DICA DE LIVRO: ANTITARJA PRETA DE PABLO VINÍCIUS

A nossa DICA DE LIVRO desta quarta-feira é uma das melhores obras literárias que já tive a oportunidade de ler. Antitarjapreta, por incrível que pareça foi escrito por um psiquiatra. Não é preciso ser muito inteligente e nem mesmo ler a sinopse deste livro para entender que o seu conteúdo reprova o uso de remédios controlados, em especial os tarjas pretas, já que o próprio título já o denuncia. Obras com esta trás um novo alento para uma sociedade doente, totalmente dependente de remédios, pois mostra que uma nova geração de médicos e pesquisadores está mudando essa mentalidade.

Se você ainda não entendeu ou está curioso para conhecer um pouco do conteúdo deste livro, aqui vai a sinopse:

A vida real, com seus altos e baixos, tem levado muitas pessoas a se medicarem sem que os critérios terapêuticos estejam claros.

No entanto, ao contrário do que muitos podem pensar, os relacionamentos não mudam porque tomamos um remédio para suportá-los. O trabalho não muda só porque nos anestesiamos para aguentar a pressão, o excesso de demandas e o assédio moral. E o mundo à nossa volta não muda porque estamos vivendo à base de medicamentos.

Foi do consultório do dr. Pablo Vinícius que saíram os instigantes casos que você conhecerá neste livro: médico e pacientes iniciam uma jornada sem contraindicações rumo ao resgate do controle não apenas de suas emoções, mas de sua própria vida.

A verdadeira mudança precisa vir de dentro para fora, e o tratamento é passo a passo, não comprimido a comprimido.

Você prefere se enganar ou encarar essa questão cara a cara?

Pablo Vinicius é formado em Medicina pela Universidade Federal de Uberlândia e especialista em Psiquiatria pela Associação Brasileira de Psiquiatria, em Saúde Mental pela Fiocruz e em Medicina do Sono pelo Instituto do Sono de São Paulo e pela Associação Brasileira do Sono. Fez mestrado em Ciências da Saúde na Universidade de Brasília, com atuação em neurociências e participou de um fellowship em Estimulação Magnética Transcranial na Universidade de Columbia, em Nova York. Atualmente é professor do curso de Medicina das Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central, em Brasília, onde também é coordenador do Internato em Saúde Mental.

Fonte: Acervo próprio

Deixe uma resposta