DIREITO: O MINISTRO DO STF MARCO AURÉLIO,VOTA A FAVOR DO DEPOIMENTO POR ESCRITO DE BOLSONARO

Marco Aurélio vota para que Bolsonaro possa depor por escrito

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo

 Atualizado 24 de setembro de 2020 às 10:44

Marco Aurélio Mello

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello manifestou nesta quinta-feira (24) seu voto para que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) possa depor por escrito no inquérito que apura suposta tentativa de interferência na Polícia Federal.

“A interpretação histórica, sistemática e teleológica do Código de Processo Penal deságua na possibilidade de a audição do Presidente da República, na qualidade de testemunha, investigado ou réu, ser por escrito”, escreveu o ministro, em seu voto. A informação foi antecipada pela colunista Basília Rodrigues, da CNN.

O ministro adiantou seu entendimento no julgamento, que acontecerá entre os dias 2 e 9 de outubro, pelo plenário da Corte. Marco Aurélio, segundo ministro mais antigo do STF, assumiu a análise do caso porque Celso de Mello está afastado do tribunal por licença médica.

Há duas semanas, Celso de Mello havia determinado que Bolsonaro prestasse depoimento presencial afirmando que a prerrogativa de depor por escrito somente pode ser concedida nos casos em que o presidente figure como testemunha ou vítima, mas não como investigado.

“A mesma regra processual é possuidora de sentido único, pouco importando o Presidente envolvido. Provejo o recurso interposto e reconheço a possibilidade de o Presidente da República, seja como testemunha, seja como envolvido em inquérito ou ação penal, manifestar-se por escrito”, escreveu Marco Aurélio.

O inquérito em que o presidente é citado tem como base as acusações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que acusou Bolsonaro de interferir nos trabalhos da Polícia Federal — o episódio que levou ao pedido de demissão do ex-ministro da Justiça Sergio Moro. De acordo com Moro, a prova é uma reunião ministerial, cujo sigilo foi retirado pelo ministro Celso de Mello no curso deste inquérito.

Segundo Moro, foi nesta reunião que Bolsonaro teria manifestado a intenção de interferir politicamente na PF, cobrando a substituição do superintendente no Rio de Janeiro e do diretor-geral da corporação, além de acesso a relatórios de inteligência e informação da Polícia Federal. Bolsonaro nega as acusações.

Fonte: CNN

Continuar lendo DIREITO: O MINISTRO DO STF MARCO AURÉLIO,VOTA A FAVOR DO DEPOIMENTO POR ESCRITO DE BOLSONARO

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 24 DE SETEMBRO DE 2020 POR G1

Por G1

 

Alerj autorizou, por unanimidade, a abertura de processo por crime de responsabilidade contra o governador Wilson Witzel (PSC). O TRE-RJ concluirá o julgamento que já definiu pela inelegibilidade do prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos). Eleição em números: cresce o número de cidades com mais eleitores que habitantes, mas o número de eleitores encolheu em 40% das cidades. O país totaliza 139.065 mortes pelo novo coronavírus. E O Assunto debate sobre o vírus no ar.

Governador do RJ afastado

Wilson Witzel — Foto: Wilton Junior / Estadão ConteúdoWilson Witzel — Foto: Wilton Junior / Estadão Conteúdo

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) autorizou, por unanimidade, a abertura de um processo por crime de responsabilidade contra o governador Wilson Witzel (PSC), suspeito de receber propina em meio a desvios da Saúde durante a pandemia do Covid-19. Veja os próximos passos.

Prefeito do Rio

Marcelo Crivella — Foto: Saulo Aneglo / Futura Press / Estadão ConteúdoMarcelo Crivella — Foto: Saulo Aneglo / Futura Press / Estadão Conteúdo

A maioria dos desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) votou pela inelegibilidade do prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), mas a conclusão do julgamento foi adiada e será concluída nesta quinta-feira.

O prefeito é candidato à reeleição e pode concorrer, levando o caso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ao Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com a Lei da Ficha limpa, se for condenado por decisão de órgão colegiado, ele pode ficar inelegível.

