Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

EDUCAÇÃO: ESCOLAS DA REDE PÚBLICA DO RN COMEÇARAM O PROCESSO DE RETOMADA DOS TRABALHOS PRESENCIAIS NESTA SEGUNDA-FEIRA (19)

Por G1 RN

 

Escola Estadual Berilo Wanderley em Natal (Arquivo) — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV CabugiEscola Estadual Berilo Wanderley em Natal (Arquivo) — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

As escolas da rede pública do Rio Grande do Norte começaram o processo de retomada do trabalho presencial nesta segunda-feira (19) e esperam cerca de 35 mil alunos para o retorno às aulas na próxima semana.

As aulas foram suspensas no dia 18 de março de 2020, por causa da pandemia da Covid-19. Mais de 16 meses, depois, apenas as escolas da rede privada e poucos municípios voltaram às aulas em formato presencial.

Após a redução na transmissibilidade, na taxa de ocupação de leitos e do início da vacinação dos trabalhadores de educação, o governo chegou a um acordo com a Justiça para dar início ao plano de retomada na rede estadual nesta segunda-feira (19).

Porém, o sindicato dos trabalhadores em educação recorreu à Justiça contra o retorno e quer que os profissionais só voltem ao trabalho presencial após tomar a segunda dose do imunizante contra a Covid.

Pela manhã, nesta segunda (19), escolas estaduais retomaram o trabalho presencial apenas com professores e demais servidores, com planejamento e reuniões com pais.

O estado conta com 586 instituições e cerca de 220 mil alunos matriculados, porém, apenas cerca de 35 mil devem voltar na primeira etapa.

As aulas deverão ser retomadas em fases e com presença de 33% dos estudantes por turma.

Na primeira etapa, serão os alunos do 1º a 5º ano, e da 3ª série do ensino médio em formato híbrido – parte deles em casa e outra parte na escola.

Duas semanas depois, serão acrescentadas as turmas do 6º e 7º ano e alunos da 2ª série do ensino médio, com aulas presenciais.

A última etapa, também duas semanas depois, será com alunos do 8º e 9º ano do ensino fundamental e 1ª série do ensino médio.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo EDUCAÇÃO: ESCOLAS DA REDE PÚBLICA DO RN COMEÇARAM O PROCESSO DE RETOMADA DOS TRABALHOS PRESENCIAIS NESTA SEGUNDA-FEIRA (19)

EDUCAÇÃO: GOVERNO FEDERAL LANÇA CRONOGRAMA NACIONAL DE IMPLEMENTAÇÃO PARA O NOVO ENSINO MÉDIO

MEC apresenta ações para novo ensino médio; veja o que muda

Mudanças serão gradativas até 2024, mas já prevê aumento de 800 para mil horas anuais do tempo mínimo do estudante na escola

Camila Neumam, da CNN, em São Paulo

 Atualizado 14 de julho de 2021 às 11:05

Apenas Goiás atingiu a meta do Ideb para o ensino médio, em 2019Apenas Goiás atingiu a meta do Ideb para o ensino médio, em 2019; média nacional chegou a 4,2, mas ficou abaixo do esperado Foto: Tânia Rêgo – 10.abr.2017/ Agência Brasil

O Governo Federal lançou, nesta quarta-feira (14), o Cronograma Nacional de implementação para o Novo Ensino Médio que foca na escolha de disciplinas pelos jovens e deve começar a ser implementado em 2022, para o 1º ano do ensino médio. Em 2023, as mudanças atingirão o 1º e 2º anos, e até 2024 atingirá os três anos do ensino médio, informou o Ministério da Educação.

O novo cronograma prevê ainda o aumento de 800 para mil horas anuais do tempo mínimo do estudante na escola.

O evento contaria com a presença do presidente Jair Bolsonaro e seria sediado no Palácio do Planalto, em Brasília. Mas nesta manhã Bolsonaro deu entrada no Hospital das Forças Armadas, na capital federal, com dores abdominais, e o evento foi transferido para a sede do Instituto Nacional de Ensino e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A portaria 521 deverá orientar as Unidades da Federação quanto aos procedimentos que deverão ser cumpridos e apoiar no processo de execução de seus currículos, alinhados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

O programa foca em cinco itinerários formativos – linguagens e tecnologias, matemática e suas tecnologias, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional – que poderão ser escolhidos pelos alunos.

Entre as mudanças, haverá também um novo cronograma de formação de profissionais e atualizações das matrizes da Sameb e do novo Enem, que deve seguir as mudanças a partir de 2024.

O MEC também anunciou cursos de formação e centros de mídia para 27 unidades federativas para estratégias que envolvam o ensino híbrido.

As mudanças do Novo Ensino Médio (NEM), ocorrem “afim de garantir uma educação de qualidade a todos os jovens brasileiros e aproximar as escolas da realidade dos estudantes, considerando as novas demandas e a complexidade do mundo do trabalho e da vida em sociedade”, descreveu o Ministério da Educação em nota.

O NEM inclui itinerários formativos que “possibilitam aos estudantes escolherem suas trilhas de aprofundamento, ampliando seus conhecimentos em uma das seguintes áreas: linguagens; matemática; ciências da natureza; ciências humanas e sociais; e formação técnica e profissional”, afirmou a pasta.

Com o NEM, também passa a ser obrigatório o desenvolvimento do projeto de vida dos estudantes. “Esse componente do NEM garante ao estudante um espaço para refletir a respeito do presente e do futuro, contribuindo para o processo de autoconhecimento e desenvolvendo a identidade do jovem, estimulando sua autonomia e oportunizando realizar escolhas mais assertivas ao longo do ensino médio”, definiu o MEC.

O evento reuniu secretários de Educação Estaduais e Distrital, representantes do Conselho Nacional de Educação (CNE), governadores, representantes das Comissões de Educação da Câmara e do Senado e representantes do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed).

Oração pelo presidente

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, fez uma oração pela saúde do presidente que, segundo ele, está com uma “crise de soluços”, que pode ter causado suas dores abdominais.

“Vou insistir e orar pela vida do presidente. Ele está com crise de soluço há alguns dias. […] Oro por sua pronta recuperação”, disse Ribeiro.

Fonte: CNN

Continuar lendo EDUCAÇÃO: GOVERNO FEDERAL LANÇA CRONOGRAMA NACIONAL DE IMPLEMENTAÇÃO PARA O NOVO ENSINO MÉDIO

EDUCAÇÃO: JUSTIÇA POTIGUAR CONFIRMOU A RETOMADA DAS AULAS PRESENCIAIS NA REDE PÚBLICA DE ENSINO NO ESTADO PARA O DIA 19 DE JULHO

Justiça do RN confirma retomada das aulas presenciais a partir do dia 19 de julho

Prazo entre as fases de abertura foi alterado para 14 dias, antecipando o que havia sido previsto no plano apresentado pelo Estado

Redação 12/07/2021 | 09:26

Justiça confirma retomada das aulas presenciais no Estado a partir do dia 19 de julho

Decisão da 2ª vara da Fazenda Pública de Natal foi publicada neste domingo 11. Foto: Ney Douglas Após um pedido de cumprimento de sentença feito pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), a Justiça potiguar confirmou a retomada das aulas presenciais na rede pública de ensino do Estado para o próximo dia 19 de julho. A decisão da 2ª vara da Fazenda Pública de Natal foi publicada neste domingo 11. A Justiça, também acatando pedido formulado pelo MPRN, alterou o prazo entre as fases de abertura proposto no Plano de Retomada apresentado pelo Governo do Estado, que caiu para 14 dias. Esse retorno às aulas será de forma híbrida, gradual e segura. O pedido de cumprimento de sentença foi proposto pelo MPRN em desfavor do Estado devido ao não cumprimento do acordo homologado pela 2ª vara da Fazenda Pública de Natal. Pela decisão publicada neste domingo, os professores retornam às atividades presenciais na próxima segunda-feira (19), tendo a semana de acolhimento. Sobre a antecipação do tempo estabelecido para avanço das fases previstas no plano, a Justiça acatou o pedido do MPRN “tendo em vista o estado avançado de vacinação, em termos etários – atualmente em 39 anos ou com tendência a diminuir a idade da população geral – e da própria recomendação expedida pela Secretaria de Estado da Saúde Pública, em Nota Informativa nº 16/2021, de 2 de julho”. A Justiça já determinou a intimação do Estado do Rio Grande do Norte, por meio da Procuradoria Geral do Estado, da governadora do Estado e do secretário estadual da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer para cumprimento da decisão. Contexto histórico O MPRN vem acompanhando a questão da educação durante a pandemia desde o seu início. O Governo do Estado, desde março de 2020, vem expedindo decretos estabelecendo obrigações e restrições, para os setores público e privado, com o objetivo de enfrentar a situação de emergência da saúde pública. Assim, em 17 de março do ano passado, foi expedido o Decreto Estadual 29.524, estabelecendo em seu art. 2º a suspensão das atividades escolares presenciais nas unidades da rede pública e privada de ensino, no âmbito do ensino infantil, fundamental, médio, superior, técnico e profissionalizante. Seis meses depois, com a melhora da situação epidemiológica do Estado, por meio do Decreto 29.989, de 18 de setembro de 2020, foi autorizada a retomada das atividades escolares presenciais da rede privada de ensino. Naquela oportunidade, no art. 1º do Decreto, restou determinada a suspensão das aulas presenciais na rede pública de ensino do Rio Grande do Norte, no ano de 2020, diante da criação do Comitê de Educação para Gestão das Ações de combate da Covid-19 no âmbito do Sistema Estadual de Ensino do Rio Grande do Norte, através do Decreto Estadual nº 29.973, de 9 de setembro de 2020, com o objetivo de construir diretrizes para orientar as redes de ensino na elaboração de protocolos e normas para o enfrentamento da crise sanitária provocada pelo novo coronavírus, com desdobramentos e tomadas de decisões para a Educação. Ou seja, o Estado decidiu não reabrir as atividades escolares presenciais na rede pública de ensino no ano inteiro de 2020 com o fito de construir e implementar os protocolos sanitários para a reabertura gradual e segura das escolas da rede pública no ano de 2021. Em 1º de janeiro de 2021, sem qualquer impedimento normativo para a retomada das aulas de forma presencial na rede pública, seja do estado ou dos municípios, as escolas públicas em todo o estado permaneceram fechadas, sem a oferta de atividade presencial, com a previsão de retomada de alguns municípios no período de março a abril de 2021, tempo suficiente para concluir a implementação dos protocolos necessários nas unidades escolares. Ocorre que, diante do aumento de casos de infecção pelo coronavírus, foi editado o Decreto 30.388, de 5 de março de 2021, suspendendo as aulas presenciais nas unidades das redes pública estadual e privada de ensino, excepcionando as escolas e instituições de ensino fundamental das séries iniciais e do ensino fundamental I (sem fazer distinção da rede pública e privada). Com o agravamento da situação epidemiológica no estado, o decreto seguinte, de nº 30.419, de 17 de março de 2021, suspendeu todas as atividades presenciais da rede pública e privada de ensino, em seu art. 7º, com vigência até 2 de abril de 2021, mantendo em funcionamento todos os serviços considerados essenciais Diante desse decreto não ter considerado o serviço de educação como de natureza essencial, o Ministério Público Estadual expediu, em 31 de março passado, a Recomendação Conjunta n. 01/2021 ao Estado do Rio Grande do Norte, representado pela governadora de Estado, para que adotasse as medidas legais pertinentes para incluir as atividades/serviços educacionais presenciais, em todas as etapas da educação básica, das redes de ensino pública e privada, no rol das atividades/serviços essenciais nos decretos estaduais a serem expedidos acerca das medidas para o enfrentamento do novo coronavírus no âmbito do Estado e que confira às atividades educacionais presenciais o mesmo tratamento normativo em relação aos demais serviços essenciais quando da aplicação de medidas sanitárias restritivas. Mesmo após a exposição de argumentos jurídicos e científicos ao Governo do Estado acerca da necessidade de se corrigir tamanha distorção, desproporcionalidade e ilegalidade em não considerar a educação como serviço essencial e impor às atividades educacionais medidas restritivas de funcionamento enquanto não se impõe medidas tão severas a outros serviços de natureza essencial. Ainda assim, não houve retorno das aulas presenciais na rede estadual de ensino público. Leia a decisão judicial na íntegra, cllicando aqui. NOTÍCIAS RELACIONADAS Aulas presenciais na rede pública serão retomadas dia 19, diz Governo do RN.

Fonte: Agora RN

Continuar lendo EDUCAÇÃO: JUSTIÇA POTIGUAR CONFIRMOU A RETOMADA DAS AULAS PRESENCIAIS NA REDE PÚBLICA DE ENSINO NO ESTADO PARA O DIA 19 DE JULHO

EDUCAÇÃO: 2ª CHAMADA DO SISU FOI DIVULGADA PELA UFRN

UFRN divulga 2ª Chamada do SiSU

Foto: Cícero Oliveira

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) disponibilizou na noite da última segunda-feira, 3 de maio, a 2ª Chamada dos candidatos que optaram por participar da lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), divulgada no site www.sisu.ufrn.br. A recepção dos documentos para cadastro dos convocados acontecerá entre 5 e 6 de maio no endereço www.sigps.ufrn.br, onde deverão enviar os documentos exigidos em edital, com oportunidade de retificação no dia 10. Caso haja cadastro de um número maior de candidatos que a quantidade de vagas em aberto, haverá a formação de cadastro de reserva.

“Os candidatos que compõem a convocação da 2ª. Chamada, inclusive os suplentes interessados em participar do cadastro de reserva, devem enviar os documentos neste período, pois as vagas não preenchidas após a segunda chamada serão direcionadas aos estudantes que tenham realizado o cadastro”, ressalta a pró-reitora de Graduação da UFRN, Maria das Vitórias Vieira de Sá. A divulgação das listas com os nomes dos candidatos que irão preencher as vagas ociosas acontecerá nas datas definidas no edital, onde também está disponível a relação de documentos necessários para o cadastro.

Assim como na primeira chamada, o cadastro e matrícula da segunda chamada do SiSU serão 100% remotos, em virtude da pandemia da Covid-19. Os convocados que não enviarem a documentação correta serão eliminados do processo seletivo e não serão incluídos em cadastro de reserva para nova convocação. Pedidos de cadastramento em prazos, horários e locais diferentes dos indicados no edital não serão aceitos.

Vagas

Do total de 7.106 vagas disponibilizadas na primeira chamada, cerca de 71% foram preenchidas. Dessa forma, aproximadamente, 2 mil vagas deverão ser ocupadas pelos estudantes da lista de espera, obedecendo a ordem de classificação, desde que tenham enviado a documentação no período definido para cadastro. A lista de espera e todas as informações sobre o SiSU na UFRN estão disponíveis no site www.sisu.ufrn.br.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo EDUCAÇÃO: 2ª CHAMADA DO SISU FOI DIVULGADA PELA UFRN

EDUCAÇÃO: TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DA CIDADE DE NATAL FORAM INCLUÍDOS EM GRUPO PRIORITÁRIO PARA VACINA CONTRA COVID-19

Prefeitura inclui professores e pessoas com deficiência em grupo prioritário para vacinação em Natal

Foto: Reprodução/DOM

A Prefeitura do Natal  publicou no Diário Oficial do Município desta terça-feira(27) a lei número 7.138, para inclusão dos/as trabalhadores/as em educação no município de Natal na fase 1, como grupo prioritário do programa emergencial de vacinação para o combate e erradicação do vírus covid-19 em todo o território do município de Natal, como medida de proteção e segurança, à saúde e vida dos/as trabalhadores/as supracitados/as, que
poderão estar expostos/as a pandemia do coronavírus nas escolas do território natalense.

O documento diz assim:

Faz saber que a CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL aprovou e que sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Ficam incluídos/as os/as trabalhadores/as no município de Natal na fase 1, como grupo prioritário do Programa Emergencial de Vacinação para o combate e erradicação do vírus COVID-19 em todo o território do município de Natal, como medida de proteção e segurança, à saúde e vida dos/as trabalhadores/as supracitados/as, que poderão estar expostos/as a pandemia do coronavírus nas escolas do território natalense.

Parágrafo Único – São considerados/as Trabalhadores/as em Educação, alcançados/as pelos benefícios desta Lei, todos/as aqueles/as profissionais, de todas as categorias, que estejam atuando nas unidades escolares no município de Natal.

Art. 2º A vacinação dos/as Trabalhadores/as em Educação será operacionalizada pelo órgão municipal competente, permitida a realização de convênios ou parcerias para a sua execução, de forma gratuita, àqueles/as trabalhadores/as de que trata esta Lei.

Art. 3º As despesas decorrentes da execução desta lei correrão a conta de dotações orçamentárias próprias da Secretaria Municipal de Saúde Pública, suplementadas, caso necessário.

Art. 4º Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Já a lei  7.139, estabelece prioridade na vacinação das pessoas com deficiência para vacinação contra a covid-19, no âmbito do município de Natal/RN, e dá outras providências.

O documento diz assim:

Art. 1º Fica estabelecida a prioridade na fase I, das pessoas com deficiência, definida no artigo 2º, da Lei 13.146/2015 (Estatuto da Pessoa com Deficiência), na vacinação contra a Covid-19, no âmbito do município de Natal/RN.

Art. 2º Caberá ao Poder Executivo Municipal e a Secretaria Municipal de Saúde proceder a inclusão no rol de prioritários do programa de vacinação as pessoas com deficiência e estabelecer as diretrizes e planejamento de distribuição dos imunizantes.

Art. 3º O Poder Executivo regulamentará esta lei, no que couber, no prazo máximo de 30 dias.

Art. 4º Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação.

Continuar lendo EDUCAÇÃO: TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DA CIDADE DE NATAL FORAM INCLUÍDOS EM GRUPO PRIORITÁRIO PARA VACINA CONTRA COVID-19

EDUCAÇÃO: PRAZO PARA RENOVAÇÃO DE CONTRATO DO FIES É AMPLIADO PELO FNDE

Governo amplia prazo para a renovação de contratos do Fies

FOTO: MARCELLO CASAL JR/AGÊNCIA BRASIL

O FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) ampliou o prazo para a renovação de contrato do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) para o dia 30 de junho. A informação foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) desta segunda-feira (26).

A publicação prevê que o novo prazo para a realização do aditamento vale para os contratos simplificados e não simplificados do Fies referentes aos primeiro semestre de 2021.

Os aditamentos deverão ser realizados por meio do SisFIES, disponível na página eletrônica do Ministério da Educação.

A portaria passa a valer no dia 3 de maio.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo EDUCAÇÃO: PRAZO PARA RENOVAÇÃO DE CONTRATO DO FIES É AMPLIADO PELO FNDE

EDUCAÇÃO: ESCOLAS SÃO INCLUÍDAS NOS SERVIÇOS ESSENCIAIS EM NATAL, SEGUNDO A LEI SANCIONADA PELO PREFEITO ÁLVARO DIAS

Álvaro Dias sanciona lei que inclui escolas entre serviços essenciais durante a pandemia

Prefeito de Natal sanciona lei que inclui escolas entre serviços essenciais durante a pandemia | Rio Grande do Norte | G1

 

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), sancionou nesta quarta-feira(07) uma lei aprovada pela Câmara de Natal que reconhece como serviço essencial os serviços educacionais em escolas públicas e privadas do município, durante a pandemia da Covid-19. Íntegra pode ser conferida.

Continuar lendo EDUCAÇÃO: ESCOLAS SÃO INCLUÍDAS NOS SERVIÇOS ESSENCIAIS EM NATAL, SEGUNDO A LEI SANCIONADA PELO PREFEITO ÁLVARO DIAS

EDUCAÇÃO: CURSO MAIS POPULAR DA UNIVERSIDADE DE YALE CHEGA AO ENSINO MÉDIO GRATUITAMENTE

O curso mais popular de felicidade da Universidade de Yale chega ao ensino médio oferecido gratuitamente a mais de 550 alunos de baixa renda nos Estados Unidos e ainda receberão créditos universitários gratuitos após a conclusão. Uma atitude magnífica que vai levar  a alunos de baixa renda uma oportunidade única de serem pessoas melhores. Então lhe convido a ler o artigo completo a seguir e conhecer os detalhes da matéria!

Yale está oferecendo seu popular curso de felicidade para alguns alunos do ensino médio de graça – incluindo crédito universitário

Em 2018, a professora Laurie Santos de Yale lançou um novo curso, “Psicologia e a Vida Boa”, para atender às crescentes necessidades de saúde mental dos alunos no campus. Foi um sucesso imediato, atraindo mais de 1.200 alunos matriculados na graduação naquele primeiro semestre antes de ser transformado no curso online mais popular da história de Yale.

Agora o curso está sendo oferecido gratuitamente a mais de 550 alunos de ensino médio de baixa renda nos Estados Unidos. Os alunos receberão créditos universitários gratuitos após a conclusão.

Nosso objetivo é equipar os alunos com estratégias cientificamente validadas para viver uma vida mais satisfatória, ao mesmo tempo em que criamos oportunidades para alunos de baixa renda e negros e ricos demonstrarem estar prontos para a faculdade”, explicou Santos, professor de psicologia e chefe do Silliman College em Yale.

De acordo com um comunicado de Yale , o novo programa – que foi desenvolvido em parceria com a University of Connecticut e o National Education Equity Lab com o apoio da Arthur M. Blank Foundation – será oferecido em mais de 40 escolas Title I de 17 cidades , incluindo Atlanta, Nova York, Los Angeles e New Haven. Além de ter acesso às palestras de Santos, os alunos serão apoiados por um professor local em sua escola de ensino médio e um bolsista de ensino de Yale.

 É uma honra estar envolvido neste amplo esforço para ampliar as oportunidades educacionais para a diversificada população de estudantes matriculados neste curso”, disse Zach Silver, um estudante de pós-graduação em psicologia em Yale que é um dos professores bolsistas do novo curso. “Estou emocionado em compartilhar minha paixão por este material com alunos de todo o país.”

A aula, que será ligeiramente modificada em relação ao original, apresentará aos alunos estratégias validadas cientificamente para viver uma vida mais satisfatória e examinará o que a ciência psicológica mostra sobre como ser mais feliz, como se sentir menos estressado e como florescer mais. Os alunos também terão a chance de colocar essas descobertas científicas em prática.

O curso original “Psicologia e a Vida Boa” atraiu um número tão grande de alunos que foi transferido para o Woolsey Hall, a maior sala de concertos do campus. Desde então, a classe gerou um curso on-line de enorme sucesso, ” The Science of Well-Being “, disponível gratuitamente no Coursera com mais de três milhões de inscrições até o momento, e o podcast de sucesso “The Happiness Lab”, um dos 5 melhores podcast da Apple com mais de 30 milhões de downloads.

 Este é um momento muito desafiador, e isso significa que os alunos precisam aprender novas estratégias para proteger sua saúde mental”, disse Santos. “Nosso objetivo é dar aos alunos as ferramentas de que precisam para florescer e se sentir melhor. Além disso, podemos oferecer aos alunos uma experiência educacional rigorosa em Yale e uma oportunidade de ver se eles têm o que é preciso para ter sucesso na faculdade e além. ”

Educadores, alunos ou pais que desejam levar “Psicologia e o Bem Viver” para suas escolas podem manifestar interesse no  site de Santos .

Fonte: Good News Network

Continuar lendo EDUCAÇÃO: CURSO MAIS POPULAR DA UNIVERSIDADE DE YALE CHEGA AO ENSINO MÉDIO GRATUITAMENTE

EDUCAÇÃO: A RELAÇÃO COM OS NOMES DOS CANDIDATOS APROVADOS PARA SEGUNDA CHAMADA DO PROUNI SERÁ PUBLICADA NESTA SEGUNDA FEIRA

MEC publica relação de aprovados na segunda chamada do Prouni

Redação/Portal da Tropical

 Atualizado em:

MEC | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Educação publica, nesta segunda-feira (8), a relação de candidatos aprovados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) de 2021. O prazo para que os selecionados comprovem as informações que foram prestadas na inscrição encerrará no dia 24 de fevereiro.

A lista com o nome dos selecionados para o primeiro processo seletivo de 2021, bem como o cronograma do programa, pode ser acessada por meio do site do Prouni.

Neste ano, o programa oferece bolsas para 13.117 cursos em 1.031 instituições de ensino, localizadas em todos os estados e no Distrito Federal. Mais de 162 mil bolsas estão sendo ofertadas nesta edição do Prouni. Desse total, 52.839 são para cursos na modalidade de educação à distância.

Critérios
Para ter acesso à bolsa integral, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.650) por pessoa. Para a bolsa parcial, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa (R$ 3.300).

É necessário também que o interessado tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral. Professores da rede pública de ensino também podem disputar uma bolsa, e, nesse caso não se aplica o limite de renda exigido dos demais candidatos.

É preciso ainda que o candidato tenha feito a edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), tenha alcançado, no mínimo, 450 pontos de média das notas e não tenha tirado zero na redação.

Excepcionalmente neste ano, os interessados serão selecionados de acordo com as notas do Enem de 2019, uma vez que as provas do Enem 2020 foram adiadas em razão da pandemia da covid-19 e apenas o primeiro dia de provas foi realizado.

Continuar lendo EDUCAÇÃO: A RELAÇÃO COM OS NOMES DOS CANDIDATOS APROVADOS PARA SEGUNDA CHAMADA DO PROUNI SERÁ PUBLICADA NESTA SEGUNDA FEIRA

EDUCAÇÃO: SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO FAZ REVELAÇÕES SOBRE LOCKDOWN IMPOSTO POR DÓRIA E OS REFLEXOS CAUSADOS EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Secretário de Educação de Doria cita depressão do filho e diz: “nada mais justifica que não tenhamos a escola de volta” (veja o vídeo)

Reprodução

Em entrevista ao programa da Jovem Pan, “Direto ao Ponto”, desta segunda-feira (25), Rossieli Soares, secretário estadual de educação de São Paulo, respondeu às perguntas do jornalista Augusto Nunes e outros convidados e fez revelações sobre o novo lockdown imposto pelo governador João Doria (PSDB) e os reflexos mentais em crianças e adolescentes.

“Desde junho, tenho me dedicado a mostrar para as pessoas que nós temos condições de voltar. Obviamente que, quando a gente fala da volta, não é, exatamente, a volta ao normal, ‘do dia pra noite’. É volta com as questões de segurança, com ambiente controlado, com distanciamento, como nós estamos aqui, por exemplo, dentro desse estúdio. É voltar às aulas, sim, porque isso é insubstituível e voltar com segurança”, afirmou.

E completa:

“É um rodízio. Não vão todos os alunos, ao mesmo tempo”, explicou, informando que quando a Secretaria de Educação fez o planejamento para o retorno às aulas, em 2021, a equipe não esperava que todo o estado ficasse em fase vermelha ou laranja.

“Esperávamos que, uma ou outra região, fosse e voltasse… E todo o estado ficou no vermelho ou no laranja”, lamentou a decisão do governador.

“Hoje, pra mim, nada mais justifica que não tenhamos a escola de volta. Mas, estamos perguntando se devemos ou não voltar às aulas, quando deveríamos perguntar: o que eu faço pra voltar às aulas? Deveria ser uma unanimidade que a escola deveria estar aberta. Bar aberto. Tudo aberto e a escola fechada”, criticou.

Citando caso particular de depressão do filho, com a voz embargada, Rossieli se emocionou, ao testemunhar que o menino está doente, possivelmente, em virtude de medidas muito restritivas impostas durante o ano pandêmico:

“O pai e a mãe que ama seu filho não pode ‘abrir mão’ desse futuro. A gente está vendo tantas famílias se desgastarem tanto… até se desmancharem. Depressão, angústia.. Eu tô sofrendo isso, dentro da minha casa com o meu filho. Isso é muito difícil. Eu não quero que ninguém passe pelo que nós estamos passando. Eu não quero que nenhuma outra criança ou jovem passe pelo que meu filho está passando”, finalizou.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo EDUCAÇÃO: SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO FAZ REVELAÇÕES SOBRE LOCKDOWN IMPOSTO POR DÓRIA E OS REFLEXOS CAUSADOS EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES

EDUCAÇÃO: AS INSCRIÇÕES PARA O FIES 2021 COMEÇAM HOJE (26) E VÃO ATÉ DIA (29)

Começam hoje as inscrições para o Fies 2021

Redação*

 Atualizado em:

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Começam hoje (26) e vão até o dia 29 de janeiro as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2021. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), este ano o Fies vai oferecer 93 mil vagas. As inscrições podem ser feitas no portal do Fies. O resultado da seleção será divulgado no dia 2 de fevereiro.

Em caso de pré-seleção para uma vaga na chamada única do Fies, o candidato terá o período de 3 a 5 de fevereiro de 2021 para complementar sua inscrição. Quem não for pré-selecionado vai automaticamente para a lista de espera. A convocação por meio da lista de espera ocorrerá de 3 de fevereiro até 18 de março de 2021.

Pelo regulamento do programa, os candidatos pré-selecionados na lista de espera deverão complementar a inscrição no prazo de três dias úteis, contados do dia subsequente ao da divulgação de sua pré-seleção no FiesSeleção.

Criado em 1999, o Fies tem como meta facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas. Pode se inscrever no processo seletivo do Fies o candidato que participou do Enem, a partir da edição de 2010, e tenha obtido média aritmética nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota superior a 0 na redação. Também é necessário ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

O programa é ofertado em duas modalidades desde 2018, por meio do Fies e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies). O primeiro é operado pelo governo federal, sem incidência de juros, para estudantes que têm renda familiar de até três salários mínimos por pessoa; o percentual máximo do valor do curso financiado é definido de acordo com a renda familiar e os encargos educacionais cobrados pelas instituições de ensino. Já o P-Fies tem regras específicas e funciona com recursos dos fundos constitucionais e dos bancos privados participantes, o que implica cobrança de juros.

Fies segundo semestre

Ontem (25), o MEC publicou, no Diário Oficial da União, as regras para o processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) referente ao segundo semestre de 2021. O cronograma de seleção, entretanto, ainda será publicado em edital específico.

A portaria dessa segunda-feira trata dos procedimentos e regras de oferta de vagas pelas instituições de educação superior, seleção das vagas a serem ofertadas, inscrição dos candidatos, classificação e pré-seleção dos candidatos, complementação da inscrição pelos candidatos pré-selecionados e redistribuição das vagas entre os grupos de preferência.

Fonte: Portal da Tropical _ Notícias

Continuar lendo EDUCAÇÃO: AS INSCRIÇÕES PARA O FIES 2021 COMEÇAM HOJE (26) E VÃO ATÉ DIA (29)

EDUCAÇÃO: EM ENTREVISTA À AGÊNCIA BRASIL PROFESSORES DÃO DICAS PARA O SEGUNDO DIA DE PROVAS DO ENEM

Professores dão dicas para o segundo dia de provas do Enem

Atualizado em:

Resolver questões de anos anteriores, revisar conteúdos estudados durante o ano e relaxar um pouco são algumas das dicas de professores entrevistados pela Agência Brasil para os estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste domingo (24). No segundo dia de aplicação da versão impressa do exame, os candidatos resolverão questões de matemática e de ciências da natureza.

“Neste momento, quando se fala em exatas, a grande dica é fazer as provas anteriores. Pegar as duas últimas provas e ter calma”, diz o diretor-geral do Colégio e Curso Progressão e professor de matemática, Leonardo Chucrute. “O Enem não quer colocar pegadinha para o candidato. O que ele está cobrando é aquilo mesmo. Acredite no que a prova está pedindo, é aquilo mesmo, é o que você sabe fazer. O que falo para o candidato é, mantenha a calma, você está preparado, você estudou, acredite em você”.

Segundo Chucrute, com base na prova do último domingo (17), primeiro dia de aplicação do Enem, a expectativa é que o exame tenha menos textos longos e que os enunciados sejam mais objetivos.

“Não é o momento de querer aprender conteúdos novos, de tirar o atraso, porque isso pode gerar tensão e cansaço desnecessários nesta reta final. Importante revisar e focar nos conteúdos que mais caíram nas provas”, diz o gerente executivo de Avaliações e Conteúdo Digital do SAS e professor de química, Caê Lavor. Na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) estão disponíveis as provas e os gabaritos dos anos anteriores do Enem.

A expectativa de Lavor é que o Enem mantenha o padrão dos conteúdos das últimas edições. “Será uma prova que repete os padrões do Enem. Tanto no conteúdo quanto na abordagem de problemas e conteúdos que são relevantes para o dia a dia dos alunos, que são relevantes para o cotidiano. O Enem cobra problemas e situações práticas, conteúdos que têm aplicação no dia a dia, conteúdos muito técnicos não costumam ser cobrados”.

Razão, proporção, porcentagem, regra de três são, segundo os professores, conteúdos recorrentemente cobrados na prova de matemática. Em biologia, o conteúdo destacado é ecologia; em física, mecânica, que envolve aceleração, velocidade e troca de energia; e, em química, físico-química, que engloba cálculo químico e aplicações práticas das reações químicas.

Na hora da prova 

Segundo o professor e coordenador de matemática do sistema COC by Pearson, Luiz Fernando Duarte, o estudante deve começar pelas questões com as quais tem mais afinidade. “Deve começar pela situação em que se sente mais forte, com o que tiver mais facilidade, para começar com mais confiança. Deve ser aí o ponto de partida”, diz.

“Em uma leitura cuidadosa é possível identificar as questões que podem ser resolvidas mais rapidamente. Isso significa fazer um bom número de questões e ter mais tempo para fazer questões com exigência maior”, orienta. Segundo Duarte, um tempo médio para a resolução das questões é de três minutos para cada. Uma técnica recomendada é que os candidatos leiam com atenção os enunciados, que grifem as partes mais importantes, que podem ajudar na resolução.

Ao todo, os estudantes terão cinco horas para resolver 90 questões. “Tivemos o caso de um aluno, ainda que ele estava fazendo a prova apenas como treineiro, que passou cerca de 30 minutos em uma questão e não conseguiu concluir a prova. Deixou de resolver questões elementares que só de passar o olho conseguiria resolver”, conta o professor de matemática do Centro de Educação de Tempo Integral (CETI) Augustinho Brandão, de Cocal dos Alves (PI), Raimundo Alves de Brito. “O estudante tem que saber identificar aquelas questões que certamente consegue resolver”, acrescenta.

Respirar

Em um ano atípico como o ano letivo de 2020, com a suspensão das aulas presenciais por causa da pandemia do novo coronavírus e, agora, com a realização do exame com uma série de medidas de biossegurança, os estudantes enfrentam uma ansiedade ainda maior. “A gente nem sabe como pedir, está todo mundo muito agitado, mas eu pediria calma. A prova está difícil para todo mundo, a situação é essa para todo mundo. É preciso calma e concentração para fazer a prova”, recomenda Brito.

Ele conta que enfrentou uma série de dificuldades ao longo do ano, com internet escassa no município, por vezes, estudantes não conseguiam sequer acessar um vídeo de três minutos. “Foi muito difícil, foi um ano horrível. A gente conseguiu mais ou menos cumprir a carga horária, mas as aulas ficam muito deficitárias. Estamos esgotados. A gente consegue sentir que não funcionou como a gente queria”, diz o professor.

Lavor concorda. “É um momento de manter a calma. Sei que é difícil. Muitas vezes, o estudo desenfreado e a busca de conhecimento agora criam tensão. Estudar poucas coisas, manter a calma e pensar que este momento vai ser importante para que sejam definidos os próximos passos, a universidade, mas este momento não define quem a gente é”, diz.

Ele chama a atenção para algo fundamental: a respiração. Uma dica é toda vez que o estudante se perceber nervoso, notar a respiração acelerada, parar e apenas respirar, até que ela desacelere. “Identificar a respiração pode ajudar a ter mais atenção plena. A estar presente no momento. Escutar o barulho da respiração por dez segundos”.

Enem 2020 

O Enem começou a ser aplicado no último domingo (17) e segue no próximo (24). No primeiro dia de aplicação, o exame teve abstenção recorde de 51,5%. Do total de 5.523.029 inscritos para a versão impressa do Enem, 2.842.332 faltaram às provas. Nesta edição, o Enem terá uma versão impressa e uma digital, realizada de forma piloto para 96 mil candidatos, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

As medidas de segurança adotadas em relação à pandemia do novo coronavírus serão as mesmas tanto no Enem impresso quanto no digital. Haverá, por exemplo, um número reduzido de estudantes por sala, para garantir o distanciamento entre os participantes. Durante todo o tempo de realização da prova, os candidatos estarão obrigados a usar máscaras de proteção da forma correta, tapando o nariz e a boca, sob pena de serem eliminados do exame. Além disso, o álcool em gel estará disponível em todos os locais de aplicação.

Os candidatos que tiverem sintomas de covid-19 e de outras doenças infectocontagiosas não devem comparecer aos locais de prova. Devem comunicar ao Inep pela Página do Participante. Esses candidatos terão direito à reaplicação, nos dias 23 e 24 de fevereiro.

Fonte: Portal da Tropical_ Notícias

Continuar lendo EDUCAÇÃO: EM ENTREVISTA À AGÊNCIA BRASIL PROFESSORES DÃO DICAS PARA O SEGUNDO DIA DE PROVAS DO ENEM

EDUCAÇÃO: INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO JÁ TRANSFORMOU MAIS DE 4 MILHÕES DE VIDAS

Um sonho despretensioso que se transformou em realidade para salvar e/ou transformar vidas de milhões de brasileiros é o destaque, aqui da coluna EDUCAÇÃO desta quarta-feira. Jovens que se jogaram Brasil afora, numa grande aventura, descobriram um mundo tão carente que resolveram transformar essa aventura num projeto social que tomou proporções gigantescas na educação de jovens carentes, reestruturando escolas com bibliotecas, que hoje são mais de 100. Conheça os detalhes de grandioso projeto, que vem transformando vidas e quase ninguém tem conhecimento disso!

Jovens ousaram sonhar um Brasil melhor e começaram pela educação

Conhecer o Brasil era o maior sonho daquele jovem que, mesmo sem saber direito o que queria, tinha a consciência de que precisaria sair pelo país para descobrir… isso há 20 anos.

Durante um ano, ele reuniu uma turma de amigos e juntos, decidiram colocar os pés na estrada.

“Literalmente nos jogamos em um Brasil desconhecido pela maioria dos brasileiros. Um Brasil muito bonito. Quando realizamos a expedição pelo país e passamos um ano convivendo com esses personagens, também tivemos acesso a um lado que não tinha nada de bonito”, lembra o fotógrafo Luis Eduardo Salvatore, fundador do Instituto Brasil Solidário – IBS.

A viagem, que não tinha muito roteiro, trouxe para a pauta da vida daqueles jovens a percepção de que a educação estava em estado de calamidade na maioria dos lugares que conheceram.

“Ali coexistiam todos os problemas possíveis em um só espaço. Os problemas das escolas nos tocaram particularmente: faltava infraestrutura, saneamento básico, até questões políticas atrapalhavam”, afirma.

“A busca pelo autoconhecimento trouxe para Luiz e seus amigos a descoberta de um mundo muito maior e muito mais necessitado de ajuda do que poderiam imaginar. Ver o que isso se tornou e as proporções que chegaram é inspirador”, contam Iara e Eduardo, Caçadores de Bons Exemplos.

A história

Em 2001, eles começaram a colocar em prática o começo do que seria o Brasil Solidário, com ações de incentivo à leitura.

“Levamos bibliotecas e material escolar que havíamos coletado durante a expedição para comunidades no interior do Brasil. Depois de quase 20 anos de atuação, pudemos sistematizar o trabalho do IBS desta maneira: temos uma tecnologia educacional. E ela se baseia principalmente na formação de professores, como uma rede de profissionais capazes de fazer a transformação e multiplicar as experiências para outras escolas municipais, estaduais e territoriais, oferecendo atividades práticas e complementares”, relata Luiz.

Desde o começo dos anos 2000, o projeto vem trabalhando com temas transversais como incentivo à leitura, novas tecnologias, prevenção à saúde, educação ambiental, artes e cultura e geração de renda.

Mas, também abraçaram a política pública. Criaram escolas-modelo, que estão recebendo capacitação e educação complementar. O projeto acontece ao longo de 30 meses.

“Posso afirmar com segurança: nós temos respostas para os problemas educacionais no Brasil, e essas respostas podem ser multiplicadas. Já atuamos em mais de 500 escolas, impactando mais de 4 milhões de brasileiros, considerando público, direto e indireto. Isso porque, quando você monta uma biblioteca (e nós já montamos mais de 100 em todo país), atrai muitos leitores”, encerra Luiz.

Para saber mais sobre o projeto, acesse o site, o Instagram e o Facebook

Aula do IBS - Foto: divulgação
Aula do IBS – Foto: divulgação
Apresentação circense no IBS - Foto: divulgação
Apresentação circense no IBS – Foto: divulgaçãoFonte:

Só Notícia Boa

Continuar lendo EDUCAÇÃO: INSTITUTO BRASIL SOLIDÁRIO JÁ TRANSFORMOU MAIS DE 4 MILHÕES DE VIDAS

EDUCAÇÃO: O DESMONTE DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA FOI UM PROJETO MACABRO E TOTALITÁRIO DO SOCIALISMO E PT

Socialismo e PT: Projeto de poder macabro e totalitário patrocinou o desmonte da educação brasileira

LER NA ÁREA DO ASSINANTE

Lula e Dilma

É literalmente, de chorar. Mas chorar tudo e de verdade, com sentimento, até esgotarem-se as últimas lágrimas e secar pranto, parar de uma vez, recomeçar. Sim, recomeçar, no mais verdadeiro e autêntico sentido do termo. Mas recomeçar o quê?

Entre as inúmeras “vítimas” produzidas nos últimos trinta anos pelo sistema de governo de plantão, a bola da vez, é a educação. Foi projeto de desmonte, e colocado em prática pelo programa nefasto do poder esquerdopata, onde o que menos se fez, foi educar.

Assim, transformou-se a estrutura educacional do País, em militância, greves e piquetes em favor de grupos de interesses inconfessáveis e espúrios.

O projeto de desmonte, foi de tal ordem, que contemplou todos os níveis de governo. De cima em baixo. Mas o que mais impressionou, foi o “cuidado” que se teve com a nomeação dos reitores de universidades federais.

