ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA

Por G1

 

Câmara começa votação da reforma da Previdência em 2º turno. Supremo nega pedido do governo turco para extraditar Ali Sipahi. Presidente paraguaio sabia de acordo secreto sobre Itaipu, apontam mensagens. Site diz que Lava Jato planejou buscar na Suíça provas contra Gilmar Mendes. Governo rebate críticas e defende mais registros de agrotóxicos. Morre Toni Morrison, 1ª negra a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura. Allana Brittes, suspeita no caso Daniel, deixará a cadeia. Traficante que tentou fugir da cadeia vestido de mulher é encontrado morto no Rio. Ladrões usaram ambulância para esconder 718 kg de ouro. E a Globo é finalista nas duas categorias do Emmy Internacional de Jornalismo.

INTERNACIONAIS

Crise política no Paraguai

O presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez, aceitou as renúncias. — Foto: Jorge Adorno/ReutersO presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez, aceitou as renúncias. — Foto: Jorge Adorno/Reuters

Mensagens vazadas na imprensa paraguaia mostram que Mario Abdo Benítez, presidente do país, sabia sobre a negociação com o Brasil sobre compra de energia da usina hidrelétrica de Itaipu. Nas mensagens, Abdo diz que governo ‘tem que se manter em silêncio e não polemizar’.

No mesmo dia em que as mensagens vieram à tona, a oposição do Paraguai apresentou pedido de julgamento político contra Abdo. Os opositores, entretanto, não têm maioria na Câmara e no Senado para que os processos, que poderiam resultar em impeachment, sejam aprovados.

Toni Morrison

Toni Morrison autografa seu livro "Home" durante evento e Nova York, em 2013 — Foto: AP Photo/Bebeto Matthews, arquivoToni Morrison autografa seu livro “Home” durante evento e Nova York, em 2013 — Foto: AP Photo/Bebeto Matthews, arquivo

escritora americana Toni Morrison, primeira negra a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura, morreu aos 88 anos, em Nova York. Em comunicado, a família informou que Morrison “morreu após uma breve doença”.

Nascida em 18 de fevereiro de 1931, em Ohio, nos Estados Unidos, Morrison ganhou o Nobel em 1933. Sua obra – composta por 11 romances, textos infantis e ensaios – ficou marcada pelo retrato dos negros em seu país, com foco em personagens femininas.

NACIONAIS

Reforma da Previdência

Câmara dos Deputados retomou a discussão da proposta de reforma da Previdência na noite desta terça-feira. A previsão dos deputados é votar em 2º turno o texto-base e alguns destaques nesta terça, mas só concluir a votação nesta quarta-feira.

A votação da PEC em segundo turno deve acontecer da seguinte forma: discussão; votação do texto-base; votação dos destaques (propostas para modificar a redação).

Valdo Cruz informou em seu blog que o governo enviou ao Congresso projeto de lei que destina R$ 3,041 bilhões para vários ministérios. Desse total, R$ 2 bilhões serão utilizados para pagamento de emendas parlamentares, segundo assessores presidenciais. A publicação se deu horas antes do início da votação em 2º turno da reforma no plenário da Câmara.

Partidos aliados ao governo querem manter o texto aprovado em primeiro turno. Mais cedo, ao blog da Andréia Sadi, Maia disse que os deputados que voltaram aos seus estados durante o recesso parlamentar não relataram “problemas” com suas bases eleitorais e que a “Previdência está resolvida na Câmara”.

Turco Ali Sipahi

Turco Ali Sipahi é solto em SP — Foto: Reprodução/TV GloboTurco Ali Sipahi é solto em SP — Foto: Reprodução/TV Globo

A STF rejeitou por unanimidade o pedido do governo da Turquia de extradição de Ali Sipahi. Turco naturalizado brasileiro, Sipahi integra um movimento de oposição a Erdogan, e o governo o acusa de terrorismo.

Em seu voto, Fachin argumentou que a lei brasileira de terrorismo não retroage e ainda não existia quando a conduta imputada ao turco teria ocorrido. Disse ainda que não há certeza de que Sipahi terá um julgamento imparcial na Turquia. Seu voto foi seguido pelos demais ministros.

Sipahi vive no Brasil há 12 anos, é casado com uma turca e tem um filho brasileiro, de 4 anos. Ele chegou a ser preso em São Paulo em 25 de abril, após pedido do governo da Turquia, mas foi solto duas semanas depois.

Lava Jato

O site El País, em parceria com The Intercept, publicou novas mensagens atribuídas a procuradores da Lava Jato e vazadas do aplicativo Telegram. Segundo o site, as mensagens mostrariam que os procuradores da força-tarefa fizeram um esforço de coleta de dados sobre o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), o que é proibido.

Direitos humanos

O Conselho Superior do Ministério Público Federal vetou a indicação do procurador indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para compor a Comissão Sobre Mortos e Desaparecidos Políticos. De perfil conservador, Ailton Benedito se mostrou, em posts nas redes sociais, um entusiasta do regime militar.

Os conselheiros rejeitaram a indicação e alegaram que não cabe ao Executivo escolher o membro do MPF que integrará a comissão.

Ainda nesta terça, a procuradora da República Eugênia Augusta Gonzaga, ex-presidente da comissão, disse que Bolsonaro ofendeu todas as famílias de mortos e desaparecidos políticos ao falar do pai do presidente da OAB.

Bolsonaro critica Anvisa

Bolsonaro criticou, em evento de um laboratório farmacêutico em Itapira (SP), a demora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para fornecer os registros de responsabilidade do órgão. “Será que é excesso de zelo ou só está procurando criar dificuldade, para vender facilidade?”, perguntou em seu discurso.

Agrotóxicos

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, defendeu o registro de novos agrotóxicos. “Ninguém está pondo veneno no prato de ninguém. Consumidor nenhum brasileiro está sendo intoxicado”, declarou a ministra.

A ministra afirmou que registro de mais agrotóxicos pode ajudar a reduzir o grau de toxidade dos atuais produtos. Segundo ela, os produtos aprovados são mais modernos.

Dados do Ministério da Agricultura indicam que a quantidade de pesticidas registrados vem aumentando nos últimos quatro anos. Neste ano, até julho, 262 registros foram liberados.

Roubo cinematográfico

A polícia afirmou que os responsáveis pelo roubo de 718 kg de ouro no aeroporto de Guarulhos esconderam a carga em uma ambulância, que tomou rumo ainda desconhecido. O ouro seria repartido entre os participantes. Ainda segundo a investigação, os criminosos planejavam sair do país para fugir dos agentes.

A prisão preventiva de seis suspeitos foi decretada e quatro pessoas foram presas até agora. A polícia afirmou que “a ação foi planejada durante muito tempo e iniciada de maneira pensada, havendo divisão de tarefas entre os diversos indivíduos”.

Caso Daniel

A filha de Edison e Cristiana, Allana Brittes, é ré no processo sobre a morte do jogador Daniel; ela esteve no Fórum de São José dos Pinhais nesta segunda-feira (18) — Foto: Giuliano Gomes/PRPressA filha de Edison e Cristiana, Allana Brittes, é ré no processo sobre a morte do jogador Daniel; ela esteve no Fórum de São José dos Pinhais nesta segunda-feira (18) — Foto: Giuliano Gomes/PRPress

Justiça aceitou o pedido de liberdade de Allana Brittes, acusada de envolvimento na morte de assassino confesso do jogador Daniel Correia Freitas. A jovem, filha de Edison Brittes, está presa em regime fechado desde novembro do ano passado na mesma cela em que a mãe, Cristiana Brittes, na Penitenciária Feminina de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba.

O crime ocorreu no dia 27 de outubro. O jogador foi encontrado morto na área rural de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, com sinais de tortura.

Preso morto

Clauvino da Silva, em destaque, tentou deixar o presídio de Bangu 3 com uma máscara de silicone — Foto: Montagem sobre foto de Divulgação/SeapClauvino da Silva, em destaque, tentou deixar o presídio de Bangu 3 com uma máscara de silicone — Foto: Montagem sobre foto de Divulgação/Seap

O preso que tentou fugir de prisão no Rio vestido de mulher foi encontrado morto em sua cela no presídio de segurança máxima Bangu 1. Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Clauvino da Silva, de 42 anos, conhecido como Baixinho, teria se enforcado com um lençol.

O governo informou que todas as celas de Bangu 1 são individuais e que uma sindicância será instaurada para apurar os fatos.

Clauvino foi flagrado, na semana passada, tentando sair do Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio, usando uma máscara e vestido como mulher. O preso deixaria sua filha dentro da cadeia para escapar.

Televisão

Jornalismo da Globo é indicado, pelo 5º ano consecutivo, em duas categorias do Emmy

Jornalismo da Globo é indicado, pelo 5º ano consecutivo, em duas categorias do Emmy

Globo foi indicada, pelo quinto ano consecutivo, às duas categorias do Emmy Internacional de Jornalismo 2019. Nos últimos 18 anos, o jornalismo da emissora já recebeu 22 indicações no prêmio, considerado o Oscar da TV.

A Globo está concorrendo nas duas categorias possíveis. Na categoria notícia, Globo e Globonews concorrem pela cobertura dos assassinatos da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes, ocorridos em março de 2018 no Rio de Janeiro. A reportagem “11 dias na Coreia do Norte”, do Fantástico, foi indicada na categoria atualidade.

Também teve isso…

Pessoas visitam ruínas de um templo budista que ressurgiu em uma represa seca devido à seca em Lopburi, na Tailândia — Foto: Soe Zeya Tun/ ReutersPessoas visitam ruínas de um templo budista que ressurgiu em uma represa seca devido à seca em Lopburi, na Tailândia — Foto: Soe Zeya Tun/ Reuters

Fonte: G1

 

Por Blog do BG

Ubaldo Fernandes assina ficha de filiação no PL neste sábado

Foto: João Gilberto/ALRN 

O deputado estadual Ubaldo Fernandes vai se filiar ao PL, em um projeto liderado pelo deputado federal João Maia, neste sábado (10), na Assembleia Legislativa. O evento que vai terminar com a nova filiação está prevista para começar às 9h.

Ubaldo já havia anunciado a filiação junto ao PL e vai integrar o projeto do partido de olho nas eleições do próximo ano. O deputado estadual era vereador de Natal e pretende lançar nomes de aliados políticos com condições de retomar a cadeira na Câmara Municipal.

João Maia está construindo um projeto político não apenas para as eleições do próximo ano. De acordo com pessoas próximas a ele, o projeto pretende fortalecer o partido diante das mudanças eleitorais e tornar a legenda ainda mais forte no Estado.

Comments

Posição da governadora Fátima Bezerra quanto à Reforma da Previdência não mudou; entenda os principais pontos

Hoje o Fórum Nacional dos Governadores emitiu um comunicado em que todos os 27 governadores do país decidiram apoiar a Reforam da Previdência com a inclusão de estados e municípios, mas, pelo que o Blog do BG apurou junto à Secretaria de Comunicação (Secom), a governadora Fátima Bezerra apoia alguns pontos da reforma e é contra outros.

Confira abaixo os principais pontos…

Reforma da Previdência  – A favor, com restrições

A governadora Fátima Bezerra se mostrou favorável a mudanças no sistema previdenciário, contudo, discordou da proposta apresentada pelo Governo Federal. Ela disse entender que a reforma é necessária, mas defendeu discussões mais amplas em torno dos pontos mais polêmicos da reforma apresentada pelo governo.

Inclusão de Estados e Municípios – A favor

Fátima explicou ser a favor da inclusão dos Estados e Municípios no projeto como uma alternativa de ajudar as contas públicas a se equilibrarem. Segundo dados do Instituto de Previdência do Rio Grande do Norte (Ipern), o Estado possui um déficit mensal na casa dos R$ 130 milhões e que já possui mais servidores aposentados do que na ativa. Esse, inclusive, foi o ponto chave do Fórum Nacional dos Governadores.

Benefício de Prestação Continuada (BPC) – Contra

Fátima é contra alterações no BPC. O Benefício de Prestação Continuada é um benefício de assistência social pago pela seguridade social no valor mensal de um salário-mínimo (R$ 998,00 atualmente), independentemente do pagamento de contribuições. O governo proõe conceder o benefício para os idosos de três formas: a partir de 60 anos, desde que comprovem ter patrimônio inferior a R$ 98 mil; no valor fixo mensal de R$ 400, para pessoas entre 60 e 69 anos; e de um salário mínimo apenas para os maiores de 70 anos.

Trabalhadores rurais – Contra

Fátima disse ser contra as mudanças nas idades de aposentadoria dos trabalhadores rurais. Pela regra atual a mulher se aposenta com 55 anos e homem com 60 anos o tempo mínimo de atividade rural é de 15 anos para mulheres e 20 anos para homens e a comprovação é feita via declaração do sindicato. Com o novo texto, a idade continuará sendo de 60 anos para os homens. E para as mulheres, aumentará seis meses a cada ano, até se igualar à idade exigida para os homens. O tempo de atividade rural não mais bastará para que os segurados especiais conquistem o direito à aposentadoria, será necessário contribuir por pelo menos 20 anos para alcançar o benefício.

Professores – Contra

Fátima também discorda das mudanças nos regimes de aposentadorias para professores. O Governo Federal defende uma idade mínima de 55 anos para professores que já estão na ativa e de 52 anos para professoras; e a idade mínima de 60 anos, se homem, e 57 anos, se mulher, para quem ainda vai entrar na carreira de professor. Atualmente, professores de escolas particulares não têm idade mínima para se aposentar, mas precisam contribuir por 25 anos (mulheres) ou 30 anos (homens). Os do setor público federal têm idade mínima de 50 anos (mulheres) e 55 anos (homens), sendo 10 de serviço público e cinco no cargo.

Comments

Por Previdência, governo envia projeto que libera R$ 3 bilhões para pagar emendas

Cumprindo promessa feita a deputados, o governo enviou nesta terça-feira (6) um projeto ao Congresso para garantir recursos para o pagamento de emendas negociadas na votação em primeiro turno da reforma da Previdência.

Esse é mais um capítulo da negociação política em busca de apoio para a Câmara aprovar a restruturação das regras de aposentadoria e pensão.

Apesar disso, a votação em segundo turno da proposta não foi iniciada até o começo da noite desta terça.

O objetivo do governo é abrir a sessão até as 20h, derrubar a articulação de oposicionistas para atrasar a votação e aprovar o texto-base até a madrugada desta quarta-feira (7).

Mas líderes partidários já admitem que essa votação —a principal— possa ser adiada para a tarde de quarta.

Na semana de análise da reforma em primeiro turno, o presidente Jair Bolsonaro liberou diversos lotes de emendas parlamentares, beneficiando bases eleitorais de deputados federais principalmente na área de saúde.

À época, ele negou que a liberação seja uma prática da “velha política”, criticada por bolsonaristas.

Agora, às vésperas da votação em segundo turno, o presidente enviou ao Congresso um projeto de lei que abre espaço no Orçamento para diversos ministérios no valor de R$ 3 bilhões.

Cabe ao Congresso autorizar a abertura desse crédito. Esses recursos são necessários para que o governo cumpra o acordo feito com deputados favoráveis à reforma da Previdência.

Apesar de ter sido eleito com o discurso de que acabaria com o fisiologismo no Congresso, o Planalto fez promessas de liberação que somam mais de R$ 5 bilhões para as emendas —que tratam de obras e investimentos nos redutos eleitorais dos congressistas.

Isso foi feito em troca de voto, um dos clássicos componentes do toma lá dá cá.

A exigência, durante o primeiro turno, era que o governo enviasse um projeto de lei para liberar mais dinheiro a ministérios, como Educação, Saúde e Desenvolvimento Regional.

Assim, haveria espaço no Orçamento para o pagamento das emendas prometidas a deputados que apoiarem a reforma da Previdência.

As negociações ocorreram nos bastidores, em julho, mas até mesmo a líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), chegou a confirmar a perspectiva de envio do texto.

A reforma foi aprovada, em primeiro turno, com 379 votos a favor —eram necessários 308.

O governo espera repetir esse placar no segundo turno ou ligeiramente abaixo da marca.

Folhapress

Comments

Câmara inicia discussão em segundo turno da reforma da Previdência

Foto: Pedro França/Agência Senado 

O plenário da Câmara dos Deputados começou há pouco a discussão em segundo turno da proposta de reforma da Previdência (PEC 6/19). Assim como na votação em primeiro turno, serão necessários 308 votos para que a matéria seja aprovada e enviada ao Senado, onde também será analisada em dois turnos de votação.

A oposição ainda tenta modificar trechos da proposta e já anunciou que apresentará os nove destaques a que tem direito para tentar retirar pelo menos quatro itens do texto da reforma. Estão no foco de partidos da oposição a retirada de trechos como a pensão para mulheres, aposentadorias especiais, pensão por morte e as regras de transição.

Parlamentares da oposição também anunciaram que usarão do chamado “kit obstrução”, conjunto de instrumentos regimentais que podem atrasar ou mesmo adiar a votação.

Após a fase de discussão, os deputados passarão à votação do texto-base e, em seguida, analisarão os destaques – propostas para modificar a redação da PEC. A expectativa do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), é encerrar a votação matéria na Casa até quarta-feira (7).

Agência Brasil

Comments

Governo elabora proposta para reforma tributária, diz porta-voz

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil 

“A equipe econômica está ultimando uma proposta integrada com as existentes na Câmara [dos Deputados] e no Senado [Federal]”. A informação é do porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros, durante briefing para a imprensa no fim da tarde de hoje, no Palácio do Planalto.

De acordo com Rêgo Barros, a reforma tributária, junto com a desburocratização da liberdade econômica, é o “próximo passo da aceleração econômica”, após a aprovação da reforma da Previdência Social, que poderá ser votada ainda nesta semana em segundo turno no plenário da Câmara.

“O presidente [Jair] Bolsonaro e o ministro [da Economia] Paulo Guedes aguardam a votação na Câmara com grande expectativa e esperam que a proposta seja enviada o quanto antes para o Senado”, disse o porta-voz.

A percepção do Ministério da Economia é que, “em função da votação expressiva no primeiro turno (…), o país entendeu a necessidade de fazer uma reforma expressiva, mudanças necessárias para que a economia entre de vez em um ciclo de investimento econômico sustentável para as futuras gerações de brasileiros”, acrescentou Rêgo Barros.

Agência Brasil

 

LOCAIS

Unimed Natal e Liga Contra o Câncer se unem para inovar

A Unimed Natal e a Liga Norte Riograndense Contra o Câncer lançaram, nesta terça-feira (6), o projeto Conexão StartUp Saúde. A iniciativa tem o objetivo de  oferecer às startups a oportunidade de aplicar suas ideias no mercado, com apoio de uma mentoria e, se houver viabilidade nas soluções, fechar parceria com as instituições

Para isso, um edital está  aberto para a apresentação de soluções em saúde. São 7 eixos básicos sobre os quais as startups podem se debruçar fazendo o cruzamento de dados, utilizando Inteligência artificial e processos.

As inscrições, gratuitas, podem ser feitas até o dia 23 de agosto pela página www.conexaostartup.com. A divulgação das startups selecionadas na primeira etapa vai acontecer no dia 16  de setembro.

O lançamento  do Conexão StartUp Saúde, na Escola de Oncologia da Liga Norte Riograndense Contra o Câncer, contou com a presença da diretoria da LIGA e da UNIMED Natal.

O coordenador de ensino e pesquisa da Liga, dr. Edilmar Santos, destacou a importância de uma parceria que tenha a o respaldo da experiência e a ousadia da inovação.

O diretor técnico da Unimed Natal, dr. Fábio Macedo, disse que esse é um marco para as instituições que beneficia toda a sociedade. O dr. Fernando Pinto, presidente da Unimed Natal, concluiu lembrando que em tempos de “Big Data”, Saúde 4.0 e processos disruptivos, Unimed e Liga se acompanham os avanços tecnológicos em busca da melhoria do serviço para os beneficiários e de novas possibilidades de atuação médica.

Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA

Por G1

 

Oficial da FAB é anunciado como o novo presidente interino do Inpe.Bolsonaro volta a criticar dados divulgados sobre o desmatamento na Amazônia. Pressão por troca no comando do Coaf aumenta. Caixa divulga os calendários de saques do FGTS e do Fundo PIS-Pasep. Governo quer MP para tornar obrigatória antecipação de metade do 13º de aposentados e pensionistasGuerra comercial entre EUA e China derruba bolsas no mundo todo. No Brasil, dólar fecha no maior valor desde maio. PF entrega ao Supremo cópia do inquérito dos hackers. Dono do Grupo Petrópolis alvo da Lava Jato se entrega à PF. Palocci vai para o regime aberto. E PGR pede que STF derrube habeas corpus concedido a Elias Maluco.

NACIONAIS

Mudanças no Inpe

Darcton Policarpo Damião, indicado pelo ministro Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) para diretor interino do Inpe — Foto: Miguel Angelo/Portal da IndústriaDarcton Policarpo Damião, indicado pelo ministro Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) para diretor interino do Inpe — Foto: Miguel Angelo/Portal da Indústria

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, anunciou que o novo presidente interino do Inpe será o oficial da FAB Darcton Policarpo Damião. O novo presidente é formado em Ciências Aeronáuticas pela Academia de Força Aérea e, segundo o ministro, é doutor na área de desmatamento e já tem passagem pelo Inpe. Ele assumirá o cargo até que seja feito o processo de seleção do novo diretor.

A troca no comando do instituto acontece em meio a críticas de Bolsonaro a divulgações de dados sobre desmatamento na Amazônia. Na semana passada, o então presidente do órgão, Ricardo Galvão, anunciou que deixaria o cargo.

Meio ambiente

Presidente Jair Bolsonaro defende exploração da Amazônia

Presidente Jair Bolsonaro defende exploração da Amazônia

Ainda hoje, Bolsonaro voltou a criticar dados sobre desmatamento e incentivar a exploração da Amazônia durante cerimônia em Sobradinho, na Bahia. Segundo o presidente, “maus brasileiros” fazem “campanha com números mentirosos”. Durante a entrevista, Bolsonaro ainda disse que não vai negar recursos para os estados do Nordeste, mas que os governadores precisarão dizer que “estão trabalhando junto com o presidente Jair Bolsonaro” para serem atendidos.

Saques do FGTS

A Caixa Econômica Federal divulgou o calendário de saques do FGTS, que começam pela modalidade de retirada de até R$ 500. Para quem tiver conta poupança na Caixa, os saques começam a partir de 13 de setembro, e para quem não tiver, a partir de 18 de outubro. Os saques estarão disponíveis até 31 de março de 2020. O trabalhador poderá ainda fazer o chamado saque-aniversário a partir de abril de 2020.

