Blog do Saber, Cultura e Conhecimento!

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: DESENVOLVA UM NOVO ESTILO DE VIDA COM A REGRA DAS 5 HORAS

Em DESENVOLVIMENTO PESSOAL desta sexta-feira temos uma técnica bastante antiga, já que data da época de Benjamin Franklin, notória personalidade da história mundial que viveu na Filadélfia, EUA, no século XVIII e já praticava a Regra das 5 Horas. Apesar disso não é conhecida por muita gente, mas está sendo praticada atualmente como ferramente de desenvolvimento pessoal. Leia o texto a seguir e entenda como funciona essa técnica. 

Regra das 5 Horas: desenvolva um estilo de vida de aprendizado contínuo

Por Suria Barbosa

Não é mais novidade que se esforçar para aprender continuamente é uma necessidade nos tempos atuais, em que fatos e invenções surgem e mudam com enorme velocidade. É tão importante que faz sentido levar sua rotina com foco na aprendizagem – mais do que na produtividade extrema. Inclusive, esse é o segredo de sucesso de diversas pessoas: reservar um tempo de seu dia exatamente para aprender.

Uma das figuras cuja trajetória mostra como isso foi imprescindível foi Benjamin Franklin. Inventor, político, autor e empreendedor, ele abandonou a escola formal quando criança para ser aprendiz de seu pai. Mesmo adolescente, não mostrava traços de destaque, conta o cofundador da consultoria Empact Michael Simmons, em texto no site Inc.

O que levou-no à uma escalada até ser um dos grandes representantes da época foi sua estratégia de aprendizagem. Ele deixava livre para aprendizado uma hora de cada dia de sua semana. Nesse tempo, se dedicava a atividades de diversos tipos, desde ler a fazer experimentos e definir metas de desenvolvimento pessoal.

“Toda vez que Franklin tirava um tempo do seu dia agitado para seguir sua regra das cinco horas e passar pelo menos uma hora aprendendo, ele realizava menos naquele dia. No entanto, a longo prazo, foi sem dúvida o melhor investimento de seu tempo que poderia ter feito”, escreve Michael.

Para a maior parte das pessoas, a efetividade do dia é medida pelo quanto se realiza. O trunfo da Regra das 5 Horas é inverter as prioridades, fomentando ao máximo (e com regularidade) o aprendizado deliberado.

Benefícios da Regra das 5 Horas

Incluir na rotina a uma hora de aprendizagem prevista pela Regra das 5 Horas tem uma série de benefícios.

#1 Planejar o aprendizado

O tempo para aprender permite pensar cuidadosamente sobre o que, de fato, se quer aprender.

“Não devemos apenas ter metas para o que queremos alcançar. Também devemos ter metas para o que queremos aprender.”

#2 Praticar deliberadamente

Em vez de fazer as coisas automaticamente, ter o momento diário previsto permite aplicar os princípios da prática deliberada para continuar melhorando. Isso significa, por exemplo, ir atrás de feedback e treinar habilidades específicas.

Leia também: Quer aprender algo novo? Pesquisa de Yale revela quando o cérebro é mais eficiente

#3 Tempo para refletir

Em uma hora, é possível contemplar um tempo para reflexão,que ajuda a assimilar lições aprendidas e novas ideias. “Caminhar é uma ótima maneira de processar essas idéias, como mostram muitos grandes fanáticos por caminhadas, de Beethoven e Charles Darwin a Steve Jobs e Jack Dorsey”, acrescenta o autor do texto no Inc.

#4 Resolver problemas

“Quando a maioria das pessoas experimenta problemas durante o dia, elas as varrem para debaixo do tapete, para que possam continuar sua lista de tarefas. A folga cria espaço para resolver pequenos problemas antes que eles se transformem em grandes problemas.”

#5 Experimentar

Por fim, é possível fazer experiências. É uma oportunidade para aprender e testar suas ideias, quaisquer que sejam elas.

Fonte: Na Prática

Continuar lendo

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: MUDANÇA E CRIAÇÃO DE HÁBITOS – AULA 1

Caro(a) leitor(a),

A partir desta quarta-feira na nossa coluna DESENVOLVIMENTO PESSOAL vamos apresentar um curso sobre Mudança e Criação de Hábitos, implementado por Albano do Seja Uma Pessoa Melhor. Um curso que vai lhe ajudar a sair da sua zona de conforto e ao final dessa quarentena ser uma nova pessoa. Pronto para conquistar o mundo. A primeira aula foca na diferença entre Hábito e Vício. Portanto ao invés de se acomodar o dia todo na sua poltrona, de frente pra televisão assista esse curso que vamos veicular aqui duas vezes por semana, na quarta-feira e no sábado. Bom curso e seja uma pessoa melhor!

