DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por Leonardo Erys, G1 RN

 

Leitos de UTI estão sendo instalados no RN — Foto: Divulgação/SesapLeitos de UTI estão sendo instalados no RN — Foto: Divulgação/Sesap

O Rio Grande do Norte ultrapassou pela primeira vez nesta segunda-feira (15) a marca de 1 mil pessoas internadas por Covid-19 no estado. Atualmente, há 1.016 pacientes confirmados com a doença nas unidades de saúde por todo território potiguar.

Desses 1.016 internados, 626 estão na rede pública e 390 na rede privada. Os dados estão na edição desta segunda-feira do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública.

Internações por Covid-19 no Rio Grande do Norte
Número de pessoas que estão em leitos públicos e privados no estado
Número de internaçõesInternações por Covid-19 (geral)Internações em leitos críticos na rede públicaInternações em leitos críticos na rede

O crescimento no número de internados no RN em um mês foi de 89,1%.

Em relação apenas aos leitos críticos (UTI e semi-intensivos), o número também é o maior em toda pandemia: 552 pacientes internados, sendo 322 na rede pública (92% de ocupação) e 230 na rede privada (100%).

O aumento no número de internados no RN em leitos críticos em um mês foi de 88,3%.

Como comparação, o maior número de internados no estado durante a primeira onda aconteceu no dia 28 de junho de 2020, com 692 pacientes. Nos leitos críticos, o máximo atingido, também no dia 28 de junho, foi de 363 internados.

De acordo com o Regula RN, atualmente o estado tem 96,4% de ocupação dos leitos críticos de Covid-19A Região Oeste e Seridó chegaram a atingir os 100%. Nesta tarde, a fila de pacientes com necessidade de leitos críticos, estava em 118 com apenas 12 leitos disponíveis em todo o estado.

Secretário de Saúde do RN fala sobre atual situação da pandemia no estado

Segundo o secretário estadual de saúde, Cipriano Maia, o Rio Grande do Norte atualmente passa pela “pior situação da pandemia no estado”. Em entrevista ao Bom Dia RN, ele confirmou que o estado discute a elaboração de um novo decreto, que poderá ter regras mais duras para conter o avanço da Covid-19.

Com a alta de internações e pressão por leitos, as Unidades de Pronto Atendimento de Natal (UPAs) também começaram a atuar acima da capacidade. Por isso, a prefeitura decidiu abrir mais um hospital para pacientes exclusivamente com Covid-19. A expectativa é abrir 50 leitos até o fim do mês.

Deixe uma resposta