Impasse no INSS

Depoimento de Bolsonaro

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello enviou ao plenário virtualentre os dias 2 e 9 de outubro, a análise da possibilidade de Jair Bolsonaro prestar depoimento por escrito sobre a suposta interferência na Polícia Federal. O pedido foi feito pela Advocacia-Geral da União (AGU), que defende que o presidente tenha direito a escolher a data e o formato do próprio depoimento. O relator original do pedido, ministro Celso de Mello, já negou essa possibilidade e autorizou a PF a marcar oitiva presencial.

Eleição em números

Cresceu o número de cidades com mais eleitores que habitantes no Brasil. Porém, o número de eleitores encolheu em 40% das cidades do país. Três novos municípios poderão ter 2º turno este ano.

E mais: mesmo com recorde de candidatos a vereador, o percentual de mulheres concorrendo não aumenta nas capitais e segue próximo do obrigatório por lei.

Promoção em massa Procuradores promovidos ao topo da carreira na AGU

Promoção em massa levou 606 procuradores da AGU ao topo da carreira com salário de R$ 27 milAdvocacia-Geral da União fez promoções na última sexta-feira (18). Na Procuradoria Geral Federal, 92% dos atuais procuradores (3.489 do total de 3.738) estão no topo da carreira.

Ex-presidente do Equador pode ser preso

Rafael Correa governou o Equador durante uma década, de 2007 a 2017 — Foto: Reuters/ Daniel TapiaRafael Correa governou o Equador durante uma década, de 2007 a 2017 — Foto: Reuters/ Daniel Tapia

Justiça do Equador ordenou a captura de Rafael Correa, que vive na Bélgica, após confirmar a condenação do ex-presidente equatoriano a oito anos de prisão por corrupção, anunciou o tribunal que ditou a sentença.

Lukashenko e a UE

União Europeia (UE) descartou reconhecer Alexander Lukashenko como presidente de Belarus, um dia após o início de seu sexto mandato, informou o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell.

“A eleição de 9 de agosto não foi livre nem imparcial. A União Europeia não reconhece os resultados falsificados. Por isso, a suposta posse realizada no dia 23 de setembro e o novo mandato de Alexander Lukashenko não têm nenhuma legitimidade democrática”, diz comunicado do organismo.

Pandemia no Brasil

O país registrou 906 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 139.065 óbitosSão 4.627.780 de pessoas com o novo coronavírus desde o começo da pandemia.

O Assunto

Tem dúvidas sobre a covid transmitida pelo ar? Ouça o podcast O Assunto, com Jorge Pontual, correspondente da Globo em Nova York, e a infectologista Rosana Ritchmann, do Instituto Emílio Ribas.

Yanomamis infectados

coronavírus já infectou 709 indígenas da etnia Yanomami. Até o momento, sete indígenas morreram vítimas da doença em seis comunidades. Foram dois óbitos na comunidade Maturacá; um em Uraricoera; um em Surucucu; um em Apiau; um em Marari; e um em Marauia.

A VW e a ditadura

A Volkswagen anunciou acordo com o Ministério Público Federal em São Paulo para reparar sua conduta durante a ditadura no Brasil. Com isso serão encerrados três inquéritos civis que tramitam desde 2015 para investigar o assunto. A montadora se compromete a doar R$ 36 milhões para iniciativas ligadas à defesa de direitos humanos, investigação de crimes da época e à memória histórica. Parte desse montante (R$ 16,8 milhões) irá para a associação de trabalhadores da empresa, visando, principalmente, ex-trabalhadores da companhia.

Tensão racial nos EUA

Milhares de pessoas saíram às ruas para protestar na cidade americana de Louisville, depois que a Justiça se limitou a acusar, de forma indireta, apenas um dos policiais envolvidos no tiroteio que causou a morte da enfermeira negra Breonna Taylor, cujo nome se tornou um dos símbolos do movimento contra o racismo. Dois agentes de segurança foram baleados durante a manifestação. Uma pessoas foi detida.

Mega-Sena

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.302 da Mega-Sena. O prêmio acumula em R$ 50 milhões para o próximo sorteio, que será no sábado (26). As dezenas sorteadas: 18 – 22 – 25 – 27 – 43 – 44A Quina teve 126 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 27.380,62. A Quadra teve 6.684 apostas ganhadoras e cada uma leva R$ 737,35.