Todos escolhidos, segundo critérios rigorosos estabelecidos na “cartilha do poder”.

Segundo o Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA), o País teve um dos 10 piores desempenhos do mundo em matemática na avaliação 2018, publicada no final de 2019.

Essa avaliação mundial de educação, é feita a cada três anos e abrange as áreas de leitura, matemática e ciências. Os resultados negativos para a educação brasileira foram verificados mesmo com o aumento da lista dos países participantes, que passou de 70 para 79.

Se o critério fosse da nota de escolas particulares de elite do Brasil, isso colocaria o país na 5ª posição do ranking mundial de leitura do PISA. Já o resultado isolado de escolas públicas ficaria 60 posições abaixo, na 65º entre 79 países, avaliados.

A nota geral do Brasil está entre as mais baixas do mundo nas três áreas avaliadas, leitura, matemática e ciências. Quase metade dos estudantes não chega nem ao nível básico em nenhuma das matérias, destoando do desempenho dos alunos de escolas particulares do Brasil. Talvez esteja aqui, nestes números, inquestionáveis, a tradução do resultado da escola aparelhada, sinistra, da militância e da não educação. Tudo para um povo cada vez mais alienado e propenso ao cabresto, em nome de um projeto de poder macabro e totalitário.

Para atestar a ineficiência, a quase nulidade do que deveria ser o nosso ensino, é só pegar as redações dos estudantes, de qualquer exame que exija tais peças de avaliação. E, não satisfeito com isso, pode-se encontrar muito mais “pérolas”, navegando pelas redes sociais.

Chega a ser um verdeiro assassinato da língua pátria, o que se encontra. Até tem estudos que demonstram a absoluta incapacidade de centenas de milhões de navegadores pelas redes, que sequer conseguem escrever acertadamente o nome da plataforma em que estão navegando. Erram, por exemplo, Facebook, Instagram, ou WhatsApp. “Mas centenas de milhões de navegadores”? Sim. Centenas de milhões de navegadores, já que estamos falando do PISA, que abrange 79 países.

E o que esperar de uma nação que entre 79 países avaliados, ocupa o 60º lugar em leitura, 68º em ciências e 74º em matemática? Paradoxalmente, enquanto estamos entre os do ‘topo’ final da lista, a China e suas colônias, no sentido inverso, lidera o ‘topo’ inicial da lista das 79 nações participantes do estudo.

Mesmo com todos os indicadores desfavoráveis ao Brasil, ao invés de ensinar a grade pertinente ao estágio do aluno, como em todo mundo, o sistema do aparelhamento e da militância, teimava em ‘ensinar’ ideologia de gênero e práticas do MST (táticas de invasão te terras alheias) para as crianças do ensino primário.

Hoje, a questão crucial para o governo é encontrar fórmula para reverter em dois ou três anos o que foi desconstruído e desmontado durante mais de três décadas. Mas o atual governo tem demonstrado que está em busca deste caminho.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Continuar lendo EDUCAÇÃO: O DESMONTE DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA FOI UM PROJETO MACABRO E TOTALITÁRIO DO SOCIALISMO E PT

EDUCAÇÃO: A PARTIR DO DIA 5 DE OUTUBRO AULAS PRESENCIAIS EM FACULDADES DE NATAL SERÃO LIBERADAS PELA PREFEITURA

Por G1 RN

 

UFRN em Natal (Arquivo) — Foto: UFRN/DivulgaçãoUFRN em Natal (Arquivo)

A Prefeitura de Natal liberou retorno a aulas presenciais nas instituições de ensino superior, com sistema híbrido (também online), a partir do dia 5 de outubro. Um decreto sobre o assunto foi publicado nesta sexta-feira (25) no Diário Oficial do Município. As atividades presenciais estavam suspensas desde março, por causa da pandemia do novo coronavírus.

As aulas em formato híbrido já estão liberadas nas escolas privadas da capital desde o dia 10 de setembro, sendo uma opção dos responsáveis, mandar ou não as crianças para aulas presenciais.

A partir do dia 5, universidades e faculdades também poderão retomar as aulas presenciais, mas, segundo a prefeitura, terão que atender s regras estabelecidas em protocolos de prevenção à Covid-19.

“As instituições de ensino superior deverão priorizar medidas para distribuir as aulas presenciais entre os dias da semana, intercalando os componentes curriculares ou turmas com o fim de evitar maior concentração de alunos no ambiente universitário”, diz o decreto.

Segundo o texto, a fiscalização quanto ao cumprimento dos protocolos de segurança caberá às secretarias municipais.

No mesmo diário oficial, o município publicou um protocolo específico para retorno das atividades nas instituições, prevendo orientações que devem ser feitas a estudantes, funcionários e professores, além de ações para identificação de casos suspeitos ou confirmados da Covid-19, com afastamento de pessoas com teste positivo ou que tiveram contato com um paciente. O distanciamento mínimo deve ser de pelo menos 1 metro.

Fonte: G1 RN

Continuar lendo EDUCAÇÃO: A PARTIR DO DIA 5 DE OUTUBRO AULAS PRESENCIAIS EM FACULDADES DE NATAL SERÃO LIBERADAS PELA PREFEITURA

MANIFESTAÇÃO NESTA TERÇA FEIRA EM NATAL PEDE VOLTA AS AULAS PRESENCIAIS

Por Ayrton Freire, Inter TV Cabugi

 

Manifestação pede volta às aulas em Natal — Foto: Ayrton Freire/Inter TV CabugiManifestação pede volta às aulas em Natal — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Pais, crianças, professores e representantes de escolas particulares de Natal fizeram uma manifestação na manhã desta terça-feira (8) pelo retorno às aulas presenciais durante a pandemia do novo coronavírus.

Os manifestantes colocaram cadeiras e mesas escolares na praça 7 de Setembro, no centro da capital, e usaram cartazes defendendo “direito de escolha” das famílias de mandarem seus filhos ou não para a sala de aula.

Em uma proposta de protocolo entregue ao comitê científico do estado, as instituições defendem um ensino híbrido, com aulas presenciais e à distância. Cada família escolheria se mandaria seu filho ou não para a sala de aula.

Cadeiras e mesas escolares foram colocadas na Praça 7 de Setembro, em Natal, em manifestação que pede volta às aulas — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

As aulas estão suspensas desde o dia 18 de março, por causa da pandemia do novo coronavírus. O último decreto sobre o assunto prevê manutenção da suspensão até o próximo dia 18. Na última quinta-feira (3), o secretário de Educação, Getúlio Marques, anunciou o dia 5 de outubro como data para retorno das aulas em todas as redes de educação do estado, desde que cumpridos os protocolos. No mesmo dia, a governadora Fátima Bezerra (PT) foi às redes sociais declarar que tratava-se de uma previsão de data.

“As escolas adotaram protocolos rígidos. Agora mais do que nunca nos adequamos, investimos. Os pais necessitam desse serviço até para retornar ao trabalho. Cada vez que essa data se retarda ficamos frustados. As escolas permanecem com ensino on-line. Mas queremos dar escolha para quem quer voltar”, afirmou Amanda Paiva, coordenadora de uma escola com 110 alunos no bairro Tirol.

A manifestação desta terça (8) começou por volta das 9h na praça que fica entre a prefeitura da capital, a Assembleia Legislativa e do Tribunal de Justiça do Estado, no centro da cidade.

Os participantes mantiveram distanciamento entre si e usavam máscaras. A administradora Juliana Pereira disse que foi a pedido da filha Laura, de 9 anos.

“Escola é vida. Nossas crianças estão tendo problemas emocionais em casa. As famílias que não podem levar os filhos não serão obrigados. Quando as autoridades dão uma data gera uma expectativa nas crianças e elas se sentem frustradas”, considera.

Para o professor Paulo Garcez, também há o medo do desemprego. “Estamos impedidos de dar aulas presenciais desde março. Não foi dado a nós nenhuma certeza. Precisamos garantir nossos empregos. Tudo está aberto e tiram o direito das crianças. Cada vez mais os desempregos vão aumentando. A gente fica ansioso”, conta.

Pais de alunos, professores e donos de escolas participaram de manifestação pedindo volta às aulas em Natal — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Continuar lendo MANIFESTAÇÃO NESTA TERÇA FEIRA EM NATAL PEDE VOLTA AS AULAS PRESENCIAIS

SEGUNDO MP, REITOR DO IFRN DEVE REVOGAR COMPRAS DE NOTEBOOKS CAROS POR SIMILARES COM PREÇOS MENORES

Reitor do IFRN deve revogar compra de 20 notebooks; “Há outros computadores com qualidade similar e preços menores”, diz MPF

As máquinas se destinam à equipe de gestão da instituição e custam, cada uma, R$ 12.700

Redação
24/08/2020 | 09:25

O Ministério Público Federal (MPF) emitiu uma recomendação para que o reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), Josué de Oliveira Moreira, revogue o processo de compra de 20 notebooks do modelo Macbook i5 13. As máquinas se destinam à equipe de gestão da instituição e custam, cada uma, R$ 12.700. Para a finalidade pretendida, o MPF aponta que há outros computadores com qualidade similar e preços menores.

A recomendação, assinada pelo procurador da República Kleber Martins, reforça que, se ainda houver pretensão do IFRN em adquirir notebooks com a mesma finalidade, o instituto deve ampliar o objeto da compra, “de modo a abranger o maior número possível de marcas e modelos disponíveis no mercado, evitando a especificação de uma só marca e/ou modelo, sempre atentando para as necessidades a serem supridas com o bem e a melhor relação custo-benefício”.

Josué de Oliveira terá 10 dias para informar quanto às providências adotadas.

Opções

De acordo com análise da Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Ctic) da Procuradoria da República no RN, um comparativo com outros modelos demonstrou que há opções no mercado com “configurações muito próximas ou mesmo superiores em diversos pontos”. O modelo pretendido pela Reitoria do IFRN é inclusive inferior em alguns aspectos, como tela e resolução; custo de manutenção; e, sobretudo, preço.

Os demais modelos utilizados no comparativo chegam a custar menos de metade do valor estimado no Macbook. “Apesar de ser um aparelho muito bom e ter uma performance ótima, a relação custo benefício é questionável, sobretudo para uma utilização básica. Quando comparado com outros notebooks equipados com o Windows e configuração e material similares, não percebemos vantajosidade na escolha pelo equipamento da Apple para uma utilização administrativa”, aponta o relatório.

Os Macbooks, ressalta a Ctic, geralmente são recomendados para quem trabalha com edição de vídeos e fotos, por possuírem performance e confiança superiores. “Para o uso predominantemente administrativo como por exemplo o acesso à internet, a edição de planilhas e documentos, é possível encontrar equipamentos mais robustos e com uma configuração superior”.

Kleber Martins enfatiza que, em havendo modelos que atendam às necessidades do IFRN e com qualidade similar, o reitor deve levar em conta os princípios constitucionais da eficiência e da economicidade, “a fim de evitar questionamentos e mesmo ações judiciais atribuindo a pecha de ilegalidade aos atos”.

Continuar lendo SEGUNDO MP, REITOR DO IFRN DEVE REVOGAR COMPRAS DE NOTEBOOKS CAROS POR SIMILARES COM PREÇOS MENORES

COM MAIS DE 167 MIL BOLSAS DE ESTUDOS, AS INSCRIÇÕES PARA O PROUNI COMEÇAM NESTA TERÇA FEIRA E VÃO ATÉ DIA 17, SEXTA FEIRA

Inscrições para o Prouni começam nesta terça-feira; são mais de 167 mil bolsas de estudo

Candidatos têm até sexta-feira, dia 17, para concorrer a vagas com descontos integrais e parciais em instituições de ensino superior privadas

RIO — As inscrições para o Programa Universidade para Todos (Prouni) começam nesta terça-feira. O Prouni oferece bolsas integrais (100%) e parciais (50%) em instituições de ensino superior privadas. Nesta edição, serão ofertadas 167.780 bolsas de estudo de 1.061 instituições em todo o Brasil. Os candidatos têm até sexta-feira, dia 17, para se inscrever no portal do Prouni. Na plataforma, também é possível consultar as bolsas disponíveis.
Para se inscrever, é preciso utilizar o login e a senha cadastrados no acesso.gov.br, o portal de serviços do Governo Federal. Nesta edição do Programa, serão oferecidas 60.551 bolsas integrais e 107.229 bolsas parciais.

Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa. O candidato deve ter cursado todo o ensino médio na rede pública, ou na rede particular na condição de bolsista integral da própria escola.

No caso de estudantes com deficiência não é necessário ter cursado todo ensino médio na rede pública ou na rede particular na condição de bolsista integral da própria escola. Já professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública podem participar e não precisam comprovar renda.

Somente poderá se inscrever no Prouni o estudante brasileiro que não possua diploma de curso superior e que tenha participado do Enem mais recente e obtido, no mínimo, 450 pontos de média das notas. Além disso, o estudante não pode ter tirado zero na redação

Ao inscrever-se, o candidato escolhe até duas opções de curso de acordo com sua ordem de preferência e seu perfil socioeconômico. Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar as opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

O resultado da primeira chamada deve ser divulgado no dia 21 de julho. Os candidatos que não forem aprovados na primeira chamada têm outras duas oportunidades: a segunda chamada e a lista de espera.

 

Continuar lendo COM MAIS DE 167 MIL BOLSAS DE ESTUDOS, AS INSCRIÇÕES PARA O PROUNI COMEÇAM NESTA TERÇA FEIRA E VÃO ATÉ DIA 17, SEXTA FEIRA

EDUCAÇÃO:A UFRN FOI LISTADA ENTRE AS 40 MELHORES UNIVERSIDADES DA AMÉRICA LATINA

UFRN é listada entre as melhores da América Latina

 EDUCAÇÃO

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foi listada entre as 40 melhores instituições de ensino superior da América Latina e do Caribe pelo Times Higher Education (THE). O ranking mundial destacou a qualidade de 166 instituições de ensino da região e a UFRN conquistou a 39° colocação.

O ranking incluiu universidades de 13 países da América Latina e do Caribe e selecionou as 166 melhores instituições da região com base em 13 indicadores de desempenho, avaliando aspectos de ensino, pesquisa, transferência de conhecimento e perspectivas internacionais.

A UFRN ficou entre as quatro melhores do Nordeste brasileiro, junto à Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Universidade Federal do Ceará (UFC). Outras instituições nordestinas que conseguiram entrar na lista foram a Universidade Federal de Sergipe (UFS), Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Universidade de Fortaleza (Unifor), Universidade Estadual do Ceará (UECE), Universidade Federal do Piauí (UFPI), Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) e a Universidade do Estado da Bahia (UNEB).

De acordo com o THE, o Brasil é mais uma vez o país mais representado no ranking, com 61 instituições, seguido pelo Chile com 30 e pela Colômbia com 23. Na listagem geral, a Pontifícia Universidade Católica do Chile ocupa a liderança, pelo segundo ano consecutivo, e a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade de Campinas (Unicampi) figuram como segunda e terceira colocadas, respectivamente. Confira o ranking no site.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo EDUCAÇÃO:A UFRN FOI LISTADA ENTRE AS 40 MELHORES UNIVERSIDADES DA AMÉRICA LATINA

EDUCAÇÃO: A VONTADE POLÍTICA PODE MUDAR ESSE PANORAMA RAPIDAMENTE

Na coluna EDUCAÇÃO deste sábado temos um artigo do professor Wallison Ulisses Silva dos Santos que expõe a real situação da educação de nível superior nas universidades públicas do Brasil. Sabemos que o país atravessa grave crise financeira e que os cofres públicos estão quase vazios. O cobertor é curto, é verdade, mas tem de haver uma solução plausível, já que a educação é prioridade 0. Sem ela não chegaremos a lugar nenhum. Algum remanejamento de verba há de ser feito para que a pesquisa não perca o seu espaço e assim não percamos os melhores cérebros para outros países.

18/SEP/2019 ÀS 20:00
Brasil demorar anos recuperar educação pesquisa universitária
Imagem: reprodução

Wallison Ulisses Silva dos Santos*, Pragmatismo Político

O grande acontecimento do mês de maio foi o corte anunciado pelo Governo Bolsonaro a educação universitária com a justificativa, quase inacreditável, que as universidades públicas não produzem pesquisa e são locais de realização de balbúrdias.

Nos dias seguintes as redes sociais foram entupidas de falsos acontecimento que tiveram como objetivo manchar a imagem das instituições de ensino.

As universidades públicas no Brasil são responsáveis por aproximadamente 90% das pesquisas científicas no Brasil e muito provavelmente os outros 10% são de professores formados nas universidades públicas que realizam pesquisas em instituições privadas. Esses trabalhos resultam em vacinas, tratamentos médicos, pesquisas voltadas a sustentabilidade e análises sociais que servem de base para políticas públicas.

Como professor posso afirmar que a educação é um fenômeno social de longo prazo e isso significa que decisões erradas podem impactar na qualidade das universidades por mais de três décadas.

Os investimentos na educação já estavam reduzidos por causa da emenda constitucional de congelamento dos gastos públicos proposta e aprovada durante o Governo Temer. Esse segundo corte ataca a alma das universidades que é a pesquisa e extensão. Comprometer a qualidade das instituições que são do provo brasileiro pode ser uma estratégia de precarizar a educação pública para em poucos anos propor a privatização.

A paralisação de pesquisas aumentará a dependência tecnológica do Brasil e reduzirá a produtividade do trabalhador. Estes resultados aumentaram a distância do Brasil em relação aos países desenvolvidos. A defesa da educação pública é do interesse de todos os brasileiros pela garantia de um futuro melhor.

*Wallison Ulisses Silva dos Santos é graduado em Economia pela UFMT e em Administração pela UNIP, mestre em Economia pela UFMT, coordenador e Professor da Faculdade INVEST Cuiabá.

Fonte: Pragmatismo político

Continuar lendo EDUCAÇÃO: A VONTADE POLÍTICA PODE MUDAR ESSE PANORAMA RAPIDAMENTE

EDUCAÇÃO: GOVERNO VAI REDISTRIBUIR RECURSOS PARA UNIVERSIDADES ATENDENDO CRITÉRIOS QUALITATIVOS

Na coluna EDUCAÇÃO desta segunda-feira você via ler uma reportagem sobre a alteração que o MEC planeja fazer na distribuição dos recursos para universidades federais, levando em consideração atributos como governança, inovação, empregabilidade, entre outros.

MEC estuda mudar distribuição de recursos para universidades federais

Estadão Conteúdo

19/08/19 – 12h00

 

O Ministério da Educação (MEC) estuda mudar a forma de distribuir os recursos para as 63 universidades federais. A ideia é dar mais dinheiro para quem tiver melhor desempenho em indicadores como governança, inovação e empregabilidade, entre outros.

Hoje o modelo de distribuição do orçamento é centrado no tamanho das universidades. Com isso, instituições maiores e com mais alunos, como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), recebem fatia maior do orçamento, embora tenham desempenho pior que outras em indicadores como governança, por exemplo.

“Queremos tratar os diferentes de forma diferente”, afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo o secretário de Educação Superior do MEC, Arnaldo Lima Junior. “Vamos começar a olhar desempenho, não só o tamanho das universidades. Hoje, a matriz do orçamento (para verbas discricionárias) é 90% tamanho e 10% qualidade”, acrescenta.

O governo pretende discutir a nova metodologia com os reitores das universidades. Segundo o secretário, as mudanças nos parâmetros não dependem de alteração na lei, mas somente de ajustes nas regras atuais.

“Não queremos fazer nenhuma ruptura, mas sim uma transição que aponte numa direção. Uma discussão de daqui cinco, dez anos, como queremos esses parâmetros lá na frente. Qual será a matriz orçamentária que balizará daqui dez anos? Até para as universidades maiores também terem incentivos para captar recursos”, afirmou.

Indicadores

O novo desenho de distribuição das verbas pode começar a ser implementado a partir de 2020, mas já neste ano os técnicos estudam usar um dos indicadores – o ranking de governança do Tribunal de Contas da União (TCU) – na hora de determinar quem terá prioridade no desbloqueio de recursos.

Dos R$ 6,9 bilhões de despesas discricionárias das universidades (aquelas que bancam despesas operacionais como conta de luz e serviços de limpeza), R$ 3,2 bilhões estão bloqueados. O governo tem buscado novas fontes de receita para conseguir aliviar ao menos parte do aperto orçamentário a que os órgãos estão submetidos.

Na última edição do ranking do TCU, de 2018, as universidades de Lavras (UFLA) e de Mato Grosso do Sul (UFMS) figuraram no topo da lista e, pela regra, poderiam ser mais beneficiadas na liberação de recursos. O indicador mede aspectos como governança, estratégia, gestão e transparência. Entre as piores estão a UFRJ e a Federal de Roraima (UFRR).

Procuradas, UFRJ, UFRR e UFMS não responderam até a conclusão da reportagem. A UFLA informou que não comentaria medida não implementada. “Acreditamos que o MEC, em algum momento, irá formalizar essa questão de maneira pública. Somente assim teremos elementos concretos para nos manifestarmos”, diz a universidade de Lavras.

Empregabilidade

A ideia do ministério é, no futuro, ampliar o rol de dados utilizados para medir o desempenho das universidades e que poderão ser usados para distribuir os recursos. Um destes indicadores deve ser empregabilidade dos egressos. O plano é comparar as informações do Enade, exame que mede o desempenho dos estudantes de ensino superior, com a base de dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), que traz detalhes sobre os empregos formais no País. Com isso, seria possível saber se as universidades estão conseguindo formar alunos mais aptos a ingressar no mercado de trabalho em suas áreas de atuação – e premiá-las por isso.

Outra ideia é analisar a evolução de criação de patentes, indicador que reflete o grau de inovação dentro das instituições de ensino.

Future-se

O secretário afirma que não se trata de represália a universidades que criticaram o “Future-se”, programa lançado recentemente pelo governo Jair Bolsonaro para as instituições públicas de ensino superior. O programa foi lançado pelo MEC para promover maior autonomia financeira nas universidades e institutos federais por meio de incentivo à captação de recursos próprios e ao empreendedorismo.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, trava desde o início da sua gestão uma queda de braço com os reitores. “Não tem nada a ver com isso. A questão é equidade. Temos gasto de R$ 75 mil reais por aluno na Unifesp e na UFRJ contra R$ 30 mil em universidades do Norte e Nordeste. Não é uma questão de ir contra a UFRJ, mas de ir a favor daquelas que precisam mais”, afirma Lima Junior.

Na semana passada, o MEC resolveu prorrogar por mais duas semanas o prazo para a consulta pública do “Future-se”. De acordo com o ministério, foram registrados mais de 49 mil cadastros de interessados em participar da consulta.

O secretário defendeu o diálogo e a apresentação das sugestões pelas universidades. “A educação vive ainda um momento muito dogmático e isso é expresso em instituições de ensino que estão se manifestando contra o Future-se. Agora é consulta pública”, diz.

“Não é para ser a favor ou contra”, avalia ele sobre as resistências ao programa, que partem sobretudo de grandes universidades como a UFRJ, aprovou nota rejeitando, por unanimidade, o Future-se na forma como foi apresentado.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Isto É Independente

Continuar lendo EDUCAÇÃO: GOVERNO VAI REDISTRIBUIR RECURSOS PARA UNIVERSIDADES ATENDENDO CRITÉRIOS QUALITATIVOS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

Por G1

 


Bolsonaro quer ouvir ministros antes de decidir se veta o projeto sobre abuso de autoridade. O texto, aprovado em votação simbólica na Câmara, define punições para o crime e prevê prisão para juízes e investigadores. A Noruega bloqueia verba de R$ 133 milhões para a proteção da Amazônia. Gilmar Mendes suspende ação da Lava Jato no RJ até que STF julgue caso Coaf. A PRF ordenasuspensão imediata de radares em estradas federais. Bovespa sai do patamar dos 100 mil pontos com temor de recessão global. Guedes ameaça deixar o Mercosul se a Argentina travar acordo com a União Europeia.

NACIONAIS

Punições a autoridades

Bolsonaro afirmou que ouvirá ministros antes de decidir se vetatrechos do projeto de lei que define 30 tipos de abuso de autoridade e estabelece prisão para integrantes dos três poderes, inclusive investigadores e juízes.

A proposta foi aprovada ontem pela Câmara em votação simbólica, o que evitou a exposição direta dos parlamentares.

Juízes, investigadores e policiais criticaram pontos do projeto. O presidente do STJ, João Otávio de Noronha, disse que juízes não podem se ‘intimidar’.

O ministro da Justiça, Sergo Moro, afirmou que o governo vai analisar o texto para verificar se há alguma inconstitucionalidade ou trecho que prejudique o trabalho de juízes, procuradores e policiais.

Preocupação com desmatamento

Ola Elvestuen, ministro do Clima e Meio Ambiente da Noruega — Foto: Monika Skolimowska/dpa-Zentralbild/dpa Picture-Alliance/AFP/Arquivo

Ola Elvestuen, ministro do Clima e Meio Ambiente da Noruega — Foto: Monika Skolimowska/dpa-Zentralbild/dpa Picture-Alliance/AFP/Arquivo

Principal doadora do Fundo Amazônia, a Noruega bloqueou repasse de R$ 132,6 milhões que seriam usados para preservação da floresta e desenvolvimento de projetos na região.

O ministro do Meio Ambiente norueguês Ola Elvestuen disse que o Brasil rompeu o acordo que tinha com a Noruega e a Alemanha ao fechar a diretoria do Fundo, o que impede o envio de recursos.

“O que o Brasil fez mostra que eles não querem mais parar o desmatamento”, afirmou o ministro norueguês ao jornal DN.

O ministro do meio ambiente, Ricardo Salles, após a reunião dos ministros dos Brics em São Paulo nesta quinta-feira (15) — Foto: Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo

O ministro do meio ambiente, Ricardo Salles, após a reunião dos ministros dos Brics em São Paulo nesta quinta-feira (15) — Foto: Bruno Rocha/Fotoarena/Estadão Conteúdo

O ministro Ricardo Salles disse que não se surpreende com a decisão“porque o fundo está suspenso”, e Bolsonaro ironizou: ‘A Noruega não é aquela que mata baleia?’. O presidente ainda sugeriu que o dinheiro seja usado para reflorestar a Alemanha, que também suspendeu repasse de R$ 155 milhões em razão do forte aumento do desmatamento na Amazônia.

C’est fini

O ministro do STF Gilmar Mendes suspendeu uma das ações da Operação C’est Fini, um desdobramento da Lava Jato no Rio, até que a Corte julgue se restringe ou não o compartilhamento de dados do Coaf, órgão de combate à lavagem de dinheiro. A operação apura se houve propina em obras no RJ, e segundo um dos réus, o processo inclui informações detalhadas do Coaf, liberadas sem autorização judicial.

Sem radar

Bolsonaro determina a suspensão do uso de radares móveis nas rodovias federais

Bolsonaro determina a suspensão do uso de radares móveis nas rodovias federais

A Polícia Rodoviária Federal determinou a suspensão imediata da fiscalização por radares móveis nas estradas federais. A medida atende a uma ordem de Bolsonaro e não vale para radares fixos e nem para rodovias estaduais e municipais, que não são de responsabilidade da PRF.

Segundo o governo, a suspensão é para evitar “desvirtuamento do caráter educativo” e “a utilização meramente arrecadatória dos aparelhos”.

Alerta nos mercados

O temor de uma recessão global continuou movimentando os mercados financeiros nesta quinta, e a Bovespa saiu do patamar dos 100 mil pontos pela 1ª vez desde junho. O principal índice da Bolsa de SP fechou em queda de 1,2%, a 99.056 pontos. As bolsas europeias também caíram pelo 2º dia consecutivo. Já o impacto no dólar foi amenizado, após o BC anunciar a venda da moeda à vista.

Brasil e Argentina

O ministro da Fazenda, Paulo Guedes participa de evento do Santander em São Paulo — Foto: Aloisio Mauricio/Estadão Conteúdo

O ministro da Fazenda, Paulo Guedes participa de evento do Santander em São Paulo — Foto: Aloisio Mauricio/Estadão Conteúdo

O ministro Paulo Guedes afirmou que o Brasil pode deixar o Mercosul se uma eventual vitória da oposição argentina travar o acordo entre o bloco e a União Europeia, assinado após 20 anos de negociações.

“O Mercosul é um veículo para a gente abrir a economia. E, se a Kirchner entrar e quiser fechar, a gente sai do Mercosul”, afirmou Guedes. “Vamos abrir (a economia) de qualquer jeito.”

Mercado de trabalho

Números do mercado de trabalho mostram que 3,3 milhões de desempregados procuram trabalho há pelo menos 2 anos, segundo o IBGE. Os números são os maiores para um trimestre desde 2012.

Decreto das armas

O Exército Brasileiro vetou a compra de fuzis por cidadãos comuns, mas liberou o acesso a pistolas que antes eram de uso restrito das forças de segurança, como a 9mm e a .4, ao regulamentar um dos decretos sobre armas do presidente Jair Bolsonaro, que foi publicado em junho. Entidades de direitos humanos criticaram a decisão e temem aumento na letalidade.

Também teve isso…

Imagem de satélite do dia 12 de agosto de 2019 mostra veículos das forças armadas da China dentro do centro esportivo de de Shenzen Bay, que faz limite com Hong Kong — Foto: Maxar Technologies/AP

Imagem de satélite do dia 12 de agosto de 2019 mostra veículos das forças armadas da China dentro do centro esportivo de de Shenzen Bay, que faz limite com Hong Kong — Foto: Maxar Technologies/AP

 

‘Se Kirchner quiser fechar, a gente sai do Mercosul’, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, cogitou nesta quinta-feira, a saída do Brasil do Mercosul caso o candidato da ex-presidente Cristina Kirchner vença as eleições e queira fechar o bloco, atrapalhando o acordo com a União Europeia. “E se a Kirchner quiser fechar (o Mercosul para acordos externos)? Se quiser fechar, a gente sai do Mercosul. E se quiser abrir? Então vou dizer ‘bem-vinda moça, senta aí’”, afirmou o ministro, em evento do banco Santander em São Paulo.

Guedes minimizou um agravamento da crise no país vizinho e seu impacto para o Brasil. Segundo ele, a indústria automotiva só é tão afetada porque a economia brasileira é muito fechada. “Nosso foco é recuperar a nossa dinâmica de crescimento. Desde quando o país, para crescer, precisou da Argentina? Quem disse que esse é o modelo que a gente quer, queremos ter indústria competitiva”, disse.

O ministro afirmou que a guerra comercial entre Estados Unidos e China não vai afetar o PIB brasileiro e poderia, no máximo causar, alterações cambiais, que foram minimizadas por ele. Na sua avaliação, há muito espaço para a disputa entre os dois gigantes econômicos se estender porque as duas potências medem forças para mostrar qual “tem o chifre mais comprido”. Para ele, os EUA vencem esta guerra porque a economia ocidental é mais descentralizada que a oriental.

Estadão Conteúdo

Comments

Às vésperas de liberação de PIS e FGTS, hackers tentam invadir sistema da Caixa

O sistema da Caixa sofreu uma tentativa de invasão de hackers na noite da última quarta-feira, 14, que obrigou o banco a tirar do ar o sistema que contém dados de beneficiários de programas sociais, como o Bolsa Família, e trabalhadores.

O ataque foi feito no banco de dados do NIS (Número de Identificação Social). De acordo com informações do site do próprio banco, devem ser cadastrados no NIS trabalhadores da iniciativa privada, beneficiários de programas sociais (o cadastro é feito pelo gestor do programa) e beneficiários de políticas públicas (o cadastro é feito pelos ministérios).

Ainda segundo o site, para os trabalhadores, este número é usado para identificá-los no recolhimento e recebimento do FGTS, seguro-desemprego, abono salarial e também no ato da aposentadoria.

Procurada pelo Estadão/Broadcast, a Caixa confirmou a tentativa de invasão. Em nota, o banco diz que “identificou, na noite de 14 de agosto de 2019, tentativa de acesso indevido ao sistema corporativo que possui informações cadastrais de cidadãos” e que tomou as medidas necessárias para “impedir a concretização de possíveis fraudes e garantir a segurança dos dados dos cidadãos”. Segundo a Caixa, o ataque não atingiu o sistema que armazena informações do FGTS.

O Estadão/Broadcast apurou com fontes a par do assunto que o sistema foi derrubado ainda na noite de quarta, na tentativa de conter a invasão. Até o momento, o sistema segue fora do ar.

Em nota, a Caixa afirmou que utiliza as “melhores práticas” e ferramentas especializadas em segurança cibernética e atua constantemente na prevenção de eventuais ocorrências de fraudes. O banco diz ainda que realiza o monitoramento das operações e dos acessos aos sistemas que custodiam as informações dos seus clientes e dos cidadãos brasileiros que utilizam seus serviços.

O governo anunciou no dia 27 de julho a liberação de R$ 42 bilhões do FGTS de contas ativas (dos contratos atuais) e inativas (de contratos anteriores), a partir de 13 de setembro, e do Fundo PIS-Pasep, a partir de 19 de agosto. Os trabalhadores poderão sacar até R$ 500 de cada conta que possuírem no FGTS, ativa ou inativa. A partir de 2020, os trabalhadores poderão fazer saques anuais de suas contas no FGTS. O valor do saque anual será um porcentual do saldo da conta do trabalhador. Os trabalhadores poderão fazer os saques inclusive em lotéricas, apenas com identidade, sem necessidade de cartão e senha, apenas com RG e CPF, desde que o valor seja inferior a R$ 100.

“É importante enfatizar que o cidadão deve manter seus dados cadastrais atualizados e que o Cartão do Cidadão e a senha são pessoais e intransferíveis, não devendo ser fornecidos para outra pessoa. O titular do cartão deve guardá-lo em local seguro e deve ser evitada a prática de se anotar senhas em papéis, especialmente aquelas que possibilitam transações financeiras”, recomendou o banco, em nota.

Estadão Conteúdo

 

Municípios querem fatia maior de tributos para apoiar reforma tributária

A CNM (Confederação Nacional de Municípios) quer alterar a proposta de reforma tributária que tramita na Câmara dos Deputados (PEC 45) para aumentar a fatia das prefeituras na arrecadação nacional.

Serão apresentadas cerca de dez emendas à PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que estão sendo elaboradas pela entidade e por parlamentares. Algumas se referem a tributos que não estão incluídos na reforma, que trata apenas daqueles ligados ao consumo.

Os prefeitos querem, por exemplo, obrigar a União a compartilhar, com estados e municípios, a arrecadação da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) e também de todos os tributos que vierem a ser criados pelo governo federal após a reforma.

“Concordamos com esse imposto único [sobre bens e serviços], porque vai haver uma simplificação, mas estamos apoiando uma proposta em que os municípios possam ter uma maior participação no bolo tributário”, afirma o presidente da CNM, Glademir Aroldi.

“Pelas responsabilidades que temos hoje na prestação de serviços à população, teríamos de estar com no mínimo 24% no bolo tributário”, disse Aroldi.

Em 2018, os municípios ficaram com 18% de participação, incluindo arrecadação direta, principalmente com ISS e IPTU, e repasses de parcelas do Imposto de Renda, do IPI e do ICMS, por exemplo.

A PEC 45 prevê a criação do IBS (Imposto sobre Bens e Serviços), que irá substituir cinco tributos: os federais PIS, Cofins e IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), o estadual ICMS (imposto sobre circulação de mercadorias e serviços) e o municipal ISS (Imposto sobre Serviços).

Haveria ainda um imposto seletivo federal sobre bens como cigarros e bebidas. Os municípios também reivindicam uma fatia desse tributo.

A Confederação discutiu as mudanças na PEC em reuniões com parlamentares em Brasília na terça (13) e quarta-feira (14). Entre os participantes dos encontros estão o autor da proposta, deputado Baleia Rossi (MDB-SP), o relator do texto, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), e o deputado Júlio César (PSD-PI).

Júlio César apresentou nesta quarta-feira a emenda que trata da CSLL e prevê o compartilhamento de 49% do tributo com as mesmas destinações já previstas para o IR e o IPI. Pela proposta, o dinheiro deverá ser aplicado com o mínimo de 50% em investimentos e até 50% na quitação de débitos com a União, precatórios e dívidas com bancos oficiais.

Se a norma estivesse em vigor no ano passado, segundo o parlamentar, a distribuição estimada da arrecadação da CSLL teria sido de R$ 40 bilhões para União, R$ 16,9 bilhões para os estados, R$ 19,2 bilhões para os municípios e R$ 2,4 bilhões para os fundos de desenvolvimento regional. Para as prefeituras, isso representa um acréscimo de 30% nas receitas tributárias.

“Importante salientar que a presente emenda está alinhada ao programa de governo, que tem como um de seus lemas ‘Mais Brasil, menos Brasília’”, diz o deputado na justificativa da emenda, em referência à frase repetida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Essa é a terceira emenda à PEC 45. O deputado Capitão Alberto Neto (PRB-CE) apresentou proposta para manter os incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus. O presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), quer criar o imposto único sobre movimentações financeiras, nos moldes da antiga CPMF.

Folhapress

 

CNPq suspende oferta de 4,5 mil bolsas ociosas

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), órgão ligado ao Ministério da Ciência e Tecnologia, informou nesta quinta-feira, 15, a suspensão da indicação de bolsistas. Com a medida, bolsas que estão neste momento ociosas em universidades e instituições de pesquisa deixarão de ser ocupadas.

A medida afeta bolsas de iniciação científica, mestrado e doutorado que são concedidas a estudantes de graduação e pós por meio de instituições de ensino superior e de pesquisa. No total, haverá a suspensão de cerca de 4,5 mil dessas bolsas (de um total de mais de 50 mil oferecidas nessa modalidade).

Bolsas ociosas podem ser aquelas que, por exemplo, aguardam processos seletivos dentro das universidades para serem ocupadas. Segundo o CNPq, a medida foi tomada porque o órgão recebeu indicação de que “não haverá recomposição do orçamento de 2019”. O CNPq é a principal agência de fomento à ciência do governo federal.

O CNPq informou que bolsas concedidas diretamente pela agência aos pesquisadores, como aquelas de pós-doutorado e de produtividade em pesquisa, não serão afetadas por esta suspensão. Bolsas já destinadas, ocupadas pelos pesquisadores nas instituições, também não serão suspensas.

“Reforçamos o compromisso com a pesquisa científica, tecnológica e de inovação para o desenvolvimento do País, e continuamos nosso esforço de buscar a melhor solução possível para este cenário”, informou o órgão.

O CNPq teme que as restrições orçamentárias afetem a concessão de todas as bolsas oferecidas a pesquisadores brasileiros a partir de setembro. No total, são 80 mil. Em entrevista ao Jornal da USP, o presidente do CNPq, João Luiz Filgueiras de Azevedo, disse que a folha de pagamento de agosto zera completamente o orçamento da agência.

No fim de julho, o órgão anunciou a suspensão da concessão de novas bolsas de pesquisa enquanto o governo federal não liberar crédito suplementar. O edital interrompido foi lançado em junho do ano passado e previa duas chamadas de pesquisadores selecionados, uma no início e outra no meio deste ano. No total, estava prevista a liberação de R$ 60 milhões para doutorandos, pós-doutorandos e professores visitantes.

Ministro tenta convencer Paulo Guedes a ‘pegar leve’
Conforme informou a Coluna do Estadão, a equipe econômica já avisou aos ministros que a Lei Orçamentária do próximo ano, que deve ser encaminhada ao Congresso até o dia 31, virá apertada. Com o corte no orçamento deste ano, só há recursos para pagar as bolsas em andamento no CNPq até setembro. “Gasto com MCTI é retorno de investimento”, disse o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, na tentativa de convencer Paulo Guedes a pegar leve.

Cientistas fazem abaixo-assinado contra cortes

Nesta terça-feira, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), junto com outras 65 entidades científicas e acadêmicas, lançou uma petição online em defesa do CNPq. O abaixo-assinado alerta para a situação crítica em que se encontra a agência.

Segundo o texto, o governo “precisa urgentemente recompor o orçamento do CNPq” aprovado para 2019, com um aporte suplementar de recursos da ordem de R$ 330 milhões para que a agência possa cumprir seus compromissos deste ano.

Até as 20 horas desta quinta-feira, a petição já havia sido assinada por 94 mil pessoas.

Estadão Conteúdo

Comments

Planos de saúde do tipo ‘falso coletivo’ crescem 58%

Planos de saúde conhecidos como “falsos coletivos”, que trazem garantias mais frágeis para usuários e são ofertados para grupos com menos de 30 pessoas, cresceram 58% em cinco anos, mostra uma pesquisa inédita obtida pelo Estado. Preparado pelo Grupo de Estudos sobre Planos de Saúde da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), o trabalho revela que entre 2014 e 2019 o número de pessoas vinculadas a esse tipo de contrato saltou de 3,3 milhões para 5,2 milhões.

Hoje, a modalidade representa 11% do mercado. Há cinco anos, o porcentual era de 6,6%.

“Com o fim da oferta de planos individuais pelas empresas, usuários acabam sendo empurrados para esse tipo de produto, na esperança de ter garantia de atendimento médico quando necessário”, conta o coordenador do estudo, o professor Mário Scheffer. O crescimento dos planos “falsos coletivos” ganha ainda maior destaque quando se analisa o mercado como um todo. No mesmo período, o número de pessoas com planos de saúde caiu de 50 milhões para 47,3 milhões. “Essa foi a única modalidade de contrato que registrou crescimento”, completa o professor.

Além da expansão no mercado, os “falsos coletivos” estão mais fragmentados. A média de pessoas em cada plano caiu de forma expressiva no período analisado. Passou de 6,2 pessoas por contrato para 4,5.

Scheffer avalia que a mudança do mercado levou a outro fenômeno, também acompanhada pela Faculdade de Medicina da USP: o aumento de ações na Justiça dos usuários contra planos de saúde. “Essa era uma bomba que havia tempos sabíamos que ia estourar. O processo começou.” A proporção de ações propostas contra planos de saúde a cada 10 mil usuários passou de 4,18 para 12,73 entre 2011 e 2018. As queixas cresceram num ritmo muito mais alto do que o universo de pessoas com planos.

