Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

PROTESTOS: REPRESENTANTES DO SETOR FRIGORÍFICO FIZERAM CARREATA EM PROTESTO CONTRA O AUMENTO DE ICMS SOBRE CARNES

Setor frigorífico protesta contra aumento do ICMS em São Paulo

Da CNN, em São Paulo

Atualizado 27 de janeiro de 2021 às 11:01

Setor frigorífico protesta contra aumento do ICMS em São Paulo

Representantes do setor frigorífico fizeram carreatas na manhã desta quarta-feira (27), em São Paulo, em protesto contra o aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre carnes.

Os manifestantes saíram da Praça Charles Miller, na região central, em direção ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual, localizado na Zona Sul.

Em 15 de janeiro, o governo de São Paulo revogou o aumento nas alíquotas do ICMS para os setores de insumos agropecuários, produção de alimentos e de medicamentos genéricos. No entanto, os representantes do setor de carnes dizem que alguns reajustes permanecem em vigor, como a alíquota de vendas para supermercados, que passou de 11% para 11,2%, e deve aumentar para 12% a partir de 1º de abril.

Entre as reivindicações também está a revogação do aumento da alíquota para comercialização entre frigoríficos e empresas que estão enquadradas no Simples Nacional, que passará de 7% para 13,3% em abril.

FONTE: CNN

Continuar lendo PROTESTOS: REPRESENTANTES DO SETOR FRIGORÍFICO FIZERAM CARREATA EM PROTESTO CONTRA O AUMENTO DE ICMS SOBRE CARNES

PROTESTOS: DEVE SER PONTUAL A GREVE DOS CAMINHONEIROS NO DIA 1º DE FEVEREIRO, MAS CATEGORIA ESTÁ DIVIDIDA

Caminhoneiros estão divididos e greve de 1º de fevereiro deve ser pontual

 CIDADES

Às vésperas da mobilização anunciada por caminhoneiros contra os preços dos combustíveis e o descumprimento da tabela de frete, há uma categoria dividida. Roberto Stringasi, da ANTB (Associação Nacional do Transporte Autônomos do Brasil), diz que o ato marcado para 1º de fevereiro será maior que a greve de 2018.

Segundo o presidente do CNTRC, Plínio Dias, a paralisação vem sendo discutida desde dezembro. Há pressões de todos os lados, com reclamações sobre a relação da categoria com o Ministério da Infraestrutura. Eis a íntegra das reivindicações.

Para alguns segmentos, o grupo está na “UTI” e a insatisfação com o governo Bolsonaro vem crescendo a cada semana. A crise econômica decorrente da pandemia, que fez governadores restringirem o acesso aos Estados, piorou tudo. Uma das queixas é a aprovação da BR do Mar, que estabelece a cabotagem no ramo de transportes e, da forma como está, pode impulsionar a migração dos caminhoneiros de longa distância para a curta, o que deve saturar ainda mais o mercado.

Outra parte dos motoristas avalia que muitos avanços ocorreram nos últimos anos, como a mudança na política de preços das Petrobras. Se a categoria não se unir nos próximos dias, há tendência de haver paralisações pontuais. Tanto em 2019 como em 2020 houve tentativas de mobilização para tentar replicar o ato de 2018, mas acabaram não se concretizando.

O Ministério da Infraestrutura afirma que está em contato permanente com as principais entidades da categoria por meio do Fórum do Transporte Rodoviário de Cargas. Para o órgão, a ANTB não é representativa para falar em nome do setor do como um todo. A associação reúne 4,5 mil caminhoneiros. No Brasil, há 1 milhão de motoristas com registro de Transportador Autônomo de Cargas, segundo ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestre). “Nenhuma associação isolada pode reivindicar para si falar em nome do transportador rodoviário de cargas autônomo, e incorrer neste tipo de conclusão compromete qualquer divulgação fidedigna dos fatos referentes à categoria”, diz o ministério.

Walace Landim, o Chorão, da Abrava (Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores) afirma que está avaliando a possibilidade de aderir à greve. Ele foi uma das lideranças das manifestações de 2018. “Estou conversando para ver a questão da adesão, para saber qual o sentimento da categoria”, declarou ao Poder360. “Uma paralisação vai ser a melhor? Tá todo mundo no limite. A gente precisa ter muita seriedade para tomar uma decisão dessa”.

Junior Almeida, liderança do movimento em 2018 e presidente do Sindicam, diz que muitos caminhoneiros estão passando por dificuldades e não vão aderir ao ato deste ano. Em grupos fechados nas redes sociais, os motoristas divergem sobre o tema. É um cenário muito diferente de 2 anos atrás.

A alta do diesel foi o que desencadeou na paralisação de 2018, ainda no governo de Michel Temer. A greve durou 10 dias. Interrompeu o fornecimento de combustíveis, a distribuição de alimentos e insumos médicos. Houve prejuízos na casa de R$ 15 bilhões em diversos setores econômicos.

Por causa da pandemia, o preço do óleo diesel no varejo teve queda de 3,30% em 2020, segundo dados do IBGE. Para 2021, os preços dos combustíveis no Brasil sofrem pressão para cima, com expectativa de recuperação da cotação internacional do petróleo.

Fonte: Blog do Bg

Continuar lendo PROTESTOS: DEVE SER PONTUAL A GREVE DOS CAMINHONEIROS NO DIA 1º DE FEVEREIRO, MAS CATEGORIA ESTÁ DIVIDIDA

PROTESTOS: UM RECADINHO PARA DIAS TOFFOLI E O STF DADO PELOS CAMINHONEIROS

Na nossa coluna PROTESTOS desta terça-feira os caminhoneiros mandam recado para Dias Toffoli e o STF. O Brasil vai parar caso seja derrubado a prisão em 2ª instância na próxima quarta-feira. A coisa tá ficando séria e a ficha deles ainda não caiu!

Indignados, caminhoneiros mandam recado para Dias Toffoli (Veja o Vídeo)

Inúmeros vídeos de caminhoneiros estão sendo divulgados com ameaças direta aos ministros.

Eles prometem parar o país.

O furor da categoria também é direcionado para a eventual soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Uma bomba relógio para explodir nas mãos dos ministros”, disse um deles.

“Fica esperto, Toffoli”, avisou um outro.

No vídeo abaixo, a seleção de algumas mensagens:

Veja o vídeo:

 

da Redação

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Continuar lendo PROTESTOS: UM RECADINHO PARA DIAS TOFFOLI E O STF DADO PELOS CAMINHONEIROS

PROTESTOS: O QUE FIZERAM COM O NOSSO PAÍS?

Na nossa coluna PROTESTOS deste sábado trago um texto de autor desconhecido, mas de uma lucidez extraordinária, cuja ótica observa a transformação ocorrida com o Brasil nos últimos 16 anos, numa completa inversão de valores que chega a desfigurar a identidade e a personalidade do povo brasileiro. Leia o texto e depois reflita sobre o assunto!

Resultado de imagem para o Brasil do nós contra eles

No Brasil, há 16 anos, existia somente o povo brasileiro, ou seja, um único povo,  uma única Nação!

Depois, durante os anos de governo do PT, a esquerda construiu um Brasil dividido em…
– Brancos;
– Brancos “homofóbicos”;
– Brancos “machistas”;
– Brancos “fascistas”
– Brancos “misóginos”
– Negros;
– Negros e pobres;
– Negras;
– Negras e pobres;
Antes existiam somente os gays, mas depois vieram…
– LGB;
– LGBT;
– LGBTQ;
– LGBTQ+
– LGBTQiA;
– LGBTQiAP+
Que se resumem em lésbicas, gays, bi, trans, queer, intersexo, assexuais, arromântiques, agênero, pan, poli e muito mais…
Ou seja! A criação que Deus fez *(homem e mulher)* a Esquerda transformou em tudo isso, que nem definição tem.
Hoje um indivíduo pode ser e se considerar o que ele quiser ser, conforme o que é pregado segundo os ensinamentos de esquerda.
– Dividiu os Índios;
– Criou os Nordestinos e o “resto do Brasil”;
– Presidente e –
-“Presidenta”;
Nesse período os conceitos foram se transformando…
– A sociedade deixou de ser vítima dos bandidos e os bandidos passaram a ser vítimas da sociedade;
– Filho deixou de ser parte da família e se tornou propriedade do Estado;
– Professor deixou de ser mestre para ser saco de pancada;
– Bandido virou herói e polícia virou bandido;
– Ser corrupto virou orgulho e ser honesto virou piada;
– Entre tantas outras distorções dessa *ESQUERDA DOENTE,* que só fez corromper a sociedade e o Brasil.
Se casualmente a Esquerda “fez” algo de bom certamente não foi com essa intenção! Mas sim com a intenção de iludir o povo para depois tirar proveito e se beneficiar de uma sociedade iludida.
Agora, tão somente pela misericórdia de Deus, o povo se vê com a oportunidade de corrigir seus erros e mudar seu futuro.
*O inimigo continuará tentando destruir a família.*
Basta sabermos em que lado queremos ficar.
🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

Autor desconhecido.

Continuar lendo PROTESTOS: O QUE FIZERAM COM O NOSSO PAÍS?

EDITORIAL: FAZER O TRAJETO DE E PARA O AEROPORTO VIROU UMA ROLETA RUSSA

No EDITORIAL desta sexta-feira eu trato de um assunto que se tornou uma grande vergonha para os norte riograndenses e principalmente para os natalenses. O trajeto entre a cidade e o aeroporto em São Gonçalo virou uma verdadeira epopeia, uma roleta russa, já que para garantir chegar do outro lado com vida é necessário escolta armada. No vídeo a seguir toda a minha indignação!

Fonte: 

Publicado em 15 de ago de 2019
Continuar lendo EDITORIAL: FAZER O TRAJETO DE E PARA O AEROPORTO VIROU UMA ROLETA RUSSA

EDITORIAL: A TORCIDA CONTRA O GOVERNO BOLSONARO É ANTES DE MAIS NADA CONTRA O BRASIL

Caro(a) leitor(a),

Essa torcida contra o governo Bolsonaro é insana, cruel e anti-patriótica. Não se pode falar em democracia quando um representante eleito legitimamente sofre todo tipo de assédio e tentativa de deposição sem que tenha a oportunidade de mostrar a que veio. Quando um presidente é eleito numa democracia ele passa a ser o presidente de toda a nação, merece o apoio e o respeito de todos. Há que se exaltar os seus feitos e não os seus pequenos tropeços. Assim já dizia o Cristo: “Quem não tiver pecados que atire a primeira pedra”.

Fonte: 

Publicado em 10 de ago de 2019

Continuar lendo EDITORIAL: A TORCIDA CONTRA O GOVERNO BOLSONARO É ANTES DE MAIS NADA CONTRA O BRASIL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA

Por G1

 

Para evitar ‘jogo político’, Bolsonaro diz que o Coaf pode ser transferido para o BC. Governo elabora a reforma tributária, mas o presidente descarta a volta da CPMF. Os EUA dão aval para a indicação de Eduardo Bolsonaropara a embaixada em Washington. PF diz ter identificado contador da maior facção criminosa do país. Operação prende suspeitos de traficar cocaína para a Europa. O autor do massacre que deixou 22 mortos em El Paso, no Texas, diz que seu alvo eram os mexicanos. E mudanças na Globo: Sandra Annenberg e Glória Maria apresentarão o Globo Repórter; Maju Coutinho assumirá o JH.

INTERNACIONAIS

Brasil elimina Estados Unidos, atual campeão do Pan, e garante vaga suada nas semifinais — Foto: Victor Calvo

Brasil elimina Estados Unidos, atual campeão do Pan, e garante vaga suada nas semifinais — Foto: Victor Calvo

Fonte: G1

NACIONAIS

Coaf no Banco Central

Bolsonaro diz que Coaf pode ser vinculado ao Banco Central

Bolsonaro diz que Coaf pode ser vinculado ao Banco Central

O presidente Bolsonaro disse que o Coaf pode sair do comando do Ministério da Economia e ser transferido para o Banco Central. Segundo ele, o intuito é tirar o órgão que combate lavagem de dinheiro do ‘jogo político’.

O conselho ficou no centro de uma polêmica no início do mandato de Bolsonaro. Assim que assumiu, o presidente mudou a estrutura de ministérios, e um medida provisória previa que o Coaf fosse para as mãos de Sérgio Moro, na Justiça.

Durante a tramitação da MP no Congresso, no entanto, os parlamentares decidiram que o órgão deveria voltar para o Ministério da Economia. Na época, Moro defendeu que o órgão ficasse em sua pasta, mas a reação de deputados e senadores foi mais forte.

Volta da CPMF?

O governo prepara o texto da reforma tributária para apresentar ao Congresso e estuda a recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). A intensão da equipe econômica é compensar a desoneração da folha de pagamento em todos os setores da economia com a volta do tributo.

No entanto, ao ser questionado sobre a proposta, Bolsonaro negou a suposta volta do imposto:

“Já falei que não existe CPMF. O que ele quer mexer, tudo proposta, não vai depois dizer lá na frente que eu recuei, tudo é proposta. Nós queremos facilitar o imposto de renda, aumentar a base, acabar com algumas deduções, diminuir o imposto máximo de 27,5%, diminuir um pouco. Essa que é a ideia”, disse.

Segundo o colunista do G1 Gerson Camarotti, o governo já foi alertado por deputados de que haverá forte resistência no Congresso para a aprovação de uma contribuição sobre pagamentos e movimentações financeiras semelhante à antiga CPMF.

Filho na embaixada

Eduardo Bolsonaro sobre embaixada: ‘Serei o embaixador mais cobrado do mundo’

Eduardo Bolsonaro sobre embaixada: ‘Serei o embaixador mais cobrado do mundo’

O governo americano deu aval para a indicação do deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, para a embaixada brasileira em Washington. Com a formalização por parte dos EUA, Jair Bolsonaro disse que deve enviar a indicação do filho para o Congresso na semana que vem.

Antes de assumir o posto, o deputado precisa passar por uma sabatina no Senado e depende de aprovação em votação no plenário. Segundo o colunista Valdo Cruz, Eduardo ainda não tem maioria entre os senadores.

Eduardo Bolsonaro afirmou que se a sua indicação for aprovada pelo Senado, ele será “o embaixador provavelmente mais cobrado do mundo”.

Contador de facção

Polícia Federal prende 34 suspeitos de lavagem de dinheiro para uma facção criminosa

Polícia Federal prende 34 suspeitos de lavagem de dinheiro para uma facção criminosa

PF realizou uma operação em 4 estados contra o núcleo financeiro de uma organização criminosa comandada por presidiários, e que age também fora da cadeia. Ao todo, 34 pessoas foram presas por suspeita de lavagem de dinheiro.

A investigação identificou o contador da facção, que está preso em Piraquara (PR), e descobriu que o dinheiro do tráfico é depositado em pequenas quantias em contas bancárias de parentes e cônjuges dos chamados “pé quebrado”, que são os integrantes de baixo escalão da facção.

Luxo no tráfico

Integrantes do grupo posam com Ferraris, em Dubai — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Integrantes do grupo posam com Ferraris, em Dubai — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A polícia de Goiás prendeu uma quadrilha de traficantes internacionais de drogas que ostentava um patrimônio valioso em carros e aviões. Durante a ação, foram apreendidos 2 jatos executivos, um helicóptero, 11 carros de luxo e R$ 571 mil em notas de reais, dólares e euros.

A investigação começou após o sumiço de um piloto, em dezembro do ano passado. Segundo os policiais, o esquema exportava, por mês, cerca de 500 kg de cocaína para países da Europa.

Massacre em El Paso

O americano acusado de matar 22 pessoas em um hipermercado de El Paso, no Texas, no sábado (3) disse à polícia depois de ser detido que seu alvo eram os mexicanos. Entre as vítimas do autor do massacre, 7 eram mexicanos.

Mudanças na Globo

Sérgio Chapelin, Glória Maria, Sandra Annemberg e Maju Coutinho — Foto: Globo

Sérgio Chapelin, Glória Maria, Sandra Annemberg e Maju Coutinho — Foto: Globo

O Globo Repórter e o Jornal Hoje passarão por mudanças no fim de setembro. Sérgio Chapelin deixará o programa, que passará a ser apresentado por Sandra Annenberg e Glória Maria. A bancada do JH ficará a cargo de Maria Júlia Coutinho, a Maju.

Também teve isso…

Funk do Rio e SP se unem para ganhar o mundo, Katy Perry séria e Slipknot vai aos extremos

Funk do Rio e SP se unem para ganhar o mundo, Katy Perry séria e Slipknot vai aos extremos

Por Blog do BG

Devolução de sobras de 2017 do TJRN ao poder executivo avança no CNJ

Está em 2×0 o placar do julgamento virtual em favor da devolução das sobras orçamentárias do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) ao Tesouro Estadual. O processo está em análise no Conselho Nacional de Justiça.

A relatora é a conselheira Daldice Santana que negou recurso da Associação dos Magistrados do RN (AMARN).

Há dois anos o CNJ tinha analisado recurso da AMARN contra o empréstimo de R$ 120 milhões feito pelo TJRN sob presidência do desembargador Cláudio Santos. Na época, o Conselho entendeu que o TJRN deveria na verdade fazer a devolução das sobras orçamentárias.

A relatora explica o voto: “No caso sub examine, as mencionadas “sobras” orçamentárias, desde

que não vinculados aos Fundos administrados pelo TJRN, pertencem ao Tesouro do Estado do Rio Grande do Norte e, por esse motivo, não podem ser livremente movimentados pelo Tribunal, tampouco poderia o CNJ indicar-lhes a melhor destinação”, argumentou.

O julgamento transcorre de forma virtual até o dia 16 de agosto. São necessários ao menos dez votos para proclamar o resultado.

A devolução pode ser entre R$ 450 milhões e R$ 500 milhões dependendo da interpretação. Outra possibilidade é o CNJ fazer uma dedução dos valores dos repasses atuais ou não devolver nada este ano e passar descontar os duodécimos dos orçamentos futuros.

Blog do Barreto

 

‘Vejo um movimento de reação como o que aconteceu na Itália’, diz Deltan sobre Lava Jato

Deltan Dallagnol

@deltanmd

Vejo um movimento de reação como o que aconteceu na Itália, em que se busca tirar a credibilidade de agentes públicos que atuam na operação, para promover os retrocessos que possam permitir que poderosos que praticaram crimes graves alcancem impunidade. https://mla.bs/be529f77 

Deltan Dallagnol reage: ‘Objetivo é atacar a Lava Jato’

Aos 39 anos, o protagonista da operação no Ministério Público Federal enfrenta o momento mais crítico em cinco anos de Lava Jato

epoca.globo.com

Sob fogo cerrado de opositores da Lava Jato, o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa no Paraná, comparou a grande reação à maior investigação já desencadeada no País contra a corrupção ao movimento que colocou em xeque a Mãos Limpas – missão similar que a Itália viveu nos anos 1990 e acabou esvaziada por forças políticas.

Em sua conta no Twitter, Deltan postou. “Vejo um movimento de reação como o que aconteceu na Itália, em que se busca tirar a credibilidade de agentes públicos que atuam na operação.”

Na próxima terça, 13, o Conselho Nacional do Ministério Público pode pôr em pauta eventual afastamento de Deltan da Lava Jato. Ele tem sido alvo frequente de reclamações perante o colegiado.

Deltan avalia que o objetivo de quem o fustiga a Lava Jato é ‘promover os retrocessos que possam permitir que poderosos que praticaram crimes graves alcancem impunidade’.

Estadão Conteúdo

Comments

Cidadania aciona STF contra Eduardo Bolsonaro em embaixada nos EUA; veja representação

O Cidadania protocolou hoje no STF um mandado de segurança coletivo preventivo em que pede que Jair Bolsonaro seja impedido de indicar o filho Eduardo para a embaixada nos EUA.

Na ação, o partido argumenta que a indicação de Eduardo configuraria nepotismo e que a jurisprudência da corte demonstra que “para cargos políticos, mesmo diante da possibilidade de maior liberdade para a nomeação, ainda é necessário observar preceitos como qualificação e pertinência técnica para a ocupação do cargo.”

“Nesse sentido foram diversos julgamentos que demonstraram que não basta a possibilidade de livre nomeação por parte da autoridade pública, mas deve o sujeito indicado ser compatível e deter as qualificações e habilidades para o exercício da função, demandando análise do caso concreto para sua verificação.”

Veja o mandado de segurança coletivo preventivo com pedido de liminar na íntegra AQUI


O Antagonista

Comments

[VÍDEO] Bolsonaro brinca com autógrafo de Moro: ‘Lula livre?’

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez uma brincadeira com a frase ” Lula livre “, utilizada por apoiadores do petista, junto com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro , após os dois assinarem uma camisa, no início da noite desta sexta-feira (9).

Em vídeo publicado pelo deputado estadual pelo Paraná, Delegado Francischini (PSL), em seu Twitter, Bolsonaro autografa a camisa, pede para que Moro também autografe e, ao devolver para o dono, pergunta se o ministro escreveu “Lula livre”, arrancando risadas das pessoas ao redor e do próprio Moro.

PT quer Lula candidato em 2022, diz Gleisi

A deputada federal e presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann (PR), disse que Luiz Inácio Lula da Silva é o “plano A” para as eleições presidenciais de 2022. A declaração foi feita em entrevista ao portal UOL, publicada nesta 6ª feira (9.ago.2019).

“Não temos nenhuma discussão para 2022. Primeiro porque nós temos a figura do Lula, e apostamos muito que o Lula saia da prisão, porque é injusta e ilegal. O Lula é uma grande liderança do partido, e tendo condições de disputar, não teria dúvidas de que o PT disputaria com ele. Obviamente, se isso não acontecer, tem o nome forte no partido que é o do Fernando Haddad”, afirmou.

Eis outros pontos tratados na entrevista

Presidência do PT – “Eu gostaria muito de continuar no cargo. Meu nome está à disposição”;

Críticas ao seu nome no partido – “É muito difícil o PT ter uma unanimidade. Óbvio que tem pessoas que têm críticas à minha gestão, por eu ter sido mais afirmativa, mais combativa, mais aguerrida, mas achava que era o momento de ser assim. Nós tínhamos sido destroçados por um golpe que retirou Dilma da Presidência da República, depois prenderam o Lula, que é o maior líder político popular do Brasil”;

Richa com Haddad – “Óbvio que o Haddad tem todo direito de fazer as críticas e posicionamentos dele, assim como eu tenho, mas a gente se respeita muito. O Haddad é um grande nome do PT, é uma das figuras de grande representatividade”;

Governo Bolsonaro – “É 1 governo com projeto de destruição. O Bolsonaro é um ser folclórico. Esses dias fiz uma afirmação pesada, mas acho que é isso mesmo: é um bandido na Presidência da República, que flerta com milícias, com o ilícito, com o autoritarismo, capaz de se dizer cúmplice de um assassinato, de um desaparecimento político no Brasil”;

Reforma da Previdência – “É uma derrota para o povo brasileiro, porque ela desmonta o sistema de Seguridade Social, mas nós conseguimos, por exemplo, não deixar privatizar a Previdência, a capitalização não passou, também não permitimos que mexessem com a aposentadoria dos [trabalhadores] rurais”.

Comments

Após crítica de Salles, Noruega diz que operação de petróleo está ‘entre as mais limpas do mundo’

Foto: Sérgio Lima/Poder360

A Noruega reagiu às declarações do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que declarou, em audiência no Senado realizada nesta semana, que o País europeu tinha passivos ambientais ao explorar petróleo no Ártico e caçar baleias. Questionado pela reportagem do Estado sobre as declarações do ministro, a Embaixada da Noruega declarou nesta sexta-feira, 9, dois dias após as declarações de Salles, que suas operações estão entre as mais limpas do mundo.

“A Noruega está comprometida a continuar com a gestão responsável, prudente e sustentável dos seus recursos petrolíferos. A indústria petrolífera norueguesa é líder global em padrões de saúde, segurança e proteção ambiental. As atividades petrolíferas norueguesas estão entre as mais limpas do mundo, devido à rigorosa regulamentação governamental e aos altos padrões tecnológicas da indústria norueguesa”, informou a Embaixada.

Segundo a representação diplomática no Brasil, “as condições do Ártico são diversas e as atividades de petróleo e gás no mar de Barents, na Noruega, tem as mesmas condições operacionais das regiões mais ao sul. Nos últimos 40 anos, a Noruega demonstrou que a exploração de petróleo no mar de Barents pode ser conduzida de maneira segura.”

Durante audiência com senadores, Salles declarou: “A Noruega é o país que explora petróleo no Ártico, eles caçam baleia. E colocam no Brasil essa carga toda, distorcendo a questão ambiental.”

O ministro comentava as negociações sobre o destino do Fundo Amazônia, principal programa do País de combate ao desmatamento. A Noruega responde por 94% das doações de R$ 3,4 bilhões feitas ao fundo até hoje. Os demais 6% foram doados pela Alemanha. A Petrobrás também chegou a fazer uma pequena doação anos atrás.

O programa está parado desde que o governo declarou haver irregularidades na gestão do fundo, apesar de a Noruega e Alemanha terem afirmado que estavam satisfeitos com a gestão do programa, feita pelo BNDES, e com a seleção de seus projetos em andamento.

Os governo da Noruega e Alemanha ainda não se posicionaram oficialmente sobre o que será feito de suas doações atuais ou futuras para o Fundo Amazônia. Salles disse que sua proposta é criar um comitê executivo que passa a analisar e fiscalizar as ações do conselho consultivo do fundo. “Não estamos nos tornando, nem de longe, esse patinho feio que interesses comerciais e midiáticos têm dito”, afirmou.

Estadão Conteúdo

Fonte: Blog do BG

 

LOCAIS

Por G1 RN

 

Crime aconteceu no fim desta sexta-feira em Mossoró — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Crime aconteceu no fim desta sexta-feira em Mossoró — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Três pessoas foram assassinadas no final da tarde desta sexta-feira (9) em Mossoró, na Região Oeste do Rio Grande do Norte.

Segundo a Polícia Militar, elas estavam dentro de um carro tipo Polo trafegando pela Rua Abel Coelho, que dá acesso aos conjuntos Abolição III e IV. Neste momento, um outro veículo emparelhou ao lado e vários disparos foram efetuados.

Três ocupantes do carro morreram e um outro foi baleado no braço – este último foi socorrido e levado para o Hospital Regional Tarcísio Maia.

Agentes da Polícia Civil e do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) foram até o local para a realização da perícia. O caso vai ser encaminhado para a Delegacia de Homicídios de Mossoró. Ainda há informações concretas sobre as motivações desse triplo homicídio.

Com essas mortes, Mossoró registra seis mortes violentas nas últimas 24 horas na cidade.

Fonte: G1RN

 

Por Anderson Barbosa, G1 RN

 


Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Marcos Pontes em palestra na UFRN, em Natal — Foto: Anderson Barbosa/G1

Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Marcos Pontes em palestra na UFRN, em Natal — Foto: Anderson Barbosa/G1

O ministro Marcos Pontes (Ciência, Comunicações e Tecnologia) disse nesta sexta-feira (9) que considera “normal” o alerta de desmatamento na Amazônia ter apontado para um aumento dos registros no meio no ano.

As áreas com alerta de desmatamento na Amazônia Legal, que inclui 9 estados, tiveram um aumento de 278% em julho, em comparação ao mesmo mês de 2018. Os dados foram divulgados nesta semana pelo Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), vinculado à pasta comandada pelo ministro.

Os alertas são feitos pelo sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter), usado para verificar o desmatamento em áreas maiores do que 3 hectares (30 mil metros quadrados). O sistema serve de apoio a ações de fiscalização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e não deve ser entendido como taxa mensal de desmatamento. As taxas anuais de desmatamento são consolidadas Prodes, outra ferramenta do Inpe.

“Se você olhar dados do Deter ao longo de vários anos, você vai ver que ele funciona de uma forma cíclica, e no meio do ano é normal ter um aumento destes dados. Então, não tem nada de estranheza [no aumento dos registros]”.

O aumento, no entanto, não é em relação ao início do ano, mas, sim, na comparação com o mesmo período do ano anterior –julho de 2018.

Ao comentar o aumento, o ministro havia dito antes: “Você tem uma conta de água ali que é 50, 60, 50, 60, de repente quando você um 200 você vai ver: ô… esquisito isso aqui. Vai ligar pra empresa. Normal, certo? Agora pra quem conhece os dados, se você olhar os dados do Deter, não só um mês porque isso não significa absolutamente nada. Mesmo porque o Deter, ele não é usado pra desmatamento, é só um alerta, né, para possível desmatamento.”

Pontes esteve na manhã desta sexta-feira (9) em Natal, onde participou do lançamento da primeira etapa do projeto Ciência Conectada, que promete multiplicar a velocidade de transmissão de dados entre universidades de capitais do Nordeste por meio de uma rede de fibra ótica com capacidade para até 100 gigabites por segundo. O evento aconteceu no Instituto Metrópole Digital da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Nesta semana, após o Inpe divulgar os dados sobre o desmatamento, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que as notícias sobre o assunto são sensacionalistas. Sobre esta declaração, já que o Inpe é um órgão ligado ao MCTIC, Pontes disse que vê a questão “de uma maneira muito pragmática, muito simples”. E complementou: “Você tem que tratar dados da maneira que os dados são”.

Divergência com Bolsonaro

Também, recentemente, Marcos Pontes contrariou declaração de Bolsonaro sobre possível privatização dos Correios. Sobre a questão, o ministro afirmou que houve uma falha de comunicação. “Isso foi um erro de comunicação. Eu já tinha conversado com ele (com o presidente) lá na audiência do Congresso, eu e o Floriano (Peixoto), que é o presidente dos Correios, então ele falou: olha, não tem nada escrito, não tem nada, e nós vamos continuar a fazer o trabalho que está previsto, que é o fortalecimento da empresa, e assim por diante, e foi essa mensagem que a gente transmitiu, e é isso oficialmente que a gente tem. O interessante é que, na mesma hora, em outro evento, o presidente disse: nós vamos privatizar os Correios. Mas, ele esqueceu de botar uma vírgula. Depois eu falei para ele, faltou uma vírgula lá, e ele deu uma risada”, disse Pontes.

Sobre a possibilidade de haver a privatização da empresa, Pontes respondeu que o assunto vai ser discutido um dia, mas não agora.

Fonte: G1RN

Por G1 RN

 


Martins vai atingir mínima de 14ºC — Foto: Anderson Barbosa e Fred Carvalho/G1

Martins vai atingir mínima de 14ºC — Foto: Anderson Barbosa e Fred Carvalho/G1

O fim de semana no Rio Grande do Norte vai ser de temperaturas mínimas bem baixas comparadas às do restante do ano no estado. A previsão aponta que algumas das principais cidades vão ter ter temperaturas abaixo dos 20ºC.

A maioria das cidades devem ter o fim de semana de sol, mas o litoral terá períodos de chuva. Em Natal, São Miguel do Gostoso e na Praia de Pipa, o sábado (10) terá sol durante o dia e pancadas de chuva à noite, com mínima de 21ºC e máxima de 29ºC. No domingo (11), a chuva deve chegar à tarde, com mínima igual e máxima de 30ºC.

Em Mossoró, cidade conhecida pelo tempo quente na Região Oeste, a temperatura mínima é ainda mais fria no fim de semana, apesar de não ter previsão de chuva. Nos dois dias, a temperatura vai bater os 18ºC com máxima de 32ºC no sábado e 33ºC no domingo.

Os municípios mais conhecidos pela temperatura baixa no RN vão bater menos de 15ºC neste fim de semana. Em Tenente Laurentino, a mínima é de 14ºC no sábado e 15ºC no domingo, com máxima de 27º nos dois dias. Em Martins, por sua vez, todo o fim de semana terá mínima de 14ºC, com máxima de 27ºC no sábado e de 28ºC no domingo.

Na Região Seridó, Caicó vai ter máxima de 33ºC em todo o fim de semana, com mínimas de 20ºC no sábado e 21ºC no domingo. Em Currais Novos, o tempo também fica frio, com 18ºC no sábado e 19ºC no domingo – a máxima é de 31ºC nos dois dias. Nas duas cidades, o tempo deve ser de sol e sem chuvas.

O fim de semana em Pau dos Ferros também está previsto sem qualquer chuva. A mínima de sábado é de 22ºC com máxima de 34ºC e no domingo a diferença chega com mínima de 21ºC e máxima de 35ºC.

As informações meteorológicas são fornecidas pelo Climatempo.

Fonte: G1RN

Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTE DOMINGO

INTERNACIONAIS

Por France Presse

 

As 4,5 toneladas de cocaína foram apreendidas há duas semanas no porto de Hamburgo, informaram as autoridades alemãs nesta sexta (2). Segundo comunicado da alfândega, é a maior quantidade já apreendida de uma só vez no país. — Foto: Hauptzollamt Hamburg/Handout via Reuters

As 4,5 toneladas de cocaína foram apreendidas há duas semanas no porto de Hamburgo, informaram as autoridades alemãs nesta sexta (2). Segundo comunicado da alfândega, é a maior quantidade já apreendida de uma só vez no país. — Foto: Hauptzollamt Hamburg/Handout via Reuters

O diretor de Alfândegas do Uruguai, Enrique Canon, renunciou ao cargo após a apreensão, na Alemanha, de 4,5 toneladas de cocaína em um contêiner que vinha de Montevidéu, informou na sexta-feira (2) o ministério de Economia uruguaio.

A apreensão, feita na sexta-feira (2) no porto de Hamburgo, foi a maior já feita de uma só vez na história da Alemanha. Os pacotes com cocaína iam para a Antuérpia, na Bélgica.

Em maio, a França apreendeu mais de 600 quilos de cocaína de extrema pureza em um jato privado procedente do Uruguai.

Fonte: G1

Por RFI

 

O assassinato do repórter Jorge Celestino Ruiz na sexta-feira (2) à noite ressaltou as dificuldades que os jornalistas encontram no México. Somente na última semana, dois outros profissionais da imprensa foram mortos.

Jorge Celestino Ruiz, repórter do jornal Gráfico de Xalapa, foi assassinado a tiros no município de Actopan, na região central do estado de Veracruz, de acordo com o prefeito da cidade, Paulino Domínguez. Uma fonte policial que pediu anonimato afirmou à AFP que a casa de Ruiz foi atacada a tiros em outubro do ano passado.

Na ocasião, o veículo do jornalista também foi atingido por tiros em uma tentativa de intimidação, de acordo com a mesma fonte, que não revelou os motivos nem os possíveis autores das agressões. Colegas afirmaram que depois de denunciar as tentativas de assassinato, Ruiz esperava receber proteção do governo de Veracruz e evitava assinar suas matérias.

Veracruz, estado violento, marcado pela presença do crime organizado, registrou até quinta-feira (1°) o assassinato de 22 jornalistas em seu território, de acordo com a Comissão Nacional de Direitos Humanos (CNDH).

O crime que matou Ruiz aconteceu menos de 24 horas depois do assassinato de Édgar Alberto Nava, diretor e editor do portal de notícias ‘La Verdad de Zihuatanejo’, no estado de Guerrero. Na terça-feira (30), o corpo de Rogelio Barragán, diretor do portal ‘Guerrero Al Instante’, foi encontrado na mala de um carro abandonado no estado de Morelos.

Profissão difícil

Organizações como Repórteres Sem Fronteiras (RSF) e Article 19 apontam o país como um dos mais perigosos do mundo para o exercício da profissão, com mais de 100 jornalistas mortos desde o ano 2000.

Na quarta-feira (31), a redação do jornal ‘El Monitor de Parral’, na cidade de mesmo nome, no estado de Chihuahua, foi atacada com bombas. A CNDH destacou esta semana as “condições adversas” para o exercício do jornalismo no país. Até quinta-feira, a RSF contabilizava o assassinato de oito jornalistas no México em 2019.

Fonte: G1

NACIONAIS

Por Rickardo Marques, G1 AM

 

Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio está entre unidades afetadas pela paralisação — Foto: Patrick Marques/G1 Amazonas

Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio está entre unidades afetadas pela paralisação — Foto: Patrick Marques/G1 Amazonas

Cerca de 70% dos cirurgiões gerais dos hospitais 28 de Agosto, Platão Araújo e João Lúcio – em Manaus – paralisaram as atividades na noite deste sábado (3). A informação é do Instituto de Cirurgiões do Estado do Amazonas (Icea). Enquanto a categoria reivindica o pagamento de salários atrasados, o Governo do Amazonas afirma que a paralisação contraria uma liminar da Justiça.

Ao G1, a Secretaria do Estado de Saúde (Susam) afirmou que os pagamentos do ano corrente estão sendo feitos com regularidade ao Icea e que a empresa também recebeu em 2019 duas competências de 2018, conforme acordado com as empresas médicas no início do ano.

Segundo diretores do Icea, geralmente, seis cirurgiões atuam nas unidades em que a paralisação acontece. A partir deste sábado (3), apenas dois vão exercer as atividades em cada hospital citado, segundo o Instituto.

Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, em Manaus — Foto: Rickardo Marques/G1 AMHospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, em Manaus — Foto: Rickardo Marques/G1 AM

O Icea afirmou que os Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) da capital também ficarão sem cirurgiões gerais. De acordo com o Instituto, os prontos-socorros infantil, maternidades estaduais e o Centro de Oncologia (Cecon) não terão os atendimentos afetados.

Atualmente, mais de 220 cirurgiões do Icea atuam em 26 unidades de urgência e emergência do Estado, além das maternidades. Segundo o diretor técnico do Icea, Ricardo Morais, a categoria está em busca do pagamento de repasses à empresa.

“O Governo do Estado tem em dívida conosco mais de R$ 18 milhões. Tem outubro e novembro do ano passado, maio, junho e julho desse ano, que já fechou também”, afirmou.

A Susam informou que as despesas de exercícios anteriores pendentes, relativas aos anos de 2016, 2017 e 2018, que estão sendo requeridas pelo Icea, serão auditadas e pactuadas conjuntamente entre a Sefaz, Procuradoria Geral do Estado e Controladoria Geral do Estado, conforme a Portaria 001 de 1º de Julho de 2019, que dispõe sobre os procedimentos para reconhecimento de despesas de exercícios anteriores.

Sobre o pagamento do mês de maio deste ano, a Susam informou que a previsão é de que seja efetuado nos próximos dias, ainda no prazo de três meses previsto em lei para o prestador alegar quebra de contrato pelo Estado.

Governo aciona Justiça

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) voltou a acionar a Justiça, nesta sexta-feira (2), contra a ameaça do Instituto de Cirurgiões do Estado do Amazonas (Icea) de paralisar serviços nas unidades da rede estadual de saúde. A PGE se baseia no fato de que já há uma liminar do juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Leoney Figlioulo Harraquian, do dia 14 de maio desse ano, que proíbe a paralisação.

Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul de Manaus — Foto: Ive Rylo/ G1 AMHospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul de Manaus — Foto: Ive Rylo/ G1 AM

Segundo o Governo, a decisão do Icea foi comunicada em ofício à Secretaria de Estado de Saúde (Susam), no último dia 31 de julho de 2019, mas a secretaria e a PGE “entendem que o Icea está contrariando a decisão judicial e aguardam um novo posicionamento da Justiça”.

Questionado sobre a liminar citada pelo Governo, o diretor técnico do Icea, Ricardo Morais, afirmou que a paralisação está dentro da legalidade.

“Essa liminar que o Governo do Estado está soltando na mídia não tem mais nenhum valor jurídico. Ela foi referente a uma mobilização passada que a nossa empresa fez, e hoje ela não tem nenhum valor jurídico”, afirmou.

Fonte: G1

Por Blog do BGComments

Mesmo com autorregulação, uso do cheque especial continua alto

O uso do cheque especial, modalidade de crédito mais cara para as famílias, continua alto – mesmo após o anúncio da autorregulação, estratégia adotada por bancos há pouco mais de um ano.

A medida entrou em vigor em julho de 2018 e estabelece a oferta automática de parcelamento mais barato para consumidores que usam mais de 15% do limite por 30 dias consecutivos.

A oferta é feita nos canais de relacionamento e é o cliente quem decide se adere à proposta. Caso não aceite, um novo contato é feito a cada 30 dias.

Números

De acordo com dados do Banco Central (BC), em junho deste ano, o saldo do cheque especial (R$ 25,755 bilhões) representava 2,5% do crédito livre ofertado para as famílias (R$ 1,008 trilhão). Em junho de 2018, o percentual estava em 2,7%, com saldo do cheque especial em R$ 23,970 bilhões.

No caso das concessões, o cheque especial (R$ 30,885 bilhões) foi responsável por 18,4% do crédito liberado pelos bancos para as famílias (R$168,2 bilhões) em junho deste ano. No mesmo mês de 2018, o percentual era 20,4%, com concessões do cheque especial em R$ 30,721 bilhões.

Já a taxa de juros subiu de 304,9% ao ano (12,4% ao mês) em junho de 2018 para 322,2% ao ano (12,8% ao mês) em junho deste ano – modalidade mais cara do crédito livre, em que os bancos têm autonomia para emprestar o dinheiro captado no mercado e definir as taxas de juros cobradas dos clientes.

Segundo o BC, o cheque especial tem “participação modesta” na carteira de crédito total do sistema bancário, mas foi responsável por aproximadamente 10% da margem de lucro de juros líquida (descontada a provisão para inadimplência). Outro dado apontado pelo estudo é que a maioria dos usuários do cheque especial pertence a uma faixa renda mais baixa, de até dois salários mínimos.

Agência Brasil

 

LOCAIS

Criação de microempresas aumenta no RN

Em meio ao fantasma do desemprego, que aflige 12,7 milhões de brasileiros e coloca outros 24,1 milhões na informalidade conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a criação de microempresas cresceu no Rio Grande do Norte. No primeiro semestre deste ano, conforme balanço do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/RN), foram abertas 8.956 novos negócios nessa categoria. O número absoluto corresponde a uma expansão de 2% em relação ao mesmo período do ano passado e soma, em todo o Estado, 110.229 microempreendores individuais. São eles os principais responsáveis pela geração de empregos formais no período.

Estão inseridos na categoria de Microempreendedor Individual (MEI), aqueles empresários que trabalham por conta própria com faturamento bruto anual que não ultrapassa os R$ 81 mil. Esse perfil de empresa, segundo o Sebrae, é o que mais tem se popularizado no Rio Grande do Norte, basicamente pela baixa incidência de tributos. O MEI representa 66,7% de todas as empresas optantes pelo Simples Nacional no Estado.

A atividade que mais tem concentrado formalização na condição de MEI no Rio Grande do Norte é o comércio de artigos e vestuário e acessórios. São 9.846 empreendedores atuando nesse ramo de vendas. Os cabeleireiros, manicures e pedicures são a segunda atividade mais desempenhada pelos microempreendedores do Estado, totalizando 7.747 negócios. Os mercadinhos aparecem depois com 4.987 empreendimentos.

Para o diretor-presidente do Sebrae no Estado, Zeca Melo, os números comprovam a força da microempresa no Estado. Ele destaca, entre outros pontos, que é necessário criar políticas de incentivo ao desenvolvimento desse segmento, visto que, é ele quem está segurando, conforme demonstrado adiante, os números de empregos formais no Rio Grande do Norte.

Tribuna do Norte

Comments

[FOTO] Polícia apreende mais de 50 quilos de drogas em Parnamirim; um homem foi preso

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam, na tarde deste sábado (03), Flaviano Márcio de Macêdo, conhecido como “Bola”, 29 anos, no município de Parnamirim. Ele é suspeito de integrar uma organização criminosa voltada para prática de homicídios e tráfico de drogas.

Os policiais já estavam investigando a organização criminosa há 3 meses. Neste sábado (03), após ser confirmado que havia drogas no imóvel usado pelo grupo, as equipes se deslocaram até o local e deram cumprimento a um mandado de busca.

Na residência, foram apreendidos, aproximadamente, 50kg de maconha e 1kg de uma porção branca, provavelmente, cocaína, além de uma balança digital e um caderno com anotações do tráfico.

Flaviano Márcio estava em outro imóvel, fazendo a vigilância da droga, onde foi dado cumprimento a um mandado de busca expedido pela Comarca de Parnamirim.

Após a apreensão das drogas, o homem foi levado à delegacia e autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

As investigações continuam com o objetivo de prender todos os integrantes dessa organização criminosa.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181, ou do número da DEICOR: 3232-2862.

*Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS*

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTE DOMINGO

PONTO DE VISTA: FELIPE SANTA CRUZ É UMA FRAUDE

Caro(a) leitor(a),

Uma coisa que eu aprendi depois de muitas experiências ao longo da minha vida é que tudo tem uma lógica, ou seja, nada acontece por acaso. Quando vemos alguém num determinado posto ou lugar tomando determinadas atitudes que podem, aparentemente, parecer politicamente corretas, é muito importante que desconfiemos e investiguemos tal pessoa, pois, como diz o título daquele filme “Meu passado me condena”, se analisarmos o passado dessa pessoa encontraremos a sua verdadeira intenção. 

Portanto, o que quero dizer é que o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, teve um pai guerrilheiro, que lutou na guerrilha armada durante os governos militares, sequestrou, matou e torturou pessoas com a justificativa fajuta que estava lutando pela democracia, quando na verdade aquela luta era para implantar no Brasil a “Ditadura do Proletariado”, como já foi confessado por Eduardo Jorge e Fernando Gabeira formalmente em entrevistas, que podem ser encontradas facilmente no youtube.

Apesar de ter sido inconveniente e inoportuna a declaração dada pelo presidente Jair Bolsonaro sobre o pai do Felipe Santa Cruz ele não falou nenhuma mentira. Na ALN (Ação de Libertação Nacional) existia sim o tal do justiçamento entre os próprios membros da organização guerrilheira. Portanto, essas pessoas eram desprovidas dos sentimentos de humanidade, solidariedade, amor ao próximo, respeito a vida e a liberdade para todos. Então não podemos esperar que um indivíduo que foi educado dentro da cultura socialista/comunista, que é camufladamente esquerdopata, pois não tem coragem de assumir publicamente e está tomando atitudes autoritárias dentro da OAB, seja diferente do que foi o seu pai. Todos os dias estão sendo reveladas atitudes, homofóbicas, autoritárias e truculentas da parte deste senhor e uma delas foi o que relata a reportagem a seguir. E o silêncio das feministas neste caso só reafirma a militância deste senhor na esquerda.

O emocionante desabafo da mulher atacada por Santa Cruz e o silêncio das “feministas”

A senhora Flavia Ferronato foi covardemente atacada nas redes sociais pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz.

Um ataque vil contra uma mulher, mãe de três filhas e advogada, colega de profissão do agressor.

O episódio só demonstra o quanto Felipe é despreparado e faz sobressair o seu caráter tirano, violento e desrespeitoso.

Entretanto, o que se vê é o mais completo silêncio das feministas, como bem colocou o ator Carlos Vereza:

Abaixo, o relato de Flavia. Verdadeiro e emocionante.

“Desde segunda, me sinto em um vídeo game. Sabe quando ele acaba e você ganha vida extra? Pois é, ganhei um bônus de mais 15 minutos de fama.

Nem todos sabem mas fui eu a advogada chamada de PUTA pelo presidente da OAB.

Virei meme em diversos veículos de comunicação.

Eu, até então, não conhecia quem era o presidente da OAB. Não sabia qual o seu nome… soube naquele dia.

Em um Tweet de um advogado que até então não conhecia, vi esse cidadão atacando uma senhora idosa, que viveu durante a Ditadura, após ela postar uma foto do seu pai nos tempos de guerrilha.

Aliás, coisa que hoje em dia ele diz se orgulhar muito.

Pois bem, se se orgulhasse, não se ofendia, não é?

Pois bem, se ofendeu e partiu para o ataque.

Ao ver a falta de urbanidade e decoro ao dizer a uma senhora que o pai dele era um herói e que ela nem sabia quem era o pai dela, entrei na discussão. Afinal, como um representante da minha classe pode tratar alguém daquela maneira.

E foi aí que qual tipo de educação que imagino que um dia ele teve, foi jogada para escanteio…

O meio e o final dessa conversa vocês já conhecem: acabei virando PUTA, mesmo sendo advogada, casada e mãe de 3 filhas.

A fala desse cidadão foi de um machismo escatológico. De um preconceito com mães solteiras e garotas de programa como poucas vezes vi.

Para azar dele eu era a advogada…

Fico me perguntando: e se eu não fosse?

Para piorar sua situação ele me bloqueou logo em seguida e fez um pedido de desculpas que eu não não recebi, afinal estava bloqueada.

Para piorar ainda mais, nos dias seguintes ele ainda me injuriou e caluniou dizendo que eu era uma inimiga declarada, que vivia atacando sua honra na internet.

Para seu azar, tenho tudo isso documentado.

O único ponto positivo dessa história foi que, a partir daí, conheci muita gente bacana e nosso Movimento Advogados do Brasil surgiu.

Quero deixar claro que, apesar das ameaças veladas, não irei me calar.

Ele ganhou uma inimiga eterna!”

da Redação

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Continuar lendo PONTO DE VISTA: FELIPE SANTA CRUZ É UMA FRAUDE

EDITORIAL: A FARRA DAS PASSAGENS NO STF É UMA VERGONHA

Caro(a) leitor(a),

já falei aqui várias vezes dos abusos do STF na cara dura e sem dar a menor satisfação. Essas coisas estão aos poucos vindo a público por uns poucos órgãos de jornalismo, como é o caso da Jovem Pan, nas vozes de Augusto Nunes e Felipe Moura Brasil do programa Os Pingos nos Is. Mas ainda é muito pouco, porque se fosse suficiente eles já teriam parado com essa farra. Eles cometem todos esses abusos na surdina. Claro, pois são coisas escusas. Se fosse algo republicano seria transparente. O fato é que eles sentem vergonha dessas coisas, mas não deixam de fazer. Por isso, só vamos conseguir acabar com essas farras quando colocarmos a boca no trombone pra valer. Então vamos divulgar ao máximos essas bizarrices!

Fonte

Publicado em 2 de ago de 2019

Fonte: 

Publicado em 31 de jul de 2019

Continuar lendo EDITORIAL: A FARRA DAS PASSAGENS NO STF É UMA VERGONHA

OPINIÃO: A INDIGNAÇÃO DE GUSTAVO NEGREIROS COM A REALIDADE DE NATAL COINCIDE COM A MINHA

Na coluna OPINIÃO deste domingo trago um vídeo que mostra toda a indignação e insatisfação do jornalista Gustavo Negreiros com a situação da cidade de Natal e faço minhas as palavras dele, pois é a pura realidade do que estamos vivendo nessa cidade caótica e sem rumo. Se nada for feito para mudar essa trajetória vamos amargar dias muito difíceis da qui pra frente. Assista o vídeo, pois é um remédio para você também sair da inércia e fazer alguma coisa para mudar essa realidade.

Fonte: 

Publicado em 27 de jul de 2019

Continuar lendo OPINIÃO: A INDIGNAÇÃO DE GUSTAVO NEGREIROS COM A REALIDADE DE NATAL COINCIDE COM A MINHA

PROTESTO: PARALISAÇÃO DOS POLICIAIS CIVIS TEM INÍCIO E FIM NESTA MESMA MANHÃ

A coluna PROTESTO desta quarta-feira traz a rápida paralisação dos policiais civis esta manhã no estado do RN, para que o governo atenda reivindicações da classe, consideradas urgentes. Veja os detalhes na matéria a seguir.

Policiais civis suspendem paralisação após garantia de análise sobre reivindicações

Paralisação teve início nas primeiras horas do dia; categoria cobrava abertura de diálogo com o Governo do Estado para tratar a pauta de reivindicações

Por Agora RN

Categoria de reuniu em assembleia nesta quarta-feira, 24, para definir suspensão da paralisação. Foto: Sinpol.

Os policiais civis e servidores da Segurança se reuniram em Assembleia Geral, na manhã desta quarta-feira, 24, e decidiram suspender a paralisação que teve início nas primeiras horas do dia. A categoria cobrava abertura de diálogo com o Governo do Estado para tratar a pauta de reivindicações.

Na tarde da terça-feira, 23, o Sindicato de Policiais do Estado do Rio Grande do Norte (Sinpol-RN) foi recebido pela governadora Fátima Bezerra. A reunião durou algumas horas e resultou na assinatura de um termo de compromisso do Governo do Estado para início das discussões da pauta de reivindicações. Isso será feito através de um grupo de trabalho que será formado na próxima semana.

Além disso, o Governo do Estado se comprometeu em implantar imediatamente as promoções e progressões que já estão publicadas, mas que ainda não são pagas aos Agentes e Escrivães. Também ficou acertado que a equipe do Executivo dará celeridade aos demais processos de promoção que estão parados na Secretaria de Administração.

“Nós fizemos a explanação para a categoria de todos os detalhes dessa reunião com o Governo durante Assembleia Geral na manhã desta quarta. Em seguida, colocamos em deliberação se deveríamos ou não continuar a paralisação. Os policiais civis e servidores da Segurança deliberam pelo retorno às atividades”, comentou Nilton Arruda.

Com isso, de acordo com o presidente do Sinpol-RN, todas as delegacias voltam a ter funcionamento normal já na tarde desta quarta-feira.

Nilton Arruda lembra que a governadora Fátima Bezerra também se comprometeu em realizar o concurso público para a Polícia Civil, uma das pautas do Sinpol-RN, nos próximos meses, com previsão de lançamento do edital até o final deste ano.

“Agora, esperamos que o que foi acordado seja concretizado e possamos evoluir com a pauta de reivindicações, pois essa é uma necessidade urgente. Já na próxima semana, na quinta-feira, dia 1 de agosto, temos agendada a primeira reunião do grupo de trabalho”, destacou o presidente do sindicato.

Sobre os salários atrasados, o Governo do Estado alegou que depende de entrada de recursos extraordinários e, por isso, não pode estabelecer um calendário para quitar as folhas em aberto. Contudo, a governadora Fátima disse que os salários do mês corrente continuarão sendo pagos dentro do próprio mês.

Fonte: Agora RN

Continuar lendo PROTESTO: PARALISAÇÃO DOS POLICIAIS CIVIS TEM INÍCIO E FIM NESTA MESMA MANHÃ

ECONOMIA: PARALISAÇÃO E SUSPENSÃO DE NOVAS REGRAS DE FRETE

A coluna ECONOMIA desta segunda-feira traz ameaça de nova paralisação dos caminhoneiros e suspensão de novas regras para cálculo de frete pelo Ministério da Infraestrutura. Ouça o podcast e confira os detalhes. 

Ministério da Infraestrutura pede suspensão de novas regras para cálculo do frete

A ameaça de paralisação dos caminhoneiros, que demonstram insatisfação com a tabela, pressiona o governo a rever o preço do serviço. Na próxima quarta-feira, haverá novo encontro com a categoria para ajustar os termos da cobrança.

Tabelamento do frete no Brasil gera distorções. Foto: Dirceu Portugal/Fotoarena/Agência O Globo (Crédito: )Tabelamento do frete no Brasil gera distorções. Foto: Dirceu Portugal/Fotoarena/Agência O Globo

Fonte: CBN

Continuar lendo ECONOMIA: PARALISAÇÃO E SUSPENSÃO DE NOVAS REGRAS DE FRETE

EDITORIAL: O DELÍRIO DE BOLSONARO AO INDICAR O FILHO EDUARDO PARA EMBAIXADOR DOS ESTADOS UNIDOS

No nosso EDITORIAL deste sábado a minha irritação com o presidente Jair Bolsonaro que não consegue ficar pelo menos duas semanas sem criar nenhuma polêmica ou constrangimento para o povo brasileiro que votou nele e se obriga a escutar uma enxurrada de asneiras que os petistas de plantão descarregam a cada pisada de bola que ele dá!

Fonte:

Fonte: 

Publicado em 12 de jul de 2019

Continuar lendo EDITORIAL: O DELÍRIO DE BOLSONARO AO INDICAR O FILHO EDUARDO PARA EMBAIXADOR DOS ESTADOS UNIDOS

POLÍTICA: A DEPUTADA TABATA AMARAL DECLARA VOTO A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA E SOFRE AMEAÇAO DE EXPULSÃO DO PDT

Na coluna POLÍTICA desta quarta-feira temos uma polêmica gerada dentro do PDT por causa do voto declarado da deputada Tábata Amaral a favor da reforma da previdência. Ela foi ameaçada de ser desligada do partido se insistir em votar a favor da reforma da previdência. Até Ciro Gomes já interviu junto a ela. Veja a reportagem completa a seguir e saiba o que está havendo!

PDT ameaça expulsar Tabata Amaral

Marcos Rocha

Publicado  em 

Por  

 

Cleia Viana | Câmara dos Deputados

A deputada federal Tabata Amaral foi ameaçada a ser desligada do PDT se ela votar a favor da reforma da Previdência.

Na última terça-feira (9), o presidente do partido, Carlos Lupi, declarou que quem apoiar as mudanças nas regras de aposentadoria proposta pelo governo Bolsonaro será punido com a expulsão.

A deputada federal Tabata Amaral foi ameaçada a ser desligada do PDT se ela votar a favor da reforma da Previdência.

Tabata já se mostrou favorável à reforma. A parlamentar lidera um grupo dentro do próprio PDT que também promete acompanhá-la na votação em plenário.

Ciro Gomes, ex-ministro e candidato derrotado à Presidência em 2018, chegou a telefonar para deputada, pedindo para que ela seguisse a determinação do partido, mas não obteve sucesso.

Em declaração ao Broadcast, o presidente da sigla, Carlos Lupi, declarou:

“Eu fiz um apelo humilde pelo voto dela, para que seja contrário à reforma da Previdência”.

E prosseguiu:

“Esse governo tem um poder de convencimento que a gente não tem. Nós temos as palavras e eles têm as emendas. Eles têm olhos azuis e nós, negros. Então, muita gente usa a Tabata para se proteger da decisão, alguns por convicção e outros por utilidade pública”, disse.

Pelo Twitter, Ciro Gomes declarou que defende “que o PDT expulse aqueles que votarem contra o povo nesta reforma de Previdência elitista”.

Fonte: Conexão Política

Continuar lendo POLÍTICA: A DEPUTADA TABATA AMARAL DECLARA VOTO A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA E SOFRE AMEAÇAO DE EXPULSÃO DO PDT

SAÚDE: CIRURGIAS SUSPENSAS POR FALTA DE PAGAMENTO NO RN

Por Igor Jácome, G1 RN

 

Hospital Memorial de Natal foi um dos que teve serviços afetados por paralisação de médicos cooperados.   — Foto: Hospital Memorial/Divulgação

Hospital Memorial de Natal foi um dos que teve serviços afetados por paralisação de médicos cooperados. — Foto: Hospital Memorial/Divulgação

Ao todo, 156 profissionais ligados à Cooperativa Médica do Rio Grande do Norte (Coopmed) paralisaram os procedimentos de alta e média complexidade em unidades de saúde do estado. De acordo com a instituição, o motivo é a falta de pagamento, enfrentada desde o início do ano. Uma reunião foi marcada para esta sexta-feira (5).

Segundo a cooperativa, os profissionais atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em unidades privadas que têm convênio com o estado – caso do Hospital do Coração de Natal, no Hospital Infantil Varela Santiago, no Instituto do Coração de Natal – (Incor), na Prontoclínica Dr. Paulo Gurgel, na Liga Norte-Rio-Grandense contra o câncer, no Hospital Memorial e na Clínica Ortopédica de Natal.

De acordo com a Coopmed, os médicos só recebem paciente críticos, porque o último pagamento recebido do estado foi o referente a dezembro do ano passado. A paralisação começou às 7h da última terça-feira (2). Apenas uma das unidades afetadas, o Hospital Memorial informou que realiza uma média de 340 cirurgias ortopédicas por mês.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) afirmou que “está acompanhando o processo assistencial da ortopedia do Estado, juntamente com a Secretaria de Saúde de Natal, no que se refere aos contratos com os hospitais privados, já tendo, inclusive, uma reunião marcada para hoje, sexta-feira (5), à tarde, onde será apresentada uma agenda para equacionar a parte de responsabilidade financeira que cabe ao Governo”.

G1 voltou a questionar a cooperativa se o município também tinha atrasos. A entidade informou por meio de sua assessoria de imprensa que sempre as pastas têm atrasado repasses, mas a razão da atual paralisação é o grande atraso por parte do Estado.

Fonte: G1 RN

Continuar lendo SAÚDE: CIRURGIAS SUSPENSAS POR FALTA DE PAGAMENTO NO RN

PROTESTO: BUGUEIROS DE NATAL PARAM CONTRA CAPACITAÇÃO DE NOVOS PROFISSIONAIS

A coluna PROTESTO desta terça-feira traz a paralisação dos bugueiros de Natal contra curso de capacitação para formar novos profissionais na área. Confira o por quê da MANIFESTAÇÃO e demais detalhes a seguir.

Bugueiros de Natal suspendem passeios turísticos em protesto

Protesto foi realizado em frente ao Centro de Convenções, na Via Costeira; é neste local que fica a sede da Secretaria Estadual de Turismo

Por Agora RN

Bugueiros protestam contra a capacitação de novos profissionais. Foto: José Aldenir / Agora RN.

Os bugueiros do Rio Grande do Norte paralisaram os passeios turísticos em Natal nesta terça-feira. De acordo com a categoria, a paralisação segue até o meio-dia e ocorre como protesto contra um curso que será realizado pelo Estado para habilitar novos profissionais na área.

Representantes dos bugueiros marcaram uma reunião com a Secretaria de Turismo para negociar um acordo.

O protesto foi realizado em frente ao Centro de Convenções, na Via Costeira. É neste local que fica a sede da Secretaria Estadual de Turismo.

Segundo o Sindibuggy, o protesto se dá em razão da quantidade considerada de profissionais já atuantes na área, em um momento de baixa econômica para a profissão. Hoje, a categoria possui 723 buggys credenciados no Rio Grande do Norte.

A justificativa da Setur é que a criação do curso e a capacitação de novos condutores foi uma recomendação do Ministério Público do Rio Grande do Norte.

Fonte: Agora RN

Continuar lendo PROTESTO: BUGUEIROS DE NATAL PARAM CONTRA CAPACITAÇÃO DE NOVOS PROFISSIONAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA

Por G1

 

Governo e deputados iniciam a semana tentando acertar os últimos detalhes sobre a reforma da Previdência. A União Europeia divulga o princípio do acordo comercial fechado com o Mercosul. Um procurador é preso suspeito de receber propina no Rio de Janeiro. A PF indicia assessores do ministro do Turismo e quatro candidatas que teriam sido usadas como laranjas pelo PSL. Cabral presta novo depoimento e acusa um ex-aliado. O Irã viola o acordo nuclear e causa reações do governo americano. Manifestantes ocupam o Parlamento de Hong Kong e enfrentam a polícia. Vaticano anuncia que Irmã Dulce será canonizada em outubro. E saiba mais sobre o eclipse solar que o G1 vai acompanhar amanhã no Chile.

INTERNACIONAIS

Acordo Mercosul-UE

Carne — Foto: Reprodução/TV TEMCarne — Foto: Reprodução/TV TEM

A União Europeia divulgou o princípio do acordo comercial feito com o Mercosul. O texto é uma prévia das diretrizes do pacto e indica as quantidades de carnes e outros produtos agrícolas que poderão ter benefícios fiscais ao serem vendidos ao bloco europeu. O pacto ainda não tem data para começar a valer e precisa de um texto final e ser aprovado pelos parlamentos dos países envolvidos.

Acordo prevê tarifa zero para carros europeus em 15 anos

Revolta continua em Hong Kong

Polícia jogou bombas de gás do lado de fora do Parlamento de Hong Kong — Foto: Tyrone Siu/ReutersPolícia jogou bombas de gás do lado de fora do Parlamento de Hong Kong — Foto: Tyrone Siu/Reuters

Manifestantes invadiram o prédio do Parlamento de Hong Kongdurante protesto contra a chefe do Executivo, Carrie Lam. Depois de horas de ocupação, eles foram retirados do prédio por policiais, que chegaram a jogar bombas de gás do lado de fora.

A região enfrenta uma onda de protestos que se intensificou, nesta segunda-feira (1°), após a celebração oficial do 22º aniversário do retorno do território ao domínio chinês.

Entenda como e por que os protestos de Hong Kong ganharam força

Eclipse solar total

Timelapse mostra o céu do Observatório La Silla, no Chile

Timelapse mostra o céu do Observatório La Silla, no Chile

O Observatório La Silla, no pé do deserto do Atacama, terá uma chance rara amanhã, pois está localizado onde é possível assistir ao próximo eclipse solar total. O evento astronômico acontece amanhã, às 16h39 (17h39 do Brasil).

NACIONAIS

Previdência

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (esq.), e o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (dir.) — Foto: Marcelo Camargo/Agência BrasilO presidente da Câmara, Rodrigo Maia (esq.), e o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (dir.) — Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se reuniram nesta manhã para acertar os detalhes da votação da reforma da Previdência ainda neste semestre. Segundo Onyx, um cronograma está sendo preparado para as próximas semanas no Congresso.

O presidente da comissão especial da reforma da Previdência, Marcelo Ramos (PR-AM), pretende votar amanhã requerimentos que pedem a prorrogação da votação do relatório de Samuel Moreira (PSDB-SP). Ramos avalia, porém, que esses requerimentos serão derrubados pela maioria do colegiado.

A leitura do voto complementar de Moreira está prevista para esta terça, e a ideia é que o relatório já seja analisado pelos deputados da comissão especial entre quarta e quinta-feira.

Procurador preso no Rio

Metrô na Barra da Tijuca, Linha 4 — Foto: Marcos Serra Lima/G1Metrô na Barra da Tijuca, Linha 4 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

A força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro prendeu o procurador do estado Renan Saad. Ele é suspeito de receber R$ 1,265 milhão em pagamentos da Odebrecht para mudar o traçado da expansão do metrô do Rio. Sua defesa nega “veementemente” as acusações.

Segundo as investigações, as alterações avalizadas por Saad encareceram em mais de 11 vezes o valor da obra. Em 1998, o projeto foi orçado em R$ 880 milhões e, quando foi inaugurada em 2006, a obra tinha custado aos cofres públicos R$ 9,6 bilhões. A força-tarefa afirma que, somente da Odebrecht, o governo do RJ recebeu R$ 59,2 milhões em propinas relativas à expansão do metrô.

Caso dos ‘laranjas’ do PSL

Mateus Von Rondon foi preso em Brasília — Foto: Reprodução/TV GloboMateus Von Rondon foi preso em Brasília — Foto: Reprodução/TV Globo

Polícia Federal indiciou os dois assessores e o ex-assessor do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que haviam sido presos durante a operação Sufrágio Ostentação. Além deles, quatro candidatas a deputada estadual e federal suspeitas de terem sido usadas como laranjas pelo PSL de Minas também foram indiciadas.

Ainda hoje, a Justiça mandou soltar os três presos. De acordo com o juiz, como a prisão era temporária, ou seja, válida por cinco dias, a decisão foi por não renová-la.

Censo 2020

Censo 2020 vai cortar questões sobre posse de vários bens, rede de ensino cursada pela população e fontes de rendimento. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou hoje os questionários que serão usados no levantamento do Censo Experimental, previsto para acontecer entre setembro e novembro.

O anúncio da redução no número de perguntas a serem aplicadas veio após corte no orçamento da pesquisa. Entidades criticaram a versão do questionário.

Cabral acusa Paes

Eduardo Paes e Sérgio Cabral em evento — Foto: Alexandre Durão / G1Eduardo Paes e Sérgio Cabral em evento — Foto: Alexandre Durão / G1

O ex-governador Sérgio Cabral (MDB) afirmou durante depoimento ao juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro, que o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) recebeu R$ 6 milhões em caixa doisdurante a campanha eleitoral de 2008. Segundo Cabral, o empresário Arthur Soares, conhecido como Rei Arthur, foi o responsável pelo pagamento.

Paes negou irregularidades e afirmou que “todas as doações feitas para as campanhas foram realizadas de forma voluntária e espontânea” e ainda que foram declaradas.

Tensão crescente no Oriente Médio

Os Estados Unidos divulgaram comunicado oficial dizendo que “jamais permitirão que o Irã desenvolva armas nucleares”. O documento diz ainda que “foi um erro” permitir que o país enriquecesse urânio em qualquer nível. O anúncio veio após o governo do Irã informar nesta segunda-feira (1º) que o país ultrapassou o limite de 300 kg de urâniode baixo enriquecimento previsto pelo acordo nuclear de 2015.

Irmã Dulce se tornará santa em outubro

Irmã Dulce, também conhecida como 'O Anjo Bom da Bahia' — Foto: Estadão Conteúdo/ArquivoIrmã Dulce, também conhecida como ‘O Anjo Bom da Bahia’ — Foto: Estadão Conteúdo/Arquivo

O Vaticano anunciou que a Irmã Dulce, a primeira mulher nascida no Brasil que se tornará santa, será canonizada no dia 13 de outubro de 2019. A celebração será presidida pelo Papa Francisco.

Além de Irmã Dulce, no mesmo dia, serão canonizados outros quatro santos, segundo o Vaticano. Entre eles, está o cardeal inglês John Henry Newman, um dos principais intelectuais cristãos do século 19.

Toneladas de cocaína apreendidas

Receita Federal apreendeu 145 quilos de cocaína por dia neste ano

Receita Federal apreendeu 145 quilos de cocaína por dia neste ano

A Receita Federal apreendeu 21,8 toneladas de cocaína no Brasil entre janeiro e maio deste ano. Isso significa que foram apreendidos, em média, 145 kg da droga por dia no país.

O total interceptado equivale a um aumento de 148% em comparação ao mesmo período de 2018, quando foram apreendidas 8,8 toneladas. É o que apontam dados exclusivos do órgão subordinado ao Ministério da Economia obtidos pela GloboNews por meio da Lei de Acesso à Informação.

Também teve isso…

 

Por Blog do BG

Petrobras deve detalhar venda de mais quatro refinarias até agosto

A Petrobras pretende vender oito de suas 13 refinarias em até 24 meses, disse hoje (1°) o presidente da petrolífera, Roberto Castello Branco. Já foram anunciados os processos de venda de quatro refinarias, e as demais devem ter o detalhamento apresentado até o início de agosto.

As vendas para o mercado privado devem reduzir a capacidade de refino da empresa em 50% e visam romper o monopólio da estatal sobre esse mercado. Também vão contribuir para maior alocação de capital em outras atividades, como a exploração e a produção de petróleo e gás em águas profundas.

“A exploração e a produção de petróleo tende a gerar retorno mais elevado que as refinarias, pelo menos as que estamos colocando a venda”, disse o presidente da empresa, em um almoço promovido hoje pelo Grupo de Líderes Empresarias Lide, no Hotel Belmond Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

A venda das oito refinarias já foi aprovada pelo plenário do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). São elas a Abreu e Lima (Rnest); Landulpho Alves (Rlam); Gabriel Passos (Regap); Presidente Getúlio Vargas (Repar); Alberto Pasqualini (Refap); Isaac Sabbá (Reman), a Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor) e a Unidade de Industrialização do Xisto (SIX).

Para evitar que se formem monopólios privados, a venda de refinarias nas mesmas regiões não poderá ser feita para um mesmo grupo. Já foram identificados potenciais interessados, mas, para o presidente da Petrobras, os compradores não devem ser grandes petrolíferas globais, uma vez que essas empresas vem reduzindo sua participação no setor de refino.

“Sabemos que as major oil companies reduziram, entre 2005 e 2017, 30% de sua capacidade de refino, e venderam 89 refinarias no mundo”, disse. “Existem outros players que já demonstraram interesse superficial agora vamos ver o interesse efetivo.”

Castello Branco disse que as mudanças na gestão farão com que a Petrobras seja “completamente diferente” nos próximos dois anos.

“O que vai sobrar da Petrobras? A Petrobras vai ser uma empresa pequena? A Petrobras vai ser uma empresa maior, mais forte, mais focada e mais saudável. Vamos investir muito mais do que estamos desinvestindo”, afirmou. Ele acrescentou que a empresa pretende continuar reduzindo seu endividamento e custos e que outra meta é reaver o grau de investimento.

Outro ativo que a Petrobras pretende vender é sua participação na petroquímica Braskem. Em entrevista a jornalistas, no fim do evento, o presidente da estatal disse que a empresa continua interessada em vender a sua parte. “É um investimento financeiro que não faz o menor sentido.”

Furto de Combustível

Castello Branco adiantou que a Petrobras pretende assinar um protocolo de intenções com a Secretaria Nacional de Segurança Pública para combater o furto em duto de combustíveis. Acordos semelhantes já foram assinados com os governos do Rio de Janeiro e de São Paulo, estados onde ocorre 83% dos casos desse crime.

“O furto de combustíveis produz, não só perdas para a companhia, em termos do próprio combustível que é subtraido e de equipamentos, mas também riscos de acidentes ambientais e para a vida humana.”

O presidente da Petrobras disse ainda que atualmente 4 mil pessoas trabalham na construção de um gasoduto para levar o gás do pré-sal para o Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí, e que o número de trabalhadores pode chegar a 7,5 mil. Cerca de 4 bilhões de dólares foram investidos no projeto, que prevê ainda uma planta de regaseificação.

Agência Brasil

Comments

80 milhões de empregos podem acabar até 2030 por causa de mudanças climáticas

Com as mudanças climáticas, o aumento do estresse térmico na agricultura e em outros setores industriais levará previsivelmente a uma perda da produtividade equivalente a 80 milhões de empregos para 2030—advertiu a Organização Internacional do Trabalho (OIT), nesta segunda-feira (1º).

Em um novo relatório, a OIT considera que 2,2% do total das horas trabalhadas no mundo poderão se perder por causa das altas temperaturas, segundo projeções baseadas em um aumento da temperatura mundial em 1,5ºC, até o final do século.

O impacto será maior no sul da Ásia e na África Ocidental, onde cerca de 5% das horas trabalhadas poderão ser perdidas até 2030, ressaltam os autores do relatório “Trabalhar em um planeta mais quente: O impacto do estresse térmico na produtividade laboral e no trabalho decente”.

No total, as perdas econômicas representariam cerca de 2,4 trilhões de dólares em escala mundial.

“Grosso modo, é o equivalente à economia do Reino Unido”, comparou Catherine Saget, coautora do relatório, na conversa com a imprensa.

“Mesmo na melhor das hipóteses, o estresse térmico levará a consequências dramáticas para os empregadores, trabalhadores, economias locais e até mesmo a economia global”, disse Saget.

O estresse térmico representa um calor superior ao que o corpo pode tolerar sem sofrer danos psicológicos, indica a OIT, acrescentando que costuma ocorrer quando as temperaturas superam os 35ºC com uma forte umidade.

“O excesso de calor durante o trabalho é um risco para a saúde ocupacional”, disse a OIT, apontando que pode restringir as capacidades físicas e, portanto, a produtividade do trabalhador.

Em temperaturas muito altas, os trabalhadores também correm o risco de sofrer insolação, o que pode ser fatal.

“O impacto do estresse térmico na produtividade laboral é uma consequência grave das mudanças climáticas”, afirmou Saget.

“Podemos esperar um aumento das desigualdades entre países de renda alta e países de renda baixa, e que as condições trabalhistas se degradem para os mais vulneráveis, assim como os deslocamentos da população”, advertiu.

Os dois setores mais expostos são a agricultura, que emprega 940 milhões de pessoas no mundo e deve representar 60% das horas de trabalho perdidas em 2030; e a construção, cuja produtividade cairia 19%.

Nicolas Maitre, economista na OIT, explicou que a Europa tampouco se livrará do impacto das mudanças climáticas nesse sentido.

“Cabe esperar mais períodos como os que tivemos ultimamente, cada vez mais frequentes e mais intensos”, disse aos jornalistas, em referências às ondas de calor.

Para evitar o risco de estresse térmico, a OIT estimula a “criação de infraestruturas adequadas e de melhores sistemas de alerta precoce durante as ondas de calor”.

AFP/Folhapress

Comments

Proposta do CNJ orienta juízes a usar redes sociais com “moderação”

O Conselho Nacional de Justiça começou a analisar nesta semana proposta que orienta o uso de redes sociais por magistrados. O texto, elaborado por um grupo de trabalho coordenado pelo conselheiro e ministro Aloysio Corrêa da Veiga, recomenda “moderação, sobriedade e discrição” aos juízes, mesmo se usarem pseudônimos.

Também é proibido adiantar o teor de decisões judiciais ou atender a pedidos de partes, advogados ou interessados em processos. Em caso de ataques, ofensas ou abusos, os magistrados devem procurar apoio institucional.

Eles devem ainda evitar expressar opiniões que prejudiquem sua independência, imparcialidade, integridade e idoneidade. Outra orientação é evitar autopromoção, superexposição, divulgação desnecessária de informações profissionais e pessoais, além de debates ou discussões acalorados, inclusive com a imprensa.

“É estimulado o uso educativo e instrutivo das redes sociais por magistrados, para fins de divulgar publicações científicas, conteúdos de artigos de doutrina, conhecimentos teóricos, estudos técnicos, iniciativas sociais para a promoção da cidadania, dos direitos humanos fundamentais e de iniciativas de acesso à justiça”, diz a resolução.