Curtas e Rápidas:

Futebol

  • 20 horas: Atlético-GO x Fluminense
Fonte: G1
Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DO DIA 24 DE SETEMBRO DE 2020 POR G1

SEM ANUNCIAR COM ANTECEDÊNCIA A CERIMÔNIA, LUKASHENKO É EMPOSSADO PARA O 6° MANDATO COMO PRESIDENTE EM BELARUS

 

Belarus: Lukashenko toma posse para 6º mandato como presidente

Segundo dados oficiais, Lukashenko foi reeleito com 80,1% dos votos, o que não é reconhecido pela oposição e pela comunidade internacional

INTERNACIONAL

Da EFE

Lukashenko toma posse para 6º mandato

Andrei Stasevich/BelTA/Handout via REUTERS – 23.9.2020

Aleksandr Lukashenko tomou posse nesta quarta-feira (23) para seu sexto mandato como presidente de Belarus, em uma cerimônia que não foi anunciada com antecedência, de acordo com informações da agência oficial do país, Belta.

O ato ocorreu no Palácio da Independência, em Minsk, e contou com a presença de parlamentares e outras autoridades do país.

Segundo dados oficiais, Lukashenko foi reeleito com 80,1% dos votos nas eleições de 9 de agosto, resultado que não é reconhecido pela oposição nem pelo Ocidente e que desencadeou a maior onda de protestos da história pós-soviética de Belarus.”Ao tomar posse como presidente de Belarus, juro solenemente servir o povo da República de Belarus, respeitar e proteger os direitos e liberdades dos indivíduos e dos cidadãos…”, disse Lukashenko, com a mão direita sobre uma cópia da Constituição do país.

O presidente então assinou o ato de juramento, após o qual recebeu suas credenciais como chefe de Estado da presidente da Comissão Eleitoral Central (CEC), Lidia Yermoshina.

“O dia da nossa posse como presidente é o dia da nossa vitória, convincente e crucial. Não apenas elegemos o presidente do país, mas defendemos nossos valores, nossa vida pacífica, nossa soberania e independência”, disse Lukashenko.

O presidente, no poder desde 1994, indicou que este ano entrará na história do país como um período de emoções extremas.

“Um desafio sem precedentes foi lançado ao nosso sistema estatal, um desafio de tecnologias comprovadas para a destruição de estados independentes. Mas temos sido um dos poucos, senão o único, onde a ‘revolução da cor’ não deu frutos”, afirmou.

 

Continuar lendo SEM ANUNCIAR COM ANTECEDÊNCIA A CERIMÔNIA, LUKASHENKO É EMPOSSADO PARA O 6° MANDATO COMO PRESIDENTE EM BELARUS

ELEIÇÃO DE 2020 NOS EUA TERMINARÁ NA SUPREMA CORTE, ACREDITA DONAL TRUMP

Trump acredita que eleição de 2020 terminará na Suprema Corte

O presidente dos EUA quer evitar que um número par de juízes no órgão máximo do Judiciário possa resultar em um empate, caso seja acionado

INTERNACIONAL

por 

Reuters – Internacional

"Uma situação de 4 a 4 não é uma boa situação", disse Trump sobre a Corte

Jonathan Ernst/ Reuters/ 08.09.2020

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na quarta-feira (23) que acredita que as eleições de 2020 terminarão na Suprema Corte e é por isso que ter nove juízes nesse tribunal é importante.

Trump, durante discurso na Casa Branca, disse que a senadora Lindsey Graham, que preside o Comitê Judiciário do Senado, nem mesmo terá que realizar uma audiência para o candidato à Suprema Corte e que o processo será rápido.

“Acho que isso vai acabar na Suprema Corte e acho muito importante que tenhamos nove juízes”, disse Trump quando questionado se um complemento no total de juízes era necessário para lidar com qualquer desafio à eleição de 3 de novembro entre ele e o democrata Joe Biden.

Trump questionou a integridade da eleição, dizendo sem evidências que o uso do voto pelo correio durante o coronavírus levaria à fraude.

“Este golpe que os democratas estão administrando é um golpe, o golpe será visto na Suprema Corte dos Estados Unidos e acho que ter uma situação de 4 a 4 não é uma boa situação”, disse ele.

Casos anteriores

Apenas uma eleição presidencial anterior nos Estados Unidos, a disputa de 2000 entre o republicano George W. Bush e o democrata Al Gore, teve um resultado determinado pela Suprema Corte.

