Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

SAÚDE: URBANA FARÁ NESTE SÁBADO O DIA D, DA VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 PARA OS GARIS

Em Dia D neste sábado garis em Natal vacinam contra o coronavírus

A Companhia de Serviços Urbanos de Natal – Urbana, fará neste sábado (12), o Dia D da vacinação contra a Covid-19.

Todos os garis da Urbana terão seu dia de trabalho paralisado para que procurem os locais de vacinação. No caso dos funcionários da limpeza pública, Palácio dos Esportes e Ginásio Nélio Dias. A coleta domiciliar não será prejudicada.

“Em 5 de maio solicitamos ao secretário George Antunes vacina para os nossos garis da Urbana e das terceirizadas. Agora chegou a hora de imunizar os que fazem o importante serviço de limpeza da cidade”, disse o presidente da Urbana, Joseíldes Medeiros.

Os garis das terceirizadas serão imunizados no decorrer dos próximos dias, ação planejada com as empresas terceirizadas, para que não haja aglomeração nos locais de vacinação.

Continuar lendo SAÚDE: URBANA FARÁ NESTE SÁBADO O DIA D, DA VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 PARA OS GARIS

SAÚDE: SAIBA O SIGNIFICADO DAS CORES DO SEU COCÔ, POR SAMUEL DALLE LASTE

Na última publicação da coluna SAÚDE postamos um vídeo onde o Dr. Samuel Dalle Laste falou sobre o formato das fezes e o que isso pode dizer sobre sua saúde. No vídeo desta quinta-feira ele continua falando sobre cocô, mas dessa vez sobre as suas cores e o que elas significam. Então, não saia dai, assista ao vídeo e fique por dentro da sua saúde! 

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA O SIGNIFICADO DAS CORES DO SEU COCÔ, POR SAMUEL DALLE LASTE

ESPORTE-SAÚDE: QUEIROGA NÃO VÊ RISCOS EM REALIZAR COPA AMÉRICA NO BRASIL

Queiroga diz que não vê ‘risco adicional’ na realização da Copa América

Ministro da Saúde afirmou que outros eventos esportivos acontecem no Brasil e que não houve ‘sequer um caso de contaminação em campo’

Rafaela Lara, da CNN, em São Paulo

07 de junho de 2021 às 09:5

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na Câmara dos DeputadosMinistro da Saúde, Marcelo Queiroga, na Câmara dos Deputados Foto: Reprodução / CNN

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta segunda-feira (7) que não vê “risco adicional” na realização da Copa América no Brasil. O país foi anunciado como sede do campeonato pela Conmebol e confirmado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, na última terça-feira(1º).

Segundo Queiroga, o país recebeu outros eventos esportivos como o Campeonato Brasileiro que “ocorreu normalmente, com várias partidas, não houve sequer um caso de contaminação no campo.”

De acordo com o governo federal, a Copa América acontecerá em quatro estados a partir de 13 de junho – Brasília, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Goiás. Para o ministro da Saúde, há um controle sanitário no Brasil que permite o monitoramento de casos da Covid-19 enquanto o evento acontece.

“As pessoas estão entrando no país seguindo as regras, com exames de RT-PCR. Com controle sanitário adequado, eu não vejo um risco adicional em função dessa competição. A vigilância em saúde existe. Os protocolos sanitários da CBF são validados por especialistas.”

Para Queiroga, não cabe ao ministério proibir o evento. “A prática de esportes não está proibida. A Copa América é um evento privado. Não compete ao Ministério da Saúde autorizar ou não.”

Reconvocação na CPI da Pandemia

O ministro da Saúde voltará a falar aos senadores da CPI da Pandemia nesta terça-feira (8). Ele foi reconvocado e deve prestar esclarecimentos sobre explicar contradições e sanar dúvidas dos membros da comissão a partir das declarações de outros depoentes já ouvidos.

“Eu retorno à CPI sem problemas. Os senadores são pessoas que têm um grande espírito público e acreditamos que querem buscar o melhor cenário para o nosso país”, disse Queiroga na manhã desta segunda-feira.

Continuar lendo ESPORTE-SAÚDE: QUEIROGA NÃO VÊ RISCOS EM REALIZAR COPA AMÉRICA NO BRASIL

SAÚDE: A PSIQUIATRIA NUTRICIONAL ESTUDA O IMPACTO DOS ALIMENTOS EM DOENÇAS TÃO COMPLEXAS COMO AS DA MENTE

Estudos confirmam a influência positiva de certos alimentos em doenças da mente, como depressão

Foto: iStock/Getty Images

Depois de um dia difícil, vem a deliciosa compensação com um bom prato de macarrão, o hambúrguer suculento ou o sorvete mergulhado em calda. Quem nunca fez isso? Tentar minimizar sentimentos e experiências ruins com comida recheada de gordura e açúcar é uma necessidade identificada desde sempre. Já na pré-história, os alimentos mais calóricos, que proporcionassem estoque de energia por mais tempo, eram escolhidos por homens e mulheres para se defender das agruras cotidianas.

Em fascinante processo de evolução, o cérebro então se condicionou a preferir pratos mais gordurosos ou açucarados diante de adversidades. A novidade: estudos recentes revelam que o tipo de comida que induz ao bem-estar, no avesso da tristeza, pode ser de outra família, bem menos apetitosa. Surtiram efeito positivo, em cuidadosas pesquisas, os frutos do mar, vegetais, feijão e leite fermentado (veja no quadro). Funcionam porque são ricos em nutrientes, naturalmente mais balanceados.

A descoberta resulta de uma área emergente da medicina batizada de “psiquiatria nutricional”. Ela estuda fartamente o impacto dos alimentos em doenças tão complexas como as da mente. Uma das maiores pesquisas já feitas, conduzida com 12 000 homens e mulheres ao longo de dois anos e publicada no American Journal of Public Health, mostrou que as pessoas afeitas a aumentar as porções de frutas e vegetais consumidos relataram ser mais felizes e satisfeitas com a vida, em relação às que não interferiram na dieta original. A explicação está na presença abundante de compostos específicos nesses alimentos, como vitaminas e minerais. Eles agem, basicamente, protegendo as células do efeito da oxidação. Entre as doenças mais influenciadas estão a depressão, a ansiedade e o stress crônico. Eles também têm mostrado capacidade de reduzir os danos causados pelo encolhimento cerebral, um mecanismo natural do passar da idade que pode levar a perda de memória e Alzheimer.

Foto: Arte/Veja

Uma das descobertas mais fascinantes está no papel protetor dos lactobacilos, bactérias saudáveis contidas em leites fermentados e alguns iogurtes. Esses microrganismos ajudam a equilibrar a flora intestinal, onde ocorre uma farta produção de serotonina, a molécula que nos leva ao estado de bem-estar. Um estudo feito no Centro de Saúde Mental, em Xangai, na China, mostrou a ligação de doenças psiquiátricas com o desequilíbrio do trato digestivo — que pode ser regulado com lactobacilos. Em 21 trabalhos analisados, os pesquisadores verificaram que o composto impactou positivamente em sintomas de ansiedade. Os efeitos foram vistos depois de doze semanas de consumo.

“Muito em breve será comum o paciente sair do consultório com uma dieta específica para a mente, assim como hoje já se faz com regimes para a saúde do coração, ossos e o emagrecimento”, diz Antônio Carlos do Nascimento, doutor em endocrinologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e membro da Sociedade Americana de Endocrinologia. Houve um tempo em que a busca por se afastar dos prazeres da mesa, atrelada a dietas, impunha comer com os olhos. Agora, a ideia é comer com o cérebro.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo SAÚDE: A PSIQUIATRIA NUTRICIONAL ESTUDA O IMPACTO DOS ALIMENTOS EM DOENÇAS TÃO COMPLEXAS COMO AS DA MENTE

SAÚDE: ESPECTROFOTOMETRIA, UM MÉTODO NÃO INVASIVO E CONFORTÁVEL E RÁPIDO DE AVALIAR A SUA SAÚDE

A nossa coluna SAÚDE desta quinta-feira tem uma novidade incrível na área de diagnósticos. O Dr. Edmond Saab Junior nos apresenta a Espectrofotometria, um método analítico quantitativo capaz de avaliar sua saúde em Instantes. É um procedimento revolucionário por se tratar de um procedimento confortável e NÃO INVASIVO. Então convido você a assistir ao vídeo a seguir e conhecer esse novo método de avaliação da sua saúde. 

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: ESPECTROFOTOMETRIA, UM MÉTODO NÃO INVASIVO E CONFORTÁVEL E RÁPIDO DE AVALIAR A SUA SAÚDE

SAÚDE: MAIS DA METADE DOS BRASILEIROS ESTÁ DORMINDO MAL

Oito mudanças de hábito que ajudam a dormir melhor

Mais da metade da população brasileira está dormindo mal durante a pandemia, segundo estudo. Algumas mudanças na rotina podem ajudar a resolver o problema

Fabiana Gonçalves, colaboração para a CNN23 de maio de 2021 às 04:30
A insônia, a perambulação noturna e a sonolência diurna são comuns em pessoas coMais da metade dos brasileiros está dormindo mal durante a pandemia, segundo pesquisa do Instituto do Sono

pandemia está tirando o sono dos brasileiros. Literalmente. Além de trocar a cama pelo computador ou pela televisão e se deitar mais tarde, as pessoas estão demorando mais para conseguir dormir e acordando diversas vezes durante a noite, desde que o coronavírus chegou ao país.

Esses são os dados preliminares de uma pesquisa realizada pelo Instituto do Sono e pela Associação Fundo de Incentivo à Pesquisa (AFIP) sobre os efeitos do isolamento físico causados pela pandemia de Covid-19 no padrão de sono.

Das 1.600 pessoas de 24 estados que responderam questionários online (entre 5 de junho de 2020 a 19 de julho de 2020), 55,1% disseram que passaram a dormir mal nesse período.

As razões para essa percepção do sono ruim são as mudanças de rotina impostas pela pandemia e as preocupações derivadas dela, segundo Sergio Brasil Tufik, médico neurorradiologista pela Faculdade de Medicina da USP e coordenador da pesquisa. “Muitos nem estão saindo de casa, perderam o emprego e a renda. Além disso, houve maior tempo de exposição às telas”, afirma.

Apesar de estarem dormindo mal, os brasileiros não estão dormindo menos horas. A pesquisa apontou uma média de 7 horas e oito minutos de sono. O número está dentro das recomendações da National Sleep Fundation (Fundação Nacional do Sono) dos Estados Unidos e da Organização Mundial da Saúde (OMS), que é entre 7h e 9h para a população adulta entre 18 e 64 anos (Veja quadro).

Fonte: CNN
Continuar lendo SAÚDE: MAIS DA METADE DOS BRASILEIROS ESTÁ DORMINDO MAL

SAÚDE: A VITAMINA D TAMBÉM PROTEGE VOCÊ DO CÂNCER

Nesta quinta-feira o Dr, Menelau dá uma verdadeira aula, pra ninguém botar defeito, aqui na nossa coluna SAÚDE sobre a Vitamina D e focando nas suas propriedades anticâncer. Nesse vídeo ele ensina como se manter em dia com esta vitamina tão essencial. Por isso você não pode deixar de assistir o vídeo a seguir!

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: A VITAMINA D TAMBÉM PROTEGE VOCÊ DO CÂNCER

SAÚDE: APLICAÇÃO DA VACINA ASTRAZENECA EM GRÁVIDAS NO RN FOI SUSPENSA APÓS RECOMENDAÇÕES DA ANVISA

Por Fernanda Zauli, G1 RN

 

Coordenadora de Vigilância em Saúde explica suspensão do uso da Astrazeneca em grávidas

Coordenadora de Vigilância em Saúde explica suspensão do uso da Astrazeneca em grávidas

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte (Sesap) suspendeu nesta terça-feira (11) a aplicação da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca em grávidas. A decisão foi tomada após a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendar na noite da segunda-feira (10) a suspensão imediata da aplicação do imunizante em grávidas.

A vacinação segue para puérperas com comorbidades, que são mulheres que deram à luz há 45 dias.

O texto da nota emitida pela Anvisa diz que a orientação é que “seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) a indicação da bula da vacina AstraZeneca e que a orientação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país”.

A Anvisa, no entanto, não relatou nenhum evento adverso ocorrido em grávidas no Brasil.

No Rio Grande do Norte as grávidas com comorbidades estavam sendo vacinadas apenas com o imunizante Astrazeneca. A vacina da Pfizer é aplicada apenas em Natal e não foi disponibilizada para esse público. Já a Coronavac está sendo aplicada apenas para 2ª dose por causa da escassez do imunizante.

As grávidas sem comorbidades ainda não entraram no grupo prioritário no Rio Grande do Norte.

A Secretaria Estadual de Saúde informou que aguarda uma orientação do Ministério da Saúde sobre a retomada vacinação de grávidas.