Fonte:

Continuar lendo

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A PRÁTICA DA MEDITAÇÃO COMO UM MÉTODO PARA A PREVENÇÃO DE DOENÇAS E BEM ESTAR DA POPULAÇÃO

DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL: A PRÁTICA DA MEDITAÇÃO COMO UM MÉTODO PARA A PREVENÇÃO DE DOENÇAS E BEM ESTAR DA POPULAÇÃO
women meditating pastel on high mountain in sunset background

A Prática da Meditação como um método para a prevenção de doenças, melhoria na qualidade de vida e bem estar da população é o destaque da nossa coluna DESENVOLVIMENTO PESSOAL desta quarta-feira.Leia o texto completo a seguir e conheça um pouco mais sobre as benesses que a prática da meditação pode trazer para sua vida!

Medicina Integrativa e a Prática de Meditar

Pessoa sentada com as pernas cruzadas em uma montanha durante o nascer do sol.

23 de Janeiro – Dia Internacional da Medicina Integrativa

Por que praticar Meditação?
A prática de meditação é reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como um método para a prevenção de doenças, melhoria da qualidade de vida, saúde e bem-estar da população.

Importante ressaltar que o Ministério da Saúde, conforme a portaria 145, de 11 de janeiro de 2017, incluiu a Meditação no rol de terapias complementares disponíveis pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Homem sentado com as pernas cruzadas em uma pedra no topo de uma montanha. Ele tem uma mochila nas costas, durante o pôr do sol.

Meditar é um processo continuo de autocuidado e autoacolhimento, em que a pessoa fortalece seus valores pessoais, desacelera a criação de pensamentos, respira com atenção, relaxa o corpo, a mente e as emoções, sentindo e vivendo a vida com maior foco, concentração e saúde.

É uma oportunidade de ter as rédeas de sua vida em suas mãos, encontrando a paz interior para realizar suas atividades pessoais e profissionais com maior leveza e resultados.

Você também pode gostar

Algumas dicas para inspirar você a começar ou renovar a prática de meditar:

1. Durante o dia, pare algumas vezes o que estiver fazendo, leve sua atenção ao ato de inspirar e expirar, usando a contagem: inspirar em 4 segundos, reter o ar em 4 segundos e expirar em 8 segundos, repita a sequência 4 vezes.

2. Caminhe todos os dias, durante 15 minutos, prestando atenção aos seus passos e ritmo respiratório, essa prática é uma forma de atenção plena e ajuda a liberar a criatividade.

3. Antes de dormir, desconecte sua atenção de aparelhos eletrônicos, escolha um local acolhedor, sente-se com a coluna ereta, faça a sequência respiratória com contagem, caminhe em direção ao seu coração, sente-se no centro dele, imagine uma luz dourada banhando você de energia amorosa, acolhedora e pacífica, todas as suas células, órgãos são preenchidos, você relaxa, descansa e se prepara para uma excelente noite de sono.

Silhueta de mulher de costas, sentada com as pernas cruzadas, durante o pôr do sol.

4. Escolha meditações guiadas, no You Tube, e ouça antes de dormir, enquanto dirige, usando transporte público.

Praticar meditação é um ato de amor, comece devagar e aos poucos aumente o tempo de experiência, poderá sentir o quanto te fará bem.

Anna Maria Oliveira
Escrito por Anna Maria Oliveira
Continuar lendo

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: ALGUMAS DICAS E ORIENTAÇÕES IMPORTANTES PARA QUE ESTÁ DESEMPREGADO NESSA CRISE

Em tempos de coronavírus e pandemia o desemprego é o terror de quase todo mundo que trabalha. Está batendo à porta de muita gente, mas vai passar. Nesse momento não adianta entrar em pânico nem se desesperar. Manter a calma e a cabeça no lugar é o melhor a se fazer. As opções e soluções vão aparecer desde que você se mantenha antenado. É o momento de aproveitar a quarentena para procurar novas opções, capacitação profissional on line e outros recursos que você vai conhecer no artigo a seguir. Portanto, essa também é uma oportunidade de você expandir a sua consciência. Leia o artigo completo a seguir e, quem sabe encontre a solução do seu problema?

Qual o melhor conselho para as pessoas que estão desempregadas e em meio à crise?

Os números crescem a cada mês. Em julho de 2016, foram contabilizados 11,4 milhões de desempregados. O desemprego está aí. Empresas fechando, funcionários sendo demitidos. Um círculo que acaba afetando a todos. Se uma área não vai bem, as outras também são afetadas. Claro que, em meio a isso, há setores em crescimento, mas os brasileiros desempregados querem apenas trabalhar.