Trump está agindo rapidamente para nomear um sucessor para a vaga deixada pela juíza Ruth Bader Ginsburg, que morreu na sexta-feira, e seus colegas republicanos do Senado dizem que podem realizar uma votação antes da eleição. Isso deixaria o tribunal com uma maioria conservadora de 6-3.

Trump já nomeou dois conservadores para assentos no tribunal vitalício, Neil Gorsuch em 2017 e Brett Kavanaugh em 2018. As nomeações para a Suprema Corte exigem a confirmação do Senado, e os colegas republicanos de Trump detêm 53 dos 100 assentos no Câmera alta.

O líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, disse que pretende levar adiante qualquer proposta que Trump fizer.

Fonte: R7

Continuar lendo ELEIÇÃO DE 2020 NOS EUA TERMINARÁ NA SUPREMA CORTE, ACREDITA DONAL TRUMP

RETORNO DOS MÉDICOS PERITOS DO INSS É SUSPENSO PELA JUSTIÇA FEDERAL EM TODO BRASIL

Justiça Federal suspende retorno dos peritos médicos do INSS em todo o Brasil

 JUDICIÁRIOSAÚDESOCIAL


Foto: Sérgio Lima/Poder360

A Justiça Federal da 1ª Região decidiu nesta quarta-feira (23) suspender o retorno dos peritos médicos ao trabalho presencial, em todo o Brasil. Na última sexta-feira (18), o governo convocou a volta dos profissionais de 150 agências vistoriadas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

O magistrado foi o responsável por julgar a ação movida pela ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social). O grupo diz que as agências reabertas do INSS não cumpriram todas as medidas sanitárias para garantir a segurança dos profissionais em meio à pandemia de covid-19.

Além da suspensão do retorno, a decisão da Justiça também proíbe o corte de ponto dos períodos que não comparecem às agências. Determinou ainda que o governo faça novas vistorias para liberar a reabertura com segurança.

“Diante do risco de dano ao meio de trabalho e à saúde do trabalhador, cabe invocar o princípio da prevenção para suspender os atos administrativos que suprimiram ou relativizaram os itens básicos de proteção”, afirmou o juiz Márcio de França de Moreira.

A AGU (Advocacia Geral da União) pode recorrer da decisão. Atualmente, mais da metade dos 1,5 milhão de processos na fila do INSS aguardam perícia. O país tem cerca de 3.500 peritos, mas alguns seguirão trabalhando remotamente e outros atuam em agências ainda não autorizadas a reabrir.

Imbróglio

O governo publicou na sexta-feira (18) edital de convocação para que os servidores retomem os atendimentos de forma imediata nas 150 unidades vistoriadas.

Os servidores resistiram. A ANMP já havia informado que os médicos só voltarão ao trabalho depois que eles mesmo inspecionassem as agências.

O retorno das perícias médicas estava previsto para segunda-feira (14), quando o INSS deu início ao retorno gradual do atendimento presencial nas agências. Depois de 5 meses de portas fechadas por causa da pandemia, as agências reabriram com filas e atendimentos atrasados.

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo RETORNO DOS MÉDICOS PERITOS DO INSS É SUSPENSO PELA JUSTIÇA FEDERAL EM TODO BRASIL

IMPEACHMENT DE WITZEL TEM SEGUIMENTO APROVADO POR UNANIMIDADE NA ALRJ

Alerj aprova por unanimidade seguimento do impeachment de Wilson Witzel

Anna Satie, Guilherme Venaglia e Stéfano Salles, da CNN, em São Paulo e no Rio de Janeiro

Atualizado 23 de setembro de 2020 às 21:59

Em vídeo para deputados, Witzel afirmou que acusações contra ele são levianas

Em uma sessão de pouco mais de seis horas, a Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) aprovou nesta quarta-feira (23), por unanimidade (69 votos a zero), o prosseguimento do processo de impeachment do governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC).

Para que o procedimento tivesse continuidade, eram necessários 47 votos de 70 — ou seja, dois terços da Casa.

Era previsto que Witzel fosse até a Assembleia nesta tarde para fazer sua defesa presenciamente. No entanto, ele desistiu quando parte de sua equipe já estava no Plenário da Casa. Ele fez sua sustentação oral por meio de videoconferência da residência oficial, o Palácio Laranjeiras, na zona sul do Rio.

