BALNEÁRIO CAMBORIÚ PERMANECE NA LISTA DE DESTINOS MAIS PROCURADOS ENTRE TURISTAS

 

Balneário Camboriú: a cidade que nunca sai de moda

Sucesso entre jovens e idosos, BC é procurada pela qualidade de vida que proporciona, pelo agito noturno e também suas belezas naturais

Daniela Caravaggi

do Viagem & Gastronomia

Praia Central de Balneário Camboriú, com o alargamento da faixa de areiaPraia Central de Balneário Camboriú, com o alargamento da faixa de areiaFoto: Divulgação PMBC

Balneário Camboriú, em Santa Catarina, permanece na lista de destinos mais procurados entre os turistas, seja em alta temporada ou mesmo para passar um fim de semana qualquer durante o ano.

Atemporal, a cidade agrada a todos os públicos, desde os mais jovens, que buscam badalação, até os aposentados, que encontram um local para viver em tranquilidade, com segurança e qualidade de vida. Andar pelas ruas é ouvir um pouco de vários sotaques – e idiomas! Os argentinos são fãs da cidade catarinense.

Mas Balneário também tem seus problemas. Com uma população de 149 mil habitantes, segundo o último levantamento do IBGE, durante os meses de dezembro e janeiro esse número pode chegar a 600 mil pessoas, o que ocasiona racionamento de água, energia e muito congestionamento.

No entanto, parece que nada faz a procura por BC diminuir. Na mais recente pesquisa do Booking.com, por exemplo, a cidade aparecia entre os cinco destinos brasileiros “tendência” para 2022, ao lado de Rio de Janeiro e Florianópolis, entre outros.

Em dezembro de 2021, a taxa de ocupação da rede hoteleira foi de 74,38%. Número menor se comparado aos anos pré-pandemia, mas ainda relevante, segundo Margot Rosenbrock Libório, presidente do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau.

Para ele, é preciso olhar para o turismo de Balneário não apenas na alta temporada, mas durante todo o ano. “Balneário sempre foi muito visitada. Aos fins de semana, a ocupação média dos hotéis é de 80%. Antes da pandemia, tínhamos um fluxo muito forte de turistas do Mercosul, mas nos últimos meses, vimos a predominância do turismo regional com visitantes dos três estados do sul e São Paulo, em sua grande maioria – principalmente pela proximidade e fácil acesso terrestre”, diz Libório, que relata também que, cada vez mais, visitantes do norte e nordeste estão procurando o destino.

Um dos pontos novos da cidade é a Roda Gigante, que foi inaugurada em 2020, inspirada na London Eye, de Londres / Foto: Divulgação PMBC

O engenheiro Rafael Teixeira, de São Paulo, mudou-se para Joinville há dois anos por motivos de trabalho e é um exemplo de quem frequenta Camboriú independentemente da temporada. A cidade fica a cerca de 100 km de distância e, antes da pandemia, ele se deslocava para lá quase todos os fins de semana.

“Como Joinville não tem praia, o pessoal foi me apresentando as opções da região. Balneário, na minha visão, é a que tem os melhores restaurantes e baladas de Santa Catarina. Comecei a ir com frequência e conheci muita gente bacana. Acho tudo na cidade legal: a arquitetura, a segurança, a população, além de uma excelente localização”, conta. 

A história

A característica turística de Balneário não é recente e se confunde com a história de sua fundação, diz o jornalista e historiador Nildo Teixeira.

“Balneário era apenas um aglomerado de pescadores que viviam aqui com suas atividades de subsistência. Para eles, a praia não tinha valor algum. Esse hábito de banho de mar e sol foi introduzido na primeira metade do século passado, como terapia medicinal para moradores de cidades vizinhas – em sua maioria imigrantes de origem alemã. Assim, com pessoas do Vale do Itajaí, do Alto do Vale Itajaí e do Planalto Central de Santa Catarina, Balneário foi sendo desenvolvida”, conta o historiador.

“Podemos dizer que o movimento que caminhou para o turismo começou já nos anos de 1920, quando o primeiro hotel na beira da praia foi construído, em 1928, e se desenvolveu com a chegada desses imigrantes vinte anos depois. O Strand Hotel, conhecido também como Hotel Jacob, teve um grande simbolismo para tudo mudar na praia de Camboriú: erguido no mesmo local onde foi construído o atual hotel Miramar, em 1934, simbolizou o início da formação social, econômica e posteriormente política da cidade”, completa.