E o que fazer quando as entrevistas não ocorrem, as contas aumentam e uma chance de assinar a carteira de trabalho parece cada vez mais distante? Uma pesquisa de 2005 concluiu que os trabalhadores desempregados engajados ativamente na procura de um trabalho são mais propensos a ter pior saúde mental. Quem está desempregado acaba tendo ansiedade, estresse e dores no corpo, o que pode afetar por um bom tempo a capacidade mental do indivíduo.

Qual a saída?

Ilustração de um trabalhador sendo jogado no buraco do desemprego.

Não existe uma mágica. O emprego ocupa uma função primordial em nossa vida. Com ele, nos sentimos ativos e importantes para a sociedade. No momento em que perdemos o emprego, sentimo-nos fracassados. Nesta hora, não vale a pena se desesperar.

Ainda em momentos de crise, como o que estamos vivendo agora, a culpa não é sua e sim de todo um movimento global que está acontecendo. Acredite, outros países, como na Europa, também não estão passando por uma boa fase. Mas é neste período que é preciso encontrar saídas. Em primeiro lugar, assuma que isso é temporário. Se você está ganhando o seguro desemprego, aproveite para se profissionalizar e pensar em alternativas.

Você também pode gostar

Alternativas possíveis

Ilustração de homem escolhendo opções em um holograma.

Assuma a sua tristeza neste momento em que perdeu o emprego. Não é fácil, mas não precisamos nos achar os heróis. Reflita sobre como poderia ter agido, o que poderia ter feito de melhor, mas não se culpe por isso, porque você só vai se sentir pior.

Empreenda: em meio à crise, cresce o número de brasileiros empreendendo. Talvez esteja aqui uma oportunidade de montar o seu negócio. Com a saída, talvez seja possível concretizar o início de um empreendimento. Isso não é uma regra, mas uma chance. Aproveite o momento para estudar e pesquisar. E o mais importante: enquanto estiver desempregado, corte custos. Isso o deixará menos ansioso.

Capacite-se: não fique parado esperando um emprego bater na sua porta. Há muitos cursos gratuitos na internet para vocês fazer. Até mesmo pesquise aí na sua cidade se há oferta de cursos que possam acrescentar no seu currículo.

Ilustração de um homem desempregado sentado e triste.

Pense em novos modelos de negócios: esqueça que somente as grandes empresas vão salvar o mundo e garantir o emprego. Estamos vendo agora que a globalização não salvou nada, apenas mascarou muita coisa. Já ouviu falar de indústria criativa? Economia colaborativa? Economia solidária? Pesquise sobre. São movimentos mais propensos e com os pés no chão para andar com as mudanças que este século está nos trazendo.

Seja flexível: não conseguiu pensar em nada e até mesmo as capacitações ainda não ajudaram? Calma, seja flexível. Se a sua área não está boa, vá para outra área. Eu sei que é difícil escutar isso e muito dolorido, mas talvez seja por um bom tempo. Não tenha vergonha de trabalhar em outra área, pois a experiência pode ser incrível!

E, mais, permita-se abrir para o novo. O mundo está mudando, o sistema, a sociedade. Não se agarre a velhos clichês que davam certo há 20 anos. Se abra para o novo e não tenha vergonha de experimentar e ter novas experiências. As empresas estão valorizando profissionais assim. Boa sorte!


  • Escrito por Angélica Weise da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Fonte:

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Continuar lendo

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: O QUE FAZER QUANDO VOCÊ É MUITO PREGUIÇOSO PARA COMEÇAR UM HÁBITO

Nesta terça-feira na nossa coluna DESENVOLVIMENTO PESSOAL temos mais um resumo animado de Albano do Seja Uma Pessoa Melhor sobre “O que fazer quando você é muito preguiçoso par começar um hábito”. A preguiça e/ou a Zona de Conforto é algo que acomete a maioria da humanidade e vídeos como esse são uma injeção de coragem e ânimo para que as pessoas consigam crescer e evoluir. Assista ao vídeo e Seja uma Pessoa Melhor!

Fonte:

Continuar lendo

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: O QUE A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL ENSINA AOS GRANDES LÍDERES

O destaque da nossa coluna DESENVOLVIMENTO PESSOAL desta sexta-feira é uma esclarecedora palestra sdo Dr. deRose sobre Inteligência Emocional. Nesta palestra você vai entender a diferença entre inteligência emocional e inteligência cognitiva e qual a importância de cada uma delas no nosso processo evolutivo. Assista ao vídeo e tire suas conclusões!