Para fazer um contrato batizado de “falso coletivo”, basta que alguém do grupo com menos de 30 pessoas tenha um CNPJ. Geralmente composto por familiares, conhecidos ou pequenos empreendedores, o plano tem como atrativo inicial uma cobertura médica considerada aceitável e um preço mais reduzido. As dificuldades, no entanto, se instalam com os reajustes.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determina que os reajustes são únicos para essa modalidade de contrato. O porcentual é definido pela operadora, aplicado uma vez por ano. “O problema é que a ANS não faz um controle de como esse reajuste é realizado”, conta Scheffer.

Num documento oficial, a própria autarquia reconhece falhas na forma do reajuste. De acordo com a nota, de 2017, a ANS observa que determinadas operadoras usavam fatores estatísticos para impulsionar os reajustes “mesmo que a sinistralidade do período seja inferior à meta de sinistralidade estipulada pela operadora.”

Em 2019, o reajuste médio dos falsos coletivos foi de 14,74%. Bem acima dos 10% determinados para reajustes individuais e da variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no período, que foi de 4,66%.

“Grande parte do aumento das ações na Justiça é provocada por pessoas que consideram abusivos os reajustes”, avalia Renata Vilhena, especializada na área de planos de saúde. Ela conta que na Justiça costuma requisitar as justificativas contábeis das empresas para os aumentos aplicados a seus clientes. “Nunca recebemos essas informações.”

O estudo da USP traduz em números a experiência de Renata. Das 5,2 milhões de pessoas vinculadas a contratos falsos coletivos, 4,4 milhões (o equivalente a 86%) sofreram reajuste superior ao aumento das mensalidades de planos individuais. Uma das operadoras, que concentra 20% dos clientes, o reajuste foi de 18,9% – 8,9% a mais do que o reajuste do plano individual.

Estadão Conteúdo

Comments

Bovespa fecha queda e perde patamar de 100 mil pontos

O principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, fechou em queda nesta quinta-feira (15), abaixo do patamar de 100 mil pontos, acompanhando as praças internacionais em meio às crescentes preocupações de uma recessão global.

O Ibovespa recuou 1,20%, a 99.056 pontos. Na abertura, o índice chegou a operar em alta. No melhor momento, foi a 101.014 pontos. Na mínima, marcou 98.200 pontos. Veja mais cotações.

É o menor patamar de fechamento do Ibovespa desde 17 de junho (97.623 pontos). A bolsa não encerrava uma sessão abaixo dos 100 mil pontos desde 18 de junho.

Na semana, a bolsa acumula queda de 4,75%. No ano, no entanto, já subiu 12,71%.

G1

Comments

Gilmar Mendes suspende ação contra Cabral até que STF decida sobre uso de dados do Coaf

Foto : Carlos Moura/SCO/STF

O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), suspendeu nesta quarta-feira (14) uma ação penal contra o ex-governador Sérgio Cabral (MDB-RJ) com base na decisão do ministro Dias Toffoli sobre uso de dados detalhados do Coaf (Conselho de Controle das Atividades Financeiras).

É o primeiro processo decorrente da Operação Lava Jato interrompido com base na decisão de Toffoli, tomada no mês passado a pedido do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

Gilmar deu a decisão atendendo a pedido de Lineu Castilho ex-chefe de gabinete da presidência do DER (Departamento Estadual de Rodagem), acusado de recolher propina para Cabral junto a empreiteiras com contrato no órgão estadual.

A defesa de Lineu afirmou que dados detalhados do Coaf foram usados na investigação contra ele antes de decisão judicial autorizando a quebra de sigilo bancário.

Diferentemente do caso de Flávio Bolsonaro, a apuração contra Lineu começou com base na delação premiada de executivos da empresa União Norte. O relatório do Coaf foi produzido após o depoimento do colaborador.

Em julho, Toffoli determinou a suspensão de investigações criminais e processos pelo país que usem dados detalhados de órgãos de controle —como Coaf, Receita Federal e Banco Central— sem autorização judicial.

A decisão foi dada a pedido do senador contra a investigação da promotoria fluminense aberta contra ele e seu ex-assessor Fabrício Queiroz. Ele alegou ter sofrido quebra de sigilo bancário de forma ilegal por meio de dados repassados pelo Coaf.

Toffoli concordou com a tese do filho do presidente Jair Bolsonaro e estendeu sua decisão não apenas para paralisar a investigação contra ele como todos os inquéritos e processos com dados detalhados do Coaf fornecidos sem autorização judicial.

Segundo o ministro, o plenário do STF já decidiu anteriormente que “o acesso às operações bancárias se limita à identificação dos titulares das operações e dos montantes globais mensalmente movimentados, ou seja, dados genéricos e cadastrais dos correntistas, vedada a inclusão de qualquer elemento que permita identificar sua origem ou a natureza dos gastos a partir deles efetuados”.

A decisão provocou críticas de membros da Operação Lava Jato, entre eles o procurador Eduardo El Hage,

coordenador da Lava Jato do Rio, responsável pelas ações contra Cabral.

Gilmar tomou a decisão por ser o relator da Lava Jato do Rio no Supremo. A decisão atinge apenas uma das 30 ações contra Cabral decorrentes da Lava Jato.
“No caso dos autos, porém, observa-se que o referido RIF [relatório de inteligência financeira] apresentava, além dos detalhamentos bancários, informações sobre a origem, a natureza e o destino das operações realizadas pelos investigados. Por todos esses motivos, resta claro o descumprimento da decisão proferida por este Supremo Tribunal Federal, de modo que a reclamação deve ser provida”, escreveu Gilmar.

Contudo, a Folha apurou que há recursos semelhantes de outros corréus de Cabral no gabinete do ministro. O ex-governador ainda não apresentou recursos do tipo.

A decisão foi dada na véspera do interrogatório do emedebista no processo sobre o DER.

Ele confessou o recebimento de propina a partir de contratos do órgão. Desde o início do ano o ex-governador decidiu assumir os crimes que lhe são atribuídos.

Folhapress

Comments

Bolsonaro analisará possíveis vetos a projeto de abuso de autoridade

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (15) que analisará junto com seus ministros o projeto de lei (PL) de abuso de autoridade, aprovado na Câmara ontem. O projeto depende apenas da sanção presidencial para virar lei. “[O projeto] vai chegar na minha mesa semana que vem. Os ministros vão, cada um, dar sua opinião, sua sugestão de sanção e alguns vetos. E vamos tomar a decisão de forma bastante tranquila e serena”, disse o presidente após evento no Clube Naval de Brasília.

Questionado sobre sua opinião a respeito do tema, o presidente concordou que há abuso de autoridade, e exemplificou com o processo a que respondeu por ter dito à deputada Maria do Rosário (PT-RS), em 2014, que ela “não merecia ser estuprada”. “Tem autoridade que pratica abuso. Eu sou réu por apologia ao estupro. Alguém me viu alguma vez [dizer] que se deve estuprar alguém no Brasil?”, disse.

“Existe abuso, somos seres humanos. Logicamente não se pode cercear os trabalhos das instituições, mas a pessoa tem que ter responsabilidade quando faz algo e fazer baseado na lei”, acrescentou.

Radares móveis

O presidente e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, também comentaram sobre a suspensão do uso de radares móveis nas rodovias, determinada pelo presidente. Bolsonaro afirmou que se fizesse parte do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), não haveria “mais nenhum radar móvel no Brasil”.

A determinação, publicada no Diário Oficial, suspende o uso de radares “estáticos, móveis e portáteis” até que o Ministério da Infraestrutura “conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas”.

O ministro esclareceu que existem alguns pontos das estradas onde os radares vão permanecer. O governo fez um acordo com a Justiça para manter radares em transições de áreas de rodovia rural para rodovia urbana, em seguimentos com grande incidência de acidentes, em pontos de transição de velocidade e onde exista a sinalização.

Segundo ele, são nesses pontos em que o radar cumpre seu papel que, ressalta o presidente, é salvar vidas.

Agênia Brasil

Comments

Aplicativo de sucesso entre adolescentes é usado para divulgar pornô e golpes de diversos tipos

Golpes no TikTok direcionam usuário para sites adultos e contas falsas — Foto: Divulgação/TikTok

O TikTok, aplicativo de vídeos e dublagens para Android e iPhone (iOS), tem sido usado por criminosos para aplicar golpes de diversos tipos, como redirecionamento para sites de conteúdo adulto e compra de seguidores. A informação consta em relatório divulgado pela empresa de cibersegurança Tenable nesta quarta-feira (14). Segundo o documento, o app também está repleto de contas falsas de famosos.

“Dada a ascensão meteórica de popularidade do TikTok, não é surpresa nenhuma que golpistas tomassem conhecimento [dele]”, disse Satnam Narang, pesquisador da Tenable. Ele conta que começou a rastrear golpes no TikTok em março, quando o app ultrapassou a marca de um bilhão de instalações, superando redes sociais como Facebook e Instagram. Vale lembrar que a plataforma é muito popular, principalmente, entre crianças e adolescentes — nos EUA, por exemplo, 60% dos 500 milhões de usuários do aplicativo são de 16 a 24 anos. “Até o momento, porém, esses golpes parecem estar em estágio inicial”, atestou.

A ByteDance, empresa responsável pelo TikTok, disse que removeu todas as contas mencionadas no relatório da Tenable, mas não informou o número de perfis apagados ou o quão predominantes são os golpes descritos no documento.

“O TikTok tem práticas rígidas de proteção do usuário contra conteúdos falsos, fraudulentos ou enganosos. Marcamos e removemos a maior parte das contas de spam antes que elas cheguem ao feed dos usuários, e continuamente aprimoramos nossas medidas de segurança, até mesmo quando agentes maliciosos trabalham para escapar de nossas proteções”, afirmou uma porta-voz da empresa.

Entenda os golpes

Segundo o relatório da Tenable, um dos golpes envolvia o roubo de vídeos que mostravam mulheres dançando de biquíni ou fazendo exercícios físicos, publicados originalmente no Instagram ou Snapchat. As filmagens redirecionavam o usuário do TikTok para uma conta do Snapchat, prometendo fotos e vídeos de nudez.

Mais tarde, usando esses mesmos perfis, os golpistas levariam os espectadores a sites de conteúdo pornográfico por assinatura, ganhando dinheiro a cada clique e cadastro de novos membros “premium”. De acordo com o documento, essas contas fraudulentas teriam, em média, 650 seguidores e receberiam mais de 1,7 mil curtidas em seus vídeos. O perfil mais popular descoberto por Narang, por exemplo, tinha mais de 12,3 mil seguidores.

Outra tática usada pelos criminosos consistia em se passar por influenciadores do TikTok ou celebridades para aplicar golpes. Promessas de um rápido aumento de seguidores em troca de dinheiro também estavam entre as fraudes recorrentes no app.

Globo, via Techttudo, CNET e MediaKix

 

LOCAIS

ADEPOL/RN repudia a aprovação do “Projeto de Lei da impunidade”

A Associação dos Delegados de Polícia Civil (Adepol) manifestou repúdio contra a chamada Lei da Impunidade. Na visão da Associação, o projeto irá ampliar a impunidade dos criminosos.

Confira nota na íntegra

NOTA DE REPÚDIO

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol) vem a público manifestar-se contra o projeto de lei nº 7.596/2017, aprovado ontem, na calada da noite, sem votação nominal, pela Câmara dos Deputados, e que criou trinta novas hipóteses de crimes de abuso de autoridade. O novo projeto indiscutivelmente irá ampliar a impunidade aos criminosos, reduzir a elucidação de crimes e promover uma inaceitável intimidação aos profissionais que conduzem as investigações policiais e a atividade jurisdicional.

No momento em que a sociedade clama por maior celeridade e eficiência das investigações policiais; por um sistema de persecução penal menos leniente, permissivo e burocrático; em que o nosso país alcançou o maior número de homicídios do globo, permanecendo grande parte impune; em que os policiais trabalham sem a necessária segurança jurídica, com um sistema de leis que não os ampara, sem estrutura e condições de trabalho adequadas; os parlamentares elegem como prioridade a criação de uma lei focada em intimidar e inviabilizar a atividade policial, bem como a atividade de persecução penal como um todo.

O projeto de lei é manifestamente contrário aos anseios da população que clama por mais segurança jurídica para os policiais, mais eficiência e celeridade das investigações criminais e a valorização daqueles que realizam o trabalho de combate à criminalidade organizada.

Dentre os vários tipos abusivos e imprecisos, o indigitado projeto de lei considera abuso de autoridade o policial que cumpre mandado de busca e apreensão “mobilizando veículos, pessoal ou armamentos de forma ostensiva”; ainda pune o policial que ao cumprir um mandado de prisão, algeme o preso, incentivando que o policial coloque a própria vida em risco. Além da criação de diversos crimes com tipos penais abertos e abstratos, o que certamente irá tumultuar o andamento de investigações mais complexas, colocar o policial eternamente sob suspeita, além de criar constrangimentos injustos aos profissionais que já trabalham com tanta dificuldade e pressão.

Diante desta total inversão de valores, por se tratar de uma legislação preconceituosa em relação ao policial, e ainda por caminhar na contramão dos anseios sociais, a ADEPOL/RN vem a público REPUDIAR a aprovação do projeto de lei nº 7.596/2017, e SOLICITAR ao presidente da República, Jair Bolsonaro, que o projeto NÃO SEJA sancionado da forma que se encontra.

Cláudio Henrique Amorim
Presidente Interino da ADEPOL/RN

 

Microcrédito da AGN beneficia 467 empreendedores de oito cidades do RN

A Agência de Fomento do Rio Grande do Norte entregou nesta quinta-feira (15), nas cidades de Apodi e Upanema, o financiamento para 467 empreendedores de oito municípios do Rio Grande do Norte a partir de um investimento de R$ 1,39 milhão através do programa do Microcrédito do Empreendedor Potiguar.

A primeira entrega foi realizada na cidade de Apodi, na região Oeste potiguar. Na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, 231 empreendedores de Apodi, Caraúbas, Itaú, São Francisco do Oeste e Rodolfo Fernandes foram recebidos pela equipe técnica da Agência de Fomento para assinar seus contratos e receber os recursos para investir em seu negócio. Um total de R$ 760 mil foram injetados na economia da região.

À tarde, Upanema recebeu a caravana do Microcrédito no Ginásio Poliesportivo Wilneran Cabral dos Santos. Lá, 236 empreendedores distribuídos em Upanema, Janduís e Campo Grande foram beneficiados pelo programa gerido pela AGN e que resultou num investimento de R$ 609 mil na economia dos três municípios da região.

Os dois eventos contaram com a participação da diretora-presidente da AGN-RN, Márcia Maia, e da governadora do RN, Fátima Bezerra, que comemoraram a oportunidade de fomentar o desenvolvimento econômico a partir do empreendedorismo regional. O Microcrédito gera ocupação e renda nos diferentes setores e ajuda a desenvolver a economia do Estado.

“Quero destacar que em meio a essa crise nacional, o Governo do Estado abraça os pequenos empreendedores e movimenta a economia no plano local, contribuindo para fortalecer a cidadania. Temos trabalhado, junto com a diretora da AGN, Márcia Maia, e sua equipe, para que o programa chegue a todos os municípios do RN. O governo é para governar para todos e todas, mas sobretudo, é para olhar para os pequenos, para os que compõem a maior camada da população brasileira”, disse a governadora

Para a diretora-presidente da AGN, o programa oferece oportunidade a pessoas para que elas possam desenvolver seus projetos e abraçar o empreendedorismo. “É, sem dúvida, um dos programas mais exitosos do estado. Não apenas pelo aspecto econômico, a partir da injeção de recursos na economia das cidades e regiões, mas principalmente por permitir que as pessoas possam empreender, desenvolver seus próprios negócios e realizar seus sonhos. É uma iniciativa, acima de tudo, voltada para as pessoas”, afirmou Márcia Maia.

De janeiro até a primeira semana de agosto, o programa Microcrédito do Empreendedor já injetou R$ 9,5 milhões na economia potiguar e beneficiou mais de 2,9 mil empreendedores dos mais variados segmentos em todas as regiões do Rio Grande do Norte.

Comments

Câmara Municipal de Parnamirim define programação com foco ao combate à violência contra mulher

Fotos: Divulgação

Nos próximos dias 20 e 21 de agosto, das 8h às 17h, a Câmara Municipal de Parnamirim realizará uma programação alusiva a Semana de Combate à Violência contra a Mulher. A sede da casa legislativa abrigará diversas ações, como palestras educativas, atendimentos jurídicos, psicológicos e sociais.

O evento compõe a programação do Agosto Lilás,e além da Câmara, através da Frente Parlamentar em Defesa das Mulheres, conta com a parceria do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) e do Ministério Público. “De forma histórica, estaremos também abrindo as dependências da Câmara para abrigar as ações voltadas ao combate à violência contra a mulher. Então, é de fundamental importância a participação da população no engajamento dessa causa”, convocou o presidente da Câmara, vereador Irani Guedes.

De acordo com a presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres da Câmara, vereadora Ana Michele, o Brasil é o quinto país com mais vítimas de feminicídio do mundo, enquanto o Rio Grande do Norte e Sergipe lideram o ranking nacional. “Após esta programação vamos continuar nos reunindo para elaborar políticas públicas de apoio a estas mulheres”, afirmou.

A programação contará com diversas atividades na casa legislativa, como Seminário, Exposição fotográfica, rodas de conversa e oficinas, ação conjunta com o Projeto Se cuida Parnamirim, além de visitas técnicas da Frente Parlamentar ao CREAS, DEAM, Maternidade Divino Amor e ao Juizado da Violência Contra Mulher.

Confira a programação:

· Dia 20/08/19 – Manhã

· Seminário “Vire a página: seja autora de uma nova história” – 08h às 12h.

Ø Coffee Break.

Ø Exposição fotográfica intitulada “Ele não te ama” – Fotógrafa Kalina Veloso.

Ø Exposição de Artesanato – CCAPAR (Cooperativa de Costureiras e Artesãs de Parnamirim).

Ø Apresentação Cultural – “A Carne” – Célia Bombom.

Ø Abertura oficial do Seminário.

Ø Mesa Redonda 1: Sociojurídico. – 09h às 10h.

Coordenadoras da Mesa: Vereadora Kátia Pires e Vereadora Rhalessa Cledylane Freire dos Santos.

· “Racismo e Violência Contra à Mulher” – Elizabeth Lima da Silva, Assistente Social, Mestre em Políticas Pública e uma das fundadoras do Movimento Negro do RN.

· “O Fortalecimento da Rede de Proteção à Mulher no Município de Parnamirim” – Andréia Farias, Pedagoga e Coordenadora do Centro de Referência de Assistência Social (CREAS) de Parnamirim/RN.

Mesa Redonda 2: Emprego, Renda, Empreendedorismo e Empoderamento Feminino. 10h às 11h.

Coordenadoras da Mesa: Vereadora Ana Michele de Farias Cabral e Vereadora Raimunda Nilda da Silva Cruz.

· “O Empreendedorismo e o Empoderamento Feminino: expectativas e desafios” – Maria Betânia Valladão de Sousa, Engenheira de Alimentos, Advogada, Mestre em Direito Constitucional pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Especialista em Gestão Pública e Advogada do Gabinete da Vereadora Kátia Pires.

· “Pacto Brasil Mais Empreendedor” – Larissa Marques, Mestre em Gestão da Inovação e Diretora de Inovação da CDL Jovem Natal.

Ø Mesa Redonda 3: Saúde. 11h às 12h.

Coordenadoras da Mesa: Vereadora Vandilma Maria de Oliveira e Vereadora Fativan Alves Moura de Paula.

· “O Acolhimento à Mulher Vítima de Violência” – Ângela Cristina Oliveira Pinto, Profª Mestre em Serviço Social.

· “Violência Contra às Mulheres e O Impacto do Racismo na Saúde: Desafios na Rede de Enfrentamento” – Profª. Mariah da Apresentação Nascimento da Silva, Coordenadora do Curso de Enfermagem da UNINASSAU de Parnamirim.

· “Humanização, Dignidade e Acesso aos Serviços de Saúde às Mulheres Vítimas da Violência” – Profª. Juliana Raquel Silva Souza, Doutoranda em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Especialista em Enfermagem do Trabalho e Coordenadora de Graduação em Enfermagem do Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN).

Dia 20/08/2019 – Tarde:

Ø Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) – 14h.

Acolhimento e atendimento às mulheres colaboradoras da Câmara Municipal de Parnamirim.

Dia 21/08/19:

Manhã – 09h às 12h. / Tarde – 14h às 17h.

Ø Rodas de Conversa:

· “O que é violência doméstica?”.

Facilitadora: Mítia Costa Montenegro, Psicóloga, Arquiteta e idealizadora do Projeto Social Doe Amor.

· “Empoderamento Feminino”.

Facilitadora: Andréia Farias, Coordenadora do CREAS de Parnamirim.

· “Os desafios da Mulher Negra no Brasil”.

Facilitadora: Silvana dos Anjos – Coordenadora Municipal da Igualdade Racial, Giselma Omilê – Coordenadora Estadual de Igualdade Racial, Elizabeth Lima da Silva – Assistente Social, Mestre em Políticas Públicas e uma das fundadoras do Movimento Negro do RN e Mãe Lúcia de Nanã.

Ø Atendimentos Jurídicos, Sociais e Psicológicos.

· Plantão Psicológico e Social;

>Realização das Práticas Integrativas Complementares em Saúde (PICS);

· Orientação Jurídica;

· Ação de Vacinação de acordo com o Calendário Vacinal do adulto;

· Realização da Glicemia Capilar e Aferição da Pressão Arterial;

· Estrutura anatômica para abordar a Saúde da Mulher;

· Unidade Móvel da Polícia Civil.

 

Por G1 RN

 


Radares móveis (arquivo) — Foto: PRF/Divulgação

Radares móveis (arquivo) — Foto: PRF/Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Rio Grande do Norte seguiu a determinação do Governo Federal e suspendeu a partir desta quinta-feira (15) o uso de radares móveis em rodovias federais. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União.

Segundo a PRF, a suspensão vale até que seja concluída uma revisão das normas sobre a fiscalização eletrônica de velocidade, que deverá ser feita pelo Ministério da Infraestrutura. A pasta controla o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que definem regras sobre o assunto.

De acordo com o despacho assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, a suspensão tem como objetivo “evitar o desvirtuamento do caráter pedagógico e a utilização meramente arrecadatória” dos equipamentos.

Na segunda-feira (12), Bolsonaro havia afirmado que pretendia acabar com os radares móveis no país já na semana que vem. Na ocasião, ele disse que se tratava de uma decisão dele próprio e que era “só determinar à PRF [Polícia Rodoviária Federal] que não use mais”. O presidente, no entanto, afirmou que poderia voltar atrás se alguém “provar que esse trabalho é bom”.

A suspensão se aplica aos seguintes radares:

  • Estático: instalado em veículo parado ou sobre suporte
  • Móvel: instalado em veículo em movimento
  • Portátil: direcionado manualmente para os veículos

Fonte: G1

 

Por G1 RN

 


Fest Bossa & Jazz acontece pelas ruas de Pipa — Foto: Divugalção

Fest Bossa & Jazz acontece pelas ruas de Pipa — Foto: Divugalção

A primeira etapa da 10ª edição do Fest Bossa & Jazz começou nesta quinta-feira (15) na praia de Pipa, no litoral Sul potiguar. A programação no local vai até o próximo domingo (18) e reunirá atrações musicais gratuitas pelas ruas da praia, além de oficinas.

As palestras, oficinas, workshops e rodas de conversa para crianças e jovens estudantes da rede pública acontecem durante o dia. À noite, haverá pocket shows gratuitos entre ruas, galerias e praças, distribuídos em cinco polos ao longo da Baia dos Golfinhos, avenida principal da praia(veja as principais atrações no fim).

No total, são 22 bandas, em 48 apresentações durante os quatro dias de evento, além das Jam Sessions, realizadas ao final da noite, quando músicos e público se unem para improvisar e cantar.

Após passagem por Pipa, o festival, que completa 10 anos em 2019, segue para Mossoró, de 19 a 21 de setembro e, por fim, São Miguel do Gostoso, de 10 a 13 de outubro.

Vejas as atrações

  • Lan Lanh
  • The Cinelli Brothers.
  • Banda Terráquea & Cacá Magalhães (BA),
  • Brazuka Jazz (RN)
  • Indiana Nomma (Honduras e RJ)
  • Duetto Cabroso (RN)
  • Darlan Marley Quarteto (RN)
  • Gabriel Yang (CE)
  • Arthur Philipe & Quintessence (PE)
  • Chico Bethoven & Regional Choro do Elefante (RN)
  • Macumbia (PB)
  • Clara Menezes (RN)
  • Duo Rock Cello & Piano (RN)
  • Gumbo Blues (CE)
  • Duo Jubileu Filho & Cacá Velloso (RN)
  • Jammin” (RN)
  • Blues Sinners (PE/RN)
  • Pablo Osta (ARG)
  • Fernanda Fialho (CE)
  • Quarteto da Pipa (URU/ SP/CE/ BA)
  • Bossa & Jazz Street Band (RN)

Fonte: G1RN

 

Por G1 RN

 


Sanfona está entre produtos leiloados eletronicamente pela Receita Federal em Natal — Foto: Receita Federal/Divulgação

Sanfona está entre produtos leiloados eletronicamente pela Receita Federal em Natal — Foto: Receita Federal/Divulgação

A Delegacia da Receita Federal em Natal vai fazer um leilão pela internet para venda de 84 lotes de mercadorias como equipamentos eletrônicos, de informática, relógios, celulares e cosméticos, entre outros. O prazo para recebimento de propostas está aberto até às 21h do dia 28 de agosto. Veja aqui.

Bebidas alcoólicas como uísques, além de instrumentos musicais como sanfona, teclado e até equipamentos de DJ, estão entre os produtos oferecidos. Os preços dos lotes variam de R$ 50 a R$ 150 mil.

Segundo a Receita Federal, os interessados podem fazer visitas e examinar as mercadorias até esta sexta-feira (16), bem como dos dias 19 a 23 e 26 a 28 (das 13h às 16h30), na sede da Receita em Natal.

A data de realização da sessão pública para classificação e ordenação de propostas será no dia 29 de agosto de 2019, às 14h. Já a sessão pública para lances será nesta mesma data, às 15h, sempre considerando o horário oficial de Brasília.

Interessados podem visitar Receita Federal em Natal para avaliar produtos — Foto: Receita Federal/Divulgação

Interessados podem visitar Receita Federal em Natal para avaliar produtos — Foto: Receita Federal/Divulgação

Conforme a Receita, a visitação dos Lotes deverá ser agendada previamente através do telefone (84) 3220-2200.

Os interessados em participar do Leilão Eletrônico não poderão ter pendências com a Receita Federal e com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). Ainda deverão acessar o site da RFB, Portal (e-CAC), mediante a utilização de Certificado Digital válido, e escolher a opção de atendimento “Sistema de Leilão Eletrônico” (SLE).

Fonte: G1RN

Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

Por G1

 


Câmara aprova texto-base da MP da liberdade econômica. Medida fixa regra para trabalho aos domingos e também elimina alvará para negócios de baixo risco. Deputados analisam hoje sugestões de mudanças na proposta. Bolsonaro viaja para o Piauí. Governo quer reformular o Coaf por meio de medida provisória. Secretário de imprensa do Planalto é demitido após 7 dias no cargo. Acidente com 2 ônibus e 5 carros deixa 51 feridos no Rio. Harley-Davidson sem ronco: veja como anda a 1ª moto elétrica da história da marca.

NACIONAIS

Trabalho aos domingos

Câmara aprova texto-base da medida provisória da liberdade econômica

Câmara aprova texto-base da medida provisória da liberdade econômica

A Câmara dos Deputados aprovou ontem à noite, por 345 votos a 76, o texto-base da MP da liberdade econômica com regras para trabalho aos domingos. O governo diz que proposta visa reduzir a burocracia e dar mais segurança jurídica a atividades econômicas.

Os deputados ainda precisam analisar hoje sugestões de mudanças na proposta. Só depois o texto seguirá para o Senado.

Entre outros pontos, a proposta define regras para trabalho aos domingos; estabelece que a carteira de trabalho será emitida “preferencialmente” em meio eletrônico; prevê os critérios para a adoção do registro de ponto de funcionários; e também elimina alvará para negócios de baixo risco.

Bolsonaro no Piauí

O presidente da República, Jair Bolsonaro — Foto: Gabriela Biló / Estadão Conteúdo

O presidente da República, Jair Bolsonaro — Foto: Gabriela Biló / Estadão Conteúdo

Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michelle irão a Parnaíba, no Piauí, estado governado pelo petista Wellington Dias. O presidente irá inaugurar uma escola com seu nome. O casal também receberá título de cidadão parnaibano.

Nova derrota de Moro?

Sergio Moro, ministro da Justiça — Foto: Adriano Machado / Reuters

Sergio Moro, ministro da Justiça — Foto: Adriano Machado / Reuters

O grupo de trabalho da Câmara dos Deputados que analisa o pacote anticrime deve impor hoje uma nova derrota ao ministro da Justiça, Sergio Moro. Segundo Andréia Sadi, integrantes do grupo se articulam para retirar o chamado “excludente de ilicitude” e o “banco genético”, pontos defendidos pelo ministro.

Na semana passada, o grupo já havia decidido retirar o chamado “plea bargain” do pacote. A proposta era defendida por Moro como um dos pontos mais importantes para, segundo ele, desafogar o Poder Judiciário. Além disso, em julho, o grupo retirou do projeto a previsão de prisão após condenação em segunda instância.

Coaf

Em busca de uma solução rápida para a crise que envolve o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), o governo deve editar uma medida provisória (MP) para criar um novo Coaf, a ser chamado de Unidade de Inteligência Financeira, antecipa Valdo Cruz. O objetivo do presidente Jair Bolsonaro é transferir o Coaf do Ministério da Economia para o Banco Central.

Demissão de secretário

Jornalista Paulo Fona — Foto: Dênio Simões / Agência Brasília

Jornalista Paulo Fona — Foto: Dênio Simões / Agência Brasília

O secretário de Imprensa da Presidência da República, Paulo Fona, informou ter sido exonerado por decisão do presidente Jair Bolsonaro. Nomeado no último dia 7, ele ficou apenas uma semana no cargo. Fona disse em nota ter sido pego “de surpresa”, acrescentando que “esperava maior profissionalismo”, o que ele afirma não ter encontrado.

Acidente no Rio

Acidente no Túnel Marcello Alencar deixou 51 feridos — Foto: Reprodução/TV Globo

Acidente no Túnel Marcello Alencar deixou 51 feridos — Foto: Reprodução/TV Globo

Um acidente com dois ônibus e cinco carros deixou 51 feridos e fechou o Túnel Marcello Alencar, no Centro do Rio na noite desta terça-feira. Os feridos foram atendidos por bombeiros e levados para quatro hospitais.

“Era muita gente sangrando, com nariz quebrado e eu só agradeço a deus por estar viva”, disse Maria da Silva de Moraes, de 65 anos, que teve queda de pressão e quase desmaiou esperando atendimento.

São Paulo: vereadores sem recesso em julho

Um projeto de lei que pretende acabar com o recesso de julho dos vereadores na Câmara Municipal de São Paulo pode ser votado hoje. O texto é um substitutivo do original que tramita há 18 anos.

O projeto é um consenso entre 35 vereadores e estabelece que o vereador que quiser sair de São Paulo em julho terá de pedir licença não remunerada.

Atualmente, os vereadores têm 30 dias de férias remuneradas em julho, além de mais 30 dias em janeiro, e entre 10 e 15 em dezembro, totalizando de 70 a 75 dias de recesso.

Harley-Davidson sem ronco!

Harley-Davidson LiveWire elétrica: G1 avalia o modelo

Harley-Davidson LiveWire elétrica: G1 avalia o modelo

Por mais de 115 anos, a Harley-Davidson evoluiu suas motos, mas sempre mantendo uma característica fundamental: o ronco dos motores. Aquele som especial sempre está lá, tanto que se criou a expressão “barulho de Harley”.

Mas atrás de pioneirismo e de um novo público, a empresa está prestes a lançar sua primeira moto elétrica. Sem marcha e câmbio, ela abandona o som ritmado dos pistões dos tradicionais V2 da Harley. O ronco sumiu. Veja como anda a primeira moto elétrica da história da marca: a LiveWire deve chegar ao Brasil em 2020, com preço estimado em R$ 120 mil.

Educação

Sistema do Encceja exige CPF e senha para fazer a consulta ao local de provas — Foto: Inep / Reprodução

Sistema do Encceja exige CPF e senha para fazer a consulta ao local de provas — Foto: Inep / Reprodução

Quase meio milhão de candidatos da edição de 2019 do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) já checaram o local das provas que serão realizadas em 25 de agosto. A lista foi liberada na segunda-feira (12) junto com o cartão de confirmação e, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), até as 18h de ontem, 480.762 participantes já haviam acessado o sistema. Veja como saber o local da prova, o que estudar e dicas para fazer a revisão.

Loteria

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 3,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt / G1

Aposta única da Mega-Sena custa R$ 3,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt / G1

O concurso 2.179 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 9 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília).

50 anos deWoodstock

 Jimi Hendrix em Woodstock — Foto: Divulgação

Jimi Hendrix em Woodstock — Foto: Divulgação

O festival Woodstock completa 50 anos. Relembre o clima do evento, line-up e perrengues dos fãs. Entre 400 mil e 500 mil pessoas se reuniram em campos encharcados para ver Janis Joplin, Jimi Hendrix e outros nomes do rock nos EUA.

Música

Raffa Torres — Foto: Divulgação/Site Oficial

Raffa Torres — Foto: Divulgação/Site Oficial

Raffa Torres tem 147 músicas registradas em seu nome no Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD). Sozinho e com parcerias. Muitas delas já ficaram entre as mais tocadas das rádios. Requisitado entre sertanejos, o compositor baiano de 28 anos conquistou o quarto lugar no ranking de autores com maior rendimento em rádios no ano passado. Ficou atrás de Bruno Caliman, Junior Angelim e Victor Chaves. Agora, o compositor de Luan Santana e Matheus & Kauan deixa o sertanejo de lado em DVD solo romântico. Ao G1ele fala sobre essa nova fase na carreira.

Curtas e Rápidas:

Futebol

  • 21h30: Grêmio x Athletico-PR

Previsão do tempo

Frio intenso e instabilidades podem provocar neve e geada no Sul do país

Frio intenso e instabilidades podem provocar neve e geada no Sul do país

Fonte: G1
Por Blog do BG

FIQUE LIGADO: Bancos leiloam imóveis com até 78% de desconto

Duas plataformas online de leilões vão negociar 1.400 imóveis dos bancos Itaú, Santander, Bradesco, Pan, Inter, Daycoval e Safra em agosto por preços abaixo do valor de mercado.

As propriedades oferecidas são casas, apartamentos, terrenos e prédios comerciais, ocupados e desocupados, de alienação fiduciária e de patrimônio das instituições, e estão disponíveis na plataforma daZukerman Leilões e do Santander e abertas para lances dos interessados.

As mais de 400 ofertas da Zukerman Leilões estão disponíveis em 21 estados brasileiros: Amazonas, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Os valores dos imóveis vão de R$ 17 mil (casa de 90 m² em Taboleiro Grande/RN) a R$ 8,6 milhões (terreno em Cotia SP, 58.965 m²).

O pagamento pode ser à vista ou parcelado, dependendo do imóvel escolhido.

As informações sobre os imóveis leiloados pela Zukerman estão disponíveis aqui.

Quem arrematar um dos lotes e pagar com crédito imobiliário ganha um refrigerador da varejista Magazine Luiza.

Os imóveis poderão ser financiados com taxas a partir de 7,99% em até 35 anos para pagar, podendo utilizar o FGTS também para pagamento do sinal das residências desocupadas.

Também há desconto de 10% para compras à vista e a possibilidade de utilização do próprio imóvel como parte de pagamento. Os débitos de condomínio e IPTU serão pagos até a data do leilão.

VALOR INVESTE

Comments

Em carta, Lula agradece a Rodrigo Maia por atuação contra transferência para SP

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou uma carta ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), nesta terça-feira (13), para agradecer a atuação do deputado na semana passada.

Maia e parlamentares de partidos de centro e centro-direita atuaram para que o STF (Supremo Tribunal Federal) derrubasse a decisão da juíza federal Carolina Lebbos que autorizou a transferência do petista de Curitiba para uma unidade prisional em São Paulo.

Por 10 votos a 1, o plenário do STF vetou a ida do petista para o seu estado de origem.

“Manifesto que assisti a uma oportuna e inequívoca demonstração de defesa das garantias individuais e do Estado democrático de Direito”, escreveu Lula. A mensagem foi entregue a Maia pela bancada do PT na Câmara.

Citando nominalmente os líderes partidários que estiveram no Supremo na semana passada, Lula agradeceu o que chamou de “gesto de solidariedade” e disse que, “com fé no Brasil”, tem “a certeza de que ainda vamos reencontrar a Justiça, a prosperidade e a paz”.

Na última quarta (7), logo após a decisão de Lebbos, uma comitiva de deputados saiu a pé do Congresso e atravessou a Esplanada em direção ao Supremo para uma audiência com o presidente da corte, ministro Dias Toffoli.

Além de parlamentares de partidos da oposição, como PT, PSOL, PDT, PC do B e PSB, também estavam presentes deputados influentes de partidos do chamado centrão, como Arthur Lira (PP-AL), Wellington Roberto (PR-PB), Paulinho da Força (SD-SP) e Marcelo Ramos (PL-AM), este último ex-presidente da comissão especial da Previdência.

Advogado, o vice-presidente da Câmara, Marcos Pereira (PRB-SP), foi ao Supremo representando a Casa, a pedido de Maia.

A transferência de Lula foi um pedido do superintendente da Polícia Federal em Curitiba, Luciano Flores, que argumentou que a prisão do petista altera a rotina do prédio da PF.

No plenário, Maia, parlamentares de partidos de centro e até do PSDB criticaram a decisão de Lebbos.

O deputado Joaquim Passarinho (PSD-PA) afirmou estranhar a decisão da juíza. “Apesar de nunca ter votado nele, acho que [Lula] é um ex-chefe de Estado e merecia um outro tratamento”, disse. Para ele, tocar no assunto mais de um ano depois parece “perseguição à toa.”

Maia respondeu, concordando. “Tem toda razão, deputado”, afirmou. O presidente da Câmara se colocou à disposição “para que o direito do ex-presidente seja garantido.”

Depois, a jornalistas, Maia disse que é preciso “tomar cuidado”.

“Eu acho que já estava lá [Lula] há bastante tempo para fazer uma mudança sem estar organizado. Se fosse mudar para São Paulo se organizasse um lugar em São Paulo que pudesse dar as mesmas garantias, condições.”

FOLHAPRESS

Comments

Padre Fábio de Melo anuncia que vai deixar de fazer shows

padre Fábio de Meloanunciou que, ao que tudo indica, 2019 será seu “último ano” trabalhando com música da forma com a qual está acostumado nos últimos tempos.

O religioso já vinha dando indícios de seus planos em parar com a carreira musical conforme tem hoje desde 10 de julho de 2019. Na ocasião, afirmou em seu programa, o Direção Espiritual: “Quero dizer que já estou me aposentando com o trabalho da música.”

“Tudo indica que este será meu último ano fazendo este trabalho que eu faço de evangelização pela música. Tenho refletido muito, pedido muito a Deus que me ajude a decidir isso, mas estou muito certo de que o meu tempo com a música já deu”, prosseguiu.

Na sequência, garantiu que não tem intenção de se afastar de sua religiosidade, e ainda cumprirá os shows marcados até o fim do ano: “Pretendo ficar em outras frentes de evangelização. Mas vamos trabalhar enquanto temos os compromissos marcados, né?”

Nesta terça-feira, 13, o E+ entrou em contato com a equipe do padre Fábio de Melo, que informou que “ainda não foi formalizado” o desejo do cantor em parar com sua carreira musical e seus shows a partir do ano que vem, mas “até segunda ordem”, valem as informações ditas por Fábio de Melo em seu programa.

A saída do padre Fábio de Melo do Twitter

Conhecido por sua presença constante nas redes sociaispadre Fábio de Melo se viu envolvido em uma polêmica no Twitter e anunciou seu afastamento da rede social na última sexta-feira, 9, após ter feito críticas à ‘saidinha’ de Alexandre Nardonida prisão. Alexandre foi condenado pela morte de sua filhaIsabella Nardoni, 5, em 2008.

O anúncio da “aposentadoria” da carreira musical, porém, foi feito antes do afastamento do padre Fábio de Melo do Twitter.

“Não entendo de leis, mas a ‘saidinha’ deveria ser permitida somente no dia de finados – para que visitassem os túmulos dos que eles mataram”, escreveu Fábio de Melo ao comentar uma notícia sobre a ‘saidinha’ de Alexandre Nardoni.

O comentário dividiu opiniões. Enquanto parte dos seguidores apoiou a revolta do padre com a notícia, outros tantos criticaram o sacerdote. “Com uma opinião m*** dessas, nem precisava ter começado com ‘não entendo de leis’, ficou redundante”, escreveu um seguidor.

No dia seguinte, o religioso anunciou sua saída da rede social: “Meus queridos, vou ficando por aqui. Tenho uma saúde emocional a ser cuidada. Sei o quanto já provei a solidão provocada pela depressão, pelo pânico. Tomar remédios só faz sentido quando evitamos os gatilhos dos desconfortos. Este lugar deixou de ser saudável para mim”.

“O Twitter sempre foi um lugar de encontro. A Ágora dos nossos tempos. O ponto de reuniões improváveis. Falei e fiquei amigo de quem não passaria na porta da minha igreja. Foi bom”, prosseguiu.

Fábio de Melo fez questão de ressaltar que sua saída da rede social estava ligada à repercussão de seu comentário sobre Alexandre Nardoni da prisão: “Desde ontem, quanto expressei minha indignação sobre a ‘saidinha’, estou sendo acusado de justiceiro, desonesto, desinformado, canalha e outros nomes impublicáveis. Só reitero: já atuei na pastoral carcerária. Sei sobre a necessidade de ressocialização dos presos”.