Balneário, conhecida hoje pelo turismo e por ter alguns dos prédios mais altos do Brasil, desde o princípio teve uma tendência urbana e vertical. Ganhou um prédio de oito andares com elevador na década de 1960 e não parou mais.

Diz a história que uma rixa “velada” entre construtores da época deu início a uma verdadeira competição de quem faria o prédio mais alto. Verdade ou não, é inegável que BC cresceu “para cima” mais que o normal, e é chamada por muitos de “Dubai Brasileira”. O Yachthouse, um dos empreendimentos mais emblemáticos da cidade, é um exemplo perfeito: são duas torres gêmeas de 81 andares – e muitas celebridades entre os proprietários.

Um lugar para morar

Balneário, entretanto, vai muito além de um destino de férias. A cidade é um lugar ideal para viver, pelo menos para Alex Ferrer, jornalista e relações públicas, que conhece absolutamente tudo por lá. Ferrer mora há 12 anos em BC e faz questão de enfatizar que é melhor do que muitos lugares mundo afora. Ressalta que “nunca viu tanta coisa de cidade grande em uma cidade tão pequena”.

Quando chegou, em 2008, ele estranhou os poucos serviços que oferecia, mas viu a cidade se desenvolver rapidamente e enxergou um nicho de mercado que hoje domina: relacionamento de personalidades e famosos com marcas. Criou assim sua “lista vip” e contribuiu para que Balneário estivesse em manchetes e colunas sociais pelo País.

“Balneário é muito mais do que os prédios altos. É a cidade mais democrática que eu já vi. São pessoas de todas as classes sociais convivendo no mesmo ambiente sem descriminação: cada um curtindo do seu jeito. Uma cidade que tem programa para todos os gostos e bolsos, além de todas as suas belezas e riquezas naturais – está na zona Costa Verde & Mar, onde são encontradas as águas mais belas do litoral catarinense”, diz.

Ferrer também destaca um ponto importante para o acesso de visitantes: Balneário tem cinco aeroportos em um raio de 200 km (aproximadamente duas horas). O de Navegantes (30 minutos); Joinville e Florianópolis (1 hora); Curitiba (2 horas); além de um condomínio em Itapema (cidade vizinha), que também serve BC no segmento de aviões particulares.

A cidade se transformou em um “destino-desejo” de pessoas de todas as idades que procuram o clima pacato, misturado com boa estrutura para morar. Para o historiador Nildo Teixeira, a população é composta por aposentados – 12% tem mais de 60 anos, segundo o IBGE – e que mais da metade da população tem 39 anos ou mais.

A modelo Carol Trentini é outro exemplo de quem decidiu murar de ares e escolheu BC para morar com a família. Nascida em Panambi, no Rio Grande do Sul, ela frequentou grandes passarelas pelo mundo e, depois de 11 anos em Nova York, resolveu ter endereço fixo em BC em 2016.

Após morar 11 anos em Nova York, Carol Trentini e seu marido Fábio estabeleceram residência fixa em Balneário Camboriú com seus filhos / Foto: Arquivo Pessoal

“Sempre fui fã do litoral e meu marido é nascido em Itajaí, cidade bem próxima de Balneário. Em uma das vindas com as crianças, decidimos ficar e estabelecer nossa estrutura de vida aqui. BC é a ligação com a minha raiz, uma cidade menor, com uma relação mais próxima com os vizinhos e a natureza, o mesmo que tive na minha infância. Por outro lado, combina a estrutura de uma cidade grande, com bons restaurantes, escolas e qualidade de vida. Consigo cumprir meus compromissos profissionais em outras cidades pela excelente localização e ainda volto para dormir com o som do mar”, brinca.

E não é só Carol. Muitas famílias também escolheram BC para estabelecer endereço fixo – grande parte vinda do Rio Grande do Sul. Não há um número oficial, mas é evidente e consenso entre todos os moradores que a maioria da população de Balneário Camboriú não é nativa, mas está lá por opção.

O psicólogo Laércio Antônio Baggio e sua esposa Joamara Teresinha Domingues mudaram-se para a cidade em 1989. Ele, de Porto Alegre (RS), conheceu sua esposa em Erechim (RS), e após o término de sua graduação em Curitiba, definiram que Balneário seria a cidade para construírem suas vidas.