Fonte:

Continuar lendo

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: ONDE ESTÁ O SEU ENCANTO PELA VIDA?

Neste sábado trago uma mini-palestra do extraordinário e Best Seller Augusto Cury na nossa coluna DESENVOLVIMENTO PESSOAL, na qual ele inicial fazendo um questionamento que, atualmente, permeia as mentes de bilhões de pessoas neste planeta: Onde está o meu encanto pela vida? E Cury responde que isso acontece quando nos tornamos mendigos emocionais mendigando o pão da alegria. Quando falhamos no território da emoção e deixamos de fazer da vida um espetáculo aos olhos. Assista a esse vídeo espetacular e volte a encontrar o seu encanto pela vida!

 

Fonte:

Continuar lendo

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: SAIBA COMO IDENTIFICAR E SE LIVRAR DE PESSOAS TÓXICAS

Um excelente artigo sobre pessoas tóxicas é o destaque desta sexta-feira na coluna DESENVOLVIMENTO PESSOAL. O artigo que retirei do site Mundo Psicólogos ensina você como identificar e neutralizar pessoas tóxicas que por ventura estejam vivendo ao seu redor. Leia o artigo completo a seguir e se livre dos vampiros que lhe cercam.

Como saber se você é vítima de pessoas tóxicas

Artigo revisado pelo Comitê de MundoPsicologos

Seguramente, há mais pessoas tóxicas no seu entorno do que você é capaz de imaginar. Será que você está sendo vítima da influência negativa de uma (ou várias) delas? Descubra a seguir.

20 JUN 2018 · Leitura: 4 min.

Como saber se você é vítima de pessoas tóxicas

Em algum momento da vida, todos nós estamos obrigados a lidar com pessoas tóxicas, sentindo mais ou menos o impacto em virtude da convivência com esse tipo de personalidade na nossa vida e autoestima. No entanto, nem sempre é fácil identificar aquelas situações em que estamos sendo vítimas.

Os tipos de pessoas tóxicas podem variar, mas é fundamental saber identificá-las, pois esse é o primeiro passo para ser capaz de neutralizar sua influência. O objetivo deste artigo é justamente dar dicas para que você seja capaz de reconhecer as situações típicas que envolvem uma pessoa tóxica, seus comportamentos habituais e as técnicas mais eficazes para romper com o controle que exercem sobre você.

Sinais de uma personalidade tóxica

Aparentemente não há nada que indique que aquele colega da universidade, companheiro de trabalho, parceiro ou familiar é, na verdade, uma pessoa tóxica. É preciso sair da superfície e começar a observar os detalhes do seu comportamento, como são suas atitudes, para então compreender que há algo de “estranho” na convivência com ele/a.

Sabe aquelas pessoas que minam nossa alegria e são capazes de nos contagiar com desânimo e pessimismo? Pessoas que sempre têm uma atitude arrogante e são incapazes de reconhecer um erro, transferindo a responsabilidade a outro e manipulando-o para que também acredite que é assim? Pessoas tóxicas são aquelas que ignoram seus limites, tomam sem dar, não são honestas e ainda gostam de ser vítimas.

shutterstock-1114603991.jpgFotos: MundoPsicologos

Definitivamente, estamos falando de pessoas que contaminam todo o sistema. São rasgos de personalidade que costumam ter um efeito bastante nocivo em seu entorno, se fortalecendo com a debilidade dos demais. Algumas perguntas ajudam a aprofundar a reflexão e descobrir se a convivência com a pessoa em questão está entrando na “zona de perigo”:

  1. Depois de estar com ele/a, você se sente emocionalmente cansado?
  2. Você considera extremas determinadas atitudes ou comportamentos dessa pessoa?
  3. Ao ouvir seus comentários, você se sente incomodado?

Se a resposta for sim, é importante ligar seu sistema de alerta, observar mais profundamente e tratar de mudar a forma como você tem se comportado nessa relação.

Tipos de pessoas tóxicas

Para identificar as pessoas tóxicas que estão ao seu redor, fique atento a estes sinais:

  • pessoas controladoras: sabem tudo, têm opinião sobre tudo e não param para escutar os demais. Acreditam ser capazes de fazer qualquer coisa, e da melhor forma possível. Quem convive com indivíduos assim, nunca terá voz.
  • pessoas vitimistas: passam o tempo inteiro lamentando de suas “desgraças”, mas não fazem nada para mudar sua situação. Elas sempre encontram um culpado a quem responsabilizar pelos seus próprios erros. Essa postura de vítima constante influencia qualquer humor de forma negativa e acaba contagiando quem está ao redor.
  • pessoas arrogantes: são indivíduos que tentam se mostrar autoconfiantes, mas que na verdade são arrogantes e agem para intimidar com essa falsa superioridade. São incapazes de aceitar o êxito alheio e, por isso, sempre minimizam as conquistas dos demais.
  • pessoas mentirosas: exageram, inventam histórias e você dificilmente saberá em que acreditar. Além disso, nunca poderá contar com elas num momento de necessidade.
  • pessoas negativas: o ressentimento é a tônica de todas as relações que esse tipo de indivíduo estabelece em sua vida. Com a convivência, essa postura irritadiça e desconfiada acaba sugando toda a sua energia.
  • pessoas gananciosas: a ambição alcança níveis nocivos e a pessoa está disposta a conseguir o que deseja, ou considera que merece, aconteça o que acontecer. Elas querem tudo, inclusive o que pertence a você. E como a lista nunca tem fim, desfrutam muito mais do processo de conquista que da própria meta alcançada.

Como neutralizar as pessoas tóxicas?

O caminho nem sempre é fácil, mas deve conduzir sempre a um mesmo ponto: o distanciamento. É importante você tentar se afastar o máximo possível delas, colocando limites e evitando dedicar muito tempo pensando em tudo o que já sofreu por essa convivência nociva.

Além disso, trate de bloquear as possíveis “vinganças” e chantagens emocionais. São respostas bastante comuns por parte daqueles que estão acostumados a manipular e notam que estão perdendo o controle. Mantenha a calma sempre e não responda com ira, porque essa seria uma vitória pública para a pessoa tóxica.

E em muitos casos, você pode não ter que “fazer” nada. Para muitos relacionamentos tóxicos – especialmente com amigos e colegas – você só precisará tomar uma decisão interna para criar algum espaço, sem ter uma conversa maior. Lembre-se: você não deve a ninguém uma explicação. Apenas lentamente pode ir se afastando.

Ainda assim, há um cenário específico no qual você pode ter que lidar com as coisas um pouco diferente: quando as pessoas tóxicas são seus parentes de sangue. O que fazer quando uma pessoa tóxica é um membro da família?

Um parente tóxico é uma situação pegajosa. Não há respostas padrão e muito menos fáceis que são adequadas para todos. Ainda assim, cortar membros tóxicos da família pode ser o mais importante que fará. Família tem uma maneira única de influenciar diretamente seus pensamentos, comportamentos e escolhas.

É por isso que simplesmente criar distância de parentes tóxicos é provavelmente o melhor movimento, seja físico ou emocional. Mas quando se trata de família (ao contrário de amigos ou colegas), seu distanciamento pode exigir alguns subsídios especiais. Você pode distanciar-se emocionalmente, embora ainda reconheça que tenha que interagir com essa pessoa em um nível prático (por vê-los em jantares de família, por exemplo, ou durante as férias). Na verdade, este tipo de distanciamento pode exigir que você separe seu envolvimento prático do seu emocional – trata-se de concordar em se envolver com essa pessoa quando necessário, mas se recusando a permitir que te arraste para o padrão emocional de toxicidade.

Com família é como “pisar em ovos” e tomar decisões tranquilas e racionais. Não vou mentir: cortar as pessoas (especialmente da família) pode ser uma das coisas mais desafiadoras que você pode fazer. Mas, como disse, também é uma das decisões mais libertadoras.

E outro fator importante: aprenda com a experiência, para evitar que esse tipo de situação se repita no futuro.

Fonte: 

psicólogos

MundoPsicologos.com

Continuar lendo

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: GUIA BÁSICO PARA INVESTIMENTO EM AÇÕES

Na nossa coluna DESENVOLVIMENTO PESSOAL desta quarta-feira trago mais um resumo animado de Albano do Seja Uma Pessoa Melhor sobre investimento para iniciantes. Tudo sobre o básico acerca de AÇÕES: lucro, prejuízo, dividendos, preço e valor de uma ação. Assista essa interessante mini-palestra e saiba como começar a investir o seu dinheiro em ações!

Fonte:

Continuar lendo

DESENVOLVIMENTO PESSOAL: CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DA GRATIDÃO

Na coluna DESENVOLVIMENTO PESSOAL desta terça-feira temos uma mini-palestra da psicóloga Marcia Luz sobre Gratidão no quadro “Laboratório de Emoções” do Domingo Espetacular! . Ela dá a melhor explicação que eu já vi sobre o que é gratidão e dá algumas dicas de como levar uma vida mais leve e positiva. Ganhe o dia assistindo essa maravilhosa palestra!

Fonte:

Continuar lendo

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar

Fechar Menu
×

Carrinho