A coordenadora em Vigilância em Saúde da Sesap, Kelly Lima, explicou que a grávida que já tomou a primeira dose da Astrazeneca pode tomar a segunda dose. “Essa mulher, grávida, que já tomou a primeira dose e não teve nenhuma reação adversa deve, sim, completar o esquema vacinal e tomar a segunda dose”, disse.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo SAÚDE: APLICAÇÃO DA VACINA ASTRAZENECA EM GRÁVIDAS NO RN FOI SUSPENSA APÓS RECOMENDAÇÕES DA ANVISA

SAÚDE: QUAL O MELHOR HORÁRIO PARA PRATICAR EXERCÍCIOS?, POR DR. SAMUEL DALLE LASTE

Na coluna SAÚDE desta quinta-feira Dr. Samuel Dalle Laste dá uma dica importantíssima e explica que a produção de hormônios como Testosterona, esteroides, hormônio GH é a noite e o pico de produção, auge, apogeu é  predominantemente de manhã, mas o melhor horário para praticar atividades físicas é aquele que você consegue praticar. Assista ao vídeo de dicas completo, reflita e monte sua estratégia!

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: QUAL O MELHOR HORÁRIO PARA PRATICAR EXERCÍCIOS?, POR DR. SAMUEL DALLE LASTE

SAÚDE: SAIBA COMO SERÁ A DIVISÃO DE DOSES DE VACINA DA PFIZER POR ESTADO,SEGUNDO DEFINIÇÃO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

Saúde define divisão de doses da vacina da Pfizer; veja quantidade por estado

A primeira remessa contendo um milhão de doses dos imunizantes chegou ao Brasil na última quinta-feira (29)

Jullyane Jucá e Rafaela Lara, da CNN, em São Paulo

03 de maio de 2021 às 10:40

Profissional de saúde prepara aplicação de vacina PfizerProfissional de saúde prepara aplicação de vacina PfizerFoto: Lucy Nicholson/Reuters

O Ministério da Saúde iniciou nesta segunda-feira (3) a distribuição das doses da vacina contra a Covid-19 da Pfizer para as capitais dos estados brasileiros.

primeira remessa dos imunizantes chegou ao Brasil na última quinta-feira (29), com um milhão de doses. Na capital paulista, a vacina da Pfizer será aplicada no grupo prioritário de 60 a 62 anos, que começa a imunização em 6 de maio.

Nesta primeira semana, as primeiras 500 mil doses deverão ser distribuídas nas capitais e deverão ser aplicadas como primeira dose. Já na próxima semana, haverá a distribuição do restante do lote – outras 500 mil doses, que deverão ser usadas como segunda dose.

“A oferta da vacina seguirá fluxo adotado até o momento para as demais vacinas, priorizando a oferta ao grupo prioritário sequencial previsto no PNO”, diz o Ministério da Saúde

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu o registro definitivo da vacina da Pfizer no Brasil em 23 de fevereiro.

Com a chegada de mais vacinas, o Ministério da Saúde divulgou a quantidade de doses que serão distribuídas por estado a partir desta segunda-feira (3). A região Sudeste deve receber a maior quantidade do lote.

Vacina da Pfizer – veja quantas doses cada estado deve receber:

Rondônia – 3.510
Acre – 1.170
Amazonas – 5.850
Roraima –1.170
Pará – 14.040
Amapá –1.170
Tocantins – 3.510

Total de doses – NORTE: 30.420

Maranhão – 10.530
Piauí – 5.850
Ceará – 17.550
Rio Grande do Norte – 7.020
Paraíba – 8.190
Pernambuco – 17.550
Alagoas – 7.020
Sergipe – 4.680
Bahia –26.910

Total de doses – NORDESTE: 105.300

Minas Gerais – 50.310
Espírito Santo – 10.530
Rio de Janeiro – 46.800
São Paulo – 135.720

Total de doses – SUDESTE: 243.360

Paraná – 32.760
Santa Catarina – 17.550
Rio Grande do Sul – 32.760

Total de doses – SUL: 83.070

Mato Grosso do Sul – 7.020
Mato Grosso – 7.020
Goiás – 17.550
Distrito Federal – 5.850

Total de doses – CENTRO-OESTE – 37.440

Total de doses a serem distribuídas às capitais: 499.590 

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA COMO SERÁ A DIVISÃO DE DOSES DE VACINA DA PFIZER POR ESTADO,SEGUNDO DEFINIÇÃO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

SEGUNDO REGULADOR AGRÍCOLA DA RÚSSIA, O PAÍS PRODUZIU 17 MIL DOSES DE VACINA CONTRA COVID-19 PARA ANIMAIS

Rússia produz primeiro lote de vacina contra covid-19 para animais

Redação*

 Atualizado em:

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Rússia produziu 17 mil doses de uma vacina contra a covid-19 para ser utilizada em animais, anunciou hoje (30) o regulador agrícola do país. A Carnivac-Cov foi registrada em março, depois de vários testes terem revelado que ela gera anticorpos contra o vírus em cães, gatos, raposas e visons.

De acordo com a agência Reuters, o primeiro lote vai ser fornecido em várias regiões do país, mas as autoridades russas dizem que vários países já demonstraram interesse em ter acesso ao imunizante.

Apesar de ainda terem que ser realizados mais estudos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já manifestou a preocupação com o risco de transmissão do vírus de humanos para os animais.

O regulador russo garante que a Carnivac-Cov é capaz de proteger espécies mais vulneráveis e até impedir mutações virais. Ainda de acordo com as autoridades russas, estará já em andamento o processo para registrar o produto no exterior, especialmente na União Europeia.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias 

Continuar lendo SEGUNDO REGULADOR AGRÍCOLA DA RÚSSIA, O PAÍS PRODUZIU 17 MIL DOSES DE VACINA CONTRA COVID-19 PARA ANIMAIS

SAÚDE: PARA EMAGRECER VOCÊ PRECISA CORRER DE 7 ALIMENTOS, POR DR. MARCO MENELAU

A nossa coluna SAÚDE desta quinta-feira tem o renomado Dr. Marco Menelau em mais uma palestra instrutiva. Desta vez ele fala sobre 7 alimentos que você precisa parar de consumir se quiser emagrecer. São dicas preciosas para lhe ajudar a emagrecer e ser saudável!

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: PARA EMAGRECER VOCÊ PRECISA CORRER DE 7 ALIMENTOS, POR DR. MARCO MENELAU

SAÚDE: TÉCNICAS DE MEMORIZAÇÃO PARA VOCÊ APRENDER SOBRE MAPAS MENTAIS

Na coluna SAÚDE desta quinta-feira o Dr. Samuel Dalle Laste ensina uma técnica que ele utiliza para memorização, baseado no livro dominando a técnica dos MAPAS MENTAIS, de Tony Buzan. Uma dica extraordinária para quem está precisando melhorar a memória. Por isso convido você a assistir a esse vídeo maravilhoso!

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: TÉCNICAS DE MEMORIZAÇÃO PARA VOCÊ APRENDER SOBRE MAPAS MENTAIS

SAÚDE: CONHEÇA OS SUPLEMENTOS QUE VÃO MUDAR A SUA VIDA

Nesta quinta-feira nós temos mais uma aula do Dr. Marco Menelau. Desta vez ele fala sobre suplementos que ele próprio consome todos  os dias, desmistificando tudo sobre suplementação e você não pode perder, pois vai aprender como manter sua imunidade elevada suplementando sua alimentação. Assista ao vídeo completo e saiba como ter mais saúde!

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: CONHEÇA OS SUPLEMENTOS QUE VÃO MUDAR A SUA VIDA

SAÚDE: NATAL INICIOU NESTA TERÇA-FEIRA A VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 PARA PORTADORES DE AUTISMO E SÍMDROME DE DOWN

Vacinação de pessoas com autismo e síndrome de down contra Covid-19 foi iniciada nesta terça em Natal

 SAÚDE

Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

A capital potiguar começou nesta terça-feira (30) a vacinação de autistas e pessoas de síndrome de down a partir dos 18 anos de idade, segundo confirmou a Secretaria Municipal de Saúde. O detalhe importante é que a imunização acontece exclusivamente na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na Rua Barão de Serra Branca, em Candelária, na Zona Sul da capital, das 8h às 16h.

Para ser atendido, é preciso levar comprovante de endereço e documento – como um laudo médico – que ateste que a pessoa tem autismo ou síndrome de down. Um outro detalha do local é que a vacinação é exclusiva para residentes em Natal.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo SAÚDE: NATAL INICIOU NESTA TERÇA-FEIRA A VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 PARA PORTADORES DE AUTISMO E SÍMDROME DE DOWN

SAÚDE: ÓXIDO NÍTRICO! ESTA MOLÉCULA É CHAVE PARA A CURA DA HIPERTENSÃO!

Na coluna SAÚDE desta quinta-feira trago uma live do Dr. Marco Menelau sobre uma molécula praticamente desconhecida para a maioria da população brasileira, mas que, na verdade, é a substância mais importante para o nosso organismo. Ela se chama “Óxido Nítrico”. Por isso peço a sua atenção para assistir ao vídeo a seguir, pois irá receber informações preciosas, que podem mudar radicalmente a sua vida e a sua saúde!

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: ÓXIDO NÍTRICO! ESTA MOLÉCULA É CHAVE PARA A CURA DA HIPERTENSÃO!

SAÚDE: AMAZONAS EMVIA 70 CONCENTRADORES DE OXIGÊNIO PARA O RN

Por Ayrton Freire e Igor Jácome, Inter TV Cabugi e G1 RN

 

Avião da Força Aérea Brasileira com carregamento de concentradores de oxigênio enviados pelo Amazonas ao Rio Grande do Norte. — Foto: Ayrton Freire/Inter TV CabugiAvião da Força Aérea Brasileira com carregamento de concentradores de oxigênio enviados pelo Amazonas ao Rio Grande do Norte. — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

O Rio Grande do Norte recebeu, nesta segunda-feira (22), 70 concentradores de oxigênio enviados pelo estado do Amazonas para auxiliar na demanda das unidades de saúde, que enfrentam alta taxa de internados e dificuldade para abastecimento do insumo.

A ação foi nomeada “Gratidão”, após o Rio Grande do Norte ter recebido pacientes de Manaus no auge da crise do sistema de saúde na região Norte, em janeiro. Agora é o sistema potiguar que enfrenta dificuldade no abastecimento de oxigênio.

No último sábado (20), pacientes chegaram a ser transferidos às pressas de uma unidade na Grande Natal porque o oxigênio disponível na unidade não era suficiente para todos os internados.

Os equipamentos que chegaram nesta segunda (22) fornecem oxigênio a partir do próprio ambiente, concentrando a substância até que fique com o nível de pureza ideal para os pacientes.

O avião C-105, da Força Aérea Brasileira, que fez o transporte do material, posou em solo potiguar por volta das 21h20. Os equipamentos estavam embalados em caixas e passaram a noite em local não divulgado, para serem distribuídos a 12 municípios nesta terça-feira (23).

No Rio Grande do Norte, mais de 60 municípios informaram para a Secretaria Estadual de Saúde que estão com dificuldades para comprar oxigênio, que é usado no tratamento de pacientes com Covid-19 e também outras doenças.

O estado vivencia uma pressão sobre os leitos de UTI Covid. Na noite de segunda (22), 139 pacientes estavam na fila por uma vaga de UTI.

Ainda são aguardados pelo estado 160 cilindros de oxigênio que o Ministério da Saúde prometeu enviar até esta quarta-feira (24).

Também no fim de semana, o estado ingressou com uma ação na Justiça para que a empresa White Martins, que entrega oxigênio ao estado, ampliasse o fornecimento em 25% para atender aos municípios. O Tribunal de Justiça determinou a medida.

Em nota, a empresa informou que vai comunicar formalmente à Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte sobre a ampliação do fornecimento de oxigênio gasoso em 25% do volume previsto em contrato. “A empresa destaca que tem cumprido rigorosamente todas as suas obrigações junto ao governo estadual”, disse.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo SAÚDE: AMAZONAS EMVIA 70 CONCENTRADORES DE OXIGÊNIO PARA O RN

SAÚDE: CÂNCER DE MAMA JÁ É O MAIS COMUM NO MUNDO SUPERANDO O DE PULMÃO

OMS: câncer de mama supera o de pulmão e já é o mais comum no mundo

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Câncer de mama | Foto: Sociedade Brasileira de Mastologia

O número de novos casos de câncer de mama em 2020 representou 11,7% do total de todos os diagnósticos da doença no ano e superou o câncer de pulmão, que até então afetava o maior número de pessoas. No entanto, o câncer de pulmão continua a ser maior causa de mortes.

De acordo com a Agência Internacional para a Investigação do Câncer, da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2020 foram diagnosticados mais de 2,2 milhões casos de câncer de mama, 11,7% do total, sendo o que mais pessoas atinge no mundo.

A diferença para o câncer de pulmão – que era o mais diagnosticado – não é muita, segundo a agência.

Com 11,4% do total, o câncer de pulmão é o segundo mais encontrado, mas continua a ser aquele que mais pessoas mata. Em 2020 foi responsável pela morte de quase 1,8 milhão de pessoas, 18% do total de mortes por câncer. E se o da mama foi o mais diagnosticado em 2020, é apenas o quinto na lista dos que mais matam, depois do pulmão, colorretal, fígado e estômago.

Uma das razões para que o câncer de mama tenha se tornado de maior incidência pode estar relacionado, dizem os especialistas, a fatores sociais como o envelhecimento da população, a maternidade cada vez mais tardia ou outras situações como a obesidade, o sedentarismo, consumo de álcool ou dietas inadequadas. Essas informações foram dadas ao jornal El País pelo médico Álvaro Rodriguez-Lescure, presidente da Sociedade Espanhola de Oncologia.

