CLÍNICA NO EQUADOR QUE APLICAVA VACINA FALSA CONTRA COVID-19 FOI FECHADA PELA POLÍCIA

Polícia do Equador fecha clínica que aplicava vacina falsa contra covid

Segundo investigações, até 70 mil doses do falso medicamento podem ter sido aplicadas nos últimos meses

INTERNACIONAL

 Do R7

Clínica em Quito teria aplicado milhares de doses de uma falsa vacina contra a covid-19

Na última terça-feira (26), a polícia do Equador fechou uma clínica de medicina alternativa na capital, Quito, que teria aplicado mais de 70 mil doses de uma vacina falsa contra o novo coronavírus nos últimos meses.

Segundo os investigadores, a clínica cobrava o equivalente a US$ 15 (cerca de R$ 80) por dose do suposto imunizante e prometia aos clientes que eles se tornariam “completamente imunes à covid-19 com três aplicações”.

O local funcionava sem nenhum tipo de alvará e os pacientes estavam todos aglomerados e sem máscara dentro do prédio no momento em que a polícia chegou.

Tratamentos sem comprovação

Durante a operação policial, a dona da clínica disse à imprensa equatoriana que, na realidade, não aplicava vacinas, mas “soros e vitaminas” para ampliar a imunidade dos pacientes, além de outros tratamentos. “Tratei mais de 20 mil pacientes de covid aqui”, disse Lucia Peñafiel à reportagem do jornal El Comércio.

Além do medicamento, a polícia apreendeu também frascos de vitamina C e paracetamol, que a clínica aplicava como um tipo de tratamento precoce, além de máquinas de luz infravermelha e laser. “Usamos o calor, que nos pacientes funciona como se aplicássemos oxigênio”, alegou Peñafiel, sobre técnicas aplicadas sem nenhuma comprovação científica.

Fonte: R7

Deixe uma resposta