Segundo Aloysio Corrêa da Veiga, a ideia era produzir uma normativa de “caráter pedagógico e disciplinar”, com regras e recomendações claras, “voltadas à orientação e proteção dos próprios juízes”.

“A premissa fundamental é a de que o juiz não é um cidadão comum. Assim, a imagem do juiz se confunde com a do próprio Judiciário, e o que é dito – ainda que em perfil pessoal – nas redes sociais, pode produzir profundo impacto na percepção que a sociedade possui sobre a Justiça”, afirmou o ministro.

A discussão da proposta será retomada após o recesso forense, em agosto. Até o momento, o relator já foi acompanhado pelo conselheiro Valdetário Monteiro.

Conjur

Tribunal de Justiça do Amazonas estica concurso para garantir vagas a filhos de desembargadores

novo concurso do Tribunal de Justiça do Amazonas era a chance que muitos jovens formados em Direito esperavam naquele 2015. O edital previa 23 novas vagas de juízes e um salário inicial de R$ 24,6 mil. Nada mal para um emprego garantido até os 70 anos.

Dois filhos de uma desembargadora e a sobrinha de um desembargador se candidataram: os gêmeos Igor e Yuri Caminha Jorge, filhos da desembargadora Nélia Caminha, e Rebecca Ailen Nogueira Vieira, sobrinha do desembargador Lafayette Vieira, corregedor do tribunal.

Quando saiu o resultado, em junho de 2017, o trio viveu um misto de euforia e decepção. Eles haviam passado na prova, mas longe das 23 vagas – os gêmeos ficaram no 34º e 43º lugar. Rebecca estava numa situação ainda mais delicada: garantiu a 51ª posição. Era praticamente impossível que ela assumisse uma vaga. Pelo menos 28 concorrentes teriam de abrir mão dos privilégios do Judiciário amazonense para que Rebecca pudesse vestir a toga.

Mas havia esperança. Segundo o edital do concurso, o tribunal poderia ampliar a quantidade de vagas de acordo com a “necessidade do serviço”. Bastava à presidência da casa mexer no orçamento para acomodar mais juízes. Além disso, o Judiciário local trata bem os familiares de desembargadores. Identifiquei sete famílias com grande influência para agregar parentes no tribunal.

São ao menos 27 juízes, desembargadores ou funcionários que dividem sobrenomes. Pelo menos 19 dessas pessoas foram indicadas para cargos de confiança que pagam gratificação, e outras duas entraram no tribunal sem concurso público. No levantamento, considerei apenas os servidores com os vínculos confirmados pela assessoria de imprensa do tribunal e por outras pessoas com quem conversei quando estive em Manaus. Atualmente, o TJ do Amazonas tem 26 desembargadores e 173 juízes na ativa.

A sorte de Rebecca e dos gêmeos começou a mudar depois de uma reunião realizada uma semana depois da publicação do resultado do concurso. Acompanhado da mãe, a desembargadora Nélia Caminha, um dos gêmeos participou de uma reunião entre o presidente do tribunal à época, o desembargador Flávio Humberto Pascarelli, e uma comissão de aprovados. A pauta, como me contou um dos presentes à reunião, que preferiu não se identificar: a necessidade de agilizar a nomeação dos novos juízes.

Um mês depois, no dia 12 de julho de 2017, o tribunal encaminhou um projeto de lei que criava 12 cargos de juízes auxiliares. A proposta foi apresentada à Assembleia Legislativa amazonense e aprovada por unanimidade.

Cinco candidatos desistiram das vagas e, em janeiro de 2018, o que até então parecia um milagre aconteceu: o tribunal achou espaço para mais juízes. Até aquele dia, Rebecca havia sido a última a conquistar a vaga.

A posse ocorreu numa festejada solenidade no tribunal. Os desembargadores Nélia e Lafayette acompanharam a cerimônia. A mãe estava orgulhosa pelos filhos, e o tio emocionado com a sobrinha. O site Fatos Marcantes a descreveu como “o feito de famílias que têm em seu gene o dom da magistratura e tiveram mais de um membro aprovado em um dos concursos mais difíceis no país”.

The Intercept Brasil

Comments

LOCAIS

Ministério da Saúde libera R$ 4,5 milhões para hospitais universitários do RN

O Ministério da Saúde liberou nesta segunda-feira (1º) mais de R$ 4,56 milhões para custeio de três hospitais universitários no Rio Grande do Norte. De acordo com a portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), os valores vão ser pagos mediante comprovação da liquidação dos empenhos emitidos.

Os recursos liberados fazem parte da primeira parcela anual do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF). No total, foram liberados mais de R$ 79 milhões em todo o país.

No estado, o Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), em Natal, vai receber o maior valor – um total de R$ 1.769.641. Em seguida vem a Maternidade Escola Januário Cicco, também na capital, que terá liberados R$ 1.622.308. Por fim, o Hospital Universitário Ana Bezerra, em Santa Cruz, receberá R$ 1.174.649,00. Todos as três unidades são ligadas à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

A verba do Ministério da Saúde será utilizada para custear o funcionamento dos serviços de ensino (consultas, internações e cirurgias), compra de materiais médico-hospitalares como anestésicos, seringas e medicamentos, além de possibilitar a execução de obras de reforma e ampliação da infraestrutura hospitalar, para melhorar e qualificar o atendimento prestado à população.

A portaria com a liberação leva em consideração as necessidades levantadas pelos gestores dos SUS nas esferas estaduais e municipais, em articulação com o MEC que define os projetos a serem executados.

Os recursos são pagos pelo Ministério da Saúde para as instituições que comprovaram o cumprimento das metas de qualidade relacionadas ao porte e perfil de atendimento, capacidade de gestão, desenvolvimento de pesquisa e ensino e integração à rede do SUS. Os pagamentos são efetuados pelo Fundo Nacional de Saúde.

G1

Comments

Mossoró Cidade Junina movimentou R$ 90 milhões, aponta estudo

O São João Mais cultural do País encerrou sua edição de 2019 com um saldo positivo em diversos aspectos. A organização do evento estima que, na edição deste ano, mais de 1 milhão de pessoas circularam nos oito polos do Mossoró Cidade Junina. Além da organização e da segurança, o evento terminou com saldo positivo em relação a economia. De acordo com uma prévia do levantamento realizado pela Prefeitura em parceria com a Universidade Potiguar (UnP), o evento injetou mais de R$ 90 milhões na economia local durante o mês de junho.

O número representa uma alta da movimentação financeira de 52%, se comparado com o valor movimentado em 2017. Outro dado impactante é que somente no Pingo da Mei Dia foi movimentada uma média de R$ 33 milhões de reais. O montante trouxe reflexos positivos em diversos setores da economia, tanto formal quanto informal.

É o que reconhece a Câmara de Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL). “O evento é bastante positivo para o comércio, principalmente o Pingo Da Mei Dia que atrai um número maior de turistas e com isso aquece muito a economia. Esse ano, o Mossoró Cidade Junina foi muito bem estruturado”, concluiu o diretor da Câmara de Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL), Wellington Fernandes.

O sindicato das Empresas Varejistas de Mossoró também confirma o impacto do evento no crescimento da movimentação financeira do setor no mês de junho. “Com certeza, esse ano foi bem melhor do que o ano passado. O crescimento das nossas vendas em termo de vestuário, gastronomia subiu em média de 30 a 40%, hotelaria teve uma ocupação de 100% e os demais setores do comércio teve um incremento de 10 a 20%”, informou o presidente do SindVarejo, Michelson Frota.

O coordenador do estudo de vialibidade do MCJ 2019, Josivan Alves, informa que essa é uma prévia dos números que foram levantados durante os dias do Mossoró Cidade Junina que se encerrou no último domingo (30). “A avaliação que eu faço é muito positiva, não somente do ponto de vista econômico, como também do ponto de vista turístico e social. É um evento indiscutivelmente positivo para a cidade.”, frisou o economista. Com o encerramento das atividades nos polos neste domingo(30), o coordenador informa que a a análise completa dos dados com o estudo de viabilidade do MCJ 2019 seja apresentada no início de agosto.

Blog do Barreto

Fonte: Blog do BG

 

Por G1 RN

 

O mês de julho começou nesta segunda-feira (1) e com ele chegaram também as férias escolares. O tempo pode ser de descanso, mas também há muitas opções para crianças e adultos se divertirem e gastarem energia neste período na Grande Natal. O G1 preparou um guia que conta com atividades que vão além das tradicionais praias do litoral potiguar.

Parque das Dunas

Parque das Dunas é ótima opção para quem quer ficar perto da natureza e exercer atividades físicas — Foto: DivulgaçãoParque das Dunas é ótima opção para quem quer ficar perto da natureza e exercer atividades físicas — Foto: Divulgação

O Parque das Dunas é considerado o maior parque urbano sobre dunas do Brasil e é integrante da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Brasileira. O local, que possui 1.172 hectares, conta com uma diversidade grande de fauna e flora, além de diversas trilhas.

O espaço, que se notabiliza pela beleza natural, tem uma grande área de uso público, o Bosque dos Namorados. Lá, há uma pista para quem quer caminhar e correr, além de vários pontos de convivências e parques para as crianças. Há também exposições, biblioteca, centro de pesquisas, viveiro, unidade de mostra de vegetação e lago artificial.

As três trilhas oferecidas pelo parque são: a Ubaia Doce, a Peroba e a Perobinha. Os horários para saídas são 8h e 14h todos os dias. Quem quiser agendar, pode fazê-lo através do telefone (84) 98169-5131.

  • Trilha Perobinha: recomendada para crianças a partir de seis anos de idade e adultos sedentários. Extensão: 800 metros. Tempo de percurso: 40 minutos, aproximadamente (ida e volta). Idade mínima: 6 anos.
  • Trilha Peroba: recomendada para adolescentes e adultos. A trilha estende até o mirante da Via Costeira. Extensão: 2,4 quilômetros (ida e volta). Tempo de percurso: 1 hora e 30 minutos, aproximadamente (ida e volta). Idade mínima: 10 anos.
  • Trilha Ubaia-Doce: recomendada para pessoas bem condicionadas fisicamente, é uma trilha com um nível alto de dificuldade. O percurso se estende até o mirante. Extensão: 4,4 quilômetros (ida e volta). Tempo de percurso: 2h30, aproximadamente (ida e volta). Idade mínima: 18 anos

A entrada do Parque das Dunas fica na Avenida Almirante Alexandrino de Alencar, sem número. Ele funciona de terça-feira a domingo das 8h às 18h e a entrada custa R$ 1. Crianças de até cinco anos e pessoas com mais de 60 anos não pagam.

No domingo, o anfiteatro Pau-brasil recebe uma peça pela manhã no projeto Bosque Encena e um show musical no turno da tarde no projeto Som da Mata.

Parque da Cidade

O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte está aberto todos os dias — Foto: João Maria AlvesO Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte está aberto todos os dias — Foto: João Maria Alves

Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o Parque da Cidade é um espaço também destinado ao lazer ecológico, além de contar com programações culturais e servir de equipamento para promover a educação ambiental.

O local abre diariamente, inclusive em feriados, das 5h às 18h. As trilhas pavimentadas do parque funcionam nesse mesmo horário. As outras visitações têm horários específicos, inclusive a Torre, onde fica o Memorial de Natal, que oferece uma vista privilegiada da cidade.

Horários do Parque da Cidade

O quê?AbreFechaDias
WC – Trilhas (manhã)7h9hDiariamente
WC – Trilhas (tarde)15h17h30Diariamente
Biblioteca8h17h30Diariamente
Memorial Natal/Torre15h17h30Quinta-Feira a Domingo
Administração8h18hDiariamente
Educação Ambiental8h18hTerça-Feira a Domingo
Manejo Ambiental7h18hDiariamente
Centro de Pesquisa/Sala de Exposição8h17hTerça-Feira a Domingo

Trilhas Pavimentadas: Trilha Nascente (300m), Trilha do Vento (600m), Trilha Pau Brasil (1.360m), Trilha da Torre (220m) e Trilha do Pôr-do-Sol (640m). As Trilhas pavimentadas funcionam de domingo a domingo das 5h às 18h.

Trilhas Naturais: Trilha Bromélia (300m), Trilha do Preá (800m), Trilha Embaúba (1.600m) e Trilha do Campo (280m). Elas funcionam aos sábados pela manhã e são previamente agendadas no telefone (84) 3232-3207.

O parque é localizado na Avenida Prefeito Omar O’Grady (Prolongamento da Prudente de Morais), no bairro Pitimbú. A entrada no Parque da Cidade é gratuita.

Aquário de Natal

O hipopótamo Yago está atualmente no Aquário de Natal — Foto: Andréa Tavares/G1O hipopótamo Yago está atualmente no Aquário de Natal — Foto: Andréa Tavares/G1

O Aquário de Natal tem diversos animais, entre eles tubarões, cavalos marinhos, hipopótamos, pinguins, jaguatiricas, macacos e araras. O espaço é aberto diariamente das 8h às 17h e as entradas custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) .

O espaço também funciona como centro de reabilitação para animais que são encontrados na rua debilitados. Lá eles são tratados por veterinários antes de serem devolvidos à natureza.

O Aquário de Natal fica na Avenida Litorânea, 1091, na Redinha, no município de Extremoz, na Grande Natal. O telefone mais para informações é o (84) 99985-7737.

Natal Shopping

Woody e Bo Peep são os protagonistas de "Toy Story 4", que está passando no Cinépolis do Natal Shopping — Foto: DivulgaçãoWoody e Bo Peep são os protagonistas de “Toy Story 4”, que está passando no Cinépolis do Natal Shopping — Foto: Divulgação

O Natal Shopping, na Zona Sul, também preparou uma programação diferenciada para receber as crianças nestas férias de julho.

Entre esta segunda-feira (1) e a sexta-feira (5), haverá um laboratório de experimentos e a oficina de biscoitos com as princesas pela Brinkids. A brincadeira acontece das 13h30 às 17h e o pacote para essas férias inclui lanche. Além disso, o Puppy Play também conta com atrações para as crianças.

O shopping também conta com um espaço especial, no segundo piso, para o Mundo Bita. Entre as atrações, estão a cama elástica, balão giratório, escorregador e piscina de bolinhas. Além disso, as crianças podem fazer atividades de pintura e ver o Bita 3D.

Além disso, há a opção do cinema para toda a família. Um dos lançamentos da temporada é a animação “Toy Story 4”. O Cinépolis ainda disponibiliza neste período “Pets – A Vida Secreta dos Bichos 2” e “Turma da Mônica: Laços”.

Na sexta-feira (5), sábado (6) e domingo (7), das 15h às 17h, haverá oficinas de monstrinho, cofrinho sustentável, diário de férias e tiara de unicórnio, com participação gratuita, mas com vagas limitadas.

Partage Norte Shopping

Turma da Mônica vai passar no Cinépolis do Partage Norte Shopping, que também será cosplays dos personagens — Foto: DivulgaçãoTurma da Mônica vai passar no Cinépolis do Partage Norte Shopping, que também será cosplays dos personagens — Foto: Divulgação

O Cinépolis do Partage Norte Shopping também terá programação especial para as crianças, com estreias infantis, incluindo “Homem-Aranha: Longe de Casa”, “Toy Story”, “Pets 2” e “Turma da Mônica: Laços”, além da promoção “Todo Mundo Paga Meia”, de segunda a quarta.

No próximo domingo (7), o Partage Norte Shopping promoverá evento temático relacionados às estreias, com a Turma da Mônica e Homem Aranha, respectivamente, das 16h às 19h, no segundo piso. Na ocasião, haverá presença de cosplays dos personagens interagindo e tirando fotos com as crianças, além de pintura artística. Na quinta-feira (4), estreia do Homem Aranha, os cosplays dos personagens do filme também estarão no hall da Cinépolis, das 17h às 20h, para interagir com o público.

No dia 14, haverá também uma “Oficina de Monstros”, no 2º piso, das 16h às 19h, com inscrições limitadas realizadas de forma antecipada pela internet (clique AQUI), a partir do dia 8 de julho. As sessões serão de 15 minutos, com 20 crianças participantes em cada.

Outra opção é o Mundo dos Doces, que continuará na Praça de Eventos, até o dia 21, com pula pula, piscina de bolinhas, xícara carrossel e uma cozinha para a preparação dos doces. Há ainda o Puppy Play na praça de alimentação. Mais informações podem ser tiradas pelos números (84) 3674-8200 e 98189.8899 (WhatsApp).

Fonte: G1 RN

Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA

MANIFESTAÇÕES: PRÓXIMO MOVIMENTO DA DIREITA

A coluna MANIFESTAÇÕES desta quinta-feira traz a agenda da direita para o próximo movimento de apoio à Reforma da Previdência. Confira.

Em Natal, grupos de direita realizam movimento neste domingo

Em Natal, a manifestação está marcada para às 15h, na frente do Midway Mall, no cruzamento das avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira

Por Agora RN

 

Manifestantes se reunirão em todo Brasil no próximo domingo, 30. Foto: José Aldenir / Agora RN.

No próximo domingo, 30, movimentos de direita o Brasil vão às ruas para defender a aprovação das pautas do governo que envolvem a Reforma da Previdência, o pacote Anti-crime, defesa da Lava Jato e do ministro Sérgio Moro. Em Natal, a manifestação está marcada para às 15h, na frente do Midway Mall, no cruzamento das avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira.

De acordo com Carlos Reny, um dos organizadores do evento, “o desinteresse do Centrão e da esquerda em aprovar essas pautas e o esquema montado para desconstruir a Lava Jato, é um momento crítico para o Brasil”.

“A velha política continua agindo sem aceitar a vontade do povo demonstrada nas urnas no pleito passado. O povo quer as mudanças necessárias para o Brasil seguir rumo ao desenvolvimento. Estamos atentos e cada vez mais cobrando e expondo os parlamentares que agem errado”, pontua.

O movimento do próximo domingo está sendo organizado em Natal pelo Grupo Força Democrática, junto com o Grupo Radar, Endireita Natal, Puro Sangue e o Grupo Operação DJ.

Fonte: Agora RN

Continuar lendo MANIFESTAÇÕES: PRÓXIMO MOVIMENTO DA DIREITA

PROTESTOS: O JURISTA MODESTO CARVALHOSA FAZ UM IMPORTANTÍSSIMO APELO AO POVO BRASILEIRO

Na coluna PROTESTOS deste domingo trago um apelo do grande jurista, simbolo do patriotísmo no nosso país para que façamos pressão sobre o STF na próxima semana quando irá votar a questão da prisão em 2ª instância, que poderá botar a perder todo o esforço, de mais de quatro anos, da Lava Jato e soterrar de vez a ordem, a moral e os bons costumes neste débil país. Vamos viralizar isso caro(a) leitor(a)!

Carvalhosa pede que esforços sejam redobrados para derrotar nova trama dos aliados dos corruptos no STF

Por Jornal da Cidade Online

O incansável jurista Modesto Carvalhosa, um grande exemplo de dignidade, honestidade e perseverança, acaba de pedir o empenho de todos os brasileiros de bem, que lutam contra a corrupção, que se mantenham atentos e vigilantes para evitar um novo ‘golpe por meio dos aliados dos corruptos no STF’.

Querem na marra soltar o meliante Lula.

Veja abaixo a manifestação de Carvalhosa:

“Na sexta-feira, “a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, manifestou-se contrária ao pedido feito pela defesa” do Lula para que a ação penal que o condenou seja anulada, anunciou o Estadão.

Com as investidas desse grupo criminoso que armou a farsa tentando confundir o povo brasileiro, e que contava com os já conhecidos aliados do STF, a procuradora-geral da República precisou se manifestar.

É de uma obviedade ululante que tudo foi armado sordidamente para que este inacreditável pedido de anulação da ação penal que condenou o Lula tenha sido cogitado.

Como disse a procuradora-geral, o material todo sequer “foi apresentado às autoridades públicas para que sua integridade seja aferida”, ou seja: como se bastasse alguém acusar sem a correção das provas e sem a capacidade de verificação. E que, mesmo assim, isso fosse suficiente para qualquer pedido de anulação.

Nosso amigo, o jornalista José Nêumanne Pinto, até destacou recentemente em seu blog no Youtube que Moro nos citou, juntamente com o jurista Carlos Velloso e o americano Matthew Stephenson, em sua exposição espontânea na CCJ com o objetivo de prestar esclarecimentos.

Aos que não entendem dos trâmites da justiça e aos envolvidos com denúncias graves que se aproveitam do que deveria ter fim no Brasil: o foro privilegiado.

Não se enganem: terça-feira vão tentar outro golpe por meio dos aliados dos corruptos no STF. Precisamos redobrar nossos esforços nas redes sociais e acabar definitivamente com mais essa trama.”

da Redação

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo PROTESTOS: O JURISTA MODESTO CARVALHOSA FAZ UM IMPORTANTÍSSIMO APELO AO POVO BRASILEIRO

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA

Por G1

 

A semana começa com a expectativa da escolha do novo presidente do BNDES após o pedido de demissão de Joaquim Levy. A Receita paga hoje o primeiro lote de restituições do Imposto de Renda. Mais de 160 concursos estão com inscrições abertas para preencher 14 mil vagas. O que é notícia nesta segunda-feira:

INTERNACIONAIS

Protestos em Hong Kong

Uma multidão de centenas de milhares de pessoas vestidas de preto foi às ruas de Hong Kong no fim de semana para pedir a renúncia da governante da ilha, Carrie Lam, ligada ao governo central da China.

As manifestações ocorreram depois de a chefe executiva de Hong Kong ter suspendido uma polêmica lei de extradição que poderia enviar moradores da ilha à China continental para julgamentos. No domingo (16), Lam pediu desculpas publicamente e e reconheceu “grandes contradições e disputas”. Os protestos pedindo sua renúncia podem continuar nos próximos dias.

Protestos pedindo a renúncia da líder de Hong Kong, Carrie Lam. — Foto: Tyrone Siu/Reuters

Protestos pedindo a renúncia da líder de Hong Kong, Carrie Lam. — Foto: Tyrone Siu/Reuters

Extrema-direita

O partido ultradireitista Alternativa para a Alemanha (AfD) perdeu as eleições do que seria sua primeira prefeitura, na cidade de Görlitz, um de seus redutos no leste da Alemanha. A vitória nas acabou ficando com o partido conservador União Democrata-Cristã (CDU). Essa possível vitória da extrema-direita teria ampliado sua projeção no país.

Sebastian Wippel, candidato da AfD e vencedor no primeiro turno das eleições municipais realizadas em 26 de maio, ficou com 44,9% dos votos no segundo turno neste domingo (16), atrás de seu rival da CDU, Octavian Ursu, com 55,1%.

Octavian Ursu, da União Democrata-Cristã (CDU), posa com claquete de cinema após vencer o segundo turno da eleição para prefeito na cidade de Görlitz, na Alemanha, no domingo (16) — Foto: Sebastian Kahnert/dpa/AFP

Octavian Ursu, da União Democrata-Cristã (CDU), posa com claquete de cinema após vencer o segundo turno da eleição para prefeito na cidade de Görlitz, na Alemanha, no domingo (16) — Foto: Sebastian Kahnert/dpa/AFP

Bebê real

O perfil oficial do príncipe Harry e Meghan Markle, a duquesa de Sussex, em uma rede social publicou, no domingo (16), uma nova foto do pequeno Archie Harrison, primeiro filho do casal. “Feliz Dia dos Pais! E desejando um primeiro Dia dos Pais muito especial ao duque de Sussex”, diz a legenda da foto.

Perfil oficial do príncipe Harry e da duquesa Meghan em uma rede social publicou nova foto do bebê Archie para comemorar o Dia dos Pais — Foto: Reprodução/Instagram

Perfil oficial do príncipe Harry e da duquesa Meghan em uma rede social publicou nova foto do bebê Archie para comemorar o Dia dos Pais — Foto: Reprodução/Instagram

Copa América

O Uruguai encara a Copa América como a grande chance para tentar mais um título com a geração comandada por Cavani e Suárez. Com a dupla inspirada, a Celeste estreou com goleada tranquila por 4 a 0 sobre o Equador, no domingo (16). No sábado (15). A Argentina perdeuda Colômbia poe 2 a 0. Hoje, jogam Japão x Chile.

Paraguai e Catar empatam no Maracanã

Paraguai e Catar empatam no Maracanã

Copa do Mundo Feminina

No domingo (16), a Suécia goleou a seleção feminina da Tailândia por 5 a 1. E os Estados Unidos venceram o Chile por 3 a 0. No sábado (15), a Holanda venceu a seleção feminina de Camarões por 3 a 1. Já o Canadá derrotou a Nova Zelândia por 2 a 0. Hoje, jogam China x Espanha, África do Sul x Alemanha, Nigéria x França e Coréia do Sul x Noruega.

Após levar 17 gols em dois jogos, Tailândia marca na Copa do Mundo Feminina

Após levar 17 gols em dois jogos, Tailândia marca na Copa do Mundo Feminina

Apagão

A Argentina e o Uruguai tiveram um apagão de energia elétrica que afetou milhões de pessoas. O problema começou às 7h do domingo (16), por causa de uma falha na conexão de transporte entre duas centrais de distribuição. De tarde, a maior parte do sistema havia sido restabelecida. O Brasil não foi prejudicado.

Mulher em sua casa durante apagão no Uruguai na manhã deste domingo, 16 — Foto: Miguel Rojo/AFP

Mulher em sua casa durante apagão no Uruguai na manhã deste domingo, 16 — Foto: Miguel Rojo/AFP

 

NACIONAIS

BNDES

O ministro da Economia Paulo Guedes deve anunciar hoje o nome do novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que vai substituir Joaquim Levy, que pediu demissão do cargo ontem. O substituto deve ser da iniciativa privada.

No sábado, o presidente Jair Bolsonaro disse a jornalistas que Levy estava com a “cabeça a prêmio” e que mandou Levy demitir o diretor de Mercado de Capitais do BNDES, Marcos Barbosa Pinto. O presidente afirmou, ainda, que se Barbosa não fosse demitido, ele, Bolsonaro, demitiria Levy. Barbosa Pinto renunciou no sábado.

Reforma da Previdência

A equipe econômica do governo avalia formas de reintroduzir na proposta de reforma da Previdência itens que foram retirados pelo relator Samuel Moreira (PSDB-SP). O governo avalia que, se retomar a regra proposta pela equipe do ministro Paulo Guedes, será possível obter uma economia de R$ 100 bilhões para os cofres públicos, fazendo com que a reforma gere uma economia total de R$ 960 bilhões. Um chamado “lobby de servidores” e a retirada dos estados e municípios do projeto original preocupam o ministro Guedes.

Imposto de Renda

A Receita Federal paga hoje o primeiro lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoas Físicas (IRPF) de 2019, e lotes residuais de anos anteriores. De acordo com o Fisco, serão depositados R$ 5,1 bilhões, a 2.573.186 contribuintes idosos e com algum tipo de deficiência ou doença grave, sendo R$ 4,99 bilhões somente para o IR 2019 – ano-base 2018.

Concursos

168 concursos que estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (17) reúnem mais de 14 mil vagas, para profissionais de todos os níveis de escolaridade. As oportunidades são para trabalhar em diversos estados pelo país. Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Fonte: G1

 

Por Blog do BG

Sistema S é suspeito de privilégios a parentes e aliados de chefes em SP

Um inquérito civil em São Paulo apura se integrantes da cúpula estadual do Sistema S, entidades cujos gastos têm sido questionados pelo ministro Paulo Guedes (Economia), usaram o Sebrae como cabide de empregos para parentes e aliados.

Não que a investigação tenha inibido os citados.

Dois apontados em depoimento como suspeitos de terem parentes empregados de forma irregular, Fábio Meirelles e Sylvio Rosa Goulart, foram homenageados em evento do próprio Sebrae no último dia 21 de maio.

O inquérito, aberto pelo Ministério Público de São Paulo, tem como objetivo apurar suposta improbidade e denúncias de fraudes durante a presidência de Paulo Skaf (2014-2018) no conselho deliberativo do Sebrae-SP.

A investigação envolve também pessoas que comandam outras entidades e cujos recursos vêm de contribuições compulsórias sobre as folhas de pagamento da indústria.

Enquanto a maior parte do Sistema S é composta de entidades ligadas a uma única federação (de indústria, comércio ou agricultura, por exemplo), o Sebrae, que é o serviço de apoio à micro e pequena empresa, tem um modelo de gestão compartilhada.

O próprio Paulo Skaf (MDB), que representa a Fiesp (federação das indústrias de São Paulo), também preside o Sesi-SP e o Senai-SP. Ele comanda a Fiesp desde 2004.

Fábio Meirelles é presidente da Faesp (federação paulista de agricultura) há 40 anos e também chefia o Senar-SP.

Em 2016, Meirelles era conselheiro do Sebrae-SP, enquanto o seu filho, Tirso Meirelles, era secretário do conselho —o que é proibido de acordo com o estatuto da entidade.

Atualmente, Tirso é o presidente do conselho do Sebrae, após o termino do mandato de Skaf. Foi ele quem entregou a homenagem, de “incentivo ao empreendedorismo”, ao pai.

Já Sylvio Goulart Rosa é presidente do ParqTec (fundação de tecnologia de São Carlos, ligada ao Governo de SP) e conselheiro do Sebrae-SP.

Sua filha, Paula Rosa, trabalhava no escritório da entidade em São Carlos (a 231 km da capital), com salário superior a outras pessoas que faziam a mesma função e, segundo a diretoria do Sebrae, com menor produtividade.

Um braço direito de Paulo Skaf também teve sua contratação questionada. Seu ex-chefe de gabinete da Fiesp, Rossildo Faria, foi empregado como gerente de unidade do Sebrae-SP, atropelando a regulamentação interna —ele não tinha escolaridade mínima para ocupar o posto.

Os casos de Tirso Meirelles e Rossildo Faria chegaram a ser apontados como irregulares em relatório preliminar de compliance (boas práticas corporativas) da consultoria Deloitte. No entanto, em relatório posterior, essas menções negativas foram suprimidas.

A mudança nos relatórios foi revelada em reportagem da Folha e motivou uma representação enviada ano passado à Promotoria de Patrimônio Público, que apontava uma série de outras supostas irregularidades na entidade.

Foi aberto um procedimento prévio de investigação em setembro passado, enquanto Skaf era candidato ao Governo paulista pelo MDB, quando ficou em terceiro lugar.

Oficialmente, esse procedimento virou inquérito em dezembro do ano passado. A Deloitte também é investigada.

(mais…)

Comments

Mansões no Guarujá e aeronaves de Neymar estão bloqueadas pela Justiça

Em meio a um escândalo por acusação de estupro, o atacante Neymarestá com imóveis em seu nome bloqueados pela Justiça devido a processo por sonegação fiscal que tenta levar R$ 69 milhões do atleta. Em levantamento feito pela Folha, foram encontrados 36 imóveis em nome do atleta, de sua família ou de suas empresas que estão indisponíveis.

Duas mansões em condomínio de luxo no Jardim Acapulco, no Guarujá, que, somadas, têm 3.000 m² de área, estão entre eles. Apesar de serem dois imóveis distintos, as casas são grudadas e utilizadas pela família do atleta. Elas estão entre as favoritas do jogador pela localização nobre, um bairro onde ele gosta de estar pela proximidade com a cidade de Santos e de seus amigos, chamados pelo jogador de “parças”.

As mansões foram adquiridas pela família do jogador em 2011, mesmo ano em que o atleta recebeu adiantamento de 10 milhões de euros do Barcelona. O valor pago pela família do atleta foi de R$ 7 milhões pelas duas casas, somadas. Hoje, seu valor de mercado é de R$ 14 milhões.

Foi nas casas do Jardim Acapulco que, em 2014, após sofrer lesão contra a Colômbia nas quartas de final da Copa do Mundo, ele se refugiou. No dia em que o Brasil foi derrotado pela Alemanha por 7 a 1, o atleta recebeu amigos para uma noite de pôquer.

Desde o início de junho Neymar vive um inferno pessoal. Ele é investigado por estupro após acusação da modelo Najila Trindade, viu ser aberto outro inquérito policial contra ele no Rio de Janeiro por ter postado em seu Instagram vídeo com imagens íntimas da mulher e sofreu lesão no tornozelo que o fez ser cortado da Copa América.

Entre esses problemas, o jogador também tem o processo na Receita. Outro imóvel da família de Neymar que sofreu arrolamento é um apartamento no bairro da Vila Mariana, próximo ao Parque Ibirapuera, com valor de mercado de cerca R$ 15 milhões —foi adquirido em 2015 por R$ 6,1 milhões e tem 760 m².

Já em Itapema, litoral de Santa Catarina, três apartamentos em nome do atleta sofreram bloqueio. O primeiro, adquirido em 2013 por R$ 1,4 milhão, com 470 m² de área privativa. Os outros dois, de tamanhos semelhantes, comprados em 2016 por R$ 2,4 milhões cada um.

Outros 28 imóveis de valores menores no nome de Neymar ou de suas empresas em Santos, São Paulo, Guarujá, Praia Grande e São Vicente, também estão bloqueados.

Os bloqueios impedem que os bens sejam negociados, mas não que sejam utilizados. O objetivo é garantir o pagamento à Receita Federal ao fim do processo por suposta sonegação de tributos na transferência do Santos para o Barcelona (ESP), em 2013.

O clube catalão pagou cerca de 40 milhões de euros a uma empresa do pai de Neymar em parcelas nos anos de 2011, 2013 e 2014. As autoridades, porém, apontaram que esse valor deveria ter sido destinado ao jogador. O imposto para pessoa física é de 27,5%, maior do que foi pago na época, 17%, na condição de pessoa jurídica.

Em 2015, o atacante foi autuado em R$ 188 milhões, sob a alegação de que deixou de declarar R$ 63,6 milhões de 2011 a 2013. Sobre esse valor, incidiram multa e juros. Os R$ 69 milhões são referentes a uma cobrança contestada pela defesa do atleta, que diz que o pagamento deveria ser de R$ 11,5 milhões.

Em relatório, o Carf apontou que o atleta costuma utilizar seus bens de forma blindada por meio do nome de outras pessoas. “Já vimos que bens móveis e imóveis, adquiridos com a prestação de serviços personalíssimos do atleta, foram blindados em nome de outras pessoas, físicas e jurídicas”, disse o Carf.

“É recorrente que em casos de planejamento tributário abusivo, o objetivo seja justamente fazer com que valores que deveriam ter seu fluxo financeiro naturalmente destinado a uma determinada pessoa sejam ‘desviados’ e redirecionados a outras pessoas físicas ou jurídicas, de maneira a ocultar o real beneficiário dos rendimentos”, diz o órgão.

Em abril, a Folha mostrou que as duas aeronaves em nome de uma empresa do atleta também estão bloqueadas .

Outras três empresas do jogador também estão com cotas do seu capital social arroladas por conta do processo: a N & N Consultoria (arrolamento de 50%), a N&N Administração de Bens (50%) e a Neymar Store (80%).

“Os bens foram arrolados como garantia do débito. Continuam na propriedade da pessoa, mas é um procedimento normal feito pela Receita. Eles ficam guardados como garantia, mas [Neymar] não perde a propriedade”, diz o advogado do atleta no caso, Marcos Neder.

Neste ano, o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, foi a uma reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

A pasta informou que “o empresário pretendia prestar esclarecimentos sobre processo pendente de julgamento no âmbito administrativo fiscal” e acrescentou que “independentemente da audiência, todo o encaminhamento da questão ocorrerá no âmbito do respectivo processo e observará todas as premissas legais aplicáveis”.

Com o fim do Ministério da Fazenda, o Carf passou a ser vinculado ao Ministério da Economia, razão pela qual o pai de Neymar pediu o encontro com Guedes.

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa de Neymar afirmou que não iria comentar.

FOLHAPRESS

Comments

Exército desmente boato sobre ‘intervenção militar contra corrupção’

Um boato sobre suposta mobilização de tropas para uma “intervenção militar contra a corrupção” foi desmentido pelo Exército. A mensagem dizia que a ação iria interditar o governo federal e “devolver a lei e a ordem aos brasileiros”.

Em nota, a assessoria de imprensa do Exército classificou o boato como “falso”. “O Centro de Comunicação Social do Exército informa que as notícias de mobilização de tropas, veiculadas nas redes sociais, são ‘fake news’.”

A mensagem falsa foi publicada no dia 24 de maio deste ano e sinalizada como “suspeita” por usuários do Facebook.

Notícias falsas envolvendo supostas ações das Forças Armadas são comuns: em fevereiro, um “decreto de convocação para “treinamento secreto” foi desmentido pelo Estadão Verifica.  No ano passado, o projeto Comprova desmentiu boato sobre solicitação do Exército para a realização de perícias nas urnas eletrônicas após as eleições.

ESTADÃO CONTEÚDO

Comments

Bolsonaro avalia reduzir impostos para games, computadores e celulares

presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais neste domingo, 16, para dizer que o governo estuda reduzir o imposto para produtos de tecnologia. Segundo ele, a intenção é fomentar competitividade e inovação. Bolsonaro afirmou que o imposto poderia cair de 16% para 4%.

“Para estimular a competitividade e inovação tecnológica, o governo estuda, via secretaria do Ministério da Economia, a possibilidade de reduzir de 16% para 4% os impostos sobre importação de produtos de tecnologia da informação, como computadores e celulares”, escreveu o presidente no Twitter.

Em uma segunda postagem, Bolsonaro disse também que será avaliada a redução de impostos para jogos eletrônicos.

Na semana passada, o secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Marcos Troyjo, havia antecipado essa possibilidade. O objetivo, segundo Troyjo, é aumentar a competitividade e a produtividade das empresas que usam esses equipamentos em suas atividades. Como as tecnologias da informação são usadas atualmente em praticamente todos os setores da economia, os efeitos da medida seriam “exponenciais”.

“Tecnologias da informação são insumo. (O efeito) É exponencial. Quando você dá um choque não apenas de qualidade e preço, mas também mexe no acesso àquilo de mais avançado que está acontecendo, automaticamente multiplica por várias vezes sua produtividade interna”, afirmou Troyjo, durante a abertura do Congresso Mundial das Câmaras de Comércio, na última quarta-feira, 12, no Rio de Janeiro.

ESTADÃO CONTEÚDO

Comments

LOCAIS

Policiais Militares e Bombeiros realizam paralisação nesta segunda

Os policiais militares e bombeiros iniciam nesta segunda-feira, 17, paralisação das atividades. As categorias profissionais exigem recomposição das perdas salariais dos últimos cinco anos. Representantes das associações de praças e oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte apontam que o déficit é de 60,48%.

