CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA PETROBRAS APROVA CAIO PAES DE ANDRADE COMO NOVO PRESIDENTE DA ESTATAL

Saiba quem é Caio Paes de Andrade, novo presidente da Petrobras

Executivo vem da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia

Do CNN

Brasil Business

Andrade também é membro do Conselho de Administração da Embrapa e da PPSAAndrade também é membro do Conselho de Administração da Embrapa e da PPSADivulgação/Serpro

O Conselho de Administração da Petrobras aprovou nesta segunda-feira (27) o nome de Caio Mario Paes de Andrade como novo integrante do órgão e presidente da estatal. Com isso, ele substituirá Fernando Assumpção Borges, que ocupava interinamente a presidência desde 20 de junho.

Paes de Andrade foi indicado pelo governo para substituir José Mauro Ferreira Coelho, que havia sido indicado em 6 abril.

Caio Paes de Andrade tem formação em Comunicação Social pela Universidade Paulista, pós-graduação em Administração e Gestão pela Harvard University e Mestre em Administração de Empresas pela Duke University.

O executivo vem da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, onde é responsável pela plataforma Gov.br. Em 2019 passou da iniciativa privada para a pública, onde atuou como presidente do Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados), empresa pública de prestação de serviços de Tecnologia da Informação, até agosto de 2020, quando foi para a secretaria do Ministério.

Andrade também é membro do Conselho de Administração da Embrapa e da PPSA (Pré-Sal Petróleo S.A).

No último dia 13, a analista da CNN Thais Arbex antecipou que o Governo Federal não descartava uma nova mudança no comando da estatal. A mudança no cargo ocorre pouco após o atual presidente, José Mauro Coelho Ferreira, completar um mês à frente da Petrobras.

Como adiantado por Thais Arbex, a troca era defendida por integrantes do alto escalão da Esplanada dos Ministérios sob o argumento de que a cúpula da estatal precisa estar mais alinhada ao novo ministro, Adolfo Sachsida.

Segundo relatos feitos à CNN Brasil, o auxiliar de Guedes chegou a ser entrevistado pelo ministro de Minas e Energia da época, Bento Albuquerque, antes do convite feito ao economista Adriano Pires.

Deixe uma resposta