“Vi a evolução muito rápida da cidade e o boom da construção civil. Aqui não perde em nada para qualquer cidade grande em termos de opções de comércio e gastronomia. A qualidade de vida, com destaque para segurança, é um grande diferencial. Se tivesse que elencar um ponto negativo para melhorar seria a saúde. Hoje temos apenas três hospitais à disposição, sendo apenas um municipal”, ressalta Joamara.

Foi em Balneário também que o casal criou a filha Laura Domingues, que hoje tem 25 anos e é nutricionista. “Sou completamente apaixonada por BC. Para mudar e trocar a qualidade de vida que tenho, só com uma proposta muito boa. Aqui conseguimos fazer tudo a pé, de ponta a ponta. É uma cidade que atrai muito também o público jovem, seja pela vida noturna, pelas praias da região e para estudar”, ressalta Laura.

Os números e atrativos de BC

A cidade está cada vez mais valorizada. O alargamento da faixa de areia da praia central, aprovado em plebiscito em 2001, teve início e término em 2021 e trouxe resultados positivos rápidos. Segundo o prefeito Fabrício de Oliveira, os imóveis já valorizaram cerca de 30%.

Os números e relatos sobre a segurança da cidade também chamam atenção. Ouvidos pela a reportagem da CNN Viagem & Gastronomia, todos os entrevistados não hesitaram em falar que se sentem 100% seguros ao andar pelas ruas. De acordo com a prefeitura, Balneário Camboriú tem a maior guarda municipal de Santa Catarina, com 170 homens (mais ainda que a capital Florianópolis), que atuam em conjunto com as polícias militar e civil.

O PIB em 2021 foi de aproximadamente R$ 6 bilhões, destaque entre os dez maiores de Santa Catarina. E, segundo o prefeito, a cidade é a primeira do país a receber o Selo Lixo Fora D’Agua pela Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Publica e Resíduos Especiais (Abrelpe). Não à toa, BC ficou em primeiro lugar no ranking Smart Cities 2021 em Meio Ambiente do Brasil.

Problemas? Também

É claro que, apesar de todas as qualidades de Balneário, nem tudo é perfeito. Até 2006, era muito comum a falta de água e energia na cidade, principalmente na alta temporada, quando a ocupação é bem maior que o normal – em dias específicos, BC chegou a receber quase 1 milhão de pessoas.

Mas desde a municipalização do sistema de captação e distribuição de água e energia a situação melhorou. Fabrício de Oliveira afirma que, “há pelo menos oito anos”, Balneário “não sofre mais esse problema”.

Um outro ponto de atenção é a questão da mobilidade urbana, vista por muitos como algo de difícil solução. Os congestionamentos são constantes, tanto na alta, quanto na baixa temporada.

O que fazer?

10 programas imperdíveis em Balneário Camboriú, por Alex Ferrer

1 – Orla Central

O passeio na orla da praia central é o principal para quem visita BC. Ele pode ser feito de várias maneiras. A primeira é caminhando na areia, molhando os pés no mar. Pelo calçadão, você pode dar aquela paradinha para tomar uma água de coco ou caipirinha nos estabelecimentos espalhados pela praia. E há também a opção de fazer o trajeto de bicicleta. Caso não tenha uma: existem vários pontos de aluguel. Ou se não é adepto dos exercícios, não tem problema: faça de carro – mas não deixe de fazer!

2 – Roda Gigante

Inaugurada em 2020, a roda gigante FG Big Wheel é um dos destaques na Barra Norte de Balneário Camboriú. Com 36 cabines, é inspirada na London Eye, de Londres. Tem 65 metros de raio e 82 metros de altura (seis a menos que a Rio Star, a maior do país, no Rio de Janeiro). A Big Wheel, no entanto é a maior com estrutura estaiada da América Latina. Os ingressos podem ser adquiridos neste link.

Roda Gigante de Balenário foi inaugurada em 2020 e já se tornou um dos principais pontos turísticos da cidade / Foto: divulgação PMBC

3 – Parque Unipraias

Parque Unipraias é um complexo de atividades em BC para quem quer aventura e bela vista da cidade. O grande símbolo do local é um conjunto de 47 modernos bondinhos aéreos interligando três estações do lado sul da orla de Balneário Camboriú, subindo até o Morro da Aguada e descendo até a praia de Laranjeiras – sendo o único do mundo a ligar duas praias. Esses “teleféricos” são os mesmos usados nas estações de esqui da Suíça.