A Caixa e o Banco do Brasil começarão a pagar em 19 de agosto osrecursos das cotas do PIS-Pasep – uma modalidade diferente do abono salarial. Tem cotas do PIS quem trabalhou com carteira assinada na iniciativa privada entre 1971 e 1988. Já as cotas do Pasep são detidas por quem trabalhou como servidor público ou militar no mesmo período.

13º de aposentados

O secretário especial de Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, informou que o presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória (MP) para tornar obrigatória a antecipação do pagamento de metade do 13º de aposentados e pensionistas. A antecipação da parcela de 50% já costuma acontecer, mas, segundo o governo, passará a ser obrigatória no mês de agosto.

Guerra Comercial

A tensão comercial entre os Estados Unidos e a China refletiu no mercado financeiro no Brasil e fez a Bolsa de Valores de São Paulo fechar em forte queda. O Ibovespa caiu 2,51%, aos 100.097 pontos. Já o dólar subiu 1,68%, fechando a R$ 3,9566. Esse foi maior patamar de fechamento desde 30 de maio, quando foi a R$ 3,9774.

Na Europa, o clima também foi de preocupação, e as bolsas caíram ao menor patamar em 2 meses. Na China, o iuan rompeu a marca de 7 por dólar pela primeira vez na década, sinalizando que o país está disposto a tolerar mais fraqueza no câmbio.

Comando do Coaf

O governo Bolsonaro estuda mudar o comando do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras). Os ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Justiça, Sergio Moro, se reuniram para discutir a questão, mas, segundo interlocutores informaram ao blog do Valdo Cruz, o encontro foi inconclusivo.

Aliados de Bolsonaro querem a demissão do chefe do órgão, Roberto Leonel. Ele foi indicado para o posto por Moro quando o órgão era vinculado ao Ministério da Justiça – por decisão do Congresso, o Coaf agora está com o Ministério da Economia. A pressão nos bastidores começou após Leonel ter criticado a decisão do ministro Dias Toffoli que suspendeu inquéritos e investigações baseados em dados compartilhados pelo Coaf sem autorização judicial.

Lava Jato

Walter Faria, dono do Grupo Petrópolis, se entregou à Polícia Federalem Curitiba. Ele é alvo da 62ª fase da Operação Lava Jato e estava foragido. O grupo fabricante da Itaipava é suspeito de auxiliar a Odebrecht a pagar propina e também de lavagem de dinheiro.

Palocci no regime aberto

Preso desde setembro de 2016, o ex-ministro Antonio Palocci vai progredir para o regime aberto a partir de terça-feira (6). Com isso, ele poderá sair de casa durante o dia, mas precisará ficar recolhido em casa entre 20h e 7h, em dias de semana. Aos sábados, a proibição de sair de casa será a partir das 20h. Aos domingo e feriados, ele deverá ficar integralmente recolhido. Segundo a decisão da Justiça, o ex-ministro continuará usando tornozeleira eletrônica.

Elias Maluco

Elias Maluco, acusado pelo assassinato do jornalista Tim Lopes. — Foto: Reprodução/ TV GloboElias Maluco, acusado pelo assassinato do jornalista Tim Lopes. — Foto: Reprodução/ TV Globo

Procuradoria-Geral da República solicitou STF derrube decisão liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello que decretou a soltura do traficante Elias Pereira da Silva, o Elias Maluco, em uma das ações penais que ele responde por associação para o tráfico. Mesmo com a liminar, Elias Maluco continuou preso porque é alvo de outras ordens de prisão, entre as quais a condenação pelo assassinato do jornalista Tim Lopes.

Inquérito dos hackers

Polícia Federal entregou ao Supremo Tribunal Federal a cópia do inquérito que apura a invasão de celulares de autoridades. A entrega do material foi determinada pelo ministro Alexandre de Moraes na última quinta-feira (1º). Moraes também ordenou a entrega da cópia das mensagens.

Internação forçada no Rio

A Prefeitura do Rio publicou um decreto que detalha medidas de atendimento da população de rua e de dependentes químicos. Um dos tópicos mais polêmicos é a possibilidade de internação compulsória. Segundo o decreto, a internação involuntária só poderá ser feita em unidades de saúde e hospitais gerais, só será aplicada se ficar comprovado que não há alternativa terapêutica e pelo prazo máximo de 90 dias. A solicitação poderá ser feita pela família ou pelo responsável.

Também teve isso…

Testemunha-chave revela novos detalhes sobre o caso da morte do jogador Daniel

Testemunha-chave revela novos detalhes sobre o caso da morte do jogador Daniel

Carro voador na japonesa Nec levantou voo por 1 minutos — Foto: Koji Sasahara/APCarro voador na japonesa Nec levantou voo por 1 minutos — Foto: Koji Sasahara/AP

Fonte: G1
Por Blog do BGComments

PF entrega ao Supremo cópia de inquérito que apura ataque hacker

A Polícia Federal entregou ao ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), a cópia da investigação sobre o ataque a contas de Telegram de autoridades.

O material foi enviado nesta segunda-feira (5).

A entrega foi determinada por Moraes na última quinta (1).

O inquérito foi aberto no início de junho, após o ministro da Justiça, Sergio Moro, anunciar que havia sido vítima de uma invasão.

Menos de dois meses depois, a PF deflagrou a Operação Spoofing, que prendeu quatro pessoas suspeitas de terem participado do ataque.

Um dos presos, Walter Delgatti confirmou em depoimento ter sido o autor do hackeamento e também ter sido o responsável por repassar o conteúdo capturado para o jornalista Glenn Greenwald, fundador do The Intercept Brasil.

Desde 9 de junho, o site vem divulgando reportagens com bastidores de conversas entre procuradores da Operação Lava Jato e também diálogos com Moro, que na época era juiz federal.

As mensagens mostram, por exemplo, colaboração entre o então magistrado e o Ministério Público Federal.

Os quatro suspeitos estão presos preventivamente para não atrapalhar as investigações, segundo decisão do juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal do DF.

O Intercept publicou as primeiras conversas no dia 9 de junho. O site informou, na época, que obteve o material de uma fonte anônima, que pediu sigilo. O pacote inclui mensagens privadas e de grupos da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, no aplicativo Telegram, a partir de 2015.

Outros veículos têm publicado reportagens baseadas nos diálogos, dentre eles a Folha​.

As conversas revelam que Moro chegou a sugerir ao MPF (Ministério Público Federal) trocar a ordem de fases da Lava Jato, cobrou a realização de novas operações, deu conselhos e pistas e antecipou ao menos uma decisão judicial.

Segundo o Código de Processo Penal, “o juiz dar-se-á por suspeito, e, se não o fizer, poderá ser recusado por qualquer das partes” se “tiver aconselhado qualquer das partes”. Afirma ainda que sentenças proferidas por juízes suspeitos podem ser anuladas.

Já o Código de Ética da Magistratura diz que “o magistrado imparcial” é aquele que mantém “ao longo de todo o processo uma distância equivalente das partes e evita todo o tipo de comportamento que possa refletir favoritismo, predisposição ou preconceito”.

Moro tem repetido que não reconhece a autenticidade das mensagens, mas que, se verdadeiras, não contém ilegalidades.

No dia 23 de julho, quatro pessoas foram presas sob suspeita de hackear as contas do Telegram de autoridades.

Walter Delgatti Neto, um dos suspeitos, disse em depoimento à Polícia Federal que as mensagens que obteve foram encaminhadas de forma anônima, voluntária e sem cobrança ao jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil.

Folhapress

CommentsComments

Alcolumbre: reforma tributária e pacto federativo serão prioridades

A reforma tributária e a revisão do pacto federativo, com a descentralização dos recursos do governo federal, serão a prioridade do Congresso Nacional logo após a aprovação da reforma da Previdência, disse hoje (5) o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Ele almoçou por duas horas e meia com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para definir a agenda legislativa para o segundo semestre.

Sobre a reforma tributária, Alcolumbre disse que a Câmara, o Senado e o Poder Executivo estão empenhados em chegar a um texto que reúna as diversas propostas em tramitação no Congresso. Ele ressaltou que o objetivo do governo e do Parlamento é simplificar tributos e reduzir a burocracia, o que, na visão dele, vai melhorar o ambiente de negócios no país e gerar empregos.

“Em relação à reforma tributária, o Senado tem uma proposta, a Câmara tem uma proposta, o governo tem a sua proposta. Nós fizemos um acordo e um entendimento para construir um texto que atenda aos interesses da Câmara, do governo e do Senado e que possa desburocratizar questão tributária”, declarou Alcolumbre após o almoço na residência oficial do presidente do Senado. Maia e Guedes assistiram à declaração de Alcolumbre, mas saíram sem falar com a imprensa.

Alcolumbre mostrou-se otimista com os trabalhos legislativos neste semestre. “Será um semestre de novas conquistas, novas discussões, que passam pela simplificação dos impostos nacionais através da reforma tributária. O governo, o Senado e a Câmara dos Deputados discutirão e aprimorarão esse texto. Para que a gente possa fazer uma reforma que, de fato, simplifique e desburocratize essa estrutura de cobrança de arrecadação de impostos e encargos do governo federal, dos governos estaduais e dos governos municipais”, acrescentou.

Sobre a revisão do pacto federativo, Alcolumbre disse que as discussões vão começar pelo Senado, onde os estados e o Distrito Federal têm representações equivalentes. “O Senado, como Casa da República e Casa da Federação, vai pilotar esse processo do pacto federativo, que é a desvinculação dos recursos do Governo Central para os estados e os municípios. Ao longo dos últimos anos, os recursos foram centralizados no governo federal, e os estados e os municípios têm ficado à mercê da boa vontade do governo de plantão para realizarem suas ações”, destacou.

Independência

O presidente do Senado também citou as reformas administrativa e do Estado brasileiro como pautas prioritárias para o segundo semestre. Ele disse que o Parlamento continuará se comportando com independência, mas respeitando a harmonia entre os Três Poderes. Segundo Alcolumbre, o texto da reforma da Previdência aprovado em primeiro turno foi um exemplo de como o Parlamento soube conciliar as demandas do governo, dos congressistas e da sociedade.

“Esse foi um almoço de avaliação das conquistas asseguradas. Reafirmo que essa unidade do Parlamento se deu de um parlamento forte, altivo, independente, mas harmônico porque a participação do governo, na figura do ministro Paulo Guedes, e de outros atores, também em nome do ministro Onyx Lorenzoni, da Casa Civil. Assim como o próprio presidente Bolsonaro, fez com que a aproximação da política com o Estado Nacional pudesse dar esse fruto, que foi a aprovação em primeiro turno da nova Previdência”, comentou.

Agência Brasil

Comments

Ministra diz que liberação de agrotóxicos não traz riscos

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse hoje (5) que a liberação de agrotóxicos não coloca em risco a saúde dos consumidores nem o meio ambiente. Segundo ela, a liberação de registro para que novos produtos sejam usados no país foi acelerada, mas as exigências continuam as mesmas.

“Não mudou nada, o que mudou, somente, foi a celeridade. Foi colocado mais gente no Ministério da Agricultura, pesquisadores da Embrapa que vieram ajudar essa fila [de pedidos de registro]. Foi colocado mais gente no Ministério de Meio Ambiente, também a fila anda. E a Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] resolveu pegar esse assunto em que o Brasil está muito atrasado em relação a outros países”, disse após participar da abertura do Congresso Brasileiro do Agronegócio.

Os pesticidas e herbicidas usados no Brasil também são, de acordo com Tereza Cristina, usados em outras partes do mundo. “Quase todos os países do mundo já usam esses produtos. E quando não usam é porque não precisam”, disse sobre a segurança dos produtos.

Para a ministra, há uma má compreensão sobre o assunto. “É inadmissível que o agronegócio brasileiro tenha tido nessa última semana um bombardeio pela mídia nacional, querendo colocar desinformação aos brasileiros, falando sobre o alimento inseguro, o que não é verdade”, acrescentou.

Na quarta-feira passada (31), foi publicado no Diário Oficial da União o marco regulatório para agrotóxicos. Detalhado por meio de três resoluções e uma instrução normativa, o marco atualiza e dá maior clareza aos critérios adotados para avaliação e classificação toxicológica desse tipo de produto. Estão previstas alterações nos rótulos e nas bulas dos agrotóxicos, definindo regras para a disposição de informações, palavras e imagens de alerta.

Como forma de combater as críticas, a ministra defendeu um reforço nas ações de comunicação direta e mediação com jornalistas sobre os temas relativos ao agronegócio brasileiro. “Nós precisamos ganhar a guerra da comunicação”, enfatizou.

Agência Brasil

 

LOCAIS

Confira a lista dos vencimentos dos 22 promotores e procuradores que receberam, em julho, remunerações superiores a R$ 100 mil

Confira a lista dos vencimentos dos 22 promotores e procuradores que receberam, em julho, remunerações superiores a R$ 100 mil.

O Site Justiça Potiguar publicou que em julho esses 22 servidores do MP/RN receberam a bagatela de R$ 4 milhões e 700 mil reais.

Além do salário, a remuneração inclui férias, gratificações, abonos e remunerações retroativas

Lista dos momes dos procuradores e promotores de Justiça:

YVELLISE NERY DA COSTA: R$ 340.901,74

DARCI DE OLIVEIRA: R$ 302.852,49

ANISIO MARINHO NETO: R$ 285.209,75

ARMANDO LUCIO RIBEIRO: R$ 283.942,93

JOSE BRAZ PAULO NETO: R$ 264.734,78

HERBERT PEREIRA BEZERRA: R$ 259.867,25

JEANE MARIA DE CARVALHO RODRIGUES COSTA: R$ 238.191,56

FERNANDO BATISTA DE VASCONCELOS: R$ 237.278,80

IVANEIDE FEITOSA CONFESSOR: R$ 230.869,64

MYRIAN COELI GONDIM D OLIVEIRA SOLINO: R$ 224.809,14

GERALDO RUFINO DE ARAÚJO JUNIOR: R$ 218.938,55

Confira a lista completa clicando no Justiça Potiguar:

https://justicapotiguar.com.br/index.php/2019/08/05/confira-a-lista-dos-vencimentos-dos-22-promotores-e-procuradores-que-receberam-em-julho-remuneracoes-superiores-a-r-100-mil/

 

22 promotores e procuradores de justiça do RN receberam quase R$ 4,7 milhões de vencimentos julho 2019. Dois acima de R$ 300 mil, 12 acima de R$ 200 mil e 08 acima de R$ 100 mil

Uma pesquisa feita pelo site Justiça Potiguar no Portal da Transparência aponta que um total de 22 servidores do MP – entre procuradores e promotores de justiça de 3ª entrância – receberam, em julho, remunerações que ultrapassam R$ 100 mil.

A soma dos valores recebidos em julho dá a bagatela de aproximadamente R$ 4,7 milhões.

Os valores não são apenas de salários, pois incluem gratificações, abonos e remunerações retroativas.

O site Justiça Potiguar frisou não trouxe a informação à tona para dizer que se trata de algo ilegal, porque o que os promotores e procuradores de Justiça receberam está contido na lei, ou seja, está previsto na legislação que rege os vencimentos deles.

Leia a matéria na íntegra no Justiça Potiguar: https://justicapotiguar.com.br/index.php/2019/08/05/22-promotores-e-procuradores-de-justica-do-rn-receberam-quase-r-47-milhoes-de-vencimentos-julho-2019-dois-acima-de-r-300-mil-reais-e-20-acima-de-r-100-mil-reais/

Marinha informa sobre riscos de ventos fortes e de ondas de até 3,5 metros no litoral do RN

A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte, alerta a todos sobre a possibilidade de ocorrer o fenômeno conhecido como “mar grosso” com ressaca e ventos fortes de sudeste a leste, com velocidade de até 61Km/h e ondas de até 3,5 metros, em todo o litoral da Bahia até o Maranhão entre os dias 5 e 8 de agosto..

Recomenda-se que as embarcações de pequeno porte “evitem a navegação” e que as demais embarcações redobrem a atenção quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores, casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e demais itens de segurança.

A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no endereço eletrônico https://www.marinha.mil.br/chm/dados-do-smm-avisos-de-mau-tempo/avisos-de-mau-tempo.

Adicionalmente, as informações meteorológicas podem ser visualizadas na página do Serviço Meteorológico Marinho no Facebook, no link: https://www.facebook.com/servicometeorologicomb/, e por meio do aplicativo “Boletim ao Mar”, disponível para download na internet, tanto para o sistema Android quanto para iOS, desenvolvido em parceria entre a Marinha do Brasil e o Instituto Rumo ao Mar (RUMAR).

 

Por G1 RN

 

Leila Pinheiro faz show solo em Natal — Foto: Divulgação

Leila Pinheiro faz show solo em Natal — Foto: Divulgação

A cantora Leila Pinheiro faz show solo neste sábado (10), às 21h, no Teatro Riachuelo. Para a essa apresentação, o estilo será mais intimista e a cantora vai ser acompanhada apenas ora de um piano e ora de um violão.

Os ingressos para o show estão à venda pelo site (clique AQUI) ou na bilheteria do Teatro Riachuelo e custam a partir de R$ 70 (meia) e R$ 140 (inteira).

Nesta apresentação em Natal, Leila vai receber a cantora potiguar Valéria Oliveira para cantar junto no palco – as duas tem parceria há vários anos. Haverá ainda outro convidado surpresa para o show.

O repertório do show conta com músicas de compositores como Renato Russo, Ivan Lins, Aldir Blanc, Vander Lee, Flávio Venturini, Gilberto Gil, Guilherme Arantes, Caetano Veloso, Milton Nascimento, Zélia Duncan, Adriana Calcanhotto e Paulinho Moska.

Em seus 38 anos de carreira, Leila Pinheiro gravou19 álbuns e três DVDs, interpretando grandes canções da música popular brasileira.

Serviço

  • Quando? Sábado (10)
  • Horário? 21h
  • Onde? Teatro Riachuelo
  • Ingressos? À venda no site e na bilheteria do Teatro, a partir de R$ 70 (meia) e R$ 140 (inteira)

Fonte: G1 RN

Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA

DE PONTA-CABEÇA: INCONDICIONAL

A coluna DE PONTA-CABEÇA desta segunda-feira chama o leitor para uma nova REFLEXÃO: até que ponto o seu amor é Incondicional? Boa leitura!

Incondicional

Pixabay

 

Na semana passada, refletimos sobre valores. Qual o valor que você dá para as coisas? Na semana retrasada, refletimos sobre ser solidário. E o quanto isso pode ter um cunho egoísta. Do quanto a gente pode se doar, esperando algo em troca. Mas as minhas experiências têm me levado para um outro lado. Para a vertente do amor incondicional.

Amor

Tenho visto pessoas que se entregam de corpo e alma. Que fecham os olhos para as consequências. Ou mesmo para as causas. Pessoas preocupadas com o bem-estar das outras, como os pais de crianças que nascem com algum tipo de deficiência. Que estão ali para o que der e vier. Sem se preocuparem com o olhar de julgamento dos outros. Tendo olhos somente para os seus próprios filhos, tão dependentes de seus pais.

Tenho vivenciado o amor de uma forma tão extrema, que jamais pensei que pudesse existir. É como se as pessoas estivessem despidas e tivessem um único desejo: que as outras pessoas, ao redor, tenham as mesmas melhores experiências pelas quais elas já passaram.

Choque

Tem sido difícil receber agradecimentos. Eu não estava preparada. Quando me disponibilizei a ajudar, esperava apenas me doar. Mas tenho recebido muito mais do que doado. E, de repente parece errado. Porque parece que só os outros precisam. A gente é auto suficiente. A gente é forte. A gente não passa nem por 1% do sofrimento pelo qual as outras pessoas passam. E, por isso, a gente acha que só a gente tem a dar.

Tenho me surpreendido. Meus relacionamentos foram todos surpreendentes. Sempre me achando tão madura, aprendi quão questionável eu poderia ser. Um choque.

Um choque ver pessoas, que nem sabem o meu nome, tão preocupadas comigo. Mesmo no meu estado de perfeição em saúde física e mental. Um choque que elas me tratem como se eu fosse um de seus filhos acometidos pela falha genética ou pela tragédia.

E isso me leva ao questionamento “Por que percebo isso dessa forma? Isso não deveria ser o normal?”. E se isso fosse normal, será que seria tão mágico experienciar?

Contradição

Como diria Lulu Santos:

“Não existiria som
Se não houvesse o silêncio
Não haveria luz
Se não fosse a escuridão”

Os contrastes vão sempre existir. É a unica forma da gente perceber que:

  • A gente está onde a gente, na verdade, não quer estar
  • A gente está com alguém que a gente, na verdade, não quer estar
  • A gente está fazendo o que a gente, na verdade, não quer fazer

Os contrastes se resumem em duas possibilidades:

  • Quanto eu sou estranho
  • Quanto o outro é estranho

Com sorte, vamos levar ambas em consideração. Incondicionalmente.

Autoria: Deborah Braga

Continuar lendo DE PONTA-CABEÇA: INCONDICIONAL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSE DOMINGO

Por G1

 

O presidente americano, Donald Trump, e a esposa, Melania, andam em direção à imprensa antes de o presidente falar neste domingo (4), em Morristown, Nova Jérsei. — Foto: Jacquelyn Martin/AP

O presidente americano, Donald Trump, e a esposa, Melania, andam em direção à imprensa antes de o presidente falar neste domingo (4), em Morristown, Nova Jérsei. — Foto: Jacquelyn Martin/AP

O presidente dos Estados UnidosDonald Trump, afirmou em coletiva de imprensa neste domingo (4) que seu governo já fez “muito, mas talvez mais tenha que ser feito” depois dos massacres no Texas e Ohio, neste fim de semana, que deixaram 29 pessoas mortas.

“Muitas coisas estão em andamento. Nós fizemos muito mais do que a maioria dos governos. Nós fizemos realmente muito. Mas talvez mais tenha que ser ser feito ”, declarou Trump.

São as primeiras declarações públicas, fora do Twitter, que o presidente americano faz depois dos tiroteios deste fim de semana. Como havia feito na rede social, Trump ofereceu condolências às famílias das vítimas e agradeceu aos agentes da lei pelos esforços. Ele também defendeu seu governo de críticas.

“Nós temos que fazer isso parar; isso vem acontecendo há anos e tem que parar”, disse o presidente.

Ele falou à imprensa antes de embarcar de volta a Washington vindo de Nova Jérsei, onde jogava golfe. Trump ligou o ódio e transtornos mentais aos ataques, e não fez menção direta a leis sobre armas.