“Eu apenas salientei sobre a Justiça não ser capaz de preservar, para os que sofrem suas perdas, o simbolismo das datas, libertando os responsáveis pelas mortes de seus entes queridos. Só isso”, concluiu.

E + Estadão

Comments

Goleiro Bruno tem propostas e pedirá à Justiça para voltar a jogar

O goleiro Bruno Fernandes em partida pelo Boa Esporte
O goleiro Bruno Fernandes em partida pelo Boa Esporte – Uarlen Valerio – 08.abr.2019/Ag. O Globo

 

O goleiro Bruno Fernandes, 34, pode voltar ao futebol. Segundo o escritório de advocacia que representa o jogador —condenado em 2013 pelo assassinato de Eliza Samudio e atualmente no regime semiaberto—, o ex-goleiro do Flamengo recebeu propostas de alguns clubes. Entre eles está o Poços de Caldas FC.

“Antes de qualquer contrato ser formalizado, será feito um pedido formal ao juiz da execução penal, em obediência à lei”, disse o escritório Mariana Migliorini Advogados e Associados, que confirmou ter ocorrido uma reunião entre o clube e o jogador nesta terça-feira (13).

“Falta a parte da Justiça e detalhes em termos de valor”, disse Paulo César Silva, presidente do Poços de Caldas.

A informação sobre a proposta do Poços foi inicialmente divulgada pelo Jornal Mantiqueira, da cidade, e confirmada pela Folha com os representantes legais do ex-atleta.

Em razão da agenda de viagens da advogada, a requisição à Justiça deve ser protocolada apenas na quarta-feira (14).

Segundo os representantes, ele também teve propostas de outras equipes. Eles não informaram por qual time o goleiro deseja atuar. Atualmente, o Poços de Caldas disputa a terceira divisão mineira, que só começa em 2020.

A reportagem não conseguiu contato com o clube até a publicação deste texto.

Nas suas redes sociais nesta terça, o Poços de Caldas fez mais de uma postagem com tom enigmático. “Nosso trabalho é um trabalho social dando oportunidade para todos. Em breve estaremos anunciando uma grande contratação”, diz um texto no Facebook.

O goleiro cumpre pena de 20 anos e nove meses pelo assassinato da ex-namorada, Eliza Samudio, ocorrido em 2010. Inicialmente, ele fora condenado a 22 anos e 3 meses, mas teve a pena reduzida em 2017, pela prescrição do crime de ocultação de cadáver.

Em julho deste ano, Bruno foi autorizado voltar ao regime semiaberto, direito concedido a ele pela primeira vez em outubro de 2018, mas perdido após ele ser filmado, pela TV Alterosa (afiliada do SBT em Minas) tomando cerveja com mulheres em horário que deveria estar trabalhando.

Em fevereiro de 2017, o ex-goleiro conseguiu um habeas corpus e assinou com o Boa Esporte, de Varginha (MG), na região sul do estado, onde cumpre pena. Depois de dois meses, o Tribunal de Justiça decidiu que ele deveria voltar à prisão. ​

FOLHAPRESS

DELTAN: Conselho, PGR e ação no Supremo elevam pressão sobre chefe da Lava Jato

A pressão sobre Deltan Dallagnol aumentou diante de ações no Ministério Público Federal e no STF (Supremo Tribunal Federal) que questionam a conduta do chefe da força-tarefa da Lava Jato do Paraná e de uma cobrança pública da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para que os integrantes da instituição atuem “dentro dos marcos da legalidade”.

A pedido de dois conselheiros do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público), um procedimento contra Deltan, levado ao órgão por causa das mensagens de Telegram publicadas pelo The Intercept Brasil, foi desarquivado nesta terça (13) e voltará a tramitar.

No Supremo, Deltan se tornou alvo de uma ofensiva da defesa do ex-presidente Lula, que decidiu pedir a suspeição do chefe da Lava Jato e demais integrantes da operação que atuaram no processo do tríplex de Guarujá (SP), responsável por sua prisão.

Embora tenha prorrogado por mais um ano a atuação da força-tarefa criada em 2014 e feito discurso de apoio ao grupo, Dodge também pressionou os procuradores.

“A Procuradoria-Geral da República apoia a atuação institucional de todos os seus membros [da Lava Jato], para o cumprimento da missão. Mas igualmente exige que o desempenho da atuação institucional se dê inteiramente dentro dos marcos da legalidade”, afirmou nesta terça.

Os questionamentos à conduta de Deltan se tornaram crescentes depois do vazamento de mensagens trocadas por membros da Lava Jato e obtidas pelo Intercept.

Elas apontam, dentre outras coisas, troca de colaborações de procuradores com o ex-juiz Sergio Moro (pondo em xeque a imparcialidade dos processos), investigações informais de ministros do STF (o que é proibido para representantes da primeira instância) e um plano de negócios e palestras de Deltan para lucrar com a fama da Laja Jato.

Na reunião do CNMP, a ação de dois conselheiros motivou a reabertura da apuração do órgão sobre Deltan —ainda sem data para julgamento.

O corregedor, Orlando Rochadel, havia arquivado em decisão individual a reclamação contra o procurador sob a justificativa de que as mensagens não tinham sua autenticidade comprovada.

Os conselheiros Erick Venâncio e Leonardo Accioly pediram a revisão da decisão de arquivamento, e o procedimento voltará a tramitar e será distribuído para um relator.

No âmbito do Ministério Público Federal, um eventual afastamento de Deltan da força-tarefa só pode ocorrer por decisões de dois colegiados, por maioria de votos.

Um deles é o Conselho Superior do Ministério Público, em caso de membros indiciados ou acusados em processo disciplinar. O outro é o pleno do CNMP, também em processo com direito ao contraditório.

O CNMP é o órgão responsável pela fiscalização disciplinar de promotores e procuradores. O conselho —presidido pelo procurador-geral da República, hoje Raquel Dodge— é composto por 14 conselheiros, que são indicados por suas instituições de origem e entidades da sociedade civil.

Uma segunda reclamação disciplinar, apresentada ao CNMP pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), estava prevista para ser analisada nesta terça, mas foi tirada da pauta.

Na reclamação, Renan queixou-se de publicações feitas por Deltan nas redes sociais que teriam interferido nas eleições do ano passado e na eleição para presidente do Senado em fevereiro deste ano. Renan argumentou que Deltan teve atuação político-partidária, o que é vedado.

O julgamento foi adiado porque Renan fez um aditamento ao pedido inicial, na semana passada, e requereu o afastamento cautelar de Deltan das funções de procurador.

O corregedor, que analisa a reclamação, resolveu adiar sua análise para ter tempo para apreciar o novo pedido e para ouvir novamente o chefe da força-tarefa da Lava Jato.

Um terceiro processo, sobre entrevista concedida por Deltan à rádio CBN, que também estava na pauta desta terça, foi apreciado em conjunto com outros procedimentos.

Os conselheiros do CNMP negaram um recurso de Deltan para arquivar o caso e decidiram que o PAD (Processo Administrativo Disciplinar) continuará tramitando.

O conselheiro Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho, indicado ao CNMP pelo Senado, pediu a palavra durante a sessão desta manhã para criticar a demora do colegiado para julgar os casos de Deltan.

“É óbvio que não devemos ser pautados pela imprensa e pelas redes sociais, nós somos um tribunal administrativo, nós temos processos, procedimentos […] No entanto, uma vez provocados, eu acho que precisamos agir. E nós fomos convocados, diversas vezes, há meses”, disse Bandeira.

No Supremo, o questionamento da defesa de Lula para a suspeição de Deltan foi feito na noite desta segunda (12), no momento em que cresce a insatisfação de ministros da corte com a atuação do chefe da força-tarefa da Lava Jato.

O habeas corpus, que pleiteia a liberdade de Lula, deverá ser analisado pela Segunda Turma do STF, onde já tramita um pedido de suspeição do ex-juiz Moro, hoje ministro da Justiça do governo de Jair Bolsonaro (PSL).

Os advogados do petista também requisitam ao ministro Alexandre de Moraes (STF) o compartilhamento do material apreendido pela Polícia Federal na Operação Spoofing.

O CERCO A DELTAN

Ação no CNMP Chefe da Lava Jato é alvo de reclamações no órgão de controle externo do Ministério Público. Uma delas, relativa à conduta de Deltan revelava por diálogos privados obtidos por site, foi desarquivada nesta terça. Outros procedimentos, que questionam declarações públicas do procurador sobre o Supremo e a eleição no Senado, também tramitam

Pedido de suspeição A defesa do ex-presidente Lula pediu ao STF a suspeição de Deltan e dos demais procuradores da força-tarefa no caso do tríplex de Guarujá (SP). O habeas corpus deverá ser analisado pela Segunda Turma da corte, onde já tramita um pedido de suspeição do ex-juiz Sergio Moro, hoje ministro da Justiça do governo Bolsonaro

Recado institucional Em discurso nesta terça, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, fez discurso de apoio à Lava Jato, mas cobrou dos procuradores uma atuação “inteiramente dentro dos marcos da legalidade”. A força-tarefa em Curitiba foi renovada por mais um ano

OUTRO LADO

Deltan afirma que não reconhece as mensagens que têm sido atribuídas a ele e que o material é fruto de crime.  Quanto à colaboração com o então juiz Sergio Moro, diz que os contatos mantidos são normais da prática jurídica

LIBERDADE ECONÔMICA: Câmara aprova texto-base de MP que reduz burocracia e fixa regras para trabalho aos domingos

Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira, 13, o texto-base da Medida Provisória da Liberdade Econômica, que reduz burocracias. Os destaques, sugestões de mudanças que podem modificar o texto final, serão votadas nesta quarta-feira, 14.

O texto foi aprovado por volta de 23h, depois de muitas negociações ao longo do dia, por 345 a favor e 76 contra. A medida perde a validade no dia 27 de agosto. Depois de encontrar resistência entre parlamentares, principalmente por causa de alterações nas regras trabalhistas, o governo e o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), relator da MP, enxugaram o texto para levá-lo a votação.

A retirada de vários artigos foi feita depois de o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) intervir. Ele se reuniu com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, e chegou a conversar com líderes da Central Única dos Trabalhadores (CUT) antes da votação.

“O que importa é o que ficou, estamos salvando a MP”, afirmou o relator da proposta, deputado Jeronimo Goergen (PP-RS).

O texto aprovado manteve a permissão de trabalho aos domingos e feriados, mas estabeleceu que os empregadores terão que permitir o descanso dos trabalhadores aos domingos pelo menos uma vez a cada quatro semanas. Esse prazo foi reduzido após  o Estadão/Broadcast mostrar, na última sexta-feira, que uma versão anterior da MP havia previsto o descanso neste dia obrigatoriamente apenas a cada sete semanas.

“Embora não tenha mexido em direito nenhum, houve um erro de comunicação do governo que incluiu esse ponto e não explicou direito. Não tem como isso prosseguir e ser aceito pela sociedade”, disse Goergen.

A MP saiu com 53 artigos da Comissão Especial e o texto aprovado ficou com 20 artigos. Entre os pontos que foram retirados está a anistia de multas da tabela do frete e a criação de um documento único de transporte de cargas. Segundo Goergen, as duas alterações serão reenviadas em um projeto de lei pelo governo na semana que vem. “Retiramos os pontos que tinham risco de ser declarados inconstitucionais ou que criavam debates paralelos”.

A versão final também deixou de fora previsão de que os contratos de quem ganha mais de 30 salários mínimos (R$ 29.940) seriam regidos pelo direito civil e não estariam protegidos pelas normas da CLT. Também saiu a determinação de que fiscais só poderiam aplicar multas a partir da segunda visita a um estabelecimento.

Foram mantidas, no entanto, alterações feitas pelo relator como a possibilidade de bancos abrirem aos sábados e de, após acordo, os trabalhadores baterem ponto “por exceção”, marcando apenas horários de entrada e saída fora do habitual. Permaneceram ainda a previsão de que o eSocial será substituído por outro programa em até 120 dias e a criação da carteira de trabalho eletrônica.

O texto levado a votação preservou os pontos originais enviados pelo governo, como o fim da necessidade de licenças e alvarás para negócios de baixo risco (a definição das atividades de baixo risco será estabelecida em um ato do Poder Executivo, caso não haja regras estaduais, distritais ou municipais sobre o tema) e a proibição do “abuso regulatório”, como a criação de regras para leis para reserva de mercado ou controle de preço.

Foram revogados ainda artigos da CLT que vedavam trabalho de categorias como professores e telemarketing aos domingos e que estipulavam regras para anotações na carteira de trabalho.

O relator prevê que a proposta ajude a criar 4 milhões de empregos em uma década, com a melhora no ambiente de negócios que a MP pretende promover.

Enxugamento. Além das alterações trabalhistas, foram retirados outros pontos, como a autorização para que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) reduza  exigências para facilitar o acesso de companhias de pequeno e médio porte no mercado de capitais e de emissão de receitas digitais para compra periódica de um mesmo medicamento.

Também saíram do texto o fim do adicional de periculosidade para motoboys, a ampliação de receitas com corridas de cavalo e a possibilidade de termo de compromisso lavrado por autoridade trabalhista ter precedência sobre ajuste de conduta como os firmados pelo Ministério Público, que haviam sido aprovadas na Comissão Especial sobre o tema.

Entre os pontos que saíram do texto estão ainda mudanças na área ambiental, como previsão de que valor de taxas ambientais e definição de riscos poderiam ser atualizados por comitê que seria instituído pelo ministro do Meio Ambiente, com representantes das pastas da Agricultura, Economia e do setor produtivo.

Também foram retiradas alterações na inspeção do trabalho,como a previsão de que poderia ser firmado termo de compromisso por fiscais trabalhistas para orientação e prevenção de infrações.

ESTADÃO CONTEÚDO

 

LOCAIS

DESEQUILÍBRIO TOTAL: Gasto com pessoal cresce 50% e chega a quase meio bilhão de reais no RN

A folha salarial dos mais de 106 mil servidores das administrações direta e indireta do Estado chegou a quase R$ 500 milhões mensais. É o que mostra o mais recente estudo divulgado pela Secretaria Estadual da Administração (SEAD) sobre as despesas com pessoal. Entre 2014 e 2019, houve um crescimento nominal de 50,93% dos gastos com pessoal, passando de R$ 328,1 milhões, em janeiro de 2014, para R$ 495,2 milhões, em junho de 2019.

Os dados detalham, ainda, que o crescimento da folha por tipo de vínculo, no período de 2014-2019, foi de 173% somente na folha dos servidores aposentados, seguido da folha dos pensionistas, com 48,3%. O menor crescimento, de 5,9%, foi na folha dos servidores ativos.

“Nós resolvemos estudar todas as folhas de pagamentos, alinhar a metodologia e realizar o estudo no semestre, evitando possíveis inconsistências”, explicou a secretária de Administração, economista Virgínia Ferreira.

De acordo com o levantamento do Governo do Estado, a folha de pagamento, dos mais de 106 mil vínculos, os ativos são 48,9%, enquanto os inativos (aposentados e pensionistas) chegam a 51,1%, evidenciando uma situação de desequilíbrio no quadro de servidores da Administração Pública Estadual.

Segundo o  estudo da SEAD, em janeiro de 2014, por exemplo, os vínculos ativos representaram 64,7% da folha, ao passo que os vínculos inativos representaram 35,3%.

Nesse período, o número de vínculos ativos na folha de pagamento reduziu 22,2%, enquanto o número de vínculos inativos cresceu 49%.

No tocante ao valor mensal da folha, no mesmo período houve um crescimento nominal de 50,93%, passando de R$ 328,1 milhões em janeiro de 2014 para R$ 495,2 milhões em junho de 2019.

Para continuar lendo click aqui: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/gasto-com-pessoal-cresce-50-e-chega-a-quase-meio-bilha-o-de-reais-no-rn/456802

TRIBUNA DO NORTE

Fonte: Blog do BG

 

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

BOAS NOTÍCIAS: UMA QUANTIDADE DE OPÇÕES IMENSA DE ESTUDAR NO EXTERIOR!

Na coluna BOAS NOTÍCIAS desta quarta-feira temos um show de opções para quem quer estudar e morar no exterior. Veja a reportagem completa a seguir e conheça todas as opções disponíveis, da Austrália aos EUA, do Canadá ao Japão e a Europa. Não deixe de conferir ou poderá estar perdendo a maior oportunidade da sua vida!

Quer estudar na Austrália, Europa, Canadá, EUA ou Japão? Bolsas abertas

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Notícia boa para quem sonha em estudar fora do Brasil. Universidades de vários países estão com bolsas abertas e as inscrições já começaram. Algumas são para este ano e outras para 2020.

Há opções para graduação, mestrado e doutorado nos Estados Unidos, Austrália, Holanda e França, entre outros.

O portal Estudar Fora selecionou as 20 melhores, e nós reproduzimos pra você de acordo com os países e as datas para inscrições:

Nova Zelândia

A Universidade de Canterbury, na Nova Zelândia, aceita candidaturas para suas bolsas de graduação até 15 de agosto. Trata-se de um auxílio financeiro concedido a alunos do primeiro ano dos cursos oferecidos na instituição. Para se inscrever, é necessário submeter a applicationonline.

Ao todo, serão até 25 bolsas concedidas, por meio do programa UC International First Year Scholarship. O prêmio dado aos alunos selecionados vai de 10 a 20 mil dólares neozelandeses (o que dá cerca de R$ 25.700 a R$ 51.400 na cotação atual).

Austrália

Já pensou em estudar na Austrália? A Universidade de Melbourne, situada na capital cultural do país, abriu inscrições para bolsas de graduação e pós em Melbourne. São diversas modalidades de bolsas, que vão desde aportes únicos até bolsas integrais com auxílio ao candidato durante a duração do curso. As inscrições vão até 30 de outubro.

Entre as bolsas para alunos de graduação, a principal é a Melbourne International Undergraduate Sholarship. Ela vai desde um valor de AU$ 10 mil no primeiro ano da graduação até o valor total do curso do candidato, de acordo com o seu desempenho acadêmico.

Já para pós-graduação, há as Graduate Research Scholarships, que cobrem odos os tuition feesdo curso e oferecem um valor anual de AU$ 30.600 para que o candidato se mantenha na Austrália.  Elas têm duração máxima de até dois anos, para programas de mestrado, ou até três anos e meio, para doutorado.

Canadá

Localizado em Toronto, maior cidade do Canadá, o Humber College é uma das principais instituições de ensino superior do país. Ao todo, são mais de 150 cursos full-time disponíveis. Os interessados em estudar por lá podem concorrer a bolsas de estudo para graduação no Canadá.

As inscrições estão abertas até 27 de setembro para as turmas que iniciam o curso em janeiro de 2020. Nesse caso, estão disponíveis sete bolsas: três de 5 mil dólares canadenses ao ano, uma de 3 mil dólares por um ano e três de mil dólares por um ano.

Canadá, em Winnipeg

A Universidade de Winnipeg está com inscrições abertas para o programa de bolsas President’s Scholarship for Young Leaders. Trata-se de um programa de bolsas de estudo no Canadá que contempla desde intercâmbios de inglês até cursos de graduação, pós-graduação e aperfeiçoamento profissional oferecidos pela universidade. As inscrições vão até 30 de setembro.

O valor das bolsas vai de 3.500 dólares canadenses para os intercâmbios de inglês (English Language Programs) e programas de aperfeiçoamento profissional (PACE), até 5.000 dólares canadenses para os programas de graduação e pós-graduação.

Isso corresponde a cerca de 25% a 100% dos custos dos estudos (de acordo com o programa escolhido). Programas intensivos de inglês, por exemplo, têm valor inferior ao da bolsa. Já os cursos de graduação têm anuidade de até 17 mil dólares canadenses. Alunos que necessitem de auxílio financeiro adicional também podem, após a admissão, pleitear mais auxílio financeirooferecido pela universidade.

EUA 

A Organização de Estados Americanos (OEA) está com inscrições abertas para três programas de bolsas de graduação nos EUA. Os programas oferecem bolsas para universidades na Carolina do Sul, Colorado e Kentucky, a saber: a University of South Carolina Aiken (USC Aiken), a Colorado State University (CSU) e a Western Kentucky University (WKU). Cada um deles tem seu próprio prazo de inscrição, mas todos estarão abertos o

Em todos os casos, é necessário primeiro ser aceito pela universidade para, em seguida, concorrer às bolsas de graduação nos EUA da OEA. Mais informações sobre as oportunidades podem ser vistas neste link.

Alemanha

O serviço alemão de intercâmbio acadêmico (DAAD) está com inscrições abertas para bolsas de estudo na Alemanha em uma série de programas relacionados ao desenvolvimento econômico. As bolsas são parte do programa EPOS, criado com foco no aperfeiçoamento de profissionais de destaque de países em desenvolvimento. As inscrições variam de 31 de agosto de 2019 a até 31 de março de 2020.

No total, são 40 cursos de mestrado e doutorado, com duração entre um e dois anos, ministrados em inglês ou alemão em diversas instituições de ensino superior do país. Uma lista completa dos cursos participantes pode ser vista neste documento.

Alemanha

O Munich International Property Law Center (MIPLC) está recebendo inscrições para bolsas de mestrado em Direito na Alemanha. As bolsas de estudo são oferecidas pelo serviço de intercâmbio alemão (DAAD), e as inscrições vão até 15 de outubro.

O curso, que seleciona 38 alunos anualmente, inclui discussões baseadas em Common Law e Civil Law, além de disciplinas como economia e administração de empresas, e é ministrado totalmente em inglês. O MIPLC, por sua vez, é um centro de pesquisa comandado por quatro instituições diferentes: o Max Planck Institute for Innovation and Competition, a Universidade de Augsburg, a Universidade Técnica de Munique e a George Washington University.

Os bolsistas escolhidos receberão um valor mensal de 750 a 1.000 euros durante os 12 meses de duração do curso. A bolsa também cobre despesas com passagem aérea e com seguro de saúde do bolsista na Alemanha. Saiba mais.

Alemanha

O serviço alemão de intercâmbio acadêmico (DAAD) está oferecendo até oito bolsas de estudo para mestrado na Alemanha, na área de ecologia e conservação. As bolsas são para o programa de mestrado em Ecologia da Paisagem e Conservação da Natureza (ou LENC na sigla em inglês) oferecido pela Universidade de Greifswald, no nordeste da Alemanha. As inscrições vão até 15 de dezembro.

As bolsas de estudo para mestrado na Alemanha do DAAD oferecem um valor mensal de €750 (cerca de R$ 3.300) e subsidiam os custos de estudo e pesquisa do candidato, além de suporte para a família do bolsista. Cobrem também as despesas com passagem aérea, seguro de saúde na Alemanha, e um curso de alemão de dois meses antes do início dos estudos (em agosto de 2020, segundo o edital).

Alemanha

O Serviço alemão de intercâmbio (DAAD) está recebendo inscrições para bolsas de mestrado em planejamento urbano na Alemanha. As bolsas de estudo são para o programa de M.Sc. em “Regional Development Planning and Management” ministrado pela escola de planejamento espacial (SPRING) da TU Dortmund. As inscrições vão até 1 de outubro.

Os bolsistas selecionados receberão um valor mensal de €850 (cerca de R$) por mês para se manter durante a duração do curso. A bolsa também inclui seguro-saúde e passagem aérea de ida e volta para o Brasil.

Alemanha

Estão abertas até 1 de outubro as bolsas de estudo para MBA na Alemanha, como parte do programa EPOS, criado pelo Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD, na sigla em alemão). O EPOS foca cursos de pós-graduação no país que se relacionem ao desenvolvimento sustentável e, nesse caso, a formação oferecida pela Universidade de Leipzig dedica-se às pequenas e médias empresas.

A formação recebe o nome de SEPT, sigla que significa “Small Enterprise Promotion and Training”(ou, em tradução livre, “promoção e treinamento para pequenas empresas”). O programa foca em pequenas empresas, analisando casos de sucesso na Alemanha e as medidas que lhes renderam esse sucesso.

Alemanha

A Universidade de Frankfurt, na Alemanha, abriu inscrições para o programa “Goethe Goes Global”, que oferta bolsas de mestrado a alunos internacionais. A proposta é atrair jovens que tenham bom desempenho acadêmico e que se interessem por pesquisa. Para se inscrever às bolsas para a Universidade de Frankfurt, é necessário submeter a candidatura até 31 de agosto.

Os selecionados pela iniciativa recebem auxílio mensal de mil euros, durante os dois anos de duração do curso. As bolsas estão disponíveis para todos os programas de mestrado oferecidos pela Universidade de Frankfurt. Para concluir a formação, os alunos podem escolher entre redigir uma dissertação ou fazer um estágio supervisionado na unidade de pesquisa da universidade correspondente ao seu curso.

Alemanha

A Alexander von Humboldt Foundation está recebendo inscrições para a German Chancellor’s Fellowship para líderes do amanhã. Trata-se de um programa de bolsas de pesquisa na Alemanhaque tem o objetivo de recrutar jovens líderes do Brasil, China, Índia, Rússia e Estados Unidos que possam atuar como mediadores entre a Alemanha e seus países de origem no futuro. As inscrições vão até 15 de setembro.

Durante a fellowship, os bolsistas receberão mentoria individual de um mentor de sua escolha para desenvolver um projeto de pesquisa de um ano. Participarão também de uma study tour da Alemanha, passando por diversas instituições de ensino e eventos de networking com outros fellows e representantes de empresas e organizações alemãs. A fundação também apoia os fellows a manterem esse contato durante toda a sua carreira.

Alemanha

O Georg Eckert Institute, um instituto alemão dedicado à pesquisa em materiais didáticos, está recebendo inscrições para bolsas para pesquisa em livros didáticos e mídias educativas. Estão abertos dois programas: o Georg Eckert Institute Fellowship Programme e o Otto Bennemann Grant, ambos voltados a esse mesmo tema. As inscrições para os dois vão até 15 de setembro.

Os selecionados para o Fellowship Programme receberão um aporte mensal de €1.000 pela duração do programa. A duração varia de acordo com o projeto de pesquisa do candidato. O tempo mínimo, no entanto, é de duas semanas. E, usualmente, as bolsas têm duração de um mês a um mes e meio.

Já o Otto Bennemann Grant oferece um valor mensal de €2.000 por até dois meses. A ideia dela é promover pesquisas sobre livros didáticos que tenham (as pesquisas) abordagens metodológicas inovadoras. Tanto a Fellowship quanto a Grant também permitem que os escolhidos solicitem auxílio nas despesas com passagens aéreas. Nesse caso, o instituto cobre 50% das despesas de viagem, até o valor máximo de €500.

Alemanha

O Deutsches Museum, um museu localizado em Munique, na Alemanha, está recebendo inscrições para o Scholar-in-Residence Program 2019. O programa oferecerá bolsas de pesquisa na Alemanha até €30.000 para pesquisadores que queiram desenvolver projetos de pesquisa de nível de doutorado ou pós-doutorado relacionados ao acervo do museu. As inscrições vão até 11 de outubro.

Os projetos podem ter seis ou 12 meses de duração. Projetos de nível de doutorado receberão uma bolsa de €7.500 (caso sejam de seis meses de duração) ou €15.000 (para 12 meses). Projetos de nível pós-doutorado, por sua vez, receberão bolsa de €15.000 (seis meses) ou €30.000 (12 meses). Além dos valores, os bolsistas também terão seu próprio espaço de trabalho no museu, com computador e telefone, e terão a oportunidade de morar temporariamente em apartamentos subsidiados pelo museu.

Argentina

Para quem pensa em estudar na América Latina: está aberto um edital para bolsas de estudo e pesquisa na Argentina, oferecido pelo próprio governo do país. As bolsas são oferecidas para uma seleção de cerca de 30 programas de mestrado diferentes, em 15 universidades e escolas diferentes da Argentina. As inscrições vão até 5 de setembro.

A lista completa de programas contemplados pode ser vista neste link. No caso de bolsas de pesquisa, não há uma lista fechada de programas elegíveis. Todas as universidades argentinas de gestão estatal podem oferecer as bolsas, contanto que o candidato consiga um convite de um pesquisador da instituição para realizar seu trabalho por lá recebendo a bolsa.

Índia

A Anant University está recebendo inscrições para o programa Anant University Fellowship. Com o subtítulo de “Solutionaries for the Built Environment”, o programa oferecebolsas de estudo para pós-graduação na Índia a estudantes de áreas como Design, Arquitetura, Urbanismo, Engenharia Civil e Ciências Ambientais. Não há um prazo limite para as inscrições mas a universidade ressalta que candidatos interessados nas bolsas de pós-graduação na Índia devem se inscrever o quanto antes.

A Fellowship é o principal programa da Anant University, segundo a própria universidade. Trata-se de um programa multidisciplinar de um ano de duração que aborda áreas como urbanismo verde, técnicas de construção baseadas na terra e, ao mesmo tempo, disciplinas como Antropologia e Sociologia.

A universidade oferece bolsas de 80% dos custos do programa com habitação e alimentação, que são de 1 milhão de rúpias (cerca de R$ 55 mil). Estudantes com renda familiar anual inferior a 800.000 rúpias (cerca de R$ 44 mil) também podem pleitear bolsas integrais que cobrem os custos de tuition, alimentação e moradia durante o ano de curso.

Japão

Estão abertas até 29 de novembro as inscrições para a fellowship Keizo Obuchi, uma iniciativa da UNESCO para pesquisadores de até 40 anos. O programa, desenvolvido em parceria com o governo do Japão, recrutará dez estudiosos para receber um aporte de US$ 10.000 aos seus projetos de pesquisa, que podem ser realizados ao longo de 3 a 9 meses em quaisquer países.

Embora as bolsas sejam para qualquer país, terão preferência os candidatos que desejarem realizar pelo menos parte de seus estudos no Japão. Mulheres e cidadãos de países em desenvolvimento também terão preferência no processo de seleção das bolsas.

Singapura

O Governo de Singapura abriu inscrições para bolsas para PhD nas áreas de Ciências Biomédicas, Engenharia e temas ligados às Ciências Físicas (como Química, Física e Astronomia), pelo programa Singapore International Graduate Award (SINGA). É possível se candidatar até 1 de dezembro para o programa voltado a alunos de doutorado, que tem início em maio de 2020.

A bolsa cobre integralmente os valores de anuidade por até quatro anos de duração do programa. Há ainda um valor mensal de cerca de 2 mil dólares (que aumenta para 2,5 mil depois que o candidato faz a qualificação), auxílio financeiro de mil dólares para instalação no país e 1.500 dólares para passagens aéreas. Saiba mais.

Austrália

Universidade de Sydney recebe, todos os anos, pesquisadores do mundo todo para seus programas de mestrado e doutorado. Por meio de suas bolsas de estudo internacionais, a instituição oferece apoio financeiro para quem deseja desenvolver pesquisa na Austrália. As inscrições vão até 31 de agosto.

Vale lembrar que não há uma application separada para as bolsas de estudo. Os candidatos devem submeter seus dados e documentos exigidos por seu curso de escolha, para serem avaliados por uma série de critérios. Entre eles, estão o desempenho acadêmico na graduação e a experiência prévia em pesquisa. Como benefício, o programa cobre o valor da tuition e manutenção no país por um período de até três anos.

Austrália

Um programa financiado pela Universidade de Newcastle e pelo Governo do Commonwealth oferece bolsas para mestrado e PhD na Austrália. São duas rodadas de candidatura por ano, e a próxima encerra inscrições em 1 de setembro.

A bolsa inclui um auxílio de custo anual de 27 mil dólares australiana, cobre o valor da anuidade da universidade e ainda oferece seguro saúde. Os benefícios têm duração máxima de quatro anos para doutorado e de dois anos para mestrado em pesquisa. Confira aqui a lista de PhDs e Mestrados oferecidos pela instituição.

Austrália

Universidade de Flinders, universidade pública localizada em Adelaide, na Austrália, está com inscrições abertas para suas Bolsas Internacionais de Pesquisa em Pós-Graduação. Como parte do Australian Government Research Training Program (AGRTP) Scholarship, serão oferecidas até 10 bolsas para pós-graduação na Austrália. as inscrições vão até 9 de agosto.

As bolsas para pós-graduação na Austrália do programa têm duração de até três anos e cobrem todos os custos de anuidade da instituição, além de um auxílio no valor anual de 27.596 mil dólares australianos (cerca de R$ 74 mil). Gastos do candidato com passagens aéreas também poderão ser reembolsados, e os bolsistas receberão um auxílio instalação de até 1.485 dólares australianos (R$ 4.000 aproximadamente) ao chegar no país. Saiba mais.

Áustria

Estão abertas as inscrições para o Helmut Veith Stipend, um programa de bolsas de estudo de pós-graduação na Áustria para mulheres da área de tecnologia da informação. As bolsas de estudo são voltadas para mulheres que queiram realizar um dos programas de mestrado em Ciências da Computação da Universidade Técnica de Vienna (TU Wien) ministrados em inglês. As inscrições vão até 30 de novembro.

As bolsistas selecionadas terão todos os custos de tuition cobertos. Receberão também um valor de €6.000 (cerca de R$ 26.100) por ano durante a duração do programa para auxiliar com o custo de vida em Vienna, na Áustria. Veja mais informações.

Canadá

O fundo de pesquisas do Québec para natureza e tecnologias está recebendo inscrições para o Merit Scholarship Program for International Students. Trata-se de um programa de bolsas de estudo para doutorado no Canadá, mais especificamente na região do Québec. Há também bolsas de pós-doutorado e de pesquisas de curta duração ou aperfeiçoamento profissional. As inscrições vão até 1 de outubro.

Os bolsistas de doutorado receberão uma bolsa de 25 mil dólares canadenses (cerca de R$ 71.900) por ano, com duração máxima de três anos. É possível pedir uma extensão da bolsa ao fim desse prazo, de até 12 meses. Nesse caso, o bolsista receberá mais mil dólares canadenses (R$ 2.800 aproximadamente) por mês.

Canadá

O governo canadense está com inscrições abertas para o programa Banting Postdoctoral Fellowships. O programa contemplará 70 pesquisadores com uma bolsa de 70 mil dólares canadenses por ano (aproximadamente R$ 209.000), por até dois anos. As inscrições para as bolsas de pesquisa no Canadá vão até 18 de setembro!

O programa é voltado tanto para pesquisadores canadenses quanto estrangeiros. No caso dos pesquisadores estrangeiros (que é o que nos interessa), é necessário que a pesquisa seja realizada em uma instituição canadense. A escolha da instituição fica a cargo do candidato, e a bolsa contemplará pesquisadores nas áreas de humanas, exatas, biológicas e saúde.

Canadá

O Programa Vanier Canada Graduate Scholarships é promovido pelo governo do Canadá para incentivar estudos de doutorado no país. Anualmente, são oferecidas mais de 160 bolsas de estudo no valor de 50 mil dólares canadenses para estudantes das áreas de ciências sociais, humanas, ciências da natureza, engenharia e saúde.

As inscrições para a próxima edição vão até 6 de novembro. Já os cursos, por sua vez, começam em maio ou setembro de 2020. Veja aqui mais informações.

China

Estão abertas até o dia 26 de setembro as inscrições para o programa Schwarzman Scholars, que oferece bolsas de estudo integrais para cursos de mestrado na Universidade de Tsinghua, localizada em Pequim e considerada a melhor universidade entre os países emergentes.

O mestrado tem a duração de um ano e é possível escolher entre três áreas de estudo: Políticas PúblicasEconomia e Negócios, e Estudos Internacionais. Não é necessário ter formação prévia em nenhuma dessas áreas para concorrer, nem dominar mandarim, já que todas as aulas serão em inglês.

As bolsas de estudo cobrem todos os custos do mestrado e incluem também passagens áreas para a China, moradia, alimentação, seguro-saúde, um computador pessoal e uma quantia mensal para gastos pessoais de U$ 4.000. Todos os aprovados deverão morar no campus universitário de Tsinghua.

EUA

Universidade Stanford oferece um programa de bolsas de estudo para seus cursos de pós-graduação, disponível para todas as áreas. O Knight-Hennessy Scholars disponibiliza um total de US$ 750 milhões em apoio financeiro – sendo o maior programa de bolsas já financiado por doações. As inscrições para as bolsas para Stanford vão até 09 de outubro.

As bolsas para Stanford cobrirá todas as despesas do estudante durante seu período de estudos em Stanford, incluindo os custos de anuidade da instituição; alojamento e alimentação dentro do campus; livros e equipamentos de pesquisa e estudos; seguro saúde; despesas de viagem de ida e volta para Stanford; transporte local e um valor para despesas pessoais.

EUA

A universidade estadunidense Johns Hopkins inaugurou recentemente a bolsa de estudos em homenagem a Marielle Franco, vereadora assassinada em março de 2018 no Rio de Janeiro. O apoio financeiro foi disponibilizado graças a uma doação anônima recebida em nome de Marielle.

O valor ainda não foi divulgado, mas o fato é que a bolsa vai custear parte das despesas do mestrado em relações internacionais com foco na América Latina. O curso faz parte do Programa de Estudos Latino-Americanos (LASP) da School of Advanced International Studies (SAIS) na Johns Hopkins. Candidatos a qualquer curso do SAIS da Johns Hopkins serão considerados para receber a bolsa Marielle Franco, desde que sua área de concentração na pesquisa sejam os estudos latino-americanos. A lista de cursos disponíveis pode ser acessada nessa página.

EUA

LAIOB (Latin American Institute of Business) está oferecendo 12 bolsas de estudo para os cursos de Marketing, Management, Sales Management & Negotiation e Innovative Project Management. As bolsas para cursos de negócios são da University of Akron, em Ohio, nos Estados Unidos, e têm duração de duas semanas, com carga horária de 64 horas. Eles acontecerão em fevereiro de 2020. As inscrições vão até 25 de agosto podem ser feitas por meio deste link.

Para cada um dos quatro cursos, o LAIOB oferecerá uma bolsa integral e duas bolsas de 70%, totalizando 12 bolsas para cursos de negócios. Além delas, o instituto também concederá bolsas de 50% e 30% a outros candidatos selecionados durante o processo seletivo.

EUA

O National Endowment for Democracy (NED), um fundo estadunidense voltado ao fortalecimento de instituições democráticas, está recebendo inscrições para a Reagan-Fascell Democracy Fellowship. Trata-se de um programa de bolsas para projetos nos Estados Unidos voltado para ativistas, jornalistas, pesquisadores e líderes da sociedade civil que lhes permite passar cinco meses em residência em Washington D.C. fazendo pesquisa. As inscrições vão até 1 de outubro.

Os “fellows” receberão um valor mensal (não especificado) para cobrir “os custos de um aluguel de apartamento, alimentação, transporte local e outras necessidades” na cidade. O auxílio financeiro também cobre passagens aéreas e seguro saúde. Além disso, os bolsistas terão um escritório totalmente equipado e um orçamento limitado para ligações internacionais e viagens profissionais dentro dos Estados Unidos.

EUA

A Getty Foundation está recebendo inscrições para o programa Getty Scholar Grants, que oferece bolsas para pesquisas nos Estados Unidos. O programa contemplará pesquisadores ou escritores que atuem nas áreas das artes, humanidades ou ciências sociais. As inscrições vão até 1 de outubro.

É possível se candidatar para residências com três, seis ou nove meses de duração, entre setembro de 2019 e junho de 2020. As bolsas para residência de três meses são de US$ 17.200. Para as residências de seis meses, as bolsas são de US$ 42.000. E para residências de nove meses, as bolsas são de US$ 65 mil por todo o período.

Além dos valores, os “scholars” também terão direito a um apartamento no complexo residencial da Getty e de um escritório no Getty Research Institute, na Califórnia. A bolsa também cobre despesas com passagens aéreas até Los Angeles e seguro saúde.

Europa

Comissão Europeia dará quase €300 milhões em bolsas a pesquisadores experientes

Estão abertas as inscrições para as Individual Fellowships das Marie Skłodowska-Curie Actions. O programa, que aceita candidaturas até 11 de setembro, foi criado pela Comissão Europeia, o órgão executivo do bloco europeu. Ele apoia pesquisadores de qualquer lugar do mundo, e conta com um orçamento de €294,49 milhões para o ano de 2019.

O foco da iniciativa são áreas da ciência: Ciências Ambientais e Geociências, Ciências Biológicas, Ciências da Informação e Engenharia, Ciências Econômicas, Ciências Sociais e Humanidades, Física, Matemática e Química. A única restrição de temas refere-se à pesquisa sobre energia nuclear, contemplada por outros editais na Europa.

Europa

Se você pensa em fazer mestrado na Europa e já quer se programar com antecedência, fique ligado. O site educations.com está oferecendo a Study a Master’s in Europe Scholarship, uma bolsa de mestrado na Europa no valor de €5.000 (cerca de R$ 22.000) para cursos que se iniciam no segundo semestre de 2020. As inscrições vão até 13 de abril de 2020.

O valor pode ser usado pelo bolsista para cobrir os custos de tuition de qualquer curso de mestrado de sua escolha na Europa. Como o valor é pago diretamente à universidade, ele não pode ser usado para outros fins. No entanto, a bolsa não tem cláusula de exclusividade: ou seja, você pode se candidatar a outra bolsa de mestrado na Europa para ajudar a custear seus estudos, se quiser.

Itália

A Scuola Normale Superiore (SNS) está com inscrições abertas para bolsas integrais de PhD na Itália, tanto para estudantes italianos como para alunos internacionais. O processo seletivo é relativamente simples, e as inscrições serão recebidas até o dia 29 de agosto!

São oferecidas, no total, 68 bolsas de estudos nas seguintes áreas: Estudos Clássicos, Ciência de Dados, Ciências Políticas e Sociologia, Filosofia, Governança Transnacional, Filosofia, FísicaMatemática, Matemática Financeira, Métodos e Modelos para Ciências Moleculares, Nanociência, Neurociência, Ciências Políticas e Sociologia.

México

A Organização de Estados Americanos (OEA) e o Conselho Nacional Mexicano de Ciência e Tecnologia (CONACYT) estão recebendo inscrições para bolsas para pós-graduação no México. As bolsas de estudo são para programas de mestrado e doutorado em instituições de ensino superior mexicanas, ministrados em inglês ou espanhol. As inscrições vão até outubro.

