CATAR ESTABELECERÁ UMA SEÇÃO INTERNA DOS EUA EM SUA EMBAIXADA NO AFEGANISTÃO

Catar representará interesses dos Estados Unidos no Afeganistão

Medida é anunciada pelo secretário de Estado americano após o fechamento da embaixada do país no território afegão

Secretário Antony Blinken fez anúncio durante coletiva com ministro de Relações Exteriores do Catar

EFE/ JOSÉ JÁCOME

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, anunciou nesta sexta-feira (12) que o Catar representará os interesses de seu país no Afeganistão após o fechamento da embaixada americana em Cabul depois da chegada ao poder do Talibã, em agosto.

Blinken fez o anúncio durante entrevista coletiva conjunta com o ministro das Relações Exteriores catari, Mohammed bin Abdulrahman Al-Thani, no Departamento de Estado, em Washington.

“O Catar estabelecerá uma seção interna dos EUA em sua embaixada no Afeganistão para prestar certos serviços consulares e monitorar as condições de segurança das instalações diplomáticas dos EUA no Afeganistão”, disse o chefe da diplomacia americana.

De acordo com Blinken, ela servirá também como um “ponto de trânsito” para afegãos qualificados para um visto especial dos EUA durante o processamento desses pedidos.

Washington transferiu temporariamente sua embaixada de Cabul para Doha, a capital do Catar, em setembro.

A caótica retirada dos EUA do Afeganistão foi encerrada no fim de agosto, depois que o Talibã tomou o poder em meados daquele mês e um ataque terrorista perto do aeroporto de Cabul terminou com a morte de 13 soldados americanos e dezenas de civis afegãos.

Deixe uma resposta