“O ódio não tem lugar em nosso país, e nós vamos cuidar disso”, disse.

“Também é um problema de saúde mental. Essas são pessoas que estão muito, muito seriamente transtornadas mentalmente”, acrescentou.

Críticas

O presidente americano, Donald Trump, e a esposa, Melania, andam em direção à imprensa antes de o presidente falar neste domingo (4), em Morristown, Nova Jérsei. — Foto: Jacquelyn Martin/APO presidente americano, Donald Trump, e a esposa, Melania, andam em direção à imprensa antes de o presidente falar neste domingo (4), em Morristown, Nova Jérsei. — Foto: Jacquelyn Martin/AP

O presidente foi criticado por demorar a aparecer em público depois dos ataques. Ele não foi visto imediatamente após o tiroteio de sábado (3), em El Paso, no Texas, que deixou 20 pessoas mortas, nem o deste domingo (4), que matou 9 em Dayton, Ohio.

Só quando Trump e a primeira-dama, Melania, se preparavam para voar de volta a Washington, no final da tarde deste domingo (4), apareceram diante das câmeras.

Antes, ele havia escrito no Twitter que estava “rezando por todos que foram impactados por esse ato indescritível de maldade”. Também disse que autorizou a descida a meio mastro de todas as bandeiras em prédios do governo federal em homenagem às vítimas.

“Deus abençoe as pessoas de El Paso, no Texas. Deus abençoe as pessoas de Dayton, Ohio”, escreveu o presidente na rede social.

Tiroteios nos EUA: 29 pessoas foram mortas em 12 horas — Foto: Arte: Betta JavorskiTiroteios nos EUA: 29 pessoas foram mortas em 12 horas — Foto: Arte: Betta Javorski

Trump será cuidadosamente observado por sua resposta aos ataques, diz a Associated Press, mais uma vez invocando comparações com seus antecessores, que tentaram consolar o país em momentos de trauma nacional.

No primeiro tuíte após o tiroteio de El Paso, no sábado (3), Trump chamou o massacre de “terrível” e prometeu o total apoio do governo federal. Apenas 14 minutos depois, no entanto, ele tuitou novamente – um post desejando boa sorte ao lutador Colby Covington.

Nas últimas semanas, o presidente também escreveu tuítes racistas sobre quatro mulheres que atuam no Congresso; em comícios, falou de uma “invasão” na fronteira sul dos Estados Unidos.

Ele também vem sendo criticado amplamente por oferecer uma falsa equivalência ao discutir violência racial – principalmente quando afirmou que havia “pessoas boas de ambos os lados” depois de uma manifestação de supremacia branca em Charlottesville, na Virgínia, durante a qual um manifestante antirracismo morreu.

Fonte: G1

Por G1

 

A foto, do dia 2 de agosto, mostra os quase US$ 23 mil que foram recuperados por um homem no Oregon, Estados Unidos. — Foto: Brian Sollom/Recology via AP

A foto, do dia 2 de agosto, mostra os quase US$ 23 mil que foram recuperados por um homem no Oregon, Estados Unidos. — Foto: Brian Sollom/Recology via AP

Um homem de Ashland, no estado americano do Oregon, conseguiu recuperar no sábado (3) quase US$ 23 mil (R$ 89,4 mil) que havia jogado por engano no lixo. O dinheiro foi achado em uma caixa de sapatos por funcionários de uma empresa de reciclagem na Califórnia.

A distância entre os dois? Cerca de 321km.

Ele jogou a quantia no lixo na quinta-feira (1º), mas, quando percebeu o erro, o dinheiro já havia sido colocado em um caminhão que seguia para o estado vizinho, a caminho da empresa de reciclagem Recology.

O homem, que não foi identificado, entrou em contato com a empresa e pediu que ficassem de olho caso a caixa de sapatos com o dinheiro aparecesse. A quantia, exatos US$ 22.940, era sua poupança.

“Levamos bastante material todo dia, então as chances de encontrar isso não são muito melhores do que achar uma agulha em um palheiro”, disse Linda Wise, gerente geral do Samoa Resource Recovery Center, centro operado pela Recology.

Ela tinha poucas esperanças de achar o pacote, segundo entrevista que deu ao jornal local “The Press Democrat”. Várias vezes por semana, caminhões carregados de material de reciclagem são transportados de Ashland para a filial da Recology na Califórnia.

“Mas então a caixa apareceu e veio descendo pela fila de separação, e ficamos todos animados ao vê-la”, contou Wise.

Quase todo o dinheiro, com exceção de US$ 320, foi recuperado. “Só caiu da caixa quando chegou à fila de separação”, explicou Brian Sollom, gerente de operações de três instalações de reciclagem da Recology no condado de Humboldt, na Califórnia, onde a quantia foi achada.

“Todo mundo que estava na fila de separação estava radiante esta manhã”, disse Wise, em entrevista na sexta (2). “E agora esse cavalheiro vai ter um ótimo fim de semana.”

Fonte: G1

Por Deutsche Welle

 

Sarcófago do faraó egípcio Tutancâmon — Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters

Sarcófago do faraó egípcio Tutancâmon — Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters

O Egito apresentou ao público, neste domingo (4), o célebre sarcófago do rei Tutancâmon, exibindo a primeira restauração do ataúde dourado, desde sua descoberta, em 1922.

“Estamos lhes mostrando um artefato histórico único, não só para o Egito, mas para o mundo”, declarou o ministro de Antiguidades Khaled el-Enany, durante coletiva de imprensa no novo Grande Museu Egípcio, no Cairo. Com vista para as Pirâmides de Gizé, ele será inaugurado no fim de 2020.

Sarcófago do faraó egípcio Tutancâmon — Foto: Mohamed Abd El Ghany/ReutersSarcófago do faraó egípcio Tutancâmon — Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters

O trabalho de restauração do esquife do jovem faraó começou em meados de julho, e estima-se que levará cerca de oito meses para se completar.

O tesou arqueológico é em três camadas. Segundo Enany o que exigirá mais tempo é a restauração do caixão exterior, de madeira dourada, com 2,23 metros de comprimento, pois “o estado de conservação é muito frágil, ele nunca foi restaurado”.

Sarcófago do faraó egípcio Tutancâmon — Foto: Mohamed Abd El Ghany/ReutersSarcófago do faraó egípcio Tutancâmon — Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters

Já desde o século 20, as camadas de gesso dourado começaram a rachar, sobretudo na tampa e na base. Após ser removido do Vale dos Reis em Luxor, no Sul do Egito – onde o arqueólogo inglês Howard Carter o descobriu, 97 anos atrás –, o sarcófago foi transferido para o Grande Museu. Lá será exibido ao lado de outros tesouros e artefatos encontrados na câmara fúnebre do faraó.

Tutancâmon nasceu em 1341 a.C. e subiu ao trono com nove anos, reinando até a morte, aos 18 ou 19 anos de idade. Sua famosa máscara fúnebre, de ouro maciço e encrustada com pedras semipreciosas, foi restaurada recentemente. Em 2014, empregados do Museu Egípcio do Cairo lhe haviam quebrado a barba e tentaram consertá-la com cola epóxi.

Nos últimos meses, o Egito tem revelado ao mundo uma série de descobertas antigas, na esperança de reanimar sua abalada indústria turística, uma importante fonte de divisas. O setor sofre forte impacto devido à insegurança que perdura desde a rebelião popular que em 2011 derrubou Hosni Mubarak, presidente egípcio por quase 30 anos.

Peça que pertenceu ao faraó Tutancâmon em restauração no Egito — Foto: Mohamed Abd El Ghany/ReutersPeça que pertenceu ao faraó Tutancâmon em restauração no Egito — Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters

Fonte: G1

 

NACIONAIS

Por Matheus Beck, G1 RS

 

Rio Grande do Sul volta a registrar meteoro na madrugada deste domingo (4)

Rio Grande do Sul volta a registrar meteoro na madrugada deste domingo (4)

Na madrugada deste domingo (4), por volta das 2h18, foi registrada a queda de um meteoro de magnitude elevada sobre o Rio Grande do Sul. Ele foi flagrado por duas câmeras, em São Leopoldo e em Taquara, e se extinguiu a 70 quilômetros de altitude sobre a costa do estado.

O meteoro iniciou a entrada na atmosfera a 100 quilômetros de altitude, ainda em alto mar, e se extinguiu entre Tramandaí e Capão da Canoa, no Litoral Norte.

Em uma das imagens, é possível ver um feixe de luz se formar e rapidamente se dissolver sobre o céu de São Leopoldo. Em outra, utilizando a câmera All Sky, com visão do céu em 360º, o objeto é registrado em Taquara. Ambos os municípios ficam na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Meteoro é registrado em São Leopoldo — Foto: Carlos Fernando Jung / DivulgaçãoMeteoro é registrado em São Leopoldo — Foto: Carlos Fernando Jung / Divulgação

Os registros foram feitos pelo professor Carlos Fernando Jung, diretor científico da Brazilian Meteor Observation Network (Bramon). Este meteoro, segundo o professor, é denominado “bólido” e possuiu uma magnitude (brilho) de -9.8, que é considerada elevada. A nomenclatura se refere aos que possuem uma magnitude igual ou superior a -4, e recebem o nome popular de “bola de fogo” (“fireball”).

“De 1º janeiro até agora, registrei 10.036 meteoros de magnitudes baixa a média sobre o Uruguai, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e uma faixa de São Paulo”, diz o cientista. “Pelas ocorrências já registradas este ano, pode-se considerar um ano atípico. É um fenômeno normal. O que é mais raro são estes de elevadas magnitudes”, acrescenta.

Câmera de 360º em Taquara registrou o fenômeno — Foto: Carlos Fernando Jung / DivulgaçãoCâmera de 360º em Taquara registrou o fenômeno — Foto: Carlos Fernando Jung / Divulgação

Jung explica ainda que, embora esteja no período da chuva de meteoros “Delta Aquerídeos do Sul”, a análise indica que não pode ser atribuído a esta classe e que seu radiante é desconhecido. Ele esclarece, ainda, que existem várias classes de maior ou menor incidência conforme o período do ano. O que foi registrado nesta madrugada não se enquadrou em nenhuma, o que o torna um fenômeno esporádico.

Os bólidos podem ser seguidos de explosões ou explodirem no final. Neste caso, houve extinção total e não causou risco para a aviação, conforme o professor.

Veja outros casos em 2019:

Fonte: G1

 

Por Blog do BG

Procurador da República convidou Moro para proferir palestra em 2016

O procurador da República Celso Antônio Três foi autor do convite ao então juiz federal Sergio Moro para proferir palestra em Novo Hamburgo (RS), no dia 21 de setembro de 2016, sob o tema “Enfrentamento da corrupção sistêmica“.

Reportagem publicada neste domingo (4) na Folha, com base em mensagens obtidas pelo site The Intercept Brasil, revela que “Moro omitiu palestra remunerada em prestação de contas como juiz federal”.

Três foi filiado ao PT nos anos 80, atuou na fase inicial do caso Banestado –investigação sobre bilionária lavagem de dinheiro no Paraná julgada pelo juiz Sergio Moro. O procurador atraiu a antipatia da força-tarefa da Lava Jato ao redigir documento criticando as “10 Medidas Contra a Corrupção”, propostas defendidas por Moro e pelos procuradores de Curitiba.

Ele atua na Procuradoria da República em Novo Hamburgo. Participa de programa semanal de debates na Rádio ABC, do Grupo Sinos, entidade empresarial que viabilizou a palestra de Moro.

A intermediação do procurador foi revelada em mensagem ao editor deste Blog em 15 de março de 2017, dois dias antes da publicação de reportagem em que Três fazia críticas à divulgação de delações da Operação Lava Jato.

A menção à palestra do juiz no Grupo Sinos foi feita quando este editor pediu informações ao procurador sobre suas críticas à operação e seu relacionamento com a força-tarefa.

Frederico Vasconcelos/Folha de S.Paulo

Comments

Jair Bolsonaro durante a posse do novo ministro da Educação, o economista Abraham Weintraub, no Pal.acio do Planalto. Brasilia, 09Abr2019.Foto: Sérgio Lima/PODER 360

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que não lê jornais para não começar o dia envenenado e disse que não trabalha pensando na reeleição em 2022, mas ressaltou que, se não for reconduzido ao cargo, espera ser substituído por “alguém melhor”.As declarações foram dadas na manhã deste domingo (4) a uma plateia formada por cerca de 2.000 fiéis da igreja evangélica Fonte da Vida.

No culto, Bolsonaro afirmou que sabia que seu governo seria alvo de jornalistas. “Eu muitas vezes não leio jornal nenhum para não começar o dia envenenado. Não trabalho pensando em 2022”, disse.

Folhapress

Fonte: Blog do BG
Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSE DOMINGO

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTE DOMINGO

INTERNACIONAIS

Por France Presse

 

As 4,5 toneladas de cocaína foram apreendidas há duas semanas no porto de Hamburgo, informaram as autoridades alemãs nesta sexta (2). Segundo comunicado da alfândega, é a maior quantidade já apreendida de uma só vez no país. — Foto: Hauptzollamt Hamburg/Handout via Reuters

As 4,5 toneladas de cocaína foram apreendidas há duas semanas no porto de Hamburgo, informaram as autoridades alemãs nesta sexta (2). Segundo comunicado da alfândega, é a maior quantidade já apreendida de uma só vez no país. — Foto: Hauptzollamt Hamburg/Handout via Reuters

O diretor de Alfândegas do Uruguai, Enrique Canon, renunciou ao cargo após a apreensão, na Alemanha, de 4,5 toneladas de cocaína em um contêiner que vinha de Montevidéu, informou na sexta-feira (2) o ministério de Economia uruguaio.

A apreensão, feita na sexta-feira (2) no porto de Hamburgo, foi a maior já feita de uma só vez na história da Alemanha. Os pacotes com cocaína iam para a Antuérpia, na Bélgica.

Em maio, a França apreendeu mais de 600 quilos de cocaína de extrema pureza em um jato privado procedente do Uruguai.

Fonte: G1

Por RFI

 

O assassinato do repórter Jorge Celestino Ruiz na sexta-feira (2) à noite ressaltou as dificuldades que os jornalistas encontram no México. Somente na última semana, dois outros profissionais da imprensa foram mortos.

Jorge Celestino Ruiz, repórter do jornal Gráfico de Xalapa, foi assassinado a tiros no município de Actopan, na região central do estado de Veracruz, de acordo com o prefeito da cidade, Paulino Domínguez. Uma fonte policial que pediu anonimato afirmou à AFP que a casa de Ruiz foi atacada a tiros em outubro do ano passado.

Na ocasião, o veículo do jornalista também foi atingido por tiros em uma tentativa de intimidação, de acordo com a mesma fonte, que não revelou os motivos nem os possíveis autores das agressões. Colegas afirmaram que depois de denunciar as tentativas de assassinato, Ruiz esperava receber proteção do governo de Veracruz e evitava assinar suas matérias.

Veracruz, estado violento, marcado pela presença do crime organizado, registrou até quinta-feira (1°) o assassinato de 22 jornalistas em seu território, de acordo com a Comissão Nacional de Direitos Humanos (CNDH).

O crime que matou Ruiz aconteceu menos de 24 horas depois do assassinato de Édgar Alberto Nava, diretor e editor do portal de notícias ‘La Verdad de Zihuatanejo’, no estado de Guerrero. Na terça-feira (30), o corpo de Rogelio Barragán, diretor do portal ‘Guerrero Al Instante’, foi encontrado na mala de um carro abandonado no estado de Morelos.

Profissão difícil

Organizações como Repórteres Sem Fronteiras (RSF) e Article 19 apontam o país como um dos mais perigosos do mundo para o exercício da profissão, com mais de 100 jornalistas mortos desde o ano 2000.

Na quarta-feira (31), a redação do jornal ‘El Monitor de Parral’, na cidade de mesmo nome, no estado de Chihuahua, foi atacada com bombas. A CNDH destacou esta semana as “condições adversas” para o exercício do jornalismo no país. Até quinta-feira, a RSF contabilizava o assassinato de oito jornalistas no México em 2019.

Fonte: G1

NACIONAIS

Por Rickardo Marques, G1 AM

 

Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio está entre unidades afetadas pela paralisação — Foto: Patrick Marques/G1 Amazonas

Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio está entre unidades afetadas pela paralisação — Foto: Patrick Marques/G1 Amazonas

Cerca de 70% dos cirurgiões gerais dos hospitais 28 de Agosto, Platão Araújo e João Lúcio – em Manaus – paralisaram as atividades na noite deste sábado (3). A informação é do Instituto de Cirurgiões do Estado do Amazonas (Icea). Enquanto a categoria reivindica o pagamento de salários atrasados, o Governo do Amazonas afirma que a paralisação contraria uma liminar da Justiça.

Ao G1, a Secretaria do Estado de Saúde (Susam) afirmou que os pagamentos do ano corrente estão sendo feitos com regularidade ao Icea e que a empresa também recebeu em 2019 duas competências de 2018, conforme acordado com as empresas médicas no início do ano.

Segundo diretores do Icea, geralmente, seis cirurgiões atuam nas unidades em que a paralisação acontece. A partir deste sábado (3), apenas dois vão exercer as atividades em cada hospital citado, segundo o Instituto.

Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, em Manaus — Foto: Rickardo Marques/G1 AMHospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, em Manaus — Foto: Rickardo Marques/G1 AM

O Icea afirmou que os Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) da capital também ficarão sem cirurgiões gerais. De acordo com o Instituto, os prontos-socorros infantil, maternidades estaduais e o Centro de Oncologia (Cecon) não terão os atendimentos afetados.

Atualmente, mais de 220 cirurgiões do Icea atuam em 26 unidades de urgência e emergência do Estado, além das maternidades. Segundo o diretor técnico do Icea, Ricardo Morais, a categoria está em busca do pagamento de repasses à empresa.

“O Governo do Estado tem em dívida conosco mais de R$ 18 milhões. Tem outubro e novembro do ano passado, maio, junho e julho desse ano, que já fechou também”, afirmou.

A Susam informou que as despesas de exercícios anteriores pendentes, relativas aos anos de 2016, 2017 e 2018, que estão sendo requeridas pelo Icea, serão auditadas e pactuadas conjuntamente entre a Sefaz, Procuradoria Geral do Estado e Controladoria Geral do Estado, conforme a Portaria 001 de 1º de Julho de 2019, que dispõe sobre os procedimentos para reconhecimento de despesas de exercícios anteriores.

Sobre o pagamento do mês de maio deste ano, a Susam informou que a previsão é de que seja efetuado nos próximos dias, ainda no prazo de três meses previsto em lei para o prestador alegar quebra de contrato pelo Estado.

Governo aciona Justiça

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) voltou a acionar a Justiça, nesta sexta-feira (2), contra a ameaça do Instituto de Cirurgiões do Estado do Amazonas (Icea) de paralisar serviços nas unidades da rede estadual de saúde. A PGE se baseia no fato de que já há uma liminar do juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Leoney Figlioulo Harraquian, do dia 14 de maio desse ano, que proíbe a paralisação.

Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul de Manaus — Foto: Ive Rylo/ G1 AMHospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul de Manaus — Foto: Ive Rylo/ G1 AM

Segundo o Governo, a decisão do Icea foi comunicada em ofício à Secretaria de Estado de Saúde (Susam), no último dia 31 de julho de 2019, mas a secretaria e a PGE “entendem que o Icea está contrariando a decisão judicial e aguardam um novo posicionamento da Justiça”.

Questionado sobre a liminar citada pelo Governo, o diretor técnico do Icea, Ricardo Morais, afirmou que a paralisação está dentro da legalidade.

“Essa liminar que o Governo do Estado está soltando na mídia não tem mais nenhum valor jurídico. Ela foi referente a uma mobilização passada que a nossa empresa fez, e hoje ela não tem nenhum valor jurídico”, afirmou.

Fonte: G1

Por Blog do BGComments

Mesmo com autorregulação, uso do cheque especial continua alto

O uso do cheque especial, modalidade de crédito mais cara para as famílias, continua alto – mesmo após o anúncio da autorregulação, estratégia adotada por bancos há pouco mais de um ano.

A medida entrou em vigor em julho de 2018 e estabelece a oferta automática de parcelamento mais barato para consumidores que usam mais de 15% do limite por 30 dias consecutivos.

A oferta é feita nos canais de relacionamento e é o cliente quem decide se adere à proposta. Caso não aceite, um novo contato é feito a cada 30 dias.

Números

De acordo com dados do Banco Central (BC), em junho deste ano, o saldo do cheque especial (R$ 25,755 bilhões) representava 2,5% do crédito livre ofertado para as famílias (R$ 1,008 trilhão). Em junho de 2018, o percentual estava em 2,7%, com saldo do cheque especial em R$ 23,970 bilhões.

No caso das concessões, o cheque especial (R$ 30,885 bilhões) foi responsável por 18,4% do crédito liberado pelos bancos para as famílias (R$168,2 bilhões) em junho deste ano. No mesmo mês de 2018, o percentual era 20,4%, com concessões do cheque especial em R$ 30,721 bilhões.

Já a taxa de juros subiu de 304,9% ao ano (12,4% ao mês) em junho de 2018 para 322,2% ao ano (12,8% ao mês) em junho deste ano – modalidade mais cara do crédito livre, em que os bancos têm autonomia para emprestar o dinheiro captado no mercado e definir as taxas de juros cobradas dos clientes.

Segundo o BC, o cheque especial tem “participação modesta” na carteira de crédito total do sistema bancário, mas foi responsável por aproximadamente 10% da margem de lucro de juros líquida (descontada a provisão para inadimplência). Outro dado apontado pelo estudo é que a maioria dos usuários do cheque especial pertence a uma faixa renda mais baixa, de até dois salários mínimos.

Agência Brasil

 

LOCAIS

Criação de microempresas aumenta no RN

Em meio ao fantasma do desemprego, que aflige 12,7 milhões de brasileiros e coloca outros 24,1 milhões na informalidade conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a criação de microempresas cresceu no Rio Grande do Norte. No primeiro semestre deste ano, conforme balanço do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/RN), foram abertas 8.956 novos negócios nessa categoria. O número absoluto corresponde a uma expansão de 2% em relação ao mesmo período do ano passado e soma, em todo o Estado, 110.229 microempreendores individuais. São eles os principais responsáveis pela geração de empregos formais no período.

Estão inseridos na categoria de Microempreendedor Individual (MEI), aqueles empresários que trabalham por conta própria com faturamento bruto anual que não ultrapassa os R$ 81 mil. Esse perfil de empresa, segundo o Sebrae, é o que mais tem se popularizado no Rio Grande do Norte, basicamente pela baixa incidência de tributos. O MEI representa 66,7% de todas as empresas optantes pelo Simples Nacional no Estado.

