estadual começam nesta segunda-feira; greve é ​​incerta no RN

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Foto: Arquivo/SEEC/ASSECOM

As aulas da Rede Estadual de Ensino começam nesta segunda-feira (14) em todo o Rio Grande do Norte. Apesar do indicativo de greve por parte da categoria de professores, a paralisação ainda é incerta. Ao todo, 220 mil alunos devem voltar às salas de aulas.

No início da manhã desta escola, as escolas oficiais são enviadas a segunda de alunos e professores. A data marca o início do período letivo de 2022, que até então estava previsto para começar em 7 de fevereiro, mas foi adiado devido à grande quantidade de professores adoecidos pela covid-19 ou síndromes gripais.

“Estamos mantendo para hoje o início das aulas presenciais em todas as nossas escolas. À medida que se preparam, os professores estão chegando, para que as escolas estejam comprometidas com os anos de pandemia que estão comprometidos. Estou aqui clamando para que todos pagos às escolas para o secretário estadual de Educação, Getúlio Marques, em entrevista à emissora estadual de Educação, Getúlio Marques, em entrevista à TV Tropical.

Os professores cobram a atualização do percentual total de 33,24% do Piso Salarial e ameaçam greve a solicitação não seja atendida. Para segunda-feira, está marcada uma audiência, 10h, entre representantes do Governo do Estado e Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (Sinte-RN), para seguir com as.

“Nós do Governo estamos negociando com o Sinte-RN. Respeitamos todas as diretrizes do sindicato e, ao mesmo tempo, estamos preocupados com os alunos em sala e as escolas preparadas. Continuamos com o nosso papel e conclamamos para que nosso foco principal seja com os alunos. Temos uma reunião com o Sinte-RN e creio que conseguiremos um pouco mais nas proximidades de todos os dias atuais, uma proposta adequada para todos os lados”, acrescentou o secretário.

Deixe uma resposta