Os bolsistas receberão um valor mensal que vai de 10.274 pesos mexicanos (cerca de R$ 2.060) para especializações até 15.411 pesos mexicanos (R$ 3.090) para doutorado. Além disso, terão direito a seguro de saúde básico enquanto estiverem no México e descontos das taxas de estudo de determinadas universidades. Os melhores colocados receberão ainda um valor de US$ 1.200 (cerca de R$ R$ 4.580) para auxiliar na sua instalação no país.

Suíça

Já pensou em fazer mestrado na Suíça? A Universidade de Lausanne está com inscrições abertas para bolsas de estudo da instituição. Há opções de cursos em francês e em inglês, e as inscrições podem ser feitas até o dia 1 de novembro. Para concorrer, os candidatos devem escolher um dos programas de mestrado oferecidos pela UNIL. Vale lembrar que alguns deles não são elegíveis: o Mestrado em Medicina, o Mestrado em Direito e o Mestrado em Educação.

A bolsa é de 1600 francos suíços (cerca de R$ 6.280) por mês, entre os meses de setembro e julho. Os selecionados também terão uma taxa reduzida de semestralidade para o mestrado na Suíça. Com isso, pagarão 80 francos suíços, em vez de 580.

Suíça

Estão abertas até 30 de setembro as inscrições para bolsas de MBA para mulheres, no International Institute for Management Development (IMD), Localizado em Lausanne, na Suíça. Será concedida uma bolsa no valor de 25 mil francos suíços, equivalente a aproximadamente 95 mil reais.

A iniciativa surgiu em 1997, quando ex-alunos do instituto uniram-se para estimular a presença feminina na escola suíça. Por isso, o foco são as candidatas de países em desenvolvimento, como é o caso do Brasil.

Hungria

Estão abertas até 8 de agosto as inscrições para a quarta edição do Legal Empowerment Leadership Course. A iniciativa foca profissionais de Direito que tenham papel de liderança e usem a área para causar mudança social. O curso curto na Hungria acontecerá entre os dias 1 e 6 de dezembro, em Budapeste.

De acordo com o programa, o curso de “empoderamento legal” tem o objetivo de “capacitar pessoas para entender, usar e moldar a lei”. Sua meta é “cultivar um grupo global de líderes comprometidos com o empoderamento legal e que compartilham um entendimento comum desse campo, incluindo história, metodologia e evidências”.

Alemanha

O DAAD, Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico, está com inscrições abertas para o programa de bolsas de estudo Winterkurs, em que os estudantes realizam seis semanas de aulas de língua e cultura alemã na Alemanha. O prazo de candidatura termina no dia 15 de agosto.

O Winterkurs é realizado em parceria com universidades alemãs, como Düsseldorf, Köln, Aachen, Berlim e Leipzig. As aulas, por sua vez, ocorrem nos meses de janeiro e fevereiro de 2020.

Genebra

A ONU está recebendo inscrições para o OHCHR Indigenous Fellowship – 2020 Training Programme. Lançado em 1997 pelo Escritório do Alto Comissariado de Direitos Humanos (OHCRH) da ONU, o programa tem o objetivo de apresentar a pessoas de povos indígenas os sistemas e mecanismos da ONU para a proteção dos Direitos Humanos em geral e dos Direitos dos Povos Indígenas em particular. As inscrições para o curso curto da ONU vão até 30 de agosto.

Os participantes escolhidos poderão realizar o programa de treinamento da ONU com tudo pago. Receberão passagens aéreas de ida e volta para Genebra, um valor diário ou mensal para cobrir despesas de acomodação, alimentação e transporte, e um plano básico de seguro de saúde durante a viagem. Os únicos custos não contemplados são despesas com emissão de visto e seguro de viagem.

Dubai

Existente desde 2017, o programa Crossroads Emerging Leaders é oferecido por institutos e clubes de professores e alunos da Harvard University. Trata-se de um programa de liderança da Harvard University de uma semana de duração que acontece no Dubai International Financial Centre, em Dubai, e os estudantes selecionados participam com todas as despesas pagas. As inscrições vão até 30 de agosto.

Na sua próxima edição, o programa será composto por duas etapas. A primeira delas será aberta a todos os candidatos elegíveis, e incluirá cursos online criados pela HarvardX, uma divisão da universidade dedicada a educação a distância. Os estudantes que completarem os cursos dentro de determinado prazo poderão realizar testes de aptidão e concorrer à segunda etapa, que consiste em uma experiência de uma semana em Dubai com tudo pago.

Itália

O International Institute for Humanitarian Law (IIHL) está com inscrições abertas para o centésimo International Refugee Law Course. Trata-se de um curso de direito na Itália com uma semana de duração. O curso é sobre Direito Internacional voltado a refugiados e ações humanitárias, e acontecerá entre 22 e 26 de outubro em Sanremo, na Itália. As inscrições vão até 6 de setembro.

Entre os temas abordados estarão os elementos legais de proteção de refugiados e os princípios, objetivos e programas de ações estabelecidos pelo Pacto Global de Refugiados da ONU. De acordo com o programa do curso, os 25 candidatos escolhidos poderão realizar o curso com todas as despesas pagas, graças ao apoio do Alto Comissário das Nações Unidas para Refugiados (UNHCR).

EUA

Desde 2012, a Universidade Harvard oferece bolsas de estudo anuais para o programa Knight Visiting Nieman Fellowship. Para participar, os fellows devem comprovar como suas ideias de pesquisa contribuirão para o futuro do jornalismo. As inscrições para edição de 2020 já estão abertas e vão até dia 27 de setembro.

Até hoje, foram 42 participantes escolhidos ao redor do mundo. O programa não exige que se tenha formação acadêmica mínima, nem experiência jornalística prévia. Os únicos requisitos dizem respeito ao nível de proficiência em inglês (que deve ser avançado) e à possibilidade de morar em Cambridge durante a fellowship.

Sem local fixo

Wellcome Trust, uma instituição de pesquisa voltada para a saúde pública, está com inscrições abertas para seu programa International Master’s Fellowships. As bolsas de mestrado em saúde pública apoiarão jovens pesquisadores da área de saúde pública, clínicos ou não, a realizar um mestrado sobre temas importantes de saúde pública para países de renda baixa ou média. As inscrições vão até 30 de agosto.

No total, as bolsas de estudo têm um valor de £120.000 (cerca de R$591.800) para 30 meses de duração. Desses 30 meses, 12 deverão ser dedicados a um “taught master’s degree” (um programa de mestrado focado em aulas) e os outros 18 dedicados a um projeto de pesquisa. Os 12 primeiros meses podem ser realizados em qualquer instituição de ensino superior do mundo; os demais 18 meses, no entanto, devem ser focados num país de renda baixa ou média, incluindo o Brasil. A lista completa de países considerados de renda baixa ou média pela Wellcome pode ser vista aqui.

Jovens Embaixadores

Estão abertas as inscrições ao Programa Jovens Embaixadores 2020 – programa promovido pela Embaixada EUA Brasil que leva anualmente 50 estudantes da rede pública para um intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos. É possível se candidatar à primeira fase do processo até 11 de agosto!

Para participar, é preciso ter entre 15 e 18 anos até 10 de janeiro de 2020; cursar o ensino médio na rede pública, ter excelente desempenho escolar, bom nível de domínio do inglês, nunca ter viajado aos Estados Unidos, ter uma boa relação com sua escola e comunidade e realizar algum trabalho voluntário há pelo menos um ano.

Com informações do EstudarFora

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: UMA QUANTIDADE DE OPÇÕES IMENSA DE ESTUDAR NO EXTERIOR!

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA

Por G1

 

A semana começa com a surpresa da derrota de Mauricio Macri nas prévias presidenciais na Argentina. O candidato opositor, escolhido por Cristina Kirchner, teve 15 pontos de vantagem sobre o atual presidente, o que pode indicar uma vitória em 1º turno nas eleições de outubro. No Brasil, Bolsonaro comentou a suspensão de verba da Alemanha para proteção da Amazônia em meio ao aumento do desmatamento. A Fuvest, vestibular mais concorrido do país, abre inscrições para a seleção de 2020. E você vai saber ainda o que está fazendo os museus do Brasil alcançarem recordes de visitantes em 2019.

INTERNACIONAIS

Eleições na Argentina

Alberto Fernández discursa a apoiadores na sede da campanha 'Frente para Todos' neste domingo (11) — Foto: Agustin Marcarian/Reuters

Alberto Fernández discursa a apoiadores na sede da campanha ‘Frente para Todos’ neste domingo (11) — Foto: Agustin Marcarian/Reuters

As eleições prévias simultâneas e obrigatórias da corrida presidencial na Argentina representaram uma derrota para o atual presidente, Mauricio Macri. Em busca da reeleição, ele foi derrotado pelo opositor Alberto Fernández, candidato escolhido por Cristina Kirchner, que é vice na chapa, por uma margem de 15 pontos. O peronista obteve mais de 47% dos votos contra 32% de Macri.

Macri reconheceu que o desempenho foi abaixo do esperado e Fernández falou em construir uma ‘nova Argentina’ ao discursar para apoiadores.

O processo de prévias serve como uma pesquisa eleitoral do primeiro turno no país, marcado para o dia 27 de outubro. Pelas normas da eleição argentina, há chance de o pleito ser definido já no primeiro turno. Se a chapa mais votada tiver 40% dos votos úteis e 10 pontos percentuais a mais que a segunda colocada, estará eleita. Ou, então, se obtiver simplesmente 45% mais um voto.

Recorde no Pan

Atletas do Brasil no Pan de Lima — Foto: Jonne Roriz/COB

Atletas do Brasil no Pan de Lima — Foto: Jonne Roriz/COB

Barba, cabelo e bigode. A delegação brasileira conquistou, nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, encerrados neste domingo, os três maiores objetivos que poderiam ser atingidos: quebrou o recorde de medalhas de ouro, levando 55, foi ao pódio como jamais havia feito, 171, e encerrou o evento em segundo no quadro geral, atrás apenas dos Estados Unidos, repetindo o ocorrido em 1963, no Pan de São Paulo. Portanto, o Brasil fechou com 55 ouros, 45 pratas e 71 bronzes.

Por Blog do BG

Em estreia do PSG, torcida xinga Neymar de FDP e leva faixa: ‘Cai fora’

Um cartaz simplório erguido pela torcida do Paris Saint-Germain neste domingo (11), na estreia do time no Campeonato Francês 2019-2020, resume o status da relação do clube com sua estrela: “Neymar, cai fora! (casse-toi)”.

O atacante brasileiro não pisou no gramado do Parc des Princes —na véspera, o novo diretor esportivo do PSG, Leonardo, tinha dito que o jogador só voltaria a defender a equipe quando se definisse se ele fica em Paris ou vai embora (o mais provável).

A ausência do brasileiro em campo foi compensada por lembranças insistentes (e hostis) em cantos e faixas de torcedores. Logo no começo da partida contra o Nîmes, uma ala do público puxou um “Neymar, filho da puta!” em espanhol.

acontece só em uma ‘remontada’. Você se lembra?”.

“Remontada” (recuperação ou superação, em espanhol) é como ficou conhecido o jogo de março de 2017 em que o PSG foi estraçalhado pelo Barcelona de Messi, Neymar e cia., perdendo por 6 a 1. O brasileiro fez então dois gols. Há pouco, referiu-se ao confronto como um dos mais marcantes de sua carreira, enfurecendo seu clube atual.

Com o resultado, os franceses foram eliminados da Liga dos Campeões, depois de terem ganhado a partida de ida por 4 a 0.

A segunda parte da alfinetada da torcida faz referência ao episódio em que o atacante foi acusado pela modelo Najila Trindade de tê-la agredido e estuprado em um hotel parisiense, em maio passado.

A acusadora mostrou à polícia um vídeo, gravado no dia seguinte ao da suposta agressão, no qual batia no atleta —em pretensa reação ao que ocorrera na véspera. Na semana passada, a Justiça arquivou o inquérito relativo ao caso.

O técnico da equipe francesa, Thomas Tuchel, saiu em defesa do jogador na entrevista coleta após a partida.

“Entendo e não entendo [a reação da torcida]. Hoje em dia, as emoções são assim, à flor da pele. Mas ele ainda é meu jogador. Sendo assim, vou sempre protegê-lo. Posso compreender que não gostem do que diz ou faz, mas é preciso encontrar outro nível para se expressar”, afirmou o alemão.

Antes do jogo de domingo, no entorno do estádio, os torcedores do PSG se mostravam favoráveis ao “divórcio” entre a direção e o brasileiro.

“Espero que ele vá embora, e por um preço justo, próximo daquele que pagamos por ele [222 milhões de euros, em 2017]”, dizia Alexis Canestaier, 26, que trabalha em uma start-up. “A gota d’água para mim foi ele falar bem da ‘remontada’.”

O amigo dele, Thomas Lhumeau, 29, fez o seguinte balanço do biênio de Neymar na França. “Em termos esportivos, foi nulo. Valeu pela visibilidade que ele trouxe à equipe, pelos patrocínios, tudo o que é comercial.”

A avaliação do funcionário público Julien Pouget, 38, segue linha parecida.

“Gosto do jogador, não da pessoa Neymar. Ele não aprecia a equipe, não tem amor à camisa e não estava em campo quando mais precisamos dele [nas eliminações da Liga dos Campeões em 2018 e 2019]. Preferia alguém pior, porém mais presente.”

Para a bancária Karine Petitcolas, 48, é como se ele tivesse jogado apenas o primeiro tempo nas últimas duas temporadas. “Ele foi bem acolhido, mas acho que o mimaram demais. É uma pena que Leonardo [que chegou com a missão de botar ordem na casa] não tenha chegado antes.”

Segundo ela, “para ganhar o Campeonato Francês, não precisamos de Neymar; ele veio para nos dar a Liga dos Campeões”.

Petitcolas acha que o brasileiro é “feito para a Espanha, onde o jogo é mais tático do que físico”. “Espero que ele vá para o Real Madri, só para irritar o Barcelona. Mas lá, com Zidane [técnico], aposto que vai ficar com a boca fechada.”

Vários jornais europeus informaram no domingo que as negociações para transferência de Neymar estariam mais avançadas com o Real do que com os catalães.

Em Paris, os donos da casa não tiveram dificuldade em derrotar o fraco Nîmes por 3 a 0, com gols de Cavani (pênalti), Mbappé e Di Maria.

FOLHAPRESS

 

Oposição surpreende e vence primária contra Macri na Argentina com ampla diferença

A chapa de oposição liderada por Alberto Fernández, que tem a ex-mandatária Cristina Kirchner como vice, venceu com larga vantagem as primárias presidenciais argentinas realizadas neste domingo (11), apontam os resultados preliminares.

Com 58% das urnas apuradas, a dupla tinha 47% dos votos contra 32,6% da chapa do atual presidente, Mauricio Macri. A tendência, segundo o órgão eleitoral, é que a diferença continue assim até o final da apuração.

Caso os números se repitam na eleição de fato, no fim de outubro, Fernández seria eleito em primeiro turno —para isso, ele precisa ter mais de 45% dos votos ou mais de 40% e no mínimo 10 pontos percentuais de vantagem para o segundo colocado.

De acordo com os dados oficiais, o comparecimento foi alto, com a participação de 75% dos eleitores —o voto é obrigatório no país.

As chamadas “paso” (primárias abertas, simultâneas e obrigatórias) foram criadas em 2009, com a intenção de diminuir o número de candidaturas que concorriam na eleição.

As chapas que obtêm menos de 1,5% dos votos nessa etapa não podem concorrer no primeiro turno, marcado para 27 de outubro. Já o segundo turno, se necessário, será em 24 de novembro.

As primárias funcionam, assim, como uma prévia, mostrando quanto de apoio cada candidato tem. Além da disputa presidencial, as primárias incluem ainda votos para o Legislativo e para os governos locais.

O resultado oficial, que saiu com mais de uma hora de atraso, surpreendeu porque as pesquisas internas, divulgadas neste sábado (10), mostravam uma disputa mais apertada, com Fernández liderando com uma vantagem de 2 a 4 pontos percentuais sobre Macri, uma diferença dentro da margem de erro.

O resultado também é, de maneira indireta, uma derrota para o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, que declarou apoio a Macri e fez críticas a Cristina Kirchner

Com a vitória, os oposicionistas foram até o comitê kirchnerista em Buenos Aires comemorar o resultado. O grupo entoou a marcha peronista e dançou cúmbia, apesar do frio de 10 ºC.

Já do lado governista, um otimismo contido do início da noite foi aos poucos dando espaço para a tristeza conforme foi ficando claro que a derrota seria maior do que o esperado.

Às 22h15 (mesmo horário de Brasília), o próprio Macri subiu ao palco de seu comitê, também na capital, para reconhecer a derrota. “Fizemos uma má eleição”, disse ele abraçando seus correligionários. “Ainda há tempo para trabalhar até o primeiro turno”, completou.

A declaração de Macri pôs fim a apreensão dos dois lados gerada pela demora na divulgação dos resultados.

Primeiro, a juíza federal Maria Servini de Cúbria, em uma tentativa de impedir as confusões registradas em anos anteriores durante a contagem nos votos, proibiu a divulgação da boca de urna e estabeleceu que os resultados oficiais só poderiam ser divulgados depois que 10% já tivesse sido apurado, o que estava previsto para às 21h.

Dado o horário, porém, nada de números. O governo disse que um problema no sistema de contagem atrasou a apuração, enquanto os kirchneristas acusavam a gestão Macri de esconder o resultado para ocultar a derrota.

Só por volta das 22h30 os números enfim começaram a sair, já mostrando a larga vantagem opositora —que também ficou na liderança na  primária para o governo da província de Buenos Aires (que não inclui a capital, mas onde mora 38% da população).

Maior vencedor do dia, Fernández começou o domingo saindo para passear com seu cachorro Dylan antes de seguir para votar na capital.

Já Macri, como sempre, foi votar um pouco mais tarde, por volta do meio-dia e foi recebido por um pequeno grupo de opositores, que gritava: “Pode recolher suas coisas que você já vai embora”. O mandatário só sorriu e não respondeu à provocação.

FOLHAPRESS

 

 NACIONAIS

Amazônia

Bolsonaro diz que Brasil não precisa de dinheiro da Alemanha

Bolsonaro diz que Brasil não precisa de dinheiro da Alemanha

O presidente Jair Bolsonaro disse ontem que o Brasil não precisa do dinheiro da Alemanha para preservar a Amazônia. No sábado, a ministra do Meio Ambiente da Alemanha, Svenja Schulze, anunciou em entrevista ao jornal “Tagesspiegel” a suspensão do financiamento de projetos para a proteção da floresta e da biodiversidade na Amazônia devido ao aumento do desmatamento na região.

Questionado sobre o corte do investimento alemão, Bolsonaro afirmou que a Alemanha estava tentando “comprar” a Amazônia. “Investir? Ela não vai comprar a Amazônia. Vai deixar de comprar a prestação a Amazônia. Pode fazer bom uso dessa grana. O Brasil não precisa disso”, declarou.

‘Prévia do PIB’

O Banco Central divulga hoje o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) de junho e do segundo trimestre de 2019. O indicador é considerado uma ‘prévia do PIB’. Se o resultado vier negativo, indica o início de uma recessão técnica (dois trimestres seguidos de contração do nível de atividade). Em maio, o IBC-Br registrou leve alta após 4 meses em queda.

Vestibular 2020

Candidatos fazem prova da segunda fase da Fuvest 2019 neste domingo (6) — Foto: Celso Tavares/G1

Candidatos fazem prova da segunda fase da Fuvest 2019 neste domingo (6) — Foto: Celso Tavares/G1

A Fuvest abre hoje as inscrições para o vestibular 2020 que vai selecionar os candidatos para os cursos de graduação da Universidade de São Paulo (USP). As inscrições, que serão abertas a partir das 12h, deverão ser feitas no site da Fuvest até 20 de setembro. A taxa de inscrição custará R$ 182. Ao todo serão disponibilizadas 8.317 vagas. A primeira fase do vestibular ocorrerá no dia 24 de novembro e a segunda fase será nos dias 5 e 6 de janeiro de 2020.

Concursos

Pelo menos 200 órgãos estão com inscrições abertas para quase 23,5 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Hoje, 15 deles começaram a receber inscrições para quase 900 vagas em cargos. Os salários chegam a R$ 17.577,93 na Prefeitura de Jauru, Mato Grosso.

Jogador assassinado

Douglas Nunas jogava futsal pelo Corinthians — Foto: Ricardo Artifon/CBFS

Douglas Nunes jogava futsal pelo Corinthians — Foto: Ricardo Artifon/CBFS

Deve ser velado hoje em São Paulo o corpo de Douglas Nunes, de 27 anos, jogador de futsal do Corinthians que foi morto a tiros na saída de uma boate em Erechim (RS) na madrugada de ontem. O crime aconteceu horas depois de o atleta jogar a semifinal da Taça Brasil contra o Atlético na cidade gaúcha. O suspeito, de 25 anos, foi preso ontem.

Vila dos Atletas

Ilha Pura foi construída para Olimpíada Rio 2016 — Foto: Gustavo Wanderley/G1

Ilha Pura foi construída para Olimpíada Rio 2016 — Foto: Gustavo Wanderley/G1

Três anos após a realização da Rio 2016, o empreendimento imobiliário onde funcionou a Vila dos Atletas ainda não conseguiu vender nem 15% dos imóveis construídos para o evento. Das mais de 3,6 mil unidades preparadas para a Olimpíada, apenas 512 foram comercializadas.

Apesar do baixo índice de ocupação, representantes da construtora responsável pela obra, a Carvalho Hosken, estão otimistas com a “nova fase” do mercado. O diretor de marketing da empreiteira, Ricardo Correia, disse em entrevista ao G1 que está animado com o “novo momento”.

Museus em alta

Público aguarda na fila para prestigiar exposição de Tarsila do Amaral no Masp — Foto: Bárbara Muniz Vieira/G1

Público aguarda na fila para prestigiar exposição de Tarsila do Amaral no Masp — Foto: Bárbara Muniz Vieira/G1

No primeiro semestre de 2019, museus de arte e história no Brasil tiveram um forte aumento de público em relação ao mesmo período de anos anteriores. O crescimento tem surpreendido os diretores e equipes destas instituições, que tentam entender o fenômeno.

Os recordes não são só em exposições individuais, mas da frequência em geral. Em levantamento do G1 com 40 grandes museus em todas as regiões do Brasil, 37 cresceram. E três bateram recordes.

Na soma destes museus, o 1º semestre de 2019 registrou aumentos de 50% sobre a média do mesmo período nos últimos quatro anos e de 61% em relação a 2018.

Música

'Malokera': MC Lan é a cara de música com Skrillex, mas quem brilha é Ludmilla no rap

‘Malokera’: MC Lan é a cara de música com Skrillex, mas quem brilha é Ludmilla no rap

Cinco artistas assinam a parceria “Malokera”: MC Lan, Ludmilla, os americanos Skrillex e Ty Dolla Sign e o produtor britânico TroyBoi. A música é um funk com som mais pesado, com trechos de rap dos artistas internacionais e também de Ludmilla e, por fim, viradas de música eletrônica. A cara da música é do MC Lan, que faz um funk mais “maloqueiro”, mais brincalhão, o que fica comprovado ao colocar uma adoleta no fim da faixa. Mas o grande momento é o da Ludmilla fazendo rap.

Futebol

O Santos manteve certa folga na liderança do Brasileirão mesmo com a derrota para o São Paulo no sábado. Ontem, o Palmeiras ficou no empate com o Bahia e perdeu a chance de encostar no líder. Os destaques da rodada foram ainda as vitórias de Flamengo, Botafogo, Vasco, além do fim dos jejuns do atacante Ricardo Oliveira, do Atlético-MG, e também do Cruzeiro, que voltou a marcar após 893 minutos. CSA e Fortaleza encerram a 14ª rodada, às 20h. Veja a classificação e os gols do Fantástico:

Gols do Fantástico: Palmeiras e Bahia empatam e Verdão fica a 3 pontos do Santos

Gols do Fantástico: Palmeiras e Bahia empatam e Verdão fica a 3 pontos do Santos

Hoje é dia de…

  • Dia Nacional da Juventude
  • Dia Nacional dos Direitos Humanos
Fonte: G1
Por Blog do BG

ASSIM É BOM DEMAIS: Supremo arquiva todos os pedidos de suspeição de ministros e viola regimento

STF (Supremo Tribunal Federal) arquivou todos os pedidos de impedimento ou suspeição feitos e já analisados contra seus ministros em mais de três décadas, além de ter violado seu regimento em ações sobre imparcialidade, segundo pesquisa da FGV Direito SP.

Pesquisadores do Supremo em Pauta, projeto da Fundação Getulio Vargas, analisaram durante dois anos as chamadas arguições de impedimento ou suspeição —processos que levantam dúvidas sobre a isenção de um magistrado.

O artigo “Fora dos Holofotes: estudo empírico sobre o controle da imparcialidade dos ministros do STF” tratou de 111 ações até outubro de 2018 —o julgamento de apenas uma delas ainda não foi finalizado.

O estudo foi feito com base em processos apresentados desde 1988, ano de promulgação da Constituição. Procurado, o Supremo não respondeu sobre as conclusões.

O STF terá de se posicionar nos próximos meses sobre um pedido de suspeição feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso em Curitiba. O caso, porém, não tem relação com um integrante da corte. A ação questiona a conduta do então juiz da Lava Jato Sergio Moro, hoje ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro.

Os autores do levantamento da FGV são Rubens Glezer, Lívia Guimarães, Luíza Ferraro e Ana Laura Barbosa.

Os pedidos de suspeição de integrantes do STF podem ser feitos por alguma das partes envolvidas nos processos.

Há situações em que o ministro se declara impedido antes do questionamento das partes. A pesquisa só tratou dos casos em que pedidos foram feitos em arguições.

Em 14 desses casos, os ministros se declararam impedidos por conta própria, levando ao arquivamento. Nos demais, além da rejeição generalizada dos questionamentos, os pesquisadores apontam que, em 20, houve descumprimento de regras do tribunal pelo ministro presidente ao tomar a decisão.

Esses processos foram lançados ao arquivo por decisão monocrática (individual), usando uma etapa processual não prevista no regimento interno do tribunal. O estudo aponta que, pelas regras, eles deveriam ter sido levados à análise do plenário da corte.

O rito pelo regimento é formado por três fases. Na primeira, o presidente analisa se a ação deve seguir ou não, podendo arquivá-la. Na segunda, pede esclarecimentos ao ministro. Na terceira, o caso deveria ir para o plenário.

De acordo com os pesquisadores da FGV, nos 20 casos em que houve desobediência ao regimento, eles foram enviados ao arquivo logo depois da manifestação do ministro alvo, sem passar pelo plenário.

Para continuar lendo é só clicar aqui: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/08/supremo-arquiva-todos-os-pedidos-de-suspeicao-de-ministros-e-viola-regimento.shtml

FOLHAPRESS

Comments

DEMOROU: Bolsonaro deve escancarar ‘caixa-preta’ do Ecad

Determinado a acabar com “cartórios” que privilegiam interesses particulares, o governo Bolsonaro deve abrir também a “caixa preta” do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad). Apesar da pose de agência reguladora, o Ecad é privado e em 2018 faturou mais de R$100 milhões a título de comissão de 10% sobre R$1,1 bilhão arrecadados. O Ecad informou que os quase R$100 milhões faturados em 2018 são gastos em “despesas operacionais e administrativas”.

O Ecad diz distribuir 85% da arrecadação (R$971 milhões em 2018) por “direitos autorais”. Do total, 5% são das “associações”.

Quem quer que ouça música em alto volume fica sujeito às altas taxas de “direitos autorais” cobradas pelo Ecad sem direito a contestações.

O que é pago por restaurantes, bares e etc. seria destinado a músicos “e demais artistas” filiados às associações que administram o Ecad.

Emissoras de rádio e TV são obrigadas a pagar 2,5 % do próprio faturamento bruto mensal ao Ecad, usina de fazer dinheiro.

CLAUDIO HUMBERTO

Comments

Cúpula do PSL dizem que sigla, de fato, considera expulsar Alexandre Frota

Integrantes da cúpula do PSL dizem que há, sim, chances de o partido expulsar Alexandre Frota (PSL-SP) na terça. O deputado passou a fazer críticas ao presidente Jair Bolsonaro, ao filho dele, Eduardo Bolsonaro, e à mecânica da sigla em SP.

Pessoas próximas ao presidente indicam que ele lavou as mãos neste caso. Dizem que as críticas fizeram de Frota um fator de instabilidade e tornaram o ambiente insustentável no PSL.

Há quem discorde. O líder do partido na Câmara, Delegado Waldir (PSL-GO), diz que Frota já foi punido ao ser retirado de postos na liderança da legenda e em comissões importantes. “Mais do que isso, acho, seria um excesso”. Ele, porém, não integra a executiva nacional, que vai deliberar sobre o caso.

PAINEL FOLHA

Comments

Quanto mais calado Bolsonaro ficar, melhor para Previdência, diz Tasso Jereissati

Com a reforma da Previdência sob responsabilidade do Senado, o relator da proposta na Casa, Tasso Jereissati (PSDB-CE), diz que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) deve ficar quieto para não atrapalhar a tramitação e evitar atritos.

Em entrevista à Folha, o senador defende que o governo adie medidas polêmicas até a aprovação da reforma, inclusive a indicação do filho do presidente —o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)— para a embaixada em Washington.

Segundo o senador, a relação do governo com o Congresso é “horrorosa”.

Mudanças à proposta de reestruturação das regras de aposentadoria já chancelada pelos deputados devem ser feitas pelos senadores em uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) paralela, a ser preparada por Jereissati.

Líderes do Senado se articulam para que a reforma da Previdênciatenha efeito para estados e municípios.
Além disso, o relator considera retomar o debate sobre a criação de um novo sistema de aposentadorias, a capitalização, no qual cada trabalhador faz a própria poupança.

Para ler a entrevista completa só clicar aqui: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/08/quanto-mais-calado-bolsonaro-ficar-mais-facil-se-aprova-a-previdencia-diz-tasso-jereissati.shtml

Comments

Página de Bolsonaro compartilha post chamando Dallagnol de ‘esquerdista estilo PSOL’

O perfil oficial de Jair Bolsonaro no Facebook compartilhou um post chamando o procurador Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa da Lava Jato, de “esquerdista estilo PSOL”. A resposta foi a comentários feitos na página de Bolsonaro solicitando a indicação de Dallagnol ao cargo de procurador-geral da República.

O link compartilhado pelo perfil do presidente redireciona para post da página “Bolsonaro Opressor 2.0”. A mensagem é voltada “pra quem pede o Deltan Dallagnol na PGR”. “O cara é esquerdista estilo PSOL”, afirma a publicação.

O post é acompanhado de declarações do procurador contra a ditadura militar, críticas ao decreto do Planalto que ampliava sigilo de dados e atos do governoe elogios a reportagens sobre as investigações contra o ministro Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) e de Fabrício Queiroz, ex-assessor do hoje senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) na Assembleia Legislativa do Rio.

A página de Bolsonaro também compartilhou uma lista de temas que seriam discutidos com o indicado ao cargo de Procurador-Geral da República. A lista inclui desarmamento, ideologia de gênero, direitos humanos, Amazônia, excludente de ilicitude, Comissão da Verdade, reserva indígena, ONGs, Meio Ambiente e Forças Armadas.

A reportagem entrou em contato com o Palácio do Planalto e aguarda resposta.

No sábado, 10, Bolsonaro declarou que o futuro chefe do Ministério Público “não será alinhado com o governo”. Ele pretende indicar o próximo titular da PGR na próxima semana. Em reportagem especial, ‘Estado’ mostra quais são os desafios que o escolhido enfrentará no governo e os seis principais candidatos ao cargo.

ESTADÃO CONTEÚDO

Comments

Serasa vai oferecer serviço para negociar dívidas natalenses nesta semana

O Serasa Consumidor, startup e braço da Serasa Experian, adaptou um caminhão com 11 metros de comprimento por 5 de largura, para possibilitar o acesso a serviços de forma gratuita para a população, além de disseminar educação financeira em 40 cidades do Brasil durante o período de um ano. O projeto, que teve início em São Paulo, fica em Natal entre os dias 13 a 17 de agosto na Praça Pedro Velho, em Petrópolis.

Em seu primeiro ano, o caminhão possibilitou o atendimento de 100 mil pessoas que puderam consultar seu CPF; conhecer e entender sua pontuação de crédito com o Serasa Score, além de simular e/ou contratar empréstimos no comparador de crédito online Serasa eCred. Este ano, além de todos esses serviços, a expectativa é maior, pois os consumidores que visitarem o caminhão terão acesso a renegociações de dívidas atrasadas e/ou negativadas com empresas parceiras do Serasa Limpa Nome Online e poderão sair de lá com o boleto de pagamento em mãos.

Atualmente, o site conta com 15 empresas entre bancos, cartões de crédito, operadores de telefone e TV por assinatura. É possível negociar com empresas como Anhanguera, Unime, Unopar, Unic, Fama, Pitágoras, Uniderp, Ipanema, Tribanco, Porto Seguro, Itaú, Claro e NET.

“O objetivo desse projeto é possibilitar o acesso à informação e aos serviços gratuitos que a Serasa oferta, principalmente para pessoas que não possuem fácil acesso à internet. No primeiro ano, mostramos que a negociação da dívida é o primeiro passo para a melhoria da saúde financeira. Desta forma, aproveitamos e relançamento do Serasa Limpa Nome e levamos essa nova experiência de negociação e descontos para dentro do Serasa Itinerante”, afirma Giresse Contini, gerente do Serasa Consumidor.

Hoje, todos esses serviços também estão disponíveis gratuitamente no site www.serasaconsumidor.com.br, no entanto, de acordo com a Teleco, aproximadamente 55,6% dos brasileiros não têm acesso qualificado à internet e cerca de 63 milhões de pessoas estão inadimplentes no país, o Serasa Itinerante rodará o país mais uma vez com o propósito de chegar até essas pessoas.

“Com a iniciativa, o Serasa Consumidor aumenta sua aproximação com a população brasileira, atendendo presencialmente e sem custos e levar informação, que é o primeiro e mais importante passo para o início de uma vida financeira saudável. Além disso, temos ciência que empoderar pessoas a terem o domínio e conhecimento de seu histórico financeiro, é o caminho para um futuro mais confortável economicamente. A falta de tempo ou acesso à internet não podem se tornar empecilhos para que o cidadão tenha acesso à informação de qualidade”, diz o gerente do Serasa Consumidor, Daniel Ebbesen.

Serviço

Serasa Itinerante – Natal
Data: De 13 a 17 de agosto
Horário: 8h às 18h
Local: Praça Pedro Velho – Petrópolis

TRIBUNA DO NORTE

Comments

Após 2 dias em maca de hospital, avó de Michelle Bolsonaro passa por cirurgia de urgência

Após mais de dois dias aguardando atendimento deitada em uma maca no corredor de um hospital na periferia do Distrito Federal, a avó materna da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, foi transferida e submetida a uma cirurgia de urgência neste domingo (11).

A Folha encontrou Maria Aparecida Firmo Ferreira, 78, na tarde de sábado (10) em uma maca, com outros pacientes, no corredor do Hospital Regional de Ceilândia, a 37 km do Palácio da Alvorada, onde Michele vive com o presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Logo após o jornal procurar a assessoria do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), Maria Aparecida foi transferida para o Hospital de Base, unidade com mais estrutura.

Em nota na manhã deste domingo (11), o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal informou que a idosa tinha uma fratura na bacia, e não no fêmur, como ela dizia acreditar ter desde quinta-feira (8), quando deu entrada no primeiro hospital.

“Com quadro de fratura na bacia, foi internada na enfermaria ortopédica para avaliação e exames que constataram a necessidade de cirurgia de urgência, que começou por volta das 12h30 de hoje [domingo]”, informou a nota.

Maria Aparecida disse à Folha, no sábado, que deu entrada no Hospital Regional de Ceilândia na quinta-feira passada.

A avó da primeira-dama afirmou que se acidentou na manhã do mesmo dia que ingressou no hospital, na casa em que mora na favela Sol Nascente, também na periferia de Brasília. Uma de suas galinhas teria passado para a casa do lote ao lado.

“Fui pedir à mulher para pegar a galinha. O pitbull avançou no portão. Se ele pega meu rosto, tinha acabado comigo. Aí, naquele susto, caí de costas. Caí, quebrei meu fêmur e estou no corredor de espera. Tem gente aqui que tem mais de 20 dias, 30 dias e não chama [para cirurgia]. Quanto mais eu, que estou com três dias, né?”, disse no sábado, quando conversou com a reportagem, na maca do hospital de Ceilândia.

Ela afirmou que foi socorrida por dois rapazes que passaram pelo local e que foi ao hospital em uma ambulância do Samu acompanhada de Maria das Graças, mãe de Michelle, neta com quem disse não falar há cinco anos.

A Folha procurou na noite de sábado a assessoria de comunicação do Palácio do Planalto, mas não houve uma resposta até o início da tarde de domingo.

Pela manhã, o presidente Jair Bolsonaro chamou de “mané” um repórter do jornal que o questionou neste domingo sobre a situação da avó materna da primeira-dama. Ele afirmou também que a Folha tenta estragar o Dia dos Pais.

Maria Aparecida havia dito que havia pacientes no hospital de Ceilândia com “mais de 20 dias, 30 dias” de internação e que não eram chamados para cirurgia.

A assessoria do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal disse que Maria Aparecida não passou na frente de outros pacientes, mas que foi submetida a exames que indicaram a cirurgia de urgência.

Ainda de acordo com o instituto, o Hospital de Base é referência em ortopedia e recebe pacientes de outros hospitais do DF, do entorno e de outros estados diariamente “e sempre atende todos dentro dos critérios médicos”.

No sábado, a assessoria do governador informou que, sobre o Hospital Regional de Ceilândia, onde há outros pacientes em macas nos corredores, a unidade é um dos equipamentos que está sofrendo reformas, a primeira em 40 anos, e tem deficiências, além de ser insuficiente para cuidar da população da maior cidade do DF. De acordo com o GDF, o hospital tem 317 leitos e 31 ortopedistas.

De acordo com a assessoria, o governador Ibaneis Rocha anunciou nesta sexta-feira (9) a construção de um novo hospital para a cidade, com 380 leitos, além de um materno-infantil, com 180 leitos.

O GDF informou não ter recebido qualquer aviso sobre eventual visita do presidente ou da primeira-dama ao hospital onde está internada Maria Aparecida.

Folhapress

 

LOCAIS

Por Igor Jácome, G1 RN

 

Parque Tecnológico Metrópole Digital compreende trechos de cinco bairros ao redor do Instituto Metrópole Digital - prédio vermelho ao centro. — Foto: Arthur Varela

Parque Tecnológico Metrópole Digital compreende trechos de cinco bairros ao redor do Instituto Metrópole Digital – prédio vermelho ao centro. — Foto: Arthur Varela

Conhecida como noiva do sol e vocacionada para o Turismo, Natal quer se tornar polo de outro mercado: o da Tecnologia da Informação (TI). Os primeiros passos foram dados há dois anos, com a criação do Parque Tecnológico Metrópole Digital, em agosto de 2017. Desde então, a iniciativa atraiu 46 empresas da área, que englobam aproximadamente 740 empregos. Para os vários envolvidos, os resultados ainda são pequenos, porém chegaram muito antes do previsto.

“A gente fez um estudo que evidenciou que os parques que têm na faixa de 30 a 60 empresas são parques com pelo menos seis anos de maturidade. É um número espetacular. Mesmo alguns que hoje são conhecidos mundialmente no segundo ano estavam tateando com cinco ou seis empresas”, comemora o professor Anderson Cruz, diretor do Parque Metrópole Digital.

A iniciativa foi da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), através do Instituto Metrópole Digital (IMD), junto com a prefeitura da capital potiguar, além do próprio setor privado. Ela compreende uma área geográfica com raio de dois quilômetros ao redor do campus e abrange partes de cinco bairros da cidade, onde as empresas que queiram participar devem estar instaladas.

Mapa do Parque Tecnológico Metrópole Digital — Foto: IMD/UFRN

Mapa do Parque Tecnológico Metrópole Digital — Foto: IMD/UFRN

As empresas sediadas nessa região e credenciadas ao parque podem ter acesso a benefícios fiscais, com redução de até 75% no IPTU, de 30% no ITIV, 60% no ICMS, isenção da taxa de licença de localização e redução para 2% no ISS. Os incentivos são previstos em lei municipal aprovada em julho de 2017, sancionada após um trabalho do IMD junto com o Executivo e a Câmara de Vereadores da capital potiguar.

Além disso, as organizações podem usufruir de serviços de capacitação e de infraestrutura, inclusive com acesso às estruturas físicas e tecnológicas do Metrópole Digital, como o centro de processamento de dados (datacenter). O instituto também colabora com a formação de pessoas para trabalhar no setor. São cursos que vão do nível técnico, passando pela graduação e especializações, até o doutorado. Toda a estrutura abriga 3.500 estudantes. Vantagem também para eles, que têm maiores oportunidades.

Entre as empresas ligadas ao projeto, existem aquelas que foram incubadas no próprio Metrópole Digital, as que já passaram pelo processo de incubação e foram “graduadas”, bem como outras novas, que abriram após a iniciativa e decidiram se instalar dentro da área. Também há empresas mais antigas, que já estavam dentro da área geográfica ou mudaram-se após a abertura do parque. Agora o parque também busca atrair investidores de fora do estado.

Segundo o diretor, o objetivo é criar um polo de TI em Natal, que gere “simbiose” entre os setores público, acadêmico e privado. Além de incentivar o setor tecnológico, ele defende que o impacto recai sobre a economia de modo geral, já que as soluções criadas na área costumam ser incorporadas tanto na indústria como no comércio. Outra vantagem é a manutenção dos talentos formados pela UFRN no estado, bem como a importação de outros.

“Acaba que as empresas lucram mais, geram mais renda, mais impostos para o setor público e empregos qualificados. A universidade ganha com novas fontes de recursos, com projetos, e a formação continuada dos seus talentos, já diminui a exportação que havia. Eles continuam aqui. Do total de empregos, 60% exigem pelo menos ensino técnico. É um jogo de ganha-ganha”, defende o diretor do instituto. Somente no ano passado, o parque atraiu investimentos de R$ 3 milhões em editais.