A atividade que mais tem concentrado formalização na condição de MEI no Rio Grande do Norte é o comércio de artigos e vestuário e acessórios. São 9.846 empreendedores atuando nesse ramo de vendas. Os cabeleireiros, manicures e pedicures são a segunda atividade mais desempenhada pelos microempreendedores do Estado, totalizando 7.747 negócios. Os mercadinhos aparecem depois com 4.987 empreendimentos.

Para o diretor-presidente do Sebrae no Estado, Zeca Melo, os números comprovam a força da microempresa no Estado. Ele destaca, entre outros pontos, que é necessário criar políticas de incentivo ao desenvolvimento desse segmento, visto que, é ele quem está segurando, conforme demonstrado adiante, os números de empregos formais no Rio Grande do Norte.

Tribuna do Norte

Comments

[FOTO] Polícia apreende mais de 50 quilos de drogas em Parnamirim; um homem foi preso

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam, na tarde deste sábado (03), Flaviano Márcio de Macêdo, conhecido como “Bola”, 29 anos, no município de Parnamirim. Ele é suspeito de integrar uma organização criminosa voltada para prática de homicídios e tráfico de drogas.

Os policiais já estavam investigando a organização criminosa há 3 meses. Neste sábado (03), após ser confirmado que havia drogas no imóvel usado pelo grupo, as equipes se deslocaram até o local e deram cumprimento a um mandado de busca.

Na residência, foram apreendidos, aproximadamente, 50kg de maconha e 1kg de uma porção branca, provavelmente, cocaína, além de uma balança digital e um caderno com anotações do tráfico.

Flaviano Márcio estava em outro imóvel, fazendo a vigilância da droga, onde foi dado cumprimento a um mandado de busca expedido pela Comarca de Parnamirim.

Após a apreensão das drogas, o homem foi levado à delegacia e autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

As investigações continuam com o objetivo de prender todos os integrantes dessa organização criminosa.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima através do Disque Denúncia 181, ou do número da DEICOR: 3232-2862.

*Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS*

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTE DOMINGO

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA

Por G1

 

A Justiça decide manter hackers presos por tempo indeterminado. Depois de Fux, Moraes também pede cópia das mensagens roubadasde autoridades. Dívida de R$ 32 bilhões: 225 mil empregadores devem FGTS para mais de 8 milhões de trabalhadores. Corpo de cacique morto por suposta invasão de garimpeiros deve ser exumado no Amapá.

INTERNACIONAIS

Jogos Pan-Americanos

Pugilista Hebert Souza tem chance de medalha no Pan — Foto: Ivan Alvarado / ReutersPugilista Hebert Souza tem chance de medalha no Pan — Foto: Ivan Alvarado / Reuters

Brasil terá, nesta sexta-feira, mais oportunidades de encostar nos líderes do quadro de medalhas. O boxe brasileiro entra em mais duas disputas de medalha de ouro, com Hebert Souza, na categoria médio, e Beatriz Ferreira, na ligeiro. No badminton, Ygor Coelho tenta o inédito ouro no individual. Nos saltos ornamentais, as esperanças são Kawan Pereira e Luiz Felipe Moura.

O vôlei e o handebol ainda não valem medalhas, mas o Brasil tem partidas importantes na fase de grupos. No vôlei, a seleção brasileira enfrenta os Estados Unidos, às 22h30, com transmissão do SporTV 2, na última partida do Grupo B. Já no handebol, o Brasil encara Porto Rico, também às 22h30, com transmissão do SporTV 3.

Telescópio em vulcão?

A discussão sobre um vulcão adormecido no Havaí ressurgiu nos últimos dias, colocando manifestantes pela cultura e a história do Estado americano contra a ambição de muitos cientistas e políticos.

Planos para um novo e poderoso telescópio perto do cume do vulcão Mauna Kea prometem levar centenas de empregos e impulsionar a ciência e a economia. Mas alguns havaianos nativos insistem que o local é sagrado e que não se pode fazer obras ali.

 

NACIONAIS

Hackers presos

4 suspeitos de ataque hacker foram presos pela PF — Foto: Reprodução/TV Globo4 suspeitos de ataque hacker foram presos pela PF — Foto: Reprodução/TV Globo

O juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal de Brasília, decidiu manter presos por tempo indeterminado os quatro presos suspeitos de envolvimento na invasão de celulares de autoridades. As prisões temporárias foram convertidas em preventivas. Eles estão presos desde a semana passada, quando a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Spoofing.

Permanecerão presos: Walter Delgatti Neto, Gustavo Henrique Elias Santos, Danilo Cristiano Marques e Suelen Priscilla de Oliveira.

Cópias de inquérito e mensagens

Ministros Alexandre de Moraes e Luiz Fux — Foto: Carlos Moura e Nelson Jr. / SCO / STFMinistros Alexandre de Moraes e Luiz Fux — Foto: Carlos Moura e Nelson Jr. / SCO / STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou ao juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal de Brasília, que entregue em 48 horas uma cópia do inquérito que apura a invasão de celulares de autoridades. Moraes também determinou o envio de cópia das mensagens.

A decisão de Moraes não retira o inquérito da primeira instância. Portanto, a investigação continua com o juiz Ricardo Leite e com atuação da Polícia Federal e Ministério Público Federal.

Antes, o ministro Luiz Fux também determinou o envio de uma cópia. Com isso, os dois ministros terão o conteúdo.

Dívida com FGTS

 — Foto: Marcos Santos / USP Imagens— Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Números da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN) mostram que 225 mil empregadores devem ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) R$ 32 bilhões. A dívida atinge mais de 8 milhões de trabalhadores. Veja ranking dos 20 maiores devedores. E a falta de depósito do FGTS pela empresa impede saque; veja o que fazer.

Exumação de corpo de cacique

Exumação do corpo do líder Emyra Waiãpi é discutida em Macapá

Exumação do corpo do líder Emyra Waiãpi é discutida em Macapá

O corpo do cacique Emyra Waiãpi, de 62 anos, encontrado morto no dia 23 de julho, em aldeia indígena no Oeste do Amapá, deve ser exumado nesta sexta-feira. Um helicóptero do Grupo Tático Aéreo (GTA) será enviado para a aldeia, para fazer o deslocamento.

O povo Waiãpi afirma que a morte do líder Emyra aconteceu durante uma invasão de garimpeiros na região. Mas a PF diz que não há indícios do que foi denunciado pelos indígenas.

A bomba no Riocentro

Comissão da Verdade conclui que ataque no Riocentro tentou impedir o fim da ditadura

Comissão da Verdade conclui que ataque no Riocentro tentou impedir o fim da ditadura

O STJ julgará no próximo dia 28 se o atentado a bomba no Riocentro em 1981 caracterizou-se como crime contra a humanidade e, por esse motivo, é imprescritível. Ou seja, o Sumpremo decidirá se os acusados ainda podem ser julgados.

O episódio, no bairro de Jacarepaguá, foi uma tentativa fracassada de ataque a bomba durante um show comemorativo do Dia do Trabalhador, que reuniu mais de 20 mil pessoas no Centro de Convenções do Riocentro em 30 de abril de 1981.

Caso Marielle

Mônica Benício usa camisa com a inscrição "Eu estou com ela" — Foto: Marcos Serra Lima / G1Mônica Benício usa camisa com a inscrição “Eu estou com ela” — Foto: Marcos Serra Lima / G1

Menos de dois meses depois do início das audiências dos assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes, o delegado da primeira fase do caso, Giniton Lages, e a viúva de Marielle, Mônica Benício, prestarão depoimento em outra audiência hoje.

O caso completou 500 dias no dia 27 de junho, no qual Marielle completaria 40 anos. A data foi marcada por homenagens, inclusive uma placa de rua com o nome da parlamentar em Lisboa e no Centro do Rio.

Cinema

Spin-off de

Spin-off de “Velozes e Furiosos” estreia nos cinemas

Um derivado de uma das principais franquias de ação da atualidade e dois filmes com divas dos cinemas americano e francês são os destaques entre os filmes que estreiam nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira.

Fonte: G1

Por Blog do BG

PESQUISA: 32% aprovam o governo Bolsonaro e 34% desaprovam

Levantamento realizado pelo Congresso Data Room, ferramenta do instituto Ideia Big Data, mostra que 32% aprovam o presidente Jair Bolsonaro; 34% desaprovam e 34% “não aprovam, nem desaprovam”.

O Congresso Data Room entrevistou 1.512 brasileiros entre 1º e 5 de julho, via Painel Mobile, em todas as regiões. A margem de erro é 4%.

CLÁUDIO HUMBERTO

Comments

PESQUISA: Para 41%, o Brasil está indo na direção certa e para 36% na direção errada

Levantamento realizado pelo Congresso Data Room, ferramenta do instituto Ideia Big Data, mostra que a maioria dos brasileiros, 41% dos entrevistados, acredita que o País “está indo na direção certa”. Para 36% o país está “indo na direção errada” e outros 23% não souberam responder. Na avaliação do governo Bolsonaro, 13% acham ótimo, 23% bom, 33% regular, 16% ruim e 15% péssimo. Entre junho e julho a pesquisa aponta queda de 4 pontos percentuais na avaliação positiva.

O Congresso Data Room entrevistou 1.512 brasileiros entre 1º e 5 de julho, via Painel Mobile, em todas as regiões. A margem de erro é 4%.

CLÁUDIO HUMBERTO

Comments

Justiça Potiguar estreia bombando!!!

O Justiça Potiguar, o mais novo portal jurídico do Estado estreou com o pé direito.

No seu primeiro dia do ar foi acessado por 1894 pessoas.

Foram 2921 páginas visualizadas e 2.258 acessos.

No Instagram superamos 400 seguidores rapidamente.

Vem muita coisa boa por aí e principalmente muitas pautas e notícias exclusivas.

Não esqueça, aqui é o jurídico sem juridiquês.

Acesse o site jurídico do BG: www.justicapotiguar.com.br

Nos acompanhe nas redes sociais:
INSTAGRAM: @JUSTICAPOTIGUA / TWITTER: @JUSTICAPOTIGUA

Comments

Perícia da PF conclui que hackers atacaram 1.162 telefones

A perícia feita pela Polícia Federal nos aparelhos eletrônicos apreendidos com o hacker Walter Delgatti Neto, o “Vermelho”, detectou que o grupo criminoso fez ataques a 1.162 números telefônicos distintos, valor ainda maior do que o estimado inicialmente pela PF, que era de aproximadamente mil alvos.

As novas provas obtidas na investigação foram consideradas um indício de que Vermelho não agiu sozinho, como ele havia dito no depoimento. Segundo o laudo pericial, foram realizadas 5.812 ligações consideradas suspeitas, através do sistema BRVOZ, usado pelo grupo para simular ligações com mesma origem e destino e, dessa forma, invadir o Telegram das autoridades.

O próprio Delgatti havia confirmado em depoimento ter realizado as invasões ao Telegram do ministro da Justiça Sergio Moro e do procurador Deltan Dallagnol, mas os ataques eram muito mais extensos do que ele havia admitido, aponta a PF. Por isso, a PF considera que existem “incongruências” ainda pendentes de esclarecimento.

A perícia da PF também encontrou no computador de Delgatti diversos documentos indicativos da prática de fraudes bancárias, como informações de cartões de crédito de terceiros e extratos bancários.

Delgatti e os outros três investigados tiveram a prisão preventiva decretada nesta quinta-feira pelo juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal. Os outros são Danilo Marques e o casal Gustavo Henrique Elias Santos e Suelen Oliveira.

Sobre os demais presos, o juiz Ricardo Leite escreveu que a perícia da PF nos telefones celulares apontou indícios que Suelen “tinha conhecimento e auxiliava as fraudes bancárias praticadas pelo marido, em contradição ao que fora afirmado em seu interrogatório policial”.

Os investigadores também apontam que há elementos que indicam que tanto Gustavo como Danilo tinham conhecimento dos crimes de Walter e participação direta em fraudes bancárias e estelionato.

A defesa de Gustavo e Suelen afirmou que só irá comentar amanhã, após tomar conhecimento dos fatos. As defesas de Delgatti e de Danilo não foram localizadas.

O GLOBO

 

Associação comemora retomada de fornecimento de Órteses e Próteses pelo estado

O fornecimento de órteses e próteses estava simplesmente parado no Estado do Rio Grande do Norte, em que pese o número expressivo de deficientes físicos que aguardam o atendimento para que possam dar início a uma vida digna.

Na tentativa de modificar esse quadro dramático, a Sociedade Amigos do Deficiente Físico – SADEFRN tem exercido uma fiscalização permanente e feito reiterados pedidos para que o Governo do Estado trate a questão com mais humanidade e respeito.

O Governo do Estado, em entrevista concedida para se pronunciar sobre ordem judicial determinando a retomada do serviço, reconheceu a existência de, pelo menos, 1900 deficientes físicos na fila de espera.

São pessoas como Eder Jofre, que, desde julho de 2015, dirigiu à Secretaria Estadual de Saúde pedido de uma prótese para a perna esquerda, amputada depois de um acidente de trânsito. “Quem fez a solicitação até um mês antes de mim recebeu as próteses, mas logo depois, o fornecimento foi suspenso”, lamenta ele.

Vendo mais perto a possibilidade de conseguir uma nova prótese, Eder Jofre se anima: “A prótese facilita em tudo na minha vida. Sem ela, perco muita mobilidade e não tenho como fazer coisas comuns do dia a dia, como trabalhar e treinar, por exemplo”, diz o agente de endemias e praticante do Atletismo.

A SADEFRN atende cerca de 200 deficientes físicos e, embora seja principalmente por esses associados que Tercio Tinoco, presidente da associação, tem lutado incansavelmente, ele sabe que o serviço atinge um público muito maior e por isso continuará reivindicando que o Governo do Estado faça a sua parte e honre o compromisso de atendimento. “Eu considero a retomada do fornecimento uma vitória importante de todos os deficientes físicos do Rio Grande do Norte”, comemorou.

Para Tercio Tinoco, o próximo passo é seguir a meta de acabar com essa fila. “O Governo do Estado deixou muito clara, na entrevista que concedeu, a capacidade de atender a 2500 pessoas. Portanto, não há razão para que isso não ocorra, especialmente se considerado que os recursos necessários são federais e específicos para este fim, de modo que, por ser verba carimbada, não pode ter outra destinação”, explicou.

Órteses são dispositivos permanentes ou transitórios que auxiliam a função de um membro com algum tipo de deficiência. Como, por exemplo, bengalas, muletas, coletes cervicais, andadores, entre outros. Já as próteses substituem total ou parcialmente algum membro, de maneira permanente ou transitória.

“Os interessados devem urgentemente realizar o seu cadastro junto ao CRI para fazer a sua solicitação. Agora, é atender quem já aguarda e batalhar para que mais pessoas sejam atendidas”, finaliza o presidente da Sadef.

Comments

Veja quanto o trabalhador vai receber de grana extra do FGTS

Os trabalhadores com saldo positivo na conta do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) em 31 de dezembro do ano passado devem receber um rendimento de 6,18% sobre a grana.

O percentual corresponde ao rendimento anual do fundo mais o lucro de 2018, que será dividido integralmente com os trabalhadores que têm conta vinculada. O balanço, em análise pela Caixa, mostra que o lucro do ano passado foi de R$ 12,2 bilhões.

As contas do FGTS rendem 3% ao ano mais TR (Taxa Referencial), que segue zerada. Com a distribuição do lucro, segundo o Ministério da Economia, o rendimento do fundo em 2018 deve ser de 6,18%, superando a poupança, que rendeu em torno de 4,55%.

É a terceira vez que o lucro do fundo é distribuído entre os cotistas. A política de distribuição foi implantada no governo Temer, mas a divisão era de metade dos resultados. Agora, todo o valor será distribuído entre os trabalhadores. Em 2016, foram divididos R$ 7,2 bilhões e, em 2017, foram R$ 6,23 bilhões.

A Caixa tem até 31 de agosto para fazer o crédito nas contas do FGTS. A consulta aos valores parados no fundo pode ser feita pela internet ou por telefone. Veja mais abaixo como consultar.

A grana do fundo não pode ser sacada, a não ser nas situações previstas em lei, como para compra ou financiamento da casa própria, na demissão sem justa causa e em casos de doenças graves, como o câncer.

Saques

Medida provisória do governo Bolsonaro de 24 de julho autorizou o saque de até R$ 500 para todos os trabalhadores que têm contas vinculadas no FGTS, ativas e inativas. A grana será liberada entre setembro deste ano e março de 2020.

A MP também ampliou as opções de saque, permitindo que o trabalhador possa fazer retiradas anuais. A modalidade foi batizada de saque-aniversário e entra em vigor a partir de abril do ano que vem. Quem optar por este tipo de saque terá que abrir mão, por dois anos, de sacar todo o saldo do fundo em caso de demissão sem justa causa. Neste caso, o profissional continuará apenas com o direito de retirar a multa de 40% paga pela empresa sobre o saldo depositado na conta.

Aproveitar a oportunidade de sacar o dinheiro do fundo exige análise cuidadosa. É o que orientam especialistas em finanças. Criado em 1966, antes do seguro-desemprego, o FGTS é uma espécie de poupança do trabalhador, que serve de garantia no caso de demissão ou de uma doença grave.

“O ideal é que o dinheiro não seja utilizado para o consumo e que seja investido como uma reserva de emergência para eventualidades que evitem que a pessoa entre no cheque especial”, diz Alexandre Amorim, planejador financeiro e gestor de investimentos da Par Mais.

“A tendência de quem adotar o saque-aniversário será usar o dinheiro como um 14º salário, pagando as contas ou estimulando novos gastos que fogem do orçamento. Porém, essa não é a função do FGTS”, ressalta Amorim.

“Para as pessoas que estão em dúvida se compensa ou não sacar agora é válido pensar em qual será a destinação deste dinheiro que está guardado e caso este motivo não seja de necessidade imediata, retirar o valor integral daqui um tempo pode ser melhor do que retirar menos agora”, afirma  Karina Garbes, economista do app Renda Fixa.

FUNDO DE GARANTIA | RENDIMENTO DO TRABALHADOR

  • O FGTS registrou lucro líquido de R$ 12,2 bilhões em 2018, segundo balanço da Caixa
  • Essa grana deverá ser distribuída integralmente entre os trabalhadores que tinham saldo positivo no fundo em 31 de dezembro do ano passado
  • Com o lucro, o rendimento total do FGTS será de 6,18%

Crédito

A Caixa tem até o dia 31 de agosto deste ano para fazer o crédito dos valores nas contas vinculadas

OMO CONFERIR O SALDO

Pessoalmente nas agências da Caixa, com CPF e NIS/PIS

Pelo celular no Aplicativo FGTS

Na internet pelo site www.fgts.gov.br

Por carta cadastrando seu endereço completo no site do FGTS, em uma agência da Caixa ou por telefone

Por SMS ou email cadastrando o celular e o email na Caixa

Mais informações em 0800-7260207

Fontes: Caixa Econômica Federal, Ministério da Economia e advogado Luiz Felipe Pereira Veríssimo, do Ieprev (Instituto de Estudos Previdenciários.

AGORA SP

Após requisitar mensagens, STF articula afastamento de Deltan da Lava Jato

Depois de requisitar à Polícia Federal as mensagens hackeadasde autoridades, ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) articulam o afastamento do procurador da República Deltan Dallagnoldo comando da Lava Jato, em Curitiba.

Nos bastidores, eles buscam os caminhos para que isso ocorra. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, tem sido pressionada a determinar essa medida a partir de Brasília. Nesta quinta-feira (1º), ela chamou uma reunião de emergência para discutir o assunto.

Pessoas próximas a ela dizem, porém, que Dogde não estaria disposta a se indispor com os colegas de Ministério Público Federal. Com isso, o destino de Deltan na Lava Jato teria de ser decidido pelo STF.

A decisão, segundo a articulação em curso no tribunal, pode caber a Alexandre de Moraes, no âmbito do inquérito das fake news, relatado por ele.

Na noite desta quinta, Moraes determinou que as mensagens apreendidas pela PF com os suspeitos de terem hackeado celulares de autoridades, como o ministro da Justiça, Sergio Moro, sejam encaminhadas ao Supremo no prazo de 48 horas.

Assim, o caso dos hackers também passa a estar sob a alçada do Supremo.

A reação do STF se deu no dia em que mensagens publicadas pelaFolha, em parceria com o site The Intercept Brasil, revelaram que, em 2016, Deltan incentivou colegas a investigar Dias Toffoli, hoje presidente do Supremo.

De acordo com relatos feitos à Folha, os ministros criticaram duramente a atuação de Deltan, que, na avaliação deles, passou a usar a operação de combate à corrupção como instrumento de intimidação.

Conforme as mensagens, Deltan buscou informações sobre as finanças pessoais de Toffoli e sua mulher, Roberta Rangel, e evidências que os ligassem a empreiteiras envolvidas com o esquema de corrupção na Petrobras.

A Constituição determina que ministros do STF não podem ser investigados por procuradores de primeira instância, como Deltan e colegas.

“Diante de notícias veiculadas apontando indícios de investigação ilícita contra ministros desta corte [STF], expeça-se ofício ao juízo da 10ª Vara Federal Criminal de Brasília solicitando cópia integral do inquérito e de todo o material apreendido” na operação, determinou Moraes no pedido à PF.

A Justiça Federal decretou nesta quinta a prisão preventiva, sem prazo para vencer, dos quatro suspeitos presos temporariamente desde a semana passada.

Conforme a Folha antecipou, Moro informou a autoridades alvos dos hackers que as mensagens, obtidas pelo grupo preso, seriam destruídas.

A comunicação provocou a reação de ministros do STF e de especialistas em direito, que afirmaram que a decisão de destruir ou não o material não cabe ao ministro da Justiça, mas ao Judiciário.

“Há fundado receio de que a dissipação de provas possa frustrar a efetividade da prestação jurisdicional, em contrariedade a preceitos fundamentais da Constituição, como o Estado de Direito e a segurança jurídica”, escreveu.

O ministro foi citado em uma das mensagens obtidas pelo site The Intercept Brasil, que as publica desde junho.

Conforme as mensagens, Deltan relatou a colegas uma conversa em que o ministro teria declarado que a força-tarefa poderia contar com ele “para o que precisar”.

Numa conversa com Deltan, o então juiz Moro escreveu: “In Fux we trust [em Fux nós confiamos]”.