De acordo com os dados da OMS, é possível verificar que o câncer de próstata foi, no ano passado, o terceiro mais diagnosticado.

A doença é, no entanto, a oitava em relação ao número de mortes. No ano passado perderam a vida com câncer de próstata 370 mil pessoas.

Fonte:  Portal da Tropical- notícias

Continuar lendo SAÚDE: CÂNCER DE MAMA JÁ É O MAIS COMUM NO MUNDO SUPERANDO O DE PULMÃO

POLÍTICA-SAÚDE: PELO VISTO, AGLOMERAÇÃO EM TRANSPORTES PÚBLICOS NÃO FAZ PARTE DAS MEDIDAS RESTRITIVAS DOS GOVERNANTES

Governadores e prefeitos mantêm medidas restritivas, mas ignoram aglomerações nos transportes públicos (veja o vídeo)

Crédito da foto: Amanda Menezes/RPC

Uma das críticas mais ferozes aos consecutivos lockdowns e medidas de distanciamento social impostas por governadores e prefeitos em mais de um ano de pandemia no Brasil é que os gestores ignoram por completo o alto índice de aglomeração no transporte público do país.

O comentarista político e jornalista Augusto Nunes falou sobre isso, nesta quinta-feira (18), no Jornal da Record.

“É impossível levar a sério os lockdowns que não incluem o transporte público. Faz um ano que vagões do metrô e ônibus circulam lotados em todas as capitais sem qualquer medida de distanciamento social”, lembrou.

“Governadores e prefeitos vivem proibindo o coronavírus de multiplicar-se em restaurantes, bares, estádios de futebol desertos, templos religiosos. E, agora, até em prateleiras de supermercado e outros lugares que aprenderam a adotar cautelas preventivas”, ironizou.

E completou:

“Mas, a pandemia continua liberada para espalhar-se com a ajuda de centenas de milhares de brasileiros sem automóvel. Os governantes incumbidos de combater a Covid-19 sabem de que forma o perigo se move. Sabem que o maior foco de contágio ‘viaja de graça’. Só não sabem o que fazer para aumentar a oferta de transporte de massa”, detalhou.

“Se tanta gente continua a deslocar-se entre o local da residência e o de trabalho, está claro que o lockdown não é tão lockdown assim. Isso ajuda a entender por que os números que medem a tragédia sanitária não param de crescer”, conclui o jornalista.

Confira o vídeo:

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo POLÍTICA-SAÚDE: PELO VISTO, AGLOMERAÇÃO EM TRANSPORTES PÚBLICOS NÃO FAZ PARTE DAS MEDIDAS RESTRITIVAS DOS GOVERNANTES

SAÚDE: SAIBA COMO AUMENTAR A IMUNIDADE BAIXA, SEUS SINTOMAS E CAUSAS

O nosso sistema imunológico trabalha 24 horas por dia para nos manter saudáveis. O que determina o nosso nível de saúde e bem estar é o nosso Sistema Imunológico ou Sistema de Defesa do nosso organismo. Quando a imunidade está baixa ficamos suscetíveis à doenças e complicações. O artigo de hoje, aqui na coluna SAÚDE esclarece tudo sobre o assunto e nos ensina como perceber os sintomas, saber quais as causas e como aumentar a imunidade. Então fique esperto(a), leia o tudo e saiba como se manter saudável!

Imunidade Baixa: Como Aumentar, Sintomas e Causas

Dicas para Aumentar a Imunidade Baixa Incluindo as Vacinas

 

Certamente você já escutou falar em imunidade baixa ou até mesmo esteve nessa situação. Esse termo é comumente usado tanto para explicar o porquê de alguém ficar doente com recorrência, como de ter apenas um resfriado. Mas, de fato, o que é imunidade baixa e o que acontece para a imunidade cair?

O corpo possui um sistema responsável por agir ao ataque de vírus, bactérias e outros microrganismos patogênicos – o sistema imunológico. Quando não nos alimentamos bem, estamos estressados ou temos outros hábitos ruins, ele enfraquece, nos deixando suscetíveis à doenças e complicações.

Por sua vez, as vacinas estimulam o organismo a se defender contra esses agentes prejudiciais, assim como bons hábitos, alimentos e suplementos ajudam a aumentar a imunidade. Ficou interessado e quer saber mais sobre o assunto? Então não deixe de continuar de olho na leitura do artigo!

Aqui você saberá tudo sobre:

  • O que é sistema imunológico;
  • Quais os sintomas de imunidade baixa?
  • O que faz a imunidade cair?
  • Como aumentar a imunidade de forma natural?
  • O que fazer quando a imunidade está baixa?
  • Qual vitamina para imunidade baixa? Conheça alimentos fontes

 

O que é o sistema imunológico?

A parte responsável pelos mecanismos de defesa do corpo é o que chamamos de sistema imunológico. Quem garante a barreira contra vírus, bactérias e fungos são milhões de células que trabalham a todo o momento. A ação delas faz com que possamos ficar protegidos contra várias doenças e complicações.

Por isso, o sistema imune é tão importante. E, mais do que isso, é imprescindível conhecer e adotar hábitos saudáveis que auxiliam o “campo” de segurança do corpo. Mas, primeiro, é essencial que você reconheça os sinais e sintomas que aparecem quando ele está pedindo socorro. Veja mais no próximo tópico!

Quais os sintomas de imunidade baixa?

A imunidade baixa pode resultar em complicações leves e até em casos mais sérios. De fato, tudo vai depender de como está o seu sistema imunológico, já que é ele quem dita a vulnerabilidade do organismo. Confira a seguir alguns sintomas e sinais que o corpo dá quando a imunidade está baixa:

  1. Otite;
  2. Cansaço excessivo;
  3. Amidalite;
  4. Herpes;
  5. Problemas de pele;
  6. Infecção intestinal de repetição;
  7. Candidíase;
  8. Gripe insistente.
imunidade baixa: 8 sinais que o corpo dá

O que faz a imunidade cair?

Como anda a qualidade do seu sono? Você tem se nutrido corretamente? Tem se estressado? Essas são algumas importantes perguntas a se fazer para avaliar as possíveis causas que levam a imunidade baixar.

Além disso, fatores genéticos influenciam diretamente no sistema imunológico, assim como a idade – crianças e idosos tendem a ficar doentes com maior facilidade. Ainda, algumas doenças, como desnutrição, AIDS, câncer, anemia e alcoolismo propiciam o enfraquecimento da atuação das células de defesa.

Variações hormonais típicas dos ciclos menstruais, da TPM e da gravidez são possíveis causas da queda de imunidade, assim como o uso de tabaco e alguns medicamentos. Ficou com medo? Calma, há diversas maneiras de reverter quadros de baixa imunidade e aumentar a imunidade. Siga a leitura para descobrir!

Como aumentar a imunidade de forma natural?

Basicamente, para aumentar a imunidade, é necessário manter um estilo de vida saudável. Além disso, você pode intensificar o consumo de alimentos ricos em vitaminas, minerais e aminoácidos que estimulam a produção das células de defesa. Veja os principais hábitos saudáveis:

O que fazer quando a imunidade está baixa?

A boa notícia é, que assim como os hábitos de vida não saudáveis podem baixar a imunidade, quando adequados, eles são capazes de fortalecer o sistema imunológico. Confira a seguir 9 dicas para aumentar a imunidade e ajudar o seu corpo a ficar mais resistente ao ataque de vírus, bactérias e fungos:

  1. Durma bem;
  2. Perca o hábito de fumar;
  3. Evite muita exposição ao Sol;
  4. Restrinja bebidas alcoólicas;
  5. Controle o estresse;
  6. Pratique atividades físicas moderadamente;
  7. Só use medicamentos quando realmente for necessário;
  8. Tenha sua carteira de vacinação em dia;
  9. Mantenha uma alimentação balanceada.

Deseja entender melhor? Abaixo você saberá porque todas essas dicas ajudam na baixa imunidade!

1. Durma bem

A privação de sono resulta na diminuição do número e da função das células do sistema imune. Portanto, 7 a 8 horas de descanso com qualidade por dia são fundamentais para evitar a imunidade baixa. Combinado?

2. Perca o hábito de fumar

Segundo o Instituto Nacional do Câncer, o tabagismo é inimigo das defesas do corpo e propicia aos fumantes uma chance maior de adoecer em comparação aos não-fumantes. Opte por estar no grupo certo!

3. Evite muita exposição ao Sol

Os raios ultravioleta (UV) causam danos ao DNA, levando a liberação de citocinas, que são moléculas envolvidas na resposta imune, e acarretam na baixa da imunidade.

4. Restrinja bebidas alcoólicas

A ingestão de álcool em excesso tende a inibir a resposta imunológica do organismo, refletindo na queda da imunidade e propiciando o surgimento de infecções e outras complicações. Portanto, restrinja o consumo!

5. Controle o estresse

Com o estresse constante, o corpo passa a produzir hormônios em grandes quantidades, como cortisol e adrenalina, que atuam na inibição das funções do sistema de defesa do organismo.

6. Pratique atividades físicas moderadamente

O excesso de exercícios tende a causar a baixa da imunidade, já que diminui os níveis de glutamina dos músculos, um aminoácido não essencial, que tem extrema importância para o sistema imunológico.

7. Só use medicamentos quando realmente for necessário

Os antibióticos, por exemplo, não matam só as bactérias que causam infecções, mas também aquelas que habitam no organismo e ajudam a nos proteger contra invasores. Tome cuidado com o uso indiscriminado!

8. Tenha sua carteira de vacinação em dia

As vacinas são feitas com partículas ou com o agente inteiro que causa a enfermidade. Elas têm papel essencial no fortalecimento da imunidade, pois fazem com que o corpo se defenda por meio de anticorpos.

9. Mantenha uma alimentação balanceada

Desde a antiguidade já se sabe que a nutrição é um fator extremamente importante na manutenção do estado de saúde e do bem-estar dos indivíduos. O seu sistema imunológico depende de uma série de reações desencadeadas por nutrientes e compostos bioativos específicos.

Siga lendo e conheça alguns alimentos importantes para consumir na dieta e aumentar a imunidade!

Qual vitamina para imunidade baixa? Conheça alimentos fontes

Existem certos tipos de vitaminas, minerais e aminoácidos fundamentais para a formação das células do sistema imunológico. Então, se você está em busca de soluções sobre como aumentar a imunidade naturalmente, foque nos seguintes nutrientes:

  • vitaminas A, C, D e E;
  • minerais selênio e zinco;
  • aminoácidos, como arginina e lisina.

1. Ricos em vitamina A

Os alimentos ricos em vitamina A são principalmente fígado, gema de ovo e óleos de peixes. Essa vitamina lipossolúvel atua como um potente antioxidante, neutralizando os radicais livres. É também essencial para o funcionamento da retina e para promover a formação dos pigmentos que tornam a visão noturna possível.

Além disso, é fundamental para o crescimento e manutenção dos tecidos que revestem a superfície do corpo e para tornar o sistema imunológico mais ativo, melhorando a resistência às infecções.

2.  Ricos em vitamina C

A vitamina C age como um antioxidante no organismo e também auxilia no funcionamento do sistema imune e na formação de colágeno. Ainda, contribui com a absorção de ferro dos alimentos, ajuda na regeneração da forma reduzida da vitamina E e atua no metabolismo energético e de proteínas e gorduras.

Abacaxi, laranja, limão e kiwi possuem grande quantidade de vitamina C, favorecendo a resistência e a produção dos leucócitos no corpo e contando muitas propriedades anti-inflamatórias.

3. Ricos em vitamina D

São usados no tratamento e na prevenção da deficiência de vitamina D e em casos de hipocalcemia. Essa vitamina age sobre os ossos, rins e intestino, regulando o metabolismo do cálcio. Também auxilia na saúde óssea e na imunidade, contribuindo com o menor risco de determinadas doenças autoimunes.

Óleo de fígado de bacalhau, bife de fígado, gema de ovo e atum são alimentos ricos em vitamina D, que ajudam a tratar imunidade baixa. É importante ressaltar que essa vitamina também é obtida através do Sol.

4. Ricos em vitamina E

A vitamina E é mais uma das vitaminas que ajudam na baixa imunidade. Ela se encontra na classe das lipossolúveis, sendo essencial para a nutrição humana. Devido a sua ação antioxidante, ajuda a combater a formação de radicais livres e tem grande importância para o sistema imunológico.

Principalmente as oleaginosas são exemplos de alimentos ricos em vitamina E, incluindo pistache, amêndoa e castanha-do-Pará. O óleo de amêndoas também é uma boa opção para incluir na alimentação.

5. Ricos em selênio

O selênio é um potente antioxidante capaz de atuar como rejuvenescedor no corpo, sendo essencial para a manutenção da saúde. Possui ação imunoestimulante, auxiliando na proteção contra doenças cardíacas e circulatórias. Ainda, tem ação anti-inflamatória, o que faz dele útil à artrite e outras doenças autoimunes.

Entre os alimentos bons para aumentar a imunidade e ricos em selênio estão castanha-pará, farinha de trigo, frango, arroz, gema de ovo, carne bovina e clara de ovo, por exemplo.

6. Ricos em zinco

Uma das principais funções do zinco é a sua participação na síntese e degradação dos carboidratos, lipídeos e proteínas. Ainda, ele atua na manutenção do crescimento e desenvolvimento normal humano. Encontramos o zinco em alimentos, como ostras, camarão, carne de vaca, frango e peixe.