Há, também, belos mirantes para garantir sua foto da cidade, além de uma espécie de Montanha Russa – um trenó na montanha com percurso de 710 metros em meio à Mata Atlântica. Com equipamento de fabricação alemã, são 30 trenós com capacidade para duas pessoas.

4 – Morro do careca

Local imperdível para os praticantes de esportes radicais – como voo de parapente e asa-delta –, o Morro do Careca está aproximadamente 100 metros acima do nível do mar. A área de encosta fica no limite de Balneário Camboriú e Itajaí, e proporciona uma visão em 180° da praia central de BC, Praia Brava (em Itajaí) e da cidade. O acesso é pela Estrada da Rainha, na Praia dos Amores. Caso não seja adepto de grandes aventuras, não tem problema: vale a pena estar lá só pela linda vista.

Voos de parapente e asa-delta podem ser feitos do Morro do Careca / Foto: Divulgação PMBC

5 – Interpraias

Uma belíssima rodovia que dá acesso às 9 praias de BC. Apesar de o município de Balneário Camboriú ser bem pequeno, vale lembrar que seu litoral conta com nove praias. A seis abrangidas por Interpraias somam aproximadamente 13,5 km de extensão, com belas paisagens entre mar, Mata Atlântica enseadas e morros.

6 – Bairro da Barra

Contrastando com os arranha-céus de BC, está o Bairro da Barra, considerado o berço da cidade. Além do resgate histórico de como tudo começou, o local traz aquele ar bucólico de um bairro de pescadores. De cultura açoriana, oferece atividades como apresentações artísticas e feirinhas com gastronomia típica, incluindo a tradicional tainha na brasa. No bairro acontece ainda o” Arrancadão de Canoas Artesanais” e o arremesso de tarrafa.

No bairro, o principal ponto turístico é a igrejinha da Barra, edificada em 1810 em pedras brutas e argamassa à base de óleo de baleia. Suas telhas têm formato artesanal e foram transportadas por escravos. Em seu interior, a capelinha possui imagens de santos padroeiros doadas pela Família Real Portuguesa.

7 – Oceanic Aquarium

Oceanic Aquarium, em Balneário Camboriú, é um aquário que possui 25 recintos divididos entre água doce e salgada. Lá são encontradas mais de 130 espécies de todo o mundo. São 3.500 mil metros quadrados de área construída em torno de um milhão de litros de água. Além dos aquáticos, cobras, jacarés e um recinto dedicado à imersão de aves também são encontrados. Os ingressos podem ser adquiridos neste link. 

8 – Barco Pirata

Um passeio lúdico, que agrada principalmente as crianças, é o Barco Pirata. O passeio faz com que os “tripulantes” conheçam a orla da praia central de um ponto de vista diferente. À bordo, atores vestidos de “piratas maquiavélicos” fazem uma encenação enquanto a embarcação contorna a Ilha das Cabras em direção à praia de Laranjeiras. O embarque é feito na Barra Sul. Mais detalhes podem ser encontrados no site oficial da atração.

Barco Pirata é um dos passeios que faz sucesso entre as crianças / Foto: site oficial Prefeitura

9 – Letreiro Amo BC

Um turista de verdade faz questão de tirar fotos em lugares “instagramáveis” em suas viagens. Então, se você é desses, não pode deixar de visitar o letreiro da cidade. Ele está localizado na Avenida Principal: a Atlântica, na Barra Sul.

Letreiro da cidade é um dos pontos “instagramáveis” imperdíveis para os turistas / Foto: site oficial Prefeitura

10 – Cristo Luz

Balneário Camboriú também tem seu cristo. Localizado em um dos pontos mais altos da cidade, a 150 metros de altura, o monumento “Cristo Luz” possui 33 metros de altura, 22m de largura e pesa 528 toneladas. Ele atrai anualmente milhares turistas do Brasil e do mundo. Multicolorido, é uma atração diferenciada na parte da noite. De dezembro a março, as luzes se acendem diariamente a partir das 20h – e podem ser vistas por todos os visitantes que estiverem na área central de Balneário. Os ingressos podem ser adquiridos pelo site oficial da atração.

Cristo Luz é um dos pontos turísticos de Balneário Camboriú / Foto: site oficial PrefeituraFonte: CNNhttps://viagemegastronomia.cnnbrasil.com.br/viagem/balneario-camboriu-a-cidade-que-nunca-sai-de-moda/?_ga=2.222367451.1301866425.1642322860-163632901.1632646344

 

Deixe uma resposta