BIDEN ENFATIZA QUE REFORMA DA IMIGRAÇÃO É A COISA CERTA E ECONOMICAMENTE INTELIGENTE A SE FAZER E PEDE AO CONGRESSO APROVAÇÃO DE UMA VEZ POR TODAS

Biden pede ao Congresso dos EUA que aprove reforma da imigração ‘de uma vez por todas’

Em seu primeiro discurso do Estado da União, presidente norte-americano disse que decisão será ‘economicamente inteligente’

INTERNACIONAL

 Do R7, com informações da AFP

Joe Biden é aplaudido em seu primeiro discurso do Estado da União

GETTY IMAGES VIA AFP

O presidente dos EUA, Joe Biden, pediu na noite de terça-feira (1º) que o Congresso aprove a reforma da imigração “de uma vez por todas”, enfatizando que, além de ser “a coisa certa a fazer, é a coisa economicamente inteligente a fazer”.

“Se queremos promover a liberdade e a justiça, precisamos proteger a fronteira e consertar o sistema de imigração”, disse Biden sob aplausos durante seu primeiro discurso sobre o Estado da União.

O líder democrata garantiu que é possível fazer “as duas coisas”. Ele disse que seu governo instalou novas tecnologias para detectar melhor o tráfico de drogas e implementou patrulhas conjuntas com o México e a Guatemala “para capturar mais traficantes de pessoas”.

Biden também observou que mais juízes de imigração foram designados para lidar com mais casos de asilo “mais rápido” e que foram feitos acordos com “parceiros na América do Sul e Central para receber mais refugiados e proteger suas próprias fronteiras”.

O presidente dos EUA, que chegou ao poder em janeiro de 2021 prometendo uma política de imigração mais humana e a regularização de milhões de imigrantes indocumentados, enfatizou que ter uma fronteira segura não é incompatível com manter “a chama da liberdade acesa que levou gerações de imigrantes a esta terra.”

Em meio a aplausos vigorosos e vigorosos, ele pediu “fornecer um caminho para a cidadania” para jovens que vieram ao país ainda crianças com seus pais imigrantes, bem como para aqueles que vivem e trabalham nos Estados Unidos sob status temporário e para trabalhadores, trabalhadores rurais e trabalhadores essenciais.

Devemos “revisar nossas leis para que as empresas tenham os trabalhadores de que precisam e as famílias não esperem décadas para se reunir. Não é apenas a coisa certa a fazer, é economicamente inteligente”, ressaltou.

“É por isso que a reforma da imigração tem o apoio de todos, de sindicatos a líderes religiosos e da Câmara de Comércio dos Estados Unidos”, destacou. “Vamos fazer isso de uma vez por todas!”, disse ele em meio a novos aplausos.

Biden promoveu a reforma da imigração e propôs um caminho para a cidadania para 11 milhões de imigrantes indocumentados em um país que não tem uma lei desse tipo há 35 anos. Mas suas principais iniciativas pararam, sem apoio suficiente no Senado, onde ele enfrenta oposição frontal de republicanos e alguns democratas centristas.

Deixe uma resposta