Empresas do Parque Tecnológico Metrópole Digital empregam mais de 700 pessoas. Somente a Esig (foto) tem cerca de 150 colaboradores. — Foto: Felipe Araújo

Empresas do Parque Tecnológico Metrópole Digital empregam mais de 700 pessoas. Somente a Esig (foto) tem cerca de 150 colaboradores. — Foto: Felipe Araújo

O foco é nas empresas de desenvolvimento de softwares, hardwares e capacitação de alta complexidade. Embora pareça um nicho limitado, os produtos desenvolvidos ao longo de dois anos, são os mais variados, segundo Anderson Cruz.

Há empresas que geram soluções de TI para gestão da educação pública e hospitais, outras de comunicação em fibra ótica, que criam infraestrutura e infovias para o desenvolvimento da cidade; educação em robótica; coleira para cachorros cegos; empresas que ajudam empresários a acharem seus clientes e outras que auxiliam o paciente na marcação de médico de forma online, sem fila. Enfim, uma variedade de soluções que não se limitam ao mercado local, mas já alcançam outros estados e até outros países.

Questionado se o objetivo seria criar um Vale do Silício brasileiro – em referência à região da Califórnia, nos Estados Unidos, onde estão reunidas algumas das principais empresas de tecnologia do mundo – o professor diz que sim, ressalvando as proporções.

“O Vale do Silício é o parque tecnológico urbano mais emblemático do mundo, a menina dos olhos de qualquer polo tecnológico. Em outras palavras é isso. Queremos ser um vale do silício potiguar, ou papa-jerimum”, diz.

Anderson Cruz, diretor do Parque Tecnológico Metrópole Digital, em Natal. — Foto: Thércio Leite

Anderson Cruz, diretor do Parque Tecnológico Metrópole Digital, em Natal. — Foto: Thércio Leite

Mão de obra qualificada em casa

Uma cidade que ofereça boas oportunidades de trabalho, boa moradia e oportunidades de lazer é a ideal para manter e atrair talentos na área de tecnologia, na concepção do diretor do parque tecnológico, Anderson Cruz.

Essa também é a ideia do empresário potiguar Gleydson Lima, diretor da empresa Esig Software e Consultoria, que se considera um “bairrista”. A empresa foi a primeira graduada da incubadora da universidade e hoje emprega quase 150 pessoas, em um prédio bem próximo ao IMD. Os cerca de 80 clientes, principalmente universidades, institutos públicos e secretarias de educação, estão espalhados em 22 estados brasileiros.

“Eu sou natalense e quero desenvolver aqui. Se qualquer cidadão tiver condição de ter um emprego qualificado igual ao de fora, prefere ficar aqui ou sair? A grande maioria prefere ficar junto da família, da sua história. O problema é esse termo: emprego qualificado. Como o mercado de tecnologia permite que você fique em um local e venda para fora, preste serviços remotos, é mais fácil criar empregos qualificados. Agora há alta demanda por mão de obra qualificada. Tem que ter um conhecimento razoável”, reforça, lembrando a importância da universidade nesse processo.

Gleydson Lima, diretor da Esig Software e Consultoria — Foto: Felipe Araújo

Gleydson Lima, diretor da Esig Software e Consultoria — Foto: Felipe Araújo

Ele também defende outros parques tecnológicos que já existem no país contam com os mesmos incentivos fiscais, portanto, a iniciativa dá, pelo menos, a condição de igualdade de competição. Porém, ressalta, que muito mais que um benefício para o setor, um parque tecnológico pode trazer incentivos para a cidade como um todo.

“Você tem casos interessantes como Florianópolis, que vivenciou durante 20 anos uma transformação econômica. Ela vivia do turismo e hoje em dia o PIB de tecnologia é quase o dobro do de turismo. Eles conseguiram dar a virada. O turismo é importante, mas não é uma indústria de valor agregado. Você depende do visitante, não exporta. Florianópolis mudou isso. Isso pode ser um caminho para o Rio Grande do Norte. Iniciativas têm surgido. Essa é a ideia do Metrópole Digital, mas é preciso ter o pé no chão”, pondera.

Empreendedores e empreendimentos variados

Embora a tecnologia seja muito associada aos novos empreendedores e as startups, até mesmo empresários mais experientes estão de olho no futuro que se abre. Entre os sócios da Inovanet, uma empresa que trabalha com linhas de fibra ópticas e é responsável pela construção e manutenção da infovia potiguar, que vai ligar Natal a João Câmara, há empreendedor com mais de 70 anos. A empresa é outra que se credenciou ao parque, se instalando no bairro de Capim Macio.

“Não existe idade quado você é uma pessoa que pensa fora da caixa, está antenado, buscando desenvolvimento”, afirma o diretor executivo da empresa, James Dhean Lima, de 44 anos, que ressalta a relação com a universidade na busca pela inovação. “Hoje ninguém faz nada sozinho. Por isso a gente precisa estar sempre em contato”, reforça.

“A gente chega a um momento que vê que as soluções que nós temos hoje não têm mais como se expandir. A experiência que você tem gera uma insatisfação, em busca de algo que seja disruptivo”, comenta outro sócio dele, o diretor de planejamento da empresa, Carlos Alexandre. Segundo ele, que trabalhou por mais de 25 anos no setor público, a empresa também quer desenvolver soluções para o poder público, que ele acredita ser o mais atrasado, quando o assunto é implementação de tecnologia no atendimento à população.

Só depois de morar 15 anos na França, Andressa Matias também resolveu desenvolver sua própria startup, que está em fase final de incubação na Inova Metrópole – a incubadora do instituto – já credenciada no parque. A equipe do Instituto Gepetta, que desenvolve vídeos animados para empresas principalmente da área de TI, é composta por 15 pessoas. 70% dos clientes são internacionais e em 4 anos, mais de 300 vídeos, cujos médios variam entre R$ 8 mil e R$ 9 mil, já foram produzidos.

Studio Gepetta, empresa incubada no Metrópole Digital da UFRN, faz parte do parque tecnológico de Natal — Foto: Thércio Leite

Studio Gepetta, empresa incubada no Metrópole Digital da UFRN, faz parte do parque tecnológico de Natal — Foto: Thércio Leite

Soluções criativas não faltam. Quem pensaria em criar uma plataforma que reuniria apenas fotografias de surfe para serem colocadas à venda? Victor Hugo Fernandes, ceo da Surfmapper, não apenas pensou como colocou a ideia em prática. A empresa é outra que já está no parque tecnológico, mesmo ainda estando incubada.

A plataforma reúne 5 milhões de fotos em 25 países, interligando 2,5 mil fotógrafos a 80 mil surfistas. Nos últimos três anos, foram vendidas mais de 60 mil fotos – uma movimentação de mais R$ 1 milhão. A equipe é formada por profissionais locais, além de outros que trabalham remotamente, até do Caribe. A empresa está em fase de captação de investimentos.

Fonte: G1RN

Rio Grande do Norte é o pior lugar para ser jovem no Brasil

O Estado é o mais violento do país; é onde os assassinatos mais cresceram desde 2006; e também onde mais se mata jovens entre 15 e 29 anos

Getty Images / BBC News Brasil

Só em 2017, foram 62,8 mortes a cada 100 mil habitantes
De acordo com dados publicados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e pelo Atlas da Violência, o Rio Grande do Norte é o estado mais violento do país. Só em 2017, foram 62,8 mortes a cada 100 mil habitantes, o maior índice entre todos os estados do Brasil.

Nos anos de 2006 a 2017 essa taxa cresceu 320%. Entre os jovens de 15 a 29 anos, os potiguares são os que mais morrem em crimes violentos, cerca de 152 a cada 100 mil habitantes, um crescimento de 482% desde o ano de 2006. Em São Paulo, o maior estado do país, o mesmo índice é de 18 mortes a cada 100 mil habitantes.

No entanto, entre os meses de janeiro e julho de 2019, houve uma queda no número de homicídios, 31%, em comparação com o mesmo período do ano passado.

A Polícia Civil, responsável por investigar esses crimes, trabalha com o efetivo abaixo do considerado ideal. O governo afirma que fará novas contratações.

Fonte: Agora RN

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA

BOAS NOTÍCIAS: UM CASAL DA PENSILVÂNIA ADOTOU 6 IRMÃOS ÓRFÃOS QUE PASSARAM 5 ANOS EM ORFANATO

Na coluna BOAS NOTÍCIAS desta segunda-feira um grande exemplo de amor e solidadriedade ao próximo vem de um casal gay da Pensilvânia, Estados Unidos, que adotou 6 irmãos que estavam a quase 5 anos em um orfanato. Leia a reportagem completa a seguir e saiba como foi!

Dois pais adotam 6 irmãos que passaram 5 anos em orfanato

A família: Foto: Steve Anderson-McLean

Um casal da Pensilvânia, EUA, adotou seis irmãos que passaram quase 5 anos em um orfanato.

Os pais adotivos são Steve e Rob Anderson-McLean, que estão juntos há 18 anos e se casaram legalmente em 2013.

Eles adotaram Carlos, 14, Guadalupe, 13, Maria, 12, Selena, 10, Nasa, 9, e Max, de anos 7.  Os irmãos foram morar com o casal em julho de 2018 e agora, menos de um ano depois, finalmente ganharam o sobrenome da família: Anderson-McLean.

Foi um momento “extremamente emocionante”, disse Steve ao portal Good Morning America.

“Quando olhei para os seis do lado de fora da sala me esperando, foi muito emocionante”, lembra Steve.

“Nós nunca imaginamos que teríamos tanta sorte, ou seríamos tão abençoados para adotar seis crianças”, contou.

Rob, o outro pai falou da conexão que eles têm com as crianças:

“Nós instantaneamente nos apaixonamos por eles”, disse o papai.

“Eu diria que nossos filhos trouxeram muito amor e alguma loucura para nossas vidas. É reconfortante e emocionante ver como eles se conectam conosco e com nossa família e amigos”.

O casal já tinha criado dois filhos de um casamento anterior. Mas eles cresceram e Steve e Rob decidiram que iriam adotar uma ou mais crianças.

Mas, para não separar a família, eles decidiram adotar os 6 irmãos.

A inspiração

Steve contou que a inspiração para adotarem novamente veio depois de uma reportagem na TV sobre um casal que também escolheu adotar.

Não há regras sobre o que pode ou não para constituir uma família e o amor que compartilhamos”, concluiu Rob.

Foto: Steve Anderson-McLean

Foto: Steve Anderson-McLean

Com informações da ABC 

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: UM CASAL DA PENSILVÂNIA ADOTOU 6 IRMÃOS ÓRFÃOS QUE PASSARAM 5 ANOS EM ORFANATO

EDITORIAL: A TORCIDA CONTRA O GOVERNO BOLSONARO É ANTES DE MAIS NADA CONTRA O BRASIL

Caro(a) leitor(a),

Essa torcida contra o governo Bolsonaro é insana, cruel e anti-patriótica. Não se pode falar em democracia quando um representante eleito legitimamente sofre todo tipo de assédio e tentativa de deposição sem que tenha a oportunidade de mostrar a que veio. Quando um presidente é eleito numa democracia ele passa a ser o presidente de toda a nação, merece o apoio e o respeito de todos. Há que se exaltar os seus feitos e não os seus pequenos tropeços. Assim já dizia o Cristo: “Quem não tiver pecados que atire a primeira pedra”.

Fonte: 

Publicado em 10 de ago de 2019

Continuar lendo EDITORIAL: A TORCIDA CONTRA O GOVERNO BOLSONARO É ANTES DE MAIS NADA CONTRA O BRASIL

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTE SÁBADO

INTERNACIONAIS

Brasil conquista ouro na vela, no judô, hipismo e atletismo no Pan

Atletismo do Brasil também foi medalha de ouro no Pan de Lima, no Peru

Foto: Alexandre Loureiro/COB/Divulgação

O Brasil conquistou medalhas de ouro na vela, no judô, no hipismo e no atletismo nesta sexta-feira (9) nos Jogos Pan-Americanos de Lima. A delegação brasileira ainda pode garantir mais vitórias, pois disputará todas as finais da natação.

Medalhas na vela

Nesta sexta, os atletas de vela do Brasil conquistaram várias medalhas. As principais vieram com Patrícia Freitas, na categoria RSX, e com Marco Grael e Gabriel Borges, na 49er.

Na RSX, Patrícia Freitas garantiu a conquista do ouro mesmo ficando na segunda posição na regata de hoje. Com a soma dos resultados ela acabou o evento na liderança da classificação geral e garantiu o tricampeonato.

Na 49er, Marco Grael e Gabriel Borges venceram a medal race e confirmaram o ouro na prova. Eles tinham vencido 6 das 12 regatas disputadas até então neste Pan.

Outra conquista brasileira na vela foi a prata na Laser Standard. Bruno Fontes terminou a medal race em terceiro e garantiu a segunda posição na classificação geral.

A última medalha do dia na vela veio com Samuel Albrecht e Gabriela Nicolina, que conquistaram o bronze na Nacra 17.

Como algumas provas não puderam ser completadas por razões climáticas, o Brasil deve conquistar mais medalhas na vela neste s[abado, 10.

Agência Brasil

Fonte: Blog do BG

 

NACIONAIS

Por G1 SP

 


Obra da Linha 6-Laranja do Metrô de São Paulo — Foto: TV Globo/Reprodução

Obra da Linha 6-Laranja do Metrô de São Paulo — Foto: TV Globo/Reprodução

A Justiça Federal instaurou, nesta sexta-feira (9), uma ação penal contra o ex-diretor de contratos do Metrô de São Paulo, Sérgio Correa Brasil, e 13 executivos de construtoras por supostos crimes de corrupção que teriam sido cometidos entre 2004 e 2014.

A força-tarefa da Lava Jato no Ministério Público Federal em São Paulo afirma que houve irregularidades nas licitações para ampliação das linhas 2-Verde e 5-Lilás e também na parceria público privada para a construção da Linha 6-Laranja.

O processo se baseou na delação premiada de Sérgio Brasil, que além de diretor do Metrô foi chefe de parcerias público privadas no governo do estado de São Paulo.

Brasil admitiu ter recebido pagamentos de construtoras para favorecê-las em concorrências do Metrô enquanto ocupou cargos na companhia e na secretaria. Segundo o delator, foram beneficiadas as construtoras OdebrechtAndrade GutierrezQueiroz Galvão e OAS, cujos executivos viraram réus nesta sexta, e também a Camargo Corrêa, que é investigada em inquérito separado.

Procurado, o Metrô disse que “a empresa é a maior interessada na apuração dos fatos e está à disposição das autoridades para colaborar com as investigações” e ressaltou que Sérgio Brasil Correa não é mais funcionário da empresa. A Queiroz Galvão disse que não vai comentar o caso. A a Andrade Gutierrez disse, em nota, que “apoia toda iniciativa de combate à corrupção” e que “se coloca à disposição das autoridades competentes para uma colaboração ampla e irrestrita”. A OAS informou que “vem prestando esclarecimentos e que o objetivo da empresa é concluir os acordos de leniência e seguir os negócios de forma ética”. (Veja as notas completas abaixo).

Sérgio Correia Brasil foi procurados, mas ainda não respondeu.

A acusação do Ministério Público Federal (MPF) indica que Brasil participou de 23 episódios de corrupção passiva enquanto exerceu as funções de diretor do Metrô e coordenador de PPPs em SP.

Além da colaboração do executivo, os fatos são corroborados pelas delações da Odebrecht e de outras construtoras e também por dados oficiais repassados pela companhia, segundo a denúncia.

Sérgio Corrêa Brasil, ex-diretor do Metrô de São Paulo, é um dos 14 réus em ação por corrupção no Metrô — Foto: Reprodução/TV Globo

Sérgio Corrêa Brasil, ex-diretor do Metrô de São Paulo, é um dos 14 réus em ação por corrupção no Metrô — Foto: Reprodução/TV Globo

Corrupção no Metrô

No caso da Linha 2-Verde, Brasil teria trabalhado para garantir que as mesmas construtoras vencedoras dos contratos em 1990 permanecessem responsáveis pelas obras. Isso teria ocorrido por meio de 29 aditivos contratuais celebrados ao longo dos anos seguintes, enquanto o correto seria fazer novas licitações para selecionar as empresas.

As partir de 2004, quando as obras de ampliação tiveram início, Brasil teria recebido R$ 2 milhões em propina das construtoras por mantê-las durante 14 anos na disputa pelas obras da Linha 2-Verde.

No caso da linha 5-Lilás, Brasil teria direcionado a licitação de ampliação do trecho entre as estações Largo 13 e Chácara Klabin para favorecer as “cinco grandes” construtoras (Odebrecht, Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, OAS e Camargo Corrêa).

Segundo o MPF, o executivo trabalhou para que elas ficassem com o trecho mais vantajoso da obra, que exigia o uso do chamado “tatuzão”. Para isso, ele teria recebido R$ 966 mil de propina.

Parceria público privada

O terceiro episódio de corrupção envolvendo Brasil teria ocorrido quando ele ocupava o cargo de assessor de parcerias público-privadas na Secretaria de Planejamento do Estado de São Paulo.

De acordo com a equipe de procuradores, Brasil teria recebido R$ 700 mil para garantir favorecimentos e fazer manipulações em editais para que a Odebrecht Transports ganhasse uma licitação e iniciasse, em 2014, uma obra em parceria com a construtora Queiroz Galvão.

Executivos denunciados

Após o recebimento da denúncia feita pelo MPF, tornaram-se réus o ex-diretor do Metrô, Sérgio Corrêa Brasil, e os executivos:

  • Fabio Andreani Gandolfo, da Odebrecht
  • Benedicto da Silva Júnior, da Odebrecht
  • Celso da Fonseca Rodrigues, da Odebrecht
  • Luiz Antonio Bueno Júnior, da Odebrecht
  • Arnaldo Cumplido de Souza, da Odebrecht
  • Carlos Armando Guedes Paschoal, da Odebrecht
  • Flávio David Barra, da Andrade Gutierrez
  • Dario Rodrigues Leite Neto, da Andrade Gutierrez
  • Anuar Benedito Caram, da Andrade Gutierrez
  • Mário Bianchini Júnior, da Queiroz Galvão
  • Carlos Alberto Mendes dos Santos, da Queiroz Galvão
  • José Alexis Beghini Carvalho, da OAS
  • Carlos Henrique Barbosa Lemos, da OAS

Os pagamentos feitos pela Camargo Corrêa teriam ocorrido por intermédio de doleiros e, por isso, os executivos desta construtora são investigados em inquérito separado, de competência de vara especializada em lavagem de dinheiro e crimes financeiros.

Veja a nota completa da Andrade Gutierrez:

A Andrade Gutierrez informa que apoia toda iniciativa de combate à corrupção, e que visa a esclarecer fatos ocorridos no passado. A companhia assumiu esse compromisso público em um manifesto veiculado nos principais jornais do país e segue colaborando com as investigações em curso dentro dos acordos de leniência firmados com o Ministério Público Federal (MPF), com a Controladoria Geral da União (CGU), com a Advocacia Geral da União (AGU) e com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Cabe ressaltar que a empresa tem total interesse em esclarecer os fatos que abrangem os processos abertos agora pelo Ministério Público Federal de São Paulo em relação às obras do metrô e já se coloca à disposição das autoridades competentes para uma colaboração ampla e irrestrita das informações de que tem conhecimento.

A Andrade Gutierrez reforça anda que incorporou diferentes iniciativas nas suas operações para garantir a lisura e a transparência de suas relações comerciais, seja com clientes ou fornecedores, e afirma que tudo aquilo que não seguir rígidos padrões éticos será imediatamente rechaçado pela companhia.

Veja a nota completa da Odebrecht:

“ Odebrecht tem colaborado de forma permanente e eficaz com as autoridades, em busca do pleno esclarecimento de fatos narrados por ex-executivos da empresa. São fatos do passado. Hoje, a Odebrecht usa as mais recomendadas normas de conformidade em seus processos internos e segue comprometida com uma atuação ética, íntegra e transparente.

Veja a nota completa do Metrô:

A empresa é a maior interessada na apuração dos fatos e está à disposição das autoridades para colaborar com as investigações. O Metrô ressalta que Sérgio Brasil Correa não é mais funcionário da empresa.

Veja nota completa da OAS

A OAS conta com uma nova gestão e esclarece que tem contribuído com as autoridades competentes e com a Justiça, prestando todos os esclarecimentos que se façam necessários. O objetivo da empresa é concluir os acordos de leniência e seguir com os negócios de forma ética, transparente e íntegra.

Fonte: G1

Por Fabio Manzano, G1

 


Intercambistas brasileiros veem na Tasmânia porta de entrada para imigração na Austrália — Foto: Divulgação/Turismo Austrália

Intercambistas brasileiros veem na Tasmânia porta de entrada para imigração na Austrália — Foto: Divulgação/Turismo Austrália

O número de estudantes brasileiros que escolhem a Tasmânia como destino de intercâmbio na Austráliaquintuplicou em quatro anos, de acordo com dados divulgados pelo governo australiano. Especialistas e estudantes ouvidos pelo G1 explicam que a região remota ajuda na concessão de vistos temporários de estudo e trabalho, que depois contam para um futuro pedido de residência fixa.

Em 2016, eram apenas 33 brasileiros estudando nesta região. Neste ano, já são 171 matriculados. E o número parece aumentar após a criação do Acordo de Migração para Áreas Designadas (DAMA, na sigla em inglês), com o qual o país abre suas portas a trabalhadores estrangeiros qualificados.

Estudantes brasileiros na Tasmânia

2016201720182019
Ensino superior69714
Escolas técnicas382476
Ensino básico e médio2104275
Escola de idiomas3856
Total332578171

O destino é um dos poucos países de língua inglesa que permite conciliar os estudos com o trabalho e as cidades mais concorridas são as costeiras Sydney e Melbourne; mas Hobart, a capital do estado da Tasmânia, é uma opção para quem busca a residência na “Austrália regional”.

A especialista em direito de imigração Ana Otto explicou ao G1 que a Tasmânia é um destino “mais fácil” para quem quer permanecer na Austrália de uma forma legal. Ela comenta que o perfil do estudante que vai à Tasmânia é sempre o mesmo: conhecem o país a partir dos grandes centros, onde fazem um curso de idiomas e, depois desta primeira ambientação, quem deseja continuar no país busca pelas regiões menos movimentadas.

O processo de imigração para a Austrália é constituído a partir de uma pontuação dada a cada pessoa. O nível de escolaridade, o tipo de profissão e a experiência e a região em que se vive contam pontos a mais para o pedido e pode ser definitivo para a concessão deste tipo de permissão.

“Morar na ‘Austrália Regional’ aumenta as chances de se conseguir um visto permanente. Ainda que do Brasil se possa entrar com o pedido, há uma pontuação maior para quem está aqui”, explicou a especialista Ana Otto.

Visto temporário de estudante na Tasmânia ajuda a chance de brasileiros conseguirem residência na Austrália — Foto: Guilherme Luiz Pinheiro/G1Visto temporário de estudante na Tasmânia ajuda a chance de brasileiros conseguirem residência na Austrália — Foto: Guilherme Luiz Pinheiro/G1

Visto temporário de estudante na Tasmânia ajuda a chance de brasileiros conseguirem residência na Austrália — Foto: Guilherme Luiz Pinheiro/G1

Brasil no top 5

O Brasil é o quarto país que mais manda estudantes para a Austrália. Neste ano, já são 27.077 matriculados em instituições de ensino do país. Entre 2016 e 2018, foram mais de 65 mil intercâmbios.

Das cinco primeiras nacionalidades que mais enviaram estudantes para o país austral, responsável por 59% do total de intercambistas, o Brasil é o único não asiático.

Top 5 de intercambistas na Austrália
59% dos estudantes internacionais são destas nacionalidades

China: 29 %Índia: 15 %Nepal: 7 %Brasil: 4 %Vietnã: 4 %Outros países: 41 %

Vietnã
4 %
Fonte: Departamento de Educação do Governo da Austrália

Austrália regional

Ana Otto explica que, apesar de não chamar a atenção dos estudantes a princípio, é uma excelente opção para quem busca se fixar para quem passou por uma primeira experiência nos destinos mais concorridos.

“A Tasmânia, apesar de não ser o destino inicial, é um estado muito bonito. É tudo organizado. Hobart é uma cidade grande e não é no meio do deserto como o Território Norte, que também é regional e tem este acordo da DAMA”, disse.

O estudante brasileiro Ícaro Pronsate foi para a Austrália estudar inglês, mas se apaixonou pelo país e resolveu seguir com um curso técnico em gastronomia para estender seu período por lá. Se mudou para a Tasmânia com sua esposa para cursar ensino superior em hotelaria.

 Ícaro Pronsate foi para a Austrália como estudante de línguas — Foto: Arquivo Pessoal/Ícaro Pronsate

Ícaro Pronsate foi para a Austrália como estudante de línguas — Foto: Arquivo Pessoal/Ícaro Pronsate

“A nossa intenção é buscar a residência. Entre todas as regionais, a Tasmânia se destacou para nós por conta de oportunidade de emprego, e por ter uma natureza e um life style completamente diferente do que a gente já tinha vivido.”

Pronsate disse acreditar que Sydney, Melbourne e Brisbane deixaram de ser cidades interessantes para quem tem um plano migratório. Ele aposta em outras opções “fora do eixo”, assim como a Tasmânia, para ter um aumento na procura, como Adelaide e Darwin.

Estudar na Austrália

Os brasileiros que escolhem a Austrália como destino para seus estudos procuram, em sua maioria, a profissionalização. Apenas neste ano, 63% dos intercambistas de instituições australianas se matricularam em cursos técnicos e no ensino superior.

Roseli Menezes vive hoje em Hobart, mas sua primeira experiência com o país austral foi em 2015 quando entrou na faculdade em Sydney. Ela contou que decidiu se mudar para o estado insular após a sua graduação para “ter uma experiência regional”.

“Me mudei para entender mais a cultura Australiana, pois Sydney acolhe pessoas do mundo inteiro e pelo fato de ser multicultural, se perde um pouco a referência”, disse.

Estes são os cursos oferecidos pela Austrália:

  • Higher Education, graduação e pós
  • VET, escola técnica
  • Schools, ensino fundamental e médio
  • ELICOS, cursos de idiomas
  • Non award, cursos livres

Ir para ficar

Gustavo Kautzmann é chefe de cozinha e conseguiu o visto permanente, com validade de dois anos. Seu primeiro contato com o país da Oceania também foi com um curso de idiomas, mas na Tasmânia, onde vive com sua esposa, que é professora de educação infantil, garantiu a documentação que lhe garante a estabilidade e o direito de requerer a nacionalidade australiana.

Gustavo posa com sua esposa, Carolina Barbieri, no Freycinet National Park, destino turístico da Tasmânia — Foto: Arquivo Pessoal/Gustavo Kautzmann

Gustavo posa com sua esposa, Carolina Barbieri, no Freycinet National Park, destino turístico da Tasmânia — Foto: Arquivo Pessoal/Gustavo Kautzmann

“Eu escuto relatos de australianos da Tasmânia, que o estado está cada vez mais popular como destino para intercâmbio, principalmente àqueles que desejam morar aqui em definitivo”, disse Gustavo.

Uma das mais recentes moradoras da ilha, a brasileira Jenny Pompe chegou a Hobart em 4 de agosto. Antes, a estudante de magistério passou por uma temporada em Sydney, onde aprendeu inglês. Seus planos, assim como os de outros brasileiros, é conseguir na Tasmânia o visto regional.

“Vim para cá especificamente para tentar o visto após me formar”, disse.

De acordo com o último censo australiano, em 2016 a Austrália tinha mais de 60 mil moradores de origem brasileira, número que pode aumentar por conta do DAMA.

Fonte: G1

 


Coaf integrará unidade de inteligência financeira se for transferido para o Banco Central

Coaf integrará unidade de inteligência financeira se for transferido para o Banco Central

A eventual transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Economia para o Banco Central representará mais que uma mudança de endereço: o Coaf passará a integrar uma unidade de inteligência financeira do BC.

Mais cedo, nesta sexta-feira (9), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a eventual transferência visa livrar o órgão do “jogo político”.

Quando assumiu o governo, Bolsonaro transferiu o Coaf do extinto Ministério da Fazenda para o Ministério da Justiça, por meio de uma medida provisória que reestruturou o governo.

Governo prepara reforma tributária e planeja transferir o Coaf para o Banco Central

Governo prepara reforma tributária e planeja transferir o Coaf para o Banco Central

A ideia de transferir o órgão para o Banco Central surgiu justamente no Ministério da Economia e conta com a simpatia do presidente do BC, Roberto Campos Neto.

O objetivo de integrantes do governo é incluir a mudança no projeto que trata da autonomia do Banco Central. A proposta prevê, por exemplo, mandato de quatro anos para o presidente da instituição, não coincidente com o do presidente da República.

O que representa a mudança

Ao absorver o Coaf, o Banco Central sairá fortalecido institucionalmente, de acordo com a visão do Ministério da Economia.

O Coaf ganhou notoriedade a partir da Operação Lava Jato porque os relatórios e base de dados sobre movimentações financeiras do órgão foram determinantes para a apuração de esquemas de corrupção, como o da Petrobras.

Mas o Coaf tem um papel muito mais amplo. Está inserido na estrutura internacional de combate ao terrorismo, lavagem de dinheiro e corrupção.

O Brasil faz parte do Gafi, Grupo de Ação Financeira contra a Lavagem de Dinheiro e o Financiamento ao Terrorismo.

Trata-se de um órgão internacional intergovernamental que faz recomendações aos governos e periodicamente elabora relatórios sobre cada país para avaliar em que medida estão cumprindo as recomendações.

Caso não cumpra as recomendações, o país pode ser excluído do Gafi, com sério dano da imagem.

Terrorismo, corrupção e lavagem de dinheiro são crimes geralmente transnacionais. O combate a esses crimes, portanto, depende de cooperação entre países, com harmonização de regras para o seu enfrentamento

A pretensão do Brasil de ser aceito pelo OCDE, a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico, poderia ficar comprometida, caso o Brasil não seja efetivo no comprimento das recomendações do Gafi.

No entendimento de fonte que está trabalhando na proposta de mudança, a transferência para o Banco Central retira o Coafi das disputas políticas, sem perder eficácia no cumprimento de sua função de combater a lavagem de dinheiro.

Fonte: G1

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTE SÁBADO

BOAS NOTÍCIAS: UMA DOUTORA EM ANTROPOLOGIA É A PRIMEIRA INDÍGENA COM ESSE TÍTULO

Na coluna BOAS NOTÍCIAS desta segunda-feira temos a história da primeira indígena com título de doutorado, formada pela UNB. Uma grande vitória para Eliane Boroponepa Monzilar do povo Umutina. Parabéns a ela! Leia a reportagem completa a seguir saiba de toda a história!

Professora é a 1ª mulher indígena doutora em Antropologia pela UnB

Eliane Boroponepa Monzilar - Foto: reprodução / Instagram UnB

Eliane Boroponepa Monzilar – Foto: reprodução / Instagram UnB

Eliane Boroponepa Monzilar, de 40 anos, do povo umutina, é a primeira mulher indígena doutora em Antropologia pela UnB, Universidade de Brasília.

Ela não teve a oportunidade de estudar em escola indígena durante a infância e cresceu em meio a referências escolares de vivências que não eram as suas.

“Só fui me entender enquanto indígena e pertencente a um povo quando ingressei na graduação”, conta.

Ela diz quando percebeu que tinha que lutar pelas causas de sua etnia:

“Durante a formação como professora indígena, não só eu como outros colegas fomos cobrados pela nossa identidade. Comecei a procurar saber da minha história, da minha cultura, conversar com os anciãos”, disse.

Hoje, Eliane é professora em uma escola de sua comunidade e, em julho de 2019, tornou-se a primeira mulher indígena a concluir doutorado em Antropologia na Universidade de Brasília.

A etnia

Por sua trajetória, sabe da importância da educação pautada nos saberes dos povos tradicionais como instrumento para fortalecer sua cultura, fragilizada após os primeiros contatos com não indígenas, no século XX.

“A população umutina foi praticamente exterminada, fisicamente e culturalmente, por todo o processo de colonização”, relata.

Registros da década de 1940 sinalizavam a redução da comunidade para apenas 23 membros.

Após décadas de lutas em defesa de seu território e sua cultura, cerca de 600 pessoas, de nove grupos indígenas, convivem atualmente na terra Umutina, de onde retiram seu sustento e reiteram os vínculos com suas tradições.

Eliane reconhece que muito do processo de manutenção da identidade e da memória de seu povo vem do próprio incentivo dos professores indígenas à valorização dos antigos saberes entre as novas gerações.

Essa é uma missão a qual ela tem se dedicado há mais de 15 anos e se interliga a suas experiências na academia. Eliane foi a primeira de sua aldeia a concluir a pós-graduação.

Com o apoio dos anciãos, Eliane ministra aula de campo para incentivar jovens estudantes a conhecer o território umutina.

História

Antes disso, passou pela licenciatura em Ciências Sociais na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e fez especialização em Educação Escolar Indígena.

Em 2011, tomou ciência, por meio de uma amiga, do processo seletivo para o Mestrado Profissional em Sustentabilidade junto a Povos e Terras Tradicionais (Mespt) da UnB. Entusiasmada com a possibilidade de conhecer outras culturas indígenas nas aulas de campo, decidiu se inscrever na seleção e foi aprovada.

No ambiente acadêmico, percebeu a possibilidade de intensificar a militância em defesa de seu povo e a representatividade de seu lugar de fala.

“Na Universidade, não sou somente a Eliane. Represento um povo e isso é uma grande responsabilidade, não só por ser indígena, mas por ser mulher”, compartilha.

Durante o mestrado, a pesquisadora propôs-se a incentivar a busca de alternativas que contribuam para a sustentabilidade da aldeia e para reavivar os saberes e fazeres dos umutina.

Ela conversou com anciãos e jovens alunos da comunidade para investigar possibilidades de manejo do território que reconstruíssem conhecimentos tradicionais já em esquecimento, como o cuidado da roça.

A dissertação transformou-se em um livro, publicado em 2018.

Eliane dando aula - Foto: arquivo pessoal

Eliane dando aula – Foto: arquivo pessoal

Com informações da UnB

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: UMA DOUTORA EM ANTROPOLOGIA É A PRIMEIRA INDÍGENA COM ESSE TÍTULO

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTE SÁBADO

Diretor do Inpe anuncia que será exonerado após os ataques de Bolsonaro aos dados do desmatamento. A devastação da Amazônia é destaque na imprensa estrangeira. Depois da derrota no STF, o presidente reconhece que errou ao transferir a demarcação de terras indígenas da Funai para a Agricultura. Marco Aurélio manda soltar Elias Maluco. Três suspeitos de hackear autoridades ficarão isolados em presídios. Novo capítulo na guerra comercial entre EUA e China mexe com os mercados no mundo. Frente fria faz o tempo virar no Brasil. E conheça o ‘pop de playlist’, a nova estratégia das gravadoras para dominar as paradas musicais.

INTERNACIONAIS

Militares em helicóptero jogam sacos de areia para evitar rompimento de barreira de represa em Whaley Bridge, na Inglaterra, nesta sexta-feira (2) — Foto: Phil Noble/ Reuters

Militares em helicóptero jogam sacos de areia para evitar rompimento de barreira de represa em Whaley Bridge, na Inglaterra, nesta sexta-feira (2) — Foto: Phil Noble/ Reuters

EUA x China

Presidente da China, Xi Jinping, e presidente dos EUA, Donald Trump, se cumprimentam em imagem de novembro de 2017. — Foto: Damir Sagolj/Reuters

Presidente da China, Xi Jinping, e presidente dos EUA, Donald Trump, se cumprimentam em imagem de novembro de 2017. — Foto: Damir Sagolj/Reuters

A China prometeu represálias aos EUA após as ameaças de Trump de impor novas tarifas de importações. O fim da trégua na guerra comercial entre os dois países repercutiu nos mercados pelo mundo, e as bolsas asiáticas e europeias fecharam em queda nesta sexta. No Brasil, o dólar encostou nos R$ 3,90.

Amazônia lá fora

Os alertas do desmatamento no Brasil registraram alta de 88% em junho e de 212% em julho. E além de ganhar destaque no Brasil, o avanço do desmatamento foi noticiado pela revista ‘The Economist’ e outras publicações estrangeiras.

A publicação inglesa diz que o presidente Jair Bolsonaro “deixou claro para os infratores que eles não têm nada a temer”.

The Economist

@TheEconomist

The Amazon is perilously close to the tipping-point. Brazil has the power to save Earth’s greatest rainforest—or destroy it. Our cover this week https://econ.st/2SX6vEL

View image on Twitter

NACIONAIS

Demissão no Inpe

Bolsonaro e Ricardo Galvão — Foto: Marcos Corrêa/PR; LUCAS LACAZ RUIZ/ESTADÃO CONTEÚDO

Bolsonaro e Ricardo Galvão — Foto: Marcos Corrêa/PR; LUCAS LACAZ RUIZ/ESTADÃO CONTEÚDO

O atrito entre Bolsonaro e o Inpe rendeu mais uma demissão no governo. O diretor do instituto, Ricardo Galvão, anunciou que vai perder o cargodepois das críticas do presidente sobre os dados do desmatamento na Amazônia.

Há duas semanas, Bolsonaro acusou o Inpe de mentir ao divulgar números que mostram o avanço da devastação e de estar a serviço de uma ONG. Ontem, o governo voltou a afirmar que os dados estão errados e que prejudicam o país.

Ao anunciar que será demitido, Galvão disse que o ‘embate’ com Bolsonaro tornou impossível continuar à frente do Inpe.

A notícia da troca na diretoria do órgão responsável pelo monitoramento do desmatamento na Amazônia provocou reações entre ambientalistas.

“Vemos com preocupação a dispensa de um quadro técnico de alta e reconhecida excelência, esperando que não seja um prenúncio de que as informações –estratégicas sobre o desmatamento no nosso país – serão censuradas ou alteradas”, afirmou a WWF em nota.

Reportagem do jornal americano ‘The New York Times’ também noticiou o assunto em reportagem que diz que a destruição da Amazônia aumentou rapidamente “desde que o novo presidente de direita assumiu o poder”.

Bolsonaro admite erro

'Falha minha', diz Bolsonaro sobre reeditar MP para mudar demarcação de terras indígenas

‘Falha minha’, diz Bolsonaro sobre reeditar MP para mudar demarcação de terras indígenas

Bolsonaro reconheceu que errou ao assinar a medida provisória que transferia a demarcação das terras indígenas da Funai para o Ministério da Agricultura.

O STF manteve a suspensão de trecho da MP, alegando que o presidente não poderia ter assinado a mudança porque o Congresso já havia rejeitado proposta semelhante.

“Teve uma falha nossa, eu já adverti a minha assessoria, teve uma falha nossa. A gente não poderia no mesmo ano fazer uma MP de um assunto. Houve falha nossa, é falha é minha né, é minha porque eu assinei”, disse o presidente.

Ataque hacker

Três dos 4 suspeitos de hackear Moro, Dallagnol e outras autoridades foram transferidos e ficaram isolados em presídios no Distrito Federal. Só Walter Delgatti, acusado de encabeçar o grupo, continua preso na sede da PF.

Eles foram presos na semana passada pela Operação Spoofing. A PF foi obrigada a enviar ao Supremo cópia do inquérito que apura a invasão de celulares, após pedido do ministro do STF Alexandre de Moraes.

Ele deu prazo de 48 horas para o envio do material, e mencionou na decisão notícias sobre indícios de investigação ilícita contra ministros da Corte.

Elias Maluco

O ministro do STF Marco Aurélio decidiu soltar o traficante Elias Maluco, caso ele não tenha outra ordem de prisão. Condenado pela morte do jornalista Tim Lopes, ele ganhou liberdade em outro processo, por tráfico. Elias Maluco ficou conhecido pelos métodos bárbaros usados para matar pessoas.

Virada no tempo

Chuva e frio dominam o centro-sul do país

Chuva e frio dominam o centro-sul do país

A frente fria que avança pelo centro-sul do país já provoca queda nas temperaturas. Teve neve na serra catarinense, e chuva congelada em cidades gaúchas. Agora à noite, o frio chega ao Sudeste e em parte do Centro-Oeste.

Amanhã, os termômetros caem ainda mais, e há mínima prevista de 3ºC em Curitiba, 4ºC em Porto Alegre, 6ºC em Campo Grande, 10ºC em São Paulo e 15ºC no Rio de Janeiro.

‘Pop de playlist’

De olho no topo das paradas, as gravadoras agora investem no ‘pop de playlist’, com músicas que combinam vários ritmos. A estratégia é espalhar as faixas por várias bases de fãs, do sertanejo ao reggaeton. ‘Faz Gostoso’, de Madonna e Anitta, e ‘Bola, rebola’, com J Balvin, são alguns dos exemplos.

'Pop de playlist' une gêneros musicais de olho na distribuição — Foto: Rodrigo Sanches/G1

‘Pop de playlist’ une gêneros musicais de olho na distribuição — Foto: Rodrigo Sanches/G1

Também teve isso…

Fonte: G1

 

ENTRE OS 20 QUE GASTARAM MAIS: Maria do Rosário já gastou quase R$ 225 mil reais de verba de gabinete em 2019

Resultado de imagem para deputada maria do rosarioA Deputada Maria do Rosário (PT/RS) apareceu entre os 20 que mais gastaram com o cotão parlamentar nos sete meses do atual mandato, ela torrou R$ 224, 7 mil.

O Nome de Maria dp Rosário chama atenção porque a deputada é tão certinha, contra gastos absurdos, preocupados com os outros e ficar entre as 20 que mais gastaram verba de gabinete, realmente chama atenção.

Com informações de Claudio Humberto

Comments

Após denunciar esquema na Copa América, Messi é suspenso por três meses e multado em U$$ 50 mil

Conmebol suspendeu, nesta sexta-feira, o astro argentino Lionel Messi de partidas internacionais com a seleção argentina por três meses por causa de declarações polêmicas sobre corrupção na última Copa América, disputada no Brasil.

