TEXTO

Coquetel aumenta em 36% expectativa de vida: freia envelhecimento

Fotos: PixabayFotos: Pixabay
Cientistas da Clínica Mayo, nos EUA, descobriram um coquetel que pode frear o envelhecimento.
É um composto que mistura dasatinibe (droga prescrita contra alguns tipos de câncer) e quercetina (antioxidante da maçã).
Eles testaram o coquetel em camundongos e o resultado foi impressionante: as cobaias apresentaram melhoras na aptidão física e um ganho de 36% na expectativa de vida.

“Os dois compostos fazem as células senescentes cometer uma espécie de suicídio“, diz o médico e líder da pesquisa James Kirkland.
As células senescentes são unidades do organismo que perdem sua função, atrapalham o funcionamento das células normais e estão relacionadas ao envelhecimento.
A pesquisa
Os cientistas da Clínica Mayo decidiram estudar as células senescentes, presentes em todo o corpo, por serem um fator importante do envelhecimento.
Eles juntaram um fármaco que combate tumores e um antioxidante da maçã e testaram o mecanismo em animais jovens e mais velhos.
O estudo avaliou o produto em animais jovens com as tais células transplantadas e também nos bichos mais velhos que possuíam essas unidades naturalmente.
Nas duas faixas etárias, a disposição e a prática de exercícios melhoraram.
Eles confirmaram a expectativa de que o coquetel promove a morte e uma limpeza das células senescentes.
Agora os cientistas se preparam para testar a mistura em seres humanos.
“A novidade vai ser testada em seres humanos em diversas fases antes de virar realidade para todos”, disse o biólogo Carlos Menck, do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo.

Com informações da Clínica Mayo e SaúdeAbril

Deixe uma resposta