Na última sexta-feira, 14, o Governo do Estado propôs a criação de um Grupo de Trabalho para reestruturação de carreiras da Polícia Militar visando, em um processo gradual, corrigir distorções com relação a outras carreiras da área da Segurança Pública. No entanto, a medida não foi acatada pelas categorias profissionais.

Nesta segunda-feira, a partir das 8h, os policiais militares e bombeiros farão uma manifestação em frente à Governadoria do Estado.

O secretário Aldemir Freire pontuou que o Governo do Estado prioriza o pagamento da Polícia Militar e de todos os agentes de segurança pública do Rio Grande do Norte, quitando os salários integrais dentro do mês trabalhado e sempre na primeira data marcada pela equipe econômica.

“Estamos pagando a todos da segurança pública, ativos e inativos, em meados do mês. É um esforço grande para honrar o acordo, assim como para manter a Polícia na rua com o pagamento das diárias operacionais. São R$ 3 milhões por mês somente com diárias”, destacou o titular da Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças (Seplan).

AGORA / RN

 

79% dos servidores do Governo Estadual recebem salários de Junho nesta segunda-feira

O Governo do RN anunciou que vai pagar, nesta segunda-feira (17), os salários de junho de 79,54% dos servidores. No total, serão cerca de R$ 217 milhões depositados para o funcionalismo. Os outros 20,46% receberão, de acordo com a nota do Estado, no próximo dia 28.

Os R$ 217 milhões injetados na economia potiguar nesta segunda correspondem ao salário de quem recebe até R$ 4 mil (valor bruto) e 30% do salário dos servidores que ganham acima desse valor. Além do pagamento integral à categoria da Segurança Pública.

No próximo 28 de junho recebem o salário integral os servidores das pastas com recursos próprios e da Educação. Além dos 70% restantes de quem ganha acima de R$ 4 mil, concluindo a folha de R$ 438 milhões do mês de junho. Também nesta data será pago a segunda parcela do décimo terceiro de 2017 aos 15% ou 1.257 inativos e pensionistas restantes que ganham acima de R$ 12 mil (valor líquido).

POLÍTICA EM FOCO

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA

PONTO DE VISTA: O TIRO SAIU PELA CULATRA

Caro(a) leitor(a),

A ofensiva massiva da esquerda com o intuito de derrubar o governo Bolsonaro é algo inédito em qualquer história recente da democracia que já tenhamos ouvido falar. Nunca se soube de um regime democrático que, um governo recém empossado fosse tão hostilizado por uma oposição que tenta a todo custo algo inimaginável: depor esse recém empossado governo que chegou ao poder democraticamente com ampla maioria. Chega a ser surreal ou até mesmo bizarro. É na verdade inacreditável a ousadia e insanidade dessa oposição que totalmente inconformada, após perder a bocona, as tetonas e todas as regalias as quais estava acomodada há praticamente 20 anos tenta de todas as formas magináveis e imagináveis algo impensável em qualquer democracia. Quando estiveram no poder, mesmo com todas as aberrações e insanidades cometidas pelos seus governos, em momento nenhum a oposição ou as pessoas que estavam totalmente insatisfeitas fizeram algo parecido com o que eles agora fazem. Muita gente saiu do país e foi tentar a vida em outros países. Houve sim esse êxodo que pouco se comenta, mas nunca o que nós estamos presenciando nesse momento. 

Essa é mais uma prova de que as leis brasileiras só protegem os bandidos que podem acobertados pelo sempre invocado “manto da constituição” podem fazer coisas com essas. Como é que alguém que sai do nada num momento de extrema delicadeza pelo qual o país está passando planta falácias, fake news, insinuações, bagunça com o cenário político e a paz social do país e a lei não o obriga a provar que essas acusações são verdadeiras? Por quê a lei não obriga, antes de mais nada esse cara ficar detido até que entregue todas as provas, fontes e tudo que for necessário para que tudo seja esclarecido a contento e o mais rápido possível, já que está bagunçando com a vida de um país de 200 milhões de habitantes? É algo gravíssimo, mas a lei não protege a imensa maioria de brasileiros que está sendo obrigada  a passar por todo esse constrangimento internacional, além de afetar as suas vidas no que mais lhe pesa: a dignidade e o bolso!

Um sujeito que tenta denegrir e colocar na lama uma reputação construída por mais de 22 anos de magistratura e nenhum deslize, com um folha corrida de serviços à nação simplesmente impressionante e incomparável com falácias, sensacionalismo e muita cara de pau. Felizmente o que é construído com bom alicerce e solidez não se desfaz assim. Prova é o teste de popularidade que o ministro se submeteu essa semana e até mesmo o que essa criatura digna de mofar na cadeia para todo o sempre usou contra ele foi um tiro que saiu pela culatra.

Isso é insano, é bizarro, é surreal, é palhaçada!

E ai, vamos ficar de braços cruzados assistindo esse cara e toda a esquerdopatia defecar na nossa cara?

Ministro do STF é ovacionado em voo e passageiros gritam: “In Fux we trust”

Fux afirmou que sempre foi favorável à Lava Jato.

Redação

Publicado

em

Walterson Rosa

Luiz Fux, ministro do STF, foi aplaudido durante um voo de Brasília para o Rio de Janeiro, na manhã desta sexta-feira (14), registra Bela Magale.

Segundo a jornalista, o ministro não apenas recebeu aplausos.

Com uma recepção bastante calorosa, os passageiros começaram a entoar em coro “In Fux we trust”.

A expressão faz referências às mensagens divulgadas pelo site “The Intercept”, que acusa o Ministro Sérgio Moro e Deltan Dallagnol de terem realizados conversas impróprias em relação à Operação Lava Jato.

Ao ouvir de Dallagnol que Fux confirmou seu apoio à Operação, Moro teria digitado: “In Fux we trust”.

Ainda de acordo com a colunista, o Ministro informou a amigos que, por enquanto, não pretende se posicionar sobre o caso.

Ressaltou também que não viu problemas no diálogo, porque sempre se falou publicamente que era a favor da operação.

Fonte: Conexão Política

Continuar lendo PONTO DE VISTA: O TIRO SAIU PELA CULATRA

DENÚNCIA: O ABANDONO DO PODER PÚBLICO COM O CÓRREGO DO BARRO VERMELHO

Na coluna DENÚNCIA deste sábado eu faço mais uma denúncia da do descaso, do abandono e da incompetência do prefeito da cidade do Natal, o sr. Alvaro Dias, com a manutenção dos equipamentos da cidade. O córrego que corta o Barro Vermelho e leva as águas pluviais para o Rio Potengi está completamente tomado por mato, lixo e sujeira de toda natureza.Transformando o passeio público que margeia o córrego em um lugar intrafegável pela sujeira, falta de segurança e contaminação. Ajude a divulgar essa denúncia para que o poder público tenha vergonha na cara e tome as devidas providências!

Fonte: 

Publicado em 14 de jun de 2019

Continuar lendo DENÚNCIA: O ABANDONO DO PODER PÚBLICO COM O CÓRREGO DO BARRO VERMELHO

PONTO DE VISTA: SE CALAREM LULA E ELE APODRECER E MOFAR NA CADEIA NA PIOR DAS CONDIÇÕES HUMANAS AINDA VAI SER POUCO EM FACE A TODO O MAL QUE DISSEMINOU

No PONTO DE VISTA deste domingo trago a ANÁLISE POLÍTICA de mais um excelente e contundente comentário do irreverente jornalista José Nêumanne Pinto, que abre o verbo sobra a verdadeira face dos governos petistas/socialistas que detonaram a nossa economia e o país de uma maenira geral através da disseminação da corrupção, transformando o Brasil no esgoto a céu aberto, onde a roubalheira, o conluio e a falta de pudor passou a ser regra e não a exceção. É simplesmente imperdoável e quase irrecuperável todo destroço causado pelos governos petistas a esta imensa e pobre/rica nação. A justiça só será feita de verdade quando um verme como Lula mofar e apodrecer na cadeia, passando as maiores necessidades que um ser humano pode passar e não com todas as mordomias que hoje ele usufrui.

Não há necessidade de relacionar aqui tudo que o nosso povo passou e ainda passa, com consequências desastrosas para as futuras gerações. O poço de atraso em que nos enfiaram é mais fundo do que qualquer brasileiro possa imaginar. Só a misericórdia de Deus poderá nos livrar de um futuro tenebroso, pois as forças malignas ainda continuam relutando para não deixar esse país caminhar em busca do progresso e da sua redenção.

“Esse governo está destruindo o País, envergonhando o País”, disse Lula, em entrevista da cela de Estado-Maior no DPF de Curitiba, a DCM e Tucameia. Mentira. A verdade é que o Brasil em destroços foi destruído pela roubalheira e má gestão de seus dois governos e na gestão e meia de sua lambe-botas Dilma com complemento do ex-sócio Temer. Eles exportaram corrupção pelo mundo afora, promovendo o despudor além das fronteiras. E paralisando nossa economia com a permanência por cinco anos de depressão com 13,2 milhões de pobres desempregados e famintos. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Fonte: 

Publicado em 8 de jun de 2019

Continuar lendo PONTO DE VISTA: SE CALAREM LULA E ELE APODRECER E MOFAR NA CADEIA NA PIOR DAS CONDIÇÕES HUMANAS AINDA VAI SER POUCO EM FACE A TODO O MAL QUE DISSEMINOU

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

Por G1

 

Neymar foi cortado da Seleção Brasileira e está fora da Copa América, após sofrer lesão no tornozelo ontem em amistoso contra o Catar. Mais Neymar: vídeo que viralizou mostra modelo agredindo o jogador em quarto de hotel. Segundo advogado, imagens foram gravadas pela jovem no segundo encontro em Paris. Ela acusa o atacante de agressão e estupro. Triplica o número de novos pacientes brasileiros que buscam importação de canabidiol. Na semana que vem, Anvisa abre consulta pública para liberar o plantio da cannabis para pesquisa. Bolsonaro faz sua 1ª viagem à Argentina para encontro com o presidente Macri. O pedido de Lula para cumprir pena em casa deve ser julgado pelo STJ até o final do mês. Pernambuco passa por um novo surto da doença de Chagas e o nº de casos chega a 27; conheça os sintomas e saiba como se prevenir.

NACIONAIS

Neymar fora Copa América

Neymar chora muito no banco de reservas após deixar o gramado — Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

Neymar chora muito no banco de reservas após deixar o gramado — Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

Neymar foi cortado da Seleção Brasileira nesta madrugada e está fora da Copa América. Exames apontaram rompimento no ligamento do tornozelo direito, sofrido no primeiro tempo da vitória por 2 a 0 sobre o Catar, penúltimo amisto do Brasil antes do início do torneio. Ele foi direto do estádio Mané Garrincha para um hospital em Brasília, onde recebeu a visita do presidente da República, Jair Bolsonaro. A CBF anunciou o corte às 2h10.

E mais: antes de ser cortado da seleção, Neymar recebeu no hospital a visita de Jair Bolsonaro, que assistiu à partida no Mané Garrincha. O nome do presidente não foi anunciado no estádio.

Canabidiol importado

Canabidiol é uma substância presente na maconha e é liberado para uso em medicamentos — Foto: Marcelo Brandt / G1

Canabidiol é uma substância presente na maconha e é liberado para uso em medicamentos — Foto: Marcelo Brandt / G1

Triplica o número de novos pacientes que buscam importação de canabidiol. Em 2015, 826 pacientes se cadastraram. Em 2018, foram 2.371. Balanço parcial de 2019 prevê um número ainda maior. Na terça que vem, Anvisa abrirá consulta pública para a liberação do plantio da cannabis para pesquisa e para o uso da indústria farmacêutica.

Bolsonaro na Argentina

Os presidentes Jair Bolsonaro e Mauricio Macri, em Brasília, durante encontro em janeiro deste ano — Foto: Arthur Max / AIG-MRE

Os presidentes Jair Bolsonaro e Mauricio Macri, em Brasília, durante encontro em janeiro deste ano — Foto: Arthur Max / AIG-MRE

Bolsonaro viaja à Argentina hoje para encontro com o presidente Mauricio Macri. Esta é primeira viagem do presidente ao país desde que tomou posse. Macri esteve em Brasília em janeiro. A Argentina terá eleição neste ano, e Bolsonaro manifestou apoio à reeleição de Macri.

Central GloboNews

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, durante entrevista ao Central GloboNews — Foto: Reprodução / GloboNews

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, durante entrevista ao Central GloboNews — Foto: Reprodução / GloboNews

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou ontem, em entrevista ao programa Central GloboNews, que o governo Jair Bolsonaro comete, diariamente, “algum tipo de trapalhada na coordenação política”. Segundo o parlamentar, há muito “desencontro” na articulação política do Palácio do Planalto. Leia mais clicando aqui.

Lula

Além do caso do triplex, ex-presidente Lula é réu em outras seis ações penai — Foto: Reprodução / JN

Além do caso do triplex, ex-presidente Lula é réu em outras seis ações penais — Foto: Reprodução / JN

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) deverá julgar ainda neste mês – antes do recesso do Judiciário que se inicia em julho – o pedido da defesa de Luiz Inácio Lula da Silva para que o ex-presidente cumpra o restante da pena do caso do triplex do Guarujá em regime domiciliar.

A Quinta Turma também avaliará a manifestação da subprocuradora-geral da República Áurea Pierre que considera que Lula já tem direito de ir para o regime semiaberto, quando é possível deixar a prisão durante o dia para trabalhar.

Poupança

O Banco Central (BC) divulga hoje o resultado de maio e parcial do ano da captação da poupança: depósitos menos retiradas. Em abril, os saques na caderneta de poupança superaram os depósitos em R$ 2,877 bilhões, maior retirada líquida de recursos da modalidade de investimentos, para meses de abril, desde 2016.

Terreno em São Paulo

A Prefeitura de São Paulo, o clube Círculo Militar e o ex-prefeito Gilberto Kassab se tornaram réus em processo movido pelo Ministério Público, que pede a devolução do terreno municipal ocupado pelo clube na região do Ibirapuera. O juiz Kenichi Koyama aceitou a ação civil pública movida pelo promotor Valter Foleto Santin, em 29 de maio, e negou uma liminar que pedia a devolução imediata do terreno de 31 mil m². Entenda o caso.

Doença de Chagas

O barbeiro (Rhodnius prolixus), inseto transmissor da doença de Chagas — Foto: AXS

O barbeiro (Rhodnius prolixus), inseto transmissor da doença de Chagas — Foto: AXS

Doença de chagas: entenda os sintomas e as formas de transmissão. Transmitida pelas fezes do barbeiro, a doença pode causar manifestações hemorrágicas, náusea, perda ou diminuição de força física e dor nas articulações.

Sarampo

Brasil registra mais de 100 casos de sarampo, apontam estados. Além dos 92 casos que constam do último boletim nacional do Ministério da Saúde, estados de São Paulo, Pará e Rio de Janeiro confirmaram outros 15 casos.

Risco em Manguinhos

Falta de saneamento nos rios que passam pela comunidade de Manguinhos provoca enchentes na região — Foto: Divulgação

Falta de saneamento nos rios que passam pela comunidade de Manguinhos provoca enchentes na região — Foto: Divulgação

Obras abandonadas e falta de saneamento põem moradores de Manguinhos em risco, aponta CPI. Vistoria da Câmara Municipal realizada na comunidade da Zona Norte, ontem, encontrou problemas que aumentam as chances de grandes inundações e enchentes na região.

Fonte: G1

Por Blog do BG

Impasse sobre inclusão de estados e municípios na reforma racha partidos de centro

O impasse em torno da inclusão do funcionalismo de estados e municípios na reforma da Previdência rachou os principais partidos da Câmara. Enquanto a maioria dos governadores e prefeitos pressiona aliados no Congresso a endossar a iniciativa, vozes dissonantes justificam sua oposição alegando disputas locais e acusando pressão excessiva e indevida sobre seus mandatos. O PP fez pesquisa entre seus parlamentares. Este é o ponto da proposta que mais divide a sigla, praticamente ao meio.

A direção do PP encaminhou questionário a seus parlamentares. Ninguém precisava se identificar. Da bancada de 39 deputados, 33 manifestaram contrariedade com mudanças na aposentadoria rural e assistencial, o BPC. Esses trechos já são dados como mortos, pois os modelos propostos pelo governo não devem prosperar.

No item que indaga sobre a inclusão de estados e municípios, a pergunta era se a aplicação das novas regras de aposentadoria deveria ser submetida às assembleias e câmaras municipais. Catorze dos 39 foram contra.

O presidente do DEM, ACM Neto, que rechaça a aplicação automática da reforma nos estados e municípios, tornou-se alvo de forte pressão da sigla. Procurado por entusiastas da medida, manteve-se firme. Acha que governadores e prefeitos que quiserem mexer nos regimes de aposentadoria precisam dar a cara para o eleitor.

No PSDB, a força que o governador João Doria (SP) está fazendo para manter a aplicação da reforma a estados e municípios fez do relator do texto, Samuel Moreira (PSDB-SP), um receptor de reclamações. Deputados acham que Doria passa do ponto nas críticas ao Parlamento.

Mesmo no PSDB há divergência. Quem é do Nordeste, governado por partidos de esquerda, não quer facilitar a vida de gestores do PT, PSB e PC do B. Já deputados de SP, MT e RS, estados geridos por tucanos, simpatizam com a aplicação automática das regras.

Em campanha pela implementação irrestrita da reforma, o presidente da Frente Nacional de Prefeitos, Jonas Donizette (PSB), guarda carta na manga se tudo o mais falhar. Sugeriu ao relator do texto que a adesão de governadores e prefeitos às novas regras se dê por decreto –sem votação nos legislativos locais.

PAINEL / FOLHA

Comments

APÓS PEDAÇO VÍDEO VAZAR: Defesa de mulher que acusou Neymar diz que entregará vídeo de 7 minutos à polícia

Danilo Garcia de Andrade, advogado da modelo Najila Trindade Mendes de Souza, que acusa Neymar de agressão e estupro, disse que sua cliente vai apresentar um vídeo de sete minutos à Polícia Civil. Isso não deverá acontecer nesta sexta (7), quando ela deverá depor na 6ª delegacia de defesa da mulher em São Paulo.

Folha teve acesso a uma parte do vídeo, vazado em em redes sociais. Nesse trecho, Najila agride o jogador do PSG.

“Provavelmente, vamos entregar na semana que vem [a íntegra do vídeo]. O vídeo tem sete minutos, mas só conseguir ver um minuto até agora. Não tive tempo de analisar todo o vídeo”, afirmou ele.

Nesta quinta (5), Najila disse que Neymar a agrediu com tapas e a forçou ao ato sexual mesmo depois de ela dizer para parar. As declarações foram em entrevista ao SBT. Najila também disse que não desejava o sexo naquele momento porque nenhum dos dois tinha preservativo.

Segundo o advogado, o vídeo foi gravado no segundo dia em que ela estava na França, após o suposto crime cometido pelo jogador da seleção brasileira.

“Ela queria provar através do vídeo que tinha sofrido agressões, que houve relacionamento sexual sem preservativo e não consensual”, completou.

Andrade disse que sua cliente sofreu ameaças de pessoas ligadas a Neymar. O estupro teria acontecido em 15 de maio. A denúncia na delegacia foi feita 16 dias depois.

Danilo Garcia de Andrade afirma que  Najila perdeu muito peso, “chora compulsivamente e vive base de remédios.”

A acusação de abuso sexual foi divulgada no último sábado (1º), após vazamento do boletim de ocorrência da Polícia Civil. No mesmo dia, o jogador se pronunciou por meio de um vídeo publicado em seu Instagram. Na postagem— posteriormente retirada do ar pela rede social— o camisa 10 da seleção brasileira se defendeu da acusação e expôs as conversas com a suposta vítima. Foram exibidas imagens da mulher nua e seminua –com o rosto e partes íntimas borradas.

FOLHAPRESS

Comments

 

LOCAIS

Reunião termina sem acordo com o Governo e PMs mantém greve para o dia 17

A reunião entre o Governo do Estado e os líderes das associações militares que ocorreu na tarde desta quarta-feira, 5, para negociar as reivindicações da categoria terminou sem acordo. O resultado faz com que a paralisação agendada para o próximo dia 17 de junho seja mantida.

Segundo o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), o déficit salarial dos militares atualmente chega a 60,49% e a categoria não recebe ao menos a reposição inflacionária há cinco anos.

Além disto, os militares do RN possuem o pior salário inicial da Federação na carreira policial, e uma diferença extrema entre as demais forças de segurança.

“Os índices de violência têm diminuído em todo o RN, vemos isto sendo noticiado pelos institutos de pesquisa, jornais e até mesmo pelo próprio Governo. Este resultado se dá graças ao sacrifício e abnegação dos militares estaduais, que merecem uma contrapartida do Governo pelo seu bom trabalho”, argumenta o subtenente.

No geral, a pauta das reivindicações dos militares inclui o pagamento das folhas em atraso; pagamento das promoções já efetivadas (abril, agosto e dezembro de 2018); efetivação das promoções referente a 21 de abril; e atualização dos níveis remuneratórios.

AGORA RN

Comments

Secretario confirma que o RN vai aderir ao plano de recuperação do governo federal, estima recursos em R$ 1,1 bilhão para pagar fornecedores

Estados que já decidiram aderir ao Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal (PEF) pretendem aplicar os recursos que receberão em financiamentos predominantemente para saldar o estoque de pagamentos atrasados a fornecedores ou servidores. Pouco deverá sobrar para investimentos. A ideia é usar os recursos para resolver ao menos parte do passivo do passado e aplicar as medidas de ajuste para que as despesas do exercício voltem a caber dentro das receitas.

Conhecido como “Plano Mansueto”, o objetivo do PEF é que Estados com nota de crédito C do Tesouro Nacional tenham acesso a empréstimos com garantias da União, desde que façam um ajuste fiscal para alcançar o rating A ou B até 2022. As parcelas dos empréstimos devem ser liberadas conforme o cumprimento de metas de melhora de indicadores fiscais que serão estabelecidas para cada um dos entes. O plano foi proposto em projeto de lei complementar enviado ao Congresso nesta semana.

No Rio Grande do Norte, a expectativa também é usar os recursos do empréstimo para quitar passivos. Segundo Aldemir Freire, secretário de Planejamento e Finanças do Estado, o governo potiguar deve pleitear cerca de R$ 1,1 bilhão em empréstimos dentro Plano Mansueto. O valor deve ser destinado principalmente para quitar o passivo de R$ 1 bilhão que que o Estado tem com fornecedores.

Freire diz que o Estado ainda tem R$ 900 milhões em passivo com servidores, o que deve ser saldado, ao menos em parte, com outras fontes de recursos, como o da cessão onerosa e a licitação para a conta única do governo do Estado. “Os recursos permitirão alongar o perfil dessas dívidas, o que dará maior liquidez ao Estado.” Segundo ele, isso dará condições para que o Estado adote medidas para conseguir nota de crédito B até o fim do atual mandato.

De acordo com Freire, o governo potiguar já se decidiu pela adesão ao plano, mas, para ele, as duas tranches iniciais do empréstimo poderiam ser maiores. Ele exemplifica com o que o Estado deve pleitear, que corresponde a 12% da RCL. Para ele, em vez da liberação de quatro parcelas equivalentes a 3% da RCL, o valor poderia ser dividido em duas de 4% da RCL no primeiro biênio e o restante em duas parcelas de 2% da receita nos dois anos seguintes. Isso, segundo ele, daria um fôlego maior no primeiro biênio.

A economista Ana Carla Abrão, sócia da Oliver Wyman, diz que o plano de reequilíbrio está bem amarrado e não deve permitir a liberação de recursos sem que os Estados adotem medidas para o ajuste.

VALOR ECONÔMICO

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA

31 de maio, sexta-feira

Por G1

 

Réus por porte e posse ilegal de armas tentam ser absolvidos ou ter penas mais brandas após o decreto do governo Bolsonaro. IBGE divulga os números do desemprego em abril. Polícia de SP registra 1ª transexual como vítima de feminicídio; casos aumentam 54% nos primeiros quatro meses do ano. Nos EUA, Trump anuncia que vai taxar produtos mexicanos por causa da imigração ilegal.

INTERNACIONAIS

Trump x México

Presidente dos EUA, Donald Trump discursa em cerimônia de graduação da Força Aérea Norte-Americana em Colorado Springs — Foto: Jonathan Ernst / Reuters

Presidente dos EUA, Donald Trump discursa em cerimônia de graduação da Força Aérea Norte-Americana em Colorado Springs — Foto: Jonathan Ernst / Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou ontem à noite que vai taxar todos os produtos importados do México em 5% até que o país vizinho elimine ou reduza drasticamente a entrada de imigrantes clandestinos em território norte-americano. A medida começa a valer em 10 de junho.

De acordo com comunicado divulgado pela Casa Branca, essa taxação vai aumentar gradualmente, caso não haja queda na imigração ilegal.

E mais:

Na foto, Sylvia Ramirez sai da capela no Jackson Ranch, em San Juan, no Texas, que pode ser afetada pelo muro de Trump. — Foto: Eric Gay / AP Photo

Na foto, Sylvia Ramirez sai da capela no Jackson Ranch, em San Juan, no Texas, que pode ser afetada pelo muro de Trump. — Foto: Eric Gay / AP Photo

Na fronteira entre EUA e México, cemitérios e memórias de família ficam no caminho do muro de Trump. Muitas famílias no Vale do Rio Grande podem traçar suas raízes a uma época em que suas terras faziam parte do México. Agora, uma família na região luta para que um cemitério, que data do século 19, não seja destruído pela barreira entre os dois países.

NACIONAIS

Penas mais brandas

Novo decreto de armas ainda é inconstitucional, diz MPF

Novo decreto de armas ainda é inconstitucional, diz MPF

Após o presidente Jair Bolsonaro flexibilizar as regras sobre armas no Brasil, réus por porte e posse ilegal de armas têm tentado obter a absolvição pelos crimes ou, ao menos, responder por penas mais brandas. Em Minas Gerais, por exemplo, três pessoas presas por porte ilegal de armas conseguiram, e estão sujeitas a uma pena menor do que estariam antes dos decretos do presidente. Entenda.

Desemprego

 — Foto: Valdecir Galor / SMCS

— Foto: Valdecir Galor / SMCS

Saem nesta sexta-feira dados de abril sobre o desemprego no Brasil. Em março, a taxa de desemprego no país subiu para 12,7% no trimestre encerrado em março, atingindo 13,4 milhões de pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Contas públicas

O Banco Central divulga nesta manhã o resultado das contas de abril e no acumulado do ano do setor público consolidado, que englobam governo, estados, municípios e empresas estatais. Em março o rombo foi de R$ 18,629 bilhões.

Transexual vítima de feminicídio

De janeiro a abril deste ano, 54 mulheres foram vítimas de feminicídio contra 35 no mesmo período de 2018, de acordo com levantamento do G1 e da GloboNews. Foi nesse período que a Polícia Civil registrou, pela primeira vez desde a publicação da lei, em 2015, um feminicídio com uma vítima transexual.

Lei foi criada em 2015 e estado ainda não havia registrado caso com trans na esfera policial. Das 54 mortes registradas como feminicídio de janeiro a abril deste ano, 46 suspeitos foram presos, seis morreram nas ocorrências e dois estão foragidos.

Massacre no Amazonas

Área em cemitério de Manaus foi cedida para enterro de detentos que morreram em massacre de 2017 — Foto: Ísis Capistrano / G1 AM

Área em cemitério de Manaus foi cedida para enterro de detentos que morreram em massacre de 2017 — Foto: Ísis Capistrano / G1 AM

Nenhuma das 67 famílias de presos mortos no massacre ocorrido há dois anos no Amazonas recebeu indenização do estado. A Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM) disse que havia somente um acordo extrajudicial com o governo para que os pagamentos fossem realizados. Após novo massacre ocorrido nos últimos em Manaus, o governador Wilson Lima disse que “o estado está endividado”.

É proibido fumar

Câncer de pulmão é o tipo que mais mata no mundo; principal causa é o fumo — Foto: Cheryl Holt / Pixabay

Câncer de pulmão é o tipo que mais mata no mundo; principal causa é o fumo — Foto: Cheryl Holt / Pixabay

Proibição de cigarro em locais públicos evitou a morte de 15 mil crianças no Brasil, diz estudo do Inca. Imperial College of London e Centro Médico Erasmus da Holanda também assinam artigo. Pesquisa é a primeira a analisar impacto da medida na saúde infantil em um país em desenvolvimento.

Conta de luz

 — Foto: Rodrigo Cunha / G1

— Foto: Rodrigo Cunha / G1

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulga hoje a bandeira tarifária de junho na conta de luz. Em maio, a Aneel reajustou os valores da bandeira tarifária amarela e da bandeira vermelha, nos patamares 1 e 2. O maior reajuste ocorreu na bandeira amarela, que passou de R$ 1 a R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) – alta de 50%.

Educação

Inscrições do Encceja 2019 terminam nesta sexta-feira. Exame é voltado a jovens e adultos que não tiveram oportunidade de concluir seus estudos na idade apropriada.

Fonte: G1

Por Blog do BGComments

Atos foram menores e a educação foi a ponta do iceberg para protestos anti-Bolsonaro

O último dia 15 foi marcado pela surpresa. Antes mesmo de o governo Jair Bolsonaro completar cinco meses, centenas de milhares de pessoas foram às ruas contra os cortes de verba na Educação. A manifestação marcou o fim simbólico do período de apatia pós-eleitoral. Os protestos, com forte caráter espontâneo, emergiram após o ministro da Educação, Abraham Weintraub, provocar a sociedade dizendo que o contingenciamento de 30% seria focado nas universidades em que houvesse “balbúrdia” ou “gente pelada dentro do campus”.

O sucesso da primeira manifestação parece ter inebriado os núcleos mais organizados, UNE à frente, que prontamente convocou outro protesto para duas semanas depois. A movimentação seguiu o slogan #amanhãvaisermaior, que reinou nos protestos brasileiros desde 2013. A presidente da organização estudantil chegou a afirmar no Congresso que os estudantes iam seguir nas ruas e Bolsonaro e Weintraub não dormiriam mais “em paz”. Só que a tarefa de manter a sociedade em permanente mobilização, especialmente em relação a um governo recém-eleito, não é simples.

As manifestações desta quinta-feira, embora relevantes e espalhadas pelo país, acabaram sendo menores que as de duas semanas atrás — e ocorreram apenas quatro dias após o bolsonarismo mostrar nas ruas que ainda tem vigor popular.

Após a grande manifestação de 15 de maio, o governo se esforçou para conter a insatisfação. Bolsonaro chegou a reconhecer ter exagerado ao atacar os manifestantes, e Weintraub foi ao Congresso explicar o que pretende fazer à frente do ministério. Mais importante: o governo se esforçou para fazer prevalecer a narrativa de que não havia corte, e sim contingenciamento, e que o montante não era de 30%, mas sim de 3%. São duas formas de ver os mesmos dados, mas o discurso diversionista pode ter surtido algum efeito.

Independentemente da guerra ideológica que se vê nas ruas, a vida real dos estudantes começou a ser efetivamente afetada nos últimos dias. Várias universidades públicas já estão informando a seus estudantes que não haverá verbas para congressos e pesquisas. A tendência é que o quadro siga piorando.

E é na piora da vida da sociedade que está a ameaça a qualquer governo. A educação é um desses aspectos, mas há outro mais importante: a situação financeira das famílias. Ontem, o IBGE divulgou que o PIB ficou negativo no primeiro trimestre deste ano. É palpável a frustração dos empresários, que apoiaram massivamente Bolsonaro nas eleições, ante a incapacidade do governo em montar uma coalizão que gere confiança em relação ao futuro econômico do país.

Os protestos pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff estenderam-se por mais de um ano, e não seguiram uma trajetória crescente todo o tempo. Mas sua resiliência, que acabou contaminando o Congresso, se deu por uma razão simples: na vida real, as pessoas viram sua renda cair e seus empregos desaparecerem. A educação é a ponta do iceberg anti-Bolsonaro, mas há muito mais abaixo da linha d’água.

Paulo Celso Pereira / O GLOBO

Comments

Queda de 0,2% do PIB retoma debate sobre corte da taxa de juros para sair da estagnação

A contração de 0,2% do PIB (Produto Interno Bruto) no primeiro trimestre de 2019 intensificou a pressão para que o governo adote medidas de estímulo à economia, além dos esforços para aprovar a reforma da Previdência, incluindo a retomada da política de cortes de juros.

Embora o presidente Jair Bolsonaro (PSL) não tenha comentado os dados divulgados nesta quinta-feira (30), o ministro Paulo Guedes reagiu ao resultado, anunciando que o governo estuda liberar recursos de fundos como FGTS para animar o consumo.

O diagnóstico de analistas é que a medida vai na direção correta, mas que a piora do ritmo da atividade —que nunca chegou a engatar uma recuperação vigorosa após o fim da recessão em 2016— exige outras ações.

“[O resultado do PIB] é mais uma evidência de que o Banco Central pode cortar os juros. É o único instrumento de curtíssimo prazo para ajudar a economia a voltar a crescer”, diz Sérgio Werlang, ex-diretor de Política Econômica do BC.

Desde maio de 2018, a Selic, taxa básica de juros da economia, permanece em 6,5%.

A estabilidade sucedeu um período de repetidos cortes que levaram a taxa a cair a menos da metade (em outubro de 2016, a Selic era 14,25%).

A suspensão da política de afrouxamento monetário ocorreu na esteira da percepção de que a recuperação da economia poderia levar à volta das pressões inflacionárias.

O IPCA, índice oficial de inflação, ficou em 4,94% em abril, acima do centro da meta de 4,25%, mas dentro do intervalo de variação aceitável, que é de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos.

Apesar do resultado, com o diagnóstico de que a economia brasileira pode estar caminhando para uma nova recessão, o rumo da política monetária voltou ao centro do debate entre economistas.

A defesa de corte de juros não é consensual, mas o tema ganha espaço crescente em discussões e relatórios.

Para Alberto Ramos, diretor de pesquisa para América Latina do Goldman Sachs, por exemplo, não é tão claro que o BC deve reduzir os juros.

“Ninguém hoje não investe pelo custo do capital. A razão para não investir é a incerteza e o risco de insolvência fiscal no médio e longo prazo. Se eles continuarem, quem não investia por 6,5% não vai investir por 5,5%”, afirma.

(mais…)

 

LOCAIS

Funpec pagou R$ 4 milhões por 10 vídeos com audiência média de 700 pessoas

A Tribuna do Norte desta sexta-feira destaca o Inquérito Civil Público que o MP instaurou para investigar o contrato da Fundação Norte-Rio-Grandense de Pesquisa e Cultura (Funpec) com o Grupo Fields 360, empresa de comunicação integrada que gere a campanha publicitária ‘Sífilis Não’, orçada em R$ 50 milhões. O  contrato previu a elaboração de vídeos para TV e internet, gerenciamento de redes sociais e impressão de material gráfico.

A websérie, dividida em 10 episódios, custou R$ 4,1 milhões. Cada episódio foi assistido, em média, por 699 pessoas (de acordo com audiência medida no início da noite desta quinta-feira, 30, no site e no canal oficial da Campanha Sífilis Não na internet).

O contrato tem vigência de 12 meses com possibilidade de prorrogação do prazo e revisão de preços em até 25% do valor inicial atualizado. A empresa foi a única a apresentar propostas técnica e de preços de acordo documentos disponibilizados pela Funpec no seu próprio site (funpec.br) relativos aos Edital de Seleção Pública Presencial nº 001/2018-Funpec, lançado no dia 4 de junho do ano passado. O valor estimado do contrato em referência, R$ 50 milhões, é quase cinco vezes os orçamentos deste ano para a Comunicação/Publicidade oficiais  previstos pela Prefeitura do Natal e Governo do Estado.

A abertura do processo investigatório pelo MPF/RN ocorreu em 20 de agosto do ano passado, após o recebimento de uma denúncia anônima pelo setor extrajudicial do órgão, e é analisada pelo procurador da República Kleber Martins de Araújo. Até a noite desta quinta-feira, 30 de maio, não havia nenhuma movimentação processual além do registro de abertura e distribuição ao gabinete do procurador. A expectativa é que nesta sexta-feira, 31 de maio, o procurador disponibilize o conteúdo que estava sob análise. Na consulta ao processo, consta que ele está no ‘Grupo Temático de Combate à Corrupção’, que investiga ‘crimes de responsabilidade e improbidade administrativa’.

Para acessar a reportagem completa click aqui: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/funpec-paga-r-4-milha-es-por-va-deos-com-audia-ncia-ma-dia-de-699-pessoas/449629

TRIBUNA DO NORTE

Comments

FOI TARDE: Justiça autoriza demolição do Hotel Reis Magos

HOTEL REIS MAGO. FOTO: WELLINGTON ROCHA/ARQUIVO/PORTAL NOAR

Por PORTAL NO AR / Claudio Oliveira

O prédio do antigo Hotel Reis Magos, na Praia do Meio, em Natal, recebeu o aval do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Recife, para que o grupo proprietário Hotéis Pernambuco S/A, possa demolir o imóvel que encontra-se abandonado e em estado de deterioração.

Por maioria, os desembargadores do TRT5 negou provimento à apelação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, que desejava impedir que os proprietários realizassem qualquer atividade para demolição. O objetivo era fazer com que o prédio fosse tombado como patrimônio histórico e arquitetônico. A Procuradora do Estado, Marjorie Madruga fez a sustentação oral no TRF5, mas não conseguiu convencer a justiça a barrar a vontade dos donos do imóvel.

A procuradora tinha, inclusive, tentado fazer com que o grupo consertasse a laje da recepção da extinta boate Royal Salute, que ficava dentro do hotel e desabou no mês passado, contudo, o advogado do grupo João Vicente de Golveia, disse ao Portal NoAr que não havia nenhum fundamento legal para essa exigência e que o prédio não tem mais conserto porque acabou se deteriorando sozinho, devido a ação natural do vento, chuva, sol e maresia, bem como a depredação de vândalos. O hotel parou de funcionar em meados da década de 90 e, desde então, está em ruínas.

Segundo o advogado, o grupo aguardava decisão da justiça para poder fazer um estudo e definir um novo projeto para o local. “Mesmo que houvesse chances de recuperação, o proprietário não tem qualquer interesse em revitalizá-lo. A ideia é enfrentar a questão do tombamento que está na justiça e, se o prédio deixar de existir, empreender no terreno um novo projeto, demolindo o que está lá e fazendo aquecer a economia e valorização daquela área da cidade”, revelou ao Portal NoAr.