O órgão sul-americano também multou o jogador do Barcelona em US$ 50 mil (cerca de R$ 194 mil) por seus comentários após a vitória da Argentina diante do Chile, por 2 a 1, na disputa do terceiro lugar da competição continental.

Na oportunidade, após o jogo na Arena Corinthians, Messi não aceitou receber a medalha de bronze e disse que a Copa América estava “armada” para o Brasil, devido aos lances polêmicos ocorridos na semifinal em que a Argentina foi derrotada por 2 a 0 para a seleção brasileira, no Mineirão, em Belo Horizonte. Os argentinos reclamaram a não marcação de dois pênaltis.

“Não fui à premiação porque nós não temos que ser parte desta corrupção. Nos faltaram com respeito durante toda esta Copa América. Não nos deixaram chegar na final”, afirmou o camisa 10 da Argentina naquela ocasião, no início do mês passado.

Messi e a Associação de Futebol Argentino (AFA) ainda podem recorrer da decisão da Conmebol, que impede o atacante de jogar em quatro amistosos este ano. O jogador, de 32 anos, fica impedido de atuar em setembro, contra o Chile e o México, além de mais outros dois duelos, em outubro, diante de Alemanha e um adversário a ser definido.

Messi já está suspenso do primeiro jogo das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo do Catar por causa da expulsão no jogo contra os chilenos na Copa América. Ele também foi multado em US$ 1,5 mil (cerca de R$ 5,6 mil) quando foi julgado anteriormente pela Conmebol apenas pelo cartão vermelho recebido naquele duelo.

O GLOBO

Comments

Fim da guerra por espaço no avião? Empresa cria um novo modelo de poltrona do meio

Projeto da nova poltrona do meio da Molon Labe Seating: mais baixa e larga, com desenho diferenciado de apoio para o braço Foto: Reprodução

A disputa de espaço do passageiro da poltrona do meio , uma das situações mais incômodas para passageiros em aviões, está perto de uma solução. É o que promete a empresa americana Molon Labe Seating, que desenvolveu um projeto de assento mais confortável e com mais espaço para os apoios para os braços.

Para diminuir o aperto de quem voa entre a janela e o corredor, a empresa fez pequenas modificações. A poltrona do meio foi colocada um pouco abaixo e para trás, em relação às demais. Só com esse reposicionamento, conseguiu um ganho de 7,6 centímetros na largura do assento do meio.

Essa pequena mudança permite também um novo desenho do apoio para os braços. Em vez de reto, ele tem uma parte mais baixa que a outra. Assim,  o passageiro do meio apoia o cotovelo na parte mais baixa e recuada, e o do assento da janela e corredor encontra espaço para o braço na parte da frente, mais alta.

De acordo com a fabricante, a modificação não alteraria o número de lugares dentro da cabine, nem reduziria significativamente o espaço entre as pernas dos passageiros. A empresa também afirma que pelo menos duas companhias aéreas (uma delas, dos Estados Unidos) já compraram o novo modelo, e devem instalar em suas aeronaves a partir do ano que vem.

Apesar do aparente maior conforto para quem sente no meio, o modelo da Molon Labe Seating tem um problema: as poltronas não reclinam. Por isso mesmo foi desenvolvido para aviões menores, de um único corredor (como Boeing 737 e A320), usados em voos curtos.

O GLOBO

Esquema mostra como os passageiros poderão dividir o mesmo apoio para braço no modelo de poltronas da Molon Labe Seating Foto: Reprodução

Comments

‘Arranca a cabeça e deixa pendurada’, gritam PMs diante de governador do PA

Em cerimônia com a presença do governador do Pará, Helder Barbalho (MDB-PA), a unidade de elite da PM gritou, em coro: “Arranca a cabeça e deixa pendurada/É a Rotam patrulhando a noite inteira/pena de morte à moda brasileira”.

O evento, na última quarta-feira (31), ocorreu dois dias depois que um massacre no presídio de Altamira (830 km a sudoeste) ter deixado 58 mortos, dos quais 16 decapitados, em meio a uma disputa entre facções rivais. Outros quatro morreram durante a transferência para Belém, dentro de um caminhão.

Tratava-se de uma comemoração pelos 13 anos do Batalhão de Polícia Tática (BPOT), mais conhecido como Rotam, em Belém.

Com 290 policiais, eles são acionados em casos de rebeliões, assaltos com refém, grandes assaltos e combate ao narcotráfico.

Procurado pela reportagem da Folha, Helder Barbalho informou, via assessoria de imprensa, que “não vai se manifestar sobre este fato”.

O Pará atravessa uma crise de segurança pública, principalmente em Belém, onde milícias ligadas a policiais militares disputam território com facções criminosas. Em maio, uma chacina com 11 mortos foi planejada por quatro PMs, segundo investigação da Polícia Civil.

“A Constituição expressamente proíbe a pena de morte. Ver funcionários públicos não apenas negligenciando sua obrigação de proteger vidas humanas, mas de fato celebrando tamanha atrocidade é repugnante e uma demonstração ultrajante de total desrespeito pela vida humana. O governador do Pará e as autoridades em geral precisam denunciar fortemente essa atitude”, afirma Maria Laura Canineu, diretora do escritório da Human Rights Watch no Brasil.

“É completamente inadequado. Mostra uma polícia pouco profissional, que não tem preocupação técnica e promove a barbárie”, afirma o professor da FGV-SP Rafael Alcadipani, integrante do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

“O Estado trata a segurança pública, um problema grave, como se fosse uma mera questão de matar e morrer”, diz Alcadipani. “Um governo aceitar que isso aconteça diante dele mostra que não tem comando. E, se tiver, é de uma polícia que promove a barbárie.”

Procurado pela reportagem da Folha, Helder Barbalho informou, via assessoria de imprensa que “não vai se manifestar sobre este fato”.

FOLHAPRESS

 

‘Há mais fofocas do que fatos relevantes’, diz Ministrp do STF sobre mensagens hackeadas da Lava Jato

O ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso afirmou, nesta sexta, 2, que ‘parte da agenda brasileira foi sequestrada por criminosos’. Em uma palestra em São José dos Campos, criticou o que chamou de ‘fofocas’ em torno da divulgação de mensagens de procuradores da Operação Lava Jato e o ministro da Justiça e Segurança, Sérgio Moro.

As imagens do evento foram divulgadas pelo Jornal Nacional.

“É muito impressionante a quantidade de gente que está eufórica com os hackeadores. Celebrando o crime. E, na minha percepção, há mais fofoca do que fatos relevantes, apesar do esforço de se maximizarem esses fatos. Com um detalhe, e, se tiver alguma coisa errada, o que é certo é certo, e o que é errado é errado. Apesar de todo o estardalhaço que está sendo feito, nada encobre o fato de que a Petrobrás foi devastada pela corrupção”, disse.

Barroso lembrou que a ‘Petrobrás precisou fazer um acordo de 3 bilhões de dólares em Nova Iorque com investidores estrangeiros’ e outro ‘de US$ 800 bilhões com o Departamento de Justiça norte-americano’. “então, o judiciário americano faz parte da conspiração”.

“Nada encobre a corrupção sistêmica estrutural e institucionalizada que houve no Brasil. É difícil de entender a euforia que tomou muitos setores da sociedade diante dessa fofocada produzida por criminosos”, disse.

ESTADÃO CONTEÚDO

Comments

Conselho do MP vai apurar encontro de Deltan Dallagnol com investidores

O Corregedor Nacional do Ministério Público (CNMP), Orlando Rochadel, abriu uma nova reclamação disciplinar para apurar a conduta do procurador da República Deltan Dallagnol, dessa vez pela participação em encontro secreto com representantes de bancos e investidores, relatada pelo site The Intercept Brasil no último dia 26. Segundo o site, o procurador foi o destaque do evento, organizado em junho de 2018. Dallagnol terá dez dias para se manifestar sobre o caso.

Em nota, a assessoria da força-tarefa afirmou que o procurador esclarecerá ao CNMP que foi ao encontro com o propósito de debater o tema do combate à corrupção e cidadania e que o comparecimento foi gratuito. A nota também diz ser “leviana” “qualquer ilação” de que teriam sido fornecidas informações de caráter sigiloso no encontro.

Na decisão, que atende a pedido feito pelo deputado federal petista Paulo Pimenta, o corregedor afirma que a sociedade deve ter “plena convicção de que os Membros do Ministério Público se pautam pela legalidade, mantendo a imparcialidade, evitando conflitos de interesse”. Para Rochadel, o caso pode representar uma violação ao Estatuto do Ministério Público, na parte que obriga os procuradores a “guardar segredo sobre assunto de caráter sigiloso que conheça em razão do cargo ou função”.

“Sem adiantar qualquer juízo de mérito, observa-se que representação assevera suposto desvio na conduta de Membro do Ministério Público Federal, o que, em tese, pode caracterizar falta funcional”, disse o corregedor, na decisão assinada nesta quarta-feira (31). É a partir da reclamação disciplinar que o conselho do Ministério Público decide se instaura ou não um processo disciplinar – que pode levar a punição de procuradores.

O procurador ainda é alvo de outro procedimento aberto pelo corregedor em julho, também instaurado com base no conteúdo de supostas mensagens trocadas entre Dallagnol e membros da força-tarefa da Lava Jato. Este caso foi aberto a partir de notícia de que o procurador teria montado um plano de negócios de eventos e palestras para lucrar com a fama e contatos obtidos durante as investigações da Lava Jato.

Encontro. Na nota divulgada sobre o procedimento, a assessoria da força-tarefa afirmou que o procurador foi ao encontro com o propósito de debater o tema do combate à corrupção e cidadania, “expondo em particular as Novas Medidas Contra a Corrupção”.

“O comparecimento foi gratuito, movido por interesse institucional de promover o combate à corrupção e foram abordadas apenas informações públicas. Ao encontro, compareceu inclusive respeitada entidade anticorrupção da sociedade civil. Qualquer ilação dos reclamantes de que teriam sido fornecidas informações de caráter sigiloso seria leviana e não tem amparo na realidade, o que pode ser facilmente verificado com qualquer dos presentes”, disse em nota.

FAUSTO ,MACEDO / ESTADÃO

Comments

Ary Toledo é internado com problemas pulmonares e ‘depressão profunda’

Foto: Eliane Del Bianchi

O humorista Ary Toledo, de 81 anos, está internado desde o último domingo, 28, no Hospital Sírio-libanês, em São Paulo. A assessoria de imprensa do comediante revelou que ele enfrenta uma pneumonia bacteriana aguda, está tratando um fungo no pulmão e sofre com um quadro de “depressão profunda”, que o fez perder 25 quilos.

O humorista já havia sido hospitalizado entre os dias 23 de junho e 22 de julho deste ano, e ficou por uma semana sob cuidados médicos em casa antes de sua situação se agravar. Sua equipe aponta que esta é “a pior recaída que ele já teve” e, apesar de ser conhecido por momentos de alegria, Toledo demonstra tristeza no centro médico: evita falar, andar e não quer comer.

Ele ficou até a última quarta-feira, 31, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e, na tarde do mesmo dia, foi transferido para a semi-intensiva, onde está até agora.

Segundo a assessoria, Ary Toledo está fazendo um tratamento intensivo de fisioterapia no pulmão, nas pernas e nos braços. Na última quinta-feira, 1º, ele recebeu a visita do apresentador Raul Gil. O elenco do programa A Praça É Nossa pretende visitá-lo em breve, incluindo o humorista Carlos Alberto de Nóbrega.

Veja

Comments

Julgamento de acusados de matar Marielle Franco continua com depoimentos de testemunhas

A segunda parte da audiência de instrução e julgamento de Ronnie Lessa e Élcio Queiroz, réus que respondem pelos assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes, continuou na tarde desta sexta-feira, 2, no fórum central do Rio de Janeiro, no centro da cidade.

A previsão é que fossem ouvidas três pessoas, elencadas como testemunhas: a arquiteta Mônica Benício, viúva de Marielle; o delegado Giniton Lages, responsável pela primeira fase da investigação, e a perita Maria do Carmo Gargaglione, da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI) do Ministério Público estadual do Rio (MP-RJ). Lessa e Queiroz acompanharam os depoimentos por teleconferência, pois estão detidos no presídio federal de Porto Velho-RO.

A audiência na 4ª Vara Criminal do Rio começou por volta das 14h30 e não pode ser acompanhada pela imprensa, pois o processo tramita em segredo de Justiça. A primeira a depor foi Mônica Benício, que saiu do fórum por volta das 16h30. “Dentro do esperado e do possível, a gente está caminhando. Infelizmente não é no ritmo que a sociedade gostaria, mas com algum otimismo. Eu estou com confiança de que o processo está caminhando para fazer justiça por Marielle e Anderson”, afirmou a arquiteta.

“Obviamente que, no campo pessoal, é muito difícil. Não é muito confortável. Mas, enfim… como testemunha e vítima, eu tenho muito pouco a contribuir de fato. A não ser sobre a agenda e o dia a dia da Marielle”, completou a viúva.

As outras duas testemunhas seriam ouvidas em seguida. A primeira parte da audiência foi realizada no dia 7 de junho, no mesmo local. Ainda não há data prevista para a continuidade da audiência. O crime ocorreu em 14 de março de 2018, e os dois réus foram presos em 12 de março deste ano.

Estadão Conteúdo

Comments

Ministro do STF manda soltar traficante Elias Maluco

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio decidiu hoje (2) conceder liberdade ao traficante Elias Pereira da Silva, conhecido como Elias Maluco, condenado pelo assassinato do jornalista Tim Lopes em 2002.

Pela decisão do ministro, Elias Maluco deverá ser libertado, caso não esteja preso em função de outros mandados de prisão. A defesa e o STF não souberam informar se Elias será solto ou não.

O habeas corpus foi concedido em um processo que tramita na Justiça de São Gonçalo (RJ). Em 2017, um mandado de prisão preventiva foi expedido contra o acusado pelo crime associação para o tráfico. Ao julgar o caso, o ministro entendeu que Elias Maluco não pode ficar preso por tempo indeterminado e sem julgamento definitivo por essa acusação.

“O paciente encontra-se preso, sem culpa formada, desde 7 de julho de 2017, ou seja, há 2 anos e 24 dias. Surge o excesso de prazo. Privar da liberdade, por tempo desproporcional, pessoa cuja responsabilidade penal não veio a ser declarada em definitivo viola o princípio da não culpabilidade”, decidiu o ministro.

Pela decisão, o acusado, se for solto, ainda terá que permanecer em sua casa, deverá comparecer ao Judiciário quando for chamado e “adotar a postura que se aguarda do homem médio, integrado à sociedade”.

Além da condenação pela morte de Tim Lopes, consta contra Elias Maluco, segundo o site do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, uma condenação, em 2013, de 10 anos, sete meses e 15 dias de reclusão por lavagem de dinheiro. Pela morte de Tim Lopes, ele foi condenado, em 2005, a 28 anos e seis meses de prisão.

Agência Brasil

Comments

Juiz manda PF enviar ao STF cópia de investigação sobre hackers

O juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal em Brasília, determinou hoje (2) que a Polícia Federal (PF) envie para o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes cópia da investigação sobre as invasões aos telefones celulares do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e de outras autoridades.

O magistrado, que preside a investigação, cumpriu decisão proferida por Alexandre de Moraes, relator do inquérito aberto pelo STF para apurar a divulgação de notícias falsas contra integrantes da Corte.

Moraes determinou ontem (1º) que todo material da investigação, incluindo mensagens de celulares, devem ser remetidos ao seu gabinete no prazo de 48 horas.

Ontem, o juiz Ricardo Leite atendeu pedido da PF e decretou a prisão preventiva dos quatro investigados presos na Operação Spoofing, que investiga os ataques de hackers.

Com a decisão, os investigados Danilo Cristiano Marques, Gustavo Henrique Elias Santos, Suelen Priscila de Oliveira e Walter Delgatti Neto vão continuar presos, mas por tempo indeterminado. Dessa forma, eles deverão ser transferidos para um presídio no Distrito Federal. De acordo com a PF, os acusados devem ser mantidos na prisão para não atrapalhar as investigações.

Agência Brasil

Comments

LOCAIS

Governo Fátima vai negociar empréstimo de R$ 1,2 bi com bancos americanos

A TRIBUNA DO NORTE desta:

O secretário estadual do Planejamento e das Finanças, economista José Aldemir Freire, confirmou que o Governo do Estado iniciará, a partir da próxima semana, negociações com bancos privados para a obtenção de empréstimos vinculados ao Plano de Equilíbrio Fiscal (PEF), que está sendo gestado pelo Governo Federal a partir de proposta em tramitação na Câmara dos Deputados desde o dia 4 de junho.

Aldemir Freire diz que as conversas com  representantes de dois bancos já  escolhidos – Citybank e Goldman Sachs, serão feitas por videoconferência com sua equipe da Seplan, no decorrer desta semana. Depois, segundo ele, “será agendada uma visita deles aqui ou uma ida nossa a São Paulo nas próximas semanas”.

Freire afirmou que a Seplan não elaborou, ainda, o modelo de empréstimo a ser feito para a contratação desse banco privado, que deverá emprestar cerca de R$ 1,2 bilhão ao Rio Grande do Norte com o aval da União.

Porém, o secretário do Planejamento informou que esse contrato não será firmado somente em relação a primeira parcela da ajuda financeira, que será dada aos estados que se encontram em dificuldades fiscais: “A modelagem não foi definida, mas provavelmente vamos dividir com mais de um banco, alguns podem entrar só na primeira, outros na primeira e na segunda ou alguns podem entrar nas quatro parcelas”.

Inicialmente, a ideia do governo era negociar o empréstimo com o Banco Mundial, o qual já financia os projetos de infraestrutura do Rio Grande do Norte através do projeto “Governo Cidadão”. Mas devido a burocracia, segundo Freire, essa hipótese está descartada.

A governadora Fátima Bezerra anunciou, no meio da semana passada, que a primeira parte desses recursos será usada para reduzir o passivo da dívida de salários dos servidores e fornecedores de bens e serviços,  mas as outras parcelas terão como destino obras de infraestrutura no Estado.

O socorro financeiro aos estados está sendo chamado de Plano Mansueto e apresenta oito medidas de ajuste fiscal, a fim de que Estado cumpra pelo menos três para ter acesso a primeira parcela, a ser liberada até dezembro deste ano.

Com relação a essas três medidas, Aldemir Freire reafirmou que elas não estão, ainda, definidas pelo governo. “Quando for batido o martelo e o projeto for enviado à Assembleia, o governo fará o  anúncio”.

Para continuar lendo só clicar aqui: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/governo-vai-negociar-com-dois-bancos-privados/455834

Comments

Inscrições reabertas

Prefeitura suspende Concurso Público da Guarda Municipal de Parnamirim

O Edital de Suspenção, assim como o novo cronograma do Concurso, será publicado pela Prefeitura de Parnamirim

José Aldenir / Agora Imagens

Os candidatos poderão obter informações e esclarecer quaisquer dúvidas referentes ao Concurso Público junto à FUNCERN

Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a velocidade de leitura.Ouça: Agora RN » Prefeitura suspende Concurso Público da Guarda Municipal de Parnamirim0:00100%Audima

A Prefeitura de Parnamirim, em cumprimento à decisão judicial expedida pela 1ª Vara da Fazenda Pública de Parnamirim/RN, suspendeu o andamento do Concurso regido pelo Edital nº 002/2019.

As inscrições serão reabertas. A prova objetiva não será aplicada no dia 4 de agosto de 2019. O Edital de Suspenção, assim como o novo cronograma do Concurso, será publicado pela Prefeitura de Parnamirim.

A nova data da prova objetiva está aprazada para o dia 08 de setembro deste ano, no turno matutino, de modo que os candidatos já podem se reprogramar para este dia.

A Prefeitura e a Funcern lamentam a suspensão do Concurso, fato que implicou no adiamento de todo o cronograma do certame. Os Órgãos ressaltam, no entanto, que o ato foi necessário para dar fiel cumprimento à decisão judicial proferida.

Os candidatos poderão obter informações e esclarecer quaisquer dúvidas referentes ao Concurso Público junto à FUNCERN por meio do e-mail cgmparnamirim2019@funcern.br.

Fonte: Agora RN
Meios de transporte

Styvenson apresenta projeto que disciplina circulação de patinetes

Segundo o parlamentar, crescente a presença de patinete passou a mudar o cenário do trânsito nos centros urbanos do país

José Aldenir / Agora RN
‘Não sou contra o uso, mas é preciso regulamentar para garantir a segurança de todos”, defendeu Styvenson
Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a velocidade de leitura.Ouça: Agora RN » Styvenson apresenta projeto que disciplina circulação de patinetes0:00100%Audima

O Styvenson Valentim (Pode) apresentou Projeto de Lei (nº 3112 de 2019) que regulamenta a utilização de equipamentos de mobilidade como patinetes, monociclos elétricos, segways e hoverboards. Segundo o parlamentar, crescente a presença de patinete passou a mudar o cenário do trânsito nos centros urbanos do país.

“O que antes era um equipamento de mobilidade recreativo passou a ser usado como alternativa de transporte. O que se observa é o trânsito desses veículos nas calçadas, pondo em risco a integridade física dos pedestres e também disputando espaço na faixa de rolamento das vias, com veículos motorizados, um grande risco de ocorrência de acidentes graves. Não sou contra o uso, mas é preciso regulamentar para garantir a segurança de todos”, defendeu Styvenson.

Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), os patinetes se classificam como “equipamentos de mobilidade auto propelidos”, com motorização e dimensões de largura e comprimento como monociclos e triciclos.

De acordo com o projeto, os veículos terão sua circulação com velocidade máxima de 6 km/h em áreas de circulação de pedestres, desde que autorizado e devidamente sinalizado pelo órgão ou entidade com circunscrição sobre a via; velocidade máxima de 20 km/h em ciclovias e ciclofaixas; uso de indicador de velocidade, campainha e sinalização; dimensões nos limites especificados em regulamento e com direito de transportar apenas o condutor.

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTE SÁBADO

ENTREVISTA: O MINISTRO DA EDUCAÇÃO ABRAHAM WEINTRAUB NUM PAPO ABERTO E FRANCO NO MORNING SHOW

Na coluna ENTREVISTA desta quinta-feira o ministro da Educação, Abraham Weintraub, fala sobre a luta do governo Bolsonaro contra as grandes corporações e da hipocrisia da esquerda. Assista ao vídeo e tire suas conclusões!

Fonte

Publicado em 1 de ago de 2019

 

Continuar lendo ENTREVISTA: O MINISTRO DA EDUCAÇÃO ABRAHAM WEINTRAUB NUM PAPO ABERTO E FRANCO NO MORNING SHOW

HISTÓRIA E POLÍTICA: A TERRA, O HOMEM E SEU HABITAT

Na coluna HISTÓRIA & POLÍTICA desta quinta-feira o estudioso Jilene Augusto trata da história da Terra, do Homem e do seu habitat, onde faz alusão a relação do homem com o planeta terra, que é o seu habitat. No vídeo de hoje ele se fixa no continente asiático que foi o berço das primeiras e mais antigas civilizações e detém 63% da população humana. Assista ao vídeo e tome conhecimento de coisas que você não viu na escola.

Fonte

Publicado em 31 de jul de 2019

Continuar lendo HISTÓRIA E POLÍTICA: A TERRA, O HOMEM E SEU HABITAT

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

Por G1

 

Taxa de infidelidade na Câmara. Levantamento do G1 mostra que deputados do PROS, PODEMOS e PSB são os que menos seguem orientações do partido nas votações em plenário. IBGE divulga os dados do desemprego no Brasil em junho. Após 16 meses do último corte, o BC pode voltar a reduzir hoje a taxa básica de juros. E vendem-se ‘beats’: entenda como funciona o mercado online que levou um rapper novato ao topo das paradas nos EUA.

INTERNACIONAIS

Exclusivo: as gangorras rosas

O arquiteto Ronald Rael brinca em uma das gangorras. — Foto: Reprodução/FacebookO arquiteto Ronald Rael brinca em uma das gangorras. — Foto: Reprodução/Facebook

Na terça-feira (30), crianças e adultos de Estados Unidos e México se reuniram em volta de um trecho da cerca que separa os dois países. O motivo: três gangorras rosas, montadas ali pela equipe do arquiteto Ronald Rael e da designer Virginia San Fratello.

As fotos e vídeos do momento, que durou 40 minutos, repercutiram nas redes sociais.

Leia entrevista exclusiva com o arquiteto, que explica também a razão de o brinquedo ser rosa..

“No vídeo, foi bem emocionante assistir, é muito comovente. Na hora, foi só muito divertido”, contou Rael, em entrevista ao G1. “Foi da forma que pretendíamos: um jeito de juntar as pessoas. Quando levaram a gangorra embora, “todo mundo queria que ficássemos mais tempo”, contou.

Vendem-se ‘Beats’!

Site americano BeatStars é a principal plataforma do mercado de venda de beats na internet — Foto: DivulgaçãoSite americano BeatStars é a principal plataforma do mercado de venda de beats na internet — Foto: Divulgação

Com apenas 20 anos, Lil Nas X conseguiu o inimaginável: se tornou mais popular que “Despacito”. Seu rap rural “Old town road” completou 17 semanas no topo da parada da “Billboard” americana, deixando para trás o megahit de Luis Fonsi e “One sweet day”, de Mariah Carey.

Mas ele não teria chegado lá sem os US$ 30 que gastou no mercado de venda online de beats, os sons que dão ritmo às músicas. O segmento cresce a muitas batidas por minuto, mas não é unanimidade entre produtores – especialmente no Brasil, onde funciona de modo bem mais informal. Entenda.

NACIONAIS

Infiéis e fiéis

Plenário da Câmara dos Deputados durante votação de destaques e emendas apresentadas ao texto-base da PEC da Previdência — Foto: Luis Macedo / Câmara dos DeputadosPlenário da Câmara dos Deputados durante votação de destaques e emendas apresentadas ao texto-base da PEC da Previdência — Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

Deputados de PROS, PODE e PSB são os mais infiéis ou os que menos seguem orientações do partido em votações no plenário da Câmara. Os mais fiéis ao partido ou ao bloco partidário são filiados a Novo, PCdoB e PSOL. É o que aponta um levantamento do G1 com os dados de todas as votações nominais na Câmara de 1º de fevereiro a 12 de julho de 2019.

Contingenciamento

O governo detalhou o contingenciamento de R$ 1,44 bilhão em gastos no Orçamento de 2019 anunciado na semana passada. O bloqueio atinge, entre outros ministérios, R$ 619 milhões da Cidadania e R$ 348 milhões na Educação.

O bloqueio adicional na peça orçamentária, que se soma aos R$ 29,7 bilhões divulgados em março, tem por objetivo tentar cumprir a meta de déficit primário (despesas maiores do que receitas, sem contar as despesas com juros) do governo neste ano, de até R$ 139 bilhões.

Há possibilidade de o governo desbloquear esses recursos até o fim do ano, mas, para isso, depende do ingresso de receitas adicionais .

As três pastas que sofreram os maiores bloqueios são:

  • Ministério da Cidadania: R$ 619,16 milhões (42,9% do total de R$ 1,44 bilhão)
  • Ministério da Educação: R$ 348,47 milhões (24,1%)
  • Ministério da Economia: R$ 282,57 milhões (19,5%)

Desemprego

 — Foto: Divulgação— Foto: Divulgação

Saem hoje os dados de junho sobre o desemprego no Brasil. No trimestre encerrado em maio, a taxa de desemprego caiu para 12,3%, atingindo 13 milhões de pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Juros

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central deve retomar o processo de corte da taxa básica de juros, avalia grande parte dos economistas do mercado financeiro. A última redução da taxa Selic ocorreu em março de 2018 – ou seja, há mais de 16 meses.

Os analistas, porém, se dividem sobre a intensidade do corte. Uma parcela deles acredita em uma redução de 0,25 ponto percentual, com a taxa básica recuando dos atuais 6,5% para 6,25% ao ano. Outra parte prevê um corte maior, de 0,5 ponto percentual, para 6% ao ano.

Economia

Percepção sobre o desempenho da economia
Brasileiros se decepcionaram com o primeiro semestre
Pior que o esperado: 49Conforme o esperado: 37Melhor que o esperado: 13
Fonte: CNDL/SPC Brasil

O ano começou com expectativas positivas para o crescimento do Brasil e o brasileiro andou esperançoso. Mas praticamente metade dos consumidores se decepcionaram com o desempenho da economia no primeiro semestre.

Segundo levantamento antecipado ao G1, 44% dos brasileiros iniciaram 2019 com estimativas positivas. Seis meses depois, no entanto, só 13% avaliaram o desempenho como acima do esperado – outros 49% consideraram pior em relação à expectativa inicial.

Massacre no Pará

Sobe para 58 o número de mortos no massacre do presídio de Altamira

Sobe para 58 o número de mortos no massacre do presídio de Altamira

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) vai esvaziar dois presídios da região metropolitana de Belém, como ação preventiva, após o massacre que resultou na morte de 58 detentos no Centro de Recuperação Regional de Altamira. 866 presos, sendo 226 de uma e 540 de outra unidade, serão removidos.

Educação

As escolas da rede federal de ensino são as que apresentam as melhores condições de infraestrutura do país, segundo um estudo divulgado pela Unesco, a organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. As redes municipais são as que têm o indicador mais baixo de qualidade. Entenda o relatório.

Maconha para fins medicinais

 Maconha é cultivada em fundação em Santiago, no Chile. Estudo avaliou que canabidiol é eficaz contra forma rara de epilepsia — Foto: Ivan Alvarado / ReutersMaconha é cultivada em fundação em Santiago, no Chile. Estudo avaliou que canabidiol é eficaz contra forma rara de epilepsia — Foto: Ivan Alvarado / Reuters

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) abre nesta quarta-feira consulta pública para duas propostas que pretendem regulamentar o cultivo de maconha para fins medicinais e científicos no Brasil. Medida aprovada em junho fica em consulta pública até 19 de agosto.

Violência no RJ: transporte

Para-brisa de trem da Supervia atingido por pedra — Foto: Supervia / DivulgaçãoPara-brisa de trem da Supervia atingido por pedra — Foto: Supervia / Divulgação

G1 tabulou a conta da insegurança e entrevistou passageiros – os que mais sofrem com os atrasos e as avarias. Representantes dos meios de transporte que circulam na Região Metropolitana também foram ouvidos.

As joias da ex-primeira dama do RJ

Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral Filho — Foto: Alexandre Brum / Agência O Dia / Estadão ConteúdoAdriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral Filho — Foto: Alexandre Brum / Agência O Dia / Estadão Conteúdo

Quarenta joias da ex-primeira dama do Estado do Rio Adriana Ancelmo serão leiloadas, a pedido da Lava Jato fluminense. Os bens estão avaliados em R$ 455.383,00. Há relógios de ouro, colar com fio de pérolas, brincos com diamantes, anel em ouro branco e até uma joia com imagem religiosa: uma medalhinha de Maria Concebida.

O primeiro leilão foi marcado para 15 de agosto. Caso os bens não recebam o valor mínimo, haverá uma nova oferta no dia 23, com desconto de 25%.

O bem mais caro é um relógio Rolex com pulseira em ouro, acompanhado de estojo e certificado, que custa R$ 55 mil.

Loteria

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 3,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt / G1Aposta única da Mega-Sena custa R$ 3,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt / G1

O concurso 2.174 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 10 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) em São Paulo.

Jogos Pan-Americanos

 Caio Souza e Arthur Nory terão mais uma chance de medalha nesta quarta-feira — Foto: Ricardo Bufolin / Panamerica Press / CBG Caio Souza e Arthur Nory terão mais uma chance de medalha nesta quarta-feira — Foto: Ricardo Bufolin / Panamerica Press / CBG

Nesta quarta-feira, completa-se uma semana desde que as competições dos Jogos Pan-Americanos começaram e o ritmo segue intenso em Lima. O dia marca o fim da ginástica e pode ser ainda mais produtivo para o Brasil. Até aqui, foram 7 medalhas brasileiras só na modalidade. Se tem gente se despedindo, tem gente estreando. O vôlei de quadra faz a primeira partida no Pan.

 

Por Blog do BG

Bancos privados lucram R$ 32,2 bilhões no semestre, mas fecham agências

Os três grandes bancos privados do país lucraram no primeiro semestre do ano R$ 32,2 bilhões,  um crescimento de 17,9% na comparação com o mesmo período de 2018. A estrutura dessas instituições tende a ficar mais tímida. O Itaú Unibanco, inclusive, anunciou um programa de demissão voluntária (PDV) que pode atingir até 6,9 mil funcionários. Dessa forma, as instituições privadas também aderem a esse recurso, assim como já foi feito por Banco do Brasil e Caixa. Com a digitalização, os bancos conseguem com que os clientes demandem menos serviços em agências e, dessa forma, fechar esses pontos de atendimento. Entre os privados, são mais de  200 agências a menos nesse ano, sendo que o movimento foi liderado pelo Itaú Unibanco.

— O fechamento das agências se dá por necessidade dos nossos clientes. Com a digitalização de serviços, há uma redução da busca por agências e ainda temos uma quantidade considerável delas umas próximas a outras, fruto das fusões — disse Candido Bracher, presidente do Itaú Unibanco.

O Itaú Unibanco fechou 212 agências no primeiro semestre do ano. O movimento vai continuar nos próximos meses, mas Bracher afirmou que embora não tenha um número definido, o total de pontos de atendimento fechado no segundo semestre do ano  não deverá ser superior aos primeiro semestre.

Os funcionários que serão convidados a participar do PDV da instituição são os que já completaram 55 anos e que atendam alguns critérios, como terem usufruído de algum tipo de estabilidade. No semestre, o quadro de funcionário do banco foi reduzido em 1.043 colaboradores, para 98.446.

— Nós miramos um público que acreditamos que pode estar mais propenso e desejo de uma alteração de carreira, ou por conta da idade ou porque já está em uma situação (financeira) mais estável — avaliou Bracher.

O BB anunciou na última segunda-feira um plano para cortar até 3 mil funcionário e a Caixa já está com um PDV em aberto.

O Bradesco também vem efetuando o fechamento de agências. Entre janeiro e junho, 36 foram fechadas, para 4.581 agências. No entanto, desde que comprou o HSBC Brasil, o banco vem ajustando a sua rede. Em 2016, eram 5.314 pontos de atendimento tradicionais.

Na avaliação de Felipe Silveira, analista da corretora Coinvalores, os bancos, de forma geral, estão se preparando para enfrentar no médio prazo um ambiente de maior competição devido ao efeito dos bancos digitais e fintechs (empresas de tecnologia que oferecem serviços financeiros).

— Os bancos estão mostrando que tem feito um movimento para buscar eficiência em um novo momento para o setor, de competição mais acirrada. Em algum momento, a oferta de contas e serviços digitais vai pressionar (as receitas) os bancos. Nesse cenário, há a oportunidade de reduzir o tamanho da rede — avaliou.

Ao reduzir os custos com custos de agências ou quadro de funcionários, ficam com um índice de eficiência melhor. Esse indicador é a relação entre despesas e receitas de uma instituição e, quanto menor, melhor. Um indicador de 50% significa que a instituição gasta R$ 50 para arrecadar R$ 100, por exemplo.

O GLOBO

Comments

Bolsonaro: ‘Sou assim mesmo, não tem estratégia, não vou mudar’

O presidente Jair Bolsonaro tem um recado claro: ele não vai mudar. A repercussão negativa, e até críticas de aliados, a suas declarações nos últimos dias, comataques a governadores do Nordeste e contestação de dados históricos da ditadura militar , estão longe de fazê-lo repensar o próprio comportamento. Em conversa exclusiva com O GLOBO, Bolsonaro confirma que continuará falando à parcela mais conservadora da população, a primeira a aderir à sua candidatura .

— Sou assim mesmo. Não tem estratégia. Se eu estivesse preocupado com 2022 não dava essas declarações — afirmou Bolsonaro, ao ser questionado se as falas recentes são planejadas ou apenas resultado de impulsividade.

O presidente recebeu a reportagem em seu gabinete no terceiro andar no Palácio do Planalto após a cerimônia em que lançou um amplo processo de flexibilização de segurança e saúde do Trabalho. Depois de uma curta entrevista coletiva com jornalistas, Bolsonaro estava subindo a rampa que liga o Salão Nobre ao seu gabinete quando foi abordado pela reportagem, que pediu uma conversa com ele. Imediatamente, sem ouvir seus auxiliares da área de comunicação, pediu que os seguranças liberassem a repórter para acompanhá-lo.

A conversa não pôde ser gravada. Na entrada do gabinete, os celulares tiveram que ficar guardados. Entretanto, Bolsonaro, que havia dito que não daria entrevista, emprestou a própria caneta Bic. Assim, suas declarações poderiam ser anotadas corretamente.

Como o encontro não estava previsto, a conversa, que durou 15 minutos, foi interrompida três vezes pelo ajudante de ordens para lembrá-lo que existiam outros dois compromissos à espera. Bolsonaro, mesmo com o alerta, deixou a conversa fluir e falou de vários assuntos, mesmo os incômodos. Afirmou que a imprensa o persegue, mas que não se importa mais.

— O dia que não apanho da imprensa eu até estranho — disse, rindo.

Hiperativo, o presidente revelou que acorda antes das 4h e começa disparar mensagens de WhatsApp a ministros e assessores. Alguns deles, contou, ganharam direito a toques especiais no celular: são os quatro ajudantes de ordens, que têm um alerta diferente para que Bolsonaro possa atendê-los o mais rapidamente possível.

Na defesa da exploração de áreas de garimpo pelo país, disse ter encomendado estudo ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para criar “pequenas Serras Peladas” no Brasil, que poderiam ser exploradas tanto por grupos estrangeiros como por povos indígenas.

— Mas a fiscalização seria pesada. E índio também poderia explorar — promete.

Ao ser questionado a respeito de suas declarações sobre Fernando Santa Cruz, pai do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Bolsonaro voltou a se justificar, dizendo que a entidade atuou para que não se chegasse aos “mandantes da sua tentativa de assassinato”. Ele insiste que a quebra de sigilo telefônico de um advogado de Adélio Bispo de Oliveira daria um novo rumo à história. A medida não foi adotada por um recurso da Ordem. Bolsonaro disse que não recorreu da decisão da Justiça, que classificou seu agressor como inimputável porque, ao ser enquadrado como portador de Transtorno Delirante Persistente, Adélio estará agora em “prisão perpétua”.

— Porque eu ganharia (o recurso). Ele responderia por tentativa de homicídio. No máximo em dois anos estaria na rua. Agora, pela insanidade mental, é prisão perpétua.

Bolsonaro esquivou-se novamente de comentários aprofundados sobre o massacre no presídio de Altamira, no Pará, onde 58 detentos morreram, dos quais 16 foram decapitados, a maior carnificina em cadeias desde a registrada no Carandiru (SP) em 2001. Ele justificou que queria evitar “polêmica”.

— Já disse pela manhã na porta do Alvorada. Você estava lá? Pergunte às vítimas dos facínoras. Pergunte para elas o que acham, não vou criar polêmica — respondeu, confirmado com seus auxiliares o número total de vítimas.

O presidente disse que está conversando com grupos estrangeiros para transformar a Baía de Angra dos Reis, onde tem uma casa e chegou a ser multado no passado por pesca ilegal, no que ele vem chamando de “Cancún brasileira”. Segundo ele, empresários estão dispostos a investir “bilhões”, que gerariam empregos na região.

— Não vou dizer (quais são esses grupos). São conglomerados de países — afirmou, sinalizando, em seguida, que investidores de Emirados Árabes, Japão e Israel já teriam demonstrado interesse.

O desempenho no exterior de Eduardo Bolsonaro, seu filho deputado federal, é o assunto que mais o deixa, visivelmente, satisfeito. Para o presidente, cabe aos senadores aprovarem Eduardo como embaixador do Brasil nos Estados Unidos, mas ele está certo que o elogio feito ontem pelo presidente americano, Donald Trump, o ajudará a conquistar os votos.

— A decisão é do Senado. Acho que a declaração do Trump hoje ajuda — disse.

Bolsonaro confirmou que está em franca aproximação com o presidente da Bolívia, Evo Morales, como visto durante a Cúpula do Mercosul, em Santa Fé, na Argentina, há duas semanas. Disse que o mandatário boliviano sorriu para ele, o que não tinha acontecido nem mesmo quando esteve em sua posse em janeiro. Afirmou ainda que os dois países buscam aproximação e que Morales demonstrou interesse em comprar um avião KC-390 da Embraer.

Quem manda

Questionado se a mudança de Morales não demonstra um caráter pragmático, que se adapta de acordo com as circunstâncias, Bolsonaro defendeu o boliviano.

— Não. Como eu disse hoje, todo mundo evolui — conta Bolsonaro, que usou Morales como exemplo para defender a sua tese contra as reservas indígenas. — Se na Bolívia um índio pode ser presidente, por que aqui tem que ficar confinado em uma uma área?

Nos quase 15 minutos de conversa, Bolsonaro deixou claro que quem manda é ele. O presidente tem uma agenda hoje de manhã em Anápolis (GO). A reportagem questionou, então, se ele pararia, como já vez em outra ocasião, para almoçar com caminhoneiros em uma rodovia. Um assessor disse que não, mas Bolsonaro o interrompeu:

— Não está previsto, mas, se tiver algo, eu aviso e muda na hora — justificou, confirmando que dá trabalho à equipe que cuida de sua proteção, subordinada ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

Bolsonaro encerrou a conversa quando os participantes da próxima reunião, incluindo o ministro Jorge Oliveira (Secretaria-Geral), entraram no gabinete.

Secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten pediu que fosse feita uma foto da conversa.

— Não precisa. Não vou constrangê-la — disse o presidente, recebendo de volta a caneta Bic emprestada à repórter.

O GLOBO

 

Após parentes de Bolsonaro voarem de FAB, procurador pede apuração sobre uso de aeronaves

O subprocurador-geral do Ministério Público de Contas, Lucas Furtado, quer que o TCU apure se há “abuso e ilegalidade” no uso de veículos públicos, “sobretudo aeronaves da FAB”. A peça lista notícias que relatam caronas questionáveis em voos solicitados por autoridades desde o governo FHC.

O caso mais recente citado na ação é o de parentes de Bolsonaro que usaram um helicóptero da FAB para ir ao casamento do filho do presidente, Eduardo, em abril.