FOLHAPRESS

Comments

Petrobrás tem lucro de R$ 18,8 bi no 2º tri, alta de 87% em relação a 2018

Com a venda da Transportadora Associada de Gás (TAG) , rede de gasodutos que interliga as Regiões Sudeste e Nordeste do País, a Petrobrás registrou lucro de R$ 18,9 bilhões no segundo trimestre, o maior da história da empresa para o período. O resultado foi marcado por fatores que podem não se repetir nos próximos meses, como a alta do petróleo e a taxa de câmbio favorável à empresa. No documento de divulgação do balanço, a petroleira anunciou também que poderá sair completamente da BR Distribuidora, com nova oferta de ações.

Se não fossem os ganhos que não devem acontecer de novo, o lucro teria sido de R$ 5,2 bilhões, abaixo da expectativa do mercado, que contava com um resultado positivo de R$ 7,7 bilhões, segundo projeções do Estadão/Broadcast levantadas com analistas de mercado. O desempenho da estatal sem esses eventos veio abaixo também do lucro registrado em igual período do ano passado, de R$ 10 bilhões. Ainda assim, a leitura de especialistas é que o resultado foi positivo.

“A empresa já começou o ano com lucro, o que é bom”, afirmou Helder Queiroz, ex-diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e professor da UFRJ. “Falta muita coisa no processo de recuperação, mas a empresa já está numa trajetória de lucros líquidos contábeis, revertendo períodos de prejuízos trimestrais e anuais.”

Já Pedro Galdi, analista da Mirae Asset Wealth Management, disse que “o lucro ficou um pouco abaixo da nossa expectativa de R$ 20 bilhões para o trimestre, mas os investidores vão gostar dos números e deverão refletir positivamente sobre o preço da ação por essa informação”.

‘Bom desempenho financeiro’

Na carta de apresentação do balanço no segundo trimestre, a estatal classificou o resultado como “bom desempenho financeiro”. “Estamos muito confiantes de que a implementação criteriosa de nossa agenda possui capacidade para eliminar no futuro a diferença do desempenho que nos separa das melhores companhias globais de petróleo e criar substancial valor para nossos acionistas”, escreveu a companhia. O documento, pela primeira vez, trouxe uma fotografia do caixa e da operação no trimestre atrelado a metas para o futuro.

Por conta do alto endividamento, de US$ 83,7 bilhões, a empresa continuará vendendo ativos. A perspectiva é de redução da dívida no terceiro trimestre. A Petrobrás sinalizou também que vai investir menos. O orçamento de US$ 16 bilhões foi revisto para um intervalo de US$ 10 bilhões a US$ 11 bilhões. Esses valores, no entanto, não incluem os gastos que a petroleira deve ter com a compra de áreas nos leilões deste ano.

No trimestre, os investimentos somaram US$ 2,6 bilhões, queda de 17,6% na comparação com igual período do ano anterior. Segundo a empresa, os recursos foram concentrados sobretudo no desenvolvimento de novos campos de petróleo no polo pré-sal da Bacia de Santos e na manutenção da produção nos campos maduros. Na comparação anual, entretanto, os investimentos recuaram 21,6% no setor.

ESTADÃO CONTEÚDO

Comments

PRESOS SEM PRAZO: Justiça impõe preventiva a suspeitos de ataque hacker

A Justiça Federal do Distrito Federal (DF) decidiu que os suspeitos de hackear autoridades devem permanecer presos por tempo indefinido. A prisão preventiva foi determinada pelo juiz Ricardo Leite na noite desta quinta-feira, 1º, no limite do prazo para a prisão temporária. A decisão foi tomada a pedido da Polícia Federal. O Ministério Público Federal deu parecer favorável ao requerimento da PF.

O grupo formado por Walter Delgatti Neto, Gustavo Henrique Santos, Suelen Priscila Oliveira e Danilo Marques está preso desde o dia 23 de julho, sob suspeita de hacker os celulares do ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública), do procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal na Operação Lava Jato no Paraná, e de até mil autoridades dos três Poderes.

Ricardo Leite, responsável pela Operação Spoofing, voltou de férias nesta quinta, 1. As decisões até a véspera haviam sido tomadas pelo juiz Vallisney Oliveira, em substituição. Na sexta, 27, Vallisney havia prorrogado por mais cinco dias a temporária dos quatro investigados.

Na sequência da investigação, a PF busca identificar pagamentos ao grupo, supostamente liderado por ‘Vermelho’. Na residência do ‘DJ Guga’, os federais apreenderam R$ 99 mil em dinheiro vivo. Os federais rastreiam movimentações bancárias e em criptomoedas dos investigados.

‘Vermelho’ confessou à Polícia Federal que hackeou Moro e Deltan e centenas de procuradores, juízes e delegados federais, além de jornalistas. Ele acumula processos por estelionato, falsificação de documentos e furto. Apesar da confissão, o magistrado considerou que há ‘incongruências’ a serem esclarecidas.

O juiz anota a necessidade de apurar a ‘motivação de Walter Delgatti Neto ao repassar informações sigilosas ao sítio eletrônico Intercept, e se recebeu alguma quantia em pagamento’

“O investigado afirma ter agido sozinho e não ter recebido nenhuma vantagem em troca das mensagens capturadas das contas do Telegram de suas vítimas. Ocorre que, dos novos elementos probatórios trazidos pela autoridade policial, da análise dos computadores e discos rígidos arrecadados na residência de Walter Delgatti Neto, laudo pericial atestou a realização de de 5.812 ligações suspeitas no sistema da BRVOZ que tiveram como alvo 1162 números distintos, o que revela a possível atuação de outras pessoas juntamente com Walter”, afirma o juiz.

Para manter presos os demais nomes, além de ‘Vermelho’, o juiz fundamentou principalmente nas suspeitas de que cometeram crimes como fraudes bancárias. “Foram encontradas mensagens nos aparelhos celulares apreendidos na residência de Suelen Priscila de Oliveira e Gustavo Henrique Elias Santos, evidenciando que Suelen tinha conhecimento e praticava fraudes bancarias”.

O juiz Ricardo Leite frisou que não se comprovou a origem lícita da quantia de R$ 99 mil em espécie apreendida com o casal. “Há diversas lacunas que não foram esclarecidas com a origem do montante de R$ 99 mil encontrados na residência de Gustavo e de Suelen”.

O magistrado ainda quer saber  em ‘que constituiu a participação de Danilo já que surgiram fortes indícios de que tinha total conhecimento da prática delitiva, desconstituindo as suas declarações perante a polícia de que agiu em razão de amizade que tinha com Walter’. “Além disso, o próprio Walter Delgatti declarou sua habilidade em informática, sendo que solto poderá destruir provas”.

“Dessa forma, demonstrada a gravidade do delito e a periculosidade dos investigados que possivelmente formam uma organização criminosa para a prática de crimes, é indiscutível que a prisão preventiva deve ser decretada”, escreveu.

Desde junho, Moro é alvo de divulgação de diálogos a ele atribuídos com o procurador, pelo site The Intercept. O site afirmou que recebeu de fonte anônima o material, mas não revelou a origem.

A periculosidade evidenciada pelos custodiados na invasão de aparelhos de diversas autoridades públicas; a utilização de transações em bitcoins, conduta que dificulta o rastreamento de valores movimentados; a impossibilidade de monitoramento real das atividades dos investigados, se colocados em liberdade, além da falta de detalhamento da extensão desta possível organização criminosa, indicam o encarceramento como única forma de estancar qualquer continuidade delitiva ulterior dos investigados.

ESTADÃO CONTEÚDO

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

Por G1

 

Fux proíbe a destruição e pede cópia dos dados que hackers roubaram dos celulares de autoridades. Também no STF, Moraes suspende uma investigação da Receita que atinge outros ministros e Barroso dá 15 dias para Bolsonaro explicar, se quiser, a declaração sobre a morte do pai do presidente da OAB. Fernando Santa Cruz desapareceu na ditadura. O governo troca 4 dos 7 integrantes da comissão que trata de mortos e desaparecidos no regime militar. Um acordo sobre a venda de energia da usina de Itaipu é anulado para esfriar a crise política no Paraguai. No futebol, o São Paulo fecha a contratação de Daniel Alves.

INTERNACIONAIS

Reforço de peso

daniel alves, psg, bayern de munique — Foto: ReutersDaniel alves, psg, bayern de munique — Foto: Reuters

Daniel Alves é do São Paulo. O lateral-direito, de 36 anos, vai assinar contrato por três temporadas. Sem clube desde o fim do vínculo com o PSG, em julho, o atleta multicampeão aceitou o projeto a longo prazo oferecido pelo São Paulo, que visa colocá-lo na Copa de 2022, no Catar.

NACIONAIS

Ataque hacker

O ministro do STF Luiz Fux proibiu a destruição das mensagens obtidas pelos hackers suspeitos de invadir celulares de autoridades dos três poderes, e pediu um cópia do material, além da íntegra do inquérito da Operação Spoofing. Ele atendeu pedido de liminar feito pelo PDT, para impedir destruição de conversas.

Investigação da Receita

Alexandre de Moraes suspendeu a apuração da Receita que atinge ministros do STF, incluindo Gilmar Mendes e a mulher do presidente da Corte, Dias Toffoli. O ministro viu ilegalidades após suspeita de quebra de sigilo, e também mandou afastar dois servidores da Receita. O inquérito, do qual Moraes é relator, foi aberto para apurar ofensas ao Supremo.

Terras indígenas

O STF também manteve a demarcação de terras indígenas com a Funai, e não com o Ministério da Agricultura, como queria o governo Bolsonaro. A decisão suspende trecho de medida provisória, alegando que o presidente não poderia ter assinado a mudança porque o Congresso já havia rejeitado proposta semelhante.

Desparecido na ditadura

Outra decisão que saiu do STF hoje envolve a declaração de Bolsonaro sobre o desaparecimento de Fernando Santa Cruz, pai do presidente da OAB. O ministro Barroso deu 15 dias para o presidente dar explicações sobre a morte do pai de Felipe Santa Cruz na ditadura.

Ainda o regime militar

Mais cedo, Bolsonaro substituiu 4 dos 7 integrantes da Comissão sobre Mortos e Desaparecidos Políticos na ditadura, e pôs militares e integrantes do PSL no colegiado.

A mudança ocorreu uma semana após a comissão declarar que a morte do pai do presidente da OAB foi provocada pelo Estado. Sem apresentar provas, Bolsonaro disse que Fernando Santa Cruz Oliveira foi morto pelo grupo de esquerda do qual fazia parte.

Ao justificar as trocas, o presidente disse que agora o governo é de direita.

Desmatamento

Jair Bolsonaro o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles — Foto: REUTERS/Adriano MachadoJair Bolsonaro o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles — Foto: REUTERS/Adriano Machado

O governo voltou a questionar os dados de desmatamento divulgados pelo Inpe, que mostram um aumento em 1 ano de 212% na área devastada, até 26 de julho.

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, chamou os dados de ‘falsos’ e afirmou que mesmo que o governo considerasse os dados corretos, seria conveniente tratar as informações internamente para não alardear.

Crise no Paraguai

O Paraguai cancelou o acordo energético assinado há pouco mais de 2 meses com o Brasil sobre o uso da usina hidrelétrica de Itaipu. Na prática, o país vizinho pagaria mais pela energia comprada da usina binacional. O recuo paraguaio conteve uma crise política depois que a oposição ameaçou entrar com um pedido de impeachment contra o presidente Mario Abdo.

Novo ‘Mais Médicos’

O governo criou o programa Médicos pelo Brasil, que vai substituir o Mais Médicos. 18 mil vagas serão oferecidas com salários de até R$ 31 mil. MP enviada ao Congresso prevê 2 anos de especialização para os profissionais e contratação pela CLT. Veja as diferenças.

Venda de bebês venezuelanos

Avó venezuelana denuncia assédio para vender neta de 2 anos

Avó venezuelana denuncia assédio para vender neta de 2 anos

Jovens mães e grávidas venezuelanas que chegam ao Brasil fugindo da crise denunciam que vêm sofrendo assédio de pessoas interessadas em comprar seus filhos. O G1 ouviu relatos de 3 mulheres que vivem em situação de rua em Boa Vista (RR), e elas dizem que as ofertas variam entre R$ 200 e R$ 6 mil por criança. A PF investiga.

Também teve isso…

Mico-dos-munduruku é espécie exclusiva da região sul da Amazônia — Foto: Stephen NashMico-dos-munduruku é espécie exclusiva da região sul da Amazônia — Foto: Stephen Nash

Fonte: G1

 

Por Blog do BG

Lava Jato: Deltan nunca pediu investigação de ministros do STF

A força-tarefa de procuradores que atuam na Operação Lava Jato em Curitiba afirmou hoje (1º) que o procurador Deltan Dallagnol nunca pediu para a Receita Federal investigar ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) ou seus familiares.

Em nota divulgada à imprensa, a força-tarefa disse que as informações que surgiram durante as investigações sobre pessoas que têm foro privilegiado foram encaminhadas à Procuradoria-Geral da República (PGR) por meio de devida formalização.

“As investigações realizadas pelos integrantes da força-tarefa sempre foram restritas ao escopo de suas competências perante a 13ª Vara Federal, na 1ª instância do Judiciário. As informações sobre detentores de foro privilegiado que chegaram ao grupo sempre foram repassadas à Procuradoria-Geral da República, como determina a lei. Algumas dessas informações chegaram à força-tarefa porque ela desempenha o papel de auxiliar da PGR na elaboração de acordos, mas nunca por causa de investigações”, diz a nota.

A manifestação foi motivada por novas supostas conversas envolvendo o procurador. Em sua publicação mais recente, nesta quinta-feira (1º), o jornal Folha de S.Paulo e o site Intercept Brasil divulgaram mensagens em que o coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, estaria estimulando a força-tarefa a investigar ministros do Supremo, entre eles Gilmar Mendes e o presidente da Corte, Dias Toffoli, por meio de informações da Receita Federal. A iniciativa abarcaria ainda as esposas dos ministros.

Os procuradores também afirmaram que não reconhecem as conversas divulgadas pelo site e que as mensagens “têm sido usadas, de forma editada ou fora de contexto, para embasar acusações e intrigas que não correspondem à realidade”.

Comments

Deputados do PT pedem que CNMP afaste Dallagnol da “lava jato”

Os deputados do PT Gleisi Hoffmann (PR), Paulo Pimenta (RS) e Paulo Teixeira (SP) pediram que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) afaste o procurador Deltan Dallagnol da operação “lava jato”.

A representação disciplinar foi protocolada nesta quinta-feira (1º/8), depois que o jornal Folha de S. Paulo mostrou que Deltan Dallagnol tentou envolver o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, aos casos de corrupção alvos da operação. As informações foram divulgadas nesta quinta, em parceria com o site The Intercept Brasil.

Citando trechos dos diálogos divulgados, os deputados afirmam que a postura de Dallagnol desonra a instituição à qual ele pertence. “Os diálogos revelados são estarrecedores, desmonstram a violação sistemática da Constituição Federal”, dizem.

A representação diz que Dallagnol “atuou de modo inconstitucional, extrapolando os limites do poder de atuação do Ministério Público Federal”. Os deputados apontam ainda a Lei Orgânica do Ministério Público, que estabelece que os membros devem observar as normas que regem seu exercício e velar por suas prerrogativas institucionais e processuais.

Eles pedem para que seja aberta uma investigação e de processo administrativo disciplinar contra Dallagnol, além de apurar os fatos narrados pela reportagem e aplicação de penalidade. “Como membro do Ministério Público o Reclamado deveria manter uma ilibada conduta pública e particular. O reclamado agride diversos dispositivos legais, ofende a própria instituição do Ministério Público”, sustentam os parlamentares.

Consultor Jurídico

Comments

Marco Aurélio diz ser inconcebível procurador de 1ª instância investigar ministro do STF

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) reagiram às revelações do jornal “Folha de S.Paulo” e do site “The Intercept Brasil” de que o procurador Deltan Dallagnol , da força-tarefa da Operação Lava-Jato , incentivou investigações acerca das finanças do presidente da Corte, Dias Toffoli . Ministros do STF não podem ser investigados por procuradores de primeira instância, mas apenas pela Procuradoria-Geral da República.

Confira a matéria na íntegra no Justica Potiguar…

Marco Aurélio diz ser inconcebível procurador de 1ª instância investigar ministro do STF

Comments

PF prende homem que fabricava dinheiro falso e vendia por aplicativo de celular

A Polícia Federal no Paraná prendeu nesta quinta-feira, 1, um homem que fabricava cédulas falsas na cidade de Arapongas, distante 381 quilômetros de Curitiba. O dinheiro falso era vendido por meio de um aplicativo de mensagens.

O investigado já havia sido preso em flagrante pelo mesmo crime em 2018. No entanto, segundo investigações da PF, ‘continuou realizando a prática criminosa após ter sido posto em liberdade’.

A PF encontrou com o suspeito estojos de estiletes, réguas específicas, bases para corte das cédulas, impressora de alta resolução e cédulas parcialmente falsificadas. Ainda, a Polícia encontrou comprovantes de remessa de notas falsas para compradores finais.

Após ser interrogado, o indiciado foi encaminhado para o presídio de Londrina, também no Paraná, onde permanecerá à disposição da Justiça Federal. Ele responderá pelo crime de moeda falsa e poderá ser condenado a até 12 anos de reclusão.

Estadão Conteúdo

LOCAIS

Projeto da UERN em Natal vai empoderar meninas para seguirem carreiras nas ciências

Ainda há vagas, então interessadas podem ir neste sábado (03) assistir à palestra de abertura e fazer inscrição no projeto

Neste sábado (03), começa no Campus Natal da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, o projeto de extensão Maria Bonita nas Ciências, pensado para incentivar meninas do ensino médio de escolas públicas da zona Norte da capital a ingressar em graduações nas áreas de ciências, principalmente em cursos voltados para tecnologia, como os oferecidos pela UERN em Natal: Ciência da Computação e Ciência & Tecnologia.

A ideia do projeto não é recente. Desde 2011, a Sociedade Brasileira de Computação incentiva essas iniciativas durante seus congressos nacionais anuais com o evento Women in Information Technology (WIT), no qual as participantes discutem assuntos relacionados a questões de gênero na área da Tecnologia de Informação (TI) no Brasil – histórias de sucesso, políticas de incentivo e formas de engajamento e atração de jovens, especialmente mulheres, para as carreiras associadas à TI.

A abertura do projeto será com uma palestra sobre “Ser mulher na contemporaneidade: a dor e a delícia de ser o que é”, ministrada pela vereadora em Natal, Maria Divaneide Basílio, que doutora em Ciências Sociais pela UFRN, às 9h, no Campus de Natal, localizado na Av. Dr. João Medeiros Filho, 3419, Potengi.

A coordenadora do projeto, professora Glaucia Melissa Medeiros Campos contou que visitou três escolas da zona Norte de Natal com ensino médio: Escola Estadual Dulce Wanderley, na Redinha; Escola Estadual Peregrino Júnior, no Conjunto Santa Catarina, e Escola Estadual Professor Josino Macedo, no Potengi, reunindo cerca de 60 meninas interessadas em participar das aulas e oficinas, que ocorrerão todos os sábados até novembro. Ainda há vagas, então interessadas podem ir neste sábado (03) assistir à palestra de abertura e fazer inscrição no projeto.

Nas atividades semanais, as participantes assistirão palestras e mesas redondas temáticas com profissionais de diversas áreas das Ciências, além de exibição de filmes sobre histórias de sucesso de mulheres nas ciências. O projeto também vai oferecer cursos de programação; fotografia e sobre como ganhar dinheiro utilizando redes sociais; bem como sobre redação de textos argumentativos. “Queremos empoderar, incentivar, fazer com que elas se sintam capazes e despertar o interesse delas, além de oferecer conhecimentos básicos para o futuro”, explica a coordenadora.

As meninas serão incentivadas a seguir carreira nas áreas da Ciência, Tecnologia e Matemática (conhecido como STEM, da sigla em inglês para science, technology, engineering and mathematics), sendo que o projeto tem como maior ênfase os cursos direcionados para Informática.

Segundo a professora Glaucia, iniciativas como o Maria Bonita nas Ciências são necessárias porque existem muitas dificuldades peculiares às mulheres nas carreiras das áreas tecnológicas. “A associação entre tecnologia e masculinidade distancia as meninas da Informática desde cedo, quando lhes são oferecidas bonecas e casinhas, e aos meninos carros com controle remoto e videogames. As mulheres sofrem preconceitos de amigos, colegas de sala e de trabalho ao fazer escolhas atreladas ao universo masculino, sendo que algumas delas ainda tem a sua sexualidade questionada. A sociedade pensa e define o conceito de mulher ou homem de acordo com o desenvolvimento de suas habilidades e competências. De acordo com essa percepção, a mulher tem uma habilidade mais natural para atividades que exigem atenção e afeto, mas não racionalidade, ao contrário dos homens. Muitas mulheres desistem da graduação por serem as únicas dentro da turma. As conversas e o machismo típico da nossa sociedade bombardeiam diariamente essas mulheres com mensagens que atacam a autoestima. Dentro das empresas, as mulheres sofrem com salários mais baixos, mesmo exercendo atividades semelhantes as de seus colegas. Também existem relatos de mulheres que sofrem assédio sexual”, elenca.

Para mais informações veja o Instagram: @maria.bonita.nas.ciencias

Fonte: Blog do BG

 

Por G1 RN

 

Estudantes do IFRN desenvolvem projeto para recuperação de pacientes de AVC — Foto: Divulgação

Estudantes do IFRN desenvolvem projeto para recuperação de pacientes de AVC — Foto: Divulgação

Estudantes do município de Santa Cruz, no interior do Rio Grande do Norte, desenvolveram um equipamento que ajuda na reabilitação de pessoas que sofreram Acidente Vascular Cerebral (AVC). O equipamento é uma ferramenta fisioterapêutica chamada “Player Feedback”, que trabalha através de estímulos às partes motoras e cognitivas.

Esse tipo de recuperação é importante, já que, após o AVC, o paciente sofre de hemiparesia – que deixa um dos lados do corpo paralisado. Os jovens envolvidos no projeto de pesquisa são estudantes do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) em uma atividade que tem parceria com a Faculdade de Ciências da Saúde da UFRN.

A ferramenta funciona pela “gameficação”, uma espécie de jogo em que o paciente acompanha sua evolução através de uma pontuação – que tem o objetivo de tornar o equipamento estimulante e atrativo. Uma das funções do processo é quantificar o tempo de resposta do paciente ao estímulo visual, para propiciar um tratamento de fisioterapia dinâmico, com precisão na geração de dados e evolução do quadro clínico do paciente.