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

Por G1

 

Manifestantes voltam a protestar contra cortes na educação. Atos ocorrem em 21 estados e no DF. A economia brasileira encolhe 0,2% no 1º trimestre. Com o PIB em queda, fica a pergunta: por que o Brasil não cresce? E o governo estuda liberar saques do FGTS para aquecer a economia. Partido do Centrão vai apresentar reforma da Previdência alternativa. Senado adia votação de MP sobre fraudes no INSSObama em São Paulo diz que oferecer boa educação não é caridade. Nos EUA, Trump ataca procurador, nega crimes e chama impeachment de ‘palavra suja’.

INTERNACIONAIS

‘Não houve crime’

Trump falou a jornalistas nesta quinta-feira (30), na Casa Branca. — Foto: Kevin Lamarque/Reuters

Trump falou a jornalistas nesta quinta-feira (30), na Casa Branca. — Foto: Kevin Lamarque/Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou duramente o procurador especial Robert Mueller, que encerrou a investigação de dois anos sobre a suposta interferência da Rússia nas eleições presidenciais de 2016. Mueller disse ontem que não há certeza sobre a inocência do presidente.

Segundo o presidente, o procurador especial “nunca deveria ter sido designado” para realizar as investigações e negou qualquer crime. Ele também descartou a possibilidade de impeachment, que vem sendo discutida entre os democratas.

“Não vejo como… É uma palavra suja, nojenta, repugnante… é um assédio gigante ao presidente. Não houve crime. Não houve contravenção”, afirmou Trump.

NACIONAIS

Protestos pela educação

SÃO PAULO, 17h50: Manifestantes fazem ato contra cortes na educação no Largo da Batata — Foto: Wellington Valsechi/TV Globo

SÃO PAULO, 17h50: Manifestantes fazem ato contra cortes na educação no Largo da Batata — Foto: Wellington Valsechi/TV Globo

Cidades brasileiras tiveram o 2º dia de protestos em defesa da educação. Até as 20h25, atos foram registrados em ao menos 116 cidades de 21 estados e do Distrito Federal, segundo levantamento do G1. No mesmo horário do último domingo (26), quando ocorreram manifestações em apoio ao governo do presidente Jair Bolsonaro, foram contabilizados protestos em 156 municípios de todos os estadose no DF.

As manifestações seguiram pacíficas por toda a manhã, mas houve confusão no início da tarde em Brasília.

Confusão entre policiais militares e estudantes durante protesto contra cortes de verbas na educação, em Brasília, nesta quinta-feira (30) — Foto: Luiza Garonce/G1

Confusão entre policiais militares e estudantes durante protesto contra cortes de verbas na educação, em Brasília, nesta quinta-feira (30) — Foto: Luiza Garonce/G1

No Rio, protesto na Candelária interditou a Avenida Presidente Vargas. Estudantes, integrantes de movimentos sociais e de sindicatos participam do ato, convocado por redes sociais, e saíram em caminhada até a Cinelândia.

Rio de Janeiro, 18h42: Manifestantes se deslocam pela Avenida Rio Branco — Foto: Marcos Serra Lima/ G1 Rio

Rio de Janeiro, 18h42: Manifestantes se deslocam pela Avenida Rio Branco — Foto: Marcos Serra Lima/ G1 Rio

O protesto em São Paulo ocorreu no Largo da Batata e fechou a Avenida Faria Lima no sentido Rebouças. Os manifestantes abriram uma grande faixa com a frase “O Brasil se une pela educação” e seguiram com o ato até a Avenida Paulista.

SÃO PAULO, 17h30: Manifestação contra cortes na educação no Largo da Batata — Foto: Fábio Tito/G1

SÃO PAULO, 17h30: Manifestação contra cortes na educação no Largo da Batata — Foto: Fábio Tito/G1

‘Coação’

O Ministério da Educação divulgou nota condenando o que chamou de “coação para que estudantes e professores” participassem de protestos e incentivou que as supostas tentativas de coação fossem denunciadas à ouvidoria do MEC.

O ministério afirmou que “nos últimos dias, o MEC tem recebido denúncias via redes sociais e pelo sistema e-Ouv que confirmam essas denúncias. O ministério informou que contabilizou até o início da tarde 41 reclamações, além de diversas interações realizadas via Facebook do MEC e pelo Twitter do ministro Abraham Weintraub.

Entidades estudantis e partidos condenaram a nota do ministério e afirmaram que os manifestantes foram às ruas porque querem defender a educação.

Brasil estagnado

Variação trimestral do PIB desde 2016 até o 1º tri deste ano — Foto: Juliane Souza/G1

Variação trimestral do PIB desde 2016 até o 1º tri deste ano — Foto: Juliane Souza/G1

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro caiu 0,2% no 1º trimestre, na comparação com o último trimestre do ano passado. Em valores correntes, a soma de toda a riqueza em bens e serviços produzida no país totalizou R$ 1,714 trilhão. Essa é a primeira queda desde o 4º trimestre de 2016.

Por que o Brasil não cresce?

Por que o Brasil não cresce?

Com grave crise fiscal e sem destravar os investimentos, país enfrenta estagnação em um círculo vicioso do baixo crescimento econômico. Entenda por que o Brasil não cresce.

Saques do FGTS

Ministro da Economia, Paulo Guedes, avalia liberar dinheiro de contas ativas do FGTS

Ministro da Economia, Paulo Guedes, avalia liberar dinheiro de contas ativas do FGTS

Diante do resultado negativo do PIB, o governo Bolsonaro estuda liberar recursos de contas inativas e ativas do FGTS para estimular a economia. O ministro da Economia, Paulo Guedes, condicionou liberação do dinheiro à aprovação de reformas.

Reforma da Previdência

O PL, que integra o chamado Centrão, decidiu apresentar um texto alternativa ao da reforma da Previdência apresentado pelo governo. A proposta, que o partido apresentará à comissão especial da Câmara que analisa o tema, excluirá mudanças na aposentadoria rural, informa o colunista Gerson Camarotti.

Prazo apertado

Aprovada ontem pela Câmara, a MP que permite pente-fino contra fraudes no INSS pode caducar depois que o Senado adiou, por falta de quórum, a votação para segunda-feira, último dia antes da medida perder validade.

Lava Jato

Montagem com fotos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do juiz Sérgio Moro — Foto: Reprodução/G1

Montagem com fotos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do juiz Sérgio Moro — Foto: Reprodução/G1

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, rejeitou recurso da defesa do ex-presidente Lula que questionava a atuação de Sérgio Moro como juiz nos processos contra ele. A defesa apontou parcialidade do ex-juiz, mas Fachin considerou que seria necessário reavaliar provas, o que não pode ser feito nesse tipo de processo.

Obama em SP

Barack Obama e Pelé se encontraram em São Paulo — Foto: Reprodução/Twitter

Barack Obama e Pelé se encontraram em São Paulo — Foto: Reprodução/Twitter

O ex-presidente dos EUA Barack Obama veio a São Paulo, onde participou de um evento empresarial, e se encontrou com Pelé. É a segunda vez que Obama vem ao Brasil depois que deixou a Casa Branca. A última visita tinha sido em 2017.

No evento voltado para inovação digital, Obama defendeu a importância da educação.

“Dar boa educação e serviço social não é caridade, é necessidade do desenvolvimento econômico de um país. Quanto mais se investe em capital humano, mais as economias vão crescer”, afirmou ele.

Também teve isso…

Detalhe da nova atração dedicada a 'Star Wars' na Disney, na Califórnia — Foto: Amy Sussman/Getty Images North America/AFP

Detalhe da nova atração dedicada a ‘Star Wars’ na Disney, na Califórnia — Foto: Amy Sussman/Getty Images North America/AFP

Fonte: G1

 

Por Blog do BG

“Não dá para fazer transição suave sem perda de impacto”, diz secretário

O secretário da Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, afirmou nesta quinta-feira, 30, ao Estadão que não é possível promover uma transição suave na reforma da Previdência sem que haja uma perda de impacto fiscal “muito grande”.

“Nós perdemos muito tempo, perdemos o bônus demográfico. Não dá pra fazer uma transição suave sem ter uma perda muito grande de impacto fiscal”, disse.

“Se tivéssemos feito uma reforma em 2011, poderíamos ter uma transição suave, mas perdemos oito anos e a situação só piora”, acrescentou, antes de participar de evento em São Paulo.

Rolim ressaltou que, se o relator da reforma na comissão especial da Câmara, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), quiser manter o impacto fiscal de R$ 1,2 trilhão em 10 anos mesmo cedendo em pontos sensíveis aos parlamentares, compensações terão de ser feitas na proposta.

A transição é um dos pontos que estão sendo analisados pelo relator. O secretário disse que o governo não tem participado da discussão para o fechamento do relatório.

Estadão Conteúdo

Comments

STF adia para 4ª-feira decisão sobre aval do Congresso para privatizações

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) adiou para a próxima quarta-feira (5) a decisão sobre a necessidade de aval do Congresso para a realização de privatizações de empresas estatais. O julgamento foi iniciado na tarde desta quinta-feira (30) pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli, que informou na abertura da sessão que os votos de cada um dos ministros só serão lidos na próxima semana, uma vez que as sustentações orais das partes envolvidas tomariam todo o tempo desta quinta-feira, 30.

Segundo apurou o Estadão/Broadcast Político, o julgamento deve ter placar apertado, com tendência de “ajustes” na decisão do ministro Ricardo Lewandowski, que, em junho do ano passado, determinou que a venda de empresas públicas, sociedades de economia mista e de suas subsidiárias ou controladas exige prévia autorização legislativa, sempre que se trate de perda do controle acionário.

Com a continuidade do julgamento programada para a semana que vem, a decisão final do STF em torno da venda de 90% da Transportadora Associada de Gás (TAG) pela Petrobras por US$ 8,6 bilhões também fica para depois. Como a decisão do ministro Edson Fachin, que suspendeu a venda, está amparada na liminar de Lewandowski, o julgamento da primeira ação tende a afetar automaticamente a situação da TAG.

Insegurança

Para o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, as liminares concedidas por Lewandowski e Fachin causaram insegurança não só para a Petrobras, mas para o Brasil e a economia brasileira. Mesmo assim, Castello Branco afirmou estar confiante na “racionalidade e no senso de Justiça” dos ministros do STF ao analisarem o tema de forma colegiada.

Na avaliação de Castello Branco, o petróleo é uma “uma grande fonte de geração de riqueza” e a não concretização dos planos de desinvestimento da Petrobras “limita significativamente a exploração dessa riqueza natural em prol da sociedade brasileira”.

Estadão Conteúdo

Comments

LOCAIS

SINAL FECHADO: Investigações sobre propinas de R$ 1,1 milhão para Agripino podem ir para a Justiça Federal

As investigações envolvendo um suposto pagamento de propina que ultrapassa R$ 1,1 milhão para o ex-senador José Agripino Maia devem ficar a cargo da Justiça Federal do Rio Grande do Norte (JFRN). Pelo menos, esse é o entendimento e recomendação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Dodge defendeu que as investigações sigam com a Justiça Federal durante a sustentação contra a decisão do Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que decidiu que o caso fosse encaminhado para a Justiça Estadual, mais especificamente para a 5ª Vara Criminal da Comarca de Natal (RN).

Agripino responde a processos pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e uso de documentos falsos. Ele foi denunciado por ser beneficário de mais de R$ 1,1 milhão na implantação do serviço de inspeção veicular obrigatório com a Inspar, apontado na Operação Sinal Fechado.

A denúncia

Segundo o MPF, em 2010, Agripino, juntamente com o então ex-deputado Carlos Augusto Rosado e a esposa e então senadora, Rosalba Ciarlini (à época candidata ao governo) teriam recebido R$ 1,15 milhão de George Olímpio para assegurar a manutenção do contrato de inspeção veicular celebrado entre o Consórcio Inspar e o Estado. A maior parte do dinheiro se destinou a pagar despesas da campanha de reeleição do senador Agripino e de Rosalba a governadora, e nunca foi declarado na prestação de contas de ambos.

De acordo com a denúncia, uma parcela menor foi depositada “de forma fracionada, sem identificação de origem” nas contas de José Agripino (R$ 105.500), Carlos Augusto (R$ 86.365) e Rosalba (R$ 69.950).

Fonte: Blog do BG

 

Por Prefeitura do Natal

 

Mais de 70,5 mil idosos se imunizaram em Natal: grupo de risco que mais aderiu à campanha até agora — Foto: Joana Lima

Mais de 70,5 mil idosos se imunizaram em Natal: grupo de risco que mais aderiu à campanha até agora — Foto: Joana Lima

Se você não se vacinou contra a Influenza, ainda dá tempo. A Campanha de Vacinação contra a gripe em Natal segue até esta sexta-feira, dia 31, e a procura pela vacina na última semana continua movimentando as Unidades de Saúde da cidade. A meta da Secretaria Municipal de Saúde é imunizar 90% (215 mil) do público-alvo. Até o momento, a SMS já imunizou 78,78%, o que corresponde a 188.625 pessoas. Os idosos foram os mais imunizados até o momento, com 70.539. Outros grupos prioritários, como crianças (39.555), comorbidades (31.771), trabalhadores da saúde (20.212) e professores das redes pública e privada (8.537), também apresentam grande procura.

A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano (Influenza A/H1N1; Influenza A/H3N2 e Influenza B). Aqueles que ainda não se vacinaram poderão procurar o posto mais próximo de sua casa, de segunda a sexta-feira. A Prefeitura disponibilizou mais de 70 salas de vacinação por toda a cidade.

O público-alvo da campanha é composto por crianças na faixa etária de seis meses a menos de 6 anos de idade; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); idosos a partir dos 60 anos; trabalhadores da saúde; professores de escolas públicas e privadas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; e funcionários do sistema prisional.

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) também alerta para o aumento no número de casos de gripe com evoluções para o quadro de pneumonia, bronquite e outras doenças respiratórias por falta de imunização: “É importante que as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários não percam a oportunidade de receber a vacina. Todas as unidades estão munidas com doses suficientes para atender a demanda da população”, destaca a chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica, Aline Delgado.

Quase 40 mil crianças se vacinaram dentro da campanha, coordenada em Natal pela Secretaria Municipal de Saúde. — Foto: Joana Lima

Quase 40 mil crianças se vacinaram dentro da campanha, coordenada em Natal pela Secretaria Municipal de Saúde. — Foto: Joana Lima

Na Unidade de Saúde São João, localizada na avenida Romualdo Galvão, no bairro Tirol, por exemplo, a procura é constante e mesmo com uma alta demanda os usuários saem satisfeitos com o serviço, como foi o caso do pedreiro João Vicente de 42 anos. “Eu sempre venho aqui na unidade São João e nunca fui mal atendido por ninguém, muito pelo contrário. Aqui eu sei que vou encontrar o que eu preciso e sempre recebo orientações muito esclarecedoras. Eu gosto de saber que aqui eu tenho tratamento adequado, caso fique doente, e que também posso me prevenir, que é o que vim fazer hoje tomando a vacina”, relata ele.

A vacina contra a influenza está disponível para todos os grupos prioritários. Crianças de 6 meses até menores de seis anos estão inseridas neste grupo e foi por isso que a vendedora Ana Cristina Virella levou sua filha de três anos para também se proteger na UBS São João. Ela afirma que “é muito importante estar protegido desde cedo. As crianças são muito frágeis, principalmente nesta primeira infância. Preciso manter minha filha saudável”.

Já Lêda Maria de Carvalho, que é idosa, foi acompanhada pela filha Rosângela Gomes de Carvalho. “Viemos aqui para mantermos nossa saúde e nos surpreendemos com o atendimento dos funcionários. Já tínhamos vindo outras vezes nos vacinar, mas dessa vez foi surpreendente porque mesmo com muita gente o atendimento foi bem rápido e muito atencioso” afirmou Rosângela.

  • Contraindicações – A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores, bem como a qualquer componente da vacina ou alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.
  • Precauções – Em doenças agudas febris moderadas ou graves, recomenda-se adiar a vacinação até a resolução do quadro, com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença.
Fonte: G1 RN
Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

Por G1

 

Câmara aprova mudanças no Código Florestal, mas o Senado decide que não vai votar a medida. Ambientalistas temiam que a MP causasse mais desmatamentos. O governo enxuga o Conselho do Meio Ambiente e reduz a presença de ONGs e empresas. Estudo da Fiocruz sobre uso de drogas é censurado. O Supremo decide que grávidas e mulheres que ainda amamentam não podem exercer atividades insalubres, como previa a reforma Trabalhista. A Justiça autoriza a transferência de Eduardo Cunha para presídio no Rio. Relatório apontava para risco de mortes em presídio de Manaus quatro dias antes do massacre que deixou 55 mortos. Netanyahu fica sem maioria, e Israel convoca 2ª eleição em menos de 2 meses. Nos EUA, procurador que investigou Trump diz que não há certeza sobre inocência do presidente americano.

INTERNACIONAIS

Volta às urnas

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel, chega a votação no Parlamento que decidiu pela convocação de novas eleições. — Foto: Ronen Zvulun/Reuters

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel, chega a votação no Parlamento que decidiu pela convocação de novas eleições. — Foto: Ronen Zvulun/Reuters

Menos de 2 meses após ir às urnas, Israel marcou novas eleições para setembro. O premiê Netanyahu perdeu a maioria necessáriapara formar o governo com disputa entre judeus ortodoxos e militaristas. A oposição liderada por Benny Gantz não era a favor de um novo pleito. De acordo com a imprensa israelense, Gantz afirmou que, sem coalizão, o governo deveria ser transmitido para o partido oposicionista Azul e Branco, segundo mais votado nas eleições de abril.

Estados Unidos

Procurador diz que não há certeza sobre a inocência de Trump — Foto: Arte/G1

Procurador diz que não há certeza sobre a inocência de Trump — Foto: Arte/G1

Robert Mueller, procurador especial que investigou Donald Trump durante dois anos no caso da interferência da Rússia na eleição de 2016, afirmou que não há certeza a respeito da inocência do presidente dos Estados Unidos em relação a uma possível obstrução de justiça. Ele afirmou ainda que “não é uma opção” que o Departamento de Justiça indicie Trump.

NACIONAIS

Código Florestal

Deputados reunidos no plenário da Câmara durante a sessão desta quarta-feira (29) — Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Deputados reunidos no plenário da Câmara durante a sessão desta quarta-feira (29) — Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Deputados aprovaram o texto principal da medida provisória que altera o Código Florestal. A MP ainda dependeria de votação no Senado, mas o presidente da Casa, Davi Alcolumbre, afirmou que não pautará a medida, que perde validade na segunda-feira. A MP dividia ambientalistas e produtores rurais. O objetivo inicial era adiar o prazo para regularização de propriedades rurais fora das normas definidas em 2012, mas o projeto ganhou 35 sugestões de mudanças e os impactos poderiam afetar até o cumprimentos de metas do Acordo de Paris.

Política ambiental

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, participa de reunião da Comissão de Meio Ambiente do Senado para apresentar as diretrizes e os programas prioritários da pasta. 27/03/2019 — Foto: Renato Costa/Framephoto/Estadão Conteúdo

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, participa de reunião da Comissão de Meio Ambiente do Senado para apresentar as diretrizes e os programas prioritários da pasta. 27/03/2019 — Foto: Renato Costa/Framephoto/Estadão Conteúdo

O governo reduziu e alterou a composição do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), responsável por estabelecer os critérios para licenciamento ambiental. O órgão, que contava com 96 conselheiros, agora terá 23 membros, incluindo seu presidente, o ministro Ricardo Salles. ONGs, que contavam com 22 assentos, vão manter apenas 4. O setor privado também perdeu representatividade no conselho. Agora, há apenas dois representantes.

Decreto das armas

Dezoito projetos tramitam na Câmara com o objetivo de suspender o decreto do presidente Bolsonaro que facilitou o porte de armas. O presidente da Casa, Rodrigo Maia, enviou ao STF as manifestações a pedido da ministra Rosa Weber, relatora de três ações que questionam a decisão do governo.

Os partidos Rede, PSOL e PSB afirmam que o assunto deveria ser regulado por lei aprovada pelo Congresso. Após as ações, um novo decreto foi editado para atender críticas feitas, e ele também já foi questionado pela Rede.

Reforma trabalhista

Ministros do STF no plenário do tribunal durante o julgamento desta quarta-feira (29) — Foto: Carlos Moura/SCO/STF

Ministros do STF no plenário do tribunal durante o julgamento desta quarta-feira (29) — Foto: Carlos Moura/SCO/STF

Por 10 votos a 1, o STF decidiu proibir trabalho insalubre para grávidas e lactantes. A permissão estava na nova lei trabalhista e foi considerada inconstitucional pelos ministros do Supremo, ao julgarem ação movida pela Confederal Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos. O único ministro a a divergir foi Marco Aurélio Mello, para quem a exigência de atestado deveria ser mantida.

Pesquisa censurada

Estudo da Fiocruz sobre uso de drogas feito a pedido do Ministério da Justiça é censurado

Estudo da Fiocruz sobre uso de drogas feito a pedido do Ministério da Justiça é censurado

Um estudo da Fiocruz sobre o uso de drogas no Brasil foi censurado pelo governo, que discorda do método usado pela fundação. O Ministério da Justiça informou que só autorizará a publicação da pesquisa, que ouviu mais de 16 mil pessoas, se houver mudança no título e se o nome da pasta não for citado. A TV Globo apurou que a conclusão da pesquisa aponta que não existe uma epidemia do uso de drogas no Brasil. No entanto, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, vem contestando os resultados do estudo, que deveria ter sido divulgado em 2017.

Tragédia anunciada

Relatório já apontava risco de mortes em presídios quatro dias antes dos massacres no AM

Relatório já apontava risco de mortes em presídios quatro dias antes dos massacres no AM

Um relatório feito 4 dias antes do massacre que matou 55 em Manaus apontava ‘presos marcados para morrer’ e risco de ‘guerra’ dentro de uma facção criminosa local. A briga que resultou nas mortes, entre domingo e segunda-feira, foi por disputa de lideranças internas em diferentes cadeias da capital do Amazonas.

Lava Jato

A Justiça do Paraná autorizou a transferência do ex-deputado Eduardo Cunha para um presídio do Rio de Janeiro. Ele está preso em Curitiba desde outubro de 2016 por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Em nota, a defesa de Cunha disse que “a decisão é justa e adequada ao preceitos legais e constitucionais”.

Mudanças no câmbio

O Banco Central estuda permitir que pessoa física tenha conta em dólar no Brasil, e também facilitar que bancos em outros países tenham contas em real. A medida faz parte da agenda estrutural do BC para estimular a produtividade e melhorar o ambiente de negócio no país.

Também teve isso…

 

Por Blog do BG

Com menos mobilização, estudantes voltam às ruas contra bloqueios na educação

Estudantes e professores de escolas públicas e privadas voltarão às ruas em todas as regiões do país nesta quinta-feira (30) para realizar seu segundo protesto contra os bloqueios na verba para a educação promovidos pela gestão do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

A manifestação será encabeçada pela UNE (União Nacional dos Estudantes) e incluirá, desta vez, centrais sindicais contrárias à reforma da Previdência, como a CUT (Central Única dos Trabalhadores).

No dia 15 deste mês, ato contra o bloqueio ocorreu todas as capitais e o Distrito Federal, além de outras cerca de 145 cidades, segundo levantamento da Folha.

Recursos para todas as etapas de ensino, da educação infantil à pós-graduação, foram reduzidos ou congelados pelo governo federal. A medida inclui verbas para construção de escolas, ensino técnico, bolsas de pesquisa e transporte escolar.

O presidente chegou a chamar quem foi às ruas no primeiro ato de imbecis e “idiotas úteis” usados como “massa de manobra”. Porém, uma semana após a mobilização, repôs parte da verba contingenciada da área.

Com o uso de recursos de uma reserva, destinou ao Ministério da Educação um total de R$ 1,6 bilhão —21% do valor que havia sido confiscado (R$ 7,4 bilhões). Nas universidades federais, o corte chega a R$ 2 bilhões, o que representa 30% da verba discricionária (que não inclui gastos obrigatórios como salários, por exemplo).

O principal objetivo da manifestação, segundo os organizadores, é mostrar à população que os cortes no orçamento da educação prejudicam o ensino, a pesquisa e os serviços prestados pelas instituições do setor à sociedade.

De acordo com a UNE, as manifestações estão previstas em todas as capitais, além do Distrito Federal. Mas os atos confirmados na página da entidade nas redes sociais até as 16h30 desta quarta-feira (29) alcançavam 15 das 26 capitais do país, entre elas, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre.

 

MP da Reforma Administrativa: presidente considera que houve vitória de todo o país

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil 

O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo de Barros, afirmou nesta quarta-feira, 29, que o presidente Jair Bolsonaro considerou uma vitória a aprovação pelo Congresso da Medida Provisória 870, que reduz o número de ministérios e devolve o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) ao Ministério da Economia.

“Foi uma posição patriótica apresentada por parlamentares, sinalizou intento do governo de enxugar a máquina pública e iniciar espaços de mudanças para desburocratizar processos do serviço público”, disse. “A votação do Congresso atendeu em grande parte ao que estava contido no texto original”, acrescentou.

Rêgo de Barros também comentou a ida de uma delegação brasileira à reunião ministerial da OCDE e afirmou que todos os 36 membros da organização apoiam a entrada do Brasil, com especial destaque aos Estados Unidos.

Além disso, o porta-voz afirmou que o presidente ainda não tomou uma decisão sobre vetar ou não o trecho de medida provisória aprovada pelo Congresso que proíbe a cobrança de bagagens pelas companhias aéreas. O trecho foi incluído como destaque. A MP libera 100% de capital estrangeiro para as aéreas.

“O presidente esboça opiniões, mas, ao tomar decisões, vale-se de estudos profundos e técnicos dos órgãos. Esse é mais uma tema para o qual ele valer-se-á de estudos para tomar a decisão final, é prematuro discutir isso agora”, disse.

Estadão Conteúdo

Comments

Governo tem 15 dias para aprovar crédito extra sem afetar programas, diz secretário

O governo precisa que o Congresso aprove até meados de junho o crédito suplementar de R$ 248 bilhões para não prejudicar programas vinculados a esses recursos, como Plano Safra, afirmou o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, nesta quarta-feira (29).

O projeto que pede o dinheiro adicional foi enviado ao Congresso em março. O texto solicita crédito de R$ 248,9 bilhões para 2019, incluindo R$ 201,7 bilhões para benefícios previdenciários do RGPS (Regime Geral de Previdência Social) e R$ 30 bilhões para o pagamento de BPC (Benefício de Prestação Continuada), destinado a idosos e deficientes em condição de miserabilidade.

Há ainda recursos para o Bolsa Família e outros subsídios. “Se ele não for aprovado até aí, vamos começar a ter problemas com algumas despesas. Eventualmente você pode remanejar alguma coisa, mas vai ficar difícil”, reconheceu Mansueto.

Despesas que dependem de crédito orçamentário, mesmo que o pagamento ocorra depois, precisam ter todo o crédito disponível, complementou. “O Plano Safra poderia ter um problema de atraso. Ele ocorre ao longo de 12 meses, mas, para começar o Plano Safra, precisa ter todo o crédito”, exemplificou.

Em participação na comissão mista do Orçamento, no último dia 14, o ministro Paulo Guedes (Economia) afirmou que, sem a aprovação da proposta de lei que trata desse crédito, os subsídios parariam em junho. O Bolsa Família teria fôlego até setembro, enquanto os benefícios beneficiários acabariam em agosto.

O acordo está sendo construído politicamente entre governo e Congresso, segundo o secretário. “A base do governo está conversando com os políticos da comissão mista do Orçamento, com o relator (deputado Hildo Rocha/MDB-MA), com o presidente da comissão (Marcelo Castro/MDB-PI)”, afirmou Mansueto. “Isso será resolvido no devido tempo.”

O secretário disse que R$ 248 bilhões é a margem de segurança do governo. O mínimo necessário seriam R$ 146,7 bilhões. O crédito suplementar precisa ser aprovado por pelo menos 257 deputados e 41 senadores.

Vincular despesas como BPC, Previdência, Bolsa Família e subsídios à autorização pedida ao Congresso foi uma decisão do governo do ex-presidente Michel Temer (MDB), durante a elaboração do Orçamento de 2019.

A antiga gestão acreditava que quem fosse eleito não teria dificuldade em receber o sinal verde dos parlamentares para conseguir recursos destinados a essas áreas sociais.

O dinheiro teria então de ser usado para esses setores, cumprindo o previsto no Orçamento e no projeto que está no Congresso.

Folhapress

 

Entidades de juízes criticam participação de Toffoli em ‘pacto’

POR FREDERICO VASCONCELOS

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) e a Associação Juízes para a Democracia (AJD) divulgaram manifestações com críticas à participação do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, num “pacto” em favor da Reforma da Previdência.

Para a Ajufe, “é possível que alguns temas da Reforma da Previdência tenham sua constitucionalidade submetida ao julgamento perante a Corte máxima do país”.

Segundo o presidente da entidade, Fernando Mendes, a realização de tais pactos cabe apenas aos “atores políticos dos Poderes Executivos e Legislativos”.

A AJD afirma que “é inadmissível que o presidente do Supremo Tribunal Federal antecipe-se a firmar ‘pacto’ com os demais poderes. Não pode o Poder Judiciário, nem mesmo a Suprema Corte, fazer juízo prévio de conveniência e avalizar antecipadamente alterações constitucionais”.

A assessoria de imprensa do STF afirmou à Folha que Toffoli não irá se manifestar.

A íntegra da nota pública da Ajufe:

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) vem a público manifestar sua preocupação com o “pacto” noticiado pela imprensa, especialmente com a concordância do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) à Reforma da Previdência.

Sendo o STF o guardião da Constituição, dos direitos e garantias fundamentais e da democracia, é possível que alguns temas da Reforma da Previdência tenham sua constitucionalidade submetida ao julgamento perante a Corte máxima do país.

Isso revela que não se deve assumir publicamente compromissos com uma reforma de tal porte, em respeito à independência e resguardando a imparcialidade do Poder Judiciário, cabendo a realização de tais pactos, dentro de um estado democrático, apenas aos atores políticos dos Poderes Executivo e Legislativo.

Brasília, 29 de maio de 2019.

Fernando Mendes
Presidente da Ajufe

A íntegra da nota pública da AJD:

“Tampouco existe liberdade se o poder de julgar não for separado do poder legislativo e do executivo. Se estivesse unido ao poder legislativo, o poder sobre a vida e a liberdade dos cidadãos seria arbitrário, pois o juiz seria legislador. Se estivesse unido ao poder executivo, o juiz poderia ter a força de um opressor.”

(Montesquieu, em O Espírito das Leis)

A Associação Juízes para a Democracia (AJD) entidade não governamental, de âmbito nacional, sem fins corporativos, que tem como um de seus objetivos estatutários a defesa dos direitos e garantias fundamentais e a manutenção do Estado Democrático de Direito, manifesta forte preocupação com a notícia de que o presidente do Supremo Tribunal Federal pretende assinar, com o presidente da República e com o presidente do Congresso Nacional, um “pacto” em favor de reformas constitucionais e legais.

Compete ao Poder Executivo apresentar propostas de reformas que entender necessárias e ao Poder Legislativo aprová-las ou rejeitá-las, como entender conveniente, após prévios debate e votação, sob os ritos formais estabelecidos na Constituição.

Ao Poder Judiciário, incumbe o controle da legalidade e da constitucionalidade de possíveis reformas, seja pela atividade de cada magistrado, seja pela atuação do Supremo Tribunal Federal.

Nestes termos, é inadmissível que o presidente do Supremo Tribunal Federal antecipe-se a firmar “pacto” com os demais poderes. Não pode o Poder Judiciário, nem mesmo a Suprema Corte, fazer juízo prévio de conveniência e avalizar antecipadamente alterações constitucionais.

Nenhum pacto pode se sobrepor ao dever do controle jurisdicional de constitucionalidade posterior ao agir do Executivo e do Legislativo. Tampouco o Poder Judiciário pode servir como órgão de consulta dos demais poderes.

Agindo assim, o presidente do STF atinge, a um só tempo, o princípio da separação dos poderes, a Constituição da República e o Estado Democrático de Direito.

O Brasil precisa, sim, de um novo tempo. Um tempo em que as instituições e os princípios democráticos sejam respeitados; um tempo em que os direitos fundamentais também sejam usufruídos pelos mais pobres; um tempo em que a Constituição da República seja cumprida, dentro dos limites ali estabelecidos.

Os juízes brasileiros, zelosos de sua missão constitucional e compromissados, verdadeiramente, com a Democracia, não irão compactuar com acordos que atinjam a independência da magistratura.

Por essas razões, a Associação Juízes para a Democracia (AJD) manifesta repúdio a concertos que sugiram a fragilização ou mesmo comprometam a independência da magistratura, deixando claro que os juízes brasileiros, zelosos de sua missão constitucional, permanecerão ao lado da Constituição e da Democracia.

São Paulo, 29 de maio de 2019.

Comments

Juros do rotativo do cartão de crédito caem, mas ainda ficam em 298,6% ao ano em abril

Os consumidores que caíram no rotativo do cartão de crédito pagaram juros um pouco menos caros em abril. A taxa média do rotativo caiu 0,8 ponto percentual em relação a março, chegando a 298,6% ao ano. Os dados foram divulgados hoje (28) pelo Banco Central. A taxa média é formada com base nos dados de consumidores adimplentes e inadimplentes.

No caso do consumidor adimplente, que paga pelo menos o valor mínimo da fatura do cartão em dia, a taxa chegou a 278% ao ano em abril, recuo de 3,4 pontos percentuais em relação a março. A taxa cobrada dos consumidores que não pagaram ou atrasaram o pagamento mínimo da fatura (rotativo não regular) subiu 1,2 ponto percentual, indo para 313,6% ao ano.

O rotativo é o crédito tomado pelo consumidor quando paga menos que o valor integral da fatura do cartão. O crédito rotativo dura 30 dias. Após esse prazo, as instituições financeiras parcelam a dívida.

Em abril de 2018, o Conselho Monetário Nacional (CMN) definiu que clientes inadimplentes no rotativo do cartão de crédito passem a pagar a mesma taxa de juros dos consumidores regulares. Essa regra entrou em vigor em junho deste ano. Mesmo assim, a taxa final cobrada de adimplentes e inadimplentes não será igual porque os bancos podem acrescentar à cobrança os juros pelo atraso e multa.

Enquanto a taxa de juros do rotativo chegou a 298,6% ao ano, o parcelamento das dívidas do cartão de crédito pôde ser feito com juros de 170,8% ao ano em abril. As taxas médias do crédito parcelado do cartão caíram 7,7 pontos percentuais em relação a março.

Cheque especial

Já a taxa de juros do cheque especial subiu 0,6 ponto percentual em abril, comparada a março, e está em 323,3% ao ano.

As regras do cheque especial mudaram no ano passado. Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), os clientes que utilizam mais de 15% do limite do cheque durante 30 dias consecutivos passaram a receber a oferta de um parcelamento, com taxa de juros menores que a do cheque especial definida pela instituição financeira.

As taxas do cheque especial e do rotativo do cartão são as mais caras entre as modalidades oferecidas pelos bancos. A do crédito pessoal não consignado é mais baixa: 127,1% ao ano em abril, mesmo com o aumento de 3,2 pontos percentuais em relação a março. A taxa do crédito consignado (com desconto em folha de pagamento) recuou 0,3 ponto percentual, indo para 23,4% ao ano em abril.

A taxa média de juros para as famílias subiu 0,6 ponto percentual em abril para 45,9% ao ano. A taxa média das empresas ficou em 19,9% ao ano, alta de 0,1 ponto.

Inadimplência

A inadimplência do crédito, considerados atrasos acima de 90 dias, para pessoas físicas, caiu 0,1 ponto percentual e ficou em 4,7% em abril. No caso das pessoas jurídicas, o indicador ficou em 4,7%, com queda de 0,1 ponto percentual. Esses dados são do crédito livre, em que os bancos têm autonomia para emprestar o dinheiro captado no mercado.

De acordo com o Banco Central, a inadimplência das famílias (pessoas físicas) continua no menor nível histórico, desde a série iniciada pelo Banco Central em março de 2011. A explicação são os programas de refinanciamentos e repactuações de dívidas em atraso.

No caso do crédito direcionado (empréstimos com regras definidas pelo governo, destinados, basicamente, aos setores habitacional, rural, de infraestrutura e ao microcrédito) os juros para as pessoas físicas oscilaram 0,1 ponto percentual para cima, para 7,7% ao ano. A taxa cobrada das empresas, porém, caiu 0,4 ponto percentual, para 9,6% ao ano.

A inadimplência das pessoas físicas no crédito direcionado ficou estável em 1,8% e a das empresas subiu 0,2 ponto percentual, para 2,3%.

Saldo dos empréstimos

Em abril, o estoque de todos os empréstimos concedidos pelos bancos ficou em R$ 3 268 trilhões, estável em relação a março, mas com expansão de 0,3% no ano. Em 12 meses, a expansão foi de 5,4%. Esse estoque do crédito corresponde a 47% de tudo o que o país produz – o Produto Interno Bruto (PIB). Isso representa queda de 0,3 ponto percentual em relação a março (47,3%).

Agência Brasil

Comments

Dólar cai para R$ 3,97 e fecha no menor valor em duas semanas

Num dia de alívio no mercado financeiro, a moeda norte-americana caiu e fechou abaixo de R$ 4 pela primeira vez em quase duas semanas. O dólar comercial encerrou esta quarta-feira (29) vendido a R$ 3,976, com recuo de R$ 0,048 (-1,19%). Esse foi o menor valor de fechamento desde 14 de maio (R$ 3,975).

No mercado de ações, o dia foi de tranquilidade. O Ibovespa, principal índice da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), encerrou a sessão com alta de 0,18%, aos 96.566 pontos. Essa foi a terceira alta seguida do índice, que está no maior nível desde 8 de abril, quando tinha atingido 97.369 pontos.

O otimismo no mercado financeiro ocorre um dia depois de o Senado aprovar a medida provisória da reforma administrativa, que reduziu o número de ministérios, mantendo o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) no Ministério da Economia. A alta também ocorre no dia seguinte à assinatura de um pacto entre o presidente Jair Bolsonaro e os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; do Senado, Davi Alcolumbre, e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

Agência Brasil

LOCAIS

Por questões de segurança, PRF recomenda população a evitar a BR-101 na tarde e noite desta quinta (30)

Com a programação de protestos de estudantes em defesa da educação da educação, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) emitiu um comunicado recomendando a população a evitar a BR-101 entre o shopping Midway Mall e a áervore de Mirassol, trajeto programado para a manifestação, no horário compreendido entre 16h e 20h.