Witzel já está afastado do governo desde 28 de agosto, quando foi denunciado por esquemas de corrupção e desvio de recursos destinados à Saúde do estado.

Tribunal Misto

A partir de agora, começa uma nova fase do processo: a do Tribunal Misto, formado por cinco deputados estaduais, que serão escolhidos pela Alerj; cinco desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), escolhidos por sorteio; e o presidente do TJ-RJ, Cláudio de Mello Tavares, que presidirá o colegiado e tem direito a voto de minerva.

A indicação dos deputados estaduais que farão parte do Tribunal Misto acontecerá na próxima terça-feira, por meio de eleição. Cada parlamentar votará em cinco candidatos, e depois os votos serão somados. Os cinco primeiros serão indicados pela Mesa Diretora ao órgão. O Tribunal de Justiça ainda não anunciou como fará o sorteio de seus representantes.

Já há movimentação entre os deputados estaduais para disputar as cinco vagas a que a Alerj tem direito no Tribunal Misto.

CNN apurou que já há oito nomes na disputa e cinco favoritos. O presidente da Comissão Especial do Impeachment, Chico Machado (PSD) é um deles, além de Dani Monteiro (PSOL), Alexandre Freitas (Novo), Anderson Moraes (PSL) e Waldeck Carneiro (PT) são os nomes que despontam nesse momento.

O órgão definirá um relator, que dará dez dias de prazo para apresentação da defesa, para votar se aceita a denúncia. Essa comissão terá 120 dias para decidir se recebem ou não a denúncia contra o governador. Nesta nova fase, serão realizadas as oitivas do processo, ouvindo acusados e testemunhas.

Se a denúncia contra Witzel for recebida, o governador terá imposto contra ele um segundo afastamento, também por 180 dias.

Isso significa que mesmo que ele consiga reverter o afastamento determinado pelo STJ, Wilson Witzel permanecerá afastado do cargo. O governador em exercício é Cláudio Castro (PSC), vice-governador eleito em 2018.

A sessão

O governador afastado falou por 60 minutos, após cinco horas de sessão, quando ouviu 28 deputados. Em seu discurso, criticou o processo, por não tê-lo permitido falar antes, fosse na Alerj ou em âmbito judicial, e defendeu a tese que teve seu direito de defesa cerceado. Ele lembrou o nome do Palácio Tiradentes, sede do Legislativo fluminense, onde acontecia a sessão, e comparou a injustiça sofrida pelo inconfidente mineiro àquela que ele próprio julga enfrentar.

Witzel lembrou que é filho de uma empregada doméstica, negou ter apoiado à extrema-direita, lembrou as origens de outros deputados, fez e respondeu críticas nominalmente aos deputados, em relação aos discursos que escutou durante o fim da tarde e o início da noite. E dividiu com a Alerj a responsabilidade pelos erros e problemas de seu governo, seja por falta de diálogo ou de fiscalização.

Em um discurso pródigo em citações, Witzel fez referências ao Sermão da Montanha, da Bíblia, ao sofrimento de Jesus Cristo, citou teóricos da Ciência Política e, mais uma vez, a obra Como as democracias morrem, sucesso de Steven Levitsky que ganhou caráter pop no âmbito da esquerda.

Ele já tinha citado o livro por ocasião da Operação Placebo, quando a Polícia Federal fez buscas no Palácio Guanabara.

“Muitos deputados já anteciparam o voto. Fizeram dessa não uma tribuna de julgamento, mas um palanque eleitoral. A sorte dos representantes do povo ficará à sorte das idiossincrasias. Ficará a cargo daquilo que os representantes do Ministério Público definem, de forma unilateral. Deputados já foram presos. Presos e sequer foram ouvidos. Aqui estou eu agora, alvejado pela mesma hipertrofia de órgãos que deveria respeitar e zelar pelo voto popular”, afirmou o governador afastado.

Em um tom duro, chamou o ex-secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, de bandido e ladrão, rechaçou a acusação de não ter conversado com os parlamentares, por causa da frequente acusação de não ser aberto ao diálogo. “Quantos dos senhores e das senhoras foram a Palácio Guanabara e se sentaram para conversar comigo para discutir o governo? Poucos estiveram lá. Se eu sou omisso, todos os senhores e as senhoras são omissos”.