O equipamento é feito em MDF (painel uniforme) e conta com cinco circuitos de LED. A intenção é que o MDF seja substituído por acrílico no futuro.

“Passamos a entender coisas novas, aprender sobre o AVC e em como podemos ajudar a medicina com a tecnologia”, relatou a estudante Adriely Nunes, que está ao lado dos jovens Hudson Andrade e Jamili Medeiros no projeto – todos são estudantes de informática e fazem o projeto coordenado pelo professor Paulo Augusto de Lima Filho.

O professor Rodrigo Barreto, um dos pesquisadores envolvidos, avalia como importante o projeto para desenvolvimento da região e também prestação de serviço. “É muito importante desenvolver esses projetos de parceria para estimular o desenvolvimento da região, além de propiciar o amadurecimento do aluno no aprender, na busca científica e na prática da pesquisa”,

O projeto tem a intenção de construir dois equipamento completos – um ficará na UFRN e outro no IFRN de Santa Cruz, para estudos mais detalhados.

Fonte: G1 RN

Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

Por G1

 

O presidente da OAB cobra explicações de Bolsonaro no STF sobre a morte de seu pai na ditadura. O presidente também foi intimado a explicar a indicação do filho Eduardo para a embaixada dos EUA. A taxa básica de juros cai para 6% no Brasil. Corte também nos juros americanos, pela 1ª vez em 11 anos. Desemprego cai pela 3ª vez. O ‘doleiro dos doleiros’ é preso em SP. Detentos envolvidos no massacre de Altamira são mortos dentro de caminhão durante transferência para Belém. E Tite volta à lista da Fifa de melhores técnicos do ano.

INTERNACIONAIS

Melhores da Fifa

Tite protege seu time e nunca atribui a derrota a algum jogador em específico. — Foto: Silvia Izquierdo/APTite protege seu time e nunca atribui a derrota a algum jogador em específico. — Foto: Silvia Izquierdo/AP

A lista de melhores do ano da Fifa só tem um brasileiro entre os concorrentes. Tite voltou a entrar para o Top 10 dos técnicos. O treinador da Seleção concorre com quatro técnicos de seleções e cinco de clubes do futebol internacional.

Neymar ficou fora de novo entre os jogadores. Recordista de prêmios, Marta não entrou na lista de 12 candidatas.

Brasil no Pan

Arthur Nory e Chico Barreto — Foto: Ricardo Bufolin / CBGArthur Nory e Chico Barreto — Foto: Ricardo Bufolin / CBG

Os ginastas brasileiros Chico Barreto e Arthur Nory fizeram dobradinho com ouro e prata na barra fixa, nos Jogos Pan-Americanos. O país ainda foi ao pódio com Caio Souza (prata nas barras paralelas) e Flávia Saraiva (bronze no solo) e terminou a competição com 11 medalhas.

NACIONAIS

Bolsonaro e a ditadura

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, pediu oficialmente ao STF que Bolsonaro preste esclarecimentos sobre a morte de seu pai, Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira, durante o regime militar.

A interpelação quer que Bolsonaro dê explicações sobre a afirmação feita por ele esta semana de que “um dia” contaria como o pai de Santa Cruz desapareceu na ditadura.

O presidente da OAB quer saber se Bolsanaro realmente sabe como, onde, os nomes das pessoas que causaram o desaparecimento o assassinato de Fernando Santa Cruz. Se sim, como o presidente obteve e comprova as informações, e por que não denunciou ou mandou apurar o caso.

Bolsonaro ainda será notificado, e não é obrigado a responder às perguntas. Nessa caso, o presidente da OAB é informado e caberá a ele decidir se entra ou não com ação por crime de injúria, calúnia ou difamação.

Embaixada nos EUA

A Justiça Federal na Bahia intimou Bolsonaro a explicar a indicação do filho Eduardo para a embaixada do Brasil em Washington. A ação foi movida pelo deputado Jorge Solla (PT), e o presidente tem 5 dias para se manifestar.

Ontem, o presidente americano Donald Trump elogiou a sugestão de Bolsonaro para o cargo e disse estar feliz com o nome de Eduardo Bolsonaro. O presidente dos EUA também disse que a indicação não seria nepotismo.

A indicação já foi submetida pelo Itamaraty, mas ainda depende de uma resposta oficial dos EUA. Depois disso, Eduardo precisa ser sabatinado no Senado.

Ataque hacker

Danilo Cristiano Marques — Foto: Reprodução/TV GloboDanilo Cristiano Marques — Foto: Reprodução/TV Globo

A PF desistiu do pedido de liberdade para Danilo Marques, um dos presos suspeitos de hackear celular de autoridades. O recuo aconteceu após surgirem indícios de que Danilo sabia que Walter Delgatti Neto estava hackeando contas do aplicativo Telegram. O juiz federal Vallisney de Oliveira decidiu manter Danilo preso, por pelo menos mais um dia.

‘Doleiro dos doleiros’

Dario Messer logo após ser preso na tarde desta quarta-feira (31) em São Paulo — Foto: DivulgaçãoDario Messer logo após ser preso na tarde desta quarta-feira (31) em São Paulo — Foto: Divulgação

Dario Messer, conhecido como ‘doleiro dos doleiros’, foi preso pela Polícia Federal em São Paulo. Ele estava foragido desde maio de 2018, e foi encontrado na casa de uma amiga nos Jardins. Segundo as investigações, Messer atuava em supostos serviços de lavagem de dinheiro prestados ao ex-governador do RJ, Sérgio Cabral.

Propina em cervejaria

A Lava Jato procura Walter Faria, presidente do Grupo Petrópolis, da marca de cerveja Itaipava. Ele é investigado na Operação Rock Citypor lavagem de dinheiro e pagamento de propina em nome da Odebrecht. Outros três suspeitos foram presos.

Corte nos juros

O Banco Central reduziu de 6,5% para 6% a taxa básica de juros ao ano, após 16 meses de estabilidade. A inflação em ‘níveis mais baixos’ justificou a decisão do Copom. Segundo BC também há melhora no cenário econômico. A taxa é a mais baixa em 33 anos.

Nos EUA, o Fed também cortou os juros, após 11 anos. Por lá, a taxa vai ficar entre 2% a 2,25%. A decisão do BC americano marca o fim de uma era de aumentos no custo do crédito em meio a uma desaceleração econômica global e à incerteza gerada pela guerra comercial entre EUA e China.

Queda no desemprego

No trimestre encerrado em junho, a taxa de desemprego caiu para 12%, atingindo 12,8 milhões de pessoas. É a 3ª queda na comparação com o mês anterior, e representa recuo também em relação ao primeiro trimestre do ano.

O número de desempregados, porém, sobe para mais de 28 milhões quando se acrescentam os que desistiram de procurar emprego e os que trabalham menos horas do que gostariam.

Massacre em Altamira

Presos de Altamira são mortos dentro de caminhão durante transferência para Belém — Foto: Adriano Baracho / TV LiberalPresos de Altamira são mortos dentro de caminhão durante transferência para Belém — Foto: Adriano Baracho / TV Liberal

Quatro detentos envolvidos no massacre que matou 58 em presídio de Altamira (PA) foram mortos dentro do caminhão que fazia a transferência de presos para Belém. Eles pertenciam à facção que começou a briga e atacou rivais em prisão.

Massacre no presídio de Altamira — Foto: Arte/G1Massacre no presídio de Altamira — Foto: Arte/G1

Também teve isso…

FIV 1 — Foto: Science Photo Library / AFP PhotoFIV 1 — Foto: Science Photo Library / AFP Photo

Fonte: G1

 

Por Blog do BG

Bolsonaro ‘escapa’ do crime de responsabilidade na petição da OAB no STF

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil 

Embora o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, tenha julgado que as declarações de Jair Bolsonaro sobre o desaparecimento de seu pai na ditadura pudessem ser enquadradas no crime de responsabilidade — a bola foi cantada, mas ninguém abraçou a ideia no Congresso –, essa ponderação não consta na petição assinada por todos os ex-presidentes vivos da OAB que foi entregue ao STF.

No texto, eles pedem ao Supremo que Bolsonaro revele o que sabe sobre o caso do desaparecimento do pai de Santa Cruz, sem qualquer argumento que dê margem a um pedido de impeachment.

Veja

Comments

Barroso será relator de interpelação de Santa Cruz contra Bolsonaro

Foto: Sérgio Lima/Poder 360 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso foi sorteado como relator da ação protocolada pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, que pede esclarecimentos do presidente Jair Bolsonaro sobre as declarações que deu na última segunda-feira sobre a morte de seu pai, Fernando Santa Cruz, ocorrida durante a ditadura militar.

Na segunda-feira 29, Bolsonaro disse que poderia “contar a verdade” sobre como Fernando Santa Cruz desapareceu na ditadura militar. “Um dia, se o presidente da OAB quiser saber como é que o pai dele desapareceu no período militar, eu conto pra ele. Ele não vai querer ouvir a verdade”, disse.

Bolsonaro também afirmou que Fernando participou da luta armada e que suas conclusões foram tiradas com base em sua “vivência”. “Conto pra ele. Não é minha versão. É que a minha vivência me fez chegar nas conclusões naquele momento. O pai dele integrou a Ação Popular, o grupo mais sanguinário e violento da guerrilha lá de Pernambuco e veio desaparecer no Rio de Janeiro”, afirmou em coletiva de imprensa. Segundo documentado pela Comissão Nacional da Verdade, Fernando não participou da luta armada.

Veja

Comments

Juiz federal dá cinco dias para Bolsonaro explicar indicação de filho para embaixada

O juiz federal André Jackson de Holanda, da 1ª Vara Federal Cível da Bahia, determinou que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) apresente explicações, em um prazo de cinco dias, sobre a indicação de seu filho Eduardo Bolsonaro para o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

O despacho do juiz foi em resposta a uma ação popular protocolada pelo deputado federal Jorge Solla (PT-BA), na qual o parlamentar pede uma decisão liminar suspendendo a nomeação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada. Antes de decidir sobre o pedido, o juiz pediu que Bolsonaro e seu filho Eduardo se manifestem a respeito dos fatos descritos na ação. Seu despacho é do dia 29 de julho, mas o prazo só começa a correr a partir da intimação dos dois alvos da ação.

Na ação, Solla argumenta que a nomeação viola os princípios constitucionais da impessoalidade e da moralidade e diz que o filho do presidente não cumpre os requisitos legais para a indicação ao cargo, que são ter “reconhecido mérito e com relevantes serviços prestados ao país”.

O Globo

Comments

Ato de desagravo da ABI em favor de Greenwald mente, diz jornal

O texto abaixo foi de autoria do jornalista José Nêumanne, publicado em O Estado de S.Paulo na noite desta quarta-feira (31). O Blog reproduz…

A Associação Brasileira de Imprensa fez um ato em sua sede no Rio denunciando ameaças contra o advogado americano que se passa por jornalista Glenn Greenwald e as fontes ditas “anônimas” que lhe repassaram supostas mensagens divulgadas pelo site The Intercept Brasil para desmoralizar Sergio Moro, Deltan Dalolagnol e a Operação Lava Jato. Mas os pressupostos de censura e ameaça a fontes mantidas em sigilo faltam com a verdade.

Não há ameaça à plena liberdade de imprensa e a eventuais fornecedores do material, não existem, a não ser do ponto de vista penal, pois os “arararraquers”, que dizem ter entregado mensagens clonadas de celulares de 976 autoridades dos três poderes, jornalistas e policiais, confessaram seu crime a agentes da Operação Spoofing da PF. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Comments

Mesmo com queda na Selic, poupança continua mais vantajosa que fundos de renda fixa

A poupança mantém sua vantagem em relação aos fundos de renda fixa mesmo com o corte da taxa básica de juros anunciado nesta quarta-feira (31) pelo Banco Central. A Selic, agora em 6%, torna o investimento mais vantajoso que fundos com taxa de administração de maior que 1% no com prazo de resgate de até um ano.

Segundo a Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade), agora, as modalidades empatam em desempenho em dois casos: quando a taxa de administração do fundo for de 1% em um prazo de resgate de até seis meses e quando a taxa for de 1,5% e o resgate acontecer entre um e dois anos.

Pelas contas da associação, os fundos de investimentos tem um rendimento superior às contas da poupança apenas quando suas taxas de administração são de até 1% ao ano para prazos superiores a seis meses, ou quando o prazo de resgate é superior a dois anos com uma taxa anual de até 1,5%.

A queda no rendimento da poupança com a redução do juros, segundo a Anefac, é de apenas 0,03 ponto percentual em relação ao mês de junho, com a Selic a 6,5%.

Com a nova taxa básica de juros, o rendimento mensal da poupança fica em 0,34% ao mês. Este percentual é proporcional ao rendimento anual de 70% da Selic mais a taxa referencial (TR) que, no momento, é zero.

“As cadernetas de poupança, mesmo com a redução da Selic, continuam se destacando frente aos fundos de renda fixa pelo fato que não pagam imposto de renda nem taxas de administração”, afirma Miguel José Ribeiro de Oliveira, diretor executivo de estudos e pesquisas econômicas da Anefac.

Segundo Oliveira, as aplicações em CDB (Certificados de Depósito Bancário) são mais vantajosas que a poupança apenas com rendimento acima de 85% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário) por conta da incidência do imposto de renda.

Folhapress

Comments

Bolsonaro: todos devem estar atentos a “armadilhas” em acordo com UE

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (31) estar preocupado com possíveis “armadilhas” no acordo comercial do Mercosul com a União Europeia, que possam prejudicar um futuro acordo com os Estados Unidos. A declaração foi dada a jornalistas após o presidente se reunir, no Palácio do Planalto, com o secretário de comércio norte-americano, Wilbur Ross, que cumpre agenda oficial no Brasil.

“Todo mundo está preocupado com algumas armadilhas, todo mundo preocupado com isso aí, que você talvez possa, no acordo [União Europeia] com Mercosul, ter algum problema ao assinar um acordo com EUA. Isso vai em cima até numa questão de inteligência, todo mundo tem que se preocupar com isso daí, tem que saber se porventura há armadilhas ou se não há. A gente parte do princípio não há”, afirmou. Pouco antes, o presidente também participou da cerimônia de troca da Grande Guarda Presidencial, na sede do Poder Executivo.

Em evento realizado ontem (30), na Câmara Americana de Comércio (Amcham), em São Paulo, Wilbur Ross argumentou que há diferenças entre as exigências para comércio com a União Europeia e com os Estados Unidos. Nesse caso, parâmetros e padrões relacionados a diversos setores econômicos, bem como indicadores e regulação sanitária, por exemplo, poderiam travar um eventual acordo com o Brasil, já que o país pode ter aderido aos padrões europeus no acordo fechado recentemente entre o Mercosul e a União Europeia. Ele deixou claro que há interesse dos EUA em estabelecer livre comércio com o Brasil, mas pediu cuidado para que o país “não caia em armadilhas” que dificultem um acordo futuro com os americanos.

“Nós temos diferenças com a Comissão Europeia em alimentos, químicos, automóveis, farmacêuticos, em todo tipo de setor. A gente também tem problemas com a visão deles em indicadores geográficos de alimentos e em um monte de regulações sanitárias e fitossanitárias. Então, o que quero advertir é que, por favor, tenham cuidado para não caírem em armadilhas [regulatórias] que sejam inconsistentes com o acordo de livre comércio conosco”, disse, sem dar detalhes.

Bolsonaro classificou a reunião com Ross em Brasília como “excelente” e avaliou que as relações comerciais entre Brasil e Estados Unidos estão aquém do potencial. “Acho que nosso comércio, dois países que tem juntos mais de 500 milhões de habitantes, é muito fraco”, afirmou. Os EUA são o segundo maior parceiro comercial do Brasil, atrás apenas da China. Em 2018, as exportações de produtos brasileiros aos país norte-americano representou cerca de 12% do total, somando US$ 28,7 bilhões.

Entre os principais produtos exportados estão aviões, óleos brutos de petróleo e produtos semimanufaturados de ferro e aço. O Brasil importa principalmente combustível refinado, como gasolina e óleo diesel.

Crise no Paraguai

Bolsonaro também foi questionado por jornalistas sobre a crise política desencadeada no Paraguai, após a revelação da ata de um acordo entre o Brasil e o país vizinho, voltado para a compra de energia elétrica produzida pela Usina de Itaipu. O caso, que resultou na renúncia do chanceler Luis Castiglioni e do embaixador paraguaio no Brasil Hugo Caballero, aumentou a pressão sobre o presidente Mário Abdo Benítez, que corre o risco de sofrer um processo de impeachment.

“Sabe como é que funciona, lá é muito rápido o impeachment. Ontem eu conversei com o Silva e Luna, o presidente da parte brasileira de Itaipu. Estamos resolvendo este assunto. Pode deixar que o Marito vai ser reconhecido pelo bom trabalho que está fazendo no Paraguai”, disse Bolsonaro.

A polêmica envolvendo a ata do acordo, aprovada em maio, também causou as demissões do presidente da Administração Nacional de Eletricidade (Ande), Alcides Jiménez, e do diretor paraguaio de Itaipu, Alberto Alderete. As demissões foram anunciadas na última segunda-feira (29) pelo porta-voz da presidência do Paraguai, Hernán Hutteman, que disse terem sido aceitas pelo presidente Mario Abdo Benítez.

Pesou nas demissões a acusação de que a ata do acordo havia sido debatida e aprovada sem a devida transparência. Autoridades e congressistas afirmaram que o acordo negociado seria prejudicial ao Paraguai e que poderia causar um prejuízo de até US$ 300 milhões. O Congresso paraguaio aprovou essa semana um projeto para anular os termos da ata. O texto diz que o governo deve encarar toda negociação “com o Brasil sobre Itaipu na base da transparência, em particular da plena soberania hidrelétrica”. O projeto diz ainda que as negociações devem ocorrer com a ampla participação dos poderes do Estado. A decisão foi ratificada pelo presidente paraguaio. Com a revogação, o acordo volta a ser renegociado, no nível técnico, disse comunicado oficial da Presidência paraguaia.

Agência Brasil

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

Por G1

 

Taxa de infidelidade na Câmara. Levantamento do G1 mostra que deputados do PROS, PODEMOS e PSB são os que menos seguem orientações do partido nas votações em plenário. IBGE divulga os dados do desemprego no Brasil em junho. Após 16 meses do último corte, o BC pode voltar a reduzir hoje a taxa básica de juros. E vendem-se ‘beats’: entenda como funciona o mercado online que levou um rapper novato ao topo das paradas nos EUA.

INTERNACIONAIS

Exclusivo: as gangorras rosas

O arquiteto Ronald Rael brinca em uma das gangorras. — Foto: Reprodução/FacebookO arquiteto Ronald Rael brinca em uma das gangorras. — Foto: Reprodução/Facebook

Na terça-feira (30), crianças e adultos de Estados Unidos e México se reuniram em volta de um trecho da cerca que separa os dois países. O motivo: três gangorras rosas, montadas ali pela equipe do arquiteto Ronald Rael e da designer Virginia San Fratello.

As fotos e vídeos do momento, que durou 40 minutos, repercutiram nas redes sociais.

Leia entrevista exclusiva com o arquiteto, que explica também a razão de o brinquedo ser rosa..

“No vídeo, foi bem emocionante assistir, é muito comovente. Na hora, foi só muito divertido”, contou Rael, em entrevista ao G1. “Foi da forma que pretendíamos: um jeito de juntar as pessoas. Quando levaram a gangorra embora, “todo mundo queria que ficássemos mais tempo”, contou.

Vendem-se ‘Beats’!

Site americano BeatStars é a principal plataforma do mercado de venda de beats na internet — Foto: DivulgaçãoSite americano BeatStars é a principal plataforma do mercado de venda de beats na internet — Foto: Divulgação

Com apenas 20 anos, Lil Nas X conseguiu o inimaginável: se tornou mais popular que “Despacito”. Seu rap rural “Old town road” completou 17 semanas no topo da parada da “Billboard” americana, deixando para trás o megahit de Luis Fonsi e “One sweet day”, de Mariah Carey.

Mas ele não teria chegado lá sem os US$ 30 que gastou no mercado de venda online de beats, os sons que dão ritmo às músicas. O segmento cresce a muitas batidas por minuto, mas não é unanimidade entre produtores – especialmente no Brasil, onde funciona de modo bem mais informal. Entenda.

NACIONAIS

Infiéis e fiéis

Plenário da Câmara dos Deputados durante votação de destaques e emendas apresentadas ao texto-base da PEC da Previdência — Foto: Luis Macedo / Câmara dos DeputadosPlenário da Câmara dos Deputados durante votação de destaques e emendas apresentadas ao texto-base da PEC da Previdência — Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados

Deputados de PROS, PODE e PSB são os mais infiéis ou os que menos seguem orientações do partido em votações no plenário da Câmara. Os mais fiéis ao partido ou ao bloco partidário são filiados a Novo, PCdoB e PSOL. É o que aponta um levantamento do G1 com os dados de todas as votações nominais na Câmara de 1º de fevereiro a 12 de julho de 2019.

Contingenciamento

O governo detalhou o contingenciamento de R$ 1,44 bilhão em gastos no Orçamento de 2019 anunciado na semana passada. O bloqueio atinge, entre outros ministérios, R$ 619 milhões da Cidadania e R$ 348 milhões na Educação.

O bloqueio adicional na peça orçamentária, que se soma aos R$ 29,7 bilhões divulgados em março, tem por objetivo tentar cumprir a meta de déficit primário (despesas maiores do que receitas, sem contar as despesas com juros) do governo neste ano, de até R$ 139 bilhões.

Há possibilidade de o governo desbloquear esses recursos até o fim do ano, mas, para isso, depende do ingresso de receitas adicionais .

As três pastas que sofreram os maiores bloqueios são:

  • Ministério da Cidadania: R$ 619,16 milhões (42,9% do total de R$ 1,44 bilhão)
  • Ministério da Educação: R$ 348,47 milhões (24,1%)
  • Ministério da Economia: R$ 282,57 milhões (19,5%)

Desemprego

 — Foto: Divulgação— Foto: Divulgação

Saem hoje os dados de junho sobre o desemprego no Brasil. No trimestre encerrado em maio, a taxa de desemprego caiu para 12,3%, atingindo 13 milhões de pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Juros

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central deve retomar o processo de corte da taxa básica de juros, avalia grande parte dos economistas do mercado financeiro. A última redução da taxa Selic ocorreu em março de 2018 – ou seja, há mais de 16 meses.

Os analistas, porém, se dividem sobre a intensidade do corte. Uma parcela deles acredita em uma redução de 0,25 ponto percentual, com a taxa básica recuando dos atuais 6,5% para 6,25% ao ano. Outra parte prevê um corte maior, de 0,5 ponto percentual, para 6% ao ano.

Economia

Percepção sobre o desempenho da economia
Brasileiros se decepcionaram com o primeiro semestre
Pior que o esperado: 49Conforme o esperado: 37Melhor que o esperado: 13
Fonte: CNDL/SPC Brasil

O ano começou com expectativas positivas para o crescimento do Brasil e o brasileiro andou esperançoso. Mas praticamente metade dos consumidores se decepcionaram com o desempenho da economia no primeiro semestre.

Segundo levantamento antecipado ao G1, 44% dos brasileiros iniciaram 2019 com estimativas positivas. Seis meses depois, no entanto, só 13% avaliaram o desempenho como acima do esperado – outros 49% consideraram pior em relação à expectativa inicial.

Massacre no Pará

Sobe para 58 o número de mortos no massacre do presídio de Altamira

Sobe para 58 o número de mortos no massacre do presídio de Altamira

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) vai esvaziar dois presídios da região metropolitana de Belém, como ação preventiva, após o massacre que resultou na morte de 58 detentos no Centro de Recuperação Regional de Altamira. 866 presos, sendo 226 de uma e 540 de outra unidade, serão removidos.

Educação

As escolas da rede federal de ensino são as que apresentam as melhores condições de infraestrutura do país, segundo um estudo divulgado pela Unesco, a organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. As redes municipais são as que têm o indicador mais baixo de qualidade. Entenda o relatório.

Maconha para fins medicinais

 Maconha é cultivada em fundação em Santiago, no Chile. Estudo avaliou que canabidiol é eficaz contra forma rara de epilepsia — Foto: Ivan Alvarado / ReutersMaconha é cultivada em fundação em Santiago, no Chile. Estudo avaliou que canabidiol é eficaz contra forma rara de epilepsia — Foto: Ivan Alvarado / Reuters

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) abre nesta quarta-feira consulta pública para duas propostas que pretendem regulamentar o cultivo de maconha para fins medicinais e científicos no Brasil. Medida aprovada em junho fica em consulta pública até 19 de agosto.

Violência no RJ: transporte

Para-brisa de trem da Supervia atingido por pedra — Foto: Supervia / DivulgaçãoPara-brisa de trem da Supervia atingido por pedra — Foto: Supervia / Divulgação

G1 tabulou a conta da insegurança e entrevistou passageiros – os que mais sofrem com os atrasos e as avarias. Representantes dos meios de transporte que circulam na Região Metropolitana também foram ouvidos.

As joias da ex-primeira dama do RJ

Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral Filho — Foto: Alexandre Brum / Agência O Dia / Estadão ConteúdoAdriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral Filho — Foto: Alexandre Brum / Agência O Dia / Estadão Conteúdo

Quarenta joias da ex-primeira dama do Estado do Rio Adriana Ancelmo serão leiloadas, a pedido da Lava Jato fluminense. Os bens estão avaliados em R$ 455.383,00. Há relógios de ouro, colar com fio de pérolas, brincos com diamantes, anel em ouro branco e até uma joia com imagem religiosa: uma medalhinha de Maria Concebida.

O primeiro leilão foi marcado para 15 de agosto. Caso os bens não recebam o valor mínimo, haverá uma nova oferta no dia 23, com desconto de 25%.

O bem mais caro é um relógio Rolex com pulseira em ouro, acompanhado de estojo e certificado, que custa R$ 55 mil.

Loteria

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 3,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt / G1Aposta única da Mega-Sena custa R$ 3,50 e apostas podem ser feitas até às 19h — Foto: Marcelo Brandt / G1

O concurso 2.174 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 10 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) em São Paulo.

Jogos Pan-Americanos

 Caio Souza e Arthur Nory terão mais uma chance de medalha nesta quarta-feira — Foto: Ricardo Bufolin / Panamerica Press / CBG Caio Souza e Arthur Nory terão mais uma chance de medalha nesta quarta-feira — Foto: Ricardo Bufolin / Panamerica Press / CBG

Nesta quarta-feira, completa-se uma semana desde que as competições dos Jogos Pan-Americanos começaram e o ritmo segue intenso em Lima. O dia marca o fim da ginástica e pode ser ainda mais produtivo para o Brasil. Até aqui, foram 7 medalhas brasileiras só na modalidade. Se tem gente se despedindo, tem gente estreando. O vôlei de quadra faz a primeira partida no Pan.

 

Por Blog do BG

Bancos privados lucram R$ 32,2 bilhões no semestre, mas fecham agências

Os três grandes bancos privados do país lucraram no primeiro semestre do ano R$ 32,2 bilhões,  um crescimento de 17,9% na comparação com o mesmo período de 2018. A estrutura dessas instituições tende a ficar mais tímida. O Itaú Unibanco, inclusive, anunciou um programa de demissão voluntária (PDV) que pode atingir até 6,9 mil funcionários. Dessa forma, as instituições privadas também aderem a esse recurso, assim como já foi feito por Banco do Brasil e Caixa. Com a digitalização, os bancos conseguem com que os clientes demandem menos serviços em agências e, dessa forma, fechar esses pontos de atendimento. Entre os privados, são mais de  200 agências a menos nesse ano, sendo que o movimento foi liderado pelo Itaú Unibanco.

— O fechamento das agências se dá por necessidade dos nossos clientes. Com a digitalização de serviços, há uma redução da busca por agências e ainda temos uma quantidade considerável delas umas próximas a outras, fruto das fusões — disse Candido Bracher, presidente do Itaú Unibanco.

O Itaú Unibanco fechou 212 agências no primeiro semestre do ano. O movimento vai continuar nos próximos meses, mas Bracher afirmou que embora não tenha um número definido, o total de pontos de atendimento fechado no segundo semestre do ano  não deverá ser superior aos primeiro semestre.

Os funcionários que serão convidados a participar do PDV da instituição são os que já completaram 55 anos e que atendam alguns critérios, como terem usufruído de algum tipo de estabilidade. No semestre, o quadro de funcionário do banco foi reduzido em 1.043 colaboradores, para 98.446.

— Nós miramos um público que acreditamos que pode estar mais propenso e desejo de uma alteração de carreira, ou por conta da idade ou porque já está em uma situação (financeira) mais estável — avaliou Bracher.

O BB anunciou na última segunda-feira um plano para cortar até 3 mil funcionário e a Caixa já está com um PDV em aberto.

O Bradesco também vem efetuando o fechamento de agências. Entre janeiro e junho, 36 foram fechadas, para 4.581 agências. No entanto, desde que comprou o HSBC Brasil, o banco vem ajustando a sua rede. Em 2016, eram 5.314 pontos de atendimento tradicionais.

Na avaliação de Felipe Silveira, analista da corretora Coinvalores, os bancos, de forma geral, estão se preparando para enfrentar no médio prazo um ambiente de maior competição devido ao efeito dos bancos digitais e fintechs (empresas de tecnologia que oferecem serviços financeiros).

— Os bancos estão mostrando que tem feito um movimento para buscar eficiência em um novo momento para o setor, de competição mais acirrada. Em algum momento, a oferta de contas e serviços digitais vai pressionar (as receitas) os bancos. Nesse cenário, há a oportunidade de reduzir o tamanho da rede — avaliou.

Ao reduzir os custos com custos de agências ou quadro de funcionários, ficam com um índice de eficiência melhor. Esse indicador é a relação entre despesas e receitas de uma instituição e, quanto menor, melhor. Um indicador de 50% significa que a instituição gasta R$ 50 para arrecadar R$ 100, por exemplo.

O GLOBO

Comments

Bolsonaro: ‘Sou assim mesmo, não tem estratégia, não vou mudar’

O presidente Jair Bolsonaro tem um recado claro: ele não vai mudar. A repercussão negativa, e até críticas de aliados, a suas declarações nos últimos dias, comataques a governadores do Nordeste e contestação de dados históricos da ditadura militar , estão longe de fazê-lo repensar o próprio comportamento. Em conversa exclusiva com O GLOBO, Bolsonaro confirma que continuará falando à parcela mais conservadora da população, a primeira a aderir à sua candidatura .

— Sou assim mesmo. Não tem estratégia. Se eu estivesse preocupado com 2022 não dava essas declarações — afirmou Bolsonaro, ao ser questionado se as falas recentes são planejadas ou apenas resultado de impulsividade.

O presidente recebeu a reportagem em seu gabinete no terceiro andar no Palácio do Planalto após a cerimônia em que lançou um amplo processo de flexibilização de segurança e saúde do Trabalho. Depois de uma curta entrevista coletiva com jornalistas, Bolsonaro estava subindo a rampa que liga o Salão Nobre ao seu gabinete quando foi abordado pela reportagem, que pediu uma conversa com ele. Imediatamente, sem ouvir seus auxiliares da área de comunicação, pediu que os seguranças liberassem a repórter para acompanhá-lo.

A conversa não pôde ser gravada. Na entrada do gabinete, os celulares tiveram que ficar guardados. Entretanto, Bolsonaro, que havia dito que não daria entrevista, emprestou a própria caneta Bic. Assim, suas declarações poderiam ser anotadas corretamente.

Como o encontro não estava previsto, a conversa, que durou 15 minutos, foi interrompida três vezes pelo ajudante de ordens para lembrá-lo que existiam outros dois compromissos à espera. Bolsonaro, mesmo com o alerta, deixou a conversa fluir e falou de vários assuntos, mesmo os incômodos. Afirmou que a imprensa o persegue, mas que não se importa mais.

— O dia que não apanho da imprensa eu até estranho — disse, rindo.

Hiperativo, o presidente revelou que acorda antes das 4h e começa disparar mensagens de WhatsApp a ministros e assessores. Alguns deles, contou, ganharam direito a toques especiais no celular: são os quatro ajudantes de ordens, que têm um alerta diferente para que Bolsonaro possa atendê-los o mais rapidamente possível.

Na defesa da exploração de áreas de garimpo pelo país, disse ter encomendado estudo ao ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para criar “pequenas Serras Peladas” no Brasil, que poderiam ser exploradas tanto por grupos estrangeiros como por povos indígenas.

— Mas a fiscalização seria pesada. E índio também poderia explorar — promete.

Ao ser questionado a respeito de suas declarações sobre Fernando Santa Cruz, pai do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Bolsonaro voltou a se justificar, dizendo que a entidade atuou para que não se chegasse aos “mandantes da sua tentativa de assassinato”. Ele insiste que a quebra de sigilo telefônico de um advogado de Adélio Bispo de Oliveira daria um novo rumo à história. A medida não foi adotada por um recurso da Ordem. Bolsonaro disse que não recorreu da decisão da Justiça, que classificou seu agressor como inimputável porque, ao ser enquadrado como portador de Transtorno Delirante Persistente, Adélio estará agora em “prisão perpétua”.

— Porque eu ganharia (o recurso). Ele responderia por tentativa de homicídio. No máximo em dois anos estaria na rua. Agora, pela insanidade mental, é prisão perpétua.

Bolsonaro esquivou-se novamente de comentários aprofundados sobre o massacre no presídio de Altamira, no Pará, onde 58 detentos morreram, dos quais 16 foram decapitados, a maior carnificina em cadeias desde a registrada no Carandiru (SP) em 2001. Ele justificou que queria evitar “polêmica”.

— Já disse pela manhã na porta do Alvorada. Você estava lá? Pergunte às vítimas dos facínoras. Pergunte para elas o que acham, não vou criar polêmica — respondeu, confirmado com seus auxiliares o número total de vítimas.

O presidente disse que está conversando com grupos estrangeiros para transformar a Baía de Angra dos Reis, onde tem uma casa e chegou a ser multado no passado por pesca ilegal, no que ele vem chamando de “Cancún brasileira”. Segundo ele, empresários estão dispostos a investir “bilhões”, que gerariam empregos na região.

— Não vou dizer (quais são esses grupos). São conglomerados de países — afirmou, sinalizando, em seguida, que investidores de Emirados Árabes, Japão e Israel já teriam demonstrado interesse.

O desempenho no exterior de Eduardo Bolsonaro, seu filho deputado federal, é o assunto que mais o deixa, visivelmente, satisfeito. Para o presidente, cabe aos senadores aprovarem Eduardo como embaixador do Brasil nos Estados Unidos, mas ele está certo que o elogio feito ontem pelo presidente americano, Donald Trump, o ajudará a conquistar os votos.

— A decisão é do Senado. Acho que a declaração do Trump hoje ajuda — disse.

Bolsonaro confirmou que está em franca aproximação com o presidente da Bolívia, Evo Morales, como visto durante a Cúpula do Mercosul, em Santa Fé, na Argentina, há duas semanas. Disse que o mandatário boliviano sorriu para ele, o que não tinha acontecido nem mesmo quando esteve em sua posse em janeiro. Afirmou ainda que os dois países buscam aproximação e que Morales demonstrou interesse em comprar um avião KC-390 da Embraer.

Quem manda

Questionado se a mudança de Morales não demonstra um caráter pragmático, que se adapta de acordo com as circunstâncias, Bolsonaro defendeu o boliviano.

— Não. Como eu disse hoje, todo mundo evolui — conta Bolsonaro, que usou Morales como exemplo para defender a sua tese contra as reservas indígenas. — Se na Bolívia um índio pode ser presidente, por que aqui tem que ficar confinado em uma uma área?

Nos quase 15 minutos de conversa, Bolsonaro deixou claro que quem manda é ele. O presidente tem uma agenda hoje de manhã em Anápolis (GO). A reportagem questionou, então, se ele pararia, como já vez em outra ocasião, para almoçar com caminhoneiros em uma rodovia. Um assessor disse que não, mas Bolsonaro o interrompeu:

— Não está previsto, mas, se tiver algo, eu aviso e muda na hora — justificou, confirmando que dá trabalho à equipe que cuida de sua proteção, subordinada ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

Bolsonaro encerrou a conversa quando os participantes da próxima reunião, incluindo o ministro Jorge Oliveira (Secretaria-Geral), entraram no gabinete.

Secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten pediu que fosse feita uma foto da conversa.

— Não precisa. Não vou constrangê-la — disse o presidente, recebendo de volta a caneta Bic emprestada à repórter.

O GLOBO

 

Após parentes de Bolsonaro voarem de FAB, procurador pede apuração sobre uso de aeronaves

O subprocurador-geral do Ministério Público de Contas, Lucas Furtado, quer que o TCU apure se há “abuso e ilegalidade” no uso de veículos públicos, “sobretudo aeronaves da FAB”. A peça lista notícias que relatam caronas questionáveis em voos solicitados por autoridades desde o governo FHC.

O caso mais recente citado na ação é o de parentes de Bolsonaro que usaram um helicóptero da FAB para ir ao casamento do filho do presidente, Eduardo, em abril.

Na representação, Furtado diz, ainda, que “deve, igualmente, ser disciplinado tema relativo a transporte reservado a autoridades em serviço haja vista a aparente insuficiência das normas em vigor”.

PAINEL FOLHA

Comments

BARRACO: “Chamo uma coletiva e metade do PSL vai embora” e “só tivemos paz no semestre: quando o Twitter ficou fora do ar e o presidente tirou o dente” diz Frota

Alvo do correligionário Major Olímpio, Alexandre Frota (PSL-SP) está pintado para a guerra. “O PSL de SP não tem nem presidente direito, vai ter conselho de ética? Mas tudo bem. Desafio ele a me levar lá. Chamo uma coletiva e, vou te falar, metade desse partido vai embora.”

Nem sob pressão Frota baixa o tom. Diz que declarações do presidente atrapalham projetos na Câmara e que “só duas vezes tivemos paz no semestre: quando o Twitter ficou fora do ar e quando ele tirou o dente”.

FOLHAPRESS

Comments

Surpresos, aliados e militares tentam identificar foco de ações intempestivas de Bolsonaro

Aliados de Jair Bolsonaro (PSL) e militares tentam identificar o foco das ações intempestivas do presidente.

A avaliação do núcleo militar e de integrantes da base do governo no Congresso é a de que, principalmente nos últimos dias, Bolsonaro voltou a ser estimulado a ir para o confronto e a dar vazão ao que é classificado como pauta secundária.

A preocupação desses aliados é a de que, ao ser incentivado a prestar atenção em temas laterais, Bolsonaro acaba, inevitavelmente, esquecendo a agenda positiva do governo, como a econômica —que tem apoio da Câmara e do Senado e respaldo de setores da população.

Na segunda-feira (29), tanto militares quanto integrantes da Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto foram pegos de surpresa com as declarações de Bolsonaro, dadas na porta do Palácio da Alvorada, sobre o pai do presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

A entrevista à imprensa não estava programada na agenda e os auxiliares do presidente já o aguardavam na antessala de seu gabinete para um reunião programada para as 8h10. Àquele momento, Bolsonaro estava acompanhado apenas de seguranças e ajudantes de ordem.

O núcleo duro do Planalto, incluindo civis e militares, e os aliados mais próximos do Congresso, como o líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), participaram, só depois da entrevista, do encontro que já foi incorporado à rotina diária de Bolsonaro.

A reunião, que começou atrasada por causa das declarações matutinas do presidente, teve uma pauta que passou ao largo das declarações polêmicas que Bolsonaro acabara de dar na saída do Alvorada.

De acordo com relatos ouvidos pela Folha, não foi proposital —os auxiliares palacianos e os aliados nem tiveram tempo de ver as falas.

“Por que a OAB impediu que a Polícia Federal entrasse no telefone de uma dos caríssimos advogados? Qual a intenção da OAB? Quem é essa OAB? Um dia, se o presidente da OAB quiser saber como é que o pai dele desapareceu no período militar, conto pra ele”, afirmara Bolsonaro, reclamando da atuação da Ordem na investigação do caso Adélio Bispo, autor do atentado à faca do qual foi alvo.

Ao ironizar o desaparecimento do pai do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, durante a ditadura militar (1964-1985), Bolsonaro estimulou a organização de um gabinete de crise informal.

Nesta terça-feira (30), o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, foi escalado para tentar conter a onda de declarações extemporâneas do presidente.

A fala de como teria se dado a morte de Fernando Santa Cruz soou despropositada também entre os militares.

A avaliação recorrente, dentro e fora do Planalto, entre aliados e adversários do governo, é de que Bolsonaro extrapolou o limite do aceitável, ao “dar um golpe abaixo da linha da cintura” do presidente da OAB.

O impacto, dizem pessoas próximas a Bolsonaro, poderia ter sido muito maior se o Congresso não estivesse em recesso.

A preocupação, de acordo com a análise desses aliados, é que o governo perca, definitivamente, o controle da pauta positiva e que, diante de tantas polêmicas, até mesmo a base de sustentação de Bolsonaro nas ruas acabe o abandonando.

Como mostrou a Folha nesta terça, um dos fatores que levaram Bolsonaro a intensificar a agressividade no discurso foram as críticas à indicação de seu filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) como embaixador do Brasil nos EUA.

Em conversas reservadas, Bolsonaro disse a aliados que vê nos ataques a Eduardo uma ofensa pessoal e que, por isso, seria sua obrigação sair em defesa pública do filho.

(mais…)

Fonte: Blog do BG

Continuar lendo PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUARTA-FEIRA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA

Por G1

 

Bolsonaro chama de “balela” os documentos sobre mortes na ditadura militar. Trump elogia a indicação do filho do presidente para a embaixada brasileira nos EUA e diz que não é nepotismo. No dia seguinte ao segundo maior massacre em presídios brasileiros, detentos começam a ser transferidos de Altamira. PF abre inquérito para investigar morte de cacique no Amapá. Os quatro suspeitos de hackear Moro e outras autoridades vão continuar presos. E com a ideia de integrar EUA e México, um arquiteto instala gangorras na fronteiraentre os dois países.

INTERNACIONAIS

Gangorra na fronteira

Uma criança brinca em uma gangorra instalada na cerca que divide a fronteira entre o México e os EUA em Ciudad de Juarez — Foto: Christian Chavez/ReutersUma criança brinca em uma gangorra instalada na cerca que divide a fronteira entre o México e os EUA em Ciudad de Juarez — Foto: Christian Chavez/Reuters

Dois professores universitários americanos de arquitetura e designinstalaram gangorras que atravessam a cerca de ferro que separa os EUA do México. O brinquedo fica em um trecho da fronteira entre El Paso (EUA) e Ciudad Juaréz (México) e é uma forma de unir, de uma forma “lúdica”, os dois países.

“O que é feito de um lado tem impacto no outro. E isso é o que a gangorra faz. Exatamente isso”, disse o arquiteto Ronald Rael, um dos idealizadores do brinquedo.

Imagens da instalação fizeram sucesso em redes sociais. Há vídeos curtos de adultos e crianças brincando com a cerca no meio.

Arquiteto instala gangorras na cerca entre EUA e México

Arquiteto instala gangorras na cerca entre EUA e México

 

Por Blog do BG

Michael Schumacher melhora e vê a Fórmula 1 pela televisão

O estado de saúde de Michael Schumacher é um segredo cuidadosamente guardado por sua família. No entanto, de tempos a tempos o seu entorno libera alguns detalhes que permitem ver como está o heptacampeão mundial. Agora, cinco anos depois do acidente que o deixou em coma, foi seu ex-chefe quem deu informações sobre seu estado.

Schumacher melhora. Está fazendo um “bom progresso”, como afirmou Jean Todt, que foi diretor da equipe técnica da escuderia Ferrari, na qual o piloto alemão triunfou. Todt deu detalhes sobre o estado de Schumacher durante uma entrevista à Radio Montecarlo, segundo relata o jornal britânico The Daily Mail.

“Sempre sou cuidadoso com este tipo de declaração, mas é verdade. Vejo as corridas com Michael Schumacher em sua casa na Suíça”, revelou sobre suas visitas à residência da família em Gland, uma cidade junto ao Lago Leman, situada entre Lausanne e Genebra. “Michael está nas melhores mãos e bem cuidado em sua casa. Não se rende, continua lutando”, explicou.

“Sua família está lutando muito e, obviamente, nossa amizade não pode ser o que era antes, simplesmente porque não há a mesma comunicação de antes. Mas ele continua lutando, e sua família também”, contou.

Na manhã de 29 de dezembro de 2013, Michael Schumacher sofreu um grave acidente enquanto esquiava na estação alpina de Méribel (França). Bateu o lado direito da cabeça contra uma rocha, seu capacete se rompeu e sua vida ficou em risco. O piloto passou quase seis meses em coma, do qual saiu em junho de 2014, quando estava internado em um hospital de Grenoble.