Além disso, o zinco age como estabilizador de estruturas de membranas e componentes celulares e na participação ativa da função imune e desenvolvimento cognitivo.

7. Ricos em aminoácidos

Arginina e lisina são aminoácidos que contribuem para reverter casos de imunidade baixa. A arginina auxilia no tratamento de doenças que afetam o sistema imunológico e na hipertensão arterial. É encontrada no chocolate, amendoim, nozes, gelatina e castanha de caju, por exemplo.

Já a lisina é um dos mais importantes aminoácidos, pois participa da formação dos anticorpos do sistema imune e é bastante efetiva no tratamento do vírus da herpes. É encontrada nas carnes, peixes, e ovos.

Esses foram 7 alimentos para incluir no cardápio e potencializar a imunidade! Uma dieta incompleta não oferece os nutrientes e compostos bioativos necessários para o trabalho das células de defesa.

Diversos estudos já foram realizados sobre as vitaminas, minerais e aminoácidos citados. Já imaginou encontrar todos reunidos em um único lugar?

Leia mais sobre o Melhor Suplemento para Imunidade – 9 Ingredientes Essenciais

Gostou das dicas para aumentar a imunidade baixa?

Você costuma ficar doente com facilidade? Se sim, está na hora de parar e repensar seus hábito e agora você já sabe como aumentar a imunidade do corpo e ter muito mais saúde!

Quem necessita fortalecer o sistema imunológico, pode seguir as recomendações contidas neste conteúdo! As dicas não servem apenas para quem está com a imunidade baixa, mas para quem deseja evitar doenças e possíveis complicações também. Ficou com dúvidas? Comente aqui e logo responderemos você!

Siga lendo sobre o assunto em: Conheça 10 Dicas de Como Fortalecer o Sistema Imunológico de Idosos! Para mais artigos, acompanhe o nosso Blog!

Referências

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA COMO AUMENTAR A IMUNIDADE BAIXA, SEUS SINTOMAS E CAUSAS

SAÚDE: NOVOS LEITOS PARA TRATAMENTO DA COVID-19 SERÃO ABERTOS NA MATERNIDADE DE FELIPE CAMARÃO

Natal vai abrir mais um hospital de campanha para tratamento da covid-19

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

Leitos serão instalados na maternidade Felipe Camarão, zona oeste de Natal | Foto: Internet

A Prefeitura do Natal anunciou a abertura de mais um Hospital de Campanha, com 20 novos leitos, para tratar pacientes com a covid-19. A unidade será instalada na zona oeste da capaital. A decisão foi tomada pelo prefeito Álvaro Dias após reunião com o comitê científico de Natal, realizada na terça-feira (16).⁣

De acordo com o Município, o hospital de campanha irá funcionar na Maternidade Felipe Camarão, zona oeste da capital. O prédio construído pelo município será dotado de 20 leitos de enfermaria e tem previsão para entrar em funcionamento até a próxima semana.⁣

“Este Hospital Felipe Camarão vem para somar na estrutura de combate à pandemia. Vai funcionar numa maternidade que estava fechada e nós iríamos reabrir. Assim podemos receber os doentes em fase clínica onde é possível dar uma assistência global antes do agravamento do paciente”, declarou o prefeito ⁣

Com essa nova unidade e outras que estão sendo montadas, a prefeitura prevê total de 310 leitos clínicos e 74 UTIs em Natal.

Fonte: Portal da Tropical_ Notícias

Continuar lendo SAÚDE: NOVOS LEITOS PARA TRATAMENTO DA COVID-19 SERÃO ABERTOS NA MATERNIDADE DE FELIPE CAMARÃO

JUSTIÇA-SAÚDE: GOVERNADORES SÃO QUESTIONADOS PELO MPF SOBRE LEITOS DESATIVADOS EM HOSPITAIS DE CAMPANHA

MPF cobra hospitais de campanha aos governadores e questiona leitos desativado

Foto: Ilustrativa

O Ministério Público Federal encaminhou ofício aos governadores dos estados solicitando informações sobre quantos hospitais de campanha foram construídos no período da Pandemia e quais estão efetivamente funcionando.

Segundo o ofício assinado pela subprocuradora Lindora Araújo, os governadores devem informar até a sexta-feira, 19, quantos e quais hospitais de campanha foram construídos no Estado? Quais hospitais de campanha foram construídos e não entraram em
funcionamento? E, dentre os que entraram em funcionamento, informar a data de inauguração das atividades de atendimento.

Solicita ainda, listar os hospitais de campanha que estão em funcionamento na presente data e, em relação aos desativados, informar a data da desativação e o motivo do fechamento. Qual a destinação dada aos insumos e equipamentos que compunham a
estrutura de eventuais hospitais de campanha que tenham sido desativados no Estado?

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo JUSTIÇA-SAÚDE: GOVERNADORES SÃO QUESTIONADOS PELO MPF SOBRE LEITOS DESATIVADOS EM HOSPITAIS DE CAMPANHA

SAÚDE: PREFEITURA DO NATAL VAI TRANSFORMAR PRÉDIO ÀS MARGENS DA BR-101 EM HOSPITAL PARA PACIENTES DA COVID-19

Prefeitura do Natal consegue na Justiça posse de prédio e tornará local às margens da BR-101 hospital para covid nos próximos dias

Foto: Cedida

A Prefeitura do Natal vai tomar posse de um prédio em frente ao edifício Jacumã,  às margens da BR-101. O local será mais um hospital, com capacidade para 50 leitos, sendo 30 deles leitos clínicos.

Informações que chegam ao Blog dão conta que a Secretaria Municipal de Saúde(SMS) fez uma requisição administrativa pelo prédio, que não teria sido aceita. Na ocasião, o Município decidiu acionar a justiça, que concedeu o espaço via liminar.

O prédio tem uma estrutura pronta e não estava cumprindo nenhuma função social. Informações preliminares dão conta que o local estará recebendo pacientes até este fim de semana.

Continuar lendo SAÚDE: PREFEITURA DO NATAL VAI TRANSFORMAR PRÉDIO ÀS MARGENS DA BR-101 EM HOSPITAL PARA PACIENTES DA COVID-19

SAÚDE: O EXCESSO OU MUITO ABAIXO DO PESO PODE GERAR COMPLICAÇÃOS PARA A COVID-19

Correspondente Médico: ‘Extremos de peso’ podem gerar complicações para Covid-19

Segundo estudo, pacientes com pouco ou muito peso precisam de atenção redobrada com o coronavírus; neurocirurgião Fernando Gomes explica os motivos

Fernanda Lanza, da CNN, em São Paulo

Atualizado 11 de março de 2021 às 10:29

Correspondente Médico: 'Extremos de peso' podem gerar complicações para Covid-19 - Flipboard

 

O excesso de peso pode agravar o quadro de Covid-19, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos. De acordo com uma pesquisa realizada pelo instituto, o risco de intubação de pacientes obesos com o novo coronavírus pode ser até 108% maior. O estudo foi feito com 150 mil adultos que estavam em tratamento contra a Covid-19. O risco também existe para quem está no outro lado da linha, abaixo do peso ideal.

Na edição desta quinta-feira (11) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou o porquê dos dois extremos — o excesso e muito abaixo do peso — são preocupantes.

“As complicações [pela Covid-19] acontecem com quem está com pouco peso e obesidade. Quem está com o peso normal, ou até sobrepeso, tiveram uma evolução satisfatória. Os extremos são preocupantes. A pessoa que tem muito pouco peso não tem reserva biológica suficiente para combater de forma mais eficaz a infecção”, disse Gomes.

“Já a obesidade implica em um acúmulo maior do que o normal de gordura do próprio corpo. Isso tem uma relação com o processo inflamatório. Essa é a explicação do porquê quem tem uma reserva maior de gordura acaba tendo um desfecho negativo numa situação de infecção viral.”

Continuar lendo SAÚDE: O EXCESSO OU MUITO ABAIXO DO PESO PODE GERAR COMPLICAÇÃOS PARA A COVID-19

SAÚDE: O METABOLISMO DO FERRO E SUA IMPORTÂNCIA PARA NOSSA SAÚDE

Hoje você vai ter a oportunidade de aprender tudo sobre o metabolismo do ferro e sua importância para nossa saúde, aqui na coluna SAÚDE, com o Dr. Samuel Dalle Laste. Portanto, não perca essa chance de você aumentar a sua consciência sobre os cuidadeos coma sua saúde. 

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: O METABOLISMO DO FERRO E SUA IMPORTÂNCIA PARA NOSSA SAÚDE

SAÚDE: SAIBA QUAIS AS REAÇÕES DO CÉREBRO EM SITUAÇÕES DE PERSEGUIÇÃO OU REJEIÇÃO

Entenda como o cérebro reage a situações de rejeição e perseguição

Neurocirurgião Fernando Gomes explica as reações do cérebro no quadro Correspondente Médico

Fernanda Lanza, da CNN, em São Paulo

09 de março de 2021 às 08:37

Entenda como o cérebro reage a situações de rejeição e perseguição - Correspondente Médico - YouTube

Meghan Markle, de 39 anos, esposa do príncipe Harry, movimentou a imprensa mundial por causa de uma acusação que fez à realeza. Em uma entrevista bombástica à apresentadora Oprah Winfrey, Meghan contou que não queria mais estar viva quando convivia com a família real britânica.

Na edição desta terça-feira (9) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes explicou como o cérebro reage a situações de rejeição e perseguição.

“São muitas informações que acabam impactando o cérebro, principalmente a parte emocional — o chamado sistema límbico –, e com isso a autoestima fica abalada e as vias de fuga naturais acabam sendo a manifestação de uma doença como a depressão e ansiedade”, explicou Gomes.

“Uma região chamada ínsula do cérebro é ativada quando vem essa sensação de rejeição ou perseguição, assim como a região do giro do cíngulo, área que nos dá a sensação de sofrimento. Portanto, quando o desconforto é associado com o sofrimento, essas áreas cerebrais são acionadas, mostrando que não estão funcionando de forma adequada.”

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA QUAIS AS REAÇÕES DO CÉREBRO EM SITUAÇÕES DE PERSEGUIÇÃO OU REJEIÇÃO

POLÍTICA- SAÚDE: PREFEITO DE NATAL ÁLVARO DIAS FAZ DURAS CRÍTICAS AO GOVERNO, SOBRE ATUAÇÃO NO ESTADO NO PERÍODO DE PANDEMIA

Álvaro Dias culpa Governo do Estado pelo caos na Saúde do RN, e diz que é um absurdo prender cidadãos por toque de recolher

 POLÍTICASAÚDE

Com piora da pandemia, governadora Fátima Bezerra sobe tom: “Não dá para brincar com a morte”

Em entrevistas ao Bom Dia RN e ao Jornal da 98 FM nesta terça-feira(09), o prefeito de Natal Álvaro Dias, fez duras críticas ao Governo do Estado. O chefe do executivo do município a grave situação da pandemia ao governo estadual:

“Nós fizemos hospital de campanha e o Governo não fez. Nós defendemos a profilaxia e o Governo não. Temos profundas divergências”, disse prefeito de Natal ao canal InterTV Cabugi.

Sobre as medidas restritivas como toque de recolher, Álvaro não economizou nas críticas:

“Isso é um absurdo você mandar prender os cidadãos de bem porque não estão cumprindo um toque de recolher que ninguém sabe nem se existe legitimidade para o Governo do Estado decretar ou se é isso exclusividade do Governo Federal”, disse o prefeito de Natal, ainda destacando ter editado um decreto de equilíbrio entre a prevenção à saúde e a manutenção dos empregos, já que “a pandemia pode matar, mas a fome mata também”, emendando:

“Se as pessoas começarem a ficar desempregadas, mais do que já estão, sem ter condições de ter o seu salário, o seu sustento, a sua sobrevivência, de fazer a sua feira, como é que essas pessoas vão se manter também?”, declarou em entrevista à 98 FM.

Por fim, o prefeito de Natal ainda disse que a prefeitura chegou a se reunir com a governadora, mas saiu decepcionada da reunião, pois o Governo procurou apenas “ditar o que já havia decidido”.

Continuar lendo POLÍTICA- SAÚDE: PREFEITO DE NATAL ÁLVARO DIAS FAZ DURAS CRÍTICAS AO GOVERNO, SOBRE ATUAÇÃO NO ESTADO NO PERÍODO DE PANDEMIA

SAÚDE: A IMPORTÂNCIA DE UMA ROTINA DE SONO ESPECIALMENTE PRA AS CRIANÇAS

Saiba como ajudar seus filhos a dormirem o suficiente na pandemia

A implementação de boas práticas de higiene do sono em família é fundamental para evitar problemas a longo prazo

Neha Chaudhary, da CNN

Atualizado 03 de março de 2021 às 14:51

Criança dormindoManter uma rotina de sono é importante para todos, em especial para crianças Foto: iStock

Nota do editor: Neha Chaudhary é uma psiquiatra de crianças, adolescentes e adultos no Hospital Geral de Massachusetts e na Escola de Medicina de Harvard, e co-fundadora do Brainstorm, um laboratório da Universidade de Stanford para inovações em saúde mental.