Acusação

Autor do pedido, ao lado da deputada Lucinha (PSDB), o deputado Luiz Paulo (PSDB) destacou durante a sessão que o documento reproduz páginas inteiras da decisão do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que deflagrou a Operação Placebo.

“O relatório do deputado Rodrigo Bacellar, nas últimas páginas, diz que não há dúvidas que o processo de impeachment deve prosseguir, estando presentes todos os elementos necessários para a configuração de crime de responsabilidade. Este governador tem que ser afastado, a bem da moralidade, do serviço público, em respeito à população fluminense. Principalmente, porque é imperdoável, em tempos de pandemia, alguém assaltar os cofres da saúde. Em tempos de pandemia, corrupção é crime hediondo”, disse Luiz Paulo, durante o encaminhamento do voto.

Coautora do pedido, Lucinha também criticou a requalificação da Organização Social Unir Saúde, que estava inabilitada para celebrar contratos com o governo do estado, mas teve sua situação revertida por meio de uma assinatura do governador e as sucessivas denúncias de fraude na saúde durante a pandemia de Covid-19.

“Uma OS que tinha sido desqualificada por prestar um péssimo serviço em nove UPAs. Quando ouvimos os depoimentos (na Comissão do Covid), vimos que era uma OS montada para corrupção. Nós pudemos ver de perto a máfia que se instalou na Secretaria de Saúde. A Unir foi o ponto final do juiz sem juízo. Ela não atendia ninguém. Mas o governador requalificou, porque tinha interesses. Contrariou oito pareceres. Isso tem nome: Mário Peixoto, dono da Unir e de outras OSs que tem por aí, e que está preso”, afirmou Lucinha.

Durante a sessão, os deputados apresentaram argumentos diversos para demonstrar apoio ao relatório, de 77 páginas, do deputado Rodrigo Bacellar (Solidariedade), que já tinha sido aprovado por 24 a 0 na quinta-feira passada, na Comissão Especial do Impeachment.

Foi lembrada a requalificação da Organização Social Unir Saúde, que estava inabilitada para celebrar contratos com o governo do estado, mas teve sua situação revertida por meio de uma assinatura do governador e as sucessivas denúncias de fraude na saúde durante a pandemia de Covid-19.

Também foi criticada a política de segurança de seu governo e a ruptura com o presidente Jair Bolsonaro, ao anunciar suas pretensões de concorrer à presidência da República.

Durante toda a sessão, os parlamentares citaram ainda os contatos do escritório de advocacia da primeira-dama, Helena Witzel, com empresas ligadas ao empresário Mário Peixoto, e a suspeita de que servissem para lavagem de dinheiro por serviços não prestados.

Também foi lembrada a mudança no regime de casamento de Wilson e Helena, que passou para comunhão universal de bens, transformando os dois patrimônios em um só. Tudo isto está no inquérito em curso, avaliado pelo STJ, na investigação que começou apurando as irregularidades nos gastos da Saúde.

Fonte: CNN

Continuar lendo IMPEACHMENT DE WITZEL TEM SEGUIMENTO APROVADO POR UNANIMIDADE NA ALRJ

DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

Por G1 RN

 

Evolução dos casos confirmados e mortes por coronavírus no RN
Dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde através de comunicados e boletins epidemiológicos

O Rio Grande do Norte registra 67.761 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia e 2.356 mortes pela doença em todo o estado. Os números foram atualizados no boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) publicado nesta quarta-feira (23). Outros 312 óbitos seguem sob investigação.

Em relação ao boletim do dia anterior, há uma morte a mais e outros 302 casos confirmados (veja no gráfico acima).

O número de casos suspeitos subiu para 33.128 e o boletim ainda registra outros 135.311 descartados. O número de confirmados recuperados segue em 39.924, enquanto os inconclusivos, que agora são tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, se mantém em 52.762.

De acordo com a Sesap, o número de pessoas internadas por Covid-19 no estado atualmente é de 193, sendo 147 na rede pública e 46 na rede privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 41,15% na rede pública e de 17,4% na rede privada.

O boletim da Sesap também aponta que foram realizados 169.939 testes para coronavírus no estado, sendo 82.984 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 86.955 sorológicos.