Na representação, Furtado diz, ainda, que “deve, igualmente, ser disciplinado tema relativo a transporte reservado a autoridades em serviço haja vista a aparente insuficiência das normas em vigor”.

PAINEL FOLHA

Comments

BARRACO: “Chamo uma coletiva e metade do PSL vai embora” e “só tivemos paz no semestre: quando o Twitter ficou fora do ar e o presidente tirou o dente” diz Frota

Alvo do correligionário Major Olímpio, Alexandre Frota (PSL-SP) está pintado para a guerra. “O PSL de SP não tem nem presidente direito, vai ter conselho de ética? Mas tudo bem. Desafio ele a me levar lá. Chamo uma coletiva e, vou te falar, metade desse partido vai embora.”

Nem sob pressão Frota baixa o tom. Diz que declarações do presidente atrapalham projetos na Câmara e que “só duas vezes tivemos paz no semestre: quando o Twitter ficou fora do ar e quando ele tirou o dente”.

FOLHAPRESS

Comments

Surpresos, aliados e militares tentam identificar foco de ações intempestivas de Bolsonaro

Aliados de Jair Bolsonaro (PSL) e militares tentam identificar o foco das ações intempestivas do presidente.

A avaliação do núcleo militar e de integrantes da base do governo no Congresso é a de que, principalmente nos últimos dias, Bolsonaro voltou a ser estimulado a ir para o confronto e a dar vazão ao que é classificado como pauta secundária.

A preocupação desses aliados é a de que, ao ser incentivado a prestar atenção em temas laterais, Bolsonaro acaba, inevitavelmente, esquecendo a agenda positiva do governo, como a econômica —que tem apoio da Câmara e do Senado e respaldo de setores da população.

Na segunda-feira (29), tanto militares quanto integrantes da Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto foram pegos de surpresa com as declarações de Bolsonaro, dadas na porta do Palácio da Alvorada, sobre o pai do presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

A entrevista à imprensa não estava programada na agenda e os auxiliares do presidente já o aguardavam na antessala de seu gabinete para um reunião programada para as 8h10. Àquele momento, Bolsonaro estava acompanhado apenas de seguranças e ajudantes de ordem.

O núcleo duro do Planalto, incluindo civis e militares, e os aliados mais próximos do Congresso, como o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), participaram, só depois da entrevista, do encontro que já foi incorporado à rotina diária de Bolsonaro.

A reunião, que começou atrasada por causa das declarações matutinas do presidente, teve uma pauta que passou ao largo das declarações polêmicas que Bolsonaro acabara de dar na saída do Alvorada.

De acordo com relatos ouvidos pela Folha, não foi proposital —os auxiliares palacianos e os aliados nem tiveram tempo de ver as falas.

“Por que a OAB impediu que a Polícia Federal entrasse no telefone de uma dos caríssimos advogados? Qual a intenção da OAB? Quem é essa OAB? Um dia, se o presidente da OAB quiser saber como é que o pai dele desapareceu no período militar, conto pra ele”, afirmara Bolsonaro, reclamando da atuação da Ordem na investigação do caso Adélio Bispo, autor do atentado à faca do qual foi alvo.

Ao ironizar o desaparecimento do pai do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, durante a ditadura militar (1964-1985), Bolsonaro estimulou a organização de um gabinete de crise informal.

Nesta terça-feira (30), o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, foi escalado para tentar conter a onda de declarações extemporâneas do presidente.

A fala de como teria se dado a morte de Fernando Santa Cruz soou despropositada também entre os militares.

A avaliação recorrente, dentro e fora do Planalto, entre aliados e adversários do governo, é de que Bolsonaro extrapolou o limite do aceitável, ao “dar um golpe abaixo da linha da cintura” do presidente da OAB.

O impacto, dizem pessoas próximas a Bolsonaro, poderia ter sido muito maior se o Congresso não estivesse em recesso.

A preocupação, de acordo com a análise desses aliados, é que o governo perca, definitivamente, o controle da pauta positiva e que, diante de tantas polêmicas, até mesmo a base de sustentação de Bolsonaro nas ruas acabe o abandonando.

Como mostrou a Folha nesta terça, um dos fatores que levaram Bolsonaro a intensificar a agressividade no discurso foram as críticas à indicação de seu filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como embaixador do Brasil nos EUA.

Em conversas reservadas, Bolsonaro disse a aliados que vê nos ataques a Eduardo uma ofensa pessoal e que, por isso, seria sua obrigação sair em defesa pública do filho.

(mais…)

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

BOAS NOTÍCIAS: MÉDICO NEPALÊS JÁ DEVOLVEU A VISÃO A MAIS DE 130 MIL PESSOAS DE GRAÇA

Na coluna BOAS NOTÍCIAS desta segunda-feira temos uma história linda e emocionante de um médico que resolveu dedicar a sua vida a recuperar a visão das pessoas do seu país, de graça, o Nepal. Tendo executado mais de 130 mil cirurgias, uma atitude invejável e de tirar o chapéu. Parabéns para o médico oftalmologista Dr. Sanduk Ruit e que Deus ilumine esta grande alma e lhe dê muita saúde para continuar a sua obra.

Médico devolve a visão a 130 mil pessoas carentes de graça: vídeo

Foto: reprodução / Great Big Story

Foto: reprodução / Great Big Story

Um médico – que perdeu o irmão e as irmãs para doenças que poderiam ser tratadas pela medicina moderna – decidiu se tornar oftalmologista para ajudar pessoas necessitadas, como a família dele no passado. E com amor e determinação ele está conseguindo cumprir a missão.

O Dr. Sanduk Ruit já restaurou a visão de mais de 130 mil pessoas carentes. Ele percorre o Nepal, sua terra natal, para operar de graça pessoas com catarata, a forma mais comum e tratável de cegueira.

Mais que isso: ele conseguiu baixar de 300 para 3 dólares – menos de 12 reais – o preço das lentes importadas para a cirurgia. Como? Levando a fabricação para o Nepal.

Diretor executivo do Instituto Tilganga de Oftalmologia, uma organização sem fins lucrativos com sede em Katmandu, ele e sua equipe atendem a um milhão de pacientes.

“Nos últimos 10 anos nós treinamos quase 650 médicos e acredito que a gente possa fazer isso no mundo inteiro. Eu quero passar o resto da minha vida arrecadando dinheiro para muitos desses hospitais”, diz.

Viagens

De acordo com o oftalmologista, cerca de 90% da população cega do mundo está localizada no Nepal porque há menos oftalmologistas em países menos desenvolvidos.

Por isso ele também viaja por todo o país para fazer cirurgias de catarata em pessoas cegas que vivem em áreas remotas.

Em uma das investidas para ajudar pessoas necessitadas, Sanduk Ruit levou seu equipamento cirúrgico de carro e viajou durante 7 dias para tratar a cegueira da população.

“Cheguei a trabalhar 13 horas por dia. Pessoas diziam que eu era maluco”, contou.

E o que ele presencia quando as pessoas tiram o curativo dos olhos não tem preço.

“A expressão desses pacientes que ontem estavam cegos e de repente voltaram a enxergar tudo à sua volta, ver as pessoas que amam… eles mudaram a perspectiva de vida numa fração de segundos”, conta.

“É por isso que essa intervenção cirúrgica é tão bonita e poderosa. Meus pacientes são minha vida e minha alma”, concluiu.

Dr. Sanduk Ruit - Foto: reprodução / Great Big Story

Dr. Sanduk Ruit – Foto: reprodução / Great Big Story

Assista ao documentário:

Com informações do GNN e do GreatBigStory

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: MÉDICO NEPALÊS JÁ DEVOLVEU A VISÃO A MAIS DE 130 MIL PESSOAS DE GRAÇA

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA

Por G1

 

PF diz que preservará mensagens encontradas na operação que prendeu grupo de hackers. Antes, o presidente do STJ tinha dito que foi avisado por Moro sobre destruição de dados. Quadrilha que roubou ouro no aeroporto de Guarulhos rendeu família de funcionário e usou ao menos cinco veículos na ação. Conta de luz: vem aí a bandeira tarifária de agosto. Cerimônia abre oficialmente o Pan de Lima, no Peru. E mais: um elefante em fúria e peixe-boi marinho quase extinto.

INTERNACIONAIS

Pan de Lima

 Velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze — Foto: Wander Roberto / COBVelejadoras Martine Grael e Kahena Kunze — Foto: Wander Roberto / COB

Embora handebol e vôlei de praia já estejam em andamento, os Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, começam oficialmente hoje, com a cerimônia de abertura às 20 horas. As velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze serão as porta-bandeiras da delegação brasileira.Campeãs olímpicas e mundiais na classe 49er FX, elas vão puxar a fila nacional no Estádio Nacional.

Partiu Lua!

Índia envia missão até a Lua nesta segunda-feira, 22 de julho — Foto: Indian Space Research Organisation / ReutersÍndia envia missão até a Lua nesta segunda-feira, 22 de julho — Foto: Indian Space Research Organisation / Reuters

NACIONAIS

Mensagens hackeadas

Presidente da República, o da Câmara e do Senado tiveram seus celulares invadidos

Presidente da República, o da Câmara e do Senado tiveram seus celulares invadidos

A Polícia Federal (PF) informou que preservará o conteúdo das mensagens que venham a ser localizadas no material apreendido na Operação Spoofing. Caberá à Justiça definir o destino do material.

Segundo a PF, foram invadidos celulares dos presidentes da Câmara, deputado Rodrigo Maia; do Senado, Davi Alcolumbre; do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha; e da procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, foi comunicado pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, que celulares de ministros da Corte também foram alvos de ataque.

O DJ Gustavo Henrique Elias Santos, um dos presos suspeitos dessas invasões a celulares, pode dar um novo depoimento à polícia hoje. Ele está preso na Superintendência da PF em Brasília com outras três pessoas.

Roubo milionário de ouro

Mais um veículo utilizado no assalto milionário no Aeroporto de Guarulhos é encontrado pela polícia — Foto: Reprodução / TV GloboMais um veículo utilizado no assalto milionário no Aeroporto de Guarulhos é encontrado pela polícia — Foto: Reprodução / TV Globo

A polícia encontrou mais três veículos usados no roubo milionário de ouro no terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo: duas caminhonetes, uma branca e outra prata, e um caminhão-baú, foram localizadas na Zona Leste. A polícia ainda não explicou como esses veículos foram utilizados no crime.

A polícia também informou que os dois carros clonados como veículos da PF não são roubados, mas não informou sobre seus proprietários.

Conta de luz

Aneel divulga nesta sexta (26) a bandeira tarifária de agosto — Foto: Estúdio NSC Branded ContentAneel divulga nesta sexta (26) a bandeira tarifária de agosto — Foto: Estúdio NSC Branded Content

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulga nesta sexta-feira a bandeira tarifária de agosto. Atualmente, a bandeira é amarela e há cobrança extra de R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos. Em junho, vigorou a bandeira verde. Nesta cor, não há cobrança extra nas contas de luz.

Paulo Carvalho

Paulo Carvalho — Foto: Reprodução / FacebookPaulo Carvalho — Foto: Reprodução / Facebook

jornalista Paulo Carvalho, de 47 anos, morreu ontem, no Rio de Janeiro, vítima de infarto. Ele estava com um dos filhos na Games XP 2019, no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, quando passou mal por volta das 14h. O sepultamento será realizado hoje, no final da tarde.

Mulheres na matemática

Desigualdade de gênero entre cientistas de matemática é tema de encontro nacional neste fim de semana no Rio de Janeiro — Foto: DivulgaçãoDesigualdade de gênero entre cientistas de matemática é tema de encontro nacional neste fim de semana no Rio de Janeiro — Foto: Divulgação

Atualmente, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) tem 408 bolsas vigentes de produtividade em pesquisa (PQ), um tipo de financiamento destinado a cientistas que já têm mestrado, doutorado e uma sólida carreira de pesquisa. Mas as mulheres receberam apenas 11% das bolsas destinadas à pesquisa em matemática, probabilidade e estatística, segundo um levantamento feito pelo G1.

Viaduto Santa Ifigênia

Viaduto Santa Ifigênia, no Centro de São Paulo — Foto: TV Globo / ReproduçãoViaduto Santa Ifigênia, no Centro de São Paulo — Foto: TV Globo / Reprodução

O Viaduto Santa Ifigênia, que completa 106 anos hoje, sofre com problemas de zeladoria, em especial na conservação do piso e no nivelamento do solo. Em vários pontos de seus 225 metros de extensão é possível notar a ausência das pastilhas do piso, que foram acrescentadas no viaduto em 1975, expondo assim sua estrutura de cimento. Há também rachaduras. O G1 mostra.

Elefante em fúria

Um vídeo publicado nas redes sociais do Parque Nacional Kruger, na África do Sul, assustou internautas: o material registra o momento em que um elefante ataca um veículo cheio de turistas no meio de um safári.

Desafio Natureza

Poluição da água e degradação do habitat são ameaças de extinção ao peixe-boi

Poluição da água e degradação do habitat são ameaças de extinção ao peixe-boi

Poluição da água supera caça como principal ameaça à extinção do peixe-boi marinho, diz especialista. Contaminação da costa por lixo, esgoto não tratado e combustível de embarcações contribuíram para o que o animal fosse considerado extinto em três estados brasileiros.

Brumadinho

Brumadinho no rastro da lama — Foto: Editoria de Arte / G1Brumadinho no rastro da lama — Foto: Editoria de Arte / G1

Seis meses após tragédia, Vale é condenada pela Justiça de MG, mas inquérito segue sem conclusão. Treze pessoas da Vale e da Tüv Süd, que atestou a segurança da barragem que rompeu, são investigadas.

Game XP

Game XP começou nesta quinta (25), no Parque Olímpico, na Zona Oeste do Rio — Foto: Carlos Brito/ G1Game XP começou nesta quinta (25), no Parque Olímpico, na Zona Oeste do Rio — Foto: Carlos Brito/ G1

A Game XP 2019 chega a seu segundo dia nesta sexta-feira com competições de “League of Legends” e “Counter Strike: Global Offensive” e show da cantora Iza. O evento de jogos eletrônicos acontece no Parque Olímpico, do Rio de Janeiro, até domingo. Veja programação completa.

Mais games: ‘Wolfenstein: Youngblood’

Imagem de 'Wolfenstein: Youngblood' — Foto: DivulgaçãoImagem de ‘Wolfenstein: Youngblood’ — Foto: Divulgação

Matar nazistas pode ser uma herança de família. Pelo menos no universo de “Wolfenstein: Youngblood”, novo game derivado da série clássica de tiro em primeira pessoa que chega a PlayStation 4, Xbox One, computadores e Switch. Veja entrevista com o produtor executivo do game, novo capítulo de uma série clássica de tiros.

Cinema

Dentre as estreias no cinema, Anne Hathaway vive golpista em 'As Trapaceiras'

Dentre as estreias no cinema, Anne Hathaway vive golpista em ‘As Trapaceiras’

Uma comédia sobre duas golpistas, uma biografia sobre um infame serial killer e um mistério francês são os destaques das estreias que chegam aos cinemas brasileiros: “As trapaceiras”, “Ted Bundy: a irresistível face do mal” e “O professor substituto”.

Capa de revista

Georgia Furlan Traebert foi capa da edição de julho da australiana 'Katwalk Kids Fashion Magazine' — Foto: Katwalk Kids Fashion Magazine / ReproduçãoGeorgia Furlan Traebert foi capa da edição de julho da australiana ‘Katwalk Kids Fashion Magazine’ — Foto: Katwalk Kids Fashion Magazine / Reprodução

Modelo brasileira com síndrome de Down é capa de revista australiana. Georgia Furlan Traebert, de 15 anos, já foi finalista de concurso de influenciadores digitais no exterior. Catarinense que já fez teatro quer ser atriz e gravar uma novela.

Fonte: G1

Por Blog do BG

Moro é muito criticado por juízes e políticos pelo vazamento de nomes e situação do Ministro é muito delicada

Painel / FOLHA

Afasta de mim esse cale-se O vazamento de nomes que também teriam sido hackeados pelo grupo preso pela PF ampliou a desconfiança de políticos e ministros de cortes superiores sobre a atuação de Sergio Moro (Justiça). O ex-juiz é, a um só tempo, protagonista de rumorosa crise, vítima e chefe do órgão que faz a investigação. A maneira como a suposta invasão de outros celulares foi divulgada foi interpretada como tentativa de criar um cinturão de solidariedade a ele e à destruição de mensagens. Surtiu efeito contrário.

Veio a calhar Tão logo pipocaram, nesta quinta (25), dados de outras autoridades que teriam sido alvo de ataque, políticos especularam sobre 1) a conveniência de espraiar a crise, criando uma “cortina de fumaça” para o foco na Lava Jato, e 2) a hipótese de instrumentalização da PF.

Ninguém dorme Deputados chegaram a indagar quantos hackers foram pegos por clonar, por exemplo, telefones de ex-ministros de Temer –vários foram alvos de golpes– ou se, pelos embates entre Moro e o Congresso, não haveria possibilidade de subtração ou alteração de provas.

Elevador A OAB foi provocada a ingressar com uma reclamação no Supremo questionando o procedimento adotado até agora, já que o hackeamento teria atingido pessoas com prerrogativa de foro –e a Ordem estuda, de fato, ingressar com a medida.

Pare! A OAB deve ainda fazer petição ao juiz hoje responsável pelo caso, Vallisney de Souza, solicitando que não autorize a destruição de provas.

Indignação… Juiz federal do TRF-4, Jorge Antonio Maurique diz que, apesar de a PF indicar que as mensagens são fruto de invasões a celulares, “se verdadeiro, o conteúdo vazado (…) é muito ruim para os envolvidos”.

…seletiva “Impressiona que não haja indignação no mundo jurídico com o conteúdo, e sim com a forma. Veja que o conteúdo não foi contestado expressamente pelos envolvidos”, diz Maurique. “Por causa de mensagens vazadas a jornalistas, o governador de Porto Rico acaba de renunciar. Lá, só importou o conteúdo.”

Jabuticaba Já o governador Flávio Dino (PC do B-MA) diz que “parte diretamente interessada não deveria nem opinar sobre o assunto [destruição de provas]“. “Muito menos comunicar autoridades. Realmente o Direito no Brasil virou coisa bem esquisita.”

 

Mesmo após confissão, PF não vê caso encerrado e aguarda laudos sobre invasão de celulares

Apesar de o principal suspeito dos ataques hacker preso,Walter Delgatti Neto , tenha admitido em depoimento ser autor de invasões à contas de aplicativos de mensagens e telefones de autoridades, a Polícia Federal está longe de encerrar as investigações sobre o caso. A PF entende que ainda é necessário aguardar os laudos periciais e checar alguns dados para concluir a apuração.

A estimativa dos investigadores, após obter dados de sistemas de telefonia,  é que pelo menos mil pessoas foram alvos dos ataques hacker . Dois dias após a prisão dos suspeitos, a investigação apontou que a abrangência dos ataques cibernéticos chegou aos telefones do presidente Jair Bolsonaro, aos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Otávio Noronha, além da procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Eles foram informados pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, que estavam entre os alvos.

Além das perguntas  já respondidas pela Polícia Federal nos últimos três dias,  restam questões ainda não solucionadas que indicam o que ainda falta ser descoberto ou divulgado, uma vez que o procedimento corre sob sigilo estabelecido judicialmente.

A PF ainda não informou se há informações concretas sobre se houve mandantes das invasões. Além dos  R$ 100 mil apreendidos pela PF na Operação Spoofing,   o que se sabe sobre as finanças dos suspeitos, até agora,  é que Gustavo Henrique movimentou R$ 424 mil que que entre abril e junho do ano passado e Suelen, por sua vez, movimentou R$ 203 mil entre março e maio deste ano. Para os delegados da PF, há incompatibilidade entre a movimentação financeira e as rendas declaradas dos dois.

Na decisão do juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, além de autorizar as prisões temporárias, o magistrado afirma que a incompatibilidade entre as movimentações financeiras e a renda mensal dos suspeitos torna necessário rastrear os recursos recebidos e movimentados por eles. Além dos sigilos bancários, o magistrado ainda determinou a quebra do sigilos telemático dos suspeitos.

Ainda não se sabe o que foi encontrado de indícios e provas nos e-mail e arquivos dos presos: Gustavo Henrique Elias Santos, Suelen Priscila de Oliveira, Danilo Cristiano Marques e Walter Delgatti Neto.

Além dos quatro suspeitos presos,  há outras seis pessoas possivelmente envolvidas no caso.  A PF apresentou ao juiz Vallisney de Oliveira um relatório de diligência no qual listou os e-mails destas seis pessoas, que estavam vinculados às contas dos usuários do sistema BRVOZ das quais partiram os ataques.

Com base nesse documento, a PF solicitou o afastamento do sigilo telemático desses e-mails, para acessar seu conteúdo e apurar se os outros alvos também estão envolvidos no caso. O magistrado autorizou a medida e determinou a quebra do sigilo telemático desses e-mails.

O GLOBO

CommentsComments

VAZA JATO: Não se destrói prova antes de perícia e de trânsito em julgado

A primeira coisa que a Polícia Federal deve verificar no material apreendido com os hackers é se ele é autêntico e se não tem inserções, o que pode provar ou não se os diálogos publicados entre o então juiz Sérgio Moro e o procurador da República Deltan Dallagnol são reais, se as mensagens são perfeitas. O que Moro e Dallagnol não reconheceram pode ser verificado, a partir de agora, por perícia.

Se o material é produto de crime, a Justiça terá de enfrentar a questão da prova ilícita. A primeira coisa a fazer é separar o crime decorrente da subtração das informações, com invasão de privacidade, da divulgação de mensagens do The Intercept, que tem a ver com as relações entre Moro e Dallagnol, para verificar a existência ou não de promiscuidade judiciária entre juiz e acusador. São coisas absolutamente diferentes. Não se pode olhar para só uma delas.

Terá de se decidir se a prova, ainda que ilícita, serve ou não para absolver. A orientação europeia é que o processo penal tem, por princípio, a busca da verdade real. Ele não se contenta com a verdade formal, tanto é que, na dúvida, absolve-se o réu porque ele é presumidamente inocente. Imaginemos a situação: uma interceptação telefônica ilegal flagra alguém no exterior. Verifica-se que essa pessoa está viva, mas ela aparece em processo condenatório como vítima de homicídio. Essa prova, embora ilícita, valeria ou não, sendo que há gente condenada em razão do crime? Há revisão criminal nesses casos. Estamos diante do conflito no processo penal entre a pretensão de punir do Estado e o direito subjetivo de liberdade.

Destruir as provas agora seria fraude. Não se destrói prova antes de perícia e de trânsito em julgado. É preciso fazer esse alerta. A regra é constitucional. Quem deve prevalecer no conflito entre o direito privado e o público? Evidentemente, é o público. Não é a intimidade de Moro, mas o interesse público, pois o processo penal tem por meta não deixar impunes os crimes e não punir os inocentes. Que Moro foi vítima em relação ao direito à privacidade é evidente, mas não é tudo. Deve assumir as consequências da conversas com procuradores. É preciso mostrar se o processo teve juiz imparcial e se o tratamento foi desigual para as partes. As apreensões podem levar à verdade sobre as mensagens, verificando se foram alteradas. E é preciso saber essa verdade.

Wálter Maierovitch – JURISTA E PROFESSOR DE DIREITO PENAL

ESTADÃO CONTEÚDO

Comments

E AGORA? Deltan Dallagnol recebeu R$ 33 mil por palestra em empresa citada na Lava Jato

Antes de você ler esse reportagem, qual seria o Procedimento do próprio MP em relação a qualquer cidadão comum ou até mesmo a um político, a alguém do judiciário ou a um pessoa envolvida na administração pública num caso como esse?

Segue a reportagem da FOLHAPRESS:

O procurador da República Deltan Dallagnol fez uma palestra remunerada no valor de R$ 33 mil para uma empresa que havia sido citada em um acordo de delação em caso de corrupção na própria força-tarefa da Lava Jato, mostram mensagens e documentos obtidos pelo The Intercept Brasil e analisados em conjunto com a Folha.

A firma do setor de tecnologia Neoway, que contratou Deltan, foi mencionada pela primeira vez em um documento de colaboração que foi incluído em um chat dos procuradores da operação em março de 2016, dois anos antes da palestra.

Além de participar do evento remunerado da companhia, em março de 2018, Deltan aproximou membros da Procuradoria e representantes da Neoway com o objetivo de viabilizar o uso de produtos dela em um trabalho da força-tarefa, da qual é coordenador em Curitiba.

O procurador também gravou um vídeo para a firma no qual enaltece a utilização de ferramentas tecnológicas em investigações, além de ter acionado um dos assessores do Ministério Público para avaliar seu desempenho na gravação.

Procurado, o Deltan disse à Folha que, antes de dar palestra remunerada para a empresa Neoway, não teve conhecimento de que a companhia já havia sido citada na Lava Jato. “Não reconheço a autenticidade e a integridade dessas mensagens, mas o que posso afirmar, e é fato, é que eu participava de centenas de grupos de mensagens, assim como estou incluído em mais de mil processos da Lava Jato. Esse fato não me faz conhecer o teor de cada um desses processos.”

Quatro meses após a palestra, em um chat, Deltan afirmou a outros procuradores que havia descoberto a citação à empresa na delação premiada do lobista do MDB Jorge Luz, que atuava em busca de vantagens em contratos da Petrobras e subsidiárias.

“Isso é um pepino pra mim. É uma brecha que pode ser usada para me atacar (e a LJ), porque dei palestra remunerada para a Neoway, que vende tecnologia para compliance e due diligence, jamais imaginando que poderia aparecer ou estaria em alguma delação sendo negociada”, afirmou o procurador na conversa.

As mensagens são reproduzidas tal qual aparecem nos arquivos obtidos pelo Intercept, mantendo eventuais erros de digitação e normas da língua portuguesa.

A situação levou Deltan e outros procuradores que haviam mantido contato com a Neoway a deixarem as investigações relativas a Jorge Luz.

Os diálogos examinados pela Folha e pelo Intercept também mostram outras ocasiões em que convites recebidos por Deltan levaram a discussões sobre potenciais conflitos de interesses.

O procurador chegou a perguntar aos colegas sobre eventual participação em um evento organizado pela Odebrecht Ambiental, empresa do grupo que fez a mais extensa delação da Lava Jato. Deltan foi advertido pelos procuradores e não aceitou o convite.

Em outra oportunidade, o procurador teve que cancelar a presença em um evento organizado pela empresa distribuidora de combustíveis Raízen, logo após ler a notícia de que a companhia havia sido alvo de uma operação da Polícia Civil do Paraná.

DELAÇÃO DE JORGE LUZ

Os procuradores da Lava Jato criaram um grupo no aplicativo Telegram em fevereiro de 2016 para tratar do acordo de delação premiada de Jorge Luz, inclusive com a participação de Deltan.

Em 22 de março daquele ano, circulou no chat um documento no qual o delator afirmou que atuou em favor da Neoway em um projeto de tecnologia da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras. Luz contou que recorreu ao então deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP) e ao atual deputado federal Vander Loubet (PT-MS) para aproximar a Neoway da BR Distribuidora.

No dia 24 de abril de 2017, um outro documento da colaboração premiada foi enviado nesse diálogo com um relato mais categórico de Jorge Luz: “Paguei ao Vaccarezza para arrumar o negócio”.

O delator afirmou que, após uma reunião na BR Distribuidora para apresentação de sua ferramenta tecnológica, a Neoway foi contratada. Jorge Luz disse ainda que os contratos com a empresa foram executados por volta de 2011 ou 2012 e não houve pagamentos a funcionários da Petrobras, apenas repasses a Vaccarezza e Loubet.

O colaborador não indicou os valores dos contratos e dos pagamentos aos deputados nos documentos examinados pela Folha e pelo Intercept.

(mais…)

Comments

TERCEIRO DO BRASIL: Uma em cada cinco pessoas é obesa no RN

Por Tribuna do Norte

Uma em cada cinco pessoas é considerada obesa no Brasil, e o índice de potiguares com excesso de peso (21%) situa o Rio Grande do Norte na terceira posição entre os estados com maior percentual – mesma taxa apurada no Acre, Pará, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, de acordo com estudo divulgado nessa quinta-feira (25) pelo Ministério da Saúde. No topo estão Amazonas e Mato Grosso com 23%, e na outra extremidade aparece o Maranhão com apenas 15,7% da população acima do peso considerado ideal. Pernambuco com 22%, primeiro lugar na região Nordeste, está na vice liderança nacional ao lado do Rio de Janeiro e de Rondônia.

Em 2018 mais da metade dos brasileiros (55,7%) estão acima do peso, sendo que a obesidade acomete 18,9% das pessoas.

A Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) comparou dados apurados entre 2006 e 2018, e a variação nesse período apresentou um salto de 11,8% para 18,9% – um crescimento de 67,8% nos últimos treze anos.

Para acessar a reportagem completa só clicar no link: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/rn-esta-entre-estados-com-maior-naomero-de-obesos/455010

 

Pesquisa do Procon aponta redução de quase 5% no preço do combustível em Natal

O Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Natal (Procon/Natal) realizou, na última segunda-feira, 22, pesquisa nos postos de combustíveis e identificou redução no valor de todos os combustíveis pesquisados. O objetivo da pesquisa foi verificar se houve a redução de 2,14% no preço anunciada pela Agência Nacional de Petróleo, no dia 18 de julho.

O preço médio da gasolina nas bombas foi de R$ 4,359, contra R$ 4,561 da pesquisa anterior, realizada no dia 08 de julho. Isso representa uma variação negativa de 4,43%, ou seja, redução de R$ 0,202 centavos. Já em comparação com a pesquisa de junho, a redução foi de R$ -0,164 centavos, o que equivale a uma variação negativa de 3,63%.

O Núcleo de pesquisa do Procon/Natal acompanha mensalmente os preços dos combustíveis na cidade do Natal, devido a política de preço aplicada pela estatal brasileira Petrobras, que adotou reajustes com maior periodicidade, desde 3 de julho de 2017. Nas pesquisas recentes realizadas pelo Núcleo, os preços dos combustíveis estão em declínio.

AGORA RN

Femurn alerta para risco de atrasos de salários das Prefeituras no 2º semestre

A possibilidade de atrasos de pagamentos de salários dos servidores públicos municipais não está descartada no segundo semestre, admite o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Leonardo Cassimiro de Araújo Júnior. “Atualmente há casos pontuais de atrasos, por causa de problemas mais profundos, como de previdências próprias que ficaram de gestões anteriores”, disse ele. Mas, a partir de agosto, a tendência é aumentar a quantidade de prefeituras que não terá recursos suficientes para cumprir em dia os compromissos com a folha de pessoal.

“Naldinho”, como é chamado o presidente da Femurn, disse ser essa uma preocupação, em virtude de que entre agosto e outubro,  historicamente, ocorre uma queda no valor dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Neste  período, geralmente, há uma diminuição das receitas com Imposto de Renda, que ao  lado do IPI, forma o  bolo dos recursos do Fundo de Participação.

Ele disse que conversou, inclusive, a respeito disso com a governadora Fátima Bezerra (PT), porque o governo  tem três folhas em atraso referentes aos meses de novembro e dezembro e do 13º salário de 2018, e o Estado também deve enfrentar queda de receitas do Fundo de Participação.

A preocupação com a folha de pessoal é uma constante para os municípios. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) já começou a emitir termos de alerta de responsabilidade fiscal para os 91 municípios (54,5%) dos 167 municípios do Rio Grande do Norte,  que no segundo bimestre do ano, ultrapassaram o limite de alerta com gasto de pessoal. O caso emblemático é o de Pureza, que comprometeu  92,4% de sua receita corrente líquida com o pagamento de salários.

Segundo “Naldinho”, pelo  menos em julho os municípios receberam 1% de recursos extras de FPM, e mesmo assim, 44 municípios tiveram saldo zero no repasse da primeira cota, dia 10, Lamentavelmente, diz ele, “é onde a corda quebra,, do lado mais fraco, principalmente dos municípios que sobrevivem exclusivamente do Fundo de Participação”.

O presidente da Femurn diz que os municípios só passam a contar com 1% de recursos extras em dezembro, justamente como ajuda para complementação da folha do 13º salário.

TRIBUNA DO NORTE

Para continuar lendo é só clicar no link: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/femurn-alerta-para-risco-de-atrasos-no-2ao-semestre/455037

 

Comments

Natal é o 3º destino turístico mais procurado do Brasil nos 60 dias

Por Portal NO AR

Natal é o terceiro destino mais procurado por turistas brasileiros no período considerado como inverno no País. Os números fazem parte de uma pesquisa inédita realizada pelo Ministério do Turismo, que aponta os dez destinos mais buscados em viagens nacionais nos meses de junho e julho deste ano. A sondagem foi realizada com duas mil agências de viagens do país. Fortaleza (CE), Maceió (AL), Natal (RN), Gramado (RS), Rio de Janeiro (RJ), Porto Seguro (BA), Ipojuca (PE), São Paulo (SP), Salvador (BA) e Campos do Jordão (SP) estão nas dez primeiras posições, respectivamente.

“Esses números são muito importantes para a cidade e para o destino turístico. Isso prova que essas ações que estão sendo feitas em parceria com os empresários, no caso a ABIH – Associação Brasileira da Indústria de Hotéis e com o Governo do Estado, esses “Gold Shows”, essas promoções específicas do destino, que querem comprar o Nordeste, que querem comprar Natal, especificamente interior de Minas, de São Paulo e Centro-Oeste estão dando resultado”, comentou o secretário de Turismo de Natal, Fernando Fernandes.

Um outro dado a ser festejado pela capital potiguar diz respeito ao perfil do turista que está buscando a cidade. De acordo com a pesquisa, na composição do público, os casais com filhos correspondem ao maior número (37%) dos viajantes que utilizam agências de viagens, seguidos dos casais, com 22%, e viagens em família, com 21%. Esse perfil de viajante, em destaque, costuma consumir mais que turistas que viajam sozinhos, dessa forma, o capital circula entre os fornecedores de serviços da cidade.

Os dados apontam para um interesse maior dos turistas na “dupla” sol e praia (49%), perfil que se encaixa bem na capital potiguar. Destinos culturais e com títulos de patrimônio histórico ficam com o segundo lugar (16%), enquanto viagens a trabalho (10%) e por ecoturismo (9%) ocupam a terceira e quarta posições.

MINAS GERAIS

Natal também aparece bem posicionada em outra pesquisa realizada recentemente pelo Ministério do Turismo. A capital do Rio Grande do Norte está entra as três mais buscadas pelos turistas mineiros para viagens nos meses de junho e julho. As cidades de Porto Seguro (BA), Maceió (AL) e Natal (RN) são os três destinos mais procurados.

A constatação é da Pesquisa de Sondagem Empresarial, realizada pelo Ministério do Turismo com 175 empresas de comércio de viagens do estado. O levantamento trouxe, ainda, que 6 em cada 10 mineiros procuram destinos onde possam aproveitar os momentos de lazer com sol e praia.

Assim como na pesquisa mais abrangente, citada anteriormente, o perfil do público mineiro, também aponta casais com filhos como o maior número (43,7%) dos viajantes que utilizam agências de viagens, seguidos dos casais sem crianças, com 25,8%, e viagens em família, com 21,1%.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA

BOAS NOTÍCIAS: BRASILEIROS DÃO SHOW EM OLIMPÍADA INTERNACIONAL DE MATEMÁTICA

Na coluna BOAS NOTÍCIAS desta quinta-feira os brasileiros dão um show na olimpíada Internacional de Matemática e levam 6 medalhas. Mais um orgulho para o Brasil e os brasileiros. Veja a reportagem completa a seguir e saiba como foi. 

Brasileiros ganham 6 medalhas em Olimpíada Internacional de Matemática

Equipe braisleira levou 6 medalhas na competição Foto: Agência Brasil

Equipe braisleira levou 6 medalhas na competição Foto: Agência Brasil

O Brasil conquistou seis medalhas na 60ª Olimpíada Internacional de Matemática, a IMO 2019, realizada na cidade de Bath, Reino Unido.

Foram duas medalhas de prata e quatro de bronze.

A competição foi entre os dias 11 e 22 de julho e a delegação brasileira totalizou 135 pontos, o que garantiu a vigésima nona colocação no ranking, juntamente com a Turquia, e atrás do Peru.

Samuel Prieto Lima, de Goiânia, e Pedro Gomes Cabral, de Recife, levaram as medalhas de prata.

As de bronze foram para os estudantes Bernardo Peruzzo Trevizan, de Canoas (RS), Pedro Lucas Lanaro Sponchiado, de Santa Cruz do Rio Pardo (SP), Guilherme Zeus Dantas e Moura, de Maricá (RJ) e Felipe Chen Wu, do Rio de Janeiro.

A equipe foi composta por medalhistas da 40ª Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), ocorrida no país no ano passado, e teve como líderes os professores Edmilson Motta e Carlos Shine, de São Paulo.

O professor Edmilson Motta comemorou a vitória e disse que ficou “bem satisfeito” com o resultado, “porque todos conseguiram medalhas”.

A IMO 2019 registrou um total de 621 estudantes do ensino médio de 112 países, com idades entre 14 e 19 anos. Cada país manda uma equipe de até seis alunos.

O professor Motta explicou que o grupo brasileiro ficou na metade superior de desempenho e, portanto, apto a ganhar medalhas. “Você tem disputando países de melhor educação do mundo presentes. Foi um resultado bastante bom”, reiterou.

Desta vez, o Brasil não conquistou a medalha de ouro, como ocorreu no ano passado.

“A gente fica sempre com essa expectativa, mas o resultado foi bem satisfatório, considerando o resultado da equipe”.

Edmilson Motta afirmou que saber matemática é importante em todas as áreas.

“O domínio dos métodos numéricos e analíticos que a matemática tem tanto na sua essência é fundamental para qualquer área que você queira desenvolver. Não importa qual seja a sua área de interesse, seja exatas, biológicas ou humanas, saber matemática vai fazer de você uma pessoa com maior entendimento na sua área de interesse.

E, como cidadão, consegue ter uma visão muito mais elaborada do ponto de vista crítico, se você tem essa visão analítica que a matemática lhe traz. É um conhecimento muito valioso”.

Próxima competição

Em 2020, a competição será em São Petersburgo, na Rússia.

Edmilson Motta disse que três dos rapazes que representaram o Brasil este ano ainda são candidatos para o ano que vem.

“As equipes se renovam e entram novos jovens. A nossa intenção é subir no ‘ranking’ e conseguir ter medalhas de ouro com mais frequência”. O professor avalia que ter uma medalha de ouro a cada cinco anos é uma frequência baixa.

“Não é tão boa, considerando a seleção que o nosso país tem”.

A meta é ganhar uma medalha de ouro a cada ano.

“É importante para o Brasil dar um salto de desempenho”.

Com informações da Agência Brasil

Fonte: Só Notícia Boa

Continuar lendo BOAS NOTÍCIAS: BRASILEIROS DÃO SHOW EM OLIMPÍADA INTERNACIONAL DE MATEMÁTICA

PSICOLOGIA E DESENVOLVIMENTO PESSOAL: AMOR QUE NÃO SE MEDE, POR ROSSANDRO KLINJEY

Na coluna PSICOLOGIA E DESENVOLVIMENTO PESSOAL desta quinta-feira vamos assistir uma palestra extraordinária do psicólogo e palestrante Rossandro Klinjey sobre “Amor que não se mede”, o amor de pai e mãe que pelos filhos são capazes de fazer qualquer coisa. Assista esse vídeo e aprenda a ser uma pessoa melhor!

Fonte: 

Publicado em 27 de jul de 2017

Continuar lendo PSICOLOGIA E DESENVOLVIMENTO PESSOAL: AMOR QUE NÃO SE MEDE, POR ROSSANDRO KLINJEY

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

Por G1

 

O governo anuncia a liberação do FGTS após Guedes confirmar que haverá saques anuais. O objetivo é injetar R$ 28 bi agora para estimular a economia. Bolsonaro recebe pela 2ª vez candidato à PGR que não integra lista tríplice. A Petrobras vende o controle da BR Distribuidorapor R$ 9,6 bilhões. Ambientalista criticam nova regra da Anvisa que libera rótulo mais brando para pesticidas altamente tóxicos. No Reino Unido, o conservador Boris Johnson toma posse como premiê.

INTERNACIONAIS

Novo premiê

Boris Johnson durante evento do Partido Conservador em Nottingham, em 6 de julho — Foto: Phil Noble / ReutersBoris Johnson durante evento do Partido Conservador em Nottingham, em 6 de julho — Foto: Phil Noble / Reuters

Boris Johnson será empossado como primeiro-ministro do Reino Unido. O procedimento é simples. Primeiro, logo cedo, Theresa May vai ao Parlamento e faz seu último discurso. Depois, retorna à residência de Downing Street, almoça e se despede dos funcionários. Em seguida, ela irá ao Palácio de Buckingham apresentar sua renúncia e convocar Johnson para assumir e formar novo governo.

Onda de calor

Criança se refresca na fonte do parque Andre Citroen, em Paris — Foto: Philippe Lopez / AFP PhotoCriança se refresca na fonte do parque Andre Citroen, em Paris — Foto: Philippe Lopez / AFP Photo

Em uma nova onda de calor, os termômetros voltaram a ultrapassar os 40°C na França. No total, 80 departamentos estão sob alerta. O G1 acompanha mais um dia quente e abafado na Europa.

NACIONAIS

BR Distribuidora

A Petrobras vendeu 35% das ações da BR Distribuidora por R$ 9,6 bilhões e, com isso, passa a deter somente 37% das ações da subsidiária responsável pela distribuição de combustíveis. Agora, o capital privado passa a ser majoritário e a controlar a companhia.

Saques no FGTS

Governo vai liberar saques em contas ativas e inativas do FGTS anualmente, diz Guedes

Governo vai liberar saques em contas ativas e inativas do FGTS anualmente, diz Guedes

O governo vai liberar todos os anos saques de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O plano deve ser oficializado hoje. O G1 vai acompanhar, detalhar a liberação de saques, explicar quem tem direito e como sacar, além de fazer a repercussão.

PGR