Dormir o suficiente era difícil mesmo antes da pandemia. Com as rotinas interrompidas, tempo extra em frente a telas de computadorea e celulares, e a grande quantidade de estresse que a maioria das pessoas enfrenta agora, as rotinas de sono parecem ter piorado de forma silenciosamente rápida. E pelo que estou vendo na minha prática de psiquiatria infantil, as crianças estão sofrendo ainda mais.

Considere o trabalho que nossos cérebros fazem o dia todo – pensar, sentir, tomar decisões e se preocupar com a família, amigos e até mesmo com nossa própria segurança. O sono é o único momento em que o cérebro descansa.

Para obter o suficiente desse descanso, a Academia Americana de Medicina do Sono recomenda de 10 a 13 horas de sono noturno para crianças de 3 a 5 anos de idade; 9 a 12 horas para crianças de 6 a 12 anos; e 8 a 10 horas para adolescentes. No entanto, de acordo com os Centros para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, apenas quatro em cada dez alunos do ensino fundamental e três em cada dez alunos do ensino médio estão dormindo o suficiente.

A falta de sono adequado não vem sem um custo alto. Estudos mostram que o sono insuficiente pode causar problemas a curto e longo prazo, incluindo não apenas cognição prejudicada, irritabilidade e falta de paciência, mas também diabetes e doenças cardíacas.

Grande parte da saúde emocional também está ligada ao sono e a ausência dele cria uma espiral descendente: problemas de humor ou ansiedade podem piorar o sono, e a falta de sono piora o humor e  a ansiedade. Nossa melhor aposta é quebrar o ciclo o mais rápido possível.

Eu sei que é mais fácil falar do que fazer, especialmente com dever de casa, hormônios e pressões da faculdade pairando sobre crianças e adolescentes – sem mencionar suas vidas sociais, ou a falta dela agora. Implementar boas práticas de higiene do sono em família é fundamental para pais e filhos.

Inicie uma rotina na hora de dormir

Aprendizagem à distância, trabalho em casa, falta de creche e dificuldades financeiras são algumas das razões pelas quais nossas rotinas estão diferentes hoje em dia. Uma boa rotina na hora de dormir é uma das partes mais importantes da higiene do sono.

Quanto mais consistente for a rotina da hora de dormir, mais os relógios biológicos de seus filhos permanecerão em dia e mais seus cérebros começarão a associar a rotina ao sono. Ter um relógio interno consistente também ajuda a regular o humor, o que, por sua vez, melhora ainda mais o sono.

Isso significa tentar manter as rotinas de sono e vigília durante o fim de semana o mais próximo possível dos dias da semana. É uma medida difícil, especialmente, para adolescentes, cujos relógios biológicos são programados naturalmente para descansar mais tarde, de forma que nem sempre corresponde ao dia na escola. Porém, quanto mais consistente for a rotina nos fins de semana, mais fácil será adormecer e acordar durante a semana, quando normalmente é o mais complicado.

Desacelere pelo menos uma hora antes de dormir

Faça atividades relaxantes, pelo menos uma hora antes de dormir, que fiquem longe de telas. Tentem ler juntos, montar um quebra-cabeça ou até mesmo contar histórias para crianças mais novas. As mais velhas podem tentar fazer um diário ou criar um ritual na hora de dormir, como escrever coisas pelas quais são gratas desde o dia. Essas atividades normalmente impedem nossas mentes de correr em direções diferentes durante o dia.

Mantenha as telas fora da hora de dormir

A luz azul que as telas emitem pode dizer ao seu cérebro que é hora de acordar – o oposto do que queremos antes de dormir. As crianças não devem apenas parar de usar seus telefones ou telas mais ou menos uma hora antes de dormir, mas também é melhor mantê-los fora do quarto para diminuir a tentação de usá-los, em razão da luz emitida que impede que o ambiente fique totalmente escuro. Isso significa laptops, tablets, sistemas de jogos e, sim, telefones celulares.

Na minha experiência, embora guardar os telefones possa ser uma decepção no início, muitas crianças mais velhas acham que se sentem liberadas, mais atentas e dormem muito melhor quando seus telefones são deixados em baldes na mesa de jantar e eles não os pegam até depois do café da manhã.

Crie um ambiente favorável ao sono

Além de eliminar dispositivos, a configuração correta do ambiente pode desempenhar um grande papel na qualidade do sono que você obtém. Você quer que seja aconchegante, convidativo e seguro. Tente manter os bichinhos de pelúcia favoritos do seu filho, brinquedos ou um símbolo de algo reconfortante perto de sua cama. A sala deve estar o mais escura possível (cortinas blackout funcionam) e a temperatura deve estar pendendo para o frio.

Tente não comer ou beber uma hora antes de dormir

Seu corpo trabalha muito para digerir os alimentos, extrair todos os seus nutrientes e transformá-los em energia. Você quer evitar que esse processo aconteça tarde da noite, porque não apenas certos alimentos, como açúcares, podem lhe dar uma explosão de energia logo antes de dormir — mas, se você não esperou o suficiente para dormir, isto pode ser uma receita para refluxo e desconforto estomacal.

Para os membros mais velhos da família, evite cafeína o máximo que puder, e não apenas antes de dormir. A cafeína a qualquer hora do dia, mesmo no final da manhã, pode afetar seu sono. Se você deseja um sono mais profundo e de melhor qualidade, corte o chá, o café ou os refrigerantes com cafeína do dia.

Tente meditação para dormir enquanto está na cama

Se seu filho está acordado na cama, peça-lhe que tente meditar. Pode reduzir o estresse e aumentar a liberação de substâncias químicas que fazem você se sentir relaxado e sonolento. A varredura corporal, por exemplo, é fácil de fazer.

Com os olhos fechados e o corpo imóvel, comece pela ponta da testa e, descendo, relaxe todos os músculos do rosto. Continue movendo-se para baixo de maneira a prestar atenção para as diferentes partes do corpo, relaxando os músculos enquanto “examina” essa área em sua mente. Muitas crianças com quem trabalhei me dizem que mal chegam aos braços antes de adormecer.

Fique na cama só para dormir

Também é útil para as crianças ficarem fora da cama para as demais atividades, incluindo dever de casa ou até mesmo ouvir música enquanto mandam mensagens para os amigos. Você quer que seu cérebro associe a cama ao sono e essa separação física pode ajudar.

Se meditação, contagem ou outras atividades não funcionarem e seu filho não conseguir dormir depois de 20 a 30 minutos, ele deve sair da cama e tentar uma atividade relaxante até sentir sono o suficiente para tentar dormir novamente. Isso ajuda o cérebro a continuar conectando a cama com estar sonolento, não acordado.

Seja modelo de boa higiene do sono

Como acontece com a maioria das coisas relacionadas aos pais, praticar o que você prega não apenas reforça a mensagem, mas mostra a seus filhos o que fazer. Ao implementar as mesmas técnicas que você espera deles, torna-se uma atividade familiar. Escolha alguns rituais noturnos em família, como um tempo de leitura sem tela após o jantar ou fazer uma meditação guiada e acompanhá-la juntos.

Fique atento a sinais de que seu filho está sofrendo com outros problemas

Se seu filho recentemente não está dormindo e possui dificuldades em outras áreas também – como falta de apetite, problemas de motivação, timidez ou humor irritável –, pode ser hora de procurar um pediatra, terapeuta ou psiquiatra para ver se há algo mais está acontecendo, como depressão ou ansiedade.

O cérebro é um dos nossos ativos mais preciosos e, como acontece com qualquer bem precioso, há maneiras de cuidar dele e nutri-lo para que possa fazer o seu trabalho da melhor maneira. Portanto, tudo começa – e termina – com o sono.

Continuar lendo SAÚDE: A IMPORTÂNCIA DE UMA ROTINA DE SONO ESPECIALMENTE PRA AS CRIANÇAS

SAÚDE: QUAL O MELHOR HORÁRIO PARA TOMAR SUPLEMENTO?, POR DR. MARCO MENELAU

Nesta quinta-feira, aqui na coluna SAÚDE temos mais uma palestra do Dr. Marco Menelau onde ele fala quais os melhores horários para a absorção dos nutrientes, para se tomar os suplementos vitamínicos e trazer uma eficácia determinante para a sua saúde integral. Então, convido você a assistir ao vídeo completo a seguir e conhecer essas importantes dicas.

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: QUAL O MELHOR HORÁRIO PARA TOMAR SUPLEMENTO?, POR DR. MARCO MENELAU

SAÚDE- ECONOMIA:SEGUNDO ESPECIALISTA, A ECONOMIA BRASILEIRA SÓ VAI MELHORAR COM A VACINAÇÃO EM MASSA

Só a vacinação em massa pode melhorar a economia brasileira, afirma especialista

Segundo dados divulgados nesta quarta (3) pelo IBGE, o Produto Interno Bruto (PIB) acumulado de 2020 registrou tombo de 4,1%

Layane Serrano, da CNN, em São Paulo

Atualizado 03 de março de 2021 às 11:11

Vacinação em massa é 'decisiva' para o bom desempenho da economia brasileira, diz Guedes | Economia | G1

A economia brasileira só tem chance de melhorar se a vacinação contra a Covid-19 atingir uma proporção grande da população do país. Esta é a análise do economista e sócio da MB Associados José Roberto Mendonça de Barros. Segundo dados divulgados nesta quarta-feira (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Produto Interno Bruto (PIB) acumulado de 2020 registrou um encolhimento de 4,1%.

“Chama a atenção que no ano passado só a agropecuária teve crescimento positivo. Todos os outros setores do PIB tiveram crescimento negativo. A pandemia leva a restrições de mobilidade e, com isso, o setor que mais sofre é serviços porque boa parte desse setor exige aglomeração e presença das pessoas, e é o setor que mais emprega”, disse.

“Por isso, se olhamos para esse ano, a grande lição que sobra do ano passado é que só teremos chance de melhorar se a vacinação em massa atingir uma proporção grande da população. Isso é o mais fundamental para esse ano, até mesmo antes da continuidade, que é importante, de um certo auxílio emergencial”.

Na avaliação do economista, o que salvou o ano passado foi o auxílio emergencial. “Até julho do ano passado, a projeção era de menos 6%, até mais, e acabou dando menos 4%. Isso foi um resultado médio, se compararmos com países da Europa, como a Inglaterra e a Espanha, e da América Latina, como o Peru, a Argentina e o México. Mas, de qualquer forma, é uma queda muito significativa e que tem custos para o país, especialmente porque a gente vem crescendo pouco desde 2014, 2015. Entretanto, o que salvou o ano foi o auxílio emergencial.”

Fonte: CNN

Continuar lendo SAÚDE- ECONOMIA:SEGUNDO ESPECIALISTA, A ECONOMIA BRASILEIRA SÓ VAI MELHORAR COM A VACINAÇÃO EM MASSA

O VICE-PRESIDENTE MOURÃO AFIRMOU QUE NÃO ADIANTA QUERER IMPOR MEDIDAS NACIONAIS NÃO SOMOS DITADURA, A SOLUÇÃO É ACELERAR A VACINAÇÃO E CAMPANHAS DE CONSCIENTIZAÇÃO

 Não adianta você querer impor algo nacional. Nós não somos ditadura”, diz Mourão sobre pedido de toque de recolher feito por secretários

 POLÍTICASAÚDE

Foto: Reprodução

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta terça-feira (2) que ‘não adianta querer impor’ medidas nacionais para restringir a circulação de pessoas e tentar reduzir os casos de Covid-19. Segundo ele, a solução é acelerar a vacinação e realizar de campanhas de conscientização da população.

Mourão fez o comentário após ter sido questionado a respeito da carta escrita pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) que sugeriu medidas urgentes contra o iminente colapso das redes pública e privada de saúde diante do aumento dos casos de Covid-19. Entre as sugestões está um toque de recolher nacional das 20h até as 6h da manhã.

“Cada população tem sua característica, se você analisar o país são cinco países diferentes em um só, o Norte é uma coisa, Nordeste é outra, etc e tal. Então, não adianta você querer impor algo nacional. E aí como é que você vai fazer isso para valer? A imposição? Nós não somos ditadura. Ditadura é fácil, sai dando bangornada em todo mundo”, afirmou ele em entrevista ao chegar ao Palácio do Planalto nesta terça (2).

Para Mourão, a população “cansou” das medidas de restrição e os brasileiros não gostam de ficar em suas residências, preferem sair à rua. O vice-presidente considera que o caminho para redução dos casos da Covid-19 seria realizar uma campanha de conscientização e acelerar a vacinação.

“Acho que tem que haver uma campanha em todos os níveis de conscientização da população. Acho também que tinham que ter alguma atitude em relação ao transporte urbano, acho que nenhum gestor se preocupou muito com isso aí. É por aí. E conseguir acelerar as vacinas. Acelerando as vacinas a coisa anda de forma boa”, afirmou.

Carta do Conass

A carta escrita pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) foi entregue na segunda-feira (1º). No documento, a entidade diz que o Brasil vive o pior momento da pandemia e divulgou medidas que deveriam ser adotadas no país. Em resumo, o Conass afirmou que:

Brasil vive pior momento da pandemia, com patamares altos em todas as regiões.

Falta condução nacional unificada e coerente da reação à pandemia.

É preciso proibir eventos presenciais, inclusive atividades religiosas.

É preciso suspender aulas presenciais em todo o país.