Números do coronavírus no RN

  • 67.761 casos confirmados
  • 2.356 mortes
  • 39.924 confirmados recuperados
  • 33.128 casos suspeitos
  • 135.311 casos descartados
Continuar lendo DADOS ATUALIZADOS DO CORONAVIRUS NO RN

DE JULHO À OUTUBRO O CRESCIMENTO DA MALHA AÉREA DO RN É DE 169%

RN apresenta crescimento de 169% da malha aérea de julho a outubro

24 set 2020

RN apresenta crescimento de 169% da malha aérea de julho a outubro

 

O turismo no Rio Grande do Norte apresenta sinais positivos de retomada. De acordo com dados da Agência Nacional da Aviação Civil (Anac), a malha aérea do estado apresenta um crescimento de 169%, analisando os meses de julho a outubro. A oferta atual de voos potiguar já corresponde a 63% da malha aérea planejada pré-pandemia para o mês de outubro, considerando apenas os voos domésticos. Os números apresentam um aumento expressivo para o setor e mostram que o Rio Grande do Norte se consolida como destino seguro, em resposta ao trabalho realizado desde o início da pandemia, com a criação do Plano de Retomada do Turismo, os protocolos de biossegurança e aquisição do Selo Safe Travel, chancela internacional do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC).

A partir de outubro, o Rio Grande do Norte estará conectado aos principais aeroportos do sudeste, centro-oeste e nordeste do Brasil, com ligações diretas de Fortaleza, Salvador, Recife, Rio de Janeiro (Galeão), São Paulo (Guarulhos) e Brasília. As principais companhias aéreas nacionais (GOL, LATAM e AZUL) retornaram e ampliaram as operações no estado. O Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves também volta a receber o voo Natal/Lisboa/Natal, com aproximadamente 50% da malha programada, para este período, antes a pandemia.

Para a secretária de turismo do Estado, Ana Maria da Costa, este é o momento de investir em promoção do destino. “Destinar recursos para a divulgação do Rio Grande do Norte é fundamental, no governo da professora Fátima Bezerra, foi possível incluir o turismo no orçamento estadual. Estamos confiantes na retomada deste setor que movimenta uma cadeia de 52 segmentos e emprega milhares de pessoas”, ressaltou.

Ações de promoção

O Governo do Estado por meio da secretaria de Turismo (Setur) e da Empresa de Promoção Turística Potiguar (Emprotur) lançaram nesta terça-feira (22) a campanha Visite o Rio Grande do Norte, voltada para o fortalecimento do turismo regional. A ação de marketing abrange onze estados: RN, PB, PE, CE, AL, BA, SE (RJ, SP, MG e DF). Pesquisas apontam que a atividade turística, neste momento de retomada, ocorrerá primeiramente em viagens curtas, feitas de carro, com uma média de até 600 km de distância da residência, principalmente aos finais de semana e feriados.

Os meios de hospedagem dos principais destinos turísticos do Rio Grande do Norte, também apresentam números positivos de ocupação. De acordo com o Departamento de Inteligência e Pesquisas da Emprotur, o estado registrou 91%, a taxa de ocupação média, durante o último feriado prolongado (07 de setembro). Foram analisados hotéis das cidades de Natal, Mossoró, Tibau do Sul/Pipa, São Miguel do Gostoso, Galinhos, Touros, Maxaranguape, Baía Formosa e Martins.

O turista local é predominante, seguido dos estados de Pernambuco, Paraíba e Ceará, com tempo médio de dois dias de permanência. Esse movimento confirma algumas expectativas sobre a retomada do turismo, itinerários mais curtos (distância e permanência) e mercados de proximidade. Outro fator positivo na pesquisa é a presença de turistas de São Paulo e Minas Gerais, que mesmo em menor volume, indicam que o turismo nacional dá sinais de retomada.

Entre as ações de promoção e marketing planejadas para o último trimestre de 2020 e para 2021, destacam-se ações promocionais com companhias aéreas, campanhas nos canais de vendas das maiores operadoras do país, participação em feiras de turismo, captação de voos charters, ações promocionais nos shoppings das cidades de Mossoró/RN e Campina Grande/PB. Está prevista ainda a vinda de jornalistas, fotógrafos e influenciadores nacionais para viverem a experiência potiguar. E para fomentar o mercado de eventos, outro importante segmento dentro da cadeia do turismo, a Setur preparou um tarifário promocional de comercialização do Centro de Convenções de Natal com até 40% de desconto.

