Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!
CIÊNCIAS: CERVEJARIA COM APROXIMADAMENTE 5.000 ANOS É DESCOBERTA POR ARQUEÓLOGOS NO EGITO

O destaque desta quarta-feira, aqui na coluna CIÊNCIAS é a inusitada descoberta feita por arqueólogos no Egito ao desenterrarem a fábrica de cerveja mais antiga conhecida do mundo, que acredita-se ter, pelo menos, 5.000 anos e forneceu milhares de galões dessa substância dourada para rituais reais. Leia o artigo completo a seguir e conheça os detalhes dessa história!

Arqueólogos no Egito desenterraram a fábrica de cerveja mais antiga conhecida do mundo, que se acredita ser de 5.000 anos atrás

Arqueólogos no Egito descobriram os restos de uma megabrewery de 5.000 anos – que uma vez forneceu milhares de galões dessa substância dourada para rituais reais.

Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito 

Desenterrada no antigo local de Abydos, uma das mais antigas cidades descobertas do antigo Egito, ela está sendo chamada de “a maior fábrica de cerveja do mundo”.

A cervejaria consistia em oito grandes salas, cada uma com 20 metros de comprimento, nas quais havia 40 potes de barro em cisternas decorativas dispostas em duas fileiras, onde grãos e água teriam sido aquecidos para fazer cerveja.

Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito

De acordo com o Conselho Supremo de Antiguidades, a cervejaria provavelmente remonta ao reinado do Rei Narmer, um nome menos conhecido na história egípcia, que, no entanto, deixou uma enorme marca nas terras do Nilo como fundador da Primeira Dinastia e depois. único unificador do país.

A cervejaria “pode ter sido construída neste lugar especificamente para fornecer os rituais reais que estavam ocorrendo no interior das instalações funerárias dos reis do Egito”, co-chefe da missão Matthew Adams, da Universidade de Nova York afirmou .

Abidos em seu apogeu estaria repleto de templos e tumbas, e até hoje, o Templo de Osíris, a necrópole real da Primeira Dinastia e o Templo de Seti I ainda estão intactos e podem ser visitados.

Acredita-se que a cervejaria, uma nova adição a um dos locais culturais mais importantes do Egito, tenha sido capaz de produzir 5.000 galões de cerveja em um único lote, e sem surpresa, “evidências do uso de cerveja em rituais de sacrifício foram encontradas durante escavações em essas instalações ”, disse um comunicado do ministério do turismo egípcio.

Imagem apresentada: site da cervejaria – Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito; Cerveja – Pradnyal Gandhi

Fonte: Good News Network

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Carrinho