É preciso adotar toque de recolher nacional; fechar bares e praias.

É preciso ampliar testagem e acompanhamento dos infectados.

Deve-se criar um Plano Nacional de Comunicação para esclarecer a população da gravidade da situação.

Situação no país

Um ano após o primeiro caso de Covid-19, o Brasil vive momento crítico, com 255,8 mil óbitos. Segundo consórcio de imprensa, na segunda-feira (1°) a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 1.223, o quinto recorde batido nos últimos seis dias.

Já o balanço da vacinação registra 6,7 milhões de pessoas que receberam a primeira dose (3,2% da população brasileira).A segunda dose já foi aplicada em 2 milhões de pessoas (0,95% da população).

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo O VICE-PRESIDENTE MOURÃO AFIRMOU QUE NÃO ADIANTA QUERER IMPOR MEDIDAS NACIONAIS NÃO SOMOS DITADURA, A SOLUÇÃO É ACELERAR A VACINAÇÃO E CAMPANHAS DE CONSCIENTIZAÇÃO

SAÚDE: GOVERNADORA DO RN PETICIONOU A DESCONTINUIDADE DE CONTRATO FIRMADO COM 10 LEITOS NO HOSPITAL WILSON ROSADO EM MOSSORÓ

ACREDITE SE QUISER: Governo do Estado pede encerramento de contrato de 10 leitos em hospital em Mossoró

 SAÚDE

Documentos do Ministério da Saúde falam em “possibilidade

No momento em que o Rio Grande do Norte vive uma crise na ocupação de leitos críticos durante a pandemia da covid-19, o Governo do Estado peticionou a descontinuidade de contrato de 10 leitos firmado com o Hospital Wilson Rosado para fins de prestação de serviços hospitalares em Unidade de Terapia Intensiva, que atende especialidades como alta complexidade em neurocirurgia, cardiologia e oncologia – todas pelo SUS.

Com um prazo de vigência até 27 de março deste ano, o Estado justifica o valor anual de R$ 15.300.000,00 (quinze milhões e trezentos mil reais), e “despesa excessiva” ao Estado do Rio Grande do Norte. Vale ainda destacar que os leitos no Hospital Wilson Rosado continuam mantidos, anualmente, por vias judiciais.

Ao Blog, uma fonte no setor destacou que o Hospital Wilson Rosado é retaguarda para o Hospital Tarcísio Maia, também em Mossoró, além dos hospitais de Pau dos Ferros e Assú.

Em meio ao cenário da pandemia, outras especialidades também agonizam com filas de regulação. No caso do contrato do Estado com o Hospital Wilson Rosado, os 10 leitos ainda são insuficientes.

O Governo justifica que disponibiliza 20 leitos para outras especialidades além da covid no Tarcísio Maia. Por outro lado, especialistas afirmam que mesmo com esses disponíveis no Hospital Wilson Rosado, leito de UTI nunca é de menos.

“Sempre vai ter paciente necessitando de leitos críticos. UTI é condição de vida. Sem leito, paciente morre. As outras especialidades caíram no esquecimento, disse a fonte ao Blog.

Continuar lendo SAÚDE: GOVERNADORA DO RN PETICIONOU A DESCONTINUIDADE DE CONTRATO FIRMADO COM 10 LEITOS NO HOSPITAL WILSON ROSADO EM MOSSORÓ

SAÚDE: SAIBA TUDO SOBRE CRUDIVORISMO COM O DR. SAMUEL DALLE LASTE

Quinta-feira é dia da coluna SAÚDE e o destaque de hoje é mais uma mini palestra do extraordinário Dr. Samuel Dalle Laste, ensinado o que é CRUDIVORISMO, a alimentação saudável baseada em RAW FOOD. Então, te convido a conhecer essa modalidade de alimentação que está crescendo bastante entre as pessoas que gostam de alimentação saudável. 

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA TUDO SOBRE CRUDIVORISMO COM O DR. SAMUEL DALLE LASTE

SAÚDE: SPRAYS NASAIS A BASE DE ÓXIDO NÍTRICO SÃO INFALÍVEIS CONTRA O CORONAVÍRUS

Dois novos sprays nasais incrivelmente eficazes são as vedetes hoje, aqui na coluna SAÚDE. A farmacêutica Nasus Pharma desenvolveu um spray nasal, cujo princípio ativo é uma incrível molécula existente no organismo humano e que mata 99,9% do vírus que causa COVID-19 e concede proteção contra vírus de entrada e saída. Portanto, você não pode deixar de ler o artigo completo a seguir  e conhecer tudo sobre essa que pode ser a prevenção mais eficaz contra o vírus da Covid!

2 novos sprays nasais que matam o vírus COVID-19 parecem incrivelmente eficazes

Durante o feriado judaico de Rosh Hashanah 2020, pesquisadores israelenses perceberam que tinham uma oportunidade sólida no mundo real de experimentar um spray nasal que estavam desenvolvendo como uma defesa COVID-19.

Como o ano novo da fé judaica, dezenas de milhares estariam viajando e frequentando a sinagoga e festivais relacionados na cidade densamente povoada de Bnei Brak – tornando-o um local de teste ideal.

Aprovado em Israel, o Taffix , um spray criado pela Nasus Pharma, cria uma barreira de proteção mecânica e química por cerca de cinco horas quando inalado pelo nariz. Foi esse spray que sua co-criadora, Dalia Megiddo, ofereceu a um rabino Bnei Brak para usar nos festivais.

83 pessoas concordaram em usar o spray antes dos festivais de acordo com as instruções – reaplicando a cada cinco horas até o fim das comemorações. Notavelmente, das 83 pessoas que usaram o spray nasal, apenas duas pegaram COVID-19; ambos relataram esquecer de usá-lo. Das 160 pessoas que foram abordadas, mas optaram por não usar o spray nasal, 16 delas – ou 10% – contraíram o vírus.

Uma virada de jogo

Sprays nasais estão sendo testados em vários institutos de pesquisa como defesas eficazes para COVID-19, o que faz sentido: embora a boca seja um ambiente extremamente hostil para vírus, o nariz está muito menos protegido.

O Telegraph relata que pesquisadores da Universidade de Londres estão trabalhando no primeiro conjunto de testes clínicos para um spray nasal: o óxido nítrico é seu ingrediente ativo e está comprovado que mata 99,9% do vírus que causa COVID-19 e concede proteção contra vírus de entrada e saída.

O óxido nítrico é algo encontrado e produzido nas células vermelhas do sangue, mas também mata vírus virtualmente em contato. Pankaj Sharma, um professor de neurologia que trabalha no estudo da Universidade de Londres, vê os sprays nasais como uma virada de jogo porque eles interrompem a integridade estrutural do vírus independente de anticorpos ou outras células imunológicas.

“Se pegarmos a variante sul-africana, uma vez que toque o óxido nítrico, será estruturalmente destruído de qualquer maneira; o fato de ter um perfil de RNA diferente não faz diferença para o óxido nítrico ”, disse ele ao Telegraph.

Além disso, como é simplesmente uma substância química endógena, semelhante a tomar algo como um suplemento de melatonina, ele não consegue imaginar por que alguém escolheria não usá-lo ou por que alguém teria reações adversas a ele.

Imagem em destaque: Robin_24, licença CC

Fonte: Good News Network

Continuar lendo SAÚDE: SPRAYS NASAIS A BASE DE ÓXIDO NÍTRICO SÃO INFALÍVEIS CONTRA O CORONAVÍRUS

SAÚDE: REGISTRO DEFINITIVO DA VACINA DA PFIZER CONTRA COVID-19 FOI CONCEDIDO PELA ANVISA

Anvisa aprova registro definitivo da vacina da Pfizer contra a Covid

 SAÚDE

Foto: Saulo Angelo/Futura Press/Estadão Conteúdo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu, nesta terça-feira (23), o registro definitivo à vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19. A vacina é a primeira vacina a obter o registro sanitário definitivo no Brasil, mas ela ainda não está disponível no país. (Veja íntegra da nota da Anvisa ao final da reportagem).

O G1 questionou o Ministério da Saúde sobre uma previsão de compra da vacina, mas, até a última atualização desta reportagem, não havia recebido resposta.

As duas vacinas que estão sendo aplicadas no Brasil são a de Oxford e a CoronaVac, mas ambas têm autorização de uso emergencial, e não o registro definitivo.

A vacina da Pfizer foi uma das quatro testadas no Brasil. No início do ano, a farmacêutica disse ter oferecido 70 milhões de doses da vacina ao governo brasileiro para entrega ainda em dezembro, mas a oferta foi recusada. O Ministério da Saúde disse que as doses propostas pela Pfizer causariam “frustração” aos brasileiros.

Veja íntegra da nota da Anvisa:

“Como Diretor-Presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, informo com grande satisfação que, após um período de análise de dezessete dias, a Gerência Geral de Medicamentos, da Segunda Diretoria, concedeu o primeiro registro de vacina contra a Covid 19, para uso amplo, nas Américas.

O imunizante do Laboratório Pfizer/Biontech teve sua segurança, qualidade e eficácia, aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores da Anvisa que prossegue no seu trabalho de proteger a saúde do cidadão brasileiro.

Esperamos que outras vacinas estejam em breve, sendo avaliadas e aprovadas.

Esse é o nosso compromisso.” Diretor-presidente Antonio Barra Torres

Entre as autoridades de referência pela Organização Pan-Americana da Saúde OPAS), a Anvisa é a primeira a conceder o registro de uma vacina Covid-19, com 7 (sete) locais de fabricação certificados, refletindo a dedicação, planejamento e compromisso da Agência com o combate a pandemia. O registro abre caminho para a introdução no mercado de uma vacina com todas as salvaguardas, controles e obrigações resultantes dessa concessão. Diretora Meiruze Freitas.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo SAÚDE: REGISTRO DEFINITIVO DA VACINA DA PFIZER CONTRA COVID-19 FOI CONCEDIDO PELA ANVISA

SAÚDE: CONHEÇA A KOBUCHA E SAIBA TUDO SOBRE ELA COM O DR. SAMUEL DALLE LASTE

O destaque desta quinta-feira, aqui na coluna SAÚDE é a KOMBUCHA. Uma bebida a base de SCOBY uma colônia de bactérias e leveduras, açúcar, chá e saborização a vontade. Neste vídeo o Dr. Samuel Dalle Laste tira todas as suas dúvidas sobre essa bebida que está cada vez mais popular, pois trás a simbiose para o seu intestino melhorando bastante sua flora intestinal e em consequência mais SAÚDE.

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: CONHEÇA A KOBUCHA E SAIBA TUDO SOBRE ELA COM O DR. SAMUEL DALLE LASTE

SAÚDE: COMITIVA BRASILEIRA SERÁ ENVIADA A ISRAEL PARA CONHECER SPRAY NASAL EXO-CD24 CONTRA COVID=19

Brasil enviará comitiva a Israel para conhecer spray contra a covid-19

 SAÚDE

Resultado de imagem para Brasil enviará comitiva a Israel para conhecer spray contra a covid-19

O presidenteJair Bolsonaro disse hoje (16), em um vídeo publicado nas redes sociais, que enviará uma comitiva brasileira para conhecer o spray nasal EXO-CD24, contra a covid-19, que está sendo desenvolvido pelo Centro Médico Ichilov de Tel Aviv, em Israel. “Estamos acertando também uma comitiva que vai a Israel, do spray para curar a covid-19, o EXO-CD24. Se Deus quiser, vai dar certo”, disse em um vídeo gravado na praia de São Francisco do Sul, litoral norte de Santa Catarina. O presidente e familiares passam o período de carnaval hospedados no Forte Marechal Luz, uma área militar reservada.

“Pelo que tudo indica, o tratamento da covid em casos graves, através desse spray, tem tudo para dar certo”, acrescentou o presidente. Segundo ele, o Brasil deve participar da próxima etapa de testes do produto, que está na fase 3. “Já conversamos com a Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária]. Uma vez entrando a documentação de praxe, para o tratamento experimental, eu acredito que a Anvisa tem tudo para dar o sinal verde e começarmos também a testar no Brasil”.

Na sexta-feira (12), Bolsonaro falou por telefone com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, sobre o assunto.

Inpi

Em seu site, o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) disponibiliza informações de diversas fontes sobre pesquisas pelo mundo em tecnologias relacionadas à covid-19, inclusive medicamentos. De acordo com o Inpi, em publicação no dia 8 de fevereiro, os testes de fase 1 com o EXO-CD24 já foram concluídos.

“O hospital anunciou que a substância EXO-CD24 foi administrada a 30 pacientes cujas condições eram moderadas ou piores e todos os 30 se recuperaram – 29 deles em três a cinco dias. O medicamento combate a tempestade de citocinas, que se acredita ser responsável por muitas das mortes associadas à doença. Ele usa exossomos – pequenos sacos transportadores que transportam materiais entre as células – para entregar uma proteína chamada CD24 aos pulmões, que o grupo de estudo está pesquisando há décadas. Esta proteína ajuda a acalmar o sistema imunológico e conter a tempestade”, diz a publicação.

O texto explica que o medicamento é inalado uma vez por dia durante alguns minutos, durante cinco dias, sendo direcionado diretamente para os pulmões.

O Inpi destaca que, até o momento, não há vacina ou tratamento farmacológico aprovado para covid-19. As vacinas que estão sendo aplicadas em diversos países foram autorizadas apenas para uso emergencial e ainda estão sendo estudadas.