Eventos

Mais um impulso à economia e ao turismo potiguar, foi o anúncio da retomada gradual para o setor de eventos corporativos e de convenções, autorizado pelo Governo do Estado a partir desta terça-feira (22). A portaria publicada em edição extraordinária do Diário Oficial do Estado, na segunda-feira (21), estabelece um cronograma com cinco fases para a retomada.

A primeira fase libera uma frequência máxima simultânea de até 100 pessoas nos eventos. A fase seguinte permite, a partir de 06 de outubro, que os eventos possam ter até 400 pessoas; a fase três, no dia 20 de outubro, permite até 700 pessoas. Já no dia 03 de novembro, a fase quatro alcança até mil pessoas. E a última fase do cronograma, no dia 17 de novembro, permitirá até três mil pessoas, mas apenas para eventos em ambientes abertos.

O cumprimento do cronograma de retomada está condicionado aos indicadores da pandemia do coronavírus no RN. Caso a Secretaria de Saúde detecte uma tendência de crescimento da doença, após a liberação das atividades, as fases podem ser adiadas ou reestabelecidas fases anteriores.

Fonte: Política em Foco
Continuar lendo DE JULHO À OUTUBRO O CRESCIMENTO DA MALHA AÉREA DO RN É DE 169%

A VOLTA GRADATIVA DE EVENTOS EM NATAL ESTÁ SENDO ANALIZADA PELA PREFEITURA

Prefeitura do Natal analisa volta gradativa de eventos em Natal

 ECONOMIA

Potiguar Notícias

Em reunião realizada no Palácio Felipe Camarão, sede da Prefeitura do Natal, na manhã desta quarta-feira (23), foi discutida a volta gradual de eventos de entretenimento na cidade. O debate contou com a presença do secretário municipal de Governo, Fernando Fernandes, e de representantes do setor, englobando atividades como shows musicais e eventos esportivos.

A Prefeitura foi procurada em nome da Associação dos Promotores de Eventos da cidade, que entende o momento como oportuno para a volta de atividades do segmento cultural, apresentando protocolos que atendem a uma volta progressiva das atividades. A entidade entende que a Prefeitura do Natal vem mostrando grande responsabilidade na retomada de atividades com a presença do público, inclusive com a redução dos casos de Covid-19 na cidade.

“Fomos procurados pela associação com um protocolo que pede a volta de eventos em Natal. Iremos nos reunir com o comitê científico, com técnicos da Prefeitura e também tratar da questão com o prefeito Álvaro Dias para avaliar o retorno de eventos com público na capital, pois ainda nos encontramos em uma situação de pandemia”, ressaltou o secretário Fernando Fernandes.

O idealizador e diretor de eventos, Fred Queiroz, aponta a importância da volta, ainda que gradativa num primeiro momento, dos eventos culturais em Natal. “Nós entendemos que é importante a retomada gradual das atividades de entretenimento na cidade, pois estes eventos geram empregos para pessoas que necessitam voltar ao trabalho. Por isso, apresentamos uma proposta de protocolo de segurança para a comercialização de alimentos e bebidas e também para o público, com ocupação de 30% de determinado espaço”, explica ele.

Continuar lendo A VOLTA GRADATIVA DE EVENTOS EM NATAL ESTÁ SENDO ANALIZADA PELA PREFEITURA

LIVES INTERNACIONAIS: SIMPLY RED NO EL GRAN TEATRO EM CUBA, HAVANA

Hoje retomamos a série LIVES INTERNACIONAIS com o concerto no Gran Teatro, Mick Hucknall e Simply Red compartilhando o palco no estilo carnavalesco com os jogadores cubanos nativos e dançarinos com formação clássica, mas recém-liberados, entregam uma verdade indiscutível: eles são os britânicos de uma das melhores bandas de todos os tempos e estes são eles no seu melhor. Vamos assistir e curtir!

Fonte:

Continuar lendo LIVES INTERNACIONAIS: SIMPLY RED NO EL GRAN TEATRO EM CUBA, HAVANA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar