COMISSÃO ESPECIAL PARA O CONCURSO DA ALERN DEVE ANUNCIAR ATÉ QUARTA-FEIRA (20) NOME DA BANCA ORGANIZADORA VENCEDORA DA LICITAÇÃO

Por g1 RN

 

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte — Foto: Igor JácomeAssembleia Legislativa do Rio Grande do Norte — Foto: Igor Jácome

A comissão especial para o novo concurso público da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte confirmou que deve anunciar até a próxima quarta-feira (20) o nome da banca organizadora vencedora da licitação.

Segundo a Assembleia Legislativa, os membros da comissão visitaram recentemente as bancas que obtiveram as melhores posições no processo.

“A presença dos membros da Comissão na sede das bancas teve como objetivo testar as informações contidas nas propostas apresentadas pelas mesmas”, informou a ALRN.

Após a escolha da banca, a expectativa é que em mais 30 dias seja lançado o edital para o concurso, e que em 120 dias após a assinatura do contrato o certame seja realizado.

O concurso da Assembleia Legislativa do RN prevê 47 vagas para os cargos efetivos de Analista Legislativo e Técnico Legislativo.

Ao todo são previstas 24 vagas para o cargo de Analista Legislativo, com remuneração inicial de R$ 7.725,75 mais benefícios e 23 para o cargo de Técnico Legislativo, com remuneração inicial de R$ 4.139,75, mais benefícios.

Segundo o presidente da Comissão Especial do Concurso Público, o procurador-geral da Assembleia, Sérgio Freire, as visitas às bancas tiveram um balanço “satisfatório”.

“Acreditamos que, seja quem for o vencedor do processo licitatório, o concurso venha a ser realizado com grande êxito”, disse Sérgio Freire.

O último concurso realizado pela Assembleia do RN ocorreu em 2013. Esta foi a primeira e única seleção pública do Legislativo na história, até agora. Mais de 28 mil candidatos se inscreveram para participar da seleção. A Assembleia concluiu a convocação dos 85 aprovados em 2017.

Veja o quadro de vagas

  • 13 vagas para Técnico Legislativo, especialidade Apoio Administrativo, com requisito de escolaridade de nível médio;
  • 3 vagas para Técnico Legislativo, especialidade Contabilidade, com requisito de escolaridade de nível médio e certificado de curso profissionalizante correlato;
  • 1 vaga para Técnico Legislativo, especialidade Edificações, com requisito escolaridade de nível médio e certificado de curso profissionalizante correlato;
  • 5 vagas para Técnico Legislativo, na especialidade Tecnologia da Informação, com requisito de escolaridade de nível médio e certificado de curso profissionalizante correlato;
  • 1 vaga para Técnico Legislativo, especialidade Tecnologia de Sistema, com requisito de escolaridade de nível médio e certificado de curso profissionalizante correlato;
  • 10 vagas para Analista Legislativo, especialidade Processo Legislativo, com requisito de escolaridade de nível superior;
  • 1 vaga para Analista Legislativo, especialidade Arquitetura, com requisito de escolaridade de nível superior, com graduação em Arquitetura;
  • 3 vagas para Analista Legislativo, especialidade Contabilidade, com requisito de escolaridade de nível superior, com graduação em Contabilidade;
  • 1 vaga para Analista Legislativo, especialidade Engenharia Civil, com requisito de escolaridade de nível superior, com graduação em Engenharia Civil;
  • 1 vaga para Analista Legislativo, especialidade Engenharia Elétrica, com requisito de escolaridade de nível superior, com graduação em Engenharia Elétrica;
  • 1 vaga para Analista Legislativo, especialidade Medicina, com requisito de escolaridade de nível superior, com graduação em Medicina e especialização em Cardiologia;
  • 3 vagas para Analista Legislativo, especialidade Administração, com requisito de escolaridade de nível superior, com graduação em Administração;
  • 4 vagas para Analista Legislativo, especialidade Tecnologia da Informação, com requisito de escolaridade de nível superior na área de Tecnologia da Informação ou de qualquer outro curso superior com pós-graduação na área de Tecnologia da Informação.

Fonte: G1 RN

Deixe uma resposta