Confira a nota na íntegra

NATAL/RN, 29/05/2019 – Como é do conhecimento geral, mediante comunicação via redes sociais, declarações feitas a veículos de imprensa e de ofícios enviados por líderes de Centrais Sindicais, planeja-se para amanhã (30/05) mobilização que deverá ocorrer ao longo da BR 101 Sul, entre o Complexo do IV Centenário e a Árvore de Mirassol.

Diante desses fatos, a PRF preocupada com a segurança dos usuários da rodovia BR 101, inclusive dos próprios manifestantes, sugere que a população planeje seus deslocamentos, evitando a citada rodovia nas imediações entre Potilândia e Mirassol, principalmente entre 16h e 20h (previsão), horário em que os manifestantes deverão ocupar a rodovia.

A Avenida Prudente de Morais, a Rua Jaguarari, a Via Costeira e o Anel Viário do Campus, por exemplo, podem servir de rotas alternativas entre o centro da cidade e a Zona Sul de Natal.

Fonte: G1

 

Por G1 RN

 

Serviço de manutenção suspende abastecimento de água em 6 bairros de Natal nesta quinta-feira — Foto: Agência Brasil

Serviço de manutenção suspende abastecimento de água em 6 bairros de Natal nesta quinta-feira — Foto: Agência Brasil

Seis bairros das regiões Oeste, Leste e Sul de Natal vão ficar sem água nesta quinta-feira (30). São eles: Quintas, Bairro Nordeste, Bom Pastor, Dix Sept Rosado, parte de Lagoa Nova e parte do Alecrim. A informação é da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).

Segundo a Caern, a suspensão do abastecimento para essas localidades estava programada para a segunda (27). No entanto, no mesmo dia uma árvore caiu sobre fios de alta tensão e interrompeu o funcionamento de bombas que impulsionam a água que abastece 15 bairros da capital. Para priorizar esse conserto, a parada programada no abastecimento foi adiada para a quinta.

A suspensão será necessária, ainda de acordo com a Companhia, para que equipe de manutenção realize serviço em cabine de medição elétrica da rede. Após a realização do trabalho, a normalização do abastecimento se dará em um prazo de até 24 horas.

Fonte: G1 RN

Por G1 RN

 

 

Hospital Varela Santiago foi reformado por cerca de 40 profissionais — Foto: Canindé Soares

Hospital Varela Santiago foi reformado por cerca de 40 profissionais — Foto: Canindé Soares

O Hospital Infantil Varela Santiago, que atende crianças de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS), está de cara nova. O espaço passou por uma grande reforma, que coloriu salas e corredores com o objetivo de deixar o local mais humanizado e as crianças atendidas mais reconfortadas. Toda a reforma foi promovida por voluntários que compõem o grupo “Elos – Arquitetura Social”, que terminou os últimos detalhes e entregou o local nesta quarta-feira (29).

Ao todo, foram mais de 40 pessoas – entre artistas plásticos, arquitetos, engenheiros e designers – que participaram da reforma em 28 espaços do hospital. Foram transformadas paredes, que ganharam desenhos da fauna e flora brasileiras, além de corredores, brinquedoteca, consultórios, salas e até o tomógrafo.

Tomógrafo do Varela Santiago antes da reforma — Foto: Ubarana Júnior

Tomógrafo do Varela Santiago antes da reforma — Foto: Ubarana Júnior

“Cada ambiente tem um profissional responsável na reforma. Cada um fica responsável 100% pelo seu ambiente, para planejar e executar. Em muitas coisas nós conseguimos doações, que é a forma majoritária do projeto. Em outros casos, as pessoas têm que tirar alguma coisa do bolso”, explica a arquiteta Mara Lorena, uma das idealizadores do “Elos – Arquitetura Social, ao lado das também arquitetas Juliana Maia e Larissa Magalhães.

Essa é a segunda grande reforma que o grupo promove em instituições de Natal. Antes, em novembro do ano passado, o grupo reformou o Instituto Juvino Barreto, que abriga idosos na capital potiguar.

Arquitetas Mara Lorena, Larissa Magalhães e Juliana Maia são idealizadoras do grupo Elos — Foto: Canindé Soares

Arquitetas Mara Lorena, Larissa Magalhães e Juliana Maia são idealizadoras do grupo Elos — Foto: Canindé Soares

Dessa vez, a reforma durou cerca de 30 dias e o resultado tem agradado. “O ambiente já era bom, mas agora ficou ainda melhor”, conta Maxsuila Accioli, que frequenta o hospital desde 2016, quando o filho George recebeu o diagnóstico de leucemia. Ela diz que o garoto, que tem cinco anos, tem se mostrado mais feliz com os desenhos no local.

Atualmente, o Hospital Infantil Varela Santiago tem 110 crianças internadas e uma média de 14 mil procedimentos realizados por mês. O Varela Santiago é especializado em pediatria e atende exclusivamente os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Evento para comemorar reforma aconteceu nesta quarta-feira (29) — Foto: Canindé Soares

Evento para comemorar reforma aconteceu nesta quarta-feira (29) — Foto: Canindé Soares

Fonte: G1 RN

Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

PONTO DE VISTA: CAIO COPPOLLA FALA SOBRE O FESTIVAL #LULALIVRE

A coluna PONTO DE VISTA deste sábado traz Caio Coppolla, diretamente do programa Morning Show, da Jovem Pan, comentando e advertindo  sobre essa, que é só mais uma, edição do Festival Lula Livre, que acontece no próximo dia 2 de junho na cidade de São Paulo. Confira no vídeo a seguir.

Continuar lendo PONTO DE VISTA: CAIO COPPOLLA FALA SOBRE O FESTIVAL #LULALIVRE

OPINIÃO: NEMETZ SOBRE O DIA 26, A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E O PARLAMENTARISMO BRANCO

“Parlamentarismo branco: querem transformar o presidente em uma rainha da Inglaterra”. A coluna OPINIÃO desta sexta-feira traz o advogado Luiz Carlos Nemetz explicando a necessidade da Reforma da Previdência, a importância da manifestação do próximo dia 26 e o que está se passando por trás dos bastidores. Confira a seguir.

A ‘profecia’ de José Dirceu vai eclodir, como ele previu, porém em sentido inverso (Veja o Vídeo)

Por Luiz Carlos Nemetz – Jornal da Cidade Online

Vulcão.

Ao ser preso na semana passada (16/05) em Curitiba/PR, condenado novamente como ‘ladrão’ na Operação Lava Jato, o ex-líder e ex-ministro José Dirceu enviou à militância petista uma mensagem gravada em áudio que foi compartilhada em grupos do WhatsApp, na qual fez referência às manifestações em defesa da educação e contra o governo Jair Bolsonaro que levaram algumas minorias radicais e militantes de esquerda às ruas (CUT, MST, UNE), pela qual disse:

“O Brasil já está mudando, o vulcão já está em erupção. Como eu disse no Tuca, um vulcão embaixo de um país de jovens e mulheres vai, como está acontecendo, entrar em erupção”.

O quadrilheiro não estava equivocado e teve o dom da profecia. Só que os efeitos do fenômeno serão percebidos e sentidos mesmo pelo Brasil e pelo mundo, no próximo domingo (26), quando a erupção vulcânica advinda do fenômeno da mobilização social será extravasado e sentido intensamente.

Democraticamente a explosão da massa popular – ao invés de fogo e larva quente – vai dizer que quer expulsar da vida pública brasileira, uma camarilha que insiste em pensar que o país é uma cleptocracia.

A defecção começou em 2018. Mas o vulcão continua ativo.

O Pedro Caroço estava certo! Junto com Lula vai sentir a terra tremer no piso frio da sua cela.

Só que ao invés de um rio de larva, ele e o resto da quadrilha, vão sentir o calor de um mar de gente.

Os presos vão poder lembrar do companheiro Chico vendo a banda passar! A banda boa! É que o tempo passou na janela, só que a corja não viu.

Assista ao vídeo:

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo OPINIÃO: NEMETZ SOBRE O DIA 26, A REFORMA DA PREVIDÊNCIA E O PARLAMENTARISMO BRANCO

EDITORIAL: AS MANIFESTAÇÕES DE 26/05 SÃO IMPRESCINDÍVEIS PARA INTIMIDAR O CONGRESSO NACIONAL A APROVAR OS PROJETOS DO GOVERNO BOLSONARO

No EDITORIAL desta sexta-feira faço uma convocação para que todos vão às ruas neste domingo para defender a reforma da previdência e o pacote anti-crime do ministro Sérgio Moro, antes que o famigerado CENTRÃO desfigure os projetos e transforme tudo, como sempre, em pizza.

Fonte:

valerio braga
Publicado em 23 de mai de 2019

Continuar lendo EDITORIAL: AS MANIFESTAÇÕES DE 26/05 SÃO IMPRESCINDÍVEIS PARA INTIMIDAR O CONGRESSO NACIONAL A APROVAR OS PROJETOS DO GOVERNO BOLSONARO

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

Por G1

 

Câmara impõe derrota ao governo e tira o Coaf de Moro; veja como votou cada um dos deputados. Hoje, os parlamentares votam o dispositivo que proíbe auditores da Receita de investigar crimes que não sejam de ordem fiscal. O STF retoma julgamento que restringiu acesso a remédios de alto custo sem registro da Anvisa e decide se o governo é obrigado a fornecer medicamentos que estão fora da lista do SUS. Europa elege novo parlamento a partir de hoje.

INTERNACIONAIS

Exclusivo: HIV na Venezuela

Opositora de Nicolás Maduro de Caracas segura cartaz com a mensagem ‘ruína ou morte’ em crítica contra a falta de medicamentos na Venezuela — Foto: Martin Mejia / AP Photo

Opositora de Nicolás Maduro de Caracas segura cartaz com a mensagem ‘ruína ou morte’ em crítica contra a falta de medicamentos na Venezuela — Foto: Martin Mejia / AP Photo

Falta de exames, tratamento irregular e ‘remédio caseiro’: portadores de HIV contam como enfrentam a crise na Venezuela. Distribuição de antirretrovirais melhorou em 2019, mas testes clínicos fundamentais para o tratamento seguem indisponíveis. Paciente ouvido pelo G1 conta com ajuda de amigos para comprar remédios na Colômbia; outro pensa em deixar o país em breve.

Parlamento europeu

Membros do Parlamento Europeu — Foto: Vincent Kessler / Reuters

Membros do Parlamento Europeu — Foto: Vincent Kessler / Reuters

Eleitores começam a escolher hoje os novos membros do Parlamento da União Europeia (UE), em uma eleição de quatro dias que influencia não só a formulação de políticas em Bruxelas nos próximos cinco anos, mas também o próprio futuro do projeto da UE. São 751 representantes.

Fronteira com o México

Os Estados Unidos anunciaram que irão construir seis acampamentos temporários nas áreas de fronteira com o México, nos estados do Texas e Arizona, para abrigar 7,5 mil imigrantes.

Por Blog do BG

Compra da Avon pela Natura garante à empresa a liderança mundial em venda direta

Loja da Natura em Florianópolis Foto: Agência O Globo

Foto: Agência O Globo 

A Natura fechou nesta quarta-feira um acordo para comprar a Avon, garantindo à empresa a liderança do mercado de cosméticos no país e, com US$ 10 bilhões em faturamento anual, o primeiro lugar em vendas diretas no mundo, segundo o ranking DSN Global 100. Com mais de 6 milhões de consultoras em cem países, a união das duas empresas também deverá criar o quarto maior grupo de beleza do mundo, numa lista atualmente liderada pela francesa L’Oréal.

A operação será feita com base na troca de ações das companhias, mas haverá um desembolso de até US$ 530 milhões por parte da Natura para uma parcela dos acionistas da Avon Products, detentores de papéis preferenciais série C. Da união surgirá a Natura Holdings, em que os atuais acionistas da brasileira terão 76% de participação. Cada ação Avon será convertida numa fração de 0,3 do papel da nova companhia.

A conclusão da operação está prevista para o início do ano que vem, após a aprovação dos órgãos reguladores. O acordo prevê sinergias de até US$ 250 milhões e envolve os negócios da Avon na América Latina, Leste Europeu e Ásia — a divisão americana já havia sido vendida para o fundo Cerberus em 2015.

Essa não é a primeira aquisição internacional da Natura. Em 2013, comprou a australiana Aesop e, em 2017, a The Body Shop . “A união de hoje cria uma força importante no segmento. A venda direta já era uma rede social antes mesmo de a palavra existir, e a chegada da tecnologia e da globalização apenas multiplicou as oportunidades”, afirmou, em nota, Luiz Seabra, cofundador da Natura.

A conclusão do negócio foi anunciada após o fechamento da Bolsa de São Paulo (B3). As ações da Natura tiveram alta de 9,43%, impulsionadas, desde cedo, pela antecipação do acordo em reportagem do jornal britânico Financial Times. O valor de mercado da empresa bateu R$ 26,6 bilhões, um ganho de R$ 3,3 bilhões em apenas um pregão. O Ibovespa, principal índice da Bolsa, teve nesta quarta leve queda de 0,13% . Em Nova York, os papéis da Avon subiram 9,06%, com a empresa avaliada em US$ 1,54 bilhão.

Na avaliação de Andres Estevez, analista do banco Brasil Plural, a operação é positiva para a Natura porque não comprometerá o caixa da empresa. A compra será financiada por um conjunto de bancos.

– A maior preocupação dos investidores era com um aumento do endividamento, mas será uma aquisição feita principalmente por troca de ações. A Natura se beneficia com a força da marca da Avon e com os ganhos de sinergia no Brasil — avaliou Estevez.

Para especialistas, a união entre Natura e Avon é vista como um passo para enfrentar a maior concorrência em mercados como o Brasil, que vem recebendo investimentos de diversas empresas do setor de vendas diretas, como Hinode, Jequiti, Mary Kay e Jeunesse.

Segundo a consultoria Euromonitor, o faturamento da categoria de itens de beleza no Brasil, que reúne produtos como cosméticos, desodorantes, itens para cabelos e protetores, entre outros, chegou a R$ 109,7 bilhões, um aumento de 5,1% em 2018 em relação ao ano anterior. A Natura, com o negócio fechado com a Avon, passará a ter 16,6% desse mercado. No mundo, responderá por uma fatia de 2,6%.

Renato Cotta, professor do Coppead, lembra que a estratégia da Natura é buscar novos mercados, e a união com a Avon dará mais fôlego no Brasil e acesso ao mercado internacional. Para Eduardo Yamashita, da Gouvêa de Souza, o segmento de vendas diretas enfrenta muitos desafios:

O GLOBO

Fonte: Blog do BG

 

NACIONAIS

Derrota do governo

Câmara transfere o Coaf da Justiça para a Economia

Câmara transfere o Coaf da Justiça para a Economia

O plenário da Câmara aprovou texto-base do projeto referente à Medida Provisória (MP) da reforma administrativa, que estruturou o governo do presidente Jair Bolsonaro e reduziu o número de ministérios de 29 para 22. A conclusão da votação depende da análise de dois destaques (propostas de alteração do texto), que ficou para esta quinta-feira.

proposta tirou de Sérgio Moro o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), pois o texto-base transfere o órgão do Ministério da Justiça e Segurança Pública para o Ministério da Economia.

Auditores da Receita

Os destaques com previsão de votação hoje são os seguintes:

  • Destaque para votação em separado do trecho que limita competência do auditor fiscal, em matéria criminal, à investigação dos crimes contra a ordem tributária ou relacionados ao controle aduaneiro;
  • Destaque para votação em separado do artigo que estabelece que o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações exercerá as atribuições de Secretaria-Executiva do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT).

Desistências no Mais Médicos

Desistências já somam 1,3 mil no Mais Médicos; edital em andamento busca preencher 2 mil vagas ociosas — Foto: Reprodução / TV Liberal

Desistências já somam 1,3 mil no Mais Médicos; edital em andamento busca preencher 2 mil vagas ociosas — Foto: Reprodução / TV Liberal

Cerca de 19% dos médicos brasileiros que entraram no Mais Médicos desistiram de participar do programa até o mês de maio. Dados obtidos pelo G1 junto ao Ministério da Saúde mostram que 1.325 profissionais com registro profissional brasileiro se desligaram do programa até agora. O número de desistências cresceu 25% em relação ao balanço anterior. Edital em andamento busca preencher 2 mil vagas ociosas.

Augusto Heleno na GloboNews

O ministro Augusto Heleno, do GSI — Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

O ministro Augusto Heleno, do GSI — Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, defendeu em entrevista à GloboNews o decreto presidencial que flexibilizou as regras sobre o uso de armas de fogo e munição. Ele afirmou que a posse de armas é um “direito do cidadão”, assim como ter uma televisão ou uma geladeira. Leia mais.

Remédios de alto custo

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu impor restrições para que o poder público forneça medicamentos sem registro na Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). O tribunal finalizou uma de quatro ações sobre saúde. Hoje, o Supremo ainda vai analisar se o poder público deve fornecer remédio de alto custo fora da lista do SUS.

Cortes na Educação

O Ministério da Educação informou que vai manter o contingenciamento de R$ 5,8 bilhões no orçamento da pasta para 2019, apesar do desbloqueio de R$ 1,587 bilhão anunciado pelo Ministério da Economia.

Arrecadação

A Receita Federal anuncia o resultado da arrecadação de abril de 2019. Em março, a arrecadação de impostos, contribuições e demais receitas federais registrou queda real (descontada a inflação) de 0,58%, na comparação com o mesmo mês do ano passado, para R$ 109,854 bilhões.

Azeredo trabalha na cadeia

Eduardo Azeredo na quadra do batalhão do Corpo de Bombeiros, em BH. — Foto: Pedro Ângelo/G1

Eduardo Azeredo na quadra do batalhão do Corpo de Bombeiros, em BH. — Foto: Pedro Ângelo/G1

Preso há um ano em BH, Eduardo Azeredo trabalha com elaboração de roteiros turísticos. O ex-governador de Minas Gerais foi condenado em segunda instância a 20 anos de prisão por peculato e lavagem de dinheiro dentro do mensalão tucano. Ele cumpre pena em um batalhão do Corpo de Bombeiros e recebe 3/4 do salário mínimo.

Presídios no RJ

Obras pendentes em unidade prisional do RJ — Foto: Thathiana Gurgel / Divulgação / Defensoria Pública do RJ

Obras pendentes em unidade prisional do RJ — Foto: Thathiana Gurgel / Divulgação / Defensoria Pública do RJ

Em 3 anos, o Rio de Janeiro só gastou 17% dos R$ 74 milhões de verbas federais para investir em presídios. Do total recebido via Fundo do Departamento Penitenciário Nacional, estado só executou R$ 13 milhões. Prazo final para aplicação de recursos é 31 de dezembro ou verba retorna à União; MP investiga.

Mortes de motociclistas em SP

Motofretistas protestam na Avenida Paulista — Foto: KEVIN DAVID / A7 PRESS / ESTADÃO CONTEÚDO

Motofretistas protestam na Avenida Paulista — Foto: KEVIN DAVID / A7 PRESS / ESTADÃO CONTEÚDO

O número de mortes no trânsito de motociclistas em São Paulo ultrapassou o número mortes de pedestres pela primeira vez, de acordo com o Relatório Anual de Acidentes de Trânsito de 2018, da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e dados da Secretaria Municipal de Saúde e da Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana. Em 2018, a capital paulista registrou 828 acidentes fatais de trânsito que vitimaram 849 pessoas. O número é 6,5% maior do total de mortes em 2017: 797 pessoas.

Bagagem de mão

Um fiscal confere as medidas da bagagem de passageiros na entrada da sala de embarque do aeroporto de Congonhas, em São Paulo. — Foto: Renato S. Cerqueira / Futura Press / Estadão Conteúdo

Um fiscal confere as medidas da bagagem de passageiros na entrada da sala de embarque do aeroporto de Congonhas, em São Paulo. — Foto: Renato S. Cerqueira / Futura Press / Estadão Conteúdo

Começa a valer hoje o despacho obrigatório da bagagem de mão fora do padrão nos aeroportos de Guarulhos (SP) e Salvador (BA). Nas últimas duas semanas, os passageiros foram orientados sobre a determinação. Padrão determina 55 cm de altura, 35 cm de largura e 25 cm de profundidade, com até 10kg.

Patinetes compartilhados

Patinete ainda não tem regulamentação na maioria das cidades — Foto: Marcelo Brandt / G1

Patinete ainda não tem regulamentação na maioria das cidades — Foto: Marcelo Brandt / G1

‘Febre’ no Brasil, patinete elétrico ainda não está regulamentado na maioria das cidades. Apenas São Paulo, Florianópolis e Vitória definiram regras para esses veículos, de um total de 13 cidades que já possuem o serviço de compartilhamento, segundo balanço do G1.

Desafio Natureza

Desafio Natureza: as formas positivas de interação com a Amazônia

Desafio Natureza: as formas positivas de interação com a Amazônia

Movelaria, extração de óleo, produção de mudas: veja os bons exemplos de interação com a Amazônia.

Crochê na cadeia

Detentos fazem peças em crochê momentos antes do desfile na penitenciária Adriano Marrey, em Guarulhos (SP) — Foto: Marcelo Brandt / G1

Detentos fazem peças em crochê momentos antes do desfile na penitenciária Adriano Marrey, em Guarulhos (SP) — Foto: Marcelo Brandt / G1

Detentos aprendem crochê na cadeia e peças vão para SPFW, Anitta e Pabllo Vittar. Na quarta-feira (22), estilista Gustavo Silvestre, idealizador do projeto ‘Ponto Certo’, levou desfile apresentado na última semana de moda à Penitenciária Adriano Marrey, em Guarulhos. Veja mais.

Saúde

Pré-operatório deve ser cumprido à risca para garantir segurança do paciente em qualquer tipo de cirurgia. — Foto: Shutterstock

Pré-operatório deve ser cumprido à risca para garantir segurança do paciente em qualquer tipo de cirurgia. — Foto: Shutterstock

Satisfeito com seu nariz? Conheça os tipos de cirurgia e os riscos envolvidos. De motivação estética ou para reparar problemas de saúde, os procedimentos devem priorizar a respiração, alertam os especialistas.

Fonte: G1

Por Blog do BG

Governo decide repor 21% da verba cortada na educação

Uma semana após protestos em todo o país contra os cortes na educação, o governo Jair Bolsonaro anunciou que irá repor parte da verba da área. Com o uso de recursos de uma reserva, será destinado ao Ministério da Educação um total de R$ 1,6 bilhão —21% do valor que havia sido contingenciado (R$ 7,4 bilhões).

Os cortes na área atingiram do ensino infantil à pós-graduação. Nas universidades federais, a verba para despesas discricionárias (não obrigatórias) foi reduzida em 30%.

No final de abril, ao anunciar a medida, o ministro Abraham Weintraub(Educação) atribuiu-a a uma resposta a uma suposta “balbúrdia” em algumas instituições. Depois, disse que se devia à previsão de menor arrecadação.

Após as manifestações contra a medida levarem às ruas milhares de pessoas em mais de 170 cidades, entidades ligadas à educação já convocaram um novo megaprotesto para a semana que vem, no dia 30.

Nesta quarta, o secretário especial da Fazenda, Waldery Rodrigues, negou qualquer influência dos atos de rua na decisão e disse que só analisou números. “Governar é estabelecer prioridades. Vimos o altíssimo impacto que os dois ministérios têm e fizemos uma recomposição do contingenciamento orçamentário”, declarou, referindo-se também à pasta do Meio Ambiente, que também teve parte da verba reposta.

Nesta quarta (22), em audiência na Câmara dos Deputados, o ministro da Educação falou sobre os cortes na pasta e voltou a defender maior incentivo à produção científica de algumas áreas, como medicina e odontologia, em detrimento de outras, como as ciências humanas.

Afirmou, sem detalhar, que estuda apresentar até o fim do mês medidas em apoio às universidades, como incubadoras de empresas nas instituições e fundos imobiliários.

Para ele, há pessoas que impedem a produção na academia. “Tem gente que quer produzir, quer trabalhar e não consegue. Não é 100% de anjo que está nas universidades”, disse.

“Optei por dar aula em uma universidade federal, não para playboy, me identifico com o povo. Tem gente de partido da oposição que dá aula em universidade de rico. Prefiro estar com o povo com quem me identifico, com o povo moreno como eu, que sou moreno também.”

Ele ainda se manifestou contra a cobrança de mensalidade na graduação, apoiada recentemente pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT), mas defendeu que isso ocorra em parte da pós-graduação.

FOLHAPRESS

Comments

Centrão articula derrota de Moro que perdeu o COAF

Centrão seguiu o script que traçou desde o início e retirou na noite desta qaurta-feira o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) das mãos do ministro da Justiça, Sérgio Moro. O órgão deve voltar para o Ministério da Economia.

A votação foi apertada. Com uma diferença de apenas 18 votos – o placar foi 228 a 210–, o governo não conseguiu evitar o novo revés imposto pelo Centrão, mais uma vez aliado a partidos de oposição. Deputados justificaram que em vários países o órgão de inteligência financeira é vinculado ao Ministério da Economia e não faria sentido o Brasil mantê-lo na Justiça apenas para agradar a Moro.

“Muitos dos que votaram pela mudança do Coaf votaram com medo, porque têm ficha corrida”, disse o líder do DEM, Elmar Nascimento, um dos principais nomes do Centrão. Após o discurso inflamado do colega de partido, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encerrou a sessão sem que todos os destaques ao texto tivessem sido votados. “O clima ficou pesado”, justificou. Nova sessão foi marcada para as 9h desta quinta-feira, 23.

Coaf teve participação ativa na Lava Jato

Moro não escondeu sua decepção com o resultado, que representou mais uma derrota para sua gestão. “Lamento o ocorrido. Faz parte do debate democrático. Agradeço aos 210 deputados que apoiaram o Ministério da Justiça e o plano de fortalecimento do Coaf”, afirmou ao Estado.

O órgão teve participação ativa na Operação Lava Jato e sua incorporação à Justiça foi um pedido do ex-juiz a Bolsonaro ao assumir a pasta.

Placar. O resultado foi mais uma demonstração de força do Centrão – DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade. Dos 118 parlamentares desses partidos na sessão desta quarta, 87 votaram contra Moro. Outros 89 votos foram dados por deputados da oposição – PT, PSOL, PSB, PCdoB e PDT. Por outro lado, todos do PSL, do PV, do Podemos, do PHS, do PMN, do Cidadania e do Novo votaram com o governo. Já o PSDB ficou dividido: foram 21 a favor de Moro e 5 contra. Um dos principais articuladores do Centrão, o líder do PP na Câmara, Arthur Lira (AL), se limitou a dizer que o “placar fala por si”.

Comments

STF desbloqueia R$ 31 milhões e Governo do Estado já pode usar

O Ministro Edson Fachin deu uma bela vitoria ao Governo do Estado no STF.

O Ministro desbloqueou R$ 31 milhões de repasses da União que estavam retidos desde 30 de abril para ser utilizados na área de saúde.

O Secretário de Planejamento, Aldemir Freire informou que esse dinheiro vai ser usado para complementar o duodécimos aos poderes e também para a folha de pagamento.

 

Senado também aprova abertura do setor aéreo a estrangeiros e volta da bagagem gratuita

O Senado aprovou nesta quarta-feira, 22, a medida provisória que abre o setor aéreo para o capital estrangeiro. O texto perderia a validade se não fosse votado. Os senadores mantiverem o texto como saiu da Câmara, retomando a franquia gratuita de bagagem. Como sofreu modificações no Congresso, o texto terá de ser confirmado pelo Palácio do Planalto.

Editada ainda no governo Michel Temer, a MP autoriza o investimento de até 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas que operam rotas nacionais. Até então, o limite era de 20%. A medida era defendida por empresas nacionais, como Latam e Gol, e passou a ser vista com interesse por companhias estrangeiras, como a Air Europa.

O Senado aprovou nesta quarta-feira, 22, a medida provisória que abre o setor aéreo para o capital estrangeiro. O texto perderia a validade se não fosse votado. Os senadores mantiverem o texto como saiu da Câmara, retomando a franquia gratuita de bagagem. Como sofreu modificações no Congresso, o texto terá de ser confirmado pelo Palácio do Planalto.

Editada ainda no governo Michel Temer, a MP autoriza o investimento de até 100% de capital estrangeiro nas companhias aéreas que operam rotas nacionais. Até então, o limite era de 20%. A medida era defendida por empresas nacionais, como Latam e Gol, e passou a ser vista com interesse por companhias estrangeiras, como a Air Europa.

ESTADÃO CONTEÚDO

 

LOCAIS

Natália Bonavides e Beto Rosado tiram COAF de Moro. Benes, Girão e Walter Alves queriam o COAF com Moro

Vejam como votaram os deputados da bancada Potiguar na Câmara dos Deputados em relação a deixar o COAF nas mãos de Sérgio Moro no ministério da Justiça ou de tira-lo da justiça e deixar sob responsabilidade do ministério da Economia.

VOTOU PARA TIRAR O COAF DE MORO:

Deputada Natália Bonavides

Deputado Beto Rosado

VOTOU PARA DEIXAR O COAF NA MÃO DE MORO:

Deputados Benes Leocadio

Deputado General Girão

Deputado Walter Alves

NÃO VOTARAM – AUSENTES

Deputado João MAIA

Deputado Fábio Faria

Deputado Rafael Motta

 

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA TERÇA-FEIRA

Por G1

 

Governadores de 13 estados e do DF divulgam carta aberta contra o decreto das armas; Bolsonaro admite rever trecho. Governo fecha acordo para evitar a recriação de ministérios. Após charge polêmica, Maia rompe com o líder do governona Câmara. Dólar recua e bolsa sobe mais de 2%. Taxa extra na conta de luz vai subir até 50%. Americanas saem às ruas pelo direito ao abortoChico Buarque vence o Prêmio Camões, o mais importante da língua portuguesa.

INTERNACIONAIS

Direito ao aborto

Na foto, Kristin Mink, de Silver Spring, em Maryland, segura um bebê no colo. Do lado dela, o cartaz diz "eu existo porque minha mãe fez um aborto". Segundo a Associated Press, ter tido acesso a um aborto em uma gravidez anterior possibilitou que Kristin desse à luz essa criança. — Foto: Jacquelyn Martin/AP

Na foto, Kristin Mink, de Silver Spring, em Maryland, segura um bebê no colo. Do lado dela, o cartaz diz “eu existo porque minha mãe fez um aborto”. Segundo a Associated Press, ter tido acesso a um aborto em uma gravidez anterior possibilitou que Kristin desse à luz essa criança. — Foto: Jacquelyn Martin/AP

Americanas saíram às ruas de diversas cidades dos EUA para participar de manifestações pelo direito ao aborto. Nas últimas semanas, oito estados americanos aprovaram leis que vetam ou restringem o acesso ao procedimento, que é um direito garantido por decisão federal. Vários manifestantes se concentraram em frente à Suprema Corte, em Washington – incluindo democratas que concorrem à nomeação partidária para a campanha de 2020.

Kirchner no banco dos réus

A ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, no tribunal nesta terça-feira (21). — Foto: Agustin Marcarian/Reuters

A ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, no tribunal nesta terça-feira (21). — Foto: Agustin Marcarian/Reuters

Cristina Kirchner, ex-presidente da Argentina, enfrenta o banco dos réus pela primeira vez, em Buenos Aires. No julgamento, que começou hoje à tarde, ela responderá a acusações de corrupção em contratos durante o período em que esteve no poder, de 2007 a 2015. A audiência ocorre meses antes das eleições presidenciais, em que Kirchner concorrerá à vice-presidência. Veredito dificilmente vai tirar a ex-presidente da disputa.

Prêmio Camões

Chico Buarque — Foto: Ricardo Nunes / Divulgação Vivo Rio

Chico Buarque — Foto: Ricardo Nunes / Divulgação Vivo Rio

O cantor e escritor brasileiro Chico Buarque é o vencedor do Prêmio Camões 2019, um maiores reconhecimentos da literatura em língua portuguesa. A 31ª edição do prêmio, organizado pelos governos de Portugal e do Brasil, dá ao vencedor 100 mil euros.

Lenda das pistas

Niki Lauda em 2016 — Foto: Reuters/Uli Deck/Pool/File Photo

Niki Lauda em 2016 — Foto: Reuters/Uli Deck/Pool/File Photo

Pilotos da Fórmula 1 prestaram homenagens ao tricampeão das pistas, Niki Lauda. A lenda austríaca morreu ontem, aos 70 anos, por complicações após passar por um transplante de pulmão. Utilizando as redes sociais, personalidades da mais importante categoria do automobilismo registraram seu pesar. Além da Mercedes (onde ocupava a presidência não executiva), as escuderias Ferrari e McLaren, campeãs com Lauda, também postaram mensagens exaltando o mito.

NACIONAIS

Decreto das armas

Um grupo de 14 governadores divulgou uma carta contra o decreto das armas, editado pelo presidente Bolsonaro. Na análise deles, o decreto, que amplia o direito do cidadão à arma, vai aumentar a violência no país. Veja a íntegra da carta no blog da Andréia Sadi.

Ontem, o Jornal Nacional revelou que a medida que regulamenta o uso e porte de armas no país libera compra de fuzil por qualquer brasileiro.

O decreto das armas está em vigor desde o início de maio. Ainda não há um cronograma para regulamentação, mas, desde que foi anunciado, a medida divide opiniões. O MP em Brasília e a Anistia Internacionalpedem a suspensão do decreto. Na Justiça Federal e no STF, há três ações contra a medida.

No fim do dia, o governo federal admitiu que pode rever as novas medidas e que vai pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) mais prazo para prestar informações sobre a medida.

Sem mais ministérios

O governo acertou com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, a votação da medida provisória 870, que reestrutura a Esplanada dos Ministérios, mas sem a criação das pastas das Cidades e da Integração Nacional, informa o colunista Valdo Cruz. O Congresso deve votar amanhã a MP que reconfigurou governo, e o destino do Coaf também será discutido.

Relações cortadas

Rodrigo Maia afirmou que rompeu as relações com o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo. O presidente da Câmara reclamou de ataques feitos pelo deputado, e a gota d’água foi a publicação de uma charge que mostra um saco de dinheiro em frente ao Congresso. Major Vitor Hugo afirmou que ficou surpreso e que não quis atacar parlamentares.

Enem garantido

O Inep conseguiu dispensa de licitação e contratou uma nova gráfica para imprimir as provas do Enem, depois que a empresa que prestaria o serviço faliu. O novo contrato é de R$ 151 milhões, e o órgão optou por ficar com a segunda colocada na licitação de 2016, evitando um novo processo de seleção, que levaria meses.

Dólar

Após 4 dias de altas seguidas, o dólar recuou a R$ 4,04. Segundo analistas, investidores repercutiram alívio na guerra comercial e o andamento das negociações sobre a Previdência. O dia também foi de recuperação na bolsa, e o índice Bovespa subiu mais de 2,7%.

Luz mais cara

ANEEL aumenta valores das bandeiras tarifárias das contas de luz

ANEEL aumenta valores das bandeiras tarifárias das contas de luz

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou um reajuste nos valores da bandeira tarifária amarela e da bandeira vermelha, nos patamares 1 e 2. A maior alta ocorreu na bandeira amarela, que passou de R$ 1 a R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) – um reajuste de 50%.

Renegociação de dívidas

Caixa vai dar desconto de até 90% em dívidas para reabilitar consumidores e também espera obter R$ 4 bilhões com o programa. Segundo o banco, 2,8 milhões de pessoas podem ser beneficiadas.

Desafio Natureza

Desmatamento na Amazônia: mais da metade da floresta está em Unidade de Conservação

Desmatamento na Amazônia: mais da metade da floresta está em Unidade de Conservação

Áreas protegidas na Amazônia perderam o equivalente a seis cidades de São Paulo em vegetação em três décadas. O Desafio Natureza do G1viajou ao Pará e esta semana mostra o contraste entre a floresta preservada e o caos fundiário, que permite a derrubada de árvores e dificulta a aplicação de leis ambientais.

Também teve isso…

Caminhão ficou a centímetros de barranco na Cordilheira dos Andes — Foto: Aconcagua News

Caminhão ficou a centímetros de barranco na Cordilheira dos Andes — Foto: Aconcagua News

Veja também

TEM Notícias 2ª Edição – Bauru/Marília

Energia solar ganha espaço entre os consumidores

O uso da energia solar cresce entre os consumidores e o motivo é a economia. No caso da energia térmica, o uso de painéis solares no aquecimento da água pode representar uma queda de até 35% na conta de luz.

Fonte: G1

FAKE NEWS: ‘Não vou sair do partido’, rebate Janaina Paschoal

A deputada estadual Janaina Paschoal afirmou à reportagem nesta terça-feira, 21, que não vai abandonar o PSL, partido pelo qual se elegeu como a parlamentar mais votada da história Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). “Não vou sair do partido. Eu saí do grupo de WhatsApp e, por alguma razão, a pessoa que divulgou minhas postagens à imprensa anunciou a suposta saída. Nunca falei em sair do PSL. Ficarei e garantirei a saudável pluralidade”.

Após criticar publicamente a organização dos atos de apoio ao governo Jair Bolsonaro previstos para o dia 26 de maio, a deputada sinalizou a possível desfiliação em uma mensagem enviada na segunda-feira, 20, no grupo de WhatsApp da bancada do partido no Legislativo paulista.

“Amigos, vocês estão sendo cegos. Estou saindo do grupo, vou ver como faço para sair da bancada. Acho que os ajudei na eleição, mas preciso pensar no País. Isso tudo é responsabilidade”, escreveu a parlamentar na mensagem reproduzida pelo site O Antagonista e confirmada pelo jornal O Estado de S. Paulo com deputados do PSL. Em seguida, ela deixou o grupo.

Estadão Conteúdo

Comments

GOVERNO BOLSONARO: Ministro assinou documento para contratar funcionário sem diploma com salário de até R$ 34 mil

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, assinou documento em março que permitiria a contratação de pessoas sem curso superior para altos cargos da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos).

Com a alteração no Plano de Cargos, Carreiras e Salários da agência, quem não tem diploma universitário poderia ser empregado em postos com salários de até R$ 34 mil.

Pelas regras vigentes, as vagas para cargos de confiança —que não precisam de concurso público— só podem ser preenchidas por candidatos com “ensino superior completo, reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação).”

Araújo estabeleceu no documento obtido pela Folha que o diploma universitário pode ser dispensado caso o indicado tenha “experiência comprovada de, no mínimo, quatro anos em atividades correlatas ao cargo”.

Não há qualquer menção sobre como essa experiência deve ser verificada. Vinculada ao Ministério das Relações Exteriores, a Apex atua na promoção de produtos e serviços brasileiros no exterior.

Para tentar mudar as regras de admissão na agência, o chanceler utilizou seus poderes como presidente do Conselho Deliberativo da agência para tomar a decisão ad referendum do colegiado. Isso significa que, caso fosse protocolado em cartório —o que não ocorreu—, o novo plano de carreiras começaria a valer imediatamente, mesmo antes da análise dos conselheiros.

Interlocutores que acompanharam o caso na Apex afirmaram à Folha, sob condição de anonimato por temerem represálias, que as mudanças das regras foram feitas para permitir a contratação do produtor agropecuário Paulo Vilela, que se candidatou a deputado federal pelo PSL em 2018, mas não conseguiu se eleger.

Ao ser convidado para assumir a gerência de agronegócios da Apex, no começo do ano, Vilela não foi admitido por ter grau de escolaridade aquém do exigido para o posto. Segundo o sistema de candidaturas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Vilela tem ensino médio completo.

A Folha tentou contato com Vilela nesta terça-feira (21), mas ele não respondeu às ligações. No início de abril, no entanto, o produtor afirmou, ao jornal Correio Braziliense, que havia sido convidado para ocupar a gerência da Apex pela ex-diretora de negócios Letícia Catelani.

Folhapress

Comments

AGU cobra gigantes do cigarro a ressarcirem gastos com tratamento no Brasil

A Advocacia-Geral da União (AGU) moveu nesta terça-feira, 21, na Justiça Federal do Rio Grande do Sul, uma ação civil pública em que pede a condenação das maiores fabricantes de cigarros do Brasil e suas matrizes estrangeiras a ressarcir os gastos da rede pública de saúde com tratamentos de doenças causadas pelo tabaco. As informações foram divulgadas pela AGU.

Segundo a AGU, o “pedido abrange os gastos da União nos últimos cinco anos com o tratamento de pacientes com 26 (vinte seis) doenças cuja relação com o consumo ou simples contato com a fumaça dos cigarros é cientificamente comprovada”. A AGU também afirmou que “solicita a reparação proporcional dos custos que terá nos próximos anos com os tratamentos e o pagamento de indenização por danos morais coletivos”.

“São alvo da ação as maiores fabricantes de cigarros do Brasil: Souza Cruz LTDA, Philip Morris Brasil Indústria e Comércio LTDA e Philip Morris Brasil S/A, que juntas detêm aproximadamente 90% do mercado nacional de fabricação e comércio de cigarros, e suas controladoras internacionais (British American Tobacco PLC e Philip Morris International)”, afirma a AGU.

“Como o lucro desse comércio é remetido para o exterior, para essas multinacionais, nada mais justo que elas venham a ter que esse pagar esse ônus que estão deixando com a sociedade brasileira”, explicou o coordenador Regional de Atuação Proativa da Procuradoria-Regional da União na 4ª Região, Davi Bressler, durante entrevista coletiva.

A AGU dá conta de que a responsabilização civil e a compensação dos danos ocasionados pelo tabagismo faz parte dos compromissos dos mais de 180 países, dentre eles o Brasil, que assinaram a Convenção-Quadro sobre Controle do Uso do Tabaco (CQCT). De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de morte evitável no mundo.

“Os problemas de saúde relacionados ao consumo de cigarro refletem no tratamento de doenças que custam anualmente, segundo estudos realizados no Brasil, dezenas de bilhões de reais à rede pública de saúde”.

Quantia

A AGU diz que o “valor total que deverá ser ressarcido será calculado futuramente, caso a sentença seja favorável à União”. “A comprovação do prejuízo é possível por meio do chamado nexo causal epidemiológico, que conta com provas científicas para apurar o porcentual de relação direta entre cada doença e o tabagismo. Somente nos casos de câncer de pulmão, por exemplo, 90% deles se devem à dependência de cigarros, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA)”.

“Uma vez estabelecido que a indústria tem que ser responsabilizada, já indicamos na ação todos os parâmetros que podem ser utilizados na liquidação da sentença para calcular o montante exato que deve ser ressarcido”, disse Vinicius Fonseca, advogado da União que atua no caso.

A AGU afirma que há responsabilidade objetiva das empresas, já que ‘as despesas das empresas com a saúde dos consumidores – que já eram consequência esperada da atividade desenvolvida – estão sendo repassadas de forma inadequada à sociedade”.

“A indenização cobrada também se baseia no conceito econômico das externalidades negativas, uma vez que as fabricantes têm deixado de arcar com os custos correspondentes aos riscos decorrentes da atividade da qual obtêm seus ganhos”.

A AGU ainda aponta condutas ‘danosas caracterizadas durante vários anos pela ocultação dos reflexos nocivos do cigarro à saúde”. “As fabricantes de cigarro podem ser condenadas, com isso, ao pagamento de indenização por danos morais coletivos”.

A Advocacia-Geral diz que há “condutas de má-fé praticadas pelas empresas ao longo das últimas décadas”, e elenca: “omissão e manipulação de informações sobre os malefícios do tabagismo, do fumo passivo e do poder viciante da nicotina; venda de cigarros classificados como ‘light’ como menos prejudiciais à saúde; e promoção de estratégias de marketing e propagandas voltadas ao público jovem”.

“É um trabalho de pesquisa e coleta de evidências que vem sendo feito há mais de dois anos. É uma ação bastante densa, com diversos documentos anexados”, assinalou a procuradora-regional da União na 4ª Região, Mariana Filchtiner Figueiredo.

Segundo o órgão, a “ação não tem como objetivo proibir ou impedir a atividade das fabricantes de cigarros, que continuarão funcionando normalmente”. “Ela em nada atinge a produção interna de tabaco e a condição do Brasil de líder mundial em exportação de folhas do produto (já há 26 anos) e, por consequência, os ganhos dos produtores brasileiros. Cerca de 70% da produção nacional de tabaco é destinada ao mercado externo”.

Precedente internacional

A Advocacia-Geral da União afirma, por meio de nota, que a “partir de 1994, os estados que compõem os Estados Unidos da América começaram a ajuizar ações com o mesmo intuito contra as principais fabricantes de cigarros”.

“Parte dos processos culminou com a assinatura de um acordo com 46 estados, em que as empresas se comprometeram a realizar pagamentos perpétuos àquelas unidades federadas e se submeterem a medidas como: restrições quanto a formas de publicidade, vedação de seu direcionamento a jovens e proibição à realização de declarações falsas sobre os efeitos do cigarro na saúde. Como resultado desses processos, a indústria do cigarro já pagou mais de R$ 500 bilhões aos estados norte-americanos nos últimos 20 anos”.

“Em 2006, uma juíza da Vara de Columbia proferiu uma decisão histórica concluindo que a indústria do fumo atuou de forma organizada desde a década de 1950 para distorcer informações sobre os reflexos do cigarro, mesmo sabendo dos efeitos da nicotina à saúde das pessoas. A sentença determinou que 11 empresas de tabaco alvo da ação movida pelo governo dos Estados Unidos publicassem dados de alerta à sociedade em veículos de comunicação”, narra a AGU.

Segundo a Advocacia, as “chamadas declarações corretivas deveriam reconhecer que as fabricantes minimizaram os efeitos do uso do tabaco, negaram a capacidade de a nicotina gerar dependência química e apresentaram cigarros ‘ligth’ como menos perigosos à saúde”. “Além dos casos pioneiros ocorridos na justiça norte-americana, ações similares já foram ajuizadas no Canadá, na Nigéria e na Coreia do Sul.”

A reportagem entrou em contato com as empresas. O espaço está aberto.

Estadão Conteúdo

Comments

George R.R. Martin pode escrever um final diferente para ‘Game of Thrones’

O escritor americano George R.R. Martin insinuou que pode decidir escrever um final diferente nos últimos dois livros de sua saga “Game of Thrones”, após o final da série que acabou deixando muitos fãs decepcionados.

Depois de publicar entre 1996 e 2011 cinco volumes da série de romances “Crônicas de Gelo e Fogo”, nos quais se baseia “Game of Thrones”, o escritor parou de escrever.

O sexto livro, “Winds of Winter” (“Os Ventos do Inverno”), ainda está em processo de escrita, lembrou o autor em mensagem postada na noite de segunda-feira em seu blog. Martin também prevê um sétimo volume, “Spring Dream”.

Por falta de material literário, os roteiristas da série tiveram que conceber por conta própria o final, seguindo as indicações de Martin. “Como terminará a série de livros?”, escreveu Martin, que mora em Santa Fé, no Novo México. “O mesmo que a série? Com um final diferente? Bem … sim, e não, e sim, e não, e sim, e não, e sim”, prosseguiu. “O livro ou a série, qual será o final ‘real’?”, questionou.

Fonte: Blog do BG

 

Dólar tem maior queda diária em quatro meses e fecha a R$ 4,04

Num dia de reposição de perdas no mercado financeiro, a moeda norte-americana teve forte queda, e a bolsa de valores subiu. O dólar comercial encerrou esta terça-feira (21) vendido a R$ 4,048, com queda de R$ 0,057 (-1,39%). Esse foi o maior recuo diário desde 31 de janeiro, quando a divisa tinha caído 1,77%.

No mercado de ações, o dia foi de euforia. Em alta pelo segundo dia seguido, o Ibovespa, principal índice da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), subiu 2,76%, aos 94.484 pontos. Essa foi a maior alta diária desde 11 de março (+2,79%). Ontem (20), o índice tinha subido subiu 2,17% depois de uma sequência de quedas que fez o Ibovespa fechar no menor nível do ano.

Pelo segundo dia seguido, o Banco Central (BC) vendeu dólares das reservas internacionais, no chamado leilão de linha. O órgão injetou US$ 1,25 bilhão no mercado de câmbio com compromisso de recomprar o dinheiro mais tarde. Amanhã (22), o BC repetirá a operação.

Também hoje, a agência de classificação de risco Fitch manteve a nota da dívida pública brasileira, com perspectiva estável (sem a possibilidade de alterar a classificação nos próximos meses). O país continua três notas abaixo do grau de investimento – garantia de que o país não corre o risco de não conseguir pagar a dívida pública.

Agência

 

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Para evitar um tensionamento na relação com o Legislativo e o Judiciário, o governo de Jair Bolsonaro iniciou uma reanálise de pontos considerados polêmicos do decreto que flexibilizou as regras sobre o direito ao porte de armas e munições no país.

Segundo relatos feitos à Folha, duas questões que devem passar por estudo, com a possibilidade de alteração, são a regra que prevê a efetiva necessidade de transporte de armas a categorias profissionais, como políticos e jornalistas, e a extensão do porte dos dispositivos letais a todos os praças das Forças Armadas.

Os dois pontos têm sido criticados por especialistas em segurança pública e por professores de direito, para os quais não poderiam ter sido definidos por meio de um decreto presidencial. Eles também foram questionados por uma análise técnica feita pela Câmara dos Deputados.

O processo de reanálise é feito pelo setor jurídico do Palácio do Planalto e é focado em trechos que são considerados sensíveis e com potencial de questionamento jurídico. O objetivo é identificar o que pode ser modificado e que não altere o sentido geral da medida.

Nas palavras de um assessor presidencial, mudanças podem ser feitas caso se chegue ao entendimento de que é possível, ao mesmo tempo, “reduzir a tensão do questionamento” e manter a garantia às “liberdades individuais”. A decisão final caberá ao presidente.

No início deste mês, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que o decreto tem inconstitucionalidades e que, caso não seja alterado, ele teria amplo apoio para ser derrubado. O alerta levou o presidente a buscar alternativas.

Na mesma época, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, disse que Bolsonaro considera que a iniciativa é constitucional, mas que ele aceitaria analisar eventuais sugestões de mudanças feitas pelo Poder Legislativo.

A iniciativa pode ser invalidada ou alterada por meio da edição de um projeto de decreto legislativo. Para ser aprovado, precisa do apoio de maioria simples tanto no Senado como na Câmara, sem possibilidade de veto presidencial.

Nesta terça-feira (21), quatorze governadores, de partidos como PT e MDB, divulgaram uma carta aberta contra o decreto de armas. Para eles, a iniciativa pode aumentar os casos de violência e não contribuirá para tornar o país mais seguro.

“Solicitamos aos poderes que atuem para sua imediata revogação”, pediram. “As medidas previstas pelo decreto não contribuirão para tornar nossos estados mais seguros. Ao contrário, tais medidas terão um impacto negativo na violência”, acrescentaram.

No documento, eles ressaltaram que a disponibilidade de armas e munições que são usadas de maneira ilícita “representa um enorme desafio para a segurança pública do país” e defendem a implementação de políticas que melhorem o controle dos dispositivos letais.

“Também é fundamental aumentar os meios de controle e fiscalização para coibir os desvios, enfrentar o tráfico ilícito e evitar que as armas que nascem na legalidade caiam na ilegalidade e sejam utilizadas no crime. Reconhecemos que essas não são soluções mágicas, mas são condições necessárias para a melhoria de nossa segurança pública”, disseram.

O decreto, uma promessa de campanha eleitoral do presidente, amplia o acesso a armas de fogo para 19 milhões de pessoas. Ela também faz com que adolescentes não precisem mais de autorização judicial para praticar tiro e aumenta a quantidade de munição que pode ser comprada.

Na quarta-feira (22), acaba o prazo para que o Palácio do Planalto apresente explicações sobre o decreto, em uma ação protocolada pela Rede. O partido pede a suspensão dos efeitos da medida.

A AGU (Advocacia-Geral da União) informou que pedirá ao Supremo a prorrogação do prazo para esclarecimento. “O objetivo é possibilitar que as manifestações a serem apresentadas ao STF já contemplem possíveis revisões no decreto”, disse. ​

Folhapress

Comments

Avianca recusa proposta da Azul e diz que quer manter operação

A Avianca Brasil enviou a Justiça na noite desta terça-feira (21) documento em que afirma que a proposta da Azul para a compra de seus ativos é juridicamente inviável. A companhia está em recuperação judicial desde dezembro de 2018 e não tem pago salários aos funcionários.

“Não há como validamente alienar a maioria dos ativos (…) via UPI [Unidade Produtiva Isolada] sem a existência de um plano de recuperação judicial apreciado e aprovado pelos credores, requisito imprescindível a celebração de um negócio (…) capaz de manter a transação definitivamente válida”, afirma o documento.

A empresa diz que pretende manter as operações, ainda que em tamanho reduzido e que o plano proposto pela Azul inclui horários de partida e chegada da ponte aérea São Paulo-Rio de Janeiro, “um dos trechos mais rentáveis para o transporte aéreo de passageiros no país, (…) que seriam importantes para a Avianca.”

A Avianca pediu, ainda, que o juiz responsável pelo caso se manifeste sobre o tema e que intime credores e investidores interessados para “dar o mais urgente andamento” à recuperação judicial.

A Azul ofereceu US$ 145 milhões por uma nova UPI com slots (autorizações de pousos e decolagens) da Avianca.

A oferta originalmente aprovada pelos credores foi elaborada pelo fundo Elliott e pelas companhias aéreas Gol e Latam.

O plano previa o fatiamento dos slots da Avianca em sete UPIs, que iriam a leilão no dia 7 de maio. Gol e Latam se comprometeram a oferecer ao menos US$ 70 milhões por uma unidade cada.

O certame, contudo, foi suspenso pelo desembargador Ricardo Negrão, do Tribunal de Justiça de São Paulo, a pedido da Swissport, a quem a Avianca deve R$ 17 milhões.

A credora busca anular o plano de recuperação judicial aprovado. Alega que a oferta de Elliott, Gol e Latam apresenta conflito de interesses porque envolveu pagamentos antecipados das aéreas ao fundo.

Também afirma que é ilegal vender os slots porque não são ativos da Avianca, mas sim concessões. O Tribunal de Justiça da São Paulo deverá julgar a legalidade do pregão em 10 de junho.

Folhapress

Comments

Presidente da CCJ da Câmara diz que vai pautar a reforma tributária nesta quarta

A reforma tributária terá sua admissibilidade votada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara votada nesta quarta-feira, 22, garantiu o presidente do colegiado, deputado Felipe Francischini (PSL-PR). Ele espera liquidar o assunto ainda esta semana para deixar o caminho livre à instalação da comissão especial, que vai discutir o mérito da proposta.

Mais cedo, Francischini já havia avisado que não esperaria a proposta do governo, que está sendo desenhada pela equipe do secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra. Segundo ele, o presidente Jair Bolsonaro indicou que vai enviar o texto apenas após a aprovação da reforma da Previdência.

“Não podemos esperar o ano que vem para começar a tributária”, disse o presidente da CCJ, que espera que a discussão da Previdência se estenda até o fim do segundo semestre deste ano no Congresso Nacional.

A CCJ é a primeira parada de uma proposta que altere a Constituição. A instalação da comissão especial, no entanto, dependerá de uma decisão do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“Havendo a instalação, é necessário que o governo veja que pontos vai querer alterar”, afirmou Francischini. “Seria interessante o governo agilizar logo suas sugestões”, avisou.

Apesar de o avanço da reforma tributária apresentada pelo deputado Baleia Rossi (MDB-SP) ser vista como um sinal do protagonismo da Câmara em detrimento do governo, Francischini ressaltou que nenhuma reforma desse tipo é aprovada sem apoio do Congresso ou do governo. Ele lembrou que é a Receita Federal que precisa operacionalizar as novas regras, daí a necessidade de diálogo.

O presidente da CCJ alertou, porém, que “algo parecido com a CPMF não passa no Congresso”. Ele se disse pessoalmente contra uma proposta de imposto sobre meios de pagamento, como almeja Cintra.

Estadão Conteúdo

Comments

Torneio dá vibradores e kit de depilação como prêmio e atletas se revoltam

Atletas do sexo feminino de squash se revoltaram com a organização de um torneio do esporte na região das Astúrias, na Espanha, devido ao tipo de premiação dado a elas. A competição deu um vibrador, um kit de depilação e um esfoliador elétrico pelo primeiro lugar, prêmios que foram recusados. Os homens receberam apenas o troféu.

“Tenho 37 anos, estou competindo desde os oito e nunca na minha vida ganhei como prêmio nada tão ‘sexista’. O habitual é ganhar material esportivo. Ganhar um vibrador é absurdo. Foi uma surpresa para nós. Eu logo tratei de esconder essas coisas atrás do troféu”, disse Elizabeth Sadó, uma das vencedoras.

As atletas se reuniram e escreveram uma carta à Federação Asturiana de Squash reclamando da atitude e explicando a razão da revolta e da recusa aos prêmios. A porta-voz da Federação, Maribel Toyos, disse apoiar as atletas e responsabilizou a organização do torneio, que pediu desculpas mas afirmou que não considera os prêmios sexistas.

“Eles pedem desculpas, mas explicam que não consideram os presentes sexistas ou de mau gosto. Disseram que não queriam que nós nos sentíssemos mal. Se não tinham essa intenção sexista, por que não entregaram também aos homens? O fato de entregar só às mulheres já é um sexismo”, afirmou Toyos ao jornal espanhol Marca.

“A federação apoia as atletas e rechaça totalmente o clube. Os ‘presentes’ são sexistas, só seriam aceitáveis em uma despedida de solteira entre amigas, não em um evento esportivo. Nós ficamos incrédulos quando soubemos. Estou há 20 anos na federação e nunca vi nada igual. Isso não pode passar impune. Esse prêmio é um menosprezo às mulheres. Joga por terra toda a luta por igualdade do esporte dos últimos 20 anos”, finalizou a porta-voz da Federação.

Apesar da promessa de não deixar a situação passar impune, a representante não falou sobre que tipo de sanções pode dar ao clube que organizou a competição.

Esporte Fera

Comments

STF decidirá sobre denúncia de ‘quadrilhão do PP’ após manifestação de domingo

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira, 21, adiar a leitura do voto do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato (STF), sobre o recebimento ou não da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra líderes do chamado Centrão no caso que ficou conhecido como o “quadrilhão do PP”. Esta é a sexta vez em que o caso é adiado.

Conforme informou o jornal O Estado de S. Paulo nesta terça-feira, o Palácio do Planalto acompanha de perto a sessão, pois entende que uma eventual aceitação da denúncia pode ajudar a impulsionar os atos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) nos atos marcados para este domingo, 26. O julgamento só será retomado agora depois da mobilização – ainda não foi marcada a nova data.

Durante a sessão desta terça-feira, a avaliação de ministros do Supremo foi a de que não haveria tempo suficiente nesta terça-feira para todos os cinco integrantes da Segunda Turma do STF votarem no caso, já que apenas o voto de Fachin tem 46 páginas. O julgamento do chamado “quadrilhão do PP” foi iniciado nesta tarde, com a leitura das sustentações orais dos advogados dos quatro parlamentares denunciados a manifestação do representante da PGR – mas nenhum ministro ainda votou.

A denúncia, apresentada na época em que Rodrigo Janot comandava a PGR, envolve o líder da maioria na Câmara, Agnaldo Ribeiro (PP-PB), os deputados Arthur Lira (PP-AL) e Eduardo da Fonte (PP-PE) e o senador Ciro Nogueira (PP-PI), presidente nacional do partido. Os quatro são acusados pelo crime de organização criminosa.

Compromisso

Ao elogiar o voto “extremamente denso” de Fachin (que foi previamente distribuído aos colegas, mas ainda não foi lido), o presidente da Segunda Turma, ministro Ricardo Lewandowski, lembrou os compromissos de agenda dos integrantes da Corte.

“Penso que Vossa Excelência (dirigindo-se a Fachin) também tem o eleitoral (Fachin também atua no Tribunal Superior Eleitoral, que faz sessão às 19h), alguns colegas também têm compromissos no gabinete, eu mesmo tenho audiências no gabinete”, disse Lewandowski.

Para Lewandowski, o ideal é que um “caso tão complexo” seja preferencialmente feito em uma sessão única, com todos os cinco ministros votando em um único dia, sem interrupções.

“Eu me inclinaria no sentido de adiar o julgamento, a leitura do voto do eminente relator, para que oportunamente fizéssemos esse julgamento de forma conjunta, coletiva”, ponderou o ministro, no que foi acompanhado pelos colegas.

Pressão

Durante a sessão, o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, criticou a informação de que os atos de domingo seriam influenciados pelo resultado do julgamento da denúncia.

“Esta Casa (o Supremo) não é pressionável. Qual a relação que pode ter o recebimento de uma denúncia e um movimento que vai se dar no domingo?”, indagou Kakay, que defende o senador Ciro Nogueira.

Para as defesas dos parlamentares denunciados, a acusação da PGR é frágil e se baseia apenas nas delações premiadas do doleiro Alberto Youssef e do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

Estadão Conteúdo

Caixa vai dar desconto de até 90% para clientes com dívidas

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Cerca de 3 milhões de clientes em atraso com a Caixa Econômica Federal poderão renegociar as dívidas com desconto de até 90% no valor total, anunciou o presidente do banco, Pedro Guimarães. Segundo ele, o programa ajudará a estimular a economia.

“Com os descontos, a maioria das dívidas chegará a R$ 2 mil. Essa pessoa que está pagando 10% de juros ao mês poderá pagar juros de 2%”, disse Guimarães, ao chegar para reunião no Ministério da Economia.

Ele não deu data para o lançamento do programa. Apenas disse que a renegociação se concentrará em clientes com renda de até cinco salários mínimos. O presidente da Caixa destacou que o programa deverá recuperar pelo menos R$ 1 bilhão de um estoque total de débitos, estimado em R$ 4 bilhões.

Para Guimarães, além de recuperar parte dos débitos, o programa tem a vantagem de diminuir o prejuízo da Caixa e permitir a retomada do crédito. “São 300 mil pequenas empresas e 2,6 milhões de pessoas [físicas] que poderão renegociar as dívidas. Todos estão negativados. Esses recursos já estão lançados como prejuízo, fora do balanço. Essas pessoas estão à margem, e poderemos voltar a oferecer crédito, como o consignado”, explicou.

Na semana passada, o ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que a Caixa não deveria dar lucro como iniciativa privada. Segundo o ministro, o banco deveria repassar os ganhos para outros objetivos, como reduzir juros.

Agência Brasil

 

LOCAIS

Maple Bear é a única escola do RN medalhista de ouro e prata na Olimpíada International de Matemática

Escola Maple Bear Natal é a única escola do RN que recebeu ouro e prata na Olimpíada International de Matemática.

A Maple Bear acredita na importância da preparação constante dos alunos. Mais do que vencer, os alunos participaram da Olimpíada Internacional Matemática sem Fronteiras (OIMSF) – uma competição internacional de matemática em equipes para estudantes do Ensino Fundamental e Médio – com o objetivo de ter uma vivência diferenciada e internacional do ensino da matemática.

 

Comments

Semurb suspende discussões do novo Plano Diretor de Natal

A Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) decidiu suspender temporariamente as discussões do novo Plano Diretor de Natal. O motivo, segundo o órgão, foram questionamentos jurídicos em torno da formação do Núcleo Gestor organizado pelo Conselho da Cidade do Natal (Concidade).

“Em virtude de questionamentos envolvendo os aspectos regimentais e instalação do Núcleo Gestor do processo de Revisão do Plano Diretor de Natal, esta secretaria, após análise junto à sua assessoria jurídica, decidiu suspender temporariamente os eventos programados até a publicação da composição do Núcleo Gestor”, disse em nota.

Servidores da Saúde estão com processos de insalubridade parados desde o início da gestão de Fátima

Os servidores da saúde, em especial médicos e enfermeiros, que atuam nos hospitais do Estado estão sem receber os adicionais de insalubridade e produtividade. Pior: estão com os processos parados desde o início da gestão da governadora Fátima Bezerra.

Segundo informações dos próprios servidores, a ordem de parar todos os processos partiu do próprio o secretário Cipriano Maia, titular da pasta da Saúde Pública (Sesap).

O blog foi informado que teve gente que abandonou o serviço público porque sem esses adicionais não era economicamente viável manter-se como servidor.

Já foram três pedidos de socorro nos últimos 20 dias. Até agora, nada.

Fonte: Blog do BG

 

Por Igor Jácome, G1 RN

 


45 municípios do RN têm pelo menos uma equipe de Estratégia da Família sem médico. — Foto: Cláudio Oliveira/EPTV

45 municípios do RN têm pelo menos uma equipe de Estratégia da Família sem médico. — Foto: Cláudio Oliveira/EPTV

O Mais Médicos está com 87 sem preenchimento, em 45 municípios potiguares, de acordo com a coordenação estadual do programa. O número mais que dobrou em relação a julho do ano passado, quando havia um déficit de 41 profissionais no sistema. Naquela época, os profissionais cubanos ainda atuavam no Brasil.

Um novo edital foi aberto pelo Ministério da Saúde neste mês, para preencher pelo menos 57 vagas em 41 cidades do estado (veja abaixo), especialmente em áreas vulneráveis e de extrema pobreza. As oportunidades são para médicos formados no Brasil e registrado em algum Conselho Regional de Medicina. As inscrições vão acontecer entre os dias 27 e 29 de maio.

A perspectiva é de que outro edital ainda seja aberto nos próximos dias, mas ainda não há confirmação oficial sobre isso, de acordo com a coordenadora da Comissão do Mais Médicos no RN, Ivana Fernandes, que é da Secretaria Estadual de Saúde.

Ela explica que as vagas ficaram abertas por motivos diversos, como desistência dos profissionais ou pelo fim dos contratos. Cada ciclo de contratação por edital tem duração de três anos.

Em julho do ano passado, o estado tinha 282 vagas preenchidas e 41 “vazios” no programa. O déficit ficou ainda maior no final do ano, quando o governo encerrou a parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS) e o governo Cubano. Na ocasião, 139 profissionais deixaram o Rio Grande do Norte.

O Ministério da Saúde abriu, então, um edital específico para preencher as vagas deixadas pelo cubanos, cujas contratações aconteceram até fevereiro. “Ainda não havia saído edital que tivesse contemplado aquelas outras vagas que já estavam abertas”, lembra.

Apesar de ainda haver 87 vagas abertas, Ivana Fernandes afirmou que nenhum dos municípios estaduais está totalmente descoberto, sem nenhuma equipe do programa de estratégia da família, onde os profissionais do Mais Médicos atuam.

Editais

De acordo com o Ministério da Saúde, são oferecidas 2.037 mil vagas, em todo o país principalmente para atendimento à populações de áreas com maiores dificuldades de acesso ao sistema público de saúde. Veja o edital aqui.

A nova etapa corresponde ao 18º Ciclo do programa, que, na primeira fase, vai priorizar a participação de médicos formados e habilitados, com registro em qualquer Conselho Regional de Medicina do Brasil.

Caso haja vagas remanescentes, as oportunidades serão estendidas, em um segundo chamamento público, aos profissionais brasileiros formados em outros países e que já tenham habilitação para o exercício da Medicina no exterior.

As Prefeituras também deverão renovar ou aderirem às vagas. Veja o edital aqui.

Cidades e número de vagas disponibilizadas em novo edital do Mais Médicos no RN

Os números são preliminares, divulgados pelo Ministério da Saúde.

  1. Assu – 2
  2. Alexandria – 1
  3. Arês – 1
  4. Brejinho – 1
  5. Canguaretama – 1
  6. Coronel Ezequiel – 1
  7. Currais Novos – 2
  8. Parnamirim – 2
  9. Ipanguaçu – 1
  10. Boa Saúde (listada como Januário Cicco) – 1
  11. Jardim de Piranhas – 1
  12. Jardim do Seridó – 1
  13. João Câmara – 4
  14. José da Penha – 1
  15. Lagoa de Pedras – 1
  16. Lucrécia – 1
  17. Luis Gomes – 1
  18. Maxaranguape – 1
  19. Mossoró – 4
  20. Nova Cruz – 3
  21. Olho D’água do Borges – 1
  22. Parazinho – 1
  23. Parelhas – 3
  24. Pau dos Ferros – 1
  25. Portalegre – 1
  26. Serra Caiada – 1
  27. Pureza – 1
  28. Rafael Godeiro – 1
  29. Riacho de Santana – 1
  30. São José de Campestre – 1
  31. São Miguel – 3
  32. São Miguel do Gostoso – 1
  33. São Paulo do Potengi – 1
  34. Serra do Mel – 1
  35. Serra Negra do Norte – 1
  36. Serrinha – 1
  37. Tangará – 1
  38. Tenente Laurentino Cruz – 1
  39. Touros – 2
  40. Vera Cruz – 1
  41. Viçosa – 1

Fonte: G1RN

 

Por G1 RN

 


RN atingiu 69% da meta — Foto: Romero Mendonça/Secom

RN atingiu 69% da meta — Foto: Romero Mendonça/Secom

Mais de 300 mil pessoas consideradas do público-alvo ainda não se vacinaram contra o vírus influenza no Rio Grande do Norte. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde na tarde desta terça-feira (21) com números de todo o Brasil da 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a influenza.

Segundo o relatório, o Rio Grande do Norte vacinou 685.322 pessoas até o momento e a expectativa é de que 993.277 pessoas sejam atendidas. Atualmente, o número de pessoas vacinadas corresponde a 69% do total.

A campanha teve início no dia 10 de abril e no Brasil mais de 37 milhões de pessoas foram imunizadas até o momento – a intenção é que sejam 59 milhões. A campanha se encerra no próximo dia 31.

A vacina não é capaz de causar a gripe, pois inclui só pedaços do vírus. A única contra-indicação é para pessoas alérgicas a algum componente da vacina, como a clara de ovos, usada na fabricação.

Quem deve tomar a vacina?

Conforme orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS), as vacinas oferecidas gratuitamente pelo governo são destinadas a:

  • Crianças de 6 meses a 5 anos de idade;
  • Gestantes;
  • Puérperas, isto é, mães que deram à luz há menos de 45 dias;
  • Idosos;
  • Profissionais de saúde, professores da rede pública ou privada, portadores de doenças crônicas, povos indígenas e pessoas privadas de liberdade;
  • Portadores de doenças crônicas (HIV, por exemplo) que fazem acompanhamento pelo SUS.

Porém, qualquer pessoa pode tomar a vacina. Quem não faz parte dessas categorias pode adquirir a vacina contra a gripe na rede privada por cerca de R$ 100 a 150.

Números no RN

Público-alvo: 993.277

Doses aplicadas: 685.322

Cobertura: 69%

Veja também

JA 2ª Edição

Polícia dá prazo de 3 dias para que represa na fazenda de Gusttavo Lima seja esvaziada

Determinação do delegado é que volume d’água seja rebaixado a um nível que não ofereça mais risco de rompimento em Bela Vista de Goiás. A assessoria do cantor disse que ele ainda não foi notificado.

Fonte: G1RN

Por G1 RN

 


Suspensão acontece para manutenção da ETA de Extremoz — Foto: Divulgação

Suspensão acontece para manutenção da ETA de Extremoz — Foto: Divulgação

O abastecimento de água vai ser suspenso em 18 localidades da Zona Norte de Natal – entre bairros, loteamentos e conjuntos – nesta quarta-feira (22). Segundo a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), o fornecimento será interrompido durante todo o dia e retomado no fim da noite.

Os locais afetados são: África, Algimar, Alvorada, Amarante, Golandim, Igapó, Jardim Lola, Nova Zelândia, Panatis, Parque dos Coqueiros, parte do Conjunto Santarém, parte Gramoré, Potengi, Redinha (nova e velha), Riverside, Santa Inês, Soledade I e Vale Dourado.

Os outros bairros da região também vão sofrer com uma redução no fornecimento. A recomendação da Caern é que os moradores da região reservem água para o período e que a utilizem de forma racional.

A suspensão no abastecimento acontece por conta de uma manutenção preventiva na Estação de Tratamento de Água (ETA) de Extremoz, que abastece 70% da Zona Norte. O abastecimento vai ser retomado na noite de quarta-feira (22) e a normalização deve ocorrer em até 48h.

Fonte: G1 RN

Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA TERÇA-FEIRA

PONTO DE VISTA: A ESQUERDA SEMPRE QUERENDO ENVENENAR. O PROTESTO TEM QUE SER GRANDE DIA 26

PONTO DE VISTA

Caro(a) leitor(a),

Estamos vivendo um momento muito delicado na vida do nosso país. As forças do mal estão trabalhando dia e noite sem parar para fazer o Brasil voltar a viver no mar de lama da corrupção, da falta de moral, da anarquia que estávamos vivendo há bem pouco tempo. A verdade é que o nível de contaminação dos poderes estabelecidos (Executivo, Legislativo e Judiciário) pela corrupção, lavagem de dinheiro e o trafico de drogas estava extraordinariamente alto, tipo 90%. E com um nível de contaminação exorbitante como esse , podemos comparar com uma septicemia, ou infecção generalizada. Apesar da evolução da medicina o índice de pessoas que escapam com vida de uma enfermidade como esta na atualidade ainda é muito baixo. Para salvar um paciente com Septicemia é necessário uma terapia intensiva, com todos os cuidados redobrados e muito antibiótico. No caso de um país com tamanho do Brasil a coisa é complicadíssima, pois a dosagem do remédio tem que ser cavalar.  E o remédio para esse tipo de contaminação se chama “Pacote Anti-Crime para sucumbir com a corrupção, lavagem de dinheiro e tráfico de drogas e no caso da Economia a reforma da previdência. Que precisam ser aprovados o quanto antes sob pena de o paciente não aguentar e sucumbi por falência múltipla dos órgãos” .

Gente! Não podemos ficar de braços cruzados esperando a morte chegar. Temos que participar desse movimento do dia 26/04. Vamos todos pras ruas pressionar o Congresso a votar esses dois projetos. Tirar o pacote anti-crime do banho Maria e colocar na pauta de votação. Fazer o mesmo com o da reforma da previdência e dar um “Salto Quântico” nesse país! 

Manifestação do dia 26/05 – Por que tanta polêmica? O que está em jogo? (Veja o Vídeo)

Muitas pessoas não estão entendendo o que está ocorrendo em relação às manifestações que estão sendo convocadas para dia 26/05. A mídia está desde já distorcendo tudo, tentando passar a imagem de que se trata de uma ação autoritária de conservadores radicais que querem apoiar Bolsonaro em um golpe para fechar o Congresso. Nada mais falso e mentiroso.

O que está em jogo é a sobrevivência dos grupos que dominam a política há décadas e podem ir para a cadeia caso a Lava Jato prossiga e o pacote anticrime do Moro seja aprovado. Questões ideológicas existem, mas são secundárias.

É muita ingenuidade achar que todos os grupos que lutaram contra Bolsonaro na campanha iriam aceitar o resultado após a posse. Pelo contrário, agora vão combater o presidente mais do que nunca.

De um lado

1) centenas de deputados com medo de serem presos,

2) centenas de empresários cúmplices desses parlamentares com medo de serem presos também,

3) corporações criminosas do tráfico internacional de drogas que não querem perder faturamento,

4) dezenas de super empresários que preferem um governo corruptos para manterem seus monopólios e oligopólios,

5) mídia e centenas de empresas que se acostumaram a viver de sugar verbas públicas,

6) oposição que quer voltar ao poder e está disposta a comprar todos os grupos acima com dinheiro público.

Do outro lado, o povo que elegeu Bolsonaro na esperança de combater tudo isso.

As disputas ideológicas se manifestam de forma superficial, através da mídia, para tentar manipular a população colando a pecha de “radicais” nos conservadores, que justamente são os menos radicais, os únicos dispostos a ouvir todos os lados para alcançar conclusões com base na prudência.

Veja o vídeo:

Herbert Passos Neto

Jornalista. Analista e ativista político.

 

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Continuar lendo PONTO DE VISTA: A ESQUERDA SEMPRE QUERENDO ENVENENAR. O PROTESTO TEM QUE SER GRANDE DIA 26

OPINIÃO: QUANDO BANDIDOS TOGADOS AGEM COM ONICIÊNCIA, ONIPOTÊNCIA E ONIPRESENÇA A JUSTIÇA PRA

Caro(a) leitor(a),

Faz tempo que estamos aguardando pelo momento em que teremos um ou mais ministros do STF impedidos pelo senado.  Essa situação vem se arrastando ao longo dos anos, mesmo depois de pelo menos 12 pedidos de impeachment contra alguns ministros do STF. Mais precisamente  contra 03 deles: Gilmar  Mendes, Ricardo Lewandoviski e Dias Toffoli. O STF no Brasil é uma verdadeira bagunça, casa de mãe Joana. Tem ministro empresário que é sócio em várias empresas, tem ministro que recebe mesada de R$ 100.000,00 reais, tem ministro que transgride a lei para todo o Brasil e fica tudo por isso mesmo . Não podemos mais achar que ministro do STF pode fazer e desfazer tudo que quiser sem  a nossa permissão e/ou punição. Por isso precisamos reagir rápido sob pela de perdermos o bonde da história. O povo na rua pressionando o congresso nacional. Depois que tiver o primeiro ministro do STF impedido a coisa muda de figura e de tom. As instituições se moralizam e criam vergonha na cara.

Pedido de impeachment de cidadã contra Gilmar chega ao Senado com 2,1 milhões de assinaturas

Mais um pedido de impeachment contra o ministro Gilmar Mendes está tramitando no Senado Federal, este proposto pela cidadã Sabrina Avosani, de Blumenau (SC).

O fato extraordinário é que acompanha a petição online de Sabrina, 2,1 milhões de assinaturas.

A denúncia de Sabrina argumenta que o ministro “age de maneira a desconstruir todo um trabalho investigativo de nossas polícias, pois acaba por conceder habeas corpus, liberdades provisórias e ou cancelamento de investigações contra pessoas com as quais, sabidamente tem, o denunciado, relações próximas e em alguns casos, relações extremamente íntimas”.

Também consta na denúncia relatos de xingamentos proferidos pelo ministro a membros de outras instituições, o que é visto como uma quebra de decoro incompatível com a função que exerce.

A iniciativa da cidadã é extremamente louvável.

Resta ao Senado Federal ouvir aos anseios populares.

Fonte: Site O Município de Blumenau

Continuar lendo OPINIÃO: QUANDO BANDIDOS TOGADOS AGEM COM ONICIÊNCIA, ONIPOTÊNCIA E ONIPRESENÇA A JUSTIÇA PRA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA QUARTA-FEIRA

Por G1

 

Professores e alunos de mais de 200 cidades do país protestam contra os cortes na educação. Bolsonaro diz que os bloqueios de verbas são necessários, e chama os manifestantes de ‘idiotas úteis’ e ‘massa de manobra’. No plenário da Câmara, o ministro da Educação explica o contingenciamento, e culpa Dilma e Temer. E o G1 mostra qual é o tamanho do bloqueio e analisa o orçamento das 10 maiores universidades federais. O ex-presidente Temer deixa a prisão. ‘Prévia’ do PIB aponta recuo da economia no 1º trimestre.

INTERNACIONAIS

Por Blog do BG

Dólar volta a encostar em R$ 4 e fecha no maior valor em sete meses

Em um dia de tensões no mercado financeiro, a bolsa de valores caiu e a moeda norte-americana fechou no maior nível em sete meses. O dólar comercial no encerramento desta quarta-feira (15) foi vendido a R$ 3,996, com alta de R$ 0,02 (0,51%). Esse foi o maior valor de fechamento desde 1º de outubro, semana do primeiro turno das eleições, quando a cotação tinha atingido R$ 4,018.

Pela manhã, o dólar comercial ultrapassou a barreira de R$ 4. Na máxima do dia, por volta das 10h, chegou a ser vendido a R$ 4,02. No início da tarde, a cotação desacelerou, ficando em torno de R$ 3,99.

Ibovespa

O nervosismo também refletiu-se no mercado de ações. O Ibovespa, principal índice da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), encerrou o dia com queda de 0,51% aos 91.623 pontos. Esse é o nível mais baixo em quatro meses e meio, desde 3 de janeiro. Na ocasião, o indicador tinha encerrado em 91.564 pontos.

Num dia de protestos contra o contingenciamento (bloqueio) de verbas na educação, o mercado financeiro também prestou atenção à divulgação do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br). O indicador, que funciona como uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país), encolheu 0,68% no primeiro trimestre de 2019 contra o último trimestre de 2018.

Cenário externo

No cenário externo, as vendas no comércio nos Estados Unidos caíram 0,2% em abril. Paralelamente, as vendas e a produção industrial na China registraram desaceleração. Os dois países atravessam uma escalada de tensões comerciais, após os Estados Unidos terem sobretaxado produtos chineses em US$ 200 bilhões.

No início da semana, o país asiático informou que aplicarão tarifas sobre US$ 60 bilhões em mercadorias norte-americanas a partir de junho.

Agência Brasil

Fonte: Blog do BG

NACIONAIS

Manifestação na Avenida Paulista, em São Paulo (SP) — Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Manifestação na Avenida Paulista, em São Paulo (SP) — Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Protestos pela educação

Os atos contra os cortes na educação começaram pela manhã e ao longo do dia atingiram 222 cidades nos 26 estados e no DF. Universidades e escolas também fizeram paralisações após convocação de entidades ligadas a sindicatos, movimentos sociais e estudantis e partidos políticos.

Protesto levou milhares de pessoas ao Centro do Rio — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Protesto levou milhares de pessoas ao Centro do Rio — Foto: Marcos Serra Lima/G1

À tarde, manifestantes bloquearam a Av. Paulista nos dois sentidos e se concentraram em frente ao Masp. No início da noite, iniciaram uma passeata até o Ibirapuera. No Rio, estudantes e professores se reuniram na Candelária, no Centro. Manifestantes também fizeram ato no Centro do Recife, e milhares ocuparam a Esplanada dos Ministérios, em Brasília, pela manhã. Em BH, marcha reuniu alunos do ensino médio e universitários.

Piracicaba (SP) tem protesto contra bloqueios na educação — Foto: Sidney Júnior/Arquivo pessoal

Piracicaba (SP) tem protesto contra bloqueios na educação — Foto: Sidney Júnior/Arquivo pessoal

Vários cartazes faziam referência à fala do ministro da Educação, Abraham Weintraub sobre “balbúrdia” em universidades. Uma das faixas dizia que “balbúrdia é contra o dinheiro da educação”; veja fotos com as frases dos protestos.

‘Idiotas úteis’

Bolsonaro chama manifestantes de 'idiotas úteis' e 'massa de manobra'

Bolsonaro chama manifestantes de ‘idiotas úteis’ e ‘massa de manobra’

Ainda pela manhã, nos EUA, onde está para receber uma homenagem em Dallas, o presidente Bolsonaro disse que não queria cortar verbas da educação, mas que o bloqueio foi necessário, e que os manifestantes eram ‘idiotas úteis’ e ‘massa de manobra’.

“É natural, é natural. Agora… a maioria ali é militante. É militante. Não tem nada na cabeça. Se perguntar 7 x 8 não sabe. Se perguntar a fórmula da água, não sabe. Não sabe nada. São uns idiotas úteis, uns imbecis que estão sendo utilizados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitas universidades federais do Brasil”, afirmou Bolsonaro.

No Brasil, a declaração de Bolsonaro teve reações imediatas, e a fala do presidente recebeu críticas de estudantes nas redes sociais, e também nas ruas.

Estudantes protestam na Avenida Paulista — Foto: Bárbara Muniz Vieira/ G1 SP

Estudantes protestam na Avenida Paulista — Foto: Bárbara Muniz Vieira/ G1 SP

Sabatina na Câmara

Abraham Weintraub durante sessão na Câmara, nesta quarta-feira (15) — Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Abraham Weintraub durante sessão na Câmara, nesta quarta-feira (15) — Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Ao explicar os cortes para deputados, no plenário da Câmara, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que o governo Bolsonaro não é responsável pelo contingenciamento atual, e atribuiu culpa ao governo da petista Dilma Rousseff, que tinha Michel Temer como vice. Ele também afirmou ainda que a prioridade do governo é o ensino básico, fundamental e técnico.

“O orçamento atual foi feito pelo governo eleito Dilma Rousseff e Michel Temer, que era vice. Nós não votamos neles. Não somos responsáveis pelo desastre da educação brasileira. O sonho das pessoas é colocar os fihos na educação privada, não na pública”, declarou.

Para entender

Entenda o congelamento de verba das universidades federais — Foto: Arte/G1

Entenda o congelamento de verba das universidades federais — Foto: Arte/G1

No fim de abril, governo anunciou o congelamento de R$ 1,7 bi dos gastos das universidades, de um total de R$ 49,6 bi. Os cortes atingem as 63 universidades e os 38 institutos federais de ensino do país.

O corte, segundo o governo, foi aplicado sobre gastos não obrigatórios, como água, luz, terceirizados, obras, equipamentos e realização de pesquisas. Assistência estudantil e pagamento de salários e aposentadorias não foram afetadas. Segundo o MEC, a verba pode ser desbloqueada no 2º semestre se a arrecadação de impostos crescer.

Temer solto

Michel Temer deixa o Comando do Policiamento de Choque da Polícia Militar na região central de São Paulo e chega em sua casa no Alto de Pinheiros — Foto: Aloisio Mauricio/FotoArena/Estadão Conteúdo

Michel Temer deixa o Comando do Policiamento de Choque da Polícia Militar na região central de São Paulo e chega em sua casa no Alto de Pinheiros — Foto: Aloisio Mauricio/FotoArena/Estadão Conteúdo

O ex-presidente Michel Temer deixou a sede do Choque, da PM de SP, onde estava preso desde segunda (13), após a 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) conceder habeas corpus. Ao chegar na casa dele, em Pinheiros, Temer falou aos jornalistas:

“Duas palavras que eu quero dar. A primeira é que eu me apresentaria à Polícia Federal. Foi o que eu fiz. Em segundo lugar, eu disse que aguardaria com toda a tranquilidade e serenidade a decisão do Superior Tribunal de Justiça que se deu no dia de ontem”.

O Coronel Lima, que também estava preso no presídio militar Romão Gomes, na Zona Norte de São Paulo, também foi libertado no início da tarde.

Recuo na economia

'Prévia' do PIB aponta recuo de 0,68% no 1º trimestre, diz BC — Foto: Arte/G1

‘Prévia’ do PIB aponta recuo de 0,68% no 1º trimestre, diz BC — Foto: Arte/G1

A economia brasileira registrou retração de 0,68% no 1º trimestre de 2019, indica o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), uma espécie de “prévia” do Produto Interno Bruto (PIB), divulgado pelo Banco Central.

Procuradoria-geral

A atual procuradora-geral da República, Raquel Dodge, não se candidatou para disputar recondução ao cargo. Mesmo fora da lista, que teve as inscrições encerradas hoje, Dodge pode ser escolhida pelo presidente Bolsonaro.

Decreto das armas

O Ministério Público Federal entrou com recurso pedindo a suspensão do decreto das armas, elaborado pelo governo Bolsonaro. Para o MPF, decreto é um retrocesso no controle de armas no país e coloca em risco a segurança pública.

O decreto, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, facilita o porte de arma, entre outras categorias, para advogados, caminhoneiros e políticos eleitos – desde o presidente da República até os vereadores.

Também teve isso…

Fonte: G1
Por Blog do BG

Dodge não se candidata para disputar recondução à PGR

A Associação Nacional dos Procuradores da República encerrou a lista de candidatos à lista tríplice para o cargo de procurador-geral da República, nesta quarta-feira, 15, sem o nome de Raquel Dodge, atual chefe do Ministério Público Federal – isso, no entanto, não impede que ela seja a escolhida para um eventual segundo mandato.

Após as eleições internas, marcadas para 18 de junho próximo, os três nomes mais votados serão levados ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), a quem a Constituição confere a prerrogativa de indicar o ocupante da cadeira.

Cabe ao presidente da República escolher, a cada dois anos, o procurador-geral da República. Ele não é obrigado a indicar um nome da lista tríplice. A atual procuradora-geral pode concorrer por fora, assim como, por exemplo, o subprocurador-geral Augusto Aras.

A lista dos que aspiram o topo da instituição é esta:

1) José Robalinho Cavalcanti, atual presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República.
2) Lauro Cardoso, procurador regional, foi paraquedista do Exército e secretário-geral do Ministério Público da União.
3) Blal Dalloul, procurador regional, foi secretário-geral na gestão Rodrigo Janot.
4) José Bonifácio da Andrada, ex-vice da gestão Janot.
5) Luiza Cristina Frischeisen, subprocuradora-geral.
6) Vladimir Aras, procurador regional.
7) Mário Luiz Bonsaglia, subprocurador.
8) Paulo Eduardo Bueno, subprocurador
9) Antonio Carlos Fonseca Silva, subprocurador.
10) Nívio de Freitas, subprocurador.

O mandato de Raquel se encerra em setembro. A eleição da lista tríplice ocorre em 18 de junho. Os candidatos farão o primeiro debate público na sede da Procuradoria Regional da República no Pará, em Belém, na segunda-feira (20), às 15h.

Desde 2003, primeiro ano da era Lula, nomes eleitos em lista tríplice da Associação Nacional dos Procuradores da República são entregues ao presidente da República, que tem indicado o chefe da Instituição, independente da colocação no pleito interno.

O primeiro procurador-geral escolhido por Lula foi Cláudio Fonteles, que permaneceu no cargo entre 2003 e 2005. Ele foi sucedido por Antonio Fernando de Souza (2005-2009), Roberto Gurgel (2009-2013), Rodrigo Janot (2013-2017) e a atual procuradora-geral, Raquel Dodge. Todos foram conduzidos ao cargo com base na lista tríplice da ANPR.

Estadão Conteúdo

Comments

Para Mourão, houve exploração política em protestos: “É óbvio”

O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, avaliou que houve “exploração política” das manifestações desta quarta-feira, 15, contra o bloqueio de recursos da educação. Segundo ele, o contingenciamento é feito todos os anos e as milhares de pessoas que foram às ruas hoje aproveitaram para protestar contra o governo. “Não tem a mínima dúvida”, considerou.

Para o vice-presidente, as manifestações estão dentro da normalidade, mas houve exploração política contra o governo, já que, segundo ele, o contingenciamento orçamentário ocorre todo ano e nem sempre há protestos.

“Em outros anos não houveram (sic) manifestações dessa natureza. É óbvio que houve uma exploração política na manifestação de hoje, para aproveitar como protesto ao nosso governo”, observou.

Ele ainda comentou o tamanho dos atos no país, que ocorreram na maioria das capitais. “O tamanho dos protestos são normais pela arregimentação das organizações que fizeram esse protesto têm condições de mobilizar. Não vejo nada demais, tá dentro da normalidade”, afirmou.

Comments

Flávio Bolsonaro comprou 19 imóveis por R$ 9 milhões, diz MP

Ao pedir à Justiça a quebra do sigilo bancário e fiscal de 95 pessoas e empresas relacionadas ao senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o Ministério Público do Rio de Janeiro apontou indícios de que o parlamentar tenha utilizado a compra e venda de imóveis no Rio de Janeiro para lavar dinheiro.

Segundo os promotores, entre 2010 e 2017, o então deputado estadual lucrou 3,089 milhões de reais em transações imobiliárias em que há “suspeitas de subfaturamento nas compras e superfaturamento nas vendas”. No período, ele investiu 9,425 milhões de reais na compra de dezenove imóveis, entre salas e apartamentos. Faturou mais no mercado imobiliário do que como deputado.

VEJA teve acesso às 87 páginas do documento que embasou o pedido de quebra de sigilo autorizado pelo juiz da 27ª Vara Criminal do Rio. Ali, o MP afirma que a suposta fraude pode ter ocorrido para “simular ganhos de capital fictícios” que encobririam “o enriquecimento ilícito decorrente dos desvios de recursos” da Assembleia Legislativa fluminense.

Os promotores citam casos em que teria havido uma valorização excessiva de imóveis comprados pelo filho Zero Um do presidente Jair Bolsonaro. Em 27 de novembro de 2012, por exemplo, ele adquiriu, por 140 000 reais, um apartamento na Avenida Prado Junior, em Copacabana, Zona Sul carioca. Quinze meses depois, em fevereiro de 2014, vendeu o imóvel por 550 000 reais. Lucro: 292%.

De acordo com o MP, de acordo com o índice Fipezap, utilizado no mercado imobiliário, a valorização de imóveis no bairro ficou em 11% neste período. Também em novembro de 2012, Flávio arrematou outro imóvel em Copacabana, na Rua Barata Ribeiro, desta vez por 170 000 reais. Um ano mais tarde, vendeu por 573 000 reais. Lucro: 237% – nesses doze meses que separam compra e venda, o índice de valorização na área não passou de 9%.

Na medida cautelar, os promotores apontam que os valores declarados para a compra foram inferiores aos do mercado; e, os da venda, superiores. De acordo com os promotores, os dois imóveis de Copacabana foram vendidos com a intermediação do americano Glenn Howard Dillard. Uma das transações deu confusão. O proprietário do apartamento na Prado Junior, o também americano Charles Eldering, acusou Dillard de não lhe ter repassado o dinheiro obtido com a venda.

Veja

Comments

País continuará com déficit até 2025, prevê instituição do Senado

Mesmo com a aprovação da reforma da Previdência, o país continuará a registrar déficits primários – resultado das contas públicas desconsiderando os juros da dívida – até 2025, só voltando a ter resultados positivos em 2026. A conclusão consta de relatório da Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão auxiliar do Senado, divulgado hoje (15).

O relatório também apontou alto risco de descumprimento do teto de gastos – que limita o crescimento das despesas federais à inflação – a partir de 2022. Para 2019 e 2020, a IFI considera baixas as chances de os gastos estourarem o teto, mas vê risco moderado em 2021.

O principal fator para a revisão das projeções foi a piora nas previsões de crescimento econômico e na arrecadação do governo no curto prazo. A IFI reduziu de 2,3% para 1,8% a estimativa de expansão do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos) para 2019. Para 2020, a instituição revisou a estimativa de crescimento de 2,36% para 2,24%.

Segundo a IFI, o acionamento de gatilhos para o teto de gastos a partir de 2023 reduziria o gasto com pessoal em quase dois pontos do PIB: de 4,2% para 2,5% do PIB entre 2020 e 2030. Apesar disso, os gatilhos seriam insuficientes para que o governo tivesse margem para executar as despesas necessárias para o funcionamento da máquina pública.

O menor crescimento adiará a estabilização da dívida pública. No cenário base, o mais provável, a projeção da dívida bruta do Governo Geral para o fim de 2019 passou de 77,8% para 79,6% do PIB. O endividamento continuaria a crescer até atingir o pico de 85,5% do PIB em 2025 e começando a cair gradualmente, até chegar a 82,6% do PIB em 2030. No relatório anterior, a dívida atingiria o ponto mais alto de 82,7% do PIB em 2023 e 2024, caindo para 72,2% até 2030.

No cenário mais pessimista, que não considera a aprovação de nenhuma reforma, a dívida bruta do Governo Geral atingiria 100% do PIB em 2026, e não em 2030, como anteriormente estimado.

Perda de fôlego

O relatório destaca a perda de fôlego da indústria e a manutenção das incertezas domésticas como fatores principais para a revisão para baixo do crescimento econômico. A IFI cita o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho (MG) como fator de impacto na indústria extrativa. Na indústria de transformação, os principais responsáveis pela desaceleração foram o enfraquecimento da demanda argentina, principal destino das mercadorias manufaturadas brasileiras, e a demanda doméstica mais fraca.

Em relação ao varejo, o relatório informa que o desemprego ainda alto impede a recuperação do consumo interno de bens e de serviços. No entanto, a IFI pondera que as projeções para o PIB de 2019 podem ser revistas para cima caso o governo consiga aprovar ações para equilibrar as contas públicas e incentivar a produtividade.

Criada em dezembro de 2016 por resolução do Senado Federal, a Instituição Fiscal Independente produz relatórios, notas técnicas, banco de dados e projeções econômicas que são levadas em conta pelos parlamentares na análise de projetos de lei e de medidas do governo. O órgão pode agir tanto por iniciativa própria como quanto por demandas específicas de senadores.

Agência Brasil

Comments

Vice-presidente reconhece que governo não soube comunicar bloqueio no orçamento

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou hoje (15) que o governo não soube comunicar os bloqueios orçamentários feitos em várias áreas, em especial na educação. Por causa do contingenciamento na área, milhares de manifestantes, principalmente estudantes e professores universitários, saíram às ruas de todo o país para protestar contra a medida.

“Nós, governo, não soubemos comunicar isso. Ficou o tempo todo colocado como corte, aquele número cabalístico de 30%, quando todos os ministérios que têm um grande número de gastos e um orçamento elevado, eles sofreram um bloqueio consistente”, disse Mourão. Segundo ele, a frustração de receitas, causadas pela queda na arrecadação, determina que haja uma contenção orçamentária, que poderá ser desbloqueada no fim do ano.

“Isso é contingenciamento, o que acontece. Eu tenho que me programar, selecionar quais são minhas despesas principais, colocar minha prioridade naquilo ali e retardar minhas despesas secundárias para o segundo semestre do ano, ou até o último trimestre, quando normalmente esses recursos são desbloqueados”, acrescentou.

IstoÉ

Comments

Mais de 33 milhões de pessoas foram vacinadas contra a gripe no país

Mais de 33 milhões de pessoas foram vacinadas contra a gripe no país. O número corresponde a 56% do público-alvo definido pelo Ministério da Saúde para a campanha nacional de imunização contra a gripe deste ano. Os dados atualizados foram divulgados pelo Ministério da Saúde hoje (15).

O governo federal estabeleceu como meta vacinar 59,5 milhões de pessoas com a campanha. Os chamados “grupos prioritários” abrangem idosos (a partir de 60 anos), crianças de até seis anos, gestantes, professores, trabalhadores da saúde, pessoas com doenças crônicas e população privada de liberdade. A faixa etária do público infantil foi ampliada de até cinco anos para até seis anos.

Os estados com maior cobertura até o momento são Amazonas (88,8%), Amapá (83,8%), Espírito Santo (69,4%), Alagoas (66,1%) e Rondônia (66%). A menor cobertura foi detectada nos estados do Rio de Janeiro (38,3%), do Acre (45%), de São Paulo (48,8%), do Pará (50%) e de Roraima (51,8%).

Agência Brasil

Comments

Líder do governo Bolsonaro critica manifestantes: “Fumadores de maconha”

Integrantes do PSL buscaram endossar as críticas do presidente Jair Bolsonaro aos protestos que se espalharam por todo o país contra os cortes do governo na educação. As falas mais duras vieram, principalmente, do líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), e da líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP).

Questionado sobre as paralisações, Waldir chamou os participantes do movimento de “baderneiros” e “fumadores de maconha”. “Por que querem parar? Hoje é feriado? O que acontece é que as pessoas não estão acostumadas com as palavras firmes e duras do presidente. As pessoas são manipuladas, é uma minoria. Quantas pessoas foram para rua? Quem foi? Foram aqueles fumadores de maconha, aqueles baderneiros”, disse o deputado de Goiás.

Mais cedo, o próprio Bolsonaro classificou os integrantes dos protestos como “idiotas úteis” e “imbecis”. O mesmo tom foi adotado pela líder do governo na Congresso. Ao ser ouvida sobre como avaliava as greves, ela procurou deslegitimar os movimentos.

“(Bolsonaro) nunca compactuou com esse tipo de manifestação ideológica, barulhenta e com muito pouca produtividade. Não tem como fazer diálogo com gente que está na rua gritando, esperneando, xingando o governo. Isso não é diálogo, é baderna”, disse.

Questionada se concordava, então, com a afirmação de que se tratavam de “idiotas”, a deputada do PSL evitou usar o mesmo termo. “Eu não falei isso. Eu não vou deixar que ninguém ponha nada na minha boca, mesmo os colegas de imprensa. O que eu disse é que o presidente tem posições fortes (…) e ele sempre teve essa posição de que baderna ideológica não é algo inteligente. Ele não é de meias palavras e não vai ser de meias palavras porque virou presidente”, complementou.

Valor

Comments

Pesquisas no Brasil não estão conectadas com ‘as novas tecnologias’, diz Onyx

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que a pesquisa no Brasil não está conectada com “as novas tecnologias”. A afirmação foi feita logo após o Onyx deixar o plenário da Câmara onde o chefe da Educação está sendo sabatinado nesta quarta-feira, 15.

“O Brasil ainda faz pesquisa básica”, declarou. “Queremos fazer do Brasil um país com capacidade de dar vida esperança para nossos jovens”, afirmou o ministro sobre os objetivos do governo na Educação.

IstoÉ

CommentsComments

Atos contra cortes na educação ocorreram em 170 cidades do Brasil

Milhares de manifestantes realizam protestos contra cortes na educação básica e no ensino superior nesta quarta-feira, 15. Atos ocorrem em um total de 170 cidades, que incluem as capitais de todos os Estados e o Distrito Federal, além de cidades do interior.

Parte das escolas e universidades das redes pública e privada também aderiu às manifestações e cancelaram o dia letivo.

Em visita a Dallas, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) chamou os manifestantes de “idiotas úteis” e “massa de manobra”. Além disso, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, fala na tarde desta quarta sobre o contingenciamento em sessão na Câmara dos Deputados.

Estadão Conteúdo

Comments

Líderes enfatizam questão ideológica e chamam Weintraub de “covarde”

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados 

Em comissão geral no Plenário, o líder do PT, deputado Paulo Pimenta (RS), chamou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, de “covarde” e disse que ele “disputa o título de pior ministro da Educação”.

Pimenta afirmou que Weintraub se esquivou de falar sobre o tema da convocação: o bloqueio de recursos em universidades e institutos federais.

“Não falou sobre cortes, não justificou os critérios e não tem coragem de dizer o que ele e o presidente Bolsonaro pensam: que a universidade não é lugar do filho da classe trabalhadora”, declarou o líder. Segundo ele, os governos petistas promoveram a expansão e a inclusão do ensino superior.

Por sua vez, o líder do governo, Major Vitor Hugo (PSL-GO), rebateu as críticas. “O ministro tem a coragem de expor o que a esquerda fez no passado, que destruiu a educação no Brasil”, sustentou.

Ele afirmou que os indicadores brasileiros no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) caíram inclusive nos governos Lula e Dilma. Disse ainda que a aprovação das reformas da Previdência e tributária vão dar condições para se aumentar os investimentos em educação.

Ideologia

Para o deputado Carlos Jordy (PSL-RJ), as universidades têm sido utilizadas para “balbúrdia” ao mostrar fotos de festas com “satanismo”, entre outras denúncias. O deputado Alexandre Frota (PSL-SP) lembrou que houve cortes no governo Dilma e apontou que a “esquerda tenta desvirtuar o foco do problema, que é a corrupção dos últimos 13 anos”.

O líder do PSL, deputado Delegado Waldir (PSL-GO), informou que conversou com o presidente Bolsonaro, que “teria agradecido aos partidos de centro” pela convocação do ministro da Educação. Ele criticou ainda as manifestações contra os cortes: “As universidades estão paradas. Estão de folga? É feriado?”.

Já a líder da Minoria, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), disse que o ministro da Educação apresentou uma exposição “cínica”. “O argumento para esse desastre não foi dificuldade financeira, mas foi cortar de três universidades que tinham balbúrdia. Argumento ideológico de perseguição das instiuições”, destacou. Ela chamou de “fake news” fotos apresentadas por deputados do PSL – as imagens retratariam, conforme os governistas, festas ocorridas em universidades públicas – e criticou a vinculação do dinheiro da educação à aprovação da reforma da Previdência.

Agência Câmara

 

Ministro diz que deputados não conhecem carteira de trabalho

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados 

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, travava duros embates com deputados durante audiência no plenário da Câmara dos Deputados, chegando a afirmar que já trabalhou com carteira assinada e questionando se os parlamentares sabiam do que se tratava.

Em sua fala, Weintraub negou ainda que existam cortes no orçamento da pasta que comanda, alegando tratar-se de um contingenciamento, e disse que o programa de governo do presidente Jair Bolsonaro previa priorizar a educação básica e fundamental e não o ensino superior.

“Nós não somos responsáveis pelo contingenciamento atual. O Orçamento atual foi feito pelo governo eleito de Dilma Rousseff e do senhor Michel Temer, que era vice. Nós não votamos neles, então nós não somos responsáveis pelo contingenciamento atual. Nós não somos responsáveis, absolutamente, pelo desastre da educação básica brasileira”, disse o ministro aos deputados.

“Não estou querendo diminuir o ensino superior, o que a gente se propõe é cumprir com o plano de governo que foi apresentado a toda população durante a campanha. A prioridade é a pré-escola, o ensino fundamental e o ensino técnico, mantendo a atual estrutura das universidades, porém mudando a estratégia”, acrescentou.

Durante os questionamentos de deputados, Weintraub foi duramente criticado por parlamentares da oposição. O líder do PT, Paulo Pimenta (RS), chamou o ministro de “covarde” enquanto o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), autor do requerimento de convocação do ministro, afirmou que a educação não é uma prioridade do governo Bolsonaro.

Em um dos momentos mais tensos da audiência até aqui, Weintraub lembrou que trabalhou como bancário, com carteira assinada, e disse que talvez os deputados não saibam o que é isso. Ele citou o ministro da Propaganda do regime nazista na Alemanha, Joseph Goebbels, ao afirmar que a oposição busca transformar mentiras em verdades.

“Eu não critico o outro lado, eu não quero morte para o outro lado, eu quero diálogo. Eu quero conversar com base em ciência, em números. Dois mais dois é quatro. Dois mais dois não é 30, não importa quantas vezes você diga isso. Goebbels falava que (se repetisse) mil vezes virava verdade. Continua sendo quatro. Não tem corte”, disse Weintraub.

“Eu gostaria também de falar que eu fui bancário, carteira assinada, viu? A azulzinha, não sei se vocês conhecem. Trabalhei muito, pagava imposto sindical, trabalhei para valer, recebia o tiquetezinho. E tem mais uma coisa: quem ligou para o dono do Santander na Espanha para pedir a cabeça de uma bancária, colega minha, porque ela ousou falar que se a Dilma fosse eleita, o dólar ia subir e a bolsa ia cair, foi o Lula, que hoje está na cadeia”, disparou.

Weintraub se referia ao episódio ocorrido durante a campanha eleitoral de 2014 em que uma funcionária do banco Santander escreveu em nota a clientes de alta renda da instituição que a reeleição da então presidente Dilma Rousseff deterioraria o desempenho da economia brasileira.

A declaração do ministro instaurou um tumulto no plenário e o presidente em exercício da Câmara, Marcos Pereira (PRB-SP), pediu calma aos deputados, ao mesmo tempo que disse ter se sentido pessoalmente ofendido pela declaração de Weintraub sobre a carteira de trabalho e pediu ao ministro que se ativesse ao tema da audiência.

Terra

 

LOCAIS

Fátima e Boulos participam dos protestos em Natal

Embedded video
A governadora Fátima Bezerra e o candidato derrotado a presidente Guilherme Boulos participaram dos protestos contra o contingenciamento de recursos da educação realizado pelo Governo Federal.

Ela aproveitou o momento em que os estudantes passaram em frente ao Centro Administrativo para declarar o apoio, juntamente com Boulos, movimentos sociais, sindicatos e centrais sindicais.

“Verás que uma professora não foge à luta!”, disse na rede social.

Fátima participou do protesto exatamente no momento em que o Governo do Estado precisa do apoio financeiro do Governo Federal, inclusive participando de reuniões com o presidente Jair Bolsonaro e assessores.

 

Presos após pichar sede do PSL, estudantes são levados para a delegacia dentro de carro de sindicato

Os dois jovens que foram detidos na noite desta quarta-feira (15) após pichar a sede do PSL em Natal foram levados para a delegacia dentro de um carro do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte).

Escoltados por polciais e, em meio a uma corrente formada por outros estudantes, os detidos foram encaminhados para a Delegacia, onde foram assinar um Termo Circustanciado de Ocorrência (TCO) pelo dano provocado ao patrimônio, pelo ato de vandalismo e ainda por crime ambiental.

Ao deixarem a sede do PSL, os dois jovens gritaram “Viva a revolução”. Os dois foram acompanhados por parentes.

As imagens foram registradas pela equipe do Via Certa Natal.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA QUARTA-FEIRA

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

Por G1

 

MP aponta indícios de que o senador Flávio Bolsonaro praticou lavagem de dinheiro com a compra e venda de apartamentos. Nos EUA, o pai dele, o presidente Jair Bolsonaro, é homenageado em Dallas. Cortes na educação: reitores de institutos federais se reúnem com o ministro Abraham Weintraub. Ministo da Justiça Sérgio Moroconcedeu entrevista à GloboNews. IBGE divulga os números do desemprego no 1º trimestre.

INTERNACIONAIS

Eleições nos EUA

Os pré-candidatos à presidência americana até terça-feira (14). — Foto: Fotos: AP, Reuters e Twitter. Montagem: G1

Os pré-candidatos à presidência americana até terça-feira (14). — Foto: Fotos: AP, Reuters e Twitter. Montagem: G1

A disputa presidencial americana, marcada para novembro de 2020, já começou. Até ontem, 23 pré-candidatos já declararam a intenção de concorrer à nomeação democrata. No lado republicano, um candidato concorre à nomeação além do atual presidente, Donald Trump.

G1 reuniu os nomes dos que já anunciaram que vão concorrer, de acordo com informações do jornal “The New York Times” e da agência Associated Press (AP), assim como daqueles que já estão qualificados para os debates. Veja quem são os pré-candidatos.

Fogo devastador

Grupo de bombeiros do Serviço Florestal dos EUA combatem incêndio Camp Fire, em Paradise, na Califórnia — Foto: Stephen Lam / Reuters

Grupo de bombeiros do Serviço Florestal dos EUA combatem incêndio Camp Fire, em Paradise, na Califórnia — Foto: Stephen Lam / Reuters

Uma faísca em uma linha de alta tensão elétrica operada pela empresa PG&E foi a causadora do incêndio mais mortífero da história da Califórnia, nos Estados Unidos, que no ano passado matou 85 pessoas ao consumir em chamas uma cidade de 26.000 habitantes. Os dados são do Departamento Florestal e de Proteção contra Incêndios.

Voos para Venezuela suspensos

O governo dos Estados Unidos suspendeu todos os serviços aéreos – de passageiros e cargas – para a Venezuela, alegando questões de segurança. O departamento de Transportes informou que a decisão foi adotada de acordo com os departamentos de Estado e de Segurança Interna, após a conclusão de que “as condições na Venezuela ameaçam a segurança de passageiros, aeronaves e tripulações que viajam para ou a partir daquele país”.

Líder separatista preso

Jose Antonio Urruticoetxea Bengoetxea, conhecido como ‘Josu Ternera’, ex-líder do grupo separatista basco ETA, em imagem de arquivo de arquivo de 3 de setembro de 2000, na França — Foto: Bob Edme/ Arquivo / AP Photo

Jose Antonio Urruticoetxea Bengoetxea, conhecido como ‘Josu Ternera’, ex-líder do grupo separatista basco ETA, em imagem de arquivo de arquivo de 3 de setembro de 2000, na França — Foto: Bob Edme/ Arquivo / AP Photo

O histórico líder da organização terrorista e separatista ETA, José Antonio Urrutikoetxea Bengoechea, conhecido como “Josu Ternera”, foi preso nesta quinta-feira, na França. Ternera estava foragido desde 2002.

‘The Big Bang Theory’

Elenco de The Big Bang Theory se reúne em jantar antes do último episódio da série — Foto: Reprodução / Instagram / KaleyCuoco

Elenco de The Big Bang Theory se reúne em jantar antes do último episódio da série — Foto: Reprodução / Instagram / KaleyCuoco

Comédia mais longa da TV americana, ‘The Big Bang Theory’ termina hoje após 12 temporadas. Na despedida da série, o G1 responde a dúvidas sobre o futuro dos atores, spin-off, recorde, prêmios e o que vai acontecer no episódio final.

NACIONAIS

Indícios de lavagem de dinheiro

Flávio Bolsonaro comprou e vendeu imóveis para lavagem de dinheiro, segundo o MP

Flávio Bolsonaro comprou e vendeu imóveis para lavagem de dinheiro, segundo o MP

Um relatório do Ministério Público do Rio (MP-RJ) aponta que há indícios de que o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente, comprou e vendeu imóveis para lavar dinheiro. De acordo com o documento, também há elementos que indicam a prática de organização criminosa em seu gabinete na Assembleia Legislativa (Alerj), quando era deputado estadual. O documento sigiloso foi obtido pela revista “Veja”, e as informações foram confirmadas pela TV Globo.

O relatório foi usado pelo MP para justificar à Justiça o pedido de quebra do sigilo bancário e fiscal de 95 pessoas e empresas relacionadas a Flávio. Relatório aponta que senador lucrou mais de R$ 3 milhões com negociação de 19 imóveis.

Flávio Bolsonaro: Em nota, o senador disse que as informações da revista sobre seu patrimônio não são verdadeiras, que continua sendo vítima de vazamentos de informações do processo que está em segredo de Justiça e afirmou que sempre declarou o seu patrimônio à Receita Federal e que a renda dele é compatível com tudo o que foi declarado.

Bolsonaro em Dallas

Bolsonaro causa polêmica ao chamar manifestantes de ‘idiotas úteis’ e ‘massa de manobra’

Bolsonaro causa polêmica ao chamar manifestantes de ‘idiotas úteis’ e ‘massa de manobra’

Jair Bolsonaro será homenageado hoje em Dallas, nos Estados Unidos, com a entrega do prêmio “Personalidade do Ano” pela Câmara de Comércio Brasil-EUA. Antes, ele irá se reunir com empresários. Ontem, se reuniu com o ex-presidente americano George W. Bush.

Nos EUA, o presidente disse que tem se informado pela internet sobre as manifestações contra os cortes na Educação que aconteceram em dezenas de cidades brasileiras. Ele disse que bloqueia verba porque precisa, e chamou manifestantes de ‘idiotas úteis’ e ‘massa de manobra’, declaração que esquentou os protestos no país.

Protestos contra cortes na Educação

Professores e alunos protestam em todo o país contra cortes na educação

Professores e alunos protestam em todo o país contra cortes na educação

Mais de 200 cidades registram protestos e paralisações contra cortes na Educação. Todos os estados e o DF tiveram manifestações, segundo levantamento do G1. Atos foram convocados por estudantes, movimentos sociais, partidos e sindicatos.

Ministro da Educação

Ministro da Educação diz que governos anteriores são culpados pela crise na pasta

Ministro da Educação diz que governos anteriores são culpados pela crise na pasta

Convocado pela Câmara dos Deputados para explicar cortes na Educação, o ministro Abraham Weintraub afirmou não ser responsável pelo atual contingenciamento de verbas no setor e que a prioridade do governo é o ensino básico, fundamental e técnico.

“Não somos responsáveis pelo contingenciamento atual. Este governo, que tem quatro meses, não é responsável pela situação”.

A sessão foi tensa e tumultuada, e foi convocada para o mesmo dia das manifestações contra o bloqueio de verbas anunciado pelo Ministério da Educação (MEC). Houve protestos em cidades de todos os estados e no Distrito Federal. Universidades e escolas também fizeram paralisações.

Hoje, Weintraub se reúne com reitores da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes).

Entrevista à GloboNews

Sérgio Moro concede entrevista à GloboNews — Foto: Reprodução / GloboNews

Sérgio Moro concede entrevista à GloboNews — Foto: Reprodução / GloboNews