Todt foi o diretor técnico da Peugeot quando a equipe francesa venceu o Rali Paris-Dakar por quatro vezes e também diretor da Ferrari. Em 2009, ele se tornou presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e agora é enviado especial da ONU para reduzir à metade as mortes em estradas entre 2012 e 2022. Esta não é a primeira vez que ele fala sobre a saúde de seu amigo Schumacher. Em maio de 2016, Todt declarou que Schumi estava “travando a batalha mais importante de sua vida”.

A informação de Todt coincide com as que, em novembro, o arcebispo alemão Georg Gänswein, confidente do papa emérito Bento XVI, deu à revista Bunte, depois de visitar o campeão no verão de 2016. “Ele sente que há pessoas ao seu redor que o amam, que se preocupam com ele e, graças a Deus, o mantêm afastado do público curioso demais. Uma pessoa doente precisa de discrição e compreensão “, disse o arcebispo à revista alemã. “Eu me sentei na frente dele, toquei-o com as duas mãos e olhei para ele. Seu rosto, como todos sabemos, é o rosto típico de Michael Schumacher; só ficou um pouco mais cheio.”

Em janeiro, Michael Schumacher completou 50 anos, em total hermetismo sobre seu estado de saúde. Sua família divulgou na época um comunicado pedindo “compreensão” pelas escassas informações divulgadas. “Podem ter certeza de que está em boas mãos e que fazemos o melhor possível para ajudá-lo. Por favor, entendam que seguimos os desejos de Michael quando uma questão delicada como a saúde fica na esfera privada”, dizia a nota. Corinna Schumacher, sua mulher, é agora quem controla o império e a comunicação do ex-piloto.

El País

Fonte: Blog do BG

 

NACIONAIS

Desaparecidos na ditadura

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL-RJ), fala à imprensa no Palácio da Alvorada, em Brasília, nesta terça-feira (30). — Foto: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDOO presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL-RJ), fala à imprensa no Palácio da Alvorada, em Brasília, nesta terça-feira (30). — Foto: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO

“Nós queremos desvendar crimes. A questão de 64, existem documentos de matou, não matou, isso aí é balela”. Jair Bolsonaro

Bolsonaro voltou a falar sobre a morte de Fernando Santa Cruz, pai do presidente da OAB, que desapareceu na ditadura. O presidente chamou de ‘balela’ os documentos sobre os mortos no regime militar e questionou a legitimidade da Comissão da Verdade.

“Você acredita em Comissão da Verdade? Qual foi a composição da Comissão da Verdade? Foram sete pessoas indicadas por quem? Pela Dilma [Rousseff, ex-presidente]”, disse o presidente.

Relatório do antigo Ministério da Marinha cita prisão de Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira em 1974 — Foto: Reprodução/Comissão Nacional da VerdadeRelatório do antigo Ministério da Marinha cita prisão de Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira em 1974 — Foto: Reprodução/Comissão Nacional da Verdade

Segundo a comissão que apurou crimes cometidos na ditadura, o pai de Felipe Santa Cruz foi preso e morto por agentes do Estado brasileiro durante o regime militar. Relatórios militares da Marinha e da Aeronáutica desmentem Bolsonaro e citam que ele desapareceu depois de ser preso, em 1974, no Rio de Janeiro.

Ao G1, o último coordenador da Comissão da Verdade, o jurista Pedro Dallari, disse que Bolsonaro desempenhou um “papel melancólico” no episódio.

Ontem, Bolsonaro disse que contaria ao presidente da OAB como o seu pai morreu na ditadura, se ele quisesse saber. Depois, afirmou que Fernando Santa Cruz foi morto pelo “grupo terrorista” Ação Popular do Rio de Janeiro, e não pelos militares. Felipe Santa Cruz reagiu à fala do presidente e disse em nota que Bolsonaro agiu com crueldade e deboche.

Proteção ao trabalhador

No final do dia, durante discurso em uma cerimônia no Planalto, Bolsonaro criticou a emenda constitucional que pune com expropriação a propriedade rural que pratica trabalho escravo. Para o presidente, linha que separa trabalho escravo de trabalho análogo à escravidão é ‘muito tênue’ e leva ‘terror’ aos produtores.

Embaixada nos EUA

Trump elogia indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada: 'Não acho que seja nepotismo'

Trump elogia indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada: ‘Não acho que seja nepotismo’

O presidente americano, Donald Trump, elogiou a indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixador do Brasil nos EUA, e afirmou que a possível nomeação do filho de Bolsanoro para o cargo não é nepotismo.

“Não, eu não acho que é nepotismo porque o filho ajudou muito na campanha. O filho dele é extraordinário, ele realmente é”, disse Trump em resposta à repórter Raquel Krahenbühl, da GloboNews.

Trump também falou sobre um futuro acordo comercial entre os dois países, e afirmou que tem um bom relacionamento com Brasil e com o presidente Jair Bolsonaro.

Massacre em Altamira

Primeiros presos suspeitos de comandar massacre em Altamira são transferidos

Primeiros presos suspeitos de comandar massacre em Altamira são transferidos

Um dia depois da morte de 57 detentos no presídio de Altamira, o governo do Pará começou a transferir os suspeitos de comandar a rebelião. Ao todo, 46 presos serão levados a outros presídios.

Morte de cacique

Polícia Federal investiga morte de líder indígena e possível invasão de reserva no Amapá — Foto: PF/DivulgaçãoPolícia Federal investiga morte de líder indígena e possível invasão de reserva no Amapá — Foto: PF/Divulgação

A Polícia Federal abriu inquérito para investigar a morte do cacique Emyra Waiãpi em aldeia no Amapá. A tribo indígena relatou ataque de garimpeiros, mas autoridades não encontraram vestígios.

Ataque hacker

A Justiça Federal em Brasília decidiu manter a prisão temporária dos 4 suspeitos de hackear os celulares de diversas autoridades, entre elas Moro e procuradores da Lava Jato, como Deltan Dallagnol.

Também teve isso…

 

Por Blog do BG

Rogério Marinho: Mudanças em normas de segurança do trabalho não aumentarão acidentes

Foto: José Cruz/Agência Brasil 

O secretário especial de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, reiterou que as mudanças anunciadas nesta terça-feira, 30, em três normas regulamentadoras de segurança e saúde no trabalho, conhecidas como NRs, não trarão aumento nos acidentes com trabalhadores.

“Tanto que houve um consenso entre governo, empregadores e trabalhadores sobre essas mudanças. E fomos além e assinamos acordos de cooperação com federações das indústrias para desenvolver uma estratégia nacional de redução dos acidentes de trabalho”, respondeu.

Comments

Sérgio Cabral é condenado pela 10ª vez e acumula penas de 216 anos de prisão

O ex-governador Sérgio Cabral (MDB-RJ) foi condenado nesta terça-feira (30) pela 10a vez em decorrência dos processos desencadeados pela Operação Lava Jato.

A nova sentença do juiz Marcelo Bretas se refere à Operação Ratatouille, que trata do pagamento de R$ 16 milhões pelo empresário Marco Antônio de Luca, dono de empresa de fornecimento de alimentos para o Estado.

O magistrado condenou o emedebista a 18 anos de prisão. O empresário teve imposta uma pena maior: 32 anos.

Com a nova sentença, Cabral já acumula 216 anos e seis meses de prisão. Ele é réu em outras 19 ações na Justiça Federal do Rio de Janeiro e uma na Estadual decorrentes do esquema de corrupção que montou no governo fluminense entre 2007 e 2014.

Folhapress

Comments

Bolsonaro diz que reforma tributária pode evoluir para incluir Estados e municípios

O presidente Jair Bolsonaro disse que a ideia do governo é encaminhar uma proposta de reforma tributária que envolva apenas impostos federais, mas que é possível “evoluir” para incluir Estados e municípios. A possibilidade, no entanto, é vista como arriscada por ele. “Até pode evoluir (para incluir estados e municípios), mas toda vez que isso foi feito ao longo dos meus 28 anos na Câmara a proposta não foi para frente e foi arquivada porque há muito interesse”, avaliou.

O Estado mostrou que Estados e municípios não aceitam uma reforma que simplifique apenas os tributos federais. Uma das propostas é que os governadores se unam para modificar a proposta que já está na Câmara, de relatoria do deputado Baleia Rossi (MDB-SP), desenhada pelo economista Bernard Appy.

Bolsonaro disse que “todo mundo concorda com a proposta (de reforma tributária), desde que não perca nada”. “Acho que o Paulo Guedes (ministro da Economia) está certo, é uma reforma da União. Depois, uma outra PEC poderá ser feita para Estados e Municípios. A minha ideia é a gente simplificar impostos e taxas”, disse após evento no Planalto com anúncio de mudanças em normas regulamentadoras de segurança e saúde no trabalho.

Maia quer unificar três das cinco propostas que tratam sobre o tema: a do líder do MDB, Baleia Rossi (SP), que já está em uma comissão especial, a que está no Senado, de autoria do ex-deputado Luis Carlos Hauly, e a do governo federal, que ainda está sendo preparada pela equipe econômica. A ideia de Maia é facilitar a análise da reforma para tentar aprovar o texto até o fim deste ano.

Mais cedo, o presidente da República contou que conversou sobre a votação em segundo turno da reforma da Previdência com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre temas econômicos. “Falamos basicamente sobre Previdência. A votação do segundo turno e outras pautas da política”, disse Bolsonaro ao fim do café. Segundo fontes, eles também trataram da reforma tributária.

A Câmara deverá retomar a votação da Reforma da Previdência na próxima terça-feira, 6, quando os parlamentares estarão de volta à Brasília após três semanas de recesso.

Estadão Conteúdo

Comments

Governo anuncia revisão de normas sobre saúde e segurança de trabalhadores

O governo federal anunciou nesta terça-feira (30) a revisão de 36 normas que tratam das regras de proteção da saúde e da segurança de trabalhadores.

O anúncio foi feito em uma cerimônia no Palácio do Planalto da qual participaram o presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, entre outras autoridades.

De acordo com o governo, o objetivo da medida é aumentar a competitividade de empresas e reduzir a burocracia.

O governo anunciou nesta terça-feira:
– revisão das Normas Regulamentadoras 1 e 12;
– revogação da Norma Regulamentadora 2.

As demais alterações, segundo o governo federal, serão anunciadas durante os próximos meses.

Durante o evento, Bolsonaro fez um discurso no qual criticou a Emenda Constitucional 81, que determina a expropriação de propriedade de quem explorar trabalho escravo.

Publicada em 1978, a Norma Regulamentadora 2 define que todo estabelecimento novo precisa pedir à fiscalização trabalhista a aprovação prévia das instalações antes de começar as atividades.

Ao anunciar a revogação da regra, o secretário de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, disse que a norma era “impossível de ser aplicada”. Isso porque, na opinião dele, o país tem poucos fiscais para a quantidade de empresas.

Para o secretário, a revogação deverá beneficiar, principalmente, micro e pequenos empresários.

A Norma Regulamentadora 1 trata das disposições gerais das NRs. Estabelece, por exemplo, a quem se aplicam as regras e também as competências de órgãos como as delegacias regionais do Trabalho.

Já a Norma Regulamentadora 12 dispõe sobre a segurança no uso de máquinas e equipamentos no trabalho. Fixa, por exemplo, requisitos para prevenção de acidentes e doenças do trabalho no uso de máquinas e na manutenção ou montagem delas.

O presidente Jair Bolsonaro defendeu as mudanças nas normas e afirmou que, com essas medidas, “o governo está retirando as amarras fora” dos empregadores.

De acordo com o presidente, as normas geram burocracia, que leva à paralisação da economia.

Também em discurso durante a cerimônia, o ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu as mudanças nas normas.

G1

Comments

Neymar: PSG reduz pedida pelo jogador quase pela metade e ‘abre as portas’ para o negócio, diz jornal

E a novela do futuro de Neymar ganha novos capítulos a cada dia. De acordo com a capa do jornal catalão Sport desta terça-feira, a negociação para sua ida ao está mais viva do que nunca.

A publicação traz que o PSG baixou quase pela metade a pedida ao Barça pelo brasileiro. Anteriormente, os franceses exigiam 300 milhões de euros pelo negócio, mas agora o valor já está em 180 milhões de euros (R$ 758 milhões).

Ainda de acordo com o jornal, o clube parisiense abriu as portas para a negociação acontecer. Mas há um detalhe: o clube não aceita, até o momento, que outros jogadores sejam incluídos no negócio.

Outra informação de bastidores diz que os proprietários do PSG esperam por um gesto de Bartomeu, presidente do Barça, para avançarem na negociação pelo brasileiro.

Recentemente, a imprensa espanhola divulgou que as negociações estavam travadas e que o fato estaria irritando Neymar e seu estafe.

O jogador, por sua vez, segue em pré-temporada com o PSG, mas até agora não participou de nenhum amistoso do clube até aqui, mesmo tendo totais condições para atuar.

ESPN

Comments

Janaina Paschoal protocola pedido de impeachment contra Dias Toffoli


A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) e o presidente do MP Pró-Sociedade, Renato Varalda, protocolaram nesta terça-feira (30) no Senado Federal um pedido de impeachment contra o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Dias Toffoli.

O pedido trata especialmente da decisão do ministro que suspendeu o andamento de processos que envolvam dados compartilhados por órgãos de controle, como o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras). Segundo a determinação, para dar continuidade a um inquérito desse tipo, será preciso autorização judicial.

“Tal decisão monocrática, além de contrariar a Constituição Federal e diversas leis, trouxe contrariedade ao que foi estabelecido pelo Plenário do STF”, diz o texto do pedido.

A decisão de Toffoli afeta diretamente a investigação sobre o filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que apura se ele praticou movimentação ilegal de dinheiro, com lavagem e organização criminosa. Os crimes teriam acontecido quando o policial militar Fabrício Queiroz, suposto operador do esquema, era assessor de Flávio. Com o aval de Toffoli, a investigação sobre ele fica paralisada.

Essa decisão foi criticada por algumas entidades, incluindo a força-tarefa da Operação Lava Jato. Segundo comunicado feito em conjunto com a força-tarefa da Operação Greenfield, a decisão “contraria recomendações internacionais de conferir maior amplitude à ação das unidades de inteligência financeira, como o COAF, inclusive em sua interação com os órgãos públicos para prevenir e reprimir a lavagem de dinheiro”.

Paschoal também foi autora do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Jovem Pan

Comments

Advogados atenderão a população gratuitamente, em parceria com a Câmara Municipal de Currais Novos

No último dia 03, os advogados Fahad Mohammed e Tony Robson foram recebidos pelo presidente da Câmara Municipal de Currais Novos, vereador João Neto, para tratar de uma importante cooperação que irá assegurar assistência judiciária gratuita à população hipossuficiente de Currais Novos.

Filhos da terra, os dois advogados, que hoje residem em Natal, tiveram a ideia de fazer um trabalho social em Currais Novos, através da prestação de assistência jurídica gratuita para a população carente.

“Sabemos que, mesmo após a implantação de um núcleo da Defensoria Pública no município, há uma demanda de pessoas que precisam da assistência de um advogado e não conseguem ter acesso a um causídico. A nossa ideia é alcançar essa parcela da população e garantir que tenham acesso à Justiça”, explicou Fahad, ao falar do projeto.

Após colocarem no papel a ideia, Fahad e Tony foram em busca de uma parceria para colocar o projeto em funcionamento, dada a necessidade de uma logística que viabilizasse e permitisse um atendimento digno para as pessoas.

“O desejo de ajudar as pessoas não poderia vir de qualquer forma. Não era uma questão de fazer por fazer. Sempre vimos como importante que era preciso fazer um trabalho de qualidade e, acima de tudo, oferecer dignidade as pessoas que fossem atendidas. Uma parceria era fundamental, e felizmente o vereador João Neto abriu as portas da Câmara para o nosso projeto”, disse Tony, falando da parceria com a Câmara.

A Câmara Municipal disponibilizará uma sala para os atendimentos e ficará responsável por fazer a triagem e o agendamento das pessoas que procurarem o auxílio dos dois advogados.

“O projeto dos meninos é muito importante, e não trará nenhum custo para a Câmara. Nós não poderíamos deixar de abrir as portas da casa do povo para que o povo fosse bem atendido”, disse o presidente da Câmara, João Neto, ao falar do projeto.

Os atendimentos devem começar no final do mês de Agosto e serão quinzenais. Os agendamentos deverão começar no começo do mesmo mês. Até lá maiores informações deverão ser divulgadas para quem desejar o auxílio dos causídicos.

Legenda da foto: Tony (a esq.), João Neto e Fahad (à dir.) durante a Feirinha de Santana 2019.

 

LOCAIS

Parlamentar acompanha obras de saneamento do San Vale

A realidade da região do San Vale, no bairro de Candelária, zona Sul de Natal, onde é cobrado um dos IPTUs mais caros da cidade, deve mudar em breve. Uma decisão judicial que impede a ampliação da infiltração de esgotos no solo e por conseguinte a construção de novas edificações no quadrilátero formado pela BR 101, Avenida Omar O’Grady, Av. da Integração e Av. dos Xavantes, como forma de preservar as condições de utilização da água para abastecimento público nas regiões leste e oeste da cidade não terá mais sentido de ser cumprida, uma vez que está em vias de conclusão as obras de esgotamento sanitário na região e já existem ruas que não devem ser construídas galerias de águas pluviais e que já podem receber pavimentação.

Com o intuito de acompanhar o andamento das obras de esgotamento sanitário, dirimir dúvidas de moradores que observaram que ainda não ocorreu a implantação das redes em suas ruas e verificar quais logradouros já estão aptos para pavimentação e drenagem, que deve vir a ser executada pela prefeitura, a vereadora Nina Souza esteve na Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), em reunião com a Diretora de Empreendimentos, Geny Formiga. Na ocasião também esteve presente o engenheiro sanitarista Sérgio Pinheiro.

“Havia um argumento de que só poderiam ser indiciadas as obras de pavimentação e drenagem no San Vale, após o saneamento, no entanto, essa fase já está praticamente superada e a rede já está executada em várias ruas. Então, já podemos trabalhar junto a prefeitura para definir alternativas para implantação dessas obras”, explicou Nina Souza.

Segundo Geny Formiga, a CAERN está trabalhando para dotar o San Valle de 100% de cobertura de esgotamento sanitário. “Já foi instalado 80% da rede coletora (tubulações) e a as Estações Elevatórias devem iniciar em breve”, afirmou a gestora.

Como forma de viabilizar alternativas de garantir os recursos necessários, a vereadora Nina Souza já está em articulação com o Deputado Federal General Girão, para que o Governo Federal disponibilize recursos para implantação da pavimentação e drenagem, que segundo levantamento da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infra-estrutura (SEMOV) são da ordem de 90 milhões de reais.

“Desde o início do mandato estamos trabalhando para melhorar a realidade do San Vale e também já estamos montando um grupo de trabalho que irá propor reestruturações dentro do Plano Diretor que atendam essa demanda da região, bem como definir junto a comunidade prioridades de implantação das obras de pavimentação e drenagem, como forma de otimizar a aplicação dos recursos que vierem a ser disponibilizados”, concluiu a vereadora Nina Souza.

Por G1 RN

 

Áudios mostram ordens de chefe de facção no RN por telefone, mesmo preso no Rio de Janeiro

Áudios mostram ordens de chefe de facção no RN por telefone, mesmo preso no Rio de Janeiro

Interceptações telefônicas obtidas pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) com autorização judicial mostram, um dos chefes de uma facção criminosa ordenando crimes mesmo estando preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na capital do Rio de Janeiro. Os áudios foram gravados durante as investigações realizadas no âmbito da operação Conexão RJ, deflagrada na manhã desta terça-feira (30) pelo MPRN e pela Polícia Militar.

A operação cumpriu oito mandados de busca e apreensão no Passo da Pátria, comunidade na zona Leste natalense. Quando os policiais chegaram ao local para cumprir os mandados, criminosos ainda não identificados soltaram fogos de artifício para alertar os comparsas da presença da PM.

Em um dos áudios, Wildson Alves da Silveira orienta os comparsas a atacar viaturas da PM. Em outro, o homem ordena que integrantes que ficam nas entradas do Passo da Pátria juntem “peças” (armas) e sugere a instalação de câmeras para monitorar a comunidade. Por fim, os investigadores ainda encontraram um áudio no qual ele ordenou que seus subordinados promovessem eventos, para melhorar o caixa da organização criminosa.

As ordens para os crimes, segundo as investigações do MPRN, foram dadas por Wildson Alves da Silveira, conhecido como Binho Beque ou Leão, que está preso em Bangu desde maio de 2017. Ele é fugitivo da cadeia pública Raimundo Nonato Fernandes, em Natal. Binho é apontado como sendo um dos chefes de uma facção criminosa que surgiu dentro de unidades prisionais potiguares.

As investigações do MPRN, que tiveram o apoio do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), apontam que, usando um aparelho de telefone celular, o homem continuava comandando a facção criminosa de dentro do Complexo Penitenciário de Bangu.

A Justiça do Rio Grande do Norte já ordenou que Wildson Alves da Silveira seja transferido para o Rio Grande do Norte, para cumprir as sentenças pelas quais é condenado. A medida ainda não tem data para ser realizada e depende de iniciativa da Secretaria da Administração Penitenciária do RN (Seap).

Operação foi deflagrada na manhã desta terça (30) para combater crimes cometidos em Natal por ordem de preso do RJ — Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi

Operação foi deflagrada na manhã desta terça (30) para combater crimes cometidos em Natal por ordem de preso do RJ — Foto: Klênyo Galvão/Inter TV Cabugi

Conexão RJ

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e a Polícia Militar deflagraram a operação Conexão RJ nesta terça-feira (30), para apurar uma série de crimes. Os policiais chegaram à comunidade do Passo da Pátria para cumprir os mandados por volta das 5h. Criminosos soltaram fogos de artifício para alertar os comparsas da presença da PM. Pelo menos três pessoas foram presas. Ao todo, foram cumpridos 8 mandados de busca e apreensão na comunidade.

O principal investigado, Wildson Alves da Silveira, é condenado pelos crimes de homicídio, estelionato, falsificação de documento público, falsidade ideológica e posse irregular de arma de fogo e munição, e responde ainda por associação criminosa, roubo e tráfico de drogas, entre outros.

Entre os crimes atribuídos a ele, está o assassinato de Romário Costa da Silva, ocorrido em 21 de novembro de 2016. De acordo as investigações, Wildson Silveira o matou pelo fato dele estar drogado e atirando no Passo da Pátria. Na condição de chefe da facção criminosa que atua na comunidade, Wildson o sentenciou e o executou no local.

Fonte: G1 RN
Continuar lendo ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA

Fim do conteúdo

Não há mais páginas para carregar