Assim como as vacinas, os estudos de medicamentos são divididos em várias etapas e, no Brasil, precisam de autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para acontecerem. Na lista dos ensaios clínicos autorizados pela Anvisa ainda não consta o spray EXO-CD24. Na fase 3 de testes clínicos, o medicamento é administrado a uma grande quantidade de pessoas, normalmente milhares, para que seja demonstrada a sua eficácia e segurança. (ABr)

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo SAÚDE: COMITIVA BRASILEIRA SERÁ ENVIADA A ISRAEL PARA CONHECER SPRAY NASAL EXO-CD24 CONTRA COVID=19

SAÚDE: QUAL A DOSE DE VITAMINA D DIÁRIA IDEAL? POR DR. MARCO MENELAU

Sábado é dia de relaxar do trabalho e passar a olhar mais para o seu corpo e sua saúde, já que se tem mais tempo para isso. Por isso, o Blog do Saber reserva um espaço para a coluna SAÚDE trazendo sempre palestras com informações valiosas de médicos como do Dr. Marco Menelau, naturalista que evita o uso de remédios químicos. Por isso convido você a assistir ao vídeo completo a seguir e saber tudo sobre a vitamina D.

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: QUAL A DOSE DE VITAMINA D DIÁRIA IDEAL? POR DR. MARCO MENELAU

SAÚDE: O QUE CAUSA GOTA E O QUE FAZER PARA TRATÁ-LA!

Quinta-feira é dia da coluna SAÚDE e hoje o assunto é: Como tratar GOTA e reduzir o ÁCIDO ÚRICO?, com o Dr. Samuel Dalle Laste. A gota é uma condição observada com mais frequência em homens do que em mulheres. Caracterizada por ataques recorrentes de artrite inflamatória, em grande parte das vezes da vezes afeta a articulação na base do dedo grande do pé. Sua causa é uma combinação de dieta e fatores genéticos. Por isso é mais comum entre pessoas que consomem carne ou cerveja em excesso ou apresentam excesso de peso, o que acaba por elevar os níveis de ácido úrico no sangue. Mas como esse excesso de ácido úrico afetas as inflamações e o que é preciso fazer para tratar a gota? Assista a mais essa super aula do Dr. Samuel Dalle Laste e descubra! 😉

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: O QUE CAUSA GOTA E O QUE FAZER PARA TRATÁ-LA!

SAÚDE MENTAL: PESQUISA DA USP APONTA QUE BRASIL LIDERA O RANKING DOS CASOS DE DEPRESSÃO NA QUARENTENA

Brasil lidera casos de depressão na quarentena, aponta pesquisa da USP

Publicado em 09.02.2021

Rovena Rosa | Agência Brasil

O Brasil, segundo uma reportagem da CNN Brasil, lidera os casos de depressão e ansiedade durante a pandemia do novo coronavírus.

De acordo com a matéria, uma pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo (USP) em onze países mostra o Brasil na liderança.

As restrições durante a pandemia e o isolamento social podem ser um dos principais fatores que estão prejudicando a saúde mental.

Conforme os dados, Brasil é o país que mais tem casos de ansiedade (63%) e depressão (59%).

A Irlanda aparece em segundo lugar com 61% das pessoas com ansiedade e 57% com depressão. Em seguida, os Estados Unidos, com 60% e 55%, respectivamente.

“Nós concluímos que a pandemia de Covid-19 tem se mostrado um evento traumático para muitas pessoas, levando aumento exponencial de sentimento de medo e estresse”, disse Ricardo Uvinha, professor de lazer e turismo da USP, à CNN.

“A pesquisa reforça que os brasileiros têm sofrido drasticamente o período de quarentena e lockdown, em especial pela privação de atividades de lazer fora do ambiente doméstico”, completou.

Confira a matéria na íntegra aqui.

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

Fonte: Conexão Política

Continuar lendo SAÚDE MENTAL: PESQUISA DA USP APONTA QUE BRASIL LIDERA O RANKING DOS CASOS DE DEPRESSÃO NA QUARENTENA

SAÚDE: TUDO QUE QUEM JÁ TEVE COVID-19 PRECISA SABER

Anticorpos, vacinas, variantes: o que pessoas que já tiveram Covid devem saber

Jacqueline Howard, Zamira Rahim, Maggie Fox, Jen Christensen, Amanda Sealy e Michael Nedelman, da CNN
05 de fevereiro de 2021 às 10:57 | Atualizado 05 de fevereiro de 2021 às 11:30
Pesquisa, laboratório, ciência, imunidade, covid-19Foto: Trnava University/Unsplash

Você pode ser uma das mais de 9,3 milhões de pessoas no Brasil que contrairam o novo coronavírus desde o início da pandemia, e quando se trata de vacinas contra a Covid-19, novas variantes ou risco de reinfecções, dúvidas podem surgir sobre a doença ainda estudada em todo o mundo.

“Continuamos aprendendo um ano após o início da pandemia”, diz à CNN, a médica Becky Smith, diretora de Prevenção e Controle de Infecções e especialista em doenças infecciosas do Duke University Hospital, dos Estados Unidos.

Por causa de novos aprendizados a cada dia, médicos avaliam que existem descobertas importantes que pessoas já infectadas pela Covid-19 devem saber.

Qual é o risco de reinfecção?

O risco de reinfecção “parece ser muito baixo” e os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC) afirmam que “o risco de reinfecção é ‘baixo’ nos primeiros 90 dias após a pessoa contrair a Covid-19″, comenta Smith. Embora raras, as chances existem.

“Com base no que sabemos de vírus semelhantes, algumas reinfecções são esperadas”, pontua o CDC dos Estados Unidos, em seu site.

“O risco de reinfecção continua baixo, mas temos que estar vigilantes com o surgimento de novas variantes”, salienta à CNN, Antônio Crespo, diretor médico de doenças infecciosas do Orlando Health Medical Group.

O novo coronavírus, que causa a Covid-19, mudou com o tempo, assim como todos os outros vírus. Através dessas mutações, surgiram outras variantes.

Os cientistas não estão surpresos ao ver o coronavírus mudando e evoluindo, pois é o que os vírus fazem para sobreviverem. Com tanta propagação não controlada pelos Estados Unidos e outras partes do mundo, o vírus tem muitas oportunidades para mutações.

Até agora, três variantes que circulam ao redor do mundo foram identificadas e estão recebendo muita atenção: a variante B.1.1.7, descoberta pela primeira vez no Reino Unido; a B.1.351, identificada pela primeira vez na África do Sul; e a P.1, que surgiu no Brasil.

As variantes do novo coronavírus que circulam globalmente devem se tornar mais dominantes nos Estados Unidos na primavera, espera Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, durante uma coletiva de imprensa na Casa Branca na semana passada.

A diretora do CDC, Rochelle Walensky, frisa que todos os casos de covid-19 nos Estados Unidos agora deveriam ser tratados como se fossem causados ??por uma das recentes variantes do coronavírus identificadas.

Outra razão pela qual o risco de reinfecção permanece um tanto misterioso é o fato de ainda não estar claro por quanto tempo os anticorpos da covid-19 podem durar no organismo.

Quanto tempo os anticorpos duram?

Anticorpos são proteínas que o corpo produz logo após a infecção. Eles ajudam a combatê-la e auxiliam na proteção contra reinfecções.

“O que sabemos é que, quando alguém é infectado pela Covid-19, a pessoa consegue anticorpos que podem durar”, disse Crespo. “Mas agora a nova ciência que está surgindo é a de que algumas das variantes do coronavírus podem escapar dos anticorpos e ser potencialmente infecciosas para alguém já infectado com uma variante conhecida”, alerta.

Becky Smith disse que em um grande estudo com mais de 12 mil profissionais de saúde nos hospitais da Universidade de Oxford, no Reino Unido, poucos pacientes com anticorpos com covid-19 foram infectados pela segunda vez durante um período de seis meses. Esse estudo, publicado no New England Journal of Medicine em dezembro, sugere que os anticorpos estão associados a “um risco substancialmente menor de reinfecção”.

“Aqueles que desenvolveram reinfecção tinham infecções assintomáticas”, disse Smith, por email. Ela acrescenta que as evidências da experiência do hospital onde trabalha no gerenciamento de profissionais de saúde infectados por covid-19, sugerem que os anticorpos provavelmente protegem contra reinfecção.

“Até o momento, cerca de 0,5% dos profissionais de saúde experimentaram eventos de reinfecção, embora reconheçamos não ter verificado sistematicamente os anticorpos como no estudo de Oxford”, calcula Smith, que não estava envolvida no estudo.

Pessoas infectadas com Covid-19 provavelmente estarão protegidas contra o contágio novamente por pelo menos cinco meses, de acordo com um novo estudo conduzido pela Public Health England.

O estudo – ainda não revisado por pares – descobriu que a infecção anterior foi associada a um risco 83% menor de reinfecção, em comparação com pessoas não infectadas anteriormente.

Por outro lado, os pesquisadores alertaram que a proteção não era absoluta, o que significa que algumas pessoas pegam o vírus novamente e que não está claro quanto tempo dura a imunidade.

Também é possível que aqueles que têm algum grau de imunidade contra o vírus ainda sejam capazes de transportá-lo no nariz ou na garganta e, portanto, transmiti-lo a outras pessoas.

Eu já tive Covid-19. Preciso tomar vacina?

As autoridades de saúde e os médicos incentivam as pessoas já infectadas a serem vacinadas. Dados de ensaios clínicos em estágio final sugerem que as vacinas são seguras e ajudaram a proteger as pessoas com infecções anteriores contra a reinfecção. Isso, independentemente do grau anterior, caso tenha sido leve ou grave.

“Mesmo se alguém já teve covid-19, minha recomendação é ser vacinado assim que a vacina estiver disponível para essa pessoa”, orienta Smith.

“Está muito claro que as duas vacinas disponíveis oferecem um alto nível de proteção, medido nos títulos de anticorpos neutralizantes. Isso pode ser particularmente importante para pessoas que tiveram uma infecção assintomática ou leve”, completa. “Ter um nível mais alto de títulos de anticorpos irá protegê-lo por mais tempo”.

Smith acrescentou que as vacinas Pfizer/BioNTech e Moderna, autorizadas para uso emergencial nos Estados Unidos, parecem fornecer proteção contra as variantes emergentes do coronavírus que circulam ao redor do mundo.

“Não temos certeza se a imunidade natural protegerá alguém de ser infectado com as novas cepas”, disse Smith.

Uma pessoa que está atualmente doente com Covid-19 deve, no entanto, esperar para receber a vacina depois que os sintomas desaparecerem e puderem sair do isolamento. Não há tempo mínimo recomendado entre a infecção e a vacinação.

Além disso, não há dados de segurança sobre pessoas que receberam terapia com anticorpos ou plasma convalescente para tratar uma infecção por Covid-19. Como a reinfecção parece ser incomum nos 90 dias após a infecção inicial, como precaução, o CDC recomenda que a pessoa espere pelo menos 90 dias.

Não há dados que mostrem que uma vacina protegeria alguém que foi exposto recentemente. Uma pessoa não está totalmente protegida até uma ou duas semanas após receber a segunda dose da vacina.

Eu preciso tomar duas doses da vacina?

As vacinas Pfizer/BioNTech e Moderna autorizadas para uso emergencial nos Estados Unidos são administradas em duas doses, com 21 e 28 dias de intervalo, respectivamente.

Atualmente, é recomendado que as pessoas sigam esse esquema de vacinação até que mais pesquisas sejam realizadas e as autoridades de saúde recomendem o contrário.

“O conceito de dar apenas uma vacina de reforço para aqueles que tiveram infecção natural foi levantado como uma forma de preservar o fornecimento limitado de vacina e torná-la disponível para aqueles que nunca desenvolveram a infecção”, explica Smith.

Algumas evidências em um artigo pré-impresso, postado no servidor online “medrxiv.org”, na segunda-feira (1º), descobriu que depois de receberem apenas uma injeção da vacina Covid-19, as pessoas previamente infectadas com o vírus tendiam a possuir níveis de anticorpos que eram igual ou superior ao das pessoas que receberam as duas doses, mas nunca foram infectadas anteriormente. O estudo não especifica quais vacinas os participantes receberam.

“Logicamente, as pessoas que tiveram infecção provavelmente começarão com uma linha de base de algum anticorpo neutralizante detectável, então você não está começando do zero como faria para indivíduos que nunca tiveram covid-19”, esclarece Smith.

“No entanto, como a quantidade de anticorpos neutralizantes diminui com o tempo, isso precisa ser cuidadosamente estudado antes de ser lançado”, complementa. “Precisamos de dados para determinar o momento ideal de reforço da infecção natural e se a duração da proteção é equivalente à proteção que você obtém com duas doses da vacina”.

Smith acrescentou que as variantes do coronavírus também parecem ser um risco.

“Também não temos certeza sobre as cepas variantes e como os anticorpos desenvolvidos a partir de uma infecção natural protegem alguém contra uma nova cepa. As vacinas foram testadas e oferecem proteção com base em dados limitados”, disse. “Finalmente, esta abordagem exigiria que os pacientes testassem os anticorpos antes da vacinação e isso pode não estar disponível para todos”.

