DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: ENTENDER O CONTEXTO QUE O CARNAVAL ESTÁ INSERIDO E TER A VISÃO ENERGÉTICA DA FESTA

Uma visão geral sobre o carnaval, sua origem, significado e o contexto sob o qual essa grande festa profana está inserida é o destaque deste domingo, aqui na coluna DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL. A energia do carnaval e dos atos cometidos, leva em torno de seis meses para serem limpos da atmosfera espiritual. Por isso, precisamos ter consciência do que realmente acontece quando estamos no meio de tudo isso, pois não estamos sozinhos, nem fisicamente, nem espiritualmente. Se entregar a isso sem a consciência, é sem dúvida absorver para o seu campo energético todas essas vibrações densas, que depois irão lhe custar caro. Sendo assim lhe convido a ler o conteúdo completo do texto a seguir para entender as energias que estão envolvidas nessa festa e saber se defender  da parte negativa associada a ela.

Resultado de imagem para * CARNAVAL – O QUE OS OLHOS FÍSICOS NÃO PODEM VER! *

* CARNAVAL – O QUE OS OLHOS FÍSICOS NÃO PODEM VER! *

A visão energética da festa.

Carnaval: A festa que antecede a quaresma.
É importante entendermos o contexto que o carnaval está inserido e a origem obscura dessa festa.
A origem ainda é bastante discutida pelos historiadores, mas o Carnaval é uma festa pagã que teve início na Grécia por volta de 600 à 400 anos antes de Cristo, através da qual os gregos realizavam seus cultos em agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção.
É uma festa marcada pelo “adeus a carne” que a partir dela se fazia um grande período de abstinência e jejum, em latim “carnis levale”, significado  “retirar a carne”.
A palavra “Carnaval” está relacionada com a ideia de deleite dos prazeres da carne.
Em geral, o Carnaval tem a duração de três dias, os dias que antecedem a Quarta-Feira de Cinzas.
Em contraste com a Quaresma, tempo de penitência e privação, estes dias são chamados “gordos”, em especial a terça-feira (Terça-Feira Gorda, também conhecida pelo nome francês Mardi Gras). O termo mardi gras é sinônimo de Carnaval.”
Para a preparação do Carnaval, havia uma grande concentração de festejos populares.
Cada lugar e região brincava a seu modo, geralmente de uma forma propositadamente extravagante, de acordo com seus costumes.
Era uma festa marcada pelo impulso sexual desenfreado (bacanal), reverenciando ao Deus Baco.
Tinha também sacrifícios de seres humanos para agradar aos Deuses pagãos.
Além do uso indiscriminado de álcool e drogas de todos os tipos.
As pessoas comiam carne até vomitar e bebiam até cair, se entregavam à liberação geral dos costumes, cometendo todo tipo de atos, principalmente sexuais.
Conforme a igreja cristã foi ganhando força por volta de 590 depois de cristo, o Papa Gregório incorporou o Carnaval e essa festividade passou a fazer parte do calendário cristão, que era sempre comemorada no período que antecede a quaresma.
A quaresma é o período de 40 dias que Jesus ficou no deserto, e que a igreja determinou ser um período de recolhimento, (recomposição energética). É um período em que não se come carne, e evita-se os excessos de toda natureza.
Então a quaresma é um período de 40 dias de jejum e santificação entre a quarta-feira de cinzas e a páscoa, o Carnaval foi oficializado como uma festa que se realiza antes da Quaresma.
Devido ao fato de que, no período seguinte, eles não poderiam comer carne, tudo seria consumido nos dias antecedentes, era uma espécie de “despedida da carne”, em latim “carnis levale”, significado  “retirar a carne”.
Então, o carnaval era uma forma de liberar todo o impulso reprimido, e abusar da liberdade.
É a festa em que tudo é permitido, para extravasar, e depois enfrentar o período de quaresma.
Carnaval é, de fato, uma festa espiritual. Uma época de uma energia muito densa, onde várias religiões e estudiosos dizem que são abertos muitos portais, e espíritos de todos os tipos vem para a Terra.
Alguns para auxiliar as pessoas e outros para aproveitarem os exageros e extravasar seus desejos carnais, que não morrem com o corpo e “reviverem” as experiências terrenas.
Tudo que existe tem um campo de energia. Este campo de energia, nos estudos é conhecido como aura, é o que os gregos chamam de “psicossoma” e na Bíblia é citado como “campo de luz ou corpo de luz” ou ainda “corpo espiritual”, segundo Paulo de Tarso.
Cada um dos seus pensamentos e sentimentos qualificam o seu campo de energia lhe protegendo das invasões energéticas.
Este campo de luz não pode ser visto a olho nu, mas é uma energia extrafísica, ou seja, ela extrapola o limite físico do seu corpo e se mantém como um invólucro ao seu redor.
Existem vários portais energéticos, e cada portal é aberto através de uma vibração, uma frequência.
Quando existe um conglomerado de energias vibrando na mesma frequência, forma-se uma egrégora, e esse portal é aberto, sintonizando com o que se pensa, o que se fala e o que se sente, nesse inconsciente coletivo.
Quando falamos sobre o carnaval, precisamos observar a energia que esse nome carrega.
O que as pessoas sentem, pensam e falam no período que antecede essa data.
Isso pode nos afetar e seres de baixa vibração podem chegar até nós, através das nossas vibrações.
Se estamos em paz, bem e alegres, esses espíritos não nos afetam.
Mas se estamos com a vibração mais baixa, eles vão se aproximar e vão nos influenciar.
Não há mal algum em se divertir, celebrar, comemorar, sorrir, cantar, dançar, tudo isso pode elevar seu espírito. O cuidado que se deve ter sobre o carnaval, é aquele momento que você deixa de estar no controle.
É muito sutil, difícil de perceber.
Mas o poder de atuação, a capacidade de influenciar você é enorme.
As EGRÉGORAS, o PSIQUISMO são entidades vivas, formada pelos pensamentos e sentimentos do coletivo. Nós criamos uma atmosfera astral com a mesma frequência, e se você estiver participando, com certeza irá receber a influência dessa energia poderosa, que pode ser positiva ou negativa.
O período do Carnaval brasileiro pode ser considerado sombrio, já que alimenta o psiquismo da promiscuidade, da hiper sexualidade,  de muita bebedeira, muitas drogas de todo tipo para alimentar qualquer vício, muita violência, muitos acidentes, muitos crimes, etc…
Estimula a profanação, gerando grandes ondas de alienação, futilidade, que abastecem a atmosfera extra-física da terra de um padrão que muitas vezes demora seis meses para ser transmutado.
Esse psiquismo promove um rebaixamento no padrão moral e espiritual do país, afetando todo o planeta.
No plano espiritual, as zonas umbralinas são abastecidas com fluidos perniciosos, que dão vida à maldade e tornam os homens indefesos contra os ataques obsessivos de ordem espiritual.
Em resumo, a energia do Carnaval alimenta o umbral, assim como nossos resíduos domésticos alimentam os esgotos e aterros sanitários.
Assim como nossas orações purificam os ambientes, os fluidos densos do carnaval escurecem a aura do nosso país.
As festas em geral são regadas a muita bebida, drogas e promiscuidade, que contribuem para a formação de um ambiente desregrado espiritualmente, onde os fluidos mais sutis são densificados.
A energia do carnaval e dos atos cometidos, leva em torno de seis meses para serem limpos da atmosfera espiritual. Imagine o quanto compactuamos para que isso piore a cada ano, quando participamos e usufruímos de tudo que é disponível em termos de inferioridades.
Nós escolhemos entre o bem ou o mal, entre a luz e a escuridão.
Podemos até pensar que uma festinha não fará nada conosco e que podemos nos proteger, mas precisamos ter consciência do que realmente acontece quando estamos no meio de tudo isso, pois não estamos sozinhos, nem fisicamente, nem espiritualmente.
Se entregar a isso sem a consciência, é sem dúvida absorver para o seu campo energético todas essas vibrações densas, que depois irão lhe custar caro.
Precisamos Orar e Vigiar, mas nesse período precisamos aumentar nossa proteção energética, existem variadas formas: Reiki, oração, visualização e criação etérica de campos de proteção, como a pirâmide ou o ovo dourado que ensino nos cursos de reiki, meditação, yoga, etc…
Use qualquer ritual que você conheça e acredite e estará protegido.
Cuide-se 😉
Namastê
Gratidão
Ana Tom

Deixe uma resposta