Eu ainda posso estar sentindo efeitos persistentes do Covid-19?

Muitos dos infectados por Covid-19 podem apresentar sintomas por semanas ou meses.

“Os pacientes podem sentir fadigas severas e persistentes, dores de cabeça, ‘névoa cerebral’, comprometimento ou dificuldade cognitiva leve para pensar ou se concentrar, dores nas articulações, tosse, falta de ar, febres intermitentes, alterações no paladar e no olfato, entre outros sintomas”, avisa Smith. “Esses sintomas persistentes podem durar até 12 semanas e muitos dizem que aumentam e diminuem ou vêm e vão durante esse tempo.”

Se você sofre de sintomas permanentes de covid-19, isso pode depender da gravidade da doença que você tem.

“Algumas pessoas têm sintomas leves e se recuperam rapidamente e não têm grandes problemas. Um dos efeitos colaterais que vimos com frequência é a fadiga crônica”, pontua Crespo.

“Parece que, com pacientes com covid-19, sintomas comuns podem durar vários meses”, acrescentou. “Além disso, se os pacientes tiveram envolvimento pulmonar significativo com pneumonia grave, podem ter dificuldade em se recuperar daquela falta de ar persistente, tosse e cansaço fácil”.

Crespo frisa que, mesmo que a pessoa tenha efeitos prolongados, ainda é importante tomar a vacina contra a covid-19 quando chegar a vez dela.

“Eles deveriam tomar a vacina”, disse. “Não creio que efeitos prolongados tenham um efeito particular na resposta à vacina”.

Fonte: CNN Brasil

Continuar lendo SAÚDE: TUDO QUE QUEM JÁ TEVE COVID-19 PRECISA SABER

SAÚDE: SAIBA PORQUE O CÁLCULO DO IMC NÃO FUNCIONA COM DR. SAMUEL DALLE LASTE

Neste sábado o Dr. Samuel Dalle Laste dá uma senhora aula sobre composição corporal ideal, aqui na coluna SAÚDE. Elé bani completamente o uso do IMC, ou índice de Massa Corpórea. Desmistifica a ideia de que duas pessoas com a mesma altura e o mesmo peso, mas com biótipos diferentes possuem o mesmo ICM. Apresenta uma nova metodologia para medir a composição corporal de cada pessoa, esclarece o que é gordura visceral e massa muscular, bem como apresenta novos equipamentos e ferramentas para esse tipo de análise. Essa aula você não pode perder!

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: SAIBA PORQUE O CÁLCULO DO IMC NÃO FUNCIONA COM DR. SAMUEL DALLE LASTE

SAÚDE: DIAGNÓSTICO DE CÂNCER DE PRÓSTATA COM TESTE ATRAVÉS DE UMA TIRA DE URINA JÁ É UMA REALIDADE

Um diagnóstico feito através de uma tira de urina contendo um biossensor ultrassensível baseado em sinal elétrico de câncer de próstata, com precisão de quase 100% é o destaque, aqui na coluna SAÚDE desta quinta-feira. Ele introduziu a análise de IA para quantificar os valores de quatro próstatas separadas fatores de câncer. Esta é uma notícia extraordinária para os homens em geral que não se sentem bem em fazer o exame tradicional do toque. Então, convido você a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes!

Novo teste de câncer de próstata faz o diagnóstico de urina em 20 minutos com precisão de quase 100%, dizem os pesquisadores

 

Cientistas médicos coreanos empregaram o aprendizado de IA para criar um novo exame de câncer de próstata com quase 100% de precisão.

A descoberta, que é uma simples tira de urina, provavelmente revolucionará os testes, pois os métodos existentes não apenas são imprecisos, mas podem resultar em diagnóstico excessivo e exigir biópsias invasivas.

O método atual é um teste de PSA, que significa “antígeno específico da próstata”, e que testa os níveis dessa proteína específica no sangue. Este teste pode ter uma taxa de diagnóstico incorreto de até 80%.

Isso ocorre porque o PSA é produzido a partir de células cancerosas e não cancerosas da próstata, e mesmo se o teste detectar PSA canceroso, há o risco de diagnosticar tumores que nunca produziriam sintomas durante a vida, de acordo com a Clínica Mayo.

Além disso, outras condições, como inflamação da próstata, infecção ou aumento da próstata, também podem enganar um teste de PSA padrão, levando à prescrição de uma biópsia invasiva que pode causar sangramento e dor.

Projetado no Instituto de Ciência e Tecnologia da Coreia, o avanço, liderado pelo cientista-chefe Dr. Kwan Hyi Lee, criou uma tira de teste de urina contendo um biossensor ultrassensível baseado em sinal elétrico e introduziu a análise de IA para quantificar os valores de quatro próstatas separadas fatores de câncer.

A IA então usa um algoritmo para determinar se eles resultam ou não em câncer. Esse processo levou a uma taxa de precisão superior a 99% em 76 testes diferentes.

“Para pacientes que precisam de cirurgia e / ou tratamentos, o câncer será diagnosticado com alta precisão usando urina para minimizar biópsias e tratamentos desnecessários, o que pode reduzir drasticamente os custos médicos e a fadiga da equipe médica”, disse o professor Gab Jeong, que ajudou o Dr. Lee no projeto, em um comunicado de acordo com  Phys. 

O câncer de próstata é a variedade mais comum em homens, e milhões de pessoas todos os anos em todo o mundo perdem a vida por causa dele. Como outros procedimentos médicos, às vezes um paciente pode se sentir envergonhado por um método específico de diagnóstico e pode optar por não obter um como resultado – o que certamente poderia ser o caso com biópsias invasivas.

A invenção de uma tira de urina simples tem o benefício adicional de poder ser feita em particular e, combinada com os resultados super precisos, o teste parece um modificador de campo.

Fonte: Good News Network

Continuar lendo SAÚDE: DIAGNÓSTICO DE CÂNCER DE PRÓSTATA COM TESTE ATRAVÉS DE UMA TIRA DE URINA JÁ É UMA REALIDADE

SAÚDE: A DIABETES TEM CURA? SAIBA COM DR. SAMUEL DALLE LASTE

O vídeo desta terça-feira, aqui na coluna SAÚDE você não pode perder, pois o Dr. Samuel Dalle Laste vai tirar todas as suas dúvidas sobre DIABETES. Desde explicar a bioquímica, as diferenças entre diabetes tipo 1, tipo 2 e gestacional, até como você pode reverter a diabetes tipo 2. Então, o que está esperando? Comece logo a assistir esse vídeo espetacular!

Fonte:

 

Continuar lendo SAÚDE: A DIABETES TEM CURA? SAIBA COM DR. SAMUEL DALLE LASTE

SAÚDE: A NOVA CULTURA EM SAÚDE SE CHAMA SAÚDE QUÂNTICA

No meu livro Coração, Intuição e Gratidão, um atalho para a vida plena eu abordo o assunto destaque desta edição, aqui na coluna SAÚDE deste sábado: SAÚDE QUÂNTICA – UMA NOVA CULTURA EM SAÚDE. Na minha ótica, baseado em diversos estudos científicos, o nosso corpo já tem uma programação própria de AUTOCURA no seu DNA.O tempo todo estamos sendo “atacados” por bactérias, vírus, micróbios e corpos estranhos, seja através dos alimentos, seja através do contato das mãos com a boca ou ainda através do ar que respiramos, muitas vezes muito poluído. Do ponto de vista microscópico o nosso organismo vive uma luta constante, diária, minuto a minuto pela sobrevivência. Muitas vezes alguns vírus adentram no nosso organismo e causam infecções, mas o nosso exército de defesa do organismo entra em ação e produzem a cura daquela determinada infecção. Portanto, nós temos o poder da AUTOCURA. Falta apenas assumirmos o comando dessa fortaleza através da nossa mente. O artigo a seguir esclarece de que forma podemos assumir esse comando e como podemos banir os remédios das nossas vidas. Então, lhe convido a ler com atenção, refletir e tirar suas conclusões!

Página inicial – Portal Saúde Quantum – Wallace Lima

SAÚDE QUÂNTICA – UMA NOVA CULTURA EM SAÚDE

Ao mesmo tempo em que dispomos de inúmeros conhecimentos científicos e de tecnologias médicas avançadas vivemos num momento paradoxal da história da humanidade. Ao mesmo tempo em que dispomos de inúmeros conhecimentos científicos e de tecnologias médicas avançadas, bem como de uma gama de medicamentos desenvolvidos pela indústria farmacêutica, convivemos com um número alarmante de doenças crônicas como diabetes, câncer, doenças cardiovasculares e depressão, entre tantas outras. Convivemos também com a perspectiva de crescimento assustador deste quadro, de acordo com as pesquisas da organização Mundial de Saúde.

A pergunta mais comum diante dessas informações é: as doenças crônicas são realmente incuráveis como parecem ser, ou o modelo de saúde que está sendo utilizado é que é limitado para reverter essas enfermidades?
Observando os currículos dos cursos da área de saúde, constatamos que são voltados para um amplo conhecimento das enfermidades e ao combate dos sintomas a partir de medicamentos químicos. De fato, os currículos pouco contemplam uma abordagem voltada para a prevenção de doenças e a promoção de saúde. A Organização Mundial de Saúde reconhece que 80% das enfermidades têm como causa o estilo de vida e os maus hábitos alimentares. Sendo assim, perceba que parece haver uma inadequação dos conteúdos curriculares, pois os mesmos não são voltados para contemplar as causas e sim os sintomas das enfermidades.
A perspectiva da Saúde Quântica é a de que precisamos validar uma Nova Cultura em Saúde, visto que a cultura atual possui como foco as doenças e a supressão dos sintomas, mantendo intactas as suas causas.
Para isso, é necessário compreender que vivemos num universo em que tudo é energia, que possui uma qualidade vibracional associada a sua  frequência. Um alimento com agrotóxico, por exemplo, está em desequilíbrio em termos de energia e frequência, por possuir substâncias tóxicas prejudiciais ao nosso organismo. O mesmo acontece com os produtos industrializados que possuem substâncias químicas como conservantes e corantes, entre outros.
Da mesma forma, a qualidade do que pensamos e de como processamos as nossas emoções também possuem uma qualidade de energia e de frequência, de modo que quando estamos emanando vibrações de raiva, inveja, medo, tristeza e ressentimento, também estamos comprometendo o nosso corpo e mente, pois essas vibrações também provocam desarmonia no funcionamento dos nossos órgãos e debilitam o nosso sistema imunológico.
Tendo como referência a perspectiva da Saúde Quântica, imagine como seria bom ser atendido por um profissional de saúde que, ao invés de passar um mesmo medicamento para 300 pessoas com sintomas de depressão ou enxaqueca, procurasse investigar o estilo de vida dessas pessoas bem como as suas histórias pessoais, buscando orientar o indivíduo no sentido de considerar as causas que fizeram com que o corpo se fragilizasse, expressando os sintomas das enfermidades?
A perspectiva do olhar para o ser humano integral, em todas as dimensões, é a base do modelo quântico de saúde, o qual é coerente com conhecimentos ancestrais oriundos da Medicina Ayurvédica, Chinesa e Tibetana. No mundo contemporâneo, a Medicina Antroposófica, e a Homeopática também seguem esses princípios, dentro dos quais a doença passa a ser uma oportunidade do ser humano se melhorar e, de preferência, buscar meios naturais e não invasivos de cura, de modo a não agredir o seu corpo com medicamentos que, na grande maioria dos casos, possuem inúmeros efeitos colaterais prejudiciais.
Com exceção das emergências médicas, as práticas terapêuticas não invasivas, aliadas a mudança de estilo de vida e hábitos alimentares, buscam respeitar a inteligência nata do corpo e a sua capacidade de se autocurar quando colaboramos com ele.
O III Simpósio Internacional de Saúde Quântica e Qualidade de Vida, que acontecerá nos dias 13, 14 e 15 de setembro de 2013, no Anhembi, em São Paulo, terá a presença de 20 cientistas de várias partes do mundo, com trabalhos notáveis que apontam para um novo paradigma em saúde.
A contribuição da física moderna, da neurociência e da epigenética, entre outras áreas da ciência contemporânea, traz a consistência científica necessária capaz de apresentar à humanidade um modelo de saúde capaz de contemplar o ser humano em todas as suas dimensões.
Por: Wallace Liimaa
Continuar lendo SAÚDE: A NOVA CULTURA EM SAÚDE SE CHAMA SAÚDE QUÂNTICA

SAÚDE: COMO SABER SE VOCÊ ESTÁ COM DEFICIÊNCIA EM MAGNÉSIO? POR DR. MARCO MENELAU

Há muito tempo sei que o magnésio é de vital importância para a nossa saúde integral e que ele é o transporte do cálcio para os ossos, dentre outras 300 reações químicas que ocorrem no nosso organismo. E que o teor de magnésio no nosso organismo não é medido pela sua presença no sangue, mas no citoplasma. São pouco os laboratórios no Brasil em condições de fazer essa leitura. Portanto lhe convido para assistir ao vídeo completo a seguir, onde o Dr. Marco Menelau dá importantes dicas sobre como saber se você está com deficiência em magnésio! 

Fonte:

Continuar lendo SAÚDE: COMO SABER SE VOCÊ ESTÁ COM DEFICIÊNCIA EM MAGNÉSIO? POR DR. MARCO MENELAU

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho